gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Novell lança Xgl e Compiz
Contribuído por scorpio em 11-02-06 21:35
do departamento gfx
X xplode_me escreve "A Novell lançou esta semana aquela que me parece ser a mais revolucionária tecnologia a dar entrada no X nos ultimos meses. Xgl é um subsistema gráfico do X capaz de introduzir algum eye-candy no quotidiano do utilizador comum. Alguns dos efeitos podem ser vistos na página da novell. Outra adição ao mundo gráfico do Linux é o compiz, um manager de compositing intimamente ligado ao Xgl. Terá o Linux o eye-candy e funcionalidade para atrair utilizadores de outras plataformas? Originalidade ou a novell procurou copiar os efeitos do mac OS ? "

OPA da Sonae sobre a PT | II Conferencia International de Software Libre, em Málaga  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • xplode_me
  • Novell
  • na página da novell.
  • Mais acerca X
  • Também por scorpio
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Aceleração do desktop por hardware (Pontos:1)
    por mikexilva em 11-02-06 23:30 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Ao que parece o proximo Windows Vista tb vai usar algo do género, e como o MacOS já o tem, só ficava a faltar o Linux.

    Não é bem o XGL, mas instalei há dias o Enlightenment DR17 no meu slackware 10.2, e tenho usado como desktop X que tira partido de alguma aceleração da nVidia GeforceFX com OpenGL dos drivers oficiais da nVidia para linux.

    A sensação que o Firefox no linux era mais lento que no Windows (por exemplo a fazer o redraw quando mudo de TAB) desapareceu por completo (talvez até se tenha invertido;)

    Site oficial do Enlightenment DR17 :
    http://www.enlightenment.org/Enlightenment/DR17/
    ou no caso do slackware:
    http://forum.slackware-pt.net/viewtopic.php?t=194

    Parece excelente (Pontos:2)
    por blacksheep em 12-02-06 2:13 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Isto são excelente notícias e a melhor parte é que esta tecnologia está a ser entregue hoje e não prometida para amanhã como muitos projectos. De facto, o Suse 10 já vem com isso.

    O que ouvi disser é que isso é dependente do gestor de janelas. Alguém confirma?

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Cada vez mais actual. Btw, desenho do Maomé: {:-]
    Re:Parece excelente (Pontos:2)
    por gass em 12-02-06 16:22 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://www.otiliamatos.ath.cx/~gass
    se é integrado no X ... deve ser
    Cumps-
    Gass
    Re:Parece excelente (Pontos:2)
    por blacksheep em 12-02-06 23:34 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Dizes que "deve ser" e ao mesmo tempo que é integrado no X? Para já, no máximo seria uma extensão do X. Mas o que me disseram, e que pode nem ser verdade, é que, por razões técnicas, é implementado a nível do gestor de janelas (a aplicação que desenha a decoração das janelas e permite movê-las -- chama-se KWin a do KDE). Como utilizador do KDE, gostava de ter os tais efeitos no Suse 10 no meu ambiente de trabalho preferido. :)

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Cada vez mais actual. Btw, desenho do Maomé: {:-]
    Re:Parece excelente (Pontos:2)
    por gass em 13-02-06 9:20 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://www.otiliamatos.ath.cx/~gass
    sorry: o "deve ser" é para a independência entre window managers, a questão que estava no ar.

    A justificação para o "deve ser" é que o xgl e o compiz foram integrados no X e não no gnome ou no KDE.
    Cumps-
    Gass
    Re:Parece excelente (Pontos:2)
    por blacksheep em 13-02-06 9:50 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Bem, lá deu um salto ao wikipedia, e parece-me que é verdade o que me tinham dito. O Xgl actua no X de forma semelhante a um driver, e o Compiz é um gestor de janelas. Logo, parece que não vou ter os efeitos no KDE para já... :(

    Citações do Wikipedia:
    The eye-candy effects are implemented in a compositing window manager called Compiz.
    A compositing window manager is both a window manager and a compositing manager.

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Cada vez mais actual. Btw, desenho do Maomé: {:-]
    Re:Parece excelente (Pontos:2)
    por gass em 15-02-06 14:12 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://www.otiliamatos.ath.cx/~gass
    Uma explicação aqui: Debian-x
    Cumps-
    Gass
    JAVA (Pontos:2)
    por gass em 12-02-06 18:08 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.otiliamatos.ath.cx/~gass
    à parte disso, parece que a proxima versão de java vai suportar o look and feel do gtk.

    O que me leva à questão do QT vs GTK.
    Pessoalmente, prefiro gnome, pois apresenta para mim um desktop mais limpo, rapido e simples que o kde, mas escrever aplicações sobre gtk pode não ser tão facil devido à propria organização do gtk e as suas constantes mudanças.

    No entanto vejo que costuma ser muito mais abordado um desenvolvimento baseado em gtk, do que em QT ... como é afinal?
    Cumps-
    Gass
    Re:JAVA (Pontos:2)
    por 4Gr em 12-02-06 21:10 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/~ei02069
    Dificilmente algo será baseado no desenvolvimento do QT visto que o QT ainda apresenta uma licença dupla (livre e proprietária), e como é maioritariamente controlada pela Trolltech, permanecem algumas reservas (eles podem, subitamente, alterar os termos da licença para algo exclusivamente proprietário).

    Por outro lado, o GTK é controlado por uma organização sem fins lucrativos e não existe qualquer dúvida quanto à sua licença.

    Não obstante, acho que ambos são excelentes toolkits gráficos, embora considere mais fácil programar em QT do que em GTK+.

    Dominus vobiscum
    Re:JAVA (Pontos:2)
    por blacksheep em 12-02-06 23:29 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    eles podem, subitamente, alterar os termos da licença para algo exclusivamente proprietário

    Isso não é verdade. Caso a Trolltech mude de licença ou vá à falência/descontinue o produto, a Fundação KDE Free Qt tem os poderes para lançar a última versão do Qt sob BSD.

    Mesmo que não houvesse este acordo, a tua afirmação continuaria falsa. O Qt é software livre sob GPL e ninguém lhe pode tirar isso. Se fosse descontinuado, o KDE poderia pegar nele, mudava-lhe o nome, e continuava o seu desenvolvimento sob GPL. Mas, como disse, existe a tal fundação.

    A razão pela qual poucas empresas investem no Qt é simples: muitas delas são norte-americanas onde o Gnome é predominante, e a mais importante: o dinheiro. É verdade que pode ser mais rápido obter resultados com o Qt, blá, blá, blá, mas é difícil vender isso a uma empresa quando existe outra biblioteca com tanta comunidade. O mercado do Qt são empresas que querem uma biblioteca multi-plataforma.

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Cada vez mais actual. Btw, desenho do Maomé: {:-]
    Re:JAVA (Pontos:2)
    por gass em 13-02-06 9:23 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://www.otiliamatos.ath.cx/~gass
    Para QT, segundo comentáris, entre amigos, é necessário uma licença de desenvolvimento e uma licença de cliente, isto é, é necessário que além de quem desenvolve comprar a licença para utilizar o toolkit, o cliente também o tem que fazer.

    A verdade é que o QT, por ser desenvolvido com o controlo de uma empresa, está melhor estruturado e apresenta uma real solução, ao invés do gtk, que procura ser uma solução, mas não o parece ser.
    Cumps-
    Gass
    Re:JAVA (Pontos:2)
    por blacksheep em 13-02-06 10:09 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Não é bem assim. Claro que o cliente precisa de uma licença, como praticamente qq software, incluíndo o software livre, mas esta é grátis. Por exemplo, o Opera usa a versão proprietária do Qt e é oferecido de graça, vindo inclusivé com algumas distros de Linux. Achas mesmo que por cada download eles têm que pagar X à Trolltech?

    Nã. A Trolltech disponibiliza a parte biblioteca de graça para ambas as versões como podes verificar, sob o nome de "opensource" e "free" ("free" como em "grátis"). O toolkit de desenvolvimento, que inclui os cabeçalhos, ferramentas de desenvolvimento, etc, esse sim tens de pagar.

    Já agora pf usa "Qt" e não "QT". Parece que te estás a referir ao QuickTime. :) Qt não é nenhuma sigla, apenas o diminutivo de "Cute".

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Cada vez mais actual. Btw, desenho do Maomé: {:-]
    Re:JAVA (Pontos:2)
    por blacksheep em 13-02-06 10:19 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Já agora, encontrei na página da TrollTech uma resposta oficial a isso:
    You must purchase a Qt Commercial License from Trolltech or from any of its authorized resellers before you start developing. The Commercial license does not allow the incorporation of code developed with the Open Source Edition of Qt into a proprietary product.

    For desktop applications, there are no royalties, runtime licenses, or other additional costs.


    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Cada vez mais actual. Btw, desenho do Maomé: {:-]
    Re:JAVA (Pontos:2)
    por blacksheep em 12-02-06 23:50 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    à parte disso, parece que a proxima versão de java vai suportar o look and feel do gtk.

    O SWT já usa as widgets nativas -- o GTK em Linux. E, segundo tinha percebido, o objectivo do Swing era ter o mesmo look'n feel independentemente da plataforma. Quer dizer que mudaram de estratégia e vão passar a usar as bibliotecas de widgets to Windows e do MacOS também?

    Pessoalmente, prefiro gnome, pois apresenta para mim um desktop mais limpo, rapido e simples que o kde, mas escrever aplicações sobre gtk pode não ser tão facil devido à propria organização do gtk e as suas constantes mudanças.

    Como programador, tu usas o AWT/Swing ou o SWT. Ou o Java vai ser lançado ainda com mais outro toolkit? Mesmo que seja esse o caso, ao criar os bindings tu tens alguma fléxibilidade para recriares a biblioteca, pois estás a criar uma camada totalmente nova. No caso do GTK, a Sun certamente que criaria bindings que oferecessem uma experiência orientada a objectos semelhante à do Qt.

    Quanto às constantes evoluções, o Qt parece-me que tem crescido a uma evolução senão superior, semelhante. Simplesmente mantém o interface de código-fonte e binário para trás. Por exemplo o Qt 4.1, acabou de incluir coisas tão importantes como um renderizador de SVG.

    No entanto vejo que costuma ser muito mais abordado um desenvolvimento baseado em gtk, do que em QT ... como é afinal?

    No caso genério, vê a minha resposta ao 4Gr. Neste caso em particular, para além de a Sun ter optado pelo Gnome na sua distro, também o Qt seria um pesadelo para lançar com o Java. A versão instalada com as distros de Linux é a GPL que seria incompatível com a licença da máquina virtual de Java que a Sun disponibiliza. Logo, a licenciar o Qt, teria que incorporar o seu código objecto com o seu pacote de Java.

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Cada vez mais actual. Btw, desenho do Maomé: {:-]
    Re:JAVA (Pontos:1)
    por Tolliman em 13-02-06 10:57 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    NO Java 1.4.2, o Swing já suporta GTK. Basta alterar um ficheiro de configuração nas aplicações para ficarem com o tema do gnome. O SWT, no eclipse, fica com melhor aspecto, no entanto.
    Re:JAVA - Qt vs GTK (Pontos:1)
    por Zarluk em 14-02-06 17:46 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://o-caos-avassalador.blogspot.com/

    Aparentemente, o problema tem mais a haver com o facto de o Qt ser publicado sob licença GPL (ou proprietária) e o GTK sob LGPL.

    Assim, e para quem quiser desenvolver software fechado, o GTK é muito mais simpático, dado não obrigar a comprar a respectiva licença. Fora isso, ficam as questões de ordem técnica e estética.


    XGL (Pontos:2)
    por Drune em 13-02-06 12:40 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Se pensam que já viram tudo do XGL então vejam isto: http://www.freedesktop.org/~davidr/xgl-demo1.xvid.avi
    ..may the source be with you =)
    Re:XGL for PS3 (Pontos:1)
    por mikexilva em 15-02-06 0:40 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    Muito bom mesmo :)

    Gostava de saber até que ponto o linux da sony vai ter XGL na PS3 ;)

    ...sem duvida que seria uma dream machine acessivel a qq pessoa...

    É pena quase ninguem falar sobre o linux na PS3 :(

    Re:XGL for PS3 (Pontos:2)
    por blacksheep em 15-02-06 9:32 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    A PS3 já saiu?
    Eu nem sabia que já se sabia as especificações da consola. Ando pouco geek ultimamente... :P

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Cada vez mais actual. Btw, desenho do Maomé: {:-]
    Re:XGL for PS3 (Pontos:1)
    por mikexilva em 15-02-06 21:54 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    Dizem que vai ser demosntrada pela primeira vez em hardware numa feira agora dia 20 em Taiwan..

    Dizem que vai sair ao publico na primavera, mas deve ser no japão... cá só deve chegar mais para o fim do ano.

    Mas os specs são impressionantes, um CPU desenhado pela IBM, Sony e Toshiba (chamado Cell) com 1 core PowerPC mais 8 cores vectoriais tudo a 3.2Ghz no mesmo chip com acesso DMA onde o buz é capaz de 36Gigabytes/sec para a RAMBUS.

    Depois tem uma placa nVidia superior as topo de gama actuais com 256M, 2 saidas de imagem de alta definição (HDMI) e falava-se em 3 interfaces gigabit.

    A sony tb disse que o disco rigido seria comprado como opção, mas iria trazer Linux pre-instalado por eles ;)

    Se procurares por PS3 há muita coisa... vamos ver até onde vai o linux desta consola (espero que não esteja limitado do ponto de vista dos developers).

    Re:XGL (Pontos:1)
    por microft em 16-02-06 0:36 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Parece que estamos com sorte, está para sair o Novell Linux Desktop 10 Beta já com o Xgl e Compiz
    http://www.osnews.com/story.php?news_id=13689

    http://lmcc.di.uminho.pt
    Re:XGL (Pontos:2)
    por gass em 16-02-06 11:23 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://www.otiliamatos.ath.cx/~gass
    sorte?

    não sei se t apercebeste, mas eles "já meteram" o codigo no x.org .

    o novell desktop 10 vai sair com p xgl, mas também o opensuse 10.1 beta4 jávai ter, já há pacotes experimentais para ubuntu, debian vai incluir isso quando sair o x.org 7.1 (em março), logo, antes de o windows vista sair, já todas as distribuições suportarão xgl
    Cumps-
    Gass
    Re:XGL clean views or X-without-box (Pontos:1)
    por mikexilva em 18-02-06 2:26 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    Com um video destes podemos pensar estarmos perante um linux limpa vistas, mas na realidade é um X-sem-box ;)

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]