gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
TCPA/Palladium e perda de Liberdade/Privacidade
Contribuído por ajc em 26-09-02 21:38
do departamento someone-must-stop-them
Big Brother is watching you quantic_oscillation escreve "Penso que nunca se debateu a fundo aqui no Gildot o MONSTRUOSO projecto Palladium que a MONOPOLISTA m$ com a ajuda das multinacionais de entretenimento/música e com os já habituais amigalhaços, os fabricantes de processadores Intel e agora também a AMD se preparam para nos retirarem grande parte se não toda a Liberdade/Privacidade que até agora tinhamos.
Liberdade e Privacidade essas que nos permitiam usar-mos os sistemas operativos e aplicações que melhor nos servissem, mas isso começa a tornar-se apenas uma lembrança do passado caso o projecto big brother "Palladium" vá para a frente, pelo menos de acordo com os diversos artigos que tenho lido.
Gostava que debatessemos todos aqui neste forum livre que é o Gildot as preocupações expressas nos artigos que passo a enumerar, bem como o que deve a UE fazer e principalmente Portugal para se defender de tamanho ataque. "
A UE para não variar e como em muitos casos como o da defesa é completamente dependente dos EUA e é por isso que a micro$oft é tão poderosa aqui em Portugal como no resto da UE, por exemplo, queremos um processador para um PC, precisamos do "amigo" americano, queremos uma placa gráfica, o processador é made in USA, eventualmente temos uns da SIS, e por aí fora.

Penso que até à uns anos atrás, nao sei se continuam a desenvolvê-lo, cientistas/engenheiros Russos, desenvolviam um CPU poderosissímo, o ElBrus, por acaso se é que existe acasos nestas situações, um dos principais engenheiros desse processador foi para a Intel, tempos depois a Intel punha cá fora o Pentium II, O ElBrus era superior na altura a qualquer CPU da Intel. Porque carga d'água é que na UE não fazem o mesmo que os EUA, ou seja, usam a Inteligência que cá temos para nos desenvolvermos e não ficarmos à espera de que outros nos resolvam os problemas, nem que para isso tenhamos que ir buscar engenheiros a outros países fora da UE.

Cá vão os diversos artigos:

0. TCPA / Palladium Frequently Asked Questions - "There are many other possibilities. Governments will be able to arrange things so that all Word documents created on civil servants' PCs are `born classified' and can't be leaked electronically to journalists.(...)There will be remote censorship: the mechanisms designed to delete pirated music under remote control may be used to delete documents that a court (or a software company) has decided are offensive - this could be anything from pornography to writings that criticise political leaders. Software companies can also make it harder for you to switch to their competitors' products; for example, Word could encrypt all your documents using keys that only Microsoft products have access to; this would mean that you could only read them using Microsoft products, not with any competing word processor."

1.The Stuckist Net - what is your post- Palladium future? - "Well, we now see that the Pigopolists intend to restrict the open protocols of the Internet. If there was any doubt, it should finally have been dispelled on Friday, as Thomas C Greene reported in Media giants demand ISPs block Web sites."

2.Told You So - "I wrote of a rumor that Microsoft wanted to replace TCP/IP with a proprietary protocol -- a protocol owned by Microsoft."

3.The Death of TCP/IP - "The wonder of all these Internet security problems is that they are continually labeled as "e-mail viruses" or "Internet worms," rather than the more correct designation of "Windows viruses" or "Microsoft Outlook viruses."

4. MS Palladium protects IT vendors, not you - paper - "Aside from providing the music business with workable DRM, it would also allow software companies to lock in their users. The more Palladium/ TCPA-enabled apps there are, the more this will be the case, and it will also have the tendency to favour existing players while locking out new entrants." "TCPA could also, as argued here the other day, undermine the GPL."

5.A clear and present danger - "If the U.S. government were truly interested in preserving the nation's security, there would be tanks, soldiers, and flame- throwers encircling the Microsoft Corporation at this very minute, and not to guard the place, either. "There is evidence to suggest that Microsoft's infamous lack of security is deliberate -- there to create a problem which the company would then fix through proprietary protocols, which would in effect give it control of the Internet."

6.Lobbying for insecurity - "Anything which encourages the use or development of proprietary systems that are difficult to certify for even the most basic levels of security creates additional risk to computer systems; reducing government support for security development for any widely-available and widely-used operating system creates additional risk; and suppressing the development of a competitor's secure software on the basis of market concerns creates a security risk for your customers as well as your competitor's customers."

7. CPRM on ATA - Full Coverage

8.Palladium: Now AMD joins the party (Friday, September 20/2002) - mais um ataque, talvez a estocada final, na privacidade e liberdades, com os agradecimentos dos srs da INTEL, AMD e m$ - "Advanced Micro Devices will include Microsoft's Palladium "trusted" - - meaning Microsoft-approved software only -- support in its next generation of chips, according to published reports. The Opteron chip, to be released in 2003, will refuse to run applications or display content that has not been digitally signed by Microsoft or one if its designees. This, Microsoft says, will increase security. Certainly it will increase the security of Microsoft Corporation and its shareholders."

9.CBDTPA is hand-in-glove with new Microsoft patent (05 May 2002) - agora até se legisla nos EUA para proteger os interesses da micro$oft - "Additionally, the Microsoft patent provides for processors that would run only Microsoft software, and then only under the control of Microsoft. The Hollings bill, S. 2048, would provide criminal penalties for that which Microsoft's patent seeks to prevent technologically."

10.Sen. Fritz Hollings' Consumer Broadband and Digital Television Promotion Act -a legislação para a CBDTPA.

11.The Swedes discover Lotus Notes has key escrow!- um artigo que demonstra bem a necessidade dos países usarem "Software Livre"para se protegerem - "The article describes the reaction when various people in the Swedish government learned that the Lotus Notes system they were using includes key escrow. They were apparently unaware of this until Notes was in use by thousands of people in government and industry."

Tendo em conta tudo isto, gostava imenso de ler as vossas opiniões sobre este assunto.

Obrigado

quantic_oscillation "

rsa-labs rc5-64 : o fim | Controlo de downloads  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Intel
  • ElBrus
  • TCPA / Palladium Frequently Asked Questions
  • The Stuckist Net - what is your post- Palladium future?
  • Told You So
  • The Death of TCP/IP
  • MS Palladium protects IT vendors, not you - paper
  • as argued here the other day
  • A clear and present danger
  • Lobbying for insecurity
  • CPRM on ATA - Full Coverage
  • Palladium: Now AMD joins the party (Friday, September 20/2002)
  • CBDTPA is hand-in-glove with new Microsoft patent (05 May 2002)
  • Sen. Fritz Hollings' Consumer Broadband and Digital Television Promotion Act
  • The Swedes discover Lotus Notes has key escrow!
  • "Software Livre"
  • quantic_oscillation
  • Gildot
  • Palladium que a MONOPOLISTA m$
  • Intel
  • AMD
  • Gildot
  • Mais acerca Big Brother is watching you
  • Também por ajc
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Pregar aos peixes (Pontos:2)
    por Astrónomo em 26-09-02 22:12 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Louvo a tua preocupação. E são questões sem dúvida preocupantes.
    Mas qualquer mudança que desafio o poder do oligopólio Microsoft tem que ser feita a nível político. A sensibilização dos consumidores tem resultados praticamente nulos. A título exemplificativo veja-se a percentagem de visitantes do Gildot que utilizam Internet Explorer:
    • Junho: 35%
    • Julho: 33%
    • Agosto: 32%
    • Setembro: 36%
    E isto depois de ter sido discutida aqui porque não se devia utilizar este browser!

    O IE é um exemplo muito específico, mas é demonstrativo de como é impossível vencer o Espírito de Manada. E agora que a administração Bush deu rédea solta à Microsoft para esta abusar da sua posição dominante e passarem a incluir no Windows todo o software que lhe apeteça, é que já não há hipótese alguma. Atentem bem nas minhas palavras: o Linux não tem futuro. E nada como o Gildot para perceber isto.

    ----
    aqui porque não deves utilizar IE, Outlook, Windows Media e Messenger.

    Re:Pregar aos peixes (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 26-09-02 23:08 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    "Futuro" e "quota de mercado" são coisas bem diferentes.

    Se há realmente uma ameaça ao Linux (tanto no sentido de sobrevivência, como no sentido de impedir o crescimento), não é o Windows ou qualquer outro produto / software de qualquer empresa. É, sim, o lobbying feito pela Microsoft junto dos governos para proibir software "não aprovado" (leia-se "não Microsoft" ou pelo menos "não de grandes empresas, não closed source").

    Não imaginam um papalvo como o Bush a acreditar que a única maneira de combater o terrorismo é usar apenas produtos de uma "grande empresa americana" chamada Microsoft, e proibir alternativas?

    Ridículo? Talvez. Por agora. Espero que continue a ser ridículo por muito tempo...


    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes
    Re:Pregar aos peixes (Pontos:1)
    por Montanelas em 27-09-02 10:44 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://www.war-zone.net/news.asp
    Quando os Republicanos forem substituídos pelos Democratas, pode ser que as coisas mudem...

    Mas com um sistema eleitoral com dois séculos de vigência, fica difícil, principalmente depois da fraude que aconteceu na Florida...
    Re:Pregar aos peixes (Pontos:2)
    por ribeiro em 27-09-02 10:44 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://ruka12.tripod.com
    Temos de ver que muita gente com vários browsers identificam-se como Opera. Eu próprio andava assim, até ver o artigo referido. No entanto, existem alguns sites que "cismam" com a identificação Opera.
    Curiosamente, em Windows não consigo visitar o site do Hotmail com o Opera (para se a minha namorada tem alguma oferta de emprego)
    O Opera em Linux já dá para ir ao hotmail, mas aparece sempre um ecran a dizer que tenho de realizar o download do IE. (embora funcione perfeitamente com o Opera)
    E depois falemos do julgamento de monopolio. Já que nos USA, decidamente não vão prejudicar um simbolo do poderio americano, que tal realizar um julgamento na Europa?
    Abraços,
    Rui
    --
    Re:Pregar aos peixes (Pontos:2)
    por ribeiro em 27-09-02 10:46 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://ruka12.tripod.com
    eh, obviamente que onde escrevi que vários browsers se identificam como Opera, queria era escrever como IE.
    --
    Re:Pregar aos peixes (Pontos:0, Lança-chamas)
    por henrique em 27-09-02 18:01 GMT (#33)
    (Utilizador Info)
    A identifação 'IE' do Opera pode enganar a maioria dos sites, mas não engana o software de análise de logs. Isto porque, mesmo quando o Opera se identifica como IE, o User-Agent é:

    Mozilla/4.0 (compatible; MSIE 5.0; Windows XP) Opera 6.03 [en]

    Como podes ver, a palavra "Opera" continua lá. Conclusão: os nabos que visitam o Gildot com IE estão mesmo a usar IE.

    O Hotmail é um nojo de serviço. Já por seu turno, a Netscape oferece uma caixa com acesso IMAP e web! Tenta arranjar outro serviço gratuito deste nível...

    Re:Pregar aos peixes (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 27-09-02 13:36 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    Apesar de este AC ser um pouco rude e sarcástico para o meu gosto, ele tem alguma razão - o Hotmail é de longe o PIOR webmail que existe.

    Se queres um realmente bom, tenta o http://www.myrealbox.com. Se queres um "fácil de dizer verbalmente a outras pessoas", o http://mail.yahoo.com é uma boa hipótese.

    O Hotmail, além de lento e de ter manias "ie-only" (se bem que, depois dos avisos, acaba por funcionar em outros browsers), é o webmail mais spammado de todos.

    Experimenta: cria uma nova conta no Hotmail, não dês o endereço a NINGUÉM, e volta lá uma semana depois. Dezenas de mails de spam? Pois é...


    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes
    Re:Pregar aos peixes (Pontos:1)
    por Montanelas em 27-09-02 13:48 GMT (#25)
    (Utilizador Info) http://www.war-zone.net/news.asp
    Não, não é. Eu tenho Hotmail, e não recebo spam algum. E não dei o endereço a ninguém. :P

    Tenho o Hotmail apenas para ter acesso ao passport, para assim poder jogar Age of Empires 2: The Conquerors Expansion na Zone.com e para aceder ao site dos MCPs...
    Re:Pregar aos peixes (Pontos:2)
    por ribeiro em 27-09-02 14:07 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://ruka12.tripod.com
    eh, eu não tenho conta no dark empire. A minha namorada é que tem, e como ela está desempregada, sou eu que o tenho de ler.
    --
    Interface do hotmail (Pontos:2)
    por MacLeod em 28-09-02 11:21 GMT (#35)
    (Utilizador Info)
    Não tenho conta no hotmail, logo não posso verificar esse aspecto do SPAM. Mas do que vi do interface, pareceu-me muito bom. Para além de ser mais bonito que a maioria dos webmails ;) O interface do hotmail é muito funcional, não se pode negar.

    Já alguma vez viste o webmail da netcabo? Isso sim é que é uma bosta. Cerca de 40% das vezes apanha-se com um "ASP Error" sem razão aparente. O menu lateral está mal feito e em certos browsers ou resoluções não aparece todo, para não falar de quando começa a abrir vários menus na mesma página. E na versão 4.xx do Netscape nem dá para ver o link do logout!

    Não sejam maus... (Pontos:0, Engraçado)
    por Anonimo Cobarde em 26-09-02 22:35 GMT (#2)
    ...o logo da janela do windows é tão fofinho !!
    Re:Não sejam maus... (Pontos:1, Despropositado)
    por Dehumanizer em 26-09-02 23:03 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Tou... pouco... me... lixando. :)

    (sim, eu sei que estavas a brincar, e eu também estou)


    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes
    Descredito. (Pontos:3, Interessante)
    por leitao em 26-09-02 23:22 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Pegaste num argumento valido, e num assunto interessanto (tanto em implicacoes politicas como economicas) e descreditaste tudo o que tenhas a dizer com a frase:

    A UE para não variar e como em muitos casos como o da defesa é completamente dependente dos EUA e é por isso que a micro$oft é tão poderosa aqui em Portugal como no resto da UE, por exemplo, queremos um processador para um PC, precisamos do "amigo" americano, queremos uma placa gráfica, o processador é made in USA, eventualmente temos uns da SIS, e por aí fora.

    Com isto arrumaste com qualquer duvida que eu poderia ter que talvez fosses escrever algo com um sentido racional do problema. A razao porque "a placa grafica" vem dos USA bem como o processador e' porque os USA sao a potencia dominante em IT. Por outro lado a Europa (neste caso, o UK) tem, por exemplo, a ARM que virtualmente controla o mercado dos processadores para aplicacoes moveis (telemoveis, PDA's, etc.). Tem a ver com os mercados... percebes ? Nao tem nada a ver com uma conspiracao "dos amigos americanos".


    "The Hog is Saint and Sinner and right up front!"

    Re:Descredito. (Pontos:1)
    por Montanelas em 27-09-02 13:45 GMT (#24)
    (Utilizador Info) http://www.war-zone.net/news.asp
    Se assim fosse a Nokia não estava onde já está, nem a Sony tinha chegado onde chegou... :P
    Opressão! (Pontos:3, Interessante)
    por CrLf em 27-09-02 0:35 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Se o Palladium realmente fosse implementado sem haver maneira de o desligar (o que não acredito que aconteça visto o barulho que foi gerado por exemplo em torno do serial number do PIII) acho que não demoraria muito tempo até se descobrir o mundo maravilhoso dos ferros de soldar.

    Impedir os utilizadores de fazerem o que quiserem com os seus PC's é mandar uma facada num mercado já de si estagnado. Desenganem-se aqueles que pensam que a MS não ganhou a sua popularidade à custa da pirataria. Desenganem-se aqueles que pensam que toda a gente iria pagar pelo Office. O Palladium é mais uma manobra de marketing e intimidação por parte da MS que (e eles sabem-no bem) não interessa nem ao menino Jesus. Se eles realmente estivessem interessados em cortar a alegria dos piratas não fariam sistemas ridículos de protecção anti-cópia como fazem.
    O mesmo talvez não se possa dizer de elementos duvidosos como a RIAA ou a MPAA cujo autismo não lhes permite ver que a opressão não conquista clientes.

    Isto também pode ser visto por outra perspectiva. A Intel e AMD lançam processadores que implementam estes esquemas de protecção para os ignorantes e depois usam o argumento da liberdade para vender outros modelos.

    Mas isto não é tudo mau, um esquema de assinatura de aplicações ou documentos permitiria às empresas controlar o que corre nas suas máquinas. Algo deste género até poderia ser positivo nestas situações caso se pudesse controlar que assinaturas são válidas (mas aí voltamos ao "se não pudesse ser desligado"). Agora um sistema geral controlado pela MS e criaturas afins é totalmente "evil".

    Isto faz lembrar vagamente os mod-chips para as consolas.

    -- Carlos Rodrigues
    Pode bem ser o suicido da M$... a ver vamos... (Pontos:3, Interessante)
    por Psiwar em 27-09-02 1:03 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Este é de facto é um tema muito importante para o futuro da informática e com muitas implicações politicas, económicas e sociais. Realmente já diziam os especialistas em conspiração que o julgamento da M$ nos U$A era uma elaborada novela, com o objectivo de iludir o pessoal e fingir que o governo americano andava contra o monópolio da M$ quando de facto quem ganha com esse monopólio são os próprios federales...

    No entanto, semelhante opressão e perda de privacidade, irá chamar a atenção do Joe User. Até ele irá perceber o atentado à liberdade que é o DRM (Digital Rights Management) e o Palladium. E quando isso acontecer, atenção que podemos vir a assistir a uma revolução...

    Quando soube que a AMD também ia suportar o DRM/Palladium fiquei um bocado chocado... É que de repente pareceu que nunca mais iamos poder fazer upgrades aos nossos Linux. Eventualmente sem upgrades seria a extinção... ou será que não? Não iria isto forçar uma Europa ou uma Ásia adormecidas, a avançar para a frente com projectos próprios? Não iria isto cortar à força (se calhar a única maneira) os laços de depência com a M$/U$A?

    Depois vi que afinal... a AMD ia suportar o DRM/Palladium porque não se podia dar ao luxo de perder a quota do mercado mas que no entanto, iria continuar a produzir processadores sem DRM. O que por sua vez força a Intel a fazer o mesmo... e que por sua vez deixa M$ isolada com o seu Palladium... E com as distribuições Linux a ficar cada vez mais user friendly... you get the picture.

    E se o governo americano forçar o sector privado a só produzir hardware com DRM, irá levar à situação descrita anteriormente... onde irá surgir um contra-movimento na Europa/Ásia e podemos finalmente ver o fim do monópolio.
    Re:Pode bem ser o suicido da M$... a ver vamos... (Pontos:2)
    por raxx7 em 27-09-02 14:40 GMT (#29)
    (Utilizador Info) http://raxx7.no.sapo.pt/

    E se o governo americano forçar o sector privado a só produzir hardware com DRM, irá levar à situação descrita anteriormente... onde irá surgir um contra-movimento na Europa/Ásia e podemos finalmente ver o fim do monópolio.

    Não tenhas dúvidas. E se essa situação surgisse, o movimento iria ser apoiado por capitais privados americanos. Porque há lá muitos empresários que se estão a cagar para o DRM e não vão querer perder dinheiro.

    Remember to be the Killer, not the Victim! (Nuklear Girl)
    Bla, bla, bla... (Pontos:4, Esclarecedor)
    por raxx7 em 27-09-02 5:25 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://raxx7.no.sapo.pt/
    Acho isso tudo um monte de palermices, escritas por pessoas que não entendem 3 coisas simples:
    • O problema do "trustable system".
    • O facto que ninguém vai fazer um PC/OS que limite seriamente aquilo que podes fazer com ele, enquanto houver alternativas disponiveis.
    • O valor da interligação entre sistemas e a diversidade de sistemas que compõem a Internet.
    Há anos que há quem queira substituir o TCP/IP por alternativas melhores. Mas o resultado tem sido nulo. O valor da possibilidade de interligação tem-se sobreposto a quaisquer vantagens que possam ter. Para outro protocolo poder substituir o TCP/IP, teria de ser adoptado em larga escal. E não só pelos Desktops e Servers que correm Windows, mas também Desktops & Servers & Routers que por ai andam e que correm Linux/*BSD/*nix/IOS/etc/etc.
    Mas a maioria dos service providers só vai adoptar o novo protocolo quando houver pressão para isso. E só vai deixar de suportar TCP/IP quando o número de ultilizadores deixar de o justificar. E é por isto que o IPv6 continua a ser um brinquedo. E o IPv6 é um standard, aberto, grátis para quem quiser implementar, com muitos apoios. Que hipóteses é que um protocolo proprietário tem, mesmo se fosse da todo-poderosa Microsoft? A Microsoft gostaria desse cenário, mas sabe que não tem hipótese. O mais provável é continuar a fazer o que têm feito: implementar protolos/extensões proprietárias na camada seguinte. Não se safam com um TCP/MS, mas muito provavelmente safam-se com protocolos de autenticação proprietários e etc.

    Ninguém vai arriscar um sistema que deixe os utlizadores fazer menos que antes. Os PCs actuais ainda estão carregados de retro-compatibilidade. Isso não vai mudar. Se não conseguirem correr lá o software actual, e ouvir os MP3 que têm, os utlizadores não o vão adoptar. E vão ter escolhas. Nem que fiquem com o WindowsXP até que mudem para Linux ou a Microsoft mude de ideias. E não vai ser o hardware que vai salvar o dia, porque ai há concorrência e os fabricantes sabem que no dia em que decidirem fazer hardware que só suporte Palladium, o mais provável era perderem para os que decidirem não o fazer.

    E temos sempre o problema do "trustable system". Tem de haver sempre uma raiz de confiança. E não creio que seja possivel tornar o PC que está em casa dos utilizadores uma raiz de confiança perante outras entidades. Isto porque toda a informação está lá no PC e o utilizador tem de ter acesso a ela. Por exemplo, podemos ter os ficheiros de música crifrados e não os poderes copiar para outro PC. Mas, para eles serem úteis, o sistema vai ter de ter a possibilidade de os decifrar. E essa informação decifrada vai eventualmente chegar ao utlizador. O que é que o impede de fazer cópias da informação decifrada?
    A não ser que deixássemos de ter PCs para ter caixas blindadas sem saidas digitais em casa -- e podes sempre agarrar num maçarico ou contentar-te com as saidas analógicas -- isto é um problema sem solução.

    A minha opinião sobre o Palladium é que é aquilo que a Microsoft diz que é: um sistema no qual se establecem relações de confiança entre os componentes do sistema (hardware e software) e em que o acesso à informação está dependente dessas relações, não apenas dos controlos de acesso clássicos.
    Podes correr software que não seja de confiança, mas podes, por exemplo, impedir que ele leia as passwords e cookies que o browser guarda.

    Remember to be the Killer, not the Victim! (Nuklear Girl)

    Microsoft e Segurança (Pontos:1)
    por Montanelas em 27-09-02 10:41 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://www.war-zone.net/news.asp
    8.Palladium: Now AMD joins the party (Friday, September 20/2002) - mais um ataque, talvez a estocada final, na privacidade e liberdades, com os agradecimentos dos srs da INTEL, AMD e m$ - "Advanced Micro Devices will include Microsoft's Palladium "trusted" - - meaning Microsoft-approved software only -- support in its next generation of chips, according to published reports. The Opteron chip, to be released in 2003, will refuse to run applications or display content that has not been digitally signed by Microsoft or one if its designees. This, Microsoft says, will increase security. Certainly it will increase the security of Microsoft Corporation and its shareholders."



    A Microsoft desde a saída da gama de S.O. Win2K, que tem feito um esforço "notável" ao nível da segurança, estabilidade e robustez.

    De facto, com o novo Windows é possível actualmente até fazer coisas que dantes só com os serviços de directórios da concorrência eram possíveis, se é que já não os ultrapassaram...

    De todos os trechos que li, o que mais me interessou, e que eu acredito que seja implantado como feature na nova versão do Win.NET, é a obrigatoriedade por parte da M$, de assinatura digital de todo o software, por forma a este correr nos seus futuros S.O..

    Todavia, e para quem conhece "um cadito" o Win2K como eu, lembro que já existe uma funcionalidade de segurança que permite a instalação de "drivers digitally signed by M$", caso o administrador do sistema o deseje. O que, IMHO, deve sempre fazer. O mesmo se passará com o Software, mais cedo ou mais tarde. Agora se isso evita as viroses M$, meus caros amigos, isso é outra história!!! >:D

    No Linux, tal não é nem desejável nem provável, pois a filosofia de código aberto assenta na confiança mútua e no espírito de entre-ajuda.

    Lembrem-se que há muitos interesses em jogo, e que cada corporação tem a sua estratégia delineada.
    A M$ tem na nova HP um aliado de peso.
    A Dell vai esticar-se no futuro nos canais de retalhistas e nos servidores.
    A Intel quer defender-se dos ataques da AMD e esta consolidar a sua posição.
    A IBM e a Oracle, estão empenhadas em usar o Linux como arma de arremesso por forma a liquidar a M$ no mercado dos servidores de aplicações críticas que necessitem de SGBDR...
    A SUN quer rendibilizar o S.O., mas cobra pelo seu Solaris para PC, erro crasso em minha opinião.
    E a comunidade Linux, nomeadamente as distribuidoras, como irão reagir?

    BTW, uma pergunta: é verdade que o Linux não suporta dispositivos USB?
    Re:Microsoft e Segurança (Pontos:1)
    por Sub em 27-09-02 10:54 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    é mentira. o Linux suporta há muito tempo dispositivos USB.
    Re:Microsoft e Segurança (Pontos:3, Esclarecedor)
    por BlueNote em 27-09-02 12:09 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Todavia, e para quem conhece "um cadito" o Win2K como eu, lembro que já existe uma funcionalidade de segurança que permite a instalação de "drivers digitally signed by M$", caso o administrador do sistema o deseje. O que, IMHO, deve sempre fazer.

    E depois tentas instalar a actualização do driver da tua impressora HP, ou da tua placa gráfica, e não consegues... boa decisão dude!

    Re:Microsoft e Segurança (Pontos:1)
    por Montanelas em 27-09-02 13:43 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://www.war-zone.net/news.asp
    Eu disse "drivers digitally signed". Mudas para ignore e viras o bico ao prego. Além disso a HP trabalha de perto com a M$. E os fabricantes de placas gráficas acredito que façam o mesmo. Como tal interessa-lhes ter os drivers assinados.

    Se for para milhares de máquinas, aí tens de ter garantias de que está tudo suportado.
    Re:Microsoft e Segurança (Pontos:2)
    por BlueNote em 27-09-02 14:36 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    Eu percebi de que falas. Mas o que é certo é que ainda não apanhei nada "digitally signed" e ainda à pouco tempo fiz uma ronda de updates...

    Há mais preocupação com isso nas assinaturas de rpm's do que em coisas para Windows!

    Re:Microsoft e Segurança II (Pontos:2)
    por BlueNote em 27-09-02 14:39 GMT (#28)
    (Utilizador Info)
    Há mais preocupação com isso nas assinaturas de rpm's do que em coisas para Windows

    Clarificando, o que eu quero dizer (antes que venham as flames) é que quem distribui rpms quase sempre os autentica com chaves PGP/GNUPG.

    Re:Microsoft e Segurança II (Pontos:1)
    por Montanelas em 27-09-02 17:31 GMT (#32)
    (Utilizador Info) http://www.war-zone.net/news.asp
    Resumindo, o problema está mais nos fabricantes que não querem autenticar/certificar os seus drivers... Eventualmente, não compensa financeiramente...
    usb (Pontos:2)
    por grumpy bulgarian em 27-09-02 16:19 GMT (#30)
    (Utilizador Info) http://10.10.11.2
    na realidade são os fabricantes de aparelhos USB que não suportam drivers para linux.


    Grumpy B)

    Re:usb (Pontos:1)
    por Montanelas em 27-09-02 17:29 GMT (#31)
    (Utilizador Info) http://www.war-zone.net/news.asp
    Hijos de Puta... >:
    Euro-chip? (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 27-09-02 10:55 GMT (#14)
    Porque é que a união europeia não cria um consorcio para criar processadores rivais ao x86?
    Automaticamente poderia garantir clientes atraves
    de todas as instituições governamentais da europa inteira. Espetava-se linux naquilo e siga...
    Re:Euro-chip? (Pontos:3, Redundante)
    por leitao em 27-09-02 11:26 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Porque é que a união europeia não cria um consorcio para criar processadores rivais ao x86? Automaticamente poderia garantir clientes atraves de todas as instituições governamentais da europa inteira. Espetava-se linux naquilo e siga...

    Simples, porque os burocratas na EU sao parvos mas nao sao estupidos.


    "The Hog is Saint and Sinner and right up front!"

    Re:Euro-chip? (Pontos:1)
    por xeon em 27-09-02 19:35 GMT (#34)
    (Utilizador Info) http://pthelp.org
    Errado.

    Sao buRRocratas, logo parvos E estupidos :-)

    Ma' linha de pensamento, leitao ...
    -- Reading the FM
    UE e privacidade (Pontos:0, Interessante)
    por Anonimo Cobarde em 28-09-02 12:57 GMT (#36)

    O que a UE tem feito em termos de privacidade são coisas muito mas muito piores do que a Microsoft!

    E quem quiser saber do que estou a falar que consulte algumas notícias publicadas no Indymedia português [ 1 | 2 | 3 ], que consulte a última versão actualizada da Directiva relativa à privacidade e às comunicações electrónicas aprovada pela UE ou ainda - e este documento é de especial interesse para quem consulta este site - o documento confidencial da Europol com a descrição pormenorizada do modo como esta quer que seja feita a vigilância das nossas comunicações electrónicas [ PDF | HTML ].

    --- Hackmeeting, próximos dias 4, 5 e 6 de Outubro em Madrid ---

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]