gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
RedHat: KDE & GNOME & Aposta no Desktop
Contribuído por npf em 16-09-02 17:29
do departamento merges
RedHat nmarques escreve "Segundo esta pagina, a Red Hat encontra-se no meio de um trabalho adorado por muitos e criticado por outros tantos. Nesta altura segundo Owen Taylor, a Red Hat encontra-se a fazer uma integracao KDE/GNOME com vista a ter apenas uma configuracao, tudo com links semalhantes, com a mesmar artwork[Red Hat] e uniformizando de forma a que tudo possa correr quer em KDE quer em GNOME e tendo uma unica ferramta disponivel para a configuracao.

Por outro lado, o pessoal que perde tempo em guerras santas comecou ja a mandar as habituais "postas de pescada", no entanto penso que e' de louvar tal atitude. Quem mais se queixa sao os users de KDE, no entanto a Red Hat justica-se como tendo um maior numero de hackers de GNOME que de KDE, logo que os resultados estejam claramente a favor do GNOME. Vale a pena ler o artigo na integra. "

[npf: discussão também no irmão mais velho.]

AES: Teorias sobre possíveis ataques | Se as portares eles virão!  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • gildot
  • Red Hat
  • Red Hat
  • nmarques
  • pagina
  • Owen Taylor
  • irmão mais velho
  • Mais acerca RedHat
  • Também por npf
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    gnome + kde? (Pontos:1)
    por Uranus em 16-09-02 18:40 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://uranus.bagool.com
    ainda nao li o artigo, mas o meu maior medo eh que o gnome passe a ser tao "pesado" (em termos de ram e de eyecandy) como o kde... eu adoro o meu gnome, ta exactamente como eu o kero! Mesmo assim, acho a idea boa, uniformizar o desktop... resolveria muitos problemas! (e talvez criar outros tantos :P)
    Re:gnome + kde? (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 16-09-02 19:34 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Em que planeta é que o Gnome é mais leve do que o KDE? :)

    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes
    Re:gnome + kde? (Pontos:2)
    por vd em 17-09-02 9:10 GMT (#24)
    (Utilizador Info) http://paradigma.co.pt
    No meu planeta, no meu mundo e nos meus computadores.

    :)

    Cumprimentos,
    vd
    Re:gnome + kde? (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 17-09-02 10:10 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    Atenção, em relação ao Gnome 2, não sei, e não falo do que não sei. :) Mas em relação ao Gnome 1 (especialmente o Ximian Gnome)... francamente, o KDE 3.x é mais leve e rápido.


    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes
    Re:gnome + kde? (Pontos:1)
    por ^S^ em 16-09-02 20:42 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://www.zbit.pt/~luis
    Também gostava de saber onde estão as análises e os números que mostram o KDE "mais pesado" que o gnome.

    É que se te referes a ele ter o DCOP como "helper" para executar as aplicações mais rápido com o prejuízo de "alguma" RAM, SEJA!

    É preferível o konqueror abrir em menos de 1 segundo numa máquina "normal" que o nautilus em alguns segundos na mesma máquina.

    Cheers.
    ^S^
    Re:gnome + kde? (Pontos:1)
    por edsonmedina em 17-09-02 0:08 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Não vejo a ligação entre o nautilus e o konqueror...
    Re:gnome + kde? (Pontos:3, Informativo)
    por Lowgitek em 17-09-02 9:04 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://www.ideiasdigitais.co.pt
    O mais bonito sera sempre discutivel gostos são gostos, por mim acho o kde muito mais limpo e com um ar muito mais leve em si. Muito mais agradavel aos olhos, a por de outra maneira.

    Para aqueles que tem kde e querem um antialising mais ou menos bem feito ca vai a minha configuração actual (que considero boa mais ainda falta algum tunning para as letras mais pequenitas que ainda não tive pachorra para mexer):

    [in /etc/X11/XftConfig]

    # There's no need for fonts to be anti-aliased at "normal' sizes,
    # they cause eyestrain and don't really enhance the fonts. Tell Xft
    # not to anti-alias fonts between 8pt and 14pt sizes, and bold fonts
    # between 8pt and 10 pt sizes.
    match
                    any size > 8
                    any size 10
                    all weight == bold
    edit
                    antialias = true;
    # Same again, with some fine-tuning, enforced for KDE (specifically
    # Konqueror/KHTML)
    match
                    any pixelsize > 8
                    any pixelsize 15
                    any pixelsize 12
                    all weight == bold
    edit
                    antialias = true;
    Re:gnome + kde? (Pontos:2)
    por Lowgitek em 17-09-02 9:06 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://www.ideiasdigitais.co.pt
    Ficou a falta um bom pedaço ... ca vai o texto integral I hope.

    # There's no need for fonts to be anti-aliased at "normal' sizes,
    # they cause eyestrain and don't really enhance the fonts. Tell Xft
    # not to anti-alias fonts between 8pt and 14pt sizes, and bold fonts
    # between 8pt and 10 pt sizes.
    match
                    any size > 8
                    any size 10
                    all weight == bold
    edit
                    antialias = true;
    # Same again, with some fine-tuning, enforced for KDE (specifically
    # Konqueror/KHTML)
    match
                    any pixelsize > 8
                    any pixelsize 15
                    any pixelsize 12
                    all weight == bold
    edit
                    antialias = true;


    Re:gnome + kde? (Pontos:1)
    por Lowgitek em 17-09-02 9:06 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://www.ideiasdigitais.co.pt
    Alguem pode me dizer porque razao o codigo não me aparece todo ??? Obrigado.
    Re:gnome + kde? (Pontos:2)
    por mlopes em 17-09-02 12:12 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    Experimenta substituir os < por &lt; e os > por &gt;!
    Pode ser que seja isso!

    If you don't have time to do it right, where are you going to find the time to do it over?

    Re:gnome + kde? (Pontos:2)
    por Lowgitek em 17-09-02 9:07 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://www.ideiasdigitais.co.pt
    # Times New Roman Italic doesn't look good antialiased at larger sizes
    match
                    any family == "Times New Roman"
                    all slant == italic
                    any pixelsize > 15
                    any pixelsize 12
                    all weight == bold
    edit
                    antialias = true;

    Re:gnome + kde? (Pontos:1)
    por Nocturno em 17-09-02 9:10 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://nocturno.nsk.no-ip.org
    não sei se vocês já utilizaram o gnome2 , mas aqui o nautilus abre instantaneamente agora

    Não notei... parece-me pessado igual...

    muito melhor que no gnome1.4, o nautilus evoluiu muito

    Concordo, já se consegue fazer qualquer coisa com ele :)

    além de ser muito mais bonito do que o konqueror

    Gostos não se discutem... lamentam-se :) o gnome2 é sem dúvida, infinitamente mais leve que o kde2 ou 3

    Já experimentei os dois, e práticamente demoram o mesmo tempo a abrir (se calhar mais um pouco o gnome2, se não usaramos nada no Autostart do kde). Quanto ao resto das aplicações que vêm no gnome2, a maior parte delas é parecida (a nivel de processamento) do que a do kde.

    Re:gnome + kde? (Pontos:1)
    por Nocturno em 17-09-02 20:45 GMT (#41)
    (Utilizador Info) http://nocturno.nsk.no-ip.org
    Esqueci-me de dizer que o gnome2 ocupa mais espaço em disco :)
    Re:gnome + kde? (Pontos:1)
    por Lowgitek em 17-09-02 8:59 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://www.ideiasdigitais.co.pt
    Deves ter acordado mau disposto de certeza... Sempre usei o kde e nunca me lembro de ver o gnome mais leve que esse mesmo com o kde carregado com as opções floridas todas. Mas enfim devem ser dos meus olhos...
    Uniformizar o Desktop (Pontos:1)
    por Montanelas em 16-09-02 19:12 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.war-zone.net/news.asp
    Não basta ao Linux ter um desktop normalizado. É preciso muito mais. Um bom marketing e um sistema de instalação capaz de ser feita por qualquer incompetente nas artes de bem mexer num computador.

    Quando tal distribuição existir, com as virtudes do Linux e as facilidades do Windows, pode ser que muito boa gente o passe a utilizar. E um marketing apelativo...

    Mas é preciso que haja aplicações a preço acessível, pois o Linux não merece que lhe aconteça o mesmo que aconteceu ao OS/2. Um S.O. estável mas sem ninguém que programasse para ele... E um marketing sedutor...
    Re:Uniformizar o Desktop (Pontos:1)
    por edsonmedina em 16-09-02 19:39 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    Não percebo...
    Sempre pensei que para isso já existisse o windows...

    Falam de mercados... mercado?... não estou a entender... marketing?... aplicações a preços acessíveis? de que falas?

    Sempre pensei que o objectivo fosse robustez, segurança, performance e acima de tudo liberdade. Ninguem me disse que precisava de pagar para ter liberdade...

    No minuto em que eu derem na TV um anúncio tipo "Compre linux, é fácil de utilizar", mudo de SO.

    Façam um SO que qualquer estúpido possa utilizar e só os estúpidos o utilizarão.

    Para teres essas conversas presumo que sejas utilizador de windows, ou então és daqueles que usa linux para se divertir a hackar, mas que reboota para windows quando quer fazer qualquer coisa séria.

    Não precisamos de marketing, não precisamos de simplicidade, e acima de tudo, não precisamos de utilizadores incompetentes.

    O linux é o que é porque grande parte dos utilizadores são técnicos, e não o José Silva da tasca. Se convidas todos os Antónios da lista telefónica a utilizá-lo vamos ter problemas, e vamos acabar com um SO igual ao windows: Simples e básico.

    Acho que quem mudou para linux não vinha à procura de botões para clickar, pois não?

    Re:Uniformizar o Desktop (Pontos:1)
    por Montanelas em 16-09-02 20:08 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.war-zone.net/news.asp
    Actualmente, o futuro do Linux é risonho no mercado de servidores mas negro no mercado de desktops...

    E enquanto os fanáticos arrogantes pensarem dessa forma, continuareis a queixar-vos de que a M$ anda a tentar matar o Linux...

    Embrace, Extend and Exterminate...

    A oportunidade de virar o feitiço contra o feiticeiro está no horizonte, cabe a quem desenvolve gratuitamente o Linux aproveitá-la.

    E lembra-te, que o Linux será, Deus queira, sempre gratuito, mas de que te serve um S.O. grátis, se tens de pagar pelas aplicações desejadas? ;) A não ser que haja equipas dispostas a desenvolver aplicações de produtividade gratuitas... mesmo assim precisas do marketing, porque se a boa nova não chega a todos, muitos não serão salvos... Como é que achas que o Cristianismo é a religião com mais aderentes em todo o mundo, e a M$ com mais cópias dos seus S.O. instaladas por esse planeta fora...? :P

    E enquanto os estúpidos usam o DumbLinux, não usam o Windowe... E quantos mais milhões forem, menos força a M$ terá...

    E nem todos os Antónios da lista telefónica são fotocópias do mesmo original, a não ser que esse original seja a tua desbragada pessoa... >%->>>

    A tua falta de confiança nas competências dos teus semelhantes é deveras nociva à correcta apreensão da realidade... :(
    Re:Uniformizar o Desktop (Pontos:2)
    por mlopes em 17-09-02 12:23 GMT (#28)
    (Utilizador Info)

    A tua falta de confiança nas competências dos teus semelhantes é deveras nociva à correcta apreensão da realidade...

    Eu diria antes que a falta de confiança nas competências dos semelhantes é regra geral fruto da correcta apreensão da realidade, infelizmente muitas vezes a incompetência é tanta que os individuos nem têem uma correcta percepção da realidade e não se chegam a aperceber daquilo que realmente são... uma lista de Antónios numa lista telefónica que (alguns) têem muita sorte em ter cérebro suficiente para não se andarem a babar...


    If you don't have time to do it right, where are you going to find the time to do it over?

    Re:Uniformizar o Desktop (Pontos:1)
    por Montanelas em 17-09-02 23:25 GMT (#46)
    (Utilizador Info) http://www.war-zone.net/news.asp
    Nada que um babete não resolva... :P Agora diz-me: conheces alguém que nasceu ensinado?
    Re:Uniformizar o Desktop (Pontos:2)
    por mlopes em 18-09-02 10:56 GMT (#49)
    (Utilizador Info)
    Por acaso conheço, os ultimos bébes que vi, todos sabiam comer, respirar, chorar, etc...
    E sabes qual é a melhor parte? Ninguêm lhes ensinou a fazer estas coisas!
    Para além disso, conheço uns quantos que têem mais facilidade em aprender/compreender e muitas vezes isso nota-se desde muito cedo!

    If you don't have time to do it right, where are you going to find the time to do it over?

    Re:Uniformizar o Desktop (Pontos:1)
    por Montanelas em 18-09-02 21:07 GMT (#51)
    (Utilizador Info) http://www.war-zone.net/news.asp
    Os bébes são mais competentes do que julgamos...

    O pior é quando se tornam crescidos e acomodam-se ao que já existe, seja por que motivo for...

    Relativamente ao Win2K e as suas aparentes vantagens relativamente ao Linux: acredito que relativamente ao Desktop não haja grandes problemas, e que no ambiente gráfico consigam fazer tudo o que já faziam no Windoze sem BSOD nem reboots por dá cá aquela palha...

    O problema é que o Windoze chegou onde chegou, porque primeiro entrou no mercado doméstico e escolar e em seguida no empresarial...

    E foi tudo a eito, sejam desktops ou servidores. A Novell desapareceu do mapa e os Unix também levaram por tabela, safando-se nas aplicações de missão critica...

    Felizmente que há muita malta a sair das Universidades a saber mexer no Linux e as coisas estão a ficar mais equilibradas, o problema é que quem decide sai das escolas de economia e gestão, e aí o Linux raramente teve uma oportunidade de vingar...

    E depois os vulgares utilizadores vêm os computadores como máquinas estúpidas que só atrapalham o seu trabalho, e quanto mais resistem menos produzem...

    E como tal, parecem uma cambada de Tonis...

    Felizmente que em muitas escolas, há Linux Parties, mas em muita empresa, o Linux não entra, porque os custos de um eventual projecto de migração de Windoze para Linux não compensam...

    Ou porque a formação em Linux será deveras elevada, ou porque há aplicações que só correm em ambiente windoze, ou porque não trás funcionalidades acrescidas de serviços de directórios, e se os tiver, são emprestados pelo E-Directory da Novell, que é o único capaz de competir com o AD da M$, etc..., etc...

    O Linux tem muita coisa boa, mas a comunidade Linux precisa é que os seus fanáticos evangelizem os Tonis e não que os desprezem, marginalizem e ostracizem...

    Esse é um erro que será pago muito, mas muito caro.

    Tenho dito.
    Discordo totalmente (Pontos:2)
    por Astrónomo em 17-09-02 14:10 GMT (#35)
    (Utilizador Info)
    Discordo totalmente dessa posição. O Linux deve tornar-se acessível ao utilizador comum. Essa é a única forma de o domínio da Microsoft ser desafiado.
    A Microsoft tem ganho muito terreno na área de servidores. Só quem tem vivido numa caverna nos últimos anos é que não tem reparado a notável melhoria dos Windows em termos de estabilidade e desempenho. Isso está a traduzir-se em quota de mercado.
    É vital para a expansão do Linux, este tornar-se fácil de configurar. E isso não implica perda de versatilidade: tal como no MacOSX, quem quiser fazer as coisas pela linha de comando pode continuá-lo a fazer; isso não invalida que haja interfaces gráficos para ajudar na configuração.

    Eu estou relativamente bem familiarizado com a adição de novo hardware ao Linux e respectiva configuração, assim como na configuração dos diversos serviços de rede. Mas reconheço que gasto frequentemente muito tempo a executar tarefas que no Windows se fazem muitíssimo mais rápido. Para mim, como para outros entusiastas do Linux, tal trabalho de configuração pode ser um prazer, mas para a maioria dos utilizadores o que é importante é pôr as coisas a funcionar rapidamente. E o Linux para eles é frustante.

    Quanto ao software desktop pago para Linux não vejo porque é que não possa crescer. Há software que tem mesmo que ser pago, por destinar-se a um público reduzido. Por exemplo, software informação geográfica, de CAD, desktop publishing, etc.

    ----
    aqui porque não deves utilizar IE, Outlook, Windows Media e Messenger.

    Re:Discordo totalmente (Pontos:1)
    por Montanelas em 17-09-02 23:21 GMT (#45)
    (Utilizador Info) http://www.war-zone.net/news.asp
    O problema é que nas empresas não há tempo a perder com mariquices a editar n ficheiros diferentes que se for preciso, mudam de directoria de distribuição para distribuição... E o Win2k está com um serviço de directórios com mais funcionalidades que o último NDS da Novell disponível no mercado, agora chamado E-Directory. Até software remotamente instala entre outra coisas. E enquanto não houver formação de Linux a preços competitivos e um marketing agressivo, vai haver muito boa gente a largar milhares e milhares de Euros, quando podia ter a um preço bem inferior relativamente nos serviços de rede um serviço bem mais fiável e capaz... Mas para isso, é preciso facilitar as coisas...
    Uniformização: sim ou não? (Pontos:2)
    por asoares em 16-09-02 19:12 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    A questão é simples e a resposta da RedHat conhecida: sim!

    Porquê? Porque há a necessidade de partir, agora, para um mercado dominado pelo average Joe Windows user... E quando se puser uma pessoa que só conhece Windows (e que sabe como "a coisa" funciona) e se lhe disserem que tem n maneiras diferentes de fazer/ver as coisas em Linux, o que é que este faz? Foge!

    Os power users, nomeadamente aqueles que agora muito protestam, têm os conhecimentos necessários para colocar as coisas como originalmente eram! Os outros, a RedHat esta-lhes a dar uma força!

    Por mim, a atitude e esforço da RH é de louvar e agradecer...

    PS: já agora, e para quem quiser, tem aqui uns screenshots...
    --
    antonio soares
    Windows has stopped. Press CTRL+ALT+DELETE to restart your computer.
    Re:Uniformização: sim ou não? (Pontos:2)
    por ^magico^ em 16-09-02 19:21 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Estão fabulásticos!!!!
    Gostei particularmente deste ftp://ftp.ibiblio.org/pub/Linux/distributions/contrib/texstar/screenshots/redhat07.jpg
    Re:Uniformização: sim ou não? (Pontos:2)
    por mlopes em 17-09-02 12:27 GMT (#29)
    (Utilizador Info)
    Eu sei que muita gente não concorda, mas esse screenshot até me deu um frio na espinha!

    If you don't have time to do it right, where are you going to find the time to do it over?

    Re:Uniformização: sim ou não? (Pontos:2)
    por BlueNote em 17-09-02 13:23 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    <irónico>

    Sim, que o GnoRPM está tão bom que nem vale a pena mexer-lhe...

    </irónico>

    Acho bom... (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 16-09-02 19:38 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Acho que isto vai ser óptimo para o sucesso do Linux.

    Compreendo, no entanto, as objecções do pessoal do KDE, porque se este perde os seus themes "standard" todos e passa apenas a ter o da RH, que ainda por cima se parece muito mais com o Gnome, é uma questão de tempo até muita gente nem saber sequer o que é o KDE.

    Mas, como disse, acho que isto vai ser positivo. Paradoxalmente, vai fazer com que eu provavelmente nunca mais use RH numa desktop... não me traz qualquer vantagem.


    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes
    Re:Acho bom... (Pontos:2)
    por Castanheiro em 16-09-02 21:01 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/users/fdc10056
    Ainda vai mais fundo do que isso, os senhores da redhat inclusivamente retiraram o menu "About kde" das aplicações do mesmo. Uniformização talvez, implementação de standards (para os menus por exemplo, para quando?), agora o que a redhat fez...
    é como chegar a um mercedes, tirar todos os seus simbolos e depois dizer-se que se tem um bmw.

    A ideia é boa, a implementação é que deixa a desejar.

    Re:Acho bom... (Pontos:2)
    por CrLf em 16-09-02 21:21 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Essa do about só acredito quando vir. Não estou a ver nenhuma razão para removerem o menu about KDE, a não ser para moverem os créditos para outra about box algures.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Acho bom... (Pontos:2)
    por higuita em 17-09-02 0:31 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://raff.fe.up.pt/~eq92025/
    pelo que vi tens aqui:

    http://dot.kde.org/1030073479/1030141416/

    Higuita
    Re:Acho bom... (Pontos:2)
    por CrLf em 17-09-02 14:09 GMT (#34)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Acabei de ver. Seja como for na proxima beta a caixa about KDE esta de volta.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Acho bom... (Pontos:2)
    por nmarques em 16-09-02 21:10 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://morgul.xpto.org
    Usas mandrake = Red Hat com KDE :P

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it.../I
    Re:Acho bom... (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 17-09-02 7:58 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    FreeBSD + Windowmaker, actualmente. :)

    E de qq maneira, o Mandrake já não é "Red Hat com KDE" desde a versão... 5.x?

    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes
    Re:Acho bom... (Pontos:2)
    por mlopes em 17-09-02 12:29 GMT (#30)
    (Utilizador Info)
    De certeza!!!! Eu uso Mandrake e nunca o usei com o KDE!

    If you don't have time to do it right, where are you going to find the time to do it over?

    Re:Acho bom... (Pontos:2)
    por Strange em 17-09-02 13:25 GMT (#32)
    (Utilizador Info) http://strange.nsk.no-ip.org/

    Paradoxalmente, vai fazer com que eu provavelmente nunca mais use RH numa desktop... não me traz qualquer vantagem.

    Que vantagens te tira vir o RH com themes iguais tanto para o gnome como para o kde??

    Se o RH não te traz vantagens e outra distribuição as traz, força. Agora, usar o theme por omissão como desculpa não te fica bem. Podes sempre mudar o theme para o à tua escolha.

    Uniformizar o KDE e o Gnome é uma boa coisa. Gostaria principalmente que uniformizassem a api para as themes.

    hugs
    Strange

    Gnome User (Pontos:2)
    por vd em 17-09-02 9:09 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://paradigma.co.pt
    Uso a RH desde que conheco o GNU/Linux. Nunca usei outra distribuicao e logo sou suspeito no meio disto tudo.

    A par deste "pequeno" pormenor, sou fan do Gnome.
    Porque serve as minhas necessidades.

    Indo ao artigo;

    Acho bom haver apenas uma ferramenta de instalacao por forma a integrar os dois desktops mais usados no mercado.

    Se formos a ver, actualmente, o KDE tem o "look", o Gnome tem o "feeling". Ou seja, um tem o aspecto outro tem os programas.
    Para isso basta ver a quantidade de programadores que a comunidade Gnome tem. A plataforma e' bem mais facil de programar que em KDE.

    O que a RH estara' eventualmente a fazer e' o "seu" proprio desktop manager.
    Talvez juntando os programas e funcionalidades do Gnome com o look do KDE.

    No entanto, ainda estou 'a espera de uma versao estavel do RH que contenha o Gnome2.0


    Cumprimentos,
    vd
    Re:Gnome User (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 17-09-02 10:19 GMT (#26)
    (Utilizador Info)

    Uso a RH desde que conheco o GNU/Linux. Nunca usei outra distribuicao e logo sou suspeito no meio disto tudo.

    Muito. :)

    Se formos a ver, actualmente, o KDE tem o "look", o Gnome tem o "feeling". Ou seja, um tem o aspecto outro tem os programas. Para isso basta ver a quantidade de programadores que a comunidade Gnome tem

    Duvido que os números sejam como pensas. O KDE tem muito mais software do que imaginas.

    O que a RH estara' eventualmente a fazer e' o "seu" proprio desktop manager. Talvez juntando os programas e funcionalidades do Gnome com o look do KDE.

    Não me parece que seja bem isso. A idéia é que na instalação tens 2 escolhas: um Gnome "totalmente redhatizado" ou um KDE "totalmente redhatizado", que em matéria de aspecto, menus, etc. são 95% iguais... e ambos estão alterados para (quase) não dizerem em lado nenhum que são Gnome ou KDE (opções de "About KDE / Gnome" removidas, etc.).

    Ou seja, para o utilizador típico, o ambiente não é Gnome ou KDE, é Red Hat.


    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes

    Re:Gnome User (Pontos:2)
    por BlueNote em 17-09-02 13:27 GMT (#33)
    (Utilizador Info)
    Bem, com a controvérsia, custa-me a crer que isso de retirar as about boxes do Kde e do Gnome vá para a frente na release oficial! Mau era!
    Re:Gnome User (Pontos:2)
    por CrLf em 17-09-02 21:10 GMT (#42)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Duvido que os números sejam como pensas. O KDE tem muito mais software do que imaginas.

    Isto é verdade, uma vez que muitos programas que se integram no GNOME não usam as gnome-libs, usam apenas algumas das bibliotecas que o integram enquanto que os programas para KDE é tudo ou nada, não dá para usar uma parte sem depender sobre todo o KDE. Claro que se pode desenvolver apenas usando QT, uma vez que a partir do 3.0 este assume a aparência do KDE mas isto não é muito comum.
    Vendo bem isto é uma vantagem para o GNOME uma vez que permite reduzir as dependências e criar aplicações que podem ser transportadas mais fácilmente para outras plataformas sem ter de levar todo o GNOME atrás. É que muitos developers não estão minimamente interessados no GNOME mas querem usar o GTK+ e aquela libxml até dá jeito para o projecto...
    Outra razão para haver muito mais aplicações GNOME (entenda-se incluíndo as apenas GTK+) é ser baseado no C. Existem compiladores de C em todo o lado suportando a linguagem sem grandes incidentes. O mesmo já não acontece com o C++ que é um monstro gigantesco que só recentemente viu o standard implementado por completo. Isto já não dizendo que o GCC (de longe o mais usado compilador de C++ para projectos open-source), apesar de suportar quase a 100% o standard nas suas últimas incarnações, é horrívelmente lento a compilar C++ (apesar de gerar bom código, talvez mesmo por isso) e tão rápido quanto os compiladores comerciais a compilar C.

    Não me parece que seja bem isso. A idéia é que na instalação tens 2 escolhas: um Gnome "totalmente redhatizado" ou um KDE "totalmente redhatizado", que em matéria de aspecto, menus, etc. são 95% iguais... e ambos estão alterados para (quase) não dizerem em lado nenhum que são Gnome ou KDE (opções de "About KDE / Gnome" removidas, etc.).

    Ou seja, para o utilizador típico, o ambiente não é Gnome ou KDE, é Red Hat.


    A palavra instalação é fundamental, porque é mesmo só na instalação que isto acontece, as opções habituais para customizar quer um quer outro ambiente continuam lá, o default é que é Red Hat. Isto quanto a mim é bom, o default de quer um quer outro não é grande coisa mas pior no caso do KDE, simplesmente horrível.

    Apesar de não saber se eles mexeram nas about boxes do GNOME, pelo menos as do KDE vão voltar já na próxima beta a pedido de muitas famílias o que eu acho bem, apesar de também achar que o alarido que se fez sobre este assunto foi grandemente exagerado, afinal, os abouts e os créditos aos autores estão lá todos (não eram os tipos do KDE que se queixavam que os utilizadores de Red Hat lhes faziam os bug reports em vez da Red Hat?).

    -- Carlos Rodrigues
    Afinal.. (Pontos:2)
    por vd em 18-09-02 13:53 GMT (#50)
    (Utilizador Info) http://paradigma.co.pt
    So' agora li o famoso artigo do Owen Taylor, e realmente a RH vai apostar apenas num unico desktop.
    O Red Hat Deskop!

    The changes in the desktop area for the next version of Red Hat Linux involve three major pieces:

          1.

                We've developed a set of artwork in-house to use for the desktops as well as for other pieces of the distribution. This set of artwork, the Bluecurve look, includes, among other things, desktop backgrounds, widget themes, window border themes, and icons.
          2.

                We've configured the default settings and application shortcuts for both desktops in a similar fashion.
          3.

                In a few places where we feel that there are significant advantages to sharing underlying technology between the desktops, we've made code modifications to use this technology. An examples of this is modifying both desktops to use Xft2 and fontconfig for font rendering.

    [snip, snip]

      But we've spent more time and effort on our KDE configuration in this release than in any previous release, and we believe that the end product is, in fact, one of the best KDE desktops that we've shipped. As always, we welcome bug reports about things that don't work properly and suggestions about better ways to achieve our goals.

    [snip, snip]

      To summarize: We see the desktop as only a piece of the entire operating system product; integration must extend beyond the desktop. We also believe that users care most about functionality and integration rather than the underlying technology. For these reasons, we have created a single desktop look and feel for Red Hat Linux rather than maintaining two unrelated configurations.

    Owen Taylor
    Red Hat Desktop Team Member

    Cumprimentos,
    vd
    ja que tamos no tema no uniformizacao (Pontos:2, Interessante)
    por Uranus em 17-09-02 14:34 GMT (#36)
    (Utilizador Info) http://uranus.bagool.com
    bem, acho que um dos maiores obstaculos para que as pessoas nao mudem de windows para linux eh exactamente a instalacao e desinstalacao de packages. Talvez se se formasse 1 standard para packages houvesse muitos menos problemas (mas, claro... sempre com a possibilidade para os power users compilarem o software como querem). /me esconde-se para nao apanhar os vossos flames :P
    Re:ja que tamos no tema no uniformizacao (Pontos:2)
    por CrLf em 17-09-02 20:42 GMT (#40)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Já tens um standard de packages, chama-se rpm e permite instalações e desintalações limpas, coisa que os supostos standards do Windows (CrapShield) não permitem.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:ja que tamos no tema no uniformizacao (Pontos:1)
    por Montanelas em 17-09-02 23:16 GMT (#44)
    (Utilizador Info) http://www.war-zone.net/news.asp
    O problema é que o Dumb User não se safa muito bem a usar RPMs... Engraçado é no Win2K já haver os MSI... Embrace, extend, exterminate...
    Re:ja que tamos no tema no uniformizacao (Pontos:2)
    por CrLf em 17-09-02 23:26 GMT (#47)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Fazer rpm -Uvh para instalar e rpm -e para desinstalar é complicadíssimo... e então usar um dos inúmeros frontends ainda é mais...

    O Dumb User não se safa muito bem ponto final, mas há algumas coisas que requerem QI superior ao de uma ervilha e se as pessoas aprendem a ler e escrever também podem aprender outras coisas, não é preciso ser nenhum Einstein basta ter um mínimo de iniciativa. É isso que últimamente parece ser moda, tudo já mastigado, digerido, pronto a ser...

    -- Carlos Rodrigues
    I will not fix your computer (Pontos:2)
    por CrLf em 17-09-02 23:30 GMT (#48)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    PS: esta T-Shirt diz tudo.

    -- Carlos Rodrigues
    Rant! (Pontos:2)
    por CrLf em 17-09-02 14:36 GMT (#37)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    O KDE e ate ver o meu desktop de eleicao mas a atitude dos tipos e mesmo de criancinhas. A atitude dos developers do KDE e "eu mando e nao se metam comigo". Ate faz impressao.

    Uma coisa engracada e estarem sempre a queixar-se de que todo e qualquer bug e culpa da distribuicao quando, olhando para os pacotes, ate nem sao aplicados patches significativos. Bela desculpa para continuarem na sua demanda de mais e mais eye-candy (acompanhada de mais e mais bugs, quase sempre os mesmos que nunca mais sao corrigidos). Sinceramente nao acho que o KDE tenha nenhuma vantagem intrinseca em relacao ao GNOME, tem isso sim, algum tempo de avanco.
    Apesar de tal como disse acima preferir o KDE, nao me importo de mudar para o GNOME se este apresentar argumentos que me convencam (mais estabilidade e menos bugs do que o KDE sao excelentes argumentos), tal como mudei do Konqueror para o Mozilla a partir do momento que este subiu acima de uma besta lenta e cheia de bugs.

    Todo e qualquer trabalho de melhoramento, integracao e polimento (e eye-candy nao e sinonimo de polimento) e bem-vindo. Ate ver a Red Hat esta no bom caminho.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Rant! (Pontos:2)
    por CrLf em 17-09-02 21:22 GMT (#43)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    "For them to make changes which will definitely reduce stability and also changes which break compatability with standard KDE source tarballs then claim they want KDE and Gnome to compete on 'Stability' and 'ease of customization' absolutely beggars belief,"

    Este excerto que se pode ler aqui é um bom exemplo do que eu disse, o KDE estoura tanto quanto o Windows e os bugs atravessam n versões sem serem corrigidos e claro que isto é tudo porque a Red Hat alterou uns ícones e pôs uns comentários no código... yeah, right! Isto parece a desculpa esfarrapada de programadores incapazes... "é um bug do compilador!".

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Rant! (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 19-09-02 0:52 GMT (#52)
    (Utilizador Info)
    Pareces-me um bocado agressivo demais em relação a esta história toda... como se o pessoal do KDE te tivesse ofendido pessoalmente. :)

    Vá lá, eu também acho que eles até não ficam assim tão prejudicados com isto, mas é perfeitamente compreensível que estejam preocupados.

    E a questão da remoção do "About KDE" de todas as aplicações é realmente grave... E numa das betas do RH 8.0 realmente isso foi removido. Pelo que ouvi dizer, a RH já voltou a repôr esses diálogos, devido aos protestos e à possível violação da GPL (remover "copyright notices" não é permitido) na última beta...


    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes
    Re:Rant! (Pontos:2)
    por CrLf em 17-09-02 20:38 GMT (#39)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Aquele onde escrevi o post anterior não.

    -- Carlos Rodrigues

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]