gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Linux em USB / Flash
Contribuído por jmce em 30-03-04 14:03
do departamento pinguins-migratórios
Linux elcastigador escreve "Decidi há pouco tempo colocar uma distribuição de Linux minimalista numa pen de USB. Existem já várias pessoas que colocaram as suas versões baseadas em distribuições mais comuns on-line, é o caso do SPB-Linux, Knoppix em USB,Feather Linux,etc. Com tanta oferta decidi experimentar uns poucos na minha pen de 128 Mb da TwinMos que é bootável. Deparei-me com alguns problemas em termos da detecção por parte da Bios . Existem vários modos possíveis para o USB, no meu caso limitei as opções a USB-HDD (modo disco duro) e USB-FDD (modo disquete) (dependendo da formatação da pen). Depois de algumas instalações, sucessos e insucessos com as várias "distribuições" resolvi experimentar o meu "Linux portátil" noutros PCs. O problema é que noutros PCs temos de volta o problema da detecção da BIOS. Pensei que talvez fosse altura de pensar noutra solução e encontrei isto. A idea de colocar uma instalação de Linux num cartão CompactFlash pelos vistos não é nova. Mas existem algumas dúvidas que pairam na minha cabeça. O número de leituras/escritas tanto numa USB pen com num cartão Flash é limitado. Ora utilizar estes dispositivos como disco duro poderá não ser tão boa ideia. Alguém aqui no Gildot tem experiência em colocar Linux neste tipo de dispositivos e possiveis problemas/soluções e ideias geniais? "

Install Party na festa do BE | dotGNU Vs Mono Vs Java Vs Python  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • elcastigador
  • SPB-Linux
  • Knoppix em USB
  • Feather Linux
  • TwinMos
  • isto
  • Mais acerca Linux
  • Também por jmce
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Porquê? (Pontos:2, Interessante)
    por PRE em 30-03-04 15:07 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://psantos.net
    Olá. Estou curioso em saber o porquê de queres um Linux numa pen... à parte da questão pedagógica e ser engraçado, tens alguma aplicação prática para isso? Uma distribuição minimilista é sempre algo muito limitado, eu já trabalhei com uma num ARM e aquilo já era super limitado, então numa Pen... :-P

    Ou estarei a fazer confusão, e o que quererias era ter o SO na pen, mas a utilizar todos os periféricos do PC? Monitor, teclado, etc? O problema aí seria mudar de PC, o que traria de novo inconvenientes em relação a um SO numa pen.
    _____________________
    Pedro Santos :: psantos.net :: blog

    Re:Porquê? (Pontos:5, Interessante)
    por elcastigador em 30-03-04 15:20 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://pedroclaro.no.sapo.pt
    Até te posso dar já algumas aplicações práticas:

    - Que tal uma EPIA mini-ITX da Via num carro? Queres lá meter um disco duro? Not me...

    - Que tal uma ferramenta de diagnóstico de computadores/redes portátil?

    - Que tal demonstrações de Linux? (digo-te que algumas pessoas ficaram supresas ao ver o que eu fazia com o seu portátil protegido com uma password do XP)

    - Reparação / recuperação de dados de um disco quando não se tem uma rescue disk à mão e uma distro live on CD...

    - etc...
    Pedro Claro

    Re:Porquê? (Pontos:3, Interessante)
    por jmce em 30-03-04 16:20 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://jmce.artenumerica.org/
    ... e também firewalls com mini-ITX e Compact Flash em vez de disco rígido (e eventualmente sem ventilador), usando por exemplo a distribuição IPCop (ainda não a experimentei, mas parece interessante). Usar Compact Flash exige é cuidado em evitar logging tanto quanto possível... não só pelo espaço disponível mas também por ter uma vida muitíssimo menor que os discos rígidos em operações de escrita.
    Re:Porquê? (Pontos:3, Esclarecedor)
    por jmce em 30-03-04 16:24 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://jmce.artenumerica.org/
    ... e transporte compacto de passwords cifradas, incluindo um sistema operativo em que se tenha confiança para fazer a leitura numa emergência (neste caso mais com memória de ficha USB ou CDs pequenos).
    Re:Porquê? (Pontos:4, Interessante)
    por jobezone em 30-03-04 19:35 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    O kwallet do kde é muito prático para esse transporte de passwords cifradas.

      Basta arrastares a "carteira"(wallet) em questão de dentro do kdewallet manager para o suporte de transporte (neste caso a USB pen), copiando-a para lá.

      Quando chegares a qualquer sistema kde 3.2, basta arrastar de volta a carteira o kde wallet manager, e tens acesso a todas as tuas passwords dessa carteira (sites internet, icq e primos, etc.) Li foi que não se recomenda guardar números de cartões de crédito, ou informação altamente sensível (como aquela prova que nos incrinima com o caso casa pia...ups, esqueçam)pois não é usada uma encriptação tão boa como por exemplo o pgp (gpg)).
    Debian usb (Pontos:2, Informativo)
    por gass em 30-03-04 15:12 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://otiliamatos.ath.cx
    http://d-i.pascal.at/ ehehe ... é mm uma distribuição fixoide ...
    Cumps-
    Gass
    Soekris (Pontos:2, Informativo)
    por Carnelian em 30-03-04 16:27 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://www.alface.de
    Os Soekris não boota por USB, apenas com CF ou discos de portátil.

    Eu tenho um Soekris 4501, um CF de 32Mb com 4Mb livres a fazer de Firewall com OpenBSD.
    Esta instalação é minha, mas na Net existe ai o OpenSoekris que ao que parece é bem bom.
    Existe também o m0n0wall baseado em FreeBSD. Podem fazer mais umas pesquisas pela lista do Soekris. http://lists.soekris.com/mai lman/listinfo/soekris-tech
    Claro que um CF e memórias do mesmo tipo, têm um número finito de escritas. Terias que usar como read-only e usar a RAM como disco ou escrever para um servidor qualquer na tua rede.

    Aconselho o uso de um BSD em vez de Linux... Keep it simple :P


    The Stone Dance of the Chameleon :)

    Re:Soekris (Pontos:1, Despropositado)
    por elcastigador em 30-03-04 16:39 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://pedroclaro.no.sapo.pt
    Aconselho o uso de um BSD em vez de Linux

    Apenas por gosto pessoal?
    Pedro Claro

    Re:Soekris (Pontos:1)
    por Carnelian em 31-03-04 14:14 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://www.alface.de
    Muito mais simples e poderoso para meter em 32mb !?
    Não vamos começar com uma guerra BSD Linux...


    The Stone Dance of the Chameleon :)

    Re:Soekris (Pontos:2)
    por racme em 30-03-04 16:43 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.guildsoftware.com/download.html/
    btw, onde e' q orientaste a soekris, alguem no burgo a vender isso?

    ja agora wifibsd



    make world && !war;
    Re:Soekris (Pontos:2)
    por elcastigador em 30-03-04 17:56 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://pedroclaro.no.sapo.pt
    e já agora EPIA mini-ITX da via cá em Portugal? Alguém sabe onde se compra?
    Pedro Claro
    Re:Soekris (Pontos:3, Informativo)
    por DeadKill em 30-03-04 23:28 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Viva! Cá vai um site: http://www.poweron.pt/category.php?ECM_CATEGORY_ID=16010 Cumprimentos: Pedro Coelho aka DeadKill
    Re:Soekris (Pontos:1)
    por Carnelian em 31-03-04 14:15 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://www.alface.de
    www.kd85.com Excelente.


    The Stone Dance of the Chameleon :)

    linux em flash (Pontos:2)
    por bgravato em 31-03-04 2:43 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    O problema do linux em discos flash é precisamente o limite de escritas que se pode fazer (na ordem das dezenas/centenas de milhar, segundo a maioria dos fabricantes).

    O meu projecto final de curso é precisamente por uma distribuiçao de linux a correr num disco Flash (CF card) com um adaptador IDE num PC normal (pelo menos para já, depois talvez se pense em usar SBC's).

    Correr de USB também é giro, mas são poucas as bios que o permitem.

    Existem por aí muitas distribuições, uma engraçada que experimentei na minha pen, foi a Flonix (baseada no knoppix e damn small linux), mas já pus essa de parte porque mudou a licença e deixou de ser livre (para fins comerciais).

    Existem muitas mais knoppix-based é só ver na lista de customizations do knoppix (desculpem mas não tenho aqui links à mão).

    Actualmente (a nível do projecto de curso) estou a tentar pôr uma versão da debian (emdebian) compilada com uclibc (uma boa parte dos pacotes base já foram compilados para i386, com a uclibc pelo erik andersen, developer da debian e da uclibc).

    A uclibc é uma versão reduzida da libc.

    Posso dizer que uma debian base com X e mais umas quantas libs fica em cerca de 200MB (com libc normal), com os mesmos pacotes, compilados com uclibc fica com +/- 128MB (se bem que depois ainda muito por onde se cortar... em particular se se quiser correr aquilo em hardware especifico... só os modulos dos drivers das varias placas gráficas do X são uns quantos MB's, se tirarmos todos menos a que queremos ainda poupamos bastante).

    Estes 128MB depois comprimidos com cramfs ou squashfs (ou o cloop do knoppix) fica abaixo dos 60MB.

    Estes sistemas de ficheiros comprimidos são read-only mas isso também é o que se pretende num disco flash.

    Obviamente que depois é preciso RAM qb para ter uma ramdisk.

    O processo de arranque a partir de discos flash pode ser feito usando o syslinux.

    O flonix por exemplo é assim que funciona... o grosso do sistema esta num ficheiro com cerca de 60MB (cloop), que junto com uma imagem initrd e mais uns ficheiros de configuração são copiados para a partição fat16 de uma vulgar pen. Depois com o syslinux torna-se a pen bootable e está feito.

    Tive alguns problemas com o modulo cloop ao tentar remasterizar as imagens (para meter lá o que eu queria...) por isso agora estou mais voltado para o cramfs (que nos kernel's da debian já vem compilado por omissão).

    Também existe o JFFS2 um sistema de ficheiros próprio para discos flashes que, pelo que percebi, evita que se escreva sempre no mm sítio, prolongando a vida dos discos flash (e segundo o que li algures numa mailing list parece que alguns fabricantes de discos flash incorporam um mecanismo parecido por hardware). Mas sobre estas duas coisas ainda só li muito por alto.


    _______________
    "When the only tool you have is a hammer, every problem starts to look like a nail."
    Re:linux em flash (Pontos:2)
    por Duke em 02-04-04 3:12 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://www.urban.homelinux.org
    Podes deixar um link sobre as limitações de escrita em pen drives? Queria informar-me melhor sobre isso e não encontrei nada no google.
    Brigado


    God is NoWHere...
    Re:linux em flash (Pontos:2)
    por elcastigador em 02-04-04 17:07 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://pedroclaro.no.sapo.pt
    A nivel fisico? Ou a nível de bootloaders, file systems e bios?
    Pedro Claro
    Re:linux em flash (Pontos:2)
    por bgravato em 03-04-04 5:38 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    A nível do hardware (físico portanto)
    Sinceramente, não percebi essa do "nível de bootloaders, file systems e bios"


    _______________
    "When the only tool you have is a hammer, every problem starts to look like a nail."
    Re:linux em flash (Pontos:2)
    por bgravato em 03-04-04 5:46 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    Eu soube disso primeiro em discussão com os meus orientadores de projecto.

    Entretanto apareceu nas Debian Weekly News uma referên cia a isso. Se leres o resto da discussão dessa thread deves encontrar mais alguns links...


    _______________
    "When the only tool you have is a hammer, every problem starts to look like a nail."

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]