gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Ele está a chegar. O verdadeiro bug do milénio.
Contribuído por -9 em 29-10-99 19:51
do departamento malditas-mudanças
Portugal Não, não me refiro ao que poderá ocorrer nos primeiros segundos, talvez mesmo primeiros dias do novo ano. Refiro-me ao objecto que se encontra, impassível, no bolso do casaco, na secretária ou no hall de entrada das nossas casas -- o telefone. No meio de todo o fogo-de-artifício, do folclore com que é tratado pela imprensa o "bug do ano 2000", a alteração dos números de telefone em Portugal quase passa desapercebida, mas o seu impacto no dia-a-dia dos portugueses será enorme.[Mais no desenvolvimento]
Fixo, móvel, ou móvel e fixo. Toca quando se implora sossego. Fica mudo quando pressente ansiedade. Do outro lado da linha, uma qualquer "Marta" que nos parece reconhecer, presenteia-nos com um cumprimento pré-fabricado. Por muito que o mal-amemos, não podemos já viver sem ele, o telefone. Cada vez mais omnipresente, faz parte da mobília e do vestuário. Está aqui, está lá, mais perto do que é importante, é óptimo porque para muitos substitui o cigarro, a solidão e o isolamento. Para o bem e para o mal, os telefones, nomeadamente os celulares, fazem as delícias e parecem estar ao alcance da bolsa da maioria dos portugueses.

Na véspera da liberalização total do sector das telecomunicações, o campo de batalha é agora o telefone fixo. A reorganização da numeração telefónica é justificada pela necessidade de uniformização, e alguma igualdade de oportunidade entre os contendores na arena das telecomunicações. Iniciativa do Instituto de Comunicações de Portugal (ICP), esta reorganização é o resultado do novo Plano Nacional de Numeração.

Aparentemente, as alterações propostas são consensuais para as entidades envolvidas. Sou, portanto, forçado a acreditar que sejam realmente necessárias para o sector. Mas será que as devemos receber alegremente? Será que podemos ficar tranquilos no Domingo? Posso estar enganado, mas estou convencido que as alterações à numeração telefónica vão ser o tal, o grande bug na vida das empresas e acima de tudo um grande transtorno na vida de cada um dos portugueses.

Note-se que este transtorno não é como a introdução do Euro. O Euro está a ser introduzido no dia-a-dia de forma gradual, ao passo que as alterações à numeração vão ter lugar de um dia para o outro. Dia 1 de Novembro, esta 2ª Feira, essa coisa do telefone vai mostrar o peso que na vida de cada um.

Antes de mais, desejo e espero que esta revolução possa ocorrer sem dificuldades ao nível dos operadores. Seria um verdadeiro pesadelo se *glup*, de repente, isso fosse motivo para um noticiário especial nas rádios e televisões.

Mas mesmo no cenário em que tudo corre bem do ponto de vista técnico, põe-se sempre o problema da informação ao utilizador. É que por muito que se publicitem as alterações, a informação nunca será suficiente. Nunca é. Infelizmente, grande parte da população portuguesa sofre de iliteracia, com culpas repartidas entre o "antes" e o "agora". Uma parte da população não conhecerá ou não conseguirá aplicar o procedimento de alteração da numeração. Isso significa o seu isolamento de familiares, de amigos e, eventualmente, do médico.

As empresas não me preocupam demasiado. Alguém será pago para fazer as alterações. Pelo menos esse ficará contente podendo ter mais uns trocados para gastar no Natal. Talvez um telemóvel novo, quem sabe...

"Este aviso é gratuito. O número que marcou foi alterado. Por favor marque..." Quantas agendas telefónicas? A do telemóvel, a de casa e o do trabalho. Mais alguma? Ah, sim... a outra no Pilot. Sim, vai ser *muito* aborrecido. Muitos pais-nossos e avé-marias terão que redimir todo o praguejar que se vai ouvir em cada casa portuguesa, concerteza.

Quanto a nós, cibernautas, netsurfers (e outras denominações de raça ou espécie), tal como todos os ciber-excluídos, teremos que nós próprios actualizar as nossas agendas telefónicas. *argh* Esta é uma oportunidade para verificar quem usa a internet apenas para sua promoção ou também para prestar um serviço. Este é o momento de visitar a página do ICP e procurar informação sobre o novo Plano de Nacional de Numeração. Já vejo o banner: "Click aqui e veja como vai ficar o seu número de telefone". Click, click... e nada! Mau agoiro... Parabéns ao ICP pela publicidade a esta "conveniência" com que me presenteia. Grato pela informação. Se não soubesse já, saberia agora que os números telefónicos vão passar a ter nove dígitos. Que bom... muito útil! Faço uma ronda pelas páginas dos operadores de telecomunicações, e pelo que me é dado a perceber, só a Optimus, Telepac e a Netc não parecem muito interessados em "educar" os seus clientes. No primeiro caso talvez possa perceber um pensamento eminentemente positivo, mas o mesmo não se poderá dizer dos restantes. Lá terá de ser -- visitamos as páginas da concorrência.

Ocorreu-me que as mesmas razões poderão, no futuro, justificar uma reorganização dos domínios nacionais. Como seriam animados os dias dessa mudança...

O dia aproxima-se. O tal, o abominável, o verdadeiro bug do milénio está iminente. Só poderia ser pior se a hora também mudasse de Domingo para Segunda... Mas não são possíveis duas más alterações de cada vez... ou são?

PS: De repente tive um sonho mau que metia caixas multibanco e o novo Plano Nacional de Numeração...

Celulares no Brasil: GSM ou PCS ? | Sociedade da Informação  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.

 

 

[ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]