gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Comparação da performance com MySQL
Contribuído por scorpio em 10-02-05 19:19
do departamento yet-another
News 4Gr escreve "As ferramentas de benchmarking, sabe o povo, são vastas e abrangentes. A que agora está na moda é o MySQL, que, embora não alcance um domínio abrangente, testa de forma bastante interessante o escalonamento do processador.
O teste em causa coloca frente a frente os kernels do Linux 2.4/2.6, FreeBSD 4.11/5.3, NetBSD 2.0 e ainda Solaris 10 (beta 69). Os resultados do bechmarking revelam uma clara superioridade de ambas as versões do kernel do Linux, onde esta superioridade é ainda mais clara em SMP, neste caso com 2 processadores.
As queries são pequenas, de forma a que possam ser mantidas em cache do CPU, sendo que a sua execução dependerá da estratégia de escalonamento do processador em ambientes multithreading e de multiprogramação (neste caso, também multiprocessamento). Uma boa leitura... "

Afinal parece que não... | Debate com os partidos políticos sobre a SI, o resultado  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • teste em causa
  • Mais acerca News
  • Também por scorpio
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    LoLão... (Pontos:1)
    por Gothic em 10-02-05 19:26 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.ClusterCube.com
    "... onde esta superioridade é ainda mais clara em SMP, neste caso com 2 processadores."

    Se tiver um mainframe claro que irá ser "superior" a performance, para a mesma query. É mais que óbvio, senão usavasse um processador para tudo e deitavam-se fora os intel xeon (double).

    Characteristic of life style...
    Re:LoLão... (Pontos:2, Esclarecedor)
    por LiG em 10-02-05 19:30 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Se tiver um mainframe claro que irá ser "superior" a performance, para a mesma query. É mais que óbvio, senão usavasse um processador para tudo e deitavam-se fora os intel xeon (double). Não é tão óbvio assim...ele refere-se ao facto de que o kernel do linux funciona melhor em sistemas SMP que os outros, ou seja o linux escala melhor que os restantes kernels. Ao menos lia-se o artigo não?! Tem gráficos giros e tudo :P!
    Re:LoLão... (Pontos:1)
    por Gothic em 10-02-05 19:31 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://www.ClusterCube.com
    hehe, por acaso ainda não li, apeteceu-me mandar a posta hoje :D

    Characteristic of life style...
    Re:LoLão... (Pontos:5, Esclarecedor)
    por pcardoso em 10-02-05 19:57 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.insomni.org/pedro/
    Num outro post teu no artigo anterior:

    "Exacto! É por estas e por outras que muitas pessoas deixaram de comentar e até participar com notícias... é triste aprovarem um artigo..."

    E sinceramente, acho que tb quem não faz a mínima ideia do que se fala no artigo (RTFA) mas não se abstém de mandar uma papaia para o ar também tem muito a ver com o suposto declínio do gildot.
    I live the way I type; fast, with a lot of mistakes.
    Re:LoLão... (Pontos:1)
    por Gothic em 10-02-05 22:42 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.ClusterCube.com
    Mas eu não me referi a comentários.. se fossemos a ver por esse lado, então o gildot já tinha fechado. Admito que mandei a "posta" sem lêr :-)

    Characteristic of life style...
    Re:LoLão... (Pontos:2)
    por 4Gr em 10-02-05 20:37 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/~ei02069/blog
    -1: Insane

    Paradoxo do ano: Microsoft Works!
    Dominus vobiscum
    Re:LoLão... (Pontos:3, Esclarecedor)
    por humpback em 10-02-05 21:29 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://dev.gentoo.org/~humpback/
    Saber ler :)
    É absolutamente claro que o que a pessoa que escreveu o artigo está a dizer é que ao passar a usar sistemas SMP a diferença entre usar linux e um dos outros SO's se tornou ainda maior.

    Gustavo Felisberto
    (HumpBack)
    Web: http://dev.gentoo.org/~humpback

    Formas de ler resultados (Pontos:4, Esclarecedor)
    por Ancestor em 10-02-05 22:15 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com

    Os resultados do bechmarking revelam uma clara superioridade de ambas as versões do kernel do Linux (...)

    O que os resultados demonstram é que o MySQL é mais rápido em linux. Essa rapidez não é mérito apenas do SO em que é executado, mas também do desenho do programa. O MySQL é feito para correr em linux. Surpresa seria se não fosse mais rápido em linux que noutras plataformas.

    onde esta superioridade é ainda mais clara em SMP, neste caso com 2 processadores.

    O benchmark possui algumas inconsistências nas conclusões tiradas. Por exemplo, como alguém relembrou no deadly.org, correr o MySQL em SMP em OpenBSD não tem benefício prático para o MySQL por causa do sistema de threads do Open e do facto do SMP ser per-process e não per-thread.

    Outra coisa que não vi explicada foram flags de compilação utilizadas (no OpenBSD, por exemplo, é normal compilações sem ajustes de flags gerarem código para i386/486).

    As queries são pequenas, de forma a que possam ser mantidas em cache do CPU, sendo que a sua execução dependerá da estratégia de escalonamento do processador em ambientes multithreading

    Gostava de saber de onde vem a indicação que o cpu vai manter as queries em cache em ambientes multiprocesso. No artigo também refere o mecanismo de caching do MySQL, mas sem explicar exactamente como se chegam a essas conclusões. Alguns dos problemas que tive com o MySQL são precisamente relacionados com caching e má gestão de memória por parte do MySQL. Se alguém tiver essa informação (links,etc) agradeço.

    Não obstante, os resultados são bastante interessantes, sendo um bom indicador para quem estiver a considerar qualquer uma das plataformas testadas para servidor MySQL. Por outro lado, não procuraria interpretar um teste de BD como um teste de SO, existem demasiadas variáveis a considerar que não foram tomadas em conta.

    Só mais uma nota: Pelo que percebi, o teste foi executado localmente (via file socket). Apesar de normalmente a utilização do MySQL em ambientes web menos críticos ser feita através de file socket, não é o caso típico em ambientes empresariais, onde o mais comum é o DB server processar queries via TCP. Teria sido interessante ver também os resultados para TCP.
    Re:Formas de ler resultados (Pontos:1, Redundante)
    por 4Gr em 11-02-05 2:18 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/~ei02069/blog
    O que os resultados demonstram é que o MySQL é mais rápido em linux. Essa rapidez não é mérito apenas do SO em que é executado, mas também do desenho do programa. O MySQL é feito para correr em linux. Surpresa seria se não fosse mais rápido em linux que noutras plataformas.

    Isso simplesmente não é verdade. O MySQL não faz uso de nenhuma biblioteca específica de Linux[1]. Faz sim uso intensivo de threads (POSIX) e da capacidade do sistema operativo para escalonar. Eventualmente as LinuxThreads são mais eficientes que as MIT-threads ou glibc ou seja que sistema de threading for. Outro factor importante são os mutexs das threads, neste caso o pthread_mutex_lock() que caso consuma muitos ciclos de CPU prejudicará a base de dados, pois esta recorre intensivamente a locks para efectuar queries.

    [1] - Contudo, pode usar optimizações específicas de cada kernel. No entanto, e segundo eles, os sistemas operativos onde desenvolvem o MySQL são Linux, FreeBSD e Solaris, pelo que se pode verificar, contrapondo com os benchmarks, que estes melhoramentos não são assim tão significativos. Caso contrário a disparidade entre os resultados não seria tão grande, principalmente Linux vs FreeBSD.

    Podes confirmar o que disse em http://dev.mysql.com/doc/mysql/en/which-os.html

    Por exemplo, como alguém relembrou no deadly.org, correr o MySQL em SMP em OpenBSD não tem benefício prático para o MySQL por causa do sistema de threads do Open e do facto do SMP ser per-process e não per-thread.

    Isso já depende de como as threads são implementadas no sistema operativo. Em alguns casos podem nem ser implementadas, sendo emuladas por processos. Mas isso está, obviamente, relacionado com o sistema operativo, pelo que é um factor a ter em conta.

    Não obstante, os resultados são bastante interessantes, sendo um bom indicador para quem estiver a considerar qualquer uma das plataformas testadas para servidor MySQL. Por outro lado, não procuraria interpretar um teste de BD como um teste de SO, existem demasiadas variáveis a considerar que não foram tomadas em conta.

    Talvez não sejam assim tantos factores quanto isso.. afinal, estamos a falar de uma base de dados local que faz uso intensivo de threads, SMP e caching, tudo particularidades do sistema operativo (admitindo que se trata do mesmo hardware -- há quem não o faça, por exemplo os estudos Get the Facts da Microsoft, que usam diferente hardware ;-).

    Só mais uma nota: Pelo que percebi, o teste foi executado localmente (via file socket). Apesar de normalmente a utilização do MySQL em ambientes web menos críticos ser feita através de file socket, não é o caso típico em ambientes empresariais, onde o mais comum é o DB server processar queries via TCP. Teria sido interessante ver também os resultados para TCP.

    Concordo plenamente. Também gostaria de ver a stack TCP/IP testada.

    Paradoxo do ano: Microsoft Works!
    Dominus vobiscum
    Re:Formas de ler resultados (Pontos:0)
    por mrmv em 11-02-05 13:24 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    há quem não o faça, por exemplo os estudos Get the Facts da Microsoft, que usam diferente hardware ;-)

    Estás a falar de 1 (UM) estudo do Meta Group que comparava o Mainframe a correr Linux com servidores com Xeons a correr Windows 2003 e que nesse cenário demonstrava ser mais dispendioso e menos capaz do lado do Mainframe, e embora a conversa envolvesse Linux pareceu-me que o objectivo era muito mais o de picar a IBM... já que o que estavas a comparar eram as diferenças de capacidade e de custo entre as plataformas de hardware. A questão pode ser vista se quiseres como uma aparente ironia, um mainframe e Linux (gratuito) gera uma solução mais dispendiosa e menos poderosa que a solução Windows, o espirito era mais esse parece-me.

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Formas de ler resultados (Pontos:1, Despropositado)
    por 4Gr em 11-02-05 14:19 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/~ei02069/blog
    Não, o que eu estava a afirmar é que é IMPOSSÍVEL comparar qualquer aplicação que seja em diferentes plataformas, pois os resultados são sempre DEPENDENTES da plataforma.

    Ou seja, o que eu estava realmente a fazer era a ridicularizar o estudo da Meta Group/Microsoft. Claro que o senhor tinha logo de vir atrás em socorro da sua amada, mas pronto, quem feio ama, bonito lhe parece.

    Paradoxo do ano: Microsoft Works!
    Dominus vobiscum
    Re:Formas de ler resultados (Pontos:0)
    por mrmv em 11-02-05 15:30 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Impossível não é, vale pelo que vale, no final o que se pretende é obter determinado tipo de resultados, e numa situação destas estás a comparar soluções e não plataforma ou aplicação, tens um problema e queres obter determinado resultado isso podes fazer, e foi isso que este estudo pretendeu fazer.

    ...benchmarks prove that multiple Windows Web servers perform better than a Linux mainframe acting as a Web server consolidator...

    Portanto especifico como pode ver...

    Eu só falo quando o sr. fala, aparentemente tentando desviar a atenção das pessoas ou por má compreensão sua, e farei sempre que possível e seja a favor da Microsoft, IBM, SUN, Apple, etc. acontece é que o sr. só fala mal da MS.

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Formas de ler resultados (Pontos:2)
    por Drune em 12-02-05 1:09 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Tenho uma pergunta entao:

    "numa situação destas estás a comparar soluções e não plataforma ou aplicação" . Tens razão que não se está a comparar a plataforma em que corre, mas a solução não dependerá tambem (e nao só) da plataforma adoptada, nomeadamente no que se refere a custos?! Se sim, onde está a coerencia deste estudo neste aspecto?

    Estar a tentar comparar soluções de nivel empresarial, que envolvem alguns trocos, não me parece de algum modo credivél fazer uma COMPARAÇÃO em plataformas diferentes. Mudas de plataforma..sejam elas quais forem e quanto custam!
    ..may the source be with you =)
    Re:Formas de ler resultados (Pontos:2)
    por Drune em 12-02-05 1:12 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    Hmm erro!retirar o "Mudas de plataforma" da frase :)
    ..may the source be with you =)
    Re:Formas de ler resultados (Pontos:2)
    por raxx7 em 12-02-05 1:21 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Da perspectiva do cliente, normalmente o que interessa é uma comparação entre as soluções completas disponiveis no mercado.
    Testes elementares a componentes do sistema só servem para aquecer os neurónios.

    Re:Formas de ler resultados (Pontos:0)
    por mrmv em 12-02-05 2:10 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Estar a tentar comparar soluções de nivel empresarial, que envolvem alguns trocos, não me parece de algum modo credivél fazer uma COMPARAÇÃO em plataformas diferentes.

    Como disse anteriormente, vale pelo que vale, para mim será sempre credivel, se forem resultados, especificações, implementação, completamente publicados, e verificaveis...

    A comparação justifica-se se existir pelo menos uma pessoa (estou a exagerar ;o) ) que considere qualquer uma das soluções como válidas.

    As comparações procuram muitas vezes reflectir cenários procurados pelos clientes, são é genéricos e por isso não possuem muita da complexidade que muitos dos clientes têem, mas também não é por isso que deixa de ser menos válido e até interessante.

    Normalmente medir a escalabilidade da solução, número de utilizadores concorrentes, transacções por unidade de tempo, entre outros factores relevantes para a análise que se pretenda fazer é relativamente comum em plataformas diferentes, alguns exemplos SAP, Siebel, Peoplesoft, também soluções de backup por exemplo, messaging, whatever. São estes factores que levam o cliente a escolher uma em detrimento de outra, já que deixa de duvidar da capacidade da solução na plataforma e provavelmente escolhe pelo rácio custo/desempenho ser o mais favorável (obviamente não esquecendo aspectos como a suportabilidade entre outros).

    Enfim comparações são sempre boas, é preciso algum cuidado obviamente, a tentação da utilização do marketing é sempre grande, mas são um bom instrumento para verificar se os fabricantes são capazes de fazer cumprir o "sonho" que tentam vender ou se é apenas o marketing a funcionar ;o)

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Formas de ler resultados (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 12-02-05 12:55 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://www.dehumanizer.com/
    Estás a desconversar um bocado.

    Se escolheres a comparação *e* decidires quais dos resultados consideras e quais ignoras, obviamente tens sempre a "conclusão" que queres.

    Exemplo:

    - Windows num 486 é mais barato do que Linux numa mainframe!

    ("mas e a performance?", pergunta-se. "estamos a comparar apenas custos", respondes.)

    É assim que são os estudos que a MS pede. E o pior é que há engravatados que caiem neles.


    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"
    Re:Formas de ler resultados (Pontos:2)
    por raxx7 em 12-02-05 13:51 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    Se bem me lembro, o estudo da MS era mais completo que isso.
    The catch: substituir uma aplicação facilmente distribuivel por um mainframe é pura idiotice.

    Re:Formas de ler resultados (Pontos:0)
    por mrmv em 13-02-05 23:34 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Não o estudo neste caso em particular demonstrava maior performance também, logo não representava apenas custos inferiores como maior performance.

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Formas de ler resultados (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 12-02-05 1:40 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    pois. mas o reino unido discordou um bocado dessa teoria, segundo me lembro (ou foi a alemanha? sigh...)
    o problema n foi esse, foi a publicidade posterior a dizer q estava provado q o linux era mais caro. a intenção é muito bonita, mas as acções falam mais alto do q as palavras.
    -----
    Scientologia: o culto religioso mais poderoso e perigoso.
    Re:Formas de ler resultados (Pontos:1, Despropositado)
    por 4Gr em 13-02-05 0:03 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/~ei02069/blog
    Tu amas tanto a Microsoft que já deturpas tudo para que consigas justificar o que de podre sai de lá.

    O anúncio "Get the Facts" é específico e é dirigido ao Linux. É mais que explícita a comparação Windows vs Linux enquanto sistemas operativos e não enquanto soluções.

    Portanto, o facto de usarem hardware diferente não tem qualquer justificação ou plausibilidade para alguém com um QI > 20. Mas pronto, também dúvido que alguém, excepto os apaixonados, como tu, tenham dado crédito ao estudo.

    Paradoxo do ano: Microsoft Works!
    Dominus vobiscum

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]