gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Software Livre no STAPE
Contribuído por Tintim em 19-10-05 14:31
do departamento
perguntas AliAli escreve "
Acho peculiar que ninguem aqui comente o facto dos problemas que aconteceram no site do STAPE na noite das eleições.
Tanto quanto me foi dado a perceber o software existente (que nos ultimos actos nao tinha dado nenhum problema) foi substituido por um novo de software livre que pelos vistos (enquanto ainda se espera o relatorio da universidade do minho) deu barraca. Link1(Sei que saiu no expresso mas nao sou assinante da versão digital) Link2, Link3

E que dizer da promiscuidade do ministério da Justiça sobre socios de empresas de software livre serem assessores e adjudicarem contratos ás suas empresas?

Enfim tanto se falou da barraca na colocação de professores no ano passado....mudam-se os governos, mudam-se as vontades.

"

Livrarias on-line | Comemorações do Dia Mundial da Usabilidade em Portugal  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Link1
  • Link2
  • Link3
  • Mais acerca perguntas
  • Também por Tintim
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:5, Esclarecedor)
    por Tintim em 19-10-05 15:09 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://paulo.trezentos.gul.pt
    Viva...

    Aprovei este artigo por achar que levanta uma questão que está na ordem do dia e que deve ser divulgada, discutida e esclarecida.

    Em relação ao ataque ao projecto Linius do MJ feito pelo Dr. Montalvão Machado, eis alguns pontos soltos:
    • Associação do Linius ao problema dos servidores de resultados na noite eleitoral: o Linius é um projecto que visa a utilização de Linux no desktop (X86) de funcionários do MJ, advogados e outros elementos relacionados com a justiça.
      Tentar passar para a opinião pública que foi o Linius que criou instalabilidade no mainframe da IBM só pode ser má fé. Mesmo um não técnico como o deputado do PSD deverá compreender a diferença entre um servidor mainframe e um computador de secretária. A diferença entre Intel e Mainframe.
    • Associação do Linius a um sector partidário: atacar a equipa do ISCTE que desenvolve o Linius, e que mantém o Linux Caixa Mágica, e tentar estabelecer a associação com o partido do governo não faz sentido. Trabalhámos muito bem com o XV e XVI governo, do qual Montalvão Machado fez parte. Organizámos em conjunto com a UMIC um evento para toda a administração pública no Tagus Park. Escrevemos um guia. Instalámos Caixa Mágica em 14.000 computadores do Ministério da Educação. Contratos foram feitos, e naturalmente que estão disponíveis, com os governos PSD e o Dr. Montalvão Machado não os questionou. Tivemos uma excelente relação pessoal e profissional com Diogo Vasconcelos, ponta de lança do PSD nesta área.
      Quando solicitados, trabalhámos ainda o BE e o seu grupo parlamentar, com o PCP e o deputado Bruno Dias ou com o PP por altura das patentes no EuroParl. Não temos partido nem permitimos colagem a nenhum.
    • Associação do desenvolvimento do Linius a uma empresa privada: é natural e tentador associar o projecto do Linius à Caixa Mágica Software. O nome da tecnologia é o mesmo e as pessoas que iniciaram a CM vieram da ADETTI. Sabemo-lo desde o inicio e temos tido muito cuidado. Não existe ninguem do projecto que tenha algum tipo de vinculo à empresa. Todos trabalham dentro do ISCTE e da ADETTI. O que faz confusão ao Dr. Montalvão Machado é no contrato ser referido a tecnologia supostamente detida por uma empresa privada.
      O que deveria ter sido explicado ao deputado em questão é que sendo GPL a tecnologia pode ser alterada e melhorada por qualquer um.
      Especialmente o parceiro ADETTI. E também é natural que não estando directamente envolvida a CMS, esta faça divulgação do projecto para realçar a sua tecnologia e capitalizar conhecimento.


    Mais dois pontos que julgo pertinentes:
    • Sei que haverão alguns que na comunidade SL/A questionem a justiça de ser o ISCTE e a ADETTI a trabalhar neste projecto. Haverão certamente outros grupos com competências SL/A que terão conhecimento e capacidade para o levar avante tão bem ou melhor do que a nossa equipa.
      Mas penso que neste momento que estamos sobre fogo do deputado do PSD não se devem esquecer do que temos desenvolvido nos últimos 9 anos: workshops e eventos, guias e documentação, presenças em eventos e lan parties, versões de software e sites de suporte, disseminação da educação (manuais TIC, guias, 14.000 computadores), apoio à AP (guias, CITIAP, parceria com o Exército), e muitos outros que me escapam.
      Penso que merecemos a oportunidade de trabalhar e fazer o nosso melhor neste projecto
    • Quanto ao deputado do PSD pode ter 2 certezas: não entraremos no campo das insinuações, levantando o véu sobre o que o move ou o motiva nesta campanha. Não divulgaremos a ligação dele ou de um colega próximo que é advogado de uma empresa que factura milhões de euros / ano ao MJ em licenças de software para SO de desktop. Não fazemos esse jogo.
      A segunda questão que pode ter a certeza é que não esmorecemos com este tipo de ataques. Sabemos que o que escolhemos fazer, e julgamos que fazêmo-lo bem, mexe com interesses muito poderesos. Não tememos este jogo de poder e desde 1996 já tivémos sob pressões políticas muito maiores.
      Temos confiança na nossa equipa e na nossa capacidade de criar ferramentas de software portuguesas que contribuam para a soc. de informação. Não desistimos. Não abranderemos.
    Paulo Trezentos
    (Docente ISCTE, Investigador ADETTI, co-Fundador da Caixa Mágica)
    Uffa.. desculpem lá a catrafada de titulos mas para não restar dúvidas. :-)
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:0)
    por mrmv em 19-10-05 20:42 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    é natural e tentador associar o projecto do Linius à Caixa Mágica Software

    Pelos vistos é nos dois sentidos, a quem interessa demonstrar que essa associação é negativa, mas também tens contribuido para a manter pouco clara, não sei de que te queixas...

    Quanto ao deputado do PSD pode ter 2 certezas: não entraremos no campo das insinuações, levantando o véu sobre o que o move ou o motiva nesta campanha. Não divulgaremos a ligação dele ou de um colega próximo que é advogado de uma empresa que factura milhões de euros / ano ao MJ em licenças de software para SO de desktop. Não fazemos esse jogo.

    És um tipo engraçado, dizes que não entras no mesmo tipo de jogo, e na frase seguinte fazes exactamente o mesmo daquilo que dizes que não vais fazer ;o) viva a coerência.

    Sobre as outras afirmações, eu também vi a conversa da comissão, passei no canal parlamento e tive a surpresa de ver deputados e falar sobre tecnologia, só te posso dizer que foi divertido ;o)

    Mas no caso particular do sr. do PSD (os outros alinharam pelo menos diapasão depois de levantadas as dúvidas) ele não afirmou que o problema tinha sido do Linius, ele "perguntou" será que isto está relacionado com a mudança tecnológica que foi prometida? Então expliquem lá o que é este projecto, e este contrato, e por aí fora, já que a única coisa que nós percebemos é que nos anos anteriores não houve problemas.

    De facto em todo o lado falou-se em Linius para o desktop, mas recordo-me de ver referido Caixa Mágica Servidor em alguns artigos (que ninguém desmentiu), assim para quem não percebe as questões pareciam legitimas.

    Obviamente que para mim a questão prende-se mais com o processo de decisão, quem decidiu assim? Deve-se investigar, escrutinar bem o projecto que levou às alterações deste ano, e perceber porque se decidiu mudar, afinal quais foram as principais motivações, e quais os beneficios, com tudo documentado será relativamente simples chegar à(s) causa(s) da falha, sem conhecer bem o problema eu diria que eles precisam urgentemente de um enterprise architect, e se for esse o problema deixa-me preocupado com a liderança deste prometido choque tecnológico da justiça...

    Mas esta última parte já é um desabafo e completamente off-topic.

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:2)
    por [Cliff] em 19-10-05 21:36 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Não sei se precisarão de um enterprise architect. Os que lá estão sub-contratados a empresas exteriores é que deviam valer o $$$ que pagam por eles.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:2)
    por Cyclops em 20-10-05 7:16 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    És um tipo engraçado, dizes que não entras no mesmo tipo de jogo, e na frase seguinte fazes exactamente o mesmo daquilo que dizes que não vais fazer ;o) viva a coerência.
    Eu poderia ser mauzinho e apontar possibilidades:
    Ele estava a ser sarcástico
    Ele estava a rebater insinuações com factos.

    Como desconheço os pormenores da situação, apenas deixo a insinuação de que ele pode estar a falar de factos...
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:0)
    por mrmv em 20-10-05 8:46 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Como desconheço os pormenores da situação, apenas deixo a insinuação de que ele pode estar a falar de factos...

    Se é disso que se trata é simples, prova-se... eu acho que hoje todos agradecemos a transparência ;o)

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:2)
    por Tintim em 20-10-05 10:33 GMT (#30)
    (Utilizador Info) http://paulo.trezentos.gul.pt
    Mas no caso particular do sr. do PSD (os outros alinharam pelo menos diapasão depois de levantadas as dúvidas) ele não afirmou que o problema tinha sido do Linius, ele "perguntou" será que isto está relacionado com a mudança tecnológica que foi prometida? Então expliquem lá o que é este projecto, e este contrato, e por aí fora, já que a única coisa que nós percebemos é que nos anos anteriores não houve problemas.
    A comissão de inquérito era sobre a noite eleitoral e as perguntas dele foram no sentido de associar o Linius ao problema verificado.
    Ninguém associado ao Linius trabalhou no sistema da disponibilização de resultados. Nem o Linius, nem a Caixa Mágica Servidor 10, foram utilizados em servidores desse sistema.
    Partindo disso, pouco podemos dizer sobre o que poderia ser melhorado ou como evitar o problema. Não conhecemos o sistema IBM utilizado.

    Nós sabemos, pela experiência em Massachusetts, Munique, etc..., que cada problema que vier a surgir no âmbito do MJ será motivo para tentar descredibilizar o Linius. Mesmo as tecnicamente mais idiotas (Linius no mainframe?). E seja pela mão de um político com ligações por esclarecer, seja pela mão de jornalistas ou opinion-makers.
    Contra isso apenas podemos utilizar argumentos racionais, não fundamentalistas e técnicos. Podemos ainda evidenciar o que são ataques político-partidários e o que são justos argumentos técnicos.

    Este tipo de situações fazem parte do jogo. Não utilizaremos o mesmo tipo de insinuações e ataques mas felizmente temos uma democracia madura com um 4ª poder (media) que sabe investigar e divulgar casos como este. Mais cedo ou mais tarde algum jornalista mais curioso explorará os interesses e as movimentações de uma empresa com grossos licenciamentos na AP e que obviamente não está parada a ver a sua "cashcow" a desaparecer.
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:0)
    por mrmv em 20-10-05 21:17 GMT (#39)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    A comissão de inquérito era sobre a noite eleitoral e as perguntas dele foram no sentido de associar o Linius ao problema verificado.

    Por acaso não me pareceu, até pela forma como as coisas foram sendo apresentadas, era mesmo falta de conhecimento e o querer colocar sob fogo alguém que tecnológicamente deve ter o mesmo nivel de preparação, fazendo passar a ideia de que afinal não conseguiram explicar nada.

    Contra isso apenas podemos utilizar argumentos racionais, não fundamentalistas e técnicos.

    Infelizmente não são muitas as vezes em que o consegues fazer, invariavelmente são fundamentalistas.

    Podemos ainda evidenciar o que são ataques político-partidários e o que são justos argumentos técnicos.

    Politicos nunca poderiam ser já que como muito bem disseste não possuem partido e não permitem colagens nesse dominio.

    Mais cedo ou mais tarde algum jornalista mais curioso explorará os interesses e as movimentações de uma empresa com grossos licenciamentos na AP e que obviamente não está parada a ver a sua "cashcow" a desaparecer

    Eu como contribuinte preferiria dinheiro em licenciamento do que em serviços, mas isto é tema para outra conversa. Mas também imagino que pela descrição não seja uma única a empresa a encaixar nesse perfil... isto é, grosso licenciamento/manutenção e/ou serviços e acho que também não é com caixas mágicas que isso acabará, embora possas afirmar a pés juntos que sim e dizê-lo sem te rires...

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:2)
    por [Cliff] em 20-10-05 23:43 GMT (#42)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    "Eu como contribuinte preferiria dinheiro em licenciamento do que em serviços"

    No dia em que o teu patronato acordar para esse lado, vai-se meia industria de TI ao fundo, quais parasitas que aguardam ansiosamente os restos.

    Jamais o licenciamento irá significar poupanças em serviços, especialmente no segmento enterprise que é o que dá a comer a maior fatia do bolo.

    Aliás, por mais absurdo que seja o custo do licenciamento, associado vem sempre o custo dos serviços de apoio.

    Se cortares "ligeiramente" nos custos de licenciamento, por pouco que seja, sempre poupas algum.

    Como dizia um gajo da Amazon, para quê poupar milhões se podem poupar biliões (ou algo semelhante). E é exactamente desta linha de pensamento que certas e determinadas empresas não gostam.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:0)
    por mrmv em 21-10-05 9:30 GMT (#48)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Como te disse este seria tema para nova conversa, e está fora do tópico mas que valeria bem a pena abordar.

    Mas sempre te posso dizer que tu parece que ainda não percebeste o potencial "problema". Os serviços não vão desaparecer, não foi isso que eu disse, o que disse foi que eu como cliente prefiro sempre substituir o trabalho de alguém a implementar/desenvolver à medida ou a gerir por software. Qunado digo a implementar/desenvolver é o teu grande beneficio da adpatabilidade, por aí sabes bem que alguém entra e pode dificil é fazê-lo sair ou fazer com que faça menos do que devia...

    Concerteza que tens experiência de participação em projectos, vou apenas mostrar-te um exemplo que vale pelo que vale, mas concerteza te vais rever no que ali está escrito (e podes substituir o nome do envolvido por outro qualquer, e acontece com os fornecedores das mais diversas dimensões, podia contar-te uma experiência que tenho tido com uma pequena empresa que forneceu e implementou o software de gestão na empresa de um familiar, surreal, e as referências de outros clientes até foram boas)

    http://www.kuro5hin.org/story/2005/9/27/95759/4240

    Já agora este artigo também não deixa de ser interessante, sobre o viver dos serviços.

    http://www.forbes.com/intelligentinfrastructure/2005/06/15/jboss-ibm-linux_cz_dl_0615jboss .html?partner=yahootix&referrer=

    Isto para quem é cliente é tão claro, com a experiência que tens, com o que já viste correr mal, devias perceber que quanto mais o software fizer, e menos tu tiveres de fazer quer seja na sua adaptação, desenvolvimento ou na manutenção desse mesmo software melhor.

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:0)
    por mrmv em 21-10-05 9:47 GMT (#50)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    mais um artigo sobre a demasiada adpatação...

    http://www.zdnetasia.com/news/software/0,39044164,39244266,00.htm

    e neste caso era ERPs, mas podes generalizar no que quiseres...

    Amigo podemos continuar até ao infinito, isto é tão real, só não o reconheces se tiveres pouca experiência ou estiveres querer omiti-lo...

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:1)
    por Zarluk em 21-10-05 23:27 GMT (#67)
    (Utilizador Info)
    Mas sempre te posso dizer que tu parece que ainda não percebeste o potencial "problema". Os serviços não vão desaparecer, não foi isso que eu disse, o que disse foi que eu como cliente prefiro sempre substituir o trabalho de alguém a implementar/desenvolver à medida ou a gerir por software. Qunado digo a implementar/desenvolver é o teu grande beneficio da adpatabilidade, por aí sabes bem que alguém entra e pode dificil é fazê-lo sair ou fazer com que faça menos do que devia..

    Li este parágrafo 3 vezes e não percebi o que estás a querer dizer... acho que um de nós vai ter de voltar para as aulas de Língua Portuguesa!

    Quanto aos links, o primeiro é interessante, mas nada de novo, toda a gente sabe que a IBM é um tubarão. Se apostam em sistemas GNU/Linux (agora) é porque vêm uma oportunidade de ganhar mais dinheiro com menos esforço.

    BTW: há quanto tempo é que não houves falar de AIX? guess why ;-)

    Quanto ao segundo: 404 - Page not found :-(

    quanto mais o software fizer, e menos tu tiveres de fazer quer seja na sua adaptação, desenvolvimento ou na manutenção desse mesmo software melhor.

    Este já percebi ;-)

    Mas é o equivalente a dizer que "estar vivo é o contrário de estar morto"

    Falta só acrescentar que convém, também, ponderar os custos de aquisição/manutenção/licenças tanto de um como de outro. Deverá ter sido esse princípio que a IBM seguiu quando "fez" o switch de AIX para Linux ;-)

    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:0)
    por mrmv em 22-10-05 11:22 GMT (#69)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Li este parágrafo 3 vezes e não percebi o que estás a querer dizer...

    Tens razão mas à vezes escrevo e não tenho paciência para voltar a ler ;o) e a pontuação não sai correcta e a frase mal construída. Mas não me importo de explicar.

    Basicamente o que queria dizer é que nos serviços como cliente ficas muito mais exposto ao fornecedor, se o cliente não for esclarecido e conhecedor, a probabilidade de quererem fazer mais do que deviam é grande. A propensão e sugestão a uma MAIOR adaptação é enorme, quando isso regra geral, quando é implementado pela primeira vez já é mais oneroso e quando quiseres evoluir também o será.

    A confusão vem do facto de eu aqui também misturar ideias de um post que ele tinha feito mais abaixo.

    Quanto aos links, o primeiro é interessante, mas nada de novo, toda a gente sabe que a IBM é um tubarão.

    Esquece a IBM podes trocar o nome por outro qq, a única coisa que mudaria era a escala, porque as tendências são sempre as mesmas.

    BTW: há quanto tempo é que não houves falar de AIX? guess why ;-)

    AIX é Unix qual é o "sabor" de Unix que não tenha raizes ou comece a ganhá-las no desktop de que se fale muito...

    O segundo link está aqui:

    http://www.forbes.com/intelligentinfrastructure/2005/06/15/jboss-ibm-linux_cz_dl_0615jboss .html

    Mas é o equivalente a dizer que "estar vivo é o contrário de estar morto"

    Não é bem, mas não te esqueças é das implicações, se a tendência no sw for essa... Se o sw não for pago, houver necessidade de menos serviços...

    Falta só acrescentar que convém, também, ponderar os custos de aquisição/manutenção/licenças tanto de um como de outro. Deverá ter sido esse princípio que a IBM seguiu quando "fez" o switch de AIX para Linux ;-)

    Meu amigo mas é evidente que sim, com todos os principios e até preocupações que tenho enumerado, as organizações não são todas iguais, e o que quero chamar a atenção é que não podes dizer que uma solução é melhor que outra qualquer, olhando apenas para o modelo de licenciamento ou de desenvolvimento, que é o que normalmente por aqui encontras, isso é estúpido.

    Em relação à IBM, as questões são um pouco mais complexas do que à primeira vista parecem, mas foi uma decisão estratégica, a IBM resolveu investir numa área para onde se via muitos clientes a olhar, por isso como não tinha opções a defender parece uma decisão fácil... mas nunca a viste com interesse em ter uma distribuição...

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:2)
    por [Cliff] em 22-10-05 11:43 GMT (#73)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    não podes dizer que uma solução é melhor que outra qualquer, olhando apenas para o modelo de licenciamento ou de desenvolvimento,

    Tu continuas nessa onda de que qualquer decisão que vá na via do Software Livre é feita pelo modelo de licenciamento ou desenvolvimento... foda-se pá!

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:0)
    por mrmv em 23-10-05 22:49 GMT (#81)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Eu não queria perder tempo a avaliar decisões tomadas, só espero é que quem tem de o fazer não se deixe enganar pelas aparências, e o facto de ser livre não é naturalmente a melhor opção, só isso.

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:0)
    por mrmv em 26-10-05 16:15 GMT (#86)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    e o facto de ser livre não é naturalmente a melhor opção, só isso

    e o facto de ser livre não passa a ser de forma natural, a melhor opção, só isso

    Era mais próximo do que queria dizer.
    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:1)
    por Zarluk em 23-10-05 11:08 GMT (#79)
    (Utilizador Info)
    O segundo link está aqui: http://www.forbes.com/intelligentinfrastructure/2005/06/15/jboss-ibm-linux_cz_dl_0615jboss .html

    Depois de ler o artigo, parece que são as grandes empresas quem está a perder mais dinheiro com o software livre ;-)

    LOL, isso explica porque andam tão preocupados (e, sim, incluo a JBoss e a MySQL no grupo dos que gostavam de ser tão grandes como a IBM ou Microsoft).


    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:0)
    por mrmv em 23-10-05 22:51 GMT (#82)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    O problema caso não te tenhas apercebido é sempre maior para os pequenos fornecedores...

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:0)
    por mrmv em 22-10-05 11:38 GMT (#70)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Sounds like the dot-com bubble, except that this time it's not just investors who will get burned. Customers are taking a risk too. Because when these open source software providers burn through their venture funding and go out of business, customers will need to either hire teams of expensive techies to maintain that orphaned code or pay someone to rip out the old stuff and replace it with something new. Either way, all that free software is suddenly going to look awfully expensive.

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:0)
    por mrmv em 22-10-05 11:40 GMT (#71)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Este é um parágrafo do 2º artigo que achei interessante e que resume o que penso sobre os riscos de muitas aventuras (e obviamente aceito que não é igual para todos).
    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:1)
    por Zarluk em 23-10-05 10:58 GMT (#78)
    (Utilizador Info)
    Because when these open source software providers burn through their venture funding and go out of business, customers will need to either (...)

    FUD, FUD e mais FUD

    Só pelo facto de a empresa ser mais pequena, não quer dizer que tenha necessariamente de ir à falência... mas estamos conversados, já percebi o teu ponto de vista ;-)


    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:0)
    por mrmv em 23-10-05 22:03 GMT (#80)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Não vivem do ar... e possuem capacidade de investimento ilimitada...
    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:2)
    por [Cliff] em 22-10-05 11:40 GMT (#72)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    O software vai tomar o lugar do serviços posteriores quando o software vier de fábrica adaptado as necessidades das pessoas.

    Isso não acontece hoje com absolutamente nada. As pessoas têm de aprender *sempre* a usar o software.

    Se levares isto para uma empresa, não há software nenhum feito à medida da empresa. Esta é que tem de:

    1) ou adaptar-se ao software

    2) adaptar o software às suas necessidades

    No 1o perdes processos e tempo (para habituação=, no 2o perdes dinheiro. Tempo, nos dias que correm é algo que ninguém se pode dar ao luxo de perder.



    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:0)
    por mrmv em 24-10-05 23:12 GMT (#85)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    O software deve evoluir no sentido de garantir: maior flexibilidade e adaptabilidade (out-of-the-box), bons niveis de integração (pela utilização dos standards), mais simples de gerir e manter.

    E isto por si deve ajudar no objectivo que mencionei, que é evitar que se ande a reinventar a roda para muitos clientes.

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:2)
    por 4Gr em 20-10-05 23:58 GMT (#45)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/~ei02069
    Ping: Eu como contribuinte preferiria dinheiro em licenciamento do que em serviços, mas isto é tema para outra conversa.

    Pong: E que tal convidares o Steve Ballmer para se candidatar a presidente da república? É que figura de parvo, isso ninguém lhe tira. E manada de acéfalos, é garantida..

    Dominus vobiscum
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:2)
    por bêbado em 21-10-05 2:35 GMT (#46)
    (Utilizador Info)
    "democracia madura com um 4ª poder (media) que sabe investigar e divulgar casos como este"

    O facto de "saber investigar e divulgar casos como este" não faz dos 'media' um 4º poder.
    Essa tese não é nova e está demonstrado que, cada vez mais, os 'media' (como um conjunto de mega-empresas com interesses financeiros e políticos na vida interna e externa de cada país) são uma _extensão_ do poder executivo nas 'democracias maduras'.
    Por outro lado, em certos (muitos) casos são também um _auxiliar_ do poder judicial. E quase sempre funcionam como 'caixa de ressonância' (não poucas vezes acéfala) do poder legislativo.

    Mas esta minha opinião é completamente 'off-topic' e não retira nenhuma justeza às tuas afirmações anteriores.

    "I just want you to know that, when we talk about war, we're really talking about peace." — J.W.Bush, Washington, D.C. June 18, 2002
    Esclarecimentos (Pontos:1)
    por AliAli em 19-10-05 22:00 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    1º-O Objectivo do post era mesmo esse: fomentar a discussao sobre um assunto da ordem do dia. Nao me identifico com nenhuma das cores politicas envolvidas.

    2º-Nao conhecia em detalhe alguns dos aspectos "por detras" da situação, pelo que passei a conhecer.

    3º-É sembre bom ver que o GPL está a entrar na Admin Publica.

    Um abraço e continuação de bom trabalho!
    Re:Esclarecimentos (Pontos:0)
    por mrmv em 20-10-05 0:30 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    O que me continua a preocupar não é a tecnologia que entra ou sai, mas sim as pessoas, se esses não forem mesmo bons, bem podes atirar com toda a tecnologia que tiveres que nada vai mudar, o problema é mesmo se a mudança for para pior...
    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Esclarecimentos (Pontos:2)
    por Init em 21-10-05 14:19 GMT (#54)
    (Utilizador Info)

    GNU GPL não é tecnologia é uma licença de direito de autor para software.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Esclarecimentos (Pontos:0)
    por mrmv em 21-10-05 14:23 GMT (#55)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Não sejas redutor, isto é muito mais do que simplesmente GPL, mal estariamos se vivessemos num mundo tão simplista. Mas já agora experimenta pensar na tecnologia primeiro e só depois no seu licenciamento, vais ver que vais ter melhores resultados.

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Esclarecimentos (Pontos:2)
    por 4Gr em 21-10-05 19:36 GMT (#63)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/~ei02069
    Depende. Posso meter aqui as colunas aos berros e pensar que bom é ouvir a música alto, e depois pensar nos vizinhos ou na restante família.

    O licenciamento é tão ou mais importante do que a tecnologia, porque são raras as vezes onde tu podes apontar com clareza qual a tecnologia que necessitas.

    Dominus vobiscum
    Re:Esclarecimentos (Pontos:2)
    por McB em 26-10-05 16:52 GMT (#87)
    (Utilizador Info)
    O licenciamento é tão ou mais importante do que a tecnologia[...]

    Esta é a frase do ano....
    Vamos longe assim, vamos!

    Yours,
    McB!
    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux
    Re:Esclarecimentos (Pontos:1)
    por big.iron.wiz em 30-10-05 2:30 GMT (#89)
    (Utilizador Info) http://funcionalismopublico.blogspot.com
    Portanto, deixem-me ver se entendo:
    - A qualidade do software mede-se pelo licenciamento?

    E eu a pensar que podia ser por número de erros por pontos de função ou mesmo número de erros por linhas de código.

    Na volta, o pseo agora é tambem em metros que se mede ou assim...
    ---------------------------------------------- Se não concordas comigo podes... ah... Dizer?!
    Re:O que motiva o Dr. Montalvão Machado? (Pontos:1)
    por radaway em 21-10-05 16:44 GMT (#60)
    (Utilizador Info) http://radaway.no-ip.com
    " Sei que haverão alguns que na comunidade SL/A questionem a justiça de ser o ISCTE e a ADETTI a trabalhar neste projecto. Haverão certamente outros grupos com competências SL/A que terão conhecimento e capacidade para o levar avante tão bem ou melhor do que a nossa equipa. Mas penso que neste momento que estamos sobre fogo do deputado do PSD não se devem esquecer do que temos desenvolvido nos últimos 9 anos:"

    Mas que palavreado de gestor é este? Queremos lá saber o que vocês têm feito nos últimos 9 anos, este tipo de projectos deve ir a concurso público e ponto final, já tinha levantado esta questão noutro tópico e curiosamente não lhe respondeste.

    O Windows tem um problema de design, é como umas calças com a breguilha na parte de trás, por muitos cintos que metam nunca ficam seguras. - radaway
    Problema com o software Livre (Pontos:3, Informativo)
    por kaser em 19-10-05 17:50 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://kaser.nsk.yi.org
    Viva

    Não consigo encontrar em nenhum site a indicação de que foi problemas do "software livre".
    No entanto, encontrei o contrário ->
    A solução Linux não tem nada a ver com o problema detectado na noite eleitoral, que ocorreu numa base de dados de software proprietário, da IBM», afirmou Tiago Silveira, assegurando que o que se passou na noite eleitoral foi «apenas uma anomalia técnica»."
    Isto no link da TSF Online.
    Hugs.

    onde? (Pontos:2)
    por SlickFox em 19-10-05 18:35 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://mozilla.paradigma.pt/
    "Tanto quanto me foi dado a perceber o software existente (...) foi substituido por um novo de software livre que pelos vistos (...) deu barraca."

    Onde é que «percebeste» isto?
    Re:onde? (Pontos:1)
    por jac em 20-10-05 10:02 GMT (#29)
    (Utilizador Info)
    Tem que se medir as palavras quando se fala assim a frio. Eu conheci o gajo da IBM que desenvolveu o serviço e pelo que sei aquilo é tudo menos open source. WebSphere em cima de Windows- acham que isto é OpenSource. LOL enfim, informen-se antes de dizer essas bacoradas. é pana eu dizer isto mas - "Todo o software tem problemas"
    Asneira (Pontos:1)
    por quantum em 19-10-05 18:42 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    É daquelas situações em que alguém fez asneira da grossa e quem paga é o contribuinte.

    Será que alguém sabe responder às seguintes questões?:
    - Quanto custava a solução anterior (que, ao que tudo indica, até funcionava bem)?
    - Quanto custou a nova solução? (que, ao que tudo indica, nunca funcionou bem)?
    - Porque é que se tomou a decisão de mudar?

    realmente (Pontos:2, Interessante)
    por rmbm em 19-10-05 19:52 GMT (#6)
    (Utilizador Info)

    É realmente rídiculo atribuir as falhas ao software dos desktop, como se esses fossem responsáveis pelo apuramento dos resultados.

    Por outro lado é lamentável ver a falta de qualidade do site da CNE (Comissão Nacional de Eleições) http://eleicoes.cne.pt.
    É um trabalho amador e de péssima qualidade. Basta ver: grandes nabos

    Claro que na grande noite nada funcionou e quem quis saber os resultados teve que ir ao belo do sapo..
    Em 1997 o sistema funcionava na perfeição, em 2005 é o que se vê...
    --> Obscenity is the crutch of the inarticulate motherfuckers --
    Re:realmente (Pontos:2)
    por faustino em 19-10-05 20:50 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    O sapo para mim só começou a funcionar muito depois da TVI e RTP estarem a dar resultados e a SIC nunca funcionou a partir de determinada altura redireccionou para o sapo.
    Eu gostava de ter uma assinatura gira.
    Re:realmente (Pontos:2)
    por gass em 19-10-05 21:14 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://www.otiliamatos.ath.cx/~gass
    Bem, deve ter sido isso que alguém fez sem "querer".

    Além disso, ainda hoje sem qualquer tpo de grande carga, não funciona.

    Cumps-
    Gass
    Re:realmente (Pontos:2)
    por [Cliff] em 19-10-05 21:40 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Em off: então a publicidade a dri.pt?? desapareceu?

    Vai uma bacia de água? muhahahah

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:realmente (Pontos:1)
    por rmbm em 19-10-05 22:28 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Não, não será necessário. Nunca foi minha intenção fazer publicidade. Além do que tê-la ou não, não faz diferença absolutamente nenhuma.
    --> Obscenity is the crutch of the inarticulate motherfuckers --
    Re:realmente (Pontos:1)
    por Zarluk em 20-10-05 4:10 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Error Executing Database Query. [Macromedia][SQLServer JDBC Driver][SQLServer]Invalid object name 'SEC_grandesnabos'.
    The error occurred in
    C:\Inetpub\wwwroot\cne2005\raster\eleicao_conc.cfm: line 180 Called from
    C:\Inetpub\wwwroot\cne2005\raster\eleicao_conc.cfm: line 171 Called from
    C:\Inetpub\wwwroot\cne2005\raster\eleicao_conc.cfm: line 94 Called from
    C:\Inetpub\wwwroot\cne2005\raster\eleicao_conc.cfm: line 1 Called from
    C:\Inetpub\wwwroot\cne2005\raster\eleicao_conc.cfm: line 180 Called from
    C:\Inetpub\wwwroot\cne2005\raster\eleicao_conc.cfm: line 171 Called from ...
    ...
    java.sql.SQLException: [Macromedia][SQLServer JDBC Driver][SQLServer]Invalid object name 'SEC_grandesnabos'.
    at macromedia.jdbc.base.BaseExceptions.createException(Unknown Source)
    at macromedia.jdbc.base.BaseExceptions.getException(Unknown Source)
    ...
    at coldfusion.server.j2ee.sql.JRunStatement.execute(JRunStatement.java:212)
    ...

    SQLServer? ColdFusion? JRun?

    Onde é que está o Software Livre?

    Ou terão reposto o sistema anterior?

    ihihih

    BTW: além de mal feito está feio como a merda...

    Re:realmente (Pontos:0)
    por mrmv em 20-10-05 8:49 GMT (#27)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Infelizmente o software (mas podes generalizar no que quiseres) ainda não se sabe proteger de má utilização, mau trabalho é independente do modelo de desenvolvimento ou licenciamento...

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:realmente (Pontos:1)
    por Zarluk em 20-10-05 23:52 GMT (#44)
    (Utilizador Info)
    Infelizmente o software (...) ainda não se sabe proteger de má utilização

    Não estás a insinuar qua a culpa foi do utilizador, pois não?

    Aliás, nem com uma utilização adequada aquilo funciona (seguindo os links deles -- nada de brincar com o HTTP request), ainda não consegui consultar os dados aqui da terra :-(

    mau trabalho é independente do modelo de desenvolvimento ou licenciamento

    Concordo no que diz respeito ao licenciamento, mas se o modelo de desenvolvimento é pôr os pés a ajudar as mãos a produzir código só pode dar estes resultados ou, melhor, esta ausência de resultados ;-)


    Re:realmente (Pontos:0)
    por mrmv em 21-10-05 10:40 GMT (#51)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Não estás a insinuar qua a culpa foi do utilizador, pois não?

    Utilizador aqui foi utilizado no contexto do utilizador da tecnologia (vulgo programador).

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:realmente (Pontos:2)
    por DomusOnline em 20-10-05 9:38 GMT (#28)
    (Utilizador Info) http://bandalarga.domus.online.pt/
    SQL injection "rula"... Software à parte, com mãos assim não há nada a fazer...

    Cumprimentos.
    Re:realmente (Pontos:2)
    por mvalente em 22-10-05 15:49 GMT (#77)
    (Utilizador Info) http://www.asterisco.pt/
    Nao confundir:

    • http://eleicoes.cne.pt/
    • http://www.stape.pt/
    • http://www.autarquicas.mj.pt//

    Sao 3 sites diferentes, mantidos por entidades diferentes, com infraestruturas e disponibilidade diferentes...

    Cumprimentos

    -- Mario Valente

    Informem-se... (Pontos:2, Interessante)
    por [Cliff] em 19-10-05 20:58 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    AFAIK, o único software livre presente naquele serviço estava na stack de baixo: o Linux. Mais de resto, era Weblogic certamente agregado a um DB2.

    Se quiserem bater no Linux por causa da carga, convém pensar duas vezes no assunto.

    NMO, faltou load-balancing e redundância. O Weblogic, como qualquer AppServer de J2EE certificado, suporta isso out-of-the-box mas parece que não tiraram pleno partido dessa funcionalidade. Porquê? Bom, talvez já estejam demasiado habituados à falta dessas coisas noutras Frameworks que competem directamente com o J2EE.

    Blame the consultants.


    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Informem-se... (Pontos:2)
    por DomusOnline em 20-10-05 0:36 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://bandalarga.domus.online.pt/
    Vinha algures escrito que o problema foi em IMS e não em DB2. Onde viste que era WebLogic?

    Obrigado e cumprimentos.
    Re:Informem-se... (Pontos:2)
    por Ancestor em 20-10-05 4:42 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Considerando verdadeiros os valores apresentados aqui, e assumindo que 46800 "acessos" são 46800 hits/min, não é um valor assim tão impressionante. Com uma máquina SMP(2 cpus) rápida, uma boa conexão e um mecanismo de caching bem implementado consegues perfeitamente aguentar essa carga, a correres um site com php.


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Informem-se... (Pontos:2)
    por Ancestor em 20-10-05 5:00 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Gostaria de esclarecer que também acho que deveria haver redundância. A solução de hardware que apresentei, apesar de viável, é "a solução dos pobres", não sendo, de todo, uma boa abordagem ao problema. :)


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Informem-se... (Pontos:1)
    por Zarluk em 21-10-05 22:57 GMT (#66)
    (Utilizador Info)
    Isso não explica isto:-(

    Feito com os pés, ponto, parágrafo, fim.

    penso eu de ke... (Pontos:1)
    por netshark em 19-10-05 21:58 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    pelo que li nao me parece ter sido um problema de software mas sim de hw.

    Se a escalabilidade do hw nao contempla situações desta dimensao, nao é um windoze 2k/ Linux com com db servers em db2/oracle/mysql/ms-sql que vao salvar a patria...

    De qualquer forma postas de pescada vindas de um deputado do psd sao sempre suspeitas visto que pode ser sempre demagogia made by oposição. E se há (M$) boys pelo meio, entao temos todos os ingredientes para uma boa novela de politiquices com interesses escondidos a descascar na informatica.

    IMHO acho que é esta situação reflecte muitos dos receios em pt relativamente ao software livre.
    Ha muitos interesses instalados (Assoft e alguns dos seus associados, M$, Luvas) prontos a destruir o SL á nascença.

    Re:penso eu de ke... (Pontos:0)
    por mrmv em 20-10-05 0:45 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Se a escalabilidade do hw nao contempla situações desta dimensao, nao é um windoze 2k/ Linux com com db servers em db2/oracle/mysql/ms-sql que vao salvar a patria...

    Não digas asneiras, mais valia estares caladinho, problemas de hardware, oh meu amigo pelo que vamos sabendo só podemos imaginar milhentas formas de resolver este "problema" e esse teu pseudo problema de hardware.

    Ha muitos interesses instalados (Assoft e alguns dos seus associados, M$, Luvas) prontos a destruir o SL á nascença.

    Meu amigo a responsabilidade é grande, não basta mandar bocas à tecnologia e dizer que a sua simples substituição tudo resolve, hoje onde as coisas mais falham não é por limitações da tecnologia... muita malta aqui a falar fica muito parecida com o deputado do psd, com a desvantagem dele de não ter conhecimentos neste dominio...

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:penso eu de ke... (Pontos:1)
    por netshark em 20-10-05 8:31 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    lol, eu nao tenho problemas.
    E acho que o P. Trezentos, com o background que reconheço que tem, nao so nesta area como noutras, tambem nao os terá.
    Mas experimenta fazer integração de sistemas de SI com equipas/empresas diferentes, com visões de concepção de projectos informáticos diferentes e rapidamente verás que os problemas surgem...se são resolvidos ou não, e se este foi o caso...isso é outra historia.
    Claro que o "problema dos desktops", parece-me historias da carochinha inventadas por palonços como esse deputado. Como escrevi, quando ha outros interesses instalados, ha sempre alguem pronto para executar sabotagens.

    Quanto a mandar bocas á tecnologia, claro que nao é assim tao simples. So nesse capitulo de escalabilidade haveria uma variedade enorme de soluções que se poderiam adoptar.
    Estas situações tem é de ser previstas. E alguem tem de ser responsabilizado sim, por nao as ter previsto.

    Alex
    Re:penso eu de ke... (Pontos:2)
    por Ancestor em 20-10-05 20:09 GMT (#36)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Sinceramente, o problema de escalabilidade acho que nem se põe. Se assumirmos os valores tornados públicos (ver o meu post acima) um server midrange bem configurado aguentava com a carga de trabalho.


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:penso eu de ke... (Pontos:1)
    por NeVErMinD em 21-10-05 12:35 GMT (#53)
    (Utilizador Info)
    Os valores que falas suponho que te referes ao link que deste anteriormente para o correio da manha. O problema é que esse valores referem-se á carga que os httpds levaram com a consulta do site ou com o acesso directo aos próprios webservices em si (SOAP via http), e pelo que é público os frontends não tiveram quaisquer problemas (Curiosamente onde se usava o Sotfware Livre, SuSe). O problema residiu que o backend não aguentou os requests dos frontends pois originavam um valor muito elevado de transacções. Achas que o tal servidor SMP com 2 cpus aguenta este numero de transaccoes (160 T/s)?
    Re:penso eu de ke... (Pontos:2)
    por Ancestor em 22-10-05 4:46 GMT (#68)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Não estou por dentro da implementação específica, nem da tecnologia usada. O que eu te posso dizer (por experiência própria) é que, se havia a possibilidade do bottleneck ser o SGBD, provavelmente dever-se-ia ter recorrido a/ou optimizado um mecanismo de caching, ou apostar na redundância dos SGBD's. Claro que, aparentemente (segundo o que o mvalente explicou abaixo) este não foi o caso, o que sucedeu foi a extinção do espaço livre no transaction log.
    O "peso" (ou falta de) das 160T/s depende muito do que estás exactamente a fazer, da quantidade de dados e da complexidade da BD e do próprio frontend.
    Respondendo-te genericamente, sim, é possível em alguns casos aguentar o número de hits/s avançado com um server de 2P e um mecanismo de cache estática ou dinâmica. Recentemente estive a optimizar uma solução com um CMS php (com mysql) e num p4 2.0/512Mb ram consegui pendurar 4000 clientes simultâneos com tempos de resposta abaixo dos 30s. Poderás dizer (e é legítimo) que no caso do STAPE é uma dimensão diferente e uma implementação "enterprise", mas os pontos de optimização são os mesmos - numa situação normal o tal cms que referi não aguenta 150 clientes simultâneos - e o bottleneck é precisamente a BD.


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    MV (Pontos:0, Despropositado)
    por chbm em 19-10-05 22:37 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://chbm.net/
    Mas o ex-nosso Mário não se chegou à frente na TeVe a dizer que a culpa era dele e do excesso de carga do site ?
    Re:MV (Pontos:5, Informativo)
    por mvalente em 20-10-05 12:48 GMT (#31)
    (Utilizador Info) http://www.asterisco.pt/
    A responsabilidade foi e é minha.

    Os frontends q anteriormente tinham Websphere+Windows e passaram a ter Websphere+Linux nao tiveram problemas nenhuns. O Linux usado foi o Novell/Suse.

    O problema foi o excesso de visitas (picos de 780 requests por segundo) e consequente numero de transaccoes (160 T/s). O tamanho alocado ao log de transaccoes do IMS (BD no mainframe z/800 a servir o backend) foi excedido. Uma vez aumentado, o problema foi resolvido e o processo eleitoral decorreu na normalidade.

    O resto, incluindo a pobre provocacao do chbm, é puro folclore criado por quem tem outros interesses. Perdoem-me por isso nao poder intervir mais.

    Cumprimentos

    -- MV

    Re:MV (Pontos:1)
    por rmbm em 20-10-05 15:04 GMT (#34)
    (Utilizador Info)
    MV:

    Confirmas _mesmo_ esse número ? Parece-me excessivamente alto. Num outro sítio onde trabalhei, que tinha uma base de utilizadores na casa dos 4 milhões de utilizadores o pico máximo foi de 500 Req/s

    Sofreram algum DDoS ? Seria uma explicação razoavel


    --> Obscenity is the crutch of the inarticulate motherfuckers --
    Re:MV (Pontos:2)
    por CrLf em 22-10-05 14:05 GMT (#76)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    Entre acessos ao site e o bater constante dos webservices (que tinham métodos bastante granulares), é perfeitamente possível.

    --
    Carlos Rodrigues
    Re:MV (Pontos:2)
    por chbm em 21-10-05 21:59 GMT (#64)
    (Utilizador Info) http://chbm.net/
    Onde se lê culpa devia ler-se responsabilidade. A diferença é tenue, mas melindrosa.

    Os meus interesses incluem jardins secos, Doraemon e sistemas transaccionais de rateamento em tempo real.

    Re:MV (Pontos:1)
    por boxopen em 23-10-05 23:09 GMT (#84)
    (Utilizador Info)
    Desculpem a intromissão na discussão e a minha nabice militante mas tenho uma dúvida relativa a um facto que achei estranho nas tentativas de acesso ao site na noite das eleições. É que a página principal estava *permanentemente* como que a fazer refresh; isto é, apesar de apresentar já conteúdo estava continuamente a recarregar! Achei estranho porque nunca tal me tinha acontecido em nenhuma página e porque, como quase sempre acontece, estava a usar um LiveDVD do SUSE e, portanto, não foi nada intrínseco ao soft/hardware aqui deste lado. Ok, as minhas dúvidas de nabo são: Esses aparentes "refresh" contaram como um hit cada um? Sendo um LiveDVD (o que exclui qualquer lixo instalado em HD) porque é que isso acontecia?
    Re:MV (Pontos:1)
    por rodrigo em 27-10-05 12:58 GMT (#88)
    (Utilizador Info)
    É verdade, o IMS ficou sem espaço, aqui a responsabilidade foi da operação do sistema que deveria ter previsto esta situação. É impressionante a quantidade de discussão "ruidosa" à volta deste tema.
    Re:MV (Pontos:1)
    por humaneasy em 20-10-05 13:53 GMT (#32)
    (Utilizador Info) http://www.nocentro.com
    Isto não é bonito.

    Quem conhece minimamente o Mário valente e já olhou, mesmo que só de relance, para o seu curriculum e sabes das suas capacidades técnicas nunca faria um comentário parvo destes.

    Desculpa lá mas assim não é bonito. Ataca-o como quiseres se achas que tens questões com ele mas não o chames nem de estúpido nem de ignorante.

    Este tipo de insinuações dignificam pouco quem por aqui passa. Já cá não vinha há muito tempo e pensei que o clima tivesse melhorado. Melhorou, mas ainda não o suficiente.
    Re:MV (Pontos:2)
    por Lamego em 20-10-05 13:56 GMT (#33)
    (Utilizador Info) http://software.pt-link.net
    Quem nunca faz nada, nunca tem culpa de nada...
    Re:MV (Pontos:1)
    por daem0n1x em 20-10-05 20:31 GMT (#37)
    (Utilizador Info)
    Na notícia que li no Público tentavam colocar a culpa no software livre. Pensei cá para mim: "Lá estão os lóbis em movimento!".
    O Zé Povinho, que não percebe nada de computadores, lê estas notícias e fica logo com ideias tristes. Se o lóbi do software proprietário conseguir criar uma má imagem do software livre, os políticos idiotas e corruptos que temos têm uma boa desculpa para continuar a gastar o nosso dinheiro a encher o cu a gulosos, em vez de basearem as decisões em critérios estritamente técnicos e racionais.
    Desconfio que isto é tudo uma mistificação.
    Re:MV (Pontos:0)
    por mrmv em 20-10-05 20:58 GMT (#38)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    em vez de basearem as decisões em critérios estritamente técnicos e racionais.

    Se forem esses então estamos bem, mas parece que agora é mais o argumento de não tem custo de aquisição é a melhor opção... muito poucas vezes ves os argumentos técnicos a serem debatidos.

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:MV (Pontos:2)
    por [Cliff] em 20-10-05 23:52 GMT (#43)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Falas falas mas estás sempre a esquecer-te de um "pequeno" pormenor que é um pilar do software livre: podes adaptá-lo às tuas necessidades.

    E se esta adaptação em 5 anos te sai mais barata que um ciclo completo de upgrades com licenciamentos... acho que a opção está mais que tomada.

    A solução cresce *sempre* contigo. Olha, veja-se o caso do OpenDocument... Quem estiver por mero acaso interessado no formato e estiver agarrado até aos tomates pelo MS Office, a única esperança é um ténue "talvez, de futuro, quem sabe".

    Entretanto, em poucas semanas após o acontecimento, já alguém arranjou maneira (um pouco arcaica é certo) de meter o Office 2003 a trabalhar com documentos do OOo 2.0.

    E parece-me uma solução ligeiramente mais complexa que a porra de um filtro.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:MV (Pontos:0)
    por mrmv em 21-10-05 9:41 GMT (#49)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Falas falas mas estás sempre a esquecer-te de um "pequeno" pormenor que é um pilar do software livre: podes adaptá-lo às tuas necessidades.

    Faz o software adaptável de raiz, investir na sua adaptabilidade is just plain stupid... vais passar a vida a manteres a tua própria diferença.

    E se esta adaptação em 5 anos te sai mais barata que um ciclo completo de upgrades com licenciamentos... acho que a opção está mais que tomada.

    Isso é que tem que ser avaliado e provavelmente não será mais barata.

    Quem estiver por mero acaso interessado no formato e estiver agarrado até aos tomates pelo MS Office, a única esperança é um ténue "talvez, de futuro, quem sabe".

    O que significa agarrado? Eu como cliente se quiser mover os meus documentos do Office para outro formato qualquer, sou sempre capaz de o fazer (hoje é tb XML por isso nem te podes queixar), mesmo quando o seu formato era totalmente binário, se o quizesse muito até programaticamente o conseguia fazer.

    Entretanto, em poucas semanas após o acontecimento, já alguém arranjou maneira (um pouco arcaica é certo) de meter o Office 2003 a trabalhar com documentos do OOo 2.0.

    Não achas um pouco irrelevante o Office gravar em OpenDocument?

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:MV (Pontos:2)
    por Init em 21-10-05 15:18 GMT (#58)
    (Utilizador Info)

    Só manténs a diferença se não a introduzires na release oficial.
    No caso de ser uma vantagém competitiva perante a concorrência, manter a diferença pode ser uma boa opção.

    Não achas um pouco irrelevante o Office gravar em OpenDocument?

    Eu não! Acho mesmo importante que isso venha a acontecer.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:MV (Pontos:0)
    por mrmv em 21-10-05 17:13 GMT (#61)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Só manténs a diferença se não a introduzires na release oficial.

    Isto obviamente poderia levar-nos muito longe, mas tu até podes querer e não ser possível, e depois ou alinhas ou tens de a manter mesmo... e muitas vezes é uma escolha cara...

    No caso de ser uma vantagém competitiva perante a concorrência, manter a diferença pode ser uma boa opção.

    O que não percebes é que nem todos os clientes o podem fazer ou têm capacidade para tal...

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:MV (Pontos:2)
    por Init em 21-10-05 15:13 GMT (#57)
    (Utilizador Info)

    As razões para a utilização de Software Livre (modelo de licenciamento), não devem ser extritamente económicas, existem razões politicas muito mais interessantes que são potênciadas pela liberdade que só é dada com o Software Livre.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:MV (Pontos:0)
    por mrmv em 21-10-05 17:49 GMT (#62)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Existem razões politicas muito mais interessantes que são potênciadas pela liberdade que só é dada com o Software Livre

    É pá acho que andamos todos um pouco fartos da politica, deviamos mantê-la longe disto.

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:MV (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 22-10-05 13:36 GMT (#75)
    (Utilizador Info)
    Porra já mudavas de discurso... Eu a pensar que com o tempo isso ia desaparecer... Já pareces um cassete carvalhas... Sempre a bater na mesma tecla... "liberdade liberdade liberdade liberdade"... Geez...Vira o disco !!!

    He also notes that the OSS community has contributed very little to Nessus in the past six years, so they were reaping no benefit from using the GPL.
    Re:MV (Pontos:1)
    por vegeta em 21-10-05 16:42 GMT (#59)
    (Utilizador Info)
    muito poucas vezes ves os argumentos técnicos a serem debatidos.

    Eu acho que o problema é mesmo esse, normalmente o argumento é que é free e coiso, mas raramente que é melhor. melhor, salvo seja...


    PoWeREd bY TuRQueL HaRdCoRe, bJeCa StYLe!!!!
    Faltou... (Pontos:1)
    por Moebius em 19-10-05 23:23 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    faltou foi uma solução CDN, tipo a Akmai...


    ---------

    Do you Ubuntu?
    Lança-Chamas porquê? (Pontos:2)
    por faustino em 20-10-05 19:41 GMT (#35)
    (Utilizador Info)
    Levei no meu outro comentário com um Lança-chamas, e sinceramente não percebi por qual das duas questões que levantei é que o levei, se pelas duas ou se por achar que o ataque do deputado do PSD não é inocente?
    Pelo que vi na resposta do mvalente os req/s foram mais do que muitos por isso a primeira questão está respondida. A segunda é que ainda não a vi respondida e acho que poderia ajudar a perceber se foi inocente ou não o facto de o STAPE ter ido ao ar.
    Não sou técnico e os meus conhecimentos em informática são básicos por isso às tantas as minhas questões até são parvas, peço aos iluminados do bairro que me desculpem, pois em cada bairro existe um triste que não sabe nada de nada e aqui no bairro Gildot esse triste sou eu, só peço que não me deixem na ignorância e expliquem se existem log's dos ip's e se sim podem ou não servir para perceber o que se passou?
    Desculpem lá a seca.
    Eu gostava de ter uma assinatura gira.
    Re:Lança-Chamas porquê? (Pontos:2)
    por bêbado em 20-10-05 21:19 GMT (#40)
    (Utilizador Info)
    "(...) se existem log's dos ip's e se sim podem ou não servir para perceber o que se passou?"

    O facto de existirem ou não os logs dos IPs, neste caso, é irrelevante. Quase de certeza que existem. E daí não podem fazer nada. A culpa não pode ser imputada às pessoas (eu incluido) que tinham esperança de poder acompanhar a evolução dos resultados online.
    O facto, já explicado, é que subestimaram a carga esperada. Corrigiram passadas umas horas e a coisa voltou ao normal. Pelo menos esta é a explicação oficial.

    O que ainda não fui capaz de perceber é:
    - porque é que não havia um plano B (afinal de contas, este é daqueles momentos em que a coisa não pode mesmo falhar: é que não há eleições todos os dias e, ou a informação vem a tempo ou já não tem importância);
    - porque é que não não fizeram sair informação durante duas horas (por fax, telefone, e-mails alternativos, sinais de fumo, sinais de luzes, como entendessem);
    - porque é que houve atrasos na recolha dos dados pelos governos civis e na entrega destes aos serviços centrais.

    Em caso algum, a responsabilidade é da tecnologia. É sempre de quem toma as decisões.

    "I just want you to know that, when we talk about war, we're really talking about peace." — J.W.Bush, Washington, D.C. June 18, 2002
    Re:Lança-Chamas porquê? (Pontos:0)
    por mrmv em 20-10-05 22:08 GMT (#41)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Em caso algum, a responsabilidade é da tecnologia. É sempre de quem toma as decisões.

    Eu não diria melhor, parece que andas a recompor-te ;o) a continuares assim qq dia passas a ex-bêbado.
    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Lança-Chamas porquê? (Pontos:1)
    por big.iron.wiz em 30-10-05 2:46 GMT (#90)
    (Utilizador Info) http://funcionalismopublico.blogspot.com
    Qual é o plano B para SQL Injection?
    ---------------------------------------------- Se não concordas comigo podes... ah... Dizer?!
    Tintim (Pontos:2)
    por bofh em 21-10-05 8:46 GMT (#47)
    (Utilizador Info)
    É de mim, ou o editor Tintim só aparece no Gildot para escrever (sim, nem se digna a aprovar) artigos que ele escreve e que estão directamente relacionados com ele e/ou com a Caixa Mágica?
    Promoção pessoal? As primeiras vezes ainda vá que não vá, mas começa a ser demais...

    perl -e 'printf "Estou %x\n",15782352' - JP
    Re:Tintim (Pontos:2)
    por Tintim em 21-10-05 11:25 GMT (#52)
    (Utilizador Info) http://paulo.trezentos.gul.pt
    Não é tua impressão. É mesmo assim. :-))
    A minha teoria, questionável como qualquer outra, é apenas aprovar os artigos que conheço ou que me dizem directamente respeito.
    Em simultâneo, não os aprovar em demasia (ou seja, desproporcionalmente à realidade) artigos da Caixa Mágica ou projectos em que esteja envolvido. Já fiz num post anterior uma pequena estatistica e haviam no GilDot menos artigos de Caixa Mágica do que de outras distribuições.
    Claro que o ideal seria aprovar de todas as áreas e se for tendo mais tempo, tentarei ir fazendo-o...
    Quanto ao facto de "começar a ser demais", és capaz de ter razão. Nos ultimos tempos já houveram vários artigos sobre questões relacionadas com a CM... O que sendo um forum de Linux em Portugal, também não é esquisito de todo, mas pode ser aborrecido.
    A questão em paralelo que se coloca é que se começamos a ser esquisito com os editores, como aconteceu há uns tempos com outros editores, passamos a ter um GilDot com cada ver menos artigos. Mas não vamos entrar por aqui...

    Re:Tintim (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 22-10-05 13:34 GMT (#74)
    (Utilizador Info)
    Claro desde que os esquisitos sejam os outros, está sempre tudo bem... Também posso ser editor ? Assim podia promover aquilo em que acredito de uma forma mais frontpage, em vez de ter que andar à batatada nos comentários. Seria de outro nível :)

    He also notes that the OSS community has contributed very little to Nessus in the past six years, so they were reaping no benefit from using the GPL.
    Re:Tintim (Pontos:2)
    por chbm em 21-10-05 22:05 GMT (#65)
    (Utilizador Info) http://chbm.net/
    Preferencias -> Excluir Artigos da Página -> Tintim

    Temos a tecnologia!
    Software Livre em Portugal "Costas Largas" (Pontos:1)
    por gestix em 21-10-05 14:47 GMT (#56)
    (Utilizador Info)
    O software livre não tem a culpa. Se eu for gestor de uma empresa e tiver uma encomenda de 10 milhões para fornecer, souber que terei de a facturar e, antes disso, pedir a uma conceituada casa de T.I. para me substituir o software do meu sistema informático por outro melhor, mais fiável, mais eficiente, menor custos, etc, é provável que eu tenha um contratempo se quiser fazer a facturação da minha encomenda no dia seguinte, ou não? Julgo que o Software Livre está a receber as culpas, ou parte delas, absurda e injustificadamente.... Ver o artigo em http://www.gestix.com/pdf/OSoftwareLivre.pdf para exemplos práticos de como é útil, prático e interessante adoptar soluções com Software Livre em Portugal...

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]