gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Os Chineses Já Voam!
Contribuído por joao em 07-12-02 12:17
do departamento voos-rasantes
News jorgelaranjo escreve " Segundo a Sic Online "A China pretende apresentar, com pompa e circunstância, por altura do Ano Novo, um comboio comercial que bateu o recorde mundial de velocidade: mais de 400 quilómetros por hora."
Segundo a mesma fonte "o Maglev vai ligar o aeroporto de Pudong, em Xangai, ao centro financeiro dessa cidade." podendo ainda atingir "mais de 400 quilómetros por hora.".
Pelos visto o dito comboio funciona "num sistema de levitação magnética"
O resto do artigo pode ser lido aqui "

MP3 online - Quem ? | Agora nós tambem vendemos software!  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • jorgelaranjo
  • Sic Online
  • aqui
  • Mais acerca News
  • Também por joao
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Não é novidade... (Pontos:1)
    por tourt em 07-12-02 12:38 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Anos atrás na revista QUO, foi apresentado um modelo de comboio japonês que tinha o mesmo tipo de carril e de funcionamento (magnetismo), que pretendia ligar as 2 maiores cidades japonesas em 1 hora e 30 minutos. Fui ver a página e o comboio é muito parecido ao modelo mostrado na revista.

    Agora, segundo a notícia, pode ser uma versão melhorada do japonês.

    Uma coisa é certa: ainda nos falta muito para Portugal ter um daqueles.


    Cumprimentos
    Artur Martins
    "Em tempos de crise, a imaginação e' mais u'til que o conhecimento." - Albert Einstein.
    Re:Não é novidade... (Pontos:2)
    por Branc0 em 07-12-02 15:33 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    Para que é que queres ter uma coisa daquelas em Portugal? De Lisboa ao Porto perdias mais tempo na travagem e na aceleração do que na viagem.


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:Não é novidade... (Pontos:3, Interessante)
    por MacLeod em 07-12-02 21:20 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    Não é verdade. Aqueles comboios aceleram até aos 300 Km/h em apenas 5 km. Em 10 km já vão na velocidade de ponta. Em comparação, o comboio alemão de alta velocidade ICE demora 30 km a chegar aos 300 km/h. E para travar também não é precisa uma grande distância, pois o Maglev pode utilizar dois sistemas de travagem: electromagnético e aerodinâmico (do género destes).

    Uma outra vantagem é que é um meio tremendamente económico (e ecológico). Devido ao baixo atrito da levitação, a energia que é fornecida pela linha para por o comboio a andar é a mesma que é absorvida quando se usa o sistema electromagnético para travar. Assim, se não houvesse atrito (e fosse um processo adiabático ;-) ) , a energia consumida pelo comboio durante a viagem era zero. Os únicos custos de operação viram da linha em si, pois é necessário manter os imanes supercondutores a muito baixas temperaturas.

    Com o maglev, Lisboa Porto (contando com os tempos de travagem e aceleração e sem paragens) ficaria em cerca de 40 min.

    Re:Não é novidade... (Pontos:2)
    por cgd em 09-12-02 11:47 GMT (#16)
    (Utilizador Info)

    isso é o mesmo que se dizia sobre os vôos lisboa-porto, and yet...


    -- carlos

    Re:Não é novidade... (Pontos:1)
    por gabriel em 10-12-02 11:16 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    Porque não uma linha de alta velocidade entre Faro e Caminha? Só Porto e Lisboa é que precisam de uma ligação rápida?

    --
    Sic transit gloria mundi

    Re:Não é novidade... (Pontos:4, Interessante)
    por MacLeod em 07-12-02 21:06 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    É novidade. Vai ser a primeira aplicação comercial de um comboio de levitação magnética. O que viste foi um modelo, isto é a realidade. O projecto na China já tinha sido iniciado em 1999, e agora chega à fase final.

    Não é uma versão melhorada do Japonês. Este comboio é o da Transrapid, uma empresa alemã que é pioneira no Maglev. Os japoneses têm vindo desde os anos setenta a desenvolver um comboio semelhante, mas concorrente aos da Transrapid. Na realidade, em termos de velocidade o japonês é hoje cerca de 50 Km/h mais rápido. Mas os alemães com esta iniciativa na China tomam a dianteira em termos de implementações.

    É pena que falte muito para Portugal ter um daqueles. Especialmente agora que estamos finalmente para construir uma linha de alta velocidade entre Lisboa e Porto. Em vez de investir na tecnologia ultrapassada do TGV (que em termos comerciais remonta aos anos 70), os governantes portugueses bem que podiam dar um passo em frente e investir numa tecnologia de futuro. A questão de fundo é: os maglevs ainda não estão vocacionados para viagens de longo curso (são optimizados para trajectos urbanos); o seu uso comercial só vai começar agora; e será que compensa o elevado custo face ao TGV? São as perguntas com que temos de nos debater. É obvio que para nós é muito mais bonito termos um maglev, não só em termos práticos (as duas cidades ficariam muito mais próximas) mas como em termos de desenvolvimento da nossa industria (uma obra de engenharia daquela envergadura traria mais postos de trabalho, e um conhecimento técnico unico no mundo).

    Re:Não é novidade... (Pontos:2, Engraçado)
    por tOkIo em 08-12-02 13:10 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Eu nao estou a imaginar os nossos "inginheiros" a conseguirem projectar uma linha de futuro,quando nao conseguem projectar uma do passado ...
    __tOkIo
    weee (Pontos:3, Engraçado)
    por tOkIo em 07-12-02 13:56 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Já estou a imaginar os chinas a porem a cabeça fora da janela e a ficarem com os olhos em bico!
    [esta foi mt seca ... mas nao resisti]
    __tOkIo
    Preço do bilhete (Pontos:0, Informativo)
    por Anonimo Cobarde em 07-12-02 14:46 GMT (#3)
    Li num artigo qualquer que o preço do bilhete podia chegar aos 6 euros e qualquer coisa.. um pouco caro parece-me..
    Re:Preço do bilhete (Pontos:1)
    por mar_ori em 07-12-02 16:41 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Não me parece. De Lisboa ao Porto pagas entre 11 e 15 eurose demoras um pouco mais. Imagina-te a fazer esse percurso em menos de uma hora, com mais conforto e pagar 6 euros. Eu não achava caro.
    Re:Preço do bilhete (Pontos:0, Informativo)
    por Anonimo Cobarde em 07-12-02 17:20 GMT (#6)
    já encontrei, li aqui:

    http://www.digito.pt/tecnologia/8231.html
    afinal são apenas 30 kilómetros em 7 minutos :-|

    Re:Preço do bilhete (Pontos:2)
    por Gimp em 09-12-02 10:53 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    30km em 7mins? É muito tempo. Os kamikazes de Paris que se metem a fazer 200km/h (ou mais) com as motos em hora de ponta se montassem lá estaminé de táxi faziam concorrência desleal ao dito cujo :-).


    "No comments"

    Re:Preço do bilhete (Pontos:0, Informativo)
    por Anonimo Cobarde em 07-12-02 18:24 GMT (#7)
    Boas.

    De Lisboa ao Porto pagas entre 18 euros e 27.40 euros, no Alfa Pendular (preços)

    E não é muito caro, poderia é ser mais rápido. Não o é porque a linha não foi totalmente renovada, e pq se insiste em renovar em vez de construir de novo, ao lado, em sitio melhor. E pq para este comboio se tornar viável financeiramente (coisa que começa a importar, visto que a CP vai ser a próxima PORTUGAL TELECOM a ser vendida...) é preciso mesmo parar em todas as estações e apeadeiros... :->

    O maglev ( e a tecnologia associada ao maglev, que podem consultar aqui) já existe à algum tempo, e possui vantagens ENORMES em relação à tecnologia usada por exemplo pelo TGV, pelo ICE ou pelo Shinkansen no Japão.

    Em Portugal não se adoptou essa tecnologia devido ao facto da França pressionar os governos europeus a implementarem versões semelhantes do seu TGV, o que até certo ponto faz sentido, devido à necessidade de interoperabilidade entre redes, mas por outro lado não faz sentido nenhum pq leva os estados a aplicarem hoje tecnologias com limitações num futuro próximo ( é o mesmo que pensar agora em criar um novo operador GSM, *gasp*..... ).

    Portugal sempre poderia ter pensado no maglev, que sairia mais barato, seria mais rápido e traria beneficios em muitos níveis, mas enfim, vai agora estoirar rios de dinheiro no TGV e na publicidade necessária para tapar os ouvidos devido ao barulho do TVG ( sim, o TGV não vai passar a 200Km's em Vila Franca de Xira, ehehe... ).

    <redscythe> Olha, foi um país comunista a investir em novas tecnologias... ena! </redscythe>

    A tecnologia TGV é neste momento de inferior qualidade para HST (High Speed Trains), visto que para velocidades comerciais acima dos 350Km/h torna-se demasiado cara, e hoje em dia os comboios para singrarem nas viagens de longo/médio curso precisam de ser mesmo rápidos, para concorrerem com os aviões, ou mesmo os automóveis.
    Para velocidades elevadas ( o TGV já deu cerca de 525Km/h, mas a sua velocidade comercial anda por volta dos 250Km/h ) os comboios tipo TGV possuem problemas como o tempo de aceleração, o tempo de paragem, a mecânica devido à fricção dos materiais, com os tuneis (um comboio não pressurizado não pode entrar num tunel a grande velocidade), com elevações, com o ruido elevado, e com as curvas ( a 500Km/h uma curva ocupa mesmo demasiados km's. Os alemães e os italianos resolveram mais ou menos o problema com um sistema pendular, um truque fisico para enganar as curvas...), problemas estes que o maglev não possui. :-)

    @791, Nbk

    P.s. - O site da Transrapid explica tudo.


    Re:Preço do bilhete (Pontos:2)
    por MacLeod em 07-12-02 21:27 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Os alemães e os italianos resolveram mais ou menos o problema com um sistema pendular, um truque fisico para enganar as curvas...), problemas estes que o maglev não possui. :-)

    Se já andaste no Eurostar Italia (os tais comboios pendulares) deves ter reparado que são iguais aos nossos alfa pendular. E em Itália andam quase sempre em velocidades na ordem dos 220 km/h. Em Portugal anda a cerca de 160 km/h. Isto devido às linhas, dizem. Ora se não querem gastar dinheiro com a linha de alta velocidade, porque não fazer um upgradezito às linhas (que pelo que me consta, é muito mais simples e rápido de fazer do que uma linha nova).

    Em relação ao que dizes sobre o Maglev concordo, é pena que ainda andemos a reboque dos franceses e do TGV deles.

    Re:Preço do bilhete (Pontos:2)
    por Astrónomo em 08-12-02 22:00 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    O melhoramento da linha do Norte começou no início dos anos 90. Tem sido, quase todo ele, financiado a 80% pela União Europeia. Quando for concluído, o tempo de viagem será de 2h40. O que é, convenhamos, muito mau tendo em conta a velocidade máxima dos comboios...

    Porque é que tem demorado tanto tempo? Fazer obras numa linha de grande tráfego como é a linha do Norte é complicado. Tem que ser feito durante a noite, durante poucas horas, ou cortando uma linha e passando os dois sentidos a fazerem-se pela mesma linha... É muito mais rápido fazer uma linha nova de raíz do que melhorar uma existente.

    ----
    aqui porque não deves utilizar IE, Outlook, Windows Media e Messenger.

    Re:Preço do bilhete (Pontos:2)
    por raxx7 em 10-12-02 1:00 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://raxx7.no.sapo.pt/
    Pois, o problema é onde é que a vais pôr. Cresceu muita coisa à volta da linha do Norte, a CP não tem onde a pôr senão onde estava.

    Remember to be the Killer, not the Victim! (Nuklear Girl)
    Re:Preço do bilhete (Pontos:2)
    por Astrónomo em 08-12-02 22:07 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    E pq para este comboio se tornar viável financeiramente (coisa que começa a importar, visto que a CP vai ser a próxima PORTUGAL TELECOM a ser vendida...) é preciso mesmo parar em todas as estações e apeadeiros...
    Não é verdade. Um Alfa entre Lisboa e Porto que só pare em Coimbra é mais rentável do que um que pare em Aveiro, Pombal, Santarém. Porquê? Porque um passageiro que vai de Lisboa a Santarém tira o lugar a um passageiro que vai para o Porto. E como a probabilidade de haver quem vá para o Porto é maior em Santa Apolónia do que em Santarém, é provável que o lugar vá desocupado de Santarém até ao Porto, perdendo a CP dinheiro.

    O grande problema dos Alfa Pendular da CP é serem comboios com um número fixo de carruagens (8, penso eu). É um problema de concepção que os torna menos rentáveis do que poderiam ser.

    ----
    aqui porque não deves utilizar IE, Outlook, Windows Media e Messenger.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]