gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Tou farto! Que outros empregos para um Eng. Inform
Contribuído por BladeRunner em 17-08-05 19:40
do departamento
News Anonimo Cobarde escreve "Bom dia a todos.

Estou neste momento a acabar o meu curso de engenharia informática e cheguei nos ultimos tempos à triste conclusão que isto não é para mim.

Segue-se um resumo da minha história, quem não queira lêr passe para aqui (*)
----------------------------------------------------------------------
É verdade, eu sou um daqueles que foi para informática durante o auge da bolha especulativa (1999) com esperança em arranjar um empregozito em que se ganhasse bem. Antes de entrar para a faculdade já tinha experimentado programar mas nunca realmente apreciei a experiência (um claro aviso do que me esperava - estúpido!) e tal como milhões de outros putos com aquela idade, como jogava muito, já estava à vontade com computadores. Quando foi altura de escolher um curso, a eng. informática parecia a progressão obvia.

O inicio foi algo difícil mas por altura do 3º ano já programava bastante bem e admito que me dava algum prazer por as coisas a funcionar, foi também nesta altura que comecei a usar Linux a tempo inteiro em casa.

Nos últimos tempos, especialmente agora durante o estágio, tenho ficado cada vez mais intolerante em relação à informática (especialmente a programação), não sinto nenhum prazer naquilo que faço e não estou a ver como é que num futuro próximo eu possa aguentar 8 horas por dia daquilo sem me atirar da janela.

Eu sei que a culpa é minha, deveria ter pensado melhor sobre aquilo que queria da vida, mas com aquela idade e sem saber muito sobre o mundo profissional poderia ter ido parar a outra coisa e estar neste momento com o mesmo problema. Por favor não me recriminem, estou aqui para lêr os vossos conselhos e experiências semelhantes não para me sentir ainda pior.
----------------------------------------------------------------------

(*) Devem haver outros que estão na minha situação ou que já passaram por ela. Já foi-me dito várias vezes que as empresas gostam de engenheiros por causa do raciocinio lógico e afins, mas quais empresas? E para fazer o quê? Ou talvez ir trabalhar para o estado para uma área qualquer?

Agradeço desde já os vossos comentários. "

Gestão documentos | Brinca com o novo Kurumin Games 5.0  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • Mais acerca News
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    :) (Pontos:2, Informativo)
    por MeeTra em 17-08-05 20:12 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Bem, ao menos admites. :)

    Na informática existe ramos sem (ou com pouca) programação. É uma questão de saberes aquilo que gostas na informática. Apartir daí é mais facil.
    Re::) (Pontos:1)
    por Marco_Duke em 17-08-05 23:15 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    Não começem já com as coisas , do , eu sabia, estas a ver,isso não é bem assim. Programação não é trabalho para um engenheiro,isso é o início de carreira, a partir daí começas a tentar subir na vida e ir para uma àrea que gostes. claro que há pessoas que gostam de programar o que vem explicitamente detalhado pela análise e nem precisam de pensar, mas para essas pessoas ,porque tiraram um curso de engenharia?????
    Re::) (Pontos:1)
    por Coronel em 18-08-05 13:27 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    claro que há pessoas que gostam de programar o que vem explicitamente detalhado pela análise e nem precisam de pensar, mas para essas pessoas ,porque tiraram um curso de engenharia?????

    Se uma parte significativa do pessoal vai para Informática sem saber ao que vai, provavelmente também não saberão qual a diferença entre um curso de Engenharia Informática e um curso de Informática.

    Além disso a maior parte dos cursos da área se calhar até são de "Engenharia".

    Informatica (Pontos:2, Interessante)
    por alphacore em 17-08-05 20:31 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    A informatica não se resume apenas á programação, porque nao procura outro campo dentro das areas ilegiveis do seu curso?. Administração de sistemas, testes de software etc.... , mas no fundo como em tudo ou se gosta ou o melhor é procurar o que realmente gosta de fazer.... Como reparo, deixe que lhe diga que a postura de escolher uma area apenas com o pretexto que paga bem é muito complicada, de qualquer maneira tente procurar um sitio onde a programação seja feita em Linux ou ambientes unix, normalmente esses sitios tendem a ser mais abertos e com posturas mais entusiastas. Acho que eu tambem não conseguiria passar 8 horas a programar em .NET :D, é preciso ter estomago, nada como o emacs..... Boa sorte.....
    Re:Informatica (Pontos:2)
    por [Cliff] em 17-08-05 20:41 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    O Quality Assurance começa a ser das áreas mais bem pagas.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Informatica (Pontos:1)
    por alexmoreira em 21-08-05 3:07 GMT (#56)
    (Utilizador Info)
    "areas ilegiveis do seu curso" essas por serem ilegíveis ele nao as consegue lêr! LOL PS: acho mal alguns users estarem a cascar numa pessoa k veio aki desabafar...se nao querem ou nao podem ajudar estejam quietos em vez de debitarem críticas que certamente a pessoa não gostará de lêr! Está bem k ele se expôs mas nao tem interesse nenhum para ele (que procura ajuda) esse tipo de crítica! Critico essa atitude pq poderia ser eu na vez dele...é só...
    dedicação (Pontos:1)
    por mad_coder em 17-08-05 22:25 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    pah, eu compreendo perfeitamente o que sentes, já tive pessoal a estagiar verdinhos a saltar da universidade e a maioria, mesmo a maioria, fica desapontada. Muitos pensam que vão fazer rios de dinheiro, num trabalho estável com as tais 8 horas por dia, mas não é nada assim. Dependendo de onde trabalhas e em quê quase nunca encontras um emprego assim... as horas são mais, o dinheiro nunca é suficiente... eu gosto do que faço, sou bom no que faço e tiro orgulho nisso. existem para mim tb outros "perks", trabalho sempre com as tecnologias que quero basicamente, o que é BOM! :) podes fazer mt coisa com Eng. Informática, mas programação... só se gostares realmente, nos primeiros dois anos ainda é engraçado para todos, depois disso, aos 5, 6 anos só com dedicação.
    Re:dedicação (Pontos:1)
    por m3rlin em 20-08-05 16:30 GMT (#50)
    (Utilizador Info)
    gaba-te cesto ...
    O Valor de um Emprego (Pontos:2)
    por toze em 17-08-05 22:39 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.idiotek.org
    Olá!

    Desejo desde já as boas vindas à realidade! A percentagem de pessoas que gosta do que faz e é bem paga por isso é de (ora...deixa ver, 6x3=18 e vai um....) 1,2341%+-0,0002%.

    O caminho da carreira não é fácil. Apesar de andar nisto há 1/2 dúzia de anos, ainda hoje tenho as minhas dúvidas. Posso apenas sugerir-te esta pequena receita:
    • 1. Em primeiro lugar, tens de decidir o que é importante para ti. Ou seja como maximizas a tua função de satisfação profissional. Essa função depende de uma série de factores: dinheiro, carreira, sucesso, colegas boas, desafio tecnológico, cromices, local de trabalho, horário, etc... En
    • 2. Depois de saberes o que queres, tens de ver o que tens para oferecer. O que sabes tu fazer? Não te limites ao curso que tens ou ao que aprendeste no último ano. Quais são as tua competências nucleares? Se não tens as competências que gostas, tenta aprendê-las (cursos, ler, net, whatever...)
    • 3. Pega na lista identificada em 2 e pergunta a ti mesmo: "para que raio alguém me pagaria dinheiro para fazer cada uma destas coisas?". Ou seja, no fundo, imagina-te como "comprador" e pensa que empresas e que trabalhos poderias desenvolver e que valor poderiam ter no mercado.
    • 4. Ordena as tuas prioridades com base no que tens para oferecer e no que gostavas de fazer.
    • 5. Vai à procura no mercado seguindo as prioridades definidas. Não desistas ao primeiro não, mas não percas um ano à procura do santo graal do emprego ideal. Faz o teu CV salientando os aspectos positivos e as tuas competências e escrevendo, exactamente o que pretendes fazer (modelo europeu é bonito)
    • 6. Marketing + Sorte


    Tó-Zé 'Senador'
    Re:O Valor de um Emprego (Pontos:2, Engraçado)
    por [Cliff] em 17-08-05 23:17 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Se em vez de <ul> usares <ol> escusas de meter os numeros... geezzz... nunca fizeste HTML com o Notepad pois não? ;-)

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:O Valor de um Emprego (Pontos:2)
    por toze em 18-08-05 9:19 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://www.idiotek.org
    Yeah, right. Mas agora sou project manager e já não sei fazer essas coisas.

    Desculpem mas foi mesmo distracção. Eu tinha antes em texto e depois é que passei para html e coloquei as bullets sem pensar :P
    Tó-Zé 'Senador'
    Re:O Valor de um Emprego (Pontos:2, Engraçado)
    por [Cliff] em 18-08-05 10:39 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Yeah, right. Mas agora sou project manager e já não sei fazer essas coisas.
    Ora, não seja por isso :-) Amazon :-P

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:O Valor de um Emprego (Pontos:1)
    por bigster em 18-08-05 8:41 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Ja vi que andas a trabalhar isso!!!! Alguem tocou num ponto que ja andas a pensar a muito tempo pelos vistos...
    alternativa (Pontos:2, Engraçado)
    por murta em 17-08-05 22:43 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Podes sempre ir para professor
    8 horas... (Pontos:0, Despropositado)
    por bigwiz em 17-08-05 23:35 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    Desculpa. Disseste 8 horas? Diz-me onde programas apenas oito horas por dia e mostro-te um ministério público.

    1. Não vás dar aulas. Podes encontrar o meu filho como teu aluno e eu quero que ele tenha futuro e não depressão.

    2. Não vás para gestor de projecto. É apenas programação sem sintaxe e com multiplas linguagens. Se não gostas de programação vais detestar isto.

    3. Se estás instolernte com as máquinas, esquece as pessoas. São bem piores.

    4. África precisa de pessoas. Já pensaste ir para lá?
    Re:8 horas... (Pontos:1)
    por Marco_Duke em 18-08-05 9:39 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    Brilhante observação, especialmente a 1ª ,quem não sabe fazer nada vai para professor,isso não pode ser, é preciso um pouco mais de respeito pela profissão. É com professores incompetentes,desmotivados e que estão na carreira porque têm medo de ir para o mundo de trabalho que a educação é o que é. è preferível um professor que tenha escolhido ensino e que esteja na profissão porque gosta do que outro profissional frustrado, docente tem que ser uma profissao escolhida por gosto.
    Re:8 horas... (Pontos:0, Despropositado)
    por bk em 18-08-05 17:12 GMT (#37)
    (Utilizador Info) http://preto.pt.vu
    Africa precisa de pessoas? Tão elas nao têm onde cair mortas, inda sugeres pa ir la um com a mesma disposição?

    aqui no Gildot, Erros havér Num Pode
    Re:8 horas... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 18-08-05 17:58 GMT (#38)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Se fizesses alguma ideia do boom que está a acontecer em Angola com as comunicações móveis... calavas-te.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:8 horas... (Pontos:1)
    por bk em 20-08-05 19:26 GMT (#52)
    (Utilizador Info) http://preto.pt.vu
    foi uma resposta claramente informatica =D

    aqui no Gildot, Erros havér Num Pode
    Re:8 horas... (Pontos:1)
    por bk em 20-08-05 19:26 GMT (#53)
    (Utilizador Info) http://preto.pt.vu
    INFORMATIVA

    aqui no Gildot, Erros havér Num Pode
    Re:8 horas... (Pontos:0, Despropositado)
    por stack em 22-08-05 15:57 GMT (#63)
    (Utilizador Info) http://127.0.0.1
    AHAHAHAHA

    muito bom, muito bom :)
    Faz como os outros (Pontos:1)
    por quantum em 18-08-05 0:20 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Faz como grande parte dos outros engenheiros. Assim que acabam o curso a primeira coisa que fazem é candidatarem-se a funções comerciais... :-P
    ... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 18-08-05 0:42 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Ao estilo TSF, na minha opinião eu penso que a área da programação é a coisa mais chata que existe na informática. Eu por exemplo, detesto fazer isso de forma sustentada. Marteladas aqui e ali, desenvolver coisas de ocasião, etc etc, ainda que não vá, agora fazer disso vida, nem pensar. Basta olhar para exemplos de amigos :)

    A seguir à programação, segue-se a administração de sistemas. É outra seca pegada, em que passas a vida a resolver problemas, muitos deles de caca! Ou então, tem que estar tudo a funcionar, e quando algo falha, é o diabo a quatro e tu que atures a malta toda a refilar. Apesar de estar bastante envolvido, a vontade é mudar de área.

    Tens outras coisas interessantes. A segurança está a dar, porque cada vez mais é importante. No entanto, não é qualquer tipo de segurança. Muita da segurança é do tipo instalar firewalls e afins, e resolver os problemas de caca que acontecem quase diariamente. Ou gostas desse tipo de trabalhou, ou forget it.
    Segurança mais interessante é pen testing, investigação e consultoria. Isso sim, muito mais criativo e interessante, se gostas de desafios. Ou então, uma coisa que vai dar muito que falar, que é análise forense, dado que é uma área ainda sem regulamentação específica. Aqueles que se adiantarem já, vão tirar proveitos.

    Resumindo, o Santo Graal do emprego existe, pelo menos eu ando atrás dele. O truque é nao te acomodares, no caso de não precisares (casa, carro, etc etc etc). É tudo uma questão de decisões e opções.
    Ao questionares a tua situação actual, estás no bom caminho para descobrires aquilo que queres. Depois é tudo uma questão de acreditares, arriscares e querer aprender sempre mais! Caso contrário, muda para a Economia. Não te metas é em Auditoria que é o equivalente a programação, mas bem pior ;)

    "Firefox lost 0.64% of the users, while Microsoft IE gained the same amount !" Foi rápido...

    Re:... (Pontos:2)
    por toze em 18-08-05 9:29 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://www.idiotek.org
    Desculpa, mas o Santo Graal não existe. E se andas atrás dele andas enganado. Se por acaso encontrares dou a braço a torcer, mas tens de dizer-me como fizeste :)

    Não me parece que existam empregos perfeitos. Mesmo o emprego melhor que possas imaginar tem problemas, chatices, conflitos, stresses, etc... E se o que tu fazes tem valor, não o terá só por o saberes fazer, mas também terá porque estás a fazer algo que o teu cliente não quer fazer por ele.

    Tó-Zé 'Senador'
    Re:... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 18-08-05 15:45 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    Se nao existir, cria-se :)
    Mas também, é preciso definir o que é o Santo Graal, que certamente que é diferente para cada pessoa. Para mim, não é ganhar bem e estar o dia inteiro a olhar para o balão. Também não precisa de ser o emprego perfeito, tem é que ser certamente melhor do que anda por aí. Os problemas, chatices, stress, não são um verdadeiro "problema", quando são ocasionais. No entanto, quando são o dia a dia, por razões de incompetencia, pq as pessoas nao querem mudar (ou nao sabem), pq os colegas sao uns fdps gananciosos e nao podes confiar neles, etc etc, isso sim é um ambiente péssimo para trabalhar. O problema é que isto é o noirmal nas empresas. Eu como tenho a mania que sou revolucionário, continuo a lutar para mudar este estatuto. Pelo menos enquanto me posso dar a esse luxo.

    A maioria das empresas não dos nao valor nenhum. Só dão quando bates com a porta, porque muitos dos pseudo gestores, managers e directores, julgam que controlam e sabem o que as pessoas querem, quando não se dão ao trabalho de perguntar o que é que as pessoas querem. Por vezes são coisas muito simples.

    "Firefox lost 0.64% of the users, while Microsoft IE gained the same amount !" Foi rápido...

    Re:... (Pontos:2)
    por toze em 18-08-05 23:17 GMT (#42)
    (Utilizador Info) http://www.idiotek.org
    O que é mais difícil é mudar as mentalidades!!! Essa é a grande luta!


    Tó-Zé 'Senador'
    Re:... (Pontos:2)
    por bêbado em 19-08-05 1:19 GMT (#45)
    (Utilizador Info)
    "Eu como tenho a mania que sou revolucionário(...)"

    AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH
    AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH
    AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

    cá pra mim és é um maníaco-reaccionário... confessa lá... :-D

    "September the 4th, 2001, I stood in the ruins of the Twin Towers. It's a day I will never forget."
    George W. Bush
    Re:... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 21-08-05 1:13 GMT (#55)
    (Utilizador Info)
    Defines maníaco-reaccionário como ? É mais fácil perguntar pela tua definição que discutir alhos e bugalhos :) É que normalmente reaccionário reage um bocado às "cegas". Eu vou é contra aquilo que está mal... Suspeito fortemente que seja da lavagem cerebral da treta da eficiência económica :)

    "Firefox lost 0.64% of the users, while Microsoft IE gained the same amount !" Foi rápido...
    Em resumo... (Pontos:2)
    por DomusOnline em 18-08-05 1:26 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://bandalarga.domus.online.pt/
    Penso que as opiniões que vou expressar já aqui foram referidas, mas em estilo de resumo aqui ficam:

    Em primeiro lugar abomino a ideia de que a informática é programação. Há imensas áreas sem programação... Segurança, comerciais, administração de sistemas, gestão de bases de dados, segurança, data mining/data warehouse etc.

    Antes que me caiam em cima, é óbvio que em todas ou quase todas as áreas saber de programação é uma mais valia quando não uma condição, mas o ponto é que nestas áreas não passas 8H/dia a desenvolver código.

    A questão deve ser vista nos seguintes termos:

    1- Queres trabalhar em áreas relacionadas com informática?

    2- Se sim, quais são as áreas com que já tiveste contacto e que gostarias de trabalhar ou pelo menos aprofundar?

    3- Tens cunhas bem posicionadas e alguém que te pague as contas? Se responderes não a ambas então tenta ver se o anúncio de trabalho colocado aqui recentemente ainda está vago e deixa-te de lamúrias :)

    Cumprimentos.
    Re:Em resumo... (Pontos:0, Despropositado)
    por stack em 22-08-05 15:56 GMT (#62)
    (Utilizador Info) http://127.0.0.1
    segurança sem programação? oh sim, vais longe... é quase como ser jogador de futebol sem um perna, mas cada um com a sua ideia...
    Programação de games (Pontos:2)
    por mpinho em 18-08-05 1:27 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://mpinho.cjb.net
    Já que gostas de jogos de computador, por que não programá-los ? Irias juntar o prazer com o dever :-)

    Conheço muita gente que pulou por várias graduações e no final não seguiu nenhuma das profissões que aprendeu.

    A verdade é que em toda profissão há aborrecimentos e tudo pode ser horrível se tu pensares que é assim. Acho que poderias consultar um psicólogo antes de jogar tudo para o alto.
    E que tal ? (Pontos:1)
    por Lello Minsk em 18-08-05 1:51 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    E que tal arriscares e trabalhar naquilo que verdadeiramente gostas, seja isso o que for ? Se sentes que esta área não se adequa a ti porque não mudar para aquilo que verdadeiramente te interessa? Afinal de contas, só se vive uma vez.
    Re:E que tal ? (Pontos:2)
    por gotcha em 18-08-05 9:56 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://alunos.uevora.pt/~l13591
    Brutal.
    (Pontos:1)
    por Grizzly em 18-08-05 10:12 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    Sempre podes pensar em fazer um MBA e trabalhar como consultor de TI's. Garanto que é possível nem sequer tocar num IDE ;-) O MBA também te permite chegar a outro tipo de trabalhos que não estejam directamente relacionados com Informática.
    Salta fora... (Pontos:2)
    por Presley em 18-08-05 10:28 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://www.diasatlanticos.com
    Eu agora trabalho numa escola de surf. E saber de informática até tem dado jeito.
    . (Pontos:1)
    por qwerty em 18-08-05 11:24 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    Olá. Fui eu quem submeteu o artigo. Obrigado pelas respostas, algumas são bastante interessantes outras são desnecessáriamente mazinhas, há aqui pessoal demasiado stressado.

    Programar é MAU, seja jogos seja o que fôr. :)

    A ideia do MBA é interessante, alguem recomenda um? Quanto custa e demora?

    Houve quem mencionasse segurança, admito já que até hoje tenho olhado para anuncios de empregos de relance mas parece-me que nunca vi alguém pedir tal coisa.

    A gestão de sistemas ou de BDs será talvez mais suportável mas todos os anuncios que já li pedem SEMPRE experiência prévia e certificação. É possivel alguém como eu arranjar um emprego nisto logo de ínicio?
    Re:. (Pontos:1)
    por Coronel em 18-08-05 19:46 GMT (#39)
    (Utilizador Info)
    A gestão de sistemas ou de BDs será talvez mais suportável mas todos os anuncios que já li pedem SEMPRE experiência prévia e certificação. É possivel alguém como eu arranjar um emprego nisto logo de ínicio?

    Que tal tentar arranjar alguma experiência fazendo trabalhos em freelancing?

    Também podes tentar o Factor C. Vê se tens algum professor que te curta e que tenha uma empresa, ou que te possa recomendar (cunha) para alguma empresa para uma posição dessas.

    Programar é MAU, seja jogos seja o que fôr. :)

    Pá vais para uma empresa que desenvolva jogos de tiros... algumas dessas empresas levam os programadores para campos de treinos para andar a brincar às tropas.

    Ganhar dinheiro para jogar paintball! Claro que depois as restantes horas de trabalho são maradas e o prazo é para doidos - não se pode ter tudo.

    Re:.Programar não é mau!!! (Pontos:1)
    por SkyNet em 21-08-05 21:12 GMT (#58)
    (Utilizador Info)
    Em tudo aquilo que faço, nem que seja trolhice ponho um bocadinhode gosto e dedicação...

    Meus amigos programar não é mau, é alias mt bonito, Engenharia informatica e das engenharias em que mais se pode produzir sendo-se criativo e com maior capacidade de testabilidade.

    Quanto a programar, basta apenas imaginação, e muita discilplina mental, para não se cairem em erros ridiculos e depois andar horas a procura de BUG completamente estupido...

    E se exprimentassem por um bocadinho de voces proprio naquilo que fazem, em qualquer tipo de trabalho.

    Mas essa é a minha opinião que gosto disto.
    Kata Ton Daimona Eaytoy

    Re:.Programar não é mau!!! (Pontos:2)
    por jazzy em 23-08-05 10:21 GMT (#64)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    para não se cairem em erros ridiculos e depois andar horas a procura de BUG completamente estupido...
    Quem anda nisto a sério e nunca passou por esta situação que atire a primeira pedra!


    --
    Jazzy
    Outra vez, possivel double post? (Pontos:1)
    por qwerty em 18-08-05 11:51 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    Olá. Fui eu quem submeteu o artigo. Obrigado pelas respostas, algumas são bastante interessantes outras são desnecessáriamente mazinhas, há aqui pessoal demasiado stressado.

    Programar é MAU, seja jogos seja o que fôr. :)

    A ideia do MBA é interessante, alguem recomenda um? Quanto custa e demora?

    Houve quem mencionasse segurança, admito já que até hoje tenho olhado para anuncios de empregos de relance mas parece-me que nunca vi alguém pedir tal coisa.

    A gestão de sistemas ou de BDs será talvez mais suportável mas todos os anuncios que já li pedem SEMPRE experiência prévia e certificação. É possivel alguém como eu arranjar um emprego nisto logo de ínicio?
    Welcome to earth... (Pontos:1)
    por Metalwarrior em 18-08-05 12:02 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    Eu era mt fraco a matemática no secundario. Vi-me de repente num curso de Engenharia Informática com carradas de matemáticas e programação que nunca tinha visto na minha vida! Lá consegui fazer o curso. E sinceramente, acho que fiquei com conhecimentos suficientes para várias àreas. E o que é certo é que estou a trabalhar em programação estatística! (programação+matemática)... Irónico!
    Feché la vache!
    Re:Welcome to earth... (Pontos:1)
    por [Coyot3] em 18-08-05 13:16 GMT (#26)
    (Utilizador Info)
    não é irónico porque uma boa programação acenta num bom raciocinio matemático, ambas sobre o campo da logica... Estou precisamente a fazer o caminho inverso desta discução. Tenho a certeza que é programação que quero agora estou a tirar o curso :p e... Matemática e Ciências da Computação (para responder ao teu "Irónico"!

    ---

    Com os melhores cumprimentos

    Paulo Silva

    Finalmente... (Pontos:2)
    por McB em 18-08-05 14:51 GMT (#28)
    (Utilizador Info)
    Há algo que me provoca alguma "azia" no Gildot.

    São os grandes sysadmin/programadores 133t que julgam que outras áreas que não programação/sysadmin são para quem não percebe do assunto.

    No entanto, pergunto: será que essa gente não sabe o que é modelação de SI? Já pegou num manual de SSADM/IDEF/UML para um SI como deve ser?
    Conhece as diferentes abordagens?
    E depois ouve-se bocas referentes a cursos dessa área...

    Daí que te pergunte: atrai-te algo de mais alto nível? Porque não ir por aí?

    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux
    Re:Finalmente... (Pontos:2)
    por Cyclops em 18-08-05 23:14 GMT (#41)
    (Utilizador Info)
    Até que ias bem, até que chegaste à parte do
    UML
    *sigh*
    Outras possibilidades (Pontos:2, Interessante)
    por Coronel em 18-08-05 14:56 GMT (#29)
    (Utilizador Info)
    Algumas ideias dentro da Informática que permitem fugir de alguma forma à programação ou pelo menos não estar sempre a programar:
    • Modelação de Bases de Dados (embora seja uma área perto da programação pois é normal desenvolver a BD e o frontend para a mesma)
    • Engenharia de Redes
    • Procurar uma empresa em que possas ter uma função variada que englobe tarefas diferentes dentro da empresa ou de projecto para projecto - p.e. as empresas que não são de TI por vezes procuram 1 ou 2 pessoas que façam um pouco de tudo para gerirem e manterem o seu parque informático
    • Freelancing em que ofereças serviços em várias áreas de forma a poderes ir variando para não estares sempre a programar.

    Re:Outras possibilidades (Pontos:2)
    por McB em 18-08-05 15:06 GMT (#30)
    (Utilizador Info)
    • Modelação de Bases de Dados (embora seja uma área perto da programação pois é normal desenvolver a BD e o frontend para a mesma)
    Quem diz modelação de uma base de dados diz de um sistema de informação, de todos os fluxos de informação de uma organização,etc...
    Quanto ao facto de ser a mesma pessoa a desenvolver, num projecto com uma certa escala isso não deveria acontecer. Um bom diagrama ER e um bom Dicionário de Dados feitos pelo analista são suficientemente claros para serem posteriormente implementados pelo developer
    • Procurar uma empresa em que possas ter uma função variada que englobe tarefas diferentes dentro da empresa ou de projecto para projecto - p.e. as empresas que não são de TI por vezes procuram 1 ou 2 pessoas que façam um pouco de tudo para gerirem e manterem o seu parque informático

    Não é a isso que se chama "inferno de helpdesk"?
    São geralmente mal pagos, não especializados, e têm que aturar com as birras dos superiores quando algo não funciona, têm que estar sempre na hora certa e no local certo, etc... Conheci o caso de uma empresa com umas centenas de utilizadores cujo pessoal de "gestão do parque de desktops" não durava mais do que alguns meses...

    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux
    Re:Outras possibilidades (Pontos:1)
    por Coronel em 18-08-05 15:57 GMT (#32)
    (Utilizador Info)
    Não é a isso que se chama "inferno de helpdesk"? São geralmente mal pagos, não especializados, e têm que aturar com as birras dos superiores quando algo não funciona, têm que estar sempre na hora certa e no local certo, etc... Conheci o caso de uma empresa com umas centenas de utilizadores cujo pessoal de "gestão do parque de desktops" não durava mais do que alguns meses...

    Conheci o caso de uma pessoa numa situação dessas que era completamente explorada, ao ponto de por vezes lhe pedirem para ir fazer reparação de máquinas dos superiores... a casa deles. O moço lá ia e não se importava porque até é um gajo porreiro, mas era isso mesmo que permitia que lhe pagassem pouco (era isso e os recibos verdes, ou seja, falta de contrato).

    Uma pessoa numa situação dessas terá de ter cuidado para não cair no campo do "fácil de substituir". Se são tarefas para as quais é fácil arranjar alguém que desenrasque, o trabalhador não vai ser suficientemente valorizado. Depende da pessoa, empresa e tarefas envolvidas - que podem não ser apenas manutenção das máquinas e help desk, podendo incluir desenvolvimento de ferramentas para uso dentro da própria empresa, desenvolvimento do site da empresa, entre outras.

    É possível que uma situação de jack of all trades, master of none tenha tendência para as chatisses...

    Re:Outras possibilidades (Pontos:2)
    por McB em 18-08-05 16:03 GMT (#34)
    (Utilizador Info)
    Conheci o caso de uma pessoa numa situação dessas que era completamente explorada, ao ponto de por vezes lhe pedirem para ir fazer reparação de máquinas dos superiores... a casa deles

    Tal também aconteceu nessa mesma empresa que referi em cima... inclusivé ao filho de um superior que tinha um problema com o Windows, etc...
    Estaremos a falar da mesma empresa? Creio que não, mas de qualquer modo, é uma empresa portuguesa, concerteza!

    jack of all trades, master of none, disseste tudo!

    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux
    Re:Outras possibilidades (Pontos:2)
    por bêbado em 18-08-05 17:12 GMT (#36)
    (Utilizador Info)
    "era isso e os recibos verdes, ou seja, falta de contrato"

    Recibos verdes != ausência de contrato

    Não raras vezes, os trabalhadores 'independentes' têm contratos de prestação de serviços com as empresas. Alguns, preferem trabalhar desta forma enquanto outros preferiam ter um vínculo efectivo à empresa.

    "September the 4th, 2001, I stood in the ruins of the Twin Towers. It's a day I will never forget."
    George W. Bush
    outra vez (Pontos:1)
    por qwerty em 18-08-05 16:01 GMT (#33)
    (Utilizador Info)
    Olá. Fui eu quem submeteu o artigo. Obrigado pelas respostas, algumas são bastante interessantes outras são desnecessáriamente mazinhas, há aqui pessoal demasiado stressado.

    A ideia do MBA é interessante, alguem recomenda um? Quanto custa e demora?

    Houve quem mencionasse segurança, admito já que até hoje tenho olhado para anuncios de empregos de relance mas parece-me que nunca vi alguém pedir tal coisa.

    A gestão de sistemas ou de BDs será talvez mais suportável mas todos os anuncios que já li pedem SEMPRE experiência prévia e certificação. É possivel alguém como eu arranjar um emprego nisto logo de ínicio?
    Consultoria em ERP ou em CRM (Pontos:1)
    por davidmar em 18-08-05 16:19 GMT (#35)
    (Utilizador Info) http://www.medicinachinesa.com
    Para o teu caso aconselho-te a seguires o caminho de consultoria ERP ou CRM. Em ERP tipicamente trabalhas com SAP e em CRM também é típico trabalhar com Siebel.

    Pesquisa um pouco sobre o que é desempenhar este tipo de funções para ver se é do teu agrado. Não precisas de saber programar grande coisa, é muito alto-nível, especialmente em CRM/Sibel (sinto-me inclinado a dizer que nem é preciso saber programar para trabalhar com Siebel). É óptimo para "engenheiros de rato", no sentido não pejorativo.

    Não trabalho em nenhuma dessas áreas.

    Cumprimentos

    Ricardo David Martins
    Re:Consultoria em ERP ou em CRM (Pontos:2)
    por toze em 18-08-05 23:19 GMT (#43)
    (Utilizador Info) http://www.idiotek.org
    Sim, queres ver que em SAP ou em Siebel não é preciso programar!!! Ah ah!

    Depois temos aqueles projectos lindos, com Advogados a bater código em Siebel que ficam uma bela BOSTA.

    Repara que a resolução funcional de um problema e a programação requerem EXACTAMENTE o mesmo tipo de raciocíonio lógico, de inferência, e a mesma capacidade de abstracção.


    Tó-Zé 'Senador'
    Re:Consultoria em ERP ou em CRM (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 18-08-05 23:25 GMT (#44)
    (Utilizador Info)
    SAP ? CRM ? Deve ser a área com mais burros por m2, à quantidade de merda (sim MERDA!), que se faz nessas implementações de SAP por ai fora... E SAP para engenheiros do rato ? O contacto que tive com aquilo, para implementar outro software, foi de fugir... Aquilo é maneiras diferentes de se fazer as coisas, é API's diferentes para versoes diferentes, é uma salgalhada do caraças

    "Firefox lost 0.64% of the users, while Microsoft IE gained the same amount !" Foi rápido...
    Re:Consultoria em ERP ou em CRM (Pontos:1)
    por jKosh em 22-08-05 9:46 GMT (#59)
    (Utilizador Info)
    Confirmo.

    Programar em (ou apenas administrar/implementar) SAP, entender e conhecer bem o sistema e os vários módulos instalados é uma tarefa que mais se assemelha a uma opção de vida (tipo entrar para um convento e alhear-se do resto do mundo aka informatica), obrigando o desgraçado (mas bem pago) a reformatar o cerebro para o modo de pensar "à SAP".

    A linguagem ABAP foi a linguagem que me foi dada a conhecer mais mal concebida, com tantos remendos e adições de ultima hora (ou da moda da altura) que já vi na vida.
    A unica coisinha que vi parecer ter alguns pés e cabeça (dentro do possivel) foi a implementação de OOP do ABAP que desconfio haver uma percentagem minima de "programadores" ABAP a usar.
    Dá ideia que deve ter sido desenhada por apenas uma cabeça (ou uma boa equipa) ao contrário do resto da linguagem (e diria até do resto do sistema SAP, pois cada módulo tem uma visão diferente do que deve usar para chegar ao mesmo fim).

    Quase que poderia dizer que, em desenvolvimento, existem dum lado os programadores "normais" e do outro os programadores de ABAP (uns coitados que embora bem pagos não lhes invejo a sorte).

    Mas lá está... há gente para tudo. Se calhar até há quem goste de ficar a "pensar assim" se lhe pagarem bem p'ra isso.


    jK

    Costuma-se dizer "Se não sabes, não mexas" mas no caso da condução e principalmente dos piscas digo "Se não sabes, APRENDE!!!"
    re: (Pontos:1)
    por [Coyot3] em 18-08-05 20:06 GMT (#40)
    (Utilizador Info)

    a quem procedeu a manutenção da minha conta que não me permitia postar o meu muito obrigado

    Talvez fosse altura de (como bom português) analisar o sistema

    Cedo somos obrigados a decidir (pelo menos em parte) o nosso futuro "profissional".

    A um miúdo de 15/16 anos é-lhe imposta uma escolha que de certa forma influenciará o seu futuro enquanto estudante e profissional

    E certo que ja deveriam existir cabeças feitas para pensar, olhar mais alem, mas normalmente rapazes de 15/16 anos querem e jogar à bola e as meninas ver novelas e comprar roupa (tou a ser muito generalista e faço a ressalvar a alguma excepção)

    E entao que nos sao dadas determinadas areas de escolha.Como o português quer ser doutor, uma area de respeito (dita do curriculum geral) é cientifico natural, exlcuindo cursos tecnologicos, vocacionados para uma area especifica que n devem ser colocados de parte

    Nao deve ser desprestigiante para ninguem frequentar um curso de componente tecnologico, e muitas vezes a opção errada e tomada nesta fase

    E muito frequente nestas idades (actualmente) os miudos serem viciados em video jogos, e pensarem que isso é "dominar" a máquina

    A consequencia posterior advem desta: "Se estou em informatica vou para!? EI"

    Tudo que se possa aprender na escola, e muito limitativo, devemos ter em nos uma porçao qb de autodidatismo

    Quero com isto dizer que agora que tens o curso e durante o mesmo (embora saiba que o tempo livre não e mto) deverias ter investido em ti, entrando naquilo que verdadeiramente gostas de fazer paralelamente aos estudos.

    Agora tens o que procuras-te, a denominação social de Engº o que te pode valer mais uns trocos no ordenado como querias

    Sugiro que te agarres a isso e lutes para entrares no mundo onde te sentes à vontade para vencer

    Tens àrea da comunição, multimedia, investigação, divulgação, ...

    É uma questão de não estagnares


    ---

    Com os melhores cumprimentos

    Paulo Silva

    eu qeria era poder atirarme da janela (Pontos:2)
    por racme em 19-08-05 9:24 GMT (#46)
    (Utilizador Info) http://tinyurl.com/2zvku
    eu qeria mesmo era poder atirarme da janela... mas esta merda de edificio nao tem janelas... e' todo espelhado sem acesso pro mundo exterior q os malditos torniquetes nas portas de entrada...

    enfim... so gostava de trabalhar num local com janelas pra me poder atirar...



    vira-se o supositorio pro pepino.. hoje tou de greve vai tu
    Como te compreendo... (Pontos:1)
    por DrainBamage em 19-08-05 16:12 GMT (#47)
    (Utilizador Info)
    Fizeste bem ao parar para pensar.

    Interrompi uma eng. informática a sensivelmente 2 terços das cadeiras.
    Puto novo, com umas ideias na cabeça e uma grande paixão pela programação, lá comecei a ganhar guito.
    Ao fim de 10 anos a catapultar-me de emprego em emprego(s), estou com o ordenado que sempre quis e... completamente farto desta porra!
    Acabei por chegar a um ponto em que o telefone não para, furar madrugadas é normal, fins de semana são boato, feriados idem, os problemas dos outros transformam-se nos meus problemas a uma velocidade estonteante, não há tempo para nada a não ser dormir, trabalhar e beber uns copos para "desanuviar"... que parvoíce!
    ...para quê!?

    Calculo que muitos aqui lêem a descrição do meu "horário" e o achem perfeitamente normal... talvez seja eu que comece a não aguentar a pressão.

    Agora quero mudar esta estúpida de existência... já vi pelos meus próprios olhos que o all mighty buck não traz felicidade.
    É pena é chegar a esta conclusão aos 30 anos...

    ==
    "Se vi mais longe foi porque comprei a porra duns binóculos." - Zé da Esquina
    Re:Como te compreendo... (Pontos:2)
    por bêbado em 19-08-05 17:00 GMT (#48)
    (Utilizador Info)
    Se ganhasses bem já estavas reformado e agora dedicavas o tempo a fazer o que te desse na bolha (o que não é equivalente a 'passar o tempo a coçar a micose') :-)

    "September the 4th, 2001, I stood in the ruins of the Twin Towers. It's a day I will never forget."
    George W. Bush
    Re:Como te compreendo... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 21-08-05 1:06 GMT (#54)
    (Utilizador Info)
    Como ganha bem, comprou casa, um bmw, etc etc etc... Para manter os luxos é preciso manter o money a entrar :) É a vida...

    "Firefox lost 0.64% of the users, while Microsoft IE gained the same amount !" Foi rápido...
    Re:Como te compreendo... (Pontos:1)
    por DrainBamage em 27-08-05 17:17 GMT (#67)
    (Utilizador Info)
    Népias. Os únicos luxos a que me dei foi comprar (a pronto por causa das moscas) a moto dos meus sonhos e uma guitarra "decente"... não sou tipo de me meter em despesas fixas... a não ser que consideres gasolina e tabaco "despesas fixas" :)

    ==
    "Se vi mais longe foi porque comprei a porra duns binóculos." - Zé da Esquina
    Re:Como te compreendo... (Pontos:1)
    por alexmoreira em 21-08-05 3:31 GMT (#57)
    (Utilizador Info)
    ha quem chegue + tarde... depende de qdo conhecem esse tal sr de All Mighty Buck...
    Muda de linguagem de programação (Pontos:1)
    por gc em 20-08-05 11:18 GMT (#49)
    (Utilizador Info)
    Por exemplo, programar em Python é muito menos maçador do que qualquer java/perl/C/C++/C#/etc...

    Re:Muda de linguagem de programação (Pontos:2)
    por McB em 20-08-05 17:52 GMT (#51)
    (Utilizador Info)
    Desculpa, mas esse argumento não cola...
    Programar em Python é menos maçador para ti.

    Acho que a questão que se coloca aqui é outra...

    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux
    Re:Muda de linguagem de programação (Pontos:1)
    por sergiol em 29-08-05 20:35 GMT (#68)
    (Utilizador Info)
    Tcl é que é! Só tenho pena de não conseguir arranjar emprego a programar disso!
    Sérgio
    MBA (Pontos:1)
    por xpto123 em 22-08-05 14:31 GMT (#60)
    (Utilizador Info)
    Relativamente a MBA tens para todos os gostos e feitios.

    Mas só vou falar dos melhores que em Portugal (pelo que julgo saber) se resume a 2 o MBA da católica e o da Universidade Nova de Lisboa. Os preços devem de rondar os 12.500 a 15.000 ¤. Se quiseres tirar na europa os melhores são na França e no Reino Unido, o melhor de frança é o da INSEAD e os preços rondavam os 50.000¤. Não tenho dados relativamente aos ingleses.

    Para te candidatares tens de fazer um exame e consoante a tua nota nesse exame assim podem ser as tuas expectativas, quanto melhor a nota melhor o MBA a que podes concorrer. As provas de acesso não se resumem a um exame se fores para um MBA internacional tens de saber falar ingles (Obrigatório, se não souberes não podes ser aceite porque as aulas são em ingles) e normalmente pedem cartas de recomendação, no entanto o exame é o mais importante.

    Costuma ser norma nos bons MBAs exigir uma experiência profissional de pelo menos 2 anos. Eu concordo com esta exigencia, desde que comecei a trabalhar ganhei muitos conhecimentos sobre empresas e o seu funcionamento que não se ganha num curso.

    Relativamente às funções que podes vir a desempenhar depois de tirares um MBA são bastante distintas das de programação etc (pelo menos pelo que tenho visto de pessoas que já tiraram) no entanto acho que se trabalhares 2 anitos numa consultora ficarás com uma ideia melhor se queres tirar um MBA ou não. Digo consultora porque penso que seja onde podes mais facilemente ter uma interação com pessoas que tiraram MBAs.

    Re:MBA (Pontos:2)
    por McB em 24-08-05 12:43 GMT (#65)
    (Utilizador Info)
    O MBA da University of Kent em 2002 estava no top dos melhores MBAs do Mundo.... sabem o que aconteceu? Subiu-se o preço, aumentou-se o número de vagas, entrava pessoal (especialmente chineses) que nem inglês sabiam falar...e a qualidade do curso ficou proporcional à dos seus alunos... No entanto não te sei dizer como está a qualidade do MBA agora... E não, não tenho o MBA da Kent Uni, mas conheci alunos de MBA (tirei lá o MSc). Para mais info, check here Yours,
    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux
    Re:MBA (Pontos:2)
    por McB em 24-08-05 12:49 GMT (#66)
    (Utilizador Info)
    O MBA da University of Kent em 2002 estava no top dos melhores MBAs do Mundo.... sabem o que aconteceu?
    Subiu-se o preço, aumentou-se o número de vagas, entrava pessoal (especialmente chineses) que nem inglês sabiam falar...e a qualidade do curso ficou proporcional à dos seus alunos...
    No entanto não te sei dizer como está a qualidade do MBA agora...

    E não, não tenho o MBA da Kent Uni, mas conheci alunos de MBA (tirei lá o MSc).

    Para mais info, check here

    Conselho: se tiveres capital para investir e nada em especial que te prenda, nem hesites em fazer algo do género no estrangeiro. Cresces como pessoa , o ambiente multi-cultural é fantástico e se a escolha de universidade for boa, ficas muito bem servido!

    Yours,
    McB!
    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux
    pois (Pontos:0, Despropositado)
    por stack em 22-08-05 15:47 GMT (#61)
    (Utilizador Info) http://127.0.0.1
    man, assim de repente e em duas palavras... "tás fodido"

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]