gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Microsoft abre o formato dos documentos Office
Contribuído por AsHeS em 03-06-05 9:36
do departamento da inovação
News Esqueleto escreve "Hoje [ontem] ao abrir os sites de noticías deparei com esta notícia que acho no minimo engraçada. A microsoft resolveu passsar a gestão dos formatos Office para XML e com esta medida garante que os ficheiros .DOC e .XLS irão passar a ser (em média) 50% mais pequenos. Quem está com atenção, lembrará que o OpenOffice já usa este formato para armazenar os seus documentos à algum tempo e que a microsoft, para variar, não está a inventar nada. Apesar de neste artigo não ser evidente, o discurso da microsoft, nestes casos são normalente: "Estamos novamente a inovar neste sentido!", onde deve-se ler: "Voltamos a copiar o que a comunidade OpenSource está a fazer!"
Fica aqui o link: (Microsoft to 'Open' Office File Formats)."

i2010: Sociedade Europeia da Informação 2010 | fisl6.0  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Esqueleto
  • (Microsoft to 'Open' Office File Formats)
  • Mais acerca News
  • Também por AsHeS
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Seria bom, seria (Pontos:2, Redundante)
    por joaobranco em 03-06-05 10:22 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Quem inova ou não neste aspecto é irrelevante. Eu não acho nada mal quando a MS ou outra empresa qualquer aproveita as melhores ideias do Open-Source ou do código livre.

    Agora, sinceramente, não acredito muito que a mudança para XML seja de facto o "abrir" dos formatos. Provavelmente vão haver barreiras (do género de patentes ou assim) que vão impedir empresas não licenciadas de usar totalmente a especificação. E mesmo a especificação provavelmente não será 100% aberta.

    Na prática, não acredito que seja amanhã que um outro software qualquer possa editar um ficheiro do MS Office e conseguir compatibilidade perfeita. Tenho impressão que isto é muito mais marketing do que outra coisa qualquer...

    Cumps, JB

    .. acusaram-O de pirataria, por ter duplicado uma cesta de pão e cinco peixes, e disseram: crucifiquem-No .. (Biblia do Século XXI)

    Re:Seria bom, seria (Pontos:2)
    por grumpy bulgarian em 03-06-05 13:13 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://10.10.11.2
    Agora, sinceramente, não acredito muito que a mudança para XML seja de facto o "abrir" dos formatos. Provavelmente vão haver barreiras (do género de patentes ou assim) que vão impedir empresas não licenciadas de usar totalmente a especificação

    Se o impedimento fosse a defesa da patente em tribunal, de hoje para amanha alguem anónimo escrevia um plug-in para o software concorrente abrir os novos DOC e XLS, punha-o numa rede anónima P2P e toda a gente podia usufruir anonimamente da nova interoperabilidade. :)

    Não acredito que a MS e as outras empresas que usam formatos de ficheiro proprietários tenham grande vantagem na disponibilização de filtros assim à maluca. Suponho que quando os filtros/conversores aparecem nos pacotes de software, é porque alguém pagou por esse direito?
    Grumpy B)

    Isto é areia para tapar os olhos.. (Pontos:2)
    por 4Gr em 03-06-05 10:45 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/~ei02069/blog
    Desenganem-se aqueles que julgam que a Microsoft enveredou pelo caminho da interoperabilidade, dos standards ou do respeito pela concorrência (e muito menos pelo utilizador).

    O facto do novo formato da Microsoft ser XML (o do Office 2003 já é) e aberto é apenas areia para tapar os olhos: na verdade, há muita coisa escondida, como por exemplo como é que eles embebedam objectos no XML, e se o fazem ou não. Para além disso, os formatos já estão patentados, pelo que com as patentes de software no activo, vai ser um mimo travar todo e qualquer um que quiser ter compatibilidade com o Office.

    Remember: If M$ has it now, someone had it before!
    Dominus vobiscum
    Re:Isto é areia para tapar os olhos.. (Pontos:1, Gozão)
    por null em 03-06-05 11:42 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    "como é que eles embebedam objectos no XML"

    Com tintol, cevada fermentada? O mr. bêbado deve ter boas recomendações :-)

    Isso de Microsofre, XML e patentes é tudo mentira, calúnias! Eles são bons rapazes...

    http://news.zdnet.co.uk/software/applications/0,39020384,39200357,00.htm

    E para quem tenha pachorra para ler

    http://www.microsoft.com/mscorp/ip/format/xmlpatentlicense.asp

    Re:Isto é areia para tapar os olhos.. (Pontos:2)
    por bêbado em 06-06-05 10:47 GMT (#30)
    (Utilizador Info)
    "como é que eles embebedam objectos no XML"

    Vindo da Microsoft só pode ser com vinho a martelo :-)

    ~~~ O vinho é q'induca e o fado é q'instrói ~~~
    Re:Isto é areia para tapar os olhos.. (Pontos:2)
    por Init em 03-06-05 12:16 GMT (#4)
    (Utilizador Info)

    Ora nem mais! Tudo isso é verdade! E para além disso o titulo é no mínimo enganador, pois embora seja um pouco melhor assim, os formatos não são abertos.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Isto é areia para tapar os olhos.. (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 03-06-05 16:33 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    Eu ia jurar que estava la escrito que a especificacao ia ser disponibilizada na MSDN... Deve ser do sol...

    Linux Growth in the Workplace Slowing :"The biggest reason for the slow down according is due to the hidden cost of consultants."
    Re:Isto é areia para tapar os olhos.. (Pontos:2)
    por xeon em 03-06-05 17:28 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://cat.afraid.org
    Microsoft may have patents and/or patent applications that are necessary for you to license in order to make, sell, or distribute software programs that read or write files that comply with the Microsoft specifications for the Office Schemas.

    Já era tempo de abrires o olhos, dumbass.

    --
    Whatever
    Re:Isto é areia para tapar os olhos.. (Pontos:2)
    por Init em 03-06-05 19:53 GMT (#18)
    (Utilizador Info)

    Publicado não quer dizer que seja, aberto, pois pode por exemplo haver restrições à liberdade de implementar, mesmo sendo o accesso gratuito.

    É o sol deve tár a afectar-te.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Isto é areia para tapar os olhos.. (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 04-06-05 1:57 GMT (#24)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    de acordo com o slash, a licença poderá vir a incluir total compatibilidade com as licenças OSS.
    claro q uma coisa é a FAQ, outra coisa é o q a MS apresenta, q nunca é o mesmo do anuncio...
    -----
    Windows: Agora com ecrãs azuis... vermelhos...
    Re:Isto é areia para tapar os olhos.. (Pontos:2)
    por Init em 04-06-05 6:33 GMT (#25)
    (Utilizador Info)

    A m$ não faz isso quando obrigada legalmente, achas que quando não é obrigada iria fazer???

    A FAQ da m$ é muito vaga, permitindo a interpretação aceitar ou não isso como verdade, e como com a m$ é ver para crer, só depois de ter permitido realmente isso é que eu acredito.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Isto é areia para tapar os olhos.. (Pontos:2)
    por null em 03-06-05 12:29 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    A utilização de XML por parte da Microsoft é para melhor compatibilidade entre os vários productos dela e não necessáriamente para interoperabilidade com terceiros.
    Re:Isto é areia para tapar os olhos.. (Pontos:2)
    por blacksheep em 03-06-05 13:16 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Que ironia! Um vídeo sobre interoperabilidade no formato WMV!

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Re:Isto é areia para tapar os olhos.. (Pontos:2)
    por Init em 03-06-05 13:18 GMT (#10)
    (Utilizador Info)

    É obvio que por ser XML, facilita mais do que com um formato binário, mas a questão é que existem os tais objectos embebidos e para a m$ gratuito e termos não discriminatórios significa, excluir o Software Livre, como se pode ver pelo seu historial.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Pois... (Pontos:2, Interessante)
    por tonidosimpostos em 03-06-05 16:32 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Primeiro falas em inventar, depois no fim em inovar... Geez.. Quando é que este pessoal aprende a diferença entre as duas coisas ???

    Linux Growth in the Workplace Slowing :"The biggest reason for the slow down according is due to the hidden cost of consultants."
    Re:Pois... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 03-06-05 16:50 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Quando a Microsoft promover a 100% a interoperabilidade?

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Pois... (Pontos:2)
    por Init em 03-06-05 20:04 GMT (#19)
    (Utilizador Info)

    As palavras da m$ contam 0. Uma empresa que viola sistemáticamente a lei e que até foge a cumprir acordos e penas, não tem qualquer querdebilidade.

    Para acreditar na m$ não quero palavras, quero acções, resultados. Quem acredita na m$ não tem a cabeça no lugar certo.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Pois... (Pontos:1)
    por mrmafia em 03-06-05 21:12 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Quem acredita na m$ não tem a cabeça no lugar certo. Milhões são as pessoas/instituiçoes/empresas que fazem da Microsoft uma das mais lucrativas e a 3ª que tem maior valor de mercado no mundo, com os seus "patroes" nos mais ricos do mundo. Esses mesmo milhoes de pessoas/instituicoes/empresas nao devem entao ter a cabeça no lugar.
    Re:Pois... (Pontos:2)
    por Init em 04-06-05 6:35 GMT (#26)
    (Utilizador Info)

    Pois não!


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Pois... (Pontos:1, Despropositado)
    por 4Gr em 04-06-05 17:16 GMT (#29)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/~ei02069/blog
    2 zillion flies can't be wrong: eat shit.

    Remember: If M$ has it now, someone had it before!
    Dominus vobiscum
    Re:Pois... (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 08-06-05 19:47 GMT (#31)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    se apenas pensam em dinheiro, n n têm.
    -----
    Windows: Agora com ecrãs azuis... vermelhos...
    Re:Pois... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 03-06-05 22:54 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    O que raio tem a ver a Microsoft com o significado correcto ou incorrecto das palavras ? Geez isto vai de mal a pior... E depois sou eu ;=)

    Linux Growth in the Workplace Slowing :"The biggest reason for the slow down according is due to the hidden cost of consultants."
    Re:Pois... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 03-06-05 23:25 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Epá, ri-te! Era piadinha, tipo "quando as galinhas tiverem dentes"... irra!

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Pois... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 04-06-05 17:01 GMT (#28)
    (Utilizador Info)
    Pois tens razao :( Foi uma falha no multitasking ! HEHEHEHEHEHE

    Linux Growth in the Workplace Slowing :"The biggest reason for the slow down according is due to the hidden cost of consultants."
    . (Pontos:2, Informativo)
    por bleh em 03-06-05 17:46 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    Bom, esta iniciativa da microsoft meteu-me particular nojo. Durante anos a compatibilidade com .docs foi o que se sabe (pelo menos utilizadores de suites alternativas sabem), e agora que o projecto OASIS avançou com standards bem delineados e pensados, que inclusivé já são utilizados por suites open source, como o OpenOffice, que numa tentativa de aderir aos standards abdicou do seu proprio formato e grava por defeito em OpenDocument Text (.odt) tal como recomendado pela OASIS, a Microsoft vem tentar colher alguns créditos com esta suposta inovação. Todos sabemos que ao aderir aos standards a microsoft estaria a soltar a rédea e permitir que utilizadores de suites alternativas editassem ficheiros do Office com compatibilidade total. É mais cómodo fazer papel de bonzinhos e na pratica não mudar nada. Afinal, eles querem que o Office continue a vender...
    Re:. (Pontos:2)
    por Init em 03-06-05 20:28 GMT (#20)
    (Utilizador Info)

    Não escandaliza que a m$ crie o seu próprio formato, até acredito que possa ter razões tecnicas para o fazer relacionadas com retro-compatibilidade com os formatos anteriores (os utilizadores deles merecem-lhe esse respeito).

    Se a m$ realmente fizer isto (só acredito quando tiver feito), ficaremos melhor do que estavamos no que diz respeito ao acesso aos dados, mas isso não resolve o problema todo (a informação tem que ser estruturada, etc...) e não é melhor do que ficariamos tendo um formato realmente aberto, ou mesmo livre.

    O facto de a m$ não tornar este formato novo aberto ou livre, e não implementar o formato do OpenOffice.org é que é nojento.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:. (Pontos:2)
    por blacksheep em 04-06-05 10:37 GMT (#27)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Já agora, o KOffice 1.4 usa também o formato OASIS para o processador de texto. Foi lançado o Release Candidate que em príncipio, se nenhum problema de maior for encontrado, dará lugar ao 1.4 final.

    Gostava de ver o Abiword e outros processadores de texto de software livre a aderirem ao formato. Idem aspas para folhas de cálculo e programas de apresentação. Também era bom se programas de edição de imagens aderissem a um formato nativo comum.

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]