gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Ops! Robertson did it again...
Contribuído por AsHeS em 14-02-05 12:47
do departamento da musica
News Init escreve "Parece que o conhecido gosto pelos desafios empresariais de Michael Robertson, não desapareceu. Depois do mp3.com, do Lindows/Linspire e da SIPphone, virou-se de novo para o sector da musica on-line, desta vez o objectivo é competir com o Apple itunes, com o novo mp3tunes.com.
O mp3tunes.com não requer qualquer software especial para aceder aos ficheiros, que são em mp3 e por isso não tem DRM. É essa a diferenciação que o Rotertson introduziu no seu serviço. Para mais informação vejam este artigo e visitem o site http://www.mp3tunes.com/

Comparando a velocidade dos navegadores | Debate pré-eleitoral Gildot  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Apple
  • vejam este artigo
  • http://www.mp3tunes.com/
  • Mais acerca News
  • Também por AsHeS
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Um pormenor, no entanto... (Pontos:3, Informativo)
    por [Cliff] em 14-02-05 13:41 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Talvez ocultado propositadamente pelo Init: os MP3 são de Indies.. não estejam à espera de achar lá qualquer coisa no Top100.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Tuaregue em 14-02-05 14:38 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Isso quer dizer que podemos encontrar por lá boa música. Acho que vou ser cliente.

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 14-02-05 14:53 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Infelizmente, não ser conhecido não é sinónimo de qualidade... no mínimo o rácio de falta de qualidade é o mesmo.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Cyclops em 14-02-05 15:23 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Infelizmente, ser conhecido não é sinónimo de qualidade... no mínimo o rácio de falta de qualidade é bastante elevado entre as bandas "conhecidas".
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 14-02-05 15:30 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Para cada 10 conhecidas existem 1000 das quais ninguém ouve falar... Se quiseres podemos fazer um concurso a ver quem tem qualidade (e estou a falar de qualidade e não de gostos pessoais) e quem não tem.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Cyclops em 15-02-05 0:31 GMT (#36)
    (Utilizador Info)
    Acredita que o rácio deve ser surpreendentemente favorável. As editoras (aka o pessoal "conhecido") tendem a escolher os mesmos padrões e a fugir das novidades, pois já sabem o que conseguem vender bem (jovens com borbulhas e hormonas aos saltos há qb)
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:0, Lança-chamas)
    por [Cliff] em 14-02-05 14:56 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Mais ainda, segundo a tua lindíssima linha de pensamento: Miles Davis é uma porcaria, Ella é uma porcaria, H. Hancock é uma porcaria, D. Ellington é uma porcaria, enfim, acho que consegues perceber o quão descabido e imaturo é a tua opinião.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Ancestor em 14-02-05 15:31 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com

    Mais ainda, segundo a tua lindíssima linha de pensamento: Miles Davis é uma porcaria, Ella é uma porcaria, H. Hancock é uma porcaria, D. Ellington é uma porcaria, enfim, acho que consegues perceber o quão descabido e imaturo é a tua opinião.

    Não me parece que *algum* dos que referiste faça parte do top100. Quanto muito fazem parte do top100 de jazz... E, por muito que eu goste de jazz, são apenas uma pequena parte de todo o espectro musical. De facto, a relação entre "top" e qualidade não é directa, basta dares uma olhada às tabelas. Usando critérios artistico/musicais (criatividade, inovação, técnica, composição, harmonia) duvido que a maioria das entradas do top100 se classificassem acima de "lixo". Pessoalmente, mais de metade da música que ouço nunca entrou em nenhum "top". Não é por isso que é má. Apenas não consta dos tops por 2 motivos: não é "mainstream" e muitas vezes não é distribuída pelas grandes editoras.
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 14-02-05 15:55 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    De facto confesso que acabei por misturar um pouco as coisas, entre o top100 e o conhecido. de qualquer das formas, olha um top100 de uma rádio pop: http://www.virginradio.co.uk/music/top500/ (a 1a página tem o top100).
    Esta gente não tem qualidade? É ridícula a afirmação de que só porque está nos tops não tem qualidade.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Ancestor em 14-02-05 16:18 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Esse top não é de vendas. Se reparaste bem, o top é de singles e não de álbuns/artistas. Em alguns casos, o single escolhido resume a única música de mérito na carreira do artista/banda :) Quanto a qualidade, bem, tens lá entradas que são "catchy" mas não são boas músicas...
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 14-02-05 16:29 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    São singles? Pensei que eram albuns...
    Qualidade: boa voz se for caso disso, bons músicos e que estejam bem, ahem, entrosados (esta porra parece bola).
    Não considero, por exemplo, Britney Spears boa música, mas é o meu gosto a falar...
    Tal como já saí a meio de um concerto de Jazz porque já me estava a irritar a "musica".


    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Ancestor em 14-02-05 16:50 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com

    Tal como já saí a meio de um concerto de Jazz porque já me estava a irritar a "musica".

    Eheh como compreendo isso... Uma vez ia adormecendo num concerto :S mas de qualquer forma isso não está relacionado com a qualidade ou falta dela, está relacionado com a música ser cativante independentemente da qualidade. Já agora, houve pelo menos uma banda de acid jazz excelente que tomei conhecimento através do defunto mp3.com: blue train. Dificilmente alguma vez os encontraria se ouvisse "músicas de top", precisamente por serem uma banda local e representados por uma pequena editora.
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 14-02-05 16:53 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    eh eh No mp3.com haviam autenticas pérolas, e essa banda é uma delas. Tenho lá em casa um CD c/ MP3 desses tempos (2000). Se quiseres faço aqui um post c/ o resto das bandas que lá tenho.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Ancestor em 14-02-05 19:56 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Aqui é um pouco off-topic, mas agradeço se enviares por email para joao.pinheiro(at)norteglobal.com :)
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:1)
    por RaTao em 14-02-05 20:14 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    :-)

    Também eu, mas quando a mim foi um elogio para o artista (alguém "internacionalmente" conhecido, cujo nome não me recordo, que foi ao festival de jazz de Matosinhos). O concerto era jazz, mas só piano, e fiquei tão embalado pela música que quase adormecia.


    paz,
    ratao
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Tuaregue em 14-02-05 17:15 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    Tal como já saí a meio de um concerto de Jazz porque já me estava a irritar a "musica".

    Não foste o único, é por essas e por outras que agora quando vou a concertos, principalmente de Jazz vou porque já sei o que vou ouvir, as excepções são as Jam Session e mesmos essas, só quando estou com vontade de ouvir Jazz.

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:1)
    por Gothic em 14-02-05 19:42 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://www.ClusterCube.com
    Agora é que disses-te tudo.. quem é que já ouviu falar de Magica, Within Temptation, Twilightning, Nemesea, Heavenly, Trans Siberian Orchestra.. isso não anda nos tops e muito menos se vende em Portugal pelo menos por agora. Depois temos os Portugueses Icon Black Roses, etc.. entre muitas outras mais.

    O que tá no TOP é o que ouve a malta toda porque os outros ouvem e isso a mim não me diz nada (Linkin Park, Limp Bizkit, Slipknot e essas bandas comerciais), porque eu considero-me uma pessoa que sabe apreciar todo o tipo de música, apesar dos grupos acima mencionados sejam praticamente gothic metal/powermetal/etc.. mas também oiço outras coisas, incluindo grupos nacionais.

    Venha de lá mais concorrência =) e... Nightwish r0x!

    Characteristic of life style...
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Ancestor em 14-02-05 20:20 GMT (#25)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com

    Agora é que disses-te tudo.. quem é que já ouviu falar de Magica, Within Temptation, Twilightning, Nemesea, Heavenly, Trans Siberian Orchestra.. isso não anda nos tops e muito menos se vende em Portugal pelo menos por agora.

    Algumas das bandas que citaste são bandas de renome internacional. Dentro do metal, algumas são bandas "mainstream", como os Within Temptation, ou os Nightwish. No caso dos Within Temptation, basta dizer que andam em tour com os Maiden, e vão abrir o concerto no pav. Atlântico.

    A ideia que o metal é ouvido por um grupo restrito de pessoas e que a maioria ouve bandas comerciais é falaciosa. Existem muitos fãs de metal que, lá por não andarem vestidos a rigor e apregoarem aos 7 ventos o que ouvem, não quer dizer que estejam por dentro da "cena".

    'been headbanging for the last 14 years...


    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:1)
    por Gothic em 14-02-05 21:05 GMT (#27)
    (Utilizador Info) http://www.ClusterCube.com
    Sim, esses dois são conhecidos.. os outros nem tanto, mas não é por isso que não deixo de gostar deles na mesma, porque têm grande valor musical. Eu comecei a ouvir Nightwish muito antes de andar muita gente na net e em Portugal a falarem deles, mas é sem dúvida um grupo mais restrito que ouve gothic metal e derivados, porque muita gente não gosta, dizem que parece musica de igreja, LOL...

    Eu gosto do estilo 'gótico' (em todos os sentidos, desde roupa, a algumas ideias) e por acaso gostei muito depois de música gótica, porque é a que me faz sentir melhor mas também depende do dia e do estado de espírito, mas praticamente posso só ouvir disso que não me aborreço.
    Lá porque gosto de me vestir de preto muitas vezes e adoro esse som, sou perfeitamente normal e tenho uma vida diga-se de passagem normal. Não pinto as unhas de preto, nem nada disso.. somente a roupa..

    É um estilo de vida.. uma característica, como diz a minha assinatura :-) faz-me sentir bem comigo próprio e não porque está na moda, e acho que isso é o mais importante!

    Characteristic of life style...
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:1)
    por Gothic em 14-02-05 21:09 GMT (#28)
    (Utilizador Info) http://www.ClusterCube.com
    Como citei, falei em Gothic Metal e não Metal no geral.. isso há muitos fãs, mas gothic metal/powermetal é mais restrito do que o metal geral e derivados.. como metallica, slipknot, etc.. A ideia era mais essa que tentei transmitir.

    Recomendo http://www.iconandtheblackroses.com (Nacionais), é tipo HIM.. só que melhor :-)

    Characteristic of life style...
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Mindstorm em 14-02-05 21:43 GMT (#30)
    (Utilizador Info) http://www.mndnet.org/
    Isso (icon) não é metal... está muito longe disso.

    Mindstorm
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:1)
    por Gothic em 14-02-05 23:22 GMT (#34)
    (Utilizador Info) http://www.ClusterCube.com
    Eu disse que era ? penso que não... foi apenas um "à parte".

    Characteristic of life style...
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 18-02-05 3:02 GMT (#58)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    eu tava contigo até falares emn HIM...

    *calafrios*

    nightwish, best band *EVER*

    \oo/

    anyway... sempre que reparei, as bandas de metal ou gótico nunca têm contracto com as 5 grandes editoras. a excepção foram os Cradle, mas acho que também já mudaram.
    nas palavras de Bruce Dickinson, àcerca da música na rádio:
    "You have a lot of choice, but you have no fucking freedom!"
    -----
    Windows isn't done until Lotus won't run.
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Ancestor em 14-02-05 15:35 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Esqueci-me de acrescentar... O jazz negro também um dia foi um "nicho", e desprezado precisamente pelas suas características. A tua afirmação só te contraria. A história do jazz nunca passou pelas grandes editoras, mas por prestações ao vivo em bares obscuros, bem antes da popularização das gravações, num ambiente em tudo equivalente a muitas bandas de estilos alternativos que se encontram um pouco por todo o lado. Tens bons exemplos disso, até por cá.
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:1)
    por Th0rin em 14-02-05 15:49 GMT (#10)
    (Utilizador Info)

    Ok, uma música é boa, uma música é amalgama de tons musicais (poupem-me a física) que juntos despertam sensações nas pessoas: se uma música é boa é porque é susceptivel de provocar as sensações que uma pessoa acredita serem boas (nem tem que ser agradável).

    É um bocado subjectivo não é?

    Normalmente a aceitação de um estilo de música encontra-se junto aos diversos meios sociais e culturais porque estes desenvolveram valorizações que se encaixam nos "sons" que gostam de ouvir.

    As músicas de "top" são aquelas que têm aceitação no género de pessoa mais generalizado, isto é, na facção cultural com maior número de membros com as mesmas valorizações; ou então são músicas que abrangem e agradam a diversas classes diferentes. É normal que com a televisão a internet e livre transito entre os diversos países haja uma convergencia nas culturas, em ultima análise nos gostos músicais - as diferenças "culturais" entre as pessoas só se verificam nas diferentes gerações.

    Mas nada disto tem a ver com qualidade da música...


    Is this desire?
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Mindstorm em 14-02-05 16:28 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://www.mndnet.org/
    a facção cultural com maior número de membros

    A da cultura inexistente, a julgar pela música (mainstream) actual.

    A qualidade da música não é derivada de as pessoas gostarem ou não de a ouvir, há critérios técnicos.

    Mindstorm
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 14-02-05 16:31 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    critérios técnicos de execução :) desculpa a correcção...

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Ancestor em 15-02-05 2:29 GMT (#39)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Por acaso os critérios técnicos abrangem bastante mais que a execução. Desde a compodição á produção, existem requisitos comuns para trabalho correcto do ponto de vista técnico. A própria música em si tem que respeitar correctamente as regras de harmonia e ritmo. Há uma grande diferença entre algo sonoramente desagradável (no entanto correcto tecnicamente) e algo musicalmente errado. Já agora, uma técnica comum usada nos álbuns das grandes editoras (além do reforço de graves) é o aumento do volume do álbum acima do valor de pico, obliterando completamente notas mais elevadas e, em alguns casos, introduzindo distorção audível. O objectivo é que o álbum pareça mais "potente" por ter o som mais intenso. Como normalmente a percepção de distorções e/ou clippings nas músicas é inversamente proporcional ao volume de audição, essas alterações passam despercebidas do comum consumidor. Além disso, duvido que muitas das estrelas dos tops saibam cantar, e só pontualmente os músicos são o melhor exemplo da sua classe.
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Ancestor em 15-02-05 2:30 GMT (#40)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Claro que onde se lê "compodição" dever-se-ia ler composição :P (foi um erro de produção)
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Mindstorm em 15-02-05 19:33 GMT (#48)
    (Utilizador Info) http://www.mndnet.org/
    Ainda assim o maior problema da compressão do dynamic range é mesmo a compressão do range. O clipping/distorção causados (que são maus, concordo) geralmente só são audíveis para indivíduos treinados e em equipamento muito acima da média.. A qualquer volume que se ouça.

    O outro grande problema dos tops são os filtros e a pós-produção em geral. Por incrível que parece as pessoas gostam de filtros, o que incentiva um mau som (má voz especialmente). Para quê cantar bem se é melhor cantar mal e corrigir depois, com o bonus da voz soar artificial?

    Mindstorm
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Ancestor em 15-02-05 20:44 GMT (#49)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com

    geralmente só são audíveis para indivíduos treinados e em equipamento muito acima da média.

    Ou quando abres o ficheiro de som num editor decente...

    O outro grande problema dos tops são os filtros e a pós-produção em geral.

    Esse problema não é só dos tops. Claro que a extensão do tema dava pano pra mangas, com a eterna discussão "to filter or not to filter", em que os argumentos de ambos os lados são válidos. Também a noção de uma "grande aparelhagem" ou de "grande som" é comumente associado ao som tratado das mais diversas formas, e em muitos casos com perda de qualidade (equalizadores paramétricos digitais usados com fontes de sinal analógicas, ou DSP's de baixo custo e baixa resolução). Por outro lado, temos alguns músicos puristas apaixonados pelo "zumbido" das válvulas, que por si só é uma distorção (bastante mais quente,concordo) do sinal original.

    Uma nota: Eu não sou maluquinho do som (nem pretendo ser), e não vejo interesse em pagar coisas que não ouço. Há uns anos o "Hi-Fi" implicava uma distorção harmónica total inferior a 0,5%, que é considerado (a olhómetro) o limite de distorção perceptível pelo ser humano, mas percebo alguma coisa de electrónica e de sistemas de som (amplificadores, caixas acústicas, etc) e rio-me quando indicam o CD como a meca da qualidade (e fidelidade) sonora. Quase tanto quanto me rio do pessoal que larga umas coroas valentes por amplificadores com THD's de milésimas, bem abaixo dos erros de linearização de muitos leitores de CD...

    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 18-02-05 3:05 GMT (#59)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    nem por isso, a compressão das frequências é bastante audível mal saibas o que é... eu que nem destingo entre um mp3 a 160 e a 192 (tb n tenho equipamento para notar :) ) notei bastante diferença.

    YMMV, embora duvide :P
    -----
    Windows isn't done until Lotus won't run.
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:4, Esclarecedor)
    por Tuaregue em 14-02-05 17:03 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    Fazendo uma espécie de mea-culpa, e repondendo ao Ancestor e ao Cliff.

    Quando disse aquilo, estava-me a referir ao panorama actual da música, existem músicas que estão no Top100 que eu gosto mas temos de separar os gostos da qualidade, mas muitas delas não tem qualidade, e se formos traduzir as letras para português temos música pimba portuguesa só que com uma roupagem mais elaborada e nós consumimos aquilo e não consumimos o que é nacional e cantado em português, é triste mas é verdade. Como disse o Luis Jardim nos Ídolos a pop é pimba em Portugal, quer se goste quer não se goste.(Já estou a sair do trilho.)

    Ancestor: Eu gosto de Jazz negro, e até de algum novo jazz cantado por brancos com sonoridade negras, assim de repende Joss Stone principalmente o primeiro CD, Nora Jones, sem falar nos que referis-te se falarmos em Oldies.

    Cliff: Aquele Top500 da Virgin, se olhares bem as primeiras posições de músicas dos anos 80 e 70, com as devidas excepções, olhando assim derepente a maior parte delas fazem parte da minha play list, quando estou para ouvir música internacional.

    Se quiserem um bom exemplo daquilo que eu disse, chegaram a ouvir Evanescence, mas se calhar não sabem que já existe hà muito tempo uma banda chamada Nightwish que tem uma qualidade muito superior aos Evanescence e que quase ninguém ouviu falar, a não ser a pessoas que se interessam por estilos de música mais alternativos e mais virados para o Metal, quem fala dos Nightwish, fala dos After Forever, Lacuna Coil, Within Temptation, Tristania, entre outros.

    P.S: Quando disse o que disse estava a ser um pouquinho irónico, mas mesmo só um pouquinho, porque existem sempre as excepções que confirmam a regra.

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Tuaregue em 14-02-05 17:07 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    referis-te; leia-se; referiste.
    as primeiras posições de música; leia-se; as primeiras posições são de música.....

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Ancestor em 14-02-05 20:35 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Na realidade, comparativamente, Nightwish(1996) ou Within Temptation(1996) não "existem há muito tempo", se levares em conta as bandas que firmaram o estilo, como The Gathering(1989), Incubus Sukkubus(1989) ou até Diamanda Galas(1981).
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 14-02-05 21:11 GMT (#29)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    eheh por acaso desatino um bocado com a Joss Stone...
    Em Portugal, bom... olha, soube o ano passado que os Zen voltaram à carga (com outro vocalista :( ) e soube já este ano que os Ornatos tinham acabado (é mais uma perda!! :( ) mas metade (?) da banda já está aí com os Pluto - lucky me, vêm ao Montijo :)
    O resto, e peço desculpa por estar a meter muita farinha no mesmo saco, não ligo muito... acho que faz falta um site porreiro onde se tenham notícias da música portuguesa (nope, detesto o blitz!)...

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:1)
    por bk em 14-02-05 22:02 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    Não muito off topic... cá por evora Quinta dos portugueses Pluto a rular =D pena é ser em dia de semana.
    O resto das bandas tambem me parecem ser porreiras, do que ouvi na amostra em Antena3...só conheço fonzie e pluto.


    You wont learn if you don't seek
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por McB em 25-02-05 13:13 GMT (#61)
    (Utilizador Info)
    Adorava Zen antes e confesso que foi com algum cepticismo que fui ver Zen aos jardins do Palácio de Cristal há alguns meses atrás...
    Fiquei completamente RENDIDO ao novo vocalista... que performer! E que voz!

    Resumindo, continuo fã!

    Yours,
    McB!
    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Tuaregue em 14-02-05 22:23 GMT (#32)
    (Utilizador Info)
    um off-topic de todo tamanho, mas já que estamos de falar de música e de músicos, algum/a dos(as) senhores(as) já ouviu o album do José Cid 10,000 Anos Depois Entre Venus e Marte de 1978, só muito recentemente é que tive o prazer de o ouvir, é pura e simplesmente um dos melhores albuns de rock progressivo que já ouvi até hoje não é por nada que está considerado um dos melhores albuns a nível internacional dentro do género.

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 14-02-05 22:25 GMT (#33)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Isso não é da banda onde ele tocava? 1111 ou lá o que é...

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Tuaregue em 14-02-05 23:51 GMT (#35)
    (Utilizador Info)
    não é mesmo dele, e olha que foi uma grande surpresa para mim quando ouvi aquele álbum estava à espera de um quarteto 1111, mas não.

    Link para o álbum. O mp3 que lá está não é o melhor tema do álbum na minha opinião, já agora o álbum pára no emule. E é muito dificil arranjar uma CD ou vinil do disco.

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 15-02-05 0:42 GMT (#37)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Dá um salto à carbono ou à feira da ladra :)

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por 4Gr em 15-02-05 0:46 GMT (#38)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/~ei02069/blog
    Ancestor: Eu gosto de Jazz negro, e até de algum novo jazz cantado por brancos com sonoridade negras, assim de repende Joss Stone principalmente o primeiro CD, Nora Jones, sem falar nos que referis-te se falarmos em Oldies.

    Norah Jones, Joss Stone.. Jazz?!?

    Elas cantam Soul!

    Paradoxo do ano: Microsoft Works!
    Dominus vobiscum
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:1)
    por Gothic em 15-02-05 9:32 GMT (#41)
    (Utilizador Info) http://www.ClusterCube.com
    Tás a comparar Evanescence com Nightwish.. além de serem estilos diferentes, Nightwish é Gothic Metal e Evanescence é PowerMetal. Evanescence não vale a ponta de um corno comparado com Nightwish ou Twiilightning, Within Temptation ou ainda os Lacuna Coil que existiram primeiro que Evanescence e têm uma qualidade muito superior (de longe).

    Se quiseres confirmar o que disse, não procures sites "trolha" em que misturam as categorias todas como lhes dá na tola.

    P.S:. O resto que disseste foi bonito, como os exemplos de grupos, mesmo não sendo tão conhecidos e comerciais, são do melhor que há no género.

    Characteristic of life style...
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 15-02-05 9:51 GMT (#42)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Como os tempos mudam... à 12 anos, powermetal era Pantera, etc...

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:1)
    por gibberling em 15-02-05 10:00 GMT (#43)
    (Utilizador Info)
    E havia quem dissesse que era Manowar. O power metal agora corresponde a metal de contornos mais "pop", se é que isso faz algum sentido.

    I pretend to work. They pretend to pay me.

    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Ancestor em 16-02-05 1:21 GMT (#50)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Lamento, mas Pantera nunca foi power metal. Sempre se enquadrou razoavelmente bem na categoria de speed/trash. Manowar é heavy metal. A grande diferença entre heavy e power metal é a velocidade e a melodia, além do facto do power metal ser um estilo tipicamente europeu.
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 16-02-05 9:08 GMT (#53)
    (Utilizador Info) http://www.dehumanizer.com/
    Mas os Pantera *têm* um álbum chamado "Power Metal". Penso que foi o primeiro com o Phil Anselmo, antes do "Cowboys from Hell". Nunca o ouvi, mas tenho a ideia de que é mais... glam.


    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:1)
    por gibberling em 16-02-05 12:35 GMT (#54)
    (Utilizador Info)
    Eu tenho, é de borrar a rir, é glam/hair metal. Aliás a banda ameaçava dar porrada a quem fizesse demasiadas perguntas sobre esse álbum e sobre essa altura.

    I pretend to work. They pretend to pay me.

    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:1)
    por gibberling em 16-02-05 12:54 GMT (#55)
    (Utilizador Info)
    Discordo da origem de o termo "power-metal" ser essencialmente de origem europeia. Quando começou a ser utilizado, no princípio dos anos 90, referia-se essencialmente a bandas com um som muito similar a Pantera e ao seu álbum "Cowboys from Hell". Nos dias que correm o termo é essencialmente aplicado a bandas com Stratovarius, Sonata Artica, etc., que na sua essência e estrutura musical estão mais próximas do "pop/rock" do que qualquer espécie de "metal".

    Manowar nunca foi "heavy metal", nos seus primeiros discos o que encontramos é um doom-rock na onda de sabbath que progressivamente foi ficando mais rápido e simplista. "Heavy metal" por excelência poderá ser entendido como Judas Priest, Iron Maiden, Saxon ou qualquer outra banda de N.W.O.B.H.M. durante os anos 80.

    É muito difícil circunscrever estilos no que se refere ao metal, já que também sofre a influência de circunstâncias temporais. Já alguém reparou que o metal novo (não é o nu-metal) está cheio de influências e referências electrónicas? Veja-se Arch Enemy, fazem death metal, mas não deixam escapar a oportunidade de meter "noise electro" em algumas partes.

    I pretend to work. They pretend to pay me.

    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Ancestor em 16-02-05 13:42 GMT (#56)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Apesar do termo power metal se banalizar em Portugal na década de 90, já existia antes dos Pantera. Em caso de dúvida dá uma olhada na wikipedia que apresenta, de forma sucinta, uma breve resenha da história do power metal. Mas, sim, concordo ctg, é muito dificil circunscrever estilos. Quanto a Judas Priest, é "por excelência" a primeira banda de speed metal.
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 16-02-05 17:42 GMT (#57)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Judas Priest é gay-metal ;-)

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:1)
    por gibberling em 18-02-05 12:54 GMT (#60)
    (Utilizador Info)
    Provavelmente, lol, coitado do Rob Halford. Não quero imaginar o que certas letras podem significar na realidade. Os títulos dos discos são significativos, "Ram It Down", "Point of Entry"... Ram down what?

    I pretend to work. They pretend to pay me.

    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:1)
    por Mamede em 15-02-05 10:38 GMT (#44)
    (Utilizador Info)
    Evanescence é Power Metal? Bandas como Iced Earth é que são Power Metal. E existe uma grande diferença entre Evanescence e Iced Earth
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Tuaregue em 15-02-05 11:25 GMT (#45)
    (Utilizador Info)
    Para mim PowerMetal é Dream Theater, Stratovarius, Sonata Arctica, Rhapsody, Hammerfall, Kamelot, Avantasia, isto para falar em grupos mais populares dentro género.

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 15-02-05 16:54 GMT (#46)
    (Utilizador Info) http://www.dehumanizer.com/
    Dream Theater é "progressive metal". Os outros, sim, são power metal. :)


    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Ancestor em 16-02-05 1:26 GMT (#52)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Dream Theater é um mundo :) Acho que é das bandas que gosto mais difícil de classificar com uma etiqueta. Mas se ela existe, sim, é essa :)
    Re:Um pormenor, no entanto... (Pontos:2)
    por Ancestor em 16-02-05 1:24 GMT (#51)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Evanescence não é power metal. Helloween (primeiros albuns), Demons and Wizards, Rhaposody, etc. é power metal.
    Magnatune (Pontos:3, Informativo)
    por jmce em 14-02-05 15:15 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://jmce.artenumerica.org/

    Mais uma sem DRM, que já existe há algum tempo mas talvez ainda seja pouco conhecida: Magnatune. Toda a música pode ser ouvida sem comprar, mas a compra permite o download de todas as faixas de um CD também em formatos sem perdas (WAV, FLAC). Há também opções de licenciamento da música para variados usos...


    Re:Magnatune (Pontos:2)
    por Tuaregue em 14-02-05 17:31 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Já que estamos numa de alternativas: Media Club.

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Magnatune (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 15-02-05 16:56 GMT (#47)
    (Utilizador Info) http://www.dehumanizer.com/

    Portanto, o que é que isto tem a mais que a Magnatune, onde já comprei mais de 20 excelentes álbuns?

    Não estou a dizer mal, é só para saber...


    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]