gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Cyberpunk em 2004: Second Life
Contribuído por vd em 18-08-04 16:23
do departamento salta-um-jogo-para-as-férias-do-canto
Jogos Luís Miguel Sequeira escreve "Ao procurar já não sei o quê na zona de downloads da Apple, descobri uma "versão beta" de um jogo online chamado Second Life.

Digamos que é uma versão dos Sims em que as restantes personagens são... outros seres humanos.

Descrever o jogo é complicadíssimo, mais vale lerem o site. Do meu ponto de vista, foi como ver o universo dos cyberpunks de repente tornar-se real. O nosso avatar - com animação extraordinariamente complexa! - tem alguns tostões gentilmente oferecidos pelos criadores do jogo, e procura desesperadamente formas de ganhar dinheiro para ganhar coisas. Um jogador rico troca dólares (reais) por dólares de jogo. Um jogador pobre não tem outro remédio senão aprender a programar scripts de animação, modelar em 3D (o jogo incopora editores de scripts de animação num pseudo-Java e um modelador 3D) ou fazer roupas. Ou então entreter outros avatares em festas. Não, não é um jogo em que se "clica num botão" e se ganham skills. Temos mesmo de aprender por nós próprios. Só para dar uma ideia, levei quatro horas a modelar um poste de iluminação para ter luz para trabalhar de noite.

Viciante? Bem, coloquemos as coisas da seguinte forma: o jogo não se chama "Second Life" por acaso :-) O jogo é mesmo "só isto": aprender a fazer qualquer coisa útil (e leva tempo a aprender ...) para podermos vender os nossos serviços. Há escolas, shopping centers, espaços para arrendar... o jogo está cheio de nerds, geeks, designers gráficos, artistas, arquitectos, programadores Java. São esses que provavelmente terão maior "vantagem".

99% do que existe "no universo" é criado pelos próprios jogadores (o jogo em si "só" ocupa uns 20 Megas, tudo é downloadado a pedido, consoante há necessidade, ex. um objecto que apanhamos ou vemos num centro comercial...).

Interessante é a dualidade real/virtual. Sim, no jogo também há "dinheiro verdadeiro". Os melhores plots de terreno custam dólares reais! E podemos ganhar dinheiro (real) a fazer coisas para outras pessoas. (Há também forma de converter dólares reais em "dinheiro de jogo" - o contrário é que não sei se é possível). Para dar um exemplo, digamos que alguém tem um jeitão para desenhar casas em 3D. Faz uns modelos "básicos" no início, procura vender por dinheiro virtual a outros jogadores. Ao fim de umas semanas, já vendeu tantas casas e objectos de decoração de interiores que tem dinheiro para comprar o seu próprio terreno. Aí desenha casas sumptuosas. Um outro jogador pode vir a abordá-lo com uma conversa dizendo: "que fixe, quero uma casa assim!" e a nossa resposta é: "ok mas as minhas casas são tão boas que quero uns mil dólares... reais!" E há quem pague - há tipos que arrendam terrenos e casas, mas para isso têm de ter casas luxuosas, e provavelmente vão ter de contratar um arquitecto ou designer de interiores... profissional... pago em dólares reais.

E como sabemos se fazemos "casas muito fixes"? Bem, os restantes jogadores classificam-nos. As personagens e os locais onde habitam e os objectos que constróiem tornam-se assim mais "populares", à medida que a classificação vai aumentando. Conhecer um avatar popular, convidá-lo para uma festa para animar a população (se é popular, as pessoas querem lá ir, e vê-lo a actuar numa banda, por exemplo...), isso trás prstígio ao clube/bar/discoteca... que também aumenta a popularidade (assim como o seu dono), tornando-se mais popular - e podendo aumentar assim os preços!

Este é o princípio também dos shoppings... quem faz objectos fixes, acaba por conseguir vendê-los nas lojas (é mais fácil ter uma loja num shopping que atrai mais gente...); depois se calhar tem dinheiro para arrendar uma loja própria no shopping... contratando mais pessoas para fazer objectos que são vendidos sob a sua "marca"... tornando-se mais popular e aumentando o preço... enfim, estão a ver a coisa. A imaginação está em conseguir descobrir um "nicho" em que se ganhe dinheiro ou se seja popular (ou as duas coisas).

Erm... como no mundo real.

Muito, muito weird. O universo é gigantesco e pelo que me pude aperceber é "expansível", ou seja, à medida que os servidores principais vão esgotando CPU e espaço em disco, a empresa que criou o jogo pode acrescentar novos servidores. Já tem acontecido e pelo que percebi será possível alojar novas "regiões" noutras máquinas, com sublicenciamento à empresa..

Acredito que não seja um jogo apelativo "para toda a gente". Mas é completamente viciante para quem o comece a experimentar e perca as duas horas iniciais a configurar o seu avatar. O desejo de conhecer mais, de inventar mais esquemas, de trocar opiniões com outros jogadores ("por quanto é que posso vender o meu poste luminoso?"), é perfeitamente insaciável e totalmente viciante. Passam horas em que estamos entretidos a tentar construir alguma coisa (de preferência em grupo...) e nem reparamos que são 6 da manhã e que amanhã temos de ir trabalhar. Oops... por falar nisso...

Fico com a sensação estranha que há "algo mais" por trás deste esquema. Já tinha visto alguns jogos do género, com avatares 3D e cenas semelhantes, alguns com mais ou menos qualidade, mas ESTE jogo tem algo de extraordinariamente captivante (com os outros normalmente fartava-me de olhar para um universo mais ou menos vazio, sem grande interesse em explorá-lo). Será que isto é uma fachada para a Igreja da Cientologia ou outra seita maluca qualquer? :)

Temo de pensar que existam pessoas no mundo que comecem a jogar a isto na perspectiva de, num futuro mais ou menos breve, comecem até a ganhar dinheiro real... e abandonem a sua vida real ("first life", como eles a chamam no jogo).

Preocupo-me ainda mais pensar que eu posso ser um deles... ao fim de dois dias, já sinto sintomas de abstinência se não jogar pelo menos umas horinhas :-P ...

Funciona em Windows e Mac OS X e está-se a criar um "grupo de pressão" para se fazer um port para Linux. "

Netscape reloaded (7.2) | Linux vai ser fonte de discussao e distribuiçao na  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • Apple
  • Luís Miguel Sequeira
  • Second Life
  • Mais acerca Jogos
  • Também por vd
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    matrix? (Pontos:1)
    por pires em 19-08-04 10:02 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.evoluzion.org
    ui um dejá vú!
    será bug do Matrix?!

    i'm so scared!

    P.S.: 5 estrelas
    After all, we're all alike!
    Cuidado (Pontos:2)
    por Branc0 em 19-08-04 10:12 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.politikas.com
    Esses jogos matam. A ultima coisa que experimentei mais ou menos dentro do genero foi o A Tale In The Desert.

    Quando dei por mim estava a meter o despertador para as 4 da manhã para poder fertilizar as minhas vinhas e fazer um belo de um vinho.

    Estes jogos (em que temos que construir não só diversos objectos no Universo virtual mas também temos que construir a nossa imagem e reputação) são super viciantes (para mim pelo menos) e ocupam imenso tempo. Quando misturas isto com "dolares reais" isso pode ser muito mau para a tua "first life" :)

    E depois há sempre aquela pessoa que se queixa um bocado que andas a perder muito tempo com postes de iluminação/vinhas e depois vinga-se de formas muito subtis ... :)


    A discussão começa AQUI!
    Re:Cuidado (Pontos:1)
    por bêbado em 19-08-04 10:53 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    A mim isto parece-me uma versão social e sofisticadíssima do tamagochi :D


    ~~~ sou bêbado mas não sou parvo ~~~
    cyberpunk em 2004: second life (Pontos:1)
    por Thing em 19-08-04 10:12 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    eu ja joguei isso a muito tempo! o jogo (estava) uma pocaria! para alem de muito lento ("ping's" maus) era meio tretas, tinha que me meter a conversar com um papagaio e coisas assim para crianças. ate me pediam para distinguir imagens... com os graficos que aquilo tinha era impossivel. e não é naquele universo cibernetico que vã encontrar algum "punk" visto que o jogo tem montes de regras e voces tem que se portar bem.
    sinceramente não vale nada a pena! não quero começar uma conversa de mmorpg mas "anarchy online" tem tudo o que é ha de melhor! alem disso foi o primeiro num universo de ficção cientifica, isso sim é o punk cibernetico.
    Re:cyberpunk em 2004: second life (Pontos:2)
    por Mind Booster Noori em 19-08-04 19:51 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://www.mindbooster.cjb.net
    alem disso foi o primeiro num universo de ficção cientifica

    Erm... think twice.

    re:cyberpunk em 2004: second life (Pontos:1)
    por Thing em 19-08-04 22:14 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    "anarchy online is the first science fiction-based massively multiplayer online roleplaying game (sci-fi mmorpg)." http://www.anarchy-online.com/content/game/whatisao/
    Re:cyberpunk em 2004: second life (Pontos:2)
    por Mind Booster Noori em 20-08-04 3:24 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://www.mindbooster.cjb.net
    Released: June, 2001 (North America, Scandinavia, France, GSA, UK and Benelux)

    Realmente eles dizem que anarchy online is the first science fiction-based massively multiplayer online roleplaying game (sci-fi mmorpg) mas eles estão é a vender o peixe deles: tens os exemplos de, dentro dos mais conhecidos, o Ultima Online (1997), o Lineage (1998) e o EverQuest (1999) que também são Sci-Fi MMORPG's.

    Re:cyberpunk em 2004: second life (Pontos:1)
    por Thing em 20-08-04 9:59 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    eles podem estar a vender peixe, mas não é nehum bacalhau! é um [um_dos_melhores_peixes_que_existe] da melhor qualidade! acho que tem o direito de dizer aquilo, o jogo esta exelente, em todos os aspectos, incluido a tal "second life" o jogo tem imensos sitios para passar o tempo, por exemplo discotecas, ate existe um calendario de eventos hehe. o melhor!
    Re:cyberpunk em 2004: second life (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 20-08-04 14:34 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://www.midnightcreations.org
    Não são nada. São *fantasia*.

    Sci-Fi é Star Trek, Asimov e afins. Fantasia é Tolkien e sucessores. Apesar de serem géneros com algo em comum, *são* géneros diferentes.

    Que me lembre, o AO foi mesmo o primeiro MMORPG de ficção científica, já que antes eram todos de fantasia.


    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"
    Pontuação para o artigo (Pontos:2)
    por jorgelaranjo em 19-08-04 10:16 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://lesi.host.sk/fueg0/
    O Luis anda mesmo viciado.
    Ha já algumas semanas que só fala de escrever scripts para o jogo...
    Bom, inspirado nas Olimpiadas, e como no GIldot não se pode dar notas a quem escreve os artigos, aqui vai a pontuação para este artigo: 10.0 !!!!
    Simplesmente excelente!

    Cumprimentos,
    Jorge Laranjo
    01100110 01110101 01100101 01100111 00110000
    http://mynews.yournews
    Real Money (Pontos:2)
    por Branc0 em 19-08-04 10:27 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.politikas.com
    Já agora, e respondendo á questão se é possível trocar dinheiro virtual por dinheiro real:

    Money that you earn in Second Life's in-world currency (Linden Dollars, L$) can be converted to cash on several third-party websites, such as Gaming Open Market or Internet Gaming Entertainment. Some of these operators offer convenient in world "ATM" machines to facilitate transactions.

    Fonte.


    A discussão começa AQUI!
    Pois... (Pontos:1)
    por Nicker em 19-08-04 10:33 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    É pena é ter que se pagar para se puder jogar... prefiro continuar a jogar hattrick ... :P
    Re:Pois... (Pontos:1)
    por ppx2001 em 19-08-04 16:59 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    grande jogo!

    se quiseres marcar um amigável procura por 'sfjrc' em Portugal :)

    ppx2001
    Re:Pois... (Pontos:1)
    por Nicker em 20-08-04 14:07 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    Para a semana que vem já tenho... mas depois podemos marcar na boa...
    game over (Pontos:2)
    por ruben dig em 19-08-04 11:06 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.floppy.com.pt
    say with me:
    TOO MUCH FREE TIME

    :P
    http://games.slashdot .org/games/04/08/14/010216.shtml?tid=209
    Free Trial? (Pontos:1)
    por MeeTra em 19-08-04 11:36 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    7-day Free Trial... mas tens de cancelar antes de acabar o Trial senão cobram-te no cartão que é OBRIGATÓRIO para registo.
    Problema (Pontos:2)
    por 4Gr em 19-08-04 13:14 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Alguns já tocaram e evidenciaram o problema, e o próprio autor do texto também o refere: "E quando a Second passa para First life?"

    O problema é que já muitos vivem os jogos como se fosse a sua primeira vida. Viajar até à Coreia do Sul para ir buscar exemplos não é necessário, quando eles existem aqui tão perto. Centenas de jogadores, desde Quake a Unreal Tournament, passando por Counter Strike, optam por jogar em vez de sair com os amigos. Eu próprio já assisti, um velho conhecido meu, a deixar queimar o cigarro em cima do computador enquanto falava com a namorada e, claro, jogava. Ela acabou por desligar por inactividade oral dele, sem preversidades por favor, e o cigarro derreteu plástico da máquina. É qualquer coisa de inacreditável.

    Portanto, e como eu já assisti a isto, quem se achar muito susceptível e se envolva facilmente, vá mas é dar uma voltinha que hoje está sol, e tomar um fino (ou imperial :-) com os amigos.

    Boa Real Life!

    Dominus vobiscum
    Re:Problema (Pontos:1)
    por WebStatiC em 19-08-04 13:38 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://www.bio2k.org
    Quase que jurava que o gildot também têm esse efeito nos seus utilizadores.

    Just kidding!!!

    ...ou então não! =)


    "Minds are like parachutes. They only function when they are open." Sir James Dewar, Scientist (1877-1925) E-mail: .: web at bio2k.org
    Re:Problema (Pontos:2)
    por 4Gr em 19-08-04 13:54 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Quase que jurava que o gildot também têm esse efeito nos seus utilizadores.

    Dúvido que alguém passe aqui 6 horas seguidas a responder a posts... Enquanto que muitos jogam isso e mais 6 horas, todos os dias.

    Dominus vobiscum
    Sim senhor .... (Pontos:2)
    por Esqueleto em 19-08-04 15:23 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://www.tusofona.com/esqueleto
    Tenho pena não ter 16 anos .. temos, 3 meses de férias no verão e haver internet e informação como existe hoje, pois, haveria de fazer muitas coisas, mas não, tenho mulher, trabalho e 1 mes de férias por ano.

    Este tipo de jogos é cativante e MUITO do meu agrado, mas, o tempo que uma pessoa tem que dedicar a eles é enorme.

    Quando houve o "port" para Linux irei tentar jogar um pouco, pelo menos o TRIAL, depois, veremos se continuo.

    Adoro este tipo de jogos com universos persistentes, onde temos temos por exemplo o Vendetta.

    Os meus jogos favoritos são os RPGs como o Astória, mas, não há port para linux (ou pelo menos não havia).

    Vou esperar pelo port para dizer qq coisa...

    (())
    Esqueleto
    ------------------------------ Visit me in: http://www.tusofona.com/esqueleto
    Re:Sim senhor .... (Pontos:2)
    por Branc0 em 19-08-04 15:40 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://www.politikas.com
    Podes experimentar o ATITD que tem port para Linux e neste momento tens a opção de ires para o Tale 1 com 24 horas, de jogo, grátis ou para a versão Beta do Tale 2 que é de borla até chegar à versão final.

    Se experimentares o trial do Tale 1 faz um /chat Branco :)


    A discussão começa AQUI!
    Re:Sim senhor .... (Pontos:2)
    por seven em 19-08-04 15:59 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Vou abrir uma clinica de tratamento para estes casos.. tu inspiras.
    Re:Sim senhor .... (Pontos:2)
    por Branc0 em 19-08-04 16:01 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://www.politikas.com
    Eu sei... é mais forte que eu!


    A discussão começa AQUI!
    Re:Sim senhor .... (Pontos:2)
    por Mind Booster Noori em 19-08-04 20:04 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://www.mindbooster.cjb.net
    Por acaso já ando à uns tempos a pensar em ver como é que estão os MMORPG's hoje em dia... Mas os meus requisitos mínimos são ser gratuito e correr em Linux.
    Humm! (Pontos:1)
    por ZéSousa em 19-08-04 20:22 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    Não fazia ideia deste tipo de coisa, ganhar e perder o nosso ganha pão em modo contínuo num jogo de computador, a isto é preciso somar o tempo dispendido a trabalhar, além de que pelo pouco que li há um controlo das diversas actividades que se desempenham.

    Ou seja se quiser prostituir-me e assim ganhar dinheiro usando o meu corpo devo ser banido, isto se fôr permitido, ou então não poderei ambicionar ser um chefe de um sub-mundo com total controlo dos vícios sociais, não poderei corromper gente importante, não poderei ser assaltante, terrorista, assassino, travestir-me, divertir-me, e tantas coisas mundanas.

    Pois não!?

    Acrescento o caso de um jogador que ganhou $400 e já havia concebido 50 edifícios. Isso é o que se chama exploração de mão de obra ilegal e barata. Noutra altura seria escravatura.

    Acho que quem escreveu o artigo errou, deve ser $400 000, ou mais, a que se deve retirar os gastos com: engenheiros, paisagistas, juristas, maquetistas, etc., sobrando assim por alto uns $40 000, a estes retirem-se os impostos, a segurança social e afins.

    No final seriam uns $28 000, o que não faz sentido no mundo real uma pessoa ter 50 projectos num tão curto espaço de tempo, mas isto não é real, vamos continuar com os gastos correntes (comida, combustível, electricidade, etc.), mais uns mimos e investimentos, e garanto que $400 foi exploração, esse jogador deveria ter feito queixa no tribunal do trabalho.

    Já agora alguém tem um cartão de crédito válido que eu possa usar por uns tempos?

    É só para a inscriçao e mais uns mesitos. Obrigado!

    :)

    Assinatura: "No flash no viewing content."
    Novo mercado virtual (Pontos:1)
    por blitzman em 20-08-04 11:09 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    Bolas, eu também li o Neuromancer e não me apercebí que era possível fazer dinheiro desta forma no mundo virtual.
    Estes tipos inventaram de uma só vez um novo mercado e novas profissões
    O próximo passo serão as grandes marcas começarem a investir em publicidade virtual e as cadeias tipo Gop e Zira a divulgarem as colecções simultaneamente no mundo virtual e real.
    O Ikae pode pagar para ter uma Salão enorme de Exposições sempre actualizado.
    É claro que os fundadores devem receber comissões por cada transacção monetária...
    Será que no futuro vão existir muitos mundos virtuais ou um grande mundo unificado?

    ontem experimentei... (Pontos:1)
    por Dante em 20-08-04 15:02 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    e não gostei... Gostavava de ter algum tempo para me dedicar a isso, mas nao tenho. acho que criava um script para abrir um banco... o pessoal pedia emprestado, e pagava semanalmente com taxa de juro tipo 20%. se na "1ª vida" dá dinheiro, tb deve dar na segunda! :-)

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]