gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
República das bananas
Contribuído por BladeRunner em 21-09-04 7:38
do departamento siga-a-novela
Portugal Depois de ontem à noite na RTP1 a ministra da Educação ter garantido que as listas definitivas de colocação de professores ainda saíriam antes da meia-noite, o Público Última Hora noticia às 08:05 de hoje, que estas apenas estiveram disponíveis por quarenta minutos durante a madrugada e foram retiradas por... conterem erros.
Entretanto, o site da Direcção Regional de Educação do Norte mostra alegremente todas as listas em formato PDF, provavelmente as erradas, pois se ainda não saíram as correctas.
Isto é o cúmulo dos cúmulos. É o reino do absurdistão.
Será assim tão difícil o Ministério da Educação dizer à empresa(?) que faz o software: "olhem, os prefessores ordenam-se segundo estes critérios" e depois a empresa malhar no SQL, que nem deve ser nada de mais ?
Desculpem este desabafo de quem tinha prometido não escrever mais no Gildot, mas a raiva que sinto por viver nesta república das bananas, de incompetentes, de outsourcings manhosos, de nunca os professores que ficarem de fora virem a ter a certeza se o ficaram justamente, de os políticos não terem a coragem de contar ao país a confusão que deve reinar no Ministério, é absolutamente revoltante.
Nova notícia do Público Última Hora: "A ministra da Educação, Maria do Carmo Seabra, vai fazer uma comunicação "nas próximas horas" sobre os problemas ocorridos nas listas de colocação de professores, que sofreram novo atraso nas últimas horas. As listas deveriam ter sido disponibilizadas ontem, mas até agora a empresa responsável pela informatização do processo ainda não foi capaz de solucionar a questão."
TSF: O porta-voz do Ministério da Educação, Francisco Mendia, afirma que as falhas detectadas estão a ser corrigidas.
«A empresa que é responsável pelo programa de colocação dos professores voltou a não apresentar uma lista que estivesse em condições. Quando a senhora ministra soube o que se estava a passar, mandou retirar as listas da Internet», explicou.
Se calhar, é mesmo o SQL :P

GCC vs. Intel C++, mais um round | JBOSS 4: 1º app server Java open-source certificado  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • o Público Última Hora
  • o site da Direcção Regional de Educação do Norte
  • Público Última Hora
  • TSF
  • Mais acerca Portugal
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Erros (Pontos:1)
    por imartins em 21-09-04 8:18 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://ivomm.blogspot.com
    Falta é apurar a natureza dos erros. Porque se esses são a nível de selecções SQL, é grave...
    Re:Erros - o Algoritmo de um Decreto-Lei (Pontos:2, Interessante)
    por pv em 21-09-04 9:09 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    1. Tanto quanto sei existe um decreto-lei que regulamenta os critérios de selecção de professores.  Ao exemplo de outros ( Informatização do Notariado), este não é inteiramente lógico,ou seja, foi necessário "interpretar" o decreto-lei, e experimentar várias "interpretações" - e ainda não acertaram. Acho que as leis deste país que necessitassem de implementação informática deviam obrigatóriamente ser acompanhadas de um Estudo de Impacto Informático, com um algoritmo funcional, para nao haver dúvidas.
    2. Parece que cada vez que fazem um alteração o sistema está horas e horas e gerar uma nova lista.. Não sei que sistema informático lá têm, mas não deve ser suficiente. Há quem pense que uns servidores MS fazem qualquer coisa...
    3. O mais grave é no entanto do ponto de vista de organização. Fazerem um "big bang" de um novo sistema sem terem a certeza de que estava tudo bem, sem plano B, é sinal de um grave erro de julgamento das estruturas de recursos humanos do ME.. 

    Re:Erros - o Algoritmo de um Decreto-Lei (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 21-09-04 20:27 GMT (#177)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Constou-me q corria no cluster da FCCN (ou outra organização semelhante). e q, já agora, quando ia correr inicialmente q tava tudo ocupado.
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    Re:Erros - o Algoritmo de um Decreto-Lei (Pontos:1)
    por Drakkar em 21-09-04 21:17 GMT (#184)
    (Utilizador Info)
    Que raio é o cluster da FCCN ?
    Sessão de Debug (Pontos:2, Engraçado)
    por Ancestor em 21-09-04 11:38 GMT (#61)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Após a execução do statement 'DROP MINISTER FROM GOVERNMENT.ME' o MSSQL encontra-se sem resposta e será terminado... I wish...
    :P (Pontos:1)
    por josemarques em 21-09-04 8:22 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.alternativeyouth.com/adrift
    Não serão os erros de origem humana?
    . Let's push things forward!
    Re::P (Pontos:0, Lança-chamas)
    por etik em 21-09-04 8:49 GMT (#3)
    (Utilizador Info)

    se for humano, errar é humano,

    depois qual é o problema e a dificuldade de encarar que ouve um erro, e se o ouve so temos de dar força para que ele melhore...

    é triste que mt gente ainda tme os olhos tapados e ainda veja isto como uma coisa mt grave, e a ridicula dos media, propaga isto como vosse um caos...

    no meu ver com os erros aprende-se mt coisa, deixemos este se resolver, e dar força aqueles de que precisam, não podemos falar ainda de incompetencia pois não sabemos as causas do problema...

    é pena sermos um pais pequenino e que as pessoas ainda conseguem ser mais pequenas em tamanha estupides...

    começando pelos media pela propria justiça, quando no euro 2004 vi a prenderem pessoas em plena rua augusta e praca da figueira por venderem bilhetes no mercado negro, a ingleses por 2000euros, quando durante todos os anos todos os dias existe ciganos a vender droga na rua augusta, tao la todos os dias...

    Porque não falam disto ???? será que isto não é um maior problema para todos nós ???

    isto é que é a verdadeira republica das bananas ou não ???


    Re::P (Pontos:2, Esclarecedor)
    por josemarques em 21-09-04 9:00 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.alternativeyouth.com/adrift
    Se visses a tua vida adiada por mais um mês já achavas que era grave.
    . Let's push things forward!
    Re::P (Pontos:0, Lança-chamas)
    por etik em 21-09-04 9:05 GMT (#6)
    (Utilizador Info)

    e se vires uma vida atrasada 30 anos ???

    e um pais atrasado em tudo e com todos????

    que axas ??? axas que as tuas aulas são mais importantes que a pobresa que vive o pais ?

    o atraso do pais em relação aos outros, as injusticas e má saude que temos no nosso pais ???

    pff. erros um dia atrasado... sinceramente...
    Re::P (Pontos:2)
    por jazzy em 21-09-04 9:18 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    e um pais atrasado em tudo e com todos????

    É através da educação que se combate a pobreza e o atraso.

    que axas ??? axas que as tuas aulas são mais importantes que a pobresa que vive o pais ?

    Acho que um país sem educação é um país que além de demonstrar falta de capacidade de organização e de trabalho, está a hipotecar o desejável desenvolvimento futuro.

    pff. erros um dia atrasado...
    Os erros são graves: colocam 50 000 professores no desemprego.

    E, ao contrário do que dizes, não é um dia. Os resultados anunciados para ontem costumam sair em Maio. O mundo não é só de computadores...


    Jazzy
    --
    Percebe-se melhor o nível de vida de um país quando até o Primeiro-Ministro emigra....

    Re::P (Pontos:2)
    por fhc em 21-09-04 13:33 GMT (#95)
    (Utilizador Info)

    Depende da educação. A Ex-União Soviética tinha uma taxa de alfabetização de 98% [Paseo, Ricardo], e nem por isso era mais rica que Portugal ou os Estados Unidos, com 93% à data.

    A educação por si não resolve nem combate a pobreza. A educação que temos, de professores incompetentes e que só querem é o ordenado certo ao fim do mês, não é de maneira nenhuma um factor de desenvolvimento do país.

    Não acuso todos os professores de serem assim. Muito pelo contrário, devo o que sou hoje a uma boa parte dos meus professores, dedicados, competentes, motivadores, capazes e humanos. Tive poucos professores maus, calões ou incompetentes. mas reconheço que sou uma excepção à regra que nestes dias popula.

    Basta perguntar isto: se acaso 10% dos professores (ai que número conservador!) for uma peça podre, e obstar o crescimento real das crianças, não deveriam 10% sair do ensino? No entanto, quantos maus professores foram despedidos nos últimos anos?

    Basta dizer isto: eu fiz voluntariado dando a crianças e adolescentes pobres duas horas por semana para apoio pedagógico. Na maioria dos casos (trinta, faz estatística) de abandono psicológico da matemática, isso tinha sido provocado por uma mesmo professor, um ébrio que se estava a borrifar para os alunos. Tanto ao que sei, ele continua a dar aulas, muito embora tenha eu feito um protesto verbal contra esta situação à direcção da escola, e considero inadmissível que passado dois anos nada ou possivelmente nada tenha sido feito.

    O bom professor não é premiado. O mau professor não é castigado. O bom aluno é menorizado perante os seus pares. O mau aluno é premiado com ensino recorrente. Vens-me tu falar do doce papel dos professores?

    Francisco Colaço, ex-professor universitário.

    P. S.: antes que me critiques, tive 90% de aprovações e os meus alunos tinham as melhores notas nas cadeiras seguintes e vinham (de acordo com os outros docentes) muito bem preparados. Já agora, o grosso dos empregados das minhas novas empresas são ex-alunos meus, que me seguiriam até ao inferno, estou convencido disso.


    Deus dê saúde aos meus inimigos para que assistam de pé à minha vitória.

    Lema inscrito num barco bandeirante.

    Re::P (Pontos:1)
    por bêbado em 21-09-04 14:04 GMT (#112)
    (Utilizador Info)
    " o grosso dos empregados das minhas novas empresas"

    Empregados??!! Ui!! Isso é tão anos oitenta!!!
    Hoje diz-se colaboradores.

    ~~~ O vinho é qu'induca e o fado é qu'instrói! ~~~
    Re::P (Pontos:3, Engraçado)
    por ^magico^ em 21-09-04 14:07 GMT (#115)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    1980 - empregados
    1990 - funcionários
    2000 - colaboradores
    2010 - sócios
    2020 - toda a gente é patrão (uiiii estou a sonhar)

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re::P (Pontos:1)
    por rncp em 22-09-04 0:09 GMT (#199)
    (Utilizador Info)
    Err... Esqueceste-te que já se passou pela fase de 2020... algures após 1974 :D
    Re::P (Pontos:2)
    por [Cliff] em 21-09-04 14:53 GMT (#134)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    LOL how true!!!

    ---
    MS Windows, há 10 anos que a taskbar no topo do ecrã gera um bug.
    Re::P (Pontos:2)
    por fhc em 22-09-04 15:31 GMT (#259)
    (Utilizador Info)

    Estranhamente, não me aborrece dizer empregados, pois eu também sou empregado nas empresas cujas detenho em 75%. Na verdade, quem as administra é pago para isso. E assim eu posso ser tratado como um outro empregado, ganhar como um empregado, sem especial prazer nem vergonha. Não sei se o sabes, mas nas duas empresas que estou a criar, não tiro um cêntimo de lucros, salvo o que lá pus para as criar. Todo o resto é ordenado, e ganho tanto quanto um empregado a fazer o meu lugar.

    Considero que quero ganhar património e não dinheiro. O que me interessa é que as empresas sobrevivam, e não ter cortinas novas na sala. Sorte minha, a minha esposa também pensa assim.

    Francisco Colaço


    Deus dê saúde aos meus inimigos para que assistam de pé à minha vitória.

    Lema inscrito num barco bandeirante.

    Re::P (Pontos:2)
    por seven em 21-09-04 20:04 GMT (#172)
    (Utilizador Info)
    Alfabetização não é só ler e escrever...
    Re::P (Pontos:2)
    por fhc em 23-09-04 8:15 GMT (#289)
    (Utilizador Info)

    Aí estamos de acordo. E então talvez eu tenha razão.

    Francisco Colaço


    Deus dê saúde aos meus inimigos para que assistam de pé à minha vitória.

    Lema inscrito num barco bandeirante.

    Re::P (Pontos:1)
    por tiagoskid em 23-09-04 10:16 GMT (#299)
    (Utilizador Info)
    Concordo,os professores deviam ser bonificados ou castigados consoante o desempenho,assim mesmo os tais sem vocação, que só lá andam pelo dinheiro até se esforçavam por se tornarem melhores professores para ganhar mais ou pelo menos para nao ganhar menos..Porque ter vocação ajuda mas acho que se o ordenado fosse em função do rendimento mesmo quem só lá está por estar se esforçava..E deviam poder ser despedidos,se fossem maus profissionais,mas não só os professores,QUALQUER funcionário público!Para acabar com aquelas situações do X que conhece Y que o mete num cargo qualquer e não tem de se preocupar o resto da vida..

    Quanto aos maus alunos, que, pela minha experiência são bem mais que os professores,primeiro deveria haver um esforço por fazer tentar perceber que a escola pode ser o passaporte para uma vida melhor..Devia ser dado poder às escolas e aos professores, se um gajo é mau não lhe acontece nada, se é mt mau vai 1 semana de férias pa casa,tem que mudar!Se um gajo abusa tem que chumbar,devia ser toltalmente ilegal contratar pessoas sem escolaridade obrigatória,por isso não saiam da escola..
    Claro que isto tinha que ser acompanhado com um reforço do policiamento pa não se lembrarem de ir todos roubar pq não arranjam emprego..:)
    Mas pronto,são só ideias..
    Re::P (Pontos:1)
    por tiagoskid em 23-09-04 10:23 GMT (#300)
    (Utilizador Info)
    Esqueci-me de referir que deviam dar mais atenção aos cursos profissionais porque "infelizmente" nem toda a gente pode ser doutor..

    Vejo isto todos os anos,péssimos alunos,verdadeiras nulidades que reprovam ano atrás de ano, que têm pais com dificuldades económicas dizem que querem ir pa faculdade,algunas até falam em medicina(!),com aquela mentalidade que o difícil é entrar,depois de lá estar mais cedo ou mais tarde acaba-se o curso(MT MT tard de certeza)..

    Tenho um amigo com que vive bastante bem, no entanto depois de chumbar pela 2ªvez no 12º os pais perceberam que o melhor era ele ir para um curso profissional..

    Tantos por este país fora que deveriam fazer o mesmo..
    Haverá mts países com advogados, engenheiros, economistas,etc, a fazer biscates na construção civil,canalizador,etc?Se calhar até há mas não me parece..
    Re::P (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 23-09-04 23:36 GMT (#326)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    há q reconhecer q, talvez por acaso, o governo (se calhar o anterior e caiu em saco roto) já pensou na requalificação dos cursos profissionais. se bem que se calhar sonhei, mas tenho quase a certeza.
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    Re::P (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 23-09-04 15:17 GMT (#313)
    (Utilizador Info)
    A educação é necessaria ao desenvolvimento, tanto economico, como civico e pessoal. Ler Amartya Sen, "Desenvolvimento como Liberdade".

    Desde já se agradece ao(s) idiota(s) que modera(m) para baixo todos os comentarios !
    Re::P (Pontos:2, Engraçado)
    por gibberling em 21-09-04 9:28 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    que axas ??? axas que as tuas aulas são mais importantes que a pobresa que vive o pais ?

    Acho que as aulas são importantes, em especial as de Português, vê lá se não te baldas muito...


    Re::P (Pontos:1)
    por etik em 21-09-04 9:43 GMT (#16)
    (Utilizador Info)

    alguns disseram que esta situação ocorre quase todos os anos o que é mentira...

    depois 50 000 professores no desemprego... ja existe a mt tempo mt's professores no desemprego...

    e a pobresa combate-se com a educação... tb é engraçado...

    eu so axo que não fazem ideia do que será viver na classe mais baixa do pais...

    talvez aqui o topico da republica das bananas fosse mais o assunto dos livros, que todos os anos existe novos manuais, o negocio da china apra muitas editoras... manuais que muitos nem interessam vou dar o exemplo dos manuais de educação fisica, que praticamente são 100% identicos, e que os professores pedem aos alunos para os comprarem pk a propria administração da escola pede para que os professores deem estas indicações aos alunos...

    educação... educação é por professores universitarios ja quase reformados, e muitas e muitas queixas, que tenho ouvido de prof's na univ, que nem sabem do que falam nas aulas, como a de um que dizia que o linux tinha nascido na suecia etc...

    MUITO BOA SORTE, A TODOS E NÂO SE BALDEM MT

    Re::P (Pontos:2)
    por [Cliff] em 21-09-04 9:46 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    manual de educação física?!?! oudass... é mesmo a república das bananas.

    ---
    MS Windows, há 10 anos que a taskbar no topo do ecrã gera um bug.
    Re::P (Pontos:1)
    por gibberling em 21-09-04 9:56 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    Estás na Universidade e escreves assim? Realmente algo está podre no sistema de ensino... Quando estava na faculdade se escrevesses assim numa frequência levavas menos 0.5 pontos por cada erro ortográfico.
    Re::P (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 21-09-04 20:26 GMT (#175)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    às vezes, é o q falta... depende da cadeira.
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    Re::P (Pontos:2)
    por jazzy em 21-09-04 10:02 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    alguns disseram que esta situação ocorre quase todos os anos o que é mentira...
    Ninguém disse isso, pelo menos em nenhum comentário a este artigo.
    depois 50 000 professores no desemprego... ja existe a mt tempo mt's professores no desemprego...
    Alguém disse "Uma morte é uma tragédia, 10000 mortes são uma estatística". Parece-me que tendes a concordar com ele.
    educação... educação é por professores universitarios ja quase reformados, e muitas e muitas queixas, que tenho ouvido de prof's na univ, que nem sabem do que falam nas aulas, como a de um que dizia que o linux tinha nascido na suecia etc...
    Disse-te a tia de um amigo de um primo que tem um conhecido que anda na universidade? F***-se, tu realmente precisas de aulas de Português. Um gajo vê-se grego para perceber o que escreves...


    Jazzy
    --
    Percebe-se melhor o nível de vida de um país quando até o Primeiro-Ministro emigra....
    Re::P (Pontos:0, Despropositado)
    por etik em 21-09-04 10:15 GMT (#29)
    (Utilizador Info)

    é so professores aqui...

    eu sou da classe baixa amigo... continuem a criticar o português em vez de discutir o problema do português...

    mas escrever mal é normal na nova juventude, preocupam-se tanto com o atraso das aulas, que os alunos coitados, nem sabem escrever português...

    eu sou um deles, mas ja não estudo ja fui estudante, e na altura deviam haver mt gente preocupada com o atraso das aulas em vez de ensinar os estudantes a escrever português...
    Re::P (Pontos:2, Interessante)
    por gibberling em 21-09-04 10:34 GMT (#39)
    (Utilizador Info)
    Quote of the year:

    eu sou da classe baixa amigo...

    Desde quando é que pertencer à classe baixa é desculpa para escrever mal e porcamente, se fosse assim o que seria de Miguel Torga e outros escritores? Acho que a tua maneira de escrever deriva mais dos sms que de outra coisa, aliás aprende-se a escrever no ensino secundário...

    Não sou professor, graças a Deus, se fosse não ganhava para o Prozac...
    Re::P (Pontos:2)
    por Tuaregue em 21-09-04 12:32 GMT (#75)
    (Utilizador Info)
    Eu sei que não serve de desculpa mas Miguel Torga era médico, podia ser de classe baixa mas era médico. E como dizes ser de classe baixa não é desculpa porque conheci um senhor que só tem a 4 ou a 3 classe e é de classe baixa assim como quase toda a familia dele e naquela familia todos escrevem bem português e todos tem uma boa cultura.

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Re::P (Pontos:1)
    por gibberling em 21-09-04 13:12 GMT (#88)
    (Utilizador Info)
    Subscrevo. Desculpas de classe não funcionam, já conheci muita pessoa de nível sócio-cultural baixo e que me dão baile em prosa...
    Re::P (Pontos:2)
    por Init em 21-09-04 13:46 GMT (#106)
    (Utilizador Info)

    aliás aprende-se a escrever no ensino secundário...

    Não se aprende, nem ensina. Isso garanto-te.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re::P (Pontos:1)
    por gibberling em 21-09-04 13:50 GMT (#107)
    (Utilizador Info)
    Eu aprendi, mas nessa altura ainda os dinossauros andavam na Terra...
    Re::P (Pontos:2)
    por [Cliff] em 21-09-04 14:54 GMT (#135)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    És o exemplo vivo disso mesmo :P

    ---
    MS Windows, há 10 anos que a taskbar no topo do ecrã gera um bug.
    Re::P (Pontos:1)
    por gibberling em 21-09-04 15:22 GMT (#146)
    (Utilizador Info)
    Estás a chamar-me Dinossauro?
    Re::P (Pontos:2)
    por Init em 21-09-04 16:10 GMT (#155)
    (Utilizador Info)

    Ele estava a falar de mim, porque eu escrevo muito mal.

    Sim é um facto que nunca me tentaram ensinar a escrever e lembro-me que durante o ensino básico me dirigi a uma professora e expliquei que tinha essa limitação, ela disse-me que agora era tarde de mais... Claro que nunca é tarde. Tenho tentado melhorar...


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re::P (Pontos:1)
    por gibberling em 21-09-04 16:34 GMT (#156)
    (Utilizador Info)
    Ainda me lembro de na Primária ter-me enganado a escrever uma palavra qualquer no "Caderno Diário", além de ter sido obrigado a escrevê-la 100 vezes, ainda levei com uma réguada na tola, mas não foi isso que me levou a dar menos erros, mas sim um professor de português no 9º ano, dedicado e profissional...
    Re::P (Pontos:1)
    por tiagoskid em 23-09-04 10:01 GMT (#297)
    (Utilizador Info)
    Uma das principais maneiras de melhorar a maneira como se escvreve é ler..até ao 9º ano sinceramente já não me lembro como era mas apartir do 10º todos os anos tínhamos livros que era obrigatório ler, eu fui dos poucos, às vezes o único da turma a realmente ler os livros, "Os Maias", "A Aparição", etc..Os meus colegas em geral estudavam para a poditiva,copiavam, não liam os livros porque aqueles livrinhos amarelos de apontamentos tinham o que era importante e depois os professores é que são maus e não ensinam nada porque os alunos até se esforçam e são interessados..POUPEM-ME!!

    P.S. - Não sou professor, a minha mãe é e até há pouco tempo era aluno so secundário por isso estou mt dentro do que se passa..
    Re::P (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 23-09-04 23:38 GMT (#327)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    eu também os evitava ler, são intragáveis! no entanto, li várias outras obras, pelo que penso que esta fixação com os clássicos portugueses é descabida. até porque, por exemplo, a Aparição é um livro que necessita de uma abordagem filosófica com que as pessoas de 18 anos nada se associam.
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    Re::P (Pontos:1)
    por tiagoskid em 24-09-04 14:19 GMT (#338)
    (Utilizador Info)
    Ler clássicos da literatura portuguesa é descabido??
    O que sugeres então?A Maria?:)Ou tendo em conta onde estamos,livros técnicos de informática?:)


    Re::P (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 26-09-04 2:13 GMT (#346)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    alguma coisa com quem os putos se identifiquem. o quê, não sei, sei q os Maias n cativam. nem esse nem os outros, e é por essas e por outras que nunca mais li nada português nem sinto necessidade.
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    Re::P (Pontos:2)
    por Gimp em 21-09-04 10:40 GMT (#41)
    (Utilizador Info)
    Qual é a importância de seres da classe baixa para a discussão? Eu digo-te o que é importante para a discussão. É ter a minha família sujeita a ficar separada porque não chegou à minha mulher esfolar-se para tirar 14 valores no curso de Matemática na FCUPorto, porque gosta, tem vocação e é excelente professora, pois os diversos governos beneficiaram escolas particulares, podendo assim desviar investimento e garantir interesses de alguns membros e simpatizantes dos partidos. É importante para a discussão saber que uma colega da minha mulher no liceu era uma nulidade a matemática, foi para um colégio particular, entrou na Portucalense, saiu com média de 18 e da última vez que soube dela leccionava no ISEP. Este concurso acaba por ser a VERGONHA das VERGONHAS!


    "No comments"

    Re::P (Pontos:1)
    por tiagoskid em 23-09-04 9:54 GMT (#296)
    (Utilizador Info)
    Infelizmente um dos principais senão o principal critério para colocar professores é a média com que acabaram o curso..Sem olhar para *ONDE* tiraram o curso..O que dá origem a situações ridículas como essas e que infelizmente ocorrem frequentemente..A minha mãe é professora no secundário, tem colegas que foram alunas dela,eram verdadeiras nulidades, foram para um escola particular aqui da zona,em que qualquer um entra,literalmente, acabaram com garnde média e agora estão a tirar o lugar a pessoas como a tua mulher que tiveram o "azar" de estudar numa faculdade de jeito em que não dão notas ao desbarato..Enfim..
    Re::P (Pontos:2)
    por higuita em 21-09-04 13:46 GMT (#105)
    (Utilizador Info)
    eu sou da classe baixa amigo

    sim e... quem quer consegue...

    uma das pessoas que eu conheco que considero mais inteligentes e ate' entrou na universidade com media superior a 20 valores (na altura havia bonificacoes) era de classe baixa... vivia 'a custa da bolsa com os tostoes contados mas isso nao implicou que nao quisesse estudar...

    tambem conheco pessoas que quando eram novos nao tiveram hipoteses de estudar, problemas financeiros, e depois de trabalharem, foram continuar os estudos em horario pos-laboral

    o problema dos alunos nao saberem portugues nao tem a ver com atrazos nas colocacoes, este problema e' recente, e o 1º e' muito antigo...

    o problema comeca em casa e na primaria, os novos alunos querem saber muito menos dos estudos e nem em casa nem na primaria sao empurrados para eles

    depois com falta de bases vao para o secundario tentar aprender... para juntar o mau ao pior, durante muitos anos a uma boa parte da formacao dos professores foi baseada em estudantes que entravam com 4 valores ou menos para o ensino superior... havia tambem os bons, mas tambem havia os maus, pelo que um professor que ja' provou ter poucos conhecimentos arrisca-se a deixar passar mais erros aos alunos
    finalmente, tambem durante muitos anos, muitos professores nao o eram... tinham tirado outros cursos... uns ate' sao muito bons professores, outros sao pessimos, nao teem jeito nem formacao minima de como se ensina...

    resolucao? talvez assim:

    -voltar a dar poder as primarias, estes 1º anos de aprendizagem vao marcar o aluno para toda a sua vida, convem que seja da melhor formacao e nao apenas um passatempo
    - responsabilizar os pais e os alunos pelos seus falhancos... reprovou? esta' reprovado, nada de tratamentos estatisticos de que todos passam ate' ao 9 anos sem saber nada de nada
    - avaliar os professores, bons professores incentivados, maus professores postos de parte, se existe excesso de professores, comvem que sejam os bons a dar aulas... para isso tinha-se de deixar de usar a media da universidade como factor classificativo, isto nada indica se o professor e' bom ou mau
      uma forma de avaliar os professores era comparar as medias dos alunos nas provas globais, alunos que tiram 4 teram certamente piores professores que alunos que tiraram 18... mas atencao que este processo nao poderia ser a unica forma de avaliar, teria de haver mais formas
    -reduzir as turmas... todos dizem que ha' professores a mais e alunos a menos, mas as turmas continuam grandes demais, em vez do 20 alunos recomendados tem-se 30 ou ate' mais
    menos gente nas salas de aulas gera menos confusao e maior facilidade de evoluir os alunos

    provavelmente muita mais coisa, mas para comecar isto ja' iria ajudar a educacao, nao a curto prazo, mas a longo prazo, que e' o que interessa

    Higuita
    Re::P (Pontos:1)
    por ffh em 21-09-04 18:12 GMT (#162)
    (Utilizador Info)
    -voltar a dar poder as primarias, estes 1º anos de aprendizagem vao marcar o aluno para toda a sua vida, convem que seja da melhor formacao e nao apenas um passatempo

    - responsabilizar os pais e os alunos pelos seus falhancos... reprovou? esta' reprovado, nada de tratamentos estatisticos de que todos passam ate' ao 9 anos sem saber nada de nada

    Mas depois viriam os pedagogos do costume dizer "Não se pode reprovar os meninos porque estes ficam traumatizados e marginalizados e acabam por desistir da escola, blá, blá, blá..."
    Estes pedagogos devem achar melhor continuar a iludir os alunos que sem esforço e trabalho vão longe.

    Na realidade, há alunos que _precisam_ de um acompanhamento especial, pelas mais diversas situações (que não tratamentos estatísticos, claro!).
    Mas generalizar isso para todos é um erro terrível.
    Claro que aplicar isto a todos os alunos por igual é mais fácil do que saber adaptar a educação às reais necessidades de cada aluno.
    Mas para isso seria necessário dar uma volta completa ao sistema, o que vai muito além da visão a curto prazo que reina por todo o lado.

    -reduzir as turmas... todos dizem que ha' professores a mais e alunos a menos, mas as turmas continuam grandes demais, em vez do 20 alunos recomendados tem-se 30 ou ate' mais menos gente nas salas de aulas gera menos confusao e maior facilidade de evoluir os alunos

    Menos alunos por turma => mais turmas => mais professores => mais salários/custos => mais orçamento => mais défice => ...
    Bom, já estás a ver onde isso vai dar.
    Era muito bom ter turmas de 20 alunos, mas continuam a gerir a educação pelo orçamento...


    -FFH

    Re::P (Pontos:2)
    por higuita em 22-09-04 3:16 GMT (#215)
    (Utilizador Info)
    Era muito bom ter turmas de 20 alunos, mas continuam a gerir a educação pelo orçamento...

    pois... e claro que investir na educacao nao da' lucro imediacto, logo ignora-se
    a educacao sempre foi um parente pobre e o pais esta' a pagar aos poucos esses erros
    querem poupar ¤¤? entao os professores mais antigos que deem mais 6horas semanais de aulas em vez de terem reducao de horario com o tempo... teriam na mesma a reducao, mas mais tarde e isso ja' daria certamente "mais professores" para haver turmas menores

    o pessoal nos outros empregos tambem trabalhas as 8 horas ate' a reforma, era perder uma regalia que ate' concordo mas acho exagerada

    Higuita
    Re::P (Pontos:1)
    por bêbado em 21-09-04 14:16 GMT (#122)
    (Utilizador Info)
    "eu sou da classe baixa" logo escrevo e leio mal.

    Isto é uma ofensa a todos os que são da "classe baixa"!! É o cúmulo da resignação!!

    O vinho é qu'induca e o fado é qu'instrói! (Ora aqui está uma boa assinatura. Vou já tratar disso)


    ~~~ O vinho é qu'induca e o fado é qu'instrói! ~~~
    Re::P (Pontos:2)
    por Ancestor em 21-09-04 14:42 GMT (#130)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Eh pa nao te faças de coitadinho. Não vão muitos anos que te obrigavam a escrever português. Provavelmente tu deliravas era por tirar 3 todos os anos...
    Re::P (Pontos:2)
    por Ancestor em 21-09-04 14:45 GMT (#131)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Se confessasses que és da classe baixa e lês todos os posts ranhosos no gildot, ainda se compreendia... Agora quereres usar a classe como desculpa de iliteracia, eh pa, isso é abusar um pouco do programa...
    Re::P (Pontos:2)
    por jazzy em 21-09-04 10:28 GMT (#33)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    e a pobresa combate-se com a educação... tb é engraçado...
    Recomendo-te leres este artigo publicado no jornal Público em 2003, ou ainda este documento (em formato proprietário), da ONU. Neste segundo documento, repara na citação que é feita a Kofi Annan.

    Tens ainda o economista João César das Neves a dizer o mesmo: "Quais são os factores que, segundo os especialistas, criam um desenvolvimento equilibrado e saudável? Um dos mais importantes é, sem dúvida, a educação."


    Jazzy
    --
    Percebe-se melhor o nível de vida de um país quando até o Primeiro-Ministro emigra....

    Re::P (Pontos:2)
    por ^magico^ em 21-09-04 11:22 GMT (#52)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Eu sou dos apologistas que o governo deveria ter o minimo de ministérios. Num sociedade democrática um governo deveria ter no seu controlo: o sistema educativo, saúde, segurança e justiça. Seriam estes com que o governo se deveria empenhar, deixando todos os outros na responsabilidade de entidades civis.

    O governo português ainda tem muito do velho salazarismo. Ainda tem no sangue o velho estado (na altura o estado novo) que era o pai de toda a gente. Quando uma pessoa queria algo, ía falar com o pai, e aqueles que estavam mais próximos do pai tinham mais regalias, deixando para trás os filhos bastardos.

    Mas perguntam vocês, como é que será possivel alterar isto? Como será possivel ter um governo mais preocupado em decidir assuntos de relevância em vez de passar todos os dias enchovalhado devido a questões "menores". A resposta está no sistema informático. A resposta está em haver um politico com "colhões" que decida utilizar os recursos do país (forças militares, grupos de investigação nas universidades, etc) e em 2 anos analisasse um sistema informático global que atinja todos os ministérios fulcrais.

    É um sonho? Sim... mas daqueles que com um bocadinho de visão podem ser concretizados!

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re::P (Pontos:1)
    por etik em 21-09-04 12:27 GMT (#70)
    (Utilizador Info)


    em quase todo o mundo se diz o mesmo...

    "precisamos de um poilitico com colhões para gerir o pais"
    Re::P (Pontos:2)
    por seven em 21-09-04 20:06 GMT (#173)
    (Utilizador Info)
    "Quando uma pessoa queria algo, ía falar com o pai[...]"

    O CACIQUE... queres tu dizer. Ainda existem muitos por ai.
    Re::P (Pontos:2)
    por Init em 21-09-04 13:41 GMT (#101)
    (Utilizador Info)

    alguns disseram que esta situação ocorre quase todos os anos o que é mentira...

    Todos os anos não sei! Mas lembro-me perfeitamente da bronca do ano passado...

    depois 50 000 professores no desemprego... ja existe a mt tempo mt's professores no desemprego...

    Este concurso serve para colocar professores que fazem parte dos quadros e que têm contractos, é no mínimo um desperdicio de recursos humanos e de dinheiro que eles não tenham onde trabalhar, é também um erro de gestão crasso se alguns ficarem no desemprego devido a um erro recurrente para o qual não havia planos alternativos colocados em funcionamento a tempo de evitar os problemas.

    e a pobresa combate-se com a educação... tb é engraçado...

    Entre outras coisas é claro que sim. Sem educção não temos capacidade de produzir, muito menos produzir com competição. Não fazemos fazer melhor se não souber-mos como o fazer. A educação é essêncial no combate à pobreza.

    O facto de existirem outros problemas, não quer dizer que este não seja um problema e bem grave.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    flame thrower (Pontos:1, Despropositado)
    por Ancestor em 21-09-04 14:39 GMT (#128)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com

    linux tinha nascido na suecia etc...

    Não interessa onde nasce. Interessa que morre aos pés do BSD :D
    Re::P (Pontos:2)
    por higuita em 21-09-04 10:23 GMT (#30)
    (Utilizador Info)
    que axas ??? axas que as tuas aulas são mais importantes que a pobresa que vive o pais ?

    deves ser daqueles que o pais tem de parar ate' que se mate a fome a toda a gente...

    pare optimo, mas depois de se matar a fome a toda a gente, teria-se 100x mais problemas nas outras coisas porque foram sendo ignoradas e atingiram um ponto em que estao a gerar mais fome

    as sociedades evoluem como um todo, e' impossivel tentar resolver apenas meia duzia de problemas sem preparar o futuro, resolvendo outros problemas (menos urgentes, talvez, mas nao menos importantes)

    dizes que este atrazo nao tem importancia, nao es tu que numa semana tens de mudar de cidade, distrito, regiao para ir para outra e se tens mulher/marido, filhos, parentes e que ja' devias saber isto desde maio e DEPOIS de o ano lectivo ter comecado oficialmente, ainda nem sabes para onde vais...

    se quiseres, compara em teres um exame qualquer, mas ainda nao sabes de que cadeira, que materia vai ter nem onde vai ser feito, apenas sabes que o vais ter para na proxima segunda...

    ps: recomendo que escrevas direito, senao ninguem te vai levar a serio... nunca...

    Higuita
    Re::P (Pontos:2)
    por biduxe em 21-09-04 10:30 GMT (#35)
    (Utilizador Info)
    matar a fome a toda a gente realmente só traria mais problemas proponho te uma solução mais eficaz:
    Matar à fome toda a gente.

    ------ EOFim.
    Re::P (Pontos:2)
    por blacksheep em 21-09-04 18:42 GMT (#164)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    dizes que este atrazo nao tem importancia, nao es tu que numa semana tens de mudar de cidade, distrito, regiao para ir para outra e se tens mulher/marido, filhos, parentes e que ja' devias saber isto desde maio e DEPOIS de o ano lectivo ter comecado oficialmente, ainda nem sabes para onde vais...

    O pior é que já têm que ir para a escola para a qual foram chamados na 1ª "fase" do concurso, estando à espera agora dos resultados do 2º.
    Ou seja, obriga um professor com poucos anos de serviço a mudar de alojamento duas a vezes, ou a matar-se para ir para lá todos os dias até que os resultados da 2ª fase do concurso estejam ai.
    Re::P (Pontos:2)
    por jpgm em 21-09-04 14:13 GMT (#119)
    (Utilizador Info)
    e se vires uma vida atrasada 30 anos ???
    e um pais atrasado em tudo e com todos????


    Num comentário Lança-chamas atrevo-me a dizer: Logo vi que tinhamos facho.... Não achar grave o escandalo que está a ser a colocação dos professores....
    Na onda de uma frase, utilizada há muito tempo atrás num outro pais, num contexto de governo que até te deve agradar:
    Portugal, ame-o ou deixe-o!
    Cumprimentos! zp
    Re::P (Pontos:2)
    por biduxe em 21-09-04 9:02 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Se eu errasse tantas vezes depois de não cumprir prazos eu era um mais um humano no desemprego.
    ------ EOFim.
    Re::P (Pontos:1)
    por ashes em 21-09-04 9:15 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://joao.joane.org
    Ok, tudo bem, errar é humano.
    Mas é um erro que se vem a repetir... É inadmissível que isto aconteça. Estão em causa postos de emprego de milhares de pessoas, e consequentemente o início das aulas.
    Já viste que não apresentas solução para o problema, apenas arranjas um problema maior para comparar. Se quiseres eu arranjo-te problemas maiores. As coisas não funcionam assim.
    E já agora, estupidez (e não estupides) é a maneira como os professores são tratados no meio deste processo.
    Se eles amanhã se atrasarem a dar entrada na escola, porque tiveram que fazer 600 Km e tratar de arranjar casa, esse atraso não é pago, e se calhar conta como uma falta não justificada. Haja bom senso.

    Cumprimentos

    Hodie Mihi Cras Tibi

    Re::P (Pontos:2)
    por ^magico^ em 21-09-04 10:33 GMT (#36)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    É com pessoas COMPLACENTES como tu que este país anda nesta merda:
    * professores que não se preocupam em forçar os alunos a estudar para terem boas notas, e que acabam por fazer lhes inflaccionar as notas
    * professores que mesmo que queiram cumprir as obrigações, são bloqueados por reuniões de professores onde têm forçosamente de passar o aluno
    * leis educacionais que permitem (e aconselham) passar alunos sem qualquer qualidade
    * funcionários nas empresas que em vez de se esforçarem, quando vêm um colega a dormir, ajudam-no e fazem o mesmo
    * ninguem assume responsabilidades, a culpa é sempre do outro
    * toda a gente critica (como tu fizeste) mas são poucos os que sugerem algo melhor
    * quando alguem sugere algo melhor (criticas construtivas) são repudiados por (imaginem só) estarem a fazer o dever deles
    * são os jogadores de futebol que não cumprem a obrigação deles
    * vocês ainda acham que Portugal perdeu porque a Grécia é melhor?! Portugal perdeu unica e exclusivamente por culpa própria, por se achar superior a todos os outros e não se esforçar
    * basta pegar no exemplo anterior e aplicar a praticamente toda a sociedade portuguesa
    * oposição politica que tem por unico objectivo ocupar o poiso do governo (vira o disco e toca o mesmo)

    Quando é que isto muda? Eu estou a fazer a minha parte afincadamente e tu, ainda achas que a culpa é sempre dos outros???!!!

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re::P (Pontos:2)
    por jazzy em 21-09-04 10:41 GMT (#42)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    O segundo e terceiro pontos explicam o primeiro.

    Tudo porque alguém decidiu que tinhamos que atingir os níveis de literacia da UE. Só que em vez de se tomarem medidas para que isso acontecesse com qualidade, preferiu-se atingir esse nível de literacia baixando o nível de exigência.

    Actualmente é normal um aluno passar de ano com cinco negativas, quando há alguns anos atrás só muito excepcionalmente um aluno com três negativas passava de ano.


    Jazzy
    --
    Percebe-se melhor o nível de vida de um país quando até o Primeiro-Ministro emigra....

    Re::P (Pontos:2)
    por ^magico^ em 21-09-04 10:58 GMT (#46)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Eu ainda sou do tempo (há 10 anos atrás) que tinha de estudar afincadamente de modo a tirar "Muito Bons" e imaginem só... para poder ter mesada! O meu pai dava-me 500 escudos por cada "muito bom" e 100 escudos por cada "bom".

    Agora o que se passa é "filho, se queres um computador não podes ter negativas", passa o ano e o filho aparece com 3 negativas ao que o pai responde "não faz mal meu filho, eu dou-te o computador na mesma".

    O problema não está no sistema politico. O problema está enraizado no sangue português, no sangue desta sociedade malandra que não é merecedora da história que tem! Pelo menos na época da monarquia, estavamos destinados a ter um bom rei ou um mau rei e o progresso deviasse a essa "sorte".
    Agora estamos destinados a uma democaria podre, em que nem a votação é obrigatória e as pessoas são "complacentes" e não usam a obrigação de ir votar!

    Uma palavra define a sociedade portuguesa: passividade!!!!

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re::P (Pontos:2)
    por ^magico^ em 21-09-04 10:59 GMT (#47)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    deviasse = devia-se

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re::P (Pontos:2)
    por jazzy em 21-09-04 11:06 GMT (#50)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    Concordo com a tua visão, mas a passividade do pai seria outra se o filho chegasse a casa com 3 negativas e consequente chumbo.

    Agora, a prespectiva de não ter negativas é igual à de ter 3 negativas.


    Jazzy
    --
    Percebe-se melhor o nível de vida de um país quando até o Primeiro-Ministro emigra....

    Re::P (Pontos:1)
    por MeeTra em 21-09-04 12:19 GMT (#68)
    (Utilizador Info)
    Quando uma aluna chama Vaca à professora, professora chama a mãe (porque não pode bater na aluna ou responder aka defender-se) e a mãe responde que a filha chama-lhe pior... isto não vai evoluir.
    Re::P (Pontos:2)
    por higuita em 21-09-04 10:34 GMT (#38)
    (Utilizador Info)
    se for humano, errar é humano

    e cada um deve-se responsabilizar pelos seus erros...

    ha' erros que se desculpam, mas outros sao imperdoaveis...

    depois dos problemas do ano passado, acontecer a mesma coisa ja' nao tem desculpa, e' algo que afecta milhoes de pessoas e indirectamente o pais inteiro a medio prazo

    errar e' humano, mas a estupidez tambem...

    isto nao serve de justificacao, serve apenas de aviso que as coisas podem falhar e segundo a lei de murphy, vai falhar mais tarde ou mais cedo...

    como seres minimamente inteligentes, deve-se preparar minimamente alternativas para quando isso acontecer

    Higuita
    Re::P (Pontos:2)
    por Arrepiadd em 22-09-04 20:16 GMT (#277)
    (Utilizador Info)

    Posso então partir do princípio que achas o que se passou aceitável...

    Há quanto tempo é que isto anda a ser discutido? Há quanto tempo é que as listas estão para sair e afinal têm erros?

    Eu sou estudante universitário, rica vida dirão alguns, quando saíres cá para fora logo vês. Mas eu, por cadeira, tenho duas tentativas para fazer as coisas bem. Se no primeiro exame fizer asneira, chumbo. Tenho depois o segundo para mostrar que aprendi com os erros (usando a frase que tu usaste). Se não o fizer, chumbo à cadeira!!! E o ministério da educação, quantas tentativas tem?

    E se isto ainda não te deixar a pensar, responde-me lá, quantos meses esperavas se houvessem sucessivamente erros na distribuição do ordenado e fosses contemplado com zero euros!


    Re::P (Pontos:1, Interessante)
    por bêbado em 21-09-04 9:32 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    De origem natural é que não são de certeza!

    Há erros que são inadmissíveis em determinados contextos. A complacência é inimiga dos bons resultados.

    Quando se tratam de sistemas que mexem com a vida de pessoas não há margem para erros desta dimensão!

    E é tanto mais grave porque não é a primeira vez que isto acontece.

    O erro não é do SQL, nem do servidor, nem da liguagem de programação. É de quem decidiu adjudicar o trabalho à empresa que o fez. E é quem decidiu isso que tem de assumir a responsabilidade.

    ~~~ O vinho é qu'induca e o fado é qu'instrói! ~~~
    Re::P (Pontos:2)
    por [Cliff] em 21-09-04 9:48 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    o problema é que se calhar a pessoa que decidiu já não lá está, com a dança das cadeirinhas derivada da mudança de tacho^Wgoverno.

    ---
    MS Windows, há 10 anos que a taskbar no topo do ecrã gera um bug.
    Re::P (Pontos:0, Despropositado)
    por bêbado em 21-09-04 10:11 GMT (#28)
    (Utilizador Info)
    "pessoa que decidiu já não lá está"

    A pessoa pode já lá não estar... mas o cargo que essa pessoa ocupava mantém-se e terá um novo locatário que, se não revogou as decisões do locatário anterior, assumes as responsabilidades assumidas anteriormente. E responde por elas. Ou deveria responder se tivesse tomates.

    ~~~ O vinho é qu'induca e o fado é qu'instrói! ~~~
    Re::P (Pontos:2)
    por Ancestor em 21-09-04 11:43 GMT (#62)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Exacto. A historinha que a culpa é do antecessor tem mta piada. Por algum motivo quem manda tem salário superior... porque tem responsabilidades acrescidas. Se algo corre mal com a equipa, a responsabilidade não é dos elementos individuais, mas do coordenador. Mas pronto, estamos em Portugal, é normal um site plantar-se com 50 mil acessos....
    Re::P (Pontos:0, Redundante)
    por etik em 21-09-04 12:26 GMT (#69)
    (Utilizador Info)

    já não se pode ser ironico...

    triste é viver neste pais....
    Re::P (Pontos:0, Despropositado)
    por Ancestor em 21-09-04 12:36 GMT (#79)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Depois de 3L de cerveja, até o meu p3 tem 2 processadores ;)
    Re::P (Pontos:0, Despropositado)
    por etik em 21-09-04 13:00 GMT (#85)
    (Utilizador Info)

    tenho que começar a passar os meus post's no word, seguir o exemplo aqui do ppl do gildot :D
    Re::P (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 21-09-04 20:37 GMT (#178)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    não só isso, como tem culpas de andar a dizer q vai estar tudo bem quando se vê que não sabem do q falam e q vai dar muita merda a milhas de distância.
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    Teste de cliente (Pontos:4, Esclarecedor)
    por jazzy em 21-09-04 9:10 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    Quem é que na posse das suas faculdades mentais põe em produção uma aplicação encomendada ao exterior sem validar os requisitos?

    Ninguém no Ministério se lembrou que o programa podia não estar a fazer aquilo que eles queriam?

    Se esta validação tivesse sido feita, toda esta palhaçada teria sido evitada.


    Jazzy
    --
    Percebe-se melhor o nível de vida de um país quando até o Primeiro-Ministro emigra....

    Comentários (Pontos:5, Interessante)
    por 4Gr em 21-09-04 9:16 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    O meu Director de Curso, juntamente com outros professores da Faculdade, fizeram uma sessão de auditoria ao Software e o comentário dele foi inequívoco:

    "Inacreditável!".

    Segundo ele, não havia ponta por onde se lhe pegue e, obviamente, tratava-se de factor C (cunha) em acção. Vou tentar aprofundar detalhes técnicos, visto que estou agora em aula com ele em Engenharia de Software :-)

    Paradoxo do ano: Microsoft Works!
    Dominus vobiscum
    Re:Comentários (Pontos:1)
    por luaNova em 21-09-04 9:41 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    essa é uma excelente informação. os resultados dessa auditoria são sempre privados ?
    Re:Comentários (Pontos:2)
    por [Cliff] em 21-09-04 9:51 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    ahhh... o drama do outsourcing de outsourcing. qualquer dia a TI parece a construção civíl, com as sub-sub-sub-empreitadas.
    anyway, não arranjas por aí trechos de código para animar a malta não?

    ---
    MS Windows, há 10 anos que a taskbar no topo do ecrã gera um bug.
    Re:Comentários (Pontos:2)
    por ^magico^ em 21-09-04 10:34 GMT (#37)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    E essa empresa não é responsabilisada? Não é chafurdada em publico, desgastada para que nunca mais um trabalho lhe seja encomendado?

    É assim, uma empresa não sabe desenvolver um produto e vai continuar na boa????

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:Comentários (Pontos:2)
    por 4Gr em 21-09-04 11:26 GMT (#53)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    E essa empresa não é responsabilizada? Não é chafurdada em publico, desgastada para que nunca mais um trabalho lhe seja encomendado?
     
    É assim, uma empresa não sabe desenvolver um produto e vai continuar na boa????


    O prof. também questionou o mesmo e disse, ao qual eu concordo "Estamos em Portugal! Os crimes cometem-se mas não se responsabiliza ninguém!"

    Paradoxo do ano: Microsoft Works!
    Dominus vobiscum
    Re:Comentários (Pontos:2, Engraçado)
    por Ancestor em 21-09-04 11:31 GMT (#57)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Não é bem assim... é mais "Os crimes cometem-se mas não se responsabiliza ninguém que pague para não ter chatices!"
    Re:Comentários (Pontos:2)
    por fhc em 21-09-04 13:37 GMT (#97)
    (Utilizador Info)

    O quê, é preciso pagar? Então e o povo de brandos costumes, já não se aplica?

    Francisco Colaço


    Deus dê saúde aos meus inimigos para que assistam de pé à minha vitória.

    Lema inscrito num barco bandeirante.

    Re:Comentários (Pontos:2)
    por Ancestor em 21-09-04 14:33 GMT (#127)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    A geração de 70 some a passos vistos...
    Re:Comentários (Pontos:1)
    por alvin em 21-09-04 21:49 GMT (#188)
    (Utilizador Info)
    "E essa empresa não é responsabilisada? Não é chafurdada em publico, desgastada para que nunca mais um trabalho lhe seja encomendado?"
    Queira Deus que não tenha sido criada ad-hoc para este trabalho.

    --
    The worst thing about getting old, is remembering when you were young.
    Re:Comentários (Pontos:2)
    por Init em 21-09-04 22:37 GMT (#193)
    (Utilizador Info)

    Não foi não! É uma empresa com 30 anos, há também requesitos legais que exigem que as empresas tenham um determinado volume de negócios, idade, lucro, etc... para poderem serem consideradas como concorrente válido e ao que ouvi na TV houve de facto um concurso público.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Comentários (Pontos:1)
    por ffh em 22-09-04 9:50 GMT (#223)
    (Utilizador Info)
    O facto de ter havido concurso público não significa que não tenha havido cunha.
    Não conheço os factores que eram avaliados neste concurso em particular, mas costuma haver sempre alguns critérios que são mais ou menos subjectivos, logo manipuláveis.

    -FFH
    Re:Comentários (Pontos:2)
    por fhc em 23-09-04 8:13 GMT (#288)
    (Utilizador Info)

    Normalmente os parâmetros do concurso são pensados de modo a favorecer o candidatro vencedor. «Procura-se diplomado em Turismo Aplicado à Filosofia Epicurística ou licenciatura similar».

    Francisco Colaço


    Deus dê saúde aos meus inimigos para que assistam de pé à minha vitória.

    Lema inscrito num barco bandeirante.

    Re:Comentários (Pontos:3, Engraçado)
    por Ancestor em 21-09-04 11:58 GMT (#65)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Em Engenharia do Software aprendes o algoritmo optimizado do factor C? Isso é que dava um jeito bestial. Se até um paralelo de rua fazia melhor papel que os imbecis em causa, a minha sombra fazia um brilharete...
    Re:Comentários (Pontos:2, Interessante)
    por nzalmeida em 21-09-04 13:08 GMT (#87)
    (Utilizador Info) http://nzalmeida.no.sapo.pt
    Já deu hoje no noticiário da RTP que a COMPTA se trata de uma empresa com mais de 30 anos em que o presidente da Assembleia é um menbro do PSD. Factor C em acção. Nunca tinha ouvido falar desta empresa já tive no site é até este é um erro pegado, lento e pesado e cheio de erros. Aliás não tenho dúvidas depois de ver o site que só usam M$
    Re:Comentários (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 21-09-04 20:39 GMT (#179)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    que, coitadinho, já n vai receber pela casa da música. q por acaso tb foi ministro.
    (informações dadas pelo mesmo Engº Vidal noutra ocasião)
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    Complexo (Pontos:2)
    por Gimp em 21-09-04 9:39 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    Estive a conversar com a minha mulher sobre os concursos, já que é parte interessada e eu por tabela, e as variantes que há deixam um gajo zonzo até dizer chega. Mas uma coisa que penso que facilitaria todo o processo, era ter a informação do número aproximado de vagas e alunos logo após as matrículas para o ano lectivo seguinte, em vez de os professores se candidatarem nos primeiros meses do ano (não sei o mês ao certo neste momento) baseando o concurso nos números do ano anterior como é feito. Uma escola dá o nº de professores do quadro, nº de alunos matrículados, nº de professores do quadro que querem transferir-se, reduções de horas dos professores (direcções de turma, etc,etc). A partir daqui é adequar todo o sistema às quilhentas variáveis possíveis: graduação, reduções de horário, bzzzzzzzz...
    O fulcral nisto? Um sistema informático bem montado e programado...

    Voltando ao artigo, quando os apoiantes cegos, e não só, dos xuxalistas e dos laranjinas (é, como a bebida), que são os partidos maioritários, algum dia derem uma nega à classe política e mostrarem claramente que estão fartos de verem os interesses de poucos a sobrepor-se aos de todos, aí sim, este país muda.


    "No comments"

    Re:Complexo (Pontos:3, Interessante)
    por Ancestor em 21-09-04 13:01 GMT (#86)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com

    Um sistema informático bem montado e programado...

    Pelo que percebi do "problema actual" são permutações, pura e simples. Se um dado professor está mal atribuído (no caso de erro) este candidata-se uma vaga potencialmente distribuída e ocupa uma vaga também potencialmente distribuída. Pelas explicações oficiais o programa processa cada um destes erros como uma iteração com efeito de cascata... Não é preciso dizer mais. O programa a cada iteração deverá calcular a eventual posição dos professores restantes. Xiiiu ninguém diga que estes problemas se encontram facilmente em xadrez, da ordem dos milhões de combinações, e se resolvem em "tempo real"....
    Re:Complexo (Pontos:2)
    por ^magico^ em 21-09-04 13:30 GMT (#93)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Será quer usaram CURSORS em SQL para resolver o problema?!

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:Complexo (Pontos:2)
    por Ancestor em 21-09-04 14:06 GMT (#114)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Não me parece que sequer tenham resolvido o problema... Assumiram um algoritmo linear sem necessidade de modificação...
    uma opiniao (Pontos:2, Informativo)
    por grumpy bulgarian em 21-09-04 9:45 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://10.10.11.2
    no Vareta Funda

    E alguém irá certamente perguntar que raio de responsabilidade pode ter uma pessoa que agarrou há dois meses num processo ferido de morte e se limitou a constatar-lhe o óbito? Nenhuma, claro, nem isso conta para o caso, porque a senhora "ministra" nunca foi Ministra da Educação: limitou-se a ser uma figura de cêra, a derreter como expediente para salvaguardar os verdadeiros responsáveis: o antigo ministro David Justino e a empresa que foi (certamente) bem paga para produzir um software inútil. Ao primeiro devem ser assacadas as responsabilidades políticas deste processo e aos segundos as consequências de contratos (haverá?) não cumpridos e prejuízos que daí tenham sobrevindo. Qualquer outra coisa é folclore.


    Grumpy B)

    Re:uma opiniao (Pontos:2)
    por Gimp em 21-09-04 9:54 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    O sr. David Justino deveria ser impedido de aceder à função pública durante 20 anos...


    "No comments"

    Re:uma opiniao (Pontos:2)
    por jazzy em 21-09-04 9:54 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    De acordo no ponto em que o principal responsável é o Dr. Justino ("esse pândego", como diria um conhecido meu).

    Já a actual ministra tem responsabilidade por ter deixado continuar um processo que sabia de antemão que ia redundar num fracasso. Mas havia que não criticar o Governo anterior...


    Jazzy
    --
    Percebe-se melhor o nível de vida de um país quando até o Primeiro-Ministro emigra....

    Re:uma opiniao (Pontos:2)
    por ^magico^ em 21-09-04 10:37 GMT (#40)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Eu tenho PENA da actual ministra da educação, pelo simples facto de ela acabar por servir de bode espiatório e cabrito sacrificado ao povo!

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:uma opiniao (Pontos:2)
    por SUp3rFM em 21-09-04 12:13 GMT (#66)
    (Utilizador Info) http://phalanx-ut.com
    Um amigo meu diz "Quando elas se põem a jeito...". Alguém a obrigou a ser ministra? :)

    A minha anterior assinatura era ainda pior que esta.
    Re:uma opiniao (Pontos:2)
    por blacksheep em 21-09-04 18:58 GMT (#167)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    O que me chateia na Ministra é o facto de esta, pelo menos aqui há uns tempos, se ter posto a dizer que estava tudo a correr calmamente, não havia razões para a alarme, etc quando o resultado do concurso já ia atrasado e já tinha havido uma série de erros em coisas do género de habilitações, etc, etc.
    Qual é a empresa?? (Pontos:2)
    por cyborgas em 21-09-04 9:48 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://www.justoweb.com
    Acho que se devia tornar público quando uma empresa não faz devidamente o seu trabalho. É assim com tudo o resto, porque é que neste caso ninguém diz quem eles são?

    E já agora colocar a público todo o documento de projecto. Só assim se veria quem errou. Será que foi a empresa, quem elaborou os requisitos ou ambos.
    Neste caso, elaborar requisitos acho que deveria ser só interpretar a lei, mas nas leis nem sempre há consenso.
    Envolvimento: Alguém ligado à advogacia/intrepertação de leis; Um técnico/empresa reconhecida; Um sistema de hardware compatível.

    Gostava mesmo de ver esse documento de projecto, se é que existe. Pois só assim fará sentido rolarem as cabeças, sim as cabeças correctas e não os bodes espiatórios.

    Desde que vi resultados publicados para milhares através de uma página/site com recurso a base de dados MS Access, já acredito em tudo, infelizmente.

    --------------
    Be a good person, adopt a tux!!
    Re:Qual é a empresa?? (Pontos:3, Informativo)
    por [Cliff] em 21-09-04 10:08 GMT (#27)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Acho que o site deles foi gildotted :) mas perguntei agora e disseram-me que foi a compta.

    ---
    MS Windows, há 10 anos que a taskbar no topo do ecrã gera um bug.
    Re:Qual é a empresa?? (Pontos:1)
    por nzalmeida em 21-09-04 13:52 GMT (#108)
    (Utilizador Info) http://nzalmeida.no.sapo.pt
    Desculpem o comentário anterior tem erros

    Nome: Compta

    Valor do contracto: 200 000¤ (isso mesmo 40mil contos)

    Site: http://www.compta.pt
    que não funciona bem em nenhum browser ainda escapa no Opera (melhor que no IE!!!!!!!!)

    Factor cunha: Couto dos Santos e Rui Machete, administrador e Presidente da Assembleia-Geral da empresa Compta
    militantes do PSD, ex-ministros e amigos de quem os escolheu sem concurso público

    http://barnabe.weblog.com.pt/arquivo/151316.html

    Re:Qual é a empresa?? (Pontos:2)
    por [Cliff] em 21-09-04 15:00 GMT (#138)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    epá, que os mais sensíveis desculpem o palavrão mas... fodasse!!! onde é que anda a merda da PJ? até um cego vê isto.

    ---
    MS Windows, há 10 anos que a taskbar no topo do ecrã gera um bug.
    Re: Correcção e correctivo (Pontos:3, Engraçado)
    por grumpy bulgarian em 21-09-04 20:40 GMT (#180)
    (Utilizador Info) http://10.10.11.2
    Acho que num artigo dedicado a problemáticas da Educação não devo deixar passar isto. Escreve-se e pronuncia-se "foda-se", não "fodasse". Havias de levar 30 reguadas pela ortografia e mais 40 pelo palavreado.
    Grumpy B)
    Re: Correcção e correctivo (Pontos:2)
    por [Cliff] em 22-09-04 9:53 GMT (#224)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    lol desculpe sop'sôr...

    ---
    MS Windows, há 10 anos que a taskbar no topo do ecrã gera um bug.
    Re: Correcção e correctivo (Pontos:1)
    por paipo em 22-09-04 9:57 GMT (#225)
    (Utilizador Info)
    LOL!!!

    eh pá!!
    não deviam fazer comentários destes! Estou num cliente, não me posso rir à vontade...
    Re:Qual é a empresa?? (Pontos:1)
    por GugaK em 21-09-04 20:42 GMT (#181)
    (Utilizador Info)
    A página da compta demora uma eternidade para carregar no IE! Ainda não consegui ver nada além de umas barras cinzas. E não funciona no Mozilla.

    Se não conseguem fazer bem feito uma coisa tão simples como uma página HTML, dá para entender a dificuldade que estão tendo com o programa para colocação dos professores.

    Re:Qual é a empresa?? (Pontos:2)
    por Init em 21-09-04 22:41 GMT (#194)
    (Utilizador Info)

    O mozilla usa o gecko e que o Firefox também, e que eu com o firefox 0.9.3 consigo ver o site apesár de demorar bastante a carregar, mas tendo em conta que o meu ISP está com um serviço de caca, pensei que fosse disso...


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Qual é a empresa?? (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 22-09-04 0:23 GMT (#203)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    n, foi dos jornalistas a carregar de minuto em minuto a ver se tinham noticia. costou-me q o jornal da tarde foi do género "n, ainda n há resultados. talvez daki a pouco"
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    Re:Qual é a empresa?? (Pontos:2)
    por grumbler em 22-09-04 9:33 GMT (#219)
    (Utilizador Info)
    Já agora, para quem não se recorda, Couto dos Santos já foi ministro da educação, nos tempos dos governos Cavaco Silva.

    --
    What, Me Worry?
    Re:Qual é a empresa?? (Pontos:2)
    por higuita em 21-09-04 10:44 GMT (#43)
    (Utilizador Info)
    concordo, o nome da empresa devia ser publico, e devia devolver ao estado o ¤¤ pago, se nao tivesse de indemizar o estado

    estas coisas so' vao comecar a ir ao sitio quando comecar a sair do pelo destas empresas os seus erros

    e ainda digo mais, todos estes sistemas publicos deviam ser abertos (e nao me estou a referir ao software, que tambem concordo, mas isso e' outra historia), deviam estar num site do governo toda a planificacao do sistema para qualquer um poder consultar e poder dar as suas criticas...

    desde fazer sites por 1 milhao de contos ate' comprar solucoes informaticas completas que nao servem para o pretendido, ja' se viu de tudo, pelo que "auditorias" publicas do projecto seriam a unica forma de o estado (e logo todos nos) nao serem burlados por incompetentes ou por cunhas...

    Higuita
    Re:Qual é a empresa?? (Pontos:2)
    por MacLeod em 21-09-04 10:46 GMT (#44)
    (Utilizador Info)
    O nome da empresa já veio a público. Ainda hoje ouvi na SIC Notícias um assessor da ministra a dizer mal da empresa, a Compta.
    Re:Qual é a empresa?? (Pontos:2)
    por Gimp em 21-09-04 10:59 GMT (#48)
    (Utilizador Info)
    O assessor também devia dizer mal do sr. David Justino...


    "No comments"

    Re:Qual é a empresa?? (Pontos:3, Interessante)
    por ^magico^ em 21-09-04 11:27 GMT (#54)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Dizer mal não é suficiente! O correcto seria existir uma indemnização do estado, bem como se saber quais os parametros na escolha na empresa.
    É que não basta arrastar a empresa (que mal e porcamente executou o serviço) é necessário encontrar quem "decidiu" que seria a empresa a desenvolver o sistema e quais a razões.

    Eu estou farto de ver os politicos imunes às suas próprias decisões! Eu acho que estamos TODOS FARTOS de ver os politicos imunes às suas próprias decisões erradas!

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:Qual é a empresa?? (Pontos:1)
    por josemarques em 21-09-04 11:00 GMT (#49)
    (Utilizador Info) http://www.alternativeyouth.com/adrift
    Lol, abram o página da compta em firefox... :P
    . Let's push things forward!
    Re:Qual é a empresa?? (Pontos:1)
    por bêbado em 21-09-04 11:27 GMT (#55)
    (Utilizador Info)
    Já tentei várias vezes... não consigo!

    <SARCASTIC>
    Será por causa disto: <meta NAME="GENERATOR" Content="Microsoft Visual Studio 6.0"> ?
    </SARCASTIC>


    ~~~ O vinho é qu'induca e o fado é qu'instrói! ~~~
    Re:Qual é a empresa?? (Pontos:2)
    por Ancestor em 21-09-04 11:32 GMT (#59)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Provavelmente é o teu firefox que tem um bug no IIS :D
    Re:Qual é a empresa?? (Pontos:0)
    por nzalmeida em 21-09-04 13:23 GMT (#92)
    (Utilizador Info) http://nzalmeida.no.sapo.pt
    Pensei por aqui um resumo do que por aí está escrito e ouvi nos jornais televisivos desta tarde sobre a empresa que desencolveu o Software:

  • Nome: Compta

  • Valor do contracto: 40 000¤ (isso mesmo 20mil contos)

  • Site: http://www.compta.pt
    que não funciona bem em nenhum browser ainda escapa no Opera (melhor que no IE!!!!!!!!)

  • Factor cunha: Presidente da Assembleia é alto menbro do PSD (vou ouvir com mais atenção para dar nome)

    Mais informações não te acanhes
  • Re:Qual é a empresa?? (Pontos:3, Esclarecedor)
    por ^magico^ em 21-09-04 13:31 GMT (#94)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    40.000¤ = 8 mil contos!

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:Qual é a empresa?? (Pontos:2)
    por fhc em 21-09-04 13:39 GMT (#99)
    (Utilizador Info)

    Aceitaram um trabalho de tal responsabilidade por oito mil contos? Burros!

    Francisco Colaço


    Deus dê saúde aos meus inimigos para que assistam de pé à minha vitória.

    Lema inscrito num barco bandeirante.

    Re:Qual é a empresa?? (Pontos:2)
    por SlickFox em 21-09-04 18:36 GMT (#163)
    (Utilizador Info) http://mozilla.shopizzy.com
    Foi corrigido pelo autor original, são 200 mil ¤¤¤, mais perto dos números que tinha ouvido à uns meses ...

    Mesmo assim 8 mil contos por algo que não funciona é sempre caro!
    Re:Qual é a empresa?? (Pontos:3, Interessante)
    por fhc em 22-09-04 15:34 GMT (#262)
    (Utilizador Info)

    600000, veio no público hoje. Assim vale a pena ser incompetente.

    Francisco Colaço


    Deus dê saúde aos meus inimigos para que assistam de pé à minha vitória.

    Lema inscrito num barco bandeirante.

    Compta (Pontos:1, Informativo)
    por nzalmeida em 21-09-04 13:55 GMT (#109)
    (Utilizador Info) http://nzalmeida.no.sapo.pt
    Desculpem o comentário anterior tem erros....

    Nome: Compta

    Valor do contracto: 200 000¤ (isso mesmo 40mil contos)

    Site: http://www.compta.pt
    que não funciona bem em nenhum browser ainda escapa no Opera (melhor que no IE!!!!!!!!)

    Factor cunha: Couto dos Santos e Rui Machete, administrador e Presidente da Assembleia-Geral da empresa Compta
    militantes do PSD, ex-ministros e amigos de quem os escolheu sem concurso público

    http://barnabe.weblog.com.pt/arquivo/151316.html

    Re:Compta (Pontos:2)
    por ^magico^ em 22-09-04 10:24 GMT (#232)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    No Correio da Manha, Listas vão ser feitas à mão onde se lê: Um sistema, recorde-se, que terá custado aos cofres do Ministério (e dos contribuintes) cerca de 600 mil euros.

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:Compta (Pontos:2)
    por mlopes em 23-09-04 10:40 GMT (#301)
    (Utilizador Info)
    Mas como é que alguém adjudica um trabalho destes a uma empresa que nem o próprio site é capaz de fazer! Já para não falar nos tempos de resposta.

    "Para mim a tecnologia é como as tangerinas, na medida em que não consigo fazer uma analogia decente sobre nenhuma das duas neste momento" Scott Adams

    Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por Tuaregue em 21-09-04 9:57 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    O que mais me revolta é que o nosso estado tem nos seus vários sectores(Forças Armadas, Ministérios, Funcionário Públicos) pessoas muito competentes em informática, tanto em programação como em planeamento de aplicações. Mas como os Governos que tivemos até agora são governos que gostam de gastar e mal o dinheiro do estado, não sabem aproveitar os recursos internos para desenvolver as suas próprias aplicações.
    Já se fizeram requisições cíveis por coisas estúpidas porque não entregar o desenvolvimento as Forças Armadas??
    Será por causa do factor cunha como alguém já disse a cima??

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:1)
    por bêbado em 21-09-04 10:28 GMT (#32)
    (Utilizador Info)
    A questão é interessante e sei que o Estado tem meios para resolver este problema sem recorrer a empresas privadas (e até ajudava a não aumentar a despesa pública - se isso fosse de facto uma prioridade).

    Mas repara: uma das premissas do neoliberalismo (quanto às funções do Estado) é precisamente a criação de oportunidades privadas de negócio com dinheiros públicos.

    Quando dizem "Menos Estado, melhor Estado" é (também) a isso que estão a referir-se.

    Não é uma questão de cunha ou de clientelismo. É uma questão de princípio.

    ~~~ O vinho é qu'induca e o fado é qu'instrói! ~~~
    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por ^magico^ em 21-09-04 11:31 GMT (#58)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Estás-me a dizer que se tu *tiveres* recursos internos, vais preferir fazer outsourcing do que desenvolver internamente?!
    Eu discordo da tua posição, no ponto em que o Estado como "empresa" que é, *tendo* os recursos internos, deve-os utilizar em prol de todos nós.

    Claro, que sou apologista de que o Estado não tenha necessidade de ter esses recursos. O Estado deve manter do seu lado o minimo de responsabilidades "privadas" e limitar-se a gerir a educação, saúde, segurança e justiça; e não a desenvolver sistemas próprios.

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por fhc em 21-09-04 14:10 GMT (#118)
    (Utilizador Info)

    Há funções que são próprias do Estado: defesa, segurança, justiça, e que não são, a meu ver, deslocalizáveis para fora da máquina burocrática. Há muito em jogo para o fazer.

    Em outras coisas, talvez deva ser. O ensino, por exemplo. Defendo que as escolas públicas devem ser boas ou ser substituídas deste modo: quem escolhe é o pai, e a escola é paga um tanto, acordado nacionalmente com o Estado, por aluno. Assim, eu, pai, escolherei a melhor escola para o meu aluno, pública ou privada. Provavelmente escolheria uma escola pública. Mas se uma privada tivesse melhor qualidade, podia mudar a minha escolha. Tinha escola!

    Não sei porque a saúde não pode ser desafectada do Estado, desde que seja assegurado que os médicos que trabalham no sector público não o possam fazer no privado, de modo a usar em próprio proveito os recursos do Estado. Não sei porque é que os cartórios têm necessariamente de ser públicos. Na Bélgica não o são, e não me consta que sejam melhores ou piores do que aqui, salvo no tocante a prazos.

    Isso sou eu, é claro, e admito apenas uma coisa: não sabendo se o privado é melhor que o público, defendo a coexistência dos dois sistemas.

    Francisco Colaço


    Deus dê saúde aos meus inimigos para que assistam de pé à minha vitória.

    Lema inscrito num barco bandeirante.

    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por ^magico^ em 21-09-04 14:31 GMT (#125)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Há funções que são próprias do Estado: defesa, segurança, justiça, e que não são, a meu ver, deslocalizáveis para fora da máquina burocrática. Há muito em jogo para o fazer.

    Plenamente de acordo. A Segurança e a Justiça deverão sempre ser mantidas debaixo do controlo estatal pela razão principal devem ser elas a manter a nossa liberdade e o Estado deve ter por função principal manter a liberdade dos cidadãos.

    Em outras coisas, talvez deva ser. O ensino, por exemplo.

    O ensino (educação) deve ser mantido debaixo da alçada estatal (no meu ver) pela razão de que deve ser o estado a manter uma directriz educacional completa. Claro que concordo com uma independência maior das escolas publicas, mas nunca remover do Estado a sua obrigação de criar e manter um sistema de ensino.

    A minha visão é que tudo aquilo que o Estado faz que não tem um impacto directo na liberdade, na independência e na soberania nacional deveria ser feito a nível privado:
    * cartórios (basicamente armazens de papel) deveriam estar fora do estado
    * segurança social (já na linha vermelha) deveria acabar e as pessoas serem obrigadas por lei a fazerem planos sociais em instituições crediveis
    * finanças, deviam informatizar-se completamente e terem acesso a toda a informação bancária dos crontibuintes por forma a fazerem cruzamento de informação imediato

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por [Cliff] em 21-09-04 15:08 GMT (#140)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    tudo verdade, só dois reparos:


    Nunca ouvi falar de nenhum plano poupança desemprego... e olha que andar meio ano à procura de um trabalho decente não é nada por aí além. Ou aceitas propostas da treta, do tipo "tens muita sorte em te oferecer 150 contos" ou andas "ao tio ao tio". E olha que os 150 contos/mês só são atractivos quando não tens a despesa da casa que são 80% desse valor. * finanças, deviam informatizar-se completamente e terem acesso a toda a informação bancária dos crontibuintes por forma a fazerem cruzamento de informação imediato
    Isso não era bom, era excelente! Mas nunca vai acontecer. Era o descalabro, muitos empresários nacionais tinham de se exilar nas Bahamas, Brasil, Cabo Verde... E lá se ia a massa produtiva portuguesa: sim, porque o trabalhador nacional não é produtivo, a chefia é que é :)

    ---
    MS Windows, há 10 anos que a taskbar no topo do ecrã gera um bug.
    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 22-09-04 0:28 GMT (#204)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    se o estado n recebe o q é dele, q interesse faz q sejam produtivos?!?
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por fhc em 22-09-04 15:49 GMT (#264)
    (Utilizador Info)

    Estou de acordo com a necessidade de se acabar com o sigilo bancário estúpido, ou pelo menos aligeirar o seu levantamento de tal forma que qualquer director de finanças, dada dúvida razoável, possa saber qual o saldo de uma determinada conta em determinado intervalo de tempo (máximo, médio, mínimo) sem necessariamente ter acesso ao extracto.

    Quanto ao fim da segurança social, desacordo. Não posso concordar com a privatização total da Segurança Social de modo algum, muito embora possa aceitar (e defender) que uma percentagem das contribuições obrigatórias (por exemplo, um terço) possa ser desviada para sistemas complementares à escolha do utente, após ter dado entrada na Segurança Social. Isso para evitar falsos fundos, coisa que a nossa honesta banca nunca arranjaria, passe o sarcasmo.

    Francisco Colaço


    Deus dê saúde aos meus inimigos para que assistam de pé à minha vitória.

    Lema inscrito num barco bandeirante.

    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por ^magico^ em 22-09-04 17:00 GMT (#271)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    O problema da segurança social, é que ironicamente não é nenhuma segurança.
    Exemplo prático, eu que trabalho e desconto para a segurança social faz 7 anos (tenho 25 anos de idade), quando chegar a minha idade de reforma podem acontecer 2 coisas:
    * ou não há dinheiro para me pagar a reforma, pois o dinheiro que eu descontei não foi para a "minha reforma" mas sim para pagar a reforma daqueles que entraram antes de mim.
    * ou então serão feitos malabarismos matemáticos por forma a que a minha reforma não irá corresponder a um valor justo.

    Eu desconto 100 euros por mês para a segurança social, pode não ser muito... mas olha que com esse dinheiro tenho a certeza que consigo ter um PPR + seguro de desemprego + seguro de saúde a nível privado muito melhor do que descontando para a SS publica.

    Fazendo contas por alto:
    * um seguro de saúde/doença que cubra estomatologia (125¤), oftalmologia (200¤), internamento hospitalar até 2500 euros anda à volta de 25¤ mês
    * um seguro de desemprego varia muito, mas coloquemos 10¤ mês
    * um PPR com 65¤ mês dá 780¤ ano que em 40 anos de trabalho dá 31.200¤

    Agora diz-me onde é que os 100¤ que eu desconto para a SS me dão alguma coisa? Pode ser um sistema humano, mas não é um sistema justo e muito menos não é o melhor!!!!!

    Tou farto de trabalhar para malandros! Vou é fazer a mesma coisa e ir para o desemprego, andar de baixa durante 6 meses e receber a minha reforma antecipada equivalente a 80% do meu último vencimento! Fodax!!!!! Eu sou mesmo burro e podia estar a viver bem!!!!!

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:1)
    por bêbado em 22-09-04 23:07 GMT (#285)
    (Utilizador Info)
    "Agora diz-me onde é que os 100¤ que eu desconto para a SS me dão alguma coisa"

    Além desses 100¤ mensais que descontas, acresce o que a empresa onde trabalhas tem de pagar mensalmente à Seg. Social por cada trabalhador. Agora não tenho à mão a percentagem, mas é maior que a que tu pagas.

    ~~~ O vinho é qu'induca e o fado é qu'instrói! ~~~
    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por fhc em 23-09-04 8:17 GMT (#290)
    (Utilizador Info)

    11% do trabalhador + 24% da entidade patronal.

    Francisco Colaço


    Deus dê saúde aos meus inimigos para que assistam de pé à minha vitória.

    Lema inscrito num barco bandeirante.

    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:1)
    por bêbado em 23-09-04 15:49 GMT (#314)
    (Utilizador Info)
    Exactamente.
    Muito obrigado por suprires a minha falta de memória (preguiça para procurar o papel).

    ~~~ O vinho é qu'induca e o fado é qu'instrói! ~~~
    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:1)
    por bêbado em 21-09-04 15:13 GMT (#142)
    (Utilizador Info)
    "funções que são próprias do Estado: (...) justiça (...)"

    A Justiça é um órgão de poder do Estado. Privatizar a Justiça seria equivalente a privatizar a Assembleia da República, o Governo e o Presidente.

    "* cartórios (basicamente armazens de papel)"
    Não é obrigatório que seja papel. São arquivos de documentos relevantes, independentemente do tipo de suporte.

    "segurança social (já na linha vermelha) deveria acabar e as pessoas serem obrigadas por lei a fazerem planos sociais em instituições crediveis"

    O bagão está a tratar disso. Podes dormir descansado.

    ~~~ O vinho é qu'induca e o fado é qu'instrói! ~~~
    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por Tuaregue em 21-09-04 12:28 GMT (#71)
    (Utilizador Info)
    Menos estado, melhor estado.

    Mas nas admistrações das empresas, e no sector das empresas tipo TAP, Ex-EDP, Companhia das Lezirias, porque no resto não.
    E depois desculpa lá mas os portuguese tem de começar ver o estado como uma empresa, para se fazer uma boa gestão de recursos e de dinheiros, porque senão vamos cada vez mais descontar mais dinheiro para impostos, para o estado fazer outsourcing mesmo tendo os meios para o fazer.

    Um pouco off-topic, o mesmo se passa quando toda a gente diz que existem recursos a mais na função pública em certos sectores e recursos a menos em outros, e o que é que acontece aqui??
    Gasta-se dinheiro por ter recursos a mais, e vai-se gastar dinheiro para contratar a recibos verdes ou para fazer outsourcing nos sectores onde os recursos não chegam para as encomendas. Meus senhores existem recursos a mais num sector faz-se transferência para os sectores em que estão em falta desde que tenha competências para isso, se não tiver faz-se uma requalificação de competências para ocuparem as aqueles lugares.

    Deixem-me abrir um pouco a vossa conciência,

    ACORDEM!! O DINHEIRO QUE O ESTADO GASTA É NOSSO, NÃO CAI DAS ÁRVORES, QUANTO MAIS GASTAREM MAIS IMPOSTOS VÃO COBRAR.

    Desculpem o Caps Lock ON mas foi para chamar a atenção.

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por Gimp em 21-09-04 12:32 GMT (#76)
    (Utilizador Info)
    Abre mas é a consciência do Mira Amaral...


    "No comments"

    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por CrLf em 21-09-04 10:29 GMT (#34)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    Em muitos casos o outsourcing justifica-se, quer por a empresa em causa já ter metade do trabalho feito ou qualquer outra razão desse nível. No entanto, e dada a permanente necessidade do estado de produzir software para uso interno, realmente não se compreende como é que não existe um departamento responsável por isso. É verdade que é positivo para a economia o estado "comprar" trabalho ao sector privado, mas também é verdade que o possível departamento de desenvolvimento de software poderia ser constituido, por um lado, por gestores de projecto, e por outro por programadores que iriam juntar-se à equipa da empresa.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por higuita em 21-09-04 10:50 GMT (#45)
    (Utilizador Info)
    infelizmente, segundo sei, quase todos os servicos informaticos externos do governo teem o factor CUNHA, apesar de por muitos tambem serem incompetentes reconhecidos...

    algumas vezes as cunhas nao sao directas, basta saberem como ou ate' que existe um concurso publico e como se candidatar porque alguem de la' os informou... conseguem assim fazer uma proposta que diz exactamente aquilo que eles querem ouvir, nem que fosse algo impossivel tecnicamente de fazer...
    depois de se ter o contracto, faz-se qualquer coisa para desenrascar, nao importa muito o que, desde que receba o pagamento...

    Higuita
    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por Ancestor em 21-09-04 12:31 GMT (#74)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com

    infelizmente, segundo sei, quase todos os servicos informaticos externos do governo teem o factor CUNHA, apesar de por muitos tambem serem incompetentes reconhecidos...

    Eles não exigem os 2 para critério de contratação? Até admira...
    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por Ancestor em 21-09-04 11:48 GMT (#63)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com

    porque não entregar o desenvolvimento as Forças Armadas

    Com que competências? Tens acompanhado a evolução do site do exército, por exemplo?

    Agrada-me muito mais a sugestão de alguém de lançar o repto na praça pública.

    Durante o meu tempo de tropa, tive um (mui querido) sargento que me relembrava constantemente que o TAR além de ser um utilitário *nix, é também unidade de inteligência...

    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por Tuaregue em 21-09-04 12:14 GMT (#67)
    (Utilizador Info)
    E já viste que a nossa marinha desenvolveu um dos melhores sistemas de prevenção e de detecção de avarias para as "barcaças". Sistema esse que é cobiçado pelas grandes potências militares, podemos(estado) ter uma fraca página de internet nas Forças Armadas, pode haver lá muitos sargentos/soldados/tenentes/etc que são burros que nem uma porta, mas eu posso-te dizer que existem lá bons profissionais, mas mesmo bons, que preferiram estar no sector público a ganhar o pouco que se ganha, em vez de irem para o privado a ganhar 3X mas com futuro incerto.

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por Ancestor em 21-09-04 12:29 GMT (#73)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Olha...Não não vi :) Não sabia disso, e é sempre bom saber. Mas também temos um software na área do exército que é (ou pelo menos era) cobiçado pelos americanos... Mas, por outro lado, não deixa de ter piada ver o exército (e algumas forças internacionais) a usar equipamento de encriptação a 128 bit como sendo seguro...

    Já agora, o pouco não é tão pouco como isso, se lhe juntarmos os "extras". É preciso é gostar de usar farda...

    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por raxx7 em 21-09-04 12:57 GMT (#84)
    (Utilizador Info)
    Qual é o problema das cifras de 128bit?

    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:3, Engraçado)
    por fhc em 21-09-04 13:41 GMT (#102)
    (Utilizador Info)

    Deixaram de estar na moda.

    O tamanho das cifras não importa. O que importa é o que se faz com elas. ;-)

    Francisco Colaço


    Deus dê saúde aos meus inimigos para que assistam de pé à minha vitória.

    Lema inscrito num barco bandeirante.

    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por raxx7 em 21-09-04 14:04 GMT (#113)
    (Utilizador Info)
    Hahaha!
    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por Ancestor em 21-09-04 14:08 GMT (#116)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    rotfl
    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por Ancestor em 21-09-04 14:08 GMT (#117)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Além de em muitos casos serem reversíveis?
    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por raxx7 em 21-09-04 14:53 GMT (#133)
    (Utilizador Info)
    Se uma cifra não fosse reversivel, era um bocado inútil. ;-)

    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por fhc em 23-09-04 8:23 GMT (#291)
    (Utilizador Info)

    Por acaso não. Se quiseres passar uma mensagem sem que o homem no meio perceba, faz uma barragem de ruído branco antes e depois de mandares a mensagem.

    Como ele infere que o ruído branco faz parte da mensagem, quero vê-lo a decifrá-la.

    Já fiz, funcionou. Não é, pois, totalmente inútil. ;.)-

    Francisco Colaço


    Deus dê saúde aos meus inimigos para que assistam de pé à minha vitória.

    Lema inscrito num barco bandeirante.

    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 23-09-04 23:41 GMT (#328)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    basicamente, escondendo-a através de estenografia. penso que nem mesmo os mais paranoicos conseguiam, em tempo util, decifrar. nomeadamente se for no meio de um monte de "ruído" que nada tem a esconder.
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    Re:Recursos Iternos!!! (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 22-09-04 0:34 GMT (#206)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    nenhum. depende do uso. para algo q n deve ser descodificado em meses, é mau.
    bem, eu n entendo mto de criptografia, mas uma discussão que li recentemente indica que o WEP v2 é seguro que chegue, ao contrário do primeiro. não é pela duplicação do número de bits, mas sim pela minimização das colisões.
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    What? (Pontos:3, Interessante)
    por CrLf em 21-09-04 10:23 GMT (#31)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    Que aquilo anda a correr muito mal já sabemos, que no ano passado usavam Access(!) também. Mas o que o pessoal agora quer saber mesmo é detalhes técnicos:
    1. quem foi a empresa que fez aquilo;
    2. que ferramentas usou (SGBD, OS, etc.);
    Depois já poderemos decidir quem deve ficar sem cabeça, se a empresa por serem uns incompetentes ou alguém do lado do ME por não saberem definir requisitos nem avaliar o seu cumprimento, ou a ministra por não saber gerir o processo (e não vale a pena largar o fardo apenas em cima do anterior ministro, porque se o sistema não funciona decerto se podia tentar voltar ao antigo).

    -- Carlos Rodrigues
    Re:What? (Pontos:3, Informativo)
    por Ancestor em 21-09-04 11:53 GMT (#64)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Eh pa este ano tá pior. Fizeram upgrade ao Access e meteram MSSQL, e espetaram co resultado num site dinamico feito em C# ou ASP.NET. Não, não é um pesadelo....

    porque se o sistema não funciona decerto se podia tentar voltar ao antigo

    Aposto que só repararam que o sistema não funcionava no início de Setembro. Nessa altura era tarde demais para voltar ao sistema antigo. A dança das cadeiras também não ajudou em nada.
    Re:What? (Pontos:1)
    por nzalmeida em 21-09-04 13:39 GMT (#100)
    (Utilizador Info) http://nzalmeida.no.sapo.pt
    O problema é que não se podia voltar ao antigo pq o antigo está fora da nova lei.
    Re:What? (Pontos:2)
    por Ancestor em 21-09-04 14:14 GMT (#121)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Olha, também é verdade... :D
    Re:What? (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 22-09-04 0:35 GMT (#207)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    tão, e? despacho governativo, situação de excepção, pah, arranjavam um compromisso na AR... tinham era q dar parte fraca, o q custava.

    n tanto como agora.
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    Re:What? (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 22-09-04 0:36 GMT (#208)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    tenho a certeza q n é por essas ferramentas n aguentarem. precisam é de engenharia, o que claramente n foi feito.
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    Re:What? (Pontos:3, Esclarecedor)
    por DomusOnline em 21-09-04 13:15 GMT (#90)
    (Utilizador Info) http://bandalarga.domus.online.pt/
    Saber o software é de uma inutilidade completa... Certamente ninguém me convence que a culpa é do software...


    Cumprimentos.
    Re:What? (Pontos:2)
    por CrLf em 21-09-04 22:31 GMT (#190)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    Saber que software usaram pode dar luz sobre a sua competência. Por exemplo, no ano passado usaram MS Access e o site nem deu para aquecer, o que é que isso te diz da competência de quem o montou?

    -- Carlos Rodrigues
    Re:What? (Pontos:2)
    por Init em 21-09-04 22:47 GMT (#196)
    (Utilizador Info)

    Claro que há um problema de software (mas não só). O software foi no mínimo mal desenhado, ao permitir que a falha na colocação de um professor exija a repetição de todo o proceso e também ao não ter mecânismos que lhe permitam lidar com o seu mau funcionamento, algo que detectasse uma má colocação do professor parasse o processo corrigisse o problema, ou notidfica-se alguém para o corrigir e relançasse o processo de colocação reaproveitando o que foi bem feito no caso de ser possível (um bom desenho poderia permitir que algo pudesse ser reaproveitado).


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:What? (Pontos:2)
    por DomusOnline em 22-09-04 22:35 GMT (#284)
    (Utilizador Info) http://bandalarga.domus.online.pt/
    MS access deve ser a única coisa que me pode fazer concordar que pode ser má escolha de software.

    As opções que têm sido apresentadas como certas ou prováveis (MS SQL Server e IIS com ASP) por muito que tu e eu não as usássemos não me convencem de que seja culpa do software, posi todos sabemos que é possível fazer coisas bem mais complexas com eles...

    Mas isto arriscava-se a dar uma discussão que foge ao cerne da questão.

    Cumprimentos.
    Re:What? (Pontos:3, Interessante)
    por Antonio Manuel Dias em 21-09-04 13:16 GMT (#91)
    (Utilizador Info) http://maracuja.homeip.net
    1. quem foi a empresa que fez aquilo;
    2. que ferramentas usou (SGBD, OS, etc.);

    Resposta ao primeiro ponto. Cada qual tire as conclusões que entender.

    Cumps.


    "mudem de rumo, já lá vem outro carreiro"
    Re:What? (Pontos:2)
    por CrLf em 21-09-04 17:18 GMT (#159)
    (Utilizador Info) http://tudo-sobre-nada.blogspot.com
    Daí querer saber mais, até porque apesar de desconfiar muito do software, eu aponto mais para falta de responsabilidade do lado da AP, incapacidade de definir requisitos, ou fazê-lo tardiamente. Não seria a primeira vez que isto acontece.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:What? (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 22-09-04 0:38 GMT (#209)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    gostava de te dizer q a falha nos requisitos também é graças à nova lei ser ambígua e ter q ter sido interpretada.
    sim, incompetência.
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    Re:What? (Pontos:1)
    por Drune em 21-09-04 21:24 GMT (#185)
    (Utilizador Info)
    eu gostava era que tu abrisses um buraco no chão e te metesses lá depois do post que fizeste sobre as vulnerabilidades do mozilla!
    ..may the source be with you =)
    Re:What? (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 22-09-04 0:14 GMT (#202)
    (Utilizador Info)
    Porque sao todas falsas e a culpa é da COMPTA ? :)

    Desde já se agradece ao(s) idiota(s) que modera(m) para baixo todos os comentarios !
    E que tal... (Pontos:1)
    por MortH2O em 21-09-04 11:08 GMT (#51)
    (Utilizador Info) http://www.cm-mortagua.pt
    ... tornarem públicas as listas de professores, escolas, vagas, transferências e demais dados, para além de toda a legislação, condições e demais requisitos a aplicar no processo de colocação dos professores? Presumo que nem tudo isto esteja disponível, pelo menos, ao cidadão comum.

    Nesta altura, aposto, existirá muita malta que não se importava de tentar implementar o sistema. Por outro lado, seria uma maneira de auditar requisitos e processos de implementação apresentados à equipa/empresa de programação, ou mesmo auditar o trabalho efectuado por esta última.

    Ou estes dados também são proprietários e é preciso pagar licença?...
    Ou se calhar, o sistema de excepções ao algoritmo (aka, cunhas) é que estraga tudo!...

    MortH2O

    Re:E que tal... (Pontos:2)
    por Ancestor em 21-09-04 11:36 GMT (#60)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Por acaso era uma excelente ideia fazer um concurso para ver quem conseguia conceber a solução mais eficiente para o cruzamento de dados. Infelizmente estamos no país que estamos, e se a coisa é de baixo custo é porque não presta... Enfim...
    Re:E que tal... (Pontos:2)
    por biduxe em 21-09-04 20:56 GMT (#183)
    (Utilizador Info)
    depois do SETI@home, o lista_de_colocações@home
    ------ EOFim.
    Re:E que tal... (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 22-09-04 0:38 GMT (#210)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    good one :)
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    A novela dos professores (Pontos:3, Interessante)
    por Ancestor em 21-09-04 11:28 GMT (#56)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Antes de mais, as listas disponíveis na DREN são as listas de colocação e exclusão publicadas no início do mês, e não as listas que deveriam ter saído ontem.

    Apesar de tudo não me surpreende a incompetência demonstrada pelo ME. Sou o responsável técnico pela máquina do SPZN e tenho acompanhado o desenrolar da "novela", apesar de não ser professor. Na minha (humilde?) opinião pessoal, todo o processo de informatização do ME é uma anedota pegada. O sistema, tal como está hoje implementado, é incapaz de aguentar o fluxo de visitantes, como ficou provado no início do mês. Que eu tenha conhecimento, o site do SPZN foi o único a manter a capacidade de resposta de forma consistente ao longo de todo o processo, e aposto que a uma fracção ínfima dos valores dispendidos pelo ministério pela solução actual. O facto de haver falhas na concepção do sistema e eventuais erros possivelmente agravados pelo factor humano só piora a situação, e, no fim, quem se lixa são os professores, não os gestores que aprovaram a aquisição ou os técnicos que não foram capazes de demonstrar competência, ou os políticos que se desresponsabilizam na gestão anterior. E eu? Eu cá aguardo pelos maçudos PDF's, gerados pelo Crystal Reports (ack!), para disponibilizar no site, num servidor que já provou que não me deixa ficar mal, mesmo quando o resto falha.

    Btw... FreeBSD rulz ;)

    Re:A novela dos professores (Pontos:2)
    por Gimp em 21-09-04 12:28 GMT (#72)
    (Utilizador Info)
    Atão foste tu que mandaste o MIexexe às urtigas...:-). Começa a distribuir OOffice aos profs e diz que é pirata...


    "No comments"

    Re:A novela dos professores (Pontos:2)
    por Ancestor em 21-09-04 12:33 GMT (#77)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Quem é o MIexexe? Qto ao OO, vontade num falta... ;)
    Re:A novela dos professores (Pontos:2)
    por Gimp em 21-09-04 15:33 GMT (#150)
    (Utilizador Info)
    Microsoft ISS...


    "No comments"

    Re:A novela dos professores (Pontos:2)
    por Gimp em 21-09-04 12:34 GMT (#78)
    (Utilizador Info)
    Por falar em DREN, engraçado o resultado na netcraft


    "No comments"

    Re:A novela dos professores (Pontos:2)
    por Ancestor em 21-09-04 12:38 GMT (#81)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    É um site institucional... Depois criticam-me por criticar "a colagem"... enfim.
    Re:A novela dos professores (Pontos:1)
    por alvin em 21-09-04 13:38 GMT (#98)
    (Utilizador Info)
    "ntes de mais, as listas disponíveis na DREN são as listas de colocação e exclusão publicadas no início do mês, e não as listas que deveriam ter saído ontem."
    Então porque diz "novo" a piscar ?
    Não induz o pessoal em erro ?

    --
    The worst thing about getting old, is remembering when you were young.
    Re:A novela dos professores (Pontos:2)
    por Ancestor em 21-09-04 14:03 GMT (#111)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Diz novo onde? Ahh esse novo? é novo desde o início do mês....
    Re:A novela dos professores (Pontos:1)
    por nvieira em 21-09-04 19:06 GMT (#168)
    (Utilizador Info)
    A Largura de banda tambem ajuda... :-)

    Chegaram-me aos ouvidos que o www.spzn.pt esteve a torrar uns modestos 40Mbps durante algumas horitas ;-)

    Tens q arranjar maneira de manter os sistemas da DREN usando a mesma receita que usaste para a SPZN.
    Re:A novela dos professores (Pontos:2)
    por Ancestor em 21-09-04 20:26 GMT (#176)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Sem dúvida, mas o servidor oficial do ME também não deve ter problemas de largura de banda. Não obstante, a NFSi está de parabéns pelo excelente serviço prestado, quer em termos de conexão e housing, quer em termos de "atenção" para com o cliente.

    Tens q arranjar maneira de manter os sistemas da DREN usando a mesma receita que usaste para a SPZN.

    O grande problema é que normalmente as pequenas empresas não conseguem esse tipo de adjudicações, muitas vezes por causa do factor C.
    Erros.... (Pontos:1)
    por rmachado em 21-09-04 12:37 GMT (#80)
    (Utilizador Info)
    Eu acho que há aqui no minimo uma grande incompetência, e acho que agora culpar a actual Ministra é um pouco contrapruducente... Em 1º lugar: Qual foi a abécula que especificou os requesitos apresentados as empresas? Em 2º lugar: Qual foi a abécula que aceitou o projecto da empresa vencedora? Em 3º lugar: Que raio de empresa é esta que só fez asneira e deve ser muito penalizada (se o contrato estiver bem feito...)? Em 4º lugar: Porquê é que não existe um plano de emergência ou não se usa o anterior sistema? Em 5º lugar: A actual ministra só têm culpa numa coisa, a constante apresentação de datas não realistas e aqui devia informar o pais dos erros cometidos e trabalhar já numa solução credivel. Em 6º lugar: Para quando um planeamento atempado destes concursos/vagas/necessidades inclusive desde o número de vagas nas universidades? and so on....
    Re:Erros.... (Pontos:2)
    por jazzy em 21-09-04 12:48 GMT (#82)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    6º - É complicado, depende da distribuição de serviço (há cargos que dão direito a redução de horas lectivas) e isso só pode ser feito no fim do ano, havendo situações em que os titulares de alguns cargos só são conhecidos em Julho, o número de turmas oscila de ano para ano, etc. Além disso, professores contratados têm ordenados mais baixos do que os professores do quadro.

    Quanto às vagas na Universidade, ias interferir na autonomia destas, o que não acho que seja um bom princípio.


    Jazzy
    --
    Percebe-se melhor o nível de vida de um país quando até o Primeiro-Ministro emigra....

    Re:Erros.... (Pontos:2)
    por Ancestor em 21-09-04 12:50 GMT (#83)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Em 6ºlugar, o responsável máximo é a Ministra. Ela é paga (e responde) pelos erros da sua equipa. Que tenha tomates....
    Re:Erros.... (Pontos:1)
    por Chicco em 21-09-04 13:14 GMT (#89)
    (Utilizador Info)
    EXPECULATION_ENABLE="YES"
    será que foi a mesma empresa que nos tramou na seg.social,, ou no min.fianças humm ou na CML haa quase esquecia a "cervejaria do Cintra",, pelos vistos está em todas. kissá
    Re:Erros.... (Pontos:2)
    por ^magico^ em 21-09-04 13:36 GMT (#96)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Não! Na segurança social, segundo consta do governo do PS a NovaBase é a empresa "predilecta".

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:Erros.... (Pontos:1)
    por nzalmeida em 21-09-04 13:42 GMT (#103)
    (Utilizador Info) http://nzalmeida.no.sapo.pt
    Sim SS trabalha com novabase
    Re:Erros.... (Pontos:2)
    por ^magico^ em 21-09-04 14:13 GMT (#120)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Mais ainda: segundo consta a NovaBase foi contratada para fazer uma implementação completa da SS, mas não o conseguiu por falta de... competência!
    Parece que o sistema a implementar era (é) complexo demais para as capacidades técnicas deles...

    Mas isto é tudo boato... não tenho maneira de confirmar nada! ;)

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:Erros.... (Pontos:1)
    por Chicco em 21-09-04 13:45 GMT (#104)
    (Utilizador Info)
    heheh :) ,,
    por mim estou a burrifar se mulheres fazem operações à prostata, ou se os processos na CML andam de mão, mas 50.000 professores parados NÃO :D
    Agora sério,, é preciso que algo grandioso aconteça neste país, algo que clarifique um pouco as coisas, ao fim ao cabo é com o nosso dinheiro que se anda de BMW. Não estou a falar em sistemas, porque porra não sou fanático por nada ( FreeBSD Rocks ) , mas mesmo em M$ é possível fazer as coisas funcionar,, como costumo dizer, o homem foi já foi à lua,, mas o PT ainda não voltou ehheeh.
    abraços
    Re:Erros.... (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 22-09-04 0:42 GMT (#211)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    os requisitos são fáceis. é a legislação.
    ah, a legislação tem várias interpretações possíveis... e desde sempre foi projectada para ser feito por computador.
    querem milagres :P
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    O que eu sei... (Pontos:5, Interessante)
    por taf-7arte em 21-09-04 13:55 GMT (#110)
    (Utilizador Info) http://taf.net/opiniao/

    ... do Ministério da Educação

    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por fhc em 21-09-04 14:17 GMT (#123)
    (Utilizador Info)

    Meu caro Tiago, não te pediram abertamente um suborno? Por outras coisas, a mim já me pediram, descaradamente e com desfaçatez que perpassa tudo o que eu poderia lobrigar.

    Parece que a Joana Orvalho vai passar uns anitos pelo rendimento Mínimo Garantido, o que é muito bem feito.

    Francisco Colaço


    Deus dê saúde aos meus inimigos para que assistam de pé à minha vitória.

    Lema inscrito num barco bandeirante.

    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por Ancestor em 21-09-04 14:29 GMT (#124)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Mestres, por favor, iluminem-me na finíssima arte das luvas... Vá, contem lá o segredo!
    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por taf-7arte em 21-09-04 14:32 GMT (#126)
    (Utilizador Info) http://taf.net/opiniao/
    "não te pediram abertamente um suborno?"

    Não no Estado. Por acaso no sector privado já esteve bem mais próximo, embora nunca assumidamente. É igual em todo o lado... :-(

    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por jazzy em 22-09-04 10:10 GMT (#228)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    Pois, só que no rpivado não há a figura de suborno, apesar de todos sabermos como é que as coisas funcionam.


    Jazzy
    --
    Percebe-se melhor o nível de vida de um país quando até o Primeiro-Ministro emigra....
    Re:O que eu sei... (Pontos:2, Engraçado)
    por ^magico^ em 21-09-04 14:40 GMT (#129)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Mas essa "pitinha" (que provavelmente arranjou o lugar à custa do factor C) que faz na vida? Os portugueses deviam poder ser informados sobre o curriculum dos membros do governo, saber tudinho, qualificações académicas, qualificações profissionais, como conseguiram o trabalho, qualificações pessoais -- se são responsaveis, se alguma vez sofreram de psicose ou se bebem muito ou pouco -- a que horas vão trabalhar, a que horas saem do trabalho.

    Lanço aqui o repto à TVI para substituir a Quinta das Celebridades pelo "Big Brother 5: Um ano na vida dos politicos que nos dirigem"
    Ahhh esqueçam, temos isso no canal da assembleia!

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por taf-7arte em 21-09-04 14:58 GMT (#137)
    (Utilizador Info) http://taf.net/opiniao/
    "curriculum dos membros do governo"

    A senhora aqui em causa não é do Governo, é uma funcionária da Administração Pública, por acaso contratada no tempo do Guterres. Mas seria igual se fosse no tempo do PSD.
    Re:O que eu sei... (Pontos:1)
    por The_X em 21-09-04 15:05 GMT (#139)
    (Utilizador Info) http://logon.com.pt
    Mas essa "pitinha" (que provavelmente arranjou o lugar à custa do factor C) que faz na vida?

    Ora, eu não queria tirar ilações destas, mas existe a forte probabilidade que, e neste caso particular, o "C" em Factor C, pode ter outro significado que não o normalmente utilizado. Deixo à vossa consideração.

    José Carlos aka The_X
    Consultor: pessoa que conhece 99 maneiras de fazer amor, mas que não conhece nenhuma mulher!
    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por MacLeod em 21-09-04 15:14 GMT (#143)
    (Utilizador Info)
    Também conhecido como o factor C++, ou C# ;-)
    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por ^magico^ em 21-09-04 15:24 GMT (#148)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Sim, o outro significado assenta que nem uma luva. Até porque é habitual o factor C (vulgarmente chamado Cunha) andar acompanhado do factor C (vulgarmente apelidado de nota 10, numa escala de 0 a 20)

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:O que eu sei... (Pontos:2, Engraçado)
    por bêbado em 21-09-04 15:25 GMT (#149)
    (Utilizador Info)
    "o curriculum dos membros do governo, saber tudinho, qualificações académicas, qualificações profissionais, como conseguiram o trabalho, qualificações pessoais"

    Bah!! Porque é que isso é relevante??

    Nos 'estates':
    * 29 members of Congress have been accused of spousal abuse.
    * 7 have been arrested for fraud.
    * 19 have been accused of writing bad checks.
    * 117 have bankrupted at least two businesses.
    * 3 have been arrested for assault.
    * 71 have credit reports so bad they can't qualify for a credit card.
    * 14 have been arrested on drug-related charges.
    * 8 have been arrested for shoplifting.
    * 21 are current defendants in lawsuits.
    * And in 1998 alone, 84 were stopped for drunk driving, but released after they claimed Congressional immunity.

    E isso faz alguma diferença? É por isso que a rapaziada de lá se insurge?

    ~~~ O vinho é qu'induca e o fado é qu'instrói! ~~~
    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por nbk em 22-09-04 6:13 GMT (#216)
    (Utilizador Info) http://www.webards.net/
    Boas.

    "Bah!! Porque é que isso é relevante??

    Nos 'estates':

            * 29 members of Congress have been accused of spousal abuse.
            * 7 have been arrested for fraud.
            * 19 have been accused of writing bad checks.
            * 117 have bankrupted at least two businesses.
            * 3 have been arrested for assault.
            * 71 have credit reports so bad they can't qualify for a credit card.
            * 14 have been arrested on drug-related charges.
            * 8 have been arrested for shoplifting.
            * 21 are current defendants in lawsuits.
            * And in 1998 alone, 84 were stopped for drunk driving, but released after they claimed Congressional immunity."

    E isso faz alguma diferença? É por isso que a rapaziada de lá se insurge?"

    Nos "estates" ser parado por estar bêbado e ir passar uma noite na prisão é perfeitamente normal.

    Ter uma má história de crédito também é normal, tal é a facilidade de acesso ao mesmo (não é dificil teres um crédito de 100G, por exemplo).

    A falência nos estados unidos não é um fim, mas sim um estado transitório. Hoje vais à falência, amanhã contratas um advogado para tratar da papelada e depois de amanhã abres uma nova empresa com 500 dls.

    Passar cheques "carecas" é muito comum, pois o sistema bancário a nível de cartões de débito é ainda muito atrasado ( funcionam muito com cheques e cartões de crédito ).

    Em relação ao primeiro ponto, também não é dificil ser acusado de abusos. Basta estares aos berros com a tua mulher às 10 da noite para chamarem a policia.

    @283, Nbk

    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por Init em 21-09-04 18:56 GMT (#166)
    (Utilizador Info)

    responsaveis, se alguma vez sofreram de psicose ou se bebem muito ou pouco

    Isso é uma invasão de privacidade.

    a que horas vão trabalhar, a que horas saem do trabalho.

    Desde que façam no mínomo o que é suposto fazerem é completamente irrelevante...

    O que é preciso é tornar dár mais poder ao Presidente da República para poder obrigar o PM a demitir quem ocupe cargos politicos e seja mentiroso (o ministro da presidência que mentiu num assunto relacionado com a RTP, ao dizer que não iria fazer algo que já tinha decretado que iria fazer umas horas antes), ou corrupto, que viole outras leis como a anterior Ministra das Finanças (falta de declaração de algo nos impostos) e a actual Ministra da Educação (desobediencia a uma ordem de um tribunal)... Sem que o Presidente tenha que convocar eleições.
    O que é preciso é que quem é nomeado ou que se candidate para cargos públicos (mesmo que seja um cargo politico), tenha que provar perante o Presidente da República que tem aptidão para exercer o cargo em questão. Se para exercer outra qualquer profissão tem que se fazer isso, porque não para cargos politicos?


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por ^magico^ em 21-09-04 19:22 GMT (#170)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    responsaveis, se alguma vez sofreram de psicose ou se bebem muito ou pouco

    Isso é uma invasão de privacidade.

    Uma personalidade publica não tem privacidade no que corresponda a assuntos publicos! Eu não quero um drogado, alcoolico ou psicótico a tomar decisões para o país!!!!!

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por Init em 21-09-04 20:18 GMT (#174)
    (Utilizador Info)

    Qualquer pessoa tem segundo a Constituição da República direito à privacidade, segundo a carta dos direitos humanos da ONU também, é uma questão de direitos humanos.

    Não precisas de divulgar a vida pessoal de uma pessoa para evitar isso, basta que se façam testes antes de as colocar no sitio e no caso de haver suspeita de a capacidade profissional da pessoa estar a ser afectada por problemas do género. Tudo isto sem divulgar ao público, basta dizer que a pessoa não está apta para o trabalho em causa, não precisas de dizer públicamente as razões.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por ^magico^ em 22-09-04 9:40 GMT (#220)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    O problema é que da maneira como as coisas são escondidas, a pessoa acaba no "tachinho". Mais uma vez reitero o facto de que uma pessoa ao aceitar um cargo público deverá ficar ciente que deixa de ter privacidade em tudo aquilo que mexa com os assuntos do país.

    Só assim, é que esses malabaristas do arroz (os que mexem em tachos) é que passariam a ter mais cuidado e a fazer as coisas decentemente.

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por Init em 22-09-04 13:56 GMT (#248)
    (Utilizador Info)

    Não se deve enfraquecer os direitos humanos e a liberdade, seja qual for a razão.

    Há formas de resolver esse problema. Basta que haja fiscalização imparcial e que se dê valor às pessoas integras e cumpridoras da lei e não aos espertos que atropelam tudo e todos, como se faz na nossa sociedade (e pelo estado da juventude vai piorar muito durante muito tempo).


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por jazzy em 22-09-04 10:24 GMT (#231)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    Pois, "pimenta no cú dos outros é refresco"...

    Quando é a tua privacidade já te preocupas mais um bocadinho.


    Jazzy
    --
    Percebe-se melhor o nível de vida de um país quando até o Primeiro-Ministro emigra....

    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por ^magico^ em 23-09-04 12:34 GMT (#304)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Eu preocupo-me com a privacidade do cidadão comum. No entanto se um politico é tratado de forma diferente, sendo-lhe concedida imunidade em muitos assuntos como forma (utopicamente) de assegurar que o mesmo não seja exposto a chantagens, perseguições ou ameaças concluo que por aqui estamos a seguir o caminho de que um politico *não* é um cidadão comum.

    Não sendo um cidadão comum e que tem por objectivo decidir o futuro do país por todos nós; eu como pessoa que o "meti" lá tenho o direito de saber o que esse politico anda a fazer!

    Volto a repetir, uma personalidade publica não deve ter privacidade em tudo aquilo que afecte a sua função.

    Concluindo, se eu algum dia for uma personalidade publica em que as minhas decisões afectem 10 milhoes de pessoas não deverei ter privacidade como forma de transparência do meu trabalho.

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por vaf em 23-09-04 12:02 GMT (#302)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/users/vaf12086/
    Tens de refrear esses teus ímpetos moralistas...

    O político tem um contrato segundo o qual tem de desempenhar corretamente e de boa fé as funções em que foi investido, agora se ele bebe, fuma ganzas ou faz sexo anal com a mulher (ou com quer que seja), isso é lá com ele. Não é por isso que percebe menos da pasta em que está incumbido, seja ela qual for.

    Ou não?
    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por ^magico^ em 23-09-04 12:42 GMT (#306)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Aplico os meus impetos moralistas a mim mesmo, que por sinal é uma capacidade que poucas pessoas têm...

    Se um politico depois de sair do trabalho, for para a tasca da esquina beber uns copos ou fumar umas ganzas até às 2 da manha não tenho nada a ver com isso.

    Por outro lado, se esse mesmo politico chegar ao trabalho de manha (isto quando eles metem lá os pés) todo ganzado e essa sua situação "particular" tiver como consequência a tomada de decisões erróneas para o país (leia-se para todos nós) vou querer saber tim-tim por tim-tim o porquê de ele chegar assim ao trabalho. Estarei a entrar na vida privada dele, vida esta que tem influência *directa* nas decisões do país.

    Ou não?

    PS: quero lá saber se o politico leva no cu ou não, desde que isso não o coloque num estado que influencie decisões publicas não tenho nada a ver com isso.

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por vaf em 23-09-04 13:53 GMT (#309)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/users/vaf12086/
    Então é isso mesmo! Estamos de acordo.
    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por leitao em 21-09-04 14:48 GMT (#132)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    O que te esqueceste de dizer e' que fui eu que escrevi o motor de pesquisa :)

    Mas agora a serio, neste caso o problema nao me parece ser a apresentacao dos dados, mas sim a criacao dos mesmos.


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por taf-7arte em 21-09-04 14:55 GMT (#136)
    (Utilizador Info) http://taf.net/opiniao/
    "O que te esqueceste de dizer e' que fui eu que escrevi o motor de pesquisa :)"
    "neste caso o problema nao me parece ser a apresentacao dos dados, mas sim a criacao dos mesmos"

    Olá Nuno!

    Citando-me:
    "Com a ajuda de colaboradores meus, tratei essa informação e coloquei-a online numa máquina alojada no Departamento de Informática da Universidade Católica no Porto, que eu dirigia na altura."
    "Este problema da divulgação dos resultados é completamente diferente daquele que agora se verificou, que diz respeito ao processamento da colocação dos professores"


    Um abraço!

    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por leitao em 21-09-04 15:22 GMT (#147)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Eu sei, estava a brincar -- mas como disse, neste caso o problema parece ser diferente. Na altura o problema era que o site do MEDU corria num IIS que simplesmente nao aguentava a carga. Neste caso o problema parece ser mais um de que o processo de colocacao simplesmente falhou.

    Regards,


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por taf-7arte em 21-09-04 15:41 GMT (#151)
    (Utilizador Info) http://taf.net/opiniao/
    "o site do MEDU corria num IIS que simplesmente nao aguentava a carga"

    Nope. Era ainda um CERN httpd. E quase que garanto que o problema era apenas ter o MaxClients no default, que se não me engano era 15... A linha estava relativamente livre, os pings eram perfeitamente aceitáveis.

    "Neste caso o problema parece ser mais um de que o processo de colocacao simplesmente falhou"

    Exactamente, foi isso que escrevi. Eles não conseguiram sequer gerar a base de dados final, não deram sequer oportunidade a que a divulgação falhasse! :-) :-) :-)

    Re:O que eu sei... (Pontos:3, Engraçado)
    por ^magico^ em 21-09-04 15:55 GMT (#152)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Optaram por cortar o mal pela raiz! :D

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:O que eu sei... (Pontos:2)
    por Init em 21-09-04 19:07 GMT (#169)
    (Utilizador Info)

    Precisamente!

    E ainda não sabemos realmente o que causou tudo isto.
    Sabemos que o software é mau, mas ainda não sabemos quais as causas disso.

    Sigam o principio da presunção de inocência. E exijam activamente que as responsabilidades sejam apuradas e que tem que haver alguma consequência adequada ao que se passou.
    No caso de ter havido má gestão, tem que se retirar as pessoas do cargo e processá-las por gestão danosa de bens públicos, no caso da empresa ter feito asneira que se processe a empresa. Tudo isto tem que ter em conta que houve danos causados ao estádo e à sociedade (especialmente aos professores e familias com estudantes, mas não só).


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:O que eu sei... (Pontos:3, Engraçado)
    por [Cliff] em 21-09-04 15:19 GMT (#145)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    hmmmm
    zzzzzzzzzzzzzztt! plink!
    <time_machine>
    2000, um jovem exilado a coçar o tomate falando no IRC com um conhecido de Lisboa, que trabalha no ME e que está à beira duma crise de nervos:
    - então rapaz: que é que se passa?
    - $%&##"! estou pelos cabelos! é sempre a mesma m3rD4... já estou farto de dizer que o 486 não aguenta esta porcaria das colocações dos professores...
    </time_machine>
    zzzzzzzzzzzzzzzzzzztt! plink!

    ---
    MS Windows, há 10 anos que a taskbar no topo do ecrã gera um bug.
    Cabeça completamente perdida (Pontos:1)
    por alvin em 21-09-04 15:56 GMT (#153)
    (Utilizador Info)
    Segundo esta notícia da TSF as iluminárias do Ministério estão reunidas neste momento e uma das opções em cima da mesa é abandonar o concurso e colocar os professores nas mesmas escolas do ano passado.

    Que circo...

    --
    The worst thing about getting old, is remembering when you were young.
    Re:Cabeça completamente perdida (Pontos:2)
    por taf-7arte em 21-09-04 16:00 GMT (#154)
    (Utilizador Info) http://taf.net/opiniao/
    "abandonar o concurso"

    O que eu penso

    duh ? (Pontos:1)
    por alvin em 21-09-04 16:51 GMT (#157)
    (Utilizador Info)
    "1) manter as colocações que já tiverem sido feitas este ano"
    Quais colocações ?
    Ainda não foi colocado ninguém.
    As únicas pessoas colocadas são as que pertençem aos quadros de escola, muitas delas com horário reduzido, ou mesmo horário zero, cargos de direcção, etc.
    E é com esta minoria que o ME diz que abriram não sei quantos milhares de escolas.
    O meu filho foi este ano para a 1º classe. Pois é verdade, a escola abriu... mas não tem professor(a).
    Estão lá as do quadro de escola a entretê-los à espera que o ME descalçe esta bota.

    --
    The worst thing about getting old, is remembering when you were young.
    Re:duh ? (Pontos:2)
    por taf-7arte em 21-09-04 17:01 GMT (#158)
    (Utilizador Info) http://taf.net/opiniao/
    "Quais colocações ?"

    As do primeiro concurso. Este é o segundo. Conheço bastantes pessoas nessas circunstâncias. Algumas delas agora pediram destacamento, por exemplo, neste segundo concurso.
    Um problema... sistémico (Pontos:2)
    por joaobranco em 21-09-04 17:42 GMT (#160)
    (Utilizador Info)
    Sinceramente, parece-me que o problema que está a ocorrer este ano no respeitante ao concurso de colocação de professores é simplesmente o reflexo de um problema sistémico bem português... ninguém sabe matemática.

    Eu explico. Aparentemente a razão principal do atraso é o programa este ano não colocar correctamente os professores. Só que os programas que existiam no passado o faziam aparentemente correctamente. Qual a razão da disparidade (independentemente da qualidade dos fazedores de software/equipa de especificações)?

    Segundo me parece, a razão é só uma: o problema este ano é muito mais complexo do que nos anos anteriores, devido à alterações da forma do concurso.

    Enquanto anteriormente se faziam N colocações (1 por escola) que nalguns casos até eram em parte da responsabilidade das escolas e de agrupamentos de escolas, este ano resolveu-se fazer uma "superlista" com todas as escolas/professores.

    Ora qualquer pessoa que conheça matemática percebe que se no primeiro caso uma taxa de erro de, digamos 1/1000 por escola não faz grande mossa no processo (1 em cada 1000 professores é mal colocado numa escola, o que significa um conjunto limitado de erros a corrigir, que até pode ser corrigido manualmente), no novo processo, com, digamos 1000 escolas (acho que são mais) esta taxa de erros dará uma probabilidade de erros que afectem 50% dos professores de cerca de 63%. Se o número de escolas for 2000, a probabilidade da lista estar "gatada" para 50% dos profs. sobe para 86%.

    Ou seja, penso que todos os intervenientes do processo (MEducação e a empresa) pensaram que se tratava de um problema de ordem de complexidade linear, quando se trata de um problema de complexidade exponencial.

    E assim vai a matemática em Portugal...


    Cumps, JB

    .. acusaram-O de pirataria, por ter duplicado uma cesta de pão e cinco peixes, e disseram: crucifiquem-No .. (Biblia do Século XXI)

    Re:Um problema... sistémico (Pontos:2)
    por joaobranco em 21-09-04 17:48 GMT (#161)
    (Utilizador Info)
    Uma clarificação de um errozito de explanação...

    Uma taxa de erro de 1/1000 por escola não quer em geral dizer "1 em cada 1000 professores é mal colocado numa escola", quer dizer que existe probabilidade de 50% dos professores dessa escola serem mal colocados... No entanto, como o erro no modelo do ano anterior "não se propaga" às outras escolas, em geral isso significaria que apenas 1 professor nessa escola verificava que foi mal colocado. No caso corrente, a propagação exponencial é que lixa tudo...

    Cumps, JB

    .. acusaram-O de pirataria, por ter duplicado uma cesta de pão e cinco peixes, e disseram: crucifiquem-No .. (Biblia do Século XXI)

    Re:Um problema... sistémico (Pontos:1)
    por nzalmeida em 21-09-04 18:56 GMT (#165)
    (Utilizador Info) http://nzalmeida.no.sapo.pt
    Pelo que eu percebi dos requisitos são todos lineares logo não me parece que fosse assim tão difícil fazer um modelo. Aposto que ninguém naquela empresa sabe Investigação Operacional.
    Complexidade (Pontos:2)
    por henrique em 21-09-04 20:03 GMT (#171)
    (Utilizador Info)
    O problema que o software tem que resolver é de elevada complexidade em termos computacionais. Quem quiser saber mais leia isto
    Re:Complexidade (Pontos:1)
    por nzalmeida em 21-09-04 20:56 GMT (#182)
    (Utilizador Info) http://nzalmeida.no.sapo.pt
    A mim parece-me ser um problema de transporte em IO
    Re:Complexidade (Pontos:2)
    por joaobranco em 21-09-04 21:41 GMT (#186)
    (Utilizador Info)
    É genéricamente um problema de afectação (a classe genérica de problemas é de facto os de transporte) mas as restrições provavelmente não são completamente lineares ou (provavelmente) inclui dados desconhecidos.

    Mas mesmo um problema de afectação não precisa de ser resolvido pelo algoritmo de Danzig (provavelmente numa situação como estas um TMS até seria a melhor escolha para um problema destes).

    Cumps, JB

    .. acusaram-O de pirataria, por ter duplicado uma cesta de pão e cinco peixes, e disseram: crucifiquem-No .. (Biblia do Século XXI)

    Re:Complexidade (Pontos:1)
    por nzalmeida em 22-09-04 11:12 GMT (#236)
    (Utilizador Info) http://nzalmeida.no.sapo.pt
    Sim vendo melhor parece-me de afectação
    Re:Complexidade (Pontos:3, Interessante)
    por henrique em 21-09-04 22:33 GMT (#191)
    (Utilizador Info)
    Não. Um problema de transporte tem uma complexidade polinomial. O problema da colocação de professores equivale ao problema de construção de horários que é um problema NP-completo.

    Mudanças aparentemente insignificantes nas regras de concurso do ano passado para este ano aumentaram a complexidade computacional em várias ordens de magnitude.

    Re:Complexidade (Pontos:2)
    por taf-7arte em 21-09-04 22:15 GMT (#189)
    (Utilizador Info) http://taf.net/opiniao/
    "é de elevada complexidade em termos computacionais"

    Não conheço as regras, de modo que sobre isso não me pronuncio. Contudo, se é viável executar o algoritmo à mão, não vejo como poderia ser de complexidade exponencial para este número de professores.

    O problema do software, além de ter implementado mal o algoritmo, foi provavelmente o de ter arranjado um algoritmo de complexidade exponencial para um problema que não tem em si uma complexidade dessa natureza.
    Re:Complexidade (Pontos:2)
    por henrique em 21-09-04 22:36 GMT (#192)
    (Utilizador Info)
    Não é viável resolver o problema à mão num período de tempo aceitável e com as actuais regras de concursos. É simplesmente demasiado complexo.
    Re:Complexidade (Pontos:2)
    por taf-7arte em 21-09-04 22:41 GMT (#195)
    (Utilizador Info) http://taf.net/opiniao/
    "É simplesmente demasiado complexo."

    Humm?!
    Mas, se assim for, então o que é que o Ministério se propõe fazer agora à mão?
    Re:Complexidade (Pontos:2)
    por henrique em 21-09-04 23:15 GMT (#198)
    (Utilizador Info)
    Se fizerem isso, vão ter que fazer muitas simplificações ao conjunto de regras, vão arriscar-se a cometer muitos erros, e não chegarão à solução óptima que seria possível por computador.
    Re:Complexidade (Pontos:2)
    por xeon em 22-09-04 20:07 GMT (#276)
    (Utilizador Info) http://cat.afraid.org
    E com essa redução de complexidade transferida para o algoritmo do programa não era mais rápido fazer isto informáticamente ?

    --
    Whatever
    Re:Complexidade (Pontos:1)
    por alvin em 22-09-04 19:38 GMT (#272)
    (Utilizador Info)
    Estupidez.

    Os computadores ainda não passam de máquinas que executam tarefas mais rapidamente do que o corpo humano, mas não têm a infinita complexidade e capacidade do cérebro de executar tarefas que exigam raciocínio (!= lógica).
    Se houver mão de obra suficiente, é perfeitamente possível ter uma lista 100% correcta até dia 30.

    --
    The worst thing about getting old, is remembering when you were young.
    Re:Complexidade (Pontos:2)
    por henrique em 23-09-04 12:29 GMT (#303)
    (Utilizador Info)
    Se houver mão de obra suficiente, é perfeitamente possível ter uma lista 100% correcta até dia 30.

    Sim, se tiveres mão de obra suficiente, até consegues quebrar a cifra RSA de 1024 sem usar computadores... Sai-me cada treinador de bancada...

    Re:Complexidade (Pontos:2, Interessante)
    por rnbc em 22-09-04 0:14 GMT (#201)
    (Utilizador Info)
    Pelo que tenho percebido, e pelas regras de colocação que li, o problema não tem de todo uma solução viável em termos exactos, por ser de tipo NP-hard.

    No entanto o que a Compta tem tentado, pelo menos nos ultimos tempos, desde que houve entrada de mais gente competente e avisada no projecto, é usar um algoritmo aproximativo, por sucessivas iterações, que produz uma solução próxima do ideal.

    O que acontece que é a convergência tem sido lenta. Nalguns casos as heuristicas têm mesmo levado a divergência, por serem demasiado agressivas.

    Penso que será possivel chegar a uma solução muito próxima da ideal, mas pelos vistos não com a equipa técnica actual. Talvez com a ajuda de alguns matemáticos?

    A lei nasceu torta à partida, porque devia prever exactamente o algoritmo duma forma inequivoca, e caso fosse necessário quantas iterações exactamente seria corridas, etc. Mas claro que quem a fez não tem preparação técnica para perceber isso, nem tem nada que a ter.

    O implementador é que devia ter-se apercebido disso mais cedo e ter avisado as pessoas competentes, em vez de continuar a teimar e a dar expectativas irrealistas e falsas à equipa ministrial.
    Re:Complexidade (Pontos:2)
    por taf-7arte em 22-09-04 0:30 GMT (#205)
    (Utilizador Info) http://taf.net/opiniao/
    "A lei nasceu torta à partida, porque devia prever exactamente o algoritmo duma forma inequivoca, e caso fosse necessário quantas iterações exactamente seria corridas, etc. Mas claro que quem a fez não tem preparação técnica para perceber isso, nem tem nada que a ter."

    Quem faz as leis tem a obrigação de recorrer ao apoio de quem tem a competência adequada para garantir que elas são viáveis. A lei quando se faz é para ser respeitada e, confirmando-se esta história da complexidade, não vai ser.
    Re:Complexidade (Pontos:1)
    por rnbc em 22-09-04 10:06 GMT (#227)
    (Utilizador Info)
    A lei é implementável em termos aproximados. Não vejo mal nenhum nisso: também ninguém sabe o valor exacto de PI e todos o usamos.

    Penso é que devia haver uma adenda explicando detalhadamente a forma prática de colocação, que não pode corresponder ao modelo ideal descrito na lei pelos motivos que citei.

    Isso não significa que eles devam abandonar o modelo ideal como meta. Também é impossivel implementar com exactidão muitas outras leis e não é por isso que elas devem ser alteradas: trata-se de metas a atingir tanto quanto possivel.

    Claro que erros grosseiros não são aceitáveis, mas erros suaves são, e penso que isso será possivel neste caso, embora requeira, pelos vistos, mais investigação.
    Re:Complexidade (Pontos:2)
    por taf-7arte em 22-09-04 11:35 GMT (#238)
    (Utilizador Info) http://taf.net/opiniao/
    "Também é impossivel implementar com exactidão muitas outras leis"

    Então isso significa apenas que elas estão mal feitas e que alguém andou a "brincar às leis". O que é que justifica que uma lei possa ser aprovada sem que se verifique se é viável cumpri-la com rigor?

    Re:Complexidade (Pontos:2)
    por [Cliff] em 22-09-04 10:03 GMT (#226)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    O problema é que parece que querem a "magic bullet". O algoritmo que de uma só assentada vai resolver os problemas todos. Ora bem, para isso agarravam em gajos que papam algoritmos ao pequeno almoço (matemáticos?) para fazer a coisa de forma a que fosse possível traduzir isso para um algoritmo de programação.
    Não será possível resolver o mesmo problema utilizando um esquema de pontuações?

    ---
    MS Windows, há 10 anos que a taskbar no topo do ecrã gera um bug.
    Re:Complexidade (Pontos:1)
    por rnbc em 22-09-04 13:17 GMT (#243)
    (Utilizador Info)
    A lei descreve de forma exacta o sistema de preferências e métodos a usar na colocação, que no entanto é inaplicável na prática por falta de tempo e recursos computacionais.

    Note-se: o algoritmo exacto existe, mas como se trata dum problema da classe NP-complete só é solúvel em tempo exponencial e portanto para ser resolvido na prática há que usar um outro algoritmo aproximativo, tão bom quanto possivel.

    Penso que neste caso tentaram usar um método por aproximações sucessivas, até o sistema convergir para um estado razoável. Acontece que isso não tem sucedido.

    Há aqui duas questões em apreço, e nenhuma foi avaliada até agora:

    a) Será que é possivel de todo fazer um algoritmo que convirja para uma solução aproximada e razoável num tempo suficientemente curto?

    b) Sendo possivel, a Compta tem profissionais com formação na área?

    Se a) falha mais vale reformular a lei e a Compta deveria ter avisado o ministério atempadamente.

    Se b) falha a Compta não se devia ter metido no concurso.

    Em qualquer dos casos a Compta é sempre culpada.

    Não me parece que a) falhe, visto que sistemas semelhantes têm sido implementados por esse mundo fora, com bastante sucesso. Chegam a soluções muito próximas e quase indistinguiveis da ideal.
    Re:Complexidade (Pontos:4, Interessante)
    por jazzy em 22-09-04 14:55 GMT (#256)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    Deixa-me só acrescentar uma coisa que já referi aqui.

    Se tecnicamente a Compta até pode ser culpada (ainda está por esclarecer o que foi contratado e que informação/requisitos foram facultados à Compta), há ainda uma entidade (ME) que avança para a utilização de um produto sem ter verificado que esse produto fazia correctamente o pretendido, com a agravante de o ter feito sem plano B.

    É aquilo que eu chamo a "abordagem à campeão".


    Jazzy
    --
    Percebe-se melhor o nível de vida de um país quando até o Primeiro-Ministro emigra....

    Re:Complexidade (Pontos:1)
    por CREMAToRIO em 22-09-04 13:23 GMT (#244)
    (Utilizador Info)
    "Não será possível resolver o mesmo problema utilizando um esquema de pontuações?"

    Seria a solução ideal, se a lei desse para isso...

    Re:Complexidade (Pontos:1)
    por sentriun em 22-09-04 14:31 GMT (#251)
    (Utilizador Info)
    Assumindo que de facto é um problema exponencial (nao faço ideia, visto que nao o analisei), nao é a inventar algoritmos ad hoc feitos a martelo que lá chegam, muito menos com heuristicas feitas à balda.

    Assumindo que de facto é um problema semelhante à geração de horarios ou scheduling, em principio é possível resolver o problema com técnicas de IA, estudadas ha largos anos (nomeadamente, satisfação de restrições, que deve resolver isso com relativa facilidade) e ha pelo menos uma empresa em portugal a trabalhar na area ha alguns anos com qualificação humana e tecnica para resolver problemas desta natureza.


    Re:Complexidade (Pontos:1)
    por cmrpereira em 26-09-04 21:47 GMT (#348)
    (Utilizador Info)
    O problema não me parece assim tão complexo! 1º Na realidade não existe um concurso de professores mas vários perfeitamente independentes que apenas decorrem simultaneamente. Suponho que o número de concursos anda perto dos quarenta. Isto é, há um concurso para os educadores de infância, outro para os professores do 1º ciclo, outro para os professores de ciências do 2º ciclo, outro para profs de geografia do 3º ciclo, e por aí fora. Estes concursos processam-se de um modo independente ainda que um candidato possa sê-lo em mais do que um destes concursos. A complexidade em alguns destes concursos é muito baixa dado o número reduzido de candidatos e das suas preferências (nem é preciso fazer a colocação à mão, basta fazer o trabalho a olho). Não se compreende porque é que o ministério insiste em não dividir o problema e avançar com as colocações, por exemplo, dos professores do 1º ciclo, que em nada interfere com professores de outro grau. 2º É consensual que o problema da elaboração de uma lista ordenada é, em termos computacionais, canja. O que aconteceu no entanto, nesta 1ª fase do concurso foi um grande flop. Ora aqui não pode haver a desculpa do P e do NP ou seja lá o que for. Portanto, ao começar houve incompetência de quem fez e burrice e ignorância por parte de quem tinha de decidir o que fazer daí para a frente. 3º Parece-me que o problema só entra na categoria da grande complexidade quando o número e qualidade das vagas não pode estar rigorosamente definido antes do processo de colocações propriamente dito começar. Isto só acontece quando se está a colocar candidatos que, se forem colocados numa das preferências indicadas abrem uma vaga na escola onde estavam e no caso de não terem lugar em nenhuma das preferências indicadas mantêm-se no lugar anteriormente ocupado. Estando estes candidatos todos colocados pode-se passar a usar o tristemente célebre “algoritmo da ministra”: “Pega-se no primeiro da lista coloca-se no horário pretendido, risca-se essa vaga e passa-se ao 2º. Em termos computacionais isto entra no domínio da “canja” uma vez que é um processo completamente linear. Assim o número de candidatos e vagas que entram no processo na fase complexa não gera uma situação significativamente diferente daquela que aconteceu nos anos anteriores e por isso não implica uma solução computacional mais complexa do que aquela que foi usada com resultados positivos anteriormente.
    Listas à mão (Pontos:1)
    por alvin em 21-09-04 21:46 GMT (#187)
    (Utilizador Info)
    O Ministério vai fazer as listas manualmente.
    Pensava que os computadores serviam para fazer as tarefas mais rapidamente do que os humanos.

    Eu como contribuinte com os meus impostos em dia quero saber se caso essa empresa(?) já recebeu dinheiro do erário público, o que é que o Ministério da Educação vai fazer para ser ressarcido e indmenizado. E quero saber também qual foi o processo de selecção ? Houve concurso público ? Não houve ? Tinha que haver ? Não tinha ?

    Cambada de ursos.

    --
    The worst thing about getting old, is remembering when you were young.
    Re:Listas à mão (Pontos:2)
    por Init em 21-09-04 22:50 GMT (#197)
    (Utilizador Info)

    E quero saber também qual foi o processo de selecção ? Houve concurso público ? Não houve ? Tinha que haver ? Não tinha ?

    Na TV dizem que houve. Normalmente tem que haver, só em casos especiais é que não.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Listas à mão (Pontos:2)
    por higuita em 22-09-04 2:30 GMT (#214)
    (Utilizador Info)
    pois, ate' pode haver, mas cunhas continuam a existir...

    basta alguem dar dicas do que a e' pretendido nao proposta, que ja' se consegue fazer uma proposta que encaixa exactamente no pedido...

    outra forma e' os avaliadores saberem de quem e' cada proposta e associarem-nas a uma cunha...

    Higuita
    OT: Correcção a um post meu (Pontos:2)
    por Gamblit em 22-09-04 0:12 GMT (#200)
    (Utilizador Info)
    Na última discussão sobre este assunto referenciou-se a Novabase e eu chamei-lhes incompetentes. Venho apenas remendar o meu erro. No caso especifico que falei a incompetente em questão não era a Novabase mas sim a Delloite.

    A César o que é de César! :)
    Re:OT: Correcção a um post meu (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 22-09-04 0:50 GMT (#212)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    so what? são as duas.
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    Compta é irresponsável (Pontos:1)
    por @|7 em 22-09-04 0:54 GMT (#213)
    (Utilizador Info)
    A empresa que desenvolveu o software tem de rever os métodos de colocação de programadores, que não devem perceber nada sobre o que programam. Segundo o que ouvi e deu para perceber, toda a estrutura da base de dados está mal feita, porque quando se detecta um erro, a base de dados deve imediatamente comunicar e parar. Ora esta base dados comunica o erro mas não pára e por isso mesmo, eles têm de fazer o reset e um novo reload, isto é, começam do 0. Quem programou assim é de certeza um imbecil.

    PS: Gostei do teu tema Gamito, já estava com saudades dos teus artigos que são excelentes ;)

    Re:Compta é irresponsável (Pontos:3, Esclarecedor)
    por henrique em 22-09-04 8:22 GMT (#217)
    (Utilizador Info)
    Mais um treinador de bancada... Não conhece detalhes técnicos alguns, baseia-se no que "ouviu falar" na imprensa generalista mas, mesmo assim, acha-se capaz de emitir uma opinião...
    Moço, lê mais acima o artigo intitulado "Complexidade".
    Re:Compta é irresponsável (Pontos:2)
    por ^magico^ em 22-09-04 9:46 GMT (#221)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Hmmmmm que eu saiba por muito bom que um algoritmo de dados seja, se o backend de suporte aos dados estiver uma merda... o resultado é uma merda!

    De qualquer forma, enquanto ninguem tiver acesso à base de dados e aos parametros de implementação do algoritmo, vamos estar *TODOS* a falar no ar....

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:Compta é irresponsável (Pontos:1)
    por @|7 em 22-09-04 15:31 GMT (#260)
    (Utilizador Info)
    Não sou nenhum treinador de bancada e falo do que vi e ouvi. Até acho muito engraçado porque ontem a TVI fez uma reportagem em casa de uma professora e deu para ver o login e password da professora, porque eles focaram durante algum tempo o monitor e ela a fazer o login. Isto é só um exemplo dos maus procedimentos que nós portugueses costumamos fazer. Agora imagina que calhava em mãos erradas, ou que uma pessoa mal intencionada aproveitava logo a ocasião. Está mal!

    A base de dados que lista a colocação dos professores está toda mal estruturada, do princípio até ao fim. Não tem forma de se pegar e eu como cidadão português, exigo que os programadores que fizeram esta base de dados sejam repreendidos ou mesmo despedidos e ao mesmo tempo obrigados a regressarem para a escola, local de onde nunca deviam ter saído. São uma cambada de incompetentes, até um puto de 10 anos fazia melhor!

    Compta VS. M$ (Pontos:1)
    por suskind em 22-09-04 11:10 GMT (#235)
    (Utilizador Info)
    Compta Vs. M$ Bah
    Re:Compta VS. M$ (Pontos:1)
    por WZ|Dunadan em 22-09-04 14:11 GMT (#250)
    (Utilizador Info) http://www.G4mers-Zone.net
    http://www .microsoft.com/portugal/businesssolutions/partners/compta.mspx

    Número de Profissionais Certificados na Compta:

    Product Specialist.....: 2
    Solution Developer...: 2
    Manufacturing..........: 1
    WMS.......................: 1



    G4mers
    Forum-Zone
    Re:Compta VS. M$ (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 23-09-04 20:19 GMT (#321)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    retirada... muito suspeito...
    http://www.google.co.uk/search?q=cache:http%3A//www.microsoft.com/portugal/businesssolutio ns/partners/compta.mspx
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    Re:Compta é irresponsável (Pontos:1)
    por [C4] em 22-09-04 16:39 GMT (#268)
    (Utilizador Info)
    Os programadores nada têm a ver com o assunto. Para uma aplicação desta complexidade é necessaria uma grande equipa. Os programadores limitam-se a "passar para linguagem que um computador perceba" aquilo que é dito na especificação e no workflow que lhe é atribuido. Logo se a especificação diz que a rotina xpto deve parar quando Erro = 1 é isso que é "codado". O Problema coloca-se ao nivel da especificação tecnica e nao ao nivel da programação.


    "Mata-te a estudar e serás um cadaver culto"
    Re:Compta é irresponsável (Pontos:2)
    por ^magico^ em 22-09-04 16:45 GMT (#270)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Um programador não é um escrivão, por isso essa tua lógica está completamente errada.

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:Compta é irresponsável (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 23-09-04 20:20 GMT (#322)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    sim, mas também n tem obrigação de fazer análise, nem arquitectura
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    Re:Compta é irresponsável (Pontos:2)
    por ^magico^ em 24-09-04 10:09 GMT (#337)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Por outro lado têm a obrigação, de que quando dado problema tem uma implementação mais simples com pequenos ajustes, deverão essas sugestões ser comunicadas ao gestor de projecto por forma a analisar a viabilidade dessas alterações.

    Um programador tem o dever de ao implementar um algoritmo, fazer uma análise constante do que está a implementar e analisar sempre soluções que possam ser viáveis e transmiti-las ao gestor do projecto.

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Gamito, sempre o o Gamito (Pontos:0, Despropositado)
    por henrique em 22-09-04 8:23 GMT (#218)
    (Utilizador Info)
    É imaginação minha ou li há uns tempos o Gamito a dizer que tinha deixado de aprovar artigos?
    Re:Gamito, sempre o o Gamito (Pontos:2)
    por ^magico^ em 22-09-04 9:46 GMT (#222)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Ele não aprovou um artigo. Escreveu-o ele mesmo...

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:Gamito, sempre o o Gamito (Pontos:2)
    por Gamito em 22-09-04 10:15 GMT (#230)
    (Utilizador Info) http://www.startux.org/
    Depois, saio de editor e de utilizador do Gildot nesta thread pelo meu próprio pé. (...)
    Aliás, continuo com o meu login de editor perfeitamente válido e pronto a utilizar, se um dia me voltar a apetecer."

    Comentário #138

    Mário Gamito
    www.startux.org
    Re:Gamito, sempre o o Gamito (Pontos:1)
    por @|7 em 22-09-04 15:33 GMT (#261)
    (Utilizador Info)
    Mário, não ligues a bocas foleiras e continua no Gildot porque fazes muita falta. Força amigo!
    Re:Gamito, sempre o o Gamito (Pontos:1)
    por 4Gr em 22-09-04 22:22 GMT (#283)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Também estou solidário!

    Paradoxo do ano: Microsoft Works!
    Dominus vobiscum
    Responsáveis... (Pontos:2, Esclarecedor)
    por paipo em 22-09-04 10:12 GMT (#229)
    (Utilizador Info)
    Ainda não tive tempo de ver todos os comentários, por isso não sei se vou repetir algo que já tinha sido dito.
    É muito fácil culpar a Compta. E merecem ser responsabilizados! Quem conhece as empresas de desenvolvimento de aplicações Web em Portugal sabem como é que funcionam (mal), independentemente de terem ou não o carimbo ISO9000.
    As especificações são sempre feitas com base no "logo se verá", os planeamentos já adaptados ao que o cliente paga (primeiro temos que saber quanto é que o cliente está disposto a pagar, o planeamento adapta-se a esse dinheiro), e se o cliente paga pouco mete-se gente sem experiência a desenvolver, porque são mais baratos...

    E depois temos o cliente Estado. Para conseguir que alguém num ministério decida alguma coisa, bom, eu não sei... "Ah, para isso tenho que falar com o meu director... Ah, para isso tenho que falar com o secretário de estado..." Quando algo está feito, chega ao ministro que não gosta das cores e quer mais uma macacada do lado direito (que geralmente não está minimamente especificado - quando existem especificações). Voltam as coisas por aí abaixo...
    E quando um concurso público é cancelado 2 ou 3 vezes, chega-se à situação em que as coisas têm que ser adjudicadas directamente, porque já não há tempo... e algumas empresas aceitam fazer projectos impossíveis, em tempo record. Resultado? Catástrofe... sim, porque a primeira coisa a cair são os testes. São caros, e nós desenvolvemos tudo bem à primeira... e depois, o cliente Estado raramente faz testes de aceitação! Depois as coisas saem para a rua e dá uma barraca destas...

    Enfim, é assim que funciona Portugal...

    paipo
    Re:Responsáveis... (Pontos:2)
    por leitao em 22-09-04 12:02 GMT (#240)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    LOL! E achas honestamente que esta forma de dirigir projectos existe unicamente em Portugal ? O que acabaste de descrever e' a norma internacional de gestao de projectos.


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Vá para fora cá dentro (Pontos:2, Interessante)
    por NeVErMinD em 22-09-04 10:37 GMT (#233)
    (Utilizador Info)
    Confesso que não li todos os posts portanto corro o risco de estar a repetir algo mas, sinceramente não percebo este rigor orçamental tantas vezes apregoado pelo governo. Não seria mais vantagoso, quer financeiramente quer pedagogicamente, se o Ministério da Educação em vez de andar a requerer outsourcing propusesse a algunas universidades públicas do país este projecto? De certo que haveria interesse dos alunos em fazer um projecto tão mediatizado, quer como projecto final de uma cadeira quer mesmo como projecto final de curso, quem sabe.
    No fim o estado teria uns tanos projecto á escolha, e muito dificilmente todos eles não iriam funcionar.

    Também já ouvi falar na complexidade do programa em causa, e como estou completamente fora do algoritmo a implementar não vou comentar, mas relembro que já tinha havido problemas a própria inscrição da candidatura dos professores que a meu ver não tem algoritmo, apenas comunicação com a base de dados.
    Re:Vá para fora cá dentro (Pontos:2, Despropositado)
    por taf-7arte em 22-09-04 11:08 GMT (#234)
    (Utilizador Info) http://taf.net/opiniao/
    "Não seria mais vantagoso, quer financeiramente quer pedagogicamente, se o Ministério da Educação em vez de andar a requerer outsourcing propusesse a algunas universidades públicas do país este projecto?"

    De modo nenhum, Deus nos livre!

    1) As Universidades não foram feitas para prestar este tipo de serviços nem têm estrutura para dar o suporte profissional que se exige.

    2) As Universidades não devem fazer concorrência desleal a empresas que estão no mercado (existem empresas competentes, não precisa de ser a Compta...) As Universidades servem para ensinar e investigar, não para brincar às empresas.

    Este post é perfeitamente demonstrativo da mentalidade amadorística que justifica que o país não evolua. (Desculpa a falta de "anestesia", mas é mesmo assim.)

    Re:Vá para fora cá dentro (Pontos:1)
    por NeVErMinD em 22-09-04 11:50 GMT (#239)
    (Utilizador Info)
    Ok, devo andar a sonhar quando leio isto no maior motor de busca nacional

    "O SAPO é uma marca e um motor de busca criado na Universidade de Aveiro"

    E como estes existem mais exemplos de sucesso, porque ao contrário do que dizes, nas universidades trabalha-se muito mais profissionalmente que na maioria das empresas. Mas lá está, tás a falar como Empresário que iria perder uns tostões e até vês deslealidade no facto do ME pedir (não obrigar) um projecto a uma faculdade que financia, como se isso não fosse também investigação e vantajoso para os alunos.
    Re:Vá para fora cá dentro (Pontos:2)
    por taf-7arte em 22-09-04 12:34 GMT (#242)
    (Utilizador Info) http://taf.net/opiniao/
    "E como estes existem mais exemplos de sucesso, (...) Mas lá está, tás a falar como Empresário que iria perder uns tostões"

    Claro que existem exemplos de sucesso (mal corria!), mas não é esse o meu ponto. A Universidade não está preparada para dar suporte profissional. Nem tem que estar.

    A "boca" de perder os tostões era perfeitamente dispensável. É lamentável que por não concordares comigo me acuses de má fé. O que digo é por convicção e não por conveniência. Quanto à concorrência desleal, podes ler isto.

    Re:Vá para fora cá dentro (Pontos:1)
    por WZ|Dunadan em 22-09-04 14:07 GMT (#249)
    (Utilizador Info) http://www.G4mers-Zone.net
    O argumento mais forte contra é mesmo a concorrência desleal. Se o ME tivesse seguido outra via, tinham poupado muito dinheiro aos nossos cofres e a etc tinha feito melhor serviço. :P


    G4mers
    Forum-Zone
    Re:Vá para fora cá dentro (Pontos:1)
    por NeVErMinD em 22-09-04 15:36 GMT (#263)
    (Utilizador Info)
    Viva,

    Quando afirmei que estavas a falar como Empresário estava longe de te querer acusar de má fé, apenas acho que é dificil que a tua opiniao nao seja influenciada inconscientemente por esse facto.

    O suporte poderia passar por pagar aos alunos pelo mesmo, ou ao professor, ou á universidade ou etc.. era uma questão das partes chegarem a acordo senão o protocolo não iria em frente. Até parece que era a 1 vez que tal acontecia.
    Suporte profissional é importante mas não é tudo, este caso reflete bem isso.
    Re:Vá para fora cá dentro (Pontos:2)
    por fhc em 23-09-04 8:26 GMT (#292)
    (Utilizador Info)

    Li com atenção o PDF. Se quiseres co-autorar um documento comigo e apresentá-lo num jornal nacional, estou disposto.

    Francisco Colaço


    Deus dê saúde aos meus inimigos para que assistam de pé à minha vitória.

    Lema inscrito num barco bandeirante.

    Re:Vá para fora cá dentro (Pontos:2)
    por taf-7arte em 23-09-04 12:55 GMT (#307)
    (Utilizador Info) http://taf.net/opiniao/
    "Li com atenção o PDF. Se quiseres co-autorar um documento comigo e apresentá-lo num jornal nacional, estou disposto."

    Obrigado pelo cumprimento implícito. :-)

    Contudo, este documento já foi apresentado publicamente aqui e eu tenho andado apertadíssimo de tempo para escrever seja o que for. Acabo por "perder" tempo em blogs e blogs e depois falta-me tempo para ganhar a vida...

    Re:Vá para fora cá dentro (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 24-09-04 0:04 GMT (#329)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    n entendo, no inicio dizes q a educação n é o mais importante, depois dizes que as pessoas n estudam que chegue, nem adquirem os conhecimentos da maneira correcta e q é essencial q o façam.

    O caminho para o desenvolvimento económico NÃO é a procura da Inovação.
    Innovation:
      "The act of conceiving and implementing a new way of achieving a result and/or performing work. Innovation doesn't have to be expensive or complicated. It is the mechanism by which a business positions and differentiates itself in the mind of the consumer."
    "The “carrying out of new combinations, such as the introduction of a new good, the introduction of a new method of production, the opening of a new market, the opening of a new source of supply, or the reorganization of any industry…” "
    " is an evolutionary process of increasing the capability to apply a technology, applying in new contexts, expanding the capability of a technology aor improving the capability of a product. "
    O problema n é inovação no verdadeiro sentido da palavra, mas sim a falta de aproveitamento dos recursos existentes e a insistência em inventar a roda...

    n sei se estás a dizer q n devem ser criadas novas empresas... isto é fundamental porque por vezes é a única maneira de fazer valer uma ideia. por outro lado, incentiva uma maior concorrência e dinamização e a uma menor necessidade de recorrer às mesmas empresas que podem n ter tão boas ideias e competências numa área específica (há sempre nichos que escapam). se queres dizer que não devem ser incentivadas empresas sem planos de negócios, concordo claramente.
    o desenvolvimento da arte não pode estar apenas sujeito às leis do mercado. tal como na educação, o estado tem obrigatoriedade de fomentar o desenvolvimento da arte e da ciência (já diziam os mentores da constituição americana).

    bem, concordo com o que dizes, de acordo com o meu conhecimento limitado, com pequenas divergências que provavelmente resultam de falta de compreensão.

    por último, escrito em Word e Destiller? já n te curto, pá! tá pago isso? :P
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    Re:Vá para fora cá dentro (Pontos:2)
    por jazzy em 22-09-04 14:49 GMT (#253)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    A questão 1) é absolutamente pertinente: o projecto termina, o aluno vai à sua vida e fica a Universidade com o bébé nos braços para dar suporte.

    Isto é viável? É eficiente? As Univs. embarcavam nisto? Acho que a resposta são três nãos.


    Jazzy
    --
    Percebe-se melhor o nível de vida de um país quando até o Primeiro-Ministro emigra....

    Re:Vá para fora cá dentro (Pontos:1)
    por NeVErMinD em 22-09-04 20:16 GMT (#278)
    (Utilizador Info)
    Caso nao saibas, a empresa que anteriormente desenvolvia software paea o Ministerio da Educação extingui-se, agora vai lá pedir-lhes suporte.

    Re:Vá para fora cá dentro (Pontos:2)
    por jazzy em 23-09-04 8:33 GMT (#293)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    Mas essa não é uma das vantagens do OpenSource?


    Jazzy
    --
    Percebe-se melhor o nível de vida de um país quando até o Primeiro-Ministro emigra....
    alternativa (Pontos:1)
    por Coronel em 23-09-04 14:38 GMT (#312)
    (Utilizador Info)
    A questão 1) é absolutamente pertinente: o projecto termina, o aluno vai à sua vida e fica a Universidade com o bébé nos braços para dar suporte. Isto é viável? É eficiente? As Univs. embarcavam nisto? Acho que a resposta são três nãos.

    Não tem de ser necessáriamente um projecto de final de curso. Poderia ser um projecto da própria universidade, orientado por professores, para o qual entravam (alguns) alunos quando chegassem a um determinado nivel (p.e. ao penultimo ano do curso). Além disso poderia ser um projecto de software livre.

    Isto iria permitir que a equipa de desenvolvimento e suporte fosse tendo sempre alunos, que estariam devidamente familiarizados com o sistema. Como seria software livre, se a Universidade se fartasse, ou se houvesse problemas, o projecto poderia passar para outra Universidade ou até para uma empresa.

    Re:Vá para fora cá dentro (Pontos:1)
    por plexar em 22-09-04 19:58 GMT (#274)
    (Utilizador Info)
    2) As Universidades não devem fazer concorrência desleal a empresas que estão no mercado (existem empresas competentes, não precisa de ser a Compta...) As Universidades servem para ensinar e investigar, não para brincar às empresas.

    Eu, que na minha ignorância, passei anos na faculdade a preparar-me para o mundo real, quando na realidade deveria estar a fazer investigação e ensino?! Bem me parecia que toda aquela lenga-lenga empresarial dos ultimos anos de curso eram só para fazer cera nos ouvidos..

    Agora a sério, não conheço muitas universidades, mas pelo menos tenho a ideia de que os cursos de engenharia são os que têm maiores ligações com o mundo empresarial.. Estas não brincam às empresas, mas sim cooperam e alimentam as necessidades de recursos humanos das empresas.

    No Porto tens dois exemplos sob forma ou de instituto ou de faculdade. Acredito que existam universidades que possam perfeitamente (talvez com parcerias comerciais, ou não) cumprir com projectos desta envergadura (já que também lidam com os seus próprios sistemas de informação nada simples..)


    Plexar.
    Aproveitem a onda ... (Pontos:1, Esclarecedor)
    por obelixII em 22-09-04 11:24 GMT (#237)
    (Utilizador Info)
    Já vi que a thread vai longa e espero não estar a ser redundante.
    Eis uma das razões pela qual a implementação de OpenSource deveria ser obrigatória na AdmPublica.
    Assim sabiamos (pelo menos o M.E.) o que eles (fornecedores) tinham entregue e em ultimo caso até se podia tentar corrigir (não me parece ).
    Está aqui o tal facto que evidencia o perigo de nos entregarmos de olhos fechados.
    Re:Aproveitem a onda ... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 22-09-04 12:23 GMT (#241)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    e mai nada

    ---
    MS Windows, há 10 anos que a taskbar no topo do ecrã gera um bug.
    Vergonha!!! e que tal o outro lado da face ???? (Pontos:1)
    por etik em 22-09-04 13:29 GMT (#245)
    (Utilizador Info)


    não digo que este problema da colocação dos professores, não seja uma vergonha.

    mas uma vergonha maior é:

    Atão porque é que agora todos pedem esclarecimento sobre esta situação, porque não pedem esclarecimento do porque de ainda se fechar os olhos há venda de droga feita na maioria por ciganos na cidade de lisboa...

    atao e não pedem esclarecimentos pelo aumento de violencia e roubo neste pais... a constante violencia que existe na linha de sintra ???? cacem/amadora/damaia etc...

    e gostava de continuar, devem ter percebido, que o reclamar e despedir o coitado ou a coitada, que confiou num sistema informatico, é muito importante para o pais, mas com este POST so quero mostrar o meu descontentamento que temos COISAS E ASSUNTOS MT MAIS IMPORTANTES PARA ESCLARECER E RESOLVER...

    eu diria mesmo que palhaçada...

    PS: desculpem, não passei o POST pelo WORD para corrigir os erros!!! bahhhh...
    Re:Vergonha!!! e que tal o outro lado da face ???? (Pontos:1)
    por gibberling em 22-09-04 14:41 GMT (#252)
    (Utilizador Info)
    Lamento informar-te, mas estás a reclamar no sítio errado, experimenta a PSP ou a sede da CP, ou se já tens idade para votar, vota noutro partido ou funda um, só precisas de mil assinaturas, boa sorte.

    Devias pensar seriamente se não és um erro que precisa de ser corrigido.

    E antes que me esqueça, como já dizia a minha mãezinha, Atão era primo de Adão e tinha um rebanho de cabras...


    Re:Vergonha!!! e que tal o outro lado da face ???? (Pontos:1)
    por etik em 22-09-04 14:50 GMT (#254)
    (Utilizador Info)

    sim tens razão...

    mas devias ter lido o post ate ao fim e apercebias-te que eu escrevi, e indiquei que o POST é minha opinião, sobre o que se passa...

    so lamento que n fizeste esse teu POST sobre reclamar no PSD bla bla e PCP, em quase todos os comentarios desta maravilhosa noticia..

     
    Re:Vergonha!!! e que tal o outro lado da face ???? (Pontos:1)
    por gibberling em 22-09-04 14:52 GMT (#255)
    (Utilizador Info)
    Alhos e bugalhos...
    Re:Vergonha!!! e que tal o outro lado da face ???? (Pontos:2)
    por ^magico^ em 22-09-04 14:56 GMT (#257)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Trabalhas para a COMPTA? É que nunca te vi por aqui antes...

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:Vergonha!!! e que tal o outro lado da face ???? (Pontos:1)
    por flock em 22-09-04 15:51 GMT (#265)
    (Utilizador Info) http://www.corah.org/
    O problema da violência e das drogas não é novo.

    Por outro lado, este é um problema novo introduzido pelo governo mais à direita que Portugal já teve desde 25 de Abril de 1974.

    É caso para dizer: Portugal não está estagnado nem a evoluir, está a regredir, e isso é que é preocupante.
    Re:Vergonha!!! e que tal o outro lado da face ???? (Pontos:2)
    por Psiwar em 22-09-04 16:11 GMT (#266)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    + educação = + capacidade = + produtividade = + dinheiro = - pobreza = - criminalidade
    Re:Vergonha!!! e que tal o outro lado da face ???? (Pontos:2)
    por fhc em 23-09-04 8:11 GMT (#287)
    (Utilizador Info)

    A União Soviética tinha as maiores taxas de alfabetização do mundo. Mas não ganhou a guerra fria, nem era o país mais rico do Mundo.

    Infelizmente, depende do tipo de educação. Principamnete até, dos valores que a orientam. Neste país, nunca a educação formará para a riqueza, pois dá-se pouca ou nenhuma importância à iniciativa e à excelência, e premeia-se a indolência e a incompetência.

    Ensino recorrente, falta de poder dos professores na sala de aula, pais complacentes com a má-criação dos seus filhos, alunos injustamente reivindicativos, professores que só lá estão porque não sabem fazer mais nada, o ensino português está pejado de coisas que, a meu ver, tem de ser extirpadas antes de a equação acima --- que basicamente está certa --- possa ser verdadeira.

    Custa-me ver aki daren erros ortograficos e eskrita sms e não respeitarem a capitalização das frases muitos dos nossos colegas. Custa-me chamálos acéfalos, descerebrados e imbecis, mas chamo. Desculpo, é claro, o erro de dactilografia, pois deles também não sou isento.

    Mais, custa-me ver que aqui não sabem muitos explicar um argumento. Dizer porque se acredita em determinada coisa de forma clara e precisa. Falta aqui talvez um bom ensino. Infelizmente, aqueles que aqui mais se queixam do ensino parecem ser os que não aproveitaram nada dele. E, com os recursos que há (livros, jornais), os professores são cada vez mais uma pequena parte do ensino para quem quer realmente evoluir.

    Francisco «não levem a mal a franqueza» Colaço


    Deus dê saúde aos meus inimigos para que assistam de pé à minha vitória.

    Lema inscrito num barco bandeirante.

    Re:Vergonha!!! e que tal o outro lado da face ???? (Pontos:2)
    por Psiwar em 23-09-04 9:35 GMT (#295)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Certo mas irrelevante.
    Apenas estava, de forma simples, a indicar ao autor do post anterior a melhor forma de combater um tipo de criminalidade que ele referiu.

    Além disso os exemplos tem que começar de cima. Não se pode pode pedir produtividade e excelência ao povo português, quando no topo promovem a incompetência, o factor C, tacho jumping, e desperdício dos recursos financeiros que a classe média fornece ao estado.
    Mais informação sobre o flop... (Pontos:1)
    por bêbado em 22-09-04 13:50 GMT (#246)
    (Utilizador Info)
    ... no http://online.expresso.clix.pt/1pagina/artigo.asp?id=24746855&wcomm=true#comentari os
    ~~~ O vinho é qu'induca e o fado é qu'instrói! ~~~
    Re:Mais informação sobre o flop... (Pontos:1)
    por bêbado em 22-09-04 13:52 GMT (#247)
    (Utilizador Info)
    chite!!! Hoje não bebo mais nada!!

    O link correcto: Expresso


    ~~~ O vinho é qu'induca e o fado é qu'instrói! ~~~

    Re:Mais informação sobre o flop... (Pontos:2)
    por jazzy em 22-09-04 15:06 GMT (#258)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    chite!!!
    Olha um futurista! Tás a comparar chite a saite mas olha que esse termo ainda não foi "agregado" à Lingua Portuguesa - talvez um dia...

    De qualquer forma a ideia de deixares o bagaço é boa ;-)


    Jazzy
    --
    Percebe-se melhor o nível de vida de um país quando até o Primeiro-Ministro emigra....

    Re:Mais informação sobre o flop... (Pontos:2)
    por ^magico^ em 22-09-04 16:43 GMT (#269)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    ele queria mesmo dizer "shit"

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    eficácia das metodologias (Pontos:1)
    por Duende em 22-09-04 16:35 GMT (#267)
    (Utilizador Info)
    à mão meus senhores... à mão é que é! LOL
    Se o ridículo matasse... (Pontos:1)
    por alvin em 22-09-04 19:46 GMT (#273)
    (Utilizador Info)
    O líder parlamentar do PSD, Guilherme Silva, defendeu hoje que o ano lectivo "não se esgota" na colocação dos professores e considerou, por isso, que "nem tudo falhou" na área da educação, alegando que não há qualquer problema nas instalações escolares e que o pessoal auxiliar já se encontra colocado. in Público Última Hora

    Se o assunto não fosse tão sério, dava para umas boas gargalhadas.
    Andamos nós a ser governados por estes animais (sem ofensa para os ditos de quem gosto muito).
    Tivesse eu 23 ou 24 anos e o curso acabado de tirar e já tinha dado à sola daqui para fora.

    --
    The worst thing about getting old, is remembering when you were young.
    Spin doctors at work. -NT- (Pontos:1)
    por flock em 22-09-04 21:17 GMT (#279)
    (Utilizador Info) http://www.corah.org/
    No text.
    Re:Spin doctors at work. -NT- (Pontos:1)
    por alvin em 22-09-04 21:47 GMT (#280)
    (Utilizador Info)
    http://ultimahora.publico.pt/s hownews.asp?id=1204157

    --
    The worst thing about getting old, is remembering when you were young.
    Re:Spin doctors at work. -NT- (Pontos:1)
    por flock em 22-09-04 21:58 GMT (#281)
    (Utilizador Info) http://www.corah.org/
    Quando disse "spin doctor" referia-me ao <insert-title-here> Guilherme Silva.
    Re:Se o ridículo matasse... (Pontos:2)
    por henrique em 23-09-04 12:39 GMT (#305)
    (Utilizador Info)
    "nem tudo falhou" na área da educação, alegando que não há qualquer problema nas instalações escolares e que o pessoal auxiliar já se encontra colocado

    O que é verdade. A colocação de professores é uma parte de um grande processo organizativo que engloba muitos outros componentes.

    Se não fosses um ignorante, terias percebido que as novas leis e método de colocação de professores tinham por objectivo facilitar a vida aos professores. A intenção era boa. Mas falhou por questões técnicas. Tentar perceber qual é o problema técnico e investigar se o processo é exequível computacionalmente em tempo razoável devia ser a preocupação de um participante do Gildot. Armar-se em treinador de bancada e tecer comentários básicos como os que se podem ouvir numa qualquer taberna é que destoa um bocado.

    Re:Se o ridículo matasse... (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 23-09-04 23:30 GMT (#325)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    chamas a dizer que é de uma incompetência criminosa todo este processo?
    se pensas que é apenas por questões técnicas, é porque não estás a ver a big picture.
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    Afinal era tão fácil (Pontos:1)
    por alvin em 22-09-04 20:06 GMT (#275)
    (Utilizador Info)
    Ministra da Educação (sic): "«Agarra-se no nome de cada professor, vê-se qual a disciplina que quer dar, vê-se qual é o horário e a escola e passa-se para o professor a seguir»".

    Socorro, tirem-me deste filme.

    --
    The worst thing about getting old, is remembering when you were young.
    Governo electrónico (Pontos:1)
    por bêbado em 22-09-04 22:18 GMT (#282)
    (Utilizador Info)
    Depois deste flop fui reler as premissas do "Governo Electrónico" (UMIC):
    "Os objectivos nucleares do Governo Electrónico em Portugal são o aumento da:

    * conveniência e satisfação dos cidadãos;
    * eficiência com menores de custos;
    * transparência do aparelho do Estado;
    * participação democrática por parte dos cidadãos."

    Não sei se hei-de rir ou chorar.


    ~~~ O vinho é qu'induca e o fado é qu'instrói! ~~~

    COMUNICADO 22 de Setembro de 2004 (Pontos:3, Informativo)
    por |The-Crow| em 23-09-04 7:51 GMT (#286)
    (Utilizador Info) http://www.soundream.org
    Pelos vistos a COMPTA falou sobre o caso, lançou hoje um press release, o qual transcrevo:
    ---------------------------------------------
    Na sequência de notícias vindas a publico, acerca do envolvimento da COMPTA - EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA, S.A. no âmbito do processo de selecção de docentes para o ano lectivo 2004/2005, entendeu a Administração prestar os seguintes esclarecimentos:

    1. carecem de fundamento sério os comentários públicos que imputam responsabilidade à COMPTA no que respeita a eventuais desconformidades do software para apoio ao procedimento do concurso para selecção e recrutamento do pessoal docente da educação pré-escolar básica e secundária;

    2. a COMPTA repudia o tratamento que ao assunto tem sido dado por alguns sectores, designadamente através de comentários imponderados que criam a ideia, errónea, de que os problemas surgidos com as listas de colocação de docentes se deveram exclusivamente a razões de ordem técnica;

    3. cumpre, ainda, deixar claro que o presente esclarecimento não tem um carácter mais exaustivo – que porventura dissiparia dúvidas acerca da responsabilidade da ocorrência – em face do dever de confidencialidade a que se encontra vinculada a COMPTA, no âmbito do contrato celebrado com a Direcção Geral dos Recursos Humanos da Educação, precedido de concurso publico e

    4. a COMPTA, pugnando pelos princípios da verdade e da transparência, manifesta-se, desde já, totalmente disponível para colaborar em qualquer inquérito, em sede própria, de forma a que, com celeridade, rigor, isenção e a necessária profundidade, se apurem responsabilidade pelo sucedido.

    Algés, 22 de Setembro de 2004

    O Conselho de Administração da.

    COMPTA - EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA, S.A.
    ---------------------------------------------

    Vamos ter mais pescadas sobre este caso :)
    Re:COMUNICADO 22 de Setembro de 2004 (Pontos:1)
    por gibberling em 23-09-04 14:30 GMT (#311)
    (Utilizador Info)
    Uma musiquinha que eles devem estar a cantar agora:

    The roof, the roof, the roof is on fire,

    The roof, the roof, the roof is on fire,

    The roof, the roof, the roof is on fire,

    We don't need no water let the motherfucker burn, Burn motherfucker burn.


    Já agora (Pontos:2, Interessante)
    por alvin em 23-09-04 9:13 GMT (#294)
    (Utilizador Info)
    Assim de repente lembrei-me que o Ministério da Educação passou para as mãos de uma empresa privada dados pessoais de dezenas de milhar de pessoas.

    A saber: nome, morada, nº de telefone, BI, data de nascimento, sexo, rendimentos (podem saber-se pela categoria profissional, são públicos).

    Alguém aqui que seja professor, pode dizer se em algum passo do concurso deu autorização ao Ministério da Educação para fazer isto ?
    Quem é que zela pela confidencialidade dos dados de de dezenas de milhar de pessoas, licenciadas, com rendimentos acima da média nacional, sendo que esta BD, é o sonho de qualquer snail mail spammer que se preze ?

    Não estou a acusar ninguém de nada.
    Só tenho curiosidade em saber. Especialmente se foi pedida autorização aos professores para que os dados fornecidos fossem passados a um entidade terceira, ainda por cima, privada.

    --
    The worst thing about getting old, is remembering when you were young.
    Re:Já agora (Pontos:1)
    por rnbc em 23-09-04 10:11 GMT (#298)
    (Utilizador Info)
    Que eu saiba são dados públicos. O percurso profissional dum funcinário público é de livre acesso.
    Re:Já agora (Pontos:2)
    por Init em 23-09-04 13:52 GMT (#308)
    (Utilizador Info)

    Segundo a lei os dados pertencem exclusivamente a quem se referem. Algumas das informações podem ser privadas e por tanto de acesso restrito, outras não e serão publicadas inclusíve no Diário da República.
    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)

    Re:Já agora (Pontos:1)
    por alvin em 23-09-04 14:18 GMT (#310)
    (Utilizador Info)
    a morada, o telefone, o BI, o sexo fazem parte do percurso profissional de um funcionário público e são de livre acesso ?

    Disparate!

    --
    The worst thing about getting old, is remembering when you were young.
    Re:Já agora (Pontos:1)
    por rnbc em 23-09-04 17:05 GMT (#315)
    (Utilizador Info)
    Lembro-me que quando eram afixadas na junta informações relativas às provas de classificação e seleção militar constavam dados como: Nome completo, BI, Data de nascimento...

    Penso que são informações publicas, ou os tropas não fariam isso, mas posso estar enganado.
    Re:Já agora (Pontos:2)
    por Ancestor em 24-09-04 18:26 GMT (#342)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Os mancebos passados a Edital dificilmente passavam um milhar por freguesia. No caso da minha, eram 3 folhas. Além disso, não havia morada nem telefone nem email de contacto.
    exponrencial? que exagero! n6! (Pontos:0, Gozão)
    por js_sms em 23-09-04 17:11 GMT (#316)
    (Utilizador Info)
    O me engano muito ou a solução garantida do assunto exigue ver todos os pares lugar X professor e depois, para cada par ver todos (quase...) os pares de profs para ver que nenhum foi ultrapadassado ilegítimamente por outro. Como cada prof tem L opções tem de se testar LxL casos. Portanto creio que é um problema proporcional a N elevado a 6. ( explico melhor em: http://facil-de-usar.blogspot.com/ )
    Re:exponrencial? que exagero! n6! (Pontos:1)
    por DrainBamage em 23-09-04 18:28 GMT (#317)
    (Utilizador Info)
    Para uma boa gargalhada aconselho vivamente (e sem qualquer tipo de tempero) uma visita ao blog do js_sms e ler a sua explicação detalhada do porquê da impossibilidade de um "program de computador, a correr um PC" conseguir "resolver este problema em menos de 1 ano". Ó js_sms: não sou propriamente um rocket-scientist mas já havia muito tempo que não lia uma imbecilidade crassa deste calibre. E se te educassases um pouco antes de jogar ao ar cretinices? Kristo!

    ==
    "Se vi mais longe foi porque comprei a porra duns binóculos." - Zé da Esquina
    Re:exponrencial? que exagero! n6! (Pontos:1)
    por js_sms em 23-09-04 19:30 GMT (#318)
    (Utilizador Info)
    Pode explicar melhor?
    Re:exponrencial? que exagero! n6! (Pontos:2)
    por ^magico^ em 24-09-04 10:06 GMT (#336)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Um conselho: quando se lançam valores ou suposições o melhor mesmo é apresentar argumentos concretos para justificar as afirmações que se fazem.

    Claro que essa de não há um "PC que resista" pode ser credivel... se o PC for velhinho ;)

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:exponrencial? que exagero! n6! (Pontos:2)
    por Ancestor em 24-09-04 18:12 GMT (#341)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Bem, convém acrescentar que o processo nos Açores correu sem mossa, com uma solução de software desenvolvida na ilha Terceira (não sei precisar o nome da empresa, li a notícia no JN). Se com eles funcionou, não vejo onde está a complexidade.
    Ficou tudo em família (Pontos:2)
    por André Simões em 23-09-04 20:12 GMT (#319)
    (Utilizador Info) http://andre.catus.net
    Em outros tempos a imprensa daria o devido [link=http://jornal.publico.pt/2004/09/23/Sociedade/S01CX05.html]relevo a isto[/link]. Nomeadamente em tempos em que o agora ministro da defesa denegria e atacava violentamente na primeira página do Independente alguns dos seus antigos e actuais colegas de governo.

    ---
    Omnia aliena sunt: tempus tantum nostrum est. (Séneca)
    "Tudo nos é alheio: apenas o Tempo é nosso."

    Ficou tudo em família (Pontos:3, Interessante)
    por André Simões em 23-09-04 20:14 GMT (#320)
    (Utilizador Info) http://andre.catus.net
    [ignorem a formatação da outra mensagem, é do hábito do Orkut...]

    Em outros tempos a imprensa daria o devido relevo a isto. Nomeadamente em tempos em que o agora ministro da defesa denegria e atacava violentamente na primeira página do Independente alguns dos seus antigos e actuais colegas de governo.

    ---
    Omnia aliena sunt: tempus tantum nostrum est. (Séneca)
    "Tudo nos é alheio: apenas o Tempo é nosso."

    passo a citar... (Pontos:1)
    por QuickZero em 23-09-04 22:02 GMT (#323)
    (Utilizador Info)
    Como diria o Dias da Cunha... "A culpa é do sistema!" :)
    A sem vergonhice continua (Pontos:1)
    por alvin em 23-09-04 22:10 GMT (#324)
    (Utilizador Info)
    Celeste Cardona nomeada administradora da Caixa Geral de Depósitos

    --
    The worst thing about getting old, is remembering when you were young.
    Re:A sem vergonhice continua (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 24-09-04 0:06 GMT (#330)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    mai nada...

    puta que os pariu, era por os cães atrás deles.
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    Re:A sem vergonhice continua (Pontos:1)
    por bêbado em 24-09-04 0:50 GMT (#331)
    (Utilizador Info)
    Ainda agora a procissão vai no adro.

    Este governo só lá está há dois meses e, se tudo lhes correr bem, ainda têem mais 18!

    Não há 'cucaguente'!

    ~~~ O vinho é qu'induca e o fado é qu'instrói! ~~~
    Re:A sem vergonhice continua (Pontos:2)
    por André Simões em 24-09-04 1:18 GMT (#332)
    (Utilizador Info) http://andre.catus.net
    Ainda bem que finalmente alguém se indigna. Há 2 governos atrás (ou há um governo eleito atrás) caiu o Carmo e a Trindade com os famos "boys". Agora, com uma quantidade superior de "boys" laranja em dois anos e meio do que rosas em 6, não vejo a mesma indignação.

    ---
    Omnia aliena sunt: tempus tantum nostrum est. (Séneca)
    "Tudo nos é alheio: apenas o Tempo é nosso."

    Acho que à mão também não vão lá (Pontos:3, Informativo)
    por alvin em 24-09-04 7:32 GMT (#333)
    (Utilizador Info)
    in Público de hoje:

    "No mesmo documento, o ME adianta que o processo de colocação de professores, que classifica como "complexo", "encontra-se a decorrer conforme previsto no dia 21 de Setembro". Para além das 22 equipas regionais criadas para proceder à colocação dos docentes, a tutela anunciou que em Lisboa trabalha "uma equipa de 24 pessoas".

    Estes foram os novos dados apresentados ontem pelo ME, mas continua a saber-se muito pouco sobre o método manual escolhido. Há dois dias que o PÚBLICO tenta obter informações junto do gabinete de imprensa da ministra Carmo Seabra sobre como estão a trabalhar as 22 equipas, espalhadas pelas cinco direcções regionais, mas sem sucesso.

    Se os processos relativos aos cerca de 50 mil candidatos que ainda não sabem onde vão dar aulas tiverem sido distribuídos pelas várias equipas, o trabalho de colocação nunca poderá ser feito sem que todos estejam em contacto. O concurso obedece a uma lógica nacional, que não pode ser executada de forma descentralizada. A não ser que as várias equipas estejam a trabalhar com computadores ligados em rede.

    O processo de afectação dos professores de quadros de zona pedagógica a uma escola dessa área não levanta grandes problemas - percorrem-se por ordem decrescente as várias opções que cada candidato fez e respeita-se o princípio da atribuição dos lugares disponíveis ao concorrente melhor classificado. Não há libertação de vagas de cada vez que se faz a afectação.

    As fases relativas aos vários destacamentos são mais complexas. Isto porque de cada vez que é aceite o destacamento (mudança de escola) de um professor, há uma vaga que é libertada e que tem de ser posta a concurso.

    E se um professor dos quadros pode pedir o destacamento (por doença, preferência conjugal, aproximação à residência e outros) para qualquer ponto do país, então todas as 22 equipas têm de saber onde e quando foram libertadas vagas. Só assim se pode respeitar a lista graduada, que ordena os candidatos de acordo com a sua classificação.

    O ME ainda não esclareceu como se processa a coordenação entre as equipas e os sindicatos já vieram a terreiro manifestar as suas dúvidas quanto à possibilidade de o processo estar concluído até dia 30 de Setembro, ou mesmo se é exequível."

    --
    The worst thing about getting old, is remembering when you were young.
    Re:Acho que à mão também não vão lá (Pontos:2)
    por Perky_Goth em 26-09-04 2:17 GMT (#347)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    deve ser feito por sorteio. os professores que sairem na roda da sorte são colocados, os outros lixam-se...
    -----
    Microsoft has funded 13 studies over the past year comparing Linux with its own products. Guess what: All of them come out in favor of Microsoft.
    Site (Pontos:1)
    por compta em 24-09-04 9:49 GMT (#334)
    (Utilizador Info) http://www.compta.pt
    Só vos falta dizer que se site tivesse sido desenvolvido com software open-source nunca teria tido os problemas que teve não?
    Re:Site (Pontos:1)
    por gibberling em 24-09-04 10:02 GMT (#335)
    (Utilizador Info)
    Hum... sniff sniff, cheira-me a toni...
    Re:Site (Pontos:1)
    por compta em 24-09-04 16:20 GMT (#339)
    (Utilizador Info) http://www.compta.pt
    Ou então não...
    Re:Site (Pontos:2)
    por Ancestor em 24-09-04 18:09 GMT (#340)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Por acaso o site esteve inacessível durante largos períodos de tempo no lançamento das listas definitivas (dia 31 Agosto/1 Setembro), comportamento dificilmente aceitável de uma solução nova e supostamente escalável. Tendo em conta os montantes envolvidos, esperava melhor. Em termos de disponibilidade web, eu fazia melhor.
    Re:Site (Pontos:2)
    por André Simões em 25-09-04 0:24 GMT (#344)
    (Utilizador Info) http://andre.catus.net
    É mais um daqueles sítios com uma interminável animação inicial, que faz qualquer pessoa desistir antes de aquilo abrir tudo. Na reportagem da RTP comentavam o mesmo. Resolvi experimentar. Demora mesmo mais do que o aceitável a abrir...

    ---
    Omnia aliena sunt: tempus tantum nostrum est. (Séneca)
    "Tudo nos é alheio: apenas o Tempo é nosso."

    Re:Site (Pontos:2)
    por Ancestor em 25-09-04 5:29 GMT (#345)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    O layout do site da DGHRE não está muito carregado. De qualquer forma, era evidente que o site não foi concebido para aguentar a quantidade de visitantes que seria de esperar.
    Nos Açores não houve problema (Pontos:2)
    por Ancestor em 24-09-04 18:40 GMT (#343)
    (Utilizador Info) http://www.norteglobal.com
    Não deixa de ser curioso que, segundo esta notícia, as colocações nos Açores processaram-se de forma célere, usando uma solução informática desenvolvida por uma empresa da ilha Terceira.

    O programa informático utilizado na região dos Açores recorre "a legislação praticamente idêntica e passa exactamente pelos mesmos passos", esclareceu o governante.

    Confesso que não me dediquei a encontrar um algoritmo eficiente para resolver o problema, mas pelas indicações que me deram da legislação e do processo a efectuar, acredito que a culpa dos problemas no sistema deva mais á incompetência dos programadores que propriamente à insolubilidade da questão.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]