gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
PLC... e fez-se escuridão!
Contribuído por BladeRunner em 16-04-04 22:43
do departamento das-opiniões-pessoais
News radiofarol escreve "Não! Não foi uma cegonha que deitou abaixo as linhas de AT! Desenganem-se os esperançosos, que comem as unhas à espera do sistema PLC (power line comunications). Ainda muita água vai correr debaixo das pontes até que aquilo possa ter alguma utilidade. Por enquanto pouco mais serve do que para fazer interferencias em tudo o que é equipamento de radio. Não se esqueçam de que é um sistema não licenciado e como tal tem que aceitar ser interferido e não pode provocar interferencias nos serviços licenciados. Ora o que acontece é que intefere e não é pouco! Ainda na semana passada andei por telheiras a fazer medições de radiações provocadas pelo sistema que a ONI está a testar e Deus me livre de querer aquilo perto de mim! Não faz mal à saude, mas faz mal a tudo o que é receptor de HF. Ahhhhh! e que tal ligar um emissor perto das linhas eléctricas que transportam o sinal do PLC ? Lá se vai a net, o telefone, e todas as promessas que as companhias fazem! fica tudo bloqueadinho da Silva ... e nada de refilar !! .. porque de acordo com as leis, um sistema não licenciado tem que aguentar e calar! "


"Se houver radio-amadores, ou outras estações de comunicações em HF por perto, o melhor é nem pensarem em PLCs, porque alem de provavelmente só terem PLC quando tudo está a dormir, nem podem reclamar! Daqui se conclui que o PLC, como aconteceu no passado é um sistema morto à partida e que não vale a ponta dum chavo a não ser para fazer interferencias! É arcaico, e nunca entendi como é que se querem aproveitar linhas que só servem para transportar enegia electrica de 50 HZ para transportar radiofrequencia quando existem tantos outros meios com muito melhores caractristicas, como sejam o cabo coaxial, fibra optica etc! As vozes contra o PLC são cada vez mais, a nivel dos paises onde o lobbys mais uma vez estão a tentar vender gato por lebre! Entidades de serviços de emergencia, radioamadores, operadores de radiodifusão, aeroportos, forças armadas e de segurança, estão atentas e só esperam que não ouçam um unico ruido proveniente do PLC, senão acabam com isso de vez! metam PLC no motor de busca ou BPL que é a mesma coisa, e vejam só os escritos que existem sobre esse lixo pré historico que querem vender ao Zé! "

Mandrake 10.0 final - correcção | PTlink - 5 Anos  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Mais acerca News
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    clap clap clap (Pontos:4, Informativo)
    por racme em 17-04-04 0:00 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://tinyurl.com/2zvku
    parabens pelo update.. algo pessimista, mas parabens.

    O bpl ja e' realidade em alguns paises, alemanha, USA. Ate ja o e' em portugal como bem referes.

    MAs o plc ao contratrio do bpl, apesar de ambos significarem o mesmo, pode ser usado nao so para o uso lato do acesso a' internet, mas tambem para a simples comunicacao residencial substituindo o cat5 ou mesmo uma rede sem fios que fica muito mais cara que 2 plcs bridges. Quem diz o uso residencial fala no uso empresarial, ligar dois andares, dois polos, dois edificios, etc, usando o cobre da corrente electrica ja existente, sem a necessidade de traçar cablagem adicional.

    Sinceramente a questao das intreferencias ultrapassa-me.



    make world && !war;
    Re:clap clap clap (Pontos:1)
    por radiofarol em 18-04-04 22:02 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    Realidade na Alemanha??????...Com a fiscalização do espectro radioelectrico em cima deles a ameaçar acabar com aquilo e a apertar as malhas às radiações. Como pode ser realidade se ainda nem existe um standart definido nem legislação sobre o assunto? Em Portugal a ANACOM ainda nem sequer fez medidas às radiações electromagnéticas provocadas pelo uso de tal tecnologia! Perguntei para lá pra me indicarem onde estava o estudo sobre o PLC para que eu pudesse consultar e nem me responderam! sei agora que devido a varias pressões vão mandar uma entidade independente fazer esse estudo. É esta a realidade do PLC
    Saudações tecnológicas e pouca trovoada "o Para-raios"
    Banhada... (Pontos:1)
    por Mind Booster Noori em 17-04-04 1:42 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.mindbooster.cjb.net
    Além da banhada que é só poderes ter PLC em prédios, aonde tens de ter mais quatro visinhos que queiram o serviço... Tens 512Kb de largura de banda... para os 5! Um serviço que não merece o nome de "banda larga"...
    Re:Banhada... (Pontos:5, Informativo)
    por DomusOnline em 17-04-04 2:21 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://bandalarga.domus.online.pt/
    Não confundas PLC com o que está indicado em http://www.go-powerline.com . Isto é uma ligação ADSL/Cabo que depois é partilhada via PLC.

    Ou seja, não é a verdadeira Internet pela rede eléctrica... é mais uma LAN para condomínios com ligação à Internet pelos meios "tradicionais". Basicamente é substituir uma rede clássica ou wi-fi num condomínio por PLC.

    Quando se fala em PLC tende a assumir-se a distribuição de Internet verdadeiramente pela rede eléctrica.

    Quanto aos problemas do PLC desconheço... quem souber que fale.

    Cumprimentos.
    Re:Banhada... (Pontos:1)
    por Mind Booster Noori em 17-04-04 16:34 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://www.mindbooster.cjb.net
    Certo, sem dúvida que quando estava a falar da PLC estava a falar da go-powerline... Afinal é o único service provider de PLC em portugal! :-P
    Re:Banhada... (Pontos:1)
    por latrine em 18-04-04 20:32 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://latrine.ispropt.com
    Go-Pwerline não é nenhum service provider... é uma filial de uma empresa que vende equipamento electrico... limita-se a revender um acesso de banda larga contratado com um service provider...

    eu até acho que isto é ilegal...pois nem deve ter licença de ISP e a revenda de um acesso prestado por um ISP legal não pode ser revendido...
    Re:Banhada... (Pontos:1)
    por VanNeumann em 17-04-04 13:14 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Além disso no cabo também se partilha 600Kb por toda a célula.

    E se julgam que no ADSL têm 512K para cada um... wrong!! A PT faz uma contenção de 1:50, ou seja, no pior caso são 10Kbs/user...que bom!

    Volta plc que estás perdoado, apenas cometeste o mesmo pecado que os teus concorrentes.

    Re:Banhada... (Pontos:2)
    por CrLf em 17-04-04 15:56 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Errado em ambos os casos. Cada modem está limitado a 600Kbps mas a rede em si é capaz de encaminhar uma valor muito acima disto (julgo que qualquer coisa acima dos 30Mbps).
    Quanto ao ADSL, e tal como eu já aqui disse várias vezes, não pode estar a praticar esses valores de contenção, caso contrário não seria usável. Servem sim como uma forma de evitar queixa em situações de avaria, só te podes queixar abaixo desse valor, o que nunca me aconteceu (também ainda só tive algumas horas de avaria).

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Banhada... (Pontos:2)
    por grumpy bulgarian em 17-04-04 19:08 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://10.10.11.2
    Acerca do tema "taxa de contenção", o que me chateia é que não encontro uma definição feita pela PT, idealmente publicada algures no site da ANACOM... só aí dava para ter certezas de como aquilo funciona.

    por enquanto, a minha interpretação resulta de juntar as peças:

    1) a PT Comunicações tem uma rede ATM ligando todas as centrais telefonicas onde tenciona fornecer ADSL no mercado grossista

    2) essa rede ATM não tem diferenciação de tráfego, não há prioridades, independentemente da largura de banda contratada no retalho, toda a gente vai passar ali

    3) os ISP retalhistas tem circuitos de 2Mb, 34Mb, 155mb, ... ligando 1 ou 2 sitios dessa rede ATM às respectivas redes

    resulta que o ISP X tem uma largura de banda máxima a entrar/sair da sua rede para os clientes ADSL que vem todos da rede da PT Com.. Ora, para a taxa de contenção ser definida pela PT Com enquanto uma condição contratual da prestação do serviço grossista (lamento nao ter um link para uma fonte...), tem que ser algo dependente dos equipamentos existentes nas centrais telefonicas de bairro, e tem que afectar de forma diferente quem usa serviços 512/128k e 1024/256K...

    ocorre-me que se trate de qq coisa como a capacidade do "backplane" de um switch, em que habitualmente a capacidade maxima não e igual a 'n' portas vezes 100mbps.

    No chamado "Broadband Remote Access Server" em cada maquina que recebe as linhas de clientes ADSL deve haver capacidade para encaixar x unidades. a ligação desta maquina à rede ATM é que deve ter uma largura de banda diferente do somatorio da largura de banda individual de 50 linhas... daí os 1:50 nuns casos e 1:20 nos outros.

    Como diria o Pinto da Costa, "Penso eu de que..."

    quanto a chamar isto de "banhada".. pá... não é de hoje que os ISP fazem overbooking .. desde que não se note muito, toda a gente fica feliz respectivamente com o preço, com a largura de banda e com a margem obtida...

    em algum lado as ligações deixam de ser "dedicadas" (um termo de que toda a gente abusa...). para a netcabo, entro no meio partilhado ao cimo da rua; no ADSL entro no meio ATM da PT na central do bairro *e depois* na rede do meu ISP de destino; e depois num link que esse ISP contrata em time-sharing com os outros ISP para chegar aos EUA... :)

    E se ainda acham que o ADSL e banhada, tenham la pena de mim, que trabalhava numa empresa com 6Mb dedicados e agora tou num escritorio onde a banda larga é o modem do meu laptop... :)


    Grumpy B)

    Re:Banhada... (Pontos:1)
    por NeVErMinD em 18-04-04 12:22 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    Quem "recebe" as linhas é o DSLAM e este é que faz a contencao, nao o BAS. No corpo geral a tua interpretaçao é idêntica á minha
    Re:Banhada... (Pontos:1)
    por latrine em 18-04-04 21:00 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://latrine.ispropt.com
    "oficialmente" é BBRAS (que trata da autenticação atribuindo a classe de serviço daí a possível "confusão")

    Mas estão os dois lá muito perto...

    No entanto a contenção é uma taxa teórica que nunca é atingida, se fosse, o serviço seria pior que dial-up...
    Re:Banhada... (Pontos:1)
    por radiofarol em 19-04-04 17:42 GMT (#30)
    (Utilizador Info)
    http://www.anacom.pt/template15.jsp?categoryId=1523 aqui está tudo tim tim por tim tim.
    Saudações tecnológicas e pouca trovoada "o Para-raios"
    Re:Banhada... (Pontos:2)
    por TarHai em 17-04-04 14:21 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://www.dilbert.com
    Parece bem melhor que a netcabo que (ainda) ando a pagar. Pago 640/128, mas fora do periodo 3:00 - 18:00 (semana) e 4:00 - 12:00 (f.d.s) ando nos 180/56, com 20-40% de perdas de pacotes, quando tenho sorte... Os tipos da DECO devem pensar que subscrevo uma ligacao modem telefonico.

    Telefonar a reclamar so se for para ser gozado. Segundo eles, sao padroes de qualidade aceitavel e mandaram-me dar uma volta. Toma e embrulha! Neste momento estou a escolher o servico ADSL que vou meter no final do mes.

    Cada vez mais dou razao aos velhos do restelo que dizem que isto da internet e um barrete de todo o tamanho que so serve para comprar irritacoes.


    ## I should be working...
    Estranho - Pernicioso ! (Pontos:2, Esclarecedor)
    por DeadKill em 17-04-04 13:15 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://pcoelho.no.sapo.pt

    Viva!

    Não sei nada sobre as interferências do PLC e afins.

    O que sei é que existem várias empresas a testar o serviço pelo mundo fora. Também sei que os rádio amadores principalmente nos EUA, estão completamente contra a tecnologia que ao que parece os afecta.

    Agora o que esta visão pessimista me parece é um pouco de FUD, ainda por cima vinda de quem tem um nick "RadioFarol". Isto parece-me um individuo ligado ao radio-amadorismo. Logo não me parece uma posição de análise isenta.

    Cumprimentos: Pedro Coelho aka DeadKill


    Re:Estranho - Pernicioso ! (Pontos:1)
    por radiofarol em 18-04-04 21:48 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    Exactamente! sou radioamador desde os meus 15 anos! mas deixando isso de lado até porque onde moro já tudo tem cabo e ADSL e não vejo muito interesse no PLC. Alem disso eu tenho net e telefone por cabo, e montes de vizinhos com ADSL e nunca tive problemas com interferencias. Falo assim porque sou profissional especialista em radiofrequencia, e sei muito bem o que digo e o que o PLC provoca! Já fiz medidas concretas em campo as quais foram enviadas à ANACOM. Ou vcs julgam que escolheram Telheiras por acaso?...Não! É que lá existem muito poucos radioamadores e praticamente não operam e alem disso são linhas subterraneas. Vejam lá se foram testar o PLC no aeroporto de Lisboa ou em Monsanto? vai lá vai!!! Está ainda muito mal informado ao dizer que apenas os radioamadores nos EUA fazem guerra! É que alem dos radioamadores dos EUA deve contar tb com os Portugas, os Espanhois, Franceses, Alemães, Ingleses, Australianos, Japoneses e por aí fora até fazer 87 países onde andam a testar isso!...E não julguem que os operadores de radiodifusão estão a dormir! Aproveitem e vão ao site da BBC world service e leiam o estudo feito pelos engenheiros da BBC pode ser que fiquem a saber mais algo sobre o PLC. é onde é que já está a ser comercializado esse serviço?...Porque é que a Siemens abandonou o sistema? A UIT (União Internacional de telecomunicações) ainda tem algo a dizer. Vontade dos lobbys implementarem esse gato por lebre não falta, o que vale é que nem todos vão em tretas! Eu tive acesso à apresentação em power point da ONI sobre o sistema e aquilo é um desfile de falcidades e aldrabices. Nada do que é supostamente ser, o é na realidade. Podem visitar o site www.rep.pt pra saberem como vai o PLC de saude por esse mundo fora! Por mim, PLC ou BPL ou qualquer outro tipo de transmissão que interfira com outros serviços seja modulado em QAM, em OFDM (caso da ONI) seja em spreed spectrum seja lá no que for NÃO OBRIGADO.
    Saudações tecnológicas e pouca trovoada "o Para-raios"
    plc... e fez-se escuridao! (Pontos:0)
    por Thing em 17-04-04 14:25 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    o que e que e "plc"?
    thing
    Re:plc... e fez-se escuridao! (Pontos:2)
    por CrLf em 17-04-04 15:58 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Troll, usa o google.

    -- Carlos Rodrigues
    re:plc... e fez-se escuridao! (Pontos:0)
    por Thing em 17-04-04 17:10 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    o que e que e "troll"?
    thing
    Re:plc... e fez-se escuridao! (Pontos:2)
    por fhc em 17-04-04 19:11 GMT (#14)
    (Utilizador Info)

    Tenta o Tolkien ;-)

    Francisco Colaço


    Re:plc... e fez-se escuridao! (Pontos:0)
    por Thing em 17-04-04 21:54 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    obrigado fhc, ja li... nao gosto, ate e giro mas acho que esta exageradamente valorizado, prefiro o dune. nao aceito e nomear pessoas e chamar a elas de ANIMAIS de um universo de fantasia... so prova a falta de educacao, em vez disso bem poderiam ajudar e fazer os outros perceber, isso e bom nao e? mas se la preferirem ofender...
    thing
    Re:plc... e fez-se escuridao! (Pontos:2)
    por Arrepiadd em 18-04-04 15:12 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    O significado de PLC está no fim da segunda linha/início da terceira do artigo. Ou seja Power Line Communication. Para mais informações... usa o Google :)
    Re:plc... e fez-se escuridao! (Pontos:2)
    por Kmos em 18-04-04 20:03 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    Eu quando é definições mais exactas prefiro usar o whatis.

    I'm a lost soul in this lost world...
    Re:plc... e fez-se escuridao! (Pontos:2)
    por blackTiger em 18-04-04 12:28 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    Tenta isto.
    TVI (Pontos:3, Esclarecedor)
    por CrLf em 17-04-04 16:03 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Bem, acho este artigo um bocado catastrofista e sensacionalista, se fosse realmente como tu dizes os testes não teriam durado tanto tempo nem haveriam outros países já com serviços em operação. Mas acredito que possa ter alguns problemas, na verdade não continuariam em testes se aquilo já estivesse pronto para consumo.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:TVI (Pontos:1)
    por radiofarol em 18-04-04 22:09 GMT (#26)
    (Utilizador Info)
    Os testes duraram tanto tempo e ainda duram, porque nem a ONI nem ninguem é capaz de por aquilo a funcionar como prometeram! Não é um sistema capaz de funcionar sem interferir com outros serviços apesar de eles dizerem que sim! por isso ainda continua em regime experimental. Ou julgas que se eles pudessem não estavam já a arrecadar massa?. Alem disso não conheço país nenhum no Mundo com o sistema a operar legalmente e em pleno.
    Saudações tecnológicas e pouca trovoada "o Para-raios"
    algumas explicações adicionais para o não avanço.. (Pontos:1)
    por latrine em 18-04-04 21:41 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://latrine.ispropt.com
    O busilis da questão até nem se prende com este facto:

    Creio que na segunda geração desta tecnologia (a que está a gora a ser implementada pelo mundo e em testes pela EDP) já resolveu muitos destes problemas, que apenas são problemas físicos (uma vez que não existe lei que regule o espectro que estas frequências ocupam, qualquer um é livre de as usar como pretende... e friamente falando não é ilegal causar interferências)... e a sensibilidade a outros campos magnéticos está mesmo resolvida (a coisa de se ligar o microondas e a rede ir abaixo por exemplo...

    Existem 7 factos em concreto para o não arranque desta tecnologia:
    1. não existem muitas ligações por esse mundo fora, e a dimensão nacional é pequena logo os equipamentos não são muito baratos... não há lugar a economias de escala (maior quantidade normalmente implica preços mais baixos)...
    2. Não existe uma lei que diga o que a EDP vai ter que fazer à sua rede caso seja utilizada para oferecer um acesso de voz... terá que ser aberta aos outros operadores? terá que só oferecer acesso à internet? então e a voz sobre IP? o que é isso?
    3. Não existem modelos de negócio de sucesso que favoreçam o apostar nesta tecnologia... não se esqueçam que a EDP entrará pelas cidades, sítios onde a procura se concentra, mas onde já existe a net por cabo e o ADSL... e com margens reduzidas segundo os operadores que se recusam a oferecer o 512/124 e inclusivamente com oferta dos equipamentos...
    4. A entrada no mercado vai obrigar a um esforço enorme de investimento, que hoje em dia, e isto sim é um facto importante, foram muito reduzidos em virtude da segunda geração permitir usar a media tensão para a comunicação de dados, retirando à EDP o onus de criar uma rede de fibra optica que interligue as estações e sub-estações locais...
    5. A EDP recusa-se a investir mais dinheiro na ONI enquanto esta não for rentável, para bem das suas acções... como tal não há ¤¤¤ para qualquer investimento...
    6. A ONI já tem equipamento instalado em algumas centrais PT onde pode ofercer acesso directo alugando (OLL) o cobre (last mile) à PTC sem necessidade de avultados equipamentos adicionais... ofercendo ADSL e voz...sendo muito mais atractivo no que toca a dinheiros...
    7. o Proprio presidente da ONI disse no congresso da banda larga que até 2006 o last mile será baseado apenas no cobre e no cabo...

    Quem espera este acesso deve esperar sentado... no entanto outra utilização destas tecnologias aqui faladas já nesta discussão poderá abrir algumas portas... a utilização do PLC para a criação de Lans está a começar a dar cartas... consegue-se criar Lans de 200 Mbs (partilhados entre todos) que poderá abrir a porta a um evento interessante... o aparecimento de empresas que partilham acessos, não de ADSL rascas como o que hoje é realizado pela go-powerline mas que num predio de 24 casas (como o meu) podem partilhar um circuito dedicado praí com 5 Mbts alugado em nome do condomínio... vai depender do preço!!!

    Ou então espaço para empresas como a FASTWEB em italia... quem quizer...www.fastweb.it
    Re:algumas explicações adicionais para o não avanç (Pontos:2)
    por raxx7 em 18-04-04 22:08 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    Creio que todo o espectro está regulado, de uma forma ou doutra.

    Remember to be the Killer, not the Victim! (Nuklear Girl)
    Re:algumas explicações adicionais para o não avanç (Pontos:1)
    por radiofarol em 19-04-04 17:26 GMT (#29)
    (Utilizador Info)
    raxx7 escreveu: "Creio que todo o espectro está regulado, de uma forma ou doutra." E cre muito bem! Pode crer à vontade e pode estar certo disso mesmo! Existem organizações internacionais e nacionais (em Portugal é a ANACOM)que teem por missão gerir de uma forma disciplinada, a atribuição de ferquencias desde 0.0001 MHz até cerca dos 300.000MHZ. Estas organizações teem poderes fiscalizadores e sancionarios.Lembro-me de ter lido estes dias aqui na net na pagina de FCC americana (Federal comunications Comitté, a ANACOM dos EUA)que um restaurante utilizava um radiotelefone instalado numa viatura, operando ilegalmente numa banda atribuida aos amadores, e alem da apreensão do radio teve ainda que pagar USD 20.000. Na Europa conheço apenas 2 segmentos de banda que poderão ser utilizados por equipamentos de muito baixa potencia (menor que 10mW)sem licensa. São os 433MHz e os 2400MHz. Todavia apesar de permitido o uso te tais equipamentos (LPDs, wireless modems, ratos, teclados, telecomandos etc,)e como estas são bandas que tem outros serviços atribuidos com estatuto primario,não podem interferir e nem gozam de qualquer proteção. Alem disso a utilização de antenas com ganho nestes equipamentos é completamente ilegal. Muitas empresas estão a utilizar na ligação de LANs antenas direcionais, o que é ilegal. Tal como estes pequenos equipamentos tambem o PLC não tem qualquer proteção contra interferencias provocadas nele (fica bloqueadinho na presença de sinais de radio fortes) e nem pode interferir com outros serviços. É isso que dizem a leis. E apesar de parecer, ainda não vivemos num qualquer país de Africa!!! (por enquanto). Por isso quando os esperançosos do PLC ficarem sem net nem telefone,ou se receberem a visita da ANACOM a dizer que estão a interferir com outros serviços, vão apresentar queixa a quem?????....Só mesmo à ONI!!!!!...ou então à DECO por terem engulido gato por lebre.
    Saudações tecnológicas e pouca trovoada "o Para-raios"
    Re:algumas explicações adicionais para o não avanç (Pontos:1)
    por radiofarol em 19-04-04 1:26 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    Não existem leis????? ...essa é forte!!...então não existem leis para regulamentar o espectro entre os 2MHz e os 30 MHz? sabe quantos serviços estão atribuidos nestas frequencias com estatuto primario e portanto com direito a proteção de acordo com as normas da ITU? não?....então vou dizer apenas uns quantos: Aeronautica, (torre aeronave e viceversa, radiodifusão, serviço terrestre e movel maritimo, radioamadores, telecomunicações internacionais diplomaticas, Serviços de proteção civil,radioastronomia,radiolocalização, NATO, defesa nacinal, serviços de dados de agencias noticiosas,... e muitos mais que não me ocorrem agora! Vá lá fazer interferencias numa qualquer frequencia do aeroporto de Lisboa e depois diga que é legal! ...lol!! ---Latrine disse: (uma vez que não existe lei que regule o espectro que estas frequências ocupam, qualquer um é livre de as usar como pretende... e friamente falando não é ilegal causar interferências)... Posso informar que é expressamente proibido o uso indevido e não licenciado das frequencias que acabou de referir.Mais! fica sabendo que se forem interferencias provocadas repetidamente em serviços licenciados podem incorrer na moldura de crime! O prezado amigo vive em que planeta? Então a União Internacional de Telecomunicações, de que Portugal é signatario, que existe desde a primeira guerra mundial, existe para que? fique sabendo que todo o espectro electromagnético tem um determinado serviço atribuido e licenciado! isto confere-lhe um estatuto do chamado serviço primario, ou seja, que tem prioridade sobre todos os outros e tem direito a proteção. para ver uma pequena amostra dos serviços que utilizam a banda de HF que o PLC utiliza pode dar uma vista de olhos neste site: http://www.totse.com/en/media/radio_scanner_frequency_lists/freq0_30.html Todos estes serviços são serviços licenciados, com frequencias próprias atribuidas a nivel primario, por tal não podem ser interferidos! E nunca diga que fazer interferencias não é proibido, porque está redondamente enganado. se assim fosse nem existiam os serviços de fiscalização radioelectrica da ANACOM que se situam em Barcarena. Informe-se um pouco mais sobre as leis que regem todas estas coisas!
    Saudações tecnológicas e pouca trovoada "o Para-raios"
    Re:algumas explicações adicionais para o não avanç (Pontos:1)
    por latrine em 19-04-04 16:46 GMT (#28)
    (Utilizador Info) http://latrine.ispropt.com
    Uiii... calma aí... pelo que me têm informado o espectro que estas tecnologias interferem nem chega às frequências dos 5 Mhz... e que para estes nem é preciso pedir licenciamento à ANACOM se não coitados de nós que temos ligações WI-Fi nos 2.4 se precisássemos licença... estão regulados mas pode-se trabalhar lá sem ser preciso uma autorização oficial!!!!!

    Confesso que posso ter parcido um pouco leviano, mas quando disse que não havia leis para este tipo de frequências sei muito bem ao que ia...

    entretanto...

    Sabe que um dos pilotos mundiais desta tecnologia se realiza junto do aeroporto de Orly e sob a alçada da "Ana" lá do sítio?!?

    Então e o piloto de Telheiras que se desenrola à mais de um ano junto ao aeorporto? porque ainda não foi alvo de "fiscalização" ou aplicação de multas em caso de incumprimento?!?!?

    Cumprimentos cordiais
    Latrine
    Re:algumas explicações adicionais para o não avanç (Pontos:1)
    por radiofarol em 23-04-04 11:56 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    Pois chega sim! e mesmo que fosse só até aos 5 MHz já interferia em Muitos serviços! O serviço que a ONI se propõe fornecer interfere desde os 3 MHZ até cerca de 30 MHz que é a frequencia utilizada pelo sistema, e cujas interferencias foram comprovadas por mim. Por tal, quem o informou , informou mal.Quanto às ligações em 2,4GHz e 433 MHz só não necessitam de licença, se estiverem limitadas a uma potencia radiada efectiva de menos de 10 mW. Se for superior é pura e simplesmente ilegal!. a banda dos 2,4GHz é uma banda partilhada entre amadores e serviços publicos licenciados. (em Portugal, alberga alguns feixes hertezianos da PT e o serviço de amador via satelite). Quanto à proximidade dos aeroportos, deve-se entender por "proximidade" nas próprias instalações ou a menos de 300 metros, pois para alem dessa distancia o sinal de interferencia é bastante fraco. O problema coloca-se quando toda uma cidade estiver infestada de sinais de PLC e aí nada estará a mais de 20 ou 30 metros de uma linha electrica o que tornará impraticavel qualquer serviço de comunicações em HF. O serviço PLC de Telheiras e do Parque das Nações, por enquanto não prejudica ninguem! ...porque não existem estações de comunicações em HF nas proximidades!....Mas ao contrario do que a ONI diz, que não teem reclamações, e que o sistema não interfere, posso adiantar que existem centenas de reclamações na ANACOM e que sim senhor, o sistema interfere e interfere fortemente nas comunicações em HF. Por tal continua a dizer que este sistema alem de não ser muito eficaz vai ainda fazer correr muita tinta.
    Saudações tecnológicas e pouca trovoada "o Para-raios"

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]