gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Campanha Anti-Linux da Microsoft
Contribuído por Tintim em 22-03-04 18:21
do departamento FUD_is_here
Portugal A Microsoft lançou mundialmente uma campanha que visa comparar os custos do Linux com o Windows. A ideia não é nova mas acho que se deve reflectir para o caso português. Desculpem o tamanho do artigo.

Antes de mais, a ideia não apresenta uma estratégia totalmente nova:


    A.- há alguns anos a Microsoft tinha investido 25 M de dólares, em conjunto com a Unysis, num site que visava incentivar a migração de Unix para Windows. Na altura, a campanha foi polémica porque o site corria sobre... OpenBSD (e portanto, Unix). Quando os administradores tentaram passar para MS IIS, esteve uns dias em "baixo";


    B.- O processo da SCO contra empresas que utilizam Linux alegando utilização indevida de código licenciado foi uma operação legal que teve um apoio estranho. A tentativa de criar medo nos utilizadores de Linux saiu frustrada, pelo que terá ajudado o envolvimento pró-linux do batalhão de advogados da IBM;

Não bastando estas duas campanhas, a Microsoft apresenta agora em jornais e revistas três estudos que sustentam que o Linux tem um TCO mais elevado que o Windows.
Os três estudos apontam em três sectores diferentes: servidores Internet, Mainframe / PC e Ambientes de desenvolvimentos.
O que os estudos não dizem:

Facto 1: Análises (in)dependentes
As "análises independentes" foram pagas pela Microsoft, ou como se pode melhor identificar: "conducted at the request of Microsoft,", "commissioned by Microsoft" ou "prepared under contract from Microsoft.". Não se sabe qual a definição de "Análises independentes" da Microsoft (SIC site "Factos") mas um estudo pago é mais do que independente, é patrocinado.

Facto 2: TCO's há muitos...
A análise de TCO (Total Cost of Ownership) deve ser visto como uma equação em que as variáveis e os seus coeficientes determinam o resultado. Não existe regulamentação ou normalização internacional, pelo que é sempre subjectivo determinar o que entra na equação. Assim, o estudo dos 5 tipos de servidores apresentados pela Microsoft, em que o Windows é superior em 4 deles, define o TCO num ambiente em que o software tem um período de vida de 5 anos e com 100 clientes. Significa isso que se o ambiente da sua empresa não for esse, obterá resultados diferentes? Provavelmente, sim. Isso e o facto de o estudo da IDC apresentar como principal factor oneroso do Linux, o custo dos recursos humanos. O estudo determina que um técnico com conhecimentos de Linux é mais caro do que um técnico de Windows. Para além de uma boa noticia para os administradores de sistemas Linux, pode-se facilmente perceber que, mesmo que assim seja, o mercado tem tendência a equilibrar a procura e a oferta. Mais procurarão formação Linux e a oferta fará baixar os preços.
Mais importante, parece ser a questão de o estudo deixar de fora o facto de um administrador de sistemas Linux conseguir - em média - manter mais máquinas em simultâneo do que um técnico Windows. O facto de o estudo considerar individualmente cada ambiente, elimina esta factor.
Isto não significa que o TCO não é uma métrica util, tão só que deve ser bem analisado e alvo de uma complexa análise. Uma parangona à custa de um TCO é meio caminho andado para demagogia tecnológica. É caso para dizer: os TCO's são todos iguais, mas há uns mais iguais que outros ([1] e [2]).
.

Facto 3 - "Não passamos cheques em branco"
O que a Microsoft também não refere é que a Forrester alterou a política de estudos, recusando no futuro estudos pagos como o da Microsoft.
Para a empresa, o estudo está a ser visto demasiado simplisticamente quando tem de ser lido forma bem mais profunda. A afirmação de que "O Linux não tem uma série de vantagens", deixa-os "desconfortáveis".

Facto 4 - "Um cafézinho e a "conta", por favor"
No estudo da IDC o custo foi feito tendo em conta o licenciamento do 2000. Como a versão 6 do licenciamento Microsoft (Licensing 6) é mais recente, não é incluída. Com este novo tipo de licenciamento é expectável que o custo do Windows suba. Pela razão atrás apresentada relacionada com os recursos humanos, é esperado que enquanto a variável determinante do Windows tem tendência a aumentar, a determinante no Linux (os RH) tem tendência a diminuir.

Facto 5 - "Os cabos estavam de facto bem ligados,..."
O estudo que identifica o Linux mais caro no Mainframe do que o windows, cita como fonte o META Group. Contudo, a empresa veio a público esclarecer que apenas verificou as configurações dos testes e não pode, apenas por isso, validar os resultados.

Facto 6 - "Mesmo assim, preferimos mudar..."
A Microsoft não indica que o estudo da Giga refere ainda "The study also indicates that many organizations will adopt Linux instead of Microsoft's alternative" como forma de manter o conhecimento em tecnologia Unix.

Facto 7 - Comparando plataformas de desenvolvimento
A comparação do custo da plataforma ".NET" com "J2EE" levanta algumas questões importantes.
Por um lado, o facto de a amostra serem apenas 12 empresas que representam uma pequena parte do universo dos potenciais utilizadores destas plataformas de desenvolvimento.
Por outro, são médias empresas, pelo que tanto pequenos como grandes empresas não foram aqui contempladas .

As referências apresentadas poderão ser exploradas mais profundamente para se obterem dados adicionais.


Voltando à campanha na imprensa, esta recorda-me uma máxima de um professor de marketing que tive e que dizia "O líder nunca olha para trás".
A Microsoft segue essa máxima quando evita a interoperabilidade entre Office's, tentando fechar o formato de ficheiros, mas não quando montou esta campanha anti-linux.
Esta campanha é especialmente importante no contexto americano em que, no mercado servidor, o Linux está muito perto da liderança da Microsoft.
Apesar de não termos dados concretos, sabemos que em Portugal a história é bem diferente. Os servidores vendidos com Linux andarão perto de 20% do mercado contra 60% da Microsoft.
Assim, esta campanha está a fazer um grande favor ao Linux em Portugal, mostrando uma alternativa a empresas que julgam que apenas existe Windows. E não nos enganemos, uma organização não vai deixar de usar Linux apenas pela Microsoft dizer que ele é mais caro. Contudo, uma que o desconhecesse poderá passá-lo a incluir nos cadernos de encargos ou concursos, encarando-o como opção válida. Se até para a Microsoft o é...


Bad boss, good boss | Não há almoços de borla (aka "Mitos do OSS")  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • site
  • polémica
  • apoio estranho
  • identificar
  • [1]
  • [2]
  • alterou
  • expectável
  • esclarecer
  • Giga
  • aqui contempladas
  • campanha
  • Mais acerca Portugal
  • Também por Tintim
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Bug (Pontos:2)
    por PRE em 22-03-04 19:24 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://psantos.net
    É só para avisar que o artigo tá com uma gralha: está com pontos repetidos, parace que houve um paste onde não devia...

    Seja como for, belo artigo. Mas faz-me pensar: alguém liga a estes estudos? Eu vejo isto, nem olho para eles simplesmente porque não vejo a garantia de serem independentes. Uma empresa grande, acho que faz as suas simulações, com pessoal que percebe do assunto, também não me parece que uma empresa vá escolher o SO Xpto só porque o site AAA diz que é melhor.

    Como é que estas coisas se passam?
    _____________________
    Pedro Santos :: psantos.net :: blog

    Re:Bug (Pontos:3, Interessante)
    por Init em 22-03-04 20:19 GMT (#3)
    (Utilizador Info)

    De certeza que se a m$ está a fazer isto é porque tem efeito. Já te esqueceste que o departamento de marketing da m$ é o mais bem sucedido da àrea? Achas que isto é uma reacção puramente emocional da m$?

    Eles podem não ter razão e terem imensos defeitos, mas não são parvos.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Bug (Pontos:1, Despropositado)
    por Arrepiadd em 22-03-04 22:32 GMT (#22)
    (Utilizador Info)

    É só para avisar que o artigo tá com uma gralha: está com pontos repetidos, parace que houve um paste onde não devia...

    É o que dá escrever e aprovar directamente um artigo. Se passasse por um processo de aprovação como o artigo do comum dos mortais provavelmente teria sido notado o erro. Assim...


    Análise fria (Pontos:3, Esclarecedor)
    por 4Gr em 22-03-04 20:00 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    O que realmente se passa é que o OSS/Software Livre na prática, onde o concreto é o importante, é mais _barato_

    Não sendo o OSS/Software Livre uma entidade que a Microsoft possa anexar, só mesmo recorrendo a FUD para tentar enganar uns tantos.

    Na minha opinião quem se deixa enganar são os que já estão enganados há muitos anos e se limitam a ambientes Microsoft. Os que sempre souberam das intenções desta empresa adicionam uma acha para a fogueira, e por fim, os que ainda permanecem com dúvidas mas são minimamente inteligentes, ponderam a boa fé (ou a ausência dela) de uma empresa desta estirpe e têm atenção, facilmente concluído que o estudo é faccioso.

    Dominus vobiscum
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por leitao em 22-03-04 21:32 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    O que realmente se passa é que o OSS/Software Livre na prática, onde o concreto é o importante, é mais _barato_

    Ja' pareces a Microsoft, demonstra la' isso com os teus estudos se faz favor.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por 4Gr em 22-03-04 21:50 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    É muito simples, uma análise a frio diz-me que, nos exemplos mais generalizados, com as devidas excepções, o custo por licença é nulo. Logo, numa análise grosseira está provado que o software OSS/Software Livre é mais barato[1], visto que os conceitos aplicáveis no TCO, e conceitos como suporte etc e tal, são vastos e subjectivos. O único comum é o custo por licença.

    A única forma de desmentires esta mesmo premissa é mostrando que o proprietário consegue superar esta condição, o que eu duvido seriamente que o consigas fazer. Até lá, a afirmação "o OSS/Software Livre é mais barato" é sempre verdadeira, por consequência de [1].

    Se ainda assim duvidares, faz uso do senso comum. Ora, o meu diz-me que se uma empresa adquirir 200 computadores e instalar Linux em vez de Windows, poupa 150¤ * 200. Factos. Suposições: mas o custo do suporte, administração, gestão, etc.. pode ser maior. Sim, é verdade, como o contrário também é aplicável, mas não deixa de passar de uma suposição, enquanto que a primeira é um facto.

    Dominus vobiscum
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Ancestor em 22-03-04 21:58 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Erm... o TCO é o custo total do produto durante o tempo de vida... E isso inclui não só as licenças, mas também o "custo" da eventual migração de um sistema existente (formação, problemas de reformulação de trabalho, etc). Em ambientes tipicamente Windows com configurações de pequena e média dimensão, se falarmos estritamente em sistemas operativos, o Windows terá em grande parte dos casos um melhor TCO. Porquê? Basta ver o preço/hora de um técnico linux e de um técnico windows. E quanto tempo demora um e demora outro a configurar o servidor e a rede.
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por 4Gr em 22-03-04 22:04 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Basta ver o preço/hora de um técnico linux e de um técnico windows. E quanto tempo demora um e demora outro a configurar o servidor e a rede.

    Mesmo que um técnico Linux seja mais caro, quando a oferta for maior, os preços vão equilibrar-se. De qualquer das formas, nesse dado exemplo, eu diria que o Linux demoraria bastante menos tempo, embora mais caro a hora.

    Dominus vobiscum
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Ancestor em 22-03-04 22:10 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    Curioso... sempre achei que, para 50 utilizadores, e em ambientes similares, o AD (que por acaso é feito mesmo para isso) fosse um bocadinho mais rápido que samba+Ldap+cups+patches nas máquinas. Mas talvez o defeito seja meu...
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por leitao em 22-03-04 22:16 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Portanto, segundo a tua logica quando compras um carro vais para o mais barato que encontrares (tipo um Yugo 101) pois o facto de este poder custar 3x o custo inicial em reparacoes e' "subjectivo" ?


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por 4Gr em 22-03-04 22:26 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Primeiro, em Software Livre barato != mau, como tentas transparecer nesse exemplo.

    Segundo, estás a brincar comigo quanto aos 3x em reparações. Queres-me dizer que o Linux tem esse custo de reparações não? Eheh, tás com humor hoje ;-)

    Dominus vobiscum
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por Cyclops em 23-03-04 12:10 GMT (#71)
    (Utilizador Info)
    Os estudos de TCO contabilizam o número de clientes autorizados por CPU? Por exemplo, quantos clientes de email se podem ligar a um cluster exchange em máquinas com smp e um GB de memória por 0 EUR sem custo adicional de permissão para trabalhar?

    É que contabilizar os custos de técnicos que configurem e mantenham os sistemas tendo por base de comparação Mouse Engineers e Administradores de Sistemas não é justo. Um tipo que saiba a sério de Windows, tão bem quanto um SysAdmin de GNU/Linux normalmente conhece o sistema, é capaz de custar mais caro do que o SysAdmin de GNU/Linux... Estou a falar de configurações/instalações a sério, e não daquelas que é só fazer 'click next until finish' ou rpm -ivh zbr.rpm
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 23-03-04 13:32 GMT (#73)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    claro que falta também comparar o custo de downtime e reboot habitual num servidor windows, enquanto uma caixa linux corre anos sem ninguém lhe mexer.
    por outro lado, linux a correr sem GUI implica que não é necessário mudar de hardware a cada nova versão do sistema operativo.
    por último, como já foi dito, os técnicos unix/linux simplesmente fazem um melhor trabalho por inerência de melhores liberdades de configuração.
    -----
    Como isto não notifica, se necessário notifiquem-me email.
    Que Bush vos abençoe.
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Ancestor em 24-03-04 21:29 GMT (#105)
    (Utilizador Info)

    linux a correr sem GUI implica que não é necessário mudar de hardware a cada nova versão do sistema operativo

    Bem, não percebi essa... O windows XP corre _melhor_ que o windows 2000 no mesmo hardware. O mesmo sucede com o windows 2003 em comparação com o windows 2000, no campo de servidores. E, que eu saiba, uma correcta manutenção de linux implica diversas compilações de kernel entre releases (considerando uma linha evolutiva como o windows).

    os técnicos unix/linux simplesmente fazem um melhor trabalho por inerência

    Erm... bons técnicos e maus técnicos existem em todo o lado. E o facto de terem melhores liberdades de configuração não dá garantia nenhuma sobre a competência do técnico, bem pelo contrário: a responsabilidade sobre este é maior. Até porque o linux acaba por começar a sofrer o mesmo mal dos produtos Microsoft: lá por estar instalado e funcionar não quer dizer que esteja bem configurado.
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 26-03-04 9:32 GMT (#113)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    não sei, não corro todo o sistema operativo que sai de redmond... no entanto, não é o que ouço. porque raio é necessário um pc todo artilhado para correr um servidor? é estupidez.

    quando à competência técnica, é óbvio que não é linear. mas a responsabilidade não é diferente, é a mesma, ou keres-me dizer q as coisas vêm bem configuradas no windows? até porque os defaults são para ser adaptados SEMPRE.
    ao menos o linux declara-o frontalmente, windows é "desde que corra, tá-se".
    ugh
    -----
    Como isto não notifica, se necessário notifiquem-me email.
    Que Bush vos abençoe.
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por nectarine em 22-03-04 22:00 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    "É muito simples, uma análise a frio diz-me que, nos exemplos mais generalizados, com as devidas excepções, o custo por licença é nulo. Logo, numa análise grosseira está provado que o software OSS/Software Livre é mais barato[1], visto que os conceitos aplicáveis no TCO, e conceitos como suporte etc e tal, são vastos e subjectivos. O único comum é o custo por licença. "

    Essas afirmações *devem dar muita* confiança a qualquer pessoa que esteja a pensar lançar um producto como free software ;)

    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por leitao em 22-03-04 22:03 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Mal ele sabia o que disse -- e' que a RedHat deixou-se de borlas por alguma razao.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 22-03-04 22:16 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://www.dehumanizer.com
    E...? Se o que quero é algo que funcione BEM e perceber ou tiver quem perceba, o custo do software é 0.

    Se, em vez de me preocupar com essas ingenuidades idealistas e imaturas do "funcionar", e apenas quiser alguém a quem culpar / processar quando der m****, então, sim, pago, seja à RH, MS, Sun, whatever. Resta mencionar que, nesse caso, não passo de um engravatado sem miolos (hmm, um pleonasmo), que não confia na equipa que tem, que acha que TODO o software é uma m**** e que a única coisa que interessa é não levar com as culpas quando essa mesma m**** acontecer. Já tive chefes assim.


    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por secameca em 22-03-04 23:09 GMT (#26)
    (Utilizador Info)
    Para tua informação, mesmo o RedHat Enterprise, não só o Fedora, pode ser puxado gratuitamente do site da RedHat. Não venhas é pedir suporte técnico à borlix. O que tu vês como borlas, a RedHat vê como retribuição de volta à comunidade por serviços prestados. Claro que há pessoal que quer é mesmo borlas, e se querem serviço pagam.
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por leitao em 22-03-04 23:21 GMT (#29)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Importas-te de me dizer onde na pagina de download da Redhat esta' o Link para o download do RedHat Enterprise ?


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por secameca em 22-03-04 23:31 GMT (#34)
    (Utilizador Info)
    Ah, os tipos estão a armar-se em espertos agora. Tsk, tsk. Têm os SRPMs dos updates à mostra e os ISOs escondidos. Usa isto ou o Fedora então. De qq modo eu nunca usei o Enterprise.

    A vantagem do Linux é que por muito chico espertos que os tipos se tornem, há sempre alternativa. Nem que tenha de mudar de distribuição.

    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por leitao em 22-03-04 23:49 GMT (#35)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Ha, pois, bem me parecia... e' que nao sei o que e' que o WhiteBox Linux ou o Fedora teem a ver com o RH Enterprise ES.

    Tou-me mesmo a ver com o suporte da Oracle:

    ring, ring...
    -Oracle Suporte Bom Dia
    >Bom dia, queria suporte para o meu WhiteBox Linux, eu tenho um problema que...
    -[Hang]


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por Init em 23-03-04 0:58 GMT (#43)
    (Utilizador Info)

    Duvido que a Oracle te faça isso se tiveres pago por um dos produtos deles... É que a Oracle pode não suportar várias distribuições de GNU/Linux, mas de certo que suporta os seus produtos.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por leitao em 23-03-04 1:11 GMT (#46)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Hamm... enganaste, a Oracle suporta os seus produtos apenas numa lista bem definida de distribuicoes.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por Init em 23-03-04 7:24 GMT (#64)
    (Utilizador Info)

    Ainda dizem vocês que não há suporte para Sotfware Livre.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por mrmv em 23-03-04 12:45 GMT (#72)
    (Utilizador Info)
    Isso faz-te desentendido...

    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por Init em 23-03-04 14:47 GMT (#82)
    (Utilizador Info)

    Não me estou a fazer desentendido. Acho é estranho a Oracle não suportar (e de facto não o faz ao contrário do que eu pensava), todos os seus clientes. Agora não me venham é dizer depois que ao contrário do software proprietário não há suporte para Software Livre, porque ele existe em quantidade suficiente para responder às actuais demandas do mercado, à medida que a procura aumentar também a oferta aumentará.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por mrmv em 23-03-04 15:16 GMT (#83)
    (Utilizador Info)
    Mas que no teu ponto de vista ficas condicionado ficas, ou nao?


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por Init em 24-03-04 10:28 GMT (#95)
    (Utilizador Info)

    Acho que não percebi a pergunta...

    Quem fica condicionado, é quem usa Oracle numa plataforma que não é suportada oficialmente, mesmo que não seja GNU/Linux.

    No caso do Software Livre há oferta para o suporte e as empresas que fizerem isso têm de ter em conta que não estão só a competir entre si, mas estão também a competir com as empresas de software proprietário e que por isso não podem cobrar como se fossem um mundo à parte.
    Mesmo que não haja suporte comercial (há nem que se tenha de pagar bem por isso), há sempre o suporte da comunidade e se tiveres conhecimentos podes sempre suportar-te a tu proprio.
    Tendo em conta que tens várias alternativas de suporte, não percebo qual é a limitação... Ou então não entendi a pergunta...


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por mrmv em 24-03-04 12:54 GMT (#98)
    (Utilizador Info)
    Não entendeste a pergunta, inicialmente achavas que a oracle suportava os seus produtos em qq plataforma e no caso do linux por arrasto seria qq distribuição, mas isso não é verdade como já percebeste, por isso um cliente está sempre condicionado pelos requisitos do fabricante... e essa do suportares-te a ti próprio é muito engraçada, mas funcionaria se o core business das empresas fosse o desenvolvimento de software mas não é... por isso pagam a quem faz disso o seu negócio, o que até me parece natural ;o)


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por leitao em 24-03-04 13:58 GMT (#103)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    De facto nao percebo em que mundo e' que algumas pessoas vivem...


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 23-03-04 13:34 GMT (#74)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    para quem pode pagar oracle, pagar por uma caixa certificada não é um problema.
    -----
    Como isto não notifica, se necessário notifiquem-me email.
    Que Bush vos abençoe.
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por nectarine em 23-03-04 0:20 GMT (#38)
    (Utilizador Info)
    Deve ser excelente passar 2 ou 3 anos a desenvolver um producto para depois vermos alguém fazer um fork. Esse alguém que secalhar até tem mais nome ou força humana para desenvolver o producto a uma velocidade muito superior enquanto o autor original fica a ver passar navios, sem receitas de suporte, nada...

    Sou adepto do open source, mas ao GPL torço um pouco o nariz...

    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por 4Gr em 23-03-04 0:33 GMT (#39)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Isso é precisamento o caso do BSD, não do GPL!

    Dominus vobiscum
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por nectarine em 23-03-04 0:39 GMT (#40)
    (Utilizador Info)
    Podes também fazer forks a projectos com licença GPL ou terei percebido mal?
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 23-03-04 0:48 GMT (#41)
    (Utilizador Info) http://www.dehumanizer.com
    Sim, mas se é GPL, o fork também tem de o ser, logo...


    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por Init em 23-03-04 1:05 GMT (#44)
    (Utilizador Info)

    Interessante no Software Livre é que há realemente poder de escolha. Se a comunidade gostar mais de um fork o autor é uma questão de competição, ganha o melhor ou o que alguns acham melhor.
    O autor so fica a ver navios por ficar sem receitas para o suporte se, não fizer com que o seu ramo seja mais atractivo para a comunidade, ou se não se virar para o fork e trabalhar nele (incluindo dar-lhe suporte).

    No caso da GPL, o autor tinha garantia que o fork éra tambem livre e por isso não teria nem de perto nem de longe os mesmos obstaculos (tecnicos, morais, eticos, etc...) do que se a licença do original fosse BSD e o fork fosse proprietário. Nesse caso é que o autor corria o sério risco de que se não fizesse melhor ficáva a ver navios.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por secameca em 23-03-04 16:49 GMT (#87)
    (Utilizador Info)
    Aha. Para tua informação, os SRPMs estão no site da RedHat: ftp://ftp.redhat.com/pub/redhat/linux/enterprise/3/en/os/i386/SRPMS/

    Tens é de compilar tu os RPMs e fazer os teus próprios ISOs. A source é livre, os binários é que não.

    Se não sabes compilar, não queres perder tempo, ou queres uma garantia para cobrir o rabo porque queres instalar software proprietário, paga.

    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 26-03-04 9:36 GMT (#114)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    ou então ajudar um dos projectos que produz isos.
    mas porque raio é que dizem que a red hat é o bastião do FLOSS? cada um faz pela vida aquilo que acha melhor, desde que garanta a liberdade do código.

    se queres garantias, tens que pagar. isso é óbvio...
    -----
    Como isto não notifica, se necessário notifiquem-me email.
    Que Bush vos abençoe.
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por 4Gr em 22-03-04 22:09 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Não compreendo qual a dúvida!

    Consulta 95% do Software Livre e vais constantar que o custo por licença é nulo, o que não implica que não esteja a ser explorado comercialmente, sobre a forma de suporte, etc..

    Exemplo muito concreto: o GNU/Linux e o OpenOffice.org. São ou não de *borla*, com as devidas excepções que eu salvaguardei no primeiro post? Pois, bem me parecia :-)

    Quanto ao conceito de suporte, sim é subjectivo. Equipar uma empresa de informática com 200 computadores não pressupõe custos de suporte, pois eu diria que essa empresa, para casos generalizados, é auto-suficiente. Da mesma forma que a formação do pessoal também um conceito subjectivo, visto que, por exemplo, a formação de um quadro em OpenOffice.org nem sempre é necessária e duvido que seja tão ou mais dispendiosa por formando, que uma licença Windows ou Office.

    Dominus vobiscum
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por Init em 23-03-04 0:52 GMT (#42)
    (Utilizador Info)

    Quem está a pensár em ganhar dinheiro com Software Livre se está a pensár em ganhar por vender licenças é no minimo doido varrido.

    O facto de não se cobrar por licença não quér dizer que não se cobre de todo a ninguém sobre absolutamente nada. Há várias coisas pelas quais podes cobrar, desde a distribuição de copias, à distribuição de copias em pacotes faceis de instalar, à instalação, suporte tecnico, garantia de resposta a incidentes, formação, etc...


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Análise fria - Uma historinha! (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 23-03-04 1:12 GMT (#47)
    (Utilizador Info)
    Análise grosseira ? Análise a frio ? LOOOOOOOOOOOOL
    Mas que raio de argumentos sao esses ? Nao tens argumentos e pregas com uma análise grosseira ? *g*
    És engenheiro nao és ? Nota-se a milhas :) É por essa das análises grosseiras que muitos projectos de TI's deram barracada.

    Exemplo:
    Consultor: Olhe podemos poupar milhares de contos instalando um sistema de ERP e CRM na sua empresa !
    Chefe: ERP ? CRM ? Isso anda na moda. Qual é o custo ? Quanto podemos poupar ?
    Consultor: Olhe, a instalacao é 10 milhoes de contos, mas como isto vai ser mais eficiente, poupa em 10 anos, 20 milhoes de contos !!
    Chefe: Parece interessante ! Onde assino ?

    Isto é o tipo de análise grosseira que tu queres. Isto aconteceu. Posso-te citar o caso da Nike, que instalou um sistema de automatizacao de producao e inventarios e o raio que os parta e aquilo deu barracada por todo o lado e problemas por todo o lado.

    Claro que tu vens ja com os teus argumentos de caca (sim de caca, porque essa da análise grosseira foi fenomenal!), dizer que o Linux é o maior e de borla. Pois é, mas os custos sao directos e indirectos. A soma é que diz o resultado final. O paralelo da "borla inicial" existe em muitas coisas, e em muitos dos casos, fazendo bem as contas, quem compra afinal nao levou uma borla, mas acabou por pagar mais caro.
    A tua análise grosseira e feita em cima do joelho so revela estupidez da tua parte e fanatismo cego. Se argumentares de uma forma completa a coisa muda de caso, agora com análises grosseiras nao vais longe.



    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!

    Re:Análise fria - Uma historinha! (Pontos:2)
    por leitao em 23-03-04 1:19 GMT (#51)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Exemplo: Consultor: Olhe podemos poupar milhares de contos instalando um sistema de ERP e CRM na sua empresa !

    Vou-te dar um exemplo real -- uma empresa proxima criar um sistema ERP/CRM sobre Siebel -- as estimativas iniciais eram um projecto de cerca de 10 meses de duracao, mais 3 meses de treino para os vendedores e gestores de conta (custo total: £1,500,000) -- isto foi em 2001.

    Estamos em 2004, o projecto esta' agora a entrar na fase de treino -- custou £3,500,000 (ja' para nao falar em custos de oportunidade).

    Foi-se de Touchpaper/Remedy para Siebel com a ideia de poupar £4,000,000 em 5 anos -- metade ja' foi, o resto provavelmente vai nos proximos dois anos.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Análise fria - Uma historinha! (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 23-03-04 1:44 GMT (#61)
    (Utilizador Info)
    O Financial Times estava cheio de exemplos desses. O caso que me ficou na memória foi o da Nike, porque a produção quase que parava e os stocks dispararam, quando o objectivo do sistema era Produção Just In Time. O sistema estava todo mal planeado e mal implementado, e ia ser preciso gastar mais uns trocos para por aquilo a funcionar, ou seja, mais custos e mais perda de tempo (logo ainda mais custos).

    Se a solução é Open Source ou não (e entenda-se que eu não estou contra a solução open source), é preciso analisar as coisas muito bem, e tentar prever os "se" e "talvez", porque é raro o projecto que não tem desvios. Como diz o Leitao, o bom gestor consegue antecipar grande parte ou dar a volta a eles, sem que os custos disparem (logo a maioria dos tugas nao é bom gestor como se pode ver nos projectos de obras publicas entre outros).

    A questão principal é tentar demonstrar qual é o verdadeiro TCO (coisa que ainda nao vi ninguem fazer decentemente), seja MS ou OSS. Acho que nenhum dos lados o conseguiu ainda fazer e o que me irrita verdadeiramente é dizerem que o OSS bate qualquer outra solução só porque o custo da licença é nulo. É uma estupidez total !

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!

    Re:Análise fria - Uma historinha! (Pontos:1)
    por mrmv em 23-03-04 2:26 GMT (#63)
    (Utilizador Info)
    Tanto mais que o custo de aquisição do software anda entre os 5% e 10% (tipicamente) de uma solução...

    Isto é tudo grandes engenheiros financeiros :o) que só falam daquilo que não sabem...


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Análise fria - Uma historinha! (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 26-03-04 9:37 GMT (#115)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    que eu saiba foi uma pessoa a falar, Mário.
    vá, behave :P
    -----
    Como isto não notifica, se necessário notifiquem-me email.
    Que Bush vos abençoe.
    Re:Análise fria - Uma historinha! (Pontos:2)
    por Init em 23-03-04 1:25 GMT (#53)
    (Utilizador Info)

    Concordo que há custos directos e indirectos, mas não creio que o TCO de uma solução Software Livre bem gerida sejam superiores uma solução m$ bem gerida. E por bem gerida quero dizer que as caracteristicas do software são aproveitadas ao maximo para facilitar e agilizar a administração, o pessoal tecnico conhece o software e é aproveitado tudo o que aumentar o retorno de investimento e as possibilidades de diferenciação por inovação...


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Análise fria - Uma historinha! (Pontos:2)
    por leitao em 23-03-04 1:30 GMT (#56)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Sabes qual e' um dos segredos de ser um bom gestor de IT ? E' saber contar os "se" e os "talvez".


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Análise fria - Uma historinha! (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 23-03-04 1:40 GMT (#58)
    (Utilizador Info)
    Eu nao creio em Deus mas isso nao invalida a hipotese de ele existir ou nao :)

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!
    Re:Análise fria - Uma historinha! (Pontos:2)
    por Init em 23-03-04 1:44 GMT (#60)
    (Utilizador Info)

    Não gosto de religiões, baseio-me na minha experiência e no meu conhecimento.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Análise fria - Uma historinha! (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 23-03-04 1:46 GMT (#62)
    (Utilizador Info)
    O sarcasmo estava centrado no *CREIO*, nao na religiao ;) Foi apenas um exemplo para criticar esse teu CREIO, que é bastante perigoso.

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!
    Re:Análise fria - Uma historinha! (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 23-03-04 13:41 GMT (#75)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    lá por teres uma boa conclusão não implica que tenhas bons argumentos...
    -----
    Como isto não notifica, se necessário notifiquem-me email.
    Que Bush vos abençoe.
    Re:Análise fria (Pontos:3, Engraçado)
    por Dehumanizer em 22-03-04 22:02 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.dehumanizer.com

    Ainda hoje, ao dizer a uma pessoa que era administrador de sistemas, ela perguntou-me "ah, seres chamado a meio da noite, fins de semanas inteiros de trabalho, e coisas assim?"

    Eu respondi: "não. Um BOM administrador de sistemas precavê-se contra isso. Regra nº 1: não usar produtos Microsoft - isso evita 99% dos problemas."

    Ela perguntou "ah, és outro anti-Bill Gates?"

    Eu: "não, sou anti-"seres chamado a meio da noite, fins de semanas inteiros de trabalho, e coisas assim"". :)


    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"

    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Ancestor em 22-03-04 22:15 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Tenho que apontar essa da proxima vez que o OpenSSH tiver buraco e andar a patchar as maxines todas. Ainda bem que não uso linux, senão era patch de 3 em 3 dias, mas nenhum deles ia calhar ao fim de semana, ou fora de horas de expediente...
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 22-03-04 22:18 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://www.dehumanizer.com
    O Linux (kernel) apareceu em 1991. Desde então, tudo junto não chega aos pés de um Nimda ou um Blaster. Your point???


    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por leitao em 22-03-04 22:23 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Claro que considerando que existem uns 400 ou 500 milhoes de desktops pelo mundo fora seria surpreendente se o pior bug do Linux conseguisse ultrapassar um bug medio do Windows.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 22-03-04 22:24 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://www.dehumanizer.com
    Não estás a perceber. A questão é que não há, nem nunca houve, um worm de Linux que infecte milhares ou milhões deles em menos de 48 horas. Se há muitos Linuxes ou não, isso não é relevante para a questão.


    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Ancestor em 22-03-04 23:23 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    Então a abundância das máquinas não é importante? Como falas de milhares ou milhões sem falares de quotas de mercado? Blaster é tipicamente worm de desktop, e o mercado de desktop, a nivel mundial é na sua esmagadora maioria microsoft. E existe outro aspecto curioso, normalmente as viroses em ambiente microsoft são mais "barulhentas" que acções malignas em ambientes linux. Já toda a gente ouviu analogias do género "o meu pc tá lento, deve tar com vírus" ou "não arranca, deve ser vírus", mas não é comum ouvir-se "ahh este linux ta lento, deve estar hackado". A cultura que explora as vulnerabilidades do windows é muito diferente da cultura que explora as vulnerabilidades do linux e similares, daí ser muito difícil estabelecer uma relação directa a esse nível.
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 23-03-04 13:44 GMT (#76)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    A cultura que explora as vulnerabilidades do windows é muito diferente da cultura que explora as vulnerabilidades do linux e similares, daí ser muito difícil estabelecer uma relação directa a esse nível.
    é natural, a cultura de segurança do OSS é muito diferente do "se tiver que ser, faz-se" da ms.
    -----
    Como isto não notifica, se necessário notifiquem-me email.
    Que Bush vos abençoe.
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Ancestor em 24-03-04 21:33 GMT (#106)
    (Utilizador Info)
    Que eu saiba, só muito recentemente é que os produtos OSS começaram a ter o mínimo de preocupações com segurança. Exemplos? Instalem um Redhat como webserver com os configs por defeito ou um Slackware como DNS server, isto para falar de "produtos linux". Ou então uma voltinha à SecurityFocus...
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 26-03-04 9:41 GMT (#116)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    precisamente, quando a microsoft permitir ter sites que listem as vunerabilidades e patches/workarounds, avisa...
    e desde quando é que o Red Hat é o bastião do open source? dizer que o FLOSS só agora tem preocupações de segurança é uma anedota, o OpenBSD sempre teve como preocupação a segurança.
    Quando muito, podes-te queixar de alguns projectos ainda verdes.

    quanto a configurações, se confias em defaults não devias tar a instalar máquinas.
    -----
    Como isto não notifica, se necessário notifiquem-me email.
    Que Bush vos abençoe.
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por leitao em 22-03-04 23:24 GMT (#32)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Essa infeccao nunca ocorreu porque nunca houve motivacao para desenvolver tal coisa.

    Qualquer cracker quer desenvolver algo que cause o maximo dano, nesse caso o Windows tem a massa critica necessaria -- o Linux nao.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por Init em 23-03-04 1:12 GMT (#48)
    (Utilizador Info)

    Mas tem o Apache, tem o Sendmail, tem o BIND...


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por leitao em 23-03-04 1:25 GMT (#54)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Mas o que te esqueces e' que os piores Worms do Windows usam engenharia social para se propagarem (i.e., utilizadores estupidos) -- e' essa outra razao porque quem escreve estas coisas escolhe o Windows.

    Como nao me parece que usar Linux vai aumentar o IQ dos utilizadores, nem que alguem arrange uma formula de engenharia social para enganar o Sendmail a tua comparacao e' irrelevante.

    Mas ja' agora deixa-te estar que tanto o Apache, Sendmail e Bind nao teem tido uns buracos valentes.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por Init em 23-03-04 1:29 GMT (#55)
    (Utilizador Info)

    Não digo que não têm tido problemas de segurança, mas a verdade é que esses software são produtos muito presentes no mercado e um ataque a essas plataformas pode afectar indirectamente muitos utilizadores, por tanto, dizer que não são um alvo aptecivél é um disparate.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por leitao em 23-03-04 1:38 GMT (#57)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Vou-te dar mais um exemplo interessante -- uma das minhas tarefas no dia a dia e' gerir uma equipa que desenvolve e mantem um servico de e-mail que fornece proteccao contra virus e spam.

    Todos os dias o sistema processa cerca de 1 milhao de mensagens -- destes cerca de 1% sao o resultado de virus enquanto cerca de 55% sao spam.

    Agora adivinha la': de todos os open-relays que bloqueamos qual e' o mais popular ?

    [Hint: Send e Mail -- agora conta-me a tua teoria de que no software livre nao ha' utilizadores estupidos]


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por Init em 23-03-04 1:43 GMT (#59)
    (Utilizador Info)

    Claro que há utilizadores estupidos!! E tu deves ser um deles...
    Eu não disse em parte alguma que não há utilizadores estupidos, alias tu foste o unico que falaste em engenheiria social, apenas neguei que só o software da m$ ou que corre na maior parte dos casos sobre plataformas m$, é que são alvos apteciveis por uma questão de massa critica, porque há softwares da concorrência que não só têm massa critica como um ataque a eles afectaria muito mais gente que os seus operadores.

    Detesto que me ponham palavras na boca!


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 23-03-04 13:47 GMT (#77)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    usam engenharia social e a falta de uma política de segurança nos produtos.
    -----
    Como isto não notifica, se necessário notifiquem-me email.
    Que Bush vos abençoe.
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 23-03-04 1:13 GMT (#49)
    (Utilizador Info)
    Chega um OPENSSL DoS ;) Serve ? Ou nao patchas as tuas maquinas ? :))))

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 23-03-04 13:50 GMT (#79)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    joking, right? esse ataque não comprete o sistema.
    -----
    Como isto não notifica, se necessário notifiquem-me email.
    Que Bush vos abençoe.
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 23-03-04 16:18 GMT (#85)
    (Utilizador Info)
    Nao... Faz DoS o que torna o sistema passivel de nao ser utilizado ou de cumprir na totalidade a sua função. Ou para ti isso nao é um problema ?

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 23-03-04 18:47 GMT (#88)
    (Utilizador Info) http://www.dehumanizer.com
    É melhor do que fazer o meu sistema infectar milhares de outros, e eu nem me aperceber disso, excepto pelo facto de que "hmm, a net está lenta hoje..."


    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 23-03-04 19:03 GMT (#89)
    (Utilizador Info)
    Eu cada vez mais adoro a vossa retórica. Se a coisa é um DoS, nao tem mal, porque afinal não é um virus, é só um DoS (alias são 3). Desde que a coisa nao seja um virus que se espalhe globalmente, está sempre tudo bem e o Linux é o melhor. A linha de argumentação está cada vez mais divertida e a retórica mais desenvolvida. Parece que estou a contribuir para o Open Source, ao aguçar a retórica dos seus zealotas fanáticos. Já nao podem dizer que sou M$ lover ;)

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 26-03-04 9:48 GMT (#119)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    podemos podemos...
    comparar um DoS a um vírus não razão de ser.
    por outro lado, pelo que me lembro, o DoS era um proof of concept.

    agora, é óbvio que não é bom, mas não é evitável.
    -----
    Como isto não notifica, se necessário notifiquem-me email.
    Que Bush vos abençoe.
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por 4Gr em 22-03-04 22:33 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Os problemas do nimda e do blaster não são culpa do SO

    Desculpa?!?

    Dominus vobiscum
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Ancestor em 22-03-04 22:53 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    Erm... ter Bd's acessíveis da net, e ter bindings em protocolos que não interessam puto em interfaces públicas, faz-me lembrar 2 coisas; Técnicos da netcabo e administradores incompetentes. E a última espécie é pródiga, independentemente do sistema operativo...
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 22-03-04 22:57 GMT (#25)
    (Utilizador Info) http://www.dehumanizer.com
    E ter essas coisas activadas por default. Acho estúpido um sysadmin ter de desactivar coisas após cada instalação - o correcto era ter de ACTIVÁ-LAS...


    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Ancestor em 22-03-04 23:14 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    o que me faz espécie é, como é que em empresas de média dimensão, coisas como o nimda passam os firewalls (que curiosamente normalmente não são windows). Mas quanto às opções activas por defeito, não é maleita que afecta só os produtos microsoft. Basta uma rápida instalação de um mandrake ou red hat para as encontrar.
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por secameca em 22-03-04 23:21 GMT (#30)
    (Utilizador Info)
    Basta um caramelo que traga o portátil com o trabalho de casa para a empresa. Uma ligação à Intranet, e PUM.
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Ancestor em 22-03-04 23:30 GMT (#33)
    (Utilizador Info)
    Uma vez mais o administrador de sistema. Restrição do acesso físico é o primeiro passo na protecção da infraestrutura. E claro que, em vez de patchar imediatamente os servidores vulneráveis, os administradores de sistema preferem jogar paciência. Ou talvez sejam tão bons que também não trabalham ao fim de semana. Sim, porque no caso do nimda, por exemplo, era realmente possível a infecção com um portátil, mas era mais complicada a sua propagação se a rede fosse planeada com o máximo isolamento possível dos servidores.
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 23-03-04 1:14 GMT (#50)
    (Utilizador Info)
    RedHat, Mandrake, etc etc sao prodigos em coisas abertas por default. Queres exemplos ?

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 23-03-04 13:49 GMT (#78)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    mas não os activam depois de cada patch de segurança pois não?
    thought so.
    -----
    Como isto não notifica, se necessário notifiquem-me email.
    Que Bush vos abençoe.
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 23-03-04 16:17 GMT (#84)
    (Utilizador Info)
    Nao trocas os travoes dum carro e vais acelerar a 200 para a auto estrada e andas colado a alguem para fazeres uma travagem a fundo, de forma a testar os travoes ne ?
    thought so...

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 26-03-04 9:43 GMT (#117)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    WTF?
    -----
    Como isto não notifica, se necessário notifiquem-me email.
    Que Bush vos abençoe.
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por CrLf em 23-03-04 11:48 GMT (#70)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    O maior problema é que (tal como digo noutro lado) no mundo Microsoft assume-se que o administrador não se preocupa com a segurança. Desactivar tudo aquilo que se acha que não é necessário acaba sempre por resultar num sistema onde não se conseguem diagnosticar os problemas pois todas as aplicações assumem que podem contar com o default e não sabem reagir quando o default já não é o estado corrente da máquina. Pelo menos em Unix há sempre a consciência que o administrador pode querer fechar hermeticamente a máquina e o default não pode ser esperado. É a diferença entre um SO a sério e um SO de jogos metido a servidor...

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por mrmv em 24-03-04 0:53 GMT (#90)
    (Utilizador Info)
    O que ele quis dizer foi que em qualquer destes casos já existia à muito tempo fixes para as vulnerabilidades exploited, por isso até podes considerar negligência...


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por 4Gr em 24-03-04 0:57 GMT (#91)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Isso não é verdade no caso do Blaster!

    Dominus vobiscum
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por mrmv em 24-03-04 10:03 GMT (#93)
    (Utilizador Info)
    O primeiro patch foi lançado a 16 de Julho, identificado como critico com patch e formas de mitigar o risco, os administradores a partir deste momento estão alertados...

    http://www.microso ft.com/technet/security/bulletin/MS03-026.mspx"

    O worm foi descoberto em 11 de Agosto

    http: //securityresponse.symantec.com/avcenter/venc/data/w32.blaster.worm.html

    A tua memória continua má ;o)


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por mrmv em 24-03-04 10:05 GMT (#94)
    (Utilizador Info)
    Eu até diria propositadamente má porque não havia razão para falhares, o que eu fiz podias tu ter feito e assim evitavas estes posts subsequentes...


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por Init em 24-03-04 10:34 GMT (#96)
    (Utilizador Info)

    Não te esqueças que estás a falar dos patchs da m$, que com um frequência demasiado alta, ao removerem uma ameaça destapam outra, ou fazem com que uma aplicação deixe de funcionar (pelo menos correctamente). Eu não confiava nos patchs da m$... Felizmente não tenho de o fazer.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por mrmv em 24-03-04 13:09 GMT (#101)
    (Utilizador Info)
    Problemas todos podem ter a ms não possui nenhuma exclusividade a esse nivel...


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por Init em 24-03-04 13:29 GMT (#102)
    (Utilizador Info)

    Não possui exclusividade, mas possui liderança...


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por mrmv em 24-03-04 15:53 GMT (#104)
    (Utilizador Info)
    Era bom que fosse demonstrável em números e não em percepção e possivelmente má memória...


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por 4Gr em 24-03-04 11:01 GMT (#97)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Não compreendes o busílis da questão.

    Quem instala o Windows XP, ainda hoje e agora, ao fim de 2 minutos vê o seu computador ir abaixo por causa do Blaster!

    Dominus vobiscum
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por mrmv em 24-03-04 13:05 GMT (#99)
    (Utilizador Info)
    Compreendo mais do que imaginas, eu ainda nos ultimos dias instalei duas máquinas e com acesso à internet e não tive nenhum problema, mais, como sabia do risco fui ver como estava a instalação do so e surpresa das surpresas o oem enviou-me o so com os ultimos patches já instalados e portanto mesmo que a máquina fosse exposta não apanharia o blaster, não sei se acontece com todos os oems mas no meu caso foi assim que se passou.

    E portanto da tua teoria à minha prática pelos vistos vai uma grande diferença, positivamente para mim ;o)


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por mrmv em 24-03-04 13:06 GMT (#100)
    (Utilizador Info)
    Ah e obviamente se a máquina não trouxesse as actualizações, mesmo assim não iria ter problemas...


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por 4Gr em 24-03-04 23:37 GMT (#107)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    O problema é que o que eu referi não é teoria, é prática.

    Muito simples: três amigos contactaram-me para reinstalar o sistema operativo. Coloquei o CD-ROM, format em NTFS, instalei o sistema operativo, liguei à net e ele passado dois minutos dava um erro do RPC e começou o shutdown.

    Ok, onde foi a minha ignorância neste processo?

    Que mania que afirmar que por dizer mal do Windows sou ignorante ou não o uso. Digo mal porque já o usei, tenho péssima e horrorosa experiência dele, e daí os meus comentários.

    Dominus vobiscum
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por mrmv em 24-03-04 23:51 GMT (#108)
    (Utilizador Info)
    Porra não conhecias o problema? Antes de ligar à net instalas o fix, ou activas a firewall, não te chega????

    O teu erro neste processo foi não te teres escusado a ajudá-los, está visto que não estavas muito bem posicionado para os ajudar...


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por 4Gr em 25-03-04 9:28 GMT (#109)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Obviamente que depois resolvi o problema. Desliguei da net, liguei ao meu portátil com Linux (graças a Deus, né) e tirei o patch, passei para uma disquete e apliquei-o, isto com a net desligada.

    Não compreendes a gravidade da questão, um utilizador que compre na loja o seu Windows XP e o instale em casa, que não é obrigado a saber que o Blaster existe, está automaticamente afectado pelo erro.

    Mas conversa para quê? Tenho semanalmente dois ou mais amigos ainda a queixarem-se do Blaster quando fazem uma instalação.

    Mas não, tu é que tás certo, o porco é que saíu fodido.

    Dominus vobiscum
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por mrmv em 25-03-04 9:59 GMT (#110)
    (Utilizador Info)
    Como te disse HOJE em máquinas novas os oems já pre-instalam os ultimos patches (não acredito que a quem comprei os pc's seja o único), no entanto activar a firewall não te obriga a instalar porra nenhuma... e o sp2 já a vai activar por omissão, não te preocupes.


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por mrmv em 26-03-04 0:08 GMT (#111)
    (Utilizador Info)
    Mas já agora para os teus amigos existem algumas boas opções também gratuitas apenas não incluem o source code mas acredito que no caso deles nao seja relevante, então anota aí:

    http://www.my-etrust.com/microsoft

    http://www.microsoft.com/sec urity/protect/cd/order.asp

    Ambas são ofertas de solução de anti-virus e firewall e ainda achas que os tipos de redmond não pensam em ti... :o)


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por mrmv em 26-03-04 0:19 GMT (#112)
    (Utilizador Info)
    Já agora passa aos teus amigos...

    http://www.us-ce rt.gov/reading_room/before_you_plug_in.html#II.B.3

    Espero ter ajudado, eu farto-me de te ajudar e tu nem agradeces... mas tudo bem é o meu espirito altruista :o)


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 26-03-04 9:45 GMT (#118)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    LOL.
    posso fumar isso também?
    -----
    Como isto não notifica, se necessário notifiquem-me email.
    Que Bush vos abençoe.
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por 4Gr em 22-03-04 22:28 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Já viste, ao menos ainda tens patches para aplicar!

    Com a Microsoft esperas 6 meses por um patch :-)

    Dominus vobiscum
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por Init em 23-03-04 1:09 GMT (#45)
    (Utilizador Info)

    E que tal utilizar gestores de pacotes e o cron? Se calhar resolvia-te grande parte do problema...


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Análise fria (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 23-03-04 13:51 GMT (#80)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    ugh.
    e correr o risco de o sistema deixar de funcionar porque o patch contém um erro qualquer só com o teu hardware?
    -----
    Como isto não notifica, se necessário notifiquem-me email.
    Que Bush vos abençoe.
    Re:Análise fria (Pontos:2)
    por biduxe em 23-03-04 16:24 GMT (#86)
    (Utilizador Info)
    Essa boca é tua?

    Se fôr peço a tua autorização para a incluir no meu ficheiro de fortunes em português com que congratulo os meus users.


    ------ EOFim.
    Eu não quero barato eu quero o melhor.... (Pontos:1)
    por igod em 22-03-04 23:19 GMT (#28)
    (Utilizador Info)
    Para mim tou-me pouco lixando se a Micro diz que soluções windows são mais baratas.
    De nada me vale ter uma solução supostamente barata e estar constatemente com problemas, ou são service packs/actualizações que dão problemas, ou virus ou mesmo o reboot semanal.
    Se eu fosse administrador de uma empresa preferia pagar para ter uma solução que se comportasse como tal,e não uma solução que trouxesse mais problemas.
    Eu não estou a afirmar que as soluções em linux não deêm problemas. A minha experiência diz-me que inicialmente torna-se mesmo mais dificil de configurar um linux... mas passada a fase inicial raramente dão problemas.
    Em windows... fica sempre alguma coisa a dar problemas, ou é IIS que rebenta e ninguém sabe porquê? Ou é o SO que de um momento para o outro dá um flip. Ou é um virus manhoso feito por um xico esperto que não tem mais nada para fazer...
    Sinceramente, vendo tudo isto até podiam oferecer o windows.
    Re:Eu não quero barato eu quero o melhor.... (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 23-03-04 13:52 GMT (#81)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    já para não falar em lockin...
    -----
    Como isto não notifica, se necessário notifiquem-me email.
    Que Bush vos abençoe.
    Bah! (Pontos:2)
    por CrLf em 23-03-04 0:02 GMT (#36)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Os servidores vendidos com Linux andarão perto de 20% do mercado contra 60% da Microsoft.

    Esta é provavelmente a maneira mais imbecil de medir as quotas de mercado nos servidores. Qual é a percentagem de servidores que são vendidos sem SO e nos quais acaba por ser instalado Linux, Windows ou outro? E qual é percentagem de máquinas supostamente desktop que acabam a fazer serviço de servidores? (especialmente nas PMEs) Esta forma de medir o mercado só favorece quem tem controla com mão de ferro o mercado OEM (a Microsoft).

    Não quero com isto dizer que isto signifique que os valores possam ser muito diferentes em Portugal (um país toxicodependente em relação à Microsoft) mas podem sê-lo no estrangeiro (USA, por exemplo).

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Bah! (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 23-03-04 1:21 GMT (#52)
    (Utilizador Info)
    Sim realmente nos USA os numeros vao ser muito diferentes...É o bastiao do Linux lá ;)

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!
    Re:Bah! (Pontos:2)
    por CrLf em 23-03-04 11:08 GMT (#69)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Jovem... tu vês nessas estatísticas uma entrada para os servidores "em branco"? Quantos servidores que correm Linux foram comprados já com esse SO? Eu diria que a percentagem de máquinas que correm Linux em que este já vinha de origem deve rondar os 10%, senão menos.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Bah! (Pontos:2)
    por Tintim em 23-03-04 8:40 GMT (#66)
    (Utilizador Info) http://paulo.trezentos.gul.pt
    Existem várias formas de saber se o Linux está em crescimento ou não.
    A minha preferida é pelos surveys da Netcraft, mas apenas aplica-se a webservers.
    As máquinas que saem dos vendors, geralmente não têm acréscimo de preço por irem por Linux e o cliente acaba por gostar pq garante que placas RAID/Gigabit/whatever acabam bem suportadas.
    Mas obviamente que também não nos diz mt...

    Windows no DNA humano... (Pontos:3, Interessante)
    por mpinho em 23-03-04 0:14 GMT (#37)
    (Utilizador Info)
    O que acho mais engraçado nessas comparações de TCO é que a M$ parte do pressuposto que só haverá custos de treinamento para a plataforma linux, como se os produtos M$ estivessem no DNA humano. Aqui no Brasil um curso certificado M$ para tirar-se um MCSE (Minesweeper Certified and Solitaire Engineer) custa MAIS CARO do que um bom curso de linux...

    Além disso, nessas comparações de custos eles colocam a aquisição de licenças de uma distribuição tipo a Red Hat Enterprise ou outras que custam caro. Nunca colocam um linux baixado da internet gratuitamente e gravado num CDR.

    Outra coisa que costuma ajudar a aumentar o TCO da solução linux é a colocação de softwares caros como o Oracle, muitas vezes um tiro de canhão para matar moscas.

    Não sei que diabos de empresas esses caras trabalham, mas em todas as vezes que usei linux em servidores o TCO foi ridículo, basicamente o meu tempo de trabalho.

    E eles também nunca levam em conta de que uma solução linux pode ter um TCO inicial razoável (é o tempo que se aprende a instalar e configurar), mas o custo de reprodução da solução é quase zero. Enquanto isso, o custo de reprodução de soluções M$ é praticamente o mesmo da implementação inicial.
    Re:Windows no DNA humano... (Pontos:2)
    por ruben dig em 23-03-04 8:28 GMT (#65)
    (Utilizador Info) http://www.floppy.com.pt
    Em Portugal
    MSCE 2003 : 4000 euros + IVA
    RedHat Certf. Eng : 1500 + IVA
    Cisco Cert. Network Associate : 1500 + IVA
    Em Portugal o IVA são 19 %

    Re:Windows no DNA humano... (Pontos:2)
    por 4Gr em 23-03-04 10:59 GMT (#67)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Já agora, onde se tiram esses últimos dois?

    Quando percorri uns cursos da CISCO, os preços rondavam os 1000, 1500 cts e era precisamente esses que estava a pensar em fazer.

    Mas depois ainda corria o risco de me dizerem que tinha excesso de habilitações e que não tinham vaga para mim, como disseram a um amigo de um tio meu que voltou com um mestrado e doutoramento dos EUA (ramo Engenharia Civil, sem empresa própria).

    Dominus vobiscum
    Re:Windows no DNA humano... (Pontos:2)
    por ruben dig em 24-03-04 8:42 GMT (#92)
    (Utilizador Info) http://www.floppy.com.pt
    Os preços são da Rumos se quiseres mais informações passa pela Rua Miguel Bombarda no Porto. Enquanto tirei o ICND para ser CCNA porguntei se os cursos da RedHat tinham aderencia e disseram-me que sim. Quanto aos precos que falas deve ser para as certificacoes mais avancadas da Cisco em que tens que fazer varios modulos para obteres a certificacao.
    Re:Windows no DNA humano... (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 26-03-04 9:51 GMT (#120)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    não te metas no RHCE, a Red Hat anda a tornar-se obsoleta por via das suas decisões.
    por outro lado, aquilo certifica-te só para o Red Hat e não em linux em geral. sobre isso ouvi que se aprende melhor pegando numa máquina e comprando uns livros...
    -----
    Como isto não notifica, se necessário notifiquem-me email.
    Que Bush vos abençoe.
    Nada de novo... (Pontos:1, Despropositado)
    por mlopes em 23-03-04 11:04 GMT (#68)
    (Utilizador Info)
    Essa página não tem nada de novo, eu customava ler artigos iguaizinhos no segfault.org! Já que falo nisso, quantos anos mais vai a segfault.org ficar com uma menssagem a dizer que ainda vai voltar?!?!?

    "Absence is to love what wind is to fire. It extinguishes the small, it enkindles the great."

    Re:Nada de novo... (Pontos:0, Gozão)
    por YuggY em 28-03-04 4:55 GMT (#121)
    (Utilizador Info)
    Bem... isso depende da quantidade de bananas ou amendoins que precisares para lhes dar uma mãozinha!
    Re:Nada de novo... (Pontos:2)
    por mlopes em 30-03-04 9:44 GMT (#122)
    (Utilizador Info)
    Tu conheces as minhas capacidades artisticas, para fazer cenas gráficas, estou certo que quando eles dizem que querem "graphic artist" não têem em mente artistas erótico-abstratos como eu.

    "Absence is to love what wind is to fire. It extinguishes the small, it enkindles the great."

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]