gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Cracking como arma de guerra
Contribuído por dario em 18-08-99 17:40
do departamento lá-vamos-nós-outra-vez
Teenagers com demasiado tempo livre... Segundo uma notícia publicada no site da BBC, e de acordo com declarações feitas pelo próprio líder da Resistência Timorense, José Ramos Horta, uma horda de crackers promete semear o caos nos sistemas informáticos da Indonésia caso esta rejeite a escolha pela independência na votação do próximo dia 30 de Agosto. (Continua no desenvolvimento).
Já não é a primeira vez que o cracking é utilizado com fins políticos. De facto, uma boa parte dos ataques com visibilidade mediática tem uma justificação que se pode considerar de alguma forma como política, seja ela ecologista, pacifista, anarquista, etc. (Naturalmente, a cobertura quase garantida dos mass media é frequentemente um incentivo para este tipo de ações). Mas por muito justas que sejam as causas defendidas, importa pensar se os fins justificam os meios. Dito de outra forma, o facto de o cracking ser utilizado como um instrumento de luta contra um opressor faz com que deixe de ser uma actividade criminosa?

Servidores WWW: estatísticas NetCraft de Agosto | Curso Programação em Linux com Tcl/Tk  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.

 

 

[ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]