gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
5 razões para NÃO usar Linux
Contribuído por scorpio em 03-09-05 9:55
do departamento DOn't-use-it
News 4Gr escreve "O Linuxwatch está a conduzir um estudo onde indica e questiona sobre 5 motivos para não usar GNU/Linux. O curioso é a forma como esses mesmos 5 motivos, e tantos outros indicados pelos utilizadores, são mais facilmente encontrados em Windows. Mais comentários aqui. "

Um bom projecto estragado... | Massachusetts adopta OpenDocument/OASIS  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • Linuxwatch
  • um estudo
  • aqui
  • Mais acerca News
  • Também por scorpio
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Hmmmm (Pontos:2)
    por leitao em 03-09-05 10:54 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Alguem tem que te explicar o significado da palavra "ironia"...

    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.
    Re:Hmmmm (Pontos:2)
    por Strange em 03-09-05 10:59 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://strange.nsk.no-ip.org/
    E que um artigo de opinião não é um "estudo"...

    hugs
    Strange

    Re:Hmmmm (Pontos:2, Engraçado)
    por Overclocking em 03-09-05 11:02 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://ruimoura.blogspot.com
    Definitivamente ... Eu pergunto-me se ás vezes os artigos não serão submetidos sem sequer terem sido lidos ... Quanto ao artigo, está verdadeiramente genial ... GENIAL ;)
    Re:Hmmmm (Pontos:3, Esclarecedor)
    por 4Gr em 03-09-05 13:38 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/~ei02069
    Obviamente que é um artigo irónico. Aliás, vindo de quem vem, Steven J. Vaughan-Nichols, estavas à espera que ele fosse mesmo escrever cinco razões para não usar GNU/Linux?

    Mas pronto, para a próxima eu deixo um postscript a testemunhar que sei que é irónico e evitas um post desnecessário.

    Dominus vobiscum
    Ódios de estimação (Pontos:3, Interessante)
    por Ancestor em 03-09-05 11:03 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    É curioso como há pessoas que perdem tempo não a discutir ou a apresentar as vantagens do sistema operativo que usam, mas a deitar abaixo sistemas operativos que não usam. Não haverá demasiadas pessoas com excesso de tempo livre, ou é mesmo mediocridade?
    Eu realmente não socializo muito, mas não costumo ver utilizadores de Windows a ter este tipo de atitude algo infantil. E lendo o artigo, a ironia está demasiado...forçada. Não seria nada difícil arranjar 5 melhores razões, e provavelmente até mais justas.
    Não seria sério da minha parte comentar os "motivos" um a um (porque não sou utilizador de Linux), mas uso esporadicamente KDE e Gnome em BSD e o que mais falta me faz é um clipboard decente (pelo menos equivalente ao do Windows 3.1).


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Ódios de estimação (Pontos:2, Esclarecedor)
    por Overclocking em 03-09-05 11:15 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://ruimoura.blogspot.com
    Realmente não entendo como um artigo tão engraçado, divertido, pode ser considerado infantil. Não vejo mal nenhum nisso ... Agora quanto ao facto de não se ver users de windows a fazerem o mesmo, em primeiro lugar 98% desses users nem sabem o que é linux, e os que sabem, tirando os analistas contratados pela Microsoft, sabem que não podem inferiorizar o linux em relação ao windows ... Só isso ...
    Re:Ódios de estimação (Pontos:2, Despropositado)
    por Ancestor em 03-09-05 12:32 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com

    Realmente não entendo como um artigo tão engraçado, divertido

    Temos níveis diferentes de "divertido". E sim, é infantil.

    em primeiro lugar 98% desses users nem sabem o que é linux

    Quantificaste tu isso, ou é mais um estudo?

    e os que sabem, tirando os analistas contratados pela Microsoft, sabem que não podem inferiorizar o linux em relação ao windows ...

    É-te assim tão importante o que os utilizadores de windows pensam? É assim tão marcado esse "complexo de inferioridade"?


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Ódios de estimação (Pontos:2)
    por fhc em 06-09-05 18:47 GMT (#24)
    (Utilizador Info)

    Meu caro overclocking: já que não admites resposta, deixa-me fazer-te umas perguntas como irmão.

    Qual é o valor do software que tens no teu computador e que tanto gabas?

    Tens esse software totalmente pago ou és um reles pilha-galinhas?

    Se esse software não está pago, como calculo, porque raio é que me dizes que o comprando estarei melhor servido? Falas por exemplo, caro ladrão? Tu provavelmente não o compraste, limitaste-te a roubá-lo.

    Se o compraste, esquece o parágrafo anterior e deixa-me dizer-te que tens o computador mais rico de Portugal. Onde tu trabalhas, quero eu trabalhar.

    Francisco «Olha para a trave do teu olho antes de me tirares o argueiro» Colaço


    Quem não faz, ensina; quem não faz nem ensina, faz metodologia. Quem não faz nem ensina nem faz metodologia, faz futurologia.

    Re:Ódios de estimação (Pontos:2)
    por [Cliff] em 03-09-05 11:30 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    eh eh eh havias de ser um dos poucos utilizadores a 100% de Linux, no meio de 10 gajos que só usam Windows. Estavas sempre a ouvir bocas...

    O que vale é que "eles não sabem nem sonham"...

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Ódios de estimação (Pontos:2)
    por Ancestor em 03-09-05 12:39 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Trocas linux por Mac OS X, ou por outro qualquer sistema operativo, e a situação mantém-se :) Normalmente as bocas surgem quando há problemas ou algum tipo de incompatibilidade - o que muitas vezes é sintomático. Claro que, cada um é livre de usar o que quiser, e conheço muitos utilizadores que abdicam perfeitamente de algumas "comodidades" de outros sistemas operativos para obterem outro tipo de vantagens que esses sistemas não têm. Eu pessoalmente acho o X intragável, mas também é certo que já tenho hábitos adquiridos há muitos anos, e longe de mim questionar os motivos de quem usa. Por outro lado não ando a apontar o dedo e a fazer artigos medíocres com ironias infantis - provavelmente se o escrevesse tocava em feridas mais profundas :)


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Ódios de estimação (Pontos:1)
    por alphacore em 03-09-05 13:46 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    Este artigo fez me lembrar porque deixei de usar o Windows, estava eu a fazer um trabalho para uma cadeira da universidade, quando o Office para variar crashou por que eu tinha mais do que os tipicas 10 imagens, até ai tudo bem, mas.... espera..... olha o windows agarrou tambem... mas... isto não é um sistema operativo 32 bits com protecção contra falhas de aplicações ? Pelo menos na publicidade a microsoft diz que sim....
    Depois de um reboot e esperar que o word acaba-se de carregar.... olha o ficheiro pifou, bem como sou um tipo com paciência, tornei a refazer o documento, o que é engraçado é que voltou a acontecer, Épa... foi a gota de agua :D. Não sou contra o windows, apenas não aceito que um simples aplicação consiga mandar abaixo um sistema operativo....
    Já agora alguem já viu o Windows XP ir abaixo apenas por abrir e fechar o janelas do IE ? São coisas desta que me fazem considerar o windows um sistema operativo para casa e pessoas com muita paciência, já para não falar de memoria curta, porque não podemos nos lembrar que isto que nos esta sempre a morrer nas maõs foi ....pago :D

    Alphacore
     
    Re:Ódios de estimação (Pontos:3, Esclarecedor)
    por Ancestor em 03-09-05 14:26 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com

    Depois de um reboot e esperar que o word acaba-se de carregar....

    Se demorava assim tanto tempo o pc já devia era estar todo comido...

    olha o ficheiro pifou, bem como sou um tipo com paciência, tornei a refazer o documento, o que é engraçado é que voltou a acontecer

    Por acaso nunca me aconteceu tal com o Word. Já me aconteceu ficar com documentos "partidos", mas nunca perda total de trabalho. E surpreendentemente, o Word 97 por exemplo funcionava extremamente bem com documentos enormes (>200Mb), e tenho usado esporadicamente para trabalhos de grande volume (>10 000 páginas) com resultados muito satisfatórios.

    Já agora alguem já viu o Windows XP ir abaixo apenas por abrir e fechar o janelas do IE ?

    Define "ir abaixo". Se estás a falar em "perderes" a interface, sim, já. Ctrl+Alt+Del/New task/explorer - caso uses o explorer como "windowmanager". Também já me aconteceu uma série de vezes com o KDE, com o Gnome e até com o Xfce, e de todas as vezes havia uma explicação para lá do "crashou por isso não presta".

    São coisas desta que me fazem considerar o windows um sistema operativo para casa e pessoas com muita paciência, já para não falar de memoria curta, porque não podemos nos lembrar que isto que nos esta sempre a morrer nas maõs foi ....pago

    Tens toda a razão. E se te sentes insatisfeito e preferes usar outra coisa, estás em pleno exercício dos teus direitos. Quanto mais opções existirem, maior é a exigência do utilizador, e a médio prazo, melhor será a qualidade da oferta (espero eu!).

    Uma questão que te coloco é: tu antes de culpares a aplicação ou o SO, verificaste a instabilidade do sistema surgia do "nada"? É que esse tipo de situações é muito comum a quem anda a instalar tudo quanto é porcaria, e muitas vezes acaba por lixar as aplicações que até funcionavam... E nenhum sistema consegue ser ao mesmo tempo utilizável e à prova de utilizadores :P

    Todos os sistemas têm os seus bugs e as suas manias. Uns são mais robustos, é certo - o que não quer dizer que em determinadas situações não crashem. Em termos aplicacionais, quanto maior for a integração da aplicação com o SO, maior é o "tombo" - quando crasha acaba por levar diversos componentes do SO atrás, ou até em situações mais raras, o próprio sistema operativo. Há sistemas menos robustos e mais susceptiveis que isso aconteça (Windows :D), mas isso não quer dizer que não possa acontecer nos outros.


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Ódios de estimação (Pontos:0)
    por alphacore em 03-09-05 15:18 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    >>Se demorava assim tanto tempo o pc já devia era estar todo comido...

    Bem este episodio já aconteceu há uns anos, mas te referes a estar infestado com spyware/virus e afins, não eu na altura tinha um disco rigido só para trabalhos da escola.

    >>....E surpreendentemente, o Word 97 ....

    Concordo contigo, este sem duvida é o word mais estavél que já saiu, tenho essa noção pelas experiências dos meus clientes.

    >>....Define "ir abaixo". ... Também já me aconteceu uma série de vezes com o KDE, com o Gnome e até com o Xfce, e de todas as vezes havia uma explicação para lá do "crashou por isso não presta".

    O que eu entendo por ir abaixo é o interface se tornar completamente bloqueado, e a tecnica que refer já a usava desde os tempos do windows 95, em que fazimos o Explorer do windows voltar a correr.... Eu aceito perfeitamente que um ambiente grafico possa ir abaixo, que o Gnome/Kde/Interface grafico do Windows crashe, agora o que eu não aceito é que isso arraste o sistema operativo, desde fazer reboot ao servidor X se o teclado responder até entrar remotamente na maquina e matar o processo do X, existe sempre uma forma de manter a maquina a trabalhar. Excepto no windows, porque o motor grafico reponsavel pelo rendering do ambiente grafico faz parte do kernel, logo qualquer falha num driver de placa de video e pimbas kaput :D

    Sobre a razão dos crashes, não é por lixo instalado, porque estas maquinas são de produção/teste e são usadas para avaliar o comportamento de aplicações. A totalidade do software é microsoft e a coisa mais estranha que esta instalada nelas é o perl para windows.


    Re:Ódios de estimação (Pontos:2)
    por mpinho em 03-09-05 21:27 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://mpinho.cjb.net
    Quando perdi um capítulo inteiro da tese feita no Word, com mais de 100 equações que foram substituídas por uma caixa contendo uma mensagem de erro "...MS equation..." , tomei vergonha na cara e aprendi a usar LaTeX para escrever documentos com mais de 10 páginas ou com muitas figuras e equações.

    O pior do M$ Office é que quando dá um erro grave desses não há nada o que fazer. O arquivo é binário e não documentado. Já tive um problema (mas menos graves) no OpenOffice, que foi resolvido descompactando o arquivo e editando o XML diretamente. Não é à toa que a M$ parece ter tomado vergonha na cara e vai passar a usar algo parecido com o XML.

    O linux também não é infalível mas pelo menos há 1001 modos de entrar no sistema e recuperar os danos pois tudo está sob o controle do administrador/usuário. No windows, se o "Modo de Segurança" não funcionar e se o registry estiver corrompido seriamente (e sem backup) não há muita coisa a fazer.
    Re:Ódios de estimação (Pontos:2)
    por Ancestor em 03-09-05 21:55 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Se o "modo de segurança" não funcionar é grosso modo o equivalente a um linux que não arranca porque o kernel crasha - uma maneira de contornar o problema e aceder aos dados é arrancar com um liveCD. No caso do linux copia-se ou compila-se o kernel, no caso do Windows reinstala-se o SO por cima. Com sorte (em ambas) a coisa até volta a funcionar ;)


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Ódios de estimação (Pontos:2)
    por Antonio Manuel Dias em 03-09-05 21:21 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://maracuja.homeip.net

    E surpreendentemente, o Word 97 por exemplo funcionava extremamente bem com documentos enormes (>200Mb), e tenho usado esporadicamente para trabalhos de grande volume (>10 000 páginas) com resultados muito satisfatórios.

    Um ficheiro word com mais de 200MB e trabalhavas sem problemas? Devias ter uma excelente máquina :)

    A única experiência que tenho com documentos grandes foi um manual de uma aplicação que fiz, usando RTF (era um requisito) que ultrapassou ligeiramente os 10MB, incluindo imagens, que no meu Pentium II 400 da altura, 128MB RAM, fazia com que me passasse cada vez que tinha de refazer o índice. Mas nunca me crashou, é verdade (word 97, win2k). Por outro lado, o sacrifício que um colega de trabalho fazia para editar um ficheiro Excel com aproximadamente o mesmo tamanho e correndo numa máquina semelhante (se bem me lembro, um Pentium III 800, 64MB RAM, office e windows 2000), fez com que criasse um script para gerar um ficheiro PDF a partir de vários ficheiros de texto com a mesma informação (passando por html e usando o htmldoc).

    O que quero dizer é: quando um ficheiro de texto se torna suficientemente grande, acho que é realmente vantajoso aprender uma liguagem de formatação e dividir o documento por vários ficheiros, seja qual for o sistema operativo que se esteja a usar.


    "mudem de rumo, já lá vem outro carreiro"
    Re:Ódios de estimação (Pontos:2)
    por Ancestor em 03-09-05 21:48 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Na altura o trabalho de >200Mb foi feito em NT 4.0 com 80Mb de Ram, e com várias dezenas de imagens a alta resolução - e sim, fiquei extremamente surpreendido por aquilo até dar para trabalhar.
    A utilização de RTF apresenta algumas desvantagens, sendo uma delas o facto do RTF ser um formato text-based (o que faz com que o parsing do file acabe por ser algo mais complexo), e outra o tamanho, visto que (ao contrário do OO) não possui esquema de compressão.


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Ódios de estimação (Pontos:2)
    por jazzy em 05-09-05 13:28 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/

    O Word suporta desde a versão de mil novecentos e carqueja master e sub documents, o que permite uma granularidade nos documentos ao gosta de cada um e possibilitando uma minimização das perdas em caso de falha.

    Não quero com isto dizer que prefira o Word ao LaTeX.


    --
    Jazzy

    Re:Ódios de estimação (Pontos:0)
    por mrmv em 06-09-05 13:43 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Tens razão, é apenas a manifestação de desconhecimento. Se nem os que gostam destas coisas se dão ao trabalho de as conhecer, que dizer do utilizador final que normalmente se apercebe da existência de muitas destas funcionalidades pelo amigo "guru"...

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Ódios de estimação (Pontos:2)
    por null em 03-09-05 19:48 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    Se seguisses o link em que ele responde aos comentários ao seu artigo, tinhas percebido porque é que ele o escreveu.
    re (Pontos:1)
    por [Coyot3] em 03-09-05 13:18 GMT (#9)
    (Utilizador Info)

    Este Sr é o mestre da ironia e do sarcasmo.

    Agora, ou lhe estás a tentar seguir os passos ou então não leste o artigo todo.

    1. Isto não é um estudo
    2. "There just aren't any good ones."

    E um bom artigo de opinião para ler na diagonal e deixar a pensar quem usa, já usou, ou conhece minimamente MS Windows.

    Se por acaso alguém tiver conhecimento do autor de um artigo referente à migração de um teenager de GNU/Linux para windows (já não é recente) que me informe.Ando doido à procura desse artigo :s


    ---

    Com os melhores cumprimentos

    Paulo Silva

    Re:re (Pontos:2)
    por 4Gr em 03-09-05 13:41 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/~ei02069
    Obviamente que estudo deveria ser lido com ênfase. Algo como estudo. É simplesmente um artigo de brincadeira. Será assim tão complicado ver isso?

    Dominus vobiscum
    Re:re (Pontos:1)
    por [Coyot3] em 03-09-05 15:44 GMT (#16)
    (Utilizador Info)

    Sem recentimentos porque fiz a ressalva a essa situação: "ou lhe estas a tentar seguir os passos".


    ---

    Com os melhores cumprimentos

    Paulo Silva

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]