gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Linux@capitalismo.$$$
Contribuído por scorpio em 21-08-04 20:50
do departamento $$TUX$$
Linux alvin escreve "Para arreliar o tio Bill e sus aficionados que gostam de acenar os espantalhos de que o Linux é obra do demónio comunista, dos incontáveis estudos dos TCOs, parece que começa a haver uma tendência para os bancos europeus começarem a migrar os seus sistemas para Linux.
Os casos reais de migração já aconteceram, com sucesso e satisfação.
A fonte deste vosso escriba é este artigo, onde se podem ler algumas coisas interessantes: "
"
  • "As Canadian banks cautiously evaluate Linux, several counterparts in Europe are forging ahead with projects that embrace the open-source operating system. Although there are arguments over the total cost of ownership of Linux against Windows over the long term, IT managers at some European banks are being drawn by the lower up-front cost of open-source software.
  • “AIB is the first big bank to deploy Linux on the desktop,” said Sun Microsystems UK's Arlene Adams. (...) She adds that being able to pick and choose software add-ons more easily is another factor that makes Linux an enticing proposition for new IT projects."
  • "“Although we're not convinced that Linux is cheaper in terms of total cost of ownership, it does offer us more control and flexibility than Windows, due to its open architecture, for example in terms of security,” Mr. Lashua said [HBSC]."

  • E agora, a cereja em cima do bolo:

  • "Market watchers say Linux will likely pick up momentum with North America's financial institutions if things go well in Europe." "

    Swap em RAM e Gmail em qmail(?) | Terra ..... à .... vista? Não! Foi engano!  >

     

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • este artigo
  • Mais acerca Linux
  • Também por scorpio
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Não é novidade (Pontos:4, Informativo)
    por Init em 21-08-04 22:35 GMT (#1)
    (Utilizador Info)

    Vários bancos de relevo na América do Sul como o Banco Mercantil, Banco BNL do Brasil S/A, Banco do Brasil, Banco Americano S.A., já usam GNU/Linux, mesmo na Europa a Banca Commerciale Italiana, a Banca Carige e o Credit Suisse First Boston, Bank Dnister, etc...

    Na Alemanha e nos EUA há várias instituições do sector financeiro que são clientes da SUSE.

    Nos EUA existem várias instituições financeiras que adoptaram o GNU/Linux como por exemplo: J.P. Morgan, Salomon Smith Barney, Morgan Stanley, Merrill Lynch, Lehman Brothers, First Trust e CitiGroup.

    Mas também na Asia também o Central Bank of India usa GNU/Linux...

    E claro estes são os que se sabe que usam, outros poderam utilizar mas sem que se saiba publicamente, não por o esconderem, mas simplesmente por não o anunciarem.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Não é novidade (Pontos:2)
    por Drune em 22-08-04 16:19 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    Esqueceste-te da Rádio Popular que mudou toda a sua infrastrutura para GNU/Linux. Fiquei contente de ver uma menina a mexer no KDE para me registar a compra :)
    ..may the source be with you =)
    Re:Não é novidade (Pontos:2)
    por Init em 22-08-04 16:44 GMT (#9)
    (Utilizador Info)

    A Rádio Popular não é uma instituição financeira, por isso não me esqueci, apenas não fazia qualquer sentido coloca-la nesta lista de instituições financeiras... E como a Rádio popular há muitas.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Bancos?! (Pontos:2)
    por leitao em 21-08-04 23:23 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Para arreliar o tio Bill e sus aficionados que gostam de acenar os espantalhos de que o Linux é obra do demónio comunista

    Humm, o Bank of China sera' obra do demonio comunista ? Deixaste-me a pensar...


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Bancos?! (Pontos:2, Despropositado)
    por 4Gr em 22-08-04 1:14 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Sabes, a economia Chinesa é capitalista, assim como as grandes cidades, principalmente do sul do país, como Shangai, Pequim, Hong-Kong, logo, haverão muitas empresas pela obra do capitalismo.

    Ah, já agora, eu não gosto mesmo nada do capitalismo, pena não haver nada melhor.

    Dominus vobiscum
    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por seven em 22-08-04 14:23 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    E até pq estamos no centenário do lider reformador Deng ... ..., como ele dizia, deixem alguns enriquecer primeiro.
    Re:Bancos?! (Pontos:1)
    por @|7 em 22-08-04 21:01 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    Eu acho piada mas quando o Kevin em Lisboa demonstrou que é possivel fazer coisas giras a partir de um sistema Windows, ninguém, mas ninguém se atreveu a dizer o contrário e a julgá-lo como um louco. E sabes porquê? Porque ele é melhor do que todos nós e já é uma autoridade mundial no assunto. Eu vou-te dizer o que penso, eu considero que qualquer sistema desde que tenha uma eficiente manutenção pode ser tão seguro que o mais seguro cofre do mais seguro banco mundial. O problema é que o homem erra todos os segundos e quando erra, existe sempre outro que aproveita a ocasião. O windows é um sistema seguro, tão seguro como os vossos sistemas.
    Re:Bancos?! (Pontos:1)
    por 4Gr em 22-08-04 21:55 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Ou então não...

    Se há um sistema que tens montes e montes de problemas, com 6 meses até sair uma correcção, então esse sistema é demasiado dificil de manter seguro. Nesse caso, alguém esperto pega noutro sistema mais fácil de mantêr e não com tantos problemas e, por conseguinte, aumenta consideravelmente as horas de sono.

    Eu já não tenho paciência para formatar o Windows de 6 em 6 meses por causa de adware, spyware ou virus, worms e tantos outros, entre outros problemas. Livra!

    Dominus vobiscum
    Re:Bancos?! (Pontos:0, Despropositado)
    por @|7 em 23-08-04 0:02 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    Então eu pagava-te para chegares ao pé do Kevin e dizeres "Hey man you are wrong and so stupid!" e tenho a certeza que ele te mandava cavar batatas que é normalmente a tarefa que os portugueses sabem fazer, para além de roubarem o fisco e enganarem o estado com aldabrices do arco da velha. Meu amigo, em Portugal podes ser rei, mas lá fora és um zero que tenta aprender. Se seguisses o exemplo dos mais velhos, que andam nesta vida há muito mais tempo, talvez aprendias um pouco.
    Re:Bancos?! (Pontos:1, Despropositado)
    por 4Gr em 23-08-04 1:07 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Não estás a assumir demasiadas coisas, que de forma alguma sabes?

    Essa presunção de "Hey, eu sou o maior, eu sou velho, eu é que percebo desta merda" descridibiliza-te totalmente num local onde, com imaginação e técnica para mentir, qualquer um é o que bem lhe apetecer.

    Eu relatei a minha experiência. Quanto ao Kevin? Óptimo para ele, bom proveito do Windows.

    Dominus vobiscum
    Re:Bancos?! (Pontos:0, Despropositado)
    por @|7 em 23-08-04 1:37 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Vamos a ver um ponto. Eu estou a cagar-me para o que voces pensam ou não sobre este ou aquele. Se regressei ao Gildot foi porque entendi que isto estava mole e sem interesse nenhum. Desde que regressei ainda não consegui ver um artigo de bom gosto, útil, com interesse. Apenas mariquices e brincadeiras de putos, do tipo "o meu linux é melhor que o teu" ou "eu sei muito por isso os editores aprovam os meus artigos que são bué da bons". Entre outras coisas.

    O Leitão é dos poucos gajos que tem tomates para vos enfrentar de caras e dizer-vos todas as verdades. Eu sou mais light mas cheguei a uma altura que disse basta, isto está a ficar demasiadamente larilas para o meu gosto, é preciso fazer algo para salvar o Gildot.

    Se queres que te diga, tenho saudades do Gamito e hoje dou-lhe imenso valor porque durante muito tempo conseguiu aturar-vos a todos.

    Só uma coisa... eu não percebo desta merda... diz antes... eu sei desta merda e muito mais que qualquer um de vocês e se quiserem até trabalho de olhos fechados. Quanto ao Kevin, mais respeito por ele porque quando ele começou, possivelemente tu nem sequer sabias falar.

    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por 4Gr em 23-08-04 1:53 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Tu devias era ir beber um bom fino, estender as pernas e relaxar...

    Dominus vobiscum
    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por fhc em 23-08-04 11:21 GMT (#28)
    (Utilizador Info)

    Tu não andaste com uma certa pessoa que eu conheço a lixar as instituições financeiras da Indonésia e as centrais telefónicas aquando da decisão do referendo de Timor?

    Francisco Colaço


    Microsoft Windows, sistema operativo vegetariano:
    Concebido por abróteas, usado por nabos, duro de roer como nozes, agarra-nos logo pelos tomates

    Re:Bancos?! (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 23-08-04 18:48 GMT (#36)
    (Utilizador Info)
    a

    Desde já se agradece ao(s) idiota(s) que modera(m) para baixo todos os comentarios !
    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por fhc em 24-08-04 21:59 GMT (#69)
    (Utilizador Info)

    Estás eloquente hoje, Toni. ;-)

    Francisco «b» Colaço


    Microsoft Windows, sistema operativo vegetariano:
    Concebido por abróteas, usado por nabos, duro de roer como nozes, agarra-nos logo pelos tomates

    Re:Bancos?! (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 23-08-04 18:48 GMT (#37)
    (Utilizador Info)
    Estas a falar de quem ? Dos media whores dos Toxyn ? ;) Antes dos Toxyn existiu um grupo que estourou com muita makina .id ;)

    Desde já se agradece ao(s) idiota(s) que modera(m) para baixo todos os comentarios !
    Re:Bancos?! (Pontos:1)
    por jamaica em 23-08-04 23:02 GMT (#54)
    (Utilizador Info) http://pbandalarga.no.sapo.pt/
    goo'ole times m8 =)
    ---------------------
    O Cherne fugiu, mas o Imperador nomeou o Carapau de Corrida, que vai trazer as Chaputas todas
    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por Drune em 23-08-04 13:23 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    Vai arranjar um vida própria, sê social, humilde, e respeita os outros e vais ver que esse sindroma egocentrico que te afecta profundamente vai passando. Um dia serás menos doente, mais feliz e não dirás tantas parvoíces vindas de uma instabilidade mental tão alta! Pensa, depois fala..
    ..may the source be with you =)
    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por Gimp em 23-08-04 21:34 GMT (#47)
    (Utilizador Info)
    Fiquei sem palavras...


    "No comments"

    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por Gimp em 23-08-04 21:54 GMT (#49)
    (Utilizador Info)
    Para que não fiques sem ter um bom artigo para ler, o Leitão pegar nos tomates e fazer uma salada, o Gildot não tornar-se no Gaydot, e pior ainda, não despoletar-se uma operação "Volta Gamito, estamos contigo, vamos embora", aqui vai um, cortesia da BBC.


    "No comments"

    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por leitao em 23-08-04 22:20 GMT (#53)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    ...o Leitão pegar nos tomates e fazer uma salada...

    Nao te importas de deixar os meus tomates fora da conversa ? Thanks.


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Bancos?! (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 23-08-04 18:52 GMT (#39)
    (Utilizador Info)
    Tu ainda nao percebeste, que a malta daqui é toda super elite e julga que sabe tudo ? Os meus tempos mais divertidos, foram com um Amiga 1200 :) A malta é que nao sabe, que as ferramentas certas, nas maos certas fazem muitos milagres. Mas nao, para eles so um bash prompt do Linux é que eh uber 3l33t g33k :)

    Desde já se agradece ao(s) idiota(s) que modera(m) para baixo todos os comentarios !
    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por Gimp em 23-08-04 21:32 GMT (#46)
    (Utilizador Info)
    Começo a pensar que sofreste algum tipo de rejeição...


    "No comments"

    Re:Bancos?! (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 23-08-04 22:09 GMT (#51)
    (Utilizador Info)
    Sim os outros é que sao todos uns rejeitados e voces sao os gajos que tem uma vida feliz e podem apontar a rejeição dos outros. É tão bonito ver os outros a colocarem-se no papel de Freuds e de psicanalistas. É simplesmente um mimo ! Entao quando se colocam nesse papel porque ficam sem argumento, é o momento em que dão razao aos rejeitados e frustrados...

    Desde já se agradece ao(s) idiota(s) que modera(m) para baixo todos os comentarios !
    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por Gimp em 24-08-04 9:34 GMT (#61)
    (Utilizador Info)
    Olha, em vez de estares sempre a repetir "são convencidos, ácaros, isto e aquilo, frito e cozido, eles acham que sabem tudo, eles, eles, eles", e passar por besugo, cromo e chato, pára um bocado e tenta lembrar-te que há alguém que gosta de conversar em condições e tenta fazer por isso.


    "No comments"

    Re:Bancos?! (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 24-08-04 11:46 GMT (#64)
    (Utilizador Info)
    Nao fui eu que comecei essa conversa ;) Essa "guerra" ja deixou de ser minha =)

    Desde já se agradece ao(s) idiota(s) que modera(m) para baixo todos os comentarios !
    Re:Bancos?! (Pontos:1)
    por metaphor em 24-08-04 3:41 GMT (#55)
    (Utilizador Info)
    precisamente crlh. alias, é por essa mesma razão que registei a porra do user para mandar umas bocas de vez em quando.. chamam-te a ti windows lover mas no meio do zealotismo não vêm a imparcialidade da cena.
    é como diz o outro, o bom coder não é o coder que faz tudo numa linguagem mas que uma linguagem adequada ao problema a resolver. transpondo isso para o IT em geral, quiçá até para vida, há que saber reconhecer as ferramentas que utilizamos como o que são, ferramentas, com caracteristicas positivas e negativas mediante a relatividade da sua aplicaçao. o resto é paleio..

    __ 10% literal, 90% metaphor
    Re:Bancos?! (Pontos:0)
    por mrmv em 24-08-04 13:32 GMT (#67)
    (Utilizador Info)
    Pelos vistos não tem sido fácil absorver este teu pequeno comentário a muitas mentes iluminadas por estes lados...

    "There is no reason for any individual to have a computer in his home." - Kenneth H. Olson , President of DEC, Convention of the World Future Society, 1977
    Re:Bancos?! (Pontos:1)
    por metaphor em 25-08-04 3:50 GMT (#70)
    (Utilizador Info)
    la esta e por um lado é bom, nao percebem mas ao menos tao calados.

    __ 10% literal, 90% metaphor
    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por Ancestor em 23-08-04 1:35 GMT (#20)
    (Utilizador Info)

    Se há um sistema que tens montes e montes de problemas, com 6 meses até sair uma correcção, então esse sistema é demasiado dificil de manter seguro

    Se isso é referente a produtos Microsoft em ambiente empresarial, a coisa não é bem assim. Que o Joe User tenha o pc infectado com tudo quanto é merda, é comum, mas em redes controladas e monitorizadas a coisa não é bem assim. E se por um lado existem sistemas open-source que te dão uma maior flexibilidade e até mais segurança (porque permitem facilmente uma auditoria e certificação do código), por outro lado, as empresas só mudam quando há alguma grande empresa que dê a cara. Porquê? Porque quando o software é comercial, e existem clientes, existe sempre a garantia que, mesmo que seja tecnologia descontinuada, há hipótese de migração (porque essa migração é paga, e há sempre quem esteja disposto a facturar). No caso do software livre, nada nem ninguém garante compatibilidade entre versões, sendo um exemplo disso a evolução do suporte USB no kernel 2.4 e o sistema de drivers do Kernel 2.6. Essa ideia que o software livre é mais barato e mais seguro já não convence ninguém. A grande vantagem do software livre é a flexibilidade. E para uma empresa, que tem contratos de manutenção, e que muitas vezes não importa que a solução A custe 5 e a solução B custe 20, desde que uma delas se adapte melhor ao problema. Essa noção que, em ambiente empresarial, os responsáveis IT são todos uns zezinhos que não percebem o que estão a fazer e que descobrem agora o linux é no mínimo, cómica. É como tentares vender um Smarty a alguém que quer e pode comprar um Ferrari. Esse alguém só compra o Smarty se for vendido pela Ferrari. Ou neste caso Novell, IBM, SUN, HP...

    Nesse caso, alguém esperto pega noutro sistema mais fácil de mantêr e não com tantos problemas e, por conseguinte, aumenta consideravelmente as horas de sono.

    Meter linux em sistemas críticos é um belo exemplo da utilização de sistemas mais difíceis de manter e com mais problemas, normalmente com o argumento do preço. Eu aumento as minhas horas de sono não usando Linux.

    Re:Bancos?! (Pontos:3, Interessante)
    por Init em 23-08-04 7:34 GMT (#25)
    (Utilizador Info)

    E se por um lado existem sistemas open-source que te dão uma maior flexibilidade e até mais segurança (porque permitem facilmente uma auditoria e certificação do código),

    Não é só por isso. Quando no Software Livre o código é desenvolvido de uma forma comunitária por haver mais gente envolvida faz com que mais e mais rapidamente sejam detectados e na maior parte das vezes também mais rapidamente corrigidos bugs (infelizmente não é sempre assim, mas é na maioria dos casos).

    por outro lado, as empresas só mudam quando há alguma grande empresa que dê a cara.

    Assim tipo IBM, Sun, SGI ?
    É que essas dão a cara pelo GNU/Linux. Gastam dinheiro no seu desenvolvimento e suportam-no técnicamente.

    Porque quando o software é comercial, e existem clientes, existe sempre a garantia que, mesmo que seja tecnologia descontinuada, há hipótese de migração (porque essa migração é paga, e há sempre quem esteja disposto a facturar).

    No caso do software proprietário isso é treta. Principalmente se forem utilizados formatos de dados e protocolos proprietários. As empresas não te dão essa garantia e se te derem é para migrares para outro sistema deles, ou seja, não tens liberdade, e no caso das tecnologias proprietárias mais nenhuma te pode dár.

    No caso do software livre, nada nem ninguém garante compatibilidade entre versões, sendo um exemplo disso a evolução do suporte USB no kernel 2.4 e o sistema de drivers do Kernel 2.6.

    Tal como não te garante com o software proprietário, alias como basta ver cada vez que a m$ lança um service pack, por exemplo.
    No Software Livre tens a garantia máxima que tu tens o acesso ao código fonte e podes fazer as mudanças que quiséres, mais e melhor que isto não é possivel.

    Essa ideia que o software livre é mais barato e mais seguro já não convence ninguém.

    O Software Livre como sistema de licenciamento que é garante-te acesso à liberdade, liberdade essa que te permite fazer mais e melhor na gestão e por isso gastar menos e torna-lo, mais seguro. Mas é claro que se a liberdade não for aproveitada, ou não o for correctamente pode ser mais caro e a segurança estará inteiramente dependente de aspéctos tecnológicos e não de uma boa politica.

    Eu aumento as minhas horas de sono não usando Linux.

    Há empresas que correm GNU/Linux em missão critica com bastante sucesso.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por Ancestor em 23-08-04 11:10 GMT (#26)
    (Utilizador Info)

    Assim tipo IBM, Sun, SGI ? É que essas dão a cara pelo GNU/Linux. Gastam dinheiro no seu desenvolvimento e suportam-no técnicamente.

    Sim, toda a gente sabe que as grandes empresas gastam fortunas a desenvolver o Linux. Têm uma fracção dos programadores que necessitariam caso desenvolvessem uma solução proprietária. Além disso, é um segmento de mercado recente. Não se pode avaliar o impacto e o sucesso de uma tecnologia com base na sua evolução em 4 ou 5 anos.

    No caso do software proprietário isso é treta. Principalmente se forem utilizados formatos de dados e protocolos proprietários. As empresas não te dão essa garantia e se te derem é para migrares para outro sistema deles, ou seja, não tens liberdade, e no caso das tecnologias proprietárias mais nenhuma te pode dár.

    Da-me um exemplo de um produto de software fornecido por uma grande empresa que tenha sido descontinuado e que não tenha sido assegurada a migração para outra plataforma. Até a IBM oferece migração dos sistemas de entrada de gama com uns anitos para Linux.

    Tal como não te garante com o software proprietário, alias como basta ver cada vez que a m$ lança um service pack, por exemplo.

    Isso está errado. Caso não saiba, existe certificação de drivers para Windows. Além do mais, o DDK em uso actualmente abarca praticamente todas as tecnologias usadas no Windows 2000. É inclusive possível (não em todos os casos, mas por vezes dá) utilizar drivers de NT4 em Windows XP. Um driver feito em 2000 para Windows 2000 normalmente funciona em 2000,XP e 2003. Além disso, todo o processo de certificação e o próprio DDK é lançado muitos meses antes do sistema operativo estar disponível no mercado.

    O Software Livre como sistema de licenciamento que é garante-te acesso à liberdade, liberdade essa que te permite fazer mais e melhor na gestão e por isso gastar menos e torna-lo, mais seguro. Mas é claro que se a liberdade não for aproveitada, ou não o for correctamente pode ser mais caro e a segurança estará inteiramente dependente de aspéctos tecnológicos e não de uma boa politica.

    Se bem concorde com a ideia geral, a noção que um sistema em software livre é mais seguro ou mais fácil de segurar é, no mínimo, cómica. Maus programadores existem em ambos os sectores.

    Há empresas que correm GNU/Linux em missão critica com bastante sucesso.

    Há quem use Windows, e pelo que sei até não se porta nada mal. Mas nem um nem outro têm tradição em ambientes de missão crítica. Lá porque os outros usam não quer dizer que seja bom. Embora não tenha sistemas críticos na verdadeira noção do termo, o facto de não usar Linux diminui as intervenções para update, evita problemas com drivers mal feitos tão típicos do Linux, e evita patches de terceiros que não garantem continuidade. Além disso, com BSD, consigo uma relação de máquina/desempenho superior. Claro que isso é a minha opinião, mas até ver tem-se mostrado a escolha mais acertada.
    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por Init em 23-08-04 19:17 GMT (#40)
    (Utilizador Info)

    Da-me um exemplo de um produto de software fornecido por uma grande empresa que tenha sido descontinuado e que não tenha sido assegurada a migração para outra plataforma

    BeOS, o recente falhanço da Oracle em migrar os sistemas legados da Ford, etc...

    A não ser que tenhas um contracto que te garanta que eles te pagam os custos de saires da solução deles para a que tu quíseres, o resto é treta. E mesmo assim eles poderiam sempre não cumprir o contracto (violando a lei por consequência)...

    Isso está errado.

    Não! Não é errado é um facto que variado hardware inclusivé de marca m$ deixou de funcionar, ou passou a funcionar com deficiências com o service pack mais recente. Isso é um facto! Se eventualmente vão corrigir esse problema é outra coisa. Mas o facto é que nada os obriga a fazer.

    Se bem concorde com a ideia geral, a noção que um sistema em software livre é mais seguro ou mais fácil de segurar é, no mínimo, cómica. Maus programadores existem em ambos os sectores.

    Software Livre não é um tipo de software, mas sim de licenciamento, por isso a tua afirmação não tem cabimento nesta conversa. Eu estou a falar de teres a capacidade de ires mais ou longe e melhor nos teus esforços de gestão de TI por teres ou não liberdade para o fazer, ao poderes ir mais longe (porque tens mais liberdade) o software licenciado como Software Livre é potêncialmente mais barato de operar e mais seguro se a gestão aproveitar correctamente as caracteristicas deste licenciamento. Não disse que o código é melhor ou pior, não entrei nesse assunto. Seguarança é uma atitude, não é um estado.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por leitao em 23-08-04 22:17 GMT (#52)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    BeOS, o recente falhanço da Oracle em migrar os sistemas legados da Ford, etc...

    A BeOS so' foi uma grande empresa na tua imaginacao (a nao ser que 62 empregados seja uma grande empresa), e o caso que contas da Oracle nao tem nada a ver com sistemas legados (foi apenas a Ford que decidiu abandonar o Everest como uma plataforma de e-procurement).

    Não! Não é errado é um facto que variado hardware inclusivé de marca m$ deixou de funcionar, ou passou a funcionar com deficiências com o service pack mais recente. Isso é um facto! Se eventualmente vão corrigir esse problema é outra coisa. Mas o facto é que nada os obriga a fazer.

    Quanto hardware deixa de funcionar de cada vez que sai uma major-revision do kernel do Linux ? Consegues-me dizer ? Ou vais dizer que e' nenhum ?

    Eu estou a falar de teres a capacidade de ires mais ou longe e melhor nos teus esforços de gestão de TI por teres ou não liberdade para o fazer, ao poderes ir mais longe (porque tens mais liberdade) o software licenciado como Software Livre é potêncialmente mais barato de operar e mais seguro se a gestão aproveitar correctamente as caracteristicas deste licenciamento.

    Potencialmente eu podia ser um bilionario, mas nao sou -- potencialmente o PCP podia estar no poder, mas nao esta' -- potencialmente tu podias ser um gajo que percebe a realidade de uma empresa comercial, mas nao es...


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por Init em 24-08-04 7:14 GMT (#58)
    (Utilizador Info)

    A BeOS não é grande, nem disse que o era, mas a Palm tenho ideia que seja, e é a Palm a detentora dos direitos de autor do BeOS.

    O caso da Ford tem tudo a haver com sistemas legados, pois foi um caso em que o software mais recente (o da Oracle), não conseguiu substituir o software legado, forçando a Ford a voltar a traz.

    Quanto hardware deixa de funcionar de cada vez que sai uma major-revision do kernel do Linux ? Consegues-me dizer ? Ou vais dizer que e' nenhum ?

    Com o Linux tenho acesso ao código fonte posso sempre eu voltar a por as coisas a funcionar, nos sistemas prorpietários não é uma questão de poder meu, mas de boa vontade dos outros é aí que está a diferença.

    Mais liberdade dá mais poder para gerir, se isso não é bom para uma empresa quando correctamente aproveitado...


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por leitao em 24-08-04 10:58 GMT (#62)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    A BeOS não é grande, nem disse que o era, mas a Palm tenho ideia que seja, e é a Palm a detentora dos direitos de autor do BeOS.

    E quantas empresas conheces que usam BeOS e que precisem de continuacao ? Let me guess -- 0.

    O caso da Ford tem tudo a haver com sistemas legados, pois foi um caso em que o software mais recente (o da Oracle), não conseguiu substituir o software legado, forçando a Ford a voltar a traz.

    Nao tem nada a ver, o teu ponto inicial era que empresas que sigam um modelo de open-source teem continuacao garantida dos sistemas que usam, neste caso estamos a falar de uma mudanca para um sistema que a Ford decidiu conscientemente cancelar -- nao tem nada a ver com o que estavas a dizer inicialmente.

    Com o Linux tenho acesso ao código fonte posso sempre eu voltar a por as coisas a funcionar, nos sistemas prorpietários não é uma questão de poder meu, mas de boa vontade dos outros é aí que está a diferença.

    No open-source tambem e' uma questao de boa vontade -- se fores uma empresa nao vais empregar 3 gajos para porem o kernel a funcionar com o hardware antigo.

    Mais liberdade dá mais poder para gerir, se isso não é bom para uma empresa quando correctamente aproveitado...

    O problema com o teu argumento e' precisamente haver tantos 'se's...


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por Init em 25-08-04 6:25 GMT (#72)
    (Utilizador Info)

    E quantas empresas conheces que usam BeOS e que precisem de continuacao ? Let me guess -- 0.

    O que no entanto não prova nada.

    neste caso estamos a falar de uma mudanca para um sistema que a Ford decidiu conscientemente cancelar

    Porque o sistema mais novo não consegue fazer o mesmo que o legado ou pelo menos não com a qualidade necessária. Ou seja, tem tudo a ver.

    No open-source tambem e' uma questao de boa vontade -- se fores uma empresa nao vais empregar 3 gajos para porem o kernel a funcionar com o hardware antigo.

    No open-source talvez seja, mas eu falo de Software Livre.
    No Software Livre não é uma questão de boa vontade não depende da boa vontade de ninguém. Se colocar esse hardware antigo a funcionar for suficientemente importante, a empresa vai contratar esses tipos, ou financiar esse desenvolvimento de alguma forma, mais ou menos directa, com ou sem parcerias como outros que tenham as mesmas necessidades, etc... Esta possibilidade de o fazer é certa, se aproveita ou não isso é decisão deles, segundo o que acham que é melhor para eles, mas ninguém deve decidir se eles devem ou não usar essa liberdade para além deles, ou se, necessitam ou não dela.
    Para além disso existe mais formas de obter produtos e serviços do que contractar individuos para uma empresa.

    O problema com o teu argumento e' precisamente haver tantos 'se's...

    O teu é não ter os 'se's e assumires que todas as grandes empresas de software proprietárias farão o que dizes quando nada as obriga a fazer do ponto de vista legal. Enquanto que o meu argumento é baseado em certezas legais, dependendo apenas do uso que cada um decida fazer dessa liberdade.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por Ancestor em 25-08-04 6:51 GMT (#74)
    (Utilizador Info)

    O que no entanto não prova nada.

    Não? Se não existem potenciais clientes porque se haveria de gastar tempo e recursos a efectuar uma estratégia de migração? Podia ser mais específico e clarificar porque não prova nada?

    Se colocar esse hardware antigo a funcionar for suficientemente importante, a empresa vai contratar esses tipos, ou financiar esse desenvolvimento de alguma forma, mais ou menos directa, com ou sem parcerias como outros que tenham as mesmas necessidades, etc...

    E o que imprede a empresa de contratar programadores para desenvolver os drivers para sistemas proprietários? E quantas empresas conhece que tenham feito isso? Esse tipo de discurso é muito bonito, mas está completamente desfasado da realidade comercial. Se porventura trabalhar em informática, vai fazer drivers para os clientes de cada vez que eles compram hardware manhoso?

    O teu é não ter os 'se's e assumires que todas as grandes empresas de software proprietárias farão o que dizes quando nada as obriga a fazer do ponto de vista legal.

    Não? E os produtos opensource dão garantias legais? Contra violação de patentes, por exemplo? E já agora, é advogado, ou trabalha no ramo, ou isso é apenas uma opinião pessoal?
    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por Ancestor em 25-08-04 6:37 GMT (#73)
    (Utilizador Info)

    BeOS, o recente falhanço da Oracle em migrar os sistemas legados da Ford, etc...

    Humm... Quer dizer que já não consegue correr BeOS em sistemas modernos? Já agora quantas empresas conhece que usem ou tenham usado BeOS nos seus postos de trabalho? E quanto ao "falhanço" da Oracle, qual foi exactamente o produto descontinuado?

    Não! Não é errado é um facto que variado hardware inclusivé de marca m$ deixou de funcionar, ou passou a funcionar com deficiências com o service pack mais recente. Isso é um facto!

    A certificação de drivers poderá significar que essas alterações se traduzem em responsabilidades legais.

    Software Livre não é um tipo de software, mas sim de licenciamento

    Se é um modelo de licenciamento, então porque insistem em dizer que é mais seguro? Desde quando o modelo de licenciamento do software lhe confere algum grau de segurança?

    o software licenciado como Software Livre é potêncialmente mais barato de operar

    É? A interface potencialmente menos polida, a potencial falta de documentação e a eterna (potencial) incompatibilidade entre si não devem entrar nessas contas. Claro que há excepções, e existem produtos opensource muito bons. Mas são excepções.

    (..) e mais seguro se a gestão aproveitar correctamente as caracteristicas deste licenciamento

    Mais seguro porque? A grande vantagem de se poder alterar o código perde-se na esmagadora maioria das PMEs. Quem vai pagar a programadores para adaptarem ou corrigirem o produto? Isso funciona muito bem em grandes empresas com departamento de TI próprio. E essas grandes empresas, que muitas vezes usam Microsoft, usam licenciamentos de volume e poupam nos salários principescos que teriam que pagar para ter dois ou três programadores dentro de portas.

    Seguarança é uma atitude, não é um estado.

    Estamos a falar de produtos, não de processos de desenvolvimento. Ou algo é seguro ou não é. E não o é se for potencialmente seguro.
    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por seven em 23-08-04 0:59 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    O problema é q o windows nao tem soluções para certos sistemas de grande perfomance.. ou a microsoft ja se promoveu de micro... supersoft?
    Re:Bancos?! (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 23-08-04 18:50 GMT (#38)
    (Utilizador Info)
    A Economia chinesa é capitalista ? LOL :) La estas tu a tentar meter-te naquilo que nao sabes. A economia chinesa nao é capitalista, encontra-se a caminho do capitalismo. Apesar de o litoral ser prospero, o interior ainda esta muito atras do resto do pais (ate porque a China, nao eh propriamente do tamanho de Portugal). E depois, o livre mercado e outras coisas boas capitalistas, nao estao completamente implementadas ainda.

    Desde já se agradece ao(s) idiota(s) que modera(m) para baixo todos os comentarios !
    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por Gimp em 23-08-04 20:48 GMT (#41)
    (Utilizador Info)
    "E depois, o livre mercado e outras coisas boas capitalistas, nao estao completamente implementadas ainda.

    Dá-me um exemplo de uma boa coisa capitalista, ou lá o que isso fôr, que beneficie TODOS os cidadão chineses...


    "No comments"

    Re:Bancos?! (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 23-08-04 22:08 GMT (#50)
    (Utilizador Info)
    A internet e a liberdade de expressao que proporciona ? A maior quantidade/qualidade de bens que os chineses dispoem actualmente ?
    Essa retorica do TODOS, sabes mt bem (ou deverias) que é uma utopia, mesmo num sistema socialista. O capitalismo com todos os seus males, foi o sistema que nos proporcionou maior aumento da qualidade de vida em toda a nossa existencia (ate Marx defende o capitalismo como fase essencial para chegar ao socialismo).

    Desde já se agradece ao(s) idiota(s) que modera(m) para baixo todos os comentarios !
    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por Gimp em 24-08-04 9:14 GMT (#59)
    (Utilizador Info)
    A liberdade de expressão é garantida pelo capitalismo?! Essa é nova...O capitalismo só é bom para uns quantos, seja na China ou na Cochinchina. Quando quiser falar em socialismo, refiro-lo-ei explicitamente, até lá, assim como não suporto retórica chuchalista, maquechista, mauista,blábláblá, detesto mais ainda retórica capitalista, por isso fica lá com ela.


    "No comments"

    Re:Bancos?! (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 24-08-04 11:49 GMT (#65)
    (Utilizador Info)
    Qual retorica capitalista ? O capitalismo possui (potencialmente) muitos mais meios de liberdade de expressao. Por exemplo, canais privados, jornais, internet, etc etc etc etc. Conheces outros sistemas com essa variedade toda de meios e na mesma escala que o capitalismo ? Nao me lembro de os dissidentes chineses terem tanta possibilidade de comunicarem de uma forma muito mais livre como tem agora com a Internet, apesar da tentativa de imposicao de censura. O capitalismo apesar de todas as injustiças inerentes, é bom para todos. Continuo a dizer-te para comparares o nível de vida antes e agora.

    Desde já se agradece ao(s) idiota(s) que modera(m) para baixo todos os comentarios !
    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por Gimp em 24-08-04 12:55 GMT (#66)
    (Utilizador Info)
    Canais privados: sujeitos aos critérios de quem os possui. Jornais, idem, e não conheço nenhum jornal que não seja tendencioso. Internet, um bom meio mas sujeito a uma queixinha e logo o ISP zzzt! Não estarás a misturar as coisas? Quer-me parecer que liberdade de expressão não tem nada a ver com teorias económicas...quanto aos chineses, tu próprio o afirmaste, a China rural não anda a beneficiar do capitalismo.


    "No comments"

    Re:Bancos?! (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 24-08-04 14:20 GMT (#68)
    (Utilizador Info)
    Isso é a criação dos media como 5o poder actualmente. Infelizmente isso nao me agrada minimamente, e é uma das razoes pela qual deixei de ver televisao. Apesar disso tudo, continua a ser um meio de liberdade, com noticias de todo o mundo a circularem, com mais ou menos censura, com mais ou menos manipulação. Quando aos chineses, lentamente vão beneficiar disso. Nao acontece do dia para a noite nem nunca vamos ter uma igualdade. A URSS tb era muito "rica" e bla bla bla e tava uma miseria total. Agora provavelmente nao estao muito melhor, mas a potencialidade de evoluirem é certamente muito melhor.

    Desde já se agradece ao(s) idiota(s) que modera(m) para baixo todos os comentarios !
    Re:Bancos?! (Pontos:1)
    por metaphor em 25-08-04 3:55 GMT (#71)
    (Utilizador Info)
    ó toni, um canal de comunicaçao privado é tendencioso. alias, é esse o problema da media consolidation... é na altura da guerra do kosovo, teres a ABC news a ter debates q a unica opçao dos states era a guerra e estranhamente quem manda neles é a General Electric, conhecida produtora de misseis (o dono dum canal tem direitos editoriais sobre os conteudos do canal).
    sinceramente a meu ver esse é tanto um beneficio como um problema do capitalismo, la está, a media independente nao depende do capitalismo, apenas do capital ;b
    mas yah, é facto inegalmente, pela historia, q o capitalismo é melhor do q o resto q ja se viu implementado mas nem é bem o capitalismo q precisa de redesign, é mesmo a estrutura social.. é passar os olhos no 1984 outra vez e meter as maos à cabeça..

    ja dizia o outro, guerra é paz.


    __ 10% literal, 90% metaphor
    Re:Bancos?! (Pontos:1)
    por alvin em 22-08-04 20:03 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    O que tem a ver o cú com as calças ?

    --
    The worst thing about getting old, is remembering when you were young.
    Re:Bancos?! (Pontos:2)
    por fhc em 23-08-04 11:25 GMT (#29)
    (Utilizador Info)

    Estás a dizer-nos porventura que o Linux é obra do Banco da China? ;-)

    Francisco Colaço


    Microsoft Windows, sistema operativo vegetariano:
    Concebido por abróteas, usado por nabos, duro de roer como nozes, agarra-nos logo pelos tomates

    Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:0, Despropositado)
    por @|7 em 22-08-04 1:31 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Nem é preciso pensar muito para chegar a esta conclusão. Tudo o que seja Linux deriva do Unix que é sinónimo de estabilidade que não existe no Windows. Um sistema bem configurado e pachado é um sistema contra todos, se bem que em informática nada é impossível e tudo é quebrável, basta uma mente inteligente, capacidade de raciocínio e muito tempo livre, dotes que a maior parte de nós não tem neste momento. Mas acredito que haja muita boa gente com estes dotes.

    A única coisa que eu não me conformo é com o facto de ser necessário transformar-se num sistema gay, isto é, muito parecido com o Windows aka KDE e GNOME e a instalação actual transformar-nos em idiotas que apenas precisam de pressionar o botão. Tenho saudades das longas instalações, onde a consola era a nossa companheira. Tirando isto, não existe sistema mais estável para servir como servidor de um qualquer quartel militar, banco, governo, etc.

    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:3, Interessante)
    por raxx7 em 22-08-04 3:21 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    *cof* *cof*
    Por essa ordem de ideias, o Windows NT/2k/XP, que é inpirado em VMS, deveria ser ainda mais estável. ;-)

    Remember to be the Killer, not the Victim! (Nuklear Girl)
    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:3, Interessante)
    por Ancestor em 22-08-04 5:42 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Por mais estável que o Linux possa parecer, dificilmente consegue competir no mercado HPC. O Linux é um sistema Unix-Like para microcomputadores, ainda tem muito que crescer até poder competir com a performance e estabilidade de muitos dos sistemas de servidor normalmente utilizados no sector financeiro (Por exemplo OpenVMS, ver link. Não obstante, é perfeitamente normal que a banca procure outro tipo de alternativas, não por serem mais baratas, mas por serem mais flexíveis. Não me parece que isto seja uma guerra Windows vs Linux, mas acredito que pelo menos algumas das entidades que planeiam agora mudar estão a ser pressionadas pelo fim-de-vida do OS/2, marcado para 2006.

    Tirando isto, não existe sistema mais estável para servir como servidor de um qualquer quartel militar, banco, governo, etc.

    Se acha que não existe sistema mais estável, então sugiro vivamente analisar as opções existentes em termos de sistemas operativos, porque essa afimação é absolutamente falaciosa. E, puxando a brasa à minha sardinha, assim à laia de exemplo dentro do mesmo segmento, uma solução BSD é normalmente mais estável e tem um custo de manutenção menor.

    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2)
    por raxx7 em 22-08-04 18:08 GMT (#10)
    (Utilizador Info)

    A sigla HPC (High Performance Computing) costuma designar sistemas de alta performance para aplicações de natureza cientifica. Um mercado onde o Linux já é uma opção popular.

    O (Open)VMS também é um sistema de "microcomputador" , tal como o Unix. Claro que o termo "microcomputador" é puramente histórico.

    Mas tens razão em que o Linux (e até os Unix comerciais) tem muito que evoluir até se tornar alternativa a sistemas como o VMS no núcleo de sistemas que requerem elevado RAS, como num banco.
    Mas o que artigo se refere são aos PCs utilizados pelos bancos, e ai é mesmo uma guerra Windows vs Linux.


    Remember to be the Killer, not the Victim! (Nuklear Girl)
    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2)
    por Init em 22-08-04 18:40 GMT (#11)
    (Utilizador Info)

    Pois... Mas olha que a maioria adopta GNU/Linux para correr em mainframes IBM...


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2)
    por raxx7 em 22-08-04 18:56 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    Muitos clientes da IBM correm Linux nos mainframes, mas para aplicações criticas, continuam a usar z/OS.
    O Linux nos mainframes é usado pela capacidade de consolidação que estes oferecem.

    Remember to be the Killer, not the Victim! (Nuklear Girl)
    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2)
    por Ancestor em 23-08-04 1:02 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    Pelo pouco que sei de mainframes IBM, podes correr múltiplas imagens de sistemas operativos sumultaneamente. A IBM continua a fornecer com zOS, suporta é Linux como imagem de execução. Como eu disse, é um conceito completamente diferente da abordagem tomada nos microcomputadores.
    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2)
    por Ancestor em 23-08-04 1:56 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    O Linux é uma opção popular para clustering e computação distribuída, e facto esse devido ao seu baixo custo (e relativa flexibilidade), não devido à excelente performance. Ora, os sistemas HPC que eu falava são sistemas que correm SGBD em máquinas multiprocessador (com dezenas ou centenas de cpu's), não são clusters. As aplicações não são desenhadas para correr de forma distribuída, como muitas vezes acontece em ambientes científicos. Apesar da redundância ser um dos vectores fundamentais, a capacidade de processamento per-si é normalmente essencial.
    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2)
    por raxx7 em 23-08-04 3:37 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    Hmm.. não me expliquei bem.
    O que eu queria dizer é que o termo HPC é normalmente associado a aplicações científicas e não é muito usado para descrever sistemas que correm, por exemplo, um SGBD. Era apenas um preciosimo com a terminologia. Mas percebi e concordo com a ideia geral.
    Excepto numa coisa: o Linux é uma opção popular em HPC, não só para clusters tipo beowulf mas também para sistemas mais especializados.
    Tanto a IBM (BlueGene/*)como a Cray (RedStorm,XD1) estão a desenvolver supercomputadores que vão correr Linux. E a SGI (Altix) já há algum tempo que comercializa alguns sistemas impressionantes.

    Remember to be the Killer, not the Victim! (Nuklear Girl)
    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2)
    por Ancestor em 23-08-04 11:11 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    Humm isso não sabia. Mas vão correr linux como sistema operativo primário, ou vão possuir suporte linux?
    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2)
    por joaorf em 23-08-04 11:34 GMT (#30)
    (Utilizador Info)
    Alguns dos 20 maiores computadores do mundo correm Linux:
    http://linuxtoday.com/hi gh_performance/2004061000526OSHESV

    Nenhum, que se saiba, corre Windows ou VMS...

    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2)
    por leitao em 23-08-04 16:01 GMT (#32)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Isso e' uma afirmacao falaciosa ao maximo -- muitos destes computadores usam sistemas operativos especializados (ve por exemplo o SUPER-UX do Earth-Simulator, o no.1 ).

    Correr um super-computador desenhado para resolver problemas especificos num sistema operativo generico nao faz grande sentido. A unica razao porque funciona em Linux, e' porque consegues atingir economias de escala atirando montes de hardware barato (x86) e embrulhando-o num sistema operativo aberto.

    E' precisamente por essa razao que e' extremamente improvavel que o no.1 no Top500 seja alguma vez uma maquina a correr um sistema generico como Linux ou Windows.


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2)
    por raxx7 em 23-08-04 16:49 GMT (#34)
    (Utilizador Info)
    Sim.. e não..
    Algumas máquinas, como o Earth Simulator, têm arquitecturas demasiado radicais e funções demasiado especificas para ser interessante adaptar um sistema operativo genérico.
    Mas outros desenham os seus sistemas de outra forma..
    O antigo número 1, o ASCI White, corria AIX -- também é um sistema operativo genérico.
    Toda a familia BlueGene vai correr Linux e o BlueGene/L deverá tomar a primeira posição do Top500 quando estiver completo.
    Além disso, o benchmark utilizado pelo Top500 é bastante favorável a clusters, pelo que não seria grande surpresa se um cluster Linux tomasse a 1ª posição, se eles não mudarem de benchmark entretanto.

    Remember to be the Killer, not the Victim! (Nuklear Girl)
    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2)
    por Gimp em 23-08-04 21:07 GMT (#43)
    (Utilizador Info)
    "A unica razao porque funciona em Linux, e' porque consegues atingir economias de escala atirando montes de hardware barato (x86) e embrulhando-o num sistema operativo aberto."

    Só posso concluir da tua afirmação que o sistema operativo nestas situações não é o linux, é o Espírito Santo...


    "No comments"

    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2)
    por Ancestor em 23-08-04 18:42 GMT (#35)
    (Utilizador Info)
    Na realidade são alguns dos 20 maiores clusters do mundo. E não vi linux em nada que não fosse IA-32 ou IA-64. Ou seja, os clusters linux são a solução de baixo custo.
    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2)
    por Gimp em 23-08-04 20:58 GMT (#42)
    (Utilizador Info)
    Como dizia um chefe meu, "houve lucro ou não houve?" sempre que um dos administradores fazia o choradinho por o mercado estar assim e assado
    E transpondo esta deixa para o teu comentário, é de baixo custo sim, mas, funciona ou não?


    "No comments"

    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2)
    por Ancestor em 24-08-04 6:14 GMT (#57)
    (Utilizador Info)
    True... Mas se tu precisares de um carro blindado (estabilidade, robustez, fiabilidade) não vais comprar um Ferrari (rapidez, rapidez, rapidez). As soluções x86 começam a dar cartas (é a so-called tecnologia inferior a dominar), mas daqui a 5 anos o mercado está muito diferente. Um bom mainframe pode ter um tempo de vida útil de 10 ou 15 anos, mantendo a sua capacidade de expansão. A maioria do material x86 (todo?) não é feito para durar esse tempo. Além do mais, é mais fácil acondicionar e manter 5 ou 10 servidores de médio porte que 500 máquinas x86.
    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2)
    por Gimp em 24-08-04 9:24 GMT (#60)
    (Utilizador Info)
    Daí que usar um sistema genérico, como alguém disse, num hardware específico, como uma mainframe, para mim só traz vantagens. Para pôr aquilo a funceminar bem, basta dar umas apertadelas e o resto que fica talvez nem precise ser mexido, tipo suporte USB (é só um exemplo). Quando li pela 1a vez a notícia de linux a funcionar nos S/390 fiquei surpreso, mais ainda quando foi no AS/400. Um SO que chega tão longe dever ser mesmo muito mau...


    "No comments"

    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2)
    por raxx7 em 24-08-04 10:59 GMT (#63)
    (Utilizador Info)
    O Linux, tal como o AIX, só corre nos AS/400 baseados em RISC. O hardware daquilo não é muito diferente dos unix servers, portanto não há nada do outro mundo em correr lá Linux ou AIX.
    Já os antigos AS/400, baseados em em CISC.. oh well.. esqueçam.

    Remember to be the Killer, not the Victim! (Nuklear Girl)
    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2)
    por raxx7 em 23-08-04 16:30 GMT (#33)
    (Utilizador Info)
    Todos os que referi correm exclusivamente Linux. Talvez um dia a SGI decida por o Windows a correr nos Altix também, mas duvivo que alguma vez o use nos sistemas maiores.

    Remember to be the Killer, not the Victim! (Nuklear Girl)
    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2)
    por Gimp em 23-08-04 21:18 GMT (#44)
    (Utilizador Info)
    Artigo de Janeiro de 2003

    http://www.linuxjournal.com/article.php?sid=6440

    Press release de Agosto de 2003 http://www.sgi.com/company_info/newsroom/press_releases/2003/august/altix_benchmark.html

    Página de producto http://www.sgi.com/servers/altix/


    "No comments"

    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2)
    por raxx7 em 23-08-04 21:32 GMT (#45)
    (Utilizador Info)
    Old news.. vê antes este. :-)

    Remember to be the Killer, not the Victim! (Nuklear Girl)
    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2)
    por Gimp em 23-08-04 21:39 GMT (#48)
    (Utilizador Info)
    Fiquei pelo 3000 porque para algumas pessoas HPC em Linux é coisa de 2-3 mesitos...ou então hobby de uns quantos, legos x86 para multinacionais ligadas à exploração de petróleo, gás, brincar às missões espaciais...


    "No comments"

    Re:Unix é sinal de estabilidade, Linux = Unix (Pontos:2, Engraçado)
    por metaphor em 24-08-04 3:44 GMT (#56)
    (Utilizador Info)
    fodasse. mas linux é estavel? metam mazé essa merda no cu. B-S-D sócio, BSD! se o zé dread usa, nao é por acaso.


    __ 10% literal, 90% metaphor

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]