gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
SUPER CRISE TI NO NORTE
Contribuído por BladeRunner em 11-10-05 21:47
do departamento crise
Portugal backblue escreve "
Bem pela primeira vez proponho um artigo no gildot porque de facto gostava de saber a vossa opniao e os vossos contratempos na mesma area visto eu estar um bocado aflito.

Drama: Desde a 2 semanas ando "desesperadamente" a procura de emprego na area de administracao sistemas/telecomunicacoes/segurança na zona do norte mais precisamente porto e grande porto.

Questão1: Mais alguem tem tido este problema? Como o resolveu?
Questão2: Visto no grande porto nao encontrar nem um unico emprego, já so penso em ir para lisboa, pois em lisboa nao falta oferta de emprego em comparacao com o porto, acham boa idea?
Questão3: Conhecem uma boa maneira que eu desconheça de arranjar emprego?

NOTAS:
É a primeira vez que procuro emprego nunca o precisei de o fazer por isso nao tenho bem a certeza do que fiz mal, ou se simplesmente a crise ta num ponto mesmo lastimoso.
De note-se que nao tenho curso no ensino superior mas sim via profissional e o primeiro ano de eng informatica, mas tenho bastante experiencia profissional, será mesmo problema meu? Ou tou mesmo mal posicionado no terreno?

Comps "

Oracle adquire Innobase OY | Ubuntu 5.10  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Mais acerca Portugal
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Bem... (Pontos:2, Interessante)
    por Psiwar em 11-10-05 22:04 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Não é problema teu.

    - É um país pequenino centralizado em Lisboa.
    - Governantes burros e que gostam de centralizar aquilo que não é necessário.
    - Plano tecnológico em acção (lol).
    - Empresários curtos de vista que olham para a informática como para a limpeza (um mal necessário mas pouco importante).
    - Se é mau para os licenciados, imagina para os outros...
    - Falta de ambição para projectar produtos e serviços lá fora.

    Conclusão... vai para o estrangeiro ou para Lisboa. Opcionalmente podes-te colar a um autarca e arranjas logo grande tacho na boa.

    O Grande Porto está nas últimas.
    Re:Bem... (Pontos:2, Informativo)
    por thx1011 em 11-10-05 22:21 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Já em 94, portanto à 11 anos um colega meu aí do norte suou as estopinhas para arranjar um emprego... Agora em Lisboa, podes arranjar emprego, mas a qualidade de vida... bem... dá para dar um tiro nos miolos só com o stress do trânsito. E digo-te já por experiência própria, que Madrid ainda é pior... Tem é um metro que funciona mas qq fora da cidade, é tránsito a dar com um pau. Está igual em todo o lado... :-(
    --------------------- Thx1011

    99% dos ratos de laboratório morrem de causas não naturais.

    Re:Bem... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 13-10-05 15:01 GMT (#67)
    (Utilizador Info)
    Tudo depende da zona onde vives... Em Lisboa se viveres nas zonas em que tens que fazer 2h de carro para chegar ao emprego, é óbvio que não tens qualidade de vida. Comprar casa ? Isso é mentalidade demasiado tuga...

    He also notes that the OSS community has contributed very little to Nessus in the past six years, so they were reaping no benefit from using the GPL.
    Re:Bem... (Pontos:1)
    por [Cliff] em 11-10-05 22:51 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Eu não percebo... do meu ponto de vista, trabalho nunca falta. Podem é faltar trabalhos bem pagos. Mas se não há graveto, ele também não vai crescer das árvores. É preciso trabalhar para ele.

    Ao contrário do caro amigo Psiwar, eu recomendo que, à falta de empresa que contrate, se considere criar a própria startup. Pelo que leio, não faltam incentivos para isso, basta ter as ideias certas.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Bem... (Pontos:2)
    por Tuaregue em 11-10-05 23:04 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Essa é uma hipótese, a criação de uma startup, só que como tú dizes basta ter as ideias certas ao que eu acrescento e acertar num nicho de mercado que nos garanta um lugar no mercado, porque pelo que já estou a ver o mercado já começa a ter alguma senão muita oferta de um tipo de empresas, as empresas que só desenvolvem software de gestão. As outras que desenvolvem qualquer coisa diferente e que acertaram na tal dita boa ideia, não se queixam.

    Na minha opinião, ele que vá para Lisboa, é uma coisa que eu também estou a pensar em fazer, ganhar alguns "trocos" para depois poder montar um startup quando a boa ideia aparecer.

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Re:Bem... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 12-10-05 8:41 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    Certo... o gajo está desesperado por cash flow... a startup vai começar a dar jorros de dinheiro... isto para nao falar dos enormes atrasos que os financiamentos tem (trust me, que sei muito bem como funciona a coisa!). Depois, ainda falta a grande ideia. Faz-me lembrar a bela revista Ideias & Negocios, em que muita gente se despediu pq julgava ter uma grande ideia, e afinal tinham era vapor...

    P.S.: Cuidado com essa ideia de que vais para Lisboa ganhar uns trocos. Hoje em dia querem é explorar-te, seja em Lisboa, seja no Porto. E as empresas funcionam todas da mesma maneira: MAL. Projectos feitos em cima do joelho, prazos apertados (baseados no pressuposto de que a malta nao se importa de trabalhar ate às 23h), etc etc etc.

    He also notes that the OSS community has contributed very little to Nessus in the past six years, so they were reaping no benefit from using the GPL.

    Re:Bem... (Pontos:2)
    por Tuaregue em 12-10-05 9:07 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    Só que como ele disse aqui em cima, está dificil de encontrar trabalho, e se quase todos os anuncios que vejo a pedir pessoal para trabalhar em TI vem de Lisboa e arredores. Isto tá dificil, ou então só lá vai com o factor C.

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Re:Bem... (Pontos:2)
    por Lowgitek em 12-10-05 12:24 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    Completamente de acordo.

    Startup? O gajo anda desesperado porque a 2 semanas ninguem lhe passa cartão, quanto mais se o desgraçado estiver a espera de respostas de financiamentos, que chovem como água.

    E mais, essa ideia que Lisboa é um paraíso do caraças, acho que realmente so existe na cabeça de alguns. Ok, a oferta é maior, mas garanto que o custo de vida tb! E tal como o toni disse, e bem na minha opnião, hoje seja aqui, como lá fora, a maioria das ofertas existentes, são para tapar buracos, ocasionados, seja pelo mau planeamento ou porque não conseguem achar ninguem que aceite as condições oferecidas.

    As grandes empresas lá fora,procuram realmente malta, malta para fazer o trabalho que ninguem mais quer fazer, e tal como aqui não esperem milagres, ganham dinheiro mas na maior parte das vezes não contem com paraísos. É um pouco como aqui, a diferença é que pagam "um pouco melhor", para fazer frente igualmente a um custo de vida bem superior.

    Claro, nem vale apena aqui citar todos os outros q's existentes, dificuldades com a nova cultura, ambiente social, língua, etc etc...

    De qualquer maneira como já disse anteriormente, 2 semanas, não são nada para os dias de hoje. E como alguem já apontou, boa parte das vezes, a culpa deve-se, principalmente, a falhas de comunicação dos intervinientes, seja da parte de quem procura, como da parte de quem tem a oferta.


    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:Bem... (Pontos:0, Interessante)
    por lumacafi em 11-10-05 23:04 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Como não percebes eu explico.
    Falta cunhas ao moço.
    Nem todos tem os mesmos contactos.

    Por outro lado percebo o que queres dizer, se ele precisa de trabalho, pq raio não vai entregar umas pizzas ou fazer outro trabalho qq honrado?
    Obviamente que só ele saberá responder a esta questão.
    Re:Bem... (Pontos:1, Gozão)
    por Gothic em 12-10-05 8:24 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    E quando há experiência em determinado trabalho, porque tem de andar ele a entregar pizzas? de certeza que precisam de alguém como ele algures.. e por acaso sei que ele tem experiência, desde a novis à PT em vários tipos de trabalho.

    Characteristic of life style...
    Re:Bem... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 12-10-05 8:38 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Certo tb conheco muita gente com experiencia na novis e na pt..... a fazer de helpdesk e suporte... big fuckin deal... oh 0h0 h0 h0 h0h !!

    He also notes that the OSS community has contributed very little to Nessus in the past six years, so they were reaping no benefit from using the GPL.
    Re:Bem... (Pontos:1)
    por Gothic em 12-10-05 21:53 GMT (#36)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    Ele não é bem do helpdesk, mas do terreno :-)

    Characteristic of life style...
    Re:Bem... (Pontos:2)
    por blacksheep em 13-10-05 10:27 GMT (#46)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Estão os dois enganados. Então ele não foi agora destacado para distribuir rolos de papel higiénico na casa de banho das senhoras?

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Re:Bem... (Pontos:1)
    por hybriz em 13-10-05 19:54 GMT (#89)
    (Utilizador Info)
    e o pessoal que limpa as casas de banho?
    a pois é!

    linhas engraçadas no cv:

    "outsourcing na PT através da e ISS"

    nota que ISS Servisystem (a de limpezas) e não ISS Internet Security Systems.

    ps: original hybriz
    Re:Bem... (Pontos:2)
    por Ancestor em 12-10-05 4:24 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    A startup não resolve o problema de cash flow imediato, nem os incentivos que existem te resolvem o problema de dinheiro para o arranque. Os fundos de incentivo à criação do próprio emprego vêm, regra geral, meses depois do negócio ter arrancado - e inclusive já ouvi falar de casos em que acabam por não vir, porque "alguém se enganou nas contas". Além disso, o tecido empresarial português já está cheiro de microempresas falidas.


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Bem... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 12-10-05 12:32 GMT (#27)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Eu não percebo qual é o trauma das microempresas falidas... nos EUA, se abrires uma startup e a fechares dali por um ou dois anos, ninguém vai chorar por causa disso. Faz parte do jogo. Aqui em Portugal é "não te metas nisso que já existem um monte de empresas falidas".

    'dasssssse.... ninguém ouvia, quando era puto, o ditado "quem não arrisca não petisca"? Same shit.

    Agora, se ele se pôs a jeito para em duas semanas sem trabalho andar desesperado, de facto talvez o melhor seja mesmo não arriscar nada. Eu tinha assumido que o homem estava sem trabalho mas não desesperado para arranjar pilim.

    Como diz ali o lumacafi, que conheço bem e sei porque é que ele disse aquilo, se está desesperadíssimo por income, há muita pizza pronta a entregar enquanto não aparece o trabalho certo.

    Quando o desemprego me bateu à porta, também ponderei ir servir às mesas num café qualquer. Serei eu, um knowledge worker, demasiado fino para fazer trabalho manual e honrado?

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Bem... (Pontos:2)
    por Ancestor em 12-10-05 15:51 GMT (#32)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Pois mas provavelmente já reparaste que por cá ainda não é os EUA. Provavelmente também o conceito de "boa ideia" que justifique a criação de uma empresa é diferente lá e cá. E, como alguns descobrem da pior maneira, regra geral, afinal não era uma boa ideia. Provavelmente se fosse até compensava investir noutro sítio qualquer... Como os EUA :D


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Bem... (Pontos:2)
    por edsonmedina em 16-10-05 14:48 GMT (#169)
    (Utilizador Info) http://www.cianeto.com/edson
    Eu não percebo qual é o trauma das microempresas falidas... nos EUA, se abrires uma startup e a fechares dali por um ou dois anos, ninguém vai chorar por causa disso.

    Ele vai. Porque não vai ter dinheiro para pagar as contas e estará de volta ao desemprego. Desta vez sem subsídio.
    E como o parent disse, isso não resolve o problema de cashflow imediato.

    "Jovem, perdeste o emprego? Tás à rasca de dinheiro? Abre a tua startup que isso passa" é conversa de quem tem um emprego :)

    Eu tinha assumido que o homem estava sem trabalho mas não desesperado para arranjar pilim.

    Sim, podia ter juntado alguns largos milhares de euros (porque o pai lhe tinha pago a casa) e só queria um trabalho para passar o tempo.

    Infelizmente nem toda a gente vem de boas familias.

    Quando o desemprego me bateu à porta, também ponderei ir servir às mesas num café qualquer. Serei eu, um knowledge worker, demasiado fino para fazer trabalho manual e honrado?

    E presumo que com o salário de empregado de mesa pagarias a prestação da casa, a comida, a creche dos putos... Às vezes os encargos não podem esperar.

    Se isso fosse tão simples, muito boa gente já não trabalharia na informática. O problema é que nenhuma outra profissão paga tão bem sem teres algumas décadas de experiência.

    Re:Bem... (Pontos:1)
    por stack em 13-10-05 7:28 GMT (#40)
    (Utilizador Info) http://127.0.0.1
    não estás completamente por dentro do assunto, se cumprires os prazos e entregares a documentação exigida e minimamente decente recebes imensos icentivos. garanto-te que pagam e pagam a horas, e 1 ou 2 meses depois de iniciar a actividade no máximo já recebeste uma boa parte do dinheiro. o que acontece na maioria das vezes é que as pessoas esquecem-se de cumprir todos os formalismos e depois queixam-se, todo o processo é longo e extremamente burocrático mas garanto-te que se o souberes cumprir recebes umas boas massas. e como o cliff disse mais abaixo qual é o drama de fechar uma startup ao fim de 2 anos? se fizeste bem as coisas recebeste umas boas massas que te finaciaram durante esses 2 anos sem problemas? se não resultou é porque a ideia (ou outra coisa qualquer) não era suficientemente boa, mas prejuízo não tiveste de certeza.
    Re:Bem... (Pontos:2)
    por blacksheep em 13-10-05 10:25 GMT (#45)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Uma startup é diferente que um emprego; o income não é certo, é preciso a tal Boa Ideia(tm) e ter um perfil para tal. O ponto dele é que sugerir a um gajo desesperado por um empregado começar uma startup não faz muito sentido.

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Re:Bem... (Pontos:2)
    por Lowgitek em 13-10-05 11:58 GMT (#54)
    (Utilizador Info)
    Claro... já dizia o outro "quem tem olho em terra de cego é rei!".

    Acho que não se trata bem do caso e o que o ancestor se referia era justamente isso.

    Abrir uma startup não esta a mão de todos e a teia burocratica é por vezes enorme e dispendiosa. E mais uma vez quem não tiver os conhecimentos certos, nos lugares certos, nas horas certas, tá feito.

    Mas enfim era mais uma opnião.
    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:Bem... (Pontos:1)
    por GreatBunzinni em 13-10-05 16:41 GMT (#75)
    (Utilizador Info)

    - É um país pequenino centralizado em Lisboa.

    - Governantes burros e que gostam de centralizar aquilo que não é necessário.

    - Plano tecnológico em acção (lol).

    - Empresários curtos de vista que olham para a informática como para a limpeza (um mal necessário mas pouco importante).

    - Se é mau para os licenciados, imagina para os outros...

    - Falta de ambição para projectar produtos e serviços lá fora.

    Desses argumentos todos, só o argumento "empresários curtos de vista que..." é que é válido, apesar de ser com uma pitada de sal. O resto é típico "portuguesismo" a manifestar-se e, consequentemente, dispensável.

    Para além disso, onde é que está a opção "criar empresa própria no ramo para dar oferta à procura"? Um detentor de uma licenciatura não só tem as ferramentas intelectuais como também tem a formação técnica para iniciar uma empresa própria. Se realmente houver necessidade para esse tipo de função, então a empresa será viavel. Se não houver, então fica demonstrado o porquê de não haver procura. Podem criar o plano tecnológico mas se não houver empreendedores, pode haver toneladas de incentivos mas nunca surgirá nada.

    Re:Bem... (Pontos:2)
    por Ancestor em 15-10-05 7:33 GMT (#150)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com

    Um detentor de uma licenciatura não só tem as ferramentas intelectuais como também tem a formação técnica para iniciar uma empresa própria.

    ROTFL! Acreditas mesmo nisso?

    Se realmente houver necessidade para esse tipo de função, então a empresa será viavel. Se não houver, então fica demonstrado o porquê de não haver procura.

    Pois, estás a assumir que o problema está em quem contrata e não em quem gere. Doce inocência...


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Bem... (Pontos:1)
    por GreatBunzinni em 19-10-05 22:21 GMT (#181)
    (Utilizador Info)
    ROTFL! Acreditas mesmo nisso?

    Um licenciado é uma pessoa que adquiriu ferramentas para desempenhar uma função. Tal como um pedreido,um canalizador ou um electricista pode criar uma empresa de obras domésticas, o que impede um eng informático a criar uma empresa onde vende o seu serviço? O que impede mesmo é essa atitude de incapacidade de iniciativa empresarial e quem acaba de tirar um curso superior e não tem essa capacidade, muito sinceramente falhou redondamente na sua educação.

    Pois, estás a assumir que o problema está em quem contrata e não em quem gere. Doce inocência...

    O problema não está em quem contrata ou em quem gere. Quem acha que o problema está aí tem uma falta de noção da realidade verdadeiramente assustadora. Talvez seja essa a causa do problema de emprego.

    Acima de tudo, o problema está nas pessoas a chorarem por um emprego e a criticarem a falta de soluções apesar de nem fazerem esforços para analisar o mercado e procurarem soluções. Se houver realmente uma grande procura por profissionais nessa área, o que é que impede um licenciado de criar uma empresa e lucrar com isso? O impedimento é somente o espirito de iniciativa da pessoa. Claro que é mais facil assinar um contrato para um emprego (aparentemente?) seguro para trabalhar das 9 às 5 e ter o ordenado garantido na conta. Mas isso, num país em desenvolvimento como é Portugal e numa área pouco explorada como é esta, é muito dificil encontrar empregos. Porquê? Porque há poucas empresas a explorarem essa área. E se não houver pessoas a apostarem na área e a criarem essas empresas, de certeza que os empregos continuarão reduzidos como sempre. E entretanto os clientes procuram soluções no estrangeiro.

    Por isso, chama-lhe o que quiseres. Aquilo que tu dizes ser "inocência" eu chamo comodismo e preguiça. É ridiculo como é que as pessoas sabem que há procura, sabem que paga bem mas recusam-se a criar um projecto para investir. Preferem que os empregos sejam miraculosamente criados por terceiros e que depois sejam oferecidos de bandeja. Depois dizem que é crise...

    Re:Bem... (Pontos:1)
    por BEOWULF em 19-10-05 1:57 GMT (#177)
    (Utilizador Info) http://filipe.eclipsis.ca
    "Um detentor de uma licenciatura não só tem as ferramentas intelectuais como também tem a formação técnica para iniciar uma empresa própria."

    Gostava de ver as ferramentas intelectuais de alguns Licenciados que eu conheço... e ainda para mais a funcionarem na sua propria empresa. Ja vi formados de escolas profissionais com mais capacidades...

    "Podem criar o plano tecnológico mas se não houver empreendedores, pode haver toneladas de incentivos mas nunca surgirá nada."

    Incentivo$? Devo andar mesmo desactualizado quanto a isso! No meu tempo os incentivos eram para as familias e amigos de quem os geria... era um espectaculo, ate o Zezinho de 11 anos ja tinha uma empresa. Ou será que Portugal mudou assim tanto nos ultimos anos desde que me ausentei?

    Façam como eu... nao procurem emprego (taxinho), procurem trabalho (choio). Nao procurem uma empresa que lhes ofereca um lugar, mas sim uma empresa onde possam ser uteis e onde "produzam" aquilo que ganham...

    Estas mentalidades...

    Re:Bem... (Pontos:1)
    por GreatBunzinni em 19-10-05 22:48 GMT (#182)
    (Utilizador Info)
    Gostava de ver as ferramentas intelectuais de alguns Licenciados que eu conheço... e ainda para mais a funcionarem na sua propria empresa. Ja vi formados de escolas profissionais com mais capacidades...

    O espírito de iniciativa não é algo que se adquire com cursos. É algo que nasce e cresce com a pessoa. Há doutores (i.e. pessoas com doutoramento) que mal sabem fazer as compras no hipermercado mas há trolhas com a 4ª classe que criam empresas de sucesso.

    No entanto, um licenciado é uma pessoa que adquire competência técnica numa área e, consequentemente, em principio deve ser capaz de desempenhar uma função. Se é capaz de desempenhar uma função e a área onde está inserido é claramente sub-explorada (muita procura e pouca oferta), é o dever dessa pessoa de dirigir esforços para tomar proveito da procura. Se essa pessoa, quer seja um engenheiro ou um trolha, não quiser apostar numa iniciativa para aproveitar o mercado relacionado com a sua área, essa pessoa não poderá culpar a falta de empregos pelo seu insucesso. Aliás, se não há empresas, não há empregos.

    Incentivo$? Devo andar mesmo desactualizado quanto a isso!

    Há, logo à partida, um enorme incentivo: o lucro. Ou, por incentivos, será que tens em mente algum apoio do estado? Também há, especialmente para jovens empresários. Mas se uma empresa for rentavel e tiver apostado numa área pouco explorada, porque motivo o empreendedor precisará de apoios e incentivos do estado?

    Eu compreendo essa típica tentativa de justificação de não se apostar num projecto de empreendimento. Afinal o povo português tem um grande problema em criar empreendedores. O comodismo e preguiça são atitude tipicamente nacionais. Daí haver tanta empresa estrangeira a instalar-se com sucesso. Nós deixamos as quotas de mercado disponiveis sem dirigir esforços para aproveitá-las e como não as aproveitamos, o pessoal vem do estrangeiro e aproveita. E porquê? Porque há aquela ideia destrutiva de acreditar que a única solução possivel é empregarmo-nos numa empresa, quer ela exista ou não. E como ninguém quer criar empresas, depois queixam-se que ninguém está a empregar.

    O problema não é só a recessão... (Pontos:3, Informativo)
    por Ancestor em 12-10-05 4:36 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Bem, 2 semanas não é nada para procura de emprego. Se concorreres pelo processo normal (consulta de anúncios, envio de CV's), podes esperar entre 15 dias e 3 meses pela resposta - e não é incomum nem te comunicarem que não te querem. Se realmente fores bom no que fazes, ou se tiveres alguma reputação na área, talvez seja mais simples, mas, mesmo assim, em muitos casos o processo assenta mais em quem tu conheces e não no que sabes fazer (e isto é válido para qualquer zona do país). Normalmente Lisboa apresenta mais oportunidades, mas não quer dizer que arranjes emprego em 2 semanas - além disso, a concorrência é maior e melhor, e o custo de vida é claramente superior. Se tiveres possibilidade de deslocação para um país estrangeiro (como Inglaterra ou Irlanda) apresentam muito mais possibilidades na área que o nosso país. Se quiseres ficar por cá, a única dica que te posso dar é não seres esquisito com o salário. A vida não está fácil para ninguém.


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:O problema não é só a recessão... (Pontos:2)
    por Ancestor em 12-10-05 4:38 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Já agora, tendo em conta a tua (falta) de formação académica (diz o roto ao nú lol), não era má ideia investires uns cobres em certificações, caso ainda não o tenhas feito. Pode ser um esforço financeiro bem recompensado a médio prazo.


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    2 semanas? (Pontos:2)
    por Lowgitek em 12-10-05 8:21 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    Pa duas semanas não são nada...

    Se és bom, és reconhecido no que fazes, vai tentando e aguarda com calma, 2 semanas não são nada e há quem tenha aguardado mais de um ano por uma simples resposta. Existe ainda quem responda a envios de candidatura neste país, entretanto, se o desespero for grande, o que não falta ai são ofertas de trabalho. Procura bem, porque só entre as duas útlimas semanas, saíram para o norte do país, umas quantas vagas, no posto pretendido, tanto para o Porto, como para o norte do país, nos sites de emprego de costume.

    Se fores português começa tb a passar os olhos pelos concursos públicos, com quase certeza não encontraras o especificamente o que queres, mas terás outras boas alternativas, pelo menos ao que consta a estabilidade. As coisas já não são nada como eram, muito menos no sector público, em Lisboa tens muito mais ofertas, mas a ideia que tenho é que lá as coisas são muitas vezes mais precárias que cá em cima.

    Cumprimentos e boa sorte,


    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:2 semanas? (Pontos:1)
    por jp em 12-10-05 8:51 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    Existe ainda quem responda a envios de candidatura neste país

    Compreendo a frustração de quem não recebe sequer resposta a uma candidatura espontânea. Eu garanto que leio todas as candidaturas que me chegam às mãos, mas, por motivos de tempo, não tenho oportunidade de responder a todas. Acham honesto por um auto-reply? Eu acho que não.

    Deixem-me ainda deixar um aviso à navegação: quem lê uma candidatura tem tendência a criar anticorpos quando ela apresenta erros de ortografia ou é apresentada num formato não standard, mesmo que isso não seja necessariamente sinónimo de menos competência profissional.
    Re:2 semanas? (Pontos:2)
    por bêbado em 12-10-05 10:09 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    Aproveito o balanço para dar algumas pistas da experiência que tenho em _receber_ candidaturas espontâneas:

    - Não abusem da paciência de quem está deste lado: não é incomum - mas também não é muito frequente - receber candidaturas de gente sem experiência nenhuma no ramo a que se propôem. O que procuram é um emprego qualquer que lhes dê dinheiro;

    - Não inventem no formato dos curricula: nada de CVs em Flash ou que precisem de algum software especial para poderem ser _impressos_. Os que não podem ser impressos vão para /dev/null;

    - Como disse o jp, CVs com erros ortográficos começam logo com pontuação negativa. Erros ortográficos não são gralhas: estas dizem que quem escreveu o texto não o releu, enquanto que os outros dizem que quem o escreveu não sabe escrever;

    - Eu respondo a algumas - poucas - candidaturas espontâneas. E só respondo quando _sinto_ que não sou apenas mais um dos milhares de contemplados pelo e-mail. No meu caso, os e-mails que me são dirigidos pessoalmente têm maior probabilidade de serem lidos. Isto dá muito trabalho e exige conhecimentos - não estou a falar de cunhas. Estou a referir-me à necessidade de conhecer as pessoas certas para cada situação.

    "September the 4th, 2001, I stood in the ruins of the Twin Towers. It's a day I will never forget."
    George W. Bush
    Re:2 semanas? (Pontos:2)
    por grumpy bulgarian em 12-10-05 11:03 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://10.10.11.2
    Respondo a JP e Bêbado em simultâneo, porque há aqui alguns pontos em comum que acho dignos de nota:

    Enquanto empregadores ou empresários, vocês claro que têm toda a liberdade de decidir como interagir com candidatos, como têm com fornecedores, clientes, autoridades, etc.. A palavra chave aqui é "interacção". Quando alguem contacta com a vossa organização, certamente terá expectativas que de futuro serão moldadas pela vossa parte da interacção.

    De minha parte, não só considero honesto ter um "auto-responder" no email rh@empresadojp.com como considero exigível esse tipo transparência. O cuidado em dar a conhecer ao candidato os termos em que o recrutamento vai ocorrer caracteriza uma organização com sentido de ética ou de respeito por quem toma a iniciativa de querer fazer negócio convosco.

    Organizações com bastante mais recursos que a média montam sistemas de auto-resposta que deixam tudo claro. No caso da IBM e Siemens, por exemplo, obtem-se qualquer coisa como

    "A posição para qual V.Exa. se candidata tem o processo de recrutamento até ao dia x e todos os candidatos pré-seleccionados serão contactados até essa data. Todos os CV e candidaturas serão arquivados até 1 anos após a candidatura, salvo pedido expresso , etc etc etc".

    O JP considera este automatismo pouco honesto, eu gostava que mais anunciantes considerassem transparente, honesto e até mais seguro face a pessoas que não conhecem, que hoje são candidatas mas amanhã podem ser fornecedores, clientes ou decisores de qualquer outro tipo.

    Quanto ao comentário do Bebado sobre candidaturas "a ver se cola" por parte de pessoas sem experiência, espero que se esteja a referir a anúncios suficientemente explícitos sobre a obrigatoriedade dessa ou de outra característica. Mais uma vez, considero essencial rever a qualidade dos anuncios que por aí circulam, no sentido de garantir que seja enviado ao candidato informação sobre o resultado da sua iniciativa "Obrigado pelo seu contacto, a sua candidatura não cumpre os requisitos essenciais que solicitámos, será arquivada nos termos x,y,z".

    Finalmente, gostaria de ver mais abertura por parte de quem emprega a aceitar ouvir quem tem percursos "alternativos". A pessoa que teve que perder 2 anos na idade "normal" de ir a Universidade para assistir um familiar doente não deveria ter a sua candidatura enviada para /dev/null só porque arbitrariamente alguem escreveu no anúncio "só candidatos com menos de 25 anos". Numa entevista seria de perguntar "mas tenciona propôr-me um contrato de 10 anos?".

    em suma, se não há meios na empresa para julgar as candidaturas de forma justa e leal, contratem externamente essa tarefa, no mínimo para evitar antagonizar quem amanhã poderia ter sido vosso cliente.
    Grumpy B)

    Re:2 semanas? (Pontos:1)
    por jp em 12-10-05 11:53 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    O JP considera este automatismo pouco honesto

    Eu, se calhar, não me expliquei bem. Talvez substituindo "pouco honesto" por "impessoal" fique mais clara a minha ideia. De qualquer modo eu estava a referir-me a candidaturas espontâneas; quando são respostas a anúncios temos o cuidado de responder.

    Mas, pelo que foi dito, vou reconsiderar a hipótese de implementar um auto-reply. Não é desonesto, uma vez que leio todas as candidaturas e não mando nenhuma para /dev/null, mas sim arquivo-as.
    Re:2 semanas? (Pontos:2)
    por bêbado em 12-10-05 22:22 GMT (#38)
    (Utilizador Info)
    Eu ia precisamente referir o que já disseste: estamos a falar de _candidaturas_espontâneas_. Aquele tipo de candidatura a um lugar para o qual ninguém pediu propostas nem o proponente sabe se os seus serviços são ou não necessários. Em mil e-mails que envia, pode ser que alguém tenha interesse. É o que se chama 'atirar o barro à parede'... umas vezes cola... outras vezes não.

    "(...) mas sim arquivo-as."
    Eu também as arquivo, só que é num lugar diferente do teu :-)

    "September the 4th, 2001, I stood in the ruins of the Twin Towers. It's a day I will never forget."
    George W. Bush
    Re:2 semanas? (Pontos:1)
    por geelian em 12-10-05 10:06 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    Existe algum lugar ou site especifico com anuncios de concursos publicos de emprego ou aparecem pelo meio dos outros todos ? Cumps

    -------------------------------------------

    Bill Gates is a very rich man today... and do you want to know why? The answer is one word: versions

    Re:2 semanas? (Pontos:2)
    por aknot em 12-10-05 11:12 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Existe. É em http://www.bep.gov.pt/. Tem lá tudo, inclusivé o valor de ordenado para a posição em causa.

    aknot

    Re:2 semanas? (Pontos:2)
    por Lowgitek em 12-10-05 12:11 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    Queres um concelho, esquece os sites, para empregos na função pública. Embora o sitado seja o local mais indicado. Para função pública o melhor mesmo é estares de olho nos anúncios de jornais e no diário da república.

    O melhor mesmo é conheceres malta bem informada (não estou a falar de cunhas), que possam-te dar uma dica sempre que saibam qualquer coisa ;)

    Melhores Cumpriemntos,
    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:2 semanas? (Pontos:1)
    por geelian em 12-10-05 12:21 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    O conhecer malta bem informada penso que se aplica a todos os empregos e não só aos concursos publicos, de qualquer maneira nem todas as pessoas conhecem gente muito bem informada quando diz respeito aos anuncios publicos. De qualque forma, obrigado pela info.

    -------------------------------------------

    Bill Gates is a very rich man today... and do you want to know why? The answer is one word: versions

    Re:2 semanas? (Pontos:2)
    por Lowgitek em 12-10-05 12:28 GMT (#26)
    (Utilizador Info)
    Pois mas quem conhece a realidade da função pública sabe do que estou a falar. Para quem esta já lá dentro, o acesso a certo tipo de informação é bem mais fácil, não sei se percebes o que quero dizer. Não estou a dizer, ter lá alguém para te facilitar a vida num concurso, mas alguém que te possa prestar informações o mais cedo possível, nomeadamente a nível da abertura de concursos.


    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:2 semanas? (Pontos:1)
    por geelian em 12-10-05 12:57 GMT (#30)
    (Utilizador Info)
    Sim, claro, eu percebi a mensagem, o que quis dizer foi que não conheço ninguém que me possa "avisar" sempre que surge um concurso. De qualquer foram, a minha intenção foi mais conhecer a realidade, ou seja, que tipo de concursos abertos existem, que areas têm mais procura, etc. Efeitos práticos de que possa tirar partido para mim são quase nulos, felizmente tenho uma situação laboral estavel. Por outro lado, apesar de reconhecer alguns, poucos, mas alguns méritos em algumas areas da função publica, trabalhar para o estado sem foi algo que exclui da minha lista de opções, mas isso levava-nos a uma longa discussão sobre a função publica e isso é bastante off-topic.

    -------------------------------------------

    Bill Gates is a very rich man today... and do you want to know why? The answer is one word: versions

    p.s.: (Pontos:1, Informativo)
    por tonidosimpostos em 12-10-05 8:43 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    a porto editora tava a procurar administradores de sistemas ;)

    He also notes that the OSS community has contributed very little to Nessus in the past six years, so they were reaping no benefit from using the GPL.
    Re:p.s.: (Pontos:1)
    por stack em 13-10-05 7:32 GMT (#41)
    (Utilizador Info) http://127.0.0.1
    sistems? que sistemas? windoze? arghhh por acaso até conheço minimamente a infraestrutura deles... desejo boa sorte aos coitados que ficaram com o lugar :)
    Re:p.s.: (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 13-10-05 9:10 GMT (#43)
    (Utilizador Info)
    Os últimos eram DBA's afaik... Se forem windoze, se o gajo precisa de dinheiro, se sabe trabalhar minimamente com aquilo, what's the fucking problem ? Se nao precisa de dinheiro e se nao gosta de utilizar windows, entao que nao se candidate.



    He also notes that the OSS community has contributed very little to Nessus in the past six years, so they were reaping no benefit from using the GPL.

    Re:p.s.: (Pontos:2)
    por Lowgitek em 13-10-05 11:54 GMT (#53)
    (Utilizador Info)
    Garanto que há por aí muita malta a desejar um emprego destes... e não é preciso oferecer muito.

    Felizmente temos muito esquezitos neste país ainda... se é que me faço entender.


    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:p.s.: (Pontos:2)
    por jazzy em 19-10-05 13:04 GMT (#179)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    Quando tens que por sopa na mesa preocupaste se o SO é Windows ou *nix? Não! Pão para a boca é muito mais importante que preferências de SO's/filosofias.


    --
    Jazzy
    Re:p.s.: (Pontos:1)
    por stack em 22-10-05 12:59 GMT (#185)
    (Utilizador Info) http://127.0.0.1
    quando tens de meter pão para a boca... não te preocupas com a tua saúde? poupa-me, se é que me entendes.
    Re:p.s.: (Pontos:2)
    por jazzy em 22-10-05 19:06 GMT (#186)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    Não sabia que o Windows fazia mal à saúde...

    Se estás a falar de problemas que possas ter por causa dos problemas do Windows, só te posso responder "ossos do ofício"!

    Também não posso escolher os colegas de trabalho, e podes ter a certeza que os há que fazem bem pior à saúde do que os problemas do Windows...


    --
    Jazzy

    Re:p.s.: (AINDA?) (Pontos:1)
    por netshark em 15-10-05 11:03 GMT (#154)
    (Utilizador Info)
    Sinceramente nao sei o que esses gajos procuram, pois ja andam á procura ha 4 anos, pelo menos, ja que fui ha 4 anos a uma entrevista deles.

    Fico com a impressao que querem o informatico dos 7 oficios (programador, adminSI, expert em segurança, tecnico de hardware, picheleiro e de preferencia do sexo feminino para servir de secretaria ao grande chefe,etc) para subcontratarem empresas de recrutamento.
    Claro que se somarmos a isso os trocados que querem pagar...tss tss..

    O mais ridiculo sao as entrevistas deles que sao testes de avaliação psicologica, em que nao se fala nada das funcoes em questao, pois isso está descrito no nosso curriculo...

    Quanto aos requisitos eu lembro-me que eles queriam tb linux com MCSE de sobremesa e CCNA de aperitivo... :P

    No futher comments.
    Pânico (Pontos:2, Interessante)
    por grumpy bulgarian em 12-10-05 8:55 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://10.10.11.2
    Olá

    Deixa-me dizer que se em 2 semanas sem respostas identificas uma "Super Crise nas TI no Norte", se calhar podes candidatar-te a trabalhar nos jornais ou TV!

    Fora de brincadeiras, tenho-me apercebido que efectivamente é preferível alargar o âmbito da busca de trabalho, para incluir outros países. É normal que a procura e oferta de recursos humanos (e dos outros) não seja igual em todo o lado, e o Espaço Europeu serve mesmo para que as coisas possam andar para a frente independentemente das fronteiras.

    Se te amarraste a um empréstimo para comprar uma casa, é mais um factor de peso a contribuir para o drama pessoal que é não arranjar emprego. Se conseguires ter a liberdade necessária para tal, considera colocar-te em Vigo ou noutras partes de Espanha que te agradem, ou então dá graças por a Ryanair te pôr em Londres por meia dúzia de tostões.

    O UK tem atractivos, sendo o mais óbvio o factor salário, mas NMO importa muito verificar que os anúncios de recrutamento não costumam ter "idade limite". Um conceito interesante, por contrastar com a ideia feita que até aos 23 é preciso estar na Universidade, até aos 27 é preciso aceitar ofertas miseráveis "para recém-licenciados" e depois dos 30 só há ofertas para quem tenha mais de 15 anos de experiência...

    Boa sorte e vê lá se tens calma.


    Grumpy B)

    Re:Pânico (Pontos:2)
    por higuita em 13-10-05 18:58 GMT (#79)
    (Utilizador Info)
    Um conceito interesante, por contrastar com a ideia feita que até aos 23 é preciso estar na Universidade, até aos 27 é preciso aceitar ofertas miseráveis "para recém-licenciados" e depois dos 30 só há ofertas para quem tenha mais de 15 anos de experiência...

    precisamente, e o mais curioso e' que as contas nao batem certo, tal como na realidade!! 8)

    Higuita
    Vai para o Reino Unido e tira certificações. (Pontos:2)
    por WZ|Dunadan em 12-10-05 9:19 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://forum.bandalarga.org/
    Eu já fiz uma data de certificações e vou tirar ainda umas quantas quando regressar a LX. Depois, ou regresso a Luanda ou vou para Londres. Para ficar em LX só por uma muito boa causa. Como outros já disseram antes de mim, duas semanas sem respostas não é nada. Eu há quatro anos, demorei três/quatro meses para ter ofertas concretas de emprego. E este ano, a pensar que demorava mais tempo, afinal, foram 2/3 meses. Mas Lisboa é Lisboa. Portanto, muda-te e vai à luta, porque as oportunidades estão aí. ;-) GL. ;?


    Fórum Português sobre Banda Larga
    Re:Vai para o Reino Unido e tira certificações. (Pontos:2)
    por [Cliff] em 12-10-05 12:39 GMT (#28)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Luanda é bem... os reports (quase semanais) que recebo é que as TICs estão em franco crescimento. E pagam bem. E em USD :-)

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Vai para o Reino Unido e tira certificações. (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 12-10-05 17:16 GMT (#34)
    (Utilizador Info)
    USD é moeda fraca :) Agora interessa receber é em dólares !!!

    He also notes that the OSS community has contributed very little to Nessus in the past six years, so they were reaping no benefit from using the GPL.
    Re:Vai para o Reino Unido e tira certificações. (Pontos:2)
    por higuita em 13-10-05 19:00 GMT (#80)
    (Utilizador Info)
    s/dólares/¤uros/

    8)
    Higuita
    Re:Vai para o Reino Unido e tira certificações. (Pontos:1)
    por paipo em 13-10-05 16:10 GMT (#74)
    (Utilizador Info)
    Sim, em Luanda arranjas empregos bem pagos.

    Mas um factor a não esquecer é o custo de vida. É pelo menos 3 a 4 vezes mais caro de que em Lisboa. Um apartamentozeco em Luanda pode custar-te 500k USD... para compensar, compras um TT grandalhão por metade do preço de cá...

    paipo
    Re:Vai para o Reino Unido e tira certificações. (Pontos:2)
    por WZ|Dunadan em 16-10-05 7:53 GMT (#165)
    (Utilizador Info) http://forum.bandalarga.org/
    E um litro de gasolina custa tanto quanto uma gasosa (33cc de Coca-Cola): 40 Kz (0,38 EUR). Mas o carro da moda por cá é o Hummer. >:D

    Quanto às ofertas de trabalho, presumo que mais haverão nos próximos meses, pois as empresas começam a acordar para a necessidade de se informatizarem. Além disso, um cliente ganho por aqui com um bom serviço, é um cliente fidelizado.

    Mas não esperem milagres em termos de infra-estruturas. O trânsito é um caos e comprar acessos ADSL leva muito, muito tempo. Outro aspecto negativo, é o tempo perdido em formalidades burocráticas em termos de vistos e autorizações de residências. Para quem nasceu cá, as coisas simplificam-se bastante.

    Pena é que arranjar um bom apartamento, custe tempo e dinheiro, não só para o apartamento em sim, mas para o condomínio, para o guarda, para o gerador e seu combustível, para o depósito de água e para as compras de supermercado, fora o vencimento da empregada, que não deverá ir além dos $150 USD.


    Fórum Português sobre Banda Larga
    Re:Vai para o Reino Unido e tira certificações. (Pontos:1)
    por netshark em 21-10-05 18:16 GMT (#184)
    (Utilizador Info)
    Hummer não é um carro, é um cruzamento entre um tanque, um carro, e um apartamento de luxo :P

    É nice...

    Ouvi dizer coisas muito boas de Angola ultimamente. De más acho que o pior é a segurança e o Lixo.
    Português (Pontos:1)
    por daem0n1x em 12-10-05 12:53 GMT (#29)
    (Utilizador Info)
    Não me leves a mal, mas se escrevesses em português correcto já dava uma ajudinha...
    Constatação de um facto (Pontos:3, Informativo)
    por Karlus em 12-10-05 15:11 GMT (#31)
    (Utilizador Info) http://blog.karlus.net
    Este ano, das ofertas que especificaram a localidade...

    Aveiro - 1
    Braga - 1
    Coimbra - 21
    Leiria - 10
    Lisboa - 561
    Setúbal - 2
    Porto - 81
    Outro país - 24

    Agora daí a dizer "desespero" ao fim de duas semanas...
    Re:Constatação de um facto (Pontos:2)
    por [Cliff] em 12-10-05 16:17 GMT (#33)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Só por curiosidade, das 21 de Coimbra, quantas *não são* para a Critical Software? :-)

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Constatação de um facto (Pontos:1)
    por stack em 14-10-05 7:21 GMT (#95)
    (Utilizador Info) http://127.0.0.1
    só vai para a critical software quem estiver mesmo desesperado, conheci à pouco tempo um estagiário de lá (que por acaso era do Porto e teve que alugar lá apartamento para poder fazer o estágio) em que eles tiveram (e têm) a distinta lata de pagar 250 euros, sem subsídio de alimentação sequer, ao pobre do rapaz. segundo ele é assim que funciona por aquelas bandas. pergunto-me, então andam estes gajos a escrever uns scriptzecos de teste de software para a nasa e afins e ainda andam a mamar à custa dos pobres estagiários? deviam ter vergonha... ao fim dos 6 meses mandaram o rapaz para casa.

    infelizmente ainda há muitas empresas destas, estagiários maçaricos recém formados são mão de obra aptecível, e de exploração fácil
    Re:Constatação de um facto (Pontos:1)
    por Zarluk em 14-10-05 11:07 GMT (#108)
    (Utilizador Info)
    eles tiveram (e têm) a distinta lata de pagar 250 euros, sem subsídio de alimentação sequer
    Agora já sei porque é que há acidentes com o vai-vem ... a receber 250¤ (por mês?) não é de esperar grande qualidade no código!
    Re:Constatação de um facto (Pontos:2)
    por [Cliff] em 14-10-05 11:18 GMT (#111)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    foi mandado embora??? não devia ser grande espingarda então.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Constatação de um facto (Pontos:1)
    por Zarluk em 14-10-05 12:38 GMT (#116)
    (Utilizador Info)
    É que se não o mandassem embora teriam de fazer contrato -- e pagar, pelo menos, o ordenado mínimo ;-)
    Re:Constatação de um facto (Pontos:2)
    por [Cliff] em 14-10-05 23:22 GMT (#140)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    ehehe por acaso sei que a Critical até nem paga mal. Também sei que não paga exorbitâncias, mas não falha com o ordenado.

    Resumidamente, quem prefere receber bastante e arriscar-se a ficar sem trabalho/ordenado durante uns meses porque o balão estoirou, de facto não tem lugar naquela empresa.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Constatação de um facto (Pontos:1)
    por stack em 14-10-05 23:41 GMT (#141)
    (Utilizador Info) http://127.0.0.1
    "foi mandado embora??? não devia ser grande
    espingarda então."

    dunno, sei que, segundo ele, é pratica corrente empregar estagiários e mandá-los embora, e na instituição que estou... ofertas para estagiários proveninentes da critical é a pontapé, portanto...

    "ehehe por acaso sei que a Critical até nem paga mal"

    só se for a quem lá está, o que eu referi foi exploração de estagiários...
    Re:Constatação de um facto (Pontos:2)
    por Ancestor em 12-10-05 17:26 GMT (#35)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Ahh as estatísticas... Bem, isso por si só não te diz puto. Se fizeres um rácio ofertas/milhar de habitantes ou um rácio ofertas/unidade de superfície, talvez (certamente!) Lisboa não vai parecer tão destacada...


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Constatação de um facto (Pontos:2)
    por higuita em 13-10-05 19:01 GMT (#81)
    (Utilizador Info)
    se coimbra para cima tem mais de 50% da populacao nacional, vais ver que o racio e' descomunal!!

    Higuita
    Re:Constatação de um facto (Pontos:1)
    por Gothic em 12-10-05 22:01 GMT (#37)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    Viseu não está no mapa.. hehe, parece que não =) pelo menos das TI

    Characteristic of life style...
    Entrevista (Pontos:2, Informativo)
    por backblue em 13-10-05 3:31 GMT (#39)
    (Utilizador Info)
    Concordo convosco que 2 semanas nao e nada, mas sempre achei que ao menos fossem chamando para entrevistas e tal, já estou a responder anuncios pa todo o lado lisboa porto... fui há primeira entrevista.
    Conclusao o gajo queria que vá ganhar 500 euros, contracto era se lembra-se e não sabia bem como, e se não houver dinheiro este mês, so para o proximo, bem se bem ele disse que procurava alguem com o perfil de tecnico e não um cargo com responsabilidade, pois eu tinha 21 anos, era novo de mais, mesmo que seja o melhor gajo do mundo nisso, nao me contratava para tal; enfim nao acho boa politica vou continuar a procura, acho que ja fui explorado que chegue na iportalmais.
    Quando encontrar um emprego, nem que seja a ganhar 750 euros, mas com alguma responsabilidade em cima, pois ja trabalhei com responsabilidade em varias empresas uma delas a novis, nao muita mas alguma, acho que isso conta pa alguma coisa.
    Nao acham que devia establecer um limite, do genero, e pa acho que valho X, se n me derem estas condicoes Y no minimo, nao aceito, acham que e boa politica?
    comps**
    Re:Entrevista (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 13-10-05 9:08 GMT (#42)
    (Utilizador Info)
    A primeira coisa que tens que fazer, é escrever português decente. Desculpa, mas se queres cargos de responsabilidade não podes escrever dessa maneira. Escreves assim pq estás aqui ? Well, pratice makes perfection...

    Segundo, o que é que defines por responsabilidade ? Queres mandar em alguém com 21 anos ? Bem, tenho a dizer-te que o tempo da bolha, em que "putos" mandavam nas coisas, já passou. Quem conseguiu ficar a mandar, vai mandando agora, os que entram agora, não mandam nada. Se não achas boa política, só tens duas saídas: aguentas ou despedes-te. Segundo a tua descrição, não me parece que tenhas capacidade para aguentar a 2a, ou então essa coisa de emprego urgente está muito mal contada.

    Se queres um emprego com aquilo que desejas, de certeza que não o vais encontrar do dia para a noite (well, se calhar até vais, eu arranjei um sem o procurar ;)). Eu não concordava com o meu, despedi-me, tive uns meses fora à espera de algo de acordo com o que desejava e voltei a entrar sem estar à espera. Why ? Porque posso dar-me a esse luxo. Portanto ou tens uma sorte danada, ou esperas algum tempo por ofertas mais interessantes.
    P.S.: Deves sempre impor algumas condições, não é só dar o rabinho à empresa. A questão, é se te podes dar ao luxo de as impor, e saberes se são razoáveis para a empresa ou não ;)

    He also notes that the OSS community has contributed very little to Nessus in the past six years, so they were reaping no benefit from using the GPL.

    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por blacksheep em 13-10-05 10:21 GMT (#44)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Well, pratice makes perfection...

    E isto prova a minha teoria que quando um gajo corrije outro vai inevitavelmente cometer um erro.

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Re:Entrevista (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 13-10-05 15:04 GMT (#68)
    (Utilizador Info)
    ? ? ? ? ? ? ? ? ?

    He also notes that the OSS community has contributed very little to Nessus in the past six years, so they were reaping no benefit from using the GPL.
    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por Goncalo em 14-10-05 16:12 GMT (#125)
    (Utilizador Info) http://www.novembre.co.uk
    E isto prova a minha teoria que quando um gajo corrije outro vai inevitavelmente cometer um erro. A recursividade desse comentário, teve o seu q de "Tiro no pé", não?
    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por soska em 14-10-05 17:52 GMT (#130)
    (Utilizador Info)
    corrige ?


    SINCLAIR ZX SPECTRUM+2
    128K RAM
    COMBO TAPE READER/RECORDER ONBOARD
    CRT 12" WITH SPEAKER
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por Lowgitek em 13-10-05 11:52 GMT (#52)
    (Utilizador Info)
    Exactamente...

    "quem pode pode, quem não pode se sacode..."

       
    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por Lamego em 13-10-05 10:31 GMT (#47)
    (Utilizador Info) http://software.pt-link.net
    Eu acho que antes de um emprego precisas de algum juízo.
    Apresentas um artigo de DESESPERO ao fim de 2 semanas sem encontrar emprego e logo a seguir achas que 500 Euros é um salário baixo para quem não tem grandes alternativas e não aparenta ter tido um grande curriculo (Sim porque o verdadeiro currículo não se conta pela presença num local, mas sim pelo reconhecimento do valor do nosso trabalho ). A humildade é algo que fica bem até mesmo nos "responsáveis", ser "técnico" não é uma função menor, são normalmente aqueles que fazem o trabalho mais duro.
    Se realmentes acreditasses nas tuas capacidades verias que um emprego como técnico seria a tua oportunidade para mostrares que tens capacidade para fazer ainda mais, algo que pelos vistos não conseguiste provar até agora...
    Se é um luxo que te podes dar eu acho muito bem que entres na entrevistas e te apresentes com "quero 750 euros e um cargo de responsabilidade", certamente encurtas o tempo da entrevista e vais mais rápidamente para a próxima...
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por [Cliff] em 13-10-05 10:39 GMT (#48)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    ?!?!? tens 21 anos?!? desesperado por trabalho?! vai já tomar o prozac... eu a pensar num gajo com família para alimentar, com cabeça assente na terra, etc.

    C/ 21 anos ainda tens *muito* caminho a percorrer. Tem calma contigo e vai para os copos.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por being em 13-10-05 10:56 GMT (#50)
    (Utilizador Info)

    Totalmente desnecessario.

    1. Quem te disse que nao tem filhos ?
    2. Quem te disse que nao tem de ganhar para comer, para pagar a conta da luz, da agua, do seguro do carro, etc ?
    3. Quem te disse que ele gosta de beber ? :P

    Eh. Nem todos temos a vida facilitada a viver em casa dos papás até aos 30 anos...

    Comecei uma dieta, cortei a bebida e comidas pesadas e, em catorze dias, perdi duas semanas. - Joe E. Lewis

    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por blacksheep em 13-10-05 12:12 GMT (#55)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Essa do seguro do carro é engraçada. Desde quando é que o carro é um bem essencial?? "Querida, vamos ter que vender a casa para sustentar o carro."

    A sério, no Porto há metros e autocarros que cobrem a metrópole toda. Camionetas e comboios para quem vive fora do concelho. E não percebo porque nas faculdades só um ou outro anda de bicla [1]; é o meio de transporte mais barato que existe (e ainda há muitos garagistas antigos no Porto impecáveis que te levam apenas meia dúzia de euros por uma reparação. Nem te levam nada por afinações.). Para quem vive mais longe, uma motorizada é bem mais económica que a porra de um carro (FYI, na Holanda há gajos que percorrem 30 km por dia, todos os dias, de bicla só para ir para o emprego).

    [1] Na FEUP, uma faculdade frequentada por milhares de pessoas não se percebe como apenas menos de meia dúzia se deslocam de bicicleta. A segurança da FEUP (uma merda) pode ajudar a explicar, mas acho que já roubaram bem mais carros que biclas... A má localização também não vejo como pode inibir tanto o pessoal...

    Quanto às contas de casa, 500 euros dão e sobram. Quando precisei de uma casa, arranjei um quarto, no mesmo dia, por 30 contos mensais, com electricidade+água e com wc privativo. Por isso, deixa-te de tretas.

    Comer? Se poderes, vai a uma cantina, ou então fazes umas sandes para almoço. De resto, procura fazer tu a comida em casa porque realmente os restaurantes em geral são muito caros.

    Copos? Com um salário de 100 cts e um pouco de contenção no dia-a-dia, três dias por semana pode ir aos copos na boa sem problemas de consciência.

    Se é verdade que o gajo tem mesmo filhos, então devia mesmo tomar prozac a ver se ganha juízo. De qq maneira, se a parceira ganhar também 500 euros (como empregada a dias ganha isso na boa e não, não precisa de trabalha como um cão... cadela, digo) conseguem desenrascar um filho. Se têm mais que um, a solução melhor para as crianças pode passar por delegar as suas responsáveis em familiares ou numa instituição, e redimirem-se quando tiverem a vida composta.

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por geelian em 13-10-05 12:39 GMT (#57)
    (Utilizador Info)
    Fosse a vida assim tao fácil e linear e nunca ningué m passaria dificuldades...

    -------------------------------------------

    Bill Gates is a very rich man today... and do you want to know why? The answer is one word: versions

    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por blacksheep em 13-10-05 14:05 GMT (#61)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Fossem os comentários assim tão elaborados e nunca ninguém passaria sem os entender.

    A sério, que queres dizer com vida fácil e linear? O facto é que um gajo saudável com o 12º ano numa cidade como o Porto dificilmente passa dificuldades. Por exemplo, um gajo com o 12º ano é facilmente aceite no serviço camarário de recolha do lixo, onde trabalhas 6 horas por noite, 5 dias por semana, e ganhas 120 contos por mês. Como disse, é perfeitamente possível viver bem até com 100 contos mensais, basta que o pessoal deixe de comprar telemóveis de última geração, fumar que nem chaminés, andar de carrinho, compra de casa em vez de aluguer, etc.

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por geelian em 13-10-05 14:28 GMT (#63)
    (Utilizador Info)
    Eu percebo o teu ponto de visto e até te posso dizer que partilho a mesma opinião, mas não de uma forma tão fundamentalista e é ai que me parece que perdes a razão. Dizer que um funcionário camarário de recolha do lixo vive bem soa ao que falei em cima, a fundamentalismo. São tão felizes como qualquer outra pessoa mas dizer que vivem bem não é justo. Partilho da opinião que as pessoas realmente gastam mais do que ganham, que comprar telemóveis como se fossem amendoins é ridiculo, que fumar abana o bolso de qualquer um, que andar de carro já é um bem de luxo, e que se deve, sempre alugar casa ao invés de comprar. O que não concordo é que 500 euros cheguem para se viver bem, mesmo para um jovem saudável com o 12º ano. Uma renda de 150 euros, gastos em transportes publicos, alimentação , compras para a casa e vários outros custos pequenos que somados dão um boa quantia, fazem com que com 500 euros se sobreviva bem, não que se viva bem. 500 euros hoje não valem nem perto do que valiam 100 contos há uns 3 ou 4 anos atrás. Não te esqueças também de que um jovem com o 12º ano deve, ou pelo menos, devia, apostar em formação e essa não é de graça nem sai barata. E todos sabemos que conseguir uma financiada surge quando o rei faz anos. Em contraponto em termos de cidade, sou do Porto mas fui forçado a vir para Lisboa para poder continuar a trabalhar no que gosto, e aqui, podes poupar o que quiseres, e olha que um trabalhador camarário de recolha do lixo ganha tanto aqui como no Porto, mas 500 euros não dá para viver em condições.

    -------------------------------------------

    Bill Gates is a very rich man today... and do you want to know why? The answer is one word: versions

    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por blacksheep em 13-10-05 18:24 GMT (#76)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Em primeiro lugar, não posso deixar de comentar o chamares-me de fundamentalista. Acho que é algo que não existe de forma alguma nos meus comentários. E é falso. Simpatizo com Protestantes e gosto de estudar religiões, mas, pura e simplesmente, nem sequer acredito em Deus. Esse comentário teu foi totalmente descabido e nem me apetece continuar a debater contigo... Digo-te que se seguisse alguma religião havia de seguir essa doutrina, pois tenho gosto em saber mais e teres os alicerces bem firmes sobre o que acredito. E não, ser fundamentalista não implica necessariamente pouca tolerância, basta conheceres seguidores de Hindú ou Budismo.

    São tão felizes como qualquer outra pessoa mas dizer que vivem bem não é justo.

    A falácia que mais detesto é exagerar a opinião da outra pessoa para mudar o seu sentido. O meu comentário sobre lixeiros foi em resposta a tu balbuciares algo sobre vidas difíceis. O meu ponto é que com o 12º ano só tens dificuldades económicas se quiseres. Como é óbvio, considero ser lixeiro algo temporário até acabar os estudos, assim como acho que alguém à procura de emprego deveria optar por fazer um trabalho destes até encontrar um melhor.

    Quanto a 500 euros não darem para um gajo fazer a vida é mentira. Claro que ter papás a pagar propinas, electrodomésticos/equipamento informático facilita muito o orçamento, mas, com contenção, tenho a certeza que é perfeitamente possível passar o mês sem passares dificuldades. Claro que estou a falar de um gajo no início da vida e não alguém com filhos, mulher, empréstimos, etc.

    Para concluir, o meu comentário raíz foi sobre o facto do being falar em carro como se de um bem essencial se tratasse, e lá estiquei para desabafar um pouco. Isto já está a ficar fora do tema, pelo que acho que devíamos parar por aqui.

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por Lowgitek em 13-10-05 23:10 GMT (#91)
    (Utilizador Info)
    Desculpa mas tens realmente noção do que é viver com 500 euros???

    Ok, a quem viva com menos, mas dai dizer que se viva bem, vai um longo pedaço! Claro que o conceito de bom, pode variar de pessoa para pessoa.

    Acho é desnecessário associar a ideia de os "protestantes" (no sentido religioso do termo) serem fundamentalsitas religiosos , sou evangêlico, e não me vejo como um fundamentalista pelo menos no sentido em que maioria das pessoas vêm o termo, mas apenas alguem que não concorda com as ideias, do "mundo", seja sobre Deus ou sobre o seu semelhante, mas isso era outra conversa...

    Ok só agora que relendo o teu comentário, é que reparei que citaste, que referias a uma situaçã e, que não existissem todas as responsabilidades ali descritas. Mesmo assim, quem não tenha casa e acabe por ter de optar por ou comprar uma, ou arrendar, na pior das hipoteses, fazendo bem todas as contas, tendo em conta que não se vive do ar, e que uma vida saudavel tb exige um certo grau de conforto, e aguentem-se nas cadeiras, tou a falar de coisas tão simples como ter electricidade, agua, gaz, ou alguma coisa para se sentar, não sobra muito para o desgraçado comer e poder desenvolver o seu lado cognitivo igualmente.

    Claro que quem tenha tudo isso patrocinado pelos pais ou por outra fonte iluminada, os 500 euros dão e sobram.

    A pessoas a viver com metade disso todos os meses, mas não me acredito que possa se chamar de uma vida maravilhosa.

    Regards,


    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por RedBot em 14-10-05 8:22 GMT (#99)
    (Utilizador Info) http://www.ebserver.org
    Em lx, dificil é arranjar 1 casa pra alugar por menos de 500 euros....enfim...

    http://www.ebserver.org
    Há 10 tipos de pessoas no mundo, as que entendem binário, e as que nao entendem. [stolen
    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por geelian em 14-10-05 9:27 GMT (#101)
    (Utilizador Info)
    E por 500 euros arranjas um T1 na baixa com 50 anos...se comprares um T1 pagas 500/600 euros de crédito, em lisboa é ridiculo mas compensa mais comprar casa do que alugar.

    -------------------------------------------

    Bill Gates is a very rich man today... and do you want to know why? The answer is one word: versions

    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por Lowgitek em 14-10-05 9:44 GMT (#102)
    (Utilizador Info)
    Sim mas cá no norte onde não temos mania que somos todos ricos e vivemos num país de primeiro mundo o preço das casas tanto para alugar como comprar estão mais acessíveis. Não em todas as zonas é certo mas consegue se arrumar boas casas em sitios porreiros a bom preço.

    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por geelian em 14-10-05 10:41 GMT (#107)
    (Utilizador Info)
    Sim, eu sei, sou tripeiro mas temporariamente em Lisboa. E é verdade, aqui as pessoas pensão que são todas ricas e que vivemos num pais do primeiro mundo.

    Quando há um ano e pouco vim para cá, o que mais me impressionou foi a quantidade de equipamento de electrónica, por exemplo, que os meus colegas de trabalho compravam. Tudo novo e topo de gama, chocou-me porque era uma realidade que desconhecia no porto, entre o meu grupo de amizades pelo menos.

    Dizer que o meu monitor de casa era um CRT de 17' foi o suficiente para ser gozado por nem ter um de 19' e ainda por cima um CRT !!!

    Tive oportunidade de trabalhar no estrangeiro antes de vir para lisboa e é impressionante o quanto nós temos a mania que somos ricos. Estive num pais com um salario minimo quase 4 vezes superior ao nosso e ouvia constantemente frases do tipo : "não jantamos muitas vezes fora porque é caro", "Almoço uma sande porque almoçar todos os dias fora é caro", "trabalho há 2 anos a ganhar 3000 euros por mês e tava a começar a pensar em comprar um carro"...pessoas que pensem assim, como eu penso, cá em Portugal encontrei meia duzia.

    -------------------------------------------

    Bill Gates is a very rich man today... and do you want to know why? The answer is one word: versions

    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por Lowgitek em 15-10-05 5:03 GMT (#145)
    (Utilizador Info)
    É... as pessoas lá fora são mais agarradas ao dinheiro (NOT). Enfim...

    Povo de horizontes curtos este povo vosso.

    Levantemo-nos e vão!

     
    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por Ancestor em 15-10-05 7:38 GMT (#151)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    É off-topic, mas um bom monitor CRT "dá uma tareia" a qualquer tecnologia equivalente em qualidade de imagem, tamanho de pixel, durabilidade e resposta de cor.


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por MacLeod em 15-10-05 14:31 GMT (#157)
    (Utilizador Info)
    Yep. É mais o hype do LCD.
    Re:Entrevista (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 14-10-05 10:32 GMT (#106)
    (Utilizador Info)
    Well, tens uma zona reconhecida como de luxo no centro, por preços inferiores a esses... Tens é que saber procurar e ter alguma paciencia!

    He also notes that the OSS community has contributed very little to Nessus in the past six years, so they were reaping no benefit from using the GPL.
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por blacksheep em 14-10-05 16:13 GMT (#126)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    A pessoas a viver com metade disso todos os meses, mas não me acredito que possa se chamar de uma vida maravilhosa.

    O meu ponto é que se o gajo tem mesmo tanta cena para sustentar os 500 euros com contenção são suficientes. Não acho que seja uma solução definitiva - devia continuar a procurar um trabalho mais bem pago -, nem acho que dê para viver maravilhosamente. Se não tem mais ninguém para sustentar não acho de todo que vá passar dificuldades, mas nem tanto que irá viver maravilhosamente. Uma coisa é certa, vive com mais dificuldades na situação actual do que a ganhar 100 contos.

    Quanto ao termo fundamentalista, não sei como as pessoas vêem o termo actualmente. Espreitei para o dicionário online da Porto Editora e o significado ainda é o mesmo. Para mim, continua a ser a doutrina de Martinho: o que está escrito na bíblia é que vale e não a opinião do Papa ou da tradição. De qq maneira, não fui eu que meti o termo de fundamentalista ao barulho.

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por Lowgitek em 15-10-05 5:39 GMT (#147)
    (Utilizador Info)

    Ok, I got your point. Sim concordo, eu sou da opnião sempre que mais vale uma pássaro na mão que um morto a voar.

    Em relação ao termo fundamentalista, significa obviamente o que significa. Eu sou fundamentalista, o problema é que o peso das palavras, depende muitas vezes, de quem o usa, da maneira que usa e a quem se destinam.

    Ou seja, tal como tudo na vida, nem sempre é aquilo que se diz, e sim o local, a forma, e a maneira de agir que da forma e significado ao que foi dito.

    Se assim fosse, e se pelo menos o nosso país, para não falar do mundo, fosse gerido pelas frias palavras do dicionário, talvez já não enfrentassemos alguns dos problemas bem reais, que muitas vezes fazem as pessas criar novos termos e palavras para apelidar alguns que tem a responsabilidade de por mão ao remo deste barquito.

    passemos a frente ... siga!


    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por being em 14-10-05 14:32 GMT (#123)
    (Utilizador Info)

    "O facto é que um gajo saudável com o 12º ano numa cidade como o Porto dificilmente passa dificuldades." -- Esta tua frase diz tudo. Lamento mas não funciona assim. És de onde ? Sabes quanto custa, por exemplo, um passe da STCP ? E do metro ?

    A não ser que quando dizes sem dificuldades digas alguém que come sempre em casa, não tem tv, nem internet. Tem uma cama e vai todos os dias alugar livros a biblioteca municipal, compra roupa de ano a ano etc etc ... de facto, se eu ficar fechado em casa e só me deslocar para trabalho sou capaz de viver bem. Então e se for pertinho do porto tipo, Maia, levanto-me as 6h30 para chegar lá as 8h enquanto faço jogging...

    Com 500¤ ninguém vive bem... vai vivendo, mas não está a vontade.

    Comecei uma dieta, cortei a bebida e comidas pesadas e, em catorze dias, perdi duas semanas. - Joe E. Lewis

    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por Cricket em 13-10-05 14:57 GMT (#66)
    (Utilizador Info)
    A sério, no Porto há metros e autocarros que cobrem a metrópole toda.

    LOL, não resisti :)

    .:Q:.
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por blacksheep em 13-10-05 18:27 GMT (#77)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Se está mal escrito, corrige-me sff para aprender.

    Para a próxima, escrevo à Pinto da Costa:
    No Porto há metros e autocarros que cobrem toda a Nação.

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    OT: biclas (Pontos:2)
    por higuita em 13-10-05 19:26 GMT (#84)
    (Utilizador Info)
    a das biclas no porto percebo em parte...

    o porto tem grandes declives, pelo que deslocar-se de bicicleta so' e' recomendavel a quem ja' tem alguma resistencia (poucos) ou que mora e desloca-se na zona alta (+- paranhos inteira)

    imagina-te a vir da baixa ate' a FEUP e vais ver que a ideia da mota nao e' mais apelativa...

    soma isto ao facto de quase nao haver parques de bicicletas, muitas ruas estreitas e cheias de fumo , roubos e a tendencia para chuva do porto, levam a muitas pessoas desistir da ideia, os to'(carros) ate' funcionam bem e agora com o metro, acabam por ser alternativas boas

    por exemplo, nao sei se e' permitido levar bicicletas no metro, mas se fosse, poderia ajudar bastante o problema dos declives acentuados

    o problema e' sempre o mesmo, tem que haver o minimo de condicoes (seguranca, vias para bicicletas sem se morrer intoxicado, parques, etc) para comecar a ser mais usado...

    aluguer de bicicletas tambem ajudariam bastante...

    Higuita
    Re:OT: biclas (Pontos:2)
    por Shadlan em 14-10-05 19:30 GMT (#132)
    (Utilizador Info) http://shadlan.pointclark.net

    É permitido sim levar bicicletas no metro. Tens de acarregar no fim da ultima carroagem.

    Em relação ao aluguer de bicicletas, eu tenho visto por ai algumas com um letreiro da câmara (estilo as BUGAS em Aveiro), ainda não descobri é onde se pode ir buscar uma.

    Re:OT: biclas (Pontos:2)
    por jazzy em 19-10-05 13:28 GMT (#180)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    Não é permitido transportar bicicletas nos veículos nas horas de ponta (infelizmente, ainda não consegui saber o que é que eles consideram "hora de ponta").


    --
    Jazzy
    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por hybriz em 13-10-05 19:46 GMT (#87)
    (Utilizador Info)
    250¤ -> t2 na rua da alegria
    150¤ -> alimentaçao para 1 para o mês
    050¤ -> transportes e afins
    ---
    450¤

    enquanto trabalha procura algo melhor ao invés de negar 500¤. mas la está, ele não tem despesas quase nenhumas.

    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por stack em 14-10-05 7:34 GMT (#97)
    (Utilizador Info) http://127.0.0.1
    "250¤ -> t2 na rua da alegria"

    ahaha, deves estar a brincar... a rua da alegria está 95% possuída pela prostituição, é zona quente da cidade, qualquer brasileira dá 500 euros por um apartamento tão bem localizado :)

    digo-te mais, naquela zona do Porto não arranjas nada por menos de 375 euros (onde seja humanamente possível viver, sim porque aquela zona está toda a cair, visita alguns apartamentos disponíveis para alugar e verás)
    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por hybriz em 14-10-05 9:01 GMT (#100)
    (Utilizador Info)
    :) nao falei da boca pra fora, cheguei a visitar um t2 a 250¤ e era habitavel. mas vais-me dizer q não achas um t2 por 250¤ numa area do porto/gaia com transportes para onde trabalhas?

    nao se compara a lisboa e arredores a esse nivel.
    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por stack em 14-10-05 23:42 GMT (#142)
    (Utilizador Info) http://127.0.0.1
    na baixa (zona da rua da alegria) não arranjas, nas redondezas, e redondezas significam dezenas de kilómetros, talvez.
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por Ancestor em 15-10-05 7:48 GMT (#152)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Pois, mas se alugares casa no Porto, prepara-te para dispender >300Eur por algo habitável. Além disso, tens:
    > Condomínio
    > Luz
    > Água/Saneamento
    > Telefone (opcional)
    > Internet (opcional)
    > etc etc etc


    Os 150¤ para alimentação também são irreais, caso precises de comer fora à semana.

    Os 50¤ de transportes funcionam se estiveres realmente a viver no Porto. Se estiveres fora, provavelmente vais precisar de mais.

    Além disso, tens os gastos usuais necessários, nomeadamente: > Roupa
    > Calçado
    > Produtos de limpeza
    > Produtos de higiene pessoal
    > etc etc etc

    com 500 Eur não se vive. Sobrevive-se. E sim, conheço quem o faça. No Porto :)


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por Lowgitek em 15-10-05 13:35 GMT (#155)
    (Utilizador Info)
    Ancestor... sinceramente meu... se não conhecesses a realidade de perto.

    120 aguentasse a comer um mês
    47 euros vou e venho de Ovar ao Porto , (CP+STCP 30 minutinhos certos até ao centro do porto)

    Caro que roupa podes andar todo rasgado porque geek é mesmo assim, calçado, pode ser mesmo umas all starts mafiadas num lado qualquer a cair de podre, higiene pessoal a essa altura do ano até chove, por isso aguenta-se bem.

    etc. etc. etc é que lixam tudo pois é ai que um gajo gasta o dinheiro todo ;)

    Pá com 500 Eur no Porto um gajo é rei ;) ehehe


    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por Zarluk em 14-10-05 11:15 GMT (#110)
    (Utilizador Info)
    Para quem vive mais longe, uma motorizada é bem mais económica que a porra de um carro (FYI, na Holanda há gajos que percorrem 30 km por dia, todos os dias, de bicla só para ir para o emprego).
    Mas conheces o Porto? 30Km de bicicleta pelos montes e vales do Porto arrasam qualquer um. Na Holanda, é um passeio.
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por blacksheep em 14-10-05 16:25 GMT (#127)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Claro que sim, inclusivé as bicicletas já vêem com cenas para transportar coisas e etc. Foi apenas um pedaço de informação à parte -- FYI é um acrónimo inglês para For Your Information.

    De qq maneira, também não vamos exagerar e dizer que é um passeio. Na Holanda esse pessoal que tem que andar muito é porque vive em zonas rurais onde há muito pavimento de terra. O tempo também é muito pior que o de cá. E mesmo que caminho fosse totalmente plano não deixa de ser cansativo.

    Sabendo usar as mudanças e não levando mochila às costas, podes andar no Porto e não chegares ao destino a suar (a menos que esteja calor). Uma subida não cansa se usares uma mudança apropriada, vais demorar é bem mais tempo (se quiseres combinamos subir a avenida da Boavista e eu mostro-te como é possível não soares nem chegares muito cansado, demoramos é pelo menos 20 minutos, e alguma dor nos músculos das pernas é inevitável para quem não está habituado :)).

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por Zarluk em 14-10-05 17:28 GMT (#129)
    (Utilizador Info)

    Lírico ;-)

    Prefiro fazer 30 Km de bicleta na Holanda, onde as únicas subidas são as pontes que atravessam os canais do que 3Km no Porto (ou em Lisboa, para o caso tanto faz)... já para não falar na ausência de pistas dedicadas a ciclistas e no pavimento de paralelipípedos ou "alcatifados" de buracos.


    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por Ancestor em 15-10-05 7:28 GMT (#149)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Bem, a Av. da Boavista não é nada de extraordinário em termos de subida. Experimenta ires do cais de Massarelos para Vale Formoso (e sim, já fiz esse mesmo percurso em 30 min a pé) :)


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por Lowgitek em 15-10-05 13:36 GMT (#156)
    (Utilizador Info)
    Estação de gaia a Soares dos Reis ...

      wee...

    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por [Cliff] em 13-10-05 12:56 GMT (#58)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Eh. Nem todos temos a vida facilitada a viver em casa dos papás até aos 30 anos...
    A quem o dizes. Saí de casa dos meus pais, olha, aos 21.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por hybriz em 13-10-05 19:43 GMT (#86)
    (Utilizador Info)
    nao tem. é o backblue.

    e olha, eu tenho 20 anos e tou a viver 100% emancipado e é fodido. mas olha que novidade.
    recebo mal, claro.
    trabalho demasiado, claro.
    trabalho com coisas que não gosto, claro.
    e depois? tenho 20 anos, só nos filmes é que o mundo cai ao nossos pés por essa altura.
    sorte a minha que não precisei de sair das TI, e repara tambem que o backblue nao trabalha em qualquer area da TI, trabalha só num pintelho...

    ps: original hybriz here. (só pra comentar este thread)
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por Lowgitek em 13-10-05 11:49 GMT (#51)
    (Utilizador Info)
    Ai sim... eu aos 21 ja tinha uma filha era casado e tinha uma casa para sustentar e então?

    Sim duas semanas não são nada...

    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:Entrevista (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 13-10-05 15:08 GMT (#69)
    (Utilizador Info)
    Então deverias ter usado métodos contraceptivos ,)

    He also notes that the OSS community has contributed very little to Nessus in the past six years, so they were reaping no benefit from using the GPL.
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por [Cliff] em 13-10-05 15:42 GMT (#72)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    LOL deves ler pensamentos

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por Lowgitek em 13-10-05 23:17 GMT (#92)
    (Utilizador Info)
    ehehe ora bem malta jovem na pensa... depois tungas :)

    Eu tb não estava a reclamar, cada um colhe o que planta, eu acredito é que neste pais sofremos um mau terrível de excesso de malta esquisita ...

    E por isso é que depois quando lhe acenam com as libras e tal a malta não pense duas vezes, em lava pratos, limpar o chão etc etc... ai já não são tão esquezitos, "porque lá não é igual a cá"


    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por edsonmedina em 16-10-05 15:00 GMT (#170)
    (Utilizador Info) http://www.cianeto.com/edson
    Uh?
    É crime/imoral ter filhos antes dos 30?

    Qual é a "idade certa" já agora?

    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por being em 13-10-05 10:48 GMT (#49)
    (Utilizador Info)

    Boas Backblue :)

    Era para me manter calado mas como tu proprio pediste a nossa opiniao...

    Antes de mais, saiste da "cenoca" em Felgueiras porquê ? Nem que fosses bacharel eras mais valorizado do que tendo só o 12º... Sendo mais valorizado possivelmente ganhavas um bocado mais.
    Se estás mesmo a procura de emprego e se precisas mesmo desse emprego não percebo como podes por 500¤ para o lado. Mais, conheço licenciados do ISEP, que saiem daqui e a custo lá arranjam um emprego a ganhar 700¤ ( nao sei se me estou a fazer entender... basicamente acho que devias ter aproveitado os 500¤ e devias ter continuado a investir na tua formação ).
    Para finalizar: "Nao acham que devia establecer um limite, do genero, e pa acho que valho X, " -- e achas mesmo que alguém quer saber o que tu vales ? Toda a gente quer o trabalho feito (muitos nem querem bem, so querem feito) quanto mais o que tu vales ou deixas de valer...

    Um abraço. moo.

    Comecei uma dieta, cortei a bebida e comidas pesadas e, em catorze dias, perdi duas semanas. - Joe E. Lewis

    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por stack em 14-10-05 7:40 GMT (#98)
    (Utilizador Info) http://127.0.0.1
    não percebi muito bem a referência ao ISEP, estudas lá é? então posso-te dizer que um licenciado do ISEP arranja mais facilmente trabalho que um licenciado da FEUP (e não, não é por ser um trabalhador mais barato).

    ainda há bem pouco tempo uma conhecida empresa nacional teve 4 estagiários à experiência durante 6 meses, 1 do ISEP, 1 da FEUP e 2 da UMinho... adivinha quem ficou lá... e digo-te já, os estagiários da UMinho e da FEUP devem ter feito o curso por correspondência. Isto só para dizer que a instituição não tem qualquer peso, pelo menos se estivermos a falar de pessoas minimamente razoáveis.
    Re:Entrevista (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 14-10-05 10:29 GMT (#105)
    (Utilizador Info)
    Realmente isso é uma grande amostra para tirar essas conclusões.

    Adivinha quem foi contratado entre gajos do IST, FEUP, UMINHO e outras... Yeah... um gajo da FEP !! 0h 0h 0h 0h :)

    He also notes that the OSS community has contributed very little to Nessus in the past six years, so they were reaping no benefit from using the GPL.

    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por higuita em 14-10-05 11:12 GMT (#109)
    (Utilizador Info)
    tal como todo o lado, ha' gajos bons, aceitaveis e pessimos...

    de cada universidade que conheco (uminho, feup, isep, FCUP, UA) ja' vi pelo menos um bom e um mau

    geralmente a maios diferenca entre bom e mau e' que o bom esta' interessado em aprender, o mau so' quer ganhar dinheiro e come tudo que lhe poem a frente (e geralmente ADORA pirataria!!)

    por outra palavras, o local onde estuda acaba por ter muito menos influencia na qualidade do profissional do que a maioria das pessoas pensa (em especial nos que ainda sao estudantes ou recem licenciados)

    Higuita
    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por stack em 14-10-05 23:44 GMT (#143)
    (Utilizador Info) http://127.0.0.1
    plenamente de acordo.
    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por being em 14-10-05 14:10 GMT (#122)
    (Utilizador Info)
    Sim, estudo. Mas eu não falei em arranjar emprego, falei na remuneração do primeiro emprego. E falando do mesmo que tu, duvido que um licenciado do ISEP consiga arranjar mais facilmente emprego que um da FEUP, não devido ao valor do ISEP no mercado de trabalho, mas sim à reputação da FEUP ( verdadeira ou não).

    Comecei uma dieta, cortei a bebida e comidas pesadas e, em catorze dias, perdi duas semanas. - Joe E. Lewis

    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por stack em 14-10-05 23:46 GMT (#144)
    (Utilizador Info) http://127.0.0.1
    daquilo que conheço do mercado de trabalho não é assim
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por Ancestor em 15-10-05 7:23 GMT (#148)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Por acaso eu acho que ele tem razão. Falando estritamente de referências académicas, sentir-me-ia mais tentado a contratar um gajo do ISEP que um gajo da FEUP. Sem querer ofender ninguém (e até pq previamente referi publicamente que já concorri à FEUP), acho o pessoal do ISEP mais flexível em termos de adaptação a situações novas e menos "com a mania". Claro que falo da minha experiência limitada com as pessoas que conheço oriundas de ambas, mas também sei que não sou só eu que tem essa impressão.


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por hybriz em 13-10-05 19:32 GMT (#85)
    (Utilizador Info)
    -risos-

    desculpa rir-me mas é inevitavel.
    lembro-me faz anos que te disse que a tua mania de windows hater ia dar merda.
    neste mercado da tanga que é portugal provares a tua experiencia ou capacidade (especialmente no norte) é fodido (não tem outro nome, é fodido mesmo).

    resultado? simples. não queres fazer sacrificios, azar. 500 euros nao te chegam no norte? olha a mim ja me chegaram no sul (lisboa) por isso não venhas com merdas (e a pagar 250¤ de aluguer de casa).

    flexibilidade jovem. hoje trabalho com win2k3, amanha com cisco 2600, ontem tive a instalar um HP-UX e ante-ontem montei drives de disketes. na terça vem uma checkpoint firewall, na quarta vem um IAS, na quinta vem um FreeRADIUS, na sexta uma aplicação de accounting com front-end em PHP+MySQL.
    administração? manutenção? desenvolvimento? venha o que vier, se precisas mesmo porque é que não o fazes? vais-me dizer que não és capaz? -grin-

    uma area?
    um vendor?
    caguei se gosto da microsft ou não.
    caguei se cisco pra mim é merda ou alguem corno diz que C morreu.
    não matas a fome com ideais.
    trabalha-se onde se pode, no que se pode, como se pode. (pergunta ao flock onde e em que é que ele está a trabalhar agora........)

    vais deixar que um vendor, uma area, um caralho qualquer te impeça de fazeres a tua vida? se calhar não tens é vida para fazer com despesas para safar e todas as responsabilidades associadas...

    responsabilidade? ui, com este sinal de desespero que dás no gildot (que tem catrefadas de pessoal que 'manda' na 'tua' 'area') é do pior para melhorar a situação.

    panic is the worst thing to do in a problematic situation.

    tambem ias a correr para a gildot se mandasses ao ar uns gigas de informação de clientes? ;p

    btw, só tou a ter um dialogo estupido porque até me preocupo ctg.

    ps: backblue, foi o dono original deste nickname que postou, que tu conheces como sendo o hybriz da rego-security.com
    Re:Entrevista (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 14-10-05 10:23 GMT (#103)
    (Utilizador Info)
    desculpa rir-me mas é inevitável...

    Fazes todo esse trabalho num dia só ? Se isso for verdade, candidata-te à minha ex-empresa :) Pagam "bem", boas regalias e EXCELENTE sitio para trabalhar. Eles gostam é desse tipo de pretos :) E olha que estão a meter mais pretos para a área de segurança !
    Quanto ao flock, só está onde estiver, pq tem a mania que é o maior e abre demasiado a boca.

    pisse !

    He also notes that the OSS community has contributed very little to Nessus in the past six years, so they were reaping no benefit from using the GPL.

    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por BugMeNot.com em 14-10-05 10:25 GMT (#104)
    (Utilizador Info)
    PS: O C é uma merda!
    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por hybriz em 14-10-05 14:06 GMT (#121)
    (Utilizador Info)
    chamas-te bem, preto :)
    não era tudo num dia obviamente, mas facto é que a minha flexibilidade e no fundo indefinição de area só é justificada pela minha idade. preciso de dinheiro, o resto é conversa. faço tudo, melhor se for dentro das areas que gosto, se não é não ha problema, faz-se na mesma.

    quanto ao flock, ehehehehehehehehe, subscrevo as tuas palavras ;)

    ja agora, qual era a tua empresa? (sim, claro que vais responder)

    -grin-

    ps: original hybriz post
    Re:Entrevista (Pontos:2)
    por flock em 16-10-05 13:10 GMT (#167)
    (Utilizador Info)
    Eu já tinha desistido de ler o gildot há muito tempo, contudo houve uma conversa no IRC que me fez vir cá.

    <xxxxxxx> mandou alto artigo de panico por n arranjar emprego em 2 semanas no porto
    <xxxxxxx> so visto..
    <xxxxxxx> depois la pro fim tem a parte mais divertida, em q falam mal de ti e outros

    >> pergunta ao flock onde e em que é que ele está a trabalhar agora

    Trabalho aqui (INESC, Saldanha, Lisboa) e neste momento estou a desenvolver um canal daqui (Forum Picoas, Picoas, Lisboa) em Linux, Apache, PERL, MySQL, e PostgreSQL, e não se pode dizer que ganhe mal ou não tenha regalias. Não estou a desenvolver nada que tenha a ver com sistemas operativos ou embedded devices (isso é um nicho em Portugal e ao contrário de muita gente eu não tenho factor C em lado nenhum), mas não me posso queixar sinceramente. Poderme-ia queixar da crise se estivesse a trabalhar nas obras, mas não, estou a trabalhar numa empresa que se afirma como empresa de consultoria em open source e para alem de telemovel e laptop ainda nos permite trabalhar em casa um dia por semana, tem outro dia da semana reservado a eventos (que podem durar desde 2 horas ao dia todo), participa e patrocina eventos como a YAPC::EU::2005 (patrocionio e participação) ou a EurOSCOM (participação), e futuramente planeia ter um terceiro dia para desenvolvimento de projectos pessoais á lá Google, portanto diz-me, estás a falar exactamente de quê?

    Creio que interpretaste uma conversa que tivemos no IRC há algum tempo de forma errada. Eu não me importo de fazer web development quando é preciso, não é algo que me incomode de todo, e faz parte do trabalho de consultoria. Claro que gosto de coisas mais hardcore, mas este projecto especifico é de web development, e como tal estou a fazer web development enquanto ele durar.

    Quanto ao tópico, o que acho que falta na maioria das pessoas é humildade, o hybriz tem razão num ponto, embora eu não seja um bom exemplo nesta altura, já fui antes. O meu primeiro emprego foi num call center a atender inbound da Telepac, e não subi nessa altura porque achava que era novo demais (tinha 17 anos) e não tinha experiência suficiente para desempenhar mais nada naquela altura. O meu segundo emprego também começou por baixo, comecei como técnico de controlo de qualidade, mas neste segundo emprego aconteceu uma situação muito parecida com esta em resposta à qual tomei a decisão correcta e consequentemente ganhei montes de experiência, projecção, godwill, e algo para por no CV.

    --
    Gildot: A gerar trolls desde 1998.
    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por hybriz em 17-10-05 11:02 GMT (#174)
    (Utilizador Info)
    flexibilidade :)
    tu pra mim és bom exemplo disso por estares agora a trabalhar em web related devel.
    Re:Entrevista (Pontos:1)
    por stack em 14-10-05 7:29 GMT (#96)
    (Utilizador Info) http://127.0.0.1
    "nem que seja a ganhar 750 euros"

    pelo que percebo esse é o teu patamar minímo, knock, knock, onde vives rapaz? wake up, wake up. tens o 12º ano e esperas ganhar muito mais que isso? hmm, sai de portugal...
    pensei que ninguem tivesse reparado... (Pontos:1)
    por netshark em 15-10-05 10:52 GMT (#153)
    (Utilizador Info)
    IMHO é um efeito domino sucessivo dos ultimos 10-15 anos...
    A região de lisboa representa quase metade do PIB Português.
    O Porto tem cada vez menos importancia na riqueza nacional. Neste momento nao passa de uma aldeia grande.
    E sim, sou Portuense e tenho consciencia disso tudo ha varios anos.

    Causas:
    Falhanço de muitas industrias regionais nao so em TIs mas tb em muitas outras areas.
    Centralização dos grandes negocios/clientes em lx, que levam atras de si os grandes fornecedores.
    A novabase Porto, por exemplo, é uma sombra do que foi outrora.
    A PT fechou diversos departamentos no Porto, centralizando-os em lx.
    E o caso da ntv...bem, é melhor nem citar. :P

    O que fica para atras?
    Uma data de clientes PMEs que sao disputados ferozmente por uma quantidade enormissima de pequenas empresas (nao confundir com pmes) de qualidade/profissionalismo muitissimo variavel.

    Não ha novos empregos de informatica, pois não ha novos clientes para novas empresas ou empresas em crescimento.

    Eu estava a ver este problema de longe ainda antes de terminar o curso há 3 anos atras.
    Trabalhei para a univ, fui a varias entrevistas, fiz dois estagios (remunerados felizmente), e fui aceite com contrato a termo certo no ultimo estagio.
    Na altura a situação estava má...agora acho que está pessima.

    De qq forma lx tb ja nao parece uma opcao valida.
    As casas e alimentacao sao carissimas e os ambientes de trabalho sao muitas vezes piores.
    Sim pq $$$ nao é tudo.

    La para fora, Espanha é atractivo.Os Palop tb.
    resposta um pouco geral (Pontos:1)
    por backblue em 16-10-05 1:16 GMT (#164)
    (Utilizador Info)
    Bem como nao vou responder um a um a todos os comentarios ao meu comentario anterior tento responder de uma forma geral.
    Provavelmente maior parte de voces julgou, bem este tirou o 12º vem para aqui a procura de emprego, NÃO, eu já me sujeitei aos 500 euros e menos, eu ja me sujeitei a pouco mais e ja evolui como devia ter evoluido, decidi que com estudos superiores valorizava bastante mais as minhas ablitações literárias, agora pergunto, é suposto um gajo sujeitar-se a mau, evoluir para melhor, e um gajo trabalhar mais, aprender alguma coisa cisco e mais algumas coisas importantes, e dao mais valor e ainda pagam melhor e um gajo fica contente, e depois quando quer voltar a exercer profissão, valta a estaca ZERO? ando sempre a subir o monte e a cair feito camelo nao?
    Não sou nenhum PRO, mas o que faço sei porque faço, e o que nao faço é porque não sei, mas vou saber.
    Não acho razoavel um gajo ter valor e passado uns meses voltar tudo ao 0, ter que me deixar levar por 500 euros. 500 de facto é pouco, se licenciados da feup ou do isep ou seja la de onde for ganham 700, podem ganhar bem, ou mal. Depende do juizo de cada um, eu tambem ja ensinei 6 engenheiros da feup a fazer MUITASSS coisas, tambem aprende muita coisa com eles, mas pratica quem ensinou fui eu e nessa altura nem aos 500 euros chegava, 100cts na altura, e eles ganhavam mais.
    btw n sei quem me conheçe so conheço 2 ou 3 nicks daqui, vim aqui com esta conversa para tirar opnioes, nao para levar com flammes em cima, mas se kerem despejar, força.
    Abraço
    Re:resposta um pouco geral (Pontos:2)
    por Lowgitek em 16-10-05 10:53 GMT (#166)
    (Utilizador Info)
    Lição de vida número um...

    Nada neste mundo é permanente, inclusive a própria vida.

    Lição número dois...
    "Os planos do diligente tendem à abundância, mas a pressa excessiva, à pobreza".

    Lição número três...
    A quem passe a vida inteira a ensinar pessoas mais velhas do que elas, com mais experiência, com mais anos de vida, mas que no entanto gostam e querem ser ensinadas, isso não faz de quem ensina alguem superior, mas alguem que foi necessário para fazer o trabalho, um servo eficiente.

    Lição número 4...
    Nunca serás reconhecido pelo que fazes, qnd o que fazes não é por si só suficiente para te fazer reconhecido. Um bom exemplo é aquele de um líder que tem necessidade de dizer a quase todo o tempo que ele é o líder...

    Se quiseres ser reconhecido na vida, fazes o teu melhor, sempre, e mesmo depois de muito dissabores, se é o que gostas, se lutas pelo que sonhas então tens a causa ganha mesmo que nunca tenhas chegado ao teu objectvo principal. Seres reconhecido pelo menos como aquele que nunca precisou dizer que o tinham que o valorizar, e a sua vida era valorizada...

    Enfim rapaz... tem mas é lá calma, es um gajo novo ainda, 500 euros faz um jeito do caraças nos dias que passam, e se tiveres que subir ao monte 20, 30, ou 40 vezes e descer, então fazes. Porque se precisasses de água para beber, e se a água tivesse no vale e tu morasses no topo do monte tu o farias. Não sei se segues o meu raciocínio. Mas se achas que a tua vida não e andar para frente e para traz a procura de água no vale, então o melhor mesmo é mudares de sítio porque no monte só vivem aqueles que podem e tem conciência de como é lá viver.

    Enfim abre os olhos.

    Regards sem mágoas.


    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:resposta um pouco geral (Pontos:1)
    por backblue em 16-10-05 13:45 GMT (#168)
    (Utilizador Info)
    Epa isto nao é um filme que vai sair po cinema mas parece.
    Eu n kero ter valor perante nimguem nem aquilo que fiz, eu tenho valor para mim, e por mim, nao preciso que nimguem me venha dar valor a nao ser as pessoas que me sao chegadas. Os outros para mim sao escumalha, eu sei o que valho e como e logico nas empresas que eu vou nao sabem, 1º isso nao interessa aqui no norte 2º se interessasse numa entrevista de jeito, eles conseguiam saber isso.
    "Eu nao exijo de mais", e se 500 euros te da jeito, bem a mim tambem dá, mas 500 euros nao da para nada. eu nao sou propriemento o tipo de pessoa que vive com os pais ate aos 30 e quem n tem encargos nenhuns bem pelo contrario, mas a minha situacao é relativa na questão, o que ta em causa e a falta de emprego e nimguem gosta de pagar a nimguem, e nao me venham com tretas de que 500 euros e bom, pk uma empregada domestica ganha mais, e tambem n venham com tretas que a empregada ate pode ter mais valor do que eu, nao duvido nada mesmo, provavelmente ate tem, e tem familia e filhos pa cuidar algo que eu n tenho tao massivamente ainda, mas tambem nao levamos por ai senao medicos enfermeiros pedreiros contabilistas advogados trolhas ganhava tudo 500 euros, era uma festa.
    licao de vida: cada um tem o valor que acha que deve ter e nem tu nem nimguem vai ter valor suficiente para julgar seja quem for.
    Humildade e bonito, eu exijo um trabalho XPTO mas tambem exijo de mim XPTO.

    Re:resposta um pouco geral (Pontos:2)
    por Lowgitek em 17-10-05 8:54 GMT (#172)
    (Utilizador Info)
    A questão não está em, se mereces um ordenado ou não de 500 euros, mas sim, se com as condições actuais de mercado, iras conseguir fazer por x aquilo que gostas de fazer, ou pelo menos assim pensas que.

    Em relão a valores de ordenados, e melhores não entrares por aí porque ninguem nunca esta satisfeito com o que ganha. É uma questão de acabar por aceitar se não aparecer mais nada porque as obrigações assim o fazem.

    Não há ca filosofia nenhuma nisto, é tão simples quanto isso. Ou aceitas, ou ficas de mão abanar, e pesares qual das duas situações é te melhor, não há cá dramas nem nada parecido, a última decisão fica sempre do teu lado.

    Regards,


    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Envia-nos CV (Pontos:1)
    por soul em 17-10-05 1:35 GMT (#171)
    (Utilizador Info) http://projecto-oasis.cx/~sergio/
    Viva,

    Envia-nos CV para emprego@3gnt.net.

    Boa sorte,
    Sérgio Araújo
    "All things being equal, the simplest answer is the correct one."
    Re:Envia-nos CV (Pontos:1)
    por backblue em 17-10-05 18:53 GMT (#175)
    (Utilizador Info)
    Obg pela oportunidade. Comprimentos.
    hilariante... (Pontos:1)
    por netshark em 21-10-05 8:50 GMT (#183)
    (Utilizador Info)
    ...a visao que certas pessoas aqui tem sobre este pais.

    Caro rmbm, um sem n. de coisas, que eu ja apontei por politicas centralistas de governos sucessivos, e de facto so acabas por ter razao numa unica coisa.
    A hipotese Galiza.

    Mas queres exemplos bons de TI no norte?
    Pah sao poucos mas ainda existem:
    A IBS iberica, um dos maiores fornecedores de soluções IBM AS/400 i/series na PENINSULA IBERICA (senao o maior) com Sede no Porto e uma *filial* em Lx.

    A iportalmais, a dona a ipbrick.com, uma pme formada por alunos da feup que num evento de voip realizado recentemente em lx, foi capaz de meter medo a um gigante das telecomunicacoes em pt. Com os vossos poderes de adivinhação facilmente sabem de quem falo.

    A Eurotux com solida experiencia em Admin de Sistemas em muitas empresas aqui no Norte.

    A websolut, cujo dono, IMHO é um dos maiores especialistas de segurança de SOs Unix em Pt.

    Blackble: experimenta a tua sorte nestas empresas.

    Podia continuar mas nao vale a pena.

    E sabes que mais? Queres saber a parte mais ironica?

    É pena que muitas grandes empresas em lx estejam tao bem cotadas em recursos humanos que uma grande % deles sejam nortenhos.
    Tenho muitos amigos a trabalhar ai, e nem precisas de sair do gildot para constactares esse facto. Muitos dos autores/moderadores do gildot caem nesse exemplo.
    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por mad em 13-10-05 13:25 GMT (#59)
    (Utilizador Info)
    o teu comentário é que se revelou "inútil e ignorante".

    Cumprimentos
    mad
    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por rmbm em 13-10-05 13:55 GMT (#60)
    (Utilizador Info)
    Com alguma ironia, claro..
    --> Obscenity is the crutch of the inarticulate motherfuckers --
    Re:Não me supreende (Pontos:2)
    por Lowgitek em 13-10-05 23:22 GMT (#93)
    (Utilizador Info)
    Até porque foi o norte que viu a maioria dos subisidios cortados...

    Quem sofreu com isso, claro, foi todo os arredores de Lisboa... tb conhecido como vale do tejo!

    Tem a fama de riscos mais muito pouco proveito nisso tudo.


    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:Não me supreende (Pontos:0, Despropositado)
    por rmbm em 14-10-05 12:37 GMT (#115)
    (Utilizador Info)

    Se eu vivesse no Norte olharia mais para a Galiza do que para Lisboa.

    Este País já era..

    --> Obscenity is the crutch of the inarticulate motherfuckers --
    Re:Não me supreende (Pontos:2)
    por blacksheep em 13-10-05 14:09 GMT (#62)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Um conselho: quando quiseres disser algum disparate de tal magnitude, não reveles o nome da tua empressa. Não ajuda muito no negócio...

    É só um conselho claro, estamos num país livre.

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por rmbm em 13-10-05 15:37 GMT (#70)
    (Utilizador Info)
    Não estou muito preocupado. Não existe nenhum negócio de jeito aí para cima..
    --> Obscenity is the crutch of the inarticulate motherfuckers --
    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por geelian em 14-10-05 13:34 GMT (#118)
    (Utilizador Info)
    Isto não é um comentário normal de um profissional...começo a pensar que das duas uma, ou não trabalhas em lado nenhum e apenas queres manchar a imagem de uma empresa ou trabalhas na concorrência e tentas também manchar a imagem de outra empresa...

    Se não é nenhuma destas duas vou, como tu gostas de dizer, espicaçar-te e dizer que não abunda por ai massa cinzenta.

    Sabes que a vida dá muitas voltas, espero que um dia possas ter de engolir frases como essas.

    -------------------------------------------

    Bill Gates is a very rich man today... and do you want to know why? The answer is one word: versions

    Re:Não me supreende (Pontos:2, Informativo)
    por Goncalo em 14-10-05 20:59 GMT (#139)
    (Utilizador Info) http://www.novembre.co.uk
    Assim por acaso, o rapaz até tem 2 empresas (Qindel Portugal e DRI), infelizmente... trabalhei na 1ª delas, embora estivessem ambas interligadas e no mesmo centro de incubação e fui literalmente fodido.

    Não me pagaram 1000 euros após concluir um projecto no qual argumentaram ter causado indisponibilidade de um servidor de email importantíssimo (numa empresa de cimentos que um dos sócios geria!) e que tiveram que deslocar um consultor num fim de semana para tratar de um problema crítico que, supostamente, o meu projecto, já terminado e pronto para produção (na noite anterior e sem ter tido qualquer tipo de stress/beta testing a nível da instalacao dos rpms), tinha! Isto tudo, sem me contactarem e pior, como a integração tinha sido feita na sexta feira anterior ao fim de semana por um consultor deles, nem a ele que instalou com oa documentação de suporte que eu elaborei e com o suporte por telefone e msn enquanto ele esteve no cliente, telefonaram! E o consultor saiu do cliente à noite, voltou ao escritorio e foi descansado para casa curtir o fim de semana, como qualquer consultor faria, quando o trabalho tivesse sido terminado, tendo a certeza que a pessoa era um bom profissional por ter trabalhado com ele, custa-me a acreditar que o tivesse feito se a integração não tivesse sido concluída!

    Desculpem a linguagem rude, mas não há como expressar-me de forma suave, quando uma empresa representante de uma multinacional espanhola me fez perder 2 meses e meio da minha vida, a trabalhar sem condições e recursos, para quando terminei o trabalho para o qual fui contratado, ser despedido com uma razão IMBECIL, a do, "Ah e tal, esta merda não funciona, es um gaijo creativo, mas não temos departamentos de i&d/backoffice, vai-te lá embora, mas sobre o que te devemos, falas com este outro sócio", e o outro socio "Básicamente, como tivemos despesas com um consultor que tivemos que deslocar no Fim de Semana, vamos ter q dividir os custos, por isso, levas metade do que te propuseste a trabalhar". Felizmente eu ainda detenho comigo os rpm's da solução que criei e os pequenos bugs que existiam não são críticos - apenas forçavam o integrador a executar uns comandos à mão, tipo mkdir/ln e afins, pois não houve tempo para antever todos estes detalhes após a criação dos rpms.

    Ao fim e ao cabo, nem tenho muito a apontar ao RMBM, pois dos "sócios", foi certamente com quem tive sempre uma maior afinidade, mas para mim, faz parte da mesma escorja que representa as 2 empresas antemencionadas. Não falo dos colaboradores, pois esses, não havia nada a apontar. Como prevejo que vá haver comentários de socios/colaboradores da empresa, devo já avisar que, após isto que me aconteceu e descrevi, nada me espanta do que possa vir em reply a este texto.


    Re:Não me supreende (Pontos:2)
    por Lowgitek em 15-10-05 5:17 GMT (#146)
    (Utilizador Info)
    O que foram estes gajos? ahaha fino.

    E pa, pela espécie só podia ser mesmo ... Srs. com visão larga do mundo.

      Gonçalo, rapaz, vem mas é cá para cima e deixa de aturar lagartos ai em baixo ehehe ;). E pa e se queres um conselho mesmo pá, pega um embalo e vai sempre a norte até veres um monte de gajos feios vermelhos com um sotaque esquezito.

    Um abraço pa,

    In-side.


    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:Não me supreende (Pontos:2)
    por Ancestor em 15-10-05 17:01 GMT (#158)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    É aqui em cima regra esse tipo de situações é mais delicada, porque as pessoas não gostam de vigarices. E também, regra geral, quem não cumpre a palavra arrisca-se a acabar no hospital, por isso acaba por haver mais honra entre as pessoas. A palavra dada muitas vezes vale mais que o carimbo do notário.


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por Goncalo em 15-10-05 17:22 GMT (#160)
    (Utilizador Info) http://www.novembre.co.uk
    Neste momento já estou empregado, mas após este sucedido estive 4 meses sem arranjar emprego, a ir a entrevistas na base diaria (durante as primeiras semanas, claro).

    Curiosamente, foi preciso estar empregado, para ter 2 semanas em que quase todos os dias me telefonavam a perguntar se ainda estava à procura de emprego.

    Desejo-te boa sorte backblue, mas não pares de enviar CVs. Aproveita e dá uma vista de olhos em http://www.ipbrick.com é uma empresa aí do norte, que criou uma distribuição de Linux para uma appliance qualquer com o efeito de VoIP, Firewalling, gestão inter-departamental de documentos, etc.. Pode ser que tenham posições para integradores ou programadores.
    Re:Não me supreende (Pontos:2)
    por Ancestor em 15-10-05 17:11 GMT (#159)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Eu acho que estás a ser até demasiado suave - lembro-me bem da história, e acho que te faltam aí uns detalhes no início. É normal que depois venham para o Gildot discutir quem factura mais - a falta de profissionalismo e de seriedade só podia coincidir com a exploração de trabalho alheio.
    Não percebo como há pessoas que destroem a sua reputação por (tão pouco) dinheiro; é mesmo falta de sentido de resposabilidade.


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por geelian em 13-10-05 14:33 GMT (#64)
    (Utilizador Info)
    Era interessante olhares para a distribuição de subídios, estatais e da C.E., pelo país. Faz a analise tendo em conta o numero de habitantes e tenho a certeza que ias ficar surpreendido com a conclusão. Esta recomendação eu não devia ter feito e devias ter sido tu a pensar nela antes de fazer um dos comentários mais inuteis que já vi no Gildot.

    -------------------------------------------

    Bill Gates is a very rich man today... and do you want to know why? The answer is one word: versions

    Re:Não me supreende (Pontos:0, Despropositado)
    por rmbm em 13-10-05 15:48 GMT (#73)
    (Utilizador Info)

    Claro que o meu comentário foi apenas uma flame provocatória.. e irónica. Se alguém ficou ofendido, crie uma empresa de T.I. e faça-me engolir o que disse.. lol


    --> Obscenity is the crutch of the inarticulate motherfuckers --
    Re:Não me supreende (Pontos:2)
    por Ancestor em 13-10-05 19:25 GMT (#83)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Não me admirava nada que o software usado para processar a contabilidade da empresa que tens em link fosse feito no norte do país. Com sorte até algum do equipamento informático que usas foi importado por uma empresa do norte, transportado por uma empresa do norte, ou armazenado por uma empresa do norte.


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por rmbm em 14-10-05 12:34 GMT (#114)
    (Utilizador Info)

    O software de contabilidade por acaso até é de Lisboa, mas também não é grande coisa. O equipamento informático que eu uso é de U.K., mas sim, temos clientes e fornecedores a norte. Vê o meu outro post mais abaixo.


    --> Obscenity is the crutch of the inarticulate motherfuckers --
    Re:Não me supreende (Pontos:2)
    por Ancestor em 13-10-05 14:33 GMT (#65)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Eu gostei principalmente do teor argumentativo do teu comentário. Foi só a diarreia verbal ocasional, ou o reflexo consistente de alguém que não consegue desenvolver um discurso coerente?


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Não me supreende (Pontos:0, Despropositado)
    por rmbm em 13-10-05 15:42 GMT (#71)
    (Utilizador Info)

    A constatação está aí. No norte só existem sapateiros de mau gosto e fábricas de móveis também de mau gosto, ou estou enganado ? Correndo o risco de estar a generalizar, alguém me explica onde estão os exemplos de T.I. lá para cima no Porto?? E não me deêm como exemplo o traste ladrão do belmiro pff! ?

    Já o minho é outro história e merece toda a minha consideração.


    --> Obscenity is the crutch of the inarticulate motherfuckers --
    Re:Não me supreende (Pontos:2)
    por higuita em 13-10-05 18:37 GMT (#78)
    (Utilizador Info)
    sei la', tipo a I2S que tem a maioria das seguradoras em PT como clientes do que desenvolvem

    la' porque tu nao conheces, nao quer dizer que nao existam, la' porque metade das TI de lisboa que conheco sao uns aldraboes ignorantes, nao quer dizer que pense que sao todos...

    e aproveitando a dos subsidios, se fores ver as estatisticas vez que e' precisamente em lisboa que mais empresas vivem a' custa dos estado, chama-lhe subsidios, jobs for the boys, cunhas ou politica


    Higuita
    Re:Não me supreende (Pontos:2)
    por Ancestor em 13-10-05 19:21 GMT (#82)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Bem, acho que antes de mais tens problemas com a geografia. É que o norte não é só o Porto, e nem só o Porto é o norte. As fábricas de móveis, por exemplo, são no norte, mas não no Porto, nem as fábricas de calçado.
    O Minho, como facilmente constatas num mapa, é uma boa parte do norte a que te referes. Quanto aos exemplos de TI, se não os vês é porque não queres ver. É certo que o sector de serviços na área de TI é mais desenvolvido na área da grande Lisboa (como seria de esperar dada a densidade populacional), mas tens tido um desenvolvimento brutal em diversas áreas geográficas, como Coimbra, Braga, Ponte de Lima, Vale de Cambra, Aveiro, etc.
    Mais, não é nada invulgar constatares que a "massa crítica" de muitas das empresas de sucesso em Lisboa é composta por... Pessoas do norte. O mais cómico é que tal facto não é exclusivo das TI. Em vários sectores de trabalho e até da cultura, são múltiplos os exemplos da "supremacia" nortenha, se tivermos em conta o rácio demográfico.


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Não me supreende (Pontos:0, Lança-chamas)
    por rmbm em 14-10-05 11:27 GMT (#112)
    (Utilizador Info)

    Estava naturalmente a espicaçar e pelos visto funcionou!

    Os nortenhos prontos a contra-argumentar! Gostei!!

    Eu quero que as coisas mudem! Não é desejavel que uma parte do País prospere e outra.. desespere.

    O norte, e o porto em particular necessitam de se expurgar dos fanfarrões do calçado/móvel/hipermercados e afirmar-se como o centro de desenvolvimento do Norte.

    A bem do País, combatam a hegemonia "miguelista" de Lisboa!
    --> Obscenity is the crutch of the inarticulate motherfuckers --
    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por geelian em 14-10-05 13:30 GMT (#117)
    (Utilizador Info)
    Existe uma larga diferença entre espicaçar e insultar ignorantemente, que foi, como já todos perceberam, o que tu fizeste.

    Podia começar a insultar-te e no fim dizer que só estava a espicaçar mas não foi assim que fui educado .

    Da próxima vez que quiseres insultar ou dizer mal do norte, informa-te primeiro. Existem mil e uma razões para dizer mal do norte, informa-te primeiro e podes não parecer tão ignorante. Como tripeiro a trabalhar em lisboa tenho o prazer de te informar que essas pessoas que falas do norte estão quase todas cá. Onde trabalho, em 30 funcionários, apenas 9 são de lisboa, todos os outros são de coimbra para cima até quase a fronteira com espanha. E isso vejo em todo o lado por esta lisboa.

    Se os empregados de café são maioritariamente brasileiros, os de hipermercado/super/lojas uma mistura de nacionalidades, trolhas africanos/ucranianos e os licenciados de todas as partes do pais, onde é que foste buscar a ideia de que em lisboa se trabalha mais ou menos, ou melhor ou pior que em qualquer outro lado ? Tendo em conta que são pessoas de "outro lado" que mexem nesta cidade não percebo a tua lógica.

    -------------------------------------------

    Bill Gates is a very rich man today... and do you want to know why? The answer is one word: versions

    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por mmmr em 14-10-05 14:33 GMT (#124)
    (Utilizador Info)
    >Estava naturalmente a espicaçar e pelos visto funcionou!

    Sem comentário possível...

    >Os nortenhos prontos a contra-argumentar! Gostei!!

    Eu não sou nortenha e estou a comentar a tua diarreia mental...

    >Eu quero que as coisas mudem! Não é desejavel que uma parte do País prospere e outra.. desespere.

    Tu ao poder!!

    >O norte, e o porto em particular necessitam de se expurgar dos fanfarrões do calçado/móvel/hipermercados

    Sabias que grande parte dos clientes desses serviços que referes são de Lisboa? Sabias que uma grande parte dos trabalhadores de Lisboa até trabalham nestas industrias? E acho muito bem, antes investir em industrias nacionais de calçado/móvel do que em empresas multinacionais de software que só enriquecem meia dúzia de lambe cús.
    Vai trabalhar, faz alguma coisa de útil, tu e a tua ridicula empresa.

    Sofia
    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por rmbm em 15-10-05 19:33 GMT (#163)
    (Utilizador Info)
    Agora também já andam vacas chamadas "sofia" aqui a pastar ? Sofiazita vai mas é lavar chão..

    --> Obscenity is the crutch of the inarticulate motherfuckers --
    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por mmmr em 17-10-05 9:18 GMT (#173)
    (Utilizador Info)
    Grande defesa a tua, excelente argumentação... DRI e colaboradores no seu melhor.
    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por hybriz em 13-10-05 19:49 GMT (#88)
    (Utilizador Info)
    o software da DRI tb parece de mau gosto, aparentemente os developers não sabem o que é SQL injection.

    Warning: mysql_fetch_array(): supplied argument is not a valid MySQL result resource in /home/xic.pt/www/item_case.php on line 44

    http://www.xic.pt/item_case.php?id_page=23'1

    no minimo giro.
    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por amigo em 14-10-05 14:05 GMT (#120)
    (Utilizador Info)
    chapeuzinho ja sabes qual a diferenca de um kernel monolitico vs modular?

    Tens muitas skills mas quanto e que ganhas por elas? 50 cts?

    Nao sejas ridiculo.
    Get a live! Who cares about mysql injection?

    Es tao bom que ninguem te quer. A tua qualidade fala por si.

    Ate dominas o NLP! Se pastar aqui os logs ainda se riem de ti.
    Devias era aproveitar oportunidades dessas e estar calado. Acho que o suZ ja te comeu o suficiente escusas de levar mais.

    Cumprimentos do amigo!

    PhD. em NLP
    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por hybriz em 15-10-05 18:44 GMT (#161)
    (Utilizador Info)
    ja tinha saudades tuas :)

    "Tens muitas skills mas quanto e que ganhas por elas? 50 cts? "

    menos.

    "Get a live! Who cares about mysql injection? "

    o cliente.

    ja tinha saudades do suZ a comer-me :| comeu-me tao bem tao bem que nunca me comeu. brutal.
    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por hybriz em 15-10-05 18:46 GMT (#162)
    (Utilizador Info)
    bom ja agora responde ao teu embaixo neste aqui de cima. :)

    como anda o mj? espero que bem.
    Re:Não me supreende pois n? (Pontos:1)
    por amigo em 14-10-05 20:47 GMT (#135)
    (Utilizador Info)
    Chapeu,

    Ja sabes a diferenca entre um kernel monolitico e um microkernel?

    Tu GURU, DBA skilled boy, Doctorado em NLP, diga-me voce, como anda CPC?

    Who cares about, SQL Injection?, Quando te pagam pelas tuas penetration testing? 50 contos mes? 100? 200? lol

    Tlv devas dedicar 100% a consultoria NLP! Se eu mostrasse os logs q aqui tenho, mta gente se iria rir 'as gargalhadas!

    Skilled boy, skilled boy,

    powered by python!
    PhD. em NLP
    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por plexar em 13-10-05 20:57 GMT (#90)
    (Utilizador Info)
    Sim, correste o risco de fazer uma figura triste! (E de facto fizeste.)

    Já aqui falaram na I2S. Todo o desenvolvimento é feito aqui no Porto (Lisboa e I2S Brasil são apenas
    extensões para assistência ao cliente). Não tem concorrência séria na área do software para as empresas de seguros.

    DRI? Nunca ouvi falar!

    Plexar.
    Re:Não me supreende (Pontos:2)
    por Lowgitek em 13-10-05 23:28 GMT (#94)
    (Utilizador Info)
    Este gajo da DRI vez me lembrar os putos ricos quando subiam ao morro duma favela qualquer com pura vontade de levar no das trombas forte e feio...

    Anyway o que importa é ser falado... (pensarão alguns pobres de espírito). Já agora não es parente de ninguem da câmara do porto pois nao??


    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por rmbm em 14-10-05 11:33 GMT (#113)
    (Utilizador Info)

    É possível que nunca tenhas ouvido, mas o grupo a que pertence factura muito mais que a tua I2S de estimação :)

    Não vale a pena responderes.

    --> Obscenity is the crutch of the inarticulate motherfuckers --
    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por plexar em 14-10-05 19:39 GMT (#133)
    (Utilizador Info)
    Claro que sim.. pertence a um grupo espanhol! Parece-me uma comparação um tanto despropositada.
    Mas a I2S também está integrada num grupo português.. o do BPN. Mas não se preocupe, o que a I2S não tem em facturação, tem em estabilidade. 21 anos de actividade aqui no Norte.

    Enfim, o que você disse (sobre a facturação) não invalida o facto de demonstrar alguma ignorância/arrogância quanto ao que se passa aqui no Norte (que era esse o ponto em causa).

    Ah, pelo menos passei a conhecer a DRI. Fora isso...

    Cumprimentos.
    Plexar.
    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por Goncalo em 14-10-05 17:20 GMT (#128)
    (Utilizador Info) http://www.novembre.co.uk
    Aqui: http://www.ipbrick.com
    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por backblue em 18-10-05 18:53 GMT (#176)
    (Utilizador Info)
    Trabalhei na empresa que desenvolve isso.
    Re:Não me supreende (Pontos:1)
    por netcrash em 19-10-05 3:04 GMT (#178)
    (Utilizador Info)
    Na área de telecomunicões no Norte do país existe a PT, NOVIS, Simplesnet ( Rede ADSL própria pela Interacesso ), Cabovisão(?), Bragatel e TVTEL as 6 com rede e infraestrutura no norte do país apesar de as 2 primeiras terem maior parte dos serviços centralizados em Lisboa.

    Firefox

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]