gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Quem se lembra de Munique?
Contribuído por vd em 18-06-04 1:08
do departamento da-fé
Verdinhas 4Gr escreve "Quem se lembra do sucesso em Munique para a dupla Linux e OSS/Software Livre, que até mereceu uma visita de Steve Ballmer, a meio das suas férias, à Alemanha? Quem se lembra de alguns aqui no Gildot jurarem a pés juntos que isto ia correr mal? Bem, não é da Bairrada, mas vindo directamenta da C|NET a notícia de que, após o período de trial, onde a solução foi posta à prova, parece que tudo correu bem e a solução será implementada mesmo na íntegra!"

"Esta mesma semana, a cidade de Norway anunciou que ia seguir os passos de Munique. É preciso mais provas que o modelo OSS/SL funciona? Para quando algo semelhante em Portugal? "

Nota do Editor: Mais detalhes no USATODAY, SiliconValley, ComputerWorld e Yahoo News.

Repositório de Software GNOME / GTK+ | Microsoft® Versus  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • News.com
  • USATODAY
  • SiliconValley
  • ComputerWorld
  • Yahoo News
  • C|NET
  • Mais acerca Verdinhas
  • Também por vd
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Nunca duvidei .... (Pontos:4, Interessante)
    por Esqueleto em 18-06-04 1:33 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.tusofona.com
    Eu nunca duvidei que iria esta situação iria correr da melhor forma.

    Penso que com este sucesso muitas portas irão abrir para o fumento de soluções FS/OSS.

    Em Portugal, será dado como provado o conceito do negócio e irão surgir alguma sempresas baseadas neste "Case Studie" que com certeza irão ter sucesso também.

    Devemos ter alguma calma e não pensarmos que este modelo de negócio irá resolver todos os nossos problemas, e sermos cotados em bolsa pelo numero de projectos FS/OSS que damos suporte à imagem que aconteceu com algumas empresas no final dos ano «s 90 que por terem sites com muitas entras eram alvo de especulação bolsista. Temos que ser cautelosos, e investir em projectos fidedignos e não em "elefantes brancos" e "flops comerciais".

    Como sempre disse, o FS/OSS está a mudar a forma de vermos olhamos para os modelos de negócios, e penso que ainda irá mudar mais. Já da forma como está aperta os calos de empresas que facturam milhares de milhões de dolares trimestrais, e neste momento ainda não facturamos nada.....

    O futuro ainda está para ser escrito.

    (())
    Esqueleto
    Re:Nunca duvidei .... (Pontos:2)
    por mlopes em 18-06-04 9:46 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://cosmos.oninetspeed.pt/mlopes/

    Temos que ser cautelosos, e investir em projectos fidedignos e não em "elefantes brancos"

    Sempre pensei que investir em "elefantes brancos" é que dava dinheiro ;), pelo menos mais do que a informática!

    "Para mim a tecnologia é como as tangerinas, na medida em que não consigo fazer uma analogia decente sobre nenhuma das duas neste momento" Scott Adams

    Re:Nunca duvidei .... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 18-06-04 15:11 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    Este projecto é fidedigno ? Deves estar a brincar comigo. Ora vamos lá fazer contas. Data de implementação: 2008. Estamos em 2004. Número de anos de duração da bolha dote-come (c): à volta de 4 ou 5 no pico. Numero de anos até 2008 ~4. Ora 4 anos é muito tempo para implementar um projecto numa área em constante mudança. Portanto ainda está MUITO para ser provado com este pseudo case study. Onde é que estão os muitos modelos de negocio baseados em OSS que estão com rentabilidades interessantes ? Rentabilidade interessante é do tipo Microsoft e outras do género (será que existem !?!).

    Fighting Ignorance @ Gildot.org since 2004 !
    Gildot Negative Karma Champion !
    And more to come...
    Beat me, Kill Me, Moderate Me, but you can'
    Re:Nunca duvidei .... (Pontos:3, Informativo)
    por gass em 18-06-04 16:19 GMT (#33)
    (Utilizador Info) http://otiliamatos.ath.cx
    bem ... vou tentar responder, calmamente ... vai ser implementado até 2008, ker dizer k ... lá para 2006 já deve tar 85% portado, se não tiver já tudo. apenas em 2008 eles dirão ... está acabado ... dps de tar tudo a correr nos conformes.será?

    Cumps-
    Gass
    Re:Nunca duvidei .... (Pontos:1)
    por secameca em 18-06-04 21:41 GMT (#40)
    (Utilizador Info)
    O negócio do tráfico de droga também tem uma rentabilidade interessante.
    Re:Nunca duvidei .... (Pontos:2)
    por Tuaregue em 19-06-04 10:01 GMT (#42)
    (Utilizador Info)
    Mas o de tráfico de alcool e tabaco tem mais rentabilidade, e legalmenet apenas é visto como um crime fiscal.

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Vamos com calma .. (Pontos:4, Informativo)
    por [ Ent ] em 18-06-04 4:35 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Antes de cantar vitoria ou neste caso sucesso vamos esperar para ver como corre a migração que só estará concluida lá fins de 2008.
    Porque agora apenas houve a confirmação da decisão de migrar para uma solução Linux/OSS.
    Sem duvida que esta migração será um case study muito importante e que irá influenciar muitas decisões num mundo IT mas ha que ter calma e esperar para ver como corre. Por agora apenas temos que o plano preparado "gratuitamente" (este gratuito daria uma grande questão sobre praticas comerciais) pela Novel e pela IBM foi aprovado.
    E como muitos de voces sabem, a quantidade de planos aprovados no mundo IT que corre muito mal é tudo menos residual !!
    Re:Vamos com calma .. (Pontos:2)
    por Cyclops em 18-06-04 7:25 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    E como muitos de voces sabem, a quantidade de planos aprovados no mundo IT que corre muito mal é tudo menos residual !!
    Eu gostava de saber é quantos desses planos tiveram a mesma profundidade (ou até mais) de análise e estudo que este teve, e acabaram por correr mal.

    Porque que há uma quantidade gigantesca de planos aprovados por quem não entende muito bem o que assina... lá isso é verdade.
    Re:Vamos com calma .. (Pontos:5, Informativo)
    por leitao em 18-06-04 12:26 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Eu gostava de saber é quantos desses planos tiveram a mesma profundidade (ou até mais) de análise e estudo que este teve, e acabaram por correr mal.

    Imensos -- alias, este projecto em termos de complexidade (tecnica, note-se) e' "peanuts" comparado a muitos. Posso-te dar imensos casos, como o da Fujitsu/Libra onde embora tenha tido mais de 3 anos de planeamento foi na mesma 'a vida... e o que mandou o projecto 'a vida ? Nao foi a tecnologia, mas sim as pessoas que se recusaram a utilizar esta da forma pretendida.

    Posso-te dar tambem exemplos onde participei pessoalmente, como a implementacao de um sistema de billing para um telco aqui no UK, que teve 2 anos em planeamento e dois anos em implementacao e onde cerca de £170,000,000 depois foi tudo atirado pela janela porque... you guessed it, os utilizadores nao se conseguiram adaptar 'a tecnologia...


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Vamos com calma .. (Pontos:1)
    por seven em 18-06-04 12:51 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    Bem.. onde é eu perco mais tempo é exactamente nisso.. como se vão adaptar as pessoas a um determinado interface.
    Re:Vamos com calma .. (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 18-06-04 15:06 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    Por alguma razao, o Windows tem aquilo que se pode chamar de uma vantagem competitiva nessa área. É isto que a malta do Open Source nao percebe nem nunca irá perceber. Temos o exemplo do FireFox, que a cada versão muda de visual.

    Fighting Ignorance @ Gildot.org since 2004 !
    Gildot Negative Karma Champion !
    And more to come...
    Beat me, Kill Me, Moderate Me, but you can'
    Re:Vamos com calma .. (Pontos:4, Interessante)
    por Cyclops em 18-06-04 18:57 GMT (#36)
    (Utilizador Info)
    Não percebo onde está a vantagem competitiva, sinceramente. Esse argumento é utilizado desde o Windows 3.11, embora só tenha ganho ênfase particular a partir do Windows 95.

    Qualquer distribuição de GNU/Linux orientada ao desktop que seja minimamente recente está a léguas à frente dos Windows 9x e Me, particularmente em termos de facilidade de utilização.

    Sim, há coisas que são feitas de forma diferente. Sim, podem haver coisas que são feitas de forma mais complicada. Mas o inverso é particularmente doloroso. Às vezes tenho de me sentar no desktop Windows de colegas para lhes explicar algo ou conseguir perceber melhor o problema deles, e chego sempre à conclusão de que todas as coisas que o Windows ou não faz ou faz de forma muito mais complicada representam uma quantidade tão grande de casos que é absurdo dizer que o Windows é mais fácil de utilizar, excepto se não estiverem a fazer nada útil, proveitoso, ou de jeito.

    Parece-me é que há uma quantidade fenomenal de pessoas que ou sào perguiçosas, ou simplesmente têm medo da mudança (um factor pelo menos tão frequente quanto a perguiça, e frequentemente associado), ou têm algum proveito económico directo em não fomentar a mudança.

    É ridículo estar a comparar o que é mais fácil de fazer no Windows sem o comparar com o que é mais fácil de fazer no GNU/Linux.

    Apenas revela uma capacidade muito limitada de abstracção, o que sendo lamentável mas aceitável noutras áreas, não o é certamente pelo menos na comunidade informática. A falta de capacidade de abstracção e aplicação de conceitos base para ir mais além é fundamental a um bom profissional.

    O FireFox tem mudado de visual. E daí? É um erro a procura constante pelo aperfeiçoamento? É preferível um aspecto constante mas tão mau quanto a sua funcionalidade? (ah, agora percebo porque o IE não tem evoluído...)
    Re:Vamos com calma .. (Pontos:2)
    por Branc0 em 19-06-04 15:16 GMT (#45)
    (Utilizador Info) http://www.politikas.com
    Qualquer coisa que tenha a ver com hardware é muito mais fácil em Windows... para começar poupa-me logo uma procura no Google para saber se funciona bem, se vou ter que estar a compilar algum Kernel com um patch manhoso ou se pura e simplesmente não funciona e vou ter que gastar mais uns trocos para que funcione em Linux.

    E embora tenham sido feitos esforços ultimamente nesta área, o Linux continua a milhas do Windows.
    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:Vamos com calma .. (Pontos:2)
    por fhc em 21-06-04 13:16 GMT (#62)
    (Utilizador Info)

    Simples, meu amigo. Quem escolhe software, escolhe hardware. Os fabricantes de hardware que não quiserem colaborar com especificações e drivers prejudicam-se.

    Afinal, para cada tipo de hardware, pelo menos um ou dois fabricantes colaboram com a comunidade, pelo que o teu argumento, em aplicações comerciais, é inválido para máquinas novas.

    E se por acaso se tivesse de trocar uma placa gráfica ou um modem interno em máquinas antigas, podem ir até aos 411¤, o preço do Windows XP Pro mais anti-vírus. Ou aos 340¤ por ano.

    Não sei onde andas, mas mais vale que o dinheiro continue em Portugal do que saia de fronteiras. A Macroshit não faz software em Portugal e não há contrapartidas pelo esbulho que fazemos em licenças do Winblows. Mil vezes financiar directamente a Caixa Mágica ou malk por mal fazer um acordo com a Mandrake ou a Suse (pelo menos continua na Europa), com contracomércio e contrapartidas asseguradas.

    Longe de ser anti-americano, sou pró-português. E ambas distinguem-me da maior parte dos Microsuftianos deste torrão luso.

    Francisco Colaço


    Em Portugal nada se conclui acerca da existência de vida inteligente no Planeta Terra.

    Re:Vamos com calma .. (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 21-06-04 11:48 GMT (#60)
    (Utilizador Info)
    Se tu percebesses alguma coisa de mercados e Microsoft nao defendias cegamente o open source e eras o zealota anti-ms que és... O resto é gastar bits e bandwidth a tentar explicar-te a vantagem competitiva que nunca irás QUERER perceber.

    Fighting Ignorance @ Gildot.org since 2004 !
    Gildot Negative Karma Champion !
    And more to come...
    Beat me, Kill Me, Moderate Me, but you can'
    Re:Vamos com calma .. (Pontos:2)
    por Cyclops em 21-06-04 13:06 GMT (#61)
    (Utilizador Info)
    Bem, eu não defendo particularmente o "open source" dado que não representa os motivos pelos quais escolhi conscientemente utilizar apenas software livre e recomendar aos outros que o façam também... portanto estás a revelar, como de costume, não entender patavina do que te dizem :0
    Re:Vamos com calma .. (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 21-06-04 17:51 GMT (#66)
    (Utilizador Info)
    A tua escolha a mim nao me diz respeito. Agora se nao percebes a vantagem competitiva da Microsoft em termos de UI, das duas uma, ou nao queres perceber ou es estupido. Como acho que a segunda nao se aplica, nao queres perceber. Uma vantagem competitiva pode ser muitas coisas, neste caso a da Microsoft é a familiarizacao com o ambiente grafico do Windows. Afinal, porque é que os desktop do Linux que sao mais mainstream tentam imitar o look and feel do Windows ? Deve ser porque acham muita piada à coisa nao ?

    Fighting Ignorance @ Gildot.org since 2004 !
    Gildot Negative Karma Champion !
    And more to come...
    Beat me, Kill Me, Moderate Me, but you can'
    Re:Vamos com calma .. (Pontos:2)
    por Kmos em 18-06-04 21:30 GMT (#39)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    "Temos o exemplo do FireFox, que a cada versão muda de visual."

    Isso é o de menos.. comparado com as grandes alterações "para melhor" que tem tido, e tens sempre a possibilidade de colocar um theme ao teu gosto ;)

    I'm a lost soul in this lost world...
    Re:Vamos com calma .. (Pontos:2)
    por ^magico^ em 18-06-04 13:25 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Tens toda a razão nesse aspecto. Apotno aqui para o comentário #17 que eu fiz num artigo anterior.

    A gestão das pessoas é um dos pontos para os quais não existe, habitualmente, muita experiência por parte dos técnicos que planeiam e implementam sistemas. É uma área para a qual não existe uma cadeira universitária ou livros que ensinem como "manipular" (sim é este o termo correcto) os utilizadores a usar determinado programa... apenas com experiência e sensibilidade (muitas vezes à custa de trade-offs com os mesmos) é possivel concretizar a implementação de um sistema!

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:Vamos com calma .. (Pontos:2)
    por Cyclops em 18-06-04 15:24 GMT (#26)
    (Utilizador Info)
    teve 2 anos em planeamento e dois anos em implementacao e onde cerca de £170,000,000 depois foi tudo atirado pela janela porque... you guessed it, os utilizadores nao se conseguiram adaptar 'a tecnologia...
    E os utilizadores foram tidos em conta no planeamento, ou foi planeamento incompleto o motivo da falha?
    Re:Vamos com calma .. (Pontos:2)
    por Gimp em 18-06-04 15:36 GMT (#29)
    (Utilizador Info)
    Yep, same question here... Quando desenvolvo algo, por muito simples que seja, meto os lusers ao barulho para aferir se percebem ou não e obter o melhor feedback possível. É que gastar $ e depois não dá nada pode resultar em despedimento e/ou processo ao fornecedor.


    "No comments"

    Re:Vamos com calma .. (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 18-06-04 15:07 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    Desculpa lá, és consultor ? Os consultores é que fazem planos, análises em profundidade e tudo o mais e no fim dá tudo barraca :)

    Fighting Ignorance @ Gildot.org since 2004 !
    Gildot Negative Karma Champion !
    And more to come...
    Beat me, Kill Me, Moderate Me, but you can'
    Re:Vamos com calma .. (Pontos:2)
    por Cyclops em 18-06-04 15:25 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    O estereotipo do consultor é o de incompetência, graças aos belos exemplos de companhias como as que ganharam (não sei como) fama.
    Re:Vamos com calma .. (Pontos:2)
    por Tuaregue em 18-06-04 19:57 GMT (#37)
    (Utilizador Info)
    Como um antigo professor meu me disse um dia os consultores na maior parte das vezes são chamados para fazerem aquilo que as administrações têem medo de fazer. E deu caso concretos que muitas das empresas "convidavam" os consultores a irem implementar um novo tipo de organização na empresa, mas muitas vezes essa organização já estava definida pela administração de como ia ser feita, e com que custos(humanos ou não, quase sempre sim). O resto já sabem.

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Re:Vamos com calma .. (Pontos:2)
    por Cyclops em 18-06-04 20:08 GMT (#38)
    (Utilizador Info)
    Sim. Já tive de declarar numa reunião com umas 15 pessoas que os consultores que lá estavam (presentes) a apresentar as suas conclusões, não fizeram mais do que apresentar o que lhes tinha sido encomendado.
    Bairrada (Pontos:3, Interessante)
    por Xf em 18-06-04 8:16 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Pois...essa da Bairrada é que era escusada!

    Shake dreams from your hair my pretty child, my sweet one...
    Re:Bairrada (Pontos:1)
    por 4Gr em 18-06-04 8:45 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Eu tinha de me referir especificamente a quem jurou de pés juntos, virou-se para Meca a rezar e até lançou um artigo que isto iria correr mal...

    Dominus vobiscum
    Re:Bairrada (Pontos:2)
    por smsp em 18-06-04 9:35 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    É o habitual tom de lança-chamas nos artigos, onde não se pode ser moderado para baixo. Se calhar só se fará algo quando todos começarem a usar essa técnica.

    «You cannot steal a gift, which is what code released under the BSD license is.»

    Re:Bairrada (Pontos:1, Redundante)
    por ^magico^ em 18-06-04 10:00 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    É pá, não considero lança chamas... até achei piada! E o pessoal leva isto na brincadeira... ou se calhar não :|

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Última hora (Pontos:3, Engraçado)
    por Gamito em 18-06-04 10:09 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://www.startux.org/
    Jornalista do canal de TV xpto notícas, dia 18/06/04, 19:57 horas (especial directo):

    "Aguarda-se a qualquer momento a chegada do Nuno Leitão aqui à sala de conferências de imprensa onde irá reagir a esta notícia. Estão presentes todos as estações televisivas , as principais estações de rádio nacionais e imensos jornalistas da imprensa escrita.

    A expectativa é grande... [mais algum paleio para encher chouriços enquanto ele não chega]...

    São quase 20:00 horas... atenção, parece-me agora vislumbrar o Nuno Leitão a entrar na sala, a confusão é muito grande, os fotógrafos acotovelam-se, os flashes não param de disparar, o que me impede de ver bem o que se está a passar.

    Sim, aí vem ele, mesmo a tempo de entrar em directo para os telejornais das várias estações televisivas aqui presentes..
    Vamos entrar agora em simultâneo com o nosso telejornal.

    [Já em simultâneo]: Nuno Leitão faz uma pausa para que todos os canais de TV dêm o ok e agora sim, vamos ouvir o Nuno Leitão"

    Mário Gamito
    www.startux.org
    Re:Última hora (Pontos:4, Engraçado)
    por Karlus em 18-06-04 11:08 GMT (#10)
    (Utilizador Info) /dev/null
    Ufa, pensei que era outra notícia a anunciar o fecho do Startux...
    Re:Última hora (Pontos:2)
    por ^magico^ em 18-06-04 11:36 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    OWNED!!!!!!

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:Última hora (Pontos:1)
    por liberdade em 18-06-04 18:28 GMT (#35)
    (Utilizador Info) http://www.gildot.org
    Lindo!

    Ahahaha responde a esta Sr. R.I.P.
    Re:Última hora (Pontos:0, Gozão)
    por Dante em 18-06-04 11:22 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    então, nuno??? nao te anuncias? e era o nuno um grande linux taliban... pelo menos nos seus tempos em protugal.
    And what about cost? - No comments (Pontos:1, Lança-chamas)
    por mrmv em 18-06-04 11:32 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    Interessante é o facto de niguém querer fazer comentários sobre o custo estimado do projecto...

    "There is no reason for any individual to have a computer in his home." - Kenneth H. Olson , President of DEC, Convention of the World Future Society, 1977
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:2, Esclarecedor)
    por 4Gr em 18-06-04 11:50 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    O maior motivo pelo qual eles apostaram na solução OSS/SL não é o custo mas sim o facto de não ficarem dependentes de uma empresa, ainda por cima, americana.

    O custo parece-me razoável, e claro que o da Microsoft está abaixo porque isto é uma batalha de marketing: repara, para a Microsoft são mais uns peanuts, mas só o facto de vir nos jornais que o Linux destronou um negócio de Redmond tem muito mais impacto a médio e longo prazo do que esta derrota. Como tal, eles baixaram para preços irrisórios, pois a batalha nunca foi financeira, mas a nível publicitário.

    A seguir a Munique já se seguiu Norway.. Brasil, Espanha, todos seguem os mesmos passos. Porque haveria o Manel, Lda. também pagar pelo seu sistema operativo e pelo seu pacote de produtividade, se os outros já não pagam?

    Dominus vobiscum
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:2, Informativo)
    por seven em 18-06-04 13:04 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    O Manel, Lda, ali da esquina q tem em média 4 ou 5 computadores, tem um licença de um sistema operativo e quem sabe uma licença de um office. E tem por descargo de consciência. Mas a empresa q lhe colocou o sistema e lhe dá assistência certifica-se q nenhum dos postos de trabalho está ilegal no q toca ao software de gestão.

    Enquanto houver tanta ilegalidade neste país não pensem q o linux conquiste o mercado das PME's.
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:1)
    por liberdade em 18-06-04 15:50 GMT (#31)
    (Utilizador Info) http://www.gildot.org
    A seguir a Munique já se seguiu Norway.. Brasil, Espanha, todos seguem os mesmos passos.
    A seguir a Munique? Só se for nas proporções. Até onde sei, as experiências no Brasil são muito anteriores as de Munique. Espanha idem. A fase actual já é a de ampliação dos projectos que *deram certo* nos municípios e estados. Além disso, software livre começou a ganhar mercados para além das instituições de ensino, universidades ou algumas repartições públicas. Cada vez é maior o número de empresas, de todos os tamanhos, a migrar para software livre.

    O apontador que segue é da antiga Revista do Linux. Lá é possível encontrar vários outros casos de sucesso e experiências que deram certo. A estratégia do medo não funcionará por muito mais tempo e além disso falhas de projecto não são exclusividade do software livre.

    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:4, Interessante)
    por leitao em 18-06-04 17:58 GMT (#34)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Sim, considerando que a solucao escolhida custou cerca de 25% mais, a decisao nao foi certamente economica. E considerando que a solucao escolhida e' infinitamente mais complexa (basta que e' uma migracao), um argumento tecnico tambem nao foi...

    E a opcao que resta e' politica, dado que a SuSE era na altura alema... claro que esse argumento foi atirado pela janela porque... hammm... entretanto a SuSE f oi comprada pela Novell que (oh, the irony!) e' americana...

    Bummer!

    Como tal, eles baixaram para preços irrisórios, pois a batalha nunca foi financeira, mas a nível publicitário.

    Enganaste -- a batalha foi politi ca, nada mais.


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:0, Redundante)
    por mrmv em 19-06-04 1:11 GMT (#41)
    (Utilizador Info)
    Deixaram de estar "dependentes" de um e passaram a estar "dependentes" de outro... ah mas esta é uma solução que lhes dá liberdade, yeah right ;o)


    "There is no reason for any individual to have a computer in his home." - Kenneth H. Olson , President of DEC, Convention of the World Future Society, 1977
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:2)
    por Gimp em 19-06-04 12:27 GMT (#43)
    (Utilizador Info)
    Acho piada ao pessoal que fundamenta os seus argumentos com artigos, opinião, case-study, whatever, de terceiros. Será consciência de argumentação pobre? E quanto a essa batalha política, limpa o rabo com ela! Que mania! Se para ti a escolha é política quando é linux, o que é quando é Windows? Marabilha técnica? A página que indicas no fim é FANTÁSTICA...

    "Now don't forget that the OSS business model and bureaucracy where made for each other. Bureaucracy -loves- hidden costs, especially when they can be spent on more employees for the bureaucracy. That is why they are prepared to even take an upfront loss of over 10 million dollars. They do not have to tell this will -never- be recovered. They can spin a nice story about this being a "one-off" cost, and everything will be rosy and free from now on. Riggght. So IBM and Suse will do this period and then just fold their books and say "our work is done".

    Substitui IBM, SuSE, OSS por Microsuave e diz-me qual é a diferença? Determinadas opiniões só são boas se forem do nosso agrado, não é meu caro?


    "No comments"

    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:0)
    por mrmv em 19-06-04 18:02 GMT (#46)
    (Utilizador Info)
    Não percebes porque foi politica? Repara economica não foi, técnica também não, só te resta mesmo a decisão politica...

    O interessante aí é precisameente a IBM, por isso é que tu não notas diferenças...

    Quando a IBM achar que chega de investimento e começar a cobrar à sua taxa o que achas que vai acontecer?

    Mais como sabes o argumento do ciclo de vida dos produtos também é interessante que no caso da MS são 10 anos, significando isto que eles durante 10 anos vão garantir suporte ao produto e fixes para os mesmos, no mundo oss qualquer distribuição garante o suporte tipicamente à versão actual com um pequeno período de sobreposição com a anterior, e os ciclos de desenvolvimento são rápidos, por isso, se um cliente quiser garantir a suportabilidade tem de andar a actualizar com frequência e sabes que isso também tem os seus custos...

    Enfim estas conversas levam-nos sempre muito longe, mas as coisas não são tão simplistas como gostam de as fazer parecer.


    "There is no reason for any individual to have a computer in his home." - Kenneth H. Olson , President of DEC, Convention of the World Future Society, 1977
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:2)
    por Gimp em 19-06-04 21:52 GMT (#47)
    (Utilizador Info)
    Falei no geral. Quanto ao ciclo de vida de 10 anos dos productos da Microsoft, referes-te ao NT? É que o resto muito difícilmente lá chega se não acontecer o que acontece hoje, o win98 ainda ser suportado(sim, porque o 95 já era), pelo simples facto do pessoal ainda não ter feito upgrade. Tu podes falar em decisão não económica e dizer que foi política, porque a Microsoft fez uma proposta desesperada de valor mais baixo depois de ver que a coisa tava a ficar negra, ou é incómodo relembrar isso? Caso os responsáveis da câmara de Munique pura e simplesmente renovassem as licenças, continuassem com a Microsoft, nunca tivessem ouvido falar de linux, como é que classificavas todas as decisões, presentes e futuras? Políticas?


    "No comments"

    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:0)
    por mrmv em 19-06-04 23:17 GMT (#48)
    (Utilizador Info)
    A politica de ciclo de vida da MS caso não saibas passa a aplicar-se a todos os seus produtos, daí ser uma politica, para com isto dar previsibilidade aos seus clientes e deixar de ser quase aleatório ou pontual como acontecia hoje.

    Tu nunca te esqueças de uma coisa, aquilo era supostamente um processo negocial, tu não fazes uma proposta e já está... aliás para veres que aparentemente o processo também não foi uma coisa muito transparente e com vontade de dar oportunidade à MS podes consultar esta noticia AQ UI.

    Repara para mim é irrelevante se é melhor ou não eles mudarem para esta solução, eu apenas falei porque aparentemente toda a gente se levanta a dizer reparem neste extraordinario exemplo... e eu apenas (e pelos vistos o Leitão tenta fazer o mesmo) digo que atenção, que pelo que é conhecido a decisão não foi nem economica nem técnica, havia facções ali dentro que votariam sempre por esta solução e isso era independente
    do qualquer factor... e quem disser que não está a ser faccioso.

    "There is no reason for any individual to have a computer in his home." - Kenneth H. Olson , President of DEC, Convention of the World Future Society, 1977
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:2)
    por Huxley em 20-06-04 3:01 GMT (#49)
    (Utilizador Info)
    (...) havia facções ali dentro que votariam sempre por esta solução e isso era independente do qualquer factor (...)

    É possível... Tal como há as que votariam sempre por uma solução M$ based... para alguma coisa servem as votações.
    Se fossem duas ou três pessoas a tomar a decisão a tua teoria até poderia ter algum interesse, mas como foi um _conselho_ a decidir...
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:0)
    por mrmv em 20-06-04 8:16 GMT (#51)
    (Utilizador Info)
    Tu não és ingénuo... mas ao fazeres uma afirmação dessas até pareces ;o), claro que houve influências, lobbying, ainda mais porque a grande maioria das pessoas não percebe porra nenhuma sobre isto... mas sim claro que tanto poderia ter sido feito de um lado como do outro, o do lado da solução IBM/Suse foi mais forte e eficaz, that's all

     
    "There is no reason for any individual to have a computer in his home." - Kenneth H. Olson , President of DEC, Convention of the World Future Society, 1977
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:1)
    por cfduarte em 20-06-04 8:34 GMT (#53)
    (Utilizador Info)
    Meus amigos, eu, que já estou aqui na Alemanha há seis meses, não me admira nada Munique nem que isso se espalhe (ou melhor, ESPALHA-SE).

    Os Alemães compram SEMPRE que possível produtos alemães, ao ponto do chauvinismo (sim, de comprar produtos PIORES mas alemães). Apesar de aceitar que a solução da SUSE para Munique até seja a melhor, engana-se muita gente se acha que teve alguma coisa a ver com "qualidade técnica" ou com "liberdade de escolha": teve a ver com a SUSE ser alemã. Ponto.
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:2)
    por fhc em 21-06-04 13:29 GMT (#63)
    (Utilizador Info)

    fôssemos nós assim. Auf Wiedersehen!

    Herr Francisco Colaço


    Em Portugal nada se conclui acerca da existência de vida inteligente no Planeta Terra.

    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:2)
    por Gimp em 20-06-04 10:49 GMT (#55)
    (Utilizador Info)
    Relamente, não fosses tu e o Leitão, ficávamos uns facciosos ignorantes e ainda por cima eram os esquerdistas pró-linux o s únicos a exprimir a sua opinião. Não respondeste à minha questão, se fosse só tida em conta a Microsoft como é que classificas a decisão?


    "No comments"

    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:0)
    por mrmv em 20-06-04 22:23 GMT (#58)
    (Utilizador Info)
    Repara que não faz sentido que APENAS a MS tivesse sido tida em conta, por isso acho que a tua questão não faz sentido.

    Mas se a MS tivesse ganho (provavelmente era o que querias saber) qualquer um dos critérios poderia ser o decisivo, económico (porque a proposta final era inferior), técnica (porque não era uma migração e a gestão da mudança não seria tão complexa), e politica porque sim ;o) é argumento que dá para os dois lados.


    "There is no reason for any individual to have a computer in his home." - Kenneth H. Olson , President of DEC, Convention of the World Future Society, 1977
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:2)
    por Gimp em 21-06-04 17:38 GMT (#64)
    (Utilizador Info)
    A minha questão faz sentido neste contexto: a microsoft só fez alterações na susa política de preços porque teve uma proposta rival.


    "No comments"

    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:0)
    por mrmv em 21-06-04 20:24 GMT (#68)
    (Utilizador Info)
    Não estamos a discordar, é uma negociação e pelos vistos não queriam ser os únicos a rever a sua proposta, aparentemente a proposta rival teve essa oportunidade.


    "There is no reason for any individual to have a computer in his home." - Kenneth H. Olson , President of DEC, Convention of the World Future Society, 1977
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:2)
    por Gimp em 20-06-04 10:54 GMT (#56)
    (Utilizador Info)
    " A politica de ciclo de vida da MS caso não saibas passa a aplicar-se a todos os seus produtos, daí ser uma politica, para com isto dar previsibilidade aos seus clientes e deixar de ser quase aleatório ou pontual como acontecia hoje."

    Sei, como o tem sido agora as previsões do Longhorn, em que sai hoje, sai amanhã, vamos incluír isto, pelos vistos já não vamos, realmente uma política de previsões maravihosa para quem tem que desenvolver para Windows...


    "No comments"

    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:0)
    por mrmv em 20-06-04 22:14 GMT (#57)
    (Utilizador Info)
    Mas em relação à politica de suporte ela mantém-se previsivel, e é independente da data de lançamento da próxima versão e isto é um facto...

    Quem tem que desenvolver para windows ainda tem muita tecnologia para usar e conhecer, os atrasos do longhorn não devem preocupar ninguém, pelo menos a mim não me preocupa nem perturba.


    "There is no reason for any individual to have a computer in his home." - Kenneth H. Olson , President of DEC, Convention of the World Future Society, 1977
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:2)
    por Gimp em 21-06-04 17:39 GMT (#65)
    (Utilizador Info)
    Pois, vai dizer isso às empresas que apostaram no Tablet PC...


    "No comments"

    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:0)
    por mrmv em 21-06-04 20:22 GMT (#67)
    (Utilizador Info)
    O Tablet é um form factor novo mas com inúmeras utilizações possiveis, um dos principais problemas para a sua generalização é o seu custo.

    Mas aconteceu o mesmo com os pocketpc e hoje penso que já são um dispositivo de comunicação e organização pessoal que muita gente já não dispensa...

    Felizmente não pensam como tu e investem, apostam, e perdem ou ganham , that's life.


    "There is no reason for any individual to have a computer in his home." - Kenneth H. Olson , President of DEC, Convention of the World Future Society, 1977
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:2)
    por Gimp em 22-06-04 14:16 GMT (#69)
    (Utilizador Info)
    E dentre as inúmeras utilizações possíveis é a de pisa-papeis carote...
    Procura saber quais as limitaçôes que um Tablet Pc tem a nível de OS e depois fala...


    "No comments"

    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:0)
    por mrmv em 22-06-04 17:22 GMT (#70)
    (Utilizador Info)
    Procura saber quais as limitaçôes que um Tablet Pc tem a nível de OS e depois fala...

    Já agora podes elaborar, para eu não ter que ir procurar aquilo que não sei o que é.

    Posso dizer-te que estou a pensar comprar um, e já agora fico mais informado sobre algo, que concerteza nos sitios onde me ando a documentar não me ajudam a perceber.


    "There is no reason for any individual to have a computer in his home." - Kenneth H. Olson , President of DEC, Convention of the World Future Society, 1977
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:2)
    por Gimp em 22-06-04 22:21 GMT (#71)
    (Utilizador Info)
    E nem preciso de elaborar muito, falei nos Tablet PC por engano, era isto que estava a falar.

    http://www.theregister.co.uk/2004/01/08/lg_will_persist_with_smart/

    Mas toma lá leitura para cabeceira
    http://www.theregister.co.uk/2004/06/04/acer_tabletpc_warning/
    http://forms.theregister.co.uk/search/?q=tabletpc&x=6&y=10


    "No comments"

    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:0)
    por mrmv em 23-06-04 0:07 GMT (#72)
    (Utilizador Info)
    Ainda bem que te pedi para dares mais pistas...

    Pois confundiste o smartdisplay com o Tablet, embora se reparares em todos os links que incluiste, o que os oems se queixam é do custo elevado para produzir este tipo de dispositivo (que naturalmente se irá reflectir no custo final do produto) não sobre o conceito que até é algo em que acreditam.

    Meu amigo era disto que eu estava a falar muitas das vezes tens de investir e arriscar e sem teres a certeza de que vais realmente ter retorno, tentar inovar é isto mesmo... Pode resultar ou não.

    Uma nota final tens de variar as tuas fontes de informação, pelo menos algumas menos tendenciosas, que para além de informarem tentam comentar de uma forma muito parcial do tipo Anything But Microsoft.


    "There is no reason for any individual to have a computer in his home." - Kenneth H. Olson , President of DEC, Convention of the World Future Society, 1977
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:2)
    por Gimp em 23-06-04 9:48 GMT (#73)
    (Utilizador Info)
    "Ainda bem que te pedi para dares mais pistas...

    Quando se erra há que ter a decência de o reconhecer, assim como dúvidar sempre do que se diz para manter o espírito crítico e não chatear ninguém com paternalismos...

    "Pois confundiste o smartdisplay com o Tablet, embora se reparares em todos os links que incluiste, o que os oems se queixam é do custo elevado para produzir este tipo de dispositivo (que naturalmente se irá reflectir no custo final do produto) não sobre o conceito que até é algo em que acreditam.

    Meu amigo era disto que eu estava a falar muitas das vezes tens de investir e arriscar e sem teres a certeza de que vais realmente ter retorno, tentar inovar é isto mesmo... Pode resultar ou não."

    O Toni, melhor do que eu, poderá explicar-te porque é que tecnologias caras e de nicho volta e meia dão-se mal com o mercado. E últimamente, apostar em tecnologias Micosofre pode dar grande prejuízo ou então fiasco, ex: TVCabo, os SmartDisplay, a parceria com a Galp,etc,etc,etc...

    Quanto às minhas fontes de informação, sou eu que as escolho e a tua sugestão e opinião delas, não passam disso, é que não tenho medo de perder o sentido crítico, de que fiz referência acima. Claro que alguns comentários são menos imparciais, mas também encontro disso nos teus, ou pelo menos nalguns tentas passar uma imagem de imparcialidade que pessoalmente, e friso isto, é uma opinião pessoal, não me convence. Ah, e é claro que eu sou parcial também.


    "No comments"

    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:0)
    por mrmv em 23-06-04 12:03 GMT (#74)
    (Utilizador Info)
    Estamos então apresentados ;o)


    "There is no reason for any individual to have a computer in his home." - Kenneth H. Olson , President of DEC, Convention of the World Future Society, 1977
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:0)
    por mrmv em 23-06-04 13:56 GMT (#75)
    (Utilizador Info)
    ou pelo menos nalguns tentas passar uma imagem de imparcialidade que pessoalmente, e friso isto, é uma opinião pessoal, não me convence

    Acredita era muito trabalhoso vir para aqui fazer um esforço para tentar passar uma imagem que não correspondesse à minha pessoa, e como não ando aqui para convencer ninguém... basicamente estou-me a borrifar para as escolhas das pessoas mas irrita-me quando falam sem conhecimento de causa e só nessas alturas costumo falar.


    "There is no reason for any individual to have a computer in his home." - Kenneth H. Olson , President of DEC, Convention of the World Future Society, 1977
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:2)
    por Gimp em 23-06-04 16:07 GMT (#76)
    (Utilizador Info)
    "basicamente estou-me a borrifar para as escolhas das pessoas mas irrita-me quando falam sem conhecimento de causa e só nessas alturas costumo falar."

    Imagino como ficarias numa discussão sobre a campanha "Get the facts" da Micosofre.


    "No comments"

    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:2)
    por Gimp em 19-06-04 12:31 GMT (#44)
    (Utilizador Info)
    E logo no início esta pérola

    You can not believe how well organized the OSS political movement is in Europe. One can not attend any gathering in the context of European IT Strategy, or there is the obligatory speech by an OSS representative. OSS is soooo PC in Europe.

    O que andou a BSA a fazer na reunião em que participu o pessoal do UMIC? Porque é que a presidência irlandesa fez o que fez? Porque é que o Bolkenstein é um cromo? Eu percebo, quando o modelo de negócio que rendeu tanto começa a ser espremido não é agradável pois não?


    "No comments"

    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:2)
    por Huxley em 20-06-04 3:11 GMT (#50)
    (Utilizador Info)
    E considerando que a solucao escolhida e' infinitamente mais complexa (basta que e' uma migracao), um argumento tecnico tambem nao foi...

    Ahhhhh, deixa ver se percebi... como a opção escolhida é mais complexa (_infinitamente_ *cof*), e como é uma migração, então não se trata de uma decisão tecnica!

    LOL! Será que quem moderou esse comentário não reparou que existe a opção engraçado??
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:0)
    por mrmv em 20-06-04 8:19 GMT (#52)
    (Utilizador Info)
    Tu percebeste, normalmente não se escolhe o mais complexo e dificil, até porque naturalmente aumenta o risco e influencia todos os outros factores.


    "There is no reason for any individual to have a computer in his home." - Kenneth H. Olson , President of DEC, Convention of the World Future Society, 1977
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:2)
    por Cyclops em 20-06-04 9:40 GMT (#54)
    (Utilizador Info)
    Ninguém disse que escolher software livre significaria mais facilidades (se bem que eu aí tenho umas críticas, tipo, e ao contrário, o que é mais fácil num GNU/Linux do que no Windows? A resposta é surpreendentemente esclarecedora do bias pro-Windows de muitos).

    Mas há um conjunto de argumentos ditos mínimos indispensáveis que preferiram ter a garantia de que tinham, ainda que hipoteticamente mudassem para algo mais complexo.

    Mas nós também mudamos das carroças de bois e cavalos para automóveis... que são muito mais complexos e difíceis!
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:0)
    por mrmv em 20-06-04 22:30 GMT (#59)
    (Utilizador Info)
    Eu referi-me a mais complexo e dificil, mas não era em relação ao produto ou pensando em fuincionalidades, mas sim na mudança, por muito que te custe a gestão da mudança nesta solução será bem mais complexa do que se se tratasse apenas de uma evolução.

    Enganaste-te no exemplo, já que a comparação não foi de produtos mas numa noção mais simples que é a troca de algo... só que é complexo pela dimensão da migração, mais nada.


    "There is no reason for any individual to have a computer in his home." - Kenneth H. Olson , President of DEC, Convention of the World Future Society, 1977
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:2)
    por WZ|Dunadan em 24-06-04 16:30 GMT (#77)
    (Utilizador Info) http://www.G4mers-Zone.net
    Pagar mais oito milhões de dólares USD sem os ter não parece-me nada bom negócio... Andam é a brincar com o dinheiro dos contribuintes...


    G4mers
    Forum-Zone
    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:3, Interessante)
    por Gimp em 18-06-04 12:54 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    Como o Adam Smith, ficaste parado no tempo...


    "No comments"

    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:2)
    por Gimp em 18-06-04 15:29 GMT (#28)
    (Utilizador Info)
    Para que não haja mal entendidos, o que vou perguntar, faço-o com toda a seriedade: o que queres dizer com a tua frase?


    "No comments"

    Re:And what about cost? - No comments (Pontos:2)
    por Gimp em 18-06-04 15:40 GMT (#30)
    (Utilizador Info)
    Pelo menos un "inginheiro" (eu até não o sou por formação), regra geral, para mostrar trabalho não começa a cortar no orçamento sem mais nem menos, a fazer outsourcing e a proíbir porn, como certos "gestores" e icónumistas gostam de fazer mal recebem o tacho novo...


    "No comments"

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]