gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
"Obtenha os Factos"
Contribuído por pls em 08-04-05 22:05
do departamento Ya-right-mas-a-sic-voltou-ao-siteseed
Microsoft Karlus escreve "A Microsoft Portugal vai avançar com uma segunda edição da campanha "Obtenha os Factos", mas desta vez com testemunhos locais. "Seguindo a receita utilizada na primeira campanha, esta segunda iniciativa vai colocar à disposição dos utilizadores estudos que comparam várias plataformas nestas três vertentes, juntando ainda testemunhos de clientes que migraram de plataformas Linux para Microsoft. Aceitaram o desafio a SIC, a ANTRAM e o Instituto Serviço Social." A campanha arranca na próxima semana. via TekSapo "

Ubuntu e Kubuntu 5.04 | II Conferência sobre Redes de Computadores e Segurança  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • TekSapo
  • Mais acerca Microsoft
  • Também por pls
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Cool! (Pontos:3, Interessante)
    por pls em 08-04-05 22:24 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    A coisa não arrancou lá muito bem, e o Siteseed está on-line outra vez. Enfim, terem feito um "case study" a gabar a solução (entre outras "pequenas imprecisões") e depois esta não se aguentar on-line o tempo suficiente para aparecer no netcraft é cómico...

    Já escrevi sobre o assunto na minha página pessoal (http://pls.mrnet.pt/article134visual1.html ), várias opiniões apareceram em http://asterisco.paradigma.pt/, e o tempo dirá se fizeram uma "boa aposta" e que lhes fica "mais barata" ou é mais "eficiente"...

    Enfim... sigam comigo o netcraft para descobrir se o 2003 server aguenta muito mais tempo no ar que o 2000... :-)

    As mentiras, os disparates, a areia para os olhos, fazem parte do jogo. O que é engraçado são mesmos os resultados... as contas fazem-se "mais tarde". Começaram mal, vamos ver como corre a coisa...

    PLS
    Re:Cool! (Pontos:2)
    por [Cliff] em 08-04-05 23:16 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    O último comentário do dia vai servir para, mais uma vez, manifestar a pura irritação.

    Aquele case-study é vergonhoso, um nojo, um saco de mentiras como bem dizes e provas.
    Se eu tivesse a cargo o controlo da div. portuguesa da Microsoft (sim, porque alguém lá de fora manda na m*rda cá de dentro) ia direitinho à cabecinha que redigiu/aprovou aquele documento e dava-lhe, com nada menos, com um belíssimo taco de baseball de alumínio. E o tipo da SIC levava por tabela.

    No entanto, este tipo da SIC, como já referi noutras paragens, subscreveu uma afirmação que ainda mais me pasmou: não existe *ninguém* na PT com capacidade para gerir o Siteseed! É tudo uma cambada de incompetentes! Ou então os admins de siteseed por esse mundo fora são super-administradores, cheios de conhecimentos, artes de magia negra... hmmmm Linux administrators.

    Enfim, é pena que não se vá ver publicada nos media "Toda a verdade" sobre este case-study da SIC.

    Falta sempre o mesmo, alguém para pôr a boca no trombone e o trombone em si.


    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Cool! (Pontos:1)
    por Gothic em 09-04-05 8:24 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.ClusterCube.com
    Então e não falaram do sistema do SAPO.pt (PT) - Bricolage (http://www.bricolage.cc)?
    Também é um CMS, podiam muito bem usar lá o siteseed.

    Characteristic of life style...
    Re:Cool! (Pontos:2)
    por CrLf em 09-04-05 0:48 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    Leva-nos a pensar se os restantes case-studies da Microsoft não serão parecidos com este...

    --
    Carlos Rodrigues
    Re:Cool! (Pontos:2)
    por jmce em 09-04-05 7:30 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://jmce.artenumerica.org/

    Naturalmente, o problema não é uma campanha da Microsoft ser parcial aos seus produtos, isso é de esperar na publicidade de qualquer empresa. O problema é o de as campanhas "get the facts" se vestirem de "análises independentes" e a balança dos factos se desequilibrar tanto que a coisa fica ao nível de publicidade enganosa.

    "[...] a smart study funder can produce the results they wish without, strictly speaking, lying. For example, a study funder can make sure that the evaluation carefully defines a specific environment or extremely narrow question that shows a positive trait of their product (ignoring other, probably more important factors), require an odd measurement process that happens show off their product, seek unqualified or unscrupulous reviewers who will create positive results (without careful controls or even without doing the work!), create an unfairly different environment between the compared products (and not say so or obfuscate the point), require the reporter to omit any especially negative results, or even fund a large number of different studies and only allow the positive reports to appear in public. (A song by Steve Taylor expresses these kinds of approaches eloquently: “They can state the facts while telling a lie”.)"
    -- David A. Wheeler, "Why Open Source Software / Free Software (OSS/FS, FLOSS, or FOSS)? Look at the Numbers!"

    E é assim que da SIC sempre poderão contar o *facto* de ter mudado de software e apresentar testemunhos que *de facto* tenham sido prestados. Se mesmo os factos sendo estritamente factos a coisa for demasiado embaraçosa por outro factos difíceis de conter, pode-se sempre retirar da lista de "factos" como se nunca lá tivesse estado.

    Re:Cool! (Pontos:2)
    por null em 09-04-05 14:19 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Por muito que custe, continuaremos a assistir a situações destas. Que se tripliquem os custos, que se perca produtividade, que raio interessa? Enquanto houver motivos para ter uma fotografia autografada do Bill pendurada na parede, o resto que se lixe.
    E não haja ilusões, nem que aquilo leve de enfiada um monstro de hardware e um novelo de fibra óptica, vão fazer tudo para dizer que funciona.

    Para terminar um reparo a um dos comentários que li. Então aquilo pifou porque recebe mais visitas que a RTP hein?. Estamos então perante o milagre da multiplcação. Mudam de CMS e o pessoal desata a visitar o site. O que seria chato era saber que os mesmos visitantes já antes passavam por lá e o software era outro.
    Isto é que é um pacote de software. E só quando falamos em pacote, é que nos apercebemos que o CMS da Microchacha tem um significado oculto, nada mais, nada menos que Criámos Software de Merda...ou será Connosco Sofre Mais?

    O som oculto nos posts do toini

    Não afecta o estudo... que já está escrito :-) (Pontos:2)
    por pls em 09-04-05 14:50 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Para terminar um reparo a um dos comentários que li. Então aquilo pifou porque recebe mais visitas que a RTP hein?.

    Pifou porque o software "novo" não aguentou a carga com que o Siteseed funciona sem dar problemas. Voltaram ao CMS antigo, presumo que até "nova tentativa", e claro que o site ficou no ar, com a performance de sempre.


    Estamos então perante o milagre da multiplicação. Mudam de CMS e o pessoal desata a visitar o site. O que seria chato era saber que os mesmos visitantes já antes passavam por lá e o software era outro.

    Nada de estranho aconteceu... fizeram um "case study" baseado no que ainda não aconteceu (nada como antecipar os acontecimentos e "estudar" factos futuros como consumados), com muitas bocas parvas pelo meio, e esqueceram-se que talvez não fosse má ideia testar a "coisa" antes de mostrar ao mundo as conclusões.

    Eventualmente que mais dia menos dia conseguem fazer um site com as ferramentas "propostas". Caramba, é um site da tanga, de um pais pequeno, com uma população menor que a de muitas cidades. Eu sei isso, já o fiz... Acredito que consigam eventualmente chegar lá. E o estudo vai parecer aos "consumidores de Microsoft" uma coisa "reveladora" de como vendem "boas soluções", mais "baratas" e que permitem "fazer coisas muito inovadoras e cheias de buzzwords".

    Enfim. Uma parvoeira. Isto quando tinham na mão sistemas que sabiam configurar, e com os quais criaram MUITOS sites (o site da SIC não é só o de "noticias", há vários sites temáticos para os vários programas, feitos em siteseed, in-house). Claro que perdem tudo isso, ou continuam a utilizar em paralelo, esquecendo-se a Microsoft e SIC de referir que migraram "um de muitos sites que formam o universo sic". Dá jeito esquecer que na realidade andam há mais de um ano para fazer um sitezito e que ao fim deste tempo todo ainda se deram ao luxo de quando foi para o ar não aguentar a carga (que repito é uma "tanga de carga"). Agora ou "afinam a coisa" ou mandam mais hardware para cima do problema (que é um solução muito mais Microsoftiana). O que é engraçado é que isso não afecta o "estudo", dado que foi feito antes dos acontecimentos, "funcionar" não parece ser um factor na avaliação do que são "casos de sucesso" na Microsoft...

    PLS
    Re:Cool! (Pontos:2)
    por Init em 09-04-05 14:20 GMT (#12)
    (Utilizador Info)

    A sic nem consegue manter a sua emissão televisiva... Na quarta-feira, passada pelo menos todos as empresas que distribuem televisão por cabo ficaram sem canais da SIC, ontém foi a vez de vermos um screen-saver do xp em vez de um dos programas inter-activos da SIC, sem contar com outras coisas das quais não posso falar.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    para rir... (Pontos:1)
    por Mulder3 em 09-04-05 1:54 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    o case-study é no minimo hilariante...melhor que pagassem á MrNet ou a outra emprea qualquer para desenvolver as coisas que precisavam, ficava de certeza mais barato que pagarem a solução da microsft... mas pronto... numa palavra: imcompententes... PS-qualquer dia até as torradeiras sao baseadas em XML, fdx!

    Microsoft Windows: A 32bit extension and graphical shell to a 16bit patch to an 8bit operating system originally coded for a 4bit microprocessor
    Re:para rir... (Pontos:1)
    por Hearts In Atlantis em 09-04-05 9:23 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://127.0.0.1
    Não me parece que a parceria M$/SIC esteja ao nível do "desenvolver as coisas que precisavam".

    --
    Your first kiss is the one from all others will be judged.
    And they'll always be behind.
    Re:para rir... (Pontos:2)
    por Mindstorm em 09-04-05 11:17 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://www.mndnet.org/
    http://www.xmltoaster.com/

    Kidding ;P Mas se calhar é boa ideia registar o dominio...

    Mindstorm
    "Flactos" (Pontos:2)
    por null em 09-04-05 7:48 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Bem, porque raio não pediram ao mr.mv para os ajudar? O homem é a verdadeira machine no que toca a pub microsoft! E grates!

    O som oculto nos posts do toini

    M$ case-study links (Pontos:2)
    por tourt em 09-04-05 13:53 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    http://ww w.microsoft.com/portugal/windowsserversystem/factos/default.mspx
    Case-studies completos estão em formato .doc

    Cumprimentos
    Artur Martins

    ----------
    cat /usr/src/linux/arch/i386/boot/bzImage > /dev/dsp, and the voice of god will be heard.

    Re:M$ case-study links (Pontos:2)
    por [Cliff] em 09-04-05 15:07 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Estive a ler o documento para os Institutos de Serviço Social... mais uma vez, o interlocutor aparenta ser "estupido que nem uma porta"! (Sue me, see if I care!)

    "O que aconteceu um dia foi o sistema deixar de funcionar e não conseguirmos recuperar o trabalho feito" - diz ele
    Então e backups? pergunto eu... se calhar quando lhe foram pedir $$$ para meter o sistema de backups no ar o senhor disse, como muitos por aí dizem: "mas o software não é gratuito"?

    Afirma mais tarde que todos os alunos precisam de ter um endereço de email para a vida e o Linux não serve... come again? Alguém se esqueceu de avisar os ISPs.

    Mas para mim a cereja no bolo que demonstra bem o nível de desconhecimento do que são as tecnologias é o sr. afirmar orgulhosamente: "6 PC's já têm email"... eia cum caneco. 6 PCs com email...

    Toda a gente afirma que o Linux não serve e o Linux bla bla bla, mas ainda no outro dia em conversa com um colega de trabalho soube que na Noruega mantêm toda uma universidade a trabalhar sobre Linux. Uns quantos milhares de pessoas! Será que eles lá não colaboram? Será que eles lá não têm email?

    O que se passa tipicamente é que estes abjectos compram soluções porque não pagam pelo software e depois pensam que não têm de pagar por mais nada. É a merda do costume. Toda a gente quer tudo e ninguém quer pagar por nada.

    Yup, ainda estou de mau humor...

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Raciocínio viciado... (Pontos:3, Interessante)
    por bêbado em 09-04-05 14:52 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    Li os 4 case-studies com a atenção que merecem.

    Todos têm um ponto em comum, que as seguintes frases (retiradas de 2 deles) representam fielmente:
    Traduz-se assim, em dependência acrescida dos fornecedores, neste caso uma pequena empresa nacional que, de acordo com Rui Monteiro, sendo especialista na solução, não oferecia as garantias de solidez e capacidade de resposta necessários a um negócio como o da SIC Online.

    No caso do Linux estamos a falar de nichos de mercado e de empresas pequenas, que no futuro podem desaparecer, criando uma forte dependência de um fornecedor, que não se coaduna com o actual ambiente de negócio

    Isto é, para o cliente é mais seguro ter como parceira a Microsoft do que qualquer pequena/média empresa, uma vez que estas não oferecem "as garantias de solidez" daquela.

    Para a Microsoft é muito conveniente que a comparação entre plataformas se estabeleça a este nível, porque desta forma estão sempre em vantagem. Por um lado, a "solidez" de uma grande empresa como a Microsoft, por outro a 'insegurança' das pequenas empresas fornecedoras de soluções baseadas em Linux.

    Só que este argumento é válido para qualquer solução, independentemente da plataforma e do software adoptados. E isto a Microsft não o diz.

    Existem empresas (micro/pequenas/médias) que desenvolvem soluções baseadas em plataformas proprietárias que oferecem EXACTAMENTE os mesmos riscos que aquelas cujas soluções são baseadas em plataformas Linux.

    Mais: Existem empresas portuguesas que desenvolvem software proprietário (na área da gestão, por exemplo) cujos produtos fazem cálculos errados (!! vi eu com estes olhos que a terra há-de comer) sem que o cliente tenha qualquer possibilidade de intervir para os corrigir, ficando dependente da intervenção dessas empresas para resolver o problema. Ou seja, o problema da necessidade de intervenção especializada é mais grave em modelos baseados em licenças proprietárias do que abertas. Mas isto a Microsoft não refere.

    Infelizmente, em Portugal, em 2005, nenhuma empresa (sublinho: NENHUMA) está em condições de oferecer as garantias de 'solidez' (em termos de longevidade e capacidade de investimento) que a Microsft oferece. E esta é, infelizmente, uma realidade que atinge os negócios de qualquer empresa de TIs, independentemente das plataformas que utilize - proprietárias ou não.

    Contra este facto, de facto, não existem argumentos.

    Do ponto de vista das tecnologias propriamente ditas, em todos os case-studies (4) é referido como ponto negativo para as soluções baseadas em Linux a sua parcialidade/limitação das capacidades das soluções. Ao mesmo tempo sublinha-se como positivo o facto de as soluções oferecidas pela Microsoft disponibilizarem muitas mais funcionalidades.

    Este argumento é uma falácia.
    Para quem, como eu, desenvolve soluções à medida das necessidades dos clientes, nunca (sublinho NUNCA) estaremos em condições de competir com quem desenvolve produtos generalistas, que incorporam mais funcionalidades do que as previstas/necessárias e que fazem o cliente sentir-se diante de uma aplicação excepcional. Ainda que o cliente pague um preço acrescido sobre funcionalidades que o mais certo é nunca vir a precisar.

    Por outro lado, o que a Microsoft não refere explicitamente, é que para oferecer mais funcionalidades tem necessariamente de incorporar/vender mais produtos, tornando a solução mais onerosa.

    E este ponto leva-nos ao último.

    A Microsoft apresenta estes estudos com o título: "O Windows tem custo total inferior e desempenho superior ao Linux".
    Mas ao ler os 4 case-studies, em lado algum isso ficou patente. Não existem números que sustentem tal afirmação.
    Ou seja, essa tese ainda está por demonstrar.

    ~~~ O vinho é q'induca e o fado é q'instrói ~~~
    Não é "Raciocínio viciado...", é faltar à verdade (Pontos:2)
    por pls em 09-04-05 15:35 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Traduz-se assim, em dependência acrescida dos fornecedores, neste caso uma pequena empresa nacional que, de acordo com Rui Monteiro, sendo especialista na solução, não oferecia as garantias de solidez e capacidade de resposta necessários a um negócio como o da SIC Online.

    A "pequena empresa nacional" deixou de trabalhar com a SIC quando as dividas ascendiam a milhares de contos, mais de 6 meses de pagamentos em atrasos, por sua opção face a incapacidade da "grande empresa" de honrar os seus compromissos. Nessa altura deixámos de prestar serviços à SIC. É que precisávamos de ganhar a vida, trabalhando antes para empresas que nos pagassem o que pediam. Infelizmente não somos ricos e ao fim de seis meses fazia falta o dinheiro para pagar as nossas próprias contas.

    A "pequena empresa nacional" a quem a SIC solicitou serviços continuamente, mesmo não os pagando há vários meses, prestou os ditos serviços até ao limite da sua capacidade. Esse limite é o da decência e honestidade. A "pequena empresa nacional" não deve um tostão a nenhuma outra empresa, não contrata serviços que não pode ou quer pagar, e respeita os seus fornecedores. Se conhecerem algum fornecedor da SIC vão descobrir que as contas são outras.

    Foi um ano mais tarde, depois de não trabalharmos com a SIC por nossa opção, que decidimos nós PROPOR um acordo, para pagamento de parte da divida (i.e. por oposição a ir para tribunal) que a SIC aceitou. Hoje a SIC não nos deve nada, a não ser o respeito, que infelizmente não demonstra com este tipo de comentários.

    Ao contrário do que as declarações parecem indicar eu lembro que: um garantimos, por S.L.A., o funcionamento dos sistemas (que a Microsoft não faz, nem no windows nem em nenhum componente). Damos garantias contra todos os defeitos de programação (i.e. bugs) por um ano... e assumimos as indemnizações acordadas com os clientes (que a Microsoft não faz). Ao contrário da Microsoft nós cedemos à SIC todo o código fonte da aplicação, o que significa que pode contratar qualquer empresa do mercado para o manipular, não havendo NENHUMA dependência da MrNet, estando esta no entanto SEMPRE disponível para dar o apoio a qualquer empresa que a SIC escolha (dei apoio à MICROSOFT neste processo e ao SAPO durante os últimos 2 anos, sempre que o solicitaram). Nunca a SIC teve da minha parte uma resposta que não fosse de disponibilidade (ah, sim, desde que paguem o que contratarem se for caso que o justifique... e por exemplo as conversas com o técnico da Microsoft foram de borla, bem como algumas conversas com administradores de sistemas do Sapo).

    As pessoas confundem "a Microsoft ser uma empresa de grande dimensão" com a forma como esta actua no mercado. Acontece que basta ler o EULA de qualquer produto da Microsoft para perceber que esta não assume qualquer responsabilidade relativa ao funcionamento dos seus produtos. Isto coloca todas as "pequenas empresas" que assumam o mesmo termo de responsabilidade (i.e. nenhuma) em pé de igualdade com a Microsoft. Acontece que há outras empresas que garantem qualidade, serviço e fiabilidade, responsabilizando-se pelo que fazem...

    O site que a MrNet vendeu à SIC foi para o ar e nunca esteve em baixo, Não voltou "para trás" (para o software anterior). Que garantias são essas afinal? Quem garante o que? Antes garantia eu, depois passou a não garantir ninguém, agora nada se alterou. A Microsoft não garante coisa nenhuma aos seus clientes, a menos que venda Software com um EULA diferente dos que vi até hoje, que deve ser especial só para a SIC.

    Se se tivessem apenas comportado de forma absolutamente desonesta e indecente seria mau... Que mandem "bocas destas" é pior. Mas enfim. É uma questão de educação e princípios. Os meus são claramente outros.

    Como estamos na lálá-land só posso assumir que "vale tudo". Bom. Desejo à SIC e à Microsoft que tudo lhes corra bem. Pedia era o favor de não mandarem bocas foleiras (e mentiras) cá para fora, mas já vi que é pedir demais. Quando o software não funciona recorrem-se às armas alternativas que os budgets de marketing proporcionam. Venha essa campanha que a "pequena empresa que sempre deu garantias" assistirá. Depois não se queixem quando me ouvirem/lerem a repor a verdade em fóruns públicos.

    PLS
    Re:Não é "Raciocínio viciado...", é faltar à verda (Pontos:2)
    por bêbado em 09-04-05 16:16 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    Obviamente não vou comentar a relação entre a MrNet e a Sic, nem os produtos/soluções em causa. Nem o meu comentário anterior visava qualquer intromissão nesse campo.

    O que procurei demonstrar é que as 'contas' da Microsoft se baseiam num facto muito simples e que nada tem que ver com Linux ou modelos de licenciamento. E o facto é este: qual é a pequena/média empresa nacional que garante que dali a 5 anos ainda exista no mercado?

    Para clientes que compram soluções 'grandes' este é um aspecto decisivo. As pequenas empresas necessitam deste tipo de contratos para garantir que dali a 5 anos ainda sobrevivem. A Microsoft não.

    Mais: empresas com a dimensão da Microsoft sobrevivem com 6 e mais meses de pagamentos em atraso. No final cobram isso com juros e têm meios para o fazer coercivamente. As pequenas empresas ficam arruinadas rapidamente quando isso acontece.
    Este é outro aspecto para a escolha de um parceiro tecnológico: a garantia de que a sobrevivência e prestação dos serviços por parte do parceiro não dependem do cumprimento atempado dos pagamentos por parte do cliente.

    ~~~ O vinho é q'induca e o fado é q'instrói ~~~
    Re:Não é "Raciocínio viciado...", é faltar à verda (Pontos:2)
    por pls em 09-04-05 16:31 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    O que procurei demonstrar é que as 'contas' da Microsoft se baseiam num facto muito simples e que nada tem que ver com Linux ou modelos de licenciamento. E o facto é este: qual é a pequena/média empresa nacional que garante que dali a 5 anos ainda exista no mercado?

    Nenhuma. Como nada garante que a Microsoft não abandona um dos produtos que vende, corrige algum bug ou faz alguma actualização. Só na imaginação das pessoas é que estão essas garantias.

    Por outro lado, quando uma empresa fornece o código fonte das aplicações assegura ao seu cliente a possibilidade de este poder recorrer a outras empresas e técnicos, muito para além da empresa original ter desaparecido do mercado, para expandir o software ou corrigir erros. Com a Microsoft isso não se passa nem há qualquer garantia que possa ser equivalente (bom, não há mesmo qualquer garantia, nem essa nem nenhuma outra).


    Mais: empresas com a dimensão da Microsoft sobrevivem com 6 e mais meses de pagamentos em atraso. No final cobram isso com juros e têm meios para o fazer coercivamente. As pequenas empresas ficam arruinadas rapidamente quando isso acontece.

    Isso de facto faz diferença. Se a ideia é não cumprir os acordos feitos, uma empresa grande está obviamente muito melhor apetrechada para lidar com aldrabões que uma pequena empresa.

    Deixa só vincar o "aldrabões". É que eu posso estar anos à espera de pagamentos, se é esse o acordo que faço com clientes (alguns pagam o trabalho em dois anos, por exemplo). Vou ao banco, peço dinheiro emprestado e está tudo certo. O que não posso é fazer acordos para pagamentos imediatos que são adiados sem qualquer data de pagamento. Muito menos quando o que se pede de forma continuada são mais serviços (i.e. não a manutenção dos anteriores, mas sim novos serviços) sem qualquer esforço para pelo menos clarificar a situação.

    Quando as pessoas são desonestas e não honram os acordos que fazem decididamente só podem lidar com empresas de determinada dimensão. As outras vivem do que fazem, e se pagam as suas contas não podem trabalhar de borla.

    PLS
    Re:Não é "Raciocínio viciado...", é faltar à verda (Pontos:2)
    por null em 09-04-05 16:37 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    "E o facto é este: qual é a pequena/média empresa nacional que garante que dali a 5 anos ainda exista no mercado?

    Aqui só uma pequena achega. Com a compra da PeopleSoft por parte da Oracle, como se estarão a sentir os clientes da primeira? ;-)

    O som oculto nos posts do toini

    Re:Não é "Raciocínio viciado...", é faltar à verda (Pontos:2)
    por 4Gr em 12-04-05 12:25 GMT (#75)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/~ei02069/blog
    Difamação e calúnia sai caro hoje em dia. Porque não processá-los?

    Remember: If M$ has it now, someone had it before!
    Dominus vobiscum
    Re:Não é "Raciocínio viciado...", é faltar à verda (Pontos:0)
    por mrmv em 13-04-05 8:28 GMT (#93)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Ao contrário do que as declarações parecem indicar eu lembro que: um garantimos, por S.L.A., o funcionamento dos sistemas (que a Microsoft não faz, nem no windows nem em nenhum componente). ...

    Paulo explica-me lá o valor desta afirmação... Afinal que garantias dás tu que a MS ou outro fornecedor qualquer não possa dar?

    Estás a fallar de que métricas? Se estiveres a ser honesto bem sabes que só dás garantias quando quando "controlas tudo" de outra forma estás a tentar fazer-nos passar por tótós a todos.

    Se for a SIC a manter o seu site, que SLA é que podes ter com eles eles? ´Deixa-me ajudar apenas na rapidez da reposta nunca de resolução de nada(E essa é a única comparação que podes fazer com a MS, já que não é esta que aparentemente vai manter os sistemas da SIC),

    Portanto falares de garantias que dás num modelo que o cliente é que mantém o sistema vale... talvez nada ;o) e se disseres que não então ou estás a ser pouco honesto ou ingénuo...

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Garantias da MrNet. (Pontos:2)
    por pls em 13-04-05 15:49 GMT (#105)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Paulo explica-me lá o valor desta afirmação... Afinal que garantias dás tu que a MS ou outro fornecedor qualquer não possa dar?

    Não é não possa, é não quer...

    Contratualmente assumo a obrigação de corrigir bugs e defeitos de programação. Assumo até valores a acordar entre as partes a responsabilidade pelos defeitos de funcionamento da aplicação.

    Não cobro à cabeça pelo software, e sim ao longo de um período de contrato estabelecido entre as partes. Desta forma assumo com o cliente os riscos de investimento durante o período proposto de garantia.

    Tenta lá fazer isso com a Microsoft.


    Estás a fallar de que métricas? Se estiveres a ser honesto bem sabes que só dás garantias quando quando "controlas tudo" de outra forma estás a tentar fazer-nos passar por tótós a todos.

    Se for a SIC a manter o seu site, que SLA é que podes ter com eles eles? ´Deixa-me ajudar apenas na rapidez da reposta nunca de resolução de nada(E essa é a única comparação que podes fazer com a MS, já que não é esta que aparentemente vai manter os sistemas da SIC),


    Durante o período de garantia nós assumimos SEMPRE a manutenção do site E a responsabilidade pela manutenção e substituição do hardware. Provamos durante 1 (ou 2) ano(s) uma solução "chave na mão" para os clientes, durante esse período fazemos formação dos quadros da empresa nas tecnologias utilizadas.

    Respondi à tua pergunta?

    PLS

    ps: há clientes que preferem soluções "mais baratas" e nos contratam apenas alguns dos serviços, outrso que dispensam o SLA porque acreditam na solução e não estão interessados nele, alguns pedem-nos uma avença de manutenção e consultoria, em vez dos serviços "chave na mão".
    Re:Garantias da MrNet. (Pontos:0)
    por mrmv em 13-04-05 22:23 GMT (#114)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Tenta lá fazer isso com a Microsoft.

    O exemplo que dás provavelmente não terás condições de o fazer em muitos clientes, e dependerá muito da complexidade da solução, acredito que o faças naquilo que é pão com manteiga para ti, no resto duvido.

    E relativamente ao não querer deste tipo de fabricantes, eu diria que, quem possivelmente não quereria era o cliente pelos custos potencialmente envolvidos...

    Durante o período de garantia nós assumimos SEMPRE a manutenção do site E a responsabilidade pela manutenção e substituição do hardware. Provamos durante 1 (ou 2) ano(s) uma solução "chave na mão" para os clientes, durante esse período fazemos formação dos quadros da empresa nas tecnologias utilizadas.

    Claro, pelo que me dizes era o que suspeitava mas nesse caso a comparação não é justa, o teu negócio são os serviços, o da MS não (sabes bem que o modelo da MS é um modelo baseado em parceiros no que respeita aos serviços) mas um parceiro da MS poderia perfeitamente fazê-lo, essa comparação seria mais adequada no meu ponto de vista.

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Garantias da MrNet. (Pontos:0)
    por mrmv em 13-04-05 23:49 GMT (#119)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Ah e já agora não te esqueças de uma coisa e as peças que não são tuas? Está tudo embrulhado na mesma garantia? hum corajoso, ou tens poucos clientes e arriscas para ganhar massa critica e esperas que chegue o dia de deixar de fazer loucuras ;o)

    Enfim até podes de facto ter muito sucesso, mas permite-me que não acredite na escalabilidade desse modelo...

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Garantias da MrNet. (Pontos:2)
    por pls em 14-04-05 8:38 GMT (#122)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Ah e já agora não te esqueças de uma coisa e as peças que não são tuas? Está tudo embrulhado na mesma garantia? hum corajoso, ou tens poucos clientes e arriscas para ganhar massa critica e esperas que chegue o dia de deixar de fazer loucuras ;o)

    Enfim até podes de facto ter muito sucesso, mas permite-me que não acredite na escalabilidade desse modelo...


    Podes não acreditar na escalabilidade à vontade. Mas não nos temos saído mal.

    Quanto às peças que não são nossas: redundância no hardware, disciplina e poucos vanguardismos. Existe sempre risco, interessa minimizar o dito cujo.

    PLS
    Re:Garantias da MrNet. (Pontos:0)
    por mrmv em 14-04-05 14:56 GMT (#129)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Quanto às peças que não são nossas: redundância no hardware, disciplina e poucos vanguardismos. Existe sempre risco, interessa minimizar o dito cujo.

    Claro, mas isso só o consegues porque limitas o cliente de alguma forma, porque se ele (mesmo pagando) desejar algo substancialmente diferente do que já produtizaste, não acredito que o consigas fazer... e nesse caso mesmo com redundância as peças que não são tuas podem falhar, e repara isso é natural por estares a explorar cenários que não dominas tão bem...

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Garantias da MrNet. (Pontos:0)
    por mrmv em 14-04-05 14:58 GMT (#130)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    não acredito que o consigas fazer

    Quando digo isto refiro-me ao mesmo tipo de garantias, porque nesses casos o risco aumenta substancialmente.

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Não é "Raciocínio viciado...", é faltar à verda (Pontos:2)
    por leitao em 13-04-05 14:26 GMT (#101)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Ao contrário do que as declarações parecem indicar eu lembro que: um garantimos, por S.L.A., o funcionamento dos sistemas (que a Microsoft não faz, nem no windows nem em nenhum componente). Damos garantias contra todos os defeitos de programação (i.e. bugs) por um ano... e assumimos as indemnizações acordadas com os clientes (que a Microsoft não faz).

    A nao ser que o software da MrNet seja desenhado e codificado pelo Jesus Cristo e os Apostolos, nao estou a ver como e' que podes "garantir" SLA's e indemnizar no caso de "defeitos de programacao".


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Não é "Raciocínio viciado...", é faltar à verda (Pontos:2)
    por Init em 13-04-05 15:06 GMT (#102)
    (Utilizador Info)

    Não tas a ver porque és cego. Mas já viste que tás a chamar-lhe mentiroso sem provas?

    Sempre vi o Paulo falar destes SLA, quando o vi falar públicamente, o que já lá vai à alguns anos.

    Não tendo tu provas que ele está a mentir, nem tendo tu acesso ao conteúdo dos acordos (incluindo nível de serviços a manter e valor das indemnizações a pagar) porque é que não acreditas que é possível?


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Não é "Raciocínio viciado...", é faltar à verda (Pontos:2)
    por leitao em 13-04-05 15:33 GMT (#103)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Não tas a ver porque és cego. Mas já viste que tás a chamar-lhe mentiroso sem provas?

    Meu acalma as hormonas que essa excitacao aumenta o colesterol. Ja' nao se pode levantar uma pergunta ? De que forma e' que estou a aludir que este ou aquele e' mentiroso ?

    Sempre vi o Paulo falar destes SLA, quando o vi falar públicamente, o que já lá vai à alguns anos. Não tendo tu provas que ele está a mentir, nem tendo tu acesso ao conteúdo dos acordos (incluindo nível de serviços a manter e valor das indemnizações a pagar) porque é que não acreditas que é possível?

    Nunca vi o Paulo a falar em publico, nem preciso de o fazer. Ando nisto 'a uns anitos, e nao sou ingenuo o suficiente para saber que qualquer um que clame SLA's e garantias a nivel de software das duas uma:

    • Ou oferece SLA's extremamente simples e aplicadas em condicoes muito expecificas (o que nao e' ao que se esta' aqui a aludir),
    • ou vai-se abaixo das canetas assim que tiver um azar qualquer com o cliente.

    Que me digas que a MrNet pode oferecer SLA's na parte de suporte do software (no tempo de resposta a problemas por exemplo), ainda va'. Mas oferecer SLA's e garantias associadas em relacao ao funcionamento do software, isso ainda gostava de ver - mas tambem so' clientes muito ingenuos e' que iam na conversa. Uma empresa da dimensao da MrNet simplesmente nao tem capital humano ou financeiro para poder cumprir as obrigacoes dessas "garantias".


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Lá estas tu... :-) (Pontos:2)
    por pls em 13-04-05 16:26 GMT (#107)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Ou oferece SLA's extremamente simples e aplicadas em condicoes muito expecificas (o que nao e' ao que se esta' aqui a aludir),

    Todos os SLA são sempre MUITO específicos. Obvio.


    ou vai-se abaixo das canetas assim que tiver um azar qualquer com o cliente.

    Ou "não passa cheques com o ego que depois o corpo não cobre". Mas sim, há que ter extremo cuidado com "azares" (nunca tivemos nenhum) e jogar pelo seguro (hardware redundante, saber o que se faz e o que se garante dá jeito, etc).


    Que me digas que a MrNet pode oferecer SLA's na parte de suporte do software (no tempo de resposta a problemas por exemplo), ainda va'. Mas oferecer SLA's e garantias associadas em relacao ao funcionamento do software, isso ainda gostava de ver - mas tambem so' clientes muito ingenuos e' que iam na conversa. Uma empresa da dimensao da MrNet simplesmente nao tem capital humano ou financeiro para poder cumprir as obrigacoes dessas "garantias".

    Salvo seja. Primeiro podes (cenário minimalista) limitar as garantias ao valor de investimento, ou seja, se o que vendes não funciona como descrito contratualmente não pagas (conveniente já agora pagar ao longo dos períodos de garantia). Quando se falam em projectos "normais da MrNet" (uns milhares de contos) isso só por si é significativo e MUITO MAIS do que uma Microsoft te oferece.

    Nós assumimos também, para os clientes que querem, a montagem e administração dos sistemas ao longo dos períodos de garantia. É um contrato de serviços e não de empreitada. Os clientes compram precisamente o "funcionamento" e não "especificações". Nós vendemos um resultado (a utilização do software) e não "meios" (o "pacote" de software) para o atingir.

    Convenhamos que nem toda a gente acreditou em nós, mas mantemos os nossos clientes desde há 6 anos, muito deles em regime "chave na mão" ( www.maisturismo.pt - bases de dados para os sites e guia em papel, www.identisis.com, foram os dois primeiros clientes da MrNet). Já tivemos/temos contratos com sic, rtp, fnac, tap, assembleia da republica, nec, sata, os sites do euro (ICEP), Instituto de conservação da natureza, mediacapital, etc... pelo que muita gente aparentemente gosta do que fazemos e acha as nossas garantias válidas e interessantes.

    PLS
    Mas isso nao e' o que dizes acima! (Pontos:2)
    por leitao em 13-04-05 17:28 GMT (#109)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Todos os SLA são sempre MUITO específicos. Obvio.

    Nao me parece assim tao especifico como isso porque acima disseste que a MrNet, e passo a citar, da' "garantias contra todos os defeitos de programação (i.e. bugs) por um ano...", o que nao percebo e' como e' que uma empresa de dimensao pequena como a MrNet pode fazer isto - deves ter um seguro de negocio muito bom, ou entao as "garantias" nao passam de indemnizacoes em casos pontuais (que nao sao "garantias").

    Quando se falam em projectos "normais da MrNet" (uns milhares de contos) isso só por si é significativo e MUITO MAIS do que uma Microsoft te oferece.

    Mas aqui ja' estas a generalizar a tal ponto, que nem te fica muito bem - alem de que estas a confundir software com servicos. A Microsoft primariamente vende produtos, e outros fazem as solucoes - o que tu fazes nao e' diferente, no sentido de que usas tecnologia existente (Perl/PHP/Apache/MySQL/whatever) para fornecer a solucao.

    O que a MrNet esta' a fazer com a SLA e' simplesmente acordar um contracto de servicos - ninguem esta' impedido de fazer o mesmo, incluindo os milhares de partners da Microsoft (que podem vender solucoes baseadas em produtos M$ em vez de PHP/Perl/MySQL/whatever). Ou seja, tu nao estas a oferecer uma 'garantia' do software, mas sim uma 'garantia' do servico.


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Mas isso nao e' o que dizes acima! (Pontos:2)
    por pls em 13-04-05 17:44 GMT (#110)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Ou seja, tu nao estas a oferecer uma 'garantia' do software, mas sim uma 'garantia' do servico.

    Sim a "MrNet - serviços informáticos" é uma empresa de serviços.

    Eu presto serviços, entendo que software é um "meio" para atingir "um fim", para além de garantir que o software que utilizo cumpre, deixo todo o código fonte do que utilizo... texto de 2001, precisamente quando estava a fazer administração dos sistemas da sic: http://pls.mrnet.pt/article39visual1.html


    O que a MrNet esta' a fazer com a SLA e' simplesmente acordar um contracto de servicos - ninguem esta' impedido de fazer o mesmo, incluindo os milhares de partners da Microsoft (que podem vender solucoes baseadas em produtos M$ em vez de PHP/Perl/MySQL/whatever).

    Claro que ninguem está impedido de fazer o mesmo. Nem a Microsoft. Acontece que a maior parte das empresas não faz o mesmo, e as que fazem não o fazem ao mesmo preço.

    No entanto é difícil deikxar o código fonte do windows, sql server e afins nos clientes... já para não falar em corrigir bugs e garantir que as máquinas estão no ar. Mas obvio que empresas que lidem com open source podem fazer o mesmo. Passo a vida a recomendar que o façam.

    Olha, pelo menos tinham menos vulnerabilidade em períodos de crise... é que dá jeito "não ter que vender" e poder viver "dos contratos". :-)

    PLS

    Essa nem parece tua... (Pontos:2)
    por pls em 13-04-05 16:06 GMT (#106)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Ao contrário do que as declarações parecem indicar eu lembro que: um garantimos, por S.L.A., o funcionamento dos sistemas (que a Microsoft não faz, nem no windows nem em nenhum componente). Damos garantias contra todos os defeitos de programação (i.e. bugs) por um ano... e assumimos as indemnizações acordadas com os clientes (que a Microsoft não faz).

    A nao ser que o software da MrNet seja desenhado e codificado pelo Jesus Cristo e os Apostolos, nao estou a ver como e' que podes "garantir" SLA's e indemnizar no caso de "defeitos de programacao".


    Caramba, essa nem parece tua... no modelo mais simples o cliente paga o desenvolvimento ao longo do período de garantia. Convenhamos que o risco do investimento diminui consideravelmente.

    Garantias, pagamentos faseados e SLA custam dinheiro. Em troca diminuem consideravelmente os riscos de quem investe, bem como o esforço de investimento.

    Tenho clientes com garantias de 2 anos (i.e. que pagam no dia 1 o mesmo que na ultima tranche acordada). Tenho clientes com indemnizações ao dia por atrasos em prazos de entrega (em alguns casos correspondentes a percentagens significativas dos valores dos projectos), etc. Cada cliente acaba por ser um caso.

    Nos clientes com SLA nós prestamos os serviço completo "chave não mão": administramos os sistemas, fazemos as aplicações e mantemos o hardware. Até ao limite da responsabilidade da MrNet (i.e. falhas imputáveis ao nosso serviço: se não houver electricidade no data center, o mundo acabar, ou falhar a conectividade ou segurança fisica do ISP, isso é para outros SLA que o cliente faça com os respectivos fornecedores) pagamos X à hora (a acordar entre as partes) em que o sistema não funcione nos moldes acordados entre as partes.

    PLS
    Re:Raciocínio viciado... (Pontos:3, Interessante)
    por fhc em 09-04-05 15:55 GMT (#17)
    (Utilizador Info)

    Isto é mais ou menos como as dívidas dos clubes. Quando o Bagão Félix as quis cobrar, o então candidato a deputado e primeiro-ministro, José Trocas-te (e como!) disse que se fosse primeiro-ministro mandaria executar imediatamente. Ele é primeiro ministro. E a solução foi, como não esperava, mas temia, adiada sine die.

    Estudos da Microsoft e promessas eleitorais, cito o actual ministro da defesa, «temos de dar algum desconto». A Microsoft provou ser mentirosa, parcial, alafrária e desonesta no passado. Porque seria diferente no presente? Os portugueses provaram ser cordeiros, acéfalos e acríticos, e deslumbrados com o fausto no passado. Porque mudariam hoje?

    Temos razões históricas para sermos sicofânticos como o mr.mv. Estas razões fundam-se em nada sabermos fazer. Conto-vos uma história: quando criei um ficheiro localizado para a língua portuguesa, todos aqui se queixavam que isso não funcionava. Fi-lo, mandei-o ao chefe do pacote e ele referiu-me que o ficheiro anterior havia sido feito por um belga (sic) sob especificações, isto é, sem o hardware.

    Pessoas como o Paulo Trezentos, o João Neves e o Mário Gamito, que fazem mais do que falam são raras e caras neste país. Muitos aqui criticam o Linux no abstracto, sem nada dizerem que o permita melhorar ou, melhor, mãos no teclado e toca a melhorá-lo!

    Tenho uma dívida de gratidão para com as pessoas acima, e outras que tais, que me mostram que as pernas deem acompanhar a boca. Aqui todos cascam na caixa mágica, mas suponho que a sua distribuição Linux Nowhere é melhor.

    Devo portanto concordar com o nosso amigo bêbado. Proponho o seguinte: se a Merdasoft avança com os factos, avançaremos com os números. Quem pode fazer correr paralelamente as mesmas páginas em 2003 server e em linux bem configurados e obter quatro números: carga, uptime, memória, propensão a ataques?

    Infelizmente, não tenho nenhuma licença do 2003 server, pelo que não posso, mas se alguém pode, e for desta feita honesto no estudo e nas condições, gostaria de ver os números.

    Quanto ao TCO do Windows vs Linux, estão a brincar comigo! Quando a própria MS aconselhou um cliente meu a mudar para Firefox (TRUE!), vêm-me aqueles palermas dizer que o C(2003 Server (~800¤) + Antibirras + SQL server + MSCE por muitas horas + Custo de downtime por reboots semanais aconselhados) > C(Linux + Firebird + Programador de linux por menos horas)? Vão dar uma volta ao grande túmulo do Lenine, que até aquele melão parece pequeno!

    Francisco Colaço


    Quem não faz, ensina; quem não faz nem ensina, faz metodologia. Quem não faz nem ensina nem faz metodologia, faz futurologia.

    Re:Raciocínio viciado... (Pontos:2)
    por JohnnyBigodes em 09-04-05 19:54 GMT (#29)
    (Utilizador Info)
    Curioso isso de terem aconselhado o Firefox. Não digas à gestão da MS qual foi o técnico/vendedor que aconselhou, senão o pobre coitado ainda apanha quando chegar ao escritório. Ironicamente, será o melhor conselho que pode fazer, dado que largando a "mão" (IE em vez do Firefox), consegue manter o "braço" (ficar com o Windows hipoteticamente direitinho).
    Re:Raciocínio viciado... (Pontos:2)
    por fhc em 13-04-05 8:32 GMT (#94)
    (Utilizador Info)

    Eu não sei quem aconselhou, pois foi um dos meus clientes que me contou a história. Como ponho fé nesta história (porque não, que necessidade tinha ele de mentir?), a história é verdadeira e a MS, ou melhor, alguém na MS, não confia no seu próprio software.

    Francisco Colaço


    Quem não faz, ensina; quem não faz nem ensina, faz metodologia. Quem não faz nem ensina nem faz metodologia, faz futurologia.

    Tribunal (Pontos:1)
    por nzalmeida em 17-04-05 23:37 GMT (#158)
    (Utilizador Info) http://nzalmeida.no.sapo.pt
    Um pequeno áparte. O caso das dívidas dos clubes tá em Tribunal. O Socrates pode mandar executar que fica sem efeito. (o conhecimentos dos factos é importnte antes da crítica assasina e preconceituósa)
    Re:Raciocínio viciado... (Pontos:2)
    por pls em 09-04-05 16:04 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Infelizmente, em Portugal, em 2005, nenhuma empresa (sublinho: NENHUMA) está em condições de oferecer as garantias de 'solidez' (em termos de longevidade e capacidade de investimento) que a Microsft oferece. E esta é, infelizmente, uma realidade que atinge os negócios de qualquer empresa de TIs, independentemente das plataformas que utilize - proprietárias ou não.

    Entregar o código fonte das aplicações aos clientes E fazer SLA (Service Level Agreements) garante o futuro e presente dos investimentos. Dado que a Microsoft em lado nenhum garante contratualmente que fará qualquer actualização ao software que vende, ou que garante o seu correcto funcionamento, não estou a ver a que garantias te referes.

    Nada impede a Microsoft de abandonar o mercado ou mudar de actividade ou ramo de negócio. O que "parece lógico e provável" é que que façam investimentos nos produtos que actualmente vendem, mas em lado nenhum te garantem isso, e se te lembrares do Microsoft Advanced TV, que a TVCabo utilizou descobres que foi descontinuado. A única coisa que acordam contigo é o que está no acordo de utilização do software: que não assumem nenhuma responsabilidade pelo software que vendem. O resto é imaginação das pessoas a tirar ilações.

    Ao contrário da Microsoft há empresas que vendem (ou dão) o código fonte das aplicações, essas sim assegurando independência tecnológica de fornecedores.

    Ao contrário da Microsoft há empresas que fazem SLA, assegurando resultados ou indemnizações aos seus clientes.

    Com a Microsoft a única garantia que tens é que correste o risco de comprar software e que esse risco é exclusivamente teu. Se correr bem pode ser bom negócio. Se correr mal, adeus e um queijo, se tiver bugs (i.e. defeitos de fabrico relativamente ao que deveria ser o comportamento da aplicação) "pode ser" que tenhas o problema corrigido sem ter de pagar por um "upgrade". Na realidade não podes fazer nada a não ser esperar, nem processar a Microsoft...

    As pessoas tendem a confundir as ilações que tiram, por a Microsoft ser uma empresa gigantesca, com algum tipo factos relativos a garantias... quando a própria Microsoft diz de forma muito clara nos EULA (End User License Agreement) que não assume garantias de qualquer espécie.

    Quem compra software à Microsoft merece o negócio que faz. francamente é justíssimo. Desejo à SIC muitos anos de Microsoft, cheios de buracos de segurança e o sistema em baixo, não menos que o que merecem. E sim, eles sabem bem do que se trata, porque já tiveram uns meses de Microsoft no site deles antes de terem tido Unix.

    PLS
    Re:Raciocínio viciado... (Pontos:2)
    por null em 09-04-05 16:48 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    "Quem compra software à Microsoft merece o negócio que faz. francamente é justíssimo. Desejo à SIC muitos anos de Microsoft, cheios de buracos de segurança e o sistema em baixo, não menos que o que merecem. E sim, eles sabem bem do que se trata, porque já tiveram uns meses de Microsoft no site deles antes de terem tido Unix.

    Já devias saber que na Secunia há mais reports para linux do que para Guindows, e que o chifradura longa vai ser um espanto. Ah, e o 2003 é melhor que patê!

    O som oculto nos posts do toini

    Re:Raciocínio viciado... (Pontos:2)
    por leitao em 13-04-05 15:41 GMT (#104)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Ao contrário da Microsoft há empresas que fazem SLA, assegurando resultados ou indemnizações aos seus clientes.

    Paulo, estou curioso. Assumindo que a MrNet oferece SLA's (e indemnizacoes associadas, porque se nao mais vale a pena nao ter SLA nenhuma) em relacao ao funcionamento de seu software, podes entao explicar aqui de que forma e' que estas SLA's sao garantidas e de que forma e' que sao contractualmente acordadas ?

    Por exemplo, se ofereceres uma SLA em relacao ao SiteSeed para a SIC, de que forma e' que compensarias esta no caso de algo correr mal ? E onde vais buscar o capital humano e financeiro para as garantires ?


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    SLA e garantias... (Pontos:2)
    por pls em 13-04-05 16:51 GMT (#108)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Paulo, estou curioso. Assumindo que a MrNet oferece SLA's (e indemnizacoes associadas, porque se nao mais vale a pena nao ter SLA nenhuma) em relacao ao funcionamento de seu software, podes entao explicar aqui de que forma e' que estas SLA's sao garantidas e de que forma e' que sao contractualmente acordadas ?

    Varia de cliente para cliente as garantias dadas e a forma como a MrNet garante a capacidade financeira para indemnizar os clientes,, mas o "modelo base", e a formula mais frequente, é serem deduzidos automaticamente os montantes das prestações a pagar pelo trabalho inicial (distribuídas pelos períodos de garantia, normalmente mensais).

    A maior parte dos clientes rapidamente descobre o modelo que melhor os serve (e mais apetecível e equilibrado em termos financeiros). Mas se perguntares a meus clientes (ou ex-clientes) vais descobrir que nunca nenhuma fez um "grande negócio" com os SLA... o que ganharam foi uma sensação de estar a correr "menos riscos" quando me contratam, mas é mais por irem pagar ao longo de um período de anos, que propriamente pelas indemnizações estabelecidas.

    Por exemplo, se ofereceres uma SLA em relacao ao SiteSeed para a SIC, de que forma e' que compensarias esta no caso de algo correr mal ? E onde vais buscar o capital humano e financeiro para as garantires ?

    A SIC não tinha SLA. Tinha 3 mil contos em serviços por mês (2001/2002 - devem ter sido uns 40 mil contos no total) com a MrNet (desenvolvimentos de novos projectos, manutenção de sistemas, pagamento de parte do desenvolvimento inicial). Com uma SIC aceitava com facilidade 1000 contos por hora de downtime da nossa responsabilidade até ao limite do valor do contrato (i.e. se tivessem assinado um, na realidade iam pagando mês a mês sem nunca me devolverem o contrato, ao fim de um ano ficou pago o desenvolvimento inicial) SE o hardware fosse da nossa responsabilidade, isso custaria à SIC cerca de mais 600 contos por mês (incluindo todo o hardware para assegurar o projecto, ou seja mais 20%). Há... teriam nesse caso perdido o dinheiro porque o site nunca esteve em baixo um hora que fosse (já a conectividade deles deu origem a uns quantos falsos alarmes).

    PLS

    ps: Na única vez em que as coisas me correram menos bem o cliente resolveu receber a indemnização em desenvolvimentos adicionais... isso diz muito sobre a relação entre a MrNet e os clientes.
    Re:SLA e garantias... (Pontos:0)
    por mrmv em 13-04-05 22:42 GMT (#115)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    vais descobrir que nunca nenhuma fez um "grande negócio" com os SLA... o que ganharam foi uma sensação de estar a correr "menos riscos" quando me contratam, mas é mais por irem pagar ao longo de um período de anos, que propriamente pelas indemnizações estabelecidas.

    Quem quer SLAs não procura "conforto" (e definitivamente não é para reduzir o risco, já que a brincadeira lhe sai cara de mais), procura sim garantias de serviço.


    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:SLA e garantias... (Pontos:0)
    por mrmv em 13-04-05 23:27 GMT (#118)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    A SIC não tinha SLA. Tinha 3 mil contos em serviços por mês (2001/2002 - devem ter sido uns 40 mil contos no total) com a MrNet (desenvolvimentos de novos projectos, manutenção de sistemas, pagamento de parte do desenvolvimento inicial). Com uma SIC aceitava com facilidade 1000 contos por hora de downtime da nossa responsabilidade até ao limite do valor do contrato (i.e. se tivessem assinado um, na realidade iam pagando mês a mês sem nunca me devolverem o contrato, ao fim de um ano ficou pago o desenvolvimento inicial) SE o hardware fosse da nossa responsabilidade, isso custaria à SIC cerca de mais 600 contos por mês (incluindo todo o hardware para assegurar o projecto, ou seja mais 20%). Há... teriam nesse caso perdido o dinheiro porque o site nunca esteve em baixo um hora que fosse (já a conectividade deles deu origem a uns quantos falsos alarmes).

    O valor hora pelos cáculos que fiz não é elevado (o pressuposto é o desenvolvimento ser pago no primeiro ano mas o valor mantém-se no segundo), mas como o teu pressuposto é não fazeres essas horas todas, a margem pode ficar simpática, mas só porque estamos a falar de sites sem grande nível de complexidade...

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Um pouco Off-Topic (Pontos:2)
    por Tuaregue em 09-04-05 16:29 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    Eu sei que vai ser um pouco off-topic, mas cá vai, essa grande empresa, voltou a adiar o lançamento do seu "Longos Cornos" pois é:
    "....Microsoft's next OS release, Longhorn, will not be ready for its planned 2006 unveiling.
    Fonte: Yahoo News, mas deve ser falsa noticia, é que a yahoo é conhecida por utilizar produtos do demo.

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Receita para fazer dinheiro.. (Pontos:1)
    por voxvirus em 09-04-05 19:13 GMT (#28)
    (Utilizador Info)
    Se eu mandasse na MrNet tratava de arranjar um advogado, estudava muito bem estas declarações todas e processava as empresas envolvidas neste 'case study' em ordem alfabetica, começando no M de Microsoft e acabando no S de SIC, no minimo dos minimos ganhava publicidade gratiz nos media da concorrencia e não excluo a possibilidade de algum lucro económico proveniente de possiveis acordos extra-judiciais.

      Citando o Arnold Schwartzneger no filme 'Predator': "If it bleeds, we can kill it!"
    Re:Receita para fazer dinheiro.. (Pontos:2)
    por Init em 09-04-05 20:56 GMT (#30)
    (Utilizador Info)

    A MrNet tem todas as razões para se sentir ofendida, e isto é claramente publicidade enganosa, mas não penso que uma empresa pequena nacional possa aventurar-se a litigar... Não será este uma das violações de lei que cabe ao estado processar?


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Se fosse USA (Pontos:1)
    por nzalmeida em 17-04-05 23:44 GMT (#159)
    (Utilizador Info) http://nzalmeida.no.sapo.pt
    Mas é Portugal. Os advogados ca não tem visão para ver que se aceitassem este caso de graça iam ter uma publicidade de graça. E o mais certo era ganahrem e ficarem com uma linda %.
    A saga continua... retiraram a sic da lista... (Pontos:2)
    por pls em 10-04-05 5:10 GMT (#32)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    A microsoft retirou o "case study" do site deles... provavelmente resolveram esperar pelo momento em que o site estará on-line outra vez para o publicarem novamente.

    Mais detalhes e a copia do que foi retirado em:

    http://paradigma.pt/~vd/wlog/index.php?entry=entry050410-032356

    PLS
    Re:A saga continua... retiraram a sic da lista... (Pontos:2)
    por null em 10-04-05 9:10 GMT (#34)
    (Utilizador Info)
    Umm, por isso é que há tantos submarinos microchacha no Gildot. Bem que podiam disponibilizar uma tabela com a frequência de visitas deles. Eu não leio Exames Informáticas e afins, o Gildot é assim tão referênciado para se preocuparem em vir dar apoio ao toini e ao mr.mv?

    O som oculto nos posts do toini

    Re:A saga continua... retiraram a sic da lista... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 10-04-05 22:58 GMT (#48)
    (Utilizador Info)
    Dar apoio ? LOL :)

    E Seattle é onde? by 4GR, afirmando que Seattle fica na Irlanda...

    ts ts ts ts... dumb fuck...

    Nada de novo... (Pontos:1)
    por Kanniball em 10-04-05 9:54 GMT (#36)
    (Utilizador Info)
    publicidade enganosa e distorção da realidade é aquilo que a M$ faz todos os dias...
    Agora não precisam de ter pena da Mr.Net por causa do site da sic, porque não dou 3 meses que o site da sic esteja novamente a correr siteseed. Bem pode demorar mais caso eles decidam desta vez meter 100 servidores em simultâneo (DUH). Querem uma campanha para apurarem os factos??? http://news.netcraft.com/archives/2005/04/01/april_2005_web_server_survey.html ja diz alguma coisa... não apenas no mercado restrito de Portugal, mas a nivel mundial. Mais, querem mais factos??? O unix e derivados sao coisas da decada de 70, e será que é assim tao mau? Vejamos os unix continuam a funcionar a mais de 30 anos e eu ainda n vi nenhum windows que simplesmente funcionasse... (por funcionar eu entendo fazer tudo o que o utilizador pretende, e apenas isso)... O que acontece com o modelo do windows, é se alguma coisa corre mal, faz-se reboot... e nos servidores metem-se 50 servidores em paralelo, que segundo eles, não devem crashar todos ao mesmo tempo... o pior é que existe umas coisas chamadas Leis de Murphy... Mas infelizmente nem toda a gente ve isso... talvez quando os nossos empresários passarem a ter o nivel medio de escolaridade igual ao 12º ano as coisas ja poderão ser diferentes... mas com a média de 7º ano... mas felizmente existem alguns que até mesmo com menos escolaridade que sabem fazer contas e ver os factos.
    Pena da MrNet? (Pontos:2)
    por pls em 11-04-05 19:23 GMT (#68)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Agora não precisam de ter pena da Mr.Net por causa do site da sic, porque não dou 3 meses que o site da sic esteja novamente a correr siteseed. Bem pode demorar mais caso eles decidam desta vez meter 100 servidores em simultâneo (DUH).

    Não há nada que ter pena. A SIC não é cliente da MrNet (há cerca de 2 anos) e a MrNet não ganha nada com a Sic correr siteseed ou qualquer outra marmelada da Microsoft.

    A única coisa que me faz saltar a tampa são frases (declarações do Rui Monteiro) no press release (salvo seja, no "pseudo case study") que dizem textualmente que a MrNet não oferecia "garantias e capacidade de resposta". E isso é imbecil porque se alguma coisa falhou na relação entre a MrNet e a Sic não fomos nós (foi a SIC ao não fazer a sua parte do acordo, ou seja pagar, a tempo e horas... e não fazer qualquer tipo de esforço para resolver o problema).

    Eu não quero saber da Sic. Não fico é calado quando colocam em causa a minha empresa (a troco de nada, diga-se de passagem). O "pseudo case study" não ganha nada com esse comentário idiota, falso e lesivo para a MrNet.

    Como disse várias vezes a MrNet faz o SLA que o cliente queira, dá garantias contra defeitos de programação no código que entrega aos clientes, entrega todo o código fonte de tudo o que faz. Ao contrário, a Microsoft não assume qualquer responsabilidade. Por estes motivos aquelas declarações são falsas, invertem a realidade, e como tal eu tenho um problema com elas.

    PLS

    ps: Estás enganado. Funcione ou não eles vão mais dia menos dia adoptar seja o que for que a Microsoft lhes "meteu" lá. E duvido que tenham muita latitude, depois desta barraca, para jogarem "ping pong" com o Siteseed. É que chegou a um ponto em que os interesses da Microsoft ficam "algo beliscados" com esta sequência de eventos... e se "funciona ou não" já vimos que não é o critério para se apresentar (ou não) o site na lista de casos de sucesso. Se está na lista é suposto estar no ar, pelo que estará no ar.
    Humm... (Pontos:2)
    por leitao em 10-04-05 18:57 GMT (#44)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Eu achava este post de razoavel interesse se nao tivesse sido aprovado por uma das partes interessadas, e se a parte interessada nao fosse a primeira a comentar (de uma forma que se assemelha a auto-publicidade).


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Humm... (Pontos:2)
    por Init em 11-04-05 8:47 GMT (#60)
    (Utilizador Info)

    Como é que isso tira o interesse do artigo?


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Humm... (Pontos:2)
    por Lowgitek em 12-04-05 8:59 GMT (#71)
    (Utilizador Info)
    Falta de transparência? Uso abusivo de posição? err... enfim por essas e por outras dou razão muitas vezes ao que o toni diz...

    Acho que faria toda diferença se as coisas não fossem apresentadas como foram. Enfim é apenas a minha opnião.
    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:Humm... (Pontos:2)
    por 4Gr em 12-04-05 12:22 GMT (#74)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/~ei02069/blog
    Eu acho que não faz a mais pequena diferença. Se o conteúdo da notícia foi apresentado de forma factual, é absolutamente indiferente por quem foi apresentado.

    Remember: If M$ has it now, someone had it before!
    Dominus vobiscum
    Re:Humm... (Pontos:2)
    por leitao em 12-04-05 12:47 GMT (#76)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Se o Toni fosse editor, e ele aprovasse um artigo sobre um a serie de vulnerabilidades do Apache, gostava de saber qual seria o teu comentario.


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Humm... (Pontos:2)
    por 4Gr em 12-04-05 14:36 GMT (#78)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/~ei02069/blog
    Não comentava. Qual seria o problema de publicar as vulnerabilidades? Existem, publiquem. E já agora façam o mesmo com as do Windows e IIS, publiquem na Secunia, onde for, mas publiquem... (deixei a dica..)

    Remember: If M$ has it now, someone had it before!
    Dominus vobiscum
    Re:Humm... (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 12-04-05 23:06 GMT (#86)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    só às terças, e em formato mensal.
    -----
    Windows isn't done until Lotus won't run.
    Re:Humm... (Pontos:2)
    por Init em 13-04-05 13:16 GMT (#98)
    (Utilizador Info)

    Falta de transparência? Onde é que algo ficou escondido?

    Abuso de posição? De quem é que é mesmo o site?


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Humm... (Pontos:2)
    por Lowgitek em 14-04-05 12:27 GMT (#124)
    (Utilizador Info)
    Eu acho piada a legião de seguidores... mas ok... só das razão ao toni.

    Em relação a tua pergunta, que não deixa de ser cómica, o site pode ser gerido por um fulano qualquer, mas quem realmente dá alma a isso somos todos nós, e imagine só até o toni!

    Enfim...

    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:Humm... (Pontos:2)
    por leitao em 14-04-05 14:17 GMT (#127)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Estas enganado, o dono disto e' o Init :)


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:3, Esclarecedor)
    por Tintim em 10-04-05 22:26 GMT (#45)
    (Utilizador Info) http://paulo.trezentos.gul.pt
    A Microsoft está a sair-se muito mal com a campanha.
    O caso da SIC está "off", a InClass foi anunciado na convocatória aos jornalistas e nunca mais foi referida, etc...

    Provavelmente, alguém está preocupado que um jornalista pegue no telefone e faça as seguintes perguntas à SIC, InClass e companhia:
    - É verdade que a Microsoft ofereceu o software?
    - É verdade que a Microsoft ofereceu a consultoria para integração da solução?

    Se existir uma resposta "sim" às questões acima significa:
    - temos o caso de estudo inverso: comprova-se que é preciso pagar (oferecer) para passar de Linux para Windows. Caso assim não fosse, tinham escolhido casos em que o cliente pagasse pela solução.
    - compreende uma situação de "dumping" na área de CMS + Mail + e-Learning que toda a gente sabe que acontece à custa das margens gordas do Windows + Office

    Por outro lado, parece-me que existe um caso de estudo bom, o da Douro Azul, e 3 tecnicamente muito fracos.

    O da Douro Azul toca numa área em que o Linux ainda está a amadurecer: groupware + interligação ao outlook + interligação a mobile devices.
    Excepção às declarações sobre a dimensão das empresas que trabalham em Linux que estão fora de contexto. Podem não ser empresas grandes mas são grandes empresas, que estimulam a investigação nacional com anos de provas dadas e clientes exigentes satisfeitos. Não é elegante da Microsoft essas referências, mas cada um lá sabe como faz os seus casos de estudo.

    O da ANTRAM é...hum... mete um pouco de pena. "Outro elemento com grande peso na decisão foi a segurança, que não era a mais adequada. João Madeira ilustra a ideia com um pequeno exemplo. “Para acesso externo ao email, a password que um dos utilizadores usava era partilhada por várias pessoas”, diz. "
    Quer isto dizer que um sistema de email baseado em Linux só permite ter um utilizador e é preciso partilhar a password desse utilizador?

    O do IPSSS peca pela falta de dimensão e ridículo do "presidente" personalizar a questão em torno do "técnico de Linux". Posso estar errado, mas parece-me o caso em que uma instituição paga 400 euros mensalmente a um técnico para lá ter manter uns servidores em Linux e depois quer tudo e mais alguma coisa. Chega a Microsoft e aí sim oferece tudo e um par de botas e daqui a dois anos começam a chover facturas de 40.000 euros.

    O caso da SIC mudou completamente com os esclarecimentos do Paulo Laureano.
    É triste que uma empresa que merece respeito, como a SIC, veja a sua imagem arrastada para a lama por causa da Microsoft.

    No Brasil, quando rebentou a crise do Sérgio Amadeu (publicidade do nosso patrocinador: vai cá estar na próxima quinta-feira no evento da CM / Sybase / ADETTI a contar tudo :-) ) rolaram "cabeças" na estrutura directiva da Microsoft.
    Estes casos acima bem investigados internamente, pelo menos deveriam fazer algumas mossas em quem fez o trabalho de casa mal feito.


    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:2)
    por leitao em 10-04-05 22:56 GMT (#47)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Parece-me que estas a ser algo naif (mas nao es o unico) em relacao 'a campanha do "Get the facts". O alvo da campanha nao sao as pessoas que percebam questoes de "scaling", elegancia de desenho ou complexidade tecnica - o alvo sao decisores que olham para os numeros e teem que tomar uma decisao baseada em risco.

    E os numeros e o risco, quer se goste quer nao, estao do lado da Microsoft - existem muito mais empresas que possam suportar uma solucao Microsoft, e em geral, estas sao mais crediveis.

    Um decisor, nao pensa se e' open-source, closed-source ou Microsoft, pensa inves se:

    • A empresa e' credivel ?
    • A empresa pode-nos suportar se isto correr mal ?
    • A empresa tem case-studies que justifiquem a decisao ?
    • O investimento necessario e' capital ou operacional ?

    E por ultimo, e em muitos casos este e' o menor dos factores:

    • Qual e' o custo total ao longo do percurso da vida do sistema ?

    Uma das razoes porque algum do pessoal do Gildot nao passa de papalvos idiotas e' porque nao percebem o que leva um decisor a escolher a decisao 'A' ou 'B'. So' porque algo no papel parece custar 30% menos, nao quer dizer que essa seja a decisao obvia - existem muitos outros factores, e sao esses que a campanha "Get the facts" da Microsoft tenta capturar.

    Nao conheco muito bem o caso da SIC, mas tudo o que li ate' agora aponta a ser mais um caso de histeria do que a realidade.


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:2)
    por gass em 10-04-05 23:09 GMT (#50)
    (Utilizador Info) http://www.otiliamatos.ath.cx/~gass
    O que costuma acontecer é a empresa "linux" ser "one only man company" ou empresa jovem, sem nenhuma experiência (ou implementações suficientemente testadas) e que por vezes quer ganhar mais que a MS (apresenta uma proposta que no fundo, equivale o mesmo que uma Microsoft).

    Aí leva logo um chuto. MS tem varios anos de experiência, mesmo que a empresa não tenha e existe mais a ideia de que utilizando microsoft qualquer um pode manter o que quer que seja (mudança de empresa prestadora de serviºços), do que o mesmo em linux (onde isso pode ser realmente possivel - mudança de forncedor, alteração da aplicação, etc).
    Cumps-
    Gass
    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:2)
    por Tintim em 10-04-05 23:14 GMT (#55)
    (Utilizador Info) http://paulo.trezentos.gul.pt
    Concordo. É uma campanha FUD.
    Não tenta racionalizar mas sim tenta criar nos decisores o medo de as soluções Linux serem soluções ad-hoc, mal suportadas e postas em prática por empresas de vão-de-escada.
    De representarem um * risco * que o projecto "dê para o torto".

    Mas mesmo uma campanha FUD pode ser bem feita. São quando são mais letais. Está é uma campanha FUD mal feita e os decisores não são tótó's (hoje estou um vernáculo de se tirar o chapéu mas deve ser de ler demasiados casos de estudo da Microsoft). Os decisores sabem avaliar, consultar os técnicos internos e procurar um pouco na Internet o que os outros andam a fazer.

    A forma de contrariar este tipo de campanha - que não é exclusiva da MS - é apontar exemplos contrários de sucesso, dar exemplos de empresas que trabalham bem em Linux e têm dimensão (IBM, HP e CapGemini para não ir para as nacionais) e contra-argumentar com argumentos racionais.

    O caso da SIC não é histeria nem deixa de ser: são factos :-) factos que favorecem ou denigrem a MS?

    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:2)
    por leitao em 10-04-05 23:43 GMT (#56)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Concordo. É uma campanha FUD.

    Se achas que e' uma questao de FUD entao desculpa que te diga, mas nao percebeste qual e' a estrategia da Microsoft com o "Get the facts".

    Os decisores sabem avaliar, consultar os técnicos internos e procurar um pouco na Internet o que os outros andam a fazer.

    Conheces uns decisores muito esquisitos - os que eu conheco nao consultam tecnicos internos, e muito menos consultam na Internet (nem sabiam como). Tomam decisoes baseadas em acordos de cavalheiros e apertos de mao, nao atraves de pesquisa disto ou daquilo - e' por isso que a Microsoft ainda lidera, sabe quem sao os "movers and shakers" da industria e certifica-se que estes actuam como os "connectors". O departamento de vendas da Microsoft e' muito mais extenso do que se pensa, e uma boa percentagem desta nao e' paga pela Microsoft.


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:2)
    por Tintim em 11-04-05 0:27 GMT (#57)
    (Utilizador Info) http://paulo.trezentos.gul.pt
    Se o que te estás a referir são decisores que tomam decisões baseados em relações de confiança pessoal que têm com o fornecedor, percebo.
    Existe em todas as áreas e não é necessariamente mau.
    Mas mesmo esses, a relação de confiança cimenta mas não é suficiente.
    Sem uma solução sólida por trás eles não arriscam a cabeça.

    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 12-04-05 23:08 GMT (#87)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    e presumo que também não tenham entendido aí no reino unido, quando proibiram um dos "estudos", certo?
    fia-te... puro FUD.
    -----
    Windows isn't done until Lotus won't run.
    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:1)
    por RaTao em 11-04-05 12:25 GMT (#64)
    (Utilizador Info)

    No Brasil, quando rebentou a crise do Sérgio Amadeu (publicidade do nosso patrocinador: vai cá estar na próxima quinta-feira no evento da CM / Sybase / ADETTI a contar tudo :-) ) rolaram "cabeças" na estrutura directiva da Microsoft.


    Falando nisso (e indo para o off-topic, já sei...) apareceste no 2010, que fez uma reportagem acerca do que eles chamaram de "Linux 2005". Uma boa reportagem, focando essencialmente os lados positivos e tal... Alias, este último 2010 esteve mesmo muito bem no geral.

    paz,
    ratao
    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:2)
    por scorpio em 12-04-05 20:01 GMT (#83)
    (Utilizador Info) http://eurotux.com/
    Mais uma achega para a fogueira: Nem nas áreas de groupware + interligação ao outlook + interligação a mobile devices o Linux está atrasado - existe há vários anos pelo menos uma opção que substitui completamente um Exchange (com todas as funcionalidades), e que é utilizado por muito boa gente em Portugal. É um produto comercial, que corre em Linux, e que se baseia em algum software aberto.

    A Bynari tem o Insight Server (com plugins para Outlook e cia) disponível pelo menos desde 2000, altura em que participei na primeira implementação em Portugal deste software. Obviamente que nem a empresa Douro Azul é obrigada a conhecer tudo o que existe nem a Microsoft iria levantar esta questão num case study; no entanto, bastaria uma pesquisa no Google por "Exchange server Linux" para ter, no primeiro da lista, um artigo na LinuxJournal sobre o Insight Server e, logo na terceira posição, o OpenExchange da SUSE/Novell.

    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:2)
    por Init em 13-04-05 13:24 GMT (#99)
    (Utilizador Info)

    Eu uso o Novell Evolution todos os dias para inter-agir com um servidor exchange, por exemplo... Mas não faltam por aí soluções, são é pouco conhecidas, para além do Open Xchange, ainda recentemente o pessoal da Novell publicou o Hula.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:2)
    por null em 12-04-05 21:15 GMT (#84)
    (Utilizador Info)
    "O da Douro Azul toca numa área em que o Linux ainda está a amadurecer: groupware + interligação ao outlook + interligação a mobile devices.

    Há uma solução completa para Linux, pese o facto de ser comercial, o Samsung Contact.

    O som oculto nos posts do toini

    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:0)
    por mrmv em 13-04-05 8:15 GMT (#92)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Gostava de saber a diferença entre estes casos, e os casos práticos da Caixa Mágica, ou dos muitos documentos que tenho visto escritos por ti... se nesses documentos colocasses lá factos e não percepções e desejos eu até era capz de concordar contigo ;o)
     
    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:1)
    por Zarluk em 15-04-05 18:05 GMT (#139)
    (Utilizador Info)
    Há uma diferença substancial em relação aos cas-studies "normais": é que estes são realizados depois da solução ter sido implementada e não antes...
    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:0)
    por mrmv em 15-04-05 18:26 GMT (#141)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Repara que as vantagens apresentadas mesmo em fase de projecto podem perfeitamente ser já observáveis (obviamente que andamos aqui todos a falar do que não sabemos mas o meu ponto prende-se apenas ao conteúdo da coisa, era mais nesse dominio a minha comparação)

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:2)
    por Init em 16-04-05 16:05 GMT (#146)
    (Utilizador Info)

    A vantagem deste da m$ é então que se vê que não serve, visto eles andarem a tentar implementar à tanto tempo e ainda n terem conseguido?


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:0)
    por mrmv em 17-04-05 19:39 GMT (#150)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    visto eles andarem a tentar implementar à tanto tempo e ainda n terem conseguido?

    Já agora como é que sabes? Achas mesmo que é assim tão dificil migrar um site com as caracteristicas do da Sic Online? Não sei o que aconteceu, nem me interessa, mas não penses que é porque a tecnologia não é capaz, se pensas isso, então percebes pouco disto...

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:2)
    por Init em 17-04-05 21:49 GMT (#152)
    (Utilizador Info)

    Achas mesmo que é assim tão dificil migrar um site com as caracteristicas do da Sic Online?

    Não acho que seja fácil, mas também não acho que seja assim tão dificil, já tiveram tempo mais que suficiente e certamente recursos não lhes faltam, pois foi essa uma das razões pela que alegamente escolheram esta plataforma.

    mas não penses que é porque a tecnologia não é capaz, se pensas isso, então percebes pouco disto...

    Não disse nada à cerca disso. Apenas disse que eles ainda não conseguiram implementar a solução e que já lá vai muito tempo desde que começaram e que essa é que é a verdade, que tu pareces querer ignorar por alguma razão.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:0)
    por mrmv em 17-04-05 23:19 GMT (#157)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Apenas disse que eles ainda não conseguiram implementar a solução e que já lá vai muito tempo desde que começaram e que essa é que é a verdade, que tu pareces querer ignorar por alguma razão.

    Não estou a ignorar apenas ainda não apareceu aqui ninguém que tenha afirmado que essa migração tenha começado assim à tanto tempo, nem eu nem tu sabemos há quanto tempo foi... como te disse só falo do que sei.

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:2)
    por Init em 18-04-05 9:23 GMT (#161)
    (Utilizador Info)

    Vê lá então se abres os olhos:

    PLS:
    «(dei apoio à MICROSOFT neste processo e ao SAPO durante os últimos 2 anos, sempre que o solicitaram)»

    PLS:
    «Dá jeito esquecer que na realidade andam há mais de um ano para fazer um sitezito e que ao fim deste tempo todo ainda se deram ao luxo de quando foi para o ar não aguentar a carga»


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:0)
    por mrmv em 18-04-05 9:46 GMT (#165)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    É pá eu sobre isso não digo nada porque não sei, não me custa aceitar que isso possa ser verdade como também não sei o que significa "dei apoio" neste contexto, mas acho verdadeiramente estranho que a MS e o SAPO tenham andado aos bochechos a pedir ajuda à MRNet.

    Mas tu também te podes acreditar no que quiseres, a mim é-me indiferente.

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:2)
    por Init em 18-04-05 12:06 GMT (#168)
    (Utilizador Info)

    mas acho verdadeiramente estranho que a MS e o SAPO tenham andado aos bochechos a pedir ajuda à MRNet.

    Pode não ter sido por andar aos bonecos...

    A questão é que tenho a m$ como uma empresa que não merece qualquer tipo de confiança (não que tenha titulo de exclusividade nesse aspecto), graças às mentiras constantemente repetidas por pessoas que ocupam cargos de direcção, por a m$ ter sido condenada várias vezes por violações da lei que considero graves, e por a m$ ter de facto uma atitude que considero que do ponto de vista ético é altamente reprovável. Já o Paulo, tenho-o como uma pessoa de bem, e apesár de não concordar sempre com ele tenho respeito por ele.

    Tu também és livre de acreditar no que quiséres, mas eu desde que vi um engenheiro informático de uma grande empresa (não vou dizer qual porque estou impedido de o fazer), que não sabia configurar uma placa de rede para ligar o portátil a uma rede, acredito em muito mais do que acreditava antes.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:O que ninguém ainda perguntou.. (Pontos:0)
    por mrmv em 14-04-05 14:49 GMT (#128)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Por outro lado, parece-me que existe um caso de estudo bom, o da Douro Azul, e 3 tecnicamente muito fracos.

    Queres falar sobre o do Instituto de Metereologia? É que eu nem sei o que chamar aquilo... Se aquilo é o melhor que conseguiram...
    Eu se fosse a ti não atirava pedras ao telhado do vizinho, até te fica mal começas a parecer um vendedor da treta.

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    certo e certinho (Pontos:2)
    por gass em 10-04-05 22:31 GMT (#46)
    (Utilizador Info) http://www.otiliamatos.ath.cx/~gass
    é certo que esta noticia num site deste genero tem a sua parte de parcial. Ainda por cima apresentada por uma das partes interessadas.

    Neste momento venho alegar que, pelo apresentado (aki e noutros sitios) não existe microsoft em lado nenhum no sic.pt, até porque a página princiapl apenas mostra uma página em branco passado alguns minutos (timeout?) 23:12 / 10-04-2005 .

    As noticias são acedidas via siteseed (php) apenas a página principal (www.sic.pt/index.php) parece estar afectada.

    Visto isto (siteseed ainda online) a MS de facto não está presente no site da sic, o que leva a confirmar a teoria de falacia quanto ao marketing da MS (entretanto retirado).

    Não posso de maneira nenhuma ter opinião sobre um caso que desconheço: maneira de como e porquê a Mr Net foi posta de parte e "apareceu" uma solução MS, nem tão pouco quais os montantes implicados.

    Tive um caso em que tinha uma proposta ganho em qualidade de solução e custo, e o cliente foi levado por outras questões com as quais não poderia nunca competir. Embora, tivesse a melhor proposta para um caso particular, no conjunto não ganhava.

    Por outro lado, li já o case study feito pela Mr Net quando implementou o siteseed ... e se os relatos são realmente aqueles ... aquilo foi uma revolução por lá.

    Já tive a minha quota parte de revolução, em migrações que já fiz e que tenho conhecimento até ao ponto de shares e file servers serem mais rapidos correndo linux+samba do que win2003, em redes com workstations windows.

    Com isto ... não defendo a microsoft, mas o certo é que são uma empresa com soluções out of the box com bastante qualidade. Soube de algumas soluções linux implementadas (ou tentadas) em que não se conseguiu unm groupware server como deve ser, ou com erros do pessoal que lá o foi configurar, e até da falta de pessoal qualificado para instalar e manter um servidor linux (existem muitos MS addicteds).

    Para quem desconhece, windows é simples e barato, podem crer.

    Para mim, linux tornou-se mais em conta.

    Quanto a segurança, a sensação geral (para quem desconhece, mais uma vez) é a de que insegurança existe tanto em linux, como em windows, logo, fica-se com o windows que já se encontra implementado e que tem soluções já conhecidas.

    O problema vem na altura dos upgrades de versão, em que os requisitos aumentam exponencialmente. Mais custos de licenças, SO novo, aplicação nova, máquinas novas ...

    Cumps-
    Gass
    Re:certo e certinho (Pontos:1)
    por Gothic em 13-04-05 9:41 GMT (#95)
    (Utilizador Info) http://www.ClusterCube.com
    Neste momento venho alegar que, pelo apresentado (aki e noutros sitios) não existe microsoft em lado nenhum no sic.pt, até porque a página princiapl apenas mostra uma página em branco passado alguns minutos (timeout?) 23:12 / 10-04-2005 .

    Então abre os olhos... http://194.65.57.198/grelha/grelha_siconline.asp

    Characteristic of life style...
    Re:certo e certinho (Pontos:2)
    por Init em 13-04-05 11:35 GMT (#96)
    (Utilizador Info)

    Fantastico!!! Conseguiram por parte da grelha de programas em a$p e parte da metereologia, tendo o resto dos sites todos ou quase todos em php. Ao fim de um ano, haveriam de conseguir qualquer coisa. Estão de parabens!

    Eu cá acho que merece uma festa...


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:certo e certinho (Pontos:2)
    por |The-Crow| em 13-04-05 21:11 GMT (#113)
    (Utilizador Info) http://www.soundream.org
    Microsoft VBScript runtime error '800a000d'

    Type mismatch: 'm_intID_CANAL'

    C:\SICONLINE\FRONTEND_80\GRELHA\../motores/engine_full.asp, line 247


    VBScript Runtime Errors sempre bonitos de se ver :)
    Por este andar lá para o fim do ano devem ter o site convertido para ASP's com VB coding e JavaScript a rodar sobre IIS's isto tudo graças à fantástica performance e estabilidade do Ultra-Dinamic-Layers-CMS -Micro$oft-SIC-Edition-Martelado-à-Mão-2005-Version...
    Os VERDADEIROS Factos!!! (Pontos:1)
    por pixolex em 10-04-05 23:11 GMT (#52)
    (Utilizador Info)
    Vejam o q a Zmail tem publicado no seu link para o Forum!!! Isto sim seria um bom Case Studie ;) http://forum.zmail.pt/

    "Caros utilizadores,
    O fórum encontra-se offline desde dia 26/mar até finais de Julho por motivos de migração de todos os servidores ZMail para Linux. Este processo irá ser aplicado gradualmente começando pelos servidores de baixa prioridade que podem libertar recursos vitais à ZMail ao serem transportados para Linux. O fórum só voltará a ficar online quando toda a migração estiver concluída daí o prazo de finais de Julho, prazo no qual toda a migração deverá estar concluída.
    Pedimos desculpas pelo incómodo causado mas esta medida tem como objectivo trazer mais estabilidade e fiabilidade à ZMail.

    ZMailTeam"
    Re:Os VERDADEIROS Factos!!! (Pontos:2)
    por Tuaregue em 11-04-05 9:09 GMT (#61)
    (Utilizador Info)
    Não fales na Zmail, porque isso dá panos para mangas de capote. E olha que o Linux foi várias vezes referido no forum pelos utilizadores, como sendo uma solução para vários problemas de performance e escabilidade(ou lá como se diz) e quase sempre rejeitada por eles.

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Re:Os VERDADEIROS Factos!!! (Pontos:2)
    por Lowgitek em 12-04-05 9:03 GMT (#72)
    (Utilizador Info)
    Finais de junho.... devem tar a espera das férias de verão... tsk... tsk...


    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:Os VERDADEIROS Factos!!! (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 12-04-05 23:10 GMT (#89)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    a zmail, que além de n pagar a taxa da verisign (pobrezinhos...), de vez em quando troca de certificado, o imap fica sem ssl...
    sigh...
    -----
    Windows isn't done until Lotus won't run.
    Re:Os VERDADEIROS Factos!!! (Pontos:2)
    por McB em 22-04-05 10:23 GMT (#172)
    (Utilizador Info)
    a zmail, que além de n pagar a taxa da verisign (pobrezinhos...), de vez em quando troca de certificado, o imap fica sem ssl...

    Nem me fales nisso que até fico mal disposto...
    Essa de não pagarem a taxa da verisign é novidade, mas de facto não me surpreende....

    Yours,
    McB!
    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux
    sem qualquer assunto... (Pontos:1)
    por netshark em 11-04-05 9:27 GMT (#63)
    (Utilizador Info)
    Um Win2k ou win2k3 bem configuradinho consegue aguentar-se ainda algum tempo significativo up, mesmo com desempenhos de tartaruga. O problema sao mesmo os deamons, e ai o IIS é uma anedota "point & click" (ou point & crash).

    IMHO, tenho observado é que o win2k parece um jogo pacman, com o sistema operativo a comer as bolinhas de memoria...e parece nunca estar satisfeito :P

    Quanto ao caso em questao, parece uma sitcom de mau gosto, apropriada para fazer lavagem cerebral a CEOs, em conjunto com a palhacada da SCO.

    Ele é comunismo, porque nao tem uma presença fisica para ser processada/comprada/destruida legalmente.
    Ele é a violação da Propriedade intelectual
    Ele é inseguro
    Ele é lento
    Ele nao corre no superdooper cluster com o novissimo hardware xpto
    Ele é feito por geeks idiotas, que nao tem vida propria, numas caves escuras e humidas e comerem pizzas e chocolates em cima do teclado

    Muito FUD, Luvas e poucos factos concretos e reais.
    The proof is in the pudding. (Pontos:1)
    por BugMeNot.com em 11-04-05 12:36 GMT (#65)
    (Utilizador Info)
    Se querem mais uma prova de que Microsoft is evil, vão ao fórum do Motonline.pt -- meia dúzia de gatos pingados (ok, talvez algumas centenas), e tá sempre a rebentar. Muda-se de skin, *poof*, deixa de funcionar. Clica-se 1 pixel ao lado, *poof*, deixa de funcionar. Olha-se para aquilo de lado, *poof*, deixa de funcionar.

    Já para nao dizer que é l e n t o! Um caracol alentejano tetraplégico mexe-se mais depressa.

    E isto é um site minúsculo, com poucas centenas de utiizadores, provavelmente não mais do que uns 50 simultâneos.

    Entretanto, fóruns que eu conheço por dento, a correr software opensource em cima de Linux e FreeBSD, com umas 20 vezes mais utilizadores, seja totais ou simultâneos, hits, etc, com consideravelmente menos recursos de hardware e largura de banda, e funcionam como um relógio suiço, sem sequer estremecerem.

    Se calhar a Microsoft também devia oferecer a sua expertise ao Motonline.pt, e acrescenta-lo aos seus case-studies "Porque é que a Microsoft é melhor: pegar num site moribundo e traze-lo de novo à vida, recorrendo à tecnologia de ponta e über-sapeiência dos seus técnicos, que salvaram o pobre admin do despedimento certo."
    Re:The proof is in the pudding. (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 11-04-05 17:56 GMT (#66)
    (Utilizador Info)
    Descreve lá o hardware em que está a correr o site bem com a largura de banda disponível...

    E Seattle é onde? by 4GR, afirmando que Seattle fica na Irlanda...

    ts ts ts ts... dumb fuck...

    Re:The proof is in the pudding. (Pontos:2)
    por gass em 11-04-05 18:07 GMT (#67)
    (Utilizador Info) http://www.otiliamatos.ath.cx/~gass
    relmente tocaste num ponto ... mas (nem queria fazer isto como resposta a este post, mas pronto) ... não me parece que o publico corra em servidores "fraquinhos" ou com pouca largura de banda. Além do mais, o motonline est'inserido no clix, pelo que largura de banda n deve ser problema. A não ser que a db seja monstra e o site MUITO visitado, qq maniqua aguentaria bem com ele.
    Cumps-
    Gass
    Re:The proof is in the pudding. (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 11-04-05 22:38 GMT (#69)
    (Utilizador Info)
    Nao te parece ? Hummm num artigo em que sao criticados os factos, por nao corresponderem à realidade, um "nao me parece" nao é a melhor resposta. Mas isto sou eu que tenho a mania da perseguição e sou zealota...

    Continuando com o nao te parece, eu contava-te uma serie de historias, sobre muito equipamento que para em grandes empresas, bancos e etc, algum dele um bocado fraquinho, mas infelizmente nao te posso contar. Mas posso-te dizer que "te parece" que haja muito servidor fraquinho ai. Ainda por outro lado, o facto de estar no clix, nao significa que nao esteja um QoS por lá, a gerir a banda para cada site hosted.

    Como vês, não é so a MS que entra no FUD, o "não me parece" ou o "eu acho que", é bastante popular =)

    E Seattle é onde? by 4GR, afirmando que Seattle fica na Irlanda...

    ts ts ts ts... dumb fuck...

    Re:The proof is in the pudding. (Pontos:2)
    por Lowgitek em 12-04-05 9:07 GMT (#73)
    (Utilizador Info)
    Sabes que o parecer aqui no Gildot tem muito valor que ter factos palpáveis.


    Ao Orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda (Prov. 16:18)
    Re:The proof is in the pudding. (Pontos:2)
    por gass em 12-04-05 17:31 GMT (#81)
    (Utilizador Info) http://www.otiliamatos.ath.cx/~gass
    o "não me parece" é mesmo pk não tenho conhecimento disso, pelo que lancei a dúvida.

    Além de que, pensei mesmo em QoS ... but ... entra a dúvida ...

    Se têm servidores (ou serviços) lentos, apenas se prejudicam a si proprios (ou talvez não).
    Cumps-
    Gass
    Re:The proof is in the pudding. (Pontos:1)
    por DrainBamage em 12-04-05 16:37 GMT (#79)
    (Utilizador Info)
    O fórum é _muito_ visitado. Os motários que lá vão são uns viciados e fazem refresh com a mesma facilidade com que eu troco de meias! E eu troco de meias amíude! Calculo até que o fórum em questão seja responsável em parte pelo fraco pib nacional.

    ==
    "Se vi mais longe foi porque comprei a porra duns binóculos." - Zé da Esquina
    Re:The proof is in the pudding. (Pontos:2)
    por xeon em 12-04-05 16:44 GMT (#80)
    (Utilizador Info) http://cat.afraid.org
    [root@voodoodoll root]# host motonline.clix.pt
    motonline.clix.pt has address 194.8.30.172

    [root@voodoodoll root]# whois 194.8.30.172@whois.ripe.net
    [whois.ripe.net]
    (...)
    inetnum: 194.8.30.0 - 194.8.30.255
    netname: DOMINIOS
    descr: dominios.pt
    country: PT
    (...)
    notify: bruno.carlos@flesk.com
    (...)

    route: 194.8.30.0/24
    descr: dominios.pt
    descr: via VIA NET.WORKS Portugal
    origin: AS33876
    mnt-by: ESOTERICA-MNT
    (...)

    [root@voodoodoll root]# traceroute motonline.clix.pt
    traceroute to motonline.clix.pt (194.8.30.172), 30 hops max, 38 byte packets
      1 (...)
      2 (...)
      3 (...)
      4 pix.xxx.xxx (xxx.xxx.xxx.xxx)
      5 ViaNetworks.AS5533.gigapix.pt (193.136.250.50) 76.344 ms 113.075 ms 128.227 ms
      6 sal-pix-4-2.esoterica.pt (195.22.15.134) 167.709 ms
      (...)

    Não me parece que esteja alojado na Novis :)

    ;; ANSWER SECTION:
    motonline.clix.pt. 86400 IN A 194.8.30.172

    ;; ANSWER SECTION:
    publico.clix.pt. 86400 IN A 195.23.4.80

    Ah, as maravilhas do DNS ... :-)

    --
    Whatever

    Re:The proof is in the pudding. (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 12-04-05 23:13 GMT (#90)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    ah, o IIS porta-se melhor que o Apache?
    tens de me mostrar essa performance fantástica, porque que eu saiba o Apache aguenta bem fóruns num pentium 3...
    -----
    Windows isn't done until Lotus won't run.
    Re:The proof is in the pudding. (Pontos:2)
    por fhc em 13-04-05 18:24 GMT (#112)
    (Utilizador Info)

    Um caracol não tem membros, logo não poderá ser tetraplégico.

    Isso seria o mesmo que dizer que os zelotas do Windows têm vergonha na cara... ops, excedi-me.

    Francisco Colaço


    Quem não faz, ensina; quem não faz nem ensina, faz metodologia. Quem não faz nem ensina nem faz metodologia, faz futurologia.

    mais dois estudos (Pontos:1)
    por RaTao em 13-04-05 0:50 GMT (#91)
    (Utilizador Info)
    linux versus windows security

    Excerto:


    Linux was rated as 'secure' or 'very secure' by 74 percent of respondents, while Microsoft Windows Server was given one of these rating by 38 percent of respondents. Thirteen percent of respondents rated Linux as insecure or very insecure, a figure that rose to 58 percent for Windows server products.

    A Yankee Group survey released last week found a similar, but less significant, difference between Linux and Windows server security.



    paz,
    ratao
    Re:mais dois estudos (Pontos:2)
    por fhc em 13-04-05 18:12 GMT (#111)
    (Utilizador Info)

    Faz um inquérito na rua. A pergunta é a seguinte:

    A sua mulher é-lhe fiel?

    Ninguém dirá que não. Podemos dizer que 90% dos homens têm mulheres bem comportadas. (Toni, até tu tens esperança. ;-)

    Agora que tomei a vossa atenção, façamos uma sondagem: vota no BE? Vamos fazer três coisas: a sondagem vai ser realizada à porta de com comicio do Bloco. Duas de cada três respostas não serão descartadas. Os resultados serão publicados apenas se nos agradarem.

    Parabens, Francisco Morcão: acabaste de ganhar a maioria absoluta num estudo imparcial.

    Francisco Colaço


    Quem não faz, ensina; quem não faz nem ensina, faz metodologia. Quem não faz nem ensina nem faz metodologia, faz futurologia.

    Re:mais dois estudos (Pontos:1)
    por RaTao em 14-04-05 5:36 GMT (#120)
    (Utilizador Info)
    Ah?

    Não fui eu que conduzi estes inquéritos, mas (aparentemente) o universo era misto, i.e. não perguntaram apenas a "linux users" nem apenas a "windows users".

    No primeiro temos "Over 6000 software development managers" e no segundo não encontrei números -- mas tb não procurei muito...

    Se me escapou alguma coisa agradecia que ma mostrasses.

    Obrigado,

    paz,
    ratao
    Re:mais dois estudos (Pontos:2)
    por fhc em 15-04-05 8:20 GMT (#136)
    (Utilizador Info)

    Estava a concordar contigo!

    Francisco Colaço


    Quem não faz, ensina; quem não faz nem ensina, faz metodologia. Quem não faz nem ensina nem faz metodologia, faz futurologia.

    Re:mais dois estudos (Pontos:1)
    por RaTao em 15-04-05 15:37 GMT (#137)
    (Utilizador Info)
    Ahhhhhh desculpa. Pensei que tinhas visto alguma coisa que me tinha escapado.

    .oO(este ambiente "gildot" anda-me a afectar...)

    paz,
    ratao
    Dois factos importantes para esta discussão (Pontos:1)
    por gostodizercoisas em 13-04-05 13:45 GMT (#100)
    (Utilizador Info)
    Como que um "insider-que-tem-mais-que-fazer-para-se-preocupar-com-isto-e-que-nem-é-pago-para-tal", tenho ainda assim que sublinhar dois pormenores importantes para toda esta discussão, aqui, no site do PLS e demais sítios onde se escreveu sobre o assunto.
    Facto 1: O site da SIC continua em Siteseed e até agora nunca mudou, nem por segundos, para o CMS da MS.
    Facto 2: A versão estática usada em alguns momentos nos últimos dias foi também criada em Siteseed, porque o próprio arreou/estava a arrear.
    Re:Dois factos importantes para esta discussão (Pontos:0)
    por mrmv em 13-04-05 22:55 GMT (#116)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    É pá este caso nacional, anda um bocado confuso. Então o Paulo Laureano não confirmou que aquilo não podia ser o siteseed? Eu não vi por isso não posso dizer nada, será que afinal é apenas mais um mito? ;o)

    Não podes dizer mais nada? Agora fiquei curioso.

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Dois factos importantes para esta discussão (Pontos:2)
    por pls em 14-04-05 9:00 GMT (#123)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Facto 1: O site da SIC continua em Siteseed e até agora nunca mudou, nem por segundos, para o CMS da MS.

    Eu juraria que li um "case study" da Microsoft, publicado a semana passada e anunciado sugere a existência de um site feito por eles... não é suposto quando se fazem estes estudos existirem sites e, os clientes referidos, correrem tecnologias da Microsoft? Ou isso é um detalhe de importância menor para a Microsoft e SIC?


    Facto 2: A versão estática usada em alguns momentos nos últimos dias foi também criada em Siteseed, porque o próprio arreou/estava a arrear.

    Ou o siteseed, ou o linux, ou o mysql, ou qualquer outra coisa que esteja mal configurada. É normal que existam dificuldades em lidar com estas tecnologias, poderosas como são, exigem alguma dedicação e vontade de aprender.

    Há uma empresa chamada MrNet, que por acaso são os autores do software (siteseed), que não mudaram de telefones, e dão assistência e formação em todos os aspectos relacionados com o Siteseed e a sua integração com sistemas unix e bases de dados. Desde a montagem dos sites à administração de sistemas. Inclusive para os clientes que o desejem asseguramos o seu bom funcionamento contratualmente (ou pagamos ao cliente por cada momento em que tal não suceda).

    Linux é fácil de montar, Siteseed e MySQL também, mas é preciso algum know how para que todas as peças trabalhem bem juntas. Em lado nenhum estas tecnologias são apresentadas como "sopas instantaneas" em que basta juntar agua para funcionarem. Não tem que ser a MrNet a manter esses componentes, não tem que ser a MrNet a formar as pessoas, mas se aparentemente as coisas não correm bem, talvez, digo eu, fosse de contactar quem possa dar assistência e formação.

    Com pessoas habilitadas, com a formação adequada, por trás do teclado, os sistemas tendem a funcionar melhor, ser mais seguros, e a dar menos problemas a quem com eles lidam.

    Como te disse a MrNet tem sempre disponibilidade para ajudar, mas é necessário que quem precisa da ajuda nos contacte para o efeito.

    PLS
    Re:Dois factos importantes para esta discussão (Pontos:0)
    por mrmv em 14-04-05 14:04 GMT (#126)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Eu juraria que li um "case study" da Microsoft, publicado a semana passada e anunciado sugere a existência de um site feito por eles... não é suposto quando se fazem estes estudos existirem sites e, os clientes referidos, correrem tecnologias da Microsoft? Ou isso é um detalhe de importância menor para a Microsoft e SIC?

    Pode ter sido um erro, publicar antes de tempo...
    Mas o nosso amigo anterior que o confirme ou não.

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Dois factos importantes para esta discussão (Pontos:2)
    por Init em 15-04-05 5:41 GMT (#133)
    (Utilizador Info)

    Pois mas isso faz-me pensár quantos casos falhados é que não foram publicados, e qual será a percentagem de sucesso...

    Os casos de estudo de exemplos de sucesso fazem-se com base no que já aconteceu, não de situações que podem eventualmente vir a acontecer num futuro mais ou menos distante. Qualquer outra coisa apresentada como um caso de estudo de uma situação de sucesso é apenas mentir.

    Não tendo eu a m$ como uma pessoa de bem, acho que, simplesmente que atiraram lama à parede para ver se agarrava.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Dois factos importantes para esta discussão (Pontos:0)
    por mrmv em 15-04-05 8:12 GMT (#135)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Estás parvo ou quê? O que parece ser o caso é que se anteciparam apenas isso, aliás que a mudança se vai fazer não parecem existir dúvidas, basta ler a distância existente entre SIC Online e MrNet para perceber isso. Nunca se faz um caso destes para depois não aparecer... Não sejas ingénuo, pelo que se consegue perceber pelo muito que se tem dito por aqui, é apenas uma questão de tempo.

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Dois factos importantes para esta discussão (Pontos:2)
    por Init em 15-04-05 16:15 GMT (#138)
    (Utilizador Info)

    Quantos anos mais é que vai demorar?

    Tu é que parece que tás parvo a engolir as aldrabisses todas da m$, e a teres a m$ como uma pessoa de bem...


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Dois factos importantes para esta discussão (Pontos:1)
    por Zarluk em 15-04-05 18:20 GMT (#140)
    (Utilizador Info)
    O que parece ser o caso é que se anteciparam apenas isso.

    Publicaram o caso de estudo antes de terem um caso para o estudarem? Minudências... afinal o que importa é o que há-de (?) vir (um dia) a acontecer!


    Re:Dois factos importantes para esta discussão (Pontos:0)
    por mrmv em 15-04-05 18:29 GMT (#142)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    O problema da SIC não era performance, ou escalabilidade ou robustez, mas funcionalidade, falta de flexibilidade e incapacidade de serem auto-suficientes nessa solução e isso parece poder ser observável mesmo numa fase pré-produção... (LIMITEI-ME A LER O CASE STUDY)

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Dois factos importantes para esta discussão (Pontos:2)
    por Init em 16-04-05 16:08 GMT (#147)
    (Utilizador Info)

    E nota-se por tanto por não terem conseguido por a funcionar que eles são auto-suficientes na solução da m$???

    Não sei se já reparaste mas o Paulo já disse que lhes deu formação, se calhar não deu mais por eles não ter pedido, ou por não terem pago a dita formação, por isso, isso é uma desculpa esfarrapada.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Dois factos importantes para esta discussão (Pontos:0)
    por mrmv em 17-04-05 19:49 GMT (#151)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    E nota-se por tanto por não terem conseguido por a funcionar que eles são auto-suficientes na solução da m$???

    E quem é que o disse? Apenas o Paulo, e parece que afinal o Siteseed nunca deixou de estar no ar. Portanto a ideia que não o conseguiram são suposições... Em relação a tudo o resto como só temos a versão do Paulo é dificil saber o que aconteceu, por isso não vale a pena invocá-lo aqui...

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Dois factos importantes para esta discussão (Pontos:2)
    por Init em 17-04-05 21:51 GMT (#153)
    (Utilizador Info)

    O facto de que a SIC usa siteseed e não o CMS da m$ é constável. Tás a atirar areia para os olhos de quem pá?


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Dois factos importantes para esta discussão (Pontos:0)
    por mrmv em 17-04-05 23:15 GMT (#156)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Sim e o que eu disse é que pelos vistos nunca foi CMS... ou melhor dito ainda não é CMS. Isto significa que o dizer que o CMS não aguentou, significa apenas que isso não é verdade, por era siteseed, e em relação ao facto de ainda não ser CMS nenhum de nós está em boas condições para saber a sua razão, e pelos motivos atrás referidos a mim não me parecerá uma razão técnica...

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Dois factos importantes para esta discussão (Pontos:2)
    por Init em 18-04-05 9:26 GMT (#162)
    (Utilizador Info)

    Não vejo qualquer razão para assumir isso.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Dois factos importantes para esta discussão (Pontos:0)
    por mrmv em 18-04-05 9:37 GMT (#164)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Eu não estou a assumir apenas a referir que é uma hupótese que nenhum de nós deve descartar por apenas termos a versão do Paulo, e de ele já não ter qualquer tipo de relacionamento com o cliente à muito tempo, e por isso a visão dos factos vista por ele pode muito bem não ser real, é esperar para ver...

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Dois factos importantes para esta discussão (Pontos:2)
    por Init em 18-04-05 12:07 GMT (#169)
    (Utilizador Info)

    Não temos apenas a versão do Paulo temos também o caso de estudo da m$.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Dois factos importantes para esta discussão (Pontos:0)
    por mrmv em 18-04-05 13:40 GMT (#171)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Mas falta-nos a versão da SIC que é o mais importante na minha opinião.

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Dois factos importantes para esta discussão (Pontos:1)
    por gostodizercoisas em 14-04-05 22:13 GMT (#132)
    (Utilizador Info)
    Apenas falo ou escrevo do que sei - e, mais importante, a título pessoal.
    A MS ter-se-á precipitado na publicação do tal case study. Por erro ou propositadamente? Não sei, tenho a minha opinião, que não é para aqui chamada agora. O certo é que, está visto, o case study não pode corresponder de todo à verdade, mas isso digo eu, que gosto de dizer coisas.
    Aliás, pessoalmente, dou tanta importância ao estudo da MS como a este documento.
    E, repito, o site da SIC permanece ainda em Siteseed, sem interrupções, já lá vão quase 3 anos.
    Existem aqui algumas falhas ... (Pontos:1)
    por Kwisatz em 15-04-05 19:41 GMT (#143)
    (Utilizador Info)
    Open Source não é freeware, qualquer pessoa pode rentabilizar o seu negócio trabalhando em Open Source. Qual é o mal de dar o código para a empresa que nos encomendou um serviço ? Qual é o mal dessa mesma empresa que nos pagou desenvolver o código ? Estou certo que certas empresas e programadores iriam à falência e para desemprego, simplesmente porque acabava-se com as mudanças de layout de uma empresa para a outra, vendendo ao mesmo preço um trabalho já feito. Open Source é o Futuro, só quem é mau informático é que pode defender o código fechado, só aquele que tem medo de errar é que esconde o código, só aqueles que querem que as pessoas vivam na ignorância e não melhorem o seu nível informático é que gostam do código fechado. veja-se a Microsoft, anda para ai a pregar por todos os lados, é aquela que tem milhares de dólares de lucro e qualquer acordo que faz, obriga as pessoas a não usarem outros sistemas operativos, obriga a um acordo de fidelidade e dá-nos uma chupeta plastificada com super cola, deixa ver o código mas não o deixa compilar ! Já agora EULA ? pregam para ai que ninguém suporta o Linux mas o que é certo é que a MS não se responsabiliza por nada! Vendem um produto por 300 euros, vendem uma suite por 1000 euros e ainda dizem que não se responsabilizam ? Gostam da MS força, é bonito configurar um servidor de Domínios, ali com o gpmc.msc, uns vbscripts cheios de If's case's e afins, mas no fundo no fundo chegamos a uma contradição. A MS diz que quem usa Linux é de esquerda, mas a verdade é que em questão de controle e poder o Linux é o que nos faz sentir com mais controlo sobre as coisas. O windows é uma espécie de maça bonita por fora, mas um verdadeiro mistério por dentro ? Alguém sabe o que corre em produtos MS ? ... em Linux basta verem o código. Todos aqueles que defendem o código fechado, são todos aqueles que garantem tudo menos qualidade, isto porque só pensam em marketing e gestão. Mas é o bolso da malta que irá inverter esta tendência monopolista, que muito prejudica o verdadeiro desenvolvimento das coisas. Mas como muita gente diz, no fundo no fundo são escolhas de cada um, e há que respeitá-las, contudo não quer dizer que sejam compreensivas
    Linux dune 2.6.10-gentoo-r6 #4 SMP Sat Jan 22 04:38:02 UTC 2005 x86_64 Mobile AMD Athlon(tm) 64 Processor 3000+ AuthenticAMD GNU/Linux
    Re:Existem aqui algumas falhas ... (Pontos:2)
    por bêbado em 16-04-05 15:43 GMT (#145)
    (Utilizador Info)
    "só quem é mau informático é que pode defender o código fechado"

    Pronto! já nem li mais a partir daqui... que disparate! valha-me nossa senhora!

    ~~~ O vinho é q'induca e o fado é q'instrói ~~~
    Re:Existem aqui algumas falhas ... (Pontos:1)
    por Kwisatz em 16-04-05 23:35 GMT (#148)
    (Utilizador Info)
    Apenas opinei sobre o assunto, pelos vistos a unica coisa que sabes fazer é chamar a nossa senhora. vejamos o código de programas fechados que andam por ai e o código de outros que pudemos consultar. Tenho a certeza que o termo dos "maus informáticos " até nem é um exagero ...
    Linux dune 2.6.10-gentoo-r6 #4 SMP Sat Jan 22 04:38:02 UTC 2005 x86_64 Mobile AMD Athlon(tm) 64 Processor 3000+ AuthenticAMD GNU/Linux
    Re:Existem aqui algumas falhas ... (Pontos:2)
    por Ancestor em 17-04-05 7:17 GMT (#149)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com

    Qual é o mal de dar o código para a empresa que nos encomendou um serviço ? Qual é o mal dessa mesma empresa que nos pagou desenvolver o código ?

    Ahh então o que a empresa paga pela licença do software fechado é o custo de desenvolvimento do software? Bem, ou programas de borla (e muito rápido) ou o resto do mundo está equivocado...

    Estou certo que certas empresas e programadores iriam à falência e para desemprego, simplesmente porque acabava-se com as mudanças de layout de uma empresa para a outra, vendendo ao mesmo preço um trabalho já feito.

    Por essa ordem de ideias também é errado os artistas/editoras venderem CD's. Estão a cobrar o cliente por um produto já feito... Além disso, existem empresas cuja área de negócio é software livre que vendem um produto já feito e cobram o mesmo.

    só aquele que tem medo de errar é que esconde o código

    Muito código aberto que já vi é tão mau como muito código fechado que já vi. Maus programadores não escolhem licenças.

    vivam na ignorância e não melhorem o seu nível informático é que gostam do código fechado

    O que é que a disponibilidade do código tem que ver com a ignorância ou falta dela?

    obriga as pessoas a não usarem outros sistemas operativos, obriga a um acordo de fidelidade e dá-nos uma chupeta plastificada com super cola, deixa ver o código mas não o deixa compilar !

    Ninguém te obriga a usar, rapaz... Além disso, a maioria das maiores empresas de software fazem o mesmo, e não te vejo mencioná-las.

    pregam para ai que ninguém suporta o Linux mas o que é certo é que a MS não se responsabiliza por nada!

    A questão do suporte do linux não tem que ver só com o "nome"; Muitas vezes é mais uma questão de dinheiro. A assistência unix com qualidade assume frequentemente preços proibitivos. No caso específico do linux, a miríade de distros existentes e com variações na configuração só complica a coisa...

    Vendem um produto por 300 euros, vendem uma suite por 1000 euros e ainda dizem que não se responsabilizam?

    Esses preços cheiram a retail e não a OEM. A suite a 1000 euros está um bocadinho exagerada... Mas voltamos à questão de fundo: vendem. Uma vez mais, felizmente tens escolha. Ninguém te obriga a comprar. E cada um faz com o seu dinheiro o que quer.

    ... em Linux basta verem o código.

    Presumo então que já tenhas visto todo o código que corres nas tuas máquinas linux. Espanta-me que não tenhas dado com (pelo menos) algumas das vulnerabilidades anunciadas nos últimos tempos...

    Todos aqueles que defendem o código fechado, são todos aqueles que garantem tudo menos qualidade, isto porque só pensam em marketing e gestão.

    Pensam porque talvez essa seja a sua função? E aqueles que, como tu, dizem meia duzia de baboseiras "MS isto MS aquilo Linux blabla" e se esquecem que Linux é apenas uma opção? Ou quando falas em software livre e só mencionas Linux? E o resto? Não é isso ser tendencioso, não é isso também uma perspectiva "monopolista", tão a gosto da que criticas?
    Cada um é livre de usar o que quiser, e eu realmente não entendo como é tão dificil para tanta gente perceber isso.


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Existem aqui algumas falhas ... (Pontos:2)
    por Init em 17-04-05 21:56 GMT (#154)
    (Utilizador Info)

    Por essa ordem de ideias também é errado os artistas/editoras venderem CD's. Estão a cobrar o cliente por um produto já feito... Além disso, existem empresas cuja área de negócio é software livre que vendem um produto já feito e cobram o mesmo.

    Nem por isso, porque software não é musica. Software é uma ferramenta, musica é arte.

    Uma vez mais, felizmente tens escolha. Ninguém te obriga a comprar. E cada um faz com o seu dinheiro o que quer.

    Se não houvesse o efeito de rede até tinhas razão.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Existem aqui algumas falhas ... (Pontos:2)
    por Ancestor em 17-04-05 22:14 GMT (#155)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com

    Nem por isso, porque software não é musica. Software é uma ferramenta, musica é arte.

    Ahh a velha conversa de que a arte surge pela inspiração e não pelo domínio das técnicas... O processo criativo associado à arte é em tudo semelhante ao processo criativo de produção de software.

    Se não houvesse o efeito de rede até tinhas razão.

    Na prática, de facto ninguém te obriga a comprar, Não há volta a dares à questão.


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Existem aqui algumas falhas ... (Pontos:2)
    por Init em 18-04-05 9:29 GMT (#163)
    (Utilizador Info)

    Ahh a velha conversa de que a arte surge pela inspiração e não pelo domínio das técnicas... O processo criativo associado à arte é em tudo semelhante ao processo criativo de produção de software.

    Se fosse isso que eu quisesse dizer, teria sido isso que eu tinha dito. Sabes para que serve uma ferramenta? Sabes para que serve arte? Não têm propósitos diferentes?

    Na prática, de facto ninguém te obriga a comprar, Não há volta a dares à questão.

    Na prática o efeito de rede obriga de facto a comprar, para não te isolares do mundo e poderes comunicar e inter-operar com ele.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Existem aqui algumas falhas ... (Pontos:1)
    por Kwisatz em 18-04-05 9:58 GMT (#166)
    (Utilizador Info)
    Enfim... O que vale é que existem pessoas cheias de dinheiro, e o que vale é que as nossas PME estão cheias de dinheiro para comprarem aquelas licenças todas de SO e Suites de Office. Aliás ouvi dizer que nas empresas portuguesas só existiam 40% de pirataria... 40% O que é isso, ancestor? Não será mais rentável e mais honesto, optar por alternativas já existentes no mercado e que por acaso até são baratas e open-source, para substituir essa vergonhosa pirataria que anda ai ????????? Enfim o que acho engraçado é este pessoal que vem para aqui defender a propriedade intelectual ou algo do género e depois quando observamos a realidade é que ninguém compra licenças... Por favor acabem com as hipocrisias... Os factos da Microsoft deveriam acrescentar que dos 95% de desktop com Windows. Mais de 60% são piratas, esta é uma realidade, não é por acaso que tentam agora limitar o acesso aos updates e afins. E por falar nisso, quero ver agora como é que as pessoas vão fazer os patches e afins sem terem possibilidades de sacarem os mesmos da microsoft. Esse é o perigo de dependermos de uma só empresa, enfim para a Microsoft o que vale é que tudo é ceguinho e não repara nisso. Por muito que defendam a MS ou código fechado isto é um facto no dia em que acabarem os updates e os patches, não tem maneira de ver o código para puderem colmatarem essa falha.
    Linux dune 2.6.10-gentoo-r6 #4 SMP Sat Jan 22 04:38:02 UTC 2005 x86_64 Mobile AMD Athlon(tm) 64 Processor 3000+ AuthenticAMD GNU/Linux
    Re:Existem aqui algumas falhas ... (Pontos:2)
    por Ancestor em 18-04-05 10:06 GMT (#167)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com

    Se fosse isso que eu quisesse dizer, teria sido isso que eu tinha dito. Sabes para que serve uma ferramenta? Sabes para que serve arte? Não têm propósitos diferentes?

    Já ouviste falar de design? É um exemplo típico de área em que a arte e a ferramenta é o mesmo... Essa perspectiva de "arte é arte e tudo o resto é tudo o resto" é comum, mas primária.

    Na prática o efeito de rede obriga de facto a comprar, para não te isolares do mundo e poderes comunicar e inter-operar com ele.

    Bem, desde sempre te vi defender as soluções opensource, argumentando que asseguram interoperabilidade. Estás porventura a sugerir que a aquisição de ferramentas proprietárias é necessária para garantir interoperabilidade?


    Why do you Linux and drive when you can BSD and fly?
    Re:Existem aqui algumas falhas ... (Pontos:2)
    por Init em 18-04-05 12:20 GMT (#170)
    (Utilizador Info)

    Bem, desde sempre te vi defender as soluções opensource, argumentando que asseguram interoperabilidade.

    Não viste não, eu defendo o Software Livre e não o Open Source Software. É garantido que não existem barreiras legais, nem má vontade, nem interesses comerciais contrários a impedir que se crie software proprietário ou Livre que seja compatível com qualquer outro software que seja licenciado como Software Livre. Mas isto já não acontece quando se quer arranjar software capaz de interoperar com software proprietário e que não cumpre standards, claro que é possível sempre fazer reverse engineering mas a probabilidade de conseguir resultados minimamente capazes para formatos e protocolos complexos é baixa e requer muitos recursos e pessoas com um bom nível de conhecimentos e experiência e isto pode ser constado.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    RTP vs SIC (Pontos:1)
    por nzalmeida em 17-04-05 23:58 GMT (#160)
    (Utilizador Info) http://nzalmeida.no.sapo.pt
    Um case study interessante era um RTP vs SIC. Basta ver o que aconteceu quando o responsável máximo do site da SIC mudou para a RTP e ficou também com essa pasta. Fez as escolhas correctas.
    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:2)
    por null em 09-04-05 16:55 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    "Acabo de ler uma notícia no Slashdot em que há uma proposta para a nova GPL para as empresas começarem a inchar $$$. Hummmm parece que o movimento tudo de borla pode começar a ter alguns problemas."

    E tu és daqueles que seria afectado pelo fim das borlas né? É fodido...

    É verdade que o paulo laureano é parte interessada, mas apresentou factos, ou essa linha editorial passou-te ao lado por conveniência?

    O som oculto nos posts do toini

    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 09-04-05 17:50 GMT (#26)
    (Utilizador Info)
    Esse desvio de atenção é uma tentativa bonita, mas não, não sou afectado pelo fim das borlas. É mais uma questão de coerência de ideias.

    Apresentou factos ? Sim claro, aprovou o artigo e foi o primeiro a comentar. Se isso é uma linha editorial, eu sou o Pai Natal. Mas como isso aqui é indiferente, cada um faz aquilo para o qual tem interesse, e depois a malta faz a peixarada, who cares ? São apenas pormenores. A manada continua a ser guiada cegamente... :)

    E Seattle é onde? by 4GR, afirmando que Seattle fica na Irlanda...

    ts ts ts ts... dumb fuck...

    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:2)
    por null em 09-04-05 18:28 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    Não sei, deve ter inventado os resultados do Netcraft, o Paulo é muito imaginativo. Não aprecio artigos para causa própria mas o que é verdade é que o case study SIC é treta, gostes ou não.

    Quanto há GPL se há alguém a pagar por software proprietário, porque não podem pagar por software livre? Tu é que estás a ser incoerente, nada há na GPL que impeça alguém de cobrar pelo software, se vai haver alguém a pagar por ele isso é outra história.

    Essa de manada...fazes-me rir, é muito tipíco, "eu sou independente, ou outros não pensam", yada, yada. Tu fazes parte duma manada muito característica, a típica Prof. Marcelo...

    O som oculto nos posts do toini

    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 10-04-05 0:48 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    Continuas a tentar desviar a atenção :) O facto de ser treta ou não, é importante, mas o facto de o estatuto de editor ter sido utilizar em beneficio proprio, é mais importante. Tentares tapar o sol com uma peneira, não é muito eficiente...

    Hum... o movimento da GPL é baseado na treta da liberdade bla bla bla bla bla bla. Quererem começar a que alguem pague é bla bla bla bla bla fucking bullshit. Além de fanáticos, são fanáticos incoerentes.

    Quanto às manadas, claro que não existem. Basta aparecer MS no artigo e as manadas eh como o DODO, não existem. Quando à manada do prof martelo, estás muito enganado, mas isso és tu que tens a mania que es muito esperto e es um mestre a desviar a conversa :) Nice try... tenta com os alunos a ver se pega :)

    E Seattle é onde? by 4GR, afirmando que Seattle fica na Irlanda...

    ts ts ts ts... dumb fuck...

    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:2)
    por null em 10-04-05 9:04 GMT (#33)
    (Utilizador Info)
    "Hum... o movimento da GPL é baseado na treta da liberdade bla bla bla bla bla bla. Quererem começar a que alguem pague é bla bla bla bla bla fucking bullshit. Além de fanáticos, são fanáticos incoerentes."

    Ya, pra ti liberdade é não ter que pagar, tás mal habituado. Pois a treta da liberdade dá o direito de quererem que pagues. A liberdade não está no preço, está no conteúdo, e aí é-te muito conveniente usar o termo fanáticos. Pelos vistos liberdade só é boa se te beneficiar.

    Quanto à questão do Paulo como editor ter usado isso em causa própria, bem, também não gosto muito, mas sei pelo menos que teve outro caso assim e não o veio divulgar aqui. É que era um site de comércio electrónico e isso envolvia segurança. O engraçado é que a nova solução tava um queijinho excelente, com sabor a conta de Administrador.

    O som oculto nos posts do toini

    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:2)
    por Mindstorm em 10-04-05 9:21 GMT (#35)
    (Utilizador Info) http://www.mndnet.org/
    Ya, pra ti liberdade é não ter que pagar, tás mal habituado.

    E não será também? Usando o tradicional exemplo do free as in speech, de que te serve teres liberdade (direito) de expressão se tens de pagar para abrir a boca?

    Mindstorm
    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:2)
    por null em 10-04-05 10:58 GMT (#38)
    (Utilizador Info)
    Até a liberdade te permite isso, pagar para abrir a boca. Pagar a um jornal para dizeres as baboseiras que quiseres ou pagar a um ISP para teres um blog da treta, até pagares software livre. Mas ao pagares um software de merda com um EULA, RETIRA-TE o direito de abrir a boca. Há uma grande diferença não há? Mas esqueces-te que a liberdade no software livre nada tem a ver com preço, se não sabes isso, é estranho, o Init já o escreveu muitas vezes.

    O som oculto nos posts do toini

    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:2)
    por Init em 10-04-05 13:11 GMT (#41)
    (Utilizador Info)

    A tu podes falar independentemente de quem te ouvir, publicar num jornal ou em outro sitio qualquer o que dizes, apenas muda a tua audiência não o direito de falar sem ter que pagar. Mas se tiveres da pagar para falar tens a liberdade condicionada é por isso que as licenças de software livre não permitem que se pague royalties por esse software, nem ninguém está a pensár em mudar isso. Isto é apenas FUD do toni.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 10-04-05 23:13 GMT (#54)
    (Utilizador Info)
    O Init é o dono e senhor da verdade. Weeeeeeeeeeee ! E depois as manadas sao apenas uma miragem do Professor Marcelo... weeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

    E Seattle é onde? by 4GR, afirmando que Seattle fica na Irlanda...

    ts ts ts ts... dumb fuck...

    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 10-04-05 23:12 GMT (#53)
    (Utilizador Info)
    A liberdade é boa ou má, mas deve ser liberdade. Agora liberdade condicionada, pela obrigacao de publicar ou pagar, de liberdade pouco tem. Mas pronto, os conceitos podem sempre ser deturpados para serem adaptados ao discurso, tambem conhecido como retórica...



    E Seattle é onde? by 4GR, afirmando que Seattle fica na Irlanda...

    ts ts ts ts... dumb fuck...

    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:2)
    por Init em 10-04-05 10:28 GMT (#37)
    (Utilizador Info)

    Isto não foi utilizado apenas, em beneficio próprio. Nós todos beneficiamos por houvir os dois lados da questão e por vermos esta denuncia do que é descaradamente publicidade enganosa.

    Não encontrei o tal artigo que mencionas... Mas de qualquer forma estudar proposta != decisão. Para além disso a proposta em causa não se refere a royalties como tu ensinuas, mas sim a obrigar a redistribuir sempre o código fonte, mesmo para modificações privadas.

    Por isso o único incoerente aqui és tu.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 10-04-05 23:10 GMT (#51)
    (Utilizador Info)
    "Not only are we changing the rules, we are changing them retroactively. With the new way, it lets the customer pay with either their source code or with their wallet."

    Ou publicas ou pagas. Isso é liberdade ? So se for a liberdade que os gajos que estao ah frente da GPL querem impor. Um conceito de liberdade para as manadas cegas que acreditam nessa treta...

    E Seattle é onde? by 4GR, afirmando que Seattle fica na Irlanda...

    ts ts ts ts... dumb fuck...

    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:2)
    por Init em 11-04-05 9:12 GMT (#62)
    (Utilizador Info)

    Estudar proposta != aceitar proposta.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:2)
    por Drune em 10-04-05 17:08 GMT (#43)
    (Utilizador Info)
    Hum... o movimento da GPL é baseado na treta da liberdade bla bla bla bla bla bla. Quererem começar a que alguem pague é bla bla bla bla bla fucking bullshit. Além de fanáticos, são fanáticos incoerentes.

    No meio de tanto bla bla..existe aqui no gildot frase menos coerente do que a acabaste de dizer?


    ..may the source be with you =)

    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 10-04-05 23:09 GMT (#49)
    (Utilizador Info)
    Acredita que nao é, no momento em que os supostos defensores da liberdade estao com ideias de impor aquilo que querem. Se isso é um movimento de liberdade, eu sou o Pai Natal. A GPL com as imposicoes que tem, é tudo menos liberdade.

    E Seattle é onde? by 4GR, afirmando que Seattle fica na Irlanda...

    ts ts ts ts... dumb fuck...

    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:2)
    por Drune em 11-04-05 8:19 GMT (#59)
    (Utilizador Info)
    Bom, mas o que é certo é que conseguiste escrever três linhas de texto e não disseste absolutamente nada. Mas essa não é a questão. O conceito de libertade varia consoante as pessoas e as suas pretenções/visões do mundo e o meio que as envolve. No que respeita ao software as coisas são iguais e se achas que a GPL não te satisfaz, ou não satisfaz o teu conceito de libertade MUDA! Usa outra! Cria uma licença própria. Agora não venhas é para aqui armado em "dono da verdade" a dizer que o GPL é uma treta e que não serve a liberdade e afins. O que é certo é que a GPL serve a muita gente no mundo e quem és TU para vires aqui por isso em causa..

    Só mais uma coisa, tiveste algum trauma com o Pai Natal quando eras pequeno? ;)
    ..may the source be with you =)

    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 11-04-05 22:42 GMT (#70)
    (Utilizador Info)
    Ah, o mundo é heterogeneo, excepto no software, onde uns fanaticos mal cheirosos e mal vestidos querem impor a SUA visão do mundo. How beatiful that is...

    Quanto ao por em causa, eu sou alguém, provavelmente com um bocadinho mais de inteligência, abstracção e imparcialidade do que tu, mas quem és TU para por isso em causa ? (oh oh oh oh)
    O mundo muculmano serve muita gente, e no entanto, não falta gente no mundo ocidental a tentar impor-lhes um conceito de democracia que não é o deles. Quem são os ocidentais para tentar por em causa aquilo em que os outros acreditam ? Vah vai la cultivar-te um bocadinho se quiseres entrar nesse tipo de discurso...



    E Seattle é onde? by 4GR, afirmando que Seattle fica na Irlanda...

    ts ts ts ts... dumb fuck...

    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:2)
    por Drune em 12-04-05 17:52 GMT (#82)
    (Utilizador Info)
    "O conceito de libertade varia consoante as pessoas e as suas pretenções/visões do mundo e o meio que as envolve. No que respeita ao software as coisas são iguais"

    1) Qual foi a parte de no software as coisas são iguais, ou seja heterógeneas. Tens que ler a frase anterior, senão nao chegas lá!

    "Quanto ao por em causa, eu sou alguém, provavelmente com um bocadinho mais de inteligência, abstracção e imparcialidade do que tu"

    2) Faz uma sondagem no gildot, ou revê os teus conceitos de imparcialidade que bem precisas. Quanto à minha inteligência ou não, isso são coisas que te ultrapassam..

    3) Quanto ao resto do teu discurso, nota-se um complexo enorme de superioridade, esse teu complexo vai contra essa tua ideia de que és capaz de ser imparcial nas coisas que dizes. Não te iludas miudo, pq estamos sempre a aprender.

    4) "Nunca discutas com um idiota, ele levar-te-há sempre a melhor"
    ..may the source be with you =)

    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 12-04-05 23:08 GMT (#88)
    (Utilizador Info)
    1) Oops my fault :)

    2) Uma sondagem sobre o que ? Uma sondagem a gente que atira pedras a quem é contra a opinião da manada criada por essa mesma gente ?
    Quanto à inteligência, quem comecou a por em causa foste tu, eu apenas utilizei o mesmo arguemento que tu, para não ficar atrás :)

    3) Complexo de superioridade ? Ah... Eu vi logo que vês o mundo numa só cor e o resto é buraco negro.

    4) Ah, já faltava o complexo de superioridade no chavão do costume. oh oh oh :)

    E Seattle é onde? by 4GR, afirmando que Seattle fica na Irlanda...

    ts ts ts ts... dumb fuck...

    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:2)
    por Init em 13-04-05 11:43 GMT (#97)
    (Utilizador Info)

    Desde quando mostrar algo que não se conhece e argumentar é obrigar alguém a fazer o que quer que seja? Que eu saiba os fabricantes de software proprietário são os únicos a fazer lock-in aos clientes e a criar situações em que as pessoas ficam obrigadas a utilizar determinado software. Por isso se dizer que são mal cheirosos e mal vestidos, é o melhor tipo de argumentação que consegues fazer...

    Vai lá tu cultivar-te um bocadinho antes de fazeres esse teu discurso patético.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 13-04-05 23:11 GMT (#117)
    (Utilizador Info)
    Claro que coisas tipo RedHat Enterprise não sao vendor lock-in nem nada que se pareça ;)

    E Seattle é onde? by 4GR, afirmando que Seattle fica na Irlanda...

    ts ts ts ts... dumb fuck...

    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:2)
    por Init em 14-04-05 8:36 GMT (#121)
    (Utilizador Info)

    Coisas como o Red Hat Enterprise, têm clones baseados no seu código fonte como o white box, que são 100% Software Livre, para além de que TODO o código produzido pela Red Hat é 100% Software Livre. Por isso não, é vendor lock-in.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 14-04-05 13:59 GMT (#125)
    (Utilizador Info)
    Oh claro que nao é... Queres os updates pagas, queres pré-avisos pagas, isto são coisas que tem interesse para as empresas (falo de empresas, nao falo de tascas armadas em empresas), e portanto fazem vendor lock-in.



    E Seattle é onde? by 4GR, afirmando que Seattle fica na Irlanda...

    ts ts ts ts... dumb fuck...

    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:2)
    por Init em 15-04-05 5:43 GMT (#134)
    (Utilizador Info)

    Errado! Porque até podes obter isso de outras empresas, não há nada a impedir isso.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 15-04-05 22:46 GMT (#144)
    (Utilizador Info)
    Ate podes obter os srpms directo... pfttt...

    E Seattle é onde? by 4GR, afirmando que Seattle fica na Irlanda...

    ts ts ts ts... dumb fuck...

    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 12-04-05 23:05 GMT (#85)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    impôr? a quem? o q n falta é software e licenças.
    sem contar com o facto q n sabes ler e ninguém está a pensar nisso além de um gajo q n tem a ver com nada.
    -----
    Windows isn't done until Lotus won't run.
    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:2)
    por asoares em 10-04-05 12:38 GMT (#40)
    (Utilizador Info)
    Engraçado que, quanto a mim, quem desviou a conversa até foi quem começou a falar da GPL 3.0.

    Comentários sobre "Get The Facts"? Zero! Rien! Nada!

    Apenas areia para os olhos dos outros sobre o facto da coitada a Micro$oft estar a ser atacada pela imensa e poderosa comunidade "open-source" (se é que se pode chamar assim) Portuguesa!

    Eu por mim, gostei de saber que a Micro$oft anda preocupada. Gostei de verificar que algumas das velhas práticas ainda lá estão (engraçado como a SIC desapareceu das páginas dos "estudo") e gostei de saber o outro lado da questão...

    Quanto ao resto... deixo para os entendidos...
    --
    antonio soares
    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:1)
    por Sodki em 10-04-05 11:38 GMT (#39)
    (Utilizador Info) http://www.rnl.ist.utl.pt/~hmtr/
    Acabo de ler uma notícia no Slashdot em que há uma proposta para a nova GPL para as empresas começarem a inchar $$$.
    Se tivesses lido o artigo no Slashdot, verias que o título estava completamente a leste.
    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:2)
    por Init em 10-04-05 13:13 GMT (#42)
    (Utilizador Info)

    Ele provávelmente leu, mas devia tár à espera que os outros não lessem, para ver se o FUD pegava.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Já estava a achar estranho... (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 11-04-05 2:17 GMT (#58)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    a SCO anda a contratar, não sei se já sabias...
    -----
    Windows isn't done until Lotus won't run.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]