gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Se as portares eles virão!
Contribuído por AsHeS em 16-09-02 19:51
do departamento do-graveto-e-carcanhol
Linux CrLf escreve "Quantos de nós estariamos dispostos a pagar por software comercial se ao menos este fosse tão bom quanto a sua versão para Windows e não versões limitadas (quiçá wine-based) destinadas a simplesmente dizer "ei, nós suportamos Linux... eles é que são reles e não compram!"? É o que se pode ler neste artigo no linuxlaboratory.org. [fonte: slashdot] "

RedHat: KDE & GNOME & Aposta no Desktop | Smileys fazem 20 anos :-)  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • gildot
  • CrLf
  • artigo
  • linuxlaboratory.org
  • slashdot
  • Mais acerca Linux
  • Também por AsHeS
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Qual é a dúvida? (Pontos:2)
    por Psiwar em 16-09-02 20:29 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Qual é o impeditivo de se pagar por software de qualidade superior, com excelente suporte e a correr no melhor SO do mercado, se for necessário para o dia a dia de trabalho?

    Ou de repente deixavam de usar o Apache (por exemplo) se ele fosse um produto pago?

    Desde que o software seja open-source e para linux, é uma questão de avaliar as necessidades e fazer a melhor opção... mesmo se esta for a pagar.
    Re:Qual é a dúvida? (Pontos:2)
    por Branc0 em 16-09-02 20:49 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    Ou de repente deixavam de usar o Apache (por exemplo) se ele fosse um produto pago?

    Duvidas que perdia cota de mercado?


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:Qual é a dúvida? (Pontos:2)
    por Psiwar em 16-09-02 21:07 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Sem dúvida, e?

    Grátis é grátis. Agora se um produto melhor justificar o pagamento, porque não? Assim estás a passar a mensagem que o Apache só se safa porque é gratuito. O que não é verdade.

    Lembra-te que se as coisas aparecem feitas é porque alguém as faz. E esse alguém precisa de $$$ para poder viver a sua vida. Claro que ainda sobra muito espaço para projectos cooperativos (como é o caso Apache) mas não se pode generalizar e exigir tudo grátis.

    Por exemplo. O pessoal do MySQL fez 5 milhões de dólares o ano passado. E que eu saiba nem eu, nem tu, tivemos que pagar nada por usar o MySQL, pois não? É uma questão de planear bem o negócio e é possivel agradar a gregos e a troianos.
    Re:Qual é a dúvida? (Pontos:2)
    por leitao em 16-09-02 22:14 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Grátis é grátis. Agora se um produto melhor justificar o pagamento, porque não? Assim estás a passar a mensagem que o Apache só se safa porque é gratuito. O que não é verdade.

    Ajudei a fundar e trabalhei para uma empresa que desenvolve servidores web (entre outros produtos) comerciais. Posso-te dizer pela voz da experiencia que o custo representa 90% da escolha, seguido pela facto do Apache ser um software que (ao contrario de muitos produtos open-source) esta' bem documentado.

    Se achas que existem outros factores entao posso-te dizer que estas enganado.

    Por exemplo. O pessoal do MySQL fez 5 milhões de dólares o ano passado.

    Primeiro, nao sei onde foste buscar esses 5m USD, segundo -- lembra-te que a licenca do MySQL e' gratis para aplicacoes nao comerciais.


    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc

    Re:Qual é a dúvida? (Pontos:2)
    por jmce em 16-09-02 23:18 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://jmce.artenumerica.org/
    A questão das licenças do MySQL é diferente disso já há uns tempos. A licença do MySQL pode ser livre (e portanto, pode ser copiado gratuitamente) para qualquer uso da base da dados, comercial (por exemplo, montar um sistema de comércio electrónico para um cliente) ou não, excepto quando se pretende integrar o MySQL noutro produto e não se quer jogar com as regras do software livre no produto resultante. Nesse caso, ao jogar o jogo do software proprietário, paga-se o emprego do MySQL como com o software proprietário (e não grátis) "habitual": vai-se pelo caminho de outra licença.
    Re:Qual é a dúvida? (Pontos:2)
    por Branc0 em 17-09-02 8:57 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    Assim estás a passar a mensagem que o Apache só se safa porque é gratuito. O que não é verdade.

    Tens um problema de português... eu não disse nada disso, o que eu disse é que perdia cota de mercado.

    Logo... o Apache só tem a cota de mercado que tem porque é gratuito, se fosse a pagar não tinha a mesma cota de mercado, o que não implica que não se "safasse"


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:Qual é a dúvida? (Pontos:2)
    por humpback em 17-09-02 19:24 GMT (#32)
    (Utilizador Info)
    Se o preço da licença fosse 1 Euro por servidor os gajos faziam MUITO dinheiro e a cota de mercado nao baixava mais de 1%.


    Gustavo Felisberto
    72ef1d7183eb2ea89420b94c0cf3e1f1
    apt-get install anarchism

    Re:Qual é a dúvida? (Pontos:2)
    por Strange em 17-09-02 19:50 GMT (#33)
    (Utilizador Info) http://strange.nsk.no-ip.org/
    De todos os utilizadores de software livre, e de várias distribuições de (GNU/)Linux, *BSD, etc., quantos pensam que pagam pelo software, contribuem monetariamente, ou pagam pela caixinha bonita em vez de simplesmente fazerem o download?

    A situação tem vindo a melhor, mas duvido que esteja a 99%...

    hugs
    Strange

    Re:Qual é a dúvida? (Pontos:1)
    por humpback em 18-09-02 0:04 GMT (#39)
    (Utilizador Info)
    Vai ler o artigo antes de mandar bocas!

    Se depois de ler o artigo continuares com a tua pergunta......

    Gustavo Felisberto
    72ef1d7183eb2ea89420b94c0cf3e1f1
    apt-get install anarchism

    Depende de diversos factores... (Pontos:1)
    por Montanelas em 16-09-02 20:32 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.war-zone.net/news.asp
    Hoje em dia, o factor preço ainda que importante, não é tudo na hora de comprar software. A qualidade, desempenho, escalabilidade, usabilidade, robustez, estabilidade, fiabilidade e suporte técnico têm de ser tidas em conta. Pelo menos é o que as grandes multinacionais fazem...

    Quando houver um Linux simples de usar, reforçado por umas quantas aplicações decentes, eventualmente a maré poderá mudar mais depressa...

    Eu por mim, adorava que quem comercializa portáteis, desse a alternativa de escolher entre Windoze e Linux, com o devido suporte em termos de controladores de dispositivos... ;)
    Re:Depende de diversos factores... (Pontos:2)
    por Branc0 em 16-09-02 20:50 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    Eu por mim, adorava que quem comercializa portáteis, desse a alternativa de escolher entre Windoze e Linux, com o devido suporte em termos de controladores de dispositivos... ;)

    Eu já ficava contente se não me impingissem Windows...


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:Depende de diversos factores... (Pontos:1)
    por mar_ori em 17-09-02 20:41 GMT (#34)
    (Utilizador Info)
    airis
    vem sem sistema operativo :)
    Re:Depende de diversos factores... (Pontos:2)
    por leitao em 16-09-02 22:16 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Hoje em dia, o factor preço ainda que importante, não é tudo na hora de comprar software. A qualidade, desempenho, escalabilidade, usabilidade, robustez, estabilidade, fiabilidade e suporte técnico têm de ser tidas em conta. Pelo menos é o que as grandes multinacionais fazem...

    De facto o "preco" nao e' tudo -- mas acredita que o TCO (total cost of ownership) e'. E no caso do Linux o TCO pode ser muito alto para algumas organizacoes.


    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc

    Re:Depende de diversos factores... (Pontos:2)
    por mlopes em 17-09-02 9:55 GMT (#14)
    (Utilizador Info)

    E no caso do Linux o TCO pode ser muito alto para algumas organizacoes.

    Como tu mesmo costumas dizer, importas-te de explicar essa afirmação?


    If you don't have time to do it right, where are you going to find the time to do it over?

    Re:Depende de diversos factores... (Pontos:2)
    por leitao em 17-09-02 10:14 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Imagina uma organizacao onde toda a gente utiliza e tem formacao (formal ou informal) em produtos da M$ ou outros. Como o investimento na M$ (ou outros) ja' foi feito, a manutencao do sistema informatico (suporte+formacao) e' baixo.

    Se decidires utilizar outra plataforma (e.g., uma combinacao de Sun/Solaris+Linux) vais ter de re-investir na criacao da infraestructura bem como na formacao das pessoas. Uma visao simplista do TCO.


    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc

    Re:Depende de diversos factores... (Pontos:2)
    por leitao em 17-09-02 12:30 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Sim, mas se numa organização dessas os serviços de file sharing/printer sharing forem feitos com linux+samba, o fax server for um hylafax sobre linux, o web publishing na intranet for apache sobre linux mais webdav, etc, o TCO é muito inferior a implementar tudo isso com produtos proprietários...

    Estas a confundir o TCO com o custo inicial. O custo inicial seria de facto baixo -- mas se considerares, por exemplo, que uma solucao em M$ exige pessoas menos qualificadas (e salarios mais baixos) entao percebes que o TCO em muitos casos *e'* de facto mais baixo.


    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc

    Re:Depende de diversos factores... (Pontos:1)
    por ParadoXo em 17-09-02 13:13 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    uma solucao em M$ exige pessoas menos qualificadas (e salarios mais baixos)

    Sim, de facto não é necessário ser-se muito qualificado para dizer a um utilizador normal, que se o seu Window$ encravou ele tem de reiniciar o computador! :)

    Agora mais a sério, a qualificação é um pau de dois bicos, pois com a quantidade disparatada de cursos Window$ e afins, qualquer um se sente capaz de dominar a "coisa", e não é bem assim. Existe o factor risco, pois nem sempre tudo corre bem. E será que essas pessoas menos qualificadas têm capacidade de resposta perante essas situações? Ou vão fechar os olhos, carregar no botão e esperar que nada tenha corrido mal?

    Mesmo exigindo, vamos supor, "pessoas menos qualificadas (e salarios mais baixos)", o factor qualidade, não conta? E a segurança? Peço desculpa mas eu prezo muito as minhas horas de sono.
    Um exemplo um pouco levado ao extremo, vais dizer que gostavas de ter os teus dados bancários à guarda de sistemas window$, ainda por cima com a manutenção desses "menos qualificados".

    E são esses "menos qualificados" ou habilidosos, que depois se lançam a fazer trabalhinhos e que conseguem de facto contratos com empresas, porque não é necessário pagar tanto. E que depois à custa disso colocam em risco, por exemplo, os dados de utilizadores de serviços on-line.


    Cumprimentos.

    "In order to make an apple pie from scratch, you must first create the universe."
    Carl Sagan, Cosmos
    Re:Depende de diversos factores... (Pontos:2)
    por leitao em 17-09-02 13:55 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Agora mais a sério, a qualificação é um pau de dois bicos, pois com a quantidade disparatada de cursos Window$ e afins, qualquer um se sente capaz de dominar a "coisa", e não é bem assim. Existe o factor risco, pois nem sempre tudo corre bem. E será que essas pessoas menos qualificadas têm capacidade de resposta perante essas situações? Ou vão fechar os olhos, carregar no botão e esperar que nada tenha corrido mal?

    O factor risco para 75% das empresas (especialmente em .pt) e' negligivel. Pela simples razao de que a grande maioria dos sistemas destas empresas (PME's) nao sao "mission-critical". Um empresario muitas vezes prefere ter um sistema com 95% availability que custa x/2 do que um sistema com 99.9% que custa x*2! Ja' para nao referir o facto de que em .pt muitos dos processos de negocio se baseiam em fax'es e apertos de mao -- nao sao digitais.

    Mesmo exigindo, vamos supor, "pessoas menos qualificadas (e salarios mais baixos)", o factor qualidade, não conta? E a segurança? Peço desculpa mas eu prezo muito as minhas horas de sono.

    Novamente, em 75% dos casos o factor qualidade e seguranca e' menor. E' a realidade das empresas -- podes nao gostar disso, mas e' a realidade.

    Um exemplo um pouco levado ao extremo, vais dizer que gostavas de ter os teus dados bancários à guarda de sistemas window$, ainda por cima com a manutenção desses "menos qualificados".

    Claro que nao -- mas um banco cai nos tais 15% que de facto se preocupam com o facto seguranca e qualidade -- pela simples razao de que o negocio deles se resume a transaccoes digitais.


    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc

    Re:Depende de diversos factores... (Pontos:1)
    por ParadoXo em 17-09-02 14:59 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    O factor risco para 75% das empresas especialmente em .pt) e' negligivel.

    De facto não concordo, especialmente quando a produtividade e eficiência são factores importantes, e ainda mais quando .pt não está nada bem no que diz respeita a produtividade e eficiência.

    Na minha opinião não é necessário que um sistema tenha que ser "mission critical" para ser fiàvel, e cujo risco seja minimo. Quando adquiro algo espero que esse produto tenha qualidade, porque é que como o software tem de ser diferente?
    Porque é que tenho de aceitar que o empregado X não tenha terminado o relatório Y à hora Z, só porque aquilo hoje estava de mau humor e puff; bem vai ter de ficar para amanhã.

    Além disso, por exemplo, muitas oferecem serviços on-line, para os quais um utilizador normal tem de se registar, se o quiser é claro, e esse utilizador vai confiar que os seus dados vão estar seguros e até vai usar a password que usa frequentemente, estamos a falar de utilizadores normais, e como esse serviço foi feito por um habilidoso que acha que percebe de produtos window$, temos um grande buraco.

    E ainda temos o "advento" das lojas on-line, qualquer empresa (por exemplo PME's) quer vender os seus produtos, devo aceitar perder encomendas só porque o sistema pufff, foi-se.

    Novamente, em 75% dos casos o factor qualidade e seguranca e' menor. E' a realidade das empresas -- podes nao gostar disso, mas e' a realidade.

    Só porque é a "realidade" não quer dizer que não possamos tentar fazer algo para a mudar, além de que, pelo que sei, também as empresas (PME's) contratam outras empresas (gajos com cursecos sem formação que se fazem pagar muito bem), para tratar da "manutenção" dos windozes (dizer que se deve pagar mais X pela nova versão XPTO disto e daquilo e que já agora era bom ter mais aquilo porque até pode dar jeito e que eu gostei muito de brincar, mas que vai custar mais apesar de ser um bom "investimento").

    Sistemas window$ com 95% availability com que custos, x/2 é que não.
    Sinceramente, não estou a dizer que o caso em ".pt" não é como o descreves-te, mas mesmo em (PME's) preocupam-me, pois os meus dados são valiosos e não os quero dar a qualquer um! Também fazem parte da economia portuguesa e a falta de competitividade delas mexe com o meu bolso!

    Correcção provavelmente querias dizer que como em 75% das empresas não interessa o risco, 25% de facto interessa, ou existem 10% que eu desconheço.

    PS: Ja' para nao referir o facto de que em .pt muitos dos processos de negocio se baseiam em fax'es e apertos de mao -- nao sao digitais.
    É mais à base de altas jantaradas e algumas noitadas bem passadas :) Além disso se há apertos de mão então as transacções são "digitais" ;))


    Cumprimentos.

    "In order to make an apple pie from scratch, you must first create the universe."
    Carl Sagan, Cosmos
    Re:Depende de diversos factores... (Pontos:2)
    por leitao em 17-09-02 15:13 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    De facto não concordo, especialmente quando a produtividade e eficiência são factores importantes, e ainda mais quando .pt não está nada bem no que diz respeita a produtividade e eficiência.

    Sim -- mas garanto-te que nao e' devido ao OS que as empresas usam. Tem mais (muito mais) a ver com factores como burocracia, corrupcao, falta de "entrepreneurship", etc.

    Na minha opinião não é necessário que um sistema tenha que ser "mission critical" para ser fiàvel, e cujo risco seja minimo. Quando adquiro algo espero que esse produto tenha qualidade, porque é que como o software tem de ser diferente?

    Disseste tudo: na tua opiniao -- na opiniao de muita mais gente (e.g., empresarios) nao e' bem assim.

    Porque é que tenho de aceitar que o empregado X não tenha terminado o relatório Y à hora Z, só porque aquilo hoje estava de mau humor e puff; bem vai ter de ficar para amanhã.

    Ja' ouviste dizer que "o material tem sempre razao" ? A culpa nao e' do Word ou Excel, tem sim a ver com a falta de productividade, o que nos leva 'a minha explicacao acima.

    Além disso, por exemplo, muitas oferecem serviços on-line, para os quais um utilizador normal tem de se registar, se o quiser é claro, e esse utilizador vai confiar que os seus dados vão estar seguros e até vai usar a password que usa frequentemente, estamos a falar de utilizadores normais, e como esse serviço foi feito por um habilidoso que acha que percebe de produtos window$, temos um grande buraco.

    Voltamos ao factor risco -- um empresario prefere correr um risco maior a metade do custo. E' a natureza da economia (excepto em casos de "mission critical").

    Só porque é a "realidade" não quer dizer que não possamos tentar fazer algo para a mudar, além de que, pelo que sei, também as empresas (PME's) contratam outras empresas (gajos com cursecos sem formação que se fazem pagar muito bem), para tratar da "manutenção" dos windozes (dizer que se deve pagar mais X pela nova versão XPTO disto e daquilo e que já agora era bom ter mais aquilo porque até pode dar jeito e que eu gostei muito de brincar, mas que vai custar mais apesar de ser um bom "investimento").

    Claro que podes tentar alterar a realidade -- os outros e' que podem nao aceitar a tua visao da realidade. Experimenta ir explicar isso a um empresario e vez qual e' a resposta.

    Sistemas window$ com 95% availability com que custos, x/2 é que não.

    Porque nao ? Nunca viste servidores a correr W$ com disponibilidades de 99% ? Eu ja' -- e' comum (99.9% talvez nao excepto com custos grandes).

    Sinceramente, não estou a dizer que o caso em ".pt" não é como o descreves-te, mas mesmo em (PME's) preocupam-me, pois os meus dados são valiosos e não os quero dar a qualquer um! Também fazem parte da economia portuguesa e a falta de competitividade delas mexe com o meu bolso!

    Sem duvida -- a falta de competitividade e eficiencia afecta toda a gente. Mas acredita que a solucao para os problemas do pais nao passam por sistemas operativos.

    Regards,


    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc

    Re:Depende de diversos factores... (Pontos:2)
    por mlopes em 17-09-02 15:30 GMT (#27)
    (Utilizador Info)

    Mas acredita que a solucao para os problemas do pais nao passam por sistemas operativos.

    Ai está uma frase que eu considero um grande erro, especialmente com a dimensão cada vez maior que a informática têm vindo a ter dentro das empresas!
    Cada vez mais a produtividade das empresas está dependente da eficácia das tecnologias empregadas, e do tempo que estas libertam aos trabalhadores!


    If you don't have time to do it right, where are you going to find the time to do it over?

    Re:Depende de diversos factores... (Pontos:2)
    por leitao em 17-09-02 15:56 GMT (#28)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Cada vez mais a produtividade das empresas está dependente da eficácia das tecnologias empregadas, e do tempo que estas libertam aos trabalhadores!

    Conheces um conceito chamado a piramide de Maslow ? O que dizes faz (algum) sentido em paises num estadio de desenvolvimento ja' avancado. No caso portugues ainda se tem que fazer tanto na "base" da piramide (burocracia, corrupcao, desenvolvimento da economia, seguranca das pessoas, sistema financeiro, etc.) que falar de sistemas operativos e' risivel.

    Regards,


    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc

    Re:Depende de diversos factores... (Pontos:2)
    por mlopes em 17-09-02 16:05 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    Parece-me a mim que o desaparecemento (ou redução significativa) da corrupção, o desenvolvimento da economia, segurança das pessoas, sistema financeiro, etc..., são ou consequências e/ou causas do modo como são feitas as coisas, ora nos dias de hoje, o "modo como são feitas as coisas" passa muito pela técnologia, sendo assim, penso que a discussão de que SO's usar é importante, tens que partir do micro se queres mudar o macro, as grandes melhorias não aparecem por milagre, mas sim porque se vai fazendo pequenas melhorias aqui e ali!
    Como se costuma dizer, sem ovos não se faz omeletes, neste caso, os ovos são, entre muitas outras coisas, tambêm os SO's usados!

    If you don't have time to do it right, where are you going to find the time to do it over?

    Re:Depende de diversos factores... (Pontos:2)
    por Gimp em 17-09-02 15:57 GMT (#29)
    (Utilizador Info)
    TCO? A maior treta que repetida vezes sem conta torna-se um Santo Graal das decisões. É engraçado que se fale só em custo de formação, cheira mas é a discurso de quem fornece productos que prendem o cliente. Esse custo de é irrisório numa empresa em que os utilizadores o único que fazem é entrar em rede e arrancar aplicações. TCO exorbitante é aquele que acontece dia após dia, em que a merda dos windows crasham por tudo e por nada(aquele screensaver catita por exemplo), e sim, a culpa é repartida pelo Excel e pelo Word que pifam quando não devem, quando se perde computadores que foram infectados porque um luser se lembra de trazer algo de casa, não não vale dizer que se tira a drive (directores speaking?) e acima de tudo, uma politica de licenciamento cada vez mais onerosa. Isso é que acarreta custos. O TCO em sistemas fiáveis decresce no tempo. Isso é que se deve ter em conta e não a "formação".
    Porque nao ? Nunca viste servidores a correr W$ com disponibilidades de 99% ? Eu ja' -- e' comum (99.9% talvez nao excepto com custos grandes).Pois, metes um patch no w2k e lá diz o gajo para fazeres reboot...

    Resumindo, se há empresas que não mudam por obtusidade de quem manda lá elas, mas também há empresas que abrem os olhos.


    "No comments"

    Re:Depende de diversos factores... (Pontos:2)
    por leitao em 18-09-02 10:17 GMT (#43)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    TCO? A maior treta que repetida vezes sem conta torna-se um Santo Graal das decisões. É engraçado que se fale só em custo de formação, cheira mas é a discurso de quem fornece productos que prendem o cliente.

    TCO pode ser uma "treta" na tua realidade. Na realidade de muita gente e' um factor reconhecido e levado em consideracao.

    TCO exorbitante é aquele que acontece dia após dia, em que a merda dos windows crasham por tudo e por nada(aquele screensaver catita por exemplo), e sim, a culpa é repartida pelo Excel e pelo Word que pifam quando não devem, quando se perde computadores que foram infectados porque um luser se lembra de trazer algo de casa, não não vale dizer que se tira a drive (directores speaking?) e acima de tudo, uma politica de licenciamento cada vez mais onerosa.

    Escreveste muito mas disseste pouco. De facto tens (uma certa) razao em relacao aos custos que referiste. Mas todos esses custos sao compreendidos e representam factores de risco representativos. No caso de pura substituicao de software os riscos nao sao tao bem conhecidos:

    • O software funciona de facto ?
    • O software e' compativel com os sistemas que ja' tenho instalados ?
    • Se algo correr mal, tenho suporte de quem ?
    • ... etc.

    O TCO em sistemas fiáveis decresce no tempo. Isso é que se deve ter em conta e não a "formação".

    Novamente estas a usar termos relativos fora de contexto -- muitas empresas nao precisam do nivel de fiabilidade de que tu estas a pensar. Apenas precisam de (digamos) 95% de disponibilidade ou mesmo menos.

    Pois, metes um patch no w2k e lá diz o gajo para fazeres reboot...

    Bom, ja' nao e' o primeiro patch que instalo em Solaris ou Linux onde tenho que fazer reboot...

    Resumindo, se há empresas que não mudam por obtusidade de quem manda lá elas, mas também há empresas que abrem os olhos.

    Quando nao compreendes a forma de pensar dos outros -- chamas-lhes sempre obtusos ?


    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc

    Re:Depende de diversos factores... (Pontos:2)
    por Gimp em 18-09-02 11:27 GMT (#44)
    (Utilizador Info)
    O software funciona de facto ?
    Não é incrível que as pessoas tomem como natural reiniciar o PC sempre que uma aplicação ou o sistema encrava?

    O software e' compativel com os sistemas que ja' tenho instalados ?
    Alguém se lembra de instalar o software de proxy da Microsoft(isto como exemplo) e a base instalada é netscape. Adeus acesso à net, porque o sistema de autenticação é proprietário (sim, já há software que ultrapassa isto mas quem é que o instala?).

    Se algo correr mal, tenho suporte de quem ? ... etc.
    Se bem me lembro, se tiveres perda de dados podes pedir ajuda à empresa que te vendeu o software, tipo Microsoft, ou acima de tudo responsabilizá-la pelos danos sofridos? Se bem me lembro qualquer licença reles diz sempre que não podemos processar o fornecedor. Resumindo, tenho tantas garantias como o uso de software sob GPL.

    Quando nao compreendes a forma de pensar dos outros -- chamas-lhes sempre obtusos ?
    Compreender e concordar com a forma de pensar dos outros são termos TOTALMENTE diferentes. Se alguém não concorda com o que eu decido e acha que sou um anormal, que posso eu fazer? Andar à batatada? Tu falas em maneira de pensar e eu de decisões. Se quem decide "pensa" que um nome é que importa e não o que é melhor para o negócio, então essa pessoa está no lugar errado.


    "No comments"

    Re:Depende de diversos factores... (Pontos:2)
    por BlueNote em 17-09-02 13:19 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    se considerares, por exemplo, que uma solucao em M$ exige pessoas menos qualificadas (e salarios mais baixos) entao percebes que o TCO em muitos casos *e'* de facto mais baixo.

    Essa é a falácia número um que sustenta o negócio... mas não passa disso. Tenho experiencia q.b. em administração de plataformas M$-based e digo-te que quem confia em "jeitosos" e em pessoal pouco qualificado tem aquilo que merece -- serviços que são um nojo e mais tarde ou mais cedo perda de dados.

    Para administrar Windows é preciso saber o que se faz, tal como para administrar Unix. Não é por aquilo ter um control panel com bonequinhos que podes pôr um puto de seis anos a adminitrar...

    Re:Depende de diversos factores... (Pontos:2)
    por leitao em 17-09-02 13:57 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Essa é a falácia número um que sustenta o negócio... mas não passa disso.

    Nao e' uma falacia -- e' a realidade. Esta' presente, e' visivel, e o facto de o Linux ter uma certa dificuldade em penetrar certos sectores empresariais demonstra isso.

    Eu nao gosto que isso aconteca, tu tambem nao -- mas nao deixa de ser a realidade.


    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc

    Comercial != Proprietário (Pontos:2)
    por Cyclops em 16-09-02 22:52 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.1407.org
    Atenção, muitos ainda fazem confusão com termos completamente perpendiculares um ao outro:
    • o Galeon é livre, mas normalmente não é distribuído comercialmente
    • o Internet Explorer é proprietário, mas não é distribuído comercialmente
    • há distribuições de GNU/Linux que são vendidas e aplicadas comercialmente.
    • o MS Windows é proprietário e completamente comercial (até se rendeu ao sistema de Restrição Digital de Direitos dos utilizadores -- do inglês DRM -- promovido pelas principais editoras de música e cinema ).


    Se a Apache Software Foundation _vendesse_ (comercial) o Apache httpd e com isso transmitisse algumas garantias de fiabilidade (por exemplo, assinar o código com uma chave privada conhecida do âmbito comum em vez de assinar cada release com a chave de um gajo qualquer que poucos ou ninguem pode associar ao Apache via assinatura digital) de forma a que o comprador pudesse ter uma certa garantia de que não tinha comprado um trojan horse, podem ter a certeza que certas empresas pagariam (talvez até bastante).
    Re:Comercial != Proprietário (Pontos:2)
    por Astrónomo em 17-09-02 1:05 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Existe, pelo menos, um Apache comercial. Chama-se Stronghold e é da Redhat. Vejam-no aqui.
    O Stronghold é usado pela Amazon.

    ----
    aqui porque não deves utilizar IE, Outlook, Windows Media e Messenger.

    A minha resposta à tua pergunta... (Pontos:2)
    por Cyclops em 16-09-02 22:58 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://www.1407.org
    Se não fossem livres, não. Não estou para abdicar da liberdade de usar para o que me apetecer o programa comprado, de não o poder melhor adaptar às minhas necessidades se for caso disso, nem de o poder distribuir a amigos dessa forma ajudando-os com um a cópia igual ou melhorada...
    Re:A minha resposta à tua pergunta... (Pontos:2)
    por CrLf em 17-09-02 20:47 GMT (#35)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Quando existem alternativas livres é claro que estas são preferíveis (mesmo quando aparentemente não têm tantas features) mas e quando estas não existem? Preferes corrê-los no Windows contribuindo assim também para a disseminação de um SO inferior também ele proprietário? É que quando o trabalho tem de ser feito e o dinheiro tem de ser gasto eu certamente preferiria fazê-lo em Linux.

    PS: referência à pirataria intencionalmente deixada de fora.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:A minha resposta à tua pergunta... (Pontos:2)
    por Cyclops em 17-09-02 20:58 GMT (#36)
    (Utilizador Info) http://www.1407.org
    Preferes corrê-los no Windows contribuindo assim também para a disseminação de um SO inferior também ele proprietário?

    Mais simples que isso: não as corro.

    É que quando o trabalho tem de ser feito e o dinheiro tem de ser gasto eu certamente preferiria fazê-lo em Linux.

    Eu procuraria contribuir para que o que não existe passasse a existir, ou melhorar o que já existe em vez de me portar como um miúdo mimado a resmungar que o programa xpto não existe ou não faz isto que eu queria...
    Re:A minha resposta à tua pergunta... (Pontos:2)
    por CrLf em 17-09-02 21:27 GMT (#37)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Eu procuraria contribuir para que o que não existe passasse a existir, ou melhorar o que já existe em vez de me portar como um miúdo mimado a resmungar que o programa xpto não existe ou não faz isto que eu queria...

    Quando tens um trabalho para ontem e a corda no pescoço, tens de usar alguma coisa, não fazer simplesmente não é opção. Agora tendo as capacidades, trabalhar para que da próxima vez se possa fazer o serviço com software livre é exactamente aquilo que faz mover todo o movimento (passe o pleonasmo) opensource. Por mais que se queira negar, o software comercial existe e às vezes é incontornável... infelizmente.

    -- Carlos Rodrigues
    MacOS X (Pontos:2)
    por vd em 17-09-02 9:19 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://paradigma.co.pt
    Quando li o artigo lembrei-me do MacOSX.

    Tem o melhor dos dois mundos.

    Uma robustez e fiabilidade por baixo de aplicacoes comerciais e user friendly.

    Se houver ports de aplicacoes que corram usualmente em Windows, teremos quiça, o melhor dos 3 mundos.

    Uma base livre, uma base esta'vel e so'lida, e aplicacoes comerciais (as seen on windows).

    Quem ganhava era os relutentes de Linux...

    Cumprimentos,
    vd
    Re:MacOS X (Pontos:2)
    por CrLf em 17-09-02 14:47 GMT (#24)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Esqueceste-te de dizer que tambem tem por tras uma empresa que so nao segue as mesmas praticas da microsoft porque nao pode, e alias, tem a propria microsoft por tras.

    Alem disso a origem Unix do MacOS X nao e suficente para convencer aqueles que gostam do Linux por ser um Unix do principio ao fim.

    E mais ainda a maioria dos utilizadores de Linux passiveis de se converter ao MacOS X sao exactamente os mesmos que nao se importariam de voltar ao Windows. Eu nao sou um destes.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:MacOS X (Pontos:1)
    por humpback em 18-09-02 0:09 GMT (#40)
    (Utilizador Info)
    Eu tenho uma loja de mAcs aqui perto. Ja la vi os produtos da Macromedia (que são falados no artigo) para OSX, ja la vi alguns produtos da Adobe (photoshop) e não é por isso que ja os vi a correr em Linux.


    Gustavo Felisberto
    72ef1d7183eb2ea89420b94c0cf3e1f1
    apt-get install anarchism

    Eu estou disposto (Pontos:2)
    por TarHai em 17-09-02 9:58 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://www.dilbert.com
    Creio que muita companhia de software ainda nao percebeu que junto da comunidade de software livre os criterios de qualidade sao superiores. Ninguem vai comprar um software quando a versao livre faz quase a mesma coisa e nao custa nada.

    Ate agora so usei 2 programas comerciais em linux, o quake3 (que eu paguei) e o mathematica (que alguem pagou por mim). Apesar da diferenca de precos (mathematica mais de 10x mais caro) ambos justificaram o seu custo.


    ---
    Eu pagava (Pontos:1)
    por Mulder3 em 17-09-02 22:54 GMT (#38)
    (Utilizador Info)
    Exemplo de alguns softwares que comprava:

    - Adobe PhotoShop/Premiere
    - Macromedia Dreamweaver/Flash
    - Microsoft Visual Studio(venham os flames, mas sinseramente, a par com o office são os unicos de softwares do geito da microsoft)
    - Mais alguns

    Mesmo que não fossem open-source provavelmente compraria-os na mesma porque não estou enteressado em fazer modificações a esses produtos, se estivesse, então agarrava no soft opensource e punha-o a meu gosto

    PS-Para o pessoal que não compra software proprietario eu tenho uma pergunta, será que ser opensource é uma necessidade ou caprixo? isto é, será que voces iriam realmente precisar na mexer na source do programa? ou é só caprixo? Reflitam isso, não sou a favor de softwares proprietarios mas respeito a decisão dos autores do o tornarem ou não proprietario, só comprar quem quer!
    Re:Eu pagava (Pontos:1)
    por humpback em 18-09-02 0:13 GMT (#41)
    (Utilizador Info)
    - Adobe PhotoShop/Premiere
    - Macromedia Dreamweaver/Flash
    - Microsoft Visual Studio(venham os flames, mas sinseramente, a par com o office são os unicos de softwares do geito da microsoft)
    - Mais alguns

    So aqui de cabeça e sem ir ver tabelas, partindo do principio que os preços seriam iguais as versoes Macos e Windows estamos a falar ai de uns 500 contitos......
    É bom ver pessoal com dinheiro para pagar software.


    Gustavo Felisberto
    72ef1d7183eb2ea89420b94c0cf3e1f1
    apt-get install anarchism

    Re:Eu pagava (Pontos:2)
    por vd em 18-09-02 8:26 GMT (#42)
    (Utilizador Info) http://paradigma.co.pt
    Corel Draw
    Autocad

    Ate' agora, estes meus olhinhos nao viram outra coisa tao profissional quanto estes dois pacotes em windows.

    e' pena... e dao-me _imenso_ jeito!

    Cumprimentos,
    vd

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]