gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Java deverá ser GPL?
Contribuído por BladeRunner em 04-05-04 8:00
do departamento perguntas
Java CrLf escreve "Muito se tem falado ultimamente acerca da possibilidade de a Sun tornar o Java GPL. Existem várias forças a puxar nesse sentido (entre as quais a IBM) e muitas outras a puxar em sentido contrário (principalmente por receio de fragmentação). E os leitores do Gildot, o que acham? O Java deve continuar como está, ser GPL ou algo entre os dois ? "

Python: o VB do software livre? | Solaris open source Sun considera lançar o Solaris sob a licença  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • CrLf
  • Mais acerca Java
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Java (Pontos:2)
    por 4Gr em 04-05-04 8:41 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    É fácil ver e, a partir daqui, inferir sobre o que eventualmente se passará com o Java.

    Nasceu algures em 1996 como um projecto ambicioso e desde a fragmentação interna da SUN, dividindo assim a sua aplicação em mercados alvo, J2EE, J2SE, J2ME, concentrou os esforços em cada uma delas.

    Quanto aos factos: quem são os programadores mais procurados? Os de Java! Qual é a linguagem mais usada nos últimos tempos? Java! Alguns indícios aqui e em diversos sites, como o jobfind, etc..

    Porquê? Porque o Java é frequentemente (tanto quanto esperávamos?) actualizado, é uma linguagem de alto nível, é multi-plataforma, possui uma colecção GIGANTESCA e, o que não estiver lá, há sempre pela net, uma comunidade enorme de programadores, uma VM que aumenta de velocidade de versão para versão..

    Então, qual seria a vantagem de um eventual GPL? Ora, exactamente a mesma do GNU/Linux, OpenOffice.org, etc.. ser GPL: a adaptação da linguagem e frequente melhoramento. A comunidade é enorme, logo é justo prevêr updates frequentes. Milhares de empresas a adaptarem o Java às suas necessidades. Uns quantos geeks a espremerem aquilo até à última gota de eficácia e eficiência. Em suma, só consigo ver vantagens.

    Desvantagens para a SUN? Não estou a ver nenhuma...

    Dominus vobiscum
    Re:Java (Pontos:3, Esclarecedor)
    por [Cliff] em 04-05-04 9:40 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Olhando para o src.zip, tens acesso a todas as sources do java.
    Se bem me recordo, para redistribuir uma JVM adaptada, essa tem de passar nas certificações da SUN e essas certificações custam dinheiro e é aqui que a porca torce o rabo.
    O pessoal do opensource quer aproveitar-se do trabalhinho de anos da SUN mas dar algum $$ de volta é que é mentira.

    ---
    Este espaço pode ser seu!
    Re:Java (Pontos:2)
    por Gimp em 05-05-04 17:31 GMT (#40)
    (Utilizador Info)
    "O pessoal do opensource quer aproveitar-se do trabalhinho de anos da SUN mas dar algum $$ de volta é que é mentira."

    Malandros, é o que são esses tipos do opensource!!! Então não querem ver que puseram-se a desenvolver um unix para PC e não cobram nada á Sun que o vende em servidores e desktop?


    "No comments"

    Re:Java (Pontos:2)
    por Init em 06-05-04 22:26 GMT (#58)
    (Utilizador Info)

    Olhando para o src.zip, tens acesso a todas as sources do java.

    Isso é apenas uma pré-condição para uma liberdade das 4 do Software Livre.

    O pessoal do opensource quer aproveitar-se do trabalhinho de anos da SUN mas dar algum $$ de volta é que é mentira.

    Se a Sun publicasse Java sob uma licença de Software Livre éra porque queria e porque o seu modelo de negócios modificarse-ia. Mas já agora não te esqueças que a SUN também está a utilizar (e passaria provávelmente a utilizar ainda mais) o trabalho do pessoal do Open Source Software e do Free Software e seria por tanto um aprofundar de uma relação simbiotica...


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Java (Pontos:2)
    por [Cliff] em 08-05-04 0:23 GMT (#68)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    A Sun está a utilizar trabalho do pessoal do OSS mas contribui com trabalho e dinheiro.

    ---
    Este espaço pode ser seu!
    Re:Java (Pontos:3, Informativo)
    por vd em 04-05-04 9:48 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://paradigma.co.pt/~vd
    Então, qual seria a vantagem de um eventual GPL? Ora, exactamente a mesma do GNU/Linux, OpenOffice.org, etc.. ser GPL: a adaptação da linguagem e frequente melhoramento.

    Errado! O OpenOffice.org não é GPL. É LGPL e SISSL - Sun Industry Standards Source License.

    //vd
    Re:Java (Pontos:2)
    por jpgm em 04-05-04 13:52 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    A comunidade é enorme, logo é justo prevêr updates frequentes. Milhares de empresas a adaptarem o Java às suas necessidades. Uns quantos geeks a espremerem aquilo até à última gota de eficácia e eficiência. Em suma, só consigo ver vantagens.
    Isto significa vários ramos de desenvolvimento, com forte possibilidade de incompatibilidades entre eles... a desvantagem é precisamente essa, a fragmentação de um desenvolvimento que é, neste momento, unificado....
    Essa desvantagem corta com qualquer outra vantagem que eu me possa lembrar.... Não sei se vale a pena correr esse risco...
    Cumprimentos! zp
    Re:Java (Pontos:2)
    por CrLf em 04-05-04 14:53 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Neste momento já existe algum desenvolvimento fragmentado, pois tanto a IBM como outras participam no Java Community Process também com código.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Java (Pontos:2)
    por Kmos em 05-05-04 10:24 GMT (#34)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    Talvez seja esta a maneira da SUN abafar um bocado o .NET da M$ =)

    I'm a lost soul in this lost world...
    Re:Java (Pontos:2)
    por Init em 06-05-04 22:41 GMT (#59)
    (Utilizador Info)

    Repara que para vender produtos com a marca Java, ainda teriam que ter autorização da Sun... Porque uma coisa é direito de autor outra é marcas... ALias a certeficação de versões modificadas como respeitando o Java, poderia ser mesmo um negócio para a SUN.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Java (Pontos:2)
    por CrLf em 07-05-04 18:41 GMT (#64)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    ALias a certeficação de versões modificadas como respeitando o Java, poderia ser mesmo um negócio para a SUN.

    Da mesma forma que hoje a Sun faz negócio certificando as JVMs dos fabricantes de telemóveis...

    -- Carlos Rodrigues
    GPL? Duvido... (Pontos:2)
    por Cyclops em 04-05-04 10:35 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Mas LGPL ou GPL+excepção (The Guile License...) é mais provável.

    A SUN não quer de certeza impedir que todo o software não livre feito em java corra sobre a sua jdk.

    Mas seria muito bom se utilizassem uma licença livre, compatível com a GNU GPL.
    Say no to GPL! (Pontos:2)
    por leitao em 04-05-04 10:37 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    O Java ja' e' "open", nao precisa de se tornar open-source.

    O que provavelmente aconteceria era a fragmentacao do Java em dezenas de variacoes, apenas tornando a tecnologia mais complexa e menos desejavel.


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Say no to GPL! (Pontos:2, Interessante)
    por hummassa em 04-05-04 11:23 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Forks? java? não ia acontecer. Imagine um fork no gcc... hehe... é, já aconteceu, para que? para reunificar logo em seguida. É isso o que aconteceria se se LGPLizasse o Java. Pra começar, tanto o código que está lá quanto o de outros projetos de Software Livre iriam-se beneficiar. Já pensou uma mistura do gcj ahead-of-time-compiling com o HotSpot profiled-optimization? Ia ficar muito, muito bom. Um módulo de kernel para compartilhar a JVM sem compartilhar as instâncias... hmmmm... esse é um projeto que deixaria Java em aplicações cliente ricas muito bom... ao invés da absoluta lerdeza que é hoje! Java no servidor hoje funciona muito bem, porque a JVM e a biblioteca já estão lá carregadas, mas no cliente... bleh.
    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por 4Gr em 04-05-04 11:31 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Forks? Claro que não!

    A imagem do Java está associado à SUN, e é essa credibilidade que lhe é impressa. A única alternativa era se fossem forks compatíveis, de forma a poderem usar a mesma VM.

    Para qualquer dos efeitos, GPL é sempre bom.

    Say yes to GPL!

    Dominus vobiscum
    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por leitao em 04-05-04 13:14 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    A imagem do Java está associado à SUN, e é essa credibilidade que lhe é impressa. A única alternativa era se fossem forks compatíveis, de forma a poderem usar a mesma VM.

    No momento em que uma tecnologia passa a ter uma licensa GPL "the cat is out of the bag", nao podes impedir que aconteca um fork. E considerando a natureza do Java, era quase garantido acontecer -- nem que fosse porque haveria gente a acrescentar coisas ao API nativo para suportar determinada funcionalidade sem uso de JNI (que e' uma merda).

    Para qualquer dos efeitos, GPL é sempre bom.

    Porque ?


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por 4Gr em 04-05-04 22:00 GMT (#24)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Claro, podem surgir 1515 forks. Mas tu que versão do Java irias utilizar? Certamente eu não utilizaria uma versão qualquer a não ser que fosse realmente melhor. Mas espera.. se for realmente melhor, então foi bom haver o fork.. Ah...!

    Para qualquer dos efeitos, GPL é sempre bom.

    Porque ?

    Porque te dá 4 liberdades que a mim me dizem muito. Eventualmente a ti não dizem nada, mas era uma opinião pessoal, não uma verdade absoluta :-)

    Dominus vobiscum
    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por leitao em 04-05-04 22:56 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Claro, podem surgir 1515 forks. Mas tu que versão do Java irias utilizar? Certamente eu não utilizaria uma versão qualquer a não ser que fosse realmente melhor. Mas espera.. se for realmente melhor, então foi bom haver o fork.. Ah...!

    Hummm... vamos, ver quantas distribuicoes de Linux andam ai ? Deixa-me contar: RedHat, SuSE, Conectiva, Debian, Slackware, Turbo-Linux, e mais uma 50... e de que forma e' que os utilizadores "usam a melhor" ? Humm...

    Porque te dá 4 liberdades que a mim me dizem muito. Eventualmente a ti não dizem nada, mas era uma opinião pessoal, não uma verdade absoluta :-)

    Perception is reality...


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por 4Gr em 04-05-04 23:18 GMT (#27)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Perception is reality...

    Dreaming is living...

    Dominus vobiscum
    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por [Cliff] em 05-05-04 8:38 GMT (#29)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Para depois te ver aqui a reclamar que a applet xpto da DGCI não funciona com a tua VM de Java xpto? Ah, bela liberdade...

    ---
    Este espaço pode ser seu!
    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por [Cliff] em 05-05-04 8:38 GMT (#30)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Ah, nunca te esqueças, a compatibilidade faz-se sempre pelo denominador comum pelo que em termos de funcionalidades será sempre o mais baixo.

    ---
    Este espaço pode ser seu!
    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por mlopes em 06-05-04 12:16 GMT (#51)
    (Utilizador Info)
    O Projecto JAVA é o projecto JAVA, e como tal continuaria a ser desenvolvido por quem tem controlo sobre ele e por quem essa entidade entender, independentemente do código gerado ser GPL ou não. GPL não é dominio público.

    Evidentemente que ninguém pode impedir o aparecimento de forks, mas os forks não são JAVA como o openoffice.org não é o staroffice.

    Licenciar algo sob GPL não é abdicar da marca nem deixar abandalhar as coisas, se a licença do JAVA realmente vier a ser GPL, experimenta fazer um fork, chamar-lhe JAVA e depois vê o quê que a SUN te faz...

    "Para mim a tecnologia é como as tangerinas, na medida em que não consigo fazer uma analogia decente sobre nenhuma das duas neste momento" Scott Adams

    Re:Say no to GPL! (Pontos:1, Engraçado)
    por seven em 04-05-04 13:14 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    Estas perfeitamente enganado. Viva a fragmentação. Quase q podes aplicar aqui darwin. Alias, só a complexidade de uma mente fechada rejeita a fragmentação... quando desceres do galho avisa ;)
    Re:Say no to GPL! (Pontos:1)
    por seven em 04-05-04 17:08 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    Lança chamas? vcs andam muito sensiveis :)
    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por grumbler em 04-05-04 13:37 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    As licenças quer do Perl quer do Python são Open Source (certificadas pelo OSI) e não foi por isso que as mesmas enfrentaram os problemas que afirmas. É certo que quer a PSF quer a Artistic License são diferentes da GPL, mas parece-me que os principios bases são mantidos nesta questão.

    --
    What, Me Worry?
    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por leitao em 04-05-04 14:01 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    O Java e' algo diferente do Python e do Perl no sentido de que tem uma exploracao comercial imesuravelmente mais forte. E' um caso muito diferente que nao se aplica necessariamente de uma forma tao linear como sugeres.


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por nbk em 04-05-04 17:26 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    "O Java e' algo diferente do Python e do Perl no sentido de que tem uma exploracao comercial imesuravelmente mais forte."

    Google?

    @771, Nbk

    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por leitao em 04-05-04 19:32 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Hamm? Google ??


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por Kmos em 05-05-04 10:29 GMT (#35)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    Sim Google! =) eles usam desde Python a Java..

    I'm a lost soul in this lost world...
    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por leitao em 05-05-04 17:22 GMT (#39)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Onde e' que leste isso ? E para que funcoes usam Python e Java ?


    I can live with doubt and uncertainty and not knowing. I think it is much more interesting to live not knowing than to have answers that might be wrong.

    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por mlopes em 06-05-04 12:08 GMT (#49)
    (Utilizador Info)

    "Python has been an important part of Google since the beginning, and remains so as the system grows and evolves. Today dozens of Google engineers use Python, and we're looking for more people with skills in this language." said Peter Norvig, director of search quality at Google, Inc.


    "Para mim a tecnologia é como as tangerinas, na medida em que não consigo fazer uma analogia decente sobre nenhuma das duas neste momento" Scott Adams

    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por mlopes em 06-05-04 12:09 GMT (#50)
    (Utilizador Info)
    Sorry, esqueci-me do link, click click

    "Para mim a tecnologia é como as tangerinas, na medida em que não consigo fazer uma analogia decente sobre nenhuma das duas neste momento" Scott Adams

    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por Pink em 06-05-04 14:27 GMT (#56)
    (Utilizador Info) http://www.PinksWorld.8m.com
    Eu tive a sorte incomensurável de participar do 10º SPIRE (International Symposium o String Processing and Information Retrieval), que ocorreu aqui em Manaus em outubro de 2003. Um dos palestrantes era do Google (por motivos óbvios - eles lideram alguns ramos de pesquisas neste campo) e foi dito que eles usam Python pra quase tudo lá. Data Mining, Classificação de Dados, o escambau (pra ficar no que eu me lembro).

    []s,
    Pink@Manaus.Amazon.Brazil.America.Earth.SolarSystem.OrionArm.MilkyWay.Universe

    Re:Say no to GPL! (Pontos:1)
    por m16e em 04-05-04 19:24 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://www.m16e.com
    O que provavelmente aconteceria era a fragmentacao do Java em dezenas de variacoes, apenas tornando a tecnologia mais complexa e menos desejavel.

    Errado!!! A questão deixaria de se colocar se a Sun deixasse de cobrar pela certificação das Máquinas Virtuais Java que fossem publicadas sob Licença GPL. Bastaria isso.

    É preciso não esquecer que o Java é uma linguagem. Ninguém se vai pôr a alterar as especificações do C, a menos que não bata com a bola toda. Quanto ás Máquinas Virtuais, basta que respeitem as especificações, que são públicas. Quem as alterasse fá-lo-ia por sua conta e risco (e, provavelmente, sem grande sucesso).


    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por Pink em 06-05-04 4:17 GMT (#48)
    (Utilizador Info) http://www.PinksWorld.8m.com
    A questão deixaria de se colocar se a Sun deixasse de cobrar pela certificação das Máquinas Virtuais Java que fossem publicadas sob Licença GPL. Bastaria isso.

    Sem querer ser chato, mas por quê ela faria isto?

    Empresas querem ganhar dinheiro. Se a grana não vem pela venda de licenças, tem que vir de algum outro lugar.

    A Sun torrou uma grana preta tanto em desenvolvimento quanto em marketing, pra não falar na construção de uma infra-estrutura que visa garantir ao cliente pagante que sua JVM está dentro do que a Sun chama de Java Standard, tornando-a mais atrativa para os desenvolvedores - o que acaba por deixar o software final um pouco menos caro para o consumidor.

    Desenvolver e manter padrões de indústria custa grana. Não é por outro motivo que a IEEE, ISO e a ANSI cobram pelo acesso aos seus documentos!


    []s,
    Pink@Manaus.Amazon.Brazil.America.Earth.SolarSystem.OrionArm.MilkyWay.Universe

    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por Init em 06-05-04 22:57 GMT (#60)
    (Utilizador Info)

    Uma coisa é cobrar para aceder ao documento, outra é cobrar para poder utilizar a marca y, para dizer que o produto x é y...


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por Pink em 07-05-04 1:29 GMT (#62)
    (Utilizador Info) http://www.PinksWorld.8m.com
    O que me parece ser a mesmíssima coisa!! :-)

    Alguém adquire o documento ISO "não sei das quantas" para poder afirmar que o produto X segue as guidelines da norma ISO "xpto".

    A situação como eu a vejo com o Java é a mesma: a Sun bota o traseiro dela no fogo por vc ao dizer que o treco que vc vende é Java. Em troca, ela quer que vc banque os custos dela para os testes de compatibilidade que ela usa para poder dizer que o treco que vc vende é Java.

    Se vc acha que é caro, então provavelmente vc não precisa que a Sun diga que o treco que vc vende é Java : vc diz que é um treco parecido com Java, que a Sun não garante nada mas vc jura que roda programas Java e ponto final... Quem acreditar entra na tua.

    Agora se vc realmente precisa de que chamem o treco que vc vende de Java (como é o caso da IBM), então vc paga e repassa o custo para os teus clientes.

    []s,
    Pink@Manaus.Amazon.Brazil.America.Earth.SolarSystem.OrionArm.MilkyWay.Universe

    Re:Say no to GPL! (Pontos:1)
    por m16e em 07-05-04 23:22 GMT (#65)
    (Utilizador Info) http://www.m16e.com
    Sem querer ser chato, mas por quê ela faria isto? Empresas querem ganhar dinheiro. Se a grana não vem pela venda de licenças, tem que vir de algum outro lugar.

    Tal como disse, no post anterior, a Sun poderia (e deveria) cobrar pelas implementações fechadas, deixando, no entanto, as implementações livres e gratuitas fora disso.


    Re:Say no to GPL! (Pontos:2)
    por Pink em 08-05-04 1:04 GMT (#69)
    (Utilizador Info) http://www.PinksWorld.8m.com
    Sim, isto eu entendi... :-)

    Mas por que a Sun deixaria de cobrar para certificar produtos que vão concorrer com os produtos dos que pagam pela certificação ??

    Este é o problema. Uma vez que um S.L. ganha um selinho "Este treco é Java", por quê eu, vc ou qualquer outra pessoa iria pagar uma bela grana por um outro "Treco que tbm é Java", mas que é fechado e ainda custa uma bela grana??

    Ou a Sun certifica todo mundo de graça, ou cobra de todo mundo. Não tem meio termo - ela cobrar de uns e não de outros vai prejudicar os clientes pagantes, caminho mais curto para a bancarrota...


    []s,
    Pink@Manaus.Amazon.Brazil.America.Earth.SolarSystem.OrionArm.MilkyWay.Universe

    GPL dentro de pouco tempo. (Pontos:2, Engraçado)
    por seven em 04-05-04 13:58 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    Acredito q a SUN o tornará GPL pouco antes do lançamento do Longhorn.
    Senão ponho a bola de cristal à venda no ebay.
    GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:3, Esclarecedor)
    por Antonio Manuel Dias em 04-05-04 14:20 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://maracuja.homeip.net

    A Sun está perante um dilema: libertar ou não o código da plataforma (ou de algumas partes da plataforma) Java. Quanto a mim só existem vantagens em o fazer e sob licença GPL:

    1. Actualmente, a Sun, ao que sei, não tem qualquer lucro pelo facto de manter a licença proprietária do Java. Se o objectivo da Sun é garantir a divulgação da sua plataforma, esta estratégia está, pelo contrário, a ser contraproducente, uma vez que impede a sua inclusão em algumas distribuições Linux, por exemplo.
    2. O risco do aparecimento de outras máquinas virtuais Java é muito maior actualmente (que, aliás, já existem) do que se esse software fosse livre: a partir desse momento deixariam de existir motivos para a existência das outras JVM e o desenvolvimento concentrar-se-ía concerteza na distribuição oficial. O Mozilla, o MySQL, o OpenOffice, etc. são projectos de envergadura similar ao Java e, apesar de serem livres, não aconteceu nenhum fork no seu código.
    3. Os custos do desenvolvimento passariam, em teoria, pelo menos, a poder ser reduzidos, já que haveria a contribuição de voluntários não vinculados à Sun.
    4. Em relação à escolha da licença (GPL vs LGPL), penso que seria mais conveniente, para a Sun, escolher a GPL, num esquema de dual-licensing à semelhança do Qt ou MySQL. Assim, poderia continuar a vender licenças para as empresas que o desejassem (fosse por necessitarem de componentes específicos, fosse por quererem fazer alterações proprietárias ao código) e continuar a beneficiar de todas as vantagens do open-source descritas acima.

    "mudem de rumo, já lá vem outro carreiro"
    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:3, Esclarecedor)
    por vd em 04-05-04 14:39 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://paradigma.co.pt/~vd
    [...] o OpenOffice, etc. são projectos de envergadura similar ao Java e, apesar de serem livres, não aconteceu nenhum fork no seu código.

    Errado. O OpenOffice.org tem vindo a notar vários forks, principalmente na china - RedOffice .

    //vd
    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por mlopes em 04-05-04 15:22 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    O que não prejudicou em nada o OpenOffice.org

    "Para mim a tecnologia é como as tangerinas, na medida em que não consigo fazer uma analogia decente sobre nenhuma das duas neste momento" Scott Adams

    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por CrLf em 04-05-04 14:49 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Eu não concordo com a licença ser GPL ou LGPL (devido à questão do que é o Java-oficial ou não, que refiro noutro post), pois essas licenças não permitem adicionar restrições extra. O que tem de ser é uma licença OSI-compatível, de forma a que as distribuições de maior porte (Debian, Fedora, ...) possam incluir o JDK (incluindo a source).

    A Sun ainda não percebeu que isto poderia trazer ajuda ao port da JVM para outras arquitecturas, por exemplo, e que abençoando esses ports (por via de facilidades no esquema de certificação), que passariam a fazer parte da sua JVM, o Java só aumentaria de importância.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:1)
    por m16e em 04-05-04 22:45 GMT (#25)
    (Utilizador Info) http://www.m16e.com
    Eu não concordo com a licença ser GPL ou LGPL (devido à questão do que é o Java-oficial ou não, que refiro noutro post), pois essas licenças não permitem adicionar restrições extra.

    Ressalvando o facto de não perceber nada de 'advocacês', do que depreendo da Licença GPL é que o facto de uma JVM ser publicada sob GPL não obriga a que todas as aplicações que nela correm o sejam.

    Assim, o único problema seria o forking e, inicialmente, havia o perigo real de isso acontecer com a 'adesão' da M$ ao Java.

    De resto, aconteceu, e surgiu o Java--, perdão C#.

    Não creio que a Sun pense realmente que o 'perigo' esteja do lado da Red Hat ou da Suse. Daí, tal como um número crescente de utilizadores, esperar notícias (boas) para breve.


    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por CrLf em 05-05-04 0:09 GMT (#28)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    O problema da GPL não é o seu efeito viral mas sim não permitir restrições extra. Eu defendo a restrição dos derivados de um Java opensource não se poderem chamar Java de forma a prevenir o forking.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por Cyclops em 05-05-04 8:41 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    O problema da GPL não é o seu efeito viral mas sim não permitir restrições extra.
    Isso não é um problema, é a vantagem!

    Eu defendo a restrição dos derivados de um Java opensource não se poderem chamar Java de forma a prevenir o forking.
    Isso não faz qualquer sentido e é absolutamente desnecessário. Já ouviste falar de uma coisa que não tem nada a ver com o Direito de Autor que consegue fazer isso?

    Chamam-se marcas registadas! Trazem-te a restrição pretendida e não tem lugar na licença, prejudicando compatibilidade com a GPL, que é muito importante.
    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por mlopes em 06-05-04 12:20 GMT (#52)
    (Utilizador Info)
    Foi o que a Mozilla foundation fez com o Firefox, para evitar uma indesejada terceira mudança de nome.

    "Para mim a tecnologia é como as tangerinas, na medida em que não consigo fazer uma analogia decente sobre nenhuma das duas neste momento" Scott Adams

    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por Cyclops em 05-05-04 8:48 GMT (#32)
    (Utilizador Info)
    Ressalvando o facto de não perceber nada de 'advocacês', do que depreendo da Licença GPL é que o facto de uma JVM ser publicada sob GPL não obriga a que todas as aplicações que nela correm o sejam.
    Obriga sim, está na FAQ da GPL:
    If a library is released under the GPL (not the LGPL), does that mean that any program which uses it has to be under the GPL?

    Yes, because the program as it is actually run includes the library.
    Esta FAQ é muito útil para muitas dúvidas recorrentes, como essa.
    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por [Cliff] em 05-05-04 10:22 GMT (#33)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Se a possibilidade da JVM ser GPL obriga a que todas as aplicações que nela corram sejam GPL também tenho 4 palavras para ti: SAY NO TO GPL!
    Ninguém deve ser obrigado a nada.

    ---
    Este espaço pode ser seu!
    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por Cyclops em 05-05-04 13:10 GMT (#36)
    (Utilizador Info)
    Percebes de programação?

    Caso não deixa-me explicar-te:

    Ao utilizares as classes do J2SE estás a incluí-las activamente no programa para este funcionar.
    Dessa forma, o trabalho total é o derivado resultante da combinação das classes do J2SE utilizadas com o teu programa.

    Se as classes do J2SE fossem GPL, e como mas esta diz que todos os trabalhos derivados têm de ser GPL, o trabalho total teria de ser GPL. É o funcionamento normal, e esta característica já algumas vezes cumpriu o seu objectivo: criar mais trabalhos sob a GPL.

    Contudo, o software livre não é simplesmente aquele licenciado sob a GNU GPL, pelo que uma JVM GPL não seria benéfico. É a mesma justificação pela qual a glibc é LGPL.

    Tendo em conta o que já existe, e como o óptimo por vezes é enimigo do bom, é preferivel (na minha opinião) uma JVM Lesser GPL do que GPL.

    De resto, quanto à obrigação benéfica (porque te obriga a manter os direitos dos outros) da GPL, ninguém te obriga a utilizar o código GPL no teu trabalho se não o quiseres libertar como GPL. Podes sempre criar tu de raíz o código necessário, mas tens mesmo vontade de perder tempo?
    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por [Cliff] em 05-05-04 13:57 GMT (#37)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Percebes de programação?
    Vou tentando saber umas coisinhas...
    Exactamente pelas razões que apontas a LGPL é uma, se não a melhor, licença para a JVM e nunca a GPL como o Init apregoa.
    Tu tens dois dedos de testa e pensas no mundo real, ele não. Essa é a pequena diferença.

    No entanto, que a SUN devia abrir mais o Java: sim, mas que tenha a última palavra sobre o que entra ou não no produto final. À lá kernel de Linux.


    ---
    Este espaço pode ser seu!
    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por CrLf em 05-05-04 20:58 GMT (#44)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    A diferença em relação ao kernel do Linux é que neste já existe uma história de opensource e já se chegou à conclusão que a forma actual é "perfeita" e apesar de haverem forks constantes, estes reunem-se à base regularmente. No caso do Java passa-se de um controlo proprietário para opensource e isto poderia criar um período de instabilidade (mesmo que temporário) com vários forks a acontecerem (mesmo que rapidamente se reunissem com o original). Isto poderia ser o suficiente para matar o Java, numa altura em que a competição com o .NET está no auge. Por isso é que eu defendo um Java OSI-compliant mas no qual a Sun detenha o poder suficiente para evitar esta instabilidade. Se o sucesso fosse aquele que eu acredito que seria, o Java poderia até ser tornado LGPL com um esquema de desenvolvimento tipo KDE.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por [Cliff] em 05-05-04 23:39 GMT (#47)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Concordo absolutamente. Se algo semelhante a isso acontecesse ao java seria bastante proveitoso, a meu ver. Mas isto sou eu, não é a minha cabeça que rola :)
    No entanto o ideal seria uma licença tipo: ok, podem usar etc etc *mas* têm de implementar todas estas especificações.

    ---
    Este espaço pode ser seu!
    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por Init em 06-05-04 23:05 GMT (#61)
    (Utilizador Info)

    Eu nunca disse que a JVM da SUN deveria ser GPL, aliàs, nem Software Livre...


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por Init em 08-05-04 0:04 GMT (#66)
    (Utilizador Info)

    Nem sequér um pedido de desculpa pela mentira (houve ma fé).
    Ainda bem que isto aconteceu. Assim todos podem ver que tipo de artimanhas despreziveis por aqui andam...


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:1)
    por m16e em 05-05-04 18:09 GMT (#41)
    (Utilizador Info) http://www.m16e.com
    If a library is released under the GPL (not the LGPL), does that mean that any program which uses it has to be under the GPL?

    Chamar bibliteca de funções a uma JVM parece-me umpouco redutor, não?


    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por Cyclops em 05-05-04 20:03 GMT (#42)
    (Utilizador Info)
    Ai fazes programas java sem incluir uma única classe da JVM? Sortudo, nem todos o podem fazer :)
    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:1)
    por m16e em 05-05-04 20:42 GMT (#43)
    (Utilizador Info) http://www.m16e.com

    Claro que não. Mas, como disse num post anterior, não vejo a JVM como uma biblioteca de funções, mas sim como uma plataforma, ou seja, qualquer coisa mais parecida com um Sistema Operativo. Assim sendo, essa cláusula não se aplicaria.

    Se, por outro lado, o entendimento for esse que apontas, então seja LGPL - nesse caso, GPL nem pensar!

    P.S.: há aí alguém formado em Direito que possa ajudar a esclarecer esta coisa?


    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por Cyclops em 05-05-04 21:43 GMT (#45)
    (Utilizador Info)
    Mas, como disse num post anterior, não vejo a JVM como uma biblioteca de funções, mas sim como uma plataforma, ou seja, qualquer coisa mais parecida com um Sistema Operativo
    Ok, gralhas de termos talvez...

    JVM -> é a máquina virtual -> poderia ser GPL.

    Classes -> são bibliotecas -> se forem GPL, os programas têm de o ser também.
    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:1)
    por m16e em 05-05-04 22:11 GMT (#46)
    (Utilizador Info) http://www.m16e.com
    Ok, gralhas de termos talvez...

    Pois... daí aquele apelo a quem estudou direito... já agora, de patentes ;-)


    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por mlopes em 06-05-04 12:32 GMT (#55)
    (Utilizador Info)
    Não me parece que licenciar as classes base do JAVA sob GPL fosse bom nem para a SUN nem para o JAVA.

    "Para mim a tecnologia é como as tangerinas, na medida em que não consigo fazer uma analogia decente sobre nenhuma das duas neste momento" Scott Adams

    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por Cyclops em 06-05-04 17:35 GMT (#57)
    (Utilizador Info)
    Estou-me borrifando para a Sun ou para o Java.
    Preocupa-me mais os projectos de Software Livre que não utilizam a licença GPL.

    Não estou a ver a Sun, contudo, a tomar uma medida [a de tornar as classes GPL] que afastaria um número significativo de empresas que vivem de software proprietário que desenvolveram com Java.
    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por mlopes em 07-05-04 9:54 GMT (#63)
    (Utilizador Info)
    Exactamente, eu também me estou borrifando para a SUN, e para o JAVA que por acaso até é uma das linguagens que não gosto, mas não os estou a ver usar GPL nas classes, o mais provável seria nem as tornarem abertas.

    "Para mim a tecnologia é como as tangerinas, na medida em que não consigo fazer uma analogia decente sobre nenhuma das duas neste momento" Scott Adams

    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por Init em 08-05-04 0:10 GMT (#67)
    (Utilizador Info)

    Também não me preocupo com o Java, o que sei de Java, sei porque tive que aprender para acabar o meu curso, conto não utilizar o Java para o resto da minha vida, pelo menos enquanto continuar a ser controlado totalmente por uma empresa...

    O mais provável é a Sun não tornar nada Software Livre e repetir isto mais umas vezes para iludir mais alguns programadores com promessas vãs. Ver para crer.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por mlopes em 06-05-04 12:23 GMT (#53)
    (Utilizador Info)
    A JVM não é uma library, as aplicações que correriam sobre a JVM estariam tão obrigadas a ser GPL como qualquer aplicação que corra sobre Linux.

    "Para mim a tecnologia é como as tangerinas, na medida em que não consigo fazer uma analogia decente sobre nenhuma das duas neste momento" Scott Adams

    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por Cyclops em 06-05-04 12:30 GMT (#54)
    (Utilizador Info)
    Exacto. Eu estava a falar das bibliotecas de java e a chamar-lhes JVM. Erro meu.

    Compilador, JVM podem perfeitamente ser GPL, mas as bibliotecas teriam de ser Lesser GPL, sob pena de nesta altura provavelmente fazerem mais mal que bem.
    Re:GPL: a vantagem é da Sun (Pontos:2)
    por Cyclops em 05-05-04 16:02 GMT (#38)
    (Utilizador Info)
    4. Em relação à escolha da licença (GPL vs LGPL), penso que seria mais conveniente, para a Sun, escolher a GPL, num esquema de dual-licensing à semelhança do Qt ou MySQL. Assim, poderia continuar a vender licenças para as empresas que o desejassem (fosse por necessitarem de componentes específicos, fosse por quererem fazer alterações proprietárias ao código) e continuar a beneficiar de todas as vantagens do open-source descritas acima.
    Se a Sun fizesse isso estaria a dar a machadada final no Java. Estou a ver todas as empresas que por aí há que fazem software proprietário em Java a mudarem mais depressa para C# da Microsoft do que a tornarem GPL as suas aplicações.
    O estado na nação (Pontos:2)
    por CrLf em 04-05-04 14:43 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Tal como refere o leitão acima, tornar o Java GPL trás consigo o risco da fragmentação. Não porque apareçam logo forks mas porque as distribuições de Linux podem começar a incorporar patches próprios, levando à existência de uma data de JVMs aparentemente iguais mas diferentes no mercado.

    Dito isto, convém salientar que é do interesse da Sun tornar o Java mais aberto. Essa abertura tem de ser suficiente para que as distribuições de Linux possam vir de origem com a JVM da Sun mas tem de impedir a fragmentação ao mesmo tempo. É uma receita complicada, mas poderia passar por lançar o Java em dual-licensing (OSI-compatible/Licença actual) mas metendo algumas restrições psicológicas na parte opensource.

    Para clarificar o que estou a dizer começemos por ver o estado actual do Java: A Sun detém o controlo mas a especificação é aberta permitindo a várias partes implementarem a sua própria JVM. Nada os impede de produzirem uma JVM incompatível ou com extras, mas nunca passará nos testes da Sun e logo, nunca será realmente Java. Ergo, o Java actualmente também corre o risco de se fragmentar, o único impedimento é o factor psicológico do que é Java ou não é Java.
    Lançando a Sun o Java em modo dual-licensing, poderia dar-se a abertura necessária mas mantendo os riscos ao nível dos actuais, impondo uma restrição de nome. Neste cenário apenas se poderia chamar Java à versão abençoada pela Sun e outras VMs que passaram na certificação. Qualquer alteração da JVM da Sun sem a sua benção ficaria automaticamente marcada sem margem para dúvidas do que é o Java e do que são versões potencialmente incompatíveis.

    Pode argumentar-se que só o facto de a source da mais amplamente usada JVM estar disponível para modificação aumentaria consideravelmente os riscos, mas eu afirmo que esse é um risco em si mesmo. Cabe à Sun ponderar se esse risco é mais importante do que a propagação da sua VM (a referência) por todas as distribuições de Linux, com o consequente aumento do mindshare e da importância da plataforma Java.

    PS: antes que me esqueça, também não é do interesse das distribuições incompatibilizarem-se com a versão de referência do Java.

    -- Carlos Rodrigues
    Especificação da Linguagem (Pontos:2)
    por dmaster em 09-05-04 18:59 GMT (#70)
    (Utilizador Info)
    Estou de acordo em tornar as implementações de Java, open-source, mas aqui fica a questão.

    Alguma vez, a *especificação* de uma linguagem de programação, foi feita de forma distribuída como no modelo de software livre ?

    Eu não tenho presente de alguma vez isto ter sido o caso. As linguagens de programação geralmente são criadas típicamente por uma única pessoa - duas, três no máximo.

    Mais tarde quando uma linguagem sofre o processo de maturação e atinge massa crítica para sair de um grupo restricto de programadores entusiastas então aí é dado o passo para a instauração de um comité com o propósito de guiar o futuro da linguagem, e criteriosamente aceitar propostas de revisões e inovações à especificação inicial.

    Nós sabemos que isto se passa assim, isto não é novidade para ninguém.

    Uma especificação de linguagem não é algo que simplesmente possa ser CVS'ed e esperar pelo melhor. Aqui sim, o perigo de forking é real; "Olha, eu não gosto da forma como os iterators são expostos, vou "melhorar o java", o mundo vai adorar a forma como EU vejo esta questão."

    Vemos que rapidamente fica fora de controlo, e isto não se resolve com os chamados "tenentes" no open-source, figuras que se destacaram e que dirigem de forma geral as operações de desenvolvimento. Apesar de poder existir assim um nível de controlo, o mesmo problema persiste. Uma linguagem TÊM de ser por comité. Não existe outra possibilidade. Uma linguagem é feita de características universais para uso universal.

    A Sun tem necessariamente de continuar a ter o controlo sobre o Java como linguagem, porque senão é o caos e o diluir de uma infrastructura até se tornar numa amálgama de uma ideia.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]