gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Google sobe a parada intelectual
Contribuído por BladeRunner em 14-12-04 21:03
do departamento google-on
News Depois do Scholar Google, eis que a Google, Inc. volta a atacar no segmento mais letrado do planeta.
De acordo com esta notícia da BBC, o Google vai digitalizar as Bibliotecas completas das Universidades de Harvard, Michigan, Stanford, Oxford e a New York Public Library.
Só os 7 milhões de volumes de Michigan vão demorar 6 anos a digitalizar.
Este serviço não terá publicidade e cada Biblioteca tem as suas condições, que poderão ler na notícia.
Até onde vai o Google ?
Ao GoOS ?
Parece-me que a Microsoft tem mais do que se preocupar do que com o software livre.

Especialização versus Generalização | Novos TLD a marinar  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Scholar Google
  • esta notícia da BBC
  • Ao GoOS ?
  • Mais acerca News
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Que vá até onde quiser! (Pontos:2)
    por Mindstorm em 14-12-04 21:26 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.mndnet.org/
    Quanto mais longe melhor. Eu pelo menos nutro uma certa admiração pela google inc. e pelo que conseguiram fazer ao longo destes anos, e penso que pelo menos a curto prazo tudo o que fizerem só trará evolução ao mercado, e novas facilidades aos utilizadores.

    Mas quem sabe, talvez um dia o que agora parece bom se vá revelar parte de um plano de world domination :P

    Mindstorm
    Re:Que vá até onde quiser! (Pontos:1)
    por nifan em 14-12-04 21:51 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Eu até agora tenho usado bastante os serviços do google (menos o desktop search...), e gosto bastante da qualidade, só espero que não se percam ;).
    Quanto ao world domination, quem sabe...

    "Microsoft gives you Windows, Linux gives you the whole house"
    Re:Que vá até onde quiser! (Pontos:2)
    por Psiwar em 15-12-04 9:25 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Não é que o Google tenha planos de world domination... mas é muito natural que pessoas/grupos interessadas em poder acabem por tentar entrar e controlar o barco.
    Já agora, outra novidade do google (Pontos:3, Informativo)
    por BugMeNot.com em 15-12-04 1:42 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Já agora, outra novidade do google, é o Google Suggest, que, como o nome indica, fornece sugestões à procura que pretendemos fazer, enquanto a escrevemos. Um pouco na linha das sugestões que o google já fazia, mas agora "on the fly".
    Re:Já agora, outra novidade do google (Pontos:2)
    por Mindstorm em 15-12-04 8:05 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.mndnet.org/
    Esse é mesmo excepcional, a melhor ideia que tiveram desde o gmail

    Mindstorm
    Re:Já agora, outra novidade do google (Pontos:2)
    por gass em 15-12-04 11:00 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.otiliamatos.ath.cx/~gass
    É exactamente uma ferramenta excepcional ... tendo em conta que no lado direito aparecem os total dos resultados.

    Nem imagino o tamanho de db's e informação gerida pela google.inc ... no fundo eles devem ter um arquivo de toda a www ou pelo menos uns 60 a 70%, não?
    Cumps-
    Gass
    Re:Já agora, outra novidade do google (Pontos:2)
    por [Cliff] em 15-12-04 12:27 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    lembro-me de ler algures uma afirmação (não confirmada nem desmentida) de que o google usava +100k servidores. Quantos TB achas que se conseguem encaixar ali? :)

    O que é certo, é que a simplicidade e a velocidade do Google, até agora, são imbatíveis... só queria ver os algoritmos deles, mesmo que não percebesse nada eheheheh

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Já agora, outra novidade do google (Pontos:1)
    por nifan em 15-12-04 13:13 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Essa informação está no link dado no artigo para o http://blog.topix.net/archives/000016.html (GoOS).
    Quantos aos algoritmos, pelo que nesse blog se fala, não são optimizados por ai além.

    "Microsoft gives you Windows, Linux gives you the whole house"
    Re:Já agora, outra novidade do google (Pontos:2)
    por raxx7 em 15-12-04 14:12 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    15000. Mais máquina menos máquina.
    Tivemos um artigo sobre isso há uns tempos quando o Google publicou um pequeno artigo sobre isso. Há um link directo para o PDF num dos comentários.

    Re:Já agora, outra novidade do google (Pontos:2)
    por Mindstorm em 16-12-04 11:33 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://www.mndnet.org/
    E nessa altura muita gente pôs em causa esse número, dizendo que talvez estivessem a esconder o verdadeiro.

    Não estou a dizer se são 15000 ou 100000, mas não dá jeito fazer afirmações "certas" sem certeza.

    Mindstorm
    Re:Já agora, outra novidade do google (Pontos:2)
    por raxx7 em 16-12-04 20:29 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    Se o Google tivesse razões para esconder o número verdadeiro de máquinas, não aparecia um número no artigo. Já o número e localização dos datacenters não aparece, só diz que uns poucos espalhados pelo mundo.

    Re:Já agora, outra novidade do google (Pontos:2)
    por raxx7 em 15-12-04 14:09 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    O Tamanho do index está na página principal: ©2004 Google - Searching 8,058,044,651 web pages
    E isso inclui uma cache de cada página indexada.

    Re:Já agora, outra novidade do google (Pontos:2)
    por mlopes em 15-12-04 11:32 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    :o

    "Para mim a tecnologia é como as tangerinas, na medida em que não consigo fazer uma analogia decente sobre nenhuma das duas neste momento" Scott Adams

    Nem tudo são rosas! (Pontos:1)
    por mk em 15-12-04 15:52 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Já agora, para os mais criticos recomendo a visão do Mr.Dave.Net em http://www.scripting.com/
    Microsoft VS Google (Pontos:3, Esclarecedor)
    por blacksheep em 15-12-04 17:34 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Parece-me que a Microsoft tem mais do que se preocupar do que com o software livre.

    Porque é que têm a mania que o Google está a criar concorrência à Microsoft. O Google está no mercado dos serviços web, a Microsoft em software. É verdade que a Microsoft já tem o seu motor de busca e outros serviços web. Mas nesse sector já há bastante concorrência. Se calhar se não existisse o Google, a Microsoft teria o monopólio deste sector, mas a minha opinião é que não. Existe o Yahoo, altavista, lycos, my excite, aol, etc, etc.
    A única comparação possível entre o Google e a Microsoft é que o Google está se a tornar o gigante que a Microsoft é, no que toca a software para desktop.
    A Microsoft apenas tem o monopólio do mercado de sistemas operativos para desktop, onde não tem concorrência significativa. O Google não vai mudar isso. O software livre talvez.
    Re:Microsoft VS Google (Pontos:2, Esclarecedor)
    por GugaK em 15-12-04 23:14 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Os detratores da Microsoft dão urras de felicidade sempre que encontram um segmento de mercado em que a Microsoft não têm uma posição dominante.

    No fundo, respeitam tanto a Microsoft que consideram uma obrigação que ela seja lider em todos os segmentos em que participa.

    Re:Microsoft VS Google (Pontos:2)
    por blacksheep em 16-12-04 12:30 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Não sei bem porque me chamas detrator, mas, for the record, sou utilizador de Linux há anos e colaboro em projectos de software livre.
    Eu só acho que as pessoas depositam muita esperança no Google como sendo o rival da Microsoft, e a mim não me parece que isto esteja nos planos da Google. De facto, não me admirava que fosse anunciado um dia destes uma colaboração entre as duas ou até que a Google fosse comprada pela Microsoft.
    A meu ver, a única ameaça à Microsoft é mesmo o software livre, pois está a competir no mercado que importa e nunca poderá ser abatido pela Microsoft através duma compra.
    Re:Microsoft VS Google (Pontos:1)
    por GugaK em 16-12-04 23:19 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    Fica tranquilo que eu não visei o seu comentário (com o qual até concordo), mas antes o ataque gratuito à Microsoft inserido no artigo.
    Re:Microsoft VS Google (Pontos:1)
    por Grizzly em 17-12-04 15:33 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    A Microsoft apenas tem o monopólio do mercado de sistemas operativos para desktop, onde não tem concorrência significativa. O Google não vai mudar isso.

    Eu não teria tanta certeza quanto isso que o Google não vá mudar isso.

    Afinal para procurar seja o que for na net hoje em dia usa-se o google, independentemente do Sistema Operativo/Plataforma em que estamos.
    Para quem já usa o Firefox, por exemplo, procurar algo no Google já é quase completamente transparente, bastando escrever o que se procura na caixa de URL e carregar enter.

    O que eu quero dizer com isto é simplesmente que se para realizar o que temos que realizar num computador seja perfeitamente indiferente o sistema operativo que se use (Windows, Linux, Mac OSX) então o Google consegue com efeito tornar irrelevante o monopólio do desktop da Microsoft.
    Daí que o artigo linkado no post refira-se (embora indirectamente) a esse ponto:

    (...) the platform that Google is building which makes it cheaper and easier for them to develop and run web-scale applications than anyone else. (...)
    Se removermos a utilização do lado do cliente de email, browsing e office apps, estamos a fornecer eu diria que grande parte da utilização que é feita de um computador em ambiente empresarial, e mesmo pelo público.


    Re:Microsoft VS Google (Pontos:2)
    por raxx7 em 17-12-04 19:28 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Também vejo o Gildot, independentemente da plataforma em que estou.
    O facto de o Google funciona em qualquer plataforma que tenha um browser não vai alterar nada no dominio da MS. A questão não é o que funciona em plataformas não MS. É o que ainda não funciona e que faz as pessoas manterem-se no Windows.
    O resto são não passam de especulações vagas.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]