gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Nova autoridade da certificação electrónica
Contribuído por AsHeS em 10-11-05 14:09
do departamento dos estado
Portugal big.iron.wiz escreve "Do site do ICP-ANACOM: "O Conselho de Ministros aprovou, a 3 de Novembro, uma resolução que cria a Entidade de Certificação Electrónica do Estado - Infra-Estrutura de Chaves Públicas (ECEE). Pretende-se assegurar a unidade dos sistemas de autenticação digital nas relações electrónicas de pessoas singulares e colectivas com o Estado e entre entidades públicas.
A ECEE deverá funcionar independentemente de infra-estruturas de chaves públicas privadas ou estrangeiras, mas permitindo a interoperabilidade necessária com infra-estruturas que satisfaçam os requisitos necessários de rigor de autenticação, nomeadamente no âmbito dos países da União Europeia."
Não era nada que não se soubesse já, mas com a experiência de situações anteriores com os professores e com as eleições, de quantas maneiras pode este novo pontapé na tecnologia dar barraca?"

Mulheres na area de redes | FreeBSD 6.0  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • site do ICP-ANACOM
  • professores
  • eleições
  • Mais acerca Portugal
  • Também por AsHeS
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Pontapé no feto? (Pontos:2)
    por Cyclops em 10-11-05 14:59 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Assim não admira que dê barraca, atacam e ainda mal funciona...

    Então diz lá qual seria a alternativa, o Estado beneficiar uma CA em particular fazendo com que os cidadãos sejam obrigados a tirar um certificado nela, para além dos custos que isso acarretaria para o Estado ou cidadãos?
    a $alternativa$ (Pontos:1)
    por netshark em 10-11-05 15:23 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    a iniciativa é louvavel, pois a alternativa é continuar a encher os bolsos de organizações monopolisticas estrangeiras que pouco fazem para certificar as entidades clientes.
    Pagar por pagar prefiro que o nosso dinheiro fique no Pais.

    So espero que hajam poucas burocracias (entenda-se, pouca papelada) e celeridade nas certificações.

    alex
    Re:a $alternativa$ (Pontos:1)
    por big.iron.wiz em 12-11-05 0:34 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://funcionalismopublico.blogspot.com
    A mim, nacionalismos à parte, também não me parece nada bem dar o dinheiro às empresas estrangeiras.

    Mas talvez aqui resida o cerne da questão

    Sendo o estado, a seguir à banca e seguros, o maior cliente das empresas da área, continuando o protecionismo, reduz a concorrência, deixando poucas razões aos fornecedores do estado para melhorarem.

    Ainda de registar que hoje em dia, casos como os referidos são prova mais que suficiente que o estado apenas gere, não desenvolve, isto é, controla prazos, âmbitos e objectivos.

    Cabe aos técnicos dos fornecedores implementarem.

    Como tal, e com base nos anteriores dois pressupostos, seja lá o que for que façam é:
    - Para encher os bolsos de alguém de cá;
    - Com qualidade menos concorrencial à oferta global;
    - De duvidosa confiança.
    ---------------------------------------------- Cá se fazem, cá se deveriam pagar, mas isso é outra conversa.
    E a codificação de caracteres? (Pontos:1)
    por Zarluk em 10-11-05 18:35 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    <meta http-equiv="content-type" content="text/html; charset=iso-8859-15">
    ...
    Criação da Entidade de Certificação Electrónica do Estado - Infra-Estrutura de Chaves Públicas (ECEE) - ANACOM

    LOL.

    Alguém meteu água na codificação desta página.

    Re:E a codificação de caracteres? (Pontos:2)
    por raxx7 em 10-11-05 19:15 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    A mim parece-me tudo bem. O teu browser está marado ou eles já corrigiram?

    Certificação Digital (Pontos:1)
    por ossportuga em 14-11-05 13:47 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Se descobrimos o Brasil, uns anitos no passado, se calhar é correcto tentermos descobrir o que eles têm feito nesta área. O ITI possui todo o sistema de certificação digital, em código livre e já com alguns anitos de experiência. Os ministérios, os bancos, os advogados, etc. todos utilizam o sistema, que é livre. Será que era contrariar muito o orgulho Luso que leva a inventar a roda de novo (paga contribuinte...) e pedir uma ajudinha ... Né cara...

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]