gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Posição dos partidos quanto ao SW livre e patentes
Contribuído por npf em 04-02-05 14:06
do departamento eleições
Portugal Mindstorm escreve "Está na ANSOL um pequeno resumo das posições de cada partido em relação às TI, Software Livre, Standards Livres e Patentes de Software para estas eleições legislativas. Como seria de prever, PCP e BE muito favoráveis, PS e Verdes alguma coisa e os restantes... nem por isso. "

Skype 1.0 para Linux | Hide Your IPod, Here Comes Bill  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Mindstorm
  • ANSOL
  • resumo das posições de cada partido
  • Mais acerca Portugal
  • Também por npf
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Interessante! (Pontos:0, Interessante)
    por heartborne em 04-02-05 16:50 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://forum.mndnet.org
    É sempre bom, umas semanas antes das eleições averiguar factos e posições, gostei bastante do post.
    Agora só temos um problema grave (que por acaso, acaba sempre por acontecer em todas as escolhas partidárias), que é a _MÁ_ escolha que cada Português faz; não sei se, não se informam antes de ir para as urnas ou se acabam por fazer um "um-dó-li-tá" nas cruzinhas.

    A verdade é que acabamos sempre num poço bolorento e mal cheiroso.

    Presumo que agora não vai ser diferente, porque os "senhores-do-poder" já andam a fazer a cabeça ao eleitorado.

    bye bye *[]
    Please leave a message after the beep.... beep ?
    Re:Interessante! (Pontos:3, Interessante)
    por bêbado em 04-02-05 17:22 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    "(...) que é a _MÁ_ escolha que cada Português faz"

    Estás a sugerir que a minha escolha é má? Mas tu nem sabes qual é! :-) Ou és da opinião que, independentemente da escolha que eu faça, se for diferente da tua, é sempre má?

    "não sei se, não se informam antes de ir para as urnas ou se acabam por fazer um "um-dó-li-tá" nas cruzinhas."

    1º Em Portugal só vota quem quer.
    2º Quem vota sabe o que está a fazer.
    3º Quem vota num partido tem razões (que às vezes a própria razão desconhece...) para o fazer.

    O argumento da falta de informação ou da opção errática de cada um como justificação para "o poço bolorento e mal cheiroso" em que vivemos é muito superficial.

    O voto, nas democracias liberais actuais, serve apenas dois propósitos:
    1) designar, de entre uma elite, qual o(s) governante(s) que vai(vão) assegurar o 'status quo' durante o período de tempo seguinte;
    2) aferir o grau de 'consciência política' dos eleitores.

    O resto são fantasias.

    "porque os "senhores-do-poder" já andam a fazer a cabeça ao eleitorado."
    já anda a fazer?? Nunca deixaram de o fazer! Isso é parte da política diária.

    ~~~ O vinho é q'induca e o fado é q'instrói ~~~
    Re:Interessante! (Pontos:3, Engraçado)
    por Mindstorm em 04-02-05 17:40 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://www.mndnet.org/
    O voto, nas democracias liberais actuais, serve apenas dois propósitos:
    1) designar, de entre uma elite, qual o(s) governante(s) que vai(vão) assegurar o 'status quo' durante o período de tempo seguinte;
    Isso só prova que elite já não tem o mesmo significado que noutros tempos...

    Mindstorm
    Ah não ? (Pontos:1)
    por Agoraphobian em 04-02-05 18:27 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    O que tu querias dizer era "conotação" ... o significado é exactamente o mesmo. (Para o bem e para o mal)
    Re:Ah não ? (Pontos:2)
    por Mindstorm em 04-02-05 19:53 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.mndnet.org/
    I beg to disagree.

    O significado não é sempre o mesmo. A lingua é dinâmica, e as palavras mudam naturalmente de forma e significado com o passar do tempo. Hoje em dia assiste-se a utilizações tão diversas como diferentes do significado tradicional do termo. Basta olhar para a frase "A elite dos estudantes portugueses", uma antítese descarada mas nem por isso menos usada. Por outro lado, a constante referência a "elites" de empresários portugueses - ou de políticos - valem o que valem. Na verdade não tenho presentes grandes recordações de elites "superiores" mencionadas nos ultimos anos, o que sugere que o seu significado está a mudar para "grupo de individuos medíocres (ou inferiores) que conquistaram (sem qualquer mérito) um lugar de destaque (na ignorância) da sociedade".

    Algumas definições auxiliares:
    conotação
    substantivo feminino
    1. LINGUÍSTICA significado que uma palavra ou expressão adquire em contacto com outras expressões no texto (oral ou escrito) e que é diferente do seu sentido literal;
    elite
    substantivo feminino
    1. minoria prestigiada constituída por aqueles que são considerados superiores;
    2. o que há de melhor numa sociedade ou num determinado grupo;
    (Do fr. élite, «id.»)


    Mindstorm
    Yeah, right. (Pontos:0, Despropositado)
    por leitao em 05-02-05 10:41 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    A ANSOL não apoia nenhum partido em particular.

    E o Pai Natal esta' neste momento la' fora a polir o meu carro.


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Yeah, right. (Pontos:2)
    por null em 05-02-05 12:44 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    Não me digas que foste passear com as renas... ;-)

    Fuga aos "impostos"?! Não há fuga aos "impostos" em portugal!!

    Re:Yeah, right. (Pontos:1)
    por Gothic em 06-02-05 12:30 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://www.ClusterCube.com
    Preferia as mãe natal (de boas pra cima)...

    Characteristic of life style...
    Re:Yeah, right. (Pontos:3, Interessante)
    por Init em 05-02-05 12:52 GMT (#8)
    (Utilizador Info)

    Então prova lá que a ANSOL apoia algum partido.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Yeah, right. (Pontos:2)
    por Init em 05-02-05 12:56 GMT (#9)
    (Utilizador Info)

    Onde é que já viste a ANSOL a apelar ao voto em um partido em particular?
    Ou a dizer que um partido é bom e outro mau?


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Yeah, right. (Pontos:2)
    por leitao em 05-02-05 23:34 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Oh, ja' agora--curiosamente naquela pagina encontram-se maravilhas como: "Um formato proprietário, e não suportado, de documentos dificulta o acesso ao site." (em relacao ao PP), Mas claro que nao se refere o mesmo da pagina de entrada do PCP que, curiosamente, e' Shockwave :-)


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Yeah, right. (Pontos:3, Informativo)
    por Cyclops em 06-02-05 1:24 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Curiosamente escolhes omitir que não te restringem o acesso à conta disso, dado que no site do PCP, ao fim de algum tempo, redirecciona para uma página perfeitamente normal. Coisa que, pelo menos no site do CDS/PP, não acontece.
    Re:Yeah, right. (Pontos:1, Lança-chamas)
    por leitao em 05-02-05 23:23 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    A ANSOL escreve propostas de lei em conjunto com o Bloco de Esquerda.

    Claro que vais dizer que "nao tem nada a ver", "faria o mesmo com o PSD se tal quisesse", etc. Ao qual te vou dizer "bullshit".


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Yeah, right. (Pontos:3, Esclarecedor)
    por Cyclops em 05-02-05 23:41 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Acho que tanto tempo lá fora te fez perder o domínio da língua portuguesa:
    Da iniciativa do Bloco de Esquerda e com o apoio da ANSOL na sua construção este pode ser uma marco histórico que junta Portugal à lista de países com iniciativas deste género
    Foi o BE que mostrou uma proposta e pediu comentários. Foram dadas sugestões e resultou numa proposta de apoiar, que poderia ser apresentada por qualquer partido e obter exactamente o mesmo apoio.

    Quanto à merda de boi mencionada, penso ser incompatível com o apoio da ANSOL à proposta de directiva sobre patentes de software do Parlamento Europeu de 24 de Setembro de 2003, com grande votação de membros do PPE.

    Mais recentemente ainda, o apoio do PPE no renovado comité JURI, que apelou pelo recomeço do processo de directiva.

    Provavelmente também lhes escrevemos os votos.
    Re:Yeah, right. (Pontos:1, Despropositado)
    por leitao em 06-02-05 0:23 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Quanto à merda de boi mencionada, penso ser incompatível (...)

    E se fosse merda de GNU ? Ja' era compativel ?


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Yeah, right. (Pontos:2)
    por blacksheep em 06-02-05 12:46 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Vou ter de discordar. Esse poio de merda é claramente uma montagem. Ainda não estou convencido que os GNUs fazem merda, por isso vamos lá a ver se encontras um melhor.
    =P

    <shame>Houve menos abstenção no Iraque do que a que há em Portugal.</shame>
    Re:Yeah, right. (Pontos:2)
    por fhc em 07-02-05 18:18 GMT (#27)
    (Utilizador Info)

    Pelo menos era bosta com uma ficha técnica de emissões capaz (75% CH4 + 21% CO2 + 4% CO2), em vez de «As emissões usam uma extensão do padrão SmellIT 2.0».

    Desculpa, não resisti...

    Francisco Colaço


    Quem não faz, ensina; quem não faz nem ensina, faz metodologia. Quem não faz nem ensina nem faz metodologia, faz futurologia.

    Re:Yeah, right. (Pontos:2)
    por Init em 06-02-05 2:24 GMT (#16)
    (Utilizador Info)

    A ANSOL apoiou uma proposta de lei, o que não é o mesmo que apoiar um partido. Vê lá tu que a ANSOL até RECUSOU, após convite do BE, participar nos festejos do aniversário do BE no ano passado.

    Sim a ANSOL apoia qualquer proposta pró-Software Livre. De qualquer partido. A prova disso é que a ANSOL sempre apelou a todos os partidos para que apresentassem propostas, sempre dialogou com todos os partidos com acento na Assembleia da República, quando convidada e também e principalmente por iniciativa da própria ANSOL.

    Saiste-me um belo mentiroso.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Yeah, right. (Pontos:1, Despropositado)
    por leitao em 06-02-05 13:20 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Sim a ANSOL apoia qualquer proposta pró-Software Livre. De qualquer partido. A prova disso é que a ANSOL sempre apelou a todos os partidos para que apresentassem propostas, sempre dialogou com todos os partidos com acento na Assembleia da República, quando convidada e também e principalmente por iniciativa da própria ANSOL.

    "All animals are equal but some animals are more equal than others.", George Orwell, Animal Farm


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Yeah, right. (Pontos:2)
    por Init em 06-02-05 17:49 GMT (#21)
    (Utilizador Info)

    E que tal factos? Ao invés de levantares suspeitas sem provares nada?


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Yeah, right. (Pontos:1, Despropositado)
    por leitao em 06-02-05 18:18 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Sim, que alias o Gildot e' a ultima palavra em informacao factual.


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Yeah, right. (Pontos:2)
    por Init em 06-02-05 21:04 GMT (#25)
    (Utilizador Info)

    Começando pelas tuas afirmações obviamente.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Yeah, right. (Pontos:2)
    por bêbado em 08-02-05 0:06 GMT (#44)
    (Utilizador Info)
    Init... gabo-te a paciência!

    ~~~ O vinho é q'induca e o fado é q'instrói ~~~
    Re:Yeah, right. (Pontos:2)
    por CrLf em 05-02-05 16:29 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    Cool! Ensinaste-o a polir como deve ser? (wax on, wax off).

    --
    Carlos Rodrigues
    Que trabalhadores tão high-profile (Pontos:3, Informativo)
    por jneves em 06-02-05 11:55 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://silvaneves.org/
    [Para quem não saiba sou, entre outras coisas, presidente da direcção da ANSOL.]

    Adoro estas afirmações tão agradáveis e sustentadas. De uma vez por todas, sim, a ANSOL trabalha com todos os partidos com assento parlamentar. De uma forma ou de outra mantemos contactos com todos eles, aqui e em Bruxelas (isto inclui BE, PCP, PS, PSD e PP).

    Adoro que dês como exemplo o projecto de legislação de software livre do BE para mostrar a nossa parcialidade. Por duas razões, estive metido no processo (pelo que não preciso de repetir nada que "tenha ouvido dizer") e porque é um bom exemplo do que pessoas diferentes fazem com a mesma informação.

    Durante a campanha para as eleições legislativas anteriores, a APDSI (da qual também sou sócio) organizou um debate com os vários partidos sobre a sociedade de informação. Nesse debate, vários membros da ANSOL aproveitaram para fazer contactos com os vários partidos políticos. Um desses contactos resultou numa reunião com o Diogo Vasconcelos (PSD, apresentado na altura como porta-voz do partido para a sociedade de informação). Para essa reunião foi preparado um dossier com informação sobre software livre e, entre outras coisas, projectos de lei aprovados ou em discussão em todo o mundo.

    Após as eleições fomos contactados pelo Daniel Oliveira (na altura chefe de gabinete do BE). Tivémos duas reuniões com eles, na primeira apresentámos o mesmo dossier que referi acima e eles apresentaram-nos a proposta de projecto-lei. Tínhamos alguns problemas com algumas das definições por eles usados e fizémos algumas propostas de modificações.

    Na segunda reunião (poucos dias depois, penso que dois), eles apresentaram-nos uma versão final onde verificámos que os problemas que tínhamos identificado estavam resolvidos. O resto do processo é do conhecimento público.

    Se isto é um exemplo de parcialidade, tudo bem, não tenho quaisquer problemas em ser parcial a favor de quem se mexe e tenta fazer alguma coisa.

    Quando se avaliam posições relativas ao software livre, espero que o resultado se incline mais para quem o apoia publicamente do que para quem só o faz por detrás de portas fechadas. Outro resultado seria para mim muito estranho.

    Talvez tenhas outra forma de pensar, mas parece-me que avaliar programas eleitorais por um critério e chegar ao fim com todos empatados é muito estranho.

    Sempre pensei que a nossa acção política em colaboração com deputados e eurodeputados de todos os partidos políticos tirasse quaisquer dúvidas de parcialidade, mas parece que não. É pena.
    Tanta crítica ;( (Pontos:1)
    por humaneasy em 11-02-05 9:41 GMT (#67)
    (Utilizador Info) http://www.nocentro.com

    Ora bem dito.

    Isto de estar sempre a dizer mal já é demais. Se o pessoal da ANSOL não falasse com ninguém era porque não fazem nada, se falam com os que querem fazer coisas -- seja lá quais forem os motivos ocultos e/ou populistas os mesmos tenham -- é porque são de Esquerda, comunas, radicais... ou reacionários, fascistas, radicais. O radicais é comum a ambas as facções ;)

    Se acham que o pessoal da Direcção da ANSOL são uns canhestros então têm uma boa solução:

    1. Inscrevam-se e paguem as quotas
    2. Proponham uma Assembleia Geral Extraordinária
    3. Derrubem a actual Direcção ("As candidaturas podem ser apresentadas (...) por um mínimo de um quinto dos associados no pleno gozo dos seus direitos." Regulamento Interno, Cap. III, §12º)
    4. Façam melhor. Façam diferente :)
    Ou, como se costuma dizer, "ponham o dinheiro onde põem a boca" (em inglês isto soa seguarmente melhor).

    Eu, que nem sou de esquerda nem da ANSOL, acho que a Direcção actual tem feito um excelente trabalho -- com imenso esforço pessoal dos seus membros -- na prosecução dos objectivos expressos nos Estatutos da mesma.

    Sejam coerentes. Sejam consequentes.

    Quando tenho qualquer critíca a fazer -- mais opiniões porque a casa não é minha -- faço-as directamente a quem de direito e em particular.

    Obrigado pela atenção.

    - (Pontos:2)
    por nmarques em 06-02-05 19:56 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://www.the-kult.net/kampfhund/
    Bando de comunas e bloquistas. O que vale é que não teem representação parlamentar para dar voz a certas diarreias mentais que dizem por aí.

    VIVA AS PATENTES E A PROTECÇÂO DE PROPRIEDADE INSTELECTUAL!
    --
    Oi! Oi! Oi!
    Re:- (Pontos:2)
    por Cyclops em 06-02-05 20:24 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    Bem, pelo menos alegra-me que tanto o PCP como o BE têm mais representação parlamentar do que os teus amigos neo-fascistas.
    Re:- (Pontos:2)
    por fhc em 07-02-05 18:25 GMT (#29)
    (Utilizador Info)

    Infelizmente,m uns e outros defendem regimes autoritários, ou a Alemanha Nazi ou a URSA Estalinista ou a Albânia. Os papalvos do BE, do PCP, do POUS, dos MRPP e outros que tais têm tanto direito a existir como o PNR.

    Agora, se isso significa que têm ou não direito e existir, nisso me calo. Mas dou um hint: quantos paíuses do bloco soviético voltaram ao estalinismo, mesmo em eleições democráticas?

    Francisco Colaço

    1

    Quem não faz, ensina; quem não faz nem ensina, faz metodologia. Quem não faz nem ensina nem faz metodologia, faz futurologia.

    Re:- (Pontos:2)
    por Cyclops em 07-02-05 19:44 GMT (#32)
    (Utilizador Info)
    Não interpreto o que o BE defende como algo associado a regimes autoritários...
    Re:- (Pontos:2)
    por nmarques em 07-02-05 20:51 GMT (#35)
    (Utilizador Info) http://www.the-kult.net/kampfhund/
    Se defendesse o TC tinha-lhe fechado as portas, mas são são os vermelhos radicais, e isso vê-se claramente pelas suas posições.

      De qualquer forma já foi apresentada uma moção para proíbir todos os simbolos comunistas, podendo os mesmos juntar-se à suástica.

      De qualquer forma, os vermelhos se tivessem sido derrotados por Hitler e pela Europa, certamente a Guerra Fria e muitos conflictos gerados pela mesma tinham sido evitados, salvando-se milhões de vidas. Mas claro... temos a questão do holoconto, e negligemciam-se questões como 250.000 mulheres violadas em berlim, os massacres de Dresden entre outros pontos também eles giros.

      Invistam é na Industria das cordas, que parece-me ter futuro com tanto traidor para enforcar.
    --
    Oi! Oi! Oi!
    Re:- (Pontos:2)
    por Cyclops em 07-02-05 21:26 GMT (#37)
    (Utilizador Info)
    Quanto à IIa Guerra Mundial deixo os factos falarem por si.
    Re:- (Pontos:2)
    por bêbado em 07-02-05 23:03 GMT (#39)
    (Utilizador Info)
    "já foi apresentada uma moção para proíbir todos os simbolos comunistas"

    São apresentadas tantas moções... porque é que dás particular importância a essa?
    Foi claramente uma manobra para diminuir a importância das comemorações dos 60 anos da libertação do campo de concentração Nazi de Auschwitz e da chamada de atenção que se fez para o problema actual da xenofobia e do anti-semitismo na Europa.

    Esta moção enquadra-se num tipo de iniciativas e teorias em que se tenta reescrever a história, confundindo dois regimes totalmente antagónicos, e só tem um objectivo: 'desculpar' o fascismo e apresentar os 'modernos' sistemas demo-liberais como a única solução para uma 'vida harmoniosa'.

    A rapaziada que por aqui polula com estas tiradas anti-comunistas deveria, antes de escrever estes disparates, pensar que nem todos são burros. Ou pelo menos, que não são tão burros como gostariam que fossem.

    ~~~ O vinho é q'induca e o fado é q'instrói ~~~
    Re:- (Pontos:2)
    por fhc em 09-02-05 15:58 GMT (#59)
    (Utilizador Info)

    Já agora, diz-me, gostarias de viver em Cuba ou na URSS? Meu caro, factos são factos, onde o comunismo meteu as patas, nem houve prosperidade nem vontade de voltar, muito embora esses países tenham eleições democráticas.

    Os comunistas de hoje são putas velhas, que já viram os anos de beleza passarem por si, e que se tentam justificar com a experiência e a superioridade moral. Ora, a experiência deu no que deu, em sífilis generalizada. Ora, nem o argumento de que a realização nesses países foi anti-comunista cola, visto que até 94 o Partido Contumista Português e os PCTP ou POUS ou BE consideravam que o paraíso dos trabalhadores e o novo Éden coincidiam para lá da cortina de ferro. Mesmo anacrónicos, nunca os vi erguerem-se contra os tanques de Praga ou Tianamene ou a Coreia do Norte, senão extemporaneamente.

    O BE apela à democracia. Teria eu, que de todo rejeito o BE, lugar numa sociedade democrática onde os Calhaus de Esquerda governassem?

    Francisco Colaço


    Quem não faz, ensina; quem não faz nem ensina, faz metodologia. Quem não faz nem ensina nem faz metodologia, faz futurologia.

    Re:- (Pontos:2)
    por bêbado em 09-02-05 16:45 GMT (#61)
    (Utilizador Info)
    Olha, para não ser mal educado, nem te vou responder :-D

    ~~~ O vinho é q'induca e o fado é q'instrói ~~~
    Re:- (Pontos:2)
    por fhc em 10-02-05 9:35 GMT (#63)
    (Utilizador Info)

    Podes responder, não me ofendo, desde que, como eu, critiques a doutrina e não o crente. :-D

    Francisco Colaço


    Quem não faz, ensina; quem não faz nem ensina, faz metodologia. Quem não faz nem ensina nem faz metodologia, faz futurologia.

    Re:- (Pontos:2)
    por Init em 09-02-05 17:26 GMT (#62)
    (Utilizador Info)

    Convém não esquecer ainda da China, Vietname e Coreia do Norte...


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:- (Pontos:2)
    por Init em 08-02-05 12:12 GMT (#51)
    (Utilizador Info)

    Serem radicais não quer dizer que defendam necessáriamente regimes autoritários. Tu também és radical.

    De qualquer forma já foi apresentada uma moção para proíbir todos os simbolos comunistas, podendo os mesmos juntar-se à suástica.

    Pessoalmente não ficava chocado com isso. Mas a verdade é que a maior parte dos comunistas em Portugal não defende os crimes contra a humanidade que os partidos comunistas de outros países cometeram, ao contrário do que, por exemplo, tu fazes constantemente com os crimes cometidos pelos alemães, crimes esses que até os alemães repudiam.

    De qualquer forma, os vermelhos se tivessem sido derrotados por Hitler e pela Europa,

    Qual Europa, aquela que as guerras que o Hitler desencadeou arrasaram? Aquela que o Hitler oprimia e explorava para beneficio de alguns alemães?

    Para além do Holocausto, os alemães cometeram muitos mais crimes de guerra e contra a humanidade principalmente na União Sovietica. E embora seja terrivel o que os Sovieticos fiseram, e também que tenham ficado sem ser castigados, muito mais terrivel foi o que os alemães fiseram e desencadearam.

    Traidores como tu? És o único aqui que fazes ameaças e defendes ideologias proibidas.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:- (Pontos:2)
    por fhc em 10-02-05 9:41 GMT (#64)
    (Utilizador Info)

    Estranhamente, os soviéticos mataram mais que os danados dos alemães, mesmo durante a segunda guerra mundial. Por exemplo, nos pogrom estalinistas, crê-se que tenham morrido oito milhões de judeus e adversários do regime (fontes ocidentais, muito embora fontes russas estimem dez ou até doze), pelo menos mais do que os nazis, que mataram seis.

    Uns e outros, irmãos e iguais.

    Francisco Colaço


    Quem não faz, ensina; quem não faz nem ensina, faz metodologia. Quem não faz nem ensina nem faz metodologia, faz futurologia.

    Re:- (Pontos:2)
    por bêbado em 07-02-05 23:16 GMT (#40)
    (Utilizador Info)
    "quantos paíuses do bloco soviético voltaram ao estalinismo, mesmo em eleições democráticas?"

    Deve ser uma pergunta de retórica... Stalin morreu em 5 de Março de 1953! Como querias que voltassem ao estalinismo???

    Anteriormente já te tinha notado uma certa viragem (pelo menos no discurso) para o campo anarquista. Agora, ao empregares o conceito 'estalinismo' noto uma certa tendência para o campo dos trotskistas, uma vez que foram estes que criaram o termo, para afirmar que a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), liderada por Stalin, não era um sistema socialista, nem tão pouco comunista.

    Fica registado. :-)

    ~~~ O vinho é q'induca e o fado é q'instrói ~~~
    Re:- (Pontos:2)
    por fhc em 09-02-05 16:03 GMT (#60)
    (Utilizador Info)

    As políticas suprecedem os governantes. Por isso tens o Marxismo, e não creio que nenhum dos partidos ditos marxistas use os serviços da Linda Reis (o nome pode estar errado) para perguntar ao Marx o que é que ele quer fazer.

    Por exemplo, para seres sodomita não precisas de ir a Sodoma, até porque ela ficou debaixo do fogo e enxofre e já não existe.

    Francisco Colaço


    Quem não faz, ensina; quem não faz nem ensina, faz metodologia. Quem não faz nem ensina nem faz metodologia, faz futurologia.

    Re:- (Pontos:2)
    por Init em 07-02-05 11:49 GMT (#26)
    (Utilizador Info)

    Instelectual é o namorado da irmã Arina? Aquela da qual sou o numero vinte e tal da hit list?

    Pessoalmente ainda bem que a escumalha que pensa e actua como tu não representa quase nada na nossa sociedade.

    Desculpa lá desiludir-te mas não sou bloquista, nem sequer comunista.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:- (Pontos:2)
    por nmarques em 07-02-05 20:56 GMT (#36)
    (Utilizador Info) http://www.the-kult.net/kampfhund/
    O problema é que a escumalha como eu num ponto de vista Europeu representa já muito ;)

    O problema é que a escumalha como eu, faz-vos todos tremer pelas ruas quando nos avistam ao topo da rua a vir em direcção a vocês.

    O problema é que a escumalha como eu, não quer dinheiro nem posição, mas sim uma melhor nação, logo não defendemos os interesses da merda como tú.

    O problema é que a escumalha como eu cresce a olhos vistos, de dezenos já somos centenas, com milhares de apoiantes.

    O problema é que a população já começa a notar na escumalha como eu, e a não ligar muito ao que a ZOGmedia diz a nosso respeito.

    O pior dos problemas é que a historia é ciclica e nós vamos lá chegar e não nos esquecemos da merda como tu.

    Mas o melhor delas todas veio do Instituto Superior da Guarda, que estamos actualmente a apresentar queixa crime no SICIT, ou seja os vossos metodos de repressão a serem utilizados contra vocês.
    --
    Oi! Oi! Oi!
    Re:- (Pontos:2)
    por Cyclops em 07-02-05 21:28 GMT (#38)
    (Utilizador Info)
    Olha, não sabia que ;) tinha o mesmo significado semântico que o limite[x->inf](1/x)...
    Re:- (Pontos:2)
    por bêbado em 07-02-05 23:46 GMT (#42)
    (Utilizador Info)
    "é que a historia é ciclica e nós vamos lá chegar"

    Se isso é verdade, então já sabes como vai ser o desfecho.

    Não és capaz de pensamentos mais elaborados? Anda lá rapaz... puxa pela cabeça!

    ~~~ O vinho é q'induca e o fado é q'instrói ~~~
    Re:- (Pontos:2)
    por leitao em 08-02-05 0:05 GMT (#43)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    O problema é que a escumalha como eu, faz-vos todos tremer pelas ruas quando nos avistam ao topo da rua a vir em direcção a vocês.

    Bring it on motherfucker!

    O problema é que a escumalha como eu cresce a olhos vistos, de dezenos já somos centenas, com milhares de apoiantes.

    "If only they had used a condom..."


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:- (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 08-02-05 3:21 GMT (#48)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    é desta, vou aprender defesa pessoal.
    obrigado pelo aviso.
    sim, a história é cíclica, mas Bush há só um.

    cheers.
    -----
    You can't take the sky from me...
    Re:- (Pontos:2)
    por Init em 08-02-05 12:28 GMT (#52)
    (Utilizador Info)

    O problema é que a escumalha como eu, faz-vos todos tremer pelas ruas quando nos avistam ao topo da rua a vir em direcção a vocês.

    Só quem não tem juizo é que não tem medo, o medo é uma resposta natural que faz parte do instito de auto-preservação. Is outros aprendem a lidar com o medo e a fazer o que está certo mesmo quando têm medo.
    Nunca tive problemas de enfrentar o que quer que seja por ter as opiniões que tenho. Já o fiz no passado contra grupos violentos e não tenho problemas em repeti-lo se os vir violar a lei novamente e portanto houver de novo o imperativo moral de defender os outros, ou a necessidade de me defender a mim.

    O pior dos problemas é que a historia é ciclica e nós vamos lá chegar e não nos esquecemos da merda como tu.

    É uma honra ser lembrado por defender a liberdade e os direitos humanos, espero bem que não esqueçam.

    Mas o melhor delas todas veio do Instituto Superior da Guarda, que estamos actualmente a apresentar queixa crime no SICIT, ou seja os vossos metodos de repressão a serem utilizados contra vocês.

    Nem a função e funcionamento da justiça num estado democratico, livre e de direito vocês conseguem entender.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:- (Pontos:2)
    por [Cliff] em 10-02-05 16:30 GMT (#65)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    O problema é que a escumalha como eu, faz-vos todos tremer pelas ruas quando nos avistam ao topo da rua a vir em direcção a vocês.
    Tal como tu, meu ignorante, tremes de medo se te enfiares sozinho por um beco e te cruzares com um bando de africanos...
    Cagões em grupo há por aí às centenas.

    Resume-te à tua insignificância e volta para debaixo da pedra de onde saltaste. Aproveita e leva os teus amigos também, não vá a pedra assustar-te se ficares lá sozinho.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:- (Pontos:1)
    por Zarluk em 10-02-05 23:37 GMT (#66)
    (Utilizador Info)
    O problema é que a escumalha como eu, faz-vos todos tremer pelas ruas quando nos avistam ao topo da rua a vir em direcção a vocês.
    E avançam de braço esticado, marchando ao som de hinos?

    "Lá vamos, cantando e rindo, Levados, levados, sim..."

    Mas onde é que já ouvi isto?

    e, de qualquer modo, o que é que vos distingue dos outros adoradores de Grandes Irmãos, como o Stalin ou o "Querido Líder", por exemplo?

    Re:- (Pontos:2)
    por fhc em 07-02-05 18:21 GMT (#28)
    (Utilizador Info)

    Ó nacional-xuxa, não deverias defender os interesses portugueses, do estilo: não vamos pagar mais para o estrangeiro em patentes triviais?

    Já agora, voto na direita. Obrigado.

    Francisco Colaço


    Quem não faz, ensina; quem não faz nem ensina, faz metodologia. Quem não faz nem ensina nem faz metodologia, faz futurologia.

    Re:- (Pontos:2)
    por nmarques em 07-02-05 20:47 GMT (#34)
    (Utilizador Info) http://www.the-kult.net/kampfhund/
    Nós não somos de direita nem de esquerdas ;)
    --
    Oi! Oi! Oi!
    Re:- (Pontos:2)
    por bêbado em 07-02-05 23:32 GMT (#41)
    (Utilizador Info)
    " Nós não somos de direita nem de esquerdas ;)"

    Pois... são mais do taco de baseball e das botas Doc Martens.

    Apesar das aparências, não deixam de ser de direita. Só não o dizem abertamente para não compromenterem aqueles que o são confessadamente.

    ~~~ O vinho é q'induca e o fado é q'instrói ~~~
    Re:- (Pontos:2)
    por Init em 08-02-05 12:35 GMT (#53)
    (Utilizador Info)

    O que eles são é arruaceiros, que inventam ilusões politicas para desculparem (sem sucesso) as suas actividades! E o lugar desse tipo de gente, quando realiza disturbios e comete outras violações da lei é na prisão. O resto é conversa da treta.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Posições sobre SW livre e Portugal (Pontos:1)
    por brandon em 07-02-05 19:21 GMT (#30)
    (Utilizador Info)
    Bom,

    Independentemente da minhar côr ou convicção política, não sou capaz de votar num partido que não vejo como uma boa aposta para o futuro de Portugal apenas porque tem uma posição que me agrada sobre o SW livre.

    Neste momento acho que seria uma enorme falta de sensatez escolher um partido política de acordo com a posição que tem sobre o SW livre em preterimento da melhoria da qualidade de vida Portuguesa.

    Abraços,

    a minha .sig já aceita euros:
    just my 0.1€'s.
    Re:Posições sobre SW livre e Portugal (Pontos:2)
    por Init em 07-02-05 19:26 GMT (#31)
    (Utilizador Info)

    Ninguém disse para votares, tendo em conta apenas a posição sobre o Software Livre.

    A posição dos partidos em relação a temas como o Software Livre, Standards e Patentes de Software tem influência sobre a qualidade de vida, porque tem influencia sobre a economia, tecnologia e ciência. Afinal caminhamos ou não para uma sociedade de informação?


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Posições sobre SW livre e Portugal (Pontos:2)
    por leitao em 08-02-05 0:08 GMT (#45)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Afinal caminhamos ou não para uma sociedade de informação?

    Se depender de tipos que seguem as 4 liberdades cegamente como tu caminhamos mais para uma sociedade de desinformacao.


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Posições sobre SW livre e Portugal (Pontos:2)
    por Init em 08-02-05 11:53 GMT (#49)
    (Utilizador Info)

    A liberdade é vital para obter tudo o resto. Sem ela tudo é mais dificil.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Posições sobre SW livre e Portugal (Pontos:2)
    por leitao em 08-02-05 14:02 GMT (#54)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Excepto quando para exerceres a tua liberdade tens que retirar a liberdade dos outros.


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Posições sobre SW livre e Portugal (Pontos:2)
    por Cyclops em 08-02-05 20:06 GMT (#55)
    (Utilizador Info)
    Não me lembro de ouvir propostas que influenciam a perda de liberdade nos outros para além de ti, tonidosimpostos, e outros que não percebem as consequências dos efeitos em rede ou intencionalmente os esquecem...
    Re:Posições sobre SW livre e Portugal (Pontos:2)
    por Init em 08-02-05 20:59 GMT (#56)
    (Utilizador Info)

    Como principio concordo e defendo isso. Mas como todos os outros principios não é um principio que deva ser aplicado à custa de outros principios igualmente importantes.

    Os cidadãos devem ter liberdade de escolha relativamente o software que usam, mesmo que escolham utilizar software proprietário e não obriguem outros cidadãos utilizar seja que software for.

    Cabe ao estado no entanto proteger a liberdade e proteger a existência de uma quantidade de alternativas minimas, em condições realistas, para que a liberdade de escolha seja efectiva para todos os cidadãos. E o estado pode fazer isto de pelo menos três formas:

  • Cria, mantém e garante ele a oferta, através de empresas públicas e/ou de contratação de serviço empresas para prestar esse serviço público.
  • Promove de forma activa a existência de ofertas (como se materializa essa promoção deveria depender do que já existe e da urgência em obter mais ou menos oferta em cada caso) e regulamenta o mercado de forma a obrigar o mercado garantir ele próprio a existência dessas ofertas.
  • Cria um equilibrio/compromisso entre as duas anteriores.
  • Podém haver outras formas, não nego isso. Mas até as conhecer não posso dizer se concordo ou não com elas.

    O Estado no entanto não é um ser humano, tem uma missão e condições especiais de transparência, liberdade e abertura, para cumprir a sua missão. Por isso exceptuando em condições especiais criadas por situações especiais, o estado deve utilizar apenas Software Livre, e publicar e distribuir esse software a qualquer cidadão.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Posições sobre SW livre e Portugal (Pontos:2)
    por Cyclops em 07-02-05 19:55 GMT (#33)
    (Utilizador Info)
    Se o teu emprego depende de software, depende de criares software ou de utilizares software avançado e com liberdade de escolha e barato, então as patentes de software são um tema essencial para a tua qualidade de vida futura.

    A sua existência vai prejudicar a indústria de software, é preciso impedi-lo de acontecer.

    Penso que gastarias melhor o tempo tentando convencer os partidos que te interessam a oporem-se também às patentes de software? Não achas?
    Re:Posições sobre SW livre e Portugal (Pontos:2)
    por bêbado em 08-02-05 0:27 GMT (#46)
    (Utilizador Info)
    "(...) seria uma enorme falta de sensatez escolher um partido política de acordo com a posição que tem sobre o SW livre em preterimento da melhoria da qualidade de vida Portuguesa."

    Quem te julgas para julgar os outros como insensatos por votarem num partido que, para ti, não é uma 'boa aposta para o futuro de Portugal'?

    Cada um vota no que quer. Mai'nada.
    Aliás, hoje em dia nem se vota por razões. Vota-se por 'apostas' como referiste. Ora se aposta neste, ora se aposta naquele, ora se aposta outra vez no outro... e cá vamos andando 'com a cabeça entre as orelhas'.

    ~~~ O vinho é q'induca e o fado é q'instrói ~~~
    Re:Posições sobre SW livre e Portugal (Pontos:2)
    por Init em 08-02-05 11:55 GMT (#50)
    (Utilizador Info)

    É um cidadão e com direito de exprimir a sua opinião, podes não gostar dela, mas tem esse direito inquestionavel.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Programas eleitorais (Pontos:2)
    por jadrian em 08-02-05 2:58 GMT (#47)
    (Utilizador Info)
    O Público está a disponibilizar os programas políticos do PP, PSD, PS , CDU e BE.
    Standards? (Pontos:1)
    por gildot-fucker em 08-02-05 22:27 GMT (#57)
    (Utilizador Info)
    Acho piada que no quadro diz que tanto o PCP como o BE não mencionam explicitamente standards livres, mas que ambos apoiam a sua adopção pelo estado... Hã??
    Re:Standards? (Pontos:2)
    por Init em 09-02-05 12:58 GMT (#58)
    (Utilizador Info)

    A explicação é simples. A analize do quadro tem em conta quer das posições assumidas pelos partidos ao longo do tempo.

    O que se quer dizer com os partidos não mencionarem explicitamente é que não o fazem no programa eleitoral, no entanto já manifestaram o seu apoio em relação a isso na Assembleia de Republica.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]