gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Sera que os RFCs funcionariam para alem da tecnolo
Contribuído por AsHeS em 19-02-06 10:37
do departamento das idéias
Portugal Operacional -K- escreve "Boas. Sou novo nestas andancas de GilDot e que tais. O que eu tenho andado a pensar já de há uns tempos para cá, é o seguinte: Devido à situação política em Portugal, assim como em muitos outros paises, que resumindo é - "Não interessa quem lá esteja no poder, são todos uma canalha que não interessa a ninguém"... Eu pensei cá para mim, não faria então sentido existir um género de RFC editor para os orgãos de política.[Continua]


"Digo, um sistema onde qualquer indivíduo pudesse contribuir com idéias e novas formas de fazer as coisas. Começariam então a criar-se standards, e a partir dai poderiam alterar-se as coisas que se pretendem implementar ? Fiz uma pequena pesquisa a isto e encontrei apenas um resultado de um indivíduo Norte-Americano que pensou em algo similar.
Este é o URL: Virtual Gov. Talvez seja uma idéia estúpida ou impossível, mas faz sentido, ou não?"

EFF recomenda a não utilização do Google Desktop | Plataforma de realidade virtual Second Life anunciada  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Virtual Gov
  • Mais acerca Portugal
  • Também por AsHeS
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Não seria boa ideia (Pontos:2)
    por jorgelaranjo em 19-02-06 12:48 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://flickr.com/photos/fueg0/
    Se cada um sugere ideia a pensar em si então ...

    O melhor do grupo nem sem é o melhor para cada um dos membros do grupo.

    Só funcionaria se as pessoas pensassem no próximo e não apenas em si...

    Cumprimentos,
    Jorge Laranjo
    01100110 01110101 01100101 01100111 00110000
    The Tao of Webdesign
    Nao que esteja muito relacionado... (Pontos:2)
    por Gamblit em 19-02-06 15:56 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    ...mas lembrei-me agora do um site com uma ideia engraçada que vi referenciado aqui no Gildot há uns tempos atrás.
    Utopia (Pontos:2)
    por bgravato em 20-02-06 0:44 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    É uma ideia bastante utópica, mas não deixa de ser interessante... Talvez seja possível um dia... quando vivermos numa anarquia organizada... (outra utopia...)
    _______________
    "When the only tool you have is a hammer, every problem starts to look like a nail."
    Re:Utopia (Pontos:2)
    por bêbado em 20-02-06 9:53 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    "anarquia organizada" ?

    Organizada segundo as regras de quem?

    "I just want you to know that, when we talk about war, we're really talking about peace." — J.W.Bush, Washington, D.C. June 18, 2002
    Re:Utopia (Pontos:2)
    por jorgelaranjo em 20-02-06 11:46 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://flickr.com/photos/fueg0/
    anarquia

    do Gr. an, privação + arché, chefe, poder

    s. f.,
    falta de governo ou de chefe;
    estrutura social em que não há tutela governamental;
    acracia;
    confusão;
    desordem;
    desorganização.

    :D

    Cumprimentos,
    Jorge Laranjo
    01100110 01110101 01100101 01100111 00110000
    The Tao of Webdesign
    Re:Utopia (Pontos:2)
    por bgravato em 20-02-06 15:37 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    Organizada segundo todos. Numa sociedade em que exista sempre consenso entre todos e em que todos respeitem a máxima "a liberdade duns acaba onde começa a dos outros", não há necessidade de existir um governo que imponha regras, porque as pessoas se respeitam e conseguem viver em harmonia, sem necessidade de haver hierarquias e uns que mandem nos outros... portanto... uma utopia :-D
    _______________
    "When the only tool you have is a hammer, every problem starts to look like a nail."
    Re:Utopia (Pontos:1)
    por Godigo em 20-02-06 16:39 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Eu nunca entendi bem essa da anarquia no seu ideal utópico.

    A meu ver, a anarquia ideial torna-se inevitavelmente numa democracia. O povo tem inúmeras necessidades dentro dos parâmetros de tipo de vida na anarquia que apenas são conseguidos com a união de esforços e comunicação existentes numa democracia.


    Para mim faz mais sentido falar-se numa democracia socialista ideal.

    O que acham?


    Re:Utopia (Pontos:2)
    por bgravato em 21-02-06 18:42 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Democracia implica a existência de um governo ou chefe, eleito pelo povo. Governo esse que adquire poderes soberanos.

    Na anarquia não existe qualquer governo ou chefe. Não existe um poder soberano que imponha a lei e a ordem, daí haver uma certa tendência para o caos. Mas numa sociedade ideal em que as pessoas consigam co-habitar em harmonia sem a necessidade de regras impostas por um poder soberano, este deixa de ser necessário. Claro que isso é uma utopia.


    _______________
    "When the only tool you have is a hammer, every problem starts to look like a nail."
    Re:Utopia (Pontos:2)
    por blacksheep em 23-02-06 16:31 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Democracia implica a existência de um governo ou chefe, eleito pelo povo.

    Isso é mais especificamente uma República. É possível, embora não seja fácil, ter uma Democracia em que todo o eleitorado participe na legislação.

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Evolução política (Pontos:2)
    por blacksheep em 20-02-06 12:12 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Esse indíviduo acabou de descobrir a Democracia. :) A Democracia para além de uma ideologia é igualmente uma forma de regime, que foi o regime de Atenas durante um certo período. Ao que nós chamamos hoje Democracia estamo-nos a referir à República dos romanos.

    Não sei é se será assim tão boa ideia, por muito apelativo que seja andarmos como no A Tale in the Desert a recolher assinaturas pela povoação, devido à dimensão das sociedades actuais.

    Em vez de um regime totalmente novo, aqui vão umas sugestões:

    a) Um dos problemas das repúblicas partidárias é que há a tendência de haver uma rotação apenas entre dois partidos e de haver maiorias absolutas. Estes problemas poderiam ser resolvidos com umas eleições em que se classifica os vários partidos e não só um.

    b) Em vez de se votar em partidos, vota-se em pessoas. Cada cidade tem um certo número de candidatos para o governo do país, proporcional ao número de habitantes. Estes candidatos fazem obrigatoriamente parte da assembleia da cidade.

    c) Os abaixo-assinados acima de uma certa quota de pessoas locais têm que ter reservada obrigatoriamente uma sessão de discussão, embora não seja obrigatória a sua aprovação. No entanto, abaixo-assinados contra uma certa lei recentemente aprovada têm poder de veto.

    d) Existem sessões regulares em que qualquer cidadão pode participar nas discussões das assembleias locais.

    e) Tudo o que seja dito nas assembleias deve estar em acta e esta deve ser acessível facilmente.

    f) Os tribunais superiores podem ignorar uma lei se for contra um direito do povo dado pela constituição ou outro documento, criando precedentes.

    g) O cargo de presidente da república passa a ser chamado de rainha. São instaladas câmaras na sua casa e é formada uma espécie de Big Brother. Os eleitores podem escolher entre votar por estas eleições ou para as normais, mas nunca para ambas. Vamos ser francos, existe gente muito estúpida, e esta é uma boa forma de as filtrar. ;D

    Pronto. Basicamente estou 100% de acordo que os regimes actuais não são o melhor que somos capazes. Acho estranho como existe tanta estagnação na forma como a política é feita, tendo em conta a grande importância deste campo e a natureza humana de querer aprefeiçoar as coisas. Parece-me é que precisamos de evoluções e não de revoluções.

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Re:Evolução política (Pontos:2)
    por blacksheep em 20-02-06 15:52 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Agora que li o artigo, vejo que não tem nada a ver com o que eu pensava que se estava a referir, que era votações via web... :/ Afinal é uma parvoíce qq. Estou mesmo a ver: o pessoal ia para o governo em que não se pagava impostos, depois quando se era despedido ia o pessoal todo para o governo com melhor assistência social. Ficavam ambos falidos, o último mais rapidamente que o primeiro.
    Além disso, nós não vivemos na internet, vivemos num mundo material. Haveria colisões do género de num governo não é permitido beber/fumar antes dos 16. No outro já é, e até são oferecidas drogas na escola. Havia cidades separadas ou quê? Este é apenas um exemplo simples, começavam a entrar coisas mais complexas e temos uma bela guerra civil.

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Re:Evolução política (Pontos:1)
    por Operacional -K- em 21-02-06 2:52 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Ao Blacksheep,

    Nao me parece que tenha descoberto nada, a nao ser a vontade de modificar as coisas para melhor. A democracia funciona. Apenas dei uma ideia, que me parece poder vir a ajudar essa mesma democracia, logo nao sera com fins de implementar um "regime" novo.
    Da mesma forma que se encontram novas formas de negocio e de organizacao para uma qualquer empresa, parece-me que o mesmo (dentro de certos tramites) pode ser aplicavel a um estado de nacao. Passa apenas pela mentalidade e vontade de inovacao de cada um.
    O que pretendo com isto, e desenvolver um espaco de uniao comum, ou se preferires, um espaco onde todos os homens se encontrem de igual, independentemente de Nacao, Credo ou Religiao. Para que? Exactamente para aquilo que acabaste de fazer... Exprimiste o teu ideal (ou proximo), de como poderia funcionar um "sistema", que funcionasse de igual, e leia-se "funcionasse de igual"), para todos.
    Mais, como disse Sun Tzu, "Nao interessa de onde veio a ideia, porquanto seja uma boa ideia." E e exactamente esse o ponto. Com uma estrutura tal, poder-se-iria, talvez, eliminar algumas das burocracias existentes e assim levar a aprovacao de leis que vao mais de acordo com a real maioria. Saiem os politicos de carreira, entram os profissionais, passando a existir uma nocao de Governo Aberto. Passo a explicar, imaginem uma equipa de profissionais, um americano, um portugues, um afegao e um chines. Todos contribuiram com uma ideia que se aproxima da ideia do outro. Porque nao criarem um projecto conjunto que leve ao aperfeicoamento da mesma, e quica, implementacao da dita... Um pouco ao estilo (se nao muito ao estilo) de Codigo Aberto. So por dizer que o kernel ja existe e chama-se democracia. Agora e desenvolver a restante estrutura de acordo com as necessidades e quereres dos "utilizadores". Tudo o que proponho e uma democracia mais proxima de quem realmente interessa, e esse sera a populacao que constitui qualquer pais, por exemplo, tu e eu.
    Alias, pelo que vejo, nao faltam ideias bem interessantes por aqui e comentarios valiosos. Quanto muito, posso lancar o debate.

    Respeitosamente,

    Operacional -K-

    "Quando olhas para o abismo, o abismo tambem olha para ti."
    Re:Evolução política (Pontos:2)
    por blacksheep em 23-02-06 16:28 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Eu não me estava a referir a ti em particular, mas a quem escreveu o artigo. Dito isto, como disse acima, eu não tinha lido o artigo :P, e pensei que fosse uma espécie de governação via web. Mas o que eu disse sobre re-inventar a democracia não era para ser lido como ofensivo; apenas que antigamente se usava o papel para recolher assinaturas, e a ideia (a que eu pensava que o artigo se referia) apenas o substituia por um meio digital. Foi apenas uma observação.

    Quanto à tua iniciativa, acho que era muito fixe. Há poucos fóruns sobre este género de conversas mais "intelectuais", ou pelo menos eu não os conheço. O que aposto que ia acontecer era começar a ser invadido por propaganda anti-americana como é comum nos fóruns de activismo. Mas força nisso!

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Re:Evolução política (Pontos:2)
    por MacLeod em 23-02-06 21:58 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    g) O cargo de presidente da república passa a ser chamado de rainha. São instaladas câmaras na sua casa e é formada uma espécie de Big Brother. Os eleitores podem escolher entre votar por estas eleições ou para as normais, mas nunca para ambas. Vamos ser francos, existe gente muito estúpida, e esta é uma boa forma de as filtrar. ;D

    Esta ideia e' absolutamente brutal! Gostei muito. Mas talvez em vez de se fazer uma mudanca tao grande se possa apenas alterar a constituicao e criar a legislacao para que (1) haja um Big Brother todos os anos e (2) aos eleitores seja dada a possibilidade de votar para o Big Brother ou para as outras eleicoes nesse mesmo ano.

    PS: Infelizmente um efeito secundario desta medida e' que estariamos mais 'a merce dos caciques partidarios, cujos votos teriam um peso muito maior (a nao ser que sejam ainda mais fans do BB).

    Votação especifica (Pontos:1)
    por mikexilva em 21-02-06 2:11 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    Elegemos os politicos, e eles decidem TUDO por nos.

    Eu acho que podia-se melhorar um bocado este processo com um sistema de votação mais especifico de modo a que cada tema sujeito a aprovação, podesse ser votado online por todos os interessados/entendidos.

    Mas para não haver uma maioria enganada, talvez fosse preciso atribuir a cada cidadão um conjunto de temas onde é considerado entendido, e só podia votar nestes ou em temas mais generalistas, possivelmene com uma escala de varios niveis.

    Claro que seria preciso que todos tivessem facil acesso aos temas em discussão, e facilidade imediata de voto com o devido controle de autenticação. (Internet, Teletexto+SMS?).

    Foi tb só uma ideia, não sei se na prática resultava nalguma coisa...

    Re:Votação especifica (Pontos:2)
    por blacksheep em 21-02-06 10:41 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    As votações online são uma excelente ideia se a votação for tipo uma recomendação, ou seja, que uma certa lei deve ser ponderada, mas a votação definitiva deve ser feita numa cabine de voto.

    Porquê? Imagina uma lei para dar mais regalias às empresas, e o chefe: "vamos lá votar rapazes. Quero ver essa bolinha no sim.".
    Já os assédios sexuais são temas complicados quanto mais assédios "eleccionáis".

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    axo que o melhor... (Pontos:1)
    por ncosta em 22-02-06 11:48 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    o topico e interessante... mas a democracia e um pouco "livre" "mudanca" entre outras...e os standard s sao algo ja tipo leis.... mas axo que a melhor solucao em qualquer partido de qualquer nacao era os partidos com uma votacao acima de x % vao trabalhar para o pais em conjunto e em equipe com os outros partidos, assim ng ficavaria seduzido a gastar rios de dinheiros e fazer montes de coisas so para mostrar ao pais e ao povo que ele ate fez algo bom, e que fez algo para nos e que por outro lado nos esta a prejudicar mas nos n temos o conhecimento... alguem disse que temos de pensar mais no proximo, e essa a realidade normalmente a cabeca do pardido o lider o lider do governo pensa sempre primeiro nele sera que o que vou fazer ficara bem para mim etc... e em grupo e em equipa talvez as coisas fossem diferentes...
    Re:Weeeee (Pontos:2)
    por Lowgitek em 19-02-06 16:41 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Eehe essa ta demais :)

    O problema era ver quem ficava responsavel pelo repositorio :=)
    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]