gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Mercados e lojas de todo o Brasil utilizam Linux!
Contribuído por BladeRunner em 29-12-04 10:33
do departamento do-outro-lado-do-mar
Linux Anonimo Cobarde escreve "Acho que quem gosta de Linux vai gostar de saber, que vários mercados e lojas do Brasil estão vendendo seus compuatadores com o Sistema Operaciona Fenix, kernel 2.4.27 com base debian. Os mercados e lojas de todo o Brasil estão vendendo posso citar algumas: Mercados Carrefur, BIG, Muffato, Condor e outros. Lojas GAzin, Dudonny, Colombo e muitas outras estão vendendo seus computadores com este sistema. Posso dizer isto porque gosto de Linux e me informei a respeito o suporte deles é muito bom!! E o sistema é brasileiro. Tem um instalador de programas que faz tudo automático feito pelo pessoal da FeniX. O site é www.sistemafenix.com.br vale a pena dar uma olhada!!!! "

Debian Sarge perto de Stable | Real time Linux  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • Debian
  • Anonimo Cobarde
  • Mais acerca Linux
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Worten sempre... (Pontos:1)
    por Gothic em 29-12-04 13:17 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.ClusterCube.com
    Era bom que a worten entrasse para a frente com algo do género, disponibilizassem bons computadores com Linux a baixo preço, etc.. bem, toca a acordar, que o sonho já acabou :)

    Characteristic of life style...
    Calma (Pontos:3, Interessante)
    por CrLf em 29-12-04 15:47 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    É pena que estas iniciativas normalmente não sejam motivadas pelo Linux em si, mas sim para baixar os preços das máquinas sem ter de as vender sem sistema (curiosamente a HP vende PCs com FreeDOS na China). Depois os utilizadores podem instalar lá o Windows pirateado.

    Vou aqui fazer de advogado do diabo, mas deste ponto de vista é prejudicial para a imagem do Linux. O Linux ainda não está preparado para ser largado na casa do utilizador doméstico comum, e este vai acabar por se sentir frustrado, instalar o Windows e nunca mais querer olhar para o Linux.
    De valor seria vender máquinas com Firefox e Thunderbird, com o Trillan (que agora é gratuito e tem mais funcionalidades) em vez do Messenger e com OpenOffice em vez do Microsoft Office (este pode ser ainda incontornável, dada a tendência irritante de se mandar .doc e .xls daqui para ali, mas temos de começar por algum lado e o OO já é funcional o suficiente).
    Isto permitiria começar a curar as pessoas da dependência que existe em relação à Microsoft e dar algum incentivo extra às empresas que estão a pensar implementar Linux no desktop (onde existem pessoas que podem tratar da configuração e resolução de problemas dos utilizadores).

    Nesta coisa do Linux no desktop eu sou muito pragmático, ainda não está preparado e é preferível não atacar antes do tempo.

    --
    Carlos Rodrigues
    Re:Calma (Pontos:1)
    por BugMeNot.com em 29-12-04 16:13 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Trillian? ROTFL! Deves tar a brincar não? Essa treta perde mais mensagens num dia que os CTT num mês.
    Re:Calma (Pontos:1)
    por Gothic em 29-12-04 16:18 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.ClusterCube.com
    Então também temos de chamar o "gaim" para a conversa, pois também está sempre a dar erros que não entrega as mensagens e tem de se voltar a repetir, ou até entrega e dá erro na mesma, depende do lado para o qual o sol está..

    Characteristic of life style...
    Re:Calma (Pontos:1)
    por jolas em 29-12-04 17:37 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    meus amigos! o kopete do KDE é o caminho do senhor!
    Re:Calma (Pontos:1)
    por Gothic em 29-12-04 18:14 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://www.ClusterCube.com
    Com a quantidade de bugs que tinha uma versão que experimentei, nunca mais... o amsn é mt bom, apesar dos atrofios, mas além disso, já andam coisas melhores por aí... tipo.. www.qnext.com, com o tempo vão lá e são multiplataforma.

    Characteristic of life style...
    Re:Calma (Pontos:2)
    por JohnnyBigodes em 29-12-04 16:19 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Era verdade... mas com a versão 3, com uso relativamente intensivo, ainda só perdi uma mensagem. A 3.0 está bastante melhor, tanto que para já deixei de usar o Gaim.
    Re:Calma (Pontos:2)
    por CrLf em 29-12-04 16:41 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    Deve ser um PBCAK qualquer. Eu uso o Trillian há montes de tempo e nunca tive esses problemas. É certo que já se perderam algumas mensagens, mas nem mais nem menos que as que se perdem com o Gaim em Linux nem que aquelas que os meus amigos utilizadores de MSN Messenger dizem perder.

    Diz antes que a Microsoft é incapaz de manter o serviço a funcionar convenientemente, porque a perda de mensagens é resultado de problemas do lado do servidor (tal como os black-outs ocasionais, que deixam toda a gente de fora).

    --
    Carlos Rodrigues
    Re:Calma (Pontos:1)
    por BugMeNot.com em 29-12-04 17:22 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    A Microsoft? ROTFL! Mas quem falou em mensagens do MSN? Falo em QQ tipo de AIM. Basta ir ao forum da Celurean (acho que é assim que se escreve) e vês as queixas. No aMSN nunca perdi mensagens. No MSN idem aspas aspas. ICQ Lite tb não. mICQ tb não. Agora o trillian? Jiz. Nao recomendo a ninguém esta trampa.
    Re:Calma (Pontos:1)
    por jolas em 29-12-04 17:38 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    meus amigos! o kopete do KDE é o caminho do senhor! aleluiaaaaa
    Re:Calma (Pontos:2)
    por CrLf em 29-12-04 17:41 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    Ok, então ainda reforças mais as minhas afirmações. Eu uso o Trillian para ICQ e MSN (desde que uso MSN, porque nunca usei o cliente da Microsoft), e em ICQ nunca perdi uma mensagem. Em MSN, tal como te disse, nunca perdi mais mensagens que a malta que conheço e usa o cliente da Microsoft.

    Toma atenção se não estás a usar nenhum dos métodos de ligação HTTP, não sei até que ponto não são incomodados pelos proxies transparentes dos ISP (se usarem a porta 80 são de certeza), que fazem picadinho do browsing web, portanto devem fazer o mesmo com ligações dos IM.

    Mas outra coisa, por acaso não estás a falar da versão free (que existia antes do 3.0), pois não? É que isso era da idade da pedra e estava muito, mas muito longe do Trillian 2.0 (e alguma malta andava por aí a usar o Trillan 2.0 beta pirata).

    --
    Carlos Rodrigues
    Re:Calma (Pontos:2)
    por Tuaregue em 29-12-04 19:59 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    Olha que que eu no MSN já perdi bastantes, quase todas as semanas são mais 5 mensagens, mas são sempre da mesma pessoa. Mas como o CrLf diz já não é a primeira vez que o cliente de MSN se desliga e depois não se consegue ligar, durante alguns largos minutos. Já para não falar de ver os outros contactos a parecerem piscas, ora entram ora saem neste caso caem. Por isso....

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Re:Calma (Pontos:0, Despropositado)
    por jolas em 29-12-04 17:38 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    meus amigos! o kopete do KDE é o caminho do senhorrrrrrrrrrrrrrrr!
    Re:Calma (Pontos:2)
    por bêbado em 29-12-04 16:28 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Eu também sou muito pragmático:
    Prefiro um PC com o Linux instalado do que com o Windows.

    Para quem nunca viu um computador à frente, a primeira experiência com Windows ou com Linux é muito semelhante (existem estudos sobre isto que agora não tenho tempo para procurar).

    Quem está habituado ao Windows e não quer mudar compra um computador com Windows. Quem quer mudar procura alternativas.

    "(...) é preferível não atacar antes do tempo."

    Só sabemos quando é o 'tempo certo' para fazer as coisas depois desse tempo ter passado ;-)

    ~~~ O vinho é q'induca e o fado é q'instrói ~~~
    Re:Calma (Pontos:2)
    por CrLf em 29-12-04 17:15 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    Para quem nunca viu um computador à frente, a primeira experiência com Windows ou com Linux é muito semelhante (existem estudos sobre isto que agora não tenho tempo para procurar).

    É verdade, mas a configuração é mais complicada, e os problemas são mais frequentes. Daí eu ter feito a distinção com o desktop nas empresas, que resolvem ambos os problemas com pessoal dedicado à manutenção e um padrão de utilização menos variado (apesar de que o Linux ainda tem algum caminho a percorrer neste segmento, ainda não está ao nível do Windows).

    Só sabemos quando é o 'tempo certo' para fazer as coisas depois desse tempo ter passado ;-)

    Sim e não, pois há uma coisa chamada "intuição" que nos diz se estamos preparados ou não.

    Isto não é uma questão de defender ou não o Linux no desktop, é uma questão de reconhecer que existem problemas que impedem o Linux de ser uma alternativa, pois só assim se pode trabalhar para os resolver. Enterrar a cabeça na areia e fingir que já está perfeito é o caminho certo para nunca resolver nada e acabar numa inevitável derrota.

    Eu costumo dizer que os utilizadores encaram os computadores como encaram uma torradeira - só querem carregar no botão e saltarem torradas - sem nenhuma espécie de vontade de aprender o que quer que seja. Isto é péssimo, um computador é uma máquina complexa e os utilizadores deviam pelo menos esforçar-se por aprender alguma coisa enquanto o utilizam. Mas há limites para o que lhes podemos pedir, e o Linux ainda está para além desses limites. Precisamos de os reconhecer e trabalhar para os eliminar, plain and simple.

    Uma coisa é pedir aos utilizadores para aprender a configurar um cliente de email ou instalar um antivirus (vocês não imaginam as coisas simples que algumas pessoas se recusam a aprender a fazer), outra coisa é obrigá-las a descobrir como configurar uma placa wireless manualmente, ou como conseguir ver vídeos e DVDs ("o que raio é esta coisa da libdvdcss?!"), e como conseguir ter um cliente de IM decente (desculpem mas não há nenhum, todos são uma bela de uma merda - o GAIM ainda é apenas "passável").

    Eu próprio, sendo um utilizador quase exclusivo de Linux (neste momento estou em Windows, shoot me) muitas vezes dou comigo a pensar "se eu não gostasse tanto desta merda já tinha desistido".

    E repetindo-me mais uma vez, há aqui um fosso do caraças entre a qualidade do Linux no servidor e a qualidade do Linux no desktop. Eu só queria que fossem iguais (com a qualidade no desktop a subir e não a do servidor a descer, valha-nos Deus).

    Tal como eu dizia, entretanto podemos ir recomendando este ou aquele software, e se isso não chegar, recomendar Macs ao pessoal com dinheiro para os comprar ;)

    Já agora, mais dois toques:

    Configurar coisas com ficheiros de texto é excelente no lado do servidor, pois temos um controlo e um conhecimento das configurações acrescido, que nos permite ter serviços mais robustos e uma capacidade de diagnóstico rápido para além da que se consegue no Windows, por exemplo (transparência vs. opacidade). Mas no desktop isto é inaceitável, especialmente quando a maioria das vezes que somos obrigados a recorrer aos dotfiles das aplicações gráficas é para fazer workarounds para bugs idiotas...

    Como eu já disse aqui, mantemos no Dep. de Química da FCT/UNL uma sala com Linux que tem funcionado bem, e além dos utilizadores esporádicos, tem alguns utilizadores regulares que a usam para navegar na web, ler o mail, e jogar "Enemy Territory" (quando não está a ser usada para trabalhos ou aulas, claro). Não temos tido mais relatos de problemas do que os que temos em relação às salas com Windows, portanto all is good. Mas isto porque somos nós a tratar das configurações.

    --
    Carlos Rodrigues
    Re:Calma (Pontos:2)
    por bêbado em 29-12-04 17:53 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    Eu até podia estar de acordo contigo no ponto em que o Linux ainda não está preparado para os desktops das massas. Podia estar, mas não estou.

    Não nego que existam algumas aplicações essenciais para o utilizador 'doméstico' que precisam de ser melhoradas (assim de repente lembro-me do CUPS). Não nego que exista uma porrada de hardware que nem à chapada funciona no Linux.

    Mas, provavelmente, o que quererias dizer e não disseste é que existe software proprietário (jogos, por exemplo, mas não só) que só funciona em windows. E que o utilizador 'caseiro' não abdicará deles enquanto não existirem alternativas para Linux, proprietárias ou não.

    Mas em termos de desktop o Linux hoje é perfeitamente viável e, digo mais, desejável.

    ~~~ O vinho é q'induca e o fado é q'instrói ~~~
    Re:Calma (Pontos:2)
    por CrLf em 29-12-04 18:23 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    assim de repente lembro-me do CUPS

    Mau exemplo, o MacOS X usa o CUPS e aparentemente ninguém se queixa.

    --
    Carlos Rodrigues
    Re:Calma (Pontos:2)
    por blacksheep em 30-12-04 14:26 GMT (#55)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Realmente, não percebo porque é que o bêbado referiu o Cups como necessitando de ser melhorado.
    De facto, uso o Linux já há alguns anos e lembro-me da maravilha que foi quando transitei do sistema de impressão anterior (julgo que o lpd) para o cups. O meu portátil reconheceu logo a impressora no meu computador. Impecável.
    As ferramentas de configuração de impressora também são bastante boas. Embora, opções como "imprimir 2 ou 4 páginas numa folha", "imprimir a partir da última" e "imprimir com menos qualidade (para rascunho)" não estejam listadas em todos os configuradores e devessem, na minha opinião, pois embora não essenciais, são muito úteis.
    Re:Calma (Pontos:2)
    por [Cliff] em 29-12-04 19:08 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Mas em termos de desktop o Linux hoje é perfeitamente viável e, digo mais, desejável.
    Acho que concordo contigo. Excerto de uma conversa com o meu irmão de 14 anos, no dia 24 do corrente:
    (Lá em casa tem um SuSE 9.1 instalado) - Eh puto, estava para trazer o livro sobre iniciação ao Linux e esqueci-me (Linux - Curso Completo).
    - Ah deixa estar, isto aqui é mais fácil que o Windows...

    Recebi logo ali a minha prenda de Natal :)

    Talvez seja um puto diferente dos outros (bom, aos 4 anos já ligava o computador e corria os jogos sozinho... relembro que nessa altura era mais o DOS), mas fiquei bastante espantado com a opinião dele porque o SuSE não tem o mesmo tempo de vida que teve o Windows lá por aquelas bandas.

    Se eu fosse àqueles que dizem que as coisas são super complicadas, bloated, etc, pegava em mim, fazia o download do ISO do Ubuntu e dava uma volta naquilo. Vai desde a simplicidade da instalação à naturalidade com que os menus do Gnome foram dispostos.
    Gosto do facto de os drivers da nvidia já virem embutidos, mas não gostei do XFree não se configurar automagicamente para usar este driver.
    Acho benéfica a selecção de software que vem no único CD da instalação e, já agora, a instalação vir só num CD :)
    A única coisa que reparei que faz falta numa instalação é o suporte para MP3 e os codecs de video, mas não é definitivamente por aí que a vaca morre.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Calma (Pontos:1)
    por Sun_Tze em 29-12-04 19:41 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Bom... sendo eu um XP user (lá vou eu ser enforcado!), da primeira vez que corri o SuSe, achei-o até facil de manobrar. Mas bom... eu devo ser o unico no meu curso de comunicação que consegue correr qualquer programa via DOS. Mas de qualquer forma, já que nos próximos dias vai chegar cá a casa um velhinho Compaq que só irá ser usado pra facturação no Windows, lá vou eu divertir-me a instalar o Linux e ensinar o pessoal cá de casa a trabalhar neles.
    Re:Calma (Pontos:2)
    por 4Gr em 30-12-04 0:14 GMT (#31)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Engraçado..

    Aqui em casa a minha irmã de 15 anos também corre SuSE 9.0 e diz que acha mais bonito que "o Windows lá da escola", que para os mais desconfiados, é o XP.

    Ela usa o OpenOffice.org para os trabalhos, aMSN e o Mozilla Firefox.

    E o mais engraçado, foi esta deixa dela "os meus amigos estão sempre a ficar sem computador por causa de vírus... e eu não!".

    Fiquei boqueaberto quando ouvi :-)

    Paradoxo do ano: Microsoft Works!
    Dominus vobiscum
    Re:Calma (Pontos:2)
    por [Cliff] em 29-12-04 19:17 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Já agora, só para reforçar a ideia, enquanto não se fizer o push do Linux no desktop não se vai descobrir de que forma melhor se pode servir o utilizador.
    A continuar assim, daqui por 5 anos ainda se estão a mandar bitaques sobre aquilo que o utilizador quer.

    Ainda mais, nenhum sistema operativo é verdadeiramente intuitivo, ninguém pega num SO que nunca tenha mexido e veja aquilo como natural, independentemente da experiência que tem. Toda e qualquer experiência de utilização é imposta ao utilizador e a descoberta faz parte do processo, por exemplo, só ontem é que descobri:
    1. que se carregar no Shift enquanto arrasto uma janela no Gnome, a janela faz o snap contra as borders do desktop ou de outras janelas e é algo que costumo fazer porque gosto de ter várias janelas em foreground, raramente usando uma janela maximizada;
    2. como me livrar dos pesky dialogs do GIMP e meter tudo numa floating dialog que está sempre "on top". Depois de ter percebido isto, compreendo porque é que o MDI não faz falta ao GIMP.
    É importante não esquecer os factores imposição e descoberta, porque parece que ninguém se lembra como foi a 1a experiência ambiente gráfico de um SO.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Calma (Pontos:2)
    por CrLf em 29-12-04 20:25 GMT (#24)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    O problema do Linux no desktop não é só a facilidade, mas também a falta de integração e polimento. É preciso ter interfaces limpas, polidas e de aspecto profissional e, acima de tudo, que funcionem bem.

    Muito software com GUI para Linux demonstra claramente uma falta de sensibilidade para a construção de interfaces, que deixam o utilizador com uma sensação de amadorismo e falta de qualidade, mesmo que por baixo esteja uma programação impecável.

    Por exemplo, uma coisa destas até mete medo.

    --
    Carlos Rodrigues
    Re:Calma (Pontos:2)
    por [Cliff] em 29-12-04 22:00 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Mas já usaste o graveman? O nome é horrendo mas é milhentas vezes mais fácil de usar que o K3B ou o Nero se é que isso interessa.
    É um interface simples e executa simplesmente a tarefa a que se propõe. Muito me espanta é que seja preterido em favor do K3b...

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Calma (Pontos:2)
    por CrLf em 29-12-04 22:12 GMT (#27)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    Nunca usei, mas estava a falar da interface. Aquilo é horrendamente feio e qualquer tipo que olhe para aquilo vai pensar que esta malta do Linux são todos uns sapateiros.

    --
    Carlos Rodrigues
    Re:Calma (Pontos:2)
    por [Cliff] em 29-12-04 23:43 GMT (#29)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    hmmmm parece-me que te estás a queixar é do theme e não da simplicidade da interface em si :)

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Calma (Pontos:2)
    por Init em 30-12-04 0:42 GMT (#35)
    (Utilizador Info)

    Também acho!

    Horrivél é o menu do window$ xispê e aqueles wizards dos quais tenho que ler aquilo umas poucas de vezes até entender o que lá está escrito.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Calma (Pontos:2)
    por CrLf em 30-12-04 1:32 GMT (#38)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    O menu "novo" do Windows XP é realmente mau, e muitos wizards também o são (aliás, os wizards são usados em todo o lado, erradamente muitas vezes). Mas têm normalmente bom aspecto e nota-se que foram feitos com cuidado (mesmo o menu do XP).

    Mas não estamos aqui a falar de usabilidade, mas de elegância visual (em termos de usabilidade o desktop Linux não está assim tão mal, mas apenas porque o lado proprietário também não chega lá em muitos casos).

    --
    Carlos Rodrigues
    Re:Calma (Pontos:2)
    por Init em 30-12-04 12:16 GMT (#48)
    (Utilizador Info)

    Mas têm normalmente bom aspecto

    Isso é uma questão de gosto. Eu cá acho que tirando o wallpaper que vem por omissão e merece lá a vaquinha da Milka todo o xispê é muito feio.

    Em termos de elegância visual, já tenho visto utilizadores fanáticos de xispê, dizer que o GNOME é mais bonito. É tudo uma questão de utilizar o theme correcto e utilizar aplicações que sigam por exemplos os standards e guidelines do projecto GNOME.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Calma (Pontos:2)
    por CrLf em 30-12-04 1:28 GMT (#37)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    Não, com outro theme podia ficar melhorzito, mas não melhoraria os widgets encavalitados e as imagens e texto dos botões desalinhados. A interface daquilo é desiquilibrada e mostra desleixo. É nos pequenos pormenores que está o profissionalismo, e em muito GUI opensource falta a atenção aos detalhes que faz a diferença entre algo com aspecto profissional ou com ar de vão-de-escada.

    Do lado do software proprietário, esta atenção ao detalhe (que está ausente em algum software também, mas não no da Microsoft) é imposta. No modelo opensource, cada um faz o que quer, mas tem de deixar de ser assim.
    Actualmente são as distribuições que tentam fazer esses ajustes, mas só o fazem até certo ponto. Entretanto estão a polir o cagalhão com themes ícones foleiros. Mas se tudo correr bem, eventualmente aparecerão empresas com interesses económicos nesta área que investirão nos GUIs opensource.

    Já parece que estou aqui a defender o software proprietário ou a Microsoft, mas não estou. Estou simplesmente farto de aturar GUIs de segunda linha e acho que já está na altura de se começar a dar-lhes a mesma importância e atenção ao detalhe, quanto se dá ao ao motor da aplicação.

    Já alguma vez se interrogaram porque é que há rewrites constantes numa data de projectos opensource, mas esses rewrites nunca afectam o GUI?

    --
    Carlos Rodrigues
    Re:Calma (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 30-12-04 19:28 GMT (#57)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    n, tens razão.
    no entanto, em windows tens o quicktime, o media player, etc etc, q são abortos de design. aliás, graças à MS temos a opção Sair no menu Ficheiro...
    n basta pegar numa app e generalizar, é preciso ver a média das aplicações que se usa, e aí a diferença não é muita. ou se calhar já só uso aplicações OSS (KIDDING).
    a sério, também há cada app para windows q um gajo até fica vesgo. por exemplo, o Tag&Rename, excelente editor de tags, mas uma pessoa olha para ali e demora a perceber o q deve fazer. e há coisas muito pouco intuitivas.
    -----
    You can't take the sky from me...
    Re:Calma (Pontos:2)
    por Init em 30-12-04 0:38 GMT (#34)
    (Utilizador Info)

    Eu lembro-me perfeitamente que demorei anos a habituar-me a utilizar um ambiente gráfico (window$ 3.1), so por volta de 1995 é que aceitei começei a utilizar raramente a linha de comandos para utilizar a interface do 3.1 na maior parte do tempo (só instalei o window$ 95 bem mais tarde). O que me fazia mais confusão era mesmo o rato, para que uma coisa com nome de bixo quando tinha um teclado que me permitia fazer tudo o que queria?


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Calma (Pontos:2)
    por Tuaregue em 29-12-04 20:08 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    "(...)e se isso não chegar, recomendar Macs ao pessoal com dinheiro para os comprar ;)(...)"

    Andei pelo ebay.co.uk a ver preço de iMac, iBook, e encontra-se lá verdadeiras pechinchas. OK, já sei que é usado. Já agora no ThinkSecret têm lá um artigo que possivelmente a Apple vai lançar o iMac por $500, sem monitor e de muito baixa gama, mas já é melhor do que nada. Isto já me começa a agradar, Mac's a preços ultra baixos.

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Re:Calma (Pontos:2)
    por Init em 30-12-04 0:29 GMT (#33)
    (Utilizador Info)

    É verdade, mas a configuração é mais complicada,

    Não usas Gnome pois não? Nem usas Debian ou uma das distribuições baseadas em Debian como por exemplo Ubuntu. É que simplesmente a configuração não é complicada e tenho muito menos coisas para configurar que em window$.

    e os problemas são mais frequentes.

    Muito pelo contrário. Não me lembro do ultimo problema que tive com Debian Unstable e com outras distribuições estáveis, simplesmente não tive problemas.

    Enterrar a cabeça na areia e fingir que já está perfeito

    Daqui a nada tás a dizer que o window$ está perfeito...
    Algumas das distribuições de GNU/Linux estão o suficientemente boas para o utilizador vulgar.

    Mas há limites para o que lhes podemos pedir, e o Linux ainda está para além desses limites.

    Não é esse o feed-back que tenho de utilizadores vulgares que mudam sem sequer pedirem ajuda.

    Mas no desktop isto é inaceitável, especialmente quando a maioria das vezes que somos obrigados a recorrer aos dotfiles das aplicações gráficas é para fazer workarounds para bugs idiotas...

    Caramba que raio fazem vocês? Eu nunca tenho que fazer nada disso.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Calma (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 30-12-04 4:05 GMT (#44)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    eu tenho um portátil, no qual tenho q instalar um patch para o acpi, desabilitar o apic, instalar o ipw2200, ver o xsupplicant a dizer q a placa n é de rede, andar a lutar com o suspend/hibernate...
    verdade seja dita, perdi um bocado a paciencia. sim, a culpa é dos fabricantes de hardware... maldita ATI tb, só devo conseguir ver o cairo lá para 2007...

    vendendo os pcs já c tudo instalado, nada disto é um problema, no entanto.
    -----
    You can't take the sky from me...
    Re:Calma (Pontos:0)
    por mrmv em 30-12-04 10:16 GMT (#47)
    (Utilizador Info)
    lololol

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Calma (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 30-12-04 19:17 GMT (#56)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    XIU!
    -----
    You can't take the sky from me...
    Re:Calma (Pontos:2)
    por Cyclops em 30-12-04 12:49 GMT (#51)
    (Utilizador Info)
    mas a configuração é mais complicada
    Configuração do quê? Cada vez mais coisas têm autoconfiguração que nem o Windows é capaz de fazer sozinho.

    Se não fores mais explícitio do que te referes é complicado concordar ou discordar...

    e os problemas são mais frequentes
    BSOD? DLL Hell? Reinstalações periódicas porque o sistema está instável?

    existem problemas que impedem o Linux de ser uma alternativa,
    Eu acho que existem problemas que impedem o Windows de ser uma alternativa se considerares apenas o mercado legítimo e não a candonga! Tens de instalar software para fazer quase seja o que for (uma distribuição moderna de GNU/Linux normalmente instala material para fazer MUITA coisa), vírus, spyware, etc... etc... etc...

    Uma coisa é pedir aos utilizadores para aprender a configurar um cliente de email ou instalar um antivirus (vocês não imaginam as coisas simples que algumas pessoas se recusam a aprender a fazer), outra coisa é obrigá-las a descobrir como configurar uma placa wireless manualmente, ou como conseguir ver vídeos e DVDs ("o que raio é esta coisa da libdvdcss?!"), e como conseguir ter um cliente de IM decente (desculpem mas não há nenhum, todos são uma bela de uma merda - o GAIM ainda é apenas "passável").
    Curiosamente, todos estes problemas que estás a descrever advêm das pessoas não terem consciência da importância da liberdade.

    Quantas mais pessoas forem sensibilizadas para a falta de liberdade que têm no mundo digital, maior vai ser a exigência de hardware e protocolos com especificações públicas, que levarão à resolução destes problemas.

    Argumentar que a liberdade é uma coisa que só os extermistas pregam (tou?) ou denegri-la tentando apenas apreciar o lado técnico, leva a estes resultados lindos: reclama-se de problemas que têm o mesmo mal de raíz, como se a culpa fosse do Software Livre em causa, mas da falta de consciência cívico-digital na comunidade.
    Re:Calma (Pontos:2)
    por CrLf em 31-12-04 1:40 GMT (#58)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    Eu também partilho dessa ideia da liberdade do software e tal, mas não esqueço outra coisa muito importante:

    Ter liberdade para usar software de rapa-o-tacho não é liberdade. O software livre tem de se impor como alternativa de qualidade no desktop e não apenas como mais barato ou livre.
    Muitos utilizadores preferem viver numa prisão à grande do que livres na rua a comer dos caixotes do lixo.

    A ideologia tem de andar de mãos dadas com a qualidade, senão perde toda a credibilidade e não serve propósito nenhum.

    As pessoas querem pão e circo, não querem saber se o software é livre ou não. Nós técnicos é que temos de preferir as opções livres, e fazer para que tenham qualidade (contribuindo com código ou bug reports, ou mockups de GUIs, o que seja).

    E é essa qualidade que está a fazer avançar o software livre/opensource no lado do servidor, não o facto de ser livre.

    --
    Carlos Rodrigues
    Re:Calma (Pontos:2)
    por Init em 31-12-04 13:45 GMT (#59)
    (Utilizador Info)

    Liberdade não é liberdade? Explica lá essa...

    Quem prefere viver preso é porque nunca esteve preso. Vê lá se preferes também voltar ao antigo regime do que ter o perigo de o presidente dissolver a Assembleia da República.

    Sem liberdade não se pode aproveitar a qualidade.

    Não falem pelos outros, falem apenas por vocês próprios, se preferes apenas pão e circo tudo bem, tens o direito de preferir isso, não és é ninguém para falar pelos outros.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Calma (Pontos:2)
    por Gamito em 29-12-04 17:30 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://gamito.startux.org
    " É pena que estas iniciativas normalmente não sejam motivadas pelo Linux em si, mas sim para baixar os preços das máquinas sem ter de as vender sem sistema (curiosamente a HP vende PCs com FreeDOS na China). Depois os utilizadores podem instalar lá o Windows pirateado."

    Tens toda a razão.
    É exactamente por esse motivo que acho o mobile Firefox e Thunderbird muito muito mais importantes para Windows do que para Linux.

    A verem-nos a correr na minha pen USB, e sem nenhuma evangelização, já 2 ou 3 pessoas mudaram para estes dois.

    Mário Gamito
    gamito.startux.org
    Re:Calma (Pontos:2)
    por monge em 29-12-04 21:36 GMT (#25)
    (Utilizador Info) http://go.to/monk
    Yep. Também concordo. Lançar o Linux agora para as massas, era arranjar maneira de ele nunca ter hipóteses no campo do desktop no futuro. A transição tem de ser mesmo suave, para não afastar ninguém. E aí o caminho é mesmo pelas aplicações open-source multi-plataforma.
    Mas felizmente a tendência parece ser essa. Cada vez se vêm mais aplicações que adoramos em Linux com o porte para Windows, o que é muito fixe, porque não ficamos tão presos ao SO, mas sim às aplicações que usamos :)


    It doesn't matter who made it... It matters who got the idea (monk)
    Re:Calma (Pontos:2)
    por Gamito em 29-12-04 23:38 GMT (#28)
    (Utilizador Info) http://gamito.startux.org
    Postgres 8... Grrr... shame on them.

    Mário Gamito
    gamito.startux.org
    Re:Calma (Pontos:2)
    por monge em 29-12-04 23:56 GMT (#30)
    (Utilizador Info) http://go.to/monk
    Tou mais na onda do MySQL.
    Postgres nunca provei.
    Mas, já agora, qual é o problema da versão win32 do postgres?

    It doesn't matter who made it... It matters who got the idea (monk)
    Re:Calma (Pontos:2)
    por raxx7 em 30-12-04 2:32 GMT (#43)
    (Utilizador Info)
    O PostgreSQL 7 só funciona em Windows sob Cygwin, com efeitos negativos na performance e funcionalidade. O 8 vai ter suporte nativo para Win32.

    Re:Calma (Pontos:2)
    por Gamito em 30-12-04 9:08 GMT (#45)
    (Utilizador Info) http://gamito.startux.org
    As versões beta e RC já estão disponíveis para quem tiver pressa em experimentar.

    Mário Gamito
    gamito.startux.org
    Re:Calma (Pontos:2)
    por CrLf em 30-12-04 1:43 GMT (#39)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    lol

    Mas o caso do PostgreSQL é completamente diferente. Estamos a falar de uma área em que o Linux está nas suas 7 quintas...

    O port nativo do PostgreSQL para Windows é uma faca de dois gumes:
    • Quem quiser construir uma base de dados pgsql não vai sentir grande incentivo para migrar de Windows para Linux/Unix;
    • Vai permitir a muita gente sentir o sabor de um excelente RDBMS opensource sem sair do seu sistema actual.
    Sinceramente não sei se será benéfico ou prejudicial, mas sei que uma vez apanhados pela aplicação, o SO pode ser alterado sem provocar ataques cardíacos. Nestas coisas acho que temos de confiar na sorte e não confiar em "killer apps" (que hoje em dia já não existem).

    --
    Carlos Rodrigues
    Re:Calma (Pontos:2)
    por Init em 30-12-04 0:44 GMT (#36)
    (Utilizador Info)

    Ficar preso, nunca é fixe, com Software Livre não fico preso.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Calma (Pontos:2)
    por CrLf em 30-12-04 1:47 GMT (#40)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    Podes ficar sim, se não tiveres cabeça fria para criticar o que deve ser criticado e aceitares o que te dão só porque é livre.

    PS: Ena, hoje aliei-me mesmo ao demónio.

    --
    Carlos Rodrigues
    comentário ao p.s (Pontos:1)
    por being em 30-12-04 2:02 GMT (#41)
    (Utilizador Info)
    Nop, simplesmente já não és fundamentalista. :)

    Comecei uma dieta, cortei a bebida e comidas pesadas e, em catorze dias, perdi duas semanas. - Joe E. Lewis

    Re:comentário ao p.s (Pontos:2)
    por CrLf em 30-12-04 2:11 GMT (#42)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    :) Quem disse que eu alguma vez fui fundamentalista?

    Eu defendo a minha "dama" quando tenho razões para isso, e quando acho que esse é o melhor caminho a tomar. Mas nesta área do desktop, eu acho que o melhor caminho é deitar água em cima de umas quantas cabeças quentes (no bom sentido) que querem empurrar um "produto" que ainda não está acabado.
    Eu quero ver o Linux a ter sucesso em todo o lado onde for possível, mas não quero que domine o mundo à força. Quando estiver pronto para avançar para o desktop, fá-lo-á sem reservas e com a mesma "moral" (base firme) com que avança para o servidor ou para os dispositivos embebidos.

    E tudo se resume a isto: base firme. O pior pesadelo do Linux no desktop é que lhe descubram a careca, e ela ainda está lá, e é óbvia.

    --
    Carlos Rodrigues
    Re:comentário ao p.s (Pontos:2)
    por Init em 30-12-04 12:21 GMT (#49)
    (Utilizador Info)

    Então explica lá como é que prendes alguém com Software Livre.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:comentário ao p.s (Pontos:2)
    por monge em 30-12-04 13:49 GMT (#53)
    (Utilizador Info) http://go.to/monk
    > Então explica lá como é que prendes alguém com Software Livre.

    Com uma qualidade superior do produto em relação aos seus concorrentes...

    It doesn't matter who made it... It matters who got the idea (monk)
    Re:comentário ao p.s (Pontos:2)
    por Init em 30-12-04 14:10 GMT (#54)
    (Utilizador Info)

    Isso não prende ninguém... Até podes estudar o código para veres o que o faz melhor...


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Calma (Pontos:2)
    por monge em 30-12-04 10:10 GMT (#46)
    (Utilizador Info) http://go.to/monk
    Acho que não entendeste bem o que eu disse.
    Vou-te dar um exemplo. Sou fã dos Final Fantasies. Achei estúpido ter de comprar uma PS2, só para poder jogar o FFX. Mesmo assim, tive de o fazer :P
    Entendes? Não há problema sermos fãs de um produto. O problema está quando algo que está debaixo do produto te impede de o usar ;)
    Ok?

    It doesn't matter who made it... It matters who got the idea (monk)
    Re:Calma (Pontos:2)
    por Init em 30-12-04 12:24 GMT (#50)
    (Utilizador Info)

    Há sim. Porque se o produto grava dados em formatos não standard, se queres mudar de software, passas a ter problema em aceder a esses dados, se o software serve para controlar determinada tarefa por exemplo relacionada com equipamentos industriais, se queres mudar de produtos, não tens forma de controlar esses equipamentos industriais se o fabricante não te der essa informação, etc...


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Calma (Pontos:2)
    por monge em 30-12-04 13:44 GMT (#52)
    (Utilizador Info) http://go.to/monk
    Uh?
    Continuas a não entender...
    Até porque deste um exemplo do que eu tava a dizer, ou seja, ficares preso por algo que está numa camada abaixo.
    O software não devia ter dependências do que está por baixo, ponto final.
    Percebeste mal o que eu disse e não me sei explicar melhor. Não disse que é bom ficares preso ao software. Disse que deve ser possível usares qualquer software que seja, independentemente do que está por baixo.
    Se ainda nao entendeste, diz-me o que ainda não percebeste ;)

    It doesn't matter who made it... It matters who got the idea (monk)
    Re:Calma (Pontos:2)
    por Init em 30-12-04 0:15 GMT (#32)
    (Utilizador Info)

    Eu cá acho que está preparado. A maior parte dos utilizadores tem requesitos muito baixos quanto ao software e existe software para GNU/Linux, licenciado como Software Livre para satisfazer essas necessidades e mesmo outras superiores.

    A maior parte das aplicações que mencionaste até existem para GNU/Linux, e são das aplicações que o utilizador vulgar utiliza mais frequentemente. Portanto se servem em window$, também servem em GNU/Linux.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    É tudo uma questão de preço (Pontos:3, Interessante)
    por Ancestor em 29-12-04 17:35 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Por cá consegue-se comprar um pouco por todo o lado computadores baratos (hardware da treta) sem sistema operativo, e proporcionalmente mais baratos. Até em fornecedores com ligações amorosas com a MS é possível adquirir máquinas sem a pré-instalação (ocorre-me um portátil que veio sem windows, mas trazia como brinde um guia passo-a-passo do windows). Por outro lado, não me parece que os motivos que levam a este tipo de estratégias sejam os mais eloquentes. A distribuição do linux pré-instalado prende-se essencialmente com uma questão de custo. Não é por ser melhor, mais estável ou ser menos vulneravel a viroses e spyware. É por ser mais barato. As pessoas não o vão usar por ser melhor. Vão usá-lo (ou tentar) por ser mais barato. A questão é se a diferença de preço para o utilizador final compensa a adaptação deste, isso só o tempo o dirá.
    Convém também não esquecer que, tal como o windows, as máquinas precisam de updates mais ou menos frequentes. Com os melhoramentos abismais na usabilidade dos windowmanagers, vêm também os utilizadores menos experientes, e aqueles que por ignorância, ou por preguiça (ou porque não estão para instalar 700 updates) farão apenas actualizações pontuais. E se no windows o clima de preocupação é mais ou menos constante, a confiança obtida com a utilização do linux não ajudará em nada. Será interessante observar se, o linux ganhando penetração no mercado de home user, existe um aumento proporcional de máquinas linux utilizadas para ataques.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]