gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Porto vs Lisboa: Qual o melhor para fazer vida?
Contribuído por scorpio em 04-09-06 14:49
do departamento nós-por-cá
perguntas ObfuscatedGuy escreve "Acabei recentemente um estágio currícular e as indecisões surgem no ar: de onde vimos, para onde vamos?
A minha grande dúvida e de muitos recém-licenciados será em decidir onde tentar fazer a vida em Portugal...
Lisboa parece ter muitas mais oportunidades que o Porto, mas será que o salário compensa em relação ao custo de vida?

P.S: Alguém conhece por acaso algum Salary.com mas da realidade portuguesa? "

Ameaça de um processo legal pela Oeste Digital | Damian Conway: Life, the Universe and Everything  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Salary.com
  • Mais acerca perguntas
  • Também por scorpio
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Só Lisboa e Porto? (Pontos:1)
    por ffh em 04-09-06 16:20 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    E porquê ficarmos por Lisboa e Porto? O resto do país é paisagem no que toca a IT?


    -FFH

    Re:Só Lisboa e Porto? (Pontos:2)
    por Tuaregue em 04-09-06 17:45 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Tirando algumas mas poucas cidades/vilas, é. Se queres fazer vida/carreira.

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Re:Só Lisboa e Porto? (Pontos:3, Esclarecedor)
    por Karlus em 04-09-06 19:26 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://blog.karlus.net
    Tirando a "Grande Lisboa", o "Grande Porto" e talvez Braga... é.
    Re:Só Lisboa e Porto? (Pontos:1)
    por s3phiroth em 04-09-06 23:31 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Tirando Lisboa e Porto IT é:
    a) tachos em camaras municipais
    b) empresas de "webdesign" (leia-se faz tudo) manhosas
    Re:Só Lisboa e Porto? (Pontos:2)
    por [Cliff] em 05-09-06 0:13 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Sei de uma empresa de uns tipos que pegaram no Linksys WRT54G, fizeram uns tweaks no Linux que está/estava lá dentro para fazer billing e hoje estão a colocar esses routers em cafés (serviço com o qual os donos dos cafés também ganham algum $$) que permitem a quem lá vai ter acesso wireless pré-pago (pagas X créditos que correspondem a X MB) à net.

    Granted, não é própriamente a mesma coisa que optimizar o MapReduce do Google mas pelo que ouvi dizer não estão com problemas em vender o peixe deles.

    Portanto, à excepção de:
    - Lisboa e Porto
    - tachos em camaras municipais
    - empresas de webdesign manhosas
    - pequenas ideias que podem dar a sustentação necessária a uma pequena empresa para levantar vôo

    Como é que um gajo põe o pão na mesa?

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Só Lisboa e Porto? (Pontos:2)
    por Gothic em 05-09-06 12:21 GMT (#29)
    (Utilizador Info) http://Marco.Tondela.org
    Devem andar a usar o www.fon.com, lol..

    Music is the sedative for mind...
    Re:Só Lisboa e Porto? (Pontos:2)
    por [Cliff] em 08-09-06 17:37 GMT (#72)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Se assim fosse (e não é) teriam ainda mais crédito já que pegam num conceito inovador e o adaptam a uma oportunidade de negócio.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Só Lisboa e Porto? (Pontos:1)
    por linc em 05-09-06 2:27 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Por muito que me custe e desagrade responder: sim :o(

    Posso-te dar um exemplo muito simples....

    http://itjobs.com.pt/pesquisa/

    Procura por "administrador" (por exemplo) no Porto e depois em Lisboa...

    Fiz algumas pesquisas à cerca de 1 mês e fiquei chocado com a disparidade entre oferta Porto vs Lisboa.

    É claro que esta é apenas uma amostra de UM site...mas..dá para reflectir!


    Re:Só Lisboa e Porto? (Pontos:2)
    por GreatBunzinni em 05-09-06 13:09 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    No que toca ao sector terciário e o quaternário, sim. Sem dúvida. É nas grandes cidades onde há procura para implementação e gestão de serviços de informação e comunicações. É de estranhar como é que há gente na gildot que não está ciente disso.
    --E porque só Portugal? (Pontos:1)
    por AliAli em 04-09-06 16:28 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    A UE é uma janela aberta de oportunidades?
    UK, por exemplo (Pontos:2)
    por Ancestor em 04-09-06 16:50 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Porque não consideras a hipótese de ir para fora? O Reino Unido, por exemplo, oferece oportunidades dificilmente igualáveis por cá. Dá uma olhada em sites como o JobSite ou o CWJobs.


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:UK, por exemplo (Pontos:1)
    por BugMeNot.com em 05-09-06 10:18 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    Fiz uma pesquisa por "programmer" em ambos os sites e fiquei pasmado com as ofertas, especialmente os salários:

    • Up to ¤50,000 Euros+Benefits
    • £30000 - £40000 per annum + + Excellent Benefits
    • £30000 - £45000 per week (!!?) + CAR, BONUS, HEALTH
    • up to ¤50k euros
    • £35K - 345K per annum
    • £650/day
    • £500-600/day or £70k
    • £450 - £550 p/day + Excel

    Estes são dos salários mais altos que se encontram, e de certeza que não são trabalhos para qualquer um, mas dá para meter as coisas em perspectiva.

    Já agora, peço também umas dicas :) Vou acabar o meu curso este ano e tenho excelentes hipóteses para seguir uma carreira de investigação/académica, o que até me atrai bastante. No entanto, o que pagam a bolseiros não é grande coisa, e mesmo professores com alguma carreira não ganham nada perto destes salários. Eu não tenho noção de quanto se ganha em empregos semelhantes em Portugal, mas que puder partilhar do que sabe, agradeço :) É muito irreal esperar 2000¤ por mês?

    Para falar de salários e quanto ganham acho que é normal uma pessoa preferir a anonimidade, e nesse caso podem usar o login BugMeNot.com, com password AxsBwutA. Os posts "Anónimo Cobarde" até têm alguma utilidade :)

    Re:UK, por exemplo (Pontos:2)
    por aknot em 05-09-06 10:53 GMT (#26)
    (Utilizador Info)
    Se estivermos a falar de 2000¤/mês brutos talvez seja irreal para quem está a começar. Com alguns anos de experiência ou numa área com bastante procura não creio ser muito difícil.

    Mas a realidade para quem começa é muito diferente. 1100¤/mês brutos é capaz de ser o mais usual mas há casos de sorte. É ir tentando e não baixar os braços na procura.

    aknot

    Re:UK, por exemplo (Pontos:2)
    por Ancestor em 08-09-06 12:49 GMT (#70)
    (Utilizador Info)
    Regra geral, os empregadores no Reino Unido são bastante menos esquisitos que em Portugal. É frequente veres empregos em que não te exigem formação superior, e não é por isso que deixam de pagar bem. A mentalidade em termos de trabalho é completamente diferente (para melhor) e (até ver) não me parece existir aquela arrogância gratuita típica de muitos ambientes IT em Portugal. Outra característica interessante é que o mercado é ENORME.
    Se tens possibilidade para te deslocares para um país estrangeiro com melhores perspectivas que Portugal, fá-lo sem hesitar. Vais ver que não te arrependes. Por acaso até estou a escrever este post em Manchester :).
    Já agora, se porventura pretenderes prosseguir estudos, UK também é um bom destino - é perfeitamente possível arranjares um emprego em part-time e tirares um mestrado numa universidade cá.


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    LX (Pontos:2)
    por Mind Booster Noori em 04-09-06 18:25 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://talkerspt.no-ip.org/~mbooster
    Em Portugal, infelismente, o "bom mercado" concentra-se em LX. Não quer dizer que não tenhas boas oportunidades no Porto (ou noutro local), mas a hipótese de isso vir a acontecer é diminuta, comparativamente com LX... Pode ser que isso venha a mudar, mas para já ainda é a realidade.
    Re:LX (Pontos:1)
    por Sonekas em 05-09-06 2:19 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    é uma realidade, que se vai manter certamente, para quem dá erros ortográficos tão escandalosos.
    Re:LX (Pontos:1)
    por linc em 05-09-06 3:32 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    Caro sonekas....

    Eu achava que o tonidosimpostos era chato pra caraças e gostava de chatear as pessoas. Depois descobri quem era e dei o desconto...

    Mas tu ainda consegues ser pior que ele...

    Já reparaste que só te metes com as pessoas?

    O mundo não está contra ti...não estejas contra o mundo.
    Re:LX (Pontos:1)
    por jamaica em 06-09-06 10:12 GMT (#54)
    (Utilizador Info) http://forum.bandalarga.org/
    atao e quem e' o toni? :))
    ---------------------
    O Cherne fugiu, mas o Imperador nomeou o Carapau de Corrida, que vai trazer as Chaputas todas
    Re:LX (Pontos:1)
    por rmachado em 05-09-06 15:10 GMT (#36)
    (Utilizador Info)
    Pelo que li dos seus comentários, fiquei mesmo esclarecido sobre a questão colocada.
    São de uma clarividência e profundidade sobre o tema.
    Estou sem palavras....

    P.S. - E leia lá as suas mensagens antes de "mandar" umas larajas sobre erros ortográficos.
    P.S.2 - Está muito em voga o vangloriar-se com os erros dos outros... é "geek"... é sinal de intelegência.
    P.S.3 - Sim, sou rapaz para ter erros no que escrevi. Fica desde já o aviso.
    Re:LX (Pontos:2)
    por Mind Booster Noori em 06-09-06 18:20 GMT (#60)
    (Utilizador Info) http://talkerspt.no-ip.org/~mbooster
    É, é, quase tão grave como não saber que as frases devem ser iniciadas com um letra maiúscula. Que é como quem dizer que erros todos nós os damos.
    ... (Pontos:2, Informativo)
    por tonidosimpostos em 04-09-06 18:57 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Depende do salário que te oferecerem...

    Se fores para Lisboa, o custo de vida superior é relativo... Depende muito para onde vais viver, e ainda mais onde vais ficar e quanto custa o teu almoço. Os restantes custos são idênticos ao Porto. Se ficares sozinho, o teu custo habitacional vai ser puxado, a não ser que vás viver para fora de Lisboa, mas esquece essa ideia, a não ser que gostes de perder horas a deslocar-te para o emprego (o que não é forma de viver!). Em relação ao almoço, se ficares por exemplo numa empresa com cantina própria decente, isso fica-te em conta, o mesmo acontece se ficares numa zona com almoçarada baratuxa. Se tiveres azar e ficares numa zona de almoçarada cara, então prepara-te para largares uns trocos valentes só para almoçar.
    Claro que depois os luxos de ires jantar fora ao fds e tal, são mais caros, mas tirando aqueles dois aspectos, definitivamente escolhe Lisboa. É onde estão os melhores contactos e mais oportunidades em Portugal.

    A zona onde vives é essencial para a qualidade de vida em Lisboa :) Perto do emprego, ou perto de bons transportes, tipo Metro (se tiveres a sorte de trabalhar perto de uma estação de metro).

    ----------

    Re:... (Pontos:1)
    por Sonekas em 05-09-06 2:22 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    conta também com umas palmadas jeitosas ( pelo menos até abrires a pestana ou definitivamente se fores um geek )
    Lá para fora (Pontos:3, Informativo)
    por Karlus em 04-09-06 19:35 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://blog.karlus.net
    Se puderes, estás em boa idade para te pirares lá para fora. Nem que seja ali para Madrid ou Barcelona. Fazes curriculum e conheces outras realidades. Passado x anos regressas, se tiveres coragem. :-) É o melhor que podes fazer.
    Se não for opção, Lisboa e Porto... por essa ordem.

    Em termos de custo e vida, arranjas casa no Parque nas Nações pelo mesmo preço que na Foz. :-) Isso do custo de vida é mais mito que outra coisa, os salarios tb por norma são melhores lá em baixo.
    O que há em Lisboa é mais sítios e oportunidades onde derreter o dinheiro do que no Porto, pq os preços são os mesmos.
    Re:Lá para fora (Pontos:2)
    por [Cliff] em 04-09-06 22:48 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Em termos de custo e vida, arranjas casa no Parque nas Nações

    Lembro-me de há seis anos - 1 mês lá ter ido à procura de casa (para compra) e pediram-me, IIRC, 40mil (contos) por um T1 c/ 1 lugar de garagem e "cozinha equipada pela Bosch". Não acredito muito que desde então as coisas tenham mudado muito, but who knows.

    Por 15 minutos de ponte, comprei o triplo da casa por quase metade do preço. Granted, não é na zona hip e há a "maçada"[1] de desembolsar 2 euros pela portagem, mas tenho jardim relvado à frente da porta, vejo o céu estrelado à noite, sinto à mesma o cheiro a lodo^Wmaresia e tenho pãozinho quente feito na hora à distância de 1 minuto a penantes.

    [1] a maçada é que em duas rodas pago o mesmo que quem anda em quatro. Isto é tão justo como dizer que os carros (classe 1) deviam pagar o mesmo que uma carrinha de carga (classe 2).

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Lá para fora (Pontos:1)
    por Sonekas em 05-09-06 2:28 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    só despendes os 2 euros porque queres... mota + via verde + carro à frente = borlix all the time
    Re:Lá para fora (Pontos:1)
    por linc em 05-09-06 2:30 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    lol...memo ah tuga :o)

    Já agora, comentário:
    mota + via verde + carro à frente + travagem brusca = acidente all the time! ;oP
    Re:Lá para fora (Pontos:1)
    por Sonekas em 05-09-06 2:41 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    lá tinha que vir um geek...

    engraçado que nao disseste o contrário... pelo menos isso..

    estamos a falar de um roubo e para roubo roubo e meio.
    mas isso provavelmente na tua mente geek fascinada pelo neo-capitalismo será pecado.

    ps: nao é por nada mas um gajo que usa a "palavra" "tuga" deveria ser sodomizado durante 37 horas por 53 elementos da cova da moura.
    Re:Lá para fora (Pontos:2)
    por MacLeod em 05-09-06 3:25 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    Lendo o teu comentário, parece-me que a palavra "tuga" foi de todo adequada.
    Re:Lá para fora (Pontos:2)
    por Mind Booster Noori em 06-09-06 18:25 GMT (#61)
    (Utilizador Info) http://talkerspt.no-ip.org/~mbooster
    Concordo contigo: defender um crime com uma alegada injustiça é que é, abaixo esses geeks neocapitalistas que usam expressões foleiras! Já agora, vamos deixar de vir aqui a este antro de geeks que é o gildot e deixá-los a martirizarem-se uns aos outros?
    Re:Lá para fora (Pontos:1)
    por Sonekas em 05-09-06 2:44 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    lendo novamene o teu comentário não consigo conter a curiosidade:

    lês a bíblia e vais todos os domingos à missa não é ?
    é que é melhor que seja isso... se não é ainda mais manhoso...
    Re:Lá para fora (Pontos:1)
    por linc em 05-09-06 3:29 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Não percebeste a ironia do comentário e a tentativa de humor?

    As minhas desculpas se te ofendi.

    Um bem haja,
    Luís Silva
    Re:Lá para fora (Pontos:1)
    por BugMeNot.com em 05-09-06 8:58 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    Bravo! É por idiotas como tu que os motards são sempre mal vistos.

    Além de ser extremamente perigoso, isso é ilegal e imoral. Só faz com que os "engaiolados" vejam os motards como uns selvagens, feios, porcos e mau, e criem (ainda) mais anti-corpos. A frase que deve estar presente na mente de toda a gente que anda de mota neste país é "Always assume they're trying to kill you" (o que, infelizmente, é quase invariavelmente verdade, ainda que não propositadamente na maioria dos casos), e com esse comportamento acredita que só vais piorar as coisas. Já há um estigma suficientemente grande sobre quem anda de mota, que somos todos uns foras-da-lei e não temos respeito por nada e comemos recém nascidos ao pequeno almoço, por isso dispensa-se os teus sagazes comentários (e quase que aposto até que nunca puseste a real peida em cima de uma mota, para mais)

    Por isso, um grande bem haja e um muito obrigado por ajudares a tornar as estradas cada vez mais perigosas para mim e para todos os que escolhem andar de mota. És um porreiraço, continua assim. [/sarcasm]
    Re:Lá para fora (Pontos:2)
    por jazzy em 05-09-06 17:15 GMT (#41)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    Espera aí! Eu sei de fonte segura que a parte de comer recém nascidos ao pequeno almoço é verdade!


    --
    Jazzy
    Re:Lá para fora (Pontos:1)
    por francisg em 05-09-06 18:01 GMT (#42)
    (Utilizador Info)
    é verdade! :X e o mais escandaloso é que as vezes nem recem nascidos são!
    Re:Lá para fora (Pontos:1)
    por DrainBamage em 06-09-06 18:31 GMT (#62)
    (Utilizador Info)
    Sou mais de comer bem-nascidas à ceia.

    Arrrrrr!

    ==
    "Se vi mais longe foi porque comprei a porra duns binóculos." - Zé da Esquina
    Re:Lá para fora (Pontos:1)
    por daem0n1x em 13-09-06 12:02 GMT (#74)
    (Utilizador Info)
    Não são os comunas que comem bebés ao pequeno almoço? Então os motards são comunas??? Já não percebo nada...
    Re:Lá para fora (Pontos:2)
    por [Cliff] em 05-09-06 9:36 GMT (#24)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    É essa a diferença entre o motociclista e o motário: o motociclista reclama mas cumpre, o motário não.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Lá para fora (Pontos:1)
    por DrainBamage em 06-09-06 18:32 GMT (#63)
    (Utilizador Info)
    E depois admiram-se d'haver mega-operações a seguir à amena cavaqueira de faro...

    *suspiro*

    ==
    "Se vi mais longe foi porque comprei a porra duns binóculos." - Zé da Esquina
    Depende de várias coisas... (Pontos:2, Interessante)
    por linc em 05-09-06 2:20 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Já é um pouco tarde e estou com sono..mas talvez possa partilhar a minha experiência contigo.

    Sou de Gaia e tenho uns rendimentos confortaveis na área do grande porto (isto, a trabalhar em vários sitios é claro...).

    Há cerca de 2 meses foi-me oferecido trabalho em Lisboa...excelentemente bem pago.

    Já há algum tempo que tinha ideia de ganhar coragem para me por a andar para fora do país e estava, inclusive, em conversações com 1 empresa americana para me por a andar...

    Aproveitei e decidi aceitar o desafio de ir para Lisboa entretanto.

    Passados dois meses, despedi-me e voltei para o Porto.

    Não gostava de estar longe da minha namorada e familia e, já estava farto de fazer a viagem Porto / Lisboa todos os fins de semana (ESTOU FARTO DA A1 E ERA UM GRANDE STRESS A SEXTA FEIRA [para sair de Lisboa] E O DOMINGO [para sair do Porto]).

    É um facto que em Lisboa se ganha melhor e é um facto que há mais trabalho. Pelo que vi, há tanta necessidade de GADO em Lisboa que até contratam incompetentes...

    Estamos num país de serviços onde, pelo que vi, empresas de outsourcing estão mais preocupadas em te colocarem na função do que, propriamente, garantir que a vais desempenhar bem (talvez esteja errado...mas foi o que me pareceu em conversa com várias pessoas).

    Também é um facto que o custo de vida em Lisboa é mais caro. Eu em Gaia ainda almoço (e bem) por 3.5euros e, em Lisboa, no minimo gastava 4.x euros e era por uma misera salada no Tagus Park (já agora, aconselho hehehe..é por trás da Microsoft :oP). [talvez seja discutivel porque também não sai muito e se calhar não conheci todas as possibilidades...mas não me parece que hajam muitas alternativas no Tagus Park].

    Quanto ao custo dos transportes, aluguei um quarto perto do Parque das Nações num t5 novo, onde vivia com mais 2/3 pessoas e pagava 250 euros por mes [+ despesas].

    Ora aqui está outra coisa que também me choca um pouco: no Norte ainda alugas uma casa por 250¤ por mês :o) (num estado aceitavelmente bom).

    Em suma, a escolha depende, tal como eu disse neste pequeno desabafo e os outros disseram nas suas respostas, do que te rodeia na tua cidade Natal.

    Se tens pessoas à tua espera ao fim de semana, não saias da tua cidade. (aliás, não saias para lado NENHUM).

    Se és ambicioso e tens "tomates", siga...VAI PARA FORA! Este país não merece ninguém....... :o(

    Não podes é fazer o que eu tentei fazer: passar o inicio da semana à espera do fim para ir para o Porto e, stressado pelo final do fim de semana, sem qualquer vontade para voltar para Lisboa.

    O dinheiro não é tudo (embora seja, obviamente, muito importante).....

    Mas há aqui uma grande coisa que não podemos esquecer: para que queres dinheiro se não tens qualidade de vida?

    Hugz,
    Luís Silva


    Re:Depende de várias coisas... (Pontos:1)
    por francisg em 05-09-06 11:01 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    > para que queres dinheiro se não tens qualidade de vida?

    pra ter qualidade de vida mais tarde.
    Re:Depende de várias coisas... (Pontos:3, Interessante)
    por aknot em 05-09-06 11:15 GMT (#28)
    (Utilizador Info)
    Perguntaram ao Dalai Lama:

    - O que te surpreende mais na Humanidade?

    - O Homens... Porque perdem a saúde para juntar dinheiro, depois perdem dinheiro para recuperar a saúde. E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem de tal forma o presente que acabam por não viver nem o presente nem o futuro. E vivem como se nunca fossem morrer e morrem como se nunca tivessem vivido.

    Re:Depende de várias coisas... (Pontos:0, Redundante)
    por francisg em 05-09-06 15:35 GMT (#38)
    (Utilizador Info)
    curioso fazeres-me a mim essa quote, sendo eu assumidamente budista.
    de qualquer modo, a quote parece implicar ilações que tiras do comentário que fiz ao post do Luis e há que considerar o conceito de qualidade de vida que ele fala. na minha perspectiva, esse conceito de qualidade de vida não é em nada relevante assim como o dinheiro não o é. são apenas meios para outros fins. se o dinheiro for mais fucral do que essa tal 'qualidade de vida' para cumprir os meus objectivos a curto-prazo é dele que me vou encarregar. que me importa viver num t5 partilhado com uns ? estive a viver num T0 minusculo quase 8 meses porque era mais barato e tinha de poupar dinheiro para outras situações. obviamente que não iria viver num T0 para sempre, e é mesmo essa a questão: objectivos a curto, medio e longo prazo, e respectivos sacrificios.

    mas não é preciso ir a extremos, de que custa viver numa fazer 1 hora de viagem todos os dias ou viver numa casa pequena uns tempos vislumbrando um objectivo a curto-prazo ? são sacrificios! e este mês vou estar a 1 hora de comboio do meu emprego por razões familiares, vou ter de acordar todos os dias as 06h00 da manhã e em muitos dias stressar a minha saude. porquê? há prioridades que falam mais alto. e falando em Dalai Lama, não sei se sabes quem ele é segundo o canone budista tibetano mas é um exemplo vivo de altruismo.
    e se os meus objectivos finais forem de facto altruistas, desde quando é que a minha saude ou pessoa entra na equação ou é sequer relevante?

    pois. aguardo comentário.
    Re:Depende de várias coisas... (Pontos:1)
    por jamaica em 06-09-06 10:18 GMT (#55)
    (Utilizador Info) http://forum.bandalarga.org/
    queres qualidade de vida?? trabalha das 2 às 10 :)
    ---------------------
    O Cherne fugiu, mas o Imperador nomeou o Carapau de Corrida, que vai trazer as Chaputas todas
    Para que interessa isso? (Pontos:1)
    por SkyNet em 06-09-06 16:58 GMT (#59)
    (Utilizador Info)
    E se os teus objectivos forem de facto altruistas, que tenho eu haver com isso? Quais queres que sejam os teus objectivos ninguem tem nada a ver com isso e nao precisas de justificar os teus sacrificios pelo altruismo ou egoismo? isso serve apenas para TI MESMO...Não sou budista, nem nada que se pareça, mas algures nos seus escritos e ditos o Dalai Lama tambem deve ter dito isto....
    Kata Ton Daimona Eaytoy
    Re:Para que interessa isso? (Pontos:1)
    por francisg em 08-09-06 6:57 GMT (#68)
    (Utilizador Info)
    há uma diferença grande entre expôr e justificar.
    Re:Depende de várias coisas... (Pontos:0, Redundante)
    por francisg em 05-09-06 15:39 GMT (#39)
    (Utilizador Info)
    já agora a mandar quotes, fica aqui a minha boca :)

    "Não acredites em alguma coisa simplesmente porque a escutaste.
    Não acredites em tradições simplesmente porque provêm desde há muitas gerações.
    Não acredites em algo só porque é falado ou é motivo de rumor por muitos.
    Não acredites em algo simplesmente porque vem escrito nos teus livros religiosos.
    Não acredites em algo simplesmente porque é dito pelas tuas professoras ou anciãos.
    Mas, após observação e análise quando encontrares que algo vai de acordo com a razão e é conduzível à felicidade e benefício de uma só pessoa e de todas, então aceita e vive-o."

    do Kalama Sutra, do próprio Shakyamuni...

    Re:Depende de várias coisas... (Pontos:2)
    por Karlus em 05-09-06 14:45 GMT (#34)
    (Utilizador Info) http://blog.karlus.net
    Isso, se não morreres "amanhã"...
    Re:Depende de várias coisas... (Pontos:1)
    por francisg em 05-09-06 15:26 GMT (#37)
    (Utilizador Info)
    e depois? por ter a dita 'qualidade de vida' agora vou morrer melhor? a morte pra mim é igual em qualquer ponto da minha vida, a única consideração que tem é uma lamento de não conseguir cumprir os meus objectivos antes dela. se vivi bem ou mal até lá, não me faz diferença, porque pra mim vivo sempre bem. posso sofrer de cancro, posso viver debaixo da ponte, posso literalmente não ter onde cair morto, o que me preocupa em qualquer dessas situações não é a relação a elas possam ter com a minha pessoa mas sim com os meus objectivos.
    pra não falar que se considerar isso nos termos em que suponho que estejam subentendidos ao teu comentário, largava tudo e ia curtir a toda a hora não? ou se calhar nem saia de casa, com medo que a morte saisse à rua ao mesmo tempo que eu....

    morrer daqui a 5 segundos, amanhã ou daqui a 10 anos é igual. fica apenas o pseudo-lamento de não ter chegado até onde aspirava ou nem isso, visto que estarei morto :)

    Re:filosofias (Pontos:1)
    por being em 06-09-06 3:09 GMT (#52)
    (Utilizador Info)

    "pra não falar que se considerar isso nos termos em que suponho que estejam subentendidos ao teu comentário, largava tudo e ia curtir a toda a hora não? "

    Nao, era bom era. Eu concordo com o Karlus. Em resposta a esta pergunta, acho que todos procuramos o meio termo entre o trabalho e o lazer. Pelo menos eu procuro. E isso de ser indiferente morreres daqui a 5 segundos como daqui a 10 anos é... absurdo. "Who wants to live forever?".

    Comecei uma dieta, cortei a bebida e comidas pesadas e, em catorze dias, perdi duas semanas. - Joe E. Lewis

    Re:filosofias (Pontos:1)
    por francisg em 06-09-06 10:24 GMT (#57)
    (Utilizador Info)
    i certainly don't.
    é-me indiferente porque o aceito e não vivo em função disso, vivo sim com isso em consideração ;)

    Re:Depende de várias coisas... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 05-09-06 22:16 GMT (#44)
    (Utilizador Info)
    Tanto morres amanhã em Lisboa, no Porto ou noutro sítio qualquer. Pelo menos Lisboa não é o Rio ou São Paulo, ou outra qq cidade terceiro mundista em que sais à rua e a probabilidade de levares um tiro nos cornos eh 50% ou à volta disso...

    ----------
    Re:Depende de várias coisas... (Pontos:1)
    por linc em 06-09-06 2:30 GMT (#50)
    (Utilizador Info)
    Heheheheh...sim! Isso é um bom point ;o)

    Gostei do teu comentário!

    *MUITO* felizmente tenho a possibilidade de ter dinheiro e qualidade de vida :o)

    ...talvez se me desse conta disso todos os dias andasse com um sorriso desde o acordar!

    ...mas acho que dei desde que voltei para o Porto ;o)
    Re:Depende de várias coisas... (Pontos:1)
    por francisg em 06-09-06 10:19 GMT (#56)
    (Utilizador Info)
    privilegis, privilegis... ;)
    Re:Depende de várias coisas... (Pontos:2)
    por Karlus em 05-09-06 14:47 GMT (#35)
    (Utilizador Info) http://blog.karlus.net
    LOL, fiz exactamente esse percurso. Tb me pirei de Lx por "ter pessoas à minha espera ao fim de semana". :-) Não me arrependi, se bem que profissionalmente cá por cima é mais deprimente. Mas lá está, a vida não é só isso.
    Re:Depende de várias coisas... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 05-09-06 22:19 GMT (#45)
    (Utilizador Info)
    É um facto que em Lisboa se ganha melhor e é um facto que há mais trabalho. Pelo que vi, há tanta necessidade de GADO em Lisboa que até contratam incompetentes...

    Normalmente, esses são os gajos que costumam durar entre 2 ou 3 meses e depois vão-se embora. A desculpa de falta de adaptação, saudades, namoradas, etc etc etc, costumam ser a mais frequente para o conforto psicológico necessário ao abandono :)

    ----------

    Re:Depende de várias coisas... (Pontos:1)
    por linc em 06-09-06 2:26 GMT (#48)
    (Utilizador Info)
    Caro amigo,

    *SE* um dia conseguires o que eu tenho, vais compreender :o)

    E mais num digo :o)

    Hugz,
    Luís Silva

    Re:Depende de várias coisas... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 06-09-06 19:36 GMT (#65)
    (Utilizador Info)
    Hum... Pftttttttt !

    Quantas horas trabalhas por dia ? Quantos gajos diferentes tens que aturar ? Quantos problemas de merda tens que resolver ?

    Nunca fales sobre a vida dos outros, quando pouco sabes dela. Aquilo que às vezes julgas que sabes, se calhar não é bem assim :]

    Mas voltando ao fim da conversa, um loser que se move para uma cidade e ao fim de 2 meses desiste, com base em argumentos de chacha, é isso mesmo, um loser. Alias um loser que critica o país e depois foge com o rabo entre as pernas, é isso mesmo, um loser.
    E mais num digo :)

    ----------

    Re:Depende de várias coisas... (Pontos:1)
    por linc em 07-09-06 12:26 GMT (#67)
    (Utilizador Info)
    Quantas horas trabalhas por dia ? Quantos gajos diferentes tens que aturar ? Quantos problemas de merda tens que resolver ?

    Ora bem: quantas quero, quantos quero, pouquissimos :o)

    Nunca fales sobre a vida dos outros, quando pouco sabes dela. Aquilo que às vezes julgas que sabes, se calhar não é bem assim :]

    Ora ai está um bom conselho para seguires ;o)
    Re:Depende de várias coisas... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 08-09-06 23:29 GMT (#73)
    (Utilizador Info)
    Realmente todas as teorias sobre decisões racionais vão por agua abaixo. Um gajo ganha bues, trabalha o que quer, atura quem quer, não tem chatices e no entanto lembra-se de ir para uma cidade que não gosta, longe das saias do papá, para um emprego "muito bem" pago e depois desiste ! Não admira que a Economia seja um sistema caótico...

    Quanto ao conselho, quem julga que tem uma grande vida és tu, no entanto, para efectuares qualquer tipo de comparação, convém que saibas o que estás a comparar. But, who gives a fuck...

    ----------

    e em Viseu ? (Pontos:2)
    por Gothic em 05-09-06 12:27 GMT (#30)
    (Utilizador Info) http://Marco.Tondela.org
    Na zona de Viseu praticamente não há nada, isto é realmente uma miséria. Dá pena! Nem emprego, nem trabalho.. querem é criar espaços comerciais para vender roupa, etc.. mas esquecem-se que não há nada para ganhar o dinheiro para gastar nesses sítios, pelo menos a nível de informática, isto é um desgosto.

    Music is the sedative for mind...
    Re:e em Viseu ? (Pontos:1)
    por sergiol em 05-09-06 13:39 GMT (#32)
    (Utilizador Info)
    Concordo. estou a cabar o curso em Viseu e há meio ano andei a entregar currículos para aqui e para ali, mas nada. Com esta tristeza, qualquer dia este país não tem gente no interior.
    Sérgio
    Re:e em Viseu ? (Pontos:1)
    por sergiol em 05-09-06 13:40 GMT (#33)
    (Utilizador Info)
    *a acabar*
    Sérgio
    Re:e em Viseu ? (Pontos:1)
    por bluestrattos em 05-09-06 22:38 GMT (#46)
    (Utilizador Info)
    Se não há nada a nível informático, cria o teu próprio negócio. Investiga, conversa, pergunta, faz um plano de negócios e começa a dar-lhe forma.
    Vai para fora: Austrália (Pontos:2)
    por MacLeod em 05-09-06 16:15 GMT (#40)
    (Utilizador Info)
    Concordo com os comentários que referem ir para fora. Acho que é uma experiência muito enriquecedora, e se vires que não é para ti podes sempre voltar para Portugal ao fim de algum tempo.

    Embora não trabalhe em IT, aproveito para fazer publicidade ao país que me acolhe, a Austrália. Se te sentires pronto para o salto Down Under, vale bem a pena. A qualidade de vida é mesmo muito boa (especialmente quando comparando com o UK, onde também já vivi). Da última vez que vi no ranking da ONU, estava em 3º lugar na qualidade de vida, logo atrás da Suécia e Noruega. O horário de trabalho é bem mais pequeno que em Portugal, os custos de vida são elevados mas os salários compensam muito mais. E mais, é um país que tem de tudo: praias paradisíacas, floresta tropical, deserto, neve, etc. E em qualquer altura do ano há sempre um sítio com muito calor e boas praias. (Já para não falar do melhor asset da Austrália, as australianas...)

    É um bocado mais difícil vir para cá do que para a UE, por exemplo. Pelo teu perfil provavelmente não consegues entrar pela General Skilled Migration, mas uma boa ideia para trabalhar cá é vir com um visto de Working Holiday Maker, e arranjar um emprego entretanto. O sector das IT é bastante dinâmico (afinal, foi cá que filmaram o Matrix ;-)

    Re:Vai para fora: Austrália (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 05-09-06 22:05 GMT (#43)
    (Utilizador Info)
    E a bicharada esquisita ? Afinal isso por aí tem uma concentração de bicharada venenosa e perigosa do melhor que há =)

    ----------
    Re:Vai para fora: Austrália (Pontos:2)
    por MacLeod em 06-09-06 0:32 GMT (#47)
    (Utilizador Info)
    Há muita bicharada esquisita, sim. Mas a maior parte não representa perigo para os humanos. Apesar de termos das cobras mais venenosas do mundo, estas não são agressivas (fogem das pessoas) e têm dentes pequenos que não chegam para perfurar umas calças resistentes, por exemplo. As aranhas ainda são menos agressivas, e só injectam veneno se encurraladas ou se as pisares. A maior parte dos ataques de cobras e aranhas são com gajos bêbados...

    Só há dois animais que representam um perigo razoável para os seres humanos: os crocodilos de água salgada e as medusas quadradas. E só tens de te preocupar com eles se fores para o norte tropical da Austrália -- onde a indústria IT não é exactamente o prato forte...

    PS: Só faltou dizer que em Sydney há provavelmente a aranha mais perigosa do mundo, que te pode matar em 15 minutos. Mas é só um pequeno pormenor...

    Re:Vai para fora: Austrália (Pontos:1)
    por BugMeNot.com em 06-09-06 8:11 GMT (#53)
    (Utilizador Info)
    E as raias gigantes, também. O Steve Irwin que o diga. ;-)



    (btw, eu sei que as ditas raias são praticamente inofensivas e que foi um acidente que acontece num milhão)
    Re:Vai para fora: Austrália (Pontos:1)
    por linc em 06-09-06 2:28 GMT (#49)
    (Utilizador Info)
    rotflol

    Curti o comentário :o)
    Re:Vai para fora: Austrália (Pontos:1)
    por DrainBamage em 06-09-06 18:38 GMT (#64)
    (Utilizador Info)
    A Austrália anda-me a pontapear o osso da emigração há que tempos... no outro dia fiz bungee jumping... pode ser que esteja a melhorar no campo do tomatal...

    ==
    "Se vi mais longe foi porque comprei a porra duns binóculos." - Zé da Esquina
    Austrália vs UK (Pontos:1)
    por BugMeNot.com em 07-09-06 0:46 GMT (#66)
    (Utilizador Info)
    Viva MacLeod (e gildot.org),

    O teu post despertou a minha curiosidade, certamente devido a minha forte relação com a Austrália. Tendo crescido em Melbourne, voltei para .pt ainda adolescente. Fiz escola, curso e mais uns anitos a trabalhar na area de IT. Como as oportunidades na area no Norte de Portugal não me estavam a agradar, pirei-me para o UK que fica mesmo ao lado. ;)

    O UK apesar de ter excelentes oportunidades e uma boa qualidade de vida, tem uma coisa que estraga tudo: You guessed it.. o tempo! Alternativa: Australia! :)

    Pois é! Estando eu a pensar voltar para aí daqui a uns anitos (até porque tenho passaporte Australiano :), gostava de te perguntar como é que anda o mercado de trabalha em down under? Como se compara Melbourne vs Sydney e até QLD (Brisbane, Gold Coast)? Linux SysAdmins.. há procura? Como se compara em relação ao UK?

    Sei que são muitas perguntas, mas também aproveita-se e fala-se da Australia, que é um belo pais!

    Anonymous Coward / Hero / Idiot
    ---
    Coitado do Crodcoile Hunter
    Re:Austrália vs UK (Pontos:2)
    por MacLeod em 08-09-06 17:08 GMT (#71)
    (Utilizador Info)
    Ola. Por acaso agora nem estou na Australia (em Singapura a meio de uma viagem para ferias em Portugal...).

    Como tinha dito, eu nao sou de IT -- logo nao conheco as especificidades desse mercado. Como de costume, Perth e' o motor da economia australiana, portanto existe uma grande concentracao de capital por la (tecnicamente e' onde existe melhor qualidade de vida, mas fica longe de tudo...). Sydney teve um grande boom depois dos jogos olimpicos. Isto motivou, entre outras coisas, a um aumento descomunal no preco das casas (nem sequer penses comprar casa em Sydney!) -- o que tem levado muita gente nos ultimos anos a mover-se para Melbourne. Brisbane e' uma cidade muito dinamica, mas nao sei como anda o emprego por la. Portanto diria que as zonas mais "quentes" no momento sao Perth e Melbourne. Sobre o outro post e a emigracao, existe a eterna prioridade de "colonizar" o interior da Australia -- mas que isso seja feito com SysAdmins tenho muitas duvidas ;-)

    Quanto a mim, vivo longe da grande confusao -- na capital Canberra. E' uma cidade de funcionarios publicos e estudantes, provavelmente a mais aborrecida de todas a cidades grandes na Australia. Mas Sydney esta' so' a 3h, portanto nao se perde muito...

    De qualquer das maneiras, acho que fazes muito bem em voltar (e aproveitar nao precisares de passar a emigracao). O mercado nao esta mau, e comparando com Portugal e' incrivelmente melhor.

    Um pouco à parte... (Pontos:1)
    por linc em 06-09-06 2:34 GMT (#51)
    (Utilizador Info)
    Não é que seja directamente relacionado com a tua questão...mas acho importante reflectirmos sobre isto: o nosso país esta-se a tornar num país de serviços.

    Não produzimos cá nada e só prestamos serviços.

    Só se ve out sourcing de out sourcing de out sourcing de out sourcing. Cada um ganha o seu mas quem trabalha é o preto que está a recibos verdes!

    Afinal, para que vamos criar uma fábrica, contratar dezenas de pessoas, demorar alguns anos a chegar ao 'break even' quando podemos começar a facturar directamente?

    Sou altamente contra out sourcings e qualquer tipo de '''trabalho''' onde se ganhe dinheiro sem fazer nada: ou seja, com meia dúzia de telefonemas!

    Alguns exemplos disto são todo o tipo de out sourcing e as imobiliárias!

    Argh.......*desabafo*
    Prós e contras (mas sem Major) (Pontos:1)
    por ParceiroPensador em 06-09-06 11:10 GMT (#58)
    (Utilizador Info) http://parceiropensador.net
    Se és do Porto, como parece, dada a alternativa que colocas, talvez seja melhor tentares primeiro arranjar trabalho aí mesmo. Todavia, não te aconselho a ficares muitos meses na mera tentativa. Depois de quase três anos a lutar contra as evidências (isto é, a tentar arranjar emprego, qualquer emprego, na minha área) no Porto acabei por vir para Lisboa estudar mais, antes que estupidificasse, e antes que desse por isso tinha um emprego que adoro e nada mal pago. Não me pareceu que tivesse sido sorte pura, antes a proliferação de oportunidades (mesmo que nem sempre ideais) é muito maior aqui. Não tenho a menor razão de queixa da cidade, mas reconheço que tive sorte, porque vivo à frente de uma estação de metro e trabalho à frente de outra. Nos arredores (Pontinha, Alfornelos, Amadora, Odivelas) é possível arrendar quartos bastante mais baratos, em casas sem senhorio, e pertíssimo do metro. Em 10 minutos estás no centro de Lisboa. A parte má: as coisas são bastante mais caras. Os almoços, então, se não conseguires uma alternativa ao restaurante, podem sair ao dobro do que pagarias no Porto. Mais downsides: estar longe das pessoas que fazem a nossa vida é horrível e já não estamos propriamente em idade de arranjar uma troupe de amigos com uma facilidade estonteante. As viagens Porto-Lisboa todos os fins-de-semana são uma seca, mesmo que os patrões, como os meus, sejam porreiros e te deixem chegar mais tarde à segunda e sair mais cedo à sexta. Senão arranjares uma casa já minimamente equipada, vais ter de duplicar tudo o que necessites aqui. No global, eu diria que acaba por ser uma experiência muito positiva, mas tem de ser encarada com a ligeireza devida. Também não é como se fosses assinar um compromisso para toda a vida; se te fartares, ala que se faz tarde de novo para a Invicta.
    - So this is how liberty dies, with thunderous applause . . . (Padmé, The Revenge of the Sith)
    Porque não outra cidade? (Pontos:1)
    por Moondevil em 08-09-06 10:29 GMT (#69)
    (Utilizador Info)
    Eu sou de Aveiro mas tirei o curso em Lisboa e acabei por trabalhar por lá durante algum tempo.
    A minha opinião é que em Lisboa ganha-se mais e existem mais oportunidades de emprego do que no resto do país.
    Mesmo no Porto, muitos dos sítios mais interessantes para trabalhar acabam por ser filiais de empresas com sede em Lisboa.
    Hoje em dia encontro-me na Alemanha, depois de uma passagem pela França e Suíça.
    E o que eu aprendi nestes sítios é que há muitas boas empresas a funcionar em cidades, que eu poderia facilmente comparar a qualquer cidade média portuguesa.
    Só em Portugal é que há esta ideia que uma empresa para ter sucesso tem que estar em Lisboa.
    Portanto o meu conselho é que se houver uma empresa interessante na tua área, não tens necessáriamente que te cingir ao Porto e a Lisboa.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]