gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Trabalhar na indústria dos jogos é duro
Contribuído por ajc em 14-11-04 10:59
do departamento mas-podem-jogar-no-emprego
Jogos @|7 escreve "A esposa de um trabalhador da Electronic Arts (a maior editora de videojogos do mundo), publicou recentemente a experiência do seu marido, dentro da empresa. Trabalham 12 horas por dia, 7 dias por semana e com direito a um Sábado livre se tiverem bom comportamento. Para quem quer trabalhar nesta indústria deve ler com atenção. "

Sapo ADSL Pro | Entrevista com a NVIDIA  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • experiência
  • Mais acerca Jogos
  • Também por ajc
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    EA IS IN THE GAME... (Pontos:2)
    por racme em 14-11-04 11:42 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://tinyurl.com/2zvku
    ...OF EASY PROFIT

    EA e' o macdonalds dos jogos, sao bonitos, tasty crispy mas no final nao valem um chavo

    sinceramente tento lembrarme de um jogo da EA que tenha aqui, ou que tenha jogado nos ultimos 6 meses e nao me lembro de nenhum..

    ate o seu cavalo de corrida pros Europeus, "FIFA" ja foi passado a' muito em termos graficos/jogabilidade pelo PES!
     



    entretanto a terra anda pra tras mais um bocadinho e passam rios por cima das pontes...
    Re:EA IS IN THE GAME... (Pontos:3, Informativo)
    por [Cliff] em 14-11-04 12:24 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    concordo plenamente... o último jogo que comprei da EA foi o NHL 2002(?) para a XBox e já foi há muiiiito tempo.
    Não me lembro de os ver lançar um jogo decente há muitos muitos anos, quando o F1 da EA deu cabo do GP4. E mesmo esse F1 era mais do mesmo só que estava bastante superior ao resto.
    Talvez o Battlefield 1942, mas mesmo para esse consigo lembrar-me do WWII Online.
    Enfim, se há empresa que não deve custar nadinha de nada boicotar é a EA porque simplesmente os jogos não são mesmo nada de especial.

    Infelizmente a indústria dos jogos está a caminhar para um punhado de publishers que ditam as regras (Vivendi, EA, Nintendo, Sony, Microsoft) e cada vez menos se vêm jogos porreiros: neste ano consigo lembrar-me do FarCry que saiu de lado nenhum e arrasou por completo, e os remakes que sairam parece-me que todos desapontaram (Doom III, Halo 2, Sims 2), excepção talvez ao Half-Life 2 que ainda não vi mas aguardo pacientemente pelas reviews.

    Aproveitando a embalagem :) não sei se alguém reparou num joguito que tem port para Linux que é o gish que é um jogo de plataformas à moda antiga (2d e tudo! :) ), da mesma malta que lançou o Bridge Construction Set, e ainda no Tribal Trouble que parece ser bastante interessante.

    Para terminar, e como o ano já está quase a acabar, acho que este foi mais um daqueles anos que passam e nada muda no panorama dos grandes títulos em Linux: os do costume lançaram os jogos e todos os outros não estão nem aí.

    Ah, já me esquecia :) há que, definitivamente, atribuir muito crédito ao Icculus pelo trabalho que tem feito :)

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:EA IS IN THE GAME... (Pontos:1)
    por jamaica em 15-11-04 7:00 GMT (#28)
    (Utilizador Info) http://forum.bandalarga.org/
    cada vez menos se vêm jogos porreiros: neste ano consigo lembrar-me do FarCry que saiu de lado nenhum e arrasou por completo, e os remakes que sairam parece-me que todos desapontaram (Doom III, Halo 2, Sims 2)

    do teu post depreendo que:
    1- o sims 2 nao é um jogo porreiro :> 2- o sims 2 é um remake do ... farcry!??! 3- e o doom é um remake do ... farcry!??! ai ai ai =)

    o sims 2 é (como o proprio nome indica) um simulador, neste caso da vida real :) o farcry, o doom e o halo sao hardcore first-person shooters (fps), enquanto que o half-life é um semi-realistic fps.
    ---------------------
    O Cherne fugiu, mas o Imperador nomeou o Carapau de Corrida, que vai trazer as Chaputas todas

    Re:EA IS IN THE GAME... (Pontos:1)
    por hybriz em 14-11-04 17:03 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    tipo...que tal Desert/Jungle/Urban Strike?
    nos dias de hoje é só gfx práqui, gfx práli...fsck that, viva os good old days :b (Amiga days for me)


    Re:EA IS IN THE GAME... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 14-11-04 17:41 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Sensible Soccer & SpeedBall 2 ... Oh YEAH !!!

    [japc] arai, FDX, es muito LERDO, desde quando e' que um DoS e' um problema de seguranca ?!
    Re:EA IS IN THE GAME... (Pontos:2)
    por biduxe em 14-11-04 21:09 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Por acaso alguém arranja uma fonte de alimentação para amiga 500?
    ------ EOFim.
    Re:EA IS IN THE GAME... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 15-11-04 10:16 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    Nao precisas. Uma fonte ATX server perfeitamente. O meu 1200 trabalha com uma ATX. A pinagem é facil de obter e convertes isso num instante. Tens é que ter o transformador antigo para cortares a ficha :)

    [japc] arai, FDX, es muito LERDO, desde quando e' que um DoS e' um problema de seguranca ?!
    Re:EA IS IN THE GAME... (Pontos:2)
    por pcardoso em 15-11-04 10:23 GMT (#32)
    (Utilizador Info) http://www.insomni.org/pedro/
    e alguem me arranja (a um preço jeitoso) um 500/600/1200?

    ando à procura de um à uma data de tempo....

    I live the way I type; fast, with a lot of mistakes.
    Re:EA IS IN THE GAME... (Pontos:1)
    por RedBot em 15-11-04 10:30 GMT (#34)
    (Utilizador Info) http://www.ebserver.org
    Eu preciso e' da floppy interna pra uma Amiga500 alguem que tenha...

    http://www.ebserver.org
    Há 10 tipos de pessoas no mundo, as que entendem binário, e as que nao entendem. [stolen
    Re:EA IS IN THE GAME... (Pontos:1)
    por gibberling em 15-11-04 9:59 GMT (#29)
    (Utilizador Info)
    Turrican, SWIV, os torneios de sensible soccer que acabavam à batatada, os joysticks quickshot partidos, bons velhos tempos...
    Re:EA IS IN THE GAME... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 15-11-04 10:15 GMT (#30)
    (Utilizador Info)
    O meu maverick ainda é vivo, apesar de estar todo remendado ! Alguém sabe onde arranjar joysticks para o amiga ? Ou só com hacks a joysticks de pc ?

    [japc] arai, FDX, es muito LERDO, desde quando e' que um DoS e' um problema de seguranca ?!
    Re:EA IS IN THE GAME... (Pontos:1)
    por hybriz em 15-11-04 16:15 GMT (#46)
    (Utilizador Info)
    tenho uns 8 quickshots fodidos e mais 2 cobras às peças :D mas sabes o que fazes? joysticks de consolas da altura, tipo megadrive, master system, etc etc, funciona tudo perfeitamente :)


    Re:EA IS IN THE GAME... (Pontos:1)
    por gibberling em 17-11-04 9:46 GMT (#59)
    (Utilizador Info)
    Ainda há um ano ou assim consegui arranjar comandos para megadrive/nintendo que funcionavam perfeitamente no antigo a500 e no 1200.
    Re:EA IS IN THE GAME... (Pontos:1)
    por assassino de spam em 15-11-04 23:26 GMT (#52)
    (Utilizador Info)
    Epa acertaste no filão, O Turrican era GENIAL e o SWIV então rulava, um andava no helicóptero e outro andava no carro FABULÁSTICO. Ainda me lembro de jogar Ikari Warriors (yes yes yes) isso é que eram jogos com um par deles grandes, redondos e peludos. Hoje temos o Doom 3 que custa 60 Euros com gráficos todos pretos, precisa de um Pentium 5, 4 GB memória, Placa gráfica 500MB, 4 terabytes de disco UW3-SCSI ARRAY (perceberam a ideia) e não vale um costelo em jogabilidade. Dêm-me um Commodore 64 ou um spectrum todos os dias. Nem me atrevo a sonhar com um Amiga 500 com uma DRIVE DE DISQUETES, que é um sonho...

    Smith: "Why, Mr. Anderson, why do you persist?" - Neo: "Because I choose to."
    Não obrigado.. (Pontos:1)
    por plexar em 14-11-04 11:53 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    ..mas prefiro trabalhar para viver, do que viver para trabalhar. Daqui a 50 anos ninguém se lembrará do jogo xpto e do fulano programador que fez a porção de código responsável pela colisão de poligonos e sei lá o que mais.. ( excepto algumas lendas: Nolan Bushnell, Dave Perry, Oliver Twins e a id, mas para cada um deles existirão milhares de desconhecidos :) )

    É preferível que sejam os meus descendentes a lembrarem-se de mim como alguém que teve tempo para eles!

    Plexar.
    Re:Não obrigado.. (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 14-11-04 20:03 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://www.midnightcreations.org
    Isso é aplicável para QUALQUER trabalho, tenha ou não a ver com jogos (ou computadores).

    Não tenho (ainda) descendentes, e mesmo assim prometi a mim mesmo que NUNCA vou viver para qualquer trabalho. Até agora tenho conseguido.


    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"
    Re:Não obrigado.. (Pontos:1)
    por plexar em 14-11-04 20:18 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    Com certeza que sim.. mas terás de admitir que nesta indústria é mais frequente acontecer coisas deste género.. isto porque existem milhares que querem concretizar um sonho e sujeitam-se a todo tipo de situações que em outros casos (e não falo só de computadores) seriam impensáveis.
    Plexar.
    Não é só na EA (Pontos:1)
    por infimo em 14-11-04 12:26 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Não é só na industria dos videojogos que é duro trabalhar. Conheço pessoas que em portugal passam por experiencias parecidas, deixando de parte a vida pessoal e familiar para se dedicar à empresa onde trabalham.
    O mundo da informática é muito competitivo e muitas vezes os trabalhadores são tratados como um qualquer produto descartavel.
    Re:Não é só na EA (Pontos:2)
    por [Cliff] em 14-11-04 12:33 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Especialmente agora que o outsourcing está na moda :) N empresas parasitas que co-habitam o mercado da informática, cuja única função é receber o pilim ao fim do mês. Um colega meu, reclamou de uma situação menos agradável a uma dessas empresas parasita e a resposta que lhe deram "estão aí mais 100 pessoas que não reclamam" foi bastante elucidativa das atitudes dessas empresas. Enfim, quando é que nos começam a pagar em tigelas de arroz mesmo? ;-)

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Não é só na EA (Pontos:2)
    por Psiwar em 14-11-04 20:10 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Quando os chineses mandarem no mundo... (em vez dos americanos).
    Re:Não é só na EA (Pontos:2)
    por Kmos em 14-11-04 21:37 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    Há.. pensei k era nessa altura que entrava outra filosofia de vida e de trabalho =)

    I'm a Lost Soul in this Lost World...
    Re:Não é só na EA (Pontos:1)
    por Pirlas em 16-11-04 8:26 GMT (#53)
    (Utilizador Info) http://www.durao.net
    Se não és competitivo e disponivel... realmente existe n gente que o é. Enfim... a complicação é gerires tudo isto... Ufffff
    Edgar Durao (Pirlas)
    User Friendly .. (Pontos:2)
    por raxx7 em 14-11-04 13:53 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    .. hoje dedicado à EA.

    Trabalhar para grandalhonas... (Pontos:1)
    por Coronel em 14-11-04 14:23 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    Claro que quando se trabalha para as companhias grandes que querem/precisam de lançar muitos títulos todos os anos tem de se aturar prazos apertados. Quando há prazos apertados, há horas extra.

    Até se andam a queixar que o custo de desenvolvimento dos jogos está muito elevado.

    Quem se lixa é o developer (e como o Ballmer já demonstrou, os developers até são importantes). E lixa-se porque há muita gente que não se importava nada (mas mesmo nada) de ir trabalhar na dita industria. Além disso as empresas podem sempre pegar e fazer outsourcing do desenvolvimento para um "país do leste europeu", onde lhes fazem o mesmo ou até mais por metade do preço ou até menos.

    weird... (Pontos:1)
    por polido em 14-11-04 16:38 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://localhost
    Estranho... uma certa empresa de Viseu não faz jogos mas a política de trabalho é a mesma...
    Tem horário de entrada e NUNCA de saída, salários miseráveis, e são tratados komo objectos, que ao fim de um tempo são dispensados... não é só lá fora e na industria de jogos que acontece isso.
    E no entanto num vejo o ppl aqui a ter pena dos jovens do dept. de ***** que chegaram a andar dois meses a sair por volta das 2 da manhã.
    Enfim, temos q nos sujeitar ao que há, sempre é melhor q tar em kasa a koçá-los....ou não...ou não... ;)
    Ya_Ba - Theres no right or wrong, only Fun and boring...
    Re:weird... (Pontos:2)
    por Kmos em 14-11-04 19:25 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    Nem é preciso ser bruxo para adivinhar que empresa é essa.. chama-se Visabeira (visabeira.pt). Tenho muitos amigos que trabalham lá e outros que já se vieram embora. Além desses horários, salários miseráveis, ainda são forçados a andar lá dentro com cunhas, senão mandam-nos para o cu de judas.. entre muitas coisas. Essa será a última empresa onde irei trabalhar..

    I'm a Lost Soul in this Lost World...
    Re:weird... (Pontos:2)
    por bgravato em 15-11-04 3:40 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    Se não estou enganado, penso que foi essa empresa que disse a uma colega minha que lá foi a uma entrevista, que não queriam mulheres para área das telecomunicações.

    De qualquer modo, tenha sido essa ou outra empresa, é vergonhoso ver, nos dias de hoje, discriminações sexistas assim. Ainda para mais, o descaramento de o dizerem directamente às pessoas...
    _______________
    "When the only tool you have is a hammer, every problem starts to look like a nail."
    Re:weird... (Pontos:1)
    por tool em 15-11-04 10:42 GMT (#35)
    (Utilizador Info)
    Sinceramente não sei o que é pior... Se não dissessem ela ficava a pensar nisso, como disseram fica com a certeza! De qualquer modo é uma estupidez sem sentido.
    Re:weird... (Pontos:1)
    por bêbado em 15-11-04 10:58 GMT (#38)
    (Utilizador Info)
    A isso chamo 'empresa homosexual' ou, neste caso, 'departamento homosexual' :-D

    ~~~ O vinho é qu'induca e o fado é qu'instrói! ~~~
    Re:weird... (Pontos:1)
    por Coronel em 15-11-04 11:33 GMT (#41)
    (Utilizador Info)
    A isso chamo 'empresa homosexual' ou, neste caso, 'departamento homosexual' :-D Se calhar não querem desconcentrar os técnicos... :p
    Re:weird... (Pontos:1)
    por Coronel em 15-11-04 11:33 GMT (#42)
    (Utilizador Info)
    A isso chamo 'empresa homosexual' ou, neste caso, 'departamento homosexual' :-D

    Se calhar não querem desconcentrar os técnicos... :p

    Bem! (Pontos:1)
    por ZéSousa em 14-11-04 18:12 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Em certos trabalhos é assim, e mau é quando isso é rotina e não excepção, nestes casos um boicote (com processos a seguir) era muiatas vezes merecido!

    Já agora,

    GTA! GTA! GTA! GTA! GTA!

    Para PC claro! ;-)

    Não resisti! GTA! GTA! GTA! ...

    Ooops!

    Assinatura: C'est noir? Oui! Non?
    Outras noticias relacionadas (Pontos:2)
    por Mindstorm em 14-11-04 18:59 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://www.mndnet.org/
    Joe Straitiff - outro (ex-)empregado da EA descontente

    Gamespot: Employees readying class-action lawsuit against EA

    Mindstorm
    Re:Outras noticias relacionadas (Pontos:1)
    por tool em 14-11-04 20:10 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    Mas também existem alguns trabalhadores contentes como o fundador do soccergaming.com, um site que se foi tornando essencial no que respeita a jogos de futebol. A EA contractou o tal rapaz para orientar o FIFA 2005 e os resultados estão à vista (para quem se interessa, claro). Acho que outras empresas deviam seguir o mesmo raciocinio porque, não é a primeira nem última vez, que ao jogar pela primeira vez a um jogo me questiono se quem o fez alguma vez o jogou/jogará.

    Provavelmente, é a excepção que confirma a regra.

    Re:Outras noticias relacionadas (Pontos:2)
    por Mindstorm em 14-11-04 21:00 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://www.mndnet.org/
    Claro, não digo que não haja trabalhadores contentes. Sem nunca lá ter trabalhado é dificil de saber, mas até acredito que existam muitos, mas talvez se encaixem no perfil do geek que gosta tanto do jogo/trabalho que não se importa de trabalhar 20h nele. E pelo que eu percebi o grande problema é mesmo as exigências em termos de trabalho, eles até pagam bem..

    Speaking of which, ainda outro artigo, este mais positivo, escrito por um professor de Carnegie Mellon

    An Academic's Field Guide to Electronic Arts [PDF]

    Mindstorm
    trabalhar na industria dos jogos e duro (Pontos:1)
    por gildot1 em 14-11-04 19:55 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    entretanto no ebay... "pc half-life 2 end (ending) sequence screenshot!" http://cgi.ebay.com/ws/eBayISAPI.dll?ViewItem&category=1469&item=5534899126&rd=1
    Não só na informática (Pontos:2, Interessante)
    por netcrash em 14-11-04 21:04 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    Em todo o lado neste momento se considera um trabalhador como algo descartavel, não me parece
    que existam excepções, num jogo em que quem manda
    não é só o patrão(até bem intencionado) mas
    as empresas que "apoiam" a empresa ou acionistas.
    Cada vez hà mais trabalhadores e menos empregos, não é preciso ter um curso superior para perceber que temos de fazer sacrificios para ter um trabalho, que não sabemos se no proximo mês lá iremos estar, se calhar até se pensa que isto é bom
    porque encoraja as pessoas a trabalharem melhor, mas a falta de confiança num Gestor ou na Empresa afecta o desempenho do colaborador.

    Com isto tudo lembrei-me da mão de obra barata Hire Here,que é mais um exemplo da "escravatura" a que alguns se sujeitam.

    Sem falar nas empresas que requerem que o entrevistado trabalhe um dia gratuitamente
    para avaliar o seu "potencial" (pelo menos não é um mês).

    Firefox

    Historias... (Pontos:3, Engraçado)
    por jig em 14-11-04 21:52 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    As histórias que se inventam para as esposas quando se anda a molhar o pincel em taça alheia....
    Nah (Pontos:2)
    por CrLf em 14-11-04 23:52 GMT (#24)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    Aparte estas histórias de terror, eu dificilmente acharia interessante desenvolver jogos. Por um lado eu jogo muito pouco no computador, pode-se dizer que o meu jogo é escarafunchar na máquina na tentativa de aprender mais qualquer coisa (hei, há quem jogue CM...). Por outro os jogos são demasiado efémeros. Um jogo que deu um enorme trabalho durante anos é esquecido rapidamente[1]. Eu prefiro software mais duradouro, para fazer tarefas mais úteis.

    E reparem que um projecto monstruoso como o Doom 3, por exemplo, é consumido e deitado fora num instante. No inverso, um projecto relativamente pequeno como o Pac Man ainda sobrevive.

    --
    Carlos Rodrigues
    Re:Nah (Pontos:1)
    por netcrash em 15-11-04 0:48 GMT (#26)
    (Utilizador Info)
    "E reparem que um projecto monstruoso como o Doom 3, por exemplo, é consumido e deitado fora num instante. No inverso, um projecto relativamente pequeno como o Pac Man ainda sobrevive."

    Pac Man sobrevive porque é rápido de desligar quando o patrão está por perto.
    Imagina-te a jogar Doom3 no trabalho, de repente tinhas os colegas sempre a olharem para ti de 1 em 1 minuto (para ver o que acontecia), sem falar nos berros ocasionais de medo e felicidade que soltavas. No caso do PacMan estás totalmente concentrado no computador ("trabalho") e ver alguém a jogar pacman é uma seca (penso eu de que).

    Firefox

    Re:Nah (Pontos:1)
    por EFRS em 15-11-04 10:28 GMT (#33)
    (Utilizador Info) http://emanuel.xsecurity.ws
    Discordo.
    Tu próprio destes um belissimo exemplo. Tens o caso do primeiro Doom, em que a versão de coleccionador anda esgotada, tens o caso do Quake que é um dos "jogos mais jogados" do mundo ou mesmo o UT.
    O Pacman ou o Tetris continuam na lista dos jogos classicos porque ainda são lançadas versões actualizadas, com mais grafismo e novos níveis o que permite uma pessoa manter-se minimamente interessada neles.

    "Acta simulato substantiam veritatis mutare non possunt"
    Re:Nah (Pontos:1)
    por bêbado em 15-11-04 11:05 GMT (#40)
    (Utilizador Info)
    Existem n versões do pac man e da mrs pac man, bem como do space invaders (outro clássico!). Nenhuma destas versões modernas me agrada. Têm demasiados rodriguinhos para o meu gosto.

    ~~~ O vinho é qu'induca e o fado é qu'instrói! ~~~
    Re:Nah (Pontos:2)
    por CrLf em 15-11-04 20:46 GMT (#49)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    Essas são as excepções à regra, que é consumir e deitar fora.

    --
    Carlos Rodrigues
    Re:Nah (Pontos:2)
    por Castanheiro em 16-11-04 18:23 GMT (#56)
    (Utilizador Info) http://mozilla.shopizzy.com
    (hei, há quem jogue CM...). Por outro os jogos são demasiado efémeros.
    Aí parou!! O que é que tens contra o CM? Lol, eu sei... "é como ver uma BD a correr", mas lá está, o jogo pode ser tudo menos efémero, é daqueles que se jogam meses a fio e nunca se esgotam.
    Re:Nah (Pontos:2)
    por CrLf em 16-11-04 22:42 GMT (#58)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    Eheh, eu não estava a dizer que o CM é efémero. Mas eu acho que deve ser mais divertido passar horas a ver o /var/log/messages a correr do que jogar CM. :P

    --
    Carlos Rodrigues
    Re:Nah (Pontos:1)
    por assassino de spam em 16-11-04 21:48 GMT (#57)
    (Utilizador Info)
    O Pacman, "relativamente pequeno"? Na altura era o mais avançado que havia, devia ser preciso um quintal de servidores para fazer o rendering do comilão...

    Smith: "Why, Mr. Anderson, why do you persist?" - Neo: "Because I choose to."
    $$$$ (Pontos:2, Esclarecedor)
    por jolas em 15-11-04 0:25 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    Eu trabalho mais do ke 8 horas diarias e nao me queixo! nao peço horas extas nem nada! Apenas gosto do que fasso e gosto de produzir para mim e para a sociadade e surpreendentemente ganho um salario de miseria! Vivo em casa dos meus pais pq nao tenho $$ para pagar uma renda (ou emprestimo), esse senhores dos jogos ganham bem mais do que eu, e nao me venham dizer que nao recebem as horas extra todinhas!, fazem o que gostam (programar, desenhar, construir, produzir, etc) e ainda se queixam, ora era bonito trabalharem 8 horas por dia e o jogo com um motor grafico actual so sair pra 2010 eram bom gostava de ver a malta hoje a comprar por Ex: o primeiro Doom (akilo nem 3d é)!! Eles sabem bem que teem que dar o litro porque senao o jogo já nao é actual e nao vende ( isto á parte dos interesses das distribuidoras ke sao umas comilonas)!
    Ora portantos tomara eu ser programador numa dessas empresas! pelo menos tinha $$$ pra comprar um carro novo (ai esse A3) assim por mais que trabalhe compro um C2 ou algo parecido e isto é com um emprestimo a 30 anos luz.
    os gajos que nao se queixem pq só estao a trabalahar pra eles! e o $$$ nao cai do CEU como parece que acontece para alguns que fazem comentarios aqui no GIL! PS: Adoro o LINUX só trabalho em linux mas toda a gente tem um preço por ¤5000 era a verem.me por a andar pra microsoft e a defender akilo!, sejam profissionais! isso sim é honra! e metam a mao na consiencia!
    Re:$$$$ (Pontos:1)
    por kaser em 15-11-04 10:42 GMT (#36)
    (Utilizador Info) http://kaser.nsk.yi.org
    há quem se venda barato :) btw, "Apenas gosto do que fasso" -> "Apenas gosto do que faço" Hugs.
    Re:$$$$ (Pontos:1)
    por bêbado em 15-11-04 10:54 GMT (#37)
    (Utilizador Info)
    "mas toda a gente tem um preço por ¤5000 era a verem.me por a andar pra microsoft e a defender akilo"

    Pois... vendes-te por uma tijela de arroz.
    Enquanto houver fulanos a venderem-se por uma tijela de arroz, os bons profissionais estão tramados: trabalham demais e recebem 'demenos'.

    ~~~ O vinho é qu'induca e o fado é qu'instrói! ~~~
    Re:$$$$ (Pontos:1)
    por jolas em 15-11-04 12:50 GMT (#43)
    (Utilizador Info)
    ¤5000 por mez!? é uma tijela de arroz!=? dude eu nao nasci num berço de ouro!
    Re:$$$$ (Pontos:2)
    por fhc em 16-11-04 13:32 GMT (#55)
    (Utilizador Info)

    deve ser 5000 euros uma vez na vida.

    Assim dá uma tijela de arroz (1 ¤) durante trinta anos. Realmente não vale isso. ;-)

    Francisco Colaço


    Quem não faz, ensina; quem não faz nem ensina, faz metodologia. Quem não faz nem ensina nem faz metodologia, faz futurologia.

    Re:$$$$ (Pontos:1)
    por n3xt_n3xt_n3xt em 15-11-04 13:02 GMT (#44)
    (Utilizador Info)
    falas assim porque ninguem te deu ¤5000 pelo trabalho que fazes, senao pensavas duas vezes. Ou isso ou nao sabes o que custa pagar um apartamento por exemplo e ver que no fim do mes nao acumulaste nada.
    ha de chegar a altura em que estes "ideais menores" deixam de fazer sentido e o que queres é viver o melhor possivel.
    Re:$$$$ (Pontos:1)
    por grilo em 15-11-04 22:16 GMT (#50)
    (Utilizador Info)

    O fascismo acabou há 30 anos pelas mãos dos nossos pais. Não vamos cometer o mesmo erro dos nossos avós, e deixar-nos cair nos mesmos moldes.

    A liberdade e dignidade são mais importantes que o tamanho da conta bancária. Qualquer pessoa que perca mais de 5 minutos a pensar no assunto despreconceituadamente chega a essa conclusão.


    Re:$$$$ (Pontos:2)
    por [Cliff] em 15-11-04 22:29 GMT (#51)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    hmmm... eu tenho um apartamento para pagar e não acumulo nada ao fim do mês, no entanto, há sapos que não engulo.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:$$$$ (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 16-11-04 11:12 GMT (#54)
    (Utilizador Info) http://www.midnightcreations.org
    Matavas a tua mãe se te pagassem bem para isso?


    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"
    Re:$$$$ (Pontos:2)
    por blacksheep em 15-11-04 10:58 GMT (#39)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    É verdade que eles provavelmente até ganham bem, mas não estás a ver a big picture. Se calhar eles até preferiam ganhar menos e não trabalharem como escravos.
    Não é como alguns médicos que se fartam de fazer horas extra-ordinárias para ganharem todos os tostões que poderem e que se queixam se houver algum atraso nos bónus e que têm contas habitação e etc para fugirem ao fisco.

    fazem o que gostam (programar, desenhar, construir, produzir, etc) e ainda se queixam

    Bem, estou a falar de cor, mas não me parece que um mero developer possa fazer isso tudo e estar tão involvido no processo. Parece-me a mim que para os meros developers, o trabalho deve ser mesmo muito mais, mas muito mais aborrecido do que o que o pintas. Para além do mais, no caso deste artigo, o homem chegava a trabalhar 12 horas por dia e 7 dias por semana! De certeza que o seu gosto por aquilo devia ser cada vez mais reduzido.
    Re:$$$$ (Pontos:2)
    por Mindstorm em 15-11-04 15:35 GMT (#45)
    (Utilizador Info) http://www.mndnet.org/
    Esta resposta é grande candidata ao prémio de comentário mais ignorante do mês...

    Mindstorm
    Re:$$$$ (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 15-11-04 17:09 GMT (#47)
    (Utilizador Info) http://www.midnightcreations.org

    PS: Adoro o LINUX só trabalho em linux mas toda a gente tem um preço por ¤5000 era a verem.me por a andar pra microsoft e a defender akilo!, sejam profissionais! isso sim é honra! e metam a mao na consiencia!

    De onde é que tu saíste? :)


    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"

    Re:$$$$ (Pontos:2)
    por Kmos em 15-11-04 17:20 GMT (#48)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    Se calhar é por isso que ganha mal :-D

    I'm a Lost Soul in this Lost World...

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]