gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Conclusões ?
Contribuído por BladeRunner em 16-07-04 20:56
do departamento debate
Portugal Bem, acho que não poderíamos fechar o ciclo da discussão política aqui no Gildot, sobre a crise que abalou o país com a fu... er... saída de Durão Barroso para Bruxelas, sem analisarmos o novo governo.
Para mim, o prémio "indigitação delirante", vai para Luís Nobre Guedes (ministro do Ambiente e do Ordenamento do Território), cujo currículo nestes temas tão importantes para o desenvolvimento e qualidade de vida de qualquer país é sobejamente conhecido, conforme uma rápida pesquisa no Google pode confirmar, ou aqui na SIC.
Venham daí essas opiniões de fim de semana.
P. S.: como vai ficar o nosso país se os prometidos euroapoios a José Barroso lhe roerem a corda na hora H ?

Fedora Core 3 Test 1 está aí! | Running free with Linux  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • uma rápida pesquisa no Google pode confirmar
  • aqui na SIC
  • Mais acerca Portugal
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    E que tal o Baygon Felix ? (Pontos:2, Esclarecedor)
    por bilu em 16-07-04 21:24 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Sim, o que diz que "mulheres que abortem devem espiar os seus pecados com serviços comunitários"?

    Haja vaselina. Sem areia de preferência :/

    Bruno
    Re:E que tal o Baygon Felix ? (Pontos:0, Despropositado)
    por aspx em 16-07-04 22:01 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    bom já existe o "durão barrosp" até ao "baygon" vai um moderador bronco away.


    O melhor que o gildot.org tem é a opção de não mostrar as pontuações dadas pelos moderadores.
    Re:E que tal o Baygon Felix ? (Pontos:2, Esclarecedor)
    por bilu em 16-07-04 22:51 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    Baygon foi de propósito. Baygon = pesticida.

    Ex: Baygon Verde.
    No fundo da gaveta... (Pontos:1)
    por Mindstorm em 16-07-04 21:37 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.mndnet.org/
    Por alguma razão em Portugal o ambiente/território continua a ser aquela area sem qualquer importância, que serve apenas para oferecer um cargo de ministro aos amigos...

    Alguem esperava algo diferente deste governo?

    Mindstorm
    Re:No fundo da gaveta... (Pontos:3, Interessante)
    por blacksheep em 17-07-04 16:24 GMT (#65)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Alguem esperava algo diferente deste governo?

    É minha impressão ou há sempre alguém a fazer essa mesma pergunta, a cada o governo que passa. É altura de eu fazer outra: Serão todos os governos iguais?

    Além disso, este governo eliminou um Ministério - o do Trabalho - embora também tenha criado outro, o do Turismo.
    Re:No fundo da gaveta... (Pontos:1)
    por ContraBass em 19-07-04 8:53 GMT (#86)
    (Utilizador Info)
    Talvez seja mais importante fazer turismo do que trabalhar... :-p
    A análise do Professor BladeRunner (Pontos:0, Despropositado)
    por Cirruz em 16-07-04 21:58 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Bem, acho que não poderíamos fechar o ciclo da discussão política aqui no Gildot, sobre a crise que abalou o país com a fu... er... saída de Durão Barroso para Bruxelas, sem analisarmos o novo governo.

    E em que é que consiste a análise da semana do Professor BladeRunner? Vamos por partes:

    1. Pesquisa cruzada no Google sobre o Dr. Nobre Guedes e o Ambiente;
    2. Post-Scriptum sobre um eventual drawback na candidatura do Dr. Durão Barroso para Presidente da Comissão Europeia

    A pergunta óbvia que se coloca é a seguinte: como é que a TVI ainda não substituiu o Professor Marcelo pelo Professor BladeRunner?

    Cirruz

    Re:A análise do Professor BladeRunner (Pontos:3, Esclarecedor)
    por cao_negro em 16-07-04 22:17 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    1. Pesquisa cruzada no Google sobre o Dr. Nobre Guedes e o Ambiente;

    O pessoal da Quercus e da LPN devem ter feito a mesma pesquisa, pois eles tambem disseram que o Novo ministro não precebe um boi daquilo.

    2. Post-Scriptum sobre um eventual drawback na candidatura do Dr. Durão Barroso para Presidente da Comissão Europeia

    Fartava-me de rir :-))))))))

    A pergunta óbvia que se coloca é a seguinte: como é que a TVI ainda não substituiu o Professor Marcelo pelo Professor BladeRunner?

    Excelente ideia, de qualquer maneira as pessoas que acreditam naquilo que o professor Martelo diz , são aquelas que não leem jornais ou quando o fazem ou são desportivos ou o CM e o 24H e veem TVI.
    e com o Prof. BladeRunner sempre tinhamos umas dicas soubre Linux e uns livros para a malta ler antes de deitar, como este.
    Re:A análise do Professor BladeRunner (Pontos:5, Esclarecedor)
    por fhc em 16-07-04 22:51 GMT (#13)
    (Utilizador Info)

    Há muito tempo conheci muito bem (tirem as vossas ilações) uma antiga dirigente da Quercus e, diga-se de passagem, até eu faço mais pelo ambiente do que eles. Afinal, não tenho um jipe para cortar mato a alta velocidade! Penso que o pessoal da LPN não deve andar muito longe, ou talvez as coisas já tenham mudado, isto seja extemporâneo, e eu não o saiba.

    Digam-me por favor que me engano.

    Sinceramente, já não tenho paciência para aturar os pseudo-ambientalistas. Muito embora a Quercus tenha começado bem e independente, passou pela fase do jipe, e aora anda na fase do contra. Sinceramente, existe alguma razão para manter os ditos «modos de vida tradicionais», quando eles se tornam obsoletos? Porquê insistir e «apoiar» o artesanato, se não há mercado para ele? Se a actividade não subsiste por si, para quê prolongar-lhe a vida a soro?

    São os mesmos quercadas que se opôem à energia eólica, vá-se lá saber porquê. Qualquer dia, até a energia solar abominam, e decerto obterão um seu justo motivo para o fazer. Entretanto, adiamos sine die o aumento da quota de energias renováveis, mesmo se imperfeitamente, e eu já não percebo que ambiente teremos em prolongar o carvão. Por falar nisso, duas teses de doutoramento da Universidade da Beira Interior insistem que as energias renováveis não nos servem, e mais vale continuar com o petróleo e o carvão.

    Se um advogado de sucesso vai para o ambiente, é se calhar capaz de fazer mais do que todos os ministros anteriores. Se for competente e honesto, digo. Ora, competente ele é, pois nem todos têm 150 advogados a trabalhar às suas ordens. Veremos agora se ele é honesto. Será impossível não o ver.

    A inveja, meus caros, é um pecado português e uma coisa muito feia. Leitão, por uma vez te peço, ajuda-me aqui.

    Francisco Colaço


    Portugal é constituído por duas nações: o país (de Setúbal ao Carregado, de Cascais ao Montijo), e o Portugal Profundo, que já se afundou.

    Re:A análise do Professor BladeRunner (Pontos:3, Engraçado)
    por leitao em 16-07-04 23:04 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    +1


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:A análise do Professor BladeRunner (Pontos:2)
    por Gamito em 17-07-04 5:59 GMT (#33)
    (Utilizador Info) http://www.startux.org/
    Pois, as tuas palavras reflectem exactamente o modus operandi do nosso PM que um dia, quando Sec. Est. da Cultura, afirmou: "A mim não me cabe compreender o Manoel de Oliveira, mas sim apoiá-lo".
    Portanto, ele não o compreendia. Logo, não estaria (digo eu, não sei, que não percebo nada disto) em posição intelectual de julgar se ele merecia o dinheiro dos contribuintes ou não. Mas apoiava-o.

    Se calhar, foi por estes apoios que quando se candidatou à Câmara de Lisboa, tinha toda aquela malta de esquerda do teatro por trás dele na fotografia. Se não estou em erro (a minha memória já não é o que era), até se promoveu uma acção de campanha só com eles, tudo de copo de champanhe na mão, muito gel de direita e bijutaria de esquerda.
    Claro, como era tudo caras conhecidas do grande público, aí esteve o Santana Lopes em todos os prime times dos telejornais.

    Portanto, dentro da mesma linha de raciocínio, resta ao novo ministro do ambiente, não compreendê-lo, mas... apoiá-lo.
    A ver vamos.

    Essa da inveja, não percebi.
    Eu tenho inveja de não ser ministro do Ambiente ?!?!?!
    Ou de não ser do PSD (aliás, de nenhum, vide em baixo) ?

    P. S.: Curiosamente, no breve currículo dele que vem na SIC, diz-se que foi um praticante e apaixonado pelo golfe até uma doença o impedir de continuar a praticá-lo. Até aqui, nada a apontar.
    Só espero que agora, que como pessoa competente e honesta que é, como bem o dizes, saiba compreender o mal que os campos de golfe fazem ao ambiente (um campo de golfe médio consome tanta água como uma cidade de 60000 habitantes) e ao ordenamento do território. RAN e REN, anyone ?

    P. S. 2: Não sou da Quercus ou similar, nem um ambientalista cego, mas quando se dá um saltinho à Alemanha ou a outro país desenvolvido, como os nórdicos, Canadá e mais uma meia dúzia deles, é que se fica a perceber bem o que é isso do Ambiente, do Ordenamento do Território e do quanto contribuem para o bem estar individual e da sociedade. Mas aqui, parece-me que estamos de acordo.

    Mário Gamito
    www.startux.org
    Re:A análise do Professor BladeRunner (Pontos:3, Interessante)
    por joaorf em 17-07-04 14:02 GMT (#41)
    (Utilizador Info)
    Pois, as tuas palavras reflectem exactamente o modus operandi do nosso PM que um dia, quando Sec. Est. da Cultura, afirmou: "A mim não me cabe compreender o Manoel de Oliveira, mas sim apoiá-lo". Portanto, ele não o compreendia. Logo, não estaria (digo eu, não sei, que não percebo nada disto) em posição intelectual de julgar se ele merecia o dinheiro dos contribuintes ou não. Mas apoiava-o.

    É suposto um político que aprova um orçamento para a construção de um acelerador de partículas perceber de Física Nuclear?

    Re:A análise do Professor BladeRunner (Pontos:3, Esclarecedor)
    por Gamito em 17-07-04 14:33 GMT (#48)
    (Utilizador Info) http://www.startux.org/
    Não, mas é suposto compreender importância da sua construção ou não.

    Mário Gamito
    www.startux.org
    Re:A análise do Professor BladeRunner (Pontos:3, Engraçado)
    por nbk em 17-07-04 14:36 GMT (#50)
    (Utilizador Info) http://www.webards.net/
    Boas.

    Deixa-me adiantar-me ao BladeRunner.

    "É suposto um político que aprova um orçamento para a construção de um acelerador de partículas perceber de Física Nuclear?"

    Passando por cima dos deputados ( normalmente qq votação baixa depois à especialidade - too much tv parlamento - que é um sitio mais recatado onde estão os verdadeiros carolas. Espero eu, ehehe ), temos que:

    Presidente da República:

    Quem?

    Primeiro Ministro:

    Não precisa de saber. Apenas tem de ter no seu staff mais próximo alguém que lhe sussurre ao ouvido quando precisar de saber. Faz sentido.

    Ministro:

    Não precisa de saber antes de tomar posse do cargo. Assim que assinar o livrinho dourado, convêm (a bem do "serviço público" que vai prestar...) ler uns resumos logo assim na primeira semana do mandato, para não fazer figura de urso nas reuniões.

    Secretário de Estado:

    Precisa de saber umas luzes ( uma ou outra cadeira na faculdade ajuda ).

    Director Geral, Director Adjunto, Secretário do Secretário e afins ( o vulgo staff ):

    Se não sabe, puta que o pariu e rua com ele. Não sabe, não brinca.

    @649, Nbk


    Re:A análise do Professor BladeRunner (Pontos:2)
    por nbk em 17-07-04 14:38 GMT (#51)
    (Utilizador Info) http://www.webards.net/
    Boas.

    "RAN e REN, anyone ?"

    Óoo sua viborazinha.... não abia... nexexidade... zzz...zzz..

    @654, Nbk

    Re:A análise do Professor BladeRunner (Pontos:1)
    por ZéSousa em 17-07-04 22:49 GMT (#73)
    (Utilizador Info)
    + orla costeira, + albufeiras, + recursos hídricos.

    Bem! Podemos continuar, mas uma breve consulta ao DL 380/99, de 22/9, e mais uma montanha de legislação posterior pode-se ter uma ideia das áreas de risco, frágeis, delicadas, protegidas, etc.

    Da RAN podemos debruçar-mo-nos sobre o que vai sobrando dela, ou mais precisamente do que ainda não foi desafectado.

    Da REN pouco há a dizer, pois têm de ser coisas muito importantes para o país, sociedade, etc.. O que nem sempre aparenta.

    Na altura do traçado da Ponte Vasco da Gama sempre fiquei com dúvidas sobre o chegar mais acima ou mais abaixo, quanto a campos de golfe estes sobre RAN é mais fácil. ;)

    Existem muitas "Quintas", vulgo condomínios de luxo, ou até guetos se o preferirem, que estão muito bem localizados.

    E a excepção do Algarve no ordenamento da orla costeira, aquilo é que foi um boa negociação da parte da associação dos respectivos municípios.

    E para finalizar há o facto de ver o que neste campo os Ministérios dos Transportes, Cidades, Ambiente, etc., vão fazer, em alguns casos nada, pois não é por mudar um ministro que 20 anos de projecções são refeitos.
    Há estudos efectuados, hipóteses de melhoramentos, expansões, necessidades que estão programadas para além de um mandato.

    Eles estão lá, façam o seu trabalho, daqui a 2 anos há um povo que pode fazer uma boa ou má avaliação.

    Eu vou continuar a minha vidinha, ora rindo, ora chorando, ora vociferando ou até desesperando.
    Re:A análise do Professor BladeRunner (Pontos:2)
    por nbk em 17-07-04 14:22 GMT (#45)
    (Utilizador Info) http://www.webards.net/
    Boas.

    "Há muito tempo conheci muito bem (tirem as vossas ilações) uma antiga dirigente da Quercus e, diga-se de passagem, até eu faço mais pelo ambiente do que eles. Afinal, não tenho um jipe para cortar mato a alta velocidade! Penso que o pessoal da LPN não deve andar muito longe, ou talvez as coisas já tenham mudado, isto seja extemporâneo, e eu não o saiba."

    És um tipo que acredita naquela treta que ensinam na filosofia a que dão o nome de empirismo. Nuff said.

    @643, Nbk

    Re:A análise do Professor BladeRunner (Pontos:3, Informativo)
    por joaorf em 17-07-04 14:28 GMT (#47)
    (Utilizador Info)
    Nunca vi um post contendo tantas baboseiras pegadas receber tantos pontos no Gildot...

    Há muito tempo conheci muito bem (tirem as vossas ilações) uma antiga dirigente da Quercus e, diga-se de passagem, até eu faço mais pelo ambiente do que eles.

    Ou seja, conheceste em tempos uma dirigente da Quercus e, ao jeito de qualquer bom iletrado, toca a extrapolar conclusões para todos "eles" (os da Quercus).

    Afinal, não tenho um jipe para cortar mato a alta velocidade!

    Ou seja, não teres um jipe torna-te automaticamente mais amigo do ambiente que "eles", os ambientalistas. Extraordinário...

    Penso que o pessoal da LPN não deve andar muito longe

    Aonde é que já vamos! Bastou-lhe conhecer uma dirigente da Quercus para, num instante, traçar o perfil dos membros da LPN!...

    Sinceramente, já não tenho paciência para aturar os pseudo-ambientalistas.

    Um bom indício que um indivíduo que não percebe puto do que está a dizer pode revelar é ele utilizar termos como "pseudo"-qualquer coisa. São os pseudo-intelectuais, os pseudo-ambientalistas,...

    Muito embora a Quercus tenha começado bem e independente, passou pela fase do jipe, e aora anda na fase do contra.

    Uhhh?

    Muito embora a Quercus tenha começado bem e independente, passou pela fase do jipe, e aora anda na fase do contra.

    Sinceramente, existe alguma razão para manter os ditos «modos de vida tradicionais», quando eles se tornam obsoletos? Porquê insistir e «apoiar» o artesanato, se não há mercado para ele? Se a actividade não subsiste por si, para quê prolongar-lhe a vida a soro?

    Esta das organizações ambientalistas serem defensoras do artesanato e dos "modos de vida tradicionais" é hilariante. De que planeta chegaste a semana passada?

    São os mesmos quercadas que se opôem à energia eólica, vá-se lá saber porquê. Qualquer dia, até a energia solar abominam, e decerto obterão um seu justo motivo para o fazer.

    Como tu próprio reconheces, não conheces as razões invocadas pelos ambientalistas. Na realidade, não mostraste saber minimanente de coisa alguma. Para que escreves então?

    Re:A análise do Professor BladeRunner (Pontos:1)
    por liberdade3 em 17-07-04 14:42 GMT (#53)
    (Utilizador Info)
    Nunca vi um post contendo tantas baboseiras pegadas receber tantos pontos no Gildot...

    Não acredito que estejas a falar a sério... Em relação aos pontos atribuídos a baboseiras, claro.

    Re:A análise do Professor BladeRunner (Pontos:2)
    por fhc em 20-07-04 13:03 GMT (#87)
    (Utilizador Info)

    Deixa-me adivinhar, és dirigente da Quercus.

    Quanto aos pontos em que estás em desacordo comigo, estes são factuais e baseados na minha experiência e no que leio nos jornais. A Quercus já por mais de uma vez disse fazer o que considero quixotesco: apoiar os «ditos» modos de vida tradicionais.

    Quanto à energia eólica é verdade que a LPN se opõe a ela, por (dizem) matar várias espécies protegidas por contusão. Pois é, está uma águia a caçar desprevenida e, tendo um parco sentido de visão, como todos sabemos, vai logo contra a hélice mais próxima. Olha, provavelmente leu o teu post e está-se a rir, de olhos fechados, não sabendo para onde voa.

    As organizações ambientalistas foram «infiltradas» (a terminologia é mesmo marxista) pelo bando do hash? Não sei. Mas os poucos que ainda tinham opinião independente sobre ambiente em Portugal foram-nas abandonando nos últimos anos. As organizações parecem mais bonecos de trapos que se movem a favor de interesses de português nenhum, tal como as miríades de «pseudo» associações cívicas que por aí populam.

    Sinceramente, quando interesses políticos e económicos se mascaram de filantropos, só um idiota os pode defender. Quem quer fazer política, faça-o às abertas, dentro dos partidos. Quem quer fazer negócios, para isso existem entidades jurídicas chamadas «empresas». Quem não consegue ver isto, é o pior tipo de cego, como oum homem chamado Cristo disse há dois mil anos.

    Logo, devo inferir que se há alguém que mostrou «não saber minimamente de coisa nenhuma» esse não ou eu.

    Francisco Colaço


    Portugal é constituído por duas nações: o país (de Setúbal ao Carregado, de Cascais ao Montijo), e o Portugal Profundo, que já se afundou.

    Re:A análise do Professor BladeRunner (Pontos:2)
    por hununu em 17-07-04 15:25 GMT (#62)
    (Utilizador Info)
    Entretanto, adiamos sine die o aumento da quota de energias renováveis, mesmo se imperfeitamente, e eu já não percebo que ambiente teremos em prolongar o carvão.

    Já estivemos mais longe...

    Podíamos e devíamos fazer muito mais, é verdade.

    Fórum Português de FreeBSD e outros BSDs
    Re:A análise do Professor BladeRunner (Pontos:2)
    por nbk em 17-07-04 14:19 GMT (#44)
    (Utilizador Info) http://www.webards.net/
    Boas.

    "A pergunta óbvia que se coloca é a seguinte: como é que a TVI ainda não substituiu o Professor Marcelo pelo Professor BladeRunner?"

    Calma, é preciso dar tempo ao tempo... isto com jeitinho tudo se consegue...

    @641, Nbk

    Re:A análise do Professor BladeRunner (Pontos:1)
    por @|7 em 18-07-04 22:26 GMT (#85)
    (Utilizador Info)
    Clap!Clap!Clap!

    Nem mais! Sou um user normal, não estava ainda registado mas resolvi registar-me porque considero que o Gildot que sempre foi referência para mim, está a ficar cada vez pior, principalmente com este editor que só tem estragado o ambiente.

    Como não há duas sem três... (Pontos:0, Engraçado)
    por Cirruz em 16-07-04 22:09 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    O Google, essa poderosa ferramenta de análise:

    Conclusões: as probabilidades do Professor BladeRunner ser o Papa ou Primeiro-Ministro são muito maiores do as de ser um mamífero vertebrado. As revelações são estonteantes!

    Cirruz

    Re:Como não há duas sem três... (Pontos:2)
    por Kmos em 17-07-04 8:53 GMT (#34)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    Pareces o Tony dos Impostos camuflado, mais uma aberração da natureza que não sabe manter a boca fechada quando o deve fazer?! critícos foleiros (sem ideias constructivas) e com uma visão de foice não são, nem nunca foram aqui precisos, ainda para mais para falar de política.. Obrigado! e não necessitas de responder, porque vai directo pro > trash

    I'm a lost soul in this lost world...
    Re:Como não há duas sem três... (Pontos:1)
    por dduarte em 17-07-04 14:16 GMT (#43)
    (Utilizador Info)
    Acho que opinião politica todos temos e tu (nem qualquer outra pessoa) não me parces a pessoa indicada para dizer quem deve dar opinião ou não.
    Ainda para mais em relação ao facto do google não ser a ferramenta apropriada para se saber determinado tipo de coisas.

    ... Ou então não.
    Como é que chegamos a isto? (Pontos:2)
    por liberdade3 em 16-07-04 22:23 GMT (#8)
    (Utilizador Info)

    Deixo um parágrafo do MST de hoje que diz tudo:

    E constato que vou ter a governar-me na Câmara de Lisboa alguém que nem sei quem é; a primeiro-ministro alguém que apenas se candidatou à Câmara de Lisboa; na presidência da Comissão Europeia alguém que foi o maior derrotado das eleições europeias, alguém que na hora decisiva se pôs ao lado da "arrogância e do unilateralismo" americano contra a Europa e alguém que jurou aos portugueses que não fugia, como o seu antecessor. E na Presidência da República alguém que se esqueceu de quem e porquê o elegeu. Ou seja: ninguém, de facto, me representa e, todavia, eu votei em todas as eleições. Entre mim e esta democracia há qualquer coisa que não bate certo.

    Re:Como é que chegamos a isto? (Pontos:1, Despropositado)
    por fhc em 16-07-04 22:36 GMT (#11)
    (Utilizador Info)

    Ainda pergunto como é que alguém pode ver no Miguel Sousa Tavares uma réstea de inteligência. O homem tem um pensamento e um modo de escrita que só me surpreenderiam num símio. Se não fosse filho de quem é, onde estaria ele?

    Sinceramente, ainda há pessoas que fazem o Paulo Portas parecer nana populista.

    Francisco Colaço


    Portugal é constituído por duas nações: o país (de Setúbal ao Carregado, de Cascais ao Montijo), e o Portugal Profundo, que já se afundou.

    Re:Como é que chegamos a isto? (Pontos:2)
    por cao_negro em 16-07-04 23:20 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    Devia estar no mesmo sitio que o professor Martelo, que se não fosse filho e afilhado de quem foi,
    não tivesse por isso a educação e os conhecimentos que tem,
    estaria a estas horas a comentar as novas contratações do Benfica ou do Porto na tasca lá do bairro.
    Re:Como é que chegamos a isto? (Pontos:2)
    por fhc em 20-07-04 13:10 GMT (#88)
    (Utilizador Info)

    Dificilmente um filho de um ex-ministro de Caetano e seu afilhado poderia ter alguma vantagem nisso. Não acho o Marcelo Rebelo de Sousa o mais claro dos comentadores políticos, mas qualquer pessoa reconhece nele um excelente comunicador. Será que ele está onde está por mérito próprio?

    Francisco Colaço


    Portugal é constituído por duas nações: o país (de Setúbal ao Carregado, de Cascais ao Montijo), e o Portugal Profundo, que já se afundou.

    Re:Como é que chegamos a isto? (Pontos:3, Interessante)
    por Cirruz em 16-07-04 22:46 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    O Miguel de Sousa Tavares tem um dom: consegue escreve parágrafos inteiros que fazem muito sentido, que são um bom soundbyte, mas que se os decomposermos nos seus elementos verificamos que são constituídos por pequenas mentirinhas e meias-verdades. Vamos fazer o teste do algodão?

    (...) na presidência da Comissão Europeia alguém que foi o maior derrotado das eleições europeias (...)

    Durão Barraso não fazia parte da lista da coligação "Força Portugal"... Durão Barroso não fez campanha pela mesma coligação... Como é que foi ele o grande derrotado das eleições?!? Intrigante...

    (...) alguém que na hora decisiva se pôs ao lado da "arrogância e do unilateralismo" americano contra a Europa (...)

    Será que França + Alemanha + Bélgica são a tal "Europa"? Será que Portugal + Espanha + Reino Unido + Itália + Dinamarca + Noruega + Polónia + República Checa + Hungria + Grécia não são a Europa? Einda mais intrigante...

    E na Presidência da República alguém que se esqueceu de quem e porquê o elegeu.

    Esta é a minha favorita. O que é pior: um Presidente que decide de acordo com a sua consciência e dentro da legalidade Constitucional, ou um Presidente manietado pela suposta "fidelidade ideológica"?!? Não é MST um grande crítico do compadrio, dos favores, do boyismo, tudo grandes exemplos de fidelidade no mau sentido?

    E já agora, quem é que elegeu o Dr. Sampaio? Com que superioridade moral é que o MST "cola" estes eleitores ao processo de decisão? Onde é que nas duas propostas eleitorais do Dr. Sampaio está escrito que numa situação como esta ele decidiria a favor da "esquerda", seja lá o que isso é?!?

    Tudo isto requer uma profunda análise no Google, que eu me prontifiquei a levar a cabo!

    Cirruz

    Re:Como é que chegamos a isto? (Pontos:3, Esclarecedor)
    por cao_negro em 16-07-04 23:24 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    (...) alguém que na hora decisiva se pôs ao lado da "arrogância e do unilateralismo" americano contra a Europa (...)

    e que agora é contra, vejam o comentario do Pacheco Pereira em:

    FUTURO PRESIDENTE DA COMISSÃO ATACA POLÍTICA EXTERNA DE PORTUGAL
    Quando se pronunciou sobre a “arrogância” e o “unilateralismo” americano, que, pelos vistos, “detesta”, (não percebo se na época da Cimeira das Lajes essa “arrogância” era menor), o futuro Presidente da Comissão Europeia atacou a política externa portuguesa, criando dificuldades para Portugal.

    Re:Como é que chegamos a isto? (Pontos:2, Esclarecedor)
    por nectarine em 17-07-04 2:42 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    Será que França + Alemanha + Bélgica são a tal "Europa"? Será que Portugal + Espanha + Reino Unido + Itália + Dinamarca + Noruega + Polónia + República Checa + Hungria + Grécia não são a Europa? Einda mais intrigante...

    A Europa são as pessoas que cá vivem... os milhões de pessoas que sairam à rua contra a guerra. Os milhões de portugueses, espanhois, britanicos, italianos... que estavam contra a decisão dos seus governos. Mas para individuos como tu, a opnião das pessoas pouco conta não é? Aliás, para pessoas como tu, o ideal era mesmo as pessoas não terem opnião. Que se lixem as pessoas, a Europa somos nós: os governantes!

    Re:Como é que chegamos a isto? (Pontos:1)
    por being em 17-07-04 3:02 GMT (#25)
    (Utilizador Info)

    Em principio os governantes sao eleitos pelas pessoas(de que falas). É impossivel toda a gente estar de acordo com uma coisa, por isso existem maiorias. Que sistema sugeres ?

    "Que se lixem as pessoas, a Europa somos nós: os governantes!" -- acho que nao podes por isto assim, os governantes sao eleitos pelas pessoas (nao pode ser toda a gente ouvida, eles, quer queiramos quer nao, estao a representar-nos)!

    "The world is now too dangerous for anything less than Utopia." --R.Buckminster Fuller.

    Re:Como é que chegamos a isto? (Pontos:2)
    por joao em 17-07-04 3:40 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://www.nonio.com
    Foram mais as pessoas que ficaram em casa do que as que foram para a rua.

    ----
    joao
    nonio.com - ciência, tecnologia e cultura
    Re:Como é que chegamos a isto? (Pontos:1)
    por liberdade3 em 17-07-04 8:54 GMT (#35)
    (Utilizador Info)

    Isso até com o 25 de Abril é verdade. Tapar o sol com uma peneira.

    O Aznar já lá vai. Infelizmente o Sampaio evitou que o nosso José Manuel fosse julgado em eleições. É triste.


    Re:Como é que chegamos a isto? (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 17-07-04 17:46 GMT (#70)
    (Utilizador Info)
    Durão Barraso não fazia parte da lista da coligação "Força Portugal"... Durão Barroso não fez campanha pela mesma coligação... Como é que foi ele o grande derrotado das eleições?!? Intrigante...

    O Durao era o presidente do partido nessa altura, logo a nao ser que queiras armar-te em politico e tentar fazer duma derrota uma vitoria, foi ele o derrotado das eleicoes. O resto é conversa...

    Open Source não tem bugs !
    Bugs são um exclusivo de produtos Microsoft (patent pending).
    Esta assinatura contém o selo de aprovação CrLf

    Quit it (Pontos:5, Esclarecedor)
    por techn0id em 16-07-04 22:27 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    Gamito,

    Sempre tive por ti o maior respeito e consideração desde que leio o gildot. Sempre considerei a tua inclinação para publicar artigos sobre as mais variadas áreas da cultura algo salutar e que merece o meu aplauso. Palavra de honra que sim.

    Agora, por favor, não faças do gildot o teu parapeito onde vens manifestar as tuas cores políticas através de intricadas e disfarçadas piadinhas e trocadilhos no corpo dos artigos sobre a "crise política" que se está a passar. Sinceramente só te fica mal, especialmente quando estamos a falar de posts escritos e aprovados automaticamente pela mesma pessoa. Já basta o facto do gildot nos últimos dias se ter tornado um fórum político.
    Re:Quit it PART II (Pontos:1)
    por SK_pt em 17-07-04 4:10 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    Não tem realmente muita lógica meter política aqui. No entanto, fui uma vez a uma página Internet de um partido liberal português, se fizerem pesquisa acham. Aquilo está semi abandonado, mas digo-vos, se lerem os ideias é complicado um informático não simpatizar com o Partido Liberal português. Sempre tive uma ideia dos informáticos a nível geral bastante liberais, ou seja centristas acima de tudo e com bocados de esquerda e bocados de direita. Sempre achei que eram na sua maioria, pertencentes àquele bloco central que faz a diferença se ganha o PS ou o PSD porque tanto podem votar num como noutro.
    Re:Quit it (Pontos:3, Esclarecedor)
    por Gamito em 17-07-04 5:26 GMT (#31)
    (Utilizador Info) http://www.startux.org/
    Boas,

    Eu não manifestei as minhas cores políticas no artigo, porque simplemente não as tenho.
    Sou absoluta e profundamente apartidário, porque considero que vivemos num regime de partidocracia e não de Democracia.

    Por isso mesmo, sou um abstencionista consciente.
    Recuso-me a votar enquanto a política e os políticos deste país não mudarem.
    Infelizmente ao que assistimos hoje em dia é à fuga dos verdadeiramente capazes de dirigir este país para o privado. Por duas razões: porque ganham muito mais (não se pode tocar nos ordenados dos ministros, porque o povão acha que eles já são uns chulos e uns ladorões que não fazem nada e ganham pipas de massa) e por causa de um certo nojo que muitos já têm da política, como já tinham há muito tempo do futebol.

    Quanto à parte opinativa do meu artigo, meti-a só porque não tencionava particpar na thread, por falta de tempo (neste momento são 6:18 AM) e quanto ao estilo, olha, foi o que saiu.

    Em relação à quantidade, está implícito, ou explícito no artigo que seria o último sobre o tema.

    Obrigado pelas tuas palavras.

    P. S.: Sempre há alguém por estas bandas que sabe criticar sem recorrer ao insulto fácil e gratuito, à piada boçal, ou quando nem a isso o QI permite, à "perseguição" pura e simples, seja assumida, disfarçada por trás de nikcs que nada dizem ou por falta de contacto.
    Por isso, a uma crítica como a tua, eu respondo sempre. Nem que seja a estas horas :)
    Bom fim de semana!

    Mário Gamito
    www.startux.org
    Re:Quit it (Pontos:4, Interessante)
    por techn0id em 17-07-04 9:46 GMT (#37)
    (Utilizador Info)
    De facto os teus trocadilhos (que são patentes, tanto neste artigo como nos outros, sabes disso e não o negaste) podem significar tanto que 'es anti-PSD e anti-Santana Lopes como podem significar (o que pelos vistos e' mais certo) seres anti-tudo no que a política diz respeito. Se me perguntares, dada a incompetência generalizada dos políticos actuais, não estranho de todo essa posição e em parte acabo por partilhá-la. Bastava há uns tempos ver as emissões do Canal Parlamento para perceber o que é que se anda a passar no chamado "país político".

    O meu aborrecimento simplesmente deriva de ver tantas opiniões diferentes defendidas na praça pública com um ódio muito característico à facção política oposta. O facto de chamares ao PM demissionário José Manuel Barroso fez-me imediatamente lembrar o Francisco Louçã que, quando apareceu na cena política parecia ser de facto uma lufada de ar fresco muito bem vinda. Aliás, o BE chegou a marcar posições a favor das Medicinas Alternativas e do Software Livre e isso julgo que quase todos neste fórum apreciam (pelo menos no que ao software diz respeito). Agora o que me entristece e me repudia é ver que esse mesmo senhor (particularizando um pouco) cada vez que é questionado em plena televisão até parece que os olhos lhe vão saltar a qualquer momento das órbitas tal é a raiva debitada. Enfim, cheirou-lhe que podia chegar ao poder coligado com o outro partido de esquerda e uma vez que o PR lhe retirou a perspectiva do doce, está birrento. Acontece. O poder, nomeadamente o político e executivo, cega muitas pessoas.

    Não estou com isto a defender o actual governo, que tomará posse hoje, segundo parece. Confesso que a minha opinião sobre a política em Portugal não se rege por ter mais simpatia por A, B ou C mas sim pela qual sinto menos antipatia. Negativista? Talvez. Confesso que não me revejo minimamente no modo de fazer política do PS, nomeadamente na maneira como fez oposição nos últimos dois anos, mas digo muito sinceramente (para quem quiser acreditar) que caso vençam as próximas eleições e façam realmente tanto pelo país como apregoam agora, contarão com o meu total apoio e simpatia. Infelizmente se formos a ver bem, os governos de Cavaco Silva foram criticados porque aparentemente não prestavam, o governo de Guterres abandonou porque já não tinha mais condições e consequentemente não prestava, o de Durão Barroso pelas fortes críticas que sofreu pela lógica também não prestava e o que vai tomar posse hoje ainda não tomou posse e parece que também já não presta. É difícil prestar em Portugal...

    Estamos conversados. Bom fim-de-semana para ti também!
    Re:Quit it (Pontos:2)
    por nbk em 17-07-04 14:52 GMT (#55)
    (Utilizador Info) http://www.webards.net/
    Boas.

    "Estamos conversados. Bom fim-de-semana para ti também!"

    Para ti tb. Gostei de ler. Thks.

    @664, Nbk

    Re:Quit it (Pontos:2)
    por nbk em 17-07-04 14:51 GMT (#54)
    (Utilizador Info) http://www.webards.net/
    Boas.

    "Por isso mesmo, sou um abstencionista consciente.
    Recuso-me a votar enquanto a política e os políticos deste país não mudarem."

    Bem, está bem. Aproveita e fica sentado. É que os outros oito milhões, seiscentos e oitenta e sete mil, novecentos e quarenta e quatro podem demorar algum tempo a fazer essa mudança por ti.

    Ah, e se acreditares na história da cigarra e da formiga, dá uma revisão geral enquanto esperas. :-)

    @663, Nbk

    Re:Quit it (Pontos:2)
    por MacLeod em 17-07-04 15:46 GMT (#63)
    (Utilizador Info)
    Por isso mesmo, sou um abstencionista consciente.

    Conseguiste combinar na mesma frase duas palavras completamente incompatíveis. A democracia já tem um mecanismo para quem está descontente com o "sistema" - o voto em branco. E qualquer discussão que passe por defender a abstenção em detrimento do voto em branco só pode ser uma demonstração de hipocrisia.

    Por duas razões: porque ganham muito mais (não se pode tocar nos ordenados dos ministros, porque o povão acha que eles já são uns chulos e uns ladorões que não fazem nada e ganham pipas de massa)

    Pode-se tocar nos ordenados dos ministros (se vires bem, têm sido constantemente aumentados ao longo dos anos). Uma coisa que as pessoas parecem não perceber é que a maior parte (se não a totalidade) dos ordenados na administração pública são "indexados" ao salário mínimo. Isto significa que para aumentar significativamente o salário dos políticos terá de se aumentar significativamente o salário mínimo (com todas as consequências disso). Existe obviamente outra maneira, mas implica alterar uma chusma de legislação para a qual seria necessário um consenso parlamentar muito acima do razoável (para além de, como dizes, as interferências do "povão"). Não me admiraria nada que dividindo o salário dos políticos pelo salário mínimo daria, no caso português, um valor muito acima dos seus congéneres europeus.

    Re:Quit it (Pontos:2)
    por blacksheep em 17-07-04 16:38 GMT (#67)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    A democracia já tem um mecanismo para quem está descontente com o "sistema" - o voto em branco.

    O voto em branco apenas significa que não há nenhum partido político que lhe interesse. Mas não que está descontente com o tipo de política que se pratica, como me pareceu ser o caso do gamito.

    Além disso, a abstinência é a única que tem projecção nos meios de comunicação.
    Re:Quit it (Pontos:2)
    por smsp em 18-07-04 0:40 GMT (#75)
    (Utilizador Info)
    Além disso, a abstinência é a única que tem projecção nos meios de comunicação.

    Pelas razões erradas, como a daquela senhora que, deitada na toalha de praia a tomar banhos de sol, dizia com cara séria ao jornalista "Não devo ir votar hoje, não senhor. Porquê? Porque não tenho tempo."

    «You cannot steal a gift, which is what code released under the BSD license is.»

    Re:Quit it (Pontos:2)
    por mvalente em 18-07-04 17:47 GMT (#82)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Recuso-me a votar enquanto a política e os políticos deste país não mudarem.

    E no entanto, quando eles mudam (ie Santana Lopes), toda a gente (e tu) se apressam a criticar os copos, a Kapital, as gajas... Como se nao fosse algo q todos fizemos/fazemos e os "politicos", qual raça superior, devessem a isso ser incolumes.

    Ou apenas te recusas a votar enquanto os politicos nao mudarem para o q te interessa e dá jeito ? E a "mudança" (leia-se "responsabilidade") da visão soarista da Presidencia da Republica (estilo "força de bloqueio") efectuada pelo Jorge Sampaio tb foi mais uma "mudança sim, tenho amigos q são, mas a mim não me dá jeito" ?

    Cumprimentos

    Mario Valente

    PS - Eu, q até tinha aspirações ao cargo de Ministro da Ciencia e Tecnologia, já tirei daí as ideias: já sei q o meu cabelo comprido nos tempos idos da juventude e uns posts mais caralhudos na Usenet me vão eliminar à partida... pedras atiradas, claro, por padres, santos e outros martires puros, virgens e sacrossantos.

    Re:Quit it (Pontos:2)
    por Gamito em 18-07-04 18:20 GMT (#83)
    (Utilizador Info) http://www.startux.org/
    Mário, onde é que eu falei de kapital, copos e gajas ?

    Mário Gamito
    www.startux.org
    Eu... é que sou o 1º (Pontos:2)
    por dmaster em 16-07-04 22:33 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    O Santana Lopes é um político da linha direito-centro-esquema-guito-kapital-eu é que sou o rei, vocês vêm e me lambem as botas se quiserem, se não quiserem vão %#$%&!%.

    Ou seja, status quo. Qual é a diferença?
    Só faltou a cereja! (Pontos:2, Esclarecedor)
    por Cirruz em 16-07-04 23:59 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    A minha opinião é que isto foi tudo muito bom, quer para os políticos envolvidos, quer para o país em geral. Isto porque o número de beneficiados foi largamente superior ao número de prejudicados. Senão, veja-se:

    Os beneficiados:

    • Dr. Durão Barroso - passará a ocupar o cargo político mais importante da Europa (muito bom para ele, catita para Portugal).
    • Dr. Pedro Santana Lopes - passará a ocupar o cargo político mais influente de Portugal (apesar de não saber "administrar" uma família).
    • Dr. Ferro Rodrigues - num acto de malabarismo, conseguiu (a inevitabilidade de) abandonar o barco com o queixo mais ou menos erguido, sem passar por um Congresso do PS que seria um autêntico linchamento.
    • PSD - conseguiu o 2 em 1: uma super-remodelação governamental com sabor a tomada de posse depois de eleições.
    • PS - livrou-se da cangalhada mais à Esquerda, que não conseguiu sair dos anos 80, quanto mais do Século XX. Além disso, desacoplou do processo Casa Pia, que ainda vai dar muito que falar.
    • Bloco de Esquerda - com o hari-kari da brigada do reumático do PS, ganhou margem de manobra nesse grande chavascal que é o espaço político que vai entre a garganta da Dra. Ana Gomes e subconsciente do Dr. Francisco Louçã.
    • Novos ministros - ganham notoriedade e a possibilidade de irem para a reforma quando ainda não necessitam de tomar Viagra.
    • Comunicação-Social - conseguiu capitalizar importantes audiências enquanto não apareceram os fogos florestais, as miningites, e os MILHARES de mortos pelas vagas de calor.
    • Finalmente, o Povo Português - continuará com um Governo que, apesar de manchado aqui e ali pela nossa tão característica imcompetência, ao menos acredita no liberalismo económico conseguido através da economia de mercado, ao contrário do que se passaria se as forças contrárias tivessem "ganho"! Lembre-se sempre de uma coisa: a livre economia de mercado é o único denominador comum entre os países mais ricos de todos os continentes!
    Os prejudicados
    • Dr. Jorge Sampaio - infelizmente, viu-se colocado numa situação para a qual não contribuiu, e ainda por cima, saía queimado com qualquer decisão que tomasse. Actualmente, encontra-se numa situação idêntica à de uma tipa culta e asseada que vai trabalhar para um bordel: é desprezada pela família e nunca será considerada uma verdadeira puta pelas colegas de trabalho!
    • O grandioso Partido Comunista Português - à medida que os Alentejanos mais velhos vão morrendo, vai perdendo cada vez mais eleitorado. Além disso, outra parte tem sido "devorada" pelo Berloque, que apresenta uma imagem mais janota e até sabem mandar SMSs expontâneos!
    E prontos, penso logo existo.

    Cirruz

    Re:Só faltou a cereja! (Pontos:2)
    por 4Gr em 17-07-04 0:19 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Concordo quanto à parte do liberalismo económico, mas também é importante pesar o liberalismo individual, não vá a balança pesar demasiado à direita!

    Ricos sim, mas felizes.

    Dominus vobiscum
    Re:Só faltou a cereja! (Pontos:1)
    por Cirruz em 17-07-04 0:39 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    Penso que a liberdade individual é um dado adquirido em todas as tendências, quer do PSD, quer do PS. Mas tens toda a razão.

    Movimento Libertário em Portugal, JÁ!

    Cirruz

    Re:Só faltou a cereja! (Pontos:2)
    por Cyclops em 17-07-04 0:44 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Finalmente, o Povo Português - continuará com um Governo que, apesar de manchado aqui e ali pela nossa tão característica imcompetência, ao menos acredita no liberalismo económico conseguido através da economia de mercado, ao contrário do que se passaria se as forças contrárias tivessem "ganho"! Lembre-se sempre de uma coisa: a livre economia de mercado é o único denominador comum entre os países mais ricos de todos os continentes!
    O Povo não ganhou nada exepto uma vaga esperança de estabilidade, que não só não está garantida como se adivinha inexistente (PSL já quer mudar os ministérios de terra, será que tem participação directa ou indirecta com empresas de mudanças?)...

    O problema típico da direita é "liberalismo" (eu chamo-lhe tirar a caspa do capoto, lavar as mãos, etc... e não liberalismo) económico e controlo do povo, isto é, para as empresas e os capitais, liberalismo, para o povo, regras e mais regras (a religião, a penalização do aborto, drogas leves, redução da liberdade de expressão e outras liberdades cívicas, etc...).

    Isto não é abonatório de forma alguma para povo algum, e por isso se explica a procura incessante pelo centro: a esquerda diz-se ter fortes preocupações económicas, e a direita diz-se ter fortes preocupações sociais, mas acaba por não sair nem porco nem salsicha. Sai aborto.

    Os nossos políticos deveriam tomar conta do país como uma empresa sem fins lucrativos, mas com obrigação de manter elevado o moral e acumular poupanças para o que puder acontecer, contudo quando há discussão na assembléia é mais comum o insulto do que a concentração em fazer uma boa lei.

    E depois vem o outro problema... aplicar a lei.
    Re:Só faltou a cereja! (Pontos:2)
    por CrLf em 17-07-04 4:52 GMT (#29)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    PSL já quer mudar os ministérios de terra

    Só se mantém igual a si mesmo, aplicando uma dose generosa de populismo, atirando terra para cima daqueles que não sabem o que é descentralização(*).

    Dica: não é mudar os ministérios de terra, o que é estúpido e cria redundância e dificuldades de comunicação entre eles (o nome "Administração Central" tem razão de ser) mas sim criar coisas como "lojas do cidadão" fora de Lisboa e Porto e deixar algumas decisões locais para quem de direito, a administração local (!= caciques).

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Só faltou a cereja! (Pontos:2)
    por fhc em 20-07-04 13:37 GMT (#89)
    (Utilizador Info)

    Pôrra, consegues-te contradizer que é um mimo! Ou és de Lisboa e tens desculpa ou então és mesmo um ingénuo.

    Ó meu caro, retirar umas dezenas de milhar de funcionários de Lisboa e colocá-los a viver no resto do país é mau para que economia regional? Já agora, posso-te dizer que as câmaras municipais têm competências a mais. E por isso é que o nosso país é o que é em termos de ordenamento do território. Pois, se não sabes engoles, a imprensa nacional controla as coisas na Nação (Lisboa e Arredores). Quanto ao Portugal profundo, este está tomado por autarcas mais ou mais corruptos, de diversas cores, e até por vezes camaleónicos quando lhes dá jeito.

    A imprensa local não monitoriza nada, está mais interessada em receber uns subsídiozinhos da câmara municipal do que dizer a verdade. Digo-to eu, que tive o que hoje é primeiro ministro a pedir ao director de um jornal local para as minhas crónicas não saírem (e elas deixaram de sair porque o jornal devia favores à Câmara). E não o culpo a ele, nem ao director d'O Figueirense. Culpo à capacidade excessiva de as câmaras municipais decidirem os seus subsídios e à imprensa nacional que afinal cinge a nação mais ou menos à zona onde o teu rabo encontra a cadeira de onde tu lês esta mensagem.

    Mudar os ministérios de Lisboa é uma medida sobremaneira acertada (e ainda gostaria de saber se foi uma crónica minha n'O Figueirense --- antes do débacle --- no debate da regionalização que despoletou esta idéia ao Pedro Santana Lopes), e vim a saber que os ingleses o têm vindo a fazer com bastante agrado. Afinal, vendem-se imóveis nobres em Lisboa, passando-os para a iniciativa privada e compram-se imóveis baratos noutros lados, o que custeia a mudança.

    Os Ingleses mudaram os serviços da Segurança Social de Londres para Newcastle, e a defesa de Londres para Aldershot. Se o Leitão quiser comentar, como correspondente local, não seja eu a dizer-te como correu.

    Francisco Colaço


    Portugal é constituído por duas nações: o país (de Setúbal ao Carregado, de Cascais ao Montijo), e o Portugal Profundo, que já se afundou.

    Re:Só faltou a cereja! (Pontos:2)
    por nbk em 17-07-04 15:00 GMT (#57)
    (Utilizador Info) http://www.webards.net/
    Boas.

    "Os nossos políticos deveriam tomar conta do país como uma empresa sem fins lucrativos, mas com obrigação de manter elevado o moral e acumular poupanças para o que puder acontecer, contudo quando há discussão na assembléia é mais comum o insulto do que a concentração em fazer uma boa lei."

    Tal não vai ser possivel nos próximos anos. Nós devemos "bué da papel" ao FMI.

    (Eheh, isto agora fez-me lembrar o José Mário Branco, ou como diria o grande Batista Bastos, "esse grande fascisóide do 25 de abril". Lols)

    @670, Nbk

    Re:Só faltou a cereja! (Pontos:2, Interessante)
    por nectarine em 17-07-04 2:18 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    Esqueceste-te do verdadeiro vencedor disto tudo. O CDS/PP. Um partido ja em fase de decomposição avançada, que não agrada a muito mais que 2% da população portuguesa consegue meter 4 ministros no governo. É obra...

    Lembre-se sempre de uma coisa: a livre economia de mercado é o único denominador comum entre os países mais ricos de todos os continentes!

    Yep, todos nós sabemos que os paises europeus nórdicos são o bastião do capitalismo(NOT)...
    Ups, tu estás a falar de riqueza e não de qualidade de vida. Sim, bem visto. Países como Angola, Argentina, Eua são países muito ricos! Pena é que a riqueza esteja na mão de meia duzia ;-)

    Mas não temas, vai ficando por Portugal! Caso tenhamos a sorte do Dubya ser reeleito, pode ser que daqui a 4 anos estejamos a fazer todo o nosso outsourcing para os EUA para aproveitar a mão de obra barata do average Joe Shmo/Six-Pack.

    Re:Só faltou a cereja! (Pontos:1)
    por Cirruz em 17-07-04 12:37 GMT (#39)
    (Utilizador Info)
    Yep, todos nós sabemos que os paises europeus nórdicos são o bastião do capitalismo(NOT)...

    Ehehe, então agora os países do Báltico não são capitalistas? Aquelas bolsas de valores são o quê, fachadas para os comités centrais?!? Sinceramente... Acho que vai uma confusão muito grande nessa cabeça entre o que é Socialismo e Social-Democracia!

    Cirruz

    PS - atenção: a Coreia do Norte e Cuba não são países Nórdicos!

    Re:Só faltou a cereja! (Pontos:3, Esclarecedor)
    por André Simões em 17-07-04 14:10 GMT (#42)
    (Utilizador Info) http://andre.catus.net
    O socialismo democrático e a social-democracia são efectivamente a mesma coisa, de resto todos os partidos sociais-democratas do mundo (excepto o nosso, evidentemnte) estão na Internacional Socialista. Agora sim, defende a economia de mercado, como todos os partidos sociais democratas do mundo.

    ---
    Omnia aliena sunt: tempus tantum nostrum est. (Séneca)
    "Tudo nos é alheio: apenas o Tempo é nosso."

    ERRATA (Pontos:2)
    por André Simões em 17-07-04 15:10 GMT (#61)
    (Utilizador Info) http://andre.catus.net
    Onde se lê Agora sim, defende a economia de mercado, como todos os partidos sociais democratas do mundo. leia-se:

    Agora sim, defendem a economia de mercado, como todos os partidos socialistas democráticos do mundo.

    ---
    Omnia aliena sunt: tempus tantum nostrum est. (Séneca)
    "Tudo nos é alheio: apenas o Tempo é nosso."

    Re:Só faltou a cereja! (Pontos:2)
    por nbk em 17-07-04 15:02 GMT (#58)
    (Utilizador Info) http://www.webards.net/
    Boas.

    "PS - atenção: a Coreia do Norte e Cuba não são países Nórdicos!"

    E a grande China? Perspicácia, hein? :-)

    @671, Nbk

    Re:Só faltou a cereja! (Pontos:2)
    por Kmos em 17-07-04 8:59 GMT (#36)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    Agora gostei ;-) hehe.. principalmente daquela parte.. "Dr. Jorge Sampaio - infelizmente, viu-se colocado numa situação para a qual não contribuiu, e ainda por cima, saía queimado com qualquer decisão que tomasse. Actualmente, encontra-se numa situação idêntica à de uma tipa culta e asseada que vai trabalhar para um bordel: é desprezada pela família e nunca será considerada uma verdadeira puta pelas colegas de trabalho!"

    Muhahahaha! =)

    I'm a lost soul in this lost world...
    Re:Só faltou a cereja! (Pontos:1)
    por liberdade3 em 17-07-04 14:24 GMT (#46)
    (Utilizador Info)
    Uou... uma análise à prof. Marcelo Rebelo de Sousa: certa q.b., tendenciosa q.b. e ... errada (!) q.b. Afinal deves ser mas é tu que o queres substituir na TVI... Vejamos:
    • DB: sofre uma humilhação... humilhante perante toda a europa pela forma como o processo se desenrolou, mas consegue o que quer: ganhar bem continuando na política, ter visibilidade internacional e muita diplomacia para fazer. A nível interno ficará queimado ou não, mediante a sua prestação durante estes cincos anos na CE. Ainda há a hipótese de não ser confirmado pelo PE mas aí seria uma pequena catástrofe a nível europeu, e uma forte derrota para o conselho europeu. Isto pouco depois duma outra já sofrida com a decisão do tribunal sobre o perdão dos défices excessivos de França e Alemanha.
    • PSL: finalmente meteu o seu nome na história política. Bem ou mal, ficará como o PM do XVI governo da república. Ele, que tal com o DB, Mário Soares, Freitas do Amaral, Marcelo R.S (etc) julgam-se predestinados políticos, livra-se de chegar ao calvário em que estão actualmente FA ou MRS.
    • FR: perde oportunidade de ser PM agora e... para sempre. Quanto muito será ministro em 2006 se o PS ganhar as eleições ou será administrador da TAP, ou GALP, se ainda forem estatais na altura. É que o PS está em divida com ele por ter feito a travessia do deserto.
    • PSD: insert new coin for an extra life (no comments)
    • PS: ficam a arrumar a casa e lamber as feridas
    • BE,PCP: perderam a hipótese de virem a ser aquilo que o PP actual é
    • novos ministros: herdam uma situação política, económica, financeira e social má... e apenas com dois anos para provarem o que valem. Têm a maior parte do país contra eles e desconfiado. Qualquer erro que cometam será fatal. Não invejo o lugar de nenhum. Talvez por isso nenhum nome sonante quer do partido quer da "sociedade civil" tenha surgido.
    • povo português e democracia: sofrem uma pesada machadada. Quando a opinião geral era para que houvesse novas eleições, quando o governo estava em descrédito, surge uma decisão, legítima, contrária a tudo isto, mas eu seu nome!
    • sampaio: grande derrotado disto tudo. Tinha um cenário simples e fácil: convocar novas eleições. Ninguém o poderia acusar de nada, porque em última análise teria feito funcionar a democracia e dado de facto o poder ao povo. Assim, além de ter entrado em patéticas contradições (passou a vida a dizer que o défice não era tudo mas agora quer que seja cumprido? daaahhh?!) fica responsável pela merda que este governo venha a fazer. Se se safar bem (o governo) será mérito de PSL e não de Sampaio. A analogia das putas foi excelente.

    Re:Só faltou a cereja! (Pontos:2)
    por smsp em 18-07-04 0:54 GMT (#76)
    (Utilizador Info)
    Se o governo se safar bem, será também mérito do Sampaio, que lhes deu a hipótese que tu não davas (e quem diz isto é um socialista convicto, aparentemente o único que admitia qualquer decisão do PR.) E além disso, ainda hoje voltou a falar do défice, e a reiterar a opinião de que, sendo uma meta importante, não é algo que justifique que se ponha completamente de lado as políticas sociais.

    «You cannot steal a gift, which is what code released under the BSD license is.»

    Re:Só faltou a cereja! (Pontos:1)
    por liberdade3 em 18-07-04 1:23 GMT (#78)
    (Utilizador Info)
    Se o governo se safar bem, será também mérito do Sampaio
    Não fui explícito aqui: se o governo se safar bem, só será dado crédito a PSL. Quem é que se vai lembrar de Sampaio se o PSD ganhar em 2006? Os socialistas vão odiá-lo e os sociais-democratas vão ignorá-lo. Tão simples quanto isto.

    que lhes deu a hipótese que tu não davas
    Não dava?! Claro que dava! Queres melhor hipótese, teórica é certo, que umas eleições livres e abertas? Esta é que era a beleza da solução: não tinha falha possível. Quer as previsões apontassem para uma vitória do PSD, quer até para o BE, continuava a ser a solução fácil e correcta. Infelizmente há pessoas que gostam de complicar o simples.

    Re:Só faltou a cereja! (Pontos:2)
    por smsp em 18-07-04 16:43 GMT (#81)
    (Utilizador Info)
    Ah sim, quanto a isso tens razão - o crédito seria atribuído apenas ao Santana.

    Quanto às eleições - também concordo. Eu, no lugar do Sampaio, também convocaria eleições. Mas compreendo perfeitamente que esta é uma situação legítima e constitucional. O que quero dizer é que não foi cometido nenhum crime, como algumas pessoas parecem pensar...

    E aquela Ana Gomes, quase histérica, a dizer palavras que outros lhe ensinaram... Sinto vergonha cada vez que ela aparece na televisão, sinceramente.

    «You cannot steal a gift, which is what code released under the BSD license is.»

    Re:Só faltou a cereja! (Pontos:2)
    por nbk em 17-07-04 14:56 GMT (#56)
    (Utilizador Info) http://www.webards.net/
    Boas.

    Existem posts que deviam figurar no "hall of fame" do gildot.

    AJC, espera que faças backups regulares.

    Having fun,

    @666, Nbk

    Re:Só faltou a cereja! (Pontos:1)
    por simul em 17-07-04 17:24 GMT (#68)
    (Utilizador Info)
    São tantas as barbaridades que nem sei bem por onde começar, mas comento apenas uma pois tenho mais que fazer (talvez a que à primeira vista é mais inócua, mas que demonstra bem o terceiro mundismo que é PT):

    Quando é que vamos parar com a porcaria dos Dr? Todos eles no estrangeiro por não terem DOUTORAMENTO são Mr.
    Aliás teve piada na final do Euro2004 terem metido Dr. para o nosso presidente e para o nosso primeiro ministro e Mr. para o primeiro ministro Grego...
    Agora voltámos ao Sr. Enginheiro (a ler com sotaque do Porto) para um dos candidatos a presidente do PS.

    Ora bolas! Não há paciência para esta subserviência bacoca. Geralmente as pessoas tratam os outros por Dr. porque normalmente também gostam/gostariam de ser tratados por Dr. Infelizmente segundo as últimas estatísticas apenas 1/5 dos PT têm o 12 ano, quase não há aulas à noite nas universidades e temos Profs no desemprego. Que miséria... e que políticos miseráveis.

    Para rematar assino com a devida ironia.
    Simul, PhD

    Re:Só faltou a cereja! (Pontos:1)
    por Cirruz em 17-07-04 19:14 GMT (#71)
    (Utilizador Info)
    Eu estou-me borrifando para o Dr. ou o Mr.. Não atentam contra a minha liberdade individual, uma vez que não sofro de complexos de inferioridade ou de superioridade. Além disso, se tal significar o respeito pelo destinatário, até sinto prazer em fazê-lo.

    Cirruz

    O Velho e o Médico (Pontos:5, Engraçado)
    por bgravato em 17-07-04 2:26 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    Enquanto suturava uma laceração na mão de um velho lavrador (ferido por um caco de vidro indevidamente deitado na terra), o médico e o doente começaram a conversar sobre o Santana Lopes.
     
    E o velhinho disse:
    - Bom, o senhor sabe...o Santana é uma tartaruga num poste...
    Sem saber o que o camponês quer dizer, o médico perguntou o que era uma tartaruga num poste.
     
    A resposta foi:
    - É que quando o senhor vai por uma estradinha e vê um poste da vedação de arame farpado com uma tartaruga a equilibrar-se no cimo dele, isso é uma tartaruga num poste...
    O velho camponês olhou para a cara de espanto do médico e continuou com a explicação:
    - Você não entende como é que ela lá chegou ;
    - Você não acredita que ela esteja lá;
    - Você sabe que ela não subiu para lá sozinha;
    - Você sabe que ela não deveria nem poderia lá estar ;
    - Você sabe que ela não vai conseguir fazer absolutamente nada enquanto lá estiver;
    - Então tudo o que temos a fazer é ajudá-la a descer do poste!
    _______________
    "When the only tool you have is a hammer, every problem starts to look like a nail."
    Re:O Velho e o Médico (Pontos:2)
    por CrLf em 17-07-04 4:54 GMT (#30)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Ela vai acabar por fingir que desiste de estar no poste e depois vai cair mesmo em cima do arame farpado...

    -- Carlos Rodrigues
    Re:O Velho e o Médico (Pontos:2)
    por nbk em 17-07-04 15:05 GMT (#59)
    (Utilizador Info) http://www.webards.net/
    Boas.

    Mas entretanto aparece o Coelho da Páscoa, o Pai Natal e a Fada Madrinha e resolvem a situação. "Calma", grita a fada, "O Povo É Sereno"...

    @673, Nbk

    Re:O Velho e o Médico (Pontos:2)
    por techn0id em 17-07-04 23:37 GMT (#74)
    (Utilizador Info)
    Tanto ódio ao Santana Lopes, CrLf... serão desavenças antigas por causa da Cinha Jardim? ;)
    Re:O Velho e o Médico (Pontos:2)
    por CrLf em 18-07-04 14:21 GMT (#79)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    É, deve ser. Pena que a tipa consiga ser ainda mais embirrante que ele.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:O Velho e o Médico (Pontos:2)
    por smsp em 18-07-04 0:59 GMT (#77)
    (Utilizador Info)
    Ao ler o teu post, só me ocorreu "mas a tartaruga não se aleijaria, pois está protegida pela carapaça", o que me levou a pensar em quantidades industriais de gel. Bem, já estou a divagar muito...

    «You cannot steal a gift, which is what code released under the BSD license is.»

    Deus, Pátria e Família (Pontos:2)
    por CrLf em 17-07-04 4:46 GMT (#28)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Quanto ao nosso novo PM e à forma como chegou ao lugar, já disse tudo na discussão anterior. Quanto à composição do novo governo, só tenho a dizer que é triste ver que além de um PM que não foi a eleições, temos agora um partido irrelevante com uma peso cada vez maior no governo.

    Além mais se lembra qual foi a outra personagem histórica de direita que chegou ao poder através das Finanças?

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Deus, Pátria e Família (Pontos:2)
    por Psiwar em 17-07-04 10:14 GMT (#38)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Ai que terror, o Bagon vai ser o ditador de século 21!...
    De facto é triste o CDS ter tanto protagonismo mas deixemos-nos de histerismos (ver Ana Gomes), em 2006 acabou.
    Re:Deus, Pátria e Família (Pontos:2)
    por CrLf em 17-07-04 12:42 GMT (#40)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Não estou a dizer que o Bagão vá chegar a presidente do conselho, mas o que é indiscutível é que o PP tem vindo paulatinamente a ganhar poder, sem ter as bases eleitorais para tal. Isto para mim é gravíssimo.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Deus, Pátria e Família (Pontos:1)
    por secameca em 17-07-04 20:00 GMT (#72)
    (Utilizador Info)
    Nem gozes. As bases do poder de qualquer estado desde a antiguidade são as finanças (cobrança de impostos) e a defesa (exército e polícia). O PP controla agora as finanças do estado mais o exército.

    Isto não tem piada nenhuma...

    Re:Deus, Pátria e Família (Pontos:2)
    por MacLeod em 18-07-04 18:40 GMT (#84)
    (Utilizador Info)
    Sim, mas hoje em dia não se pode dizer que o exército seja a base do poder em Portugal...
    Re:Deus, Pátria e Família (Pontos:2)
    por MacLeod em 18-07-04 14:42 GMT (#80)
    (Utilizador Info)
    Não é que esteja a defender o PP, mas o Bagão Félix nem sequer é militante do PP...
    tomada de posse na Kapital (Pontos:2)
    por racme em 17-07-04 15:51 GMT (#64)
    (Utilizador Info) http://tinyurl.com/2zvku
    a nao perder, hoje



    Santanás: The power to serve!
    Contra-informação (Pontos:2)
    por Gimp em 17-07-04 16:37 GMT (#66)
    (Utilizador Info)
    Bem, que discussão mais...chata. Eu quando vir o administrador brasileiro da TAP (demissionário não é?) ou aquele que era da Galp e depois se transferiu para a Unicer (não me recordo do nome, lamento), mas cujos desempenhos estão à vista, carago, agora até há cerveja limão!!, a liderar Portugal, aí sim, fico descansado. Mas a ida de PSL para PM e do Nobre Guedes para o Governo é muito bom! Só de pensar nas possibilidades de episódios para o Contra já tou que nem me aguento: ele é o Santana com bolsas de gelo nos olhos por causa das noitadas antes do discurso do estado da Nação, ele é o Nobre Guedes dividido num "Força XXX, estou contigo, vamos embora!" entre o PSL e o PP (eia, as iniciais do Paulo Portas são fantásticas), em plena Assembleia, o Bagão a acaricir o retrato do Salazar enquanto carrega no botão vermelho para despachar mais um funcionário público...demais!!!


    "No comments"

    isto não tem assunto (Pontos:2, Interessante)
    por CREMAToRIO em 17-07-04 17:32 GMT (#69)
    (Utilizador Info)
    Sabem qual é o problema de portugal?

    Ora nem mais, é o povo português.

    Cumps.
    David
    PS: Eu tb faço parte do povo.

    psl (Pontos:2)
    por nbk em 21-07-04 10:40 GMT (#90)
    (Utilizador Info) http://www.webards.net/
    Boas.

    Só para os mais distraídos...

    Santana deixa dívida de cem milhões a fornecedores na Câmara de Lisboa
    http://ultimahora.publico.pt/shownews.asp?id=1199486&idCanal=59

    @488, Nbk

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]