gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
UE ameaça Microsoft
Contribuído por pls em 06-08-03 15:54
do departamento
Microsoft André Simões escreve "A União Europeia parece estar farta das práticas monopolistas da Microsoft, e, segundo o Público on line, fez um ultimato à empresa. Resta saber o que fará em seguida, caso a Microsoft se esteja nas tintas para o ultimato, o que previsivelmente fará.
Aqui vai um "cheirinho":

"A Comissão Europeia confirmou hoje ter provas de como a Microsoft abusou da sua posição dominante no sector dos computadores pessoais (PC) e deu uma "última oportunidade" ao grupo informático norte-americano para se defender destas acusações."

Artigo completo aqui. "...

Outro utilizador (Aryntha) acrescenta numa outra submissão da mesma noticia um outro link para a mesma história

Polémica do site do Sporting | PS/400  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • André Simões
  • aqui
  • link para a mesma história
  • Mais acerca Microsoft
  • Também por pls
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Pressrelease (Pontos:3, Informativo)
    por Strange em 06-08-03 19:21 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://strange.nsk.no-ip.org/
    Pressrelease por parte da UE aqui

    hugs
    Strange

    Monopólios.. (Pontos:2, Despropositado)
    por skizofrenik em 06-08-03 20:22 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://skizofrenik.homedns.org
    Os extremistas do Linux devem ficar radiantes com este tipo de notícias.. Sempre lhes foi mais fácil acusar a Microsoft de utilizar tácticas monopolistas do que a Apple por ex.
    Para quem anda nisto á pouco tempo ou para aqueles que se esqueceram prepositadamente, aqui vão uns links para reavivar a memória:

    Mac clones, go home!

    Supply Snag Slows Down Mac Cloner

    MacMYTHS vs. MacFACTS - There aren't any Mac Clones (1997)

    Apple vs. Mac Clones

    "Give blood. 8 billion mosquitos cant be wrong"
    Re:Monopólios.. (Pontos:2, Interessante)
    por tuggy em 06-08-03 21:15 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://tuggy.home.sapo.pt
    nao digo que a M$ seja a unica, mas que interessa tar a preocupar com quem anda a rasca se a microsoft é que tem as maiores quotas do mercado em varias areas?
    quando a apple chegar la, vamos pa eles tb :PP j/k
    Re:Monopólios.. (Pontos:5, Esclarecedor)
    por leitao em 06-08-03 21:45 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Ok, entao a tua opiniao e' que: "todos os monopolios sao iguais, mas uns sao mais iguais que outros"...

    Boa!


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Monopólios.. (Pontos:1, Engraçado)
    por blacksheep em 06-08-03 22:40 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Ok, entao a tua opiniao e' que: "todos os monopolios sao iguais, mas uns sao mais iguais que outros"...

    Boa!


    Mas a Apple tem algum monopólio??
    Só se for o monopólio dos computadores fluorescentes... :p
    Re:Monopólios.. (Pontos:2, Esclarecedor)
    por tuggy em 06-08-03 23:25 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://tuggy.home.sapo.pt
    exactly!
    a apple assim como outras podem ter _no maximo_ praticas monopolistas.. e mesmo assim n s comparam com a M$
    monopolios.. nem de longe lol
    Re:Monopólios.. (Pontos:1)
    por mrmv em 07-08-03 10:07 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    Então é só refrasear:

    Ok, entao a tua opiniao e' que: "todas as práticas monopolistas sao iguais, mas existem algumas mais iguais que outras"...

    Boa!
    "Never interrupt your enemy when he is making a mistake." Napoleon Bonaparte
    Re:Monopólios.. (Pontos:2)
    por pls em 07-08-03 11:50 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Ok, entao a tua opiniao e' que: "todos os monopolios sao iguais, mas uns sao mais iguais que outros"...

    Todo o mérito ao raciocinio, em termos genéricos...

    PLS
    Re:Monopólios.. (Pontos:1)
    por smsp em 07-08-03 17:11 GMT (#32)
    (Utilizador Info)
    Ok, entao a tua opiniao e' que: "todos os monopolios sao iguais, mas uns sao mais iguais que outros"...

    hehe, por acaso vai estrear o animal farm no "telecine", os gildoteanos não o deviam perder.

    (-1 offtopic, mas pronto.)

    smsp.

    Se não se é 100% eficaz mais vale estar quieto? (Pontos:2, Interessante)
    por pls em 07-08-03 11:44 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Monopólios são uma "bad thing"? Se são uma "bad thing". A questão é pertinente para todos, independentemente do grau de fanatismo "pelo linux".

    Há outros monopolios no mercado? Há concerteza, tenho algumas dificuldades em encontrar a Apple envolvida neles (i.e. proteger marcas e patentes, que a apple claramente faz assegurando a exclusividade nas máquinas que correm o seu software, e impedindo os "clones", não é em nada semelhante ao que se passa com a Microsoft e os seus 95% se share de mercado em computadores pessoais).

    Passando à frente, os governos parecem achar que monopólios são uma "bad thing" pelo que fazem legislação no sentido de os evitar/destruir. Haver outros monopólios não significa que não possas ou devas começar por um deles executando o mandato legal que a lei confere para esses casos. Não se pode ter uma atitude do tipo "se não podemos resolver todos os problemas não resolvemos nenhum". E é nesse sentido que a tua mensagem parece apontar...

    A microsoft é uma empresa americana perigosa para o mundo. Tem demasiado poder e demasiada influencia. E ser "uma empresa americana" é (e deve ser) relevante para europeus quando se trata de uma empresa a actuar no nosso mercado. São conhecidas as consequencias dos monopolios nas economias, pelo que nem é especulação...

    PLS
    Re:Se não se é 100% eficaz mais vale estar quieto? (Pontos:1)
    por mrmv em 07-08-03 12:32 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    "...(i.e. proteger marcas e patentes, que a apple claramente faz assegurando a exclusividade nas máquinas que correm o seu software, e impedindo os "clones", não é em nada semelhante ao que se passa com a Microsoft e os seus 95% se share de mercado em computadores pessoais)..."

    Aqui discordamos porque hoje é assim mas nem sempre foi, o markeshare foi crescendo, e pode-se inverter, repara hoje o Linux não tem custo de aquisição associado o Windows tem, achas sinceramente que se as pessoas acharem que o WIndows não lhes trouxer nenhum valor vão continuar a utilizá-lo? Estás a falar da ms mas hoje poderia ser a Apple se porventura tivessem tido uma estratégia diferente quem sabe? e por isso deveriamos fazer alguma coisa? repara hoje o Linux provavelmente cresce mais rapidamente do que a ms nos servidores especialemente nalgumas áreas, o que chamas a isso? é a concorrência a funcionar no desktop acontecerá o mesmo.

    A quota de Linux no desktop tem aumentado a da Apple diminuído, parece-me que o mercado está a funcionar, desaparecem empresas, aparecem outras, é mesmo assim, não podemos querer proteger a nossa quinta para não perdermos pelo menos aquilo que ganhamos, embora não estejamos a investir para garantir que não o perdemos e em simultâneo continuar a crescer.

    Eu tb acho um monopólio uma coisa má, mas continuo a sentir que pelo menos até aqui, continuo a ter escolha, ninguém me obriga a nada por isso não vejo grandes méritos no caso, muito sinceramente.

    O teu último parágrafo acho-o o máximo, é o discurso do papão, é no minimo antigo e gasto, olha o ser europeu tb me deixa cada vez mais apreensivo, acho que andamos completamente a reboque, então neste caso repara, os americanos fizeram o caso deles, demorou imenso tempo já trataram de tudo, a europa andou este tempo todo em investigações para chegar a estas conclusões sobre o monopólio da ms?, parece-me que a montanha pariu um rato, enfim parece-me que esta união europeia é uma "massa gorda" sem agilidade nenhuma, e isto sim deixa-me preocupado...
    "Never interrupt your enemy when he is making a mistake." Napoleon Bonaparte
    Re:Se não se é 100% eficaz mais vale estar quieto? (Pontos:3, Interessante)
    por ^S^ em 07-08-03 14:04 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://www.zbytes.org/~luis
    Deixa-me so' acrescentar:
    1. A quota de mercado da Apple no desktop, e isto deve ser exclusivamente Mac OS X nao tem diminuido, e' errado dizeres isto;
    2. Quanto a comparar os tais markeshares da Apple vs Microsoft, existe uma diferença muito grande -- a propria arquitectura, e o facto da Apple ter a solução completa: Computador e Sistema operativo para ele, existindo ainda, se acharmos relevante, alguns outros sistemas operativos para essa arquitectura. Windows nao existe para PPC.

    Isto nao quer dizer nada, nem pretende ser conclusivo em algum ponto, pretende apenas nao deixar escaparem-se por ai, levianamente, comparacoes que nem deviam existir.

    Cheers.
    ^S^
    Re:Se não se é 100% eficaz mais vale estar quieto? (Pontos:1)
    por mrmv em 07-08-03 14:52 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    1. Não me parece que o marketshare da Apple esteja a aumentar, ainda me lembro quando ele era 7% e neste momento deve ser bem inferior, e isso parece-me que não é crescimento... portanto não me parece errado.

    2. Eu não estou a comparar os marketshares, e para mim é irrelevante se a solução da Apple é completa ou não, foi a decisão estratégica deles... o Windows não existe para PPC, mas já existiu e para MIPS mas os clientes não compravam... mais uma vez negócio a decidir.

    Eu percebi, podemos passar imenso tempo a esgrimir argumentos e no fundo são formas diferentes de ver as coisas. Temos é ter abertura para aceitar a opinião dos outros e não radicalizar que é o que muitas das vezes acontece.
    "Never interrupt your enemy when he is making a mistake." Napoleon Bonaparte
    Re:Se não se é 100% eficaz mais vale estar quieto? (Pontos:3, Interessante)
    por leitao em 07-08-03 15:46 GMT (#29)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    A microsoft é uma empresa americana perigosa para o mundo. Tem demasiado poder e demasiada influencia. E ser "uma empresa americana" é (e deve ser) relevante para europeus quando se trata de uma empresa a actuar no nosso mercado. São conhecidas as consequencias dos monopolios nas economias, pelo que nem é especulação...

    Dizer que a Microsoft e' "demasiado perigosa" demonstra, nem mais nem menos, falta de visao em relacao 'a "big picture".

    A Microsoft e' nem mais nem menos perigosa que uma Sony no mundo das consolas, a Monsanto em relacao a produtos agricolas, a El Paso em relacao a produtos alimentares, a DeBeers na venda de diamantes, ou a Rio Tinto na extraccao mineira.

    Num mundo globalizante vais ter sempre empresas que controlam uma fatia "perigosa" do mercado -- e' a natureza da economia as empresas atingirem uma dimensao onde o crescimento torna-se escalavel. Nos anos 80 foi a IBM, nos anos 90 foi a Microsoft, daqui a 10 anos sera' outra qualquer.

    A questao da Microsoft esta' puramente inflaccionada por discursos politicos anti-Americanos e fanatismos.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Monopólios.. (Pontos:2)
    por chbm em 07-08-03 14:17 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://ma.ssive.net/
    O merceeiro do meu bairro também usa tácticas monopolistas.
    Re:Monopólios.. (Pontos:2)
    por Gimp em 08-08-03 10:42 GMT (#40)
    (Utilizador Info)
    Que comentário mais cromo! eheheh...Mas que raio tem o linux a ver com as decisõs da Comissão e do Mário Monti? Se me disseres que são as empresas concorrentes à Micosoft ainda vá, agora os extremistas do linux, pfff.


    "No comments"

    coelho (Pontos:2, Esclarecedor)
    por racme em 07-08-03 1:00 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.linuxjournal.com/
    o comissario europeu faz bem em pegar no Media Player como cavalo de corrida, da mesma forma que o DOJ pegou no IE. Mesmo que o objectivo final seja o disponibilizar acesso 'as platafromas (tambem proprietarias) da Apple e da REalaudio


    Make World; Not War;
    Re:coelho (Pontos:1)
    por mrmv em 07-08-03 9:54 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    De facto é um caso fabuloso, senão vejamos:

    - Aparentemente é só no windows que isto é um problema, o quicktime vem com o mac os desde que foi "inventado" e não me recordo de ver ninguém a fazer disso um caso
    - Este problema tem duas vertentes, uma é o player e a outra o conteúdo
    - Parece-me que a guerra mais importante é a do conteúdo porque arrasta a decisão da escolha do player, e aí parece-me a mim que as coisas devem estar muito divididas. ie se eu tenho algo que quero ver e que me obriga a instalar o realplayer, faço-o ou não? claro que faço, eu como utilizar tenho a capacidade de poder decidir se quero instalar, qual é o player por omissão, etc.
    - No campo do player os utilizadores não têm restrições quanto à instalação de qualquer uma das soluções.

    Por isso vejo apenas vontade de fazer algum barulho à volta de algo que vai representar apenas pura perda de tempo e no final dinheiro.


    "Never interrupt your enemy when he is making a mistake." Napoleon Bonaparte
    Claro que só no windows é que é o problema (Pontos:3, Interessante)
    por jneves em 07-08-03 11:14 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://silvaneves.org/
    A história que não está nestas notícias é:
    1. A maior parte dos computadores tem windows com o media player.
    2. Existe uma empresa que fornece um servidor que emite no formato preferido do media player: Microsoft. Outros formatos têm pior qualidade no media player (como o MP3, graças a algumas mudanças no algoritmo de descodificação).
    3. Essa empresa só permite a utilização do seu servidor de streaming em regime de exclusividade
    Claro que tens depois todas a guerras com o Samba (ou vais-me dizer que modificações ao protocolo que não trazem qualquer vantagem mas são incompatíveis com o Samba foi apenas uma coincidência?), mais as modificações ao Kerberos e outras tácticas de embrace & extend habituais da empresa que põem em causa a interoperabilidade. Num mundo de monopólios (leia-se direito de autor) há quem o abuse melhor do que os outros.
    Re:Claro que só no windows é que é o problema (Pontos:2)
    por mrmv em 07-08-03 11:33 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    1. E... 2. Vais ter de me mostrar os links com essa informação, talvez por não ser um especialista em audio nem sequer me apercebi, e não vejo as pessoas a converterem tudo de mp3 para wma, que poderia ser uma reacção ao problema da falta de qualidade do mp3 no player ms. 3. Protege a sua propriedade, mas existem outras opções... que eu saiba ninguém é obrigado a nada. Provavelmente gostarias de o utilizar na tua plataforma de eleição, eles não o permitem porque não querem abrir o acesso à tecnologia deles, é uma decisão de negócio puro. Percebo algumas das tuas afirmações, mas para mim são legitimas, é negócio pá, e os clientes não têm pistolas apontadas à cabeça as opções até são à borla, sinceramente não percebo a necessidade da protecção...
    "Never interrupt your enemy when he is making a mistake." Napoleon Bonaparte
    Re:Claro que só no windows é que é o problema (Pontos:3, Esclarecedor)
    por jneves em 07-08-03 17:49 GMT (#33)
    (Utilizador Info) http://silvaneves.org/
    Não percebeste a exclusividade: para instalares o servidor de streaming deles assinas um contrato em como não utilizas outro. Não tem nada a ver com plataformas.

    Ninguém é obrigado a nada, nem a respeitar a vida do vizinho, mas há regras e algumas delas tentam garantir que o mercado funciona com o princípio da livre concorrência. É o que está em causa.

    Em relação à qualidade do MP3, o artigo era da Reuters UK e apareceu no Wall Street Journal. Podes encontrar uma referência em aqui. Ignora o assunto do e-mail, é erróneo.

    Re:Claro que só no windows é que é o problema (Pontos:1)
    por mrmv em 08-08-03 8:48 GMT (#37)
    (Utilizador Info)
    "Não percebeste a exclusividade: para instalares o servidor de streaming deles assinas um contrato em como não utilizas outro. Não tem nada a ver com plataformas."

    Desculpa mas não acredito que tentem isso com todos, e só aceita quem quer, tem algum paralelismo com a assinatura de exclusividade de jogos para as diferentes consolas e é uma prática que toda a gente tenta... eu próprio podia-te contar uma história sobre um negócio que estou a tentar abrir e em que o principal fornecedor tb me quer obrigar a exclusividade... É pá não tem nada a ver com a MS, aqui mais uma vez não me parece que estejam a inovar...


    "Never interrupt your enemy when he is making a mistake." Napoleon Bonaparte
    Re:coelho (Pontos:2)
    por Branc0 em 07-08-03 11:14 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    Erm... então quando poderes acorda para a vida.

    O Mac não tem 95% do mercado, logo não tem o poder catalisador que o Windows tem e que a própria Microsoft reconhece.

    Quando o Windows vem com um player, automaticamente 95% dos utilizadores de informática em todo o Mundo ficam com esse player, isso faz com que os fornecedores de conteudos nem queiram ouvir falar de outras coisas.

    Se não vem com player ao menos o user vai ter que se informar das opções disponiveis e ter "trabalho" para ver filmes, em vez de ser tudo feito pelo espirito santo.

    Eu não estou a dizer que a Apple é boa ou é má, simplesmente é irrelevante... tal como o Linux em que a maior parte das distribuições trazem o Xine ou o mplayer.


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:coelho (Pontos:1)
    por mrmv em 07-08-03 11:54 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    "O Mac não tem 95% do mercado, logo não tem o poder catalisador que o Windows tem e que a própria Microsoft reconhece."

    o Windows tb não tinha o marketshare que tem, mas chegou lá, tal como chegou, tb de lá pode sair, são os utilizadores que o vão decidir não é necessário legislar para que assim aconteça.

    "Quando o Windows vem com um player, automaticamente 95% dos utilizadores de informática em todo o Mundo ficam com esse player, isso faz com que os fornecedores de conteudos nem queiram ouvir falar de outras coisas."

    Sabes como é que se consegue mudar o estado de coisas? é fazer melhor ou muito melhor, assim os fornecedores de conteúdos passam a estar disponiveis para ouvir...

    "Se não vem com player ao menos o user vai ter que se informar das opções disponiveis e ter "trabalho" para ver filmes, em vez de ser tudo feito pelo espirito santo."

    Tu deves ter pouco contacto com o utilizador básico de windows, eles instalam tudo e para eles não dá trabalho nenhum (e todos sabemos os problemas a ques ficam expostos por terem esse tipo de comportamento), normalmente está à distância de um click. Eles adoram ter tudo, portanto não me venhas com esse argumento falacioso.

    A questão é que estas empresas ou perdeream ou sentem-se a perder e querem protecção, infelizmente é o que parece, já que nada tem a ver com o que é melhor para o utilizador final, que se calhar era esse que deveriamos ouvir, já que os únicos que se pronunciam são "apenas" a minoria.

    Se calhar é preferivel abolir todo o chamado midleware dos so's e deixar florescer empresas para criarem o seu negócio com a oportunidade se lhes seria oferecida, e depois como as empresas não vivem do ar, teriamos de pagar por essas peças de software. Estás a ver, limpa qualquer distribuição de Linux de todo o software que a acompanha (porque concorre com a oferta destes novos players do mercado) e passas a ir à procura para instalar uma versão gratuita ou a comprares uma versão destas benditas empresas. Realmente ficávamos muito melhor...


    "Never interrupt your enemy when he is making a mistake." Napoleon Bonaparte
    Re:coelho (Pontos:2)
    por Branc0 em 07-08-03 12:59 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    Realmente ficávamos muito melhor...

    Presumo que estejas a ser sarcástico, mas eu realmente acho que ficavamos melhor.


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:coelho (Pontos:4, Interessante)
    por Eraser em 07-08-03 14:03 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    Boas.

    Sinto muito mas não concordo. :)
    Par começar as transições são muito mais difíceis do que parecem. Quando a Microsoft se lançou o mercado estava a emergir e quem estava em posição de mandar nele (IBM) teve a atitude louvável de abrir o jogo (a plataforma PC) e permitir que pc chega-se onde chegou. A Microsoft chegou onde está acusta de oportunidades que dificilmente se repetirão e infelizmente também a custa de golpes sujos. Para tirar a Microsoft do topo seria preciso mudar muito hábitos acomodados e enraizados. No campo das TI novas tecnologias não entram facilmente para o mercado se são simples evoluções a não ser que não se tenha escolha. O IPv6 está considerado como um digno substituto do IPv4, mas os custos de infraestrutura e o facto de o IPv4 servir praticamente para tudo o que é pretendido neste momento faz com que a sua adesão seja tão resumida. O famoso ogg de audio que é superior em taxa de compressão e qualidade ao mp3 ou mesmo o wma (para mais info http://www.xiph.org/) e não tem as implicaçãos limitativas dos mesmos (pagar os direitos relativos a gravação de mp3 ainda pegou como moda mas nunca se sabe). Os formatos não são directamente convertíveis porque ambos utilizam compressão com perda de dados. A actual difusão do mp3 é um entrave para o ogg. Da mesma maneira a actual posição dominante da Microsoft é um entrave para muito tecnologia nova que não faça parte do roadmap da empresa. Toda a gente entende que como empresa a M$ esteja interessada no seu único proveito mas eu como pessoa não concordo com o facto de o desenvolvimento tecnológico seja travado para o proveito de uma empresa principalmente se for os métodos utilizados forem pouco éticos. O crescimento do IE quando se lançou é um exemplo de como a Microsoft poderia controlar praticamente qualquer segmento do software: eles têm a base ou seja o SO para impigir o seu software seja ele melhor ou não basta que venha com o SO e uma boa dose de marketing. Ok, estou a exagerar. É obvio que o software tem de ter um mínimo de qualidade mas a M$ habituou muito bem os seus clientes: toda a gente achava perfeitamente normal os BSOD e um restart diário as máquinas era considerado um mínimo indispensável.

    As pessoas têm direito a escolha mas essa escolha está condicionada a partida quando uma das possíveis escolhas esta muito mais acessível do que as outras.

    Eu quero que a Microsoft que já tem muitos dividendos com a sua actual posição no desktop não abuse disse para outras frentes.
    Quero que exista a possibilidade de se criarem ooportunidades de negócio em que as empresas possam prosperar porque são boas não porque conseguem chegar a mais clientes e têm muito bom marketing. Isso é o que eu quero e que acho mais correcto mas é óbvio que eu não mando no resto do mundo e nem toda a gente precisa de ter preocupações com a ética e o desenvolvimento tecnológico. Para te provar que não sou antimicrosoft :), fica aqui a minha opinião de que não gosto do facto de por exemplo não existirem mais alternativas tão apelativas como o Apache em termos de webserver. Fico contente pelo facto de o Apache sendo melhor estar a dar uma ratada no IIS e impedir mais um triunfo do marketing mas gostaria que existissem mais boas alternativas e que o mercado não estivesse tão viciado em apache.

    Fica bem!
    JP
    Re:coelho (Pontos:1)
    por mrmv em 07-08-03 15:22 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    Percebo o teu desabafo, mas está muito biased (é pelo menos a minha opinião). Em relação à IBM acredita, atitude louvável ? só a brincar, estás a falar de uma empresa como a MS a Sony a Nokia a Sun a Oracle, etc. cujos objectivos são iguais... (lamento decepcionar-te). Mas se pensares um pouco foi a MS que fez mais pelo PC que qualquer outra empresa, embora possa concordar que muita coisa aconteceu, boa e má, e que o software muito tem evoluído desde esses tempos. Lembras-te do preço do PC IBM (e de outros fabricantes IBM era um "pouco" mais caro)nessa altura ? olha hoje um PC com caracteristicas de topo a custar 500 USD, e acredita que a MS tem uma quota parte nisto.

    Hoje a realidade é outra, e eles vão ter de se adaptar (como a sony num exemplo já dado por outra pessoa), mas a vida é assim.

    "As pessoas têm direito a escolha mas essa escolha está condicionada a partida quando uma das possíveis escolhas esta muito mais acessível do que as outras."

    Estás errado, acreditas mesmo nisso, se utilizasses o windows não ias escolher o software que utilizas? então porque achas que com os outros é diferente?

    Infelizmente o poder das grandes empresas é algo que dificulta o aparecimento de novos players que cresçam rapidamente e se tornem grandes, isso é verdade mas é assim em todas as industrias. Mas repara na diferença entre a IBM e a MS a MS está lutar com toda a força para continuar a convençer os utilizadores que tem melhores produtos e não ser apeada do lugar que tem, a IBM deixou-se acomodar e ultrapassar. Se a MS se acomodar acredita que a mudança acontece mesmo sendo dificil e lenta, mas olha que como já demonstrou várias vezes estes tipos são muitos mais rápidos a reagir que a IBM foi, enfim that's life.

    Fica bem

    "Never interrupt your enemy when he is making a mistake." Napoleon Bonaparte
    Re: questões (Pontos:1)
    por ncs em 07-08-03 14:08 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Na sequencia do teu comentário, lembro-me que a Sony saíu com um Video gravador que tinha uma tecnologia que se chamava Beta(max (?)) que até era melhor que a VHS, mas que não teve "muito" sucesso - penso que foi por eles não a quererem abrir a outras marcas.

    E já agora, para mim, uma coisa que limita de alguma forma a escolha de um carro é não trazer de base auto-rádio, alarme e ar condicionado. Por acaso os carros alemães costumam trazer de base auto-rádios ponto azul. E os franceses trazem auto-rádios da "própria" marca. Será que isso são práticas monopolistas ? Devo deixar de comprar carros alemães ou franceses por causa disso ?

    Cumps,
    Re: questões (Pontos:2)
    por jazzy em 07-08-03 14:17 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://www.gildot.org
    E os franceses trazem auto-rádios da "própria" marca.
    Inside info: os auto-rádios que mencionas são (quase) todos fabricados nas mesmas linhas de produção, ponto azul incluidos.


    Jazzy
    Re: questões (Pontos:1)
    por ncs em 07-08-03 15:38 GMT (#28)
    (Utilizador Info)
    Pois, então mais razão me dás: o monopólio ainda é maior ;-)
    Coitadas das marcas que costumam ser instaladas pós venda (Clarion, Alpine e outras menos conhecidas). Quem é que as defende ? Ainda por cima quando têm oficinas de montagem que geralmente percebem pouco do que estão a fazer, deixando os clientes mal servidos.
    Cumps,
    Re: questões (Pontos:2)
    por jazzy em 07-08-03 16:48 GMT (#31)
    (Utilizador Info) http://www.gildot.org
    Pois, então mais razão me dás: o monopólio ainda é maior
    Primeiro, eu nunca te disse que não tinhas razão: apenas fiz este comentário para adicionar informação lateral - já agora, a fábrica é cá em PT.

    Segundo, no caso dos auto-rádios, a situação do mercado anda MUITO longe de se poder chamar monopólio da empresa A ou da empresa B.

    Ainda por cima quando têm oficinas de montagem que geralmente percebem pouco do que estão a fazer, deixando os clientes mal servidos.
    Então é obrigação deles investirem para melhorar a rede de instaladores autorizados (pressupondo que há um certo nível de exigência na atribuição do "título" de instalador autorizado), por forma a aumentarem o grau de satisfação dos seus clientes.


    Jazzy
    Re: questões (Pontos:1)
    por mrmv em 07-08-03 14:58 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    Exacto e quem resolveu o "problema" foi o mercado não os governos...
    "Never interrupt your enemy when he is making a mistake." Napoleon Bonaparte
    Re:coelho (Pontos:2)
    por racme em 07-08-03 15:02 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://www.linuxjournal.com/
    Se calhar é preferivel abolir todo o chamado midleware dos so's e deixar florescer empresas para criarem o seu negócio com a oportunidade se lhes seria oferecida, e depois como as empresas não vivem do ar, teriamos de pagar por essas peças de software.

    Se a comissao europeia decidiu tomar iniciativa foi porque recebeu queixas nesse sentido e apos investigar verificou que existem algumas questoes a resolver por parte da Microsoft no que concerne a praticas monopolistas no segmento audio video.
    O que dizes e' q nao ves qualquer problema na continua disponibilizacao de um player de Audio/Video juntamente com o Sistema Operativo, o que nao implica que outros pensem do mesmo modo, nomeadamente empresas concorrentes que se sentem prejudicadas, neste caso REal Audio, e Apple. Do mesmo modo que deu como correctas as pretensas da Oracle e da Sun para que a Microsoft disponibiliza/se parte do codigo de determinadas areas dos seus servidores.

    Comparar uma distribuicao de linux com o Microsoft Windows e' ridiculo, nao tao pelo simples facto de qualquer distribuicao de linux oferecer a possibilidade de *NAO* instalares determinado software. Ja para nao referir que infelizmente representam um nicho de mercado reduzido. Claramente o que o comissario Europeu Mario Monti pretende ver alterado no Microsoft Windows, disponibilizado no Continente Europeu, a possibilidade de instalar ou nao o Microsoft Media Player.

    Se calhar é preferivel abolir todo o chamado midleware dos so's e deixar florescer empresas para criarem o seu negócio com a oportunidade se lhes seria oferecida, e depois como as empresas não vivem do ar, teriamos de pagar por essas peças de software.

    Nao e' nenhuma novidade e penso ser do conhecimento geral que muitas empresas ja o fazem ha muito, especializando/se em areas de negocio, software e tecnologias especificas. E muitas ja faliram e fecharam, como o exemplo da Netscape que tantos semelhancas tem, com este caso.


    Make World; Not War;
    Re:coelho (Pontos:2)
    por leitao em 07-08-03 15:59 GMT (#30)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Se a comissao europeia decidiu tomar iniciativa foi porque recebeu queixas nesse sentido e apos investigar verificou que existem algumas questoes a resolver por parte da Microsoft no que concerne a praticas monopolistas no segmento audio video.

    Queixas ? Quais queixas ? Foi um processo que comecou e acabou no Mario Monti -- le os jornais pa'.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:coelho (Pontos:4, Interessante)
    por racme em 07-08-03 19:16 GMT (#34)
    (Utilizador Info) http://www.linuxjournal.com/
    Se a comissao europeia decidiu tomar iniciativa foi porque recebeu queixas nesse sentido e apos investigar verificou que existem algumas questoes a resolver por parte da Microsoft no que concerne a praticas monopolistas no segmento audio video.

    A Comissao Europeia ja anda a investigar a Microsoft a' sensivelmente 4/5 anos, desde a altura em que o Departamento de Justica Americano decidiu iniciar as investigoes sobre as praticas comerciais da Microsoft.

    Queixas ? Quais queixas ? Foi um processo que comecou e acabou no Mario Monti -- le os jornais pa'.

    Aqui o pa, SedTFG e acha que para ti, um home dos solaris e dos jabas, nao vai ser dificil compreender o que e' uma queixa do que nao e'.

    a) American software giant Microsoft faces anti-trust action by the European Union (EU) following a complaint by Sun Microsystems that the company engaged in discriminatory licensing and refused to supply essential information on its Windows operating system.

    The latest case is the third action brought against Microsoft in Europe. It follows investigations in February, when it was alleged that Microsoft abused its dominant share in desktop computer operating systems with the launch of its Windows 2000 software in the server market. That action was taken on the European Commission's own initiative, but was supported by Microsoft's rivals who presented evidence.


    b)The European Commission's decision comes at the end of nearly two years of deliberation following a complaint to the European Union originally made by Sun Microsystems Inc. (Mountain View, Calif.) in December 1998. The Commission said that Sun alleged that Microsoft breached European Union antitrust rules by engaging in discriminatory licensing and by refusing to supply essential information about its Windows operating systems to allow Sun to write server software.

    According to the European Commission, Microsoft's dominance of the operating system market means that computer users would be obliged to use Windows server software if they wanted to achieve full interoperability, unless Microsoft made information about interfaces available.


    c)The latest complaint by Microsoft's rivals is being put together by the Computer and Communications Industry Association (CCIA), a coalition that includes Nokia Corp., Kodak Co., Fujitsu Ltd., Sun Microsystems, AOL Time Warner and Oracle. The legal complaint asks European regulators to prevent Microsoft from extending its Windows market dominance into new markets.

    The CCIA's legal complain was filed in Brussels on January 31st, and is a legal strategy to complicate Microsoft's plan to settle a series of European antitrust allegations that are still pending. The CCIA is pushing for European regulators to force Microsoft to remove music, video and Internet-surfing aspects of Windows in the European market.

    The complaint goes onto allege that Microsoft's Windows XP operating system constitutes a new threat to competition, particularly in the fields of mobile communications, digital music, video distribution and Web services. The complaint also says Microsoft market dominant Office software suite is designed in a manner that makes it difficult for customers to use non-Windows programs, including Linux and Apple-based software.


    se o teu ponto e', de que foi a comissao europeia quem iniciou as investigacoes e nao queixas de empressas concorrentes, e que perde todo o credito por ser uma batalha pessoal do Mario Monti.
    E' um argumento que cai pela base e o qual acho completamente ridiculo.
    A comissao europeia tem o direito e o dever de realizar investigacoes quando bem entender. E' o mesmo que dizer que a PJ so pode investigar quando recebe uma denuncia.


    Underlining the importance of the case, Mario Monti, Commissioner in charge of competition within the European Union, said, "Effective protection of copyrights and patents is most important for technological progress. However, we will not tolerate the extension of existing dominance into adjacent markets through the leveraging of market power by anticompetitive means and under the pretext of copyright protection. All companies that want to do business in the European Union must play by its antitrust rules, and I'm determined to act for their rigorous enforcement."


    Claro que e' facil agora dizer q a EU ou o Mario Monti estao contra a Microsoft e que o M Monti e' um linux extremista fanatico a mando da FSF europe.
    Quem deviamos criticar e' a Microsoft pois passaram quase 4 anos desde que a EU comecou a transparecer para a opiniao publica que esta empressa violava regras e praticas comerciais no Espaco europeu e o que se viu foi que pouco se importaram, nao seguindo recomendacoes de entao que agora se agravaram e transformaram em punicoes e proibicoes.




    Make World; Not War;
    Re:coelho (Pontos:2)
    por leitao em 08-08-03 0:49 GMT (#36)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    As queixas de que falas partiram precisamente, e originaram, no processo de anti-trust Americano. Foram "importadas" pelo Mario Monti para o dominio Europeu, nao sao nada de novo nem originais.

    Sugiro uma leitura detalhada do caso da GE & Honeywell (onde o Monti basicamente f*deu as hipoteses da Europa ter uma estructura de anti-trust que colabore com os USA), e o que a Forbes tem a dizer sobre o caso Microsoft vs Monti e sobre o caracter do senhor Mario.

    Se isto nao te abrir os olhos, nao sei o que o podera' fazer.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:coelho (Pontos:1)
    por mrmv em 08-08-03 9:06 GMT (#39)
    (Utilizador Info)
    Acho delicioso este tipo de afirmação,

    "In announcing the charges, Monti said in statement, "We are determined to ensure that the final outcome of this case is to the benefit of
    innovation and consumers alike."

    Se não formos ingénuos percebemos que ninguém está muito preocupado com a inovação muito menos com os consumidores, mas tão somente com os interesses de muitos gigantes que querem ajuda de secretaria em vez de lutarem no mercado pelos clientes...


    "Never interrupt your enemy when he is making a mistake." Napoleon Bonaparte
    Re:coelho (Pontos:2)
    por racme em 08-08-03 13:39 GMT (#41)
    (Utilizador Info) http://www.linuxjournal.com/
    Sugiro uma leitura detalhada do caso da GE & Honeywell (onde o Monti basicamente f*deu as hipoteses da Europa ter uma estructura de anti-trust que colabore com os USA), e o que a Forbes tem a dizer sobre o caso Microsoft vs Monti e sobre o caracter do senhor Mario.

    A tua posicao e' a mesma da Microsoft que tenta passar para a opiniao publica que isto e' uma QUEST pessoal do Senhor M Monti, o que e' prefeitamente errado. Mas deixame que te diga, ja nao e' a primeira vez, no caso da Honeywell tentaram o mesmo argumento e que o senhor Monti ia paga-las, que iam correr com ele do Poder, que era uma afronta ao poder de uma empressa WorldWide, e o blabla do lobby do costume. A verdade e' q volvidos 3 anos o senhor Monti continua no poder, e da honey well o maximo que conseguem no espaco Europeu e' meter produtos no AKI
    E advinha la como e' que decorreu esse processo? Tas a ver como sabes, apos uma denuncia de uma empressa de UK, a ROver sobre os possiveis prejuizos da parceria GE/HW para os construtores europeus de motores de aeronaves.
    ps: qt a honeywell tou a ser ironico :)

    E acrescento essa posicao da Microsoft, nao e' nova, tentaram fazer o mesmo com o DOJ quem nao se lembra da serie de juizes que analisou o caso US vs M$ ? e tudo por culpa de quem? Dos advogados da M$ que sempre alegaram, que os juizes nao estavam a par da tarefa, ou que eram proponentes e consideravam o caso M$ como uma batalha pessoal, o que tavam a mando de empresas concorrentes, etc etc.

    A realidade e', a comissao europeia faz 4/5 anos que analisa as praticas comercias e os produtos da M$ no espaco europeu. Sobre a ultima "directiva", que nao foi mais do que um novo chamar de atencao e o dar uma nova opurtunidade a' M$ nesta semana, sobre 2 aspectos do seu software, audio/video e acesso ao codigo de areas de interoperabilidade com outras arquitecturas dos servidores da M$ resultaram de QUEIXAS por parte de empressas concorrentes como a REalaudio, a APPLE a Sun e a ORACLE, respectivamente.

    E queres tu querer que a M$ vai acatar e vai tomar medidas e anunciar a nao inclusao do Media player ou algo parecido, e abertura para com as questoes da Sun e da interligacao com outros servidores, que tanto interessa ao projecto SAmba, ja na proxima semana? Alias, eles ja vieram a publico dizer que aceitam as recomendacoes e estao a levar muito a serio as preocupacoes da UE.

    Se isto nao te abrir os olhos, nao sei o que o podera' fazer.

    Tentas sempre passar ataques pessoais subtis nos comentarios que fazes, na expectativa de atingir algo ou alguem, nao pelo simples facto de nao ter paciencia ou pachorra para tal, mas porque eu a ti ja te conheco, e bem:) Mas e' bom ver q volvidos estes 3 anos continuas o mesmo leitao. E eu com a mesma disposicao para te responder, nem que para tal tenha de repetir, por outras palavras o que penso, sem ser necessario abrir os olhos a ninguem.



    Make World; Not War;
    Re:coelho (Pontos:1)
    por mrmv em 08-08-03 8:58 GMT (#38)
    (Utilizador Info)
    "Comparar uma distribuicao de linux com o Microsoft Windows e' ridiculo, nao tao pelo simples facto de qualquer distribuicao de linux oferecer a possibilidade de *NAO* instalares determinado software."

    Falas do quê do SP1 do XP? É a única situação mas parece-me legitimo, mas mais uma vez só os poderá prejudicar a eles, mas é uma decisão de negócio pura. De resto não tens mais nenhuma situação em que o sistema não permita a instalação de software ou o utilizador não tenha controlo sobre o mesmo.

    "Ja para nao referir que infelizmente representam um nicho de mercado reduzido. "

    Não percebo o argumento.

    "Claramente o que o comissario Europeu Mario Monti pretende ver alterado no Microsoft Windows, disponibilizado no Continente Europeu, a possibilidade de instalar ou nao o Microsoft Media Player."

    Não meu amigo o que está a contecer é que as empresas todas que vês nessa lista de queixosos, está com medo porque começa a ver o PC a fazer muitas das coisas que hoje em dia representam uma fatia do seu negócio e começam a perceber os riscos que essa evolução pode ter no seu negócio...

    "Nao e' nenhuma novidade e penso ser do conhecimento geral que muitas empresas ja o fazem ha muito, especializando/se em areas de negocio, software e tecnologias especificas. E muitas ja faliram e fecharam, como o exemplo da Netscape que tantos semelhancas tem, com este caso."

    A questão não é essa, esse é o espaço (acrescentar valor) que muitas das empresas preenchem ou podem preencher, a questão é se isso deve ser feito por decreto...


    "Never interrupt your enemy when he is making a mistake." Napoleon Bonaparte
    Re:coelho (Pontos:2)
    por racme em 08-08-03 14:27 GMT (#43)
    (Utilizador Info) http://www.linuxjournal.com/
    "Comparar uma distribuicao de linux com o Microsoft Windows e' ridiculo, nao tao pelo simples facto de qualquer distribuicao de linux oferecer a possibilidade de *NAO* instalares determinado software."

    Falas do quê do SP1 do XP? É a única situação mas parece-me legitimo, mas mais uma vez só os poderá prejudicar a eles, mas é uma decisão de negócio pura. De resto não tens mais nenhuma situação em que o sistema não permita a instalação de software ou o utilizador não tenha controlo sobre o mesmo.


    Falo da comparacao que tu fizeste que qualquer bundle de software linux aka Distro esta' no mesmo pe' de comparacao do Microsfot Windows XP por exemplo. No que concerne ao facto de vir com o xine e ou mplayer ja instalados. O que e' totalmente errado pois, salvo raras excepcoes (live CDs, mini-distros,etc) o utilizador *TEM* sempre a possibilidade de nao instalar pacotes de software que vem juntamente com os CDs de instalacao que adquiriu ou a ISO que descarregou. Ou os sistemas operativos baseados em BSDs, nem mesmo o Openssh e o Perl de outrora ja sao passiveis da sua nao instalacao.

    "Ja para nao referir que infelizmente representam um nicho de mercado reduzido. "

    Não percebo o argumento.


    E este argumento, a ameaca de um produto quer benefica quer malefica e' tanto maior quanto maior for o alvo de consumidores atingidos.


    "Nao e' nenhuma novidade e penso ser do conhecimento geral que muitas empresas ja o fazem ha muito, especializando/se em areas de negocio, software e tecnologias especificas. E muitas ja faliram e fecharam, como o exemplo da Netscape que tantos semelhancas tem, com este caso."

    A questão não é essa, esse é o espaço (acrescentar valor) que muitas das empresas preenchem ou podem preencher, a questão é se isso deve ser feito por decreto...


    A questao e' mesmo essa, a que apresentei e a sobre a qual tu mostraste relutancia,

    "Mas quer dizer que existem empresas que apenas se especializam em determinada area de negocio? OMG! mundo cruel. Porque raio ninguem me avisou sobre isso.."

    Passando o termo comparativo para a realidade portuguesa, tens assim a fabrica de sapatos que so faz sapatos.
    Se a tua empresa em cada par de sapatos juntar um par de meias e obrigar o comprador dos sapatos a tambem levar o par de meias, so estas a prejudicar o negocio daqueles que so produzem meias.
    Se essa empresa de sapatos tiver o monopolio dos sapatos e dos pontos de distribuicao, e' claro que as empresas de meias nao vao gostar.

    O que e' claramente semelhante a ter um Sistema Operativo com um componente instalado por defeito nao dando a opcao da sua nao instalacao.

    E a mais valia que falas, nao deve ser em promocoes, ou software GRATIS que se possa juntar ao "pacote", mas sim mais valias na prevencao e na qualidade do produto oferecido. Isto e', quando adquires um _Sistema Operativo_ Microsoft Windows, devias ter a garantia que estas a adquirir um produto que nao 'e passivel de falha ser exploitado, rootado, ser usado como arma para prepetuar ataques a outras maquinas, etc e isso claramente nao acontece. Ai' sim, e' que se deviam traduzir as mais valias, na qualidade e na seguranca do produto oferecido.


    Make World; Not War;
    Re:coelho (Pontos:1)
    por mrmv em 08-08-03 15:11 GMT (#44)
    (Utilizador Info)
    Claramente temos visões diferentes... Mas já agora faz-me um favor compara os produtos da ms hoje do ponto de vista de robustez, qualidade, e segurança com os seus produtos à uns anos atrás, muito têm melhorado e tu nem estás a pensar na diversidade que estes tipos têm de gerir. Se continuares a considerar que a qualidade, segurança e robustez têm diminuido é só por desconhecimento e desactualização.
    "Never interrupt your enemy when he is making a mistake." Napoleon Bonaparte
    Re:coelho (Pontos:1)
    por mrmv em 08-08-03 15:51 GMT (#45)
    (Utilizador Info)
    Mas já agora deixa-me acrescentar que andamos aqui a discutir Windows/Linux/MS e na minha opinião este caso na sua essência não tem nada a ver com a ms ou Windows, porque se o marketshare fosse doutro as razões não seriam provavelmente as mesmas mas iriam aparecer as mesmas empresas a queixarem-se... e a pedir protecção.
    "Never interrupt your enemy when he is making a mistake." Napoleon Bonaparte
    Um problema sério chamado Windows Media (Pontos:5, Informativo)
    por joaorf em 07-08-03 13:56 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    O problema do Windows Media foi bem abordado há uns tempos aqui no Gildot.
    Aqui vai o excerto relevante:
    O Windows Media é um dos mais poderosos cavalos de batalha da Microsoft para conquistar mercado ao Linux a nível de servidores, e impedir que o Linux cresça a nível desktop. E poucas são, ainda, as pessoas que se aperceberam disto. A explicação é a seguinte: o principal concorrente da Microsoft nesta área é a Real Networks. A Real fabrica o famoso Real Player (agora Real One), assim como o Real Server, Real Producer, Streaming Proxy, etc. Apesar do protocolo Real Audio/Video ser proprietário e secreto tal como o Windows Media, a Real faz servidores para Linux, Solaris e outros Unixes. Para além de servidores, a Real mostrou preocupação em fazer, também, clientes para Linux, Solaris, HP-UX e diversos outros Unixes (assim como para Macintosh). Ao oferecer o servidor de streaming media com os seus Windows 2000 Server (e superiores) e ao incluir o Media Player juntamente com todos os Windows, a Microsoft quer cativar as estações de rádio, televisão e sites para trocarem o Real Media, o MP3 e o Quicktime por Windows Media. Os proprietários dos sites ficam seduzidos com a ideia de o servidor de Windows Media ser "grátis" (esquecendo-se, obviamente, que uma licença do Windows 2000 Server custa mais de 1000 Euros) e assim, aos poucos, a Microsoft vai consolidando a sua posição no mercado dos servidores.

    Como é óbvio, o objectivo da Microsoft aqui não é ganhar dinheiro com a venda de servidores de streaming media, já que estes são incluídos com as versões servidor do Windows. O mercado do streaming media não é objectivo em si, mas apenas um meio. O objectivo é vender servidores Windows e, ao mesmo tempo, dificultar a eventual posterior migração desses servidores para Linux ou Solaris (simplesmente porque não existem servidores de Windows Media para estes SOs). E é também para dificultar a adopção do Linux no desktop: se um utilizador estiver habituado a escutar rádio com Windows Media, e não o conseguir fazer em Linux, terá mais uma razão para utilizar Windows. E o utilizador leigo vai acabar por culpar o Linux por "nem sequer ter software para ouvir aquela emissão"...

    Qual é a atitude que um utilizador Linux consciente deve tomar, então? Obviamente evitar, ao máximo, utilizar Windows Media. E escrever para os sites que disponibilizam conteúdo em Windows Media e que não dão uma alternativa aos utilizadores Linux (por ex., Real Media, MP3, Ogg Vorbis, etc.) a reclamar que não consegue aceder a esse conteúdo e sugerindo que o site disponibilize conteúdo nos formatos suportados em Linux (enumerando aqueles atrás mencionados).

    Desde que o texto acima foi publicado, surgiu uma novidade: a Real Networks lançou o Helix Universal Server, um servidor capaz de servir streams de Windows Media (e também de Quicktime). Agora já é possível ter um Linux a servir Windows Media.
    Mas, e aqui é que se mantém o lock ao Windows, encoder de Windows Media só existe o da Microsoft (que, obviamente, só corre em Windows).

    Outra novidade, foi que a Real criou a Helix Community, um projecto análogo ao Mozilla e OpenOffice, que abriu grande parte do código do seu server, encoder e player. Os codecs RealVideo e RealAudio mantêm-se fechados porque contêm código de outras empresas (Sony, por ex.) que não estão interessadas que o seu código seja aberto. Mesmo assim, prevê-se que abertura do código dos codecs possa acontecer num futuro não muito distante.

    Neste momento, Real/Helix é a única plataforma de streaming media em que tudo a seguir é verdadeiro:

    1. Streaming server em Linux (e FreeBSD, Solaris e Windows)
    2. Encoder em Linux (e FreeBSD, Solaris e Windows)
    3. Players em Linux (incluindo arquitecturas Alpha, PowerPC e IA32), assim como diversos outros Unix: Solaris, IRIX, AIX, Mac OS X; e sistemas portáteis como Nokia 7650, Nokia Communicator, PocketPC.
    4. Suporte para SMIL no server e nos players

    Re:Um problema sério chamado Windows Media (Pontos:1)
    por skizofrenik em 07-08-03 22:40 GMT (#35)
    (Utilizador Info) http://skizofrenik.homedns.org
    A propósito do Helix Universal Server..

    Tirando a versão Basic que está limitada a um output de 1 Megabit (8 utilizadores máximo!?) as restantes versões tem um preço á volta de $1,999.95 para a versão Standard, $5,879 para a versão Enterprise, $8,399 para a versão Internet e ainda a versão Mobile cujo preço não está disponível.

    Segundo o teu preço de referência para o Windows 2000 server, a versão minimamente aceitável do Hélix custa sensivelmente o dobro!

    "Give blood! 8 billion mosquitos cant be wrong"


    Re:Um problema sério chamado Windows Media (Pontos:2, Esclarecedor)
    por coder em 08-08-03 14:03 GMT (#42)
    (Utilizador Info)
    o preço não é o único critério para a escolha de uma tecnologia...
    quem tiver a correr o Windows Media Services 8, para poder fazer upgrade para a versão 9 precisa de fazer upgrade do sistema operativo, para o Windows 2003!!
    além disso, um só Helix Server num Linux pode servir streams de Real Media, Windows Media, Quicktime, MP3, e MPEG-4.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]