gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Windows Template Library no sourceforge.net
Contribuído por AsHeS em 14-05-04 8:25
do departamento vê lá um bocadinho
Microsoft murta escreve "O código fonte da Windows Template Library (WTL) da Microsoft foi colocado no sourceforge.net (aqui), sobre a Common Public License, ao abrigo do programa de SharedSource. Já anteriormente havia sido colocado o Windows Installer XML (WiX).É um boa oportunidade para olhar para o código feito Microsoft-way. Regards, "

MacOS num PC | Apple tenta patentear janelas semi-transparentes  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • aqui
  • SharedSource
  • Windows Installer XML (WiX)
  • Mais acerca Microsoft
  • Também por AsHeS
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Er.. (Pontos:2, Engraçado)
    por tonidosimpostos em 14-05-04 8:46 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Ja tivemos o codigo fonte do Windows para ver o estilo de código.... =)

    .!.
    Re:Er.. (Pontos:2)
    por Vx em 14-05-04 9:19 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.valfreixo.org
    Pelo que vi, e claro que nao andei a cuscuvilhar aquilo tudo, pareceu-me mto limpinho e com qualidade. Mas claro que os tipos devem programar com mtas regras. Cheira-me que aquilo é uma equipa enorme de programadores. Se o código fosse sujo havia de ter piada :P

    --
    http://www.valfreixo.org
    O Hosting com Tomates!

    Re:Er.. (Pontos:2)
    por Drune em 14-05-04 11:24 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    passa uma vista de olhos pelos comentários que surgem pelo meio do código e logo dizes que não é assim tão limpinho :)
    ..may the source be with you =)
    Re:Er.. (Pontos:2, Esclarecedor)
    por falso em 14-05-04 11:49 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://www.goat.cx
    Devido a coisas como estas?
    * for idiots like MS-Access 2.0 who SetWindowPos( SWP_BOZO
    * and blow away themselves on the shell, then lets
    * just ignore their plea to be removed from the tray

    private\inet\mshtml\src\core\cdutil\genutil.cxx:
    // HACK HACK HACK. REMOVE THIS ONCE MARLETT IS AROUND


    ----------------------------
    if it bleeds, we can kill it
    Re:Er.. (Pontos:4, Engraçado)
    por covarde_anonimus em 14-05-04 12:47 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Esses comentários são propriedade intelectual da microshaft.
    Ao publica-los estás a suportar os programadores de virus, terroristas e artistas pimba como o toy.
    Por favor entregue-se na sua cede nacional da MS, tenha um bom dia e obrigado.
    Re:Er.. (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 14-05-04 17:46 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    cede ???

    .!.
    Re:Er.. (Pontos:1)
    por covarde_anonimus em 15-05-04 12:44 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    Yeah, eu devia ter mais cuidado de não ofender os nazis ortográficos.
    Re:Er.. (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 18-05-04 16:20 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    Sim, é que de "cede" para "sede", a diferença é minima ! Se calhar faltaste a essas aulas de Portugues :)

    .!.
    Re:Er.. (Pontos:2)
    por mlopes em 17-05-04 13:32 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    Se calhar está a usar o corrector ortográfico do Word

    "Para mim a tecnologia é como as tangerinas, na medida em que não consigo fazer uma analogia decente sobre nenhuma das duas neste momento" Scott Adams

    Re:Er.. (Pontos:2)
    por Kmos em 14-05-04 19:02 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    E o que é que isso implica para ser ou não código "limpinho"? acho que uma coisa não tem nada a ver com a outra e já foi discutido em outra notícia do género, eles usam esse tipo de comentários para tirar algum do stress das várias horas a programar, colucando um comentário engraçado! os comentários não vão nos executáveis..., e pelo que vi, a parte que interessa (topo do ficheiro) tem boas descrições para saberem o que faz cada ficheiro e a que pertence.. vê pelos teus próprios olhos =)

    I'm a lost soul in this lost world...
    Leaks (Pontos:2, Engraçado)
    por falso em 14-05-04 9:42 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://www.goat.cx
    Bem, pelo menos assim nao precisam de estar com medo que hajam leaks :-)

    ----------------------------
    if it bleeds, we can kill it
    Mais uma vêz (Pontos:2)
    por Init em 14-05-04 11:35 GMT (#5)
    (Utilizador Info)

    A licença é incompativél com a GPL.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Mais uma vêz (Pontos:1)
    por cfduarte em 14-05-04 13:10 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Graças a Deus!
    Re:Mais uma vêz (Pontos:2)
    por Init em 14-05-04 17:51 GMT (#16)
    (Utilizador Info)

    Deus não tem nada a haver com isso... Mas dado que a esmagadora maioria do Software Livre encontra-se sob os termos da GPL, não vejo nisso uma vantagem.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Mais uma vêz (Pontos:3, Interessante)
    por mlemos em 15-05-04 2:28 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://www.ManuelLemos.net/
    Por outro lado, muitos programadores não têem muito a noção das consequências de usar a licença GPL nos seus projectos, como o facto de isso limitar o uso do código em projectos que não tenham uma licença compatível.

    Os fanáticos do GPL acham que isso é uma boa coisa, porém alguns dos projectos Open Source mais populares não usam GPL nem nada contagioso e são líderes absolutos no seu segmento, como é o caso do Apache o servidor HTTP mais popular na Web pública e PHP a linguagem de scripting para Web de maior popularidade. Estes projectos usam uma licença baseada na BSD.

    Este projectos recusam qualquer ponta de código GPL ou LGPL precisamente para não se contaminarem e isso prejudicar a sua disseminação. Ainda recentemente as bibliotecas clientes do MySQL 4 foram excluidas da distribuição do PHP por causa disso.

    A verdade é que o MySQL sem PHP não teria a adesão que tem hoje e por isso a MySQL AB já abriu uma excepção para não ficar excluida desse importante mercado. No entanto MySQL foi substituido pelo SQLite que apesar de ser tecnicamente inferior como base de dados o código está no domínio público e por isso não contamina o PHP.

    A verdade é que a licença GPL interessa mais a quem tem interesse comerciais como a MySQL AB. a mudança da licença da biblioteca cliente do MySQL tinha em vista forçar todas empresas que vendem utilitários de código fechado para o MySQL lhes pagassem uma licença comercial para poder incluir essa biblioteca. Legal e comercialmente é justo, mas não sei se os prejuízos que possam vir a ter por exclusão das distribuições do PHP, tenham valido a pena.

    Agora para quem não tem interesses comerciais, usar uma licença GPL para distribuir o seu código pode ser mais mau do que bom. Mas como eu disse, a maior parte dos programadores não tem bem a noção das consequência da escolha da licença, por isso escolhem a licença GPL, talvez na esperança de um dia serem famosos como o Linus Torvalds que usou essa licença para o Linux.

    O Linux também sofre as consequências da licença GPL, nomeadamente na questão da falta de drivers para certos tipos e marcas de hardware uma vez que com muita razão os fabricantes se recusam a abrir o código dos seus drivers para satisfazer os fundamentalistas do GPL. Quem sofre com isso é o utilizador que até queria tirar todo proveito do seu hardware mas muitas vezes não conseguem por falta de drivers. Essa é apenas uma das dificuldades de difusão do Linux. Quem sabe um dia os fundamentalistas do GPL abrem a cabeça e a coisa muda.

    Pessoalmente recomendo sempre uma licença BSD para quem não tem intenções comerciais e gostaria de aumentar as chances do seu projecto ter maior difusão (claro que isso não basta).
    Re:Mais uma vêz (Pontos:2)
    por Init em 16-05-04 13:28 GMT (#21)
    (Utilizador Info)

    porém alguns dos projectos Open Source mais populares não usam GPL nem nada contagioso e são líderes absolutos no seu segmento,

    Saindo agora do topico, alguns projectos Open Source Software nem são Software Livre.
    Vais dizer que a razão do sucesso desses projectos é a licença?

    Este projectos recusam qualquer ponta de código GPL ou LGPL precisamente para não se contaminarem e isso prejudicar a sua disseminação.

    E isso iria prejudicar como?

    Agora para quem não tem interesses comerciais, usar uma licença GPL para distribuir o seu código pode ser mais mau do que bom. Mas como eu disse, a maior parte dos programadores não tem bem a noção das consequência da escolha da licença, por isso escolhem a licença GPL, talvez na esperança de um dia serem famosos como o Linus Torvalds que usou essa licença para o Linux.

    Ou então não querem ver o seu código ser utilizado em software proprietário. É sempre bom lembrar que até o window$ tem código licenciado como BSD. A ideia de um fabricante software proprietário aproveitar-se do trabalho dos outros para fazer dinheiro sem retribuir na mesma moeda é deprezivel.

    O Linux também sofre as consequências da licença GPL, nomeadamente na questão da falta de drivers para certos tipos e marcas de hardware uma vez que com muita razão os fabricantes se recusam a abrir o código dos seus drivers para satisfazer os fundamentalistas do GPL.

    É por isso que há mais drivers para *BSD do que GNU/LInux?
    Desde quando os drivers foram um negócio para os fabricantes de hardware?

    Todo o software proprietário é um perigo. Mais vale a pena não ter software do que ter software proprietário. As situações em que utilizar software proprietário é aceitavél temporáriamente (nunca é a melhor situação) são tão poucas que podem ser desprezadas


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Mais uma vêz (Pontos:2)
    por mlemos em 17-05-04 3:01 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://www.ManuelLemos.net/

      porém alguns dos projectos Open Source mais populares não usam GPL nem nada contagioso e são líderes absolutos no seu segmento,

      Saindo agora do topico, alguns projectos Open Source Software nem são Software Livre.
      Vais dizer que a razão do sucesso desses projectos é a licença?

    Não baralhes as bolas. Estou a falar apenas de software dito livre. Não dá para comparar a disseminação de software livre com proprietário, especialmente se for comercial, porque para além da licença existe o custo e a perspectiva de lucro que justifica o investimento em campanhas de marketing.

      Este projectos recusam qualquer ponta de código GPL ou LGPL precisamente para não se contaminarem e isso prejudicar a sua disseminação.

      E isso iria prejudicar como?

    Muito. Posso-te dar o exemplo do PHP que suporta quase tudo que é servidor Web com API directa (não estou a falar de PHP como executável externo via CGI) . Se a licença do PHP fosse GPL, todos os servidores Web suportados teriam de praticamente abrir o código fonte para poderem ser legalmente ligados ao PHP. Idem para os codificadores/compiladores de PHP que usam extensões proprietárias para descodificar/executar  os scripts de PHP compilados.

      Agora para quem não tem interesses comerciais, usar uma licença GPL para distribuir o seu código pode ser mais mau do que bom. Mas como eu disse, a maior parte dos programadores não tem bem a noção das consequência da escolha da licença, por isso escolhem a licença GPL, talvez na esperança de um dia serem famosos como o Linus Torvalds que usou essa licença para o Linux.

      Ou então não querem ver o seu código ser utilizado em software proprietário. É sempre bom lembrar que até o window$ tem código licenciado como BSD. A ideia de um fabricante software proprietário aproveitar-se do trabalho dos outros para fazer dinheiro sem retribuir na mesma moeda é deprezivel.

    Essa é a tua opinião. A minha opinião é que se não quero que o meu código ou os meus métodos de programação sejam roubados, pura e simplesmente não abro o código para ninguém.

    Também acho que é muita ingenuidade pensar que usar a licença GPL protege roubo de código ou de métodos. Qualquer básico pode olhar para o código de um projecto e sem lhe tocar pode replicar a ideia, já para não falar no roubo de código com alterações que impossibilitam a comprovação da origem.

    Os únicos casos em que esse tipo de roubo de código deixa de ser viável é quando os projectos já são tão grandes que dá muito trabalho fazer cópias integrais. Mesmo assim podes crer que há muito aproveitamento de código e ideias pelo simples facto do códigos ser aberto a utilizadores anónimos.

      O Linux também sofre as consequências da licença GPL, nomeadamente na questão da falta de drivers para certos tipos e marcas de hardware uma vez que com muita razão os fabricantes se recusam a abrir o código dos seus drivers para satisfazer os fundamentalistas do GPL.

      É por isso que há mais drivers para *BSD do que GNU/LInux?

    O tamanho do mercado de *BSD que eu saiba é ridiculamente pequeno mesmo comparado com o mercado de Linux que por si só já não é grande coisa.

      Desde quando os drivers foram um negócio para os fabricantes de hardware?

    Os drivers para plaformas bem suportadas como Windows vem com o próprio hardware por isso fazem parte do produto. As plataformas que não são suportadas certamente os fabricantes chegaram à conclusão que não vale a pena. Não é apenas a questão de tamanho do mercado, mas sim também a questão de se ao divulgar o código fonte dos drivers não se estará a divulgar detalhes de funcionamento que por motivos comerciais óbvios não interessa divulgar ao mundo, especialmente se os concorrentes podem beneficiar com isso e prejudicar o negócio deles.

      Todo o software proprietário é um perigo. Mais vale a pena não ter software do que ter software proprietário. As situações em que utilizar software proprietário é aceitavél temporáriamente (nunca é a melhor situação) são tão poucas que podem ser desprezadas.

    Desculpa lá , mas essa tua teoria da conspiração é tão ridícula que dificilmente alguém te vai levar a sério no mundo real.

    Só um exemplo, tens conta num banco? Sim? Antes de abrir a conta e por lá o teu dinheiro exigiste ao banco que abrisse o código do seu sistema informático e sistemas operativos usados? De repente não estou a ver. E Multibanco? Também não usas porque usam Windows? Epá, tem paciência!!!

    Nada de pessoal, mas acho que pessoas com argumentos radicais e ridículos como os teus contra o software proprietário prestam um mau serviço à dessiminação do software livre porque só estão a queimar as possibilidades das pessoas que defendem software livre com argumentos racionais e plausíveis de serem levados a série.


    Re:Mais uma vêz (Pontos:2)
    por Init em 17-05-04 11:08 GMT (#23)
    (Utilizador Info)

    Não baralhes as bolas. Estou a falar apenas de software dito livre.

    Não! Tu falaste de Open Source Software e nem todo o Open Source Software é Software Livre.

    Não dá para comparar a disseminação de software livre com proprietário, especialmente se for comercial, porque para além da licença existe o custo e a perspectiva de lucro que justifica o investimento em campanhas de marketing.

    Falso! As empresas de Software Livre também têm lucros e campanhas de marketing.

    Se a licença do PHP fosse GPL, todos os servidores Web suportados teriam de praticamente abrir o código fonte para poderem ser legalmente ligados ao PHP. Idem para os codificadores/compiladores de PHP que usam extensões proprietárias para descodificar/executar os scripts de PHP compilados.

    Mas é por isso que existe a LGPL... Que a propria FSF recomenda para este tipo de software.

    Essa é a tua opinião. A minha opinião é que se não quero que o meu código ou os meus métodos de programação sejam roubados, pura e simplesmente não abro o código para ninguém.

    Não se trata de roubo. Ninguém te tirou nada. Apenas está a utilizar de formas que eu e outros consideramos não eticas e mesmo imorais.

    Qualquer básico pode olhar para o código de um projecto e sem lhe tocar pode replicar a ideia,

    Não é bem assim principalmente para software de grandes dimensões e de maior complexidade. Mas de qualquer forma eu sou contra as patentes de software.

    já para não falar no roubo de código com alterações que impossibilitam a comprovação da origem.

    Mas se for descoberto tem repercursões.
    Também és contra a criminalização dos homicidios por poder não se descobrir quem o cometeu?
    A maioria das pessoas são cumpridoras da lei e existem razões para quererem cumprir a GPL, porque todos querem que os outros partilhem e se quero que os outros partilhem também vou ter que partilhar.

    Mesmo assim podes crer que há muito aproveitamento de código e ideias pelo simples facto do códigos ser aberto a utilizadores anónimos.

    Ainda bem! Excusa-se de andar a reinventar a roda. E como já disse anteriormente sou contra as patentes de software.

    O tamanho do mercado de *BSD que eu saiba é ridiculamente pequeno mesmo comparado com o mercado de Linux que por si só já não é grande coisa.

    Então parece que a licença BSD não é aliciante assim tão grande para a divulgação de software.

    Desculpa lá , mas essa tua teoria da conspiração é tão ridícula que dificilmente alguém te vai levar a sério no mundo real.

    Não é teoria da conspiração. É uma realidade comprovada é um facto que os fabricantes de software proprietário aproveitam-se do trabalho de quem publica Software Livre sem copyleft. É também um facto que eu considero todo o software proprietário como não ético e imoral, por criar monopolios (é o objectivo do direito de autor, por isso não o podes sequer negar). Eu actuo de acordo com o que acho que está certo e tu?

    Só um exemplo, tens conta num banco? Sim? Antes de abrir a conta e por lá o teu dinheiro exigiste ao banco que abrisse o código do seu sistema informático e sistemas operativos usados? De repente não estou a ver. E Multibanco? Também não usas porque usam Windows? Epá, tem paciência!!!

    Não é ao cliente do banco que o software que o banco usa foi licenciado. Por isso lá se vai esse paragrafo todo... Apenas ne queixo dos bancos que não usam standards para comunicar com os clientes.

    Nada de pessoal, mas acho que pessoas com argumentos radicais e ridículos como os teus contra o software proprietário prestam um mau serviço à dessiminação do software livre porque só estão a queimar as possibilidades das pessoas que defendem software livre com argumentos racionais e plausíveis de serem levados a série.

    Eu cá também poderia dizer que tu és um radical da licença BSD que utiliza argumentos ilogicos e que está a queimar as hipoteses de outros utilizarem argumentos logicos para promover o Software Livre. Mas não o vou fazer, porque sei respeitar as opiniões dos outros.

    A tua necessidade de classificar todos os que pensam diferente de ti como radicais é que prejudica. Eu posso recusar-me a publicar código da minha autoria sob BSD, mas não tenho problemas em utilizar programas sob essa licença, nem tenho problemas que os outros a usem. Tu és contra a GPL e contra aqueles que a usam. Afinal, quem é que é o radical?


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Mais uma vêz (Pontos:4, Esclarecedor)
    por Ricardo Dias Marques em 14-05-04 15:39 GMT (#13)
    (Utilizador Info)

    Boas,

    A licença da WTL - Common Public License Version 1.0 - é, efectivamente, incompatível com a GPL, mas é reconhecida no site da FSF como uma Licença de Software Livre: http://www.fsf.org/licenses/license-l ist.html
    This is a free software license but it is incompatible with the GPL. The Common Public License is incompatible with the GPL because it has various specific requirements that are not in the GPL. For example, it requires certain patent licenses be given that the GPL does not require. (We don't think those patent license requirements are inherently a bad idea, but nonetheless they are incompatible with the GNU GPL.)

    Esta licença é também utilizada pelo famoso IDE Eclipse e em muitos outros projectos na SourceForge.


    Um abraço a todos, Ricardo
    Re:Mais uma vêz (Pontos:2)
    por Init em 14-05-04 17:49 GMT (#15)
    (Utilizador Info)

    Não disse que não éra Software Livre, alias antes de colocar o comentário até fui verificar isso, não só é Software Livre como o é com Copyleft.. Mas acho que ser incompativel com a GPL é neste caso um detalhe a fazer notár, dado a politica da m$ em relação à GPL (pelo seu forte copyleft).
    Também é de fazer notar que esta licença implica que o autor também tem que licenciar patentes e ao contrário da GPL, a inclusão de código ilegalmente (sem permissão do autor), não constitui uma violação desta licença, apenas da licença do software do qual foi retirado.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Hmm? (Pontos:2)
    por CrLf em 14-05-04 11:55 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Onde é que está dito que isto vem ao abrigo do programa Shared Source? O programa Shared Source significa revelar o código (parte dele) a parceiros selectos, mas sem que estes tenham a possibilidade de o modificar.

    -- Carlos Rodrigues
    Ái, Ái.... (Pontos:3, Engraçado)
    por mlopes em 14-05-04 11:55 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    E agora como é que o Bill Gates vai justificar isto a este senhor?!?!?

    "Para mim a tecnologia é como as tangerinas, na medida em que não consigo fazer uma analogia decente sobre nenhuma das duas neste momento" Scott Adams

    Just like 1984... (Pontos:2)
    por smsp em 14-05-04 12:08 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    Basta esse "senhor" recorrer ao princípio do doublethink... Aliás, essa thread deve estar prestes a desaparecer (nunca existiu)!

    </paranoia>

    «You cannot steal a gift, which is what code released under the BSD license is.»

    Wtl (Pontos:1)
    por nectarine em 14-05-04 14:17 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    A WTL sempre esteve disponível em forma de código, portanto so não a viu quem não quiz... De qualquer maneira esta biblioteca nunca foi suportada pela Microsoft de forma oficial e os programadores que a utilizam contam-se pelos dedos. Diz-se que terá sido desenvolvida apenas por um programador. É preferível que a tenham lançado assim do que a tivessem deixado morrer a um canto qualquer... Pelo menos alguns programadores deverão lucrar com isto.
    Re:Wtl (Pontos:2)
    por Init em 14-05-04 17:58 GMT (#17)
    (Utilizador Info)

    A WTL sempre esteve disponível em forma de código

    O que não é a mesma coisa que ser licenciado sob os termos de uma licença de Software Livre.

    É preferível que a tenham lançado assim do que a tivessem deixado morrer a um canto qualquer...

    Claro que é. Sou apoiante do Software Livre e essa é uma das razões pela qual apoio o Software Livre. Mas que isto vai contra o que a m$ tem dito é verdade.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]