gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
O Brasil tem direito de escolher!
Contribuído por Xmal em 17-06-04 7:25
do departamento governo-livre
Brasil Manuel escreve "Parece que a Microsoft se chateou um pouquinho com o Sérgio Amadeu da Silveira, presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI) do Brasil e principal defensor do software livre dentro do governo brasileiro.
Silveira, em uma entrevista no mês de Março a uma revista, disse que a Microsoft utilizava "práticas de traficante" por oferecer software gratuitamente a países para "facilitar" [estas aspas são minhas] a inclusão digital; e que usa "a estratégia do medo, da incerteza e da dúvida" como estratégia de marketing (afirmações feitas outras vezes por vários activistas do software livre, e mesmo pelo presidente da Sun). A Microsoft foi aos tribunais para exigir explicações a Silveira, que considera que cometeu delito de difamação.

Agora lançou-se uma campanha de solidariedade criando uma comunidade no orkut e um abaixo-assinado (671 assinaturas na altura), com texto de Marcelo D'Elia Branco, seguramente o activista brasileiro de software livre mais conhecido. Dizem que a Microsoft realmente está chateada por causa de perder o mercado do software governamental, assim explicaria-se esta "retaliação" contra esta pessoa que não foi tomada contra outras, e que demorasse este tempo em fazê-lo. A campanha é em protesto por este tipo de actuações de intimidação e, como diz o título, para que se lhe deixe ao Brasil escolher a via do software livre.

E o quê é que opina o pessoal do gildot? Solidariza-se com o Silveira e com o processo de implantação de software livre no Brasil, ou então não? "

Mozilla Reloads Firefox 0.9 | Hackers Against America vs Marcos Flávio Assunção  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • comunidade no orkut
  • abaixo-assinado
  • Manuel
  • Microsoft se chateou um pouquinho
  • Mais acerca Brasil
  • Também por Xmal
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Uffa! (Pontos:2)
    por 4Gr em 17-06-04 8:32 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Uffa..!

    Ainda bem que não descobriram o que eu disse.. :-)

    P.S. - Força Silvério! A comunidade anti-Microsoft está contigo :-)

    Dominus vobiscum
    Re:Uffa! (Pontos:1)
    por soska em 17-06-04 8:47 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Vou já assinar a coisa :)


    "Everyone has the right to be stupid. Some just abuse the privilege"

    Re:Uffa! (Pontos:2)
    por Kmos em 17-06-04 11:17 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    Já vais ter o toni à pega (tipo o pinguim a morder na perna do sir bill) =)

    I'm a lost soul in this lost world...
    Re:Uffa! (Pontos:3, Interessante)
    por Esqueleto em 17-06-04 20:53 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://www.tusofona.com
    Cominidade Anti-Microsoft !?!!? Sempre pensei que ter possibilidade de escolha nada tem haver com ser a favor ou contra uma empresa.

    Penso que é um pouco triste esta afirmação.

    (())
    Esqueleto
    Re:Uffa! (Pontos:2)
    por Init em 18-06-04 1:36 GMT (#28)
    (Utilizador Info)

    E de facto não é e é triste que se misture as duas coisas.

    No entanto já o é quando se trata de modelos de licenciamento de software.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    É claro que sim (Pontos:1)
    por Nicker em 17-06-04 9:29 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    É claro que estou solidário com o Silveira e com o processo de implantação de software livre no Brasil!

    Eu só gostava de perceber o porquê de Portugal continuar a gastar rios e rios de dinheiro com licenças de software, quando poderia utilizar Software livre.
    Ah pois já sei... é porque os coitados dos funcionários públicos não sabem mexer com outro sistema operativo e também não se queres chatear a aprender uma vez que têm muito trabalho... :-)!

    É muito triste ver que existem escola em Portugal que utilizam Software apenas da Microsoft... Será que custava muito colocar algumas máquinas com Linux??
    Re:É claro que sim (Pontos:1, Redundante)
    por 4Gr em 17-06-04 10:54 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Eu só gostava de perceber o porquê de Portugal continuar a gastar rios e rios de dinheiro com licenças de software, quando poderia utilizar Software livre.

    Cuidado que isso pode custar-te a vida! Os talibans-ms, estereótipo que se crê ter originado nos States e identifica-se pela sua forte acentuação, vêm já dizer que afinal o TCO do Software Livre é muito maior que o software proprietário e tal, como se eles próprios acreditassem no que estão a dizer!! :-)

    Dominus vobiscum
    Re:É claro que sim (Pontos:2)
    por fhc em 17-06-04 14:55 GMT (#18)
    (Utilizador Info)

    Não denigras os taliban (já é plural a palavra). Eles são estudantes de religião, e supostamente sabem muito sobre o Islão, até sobre a capacidade de o Islão conviver e as normas corânicas de não aborrecer os cristãos...

    Esquece. Tinhas razão.

    Francisco Colaço


    Em Portugal nada se conclui acerca da existência de vida inteligente no Planeta Terra.

    É facil... (Pontos:2)
    por cao_negro em 17-06-04 10:58 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    em primeiro: lugar corrupção.
    em segundo: lugar corrupção.
    em terceiro: mal informação/aconselhamento de quem toma a decisão.
    em quarto: quem aconselha a pessoa que toma a decisão não tem capacidade técnica (mesmo sendo sr.Engenheiro) para propor/implementar outra coisa.
    em quinto: lugar markting/pressão das empresas que vendem MS.

    algumas estas situações podem ser lidas no livro da fca aqui
    Re:É facil... (Pontos:3, Engraçado)
    por leitao em 17-06-04 21:09 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    em primeiro: lugar corrupção. em segundo: lugar corrupção.

    Espera ai, vou ja' ligar 'a Autoridade contra as Fraudes Economicas a dizer que as empresas que usam produtos da Microsoft sao corruptas -- recebem dinheiro da Microsoft para usarem os produtos desta... alias, vou ja' telefonar 'a Microsoft pra me pagarem por eu usar um portatil com XP!!

    em terceiro: mal informação/aconselhamento de quem toma a decisão.

    Fonix, bem me parecia que fui mal aconcelhado pela Apple por comprar um portatil que veio com o Office...

    em quarto: quem aconselha a pessoa que toma a decisão não tem capacidade técnica (mesmo sendo sr.Engenheiro) para propor/implementar outra coisa.

    Bem me parecia que estes profissionais da informatica portuguesa sao todos uns incompetentes...

    em quinto: lugar markting/pressão das empresas que vendem MS.

    Sim, que eu sempre que vou a Portugal tenho que tapar os olhos para nao ver aqueles plackards e anuncios de televisao da Microsoft em todas as esquinas!

    algumas estas situações podem ser lidas no livro da fca aqui

    Vou ja' comprar o livro! Aquela capa e titulo... genial!


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:É facil... (Pontos:2)
    por Gimp em 18-06-04 9:07 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    "Espera ai, vou ja' ligar 'a Autoridade contra as Fraudes Economicas a dizer que as empresas que usam produtos da Microsoft sao corruptas -- recebem dinheiro da Microsoft para usarem os produtos desta... alias, vou ja' telefonar 'a Microsoft pra me pagarem por eu usar um portatil com XP!!

    E para se ser corrupto ou corromper só se usa $ exclusivamente? Não sei onde li exactamente, provávelmente no The Register, onde, salvo erro, os responsáveis da Marinha dos Estados Unidos, proíbiram os seus funcionários de aceitar ofertas da Microsoft, sob a forma de software, e para devolver conforme veio. Segundo a Microsuave era para os funcionários "experimentarem". Bem, os regulamentos internos proíbem explícitamente o aceitar dessas "ofertas". Era engraçado saber-se como reagem os nossos representates quando recebem "ofertas", seja qual fôr a proveniência...


    "No comments"

    Re:É facil... (Pontos:2)
    por leitao em 18-06-04 12:28 GMT (#33)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Hummm, explica la' de que forma e' que uma empresa receber software da MSDN de borla e' corrupcao ?


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:É facil... (Pontos:2)
    por Gimp em 18-06-04 12:50 GMT (#34)
    (Utilizador Info)
    Explica lá o que é que entendes por suborno? E mais, não reduzas o teu universo a empresas...


    "No comments"

    Exemplo (Pontos:2)
    por cao_negro em 18-06-04 20:05 GMT (#36)
    (Utilizador Info)
    Vou transcrever o dialogo entre a minha pessoa e um responsavel pela informatica de um dep. do estado.

    Ele: Aqui fala fulano da ********** precisava que me desse um orçamento de um computador para mim.
    Eu: Eu sei quem o Sr. é, diga então quais são as caracteristicas.
    Ele: São estas ...
    Eu (depois de ter posto uma margem de 15%): o preço para si é este ###. Ele: é isso mais iva?
    Eu: Sim
    Ele: Com o IVA está caro tenho mais barato.
    Eu dou o preço sem lucro.
    Ele: mas é mais IVA.
    Eu: o IVA não posso tirar.
    Ele: Obrigado na mesma pas tenho outra proposta mais barata!

    Conclusão: tinha de vender a preço de custo e não debitar IVA, logo perdia 19%
    Nunca mais a empresa foi contactada pelo dep. da responsabilidade deste senhor para a apresentação de propostas!

    Será corrupção?

    Se quiserem mais exemplos ou pagar as contas pendentes que temos de pessoas que fazem compras para o estado, digam.
    Re:É facil... (Pontos:1)
    por liberdade em 17-06-04 21:46 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://www.gildot.org
    Isto é mais que lógico, vamos todos mudar para Software Livre!!

    Até porque cada vez mais é "moda", então desde que saiu a CM, não vejo falarem de outra coisa nas Secundárias, mas... o que é o Software Livre em Portugal?

    Sempre pensei que era um grupo de pessoal entusiasta (alguns eng's e tal que trabalham, mas em empreas que fazem software proprietário).

    Well com tantas centenas de pessoas aqui no Gil, com conhecimento em Software Livre, porque não abrem todos uma multi-nacional e começam a vender soluções de suporte ao Governo Português, daí à dominação do mundo é um passo!!!

    (prozac... prozac...)
    Re:É facil... (Pontos:2)
    por MacLeod em 18-06-04 11:57 GMT (#32)
    (Utilizador Info)
    O site da FCA está, neste momento, um mimo.
    Re:É claro que sim (Pontos:2)
    por PRE em 17-06-04 12:39 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://psantos.net
    Eu só gostava de perceber o porquê de Portugal continuar a gastar rios e rios de dinheiro com licenças de software, quando poderia utilizar Software livre.

    Da maneira como falas, até parece que a hipotética falta de necessidade de pagamento, é a maior vantagem do Software Livre.
    _____________________
    Pedro Santos :: psantos.net :: blog

    Re:É claro que sim (Pontos:1)
    por Nicker em 17-06-04 13:04 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    É verdade que até pode não ser a maior vantagem, mas é uma das mais importante ou será que não?? O governo anda constantemente a dispensar pessoas da função pública (política com a qual eu até concordo, uma vez que temos muita gente a trabalhar na função pública), por motivos económicos. No entanto paga balúrdios a empresas como a Microsoft para utilizar o seu software. Será que não podiam poupar também o dinheiro dessas licenças e aplicar esse mesmo dinheiro noutros locais, onde ele é mais necessário...
    Re:É claro que sim (Pontos:2)
    por PRE em 17-06-04 14:13 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://psantos.net
    Mas tu conheces a gestão interna das autarquias? Conheces os negócios que elas têm com a Microsoft?

    Além disso não te esqueças que os responsáveis por essas coisas, provavelmente nem conhecem o Linux. Nem sabem sequer é que é o Software Livre.

    E mais: eles não usam só o Windows e o Office. Eu estagiei na Câmara Municipal da Amadora e havia AutoCADs, Corel Draw's, toda uma estrutura de bases de dados em access (yuck!), e mais N dependências de software proprietário. Tu podes dizer que também há software desse tipo para Linux, mas terá a mesma qualidade? Estas coisas simplesmente não se mudam... não se diz a toda a gente que vão ter de aprender a mexer em N programas novos, num sistema operativo novo.

    E como bónus, a maior parte dos documentos word e ppt e etc que têm vão ter de levar ajustes, porque não estão com a formatação que tinham.

    Achas que a Dona Graça e o Arquitecto Fernando estão minimamente preocupados com monopólios da M$? Com programas livres e alternativos? Eles nem devem conhecer nada disso...

    Isto tudo para dizer que mudar não é tão fácil como algumas pessoas pintam, e tem de ser tudo muito bem pensado, para mais tarde não se pagar e bem pelo erro de trocar tudo só porque hipotticamente fica mais barato...
    _____________________
    Pedro Santos :: psantos.net :: blog

    Re:É claro que sim (Pontos:3, Interessante)
    por ^magico^ em 17-06-04 14:46 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Compreendo perfeitamente o teu ponto de vista; não fosse ele um argumento válido para a transposição de software proprietário para software livre.

    Mudar de um sistema para outro, qualquer que seja o sistema antigo e o novo, demora tempo. É necessário planear, analisar vantagens e desvantagens, fazer futurismos sobre as consequências das mudanças a nivel de usabilidade (utilizadores) bem como a nivel técnico (bugs).

    É por essa razão que uma mudança requere bastante tempo e profissionais qualificados com experiência comprovada (e não apenas engenheiros do papel).

    Por outro lado, a mudança não é assim tão "negra" e dificil como outras tantas pessoas pintam. Se no compto geral (e mesmo que a mudança seja trabalhosa) existerem vantagens significativas porquê continuar debaixo das garras de software que não permite maneabilidade suficiente e segurança para o futuro?

    Se a autarquia disser à Dona Graça e ao Arquitecto Fernando que com esta transicção passando a usar software livre vai permitir reduzir os custos da autarquia e melhorar o nivel de funcionamento da mesma; eles não vão ligar nenhuma e até vão eventualmente criar oposição. Se a autarquia acrescentar que com esta redução de custos vai ser possivel criar um programa de formação, permitindo que a Dona Graça e o Arquitecto Fernando possam adquirir novos conhecimentos com o respectivo subsidio na folha de salário, duvido que não fiquem interessados.

    Uma mudança não passa por apenas dizer "passam a usar isto em vez daquilo", mas sim por uma união e um sentimento de que a mudança é necessária e importante para todos, principalmente para os utilizadores.

    Um outro problema habitualmente falado é quando existem muitos programas num dado sector. A realidade é que muito desses programas fazem parte de um conjunto de trabalhos semelhantes, e a unica razão para existirem programas diferentes foi a inépcia da empresa (autarquia) para averiguar a melhor forma de centralizar as funções dos mesmos. Por exemplo, era preciso um programa para fazer um dado documento e em vez de se partir para uma solução central e integrada convidaram a "empresa" da esquina para fazer um programa para isso... o qual a empresa da esquina fez em... Access. Na maioria das autarquias (relativamente grandes) é o tecnico de informática que nas horas vagas vai fazendo o que lhe é pedido, e faz isso em VB, Access sem qualquer noção de organização de sistemas, desenvolvimento de soluções integradas ou adequadas a uma centralização da informação.

    É claro que a mudança obrigaria sem qualquer duvida a uma reestruturação do sistema informático bem a como a integração completa de todos os sistemas em blocos organizados coerentemente.

    Tomando como exemplo uma situação actualmente em mãos de uma empresa com cerca de 30 programas diferentes, 70 utilizadores divididos por 7 sectores e mais uma equipa de 100 vendedores. Os 30 programas conseguem-se resumir a 5 usando um mesmo backend, está planeada que a alteração demore entre 2 a 3 anos.

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:É claro que sim (Pontos:2)
    por Init em 18-06-04 1:59 GMT (#29)
    (Utilizador Info)

    O facto de não ser necessário pagar royalties para licenças é uma escaça vantagem, de menor importância se as liberdades que o Software Livre dá não forem correctamente aproveitadas para favorecer uma boa gestão e dessa forma então conseguir um menor TCO.

    Além disso não te esqueças que os responsáveis por essas coisas, provavelmente nem conhecem o Linux. Nem sabem sequer é que é o Software Livre.

    De facto assim acontece.

    Tu podes dizer que também há software desse tipo para Linux, mas terá a mesma qualidade?

    Não é isso que deve ser utilizado para impedir uma mudança para Software Livre, alias nada deve impedir, apenas deve ser utilizado para adequar o processo de migração. Sempre que houver software que satisfaça as necessidades, mesmo sendo inferior ao software proprietário, ele deve ser sempre utilizado preferêncialmente, pois as vantagens que o licenciamento como Software Livre são demasiado importantes para impedir isto, quando não há Software Livre à altura das necessidades, ou simplesmente não o há, deve-se trabalhar no sentido fazer com que o que existe mas não satisfaz as necessidades passe a satisfazer ou no sentido de o criar, não existir software não é desculpa para não mudar, deve ser apenas algo a ter em conta para o processo de migração e para os vários estagios da migração.

    Estas coisas simplesmente não se mudam... não se diz a toda a gente que vão ter de aprender a mexer em N programas novos, num sistema operativo novo.

    É por isso que se criam estratégias de migração que têm por objectivo suavizar dificuldades e através da monitorização do processo ir modificando o plano para adequa-lo às dificuldades que vão aparecendo.
    Uma migração não deve ser feita repentinamente, nem "à bruta", no entanto isso não quer dizer que não deva ser feita de todo.

    E como bónus, a maior parte dos documentos word e ppt e etc que têm vão ter de levar ajustes, porque não estão com a formatação que tinham.

    Isso não é relevante. Há coisas bem piores com os formatos e protocolos proprietários e são também motivos para migrar e não para deixar as coisas na mesma.

    Achas que a Dona Graça e o Arquitecto Fernando estão minimamente preocupados com monopólios da M$? Com programas livres e alternativos? Eles nem devem conhecer nada disso...

    Se não estão deviam, porque afecta a vida deles e no futuro pode afectar ainda mais. De qualquer forma os gestores públicos têm a obrigação de ter essas preocupações e de conhecer o Software Livre, embora a maioria não conheça.

    Isto tudo para dizer que mudar não é tão fácil como algumas pessoas pintam, e tem de ser tudo muito bem pensado, para mais tarde não se pagar e bem pelo erro de trocar tudo só porque hipotticamente fica mais barato...

    De facto não é facil, mas não se deve de deixar de seguir o caminho certo por isso.
    E de facto a motivação não deve ser a motivação financeira, mas sim a liberdade, até porque esta oferece mais ferramentas para combater os problemas financeiros em ultima analize a liberdade não tem preço, nem que seja a longo prazo, ou por precaução.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:É claro que sim (Pontos:2, Informativo)
    por SunFarm em 17-06-04 17:31 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    Nicker, neste momento já existem algumas escolas a implementar soluções de OpenSource. Inclusive neste momento participo num projecto que está a implementar projectos de terminais leves(ltsp) nas escolas, havendo projectos piloto já implementados. No entanto como sabemos estes tipos de iniciativas não são faceis de levar adiante e o que temos a fazer é apresentá-las às escolas .E chega de criticar os funcionários públicos de uma forma em geral.... Como no privado não são todos iguais, é que já cheira a pimbalhada esse discurso laranja :-)
    Re:É claro que sim (Pontos:1)
    por psoares em 17-06-04 22:11 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    Essas experiências parecem interessantes. Há alguma informação sobre isso?
    Re:É claro que sim (Pontos:1)
    por foo em 17-06-04 23:31 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    é porque os coitados dos funcionários públicos não sabem mexer com outro sistema operativo

    eles sabem mexer no windows? não fiquei com essa impressão :D

    "práticas de traficante" (Pontos:2)
    por Karlus em 17-06-04 10:03 GMT (#4)
    (Utilizador Info) /dev/null
    Politicas comerciais à parte mas estas declarações de um responsável governamental, para além de irresponsáveis tinham obrigatoriamente de dar origem a um processo em tribunal, seja em que parte do mundo for. Chama "traficante", vai explicar em tribunal pq.
    É facil... (Pontos:3, Informativo)
    por cao_negro em 17-06-04 10:21 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    O que ele disse é que a pratica é de traficante não que o Bill era traficante!

    Essa pratica é utilizada desde sempre:
    experimente primeiro!
    faça um teste drive!
    prove!
    enviamos demonstrações!
    Re:É facil... (Pontos:1)
    por ContraBass em 17-06-04 13:52 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Quando alguém é acusado de "prática de roubo", está a ser chamado ladrão e não gosta (excepto os ladrões genuínos que se sentem elogiados ...).
    A "prática de traficante" não transmite melhores sentimentos ...
    Re:É facil... (Pontos:1)
    por Manuel em 17-06-04 14:16 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://sindominio.net/~manuel/
    porém há diferença entre insulto e descrição..

    --
    Tanta gente sem casa, tanta casa sem gente..
    Re:É facil... (Pontos:2)
    por Gimp em 17-06-04 14:32 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    Bem, a afirmação classifico-a de infeliz mas, é engraçado, quando um sr. jornalista americano escreveu que o Lula bebe, este o expulsou do país, e bem a meu ver, o Lula foi duramente criticado. Como disse, a frase é infeliz, havendo outras maneiras de dizer o que se quer, mas também acho que não deixa de ser verdade :-).


    "No comments"

    deviam era ter o direito de escolher... (Pontos:3, Engraçado)
    por drdude em 17-06-04 10:22 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://www.vitominas.com
    politicos menos corruptos!
    Re:deviam era ter o direito de escolher... (Pontos:2)
    por ^magico^ em 17-06-04 10:49 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Entre os politicos brasileiros e os portugueses venha o diabo e escolha! É tudo farinha do mesmo saco, apenas com sotaque diferente.

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Pois (Pontos:1)
    por Ancestor em 17-06-04 19:38 GMT (#20)
    (Utilizador Info)

    A Microsoft foi aos tribunais para exigir explicações a Silveira, que considera que cometeu delito de difamação.

    Provavelmente será também acusado de espionagem industrial, por revelar de antemão toda a estratégia comercial da Microsoft para os próximos tempos...
    Ele já deu a resposta à M$ (Pontos:2)
    por mpinho em 17-06-04 22:20 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    Ele já deu a resposta à M$... Reparem no gesto obsceno que ele está fazendo com a mão :-)

    http://www.softwarelivre.org/news/2532

    Presidente do ITI divulga nota sobre Pedido de Explicações

    Editoria: Governos

    17/Jun/2004 - 16:25

    " Em atenção às demandas da imprensa nacional e internacional, que se solidariza com o Governo Brasileiro nesse momento sem precedentes na história, em que o dirigente de uma importante instituição pública deste País sofre pessoalmente a ação daqueles interessados em manter um modelo hegemônico, venho, após ouvir meus advogados e procuradores federais, dizer que a provocação judicial movida contra minha pessoa é, por si só, tão inusitada e descabida, que não merece resposta."

    "Por outro lado, gostaria de registrar que a contratação de software preservando os valores liberdade e abertura é, para o Governo Brasileiro, uma questão ligada de forma indissolúvel ao princípio democrático. E porque se percorreu um longo e doloroso caminho para chegar ao estágio atual de desenvolvimento da democracia neste País, não arrefeceremos em nossa luta.

    Se democracia é um valor repleto de ideologia, não é jamais um valor insignificante. Se democracia é um sonho, é um sonho do qual este País jamais acordará novamente.

    O futuro é livre. "

    SERGIO AMADEU DA SILVEIRA Diretor-Presidente Instituto Nacional de Tecnologia da Informação
    Re:Ele já deu a resposta à M$ (Pontos:2)
    por leitao em 17-06-04 23:10 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Um gajo que escreve uma resposta destas esta' mesmo a precisar de levar um chuto no cu porta fora.

    A isto chama-se: "fiz merda, e agora vou acenar os bracos a ver se alguem me salva porque nao tenho cojones para o admitir".

    ...ou entao anda a fumar qualquer coisa.


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Ele já deu a resposta à M$ (Pontos:1)
    por shadowseeker em 18-06-04 8:37 GMT (#30)
    (Utilizador Info) http://no-web-page.sorry
    bom, pois... se fosse em portugal ja' tinha sido "remodelado"! :-)

    Re:Ele já deu a resposta à M$ (Pontos:2)
    por Cyclops em 18-06-04 13:10 GMT (#35)
    (Utilizador Info)
    Se calhar anda a fumar uma mistura de gases, sabes, oxigénio, azoto, dióxido e monóxido de carbono, entre outros. Tal como tu e eu.

    Contudo ele tem a inteligência de não se deixar enganar nem intimidar pela parte que não tem nenhum interesse na liberdade de todos os utilizadores, pois isso lhe reduz a vantagem económica.

    Ao contrário de alguns que cobardemente se movem conforme o vento lhes convém mais...

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]