gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Passado, presente e futuro nos processadores de texto
Contribuído por AsHeS em 06-05-04 21:28
do departamento Ontem, Hoje e Amanhã
News ^magico^ escreve "No site Mind the Gap está disponivel um artigo muito interessante no que respeita às aplicações de processamento de texto. Em A Word of Difference é feito um resumo breve sobre os antigos titãs nesta área, bem como vários pontos que aplicações como OpenOffice.org devem considerar para um futuro risonho. "

5 Forum Internacional de Software Livre | Mono Beta 1  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • ^magico^
  • Mind the Gap
  • A Word of Difference
  • Mais acerca News
  • Também por AsHeS
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    ed, ex, vi, stevie, elvis, nvi, vim, gvim... (Pontos:3, Engraçado)
    por racme em 06-05-04 21:59 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://tinyurl.com/2zvku
    Passado, presente e futuro nos processadores de texto



    make world && !war;
    Re:ed, ex, vi, stevie, elvis, nvi, vim, gvim... (Pontos:2, Interessante)
    por leitao em 06-05-04 22:39 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Conheces a diferenca entre um processador de texto e um editor de texto ?


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:ed, ex, vi, stevie, elvis, nvi, vim, gvim... (Pontos:3, Engraçado)
    por TarHai em 06-05-04 23:23 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.dilbert.com
    Existe uma terceia categoria: o deturpador de texto.

    Conheco um em particular que teima em fazer as coisas a sua maneira.
    ## I should be working...
    Re:ed, ex, vi, stevie, elvis, nvi, vim, gvim... (Pontos:2)
    por jazzy em 07-05-04 10:46 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    Estás-te a referir ao emacs?


    Jazzy
    Re:ed, ex, vi, stevie, elvis, nvi, vim, gvim... (Pontos:3, Esclarecedor)
    por AnonymousCow em 07-05-04 0:07 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    E tu, conheces a diferença entre uma piada e a realidade?
    Re:ed, ex, vi, stevie, elvis, nvi, vim, gvim... (Pontos:3, Engraçado)
    por racme em 07-05-04 2:24 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://tinyurl.com/2zvku
    Conheces a diferenca entre um processador de texto e um editor de texto ?

    isso e' so' inveja porque nao meti o notepad na lista...

    "I triple guarantee you, there are no American soldiers violating The Geneva Convention in Baghdad.", Donald Rumsfeld, Secretary of Defense of United States of America



    make world && !war;
    void main(void); (Pontos:3, Interessante)
    por [Cliff] em 06-05-04 22:35 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Não sei se sou só eu, mas já começo a ficar farto de comparações e de "esta é a maneira de melhorar o para o utilizador final". Se estes usability-experts se juntassem aos projectos para ajudar em vez de só mandarem postas de pescada em páginas pessoais/blogs/sites de informação é que faziam bem.
    Enfim, estou com a birra...

    ---
    Este espaço pode ser seu!
    Re:void main(void); (Pontos:3, Interessante)
    por CrLf em 06-05-04 22:46 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    É verdade, a maioria destes tipos que se queixam deste e daquele problema são incapazes de ir a um bugzilla a adicionar um report. É como muita gente que se queixa deste ou daquele bug e depois deve pensar que os developers são omnipresentes e ouvem as suas queixas à distância sem que eles façam bug-reports.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:void main(void); (Pontos:2)
    por ^magico^ em 07-05-04 8:43 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Eu achei o artigo interessante, não porque era um mero utilizador a fazer comparações, mas sim um utilizador que aproveitou para escrever o artigo nos vários processadores que comparou de modo a poder dar uma descrição da sua "experiência" ao utilizar esses produtos.

    Ele não diz que a aplicação X ou Y deve ter isto. O que ele diz é que a aplicação X tem isto e é útil, e a aplicação Y tem aquilo e é inutil.

    Faz ainda referência ao facto de que nesta área os leaders em determinada altura perderam a liderança, não por qualidade dos concorrentes, mas sim por culpa própria "tendo implodido". O que dá que pensar, ou pelo menos dá margem para se pensar numa solução de equilibrar o mercado.

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Re:void main(void); (Pontos:2)
    por CrLf em 07-05-04 14:19 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Eu não achei o artigo mau, apenas estava a dizer que normalmente os mesmos que se dão ao trabalho de escrever longas dissertações sobre os problemas do software livre são ao mesmo tempo incapazes de dar sugestões a quem realmente está em posição de os corrigir.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:void main(void); (Pontos:1)
    por ContraBass em 07-05-04 7:58 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    Olá, Por outro lado, é importante pensarmos na forma como os utilizadores do Word pensam; a comparação torna-se incontornável e surge a questão recorrente de os produtos M$ permitirem que pessoas absolutamente ignorantes poderem usar o software sem saberem realmente o que estão a fazer. Cumprimentos, Ari Constâncio
    Re:void main(void); (Pontos:2)
    por 4Gr em 07-05-04 10:54 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    É não é?

    Essa ideia recorrente que a Microsoft tem vindo a implementar, de que as TI são para todos, sem haver o know how é responsável por eu estar no escritório do meu tio desde as 9.15 a tirar bugs, sites que não abrem, tirar worms e vírus (será que é desta que um anti-virus instala?)..

    Enfim, já foram horas a mais à frente do Windows. Aproveito para lhe instalar o Firefox e o descontaminar do IE ;-)

    Dominus vobiscum
    A febre da torradeira (Pontos:2)
    por CrLf em 07-05-04 14:17 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    As pessoas têm a ideia de que um computador é como uma torradeira ou uma televisão, que tem de ser trivial de usar. Esta é uma noção que me irrita sobejamente. Um computador é uma máquina avançada e genérica, capaz de executar uma infinidade de aplicações diferentes. Nunca será uma torradeira. As pessoas têm de meter na cabeça de uma vez por todas que quem quer usar um computador tem de aprender. Ler e escrever também não é intuitivo e ninguém se queixa de ter de aprender... E a desculpa velha de que só querem usar o PC para fazer umas coisas e não querem ter trabalho não pega, um carro também é só para andar e isso não evita terem de tirar a carta!

    Eu compreendo-te perfeitamente, perco horas e horas a remover spywares em computadores de pessoas que têm orgulho em dizer que não percebem nada de computadores. Se calhar se eu me recussasse a acabar-lhes com os popups de sites porno a cada vez que mexem o rato, talvez se decidissem a aprender qualquer coisa e descobrissem que ter orgulho em não perceber nada de computadores é sinal de ignorância e teimosia.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:A febre da torradeira (Pontos:2)
    por [Cliff] em 07-05-04 14:58 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    um carro também é só para andar e isso não evita terem de tirar a carta!
    Esta é uma má analogia. O correcto seria: para andar de carro seria necessário saber mecânica.

    ---
    Este espaço pode ser seu!
    Re:A febre da torradeira (Pontos:2)
    por mlopes em 07-05-04 15:41 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Não, porque isso era o mesmo que dizer que para mexer num computador tinhas que perceber de hardware. A analogia da carta de condução está excelente.

    "Para mim a tecnologia é como as tangerinas, na medida em que não consigo fazer uma analogia decente sobre nenhuma das duas neste momento" Scott Adams

    Re:A febre da torradeira (Pontos:2)
    por CrLf em 07-05-04 17:03 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Não. Para conduzires um carro tens de aprender os sinais, as regras do código da estrada, além de saber meter mudanças, fazer ponto de embraiagem, etc. Não pegas simplesmente nele e te pões a andar, de uma forma intuitiva... É claro que mudanças automaticas facilitam mas não invalidam o resto. O mesmo acontece com os computadores, pode isolar-se os utilizador de alguns pormenores técnicos mas não se pode remover o resto. Máquinas complexas requerem aprendizagem, ponto final.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:A febre da torradeira (Pontos:2)
    por [Cliff] em 07-05-04 17:20 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Não concordo. Para utilizar uma aplicação (aplicação == via pública) deves aprender os sinais, etc. Para a manutenção de um sistema deves ter as noções básicas, tal como na carta dão umas noções básicas de manutenção do veículo: trocar o pneu, pressão do óleo, etc.
    Aprendizagem de tarefas complexas equivalem ao curso de mecânica.
    Em todo o caso nunca se dispensa a leitura do owner's manual.

    ---
    Este espaço pode ser seu!
    Re:A febre da torradeira (Pontos:2)
    por 4Gr em 07-05-04 18:12 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    A questão é que não se trata de tarefas complexas, equivalente a alinhar a direcção ou limpar o carburador, mas sim má utilização dos programas, como por exemplo abrir os attachments que o Outlook presenteia, o que, analogamente, seria não parar num Stop. O utilizador deveria ter a noção, isto é, o know how, que abrir attachments pode ser perigoso. Mais ainda, só deveria aceitar mails assinados digitalmente ou então enviados com chave pública. Enfim, práticas totalmente desprezadas.. o resultado está à vista.

    Dominus vobiscum
    Re:A febre da torradeira (Pontos:2)
    por [Cliff] em 08-05-04 0:16 GMT (#31)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Abrir attachments no Outlook equivale a entrar numa via c/ prioridade quando um carro se aproxima. Podes ter sorte ou ter azar.

    ---
    Este espaço pode ser seu!
    Re:A febre da torradeira (Pontos:1)
    por ZéSousa em 07-05-04 18:16 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    "...owner's manual"
    O responsável pelos contactos com as empresas e fornecedores contactou a
    http://www.micrograf.pt/
    a reclamar que os manuais do AutoCAD estavam em inglês, e gostaria de saber quando mandariam as versões dos mesmos em Português.
    - "Não temos, são em Inglês!"
    No entanto receberam pouco mais de 5000¤ por software, umas Bíblias custariam menos de 70 ¤ cada, ou seja menos de 1,4 %.
    É desesperante tanta estupidez e arrogância.
    - àparte: "Quero um CAD, pois já tenho Mozzila, Thunderbird, OpenOffice.org, agora só me falta um GIMP mais estável (o 2 está no caminho certo), um SO que não me peça para compilar toneladas de hardware (vou ver se para a semana o Mandrake finalmente me pôe o modem a funcionar, pois tentei 3 vezes em 2 meses e nunca consegui! :(
    então serei um utilizador de computador menos frustrado, pois saberei que posso "realmente" escolher."
    Re:A febre da torradeira (Pontos:2)
    por [Cliff] em 08-05-04 0:09 GMT (#28)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Relativamente ao CAD, tens o ArcPlus que funciona muito bem com o Wine. AFAIK, é superior ao AutoCAD.

    ---
    Este espaço pode ser seu!
    Re:A febre da torradeira (Pontos:1)
    por ZéSousa em 09-05-04 15:29 GMT (#34)
    (Utilizador Info)
    Obrigado pelo conselho já pesquisei e vou experimentar em Windows, pois em Linux tenho de pôr aquilo a funcionar tanto quanto o meu Windows, o que até agora nunca consegui, e acrescento que já foram +- 10 tentativas em 5 anos com 4 distribuições diferentes e nenhuma delas resultou num sistema minimamente utilizável.
    Entrava umas vezes e quando começo a configurar as cenas que não ficaram à 1ª dá logo barraca no prazo de 2 a 3 arranques, isto apesar de ler as instruções 2 ou + vezes e não perceber metade, pois muitas das que encontro presumem que são todos utilizadores avançados do sistema e quase nunca permitem a quem vem pela 1ª vez uma maior facilidade na configuração da máquina, está melhor mas mesmo assim pedem muitas vezes passos inacreditáveis para pôr um simples modem ou scanner a funcionar, tento mas até agora sempre deu mer***da. :(
    O Bill habituou-nos mal, apesar de o pouco contacto que tive com MacOS 9.1 ter visto que se toda a gente tivesse-os então digo que seria quase impossível, pois vida facilidade e simplicidade de utilização em muitas tarefas nunca tinha presenciado num computador, chegava a irritar às vezes, foi tanto que não fiquei satisfeito enquanto não consegui um erro fatal, mais simples, menos prejudicial e bonito mas consegui. :)
    E agora, alguma publicidade gratuita :D (Pontos:2)
    por mlopes em 11-05-04 9:48 GMT (#37)
    (Utilizador Info)
    Podes sempre ir ao startux.org e expor lá as tuas dúvidas, costuma resultar ;).

    "Para mim a tecnologia é como as tangerinas, na medida em que não consigo fazer uma analogia decente sobre nenhuma das duas neste momento" Scott Adams

    É muito pior (Pontos:2)
    por CrLf em 07-05-04 18:25 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Eu continuo a achar que a minha analogia é adequada. Mas mesmo se concordasse com o teu ponto de vista, teria de chamar a atenção para o facto de que os utilizadores não querem aprender nada, querem sentar-se à frente daquilo e obter resultados como se o computador adivinhasse aquilo que querem.

    Eu já tive muitas experiências destas, já me chegaram até a dizer que um cliente de ftp era muito difícil de usar... Nestes casos eu só consigo responder "paciência". Há minimos que as pessoas têm de saber, e se não sabem, aprendem!

    Existem os ignorantes e os estúpidos, os primeiros não sabem, os segundos não querem aprender.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:É muito pior (Pontos:2, Interessante)
    por ZéSousa em 07-05-04 18:51 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    Aprender como!?
    Se não têm os manuais de utilização numa língua comprensível (Português!)!
    Eu safo-me bem, e já tenho 6 anos de experiência de AutoCAD, mas os meus outros dois colegas não!
    Têm pouca experiência e a actualização foi um salto de 3 versões!
    Por isso assim que lhes actualizaram as licenças de Autocad a questão que se pôs foi:
    "Desculpem lá mas como é que eu sei o que isto faz e como o faz se a P**rra do manual tá em Inglês! Peçam lá aos gajos as versões em português, esta m***rda tá completamente diferente, não sei onde estão metade das coisas!"
    Certo é que nem sempre estariam a usá-lo, mas em caso de precisarem não lhes serve de nada! Agora os que não sabem mas têm de saber à força toda (curiosos, mexilhões, irrequietos, etc.), esses com os erros vão aprendendo, mas noto no dia-a-dia alguma aversão a "computadores" por parte de muita gente.
    Sim!
    Essa gente tem razão, deveria haver alguns modelos de "computadores" que fossem tipo "torradeira", mas aí era um queixume e um ladaínha por eles não servirem para quase nada!
    Como é que se pode satisfazer tanta gente, pois então, basta fazê-los crer que o nosso produto é o único que lhes enche as medidas, tudo o resto é menor. E hoje em dia pode ser inútil, mas é lindo, tem cá umas cores, os ícones são magnificos.
    É assim em muitos casos.
    Hábitos são difíceis de mudar, mesmo que para melhor!
    Re:É muito pior (Pontos:2)
    por CrLf em 07-05-04 19:48 GMT (#24)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Em primeiro lugar o AutoCAD não é um cliente de FTP. A complexidade das duas aplicações não é comparável. Em segundo lugar o inglês cada vez mais importante, não saber inglês é quase como ser analfabeto.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:É muito pior (Pontos:2)
    por Antonio Manuel Dias em 07-05-04 19:54 GMT (#25)
    (Utilizador Info) http://maracuja.homeip.net

    Saber inglês é muito importante (como o é saber qualquer língua diferente da nossa). Mas se os vídeos e as televisões e as caixas de cereais são obrigados a trazerem instruções em português, porque é que o software está isento?

    Nota: aposto que em França e na Alemanha o AutoCAD traz manuais na língua local.

    Cumps.


    "mudem de rumo, já lá vem outro carreiro"
    Re:É muito pior (Pontos:2)
    por CrLf em 07-05-04 23:56 GMT (#27)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Por isso é que os franceses e os alemães vêm cá passar férias e falam connosco em inglês.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:É muito pior (Pontos:2)
    por Antonio Manuel Dias em 09-05-04 23:23 GMT (#35)
    (Utilizador Info) http://maracuja.homeip.net

    O que só demonstra que sabem falar outra língua e a usam quando necessário. Mas isso não quer dizer abdicar da sua própria língua e, no seu país, para seu uso próprio, gostam de ter tudo no seu idioma. Só é pena haver tanta gente em Portugal que acha tão importante saber outra língua que se esquece de defender a sua.


    "mudem de rumo, já lá vem outro carreiro"
    Re: Analfabeto!? (Pontos:1)
    por ZéSousa em 07-05-04 20:20 GMT (#26)
    (Utilizador Info)
    Por ser tão complexo (e caro) é que é indesculpável o facto de recusarem-se a fornecer instruções em português, e nem em formato electrónico eles fornecem, pois muitas vezes tenho dificuldades em perceber a atabalhoada ajuda (help) que o gajos puseram, é do pior que já vi, extensa, dispersa, complexa,evasiva, pois perde-se muito tempo a interpretar outra língua, resultado: apontar, disparar e esperar que o tiro atinja o alvo.
    Então para que aprendemos português?
    Para sermos obrigados a ler instruções extremamente complexas em inglês!?
    Analfabeto era se não soubesse ler e escrever, pelo menos é o que sei ser um analfabeto.
    Saber inglês é uma coisa, saber inglês num nível avançado é outra, e não vejo porque há-de um mero utilizador de aplicações ter de procurar apoio em documentação escrita noutra língua.
    "Acho que isto está a ficar fora do tópico. Ou nem por isso."
    Re:É muito pior (Pontos:2)
    por [Cliff] em 08-05-04 0:12 GMT (#29)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    querem sentar-se à frente daquilo e obter resultados como se o computador adivinhasse aquilo que querem.
    Aqui há pouco mais de 10 anos, tive um professor de programação que na 1a aula nos contou uma história engraçada: quando começou a mexer em computadores, ficou extremamente desiludido e com a ideia de que o computador era estúpido. Tinha digitado 2+2, carregado no enter e em vez de responder 4 o computador respondeu algo semelhante a "command not found". ;)

    ---
    Este espaço pode ser seu!
    Re:A febre da torradeira (Pontos:2)
    por CrLf em 07-05-04 18:44 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Mais uma achega, ninguém lê os manuais das televisões e dos vídeos (como prova o reduzido número de utilizadores que sabem acertar as horas) quanto mais manuais de software.

    Aqui a minha premissa fundamental é que usável != intuitivo && intuitivo não existe.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:A febre da torradeira (Pontos:2)
    por [Cliff] em 08-05-04 0:14 GMT (#30)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Aqui a minha premissa fundamental é que usável != intuitivo && intuitivo não existe.
    Pelo que já li, mas como nunca usei posso estar bastante errado, o Steve Jobs tem uma visão diferente da tua e o produto deles é isso mesmo usável&&intuitivo

    ---
    Este espaço pode ser seu!
    Re:A febre da torradeira (Pontos:2)
    por CrLf em 08-05-04 2:10 GMT (#33)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Como já dizia o outro, intuitivo é o mamilo, tudo o resto é aprendido. O MacOS X não é intuitivo, é sim familiar (especialmente para quem vem do Mac Classic), usável e bem desenhado, mas necessita de aprendizagem na mesma. Talvez o eye-candy torne as pessoas menos resistente a aprender...

    -- Carlos Rodrigues
    Re:A febre da torradeira (Pontos:1)
    por jamaica em 08-05-04 2:02 GMT (#32)
    (Utilizador Info) http://pbandalarga.no.sapo.pt/
    Aprendizagem de tarefas complexas equivalem ao curso de mecânica.

    Pelo teu raciocínio, até pareçe que é preciso um curso para se ir ao windowsupdate e clicar em seguinte :)
    ---------------------
    The worst moment for the atheist is when he is really thankful and has nobody to thank. Dante Rossetti

    Re:A febre da torradeira (Pontos:2)
    por mlopes em 11-05-04 9:42 GMT (#36)
    (Utilizador Info)
    Há quem os faça.

    "Para mim a tecnologia é como as tangerinas, na medida em que não consigo fazer uma analogia decente sobre nenhuma das duas neste momento" Scott Adams

    Re:A febre da torradeira (Pontos:2)
    por fhc em 07-05-04 17:54 GMT (#18)
    (Utilizador Info)

    É mais ou menos como ensinar uma loira a usar o Microondas. Nunca ponhas metal, dizes, lá para dentro, e ela recusa-se a cozinhar peixe porque tem muito ferro.

    Francisco Colaço


    Em Portugal nada se conclui acerca da existência de vida inteligente no Planeta Terra.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]