gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Munich hits a bump.
Contribuído por scorpio em 22-02-04 13:07
do departamento TCO
News leitao escreve "De acordo com a Wired, a transicao para Linux (de Windows) da cidade de Munique esta' a ter alguns problemas serios (um artigo relacionado na geek.com). Curiosamente alguns dos problemas reportados eram previsiveis e foram previstos num artigo anterior. A Camara Municipal de Munique exigiu um orcamento detalhado do projecto (incluindo o custo do re-treino de milhares de utilizadores de Windows 98, 95 e 3.1 que nao foram considerados inicialmente, mas que agora amontam a milhoes de euros), apos o qual sera' decidido (provavelmente em Maio) o que vai acontecer ao projecto de migracao (e se tera' futuro). "

GSM em PT: melhor cobertura, pior audio | MandrakeSoft perde trademark  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • Wired
  • leitao
  • alguns problemas serios
  • geek.com
  • previstos
  • Mais acerca News
  • Também por scorpio
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Pois (Pontos:2, Despropositado)
    por 4Gr em 22-02-04 13:33 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    É verdade, os projectos que envolvem migrações são bastantes dolorosos, mas quando se ultrapassa a fase de inércia, fazem-se milagres.

    Uma analogia: o que o governo de Muniche pretende é que se constrúa um Porsche 911 Carrera 4 através de um Fiat 127 podre e defeituoso.

    Estamos todos a torcer para que tudo corra bem, não é leitão :-) ?


    Dominus vobiscum

    "I may have invented control-alt-delete, but Bill Gates made it really famous", David Bradley, IBM Engineer
    Re:Pois (Pontos:2, Interessante)
    por bigs em 22-02-04 15:59 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
      Uma analogia: o que o governo de Muniche pretende é que se constrúa um Porsche 911 Carrera 4 através de um Fiat 127 podre e defeituoso.
    Eu diria antes que eles tinham um "Fiat 127 podre e defeituoso" e que queriam aproveitar as peças deste para construir o "Porsche 911 Carrera 4". Acontece que estão a trabalhar com mecânicos que apenas trabalharam para oficinas que tinham contratos de assistência exclusiva na Fiat, e que tiraram o curso de mecânica na Fiat, e que têem que começar a trabalhar com as peças e o carro da Porsche, que não é bem a mesma coisa, já que a tecnologia que usam na Porsche hoje em dia, será mais tarde inventada pela Fiat (não sei se é bem assim, mas o que se passa na informática com o que a M$ (Fiat) faz, e o que se vê em Linux (Porsche), serve de base para fazer esta afrimação).

    É só a minha opinião...

    ==========
    Nuno Pereira
    Estudante de Engenharia de Sistemas e Informática
    Universidade do Minho
    Re:Pois (Pontos:1, Redundante)
    por tonidosimpostos em 22-02-04 17:53 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    É pá, comparar um porsche 911 ao Linux é pura e simplesmente uma heresia... O linux nunca atingirá a perfeição de um 911 :) Geeezzzzzz

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!
    Re:Pois (Pontos:3, Engraçado)
    por 4Gr em 22-02-04 18:03 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Mas, pelo contrário, a comparação entre o Fiat 127 podre e defeituoso com o Windows está pura e simplesmente realista ;-)


    Dominus vobiscum

    "I may have invented control-alt-delete, but Bill Gates made it really famous", David Bradley, IBM Engineer
    Re:Pois (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 22-02-04 21:58 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    na, olha que os meus pais tiveram um 127 e isso é um insulto ao carro...
    --- Trolls, nem respondam porque não vos ouço.

    Que Bush vos abençoe.
    Re:Pois (Pontos:2)
    por CrLf em 22-02-04 21:02 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    É realmente uma heresia... ao menos que o comparassem a um Ferrari...

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Pois (Pontos:2, Engraçado)
    por tonidosimpostos em 22-02-04 22:31 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    Aquela marca que precisa de motores abertos a cada 20mil km ? Bem me parecia querer que nao...

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!
    Re:Pois (Pontos:3, Interessante)
    por leitao em 22-02-04 19:24 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Essa analogia de Fiat 127 e' muito interessante...

    Importas-te de explicar de que forma e' que a Microsoft pode ser um 127, e porque razao o Linux e' comparaval a um Porsche 911 Carrera 4 ?

    Ora vejamos -- tanto o Linux como o Windows sao sistemas multitarefa e multiutilizador, ambos usam sistemas de ficheiros "journaled" e ambos suportam o mesmo tipo de processadores (tanto 32 como 64 bits) e hardware. Ambos suportam coisas como multithreading, e ambos teem kernels modulares -- as aplicacoes sao desenvolvidas usando linguagens semelhantes (nao conheco nenhuma linguagem "industrial" que nao exista para Windows e Linux, embora o C# seja basicamente unico no mundo do Windows). Ambos podem ser usados em ambientes "clustered" e ambos teem ferramentas razoaveis para gestao do SO (embora neste caso o Windows ganhe claramente em termos de facilidade de gestao, o Linux esta' 'a frente em flexibilidade).

    Nao percebo mesmo onde foste buscar essa comparacao, mas prontos, e' tipica dos "Linux Taliban".

    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information
    Re:Pois (Pontos:1)
    por Huxley em 22-02-04 20:40 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    "Samba 3 runs rings around Windows Server 2003 in file serving performance"

    Vês o Windows Server 2003 a comer o pó do Linux em estradas da M$?

    Há muitos outros exemplos.
    Re:Pois (Pontos:2)
    por leitao em 22-02-04 21:46 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    E ? O Samba e' mais performante que o Windows em SMB.

    Por outro lado o Windows/SQL Server dominam o TPC-W. Isso a mim tudo o que me diz e' que alguem fez um tunning muito bem feito para alcancar os resultados pretendidos, mas que nao sao necessariamente verdadeiros em condicoes de utilizacao real.

    O curioso e' que sempre que testes que poem a Microsoft em melhor luz sao feitos publicos os "Linux Taliban" batem logo o tambor de que foram patrocinados pela M$ -- quando acontece algo semelhante do lado do Linux e' pela obra e graca do Santo Ignucio.

    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information
    Re:Pois (Pontos:3, Engraçado)
    por fhc em 22-02-04 22:36 GMT (#21)
    (Utilizador Info)

    Decididamente, Leitão, ou atravessas a tua estrada de Damasco ou aqui ainda te vão trucidar. Ou, como qualquer bom português, vais ter, daqui a uns anos, de dar o dito por não dito.

    Claro que um dia irás dizer: pois, eu usava o Windows porque precisava, mas enfim, nunca disse que o Linux era inferior. Se a base de dados do Gildot estiver apagada, estás safo. Senão é o plano B: bem, é certo que eu disse isto, mas era num determinado contexto, que se fores esperto te escusas a discriminar. è que há três palavras na língua politiquesa que não significam nada, e que por isso enchem chouriços quando ninguém tem nada a dizer. São elas sensibilizar, contexto e implementação. Face ao barbarismo de implementar em vez de concretizar ou realizar, ninguém te vai bater por isso. Afinal, todos sabem menos da tua língua do que tu, eu incluído, e os erros crassos e flagrantes passam incólumes no meio de uma verborreia fluida, mesmo que estéril.

    Podes usar então as palavras sensibilizar e contexto a teu contento, já que sinergizam maravilhosamente numa simbiose de dessenso.

    Podes dizer: no contexto de então, tentei sensibilizar os meus colegas para a multiplicidade e a interdependência dos sistemas operativos existentes, dadas a fértil panóplia de hipóteses que na altura existiam. Se o jornalista te perguntar se isso era razão para defenderes mais acirradamente a Microsoft do que a leoa as suas crias, remetê-loás secamente para a resposta anterior. Levarão meses os nossos jornalistas a descobrir que afinal não dizias nada que jeito tivesse, mas falavas bem.

    Por fim, se alguém do Gildot te acusar, usas a táctica FCP(R): fechas-te em copas e mandas um acessor dizer mal da patidarização da imprensa escrita.

    Francisco Colaço, a estas horas nomeado teu acessor de imprensa quando fores Sub-Sub-Sub-Secretário de Estado da Igualdade no Acesso às Tecnologias de Informação


    Re:Pois (Pontos:2)
    por 4Gr em 23-02-04 11:59 GMT (#58)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Francisco, eu juro que adoro os seus posts!

    Senão se importa, vou coleccioná-los. É um prazêr lêr alguém que ainda respeita o Português e eleva dignamente o humor :-)

    Parabéns!


    Dominus vobiscum

    "I may have invented control-alt-delete, but Bill Gates made it really famous", David Bradley, IBM Engineer
    Re:Pois (Pontos:2)
    por leitao em 23-02-04 12:05 GMT (#59)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Ja' te inscreveste no fan club ?

    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information
    Re:Pois (Pontos:2)
    por fhc em 23-02-04 12:23 GMT (#61)
    (Utilizador Info)

    Leitão, francamente! ;-) Olha que afinal descobrir que és a Maria José Nogueira Pinto transvestida em profissional de tecnologias de desinformação é obra!

    E eu que pensava convidar-te para jantar em minha casa quando pusesses os pés cá no sítio! E agora, com neve e tudo! Mas enfim, a minha esposa já ficaria positivamente enciumada se eu convidasse a Maria José para jantar lá em casa. Sabes como é, há estas coisas no lado feminil que ninguém compreende, mas que as tornam maravilhosas, surpreendentes, amorosas, irresistíveis e que são no fundo o sal da vida.

    Francisco Colaço, afinal o Ministro Paulo Portas


    Re:Pois (Pontos:2)
    por Gimp em 23-02-04 18:44 GMT (#81)
    (Utilizador Info)
    Eu pergunto-me é quem é quem nesta lista e que tenha o seu correspondente no Gildot.

    http://www.wilburthepig.com/enemies.htm


    "No comments"

    Re:Pois (Pontos:1)
    por mrmv em 23-02-04 20:25 GMT (#88)
    (Utilizador Info)
    "Levarão meses os nossos jornalistas a descobrir que afinal não dizias nada que jeito tivesse, mas falavas bem." Como tu próprio referiste o futuro se encarregará de nos julgar, mas penso que isto te assentará melhor a ti... É que ele ainda questiona os iluminados sobre as razões para tão fervorosas convicções, em resposta só recebe ataques pessoais, que talvez se justifiquem pelo vazio de razões verdadeiramente técnicas que assiste o lado que defendes, se assim não for, explica-te, porque falas bem mas ainda não disseste nada...
    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Pois (Pontos:1)
    por Huxley em 22-02-04 23:09 GMT (#26)
    (Utilizador Info)
    Isso a mim tudo o que me diz e' que alguem fez um tunning muito bem feito para alcancar os resultados pretendidos

    Essa é uma dúvida (ou em certos casos certeza), que há de existir sempre que observares os resultados obtidos em testes realizados por outros.
    Se quiseres ter a certeza de que isso não acontece o melhor é seres tu a fazer os testes de performance, e mesmo aí podes "viciar" os testes sem saberes que o estás a fazer...

    Também tens outra hipótese, que é olhar para as decisões que outros tomaram, em relação a escolher entre Windows e Linux... Penso que podes ter a certeza que uma empresa não opta por seguir um determinado caminho com o intuito de te enfiar um barrete (tipo alguns que andam por aí com as palavras "get the facts" escritas).

    Mas é importante escolher bem a empresa que serve de exemplo, convém ter a certeza que é uma decisão bem estudada, que aqueles que tomam a decisão estão bem informados e que optam realmente por aquilo que lhes dá uma maior vantagem em termos de qualidade/custos.

    Um grande exemplo que eu considero ser a opção pelo mais fiável e eficiente, e ao mesmo tempo mais leve em termos de orçamento: a preferência da Amazon pelo Linux.
    Re:Pois (Pontos:2, Esclarecedor)
    por leitao em 23-02-04 0:06 GMT (#33)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Um grande exemplo que eu considero ser a opção pelo mais fiável e eficiente, e ao mesmo tempo mais leve em termos de orçamento: a preferência da Amazon pelo Linux.

    Olha la' -- tenta compreender isto: nao tenho nada contra o Linux, acho o Linux o melhor UNIX actualmente, e acho que tem um grande futuro pela frente.

    O que nao acho e' que o Linux e' a solucao final para tudo, incluindo para utilizadores finais numa camara municipal usarem como processador de texto. Foda-se, e' dificil perceber isto ?


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Pois (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 23-02-04 0:35 GMT (#39)
    (Utilizador Info)
    deixa ver, quando abusas e insultas porque os outros usam, preferem e saudam o linux, sim, é um bocado difícil de perceber.
    --- Trolls, nem respondam porque não vos ouço.

    Que Bush vos abençoe.
    Re:Pois (Pontos:3, Interessante)
    por fhc em 23-02-04 0:46 GMT (#41)
    (Utilizador Info)

    Descansa, na sabedoria do Mao, a caminhada de dez mil li começa com o primeiro passo. Porque é que eu, que sou conservador, cito Mao, esse é um mistério que nem eu próprio posso perceber.

    Alegra-te, hoje ele disse isso. Se não se desdisser amanhã, depois de amanhã terá que admitir que, se é para um funcionário público bater texto, Linux e OpenOffice são mais que suficientes. E no dia seguinte que, dados os problemas com o SQL server, o MySQL ou o PostgreSQL ou o Oracle são melhores se correrem em Linux. Por fim, admitirá o que todos esperamos e, cristãmente, esqueceremos o passado e admitilo-emos como um de nós.

    Se lhe aconselharmos a leitura de Os Miseráveis de Vítor Hugo, a mudança será acelerada. Ou do Lazarilho de Tormes, de autor desconhecido. Mas é claro que devo aconselhar vivamente a leitura de O Licenciado Vidraça dos Contos Exemplares de Miguel de Cervantes. Creio que, além de abslutamente fabulosos, deixariam úteis mensagens aos nossos nemesii.

    À Bientôt.

    Francisco Colaço


    Re:Pois (Pontos:2)
    por leitao em 23-02-04 0:52 GMT (#42)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Por fim, admitirá o que todos esperamos e, cristãmente, esqueceremos o passado e admitilo-emos como um de nós.

    Bem me parecia que isto e' mais uma ceita... ja' parece a Igreja Universal de Deus.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Pois (Pontos:2)
    por leitao em 23-02-04 1:13 GMT (#44)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Porra, estou gago... quero dizer "seita".


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Pois (Pontos:2)
    por fhc em 23-02-04 10:48 GMT (#54)
    (Utilizador Info)

    Deixa estar, eu também escrevi admitilo-emos em vez de admiti-lo-emos e tu não me atiraste um tijolo em cima.

    Teclado é teclado... se Deus (lá vel a seita) quisesse que comunicássemos pelas pontas dos dedos não teríamos cordas vocais.

    Francisco Colaço


    Re:Pois (Pontos:0, Despropositado)
    por Huxley em 23-02-04 1:12 GMT (#43)
    (Utilizador Info)
    Olha la' -- tenta compreender isto: nao tenho nada contra o Linux, acho o Linux o melhor UNIX actualmente, e acho que tem um grande futuro pela frente.

    Ena pá, nunca te tinha visto a dizer tanto bem do Linux só num parágrafo.
    Será que o post do fhc, te fez pensar que um dia vais ter mesmo que engolir muitas das merdas que dizes?


    O que nao acho e' que o Linux e' a solucao final para tudo, incluindo para utilizadores finais numa camara municipal usarem como processador de texto. Foda-se, e' dificil perceber isto ?

    LOL
    Tudo bem, achas o que tu quiseres, que a mim tanto faz.
    Mas isso a mim parecem-me dogmas teus que queres obrigar os outros a engolir.
    E ainda tens o desplante de usar a expressão "Linux Taliban"...
    Re:Pois (Pontos:2)
    por fhc em 23-02-04 10:39 GMT (#53)
    (Utilizador Info)

    Calminha aí, Huxley. O Leitão pode estar em campo contrário, mas tem direito à opinião e não podemos dizer que o que diz são coisas malcheirosas. Podemos não concordar com elas, mas temos de ver que lhe advêm da experiência que teve e da sua própria construção modelar do mundo.

    Dá-lhe os direitos que gostas de tomar para ti sem o insultares. Verás que é mais sútil e eficaz, e de algum modo mais educado e saboroso.

    Sem ofender, mantendo o respeito por um bom profissional, o debate será melhor. Agora, se uma tacada educada lhe puder ser dada, não percas nenhuma oportunidade. Casca-lhe com força, que ele também nos casca a nós.

    Francisco Colaço, descendente em linha directa de Fradique Mendes.


    Re:Pois (Pontos:1)
    por Huxley em 24-02-04 4:34 GMT (#145)
    (Utilizador Info)
    Tens toda a razão, aquela expressão foi exagerada...
    Saiu, apesar de eu até admirar o Leitão (apenas pela forma como ele escreve e pelos conhecimentos que às vezes mostra, porque se é bom profissional ou não, isso não sei).

    Mas se muitas vezes ele faz posts interessantes e levanta questões que geram bons debates, também há dias em que escreve coisas que a mim me sobem um bocado ao nariz...
    Re:Pois (Pontos:2)
    por fhc em 23-02-04 12:29 GMT (#62)
    (Utilizador Info)

    Pensando bem, tens razão. O Bin Laden, que Alá tem na mesma conta de um assassino, usou o Microsoft Flight Simulator para treinar o ataque ao WTC. Ora, o FS só rasteja, ao que sei, em Microsoft Windows. Podemos portanto inderir que as missivas foram feitas em Microsoft Word no mesmo computador e que as contas da Al-Qaeda estão simuladas em Microsoft Excel.

    Aposto que o nosso Amin Al-Leitão já pode perceber que Linux e Taliban não entram na mesma frase.

    Salaam Aleikam

    Francisco Gurion Colaço


    Re:Pois (Pontos:3, Interessante)
    por CrLf em 23-02-04 1:36 GMT (#46)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    incluindo para utilizadores finais numa camara municipal usarem como processador de texto

    E consegues fundamentar esta tua afirmação?

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Factor psicológico (Pontos:3, Interessante)
    por RaTao em 23-02-04 5:28 GMT (#48)
    (Utilizador Info)
    A empresa onde trabalho tem por clientes algumas câmaras municipais... Numa ou noutra até somos o principal fornecedor em termos de consultoria/aconselhamento em relação à infra-estrutura tecnológica.

    Em muitos casos, cada vez que fazemos uma intervenção de fundo num servidor ele acaba por ficar a correr Linux. Noutros casos não interessa/não_é_possivel, mas isso é outra história. De qualquer modo os servidores são uma coisa, os desktops são outra realidade.

    Já há anos que se anda a pensar em fazer testes piloto com alguns desktops em Linux, mas nunca se avançou *principalmente* por causa dos utilizadores. A maior parte dos utilizadores têm uma sensibilidade ZERO para questões relacionadas com a informática e os que são curiosos ainda são piores :-)

    História engraçada: há umas semanas fomos resolver um problema. O servidor estava com problemas de hardware e só no dia seguinte é que ia ser substituido. Informei as pessoas... Um dos utilizadores diz-me:
    "Não tem problema. Os meus ficheiros estão todos na rede".
    ah?
    "Sim, nos cabos!" (a apontar para o bastidor da cablagem).

    ...

    Com alguma sorte, daqui a 1 ou 2 anos vamos fazer uns testes pilotos, mas só depois de uma campanha interna de marketing. É preciso fazer as pessoas quererem fazer um upgrade para uma versão MELHOR. (Não se pode sequer pensar na palavra "diferente"... "Eles" presentem-na :-)

    Quando os utilizadores começarem a pedir pelo upgrade para o sistema "novo", como pediram o upgrade para o XP (que é ligeiramente diferente dos windows anteriores, e tem uma pequena curva de aprendizagem), se calhar avança-se... Senão NEM PENSAR. Impôr desktops Linux aos funcionários de uma câmara é pedir muitas chatisses.


    Regards,
    Nuno Silva aka RaTao
    Re:Factor psicológico (Pontos:3, Interessante)
    por CrLf em 23-02-04 16:54 GMT (#76)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Disseste muita coisa mas não justificaste nada. Em que medida é que um desktop Linux funciona de forma diferente de um Windows? Não são os utilizadores que o vão ter de configurar, logo, para eles é a mesma coisa trabalhar com Linux ou com Windows. Toda essa conversa de que os utilizadores vão reagir assim e assado, e que é pedir chatisses mostra mais medo por parte de quem pode fazer a mudança do que uma realidade de problemas por parte dos utilizadores.

    Nós no Departamento de Química da FCT/UNL montámos uma sala de computadores para os alunos onde apenas existe Linux. Nos primeiros tempos houve quem nos enviasse e-mails a reclamar que o Linux era só para os informáticos (ainda antes sequer de usarem a sala), mas hoje não parecem ter problemas. Há quem vá para lá usar o OpenOffice, jogar "Wolfenstein - Enemy Territory", usar algum dos programas de Química que lá estão (um deles é o gPROMS que em Windows só funciona como Administrador!) ou simplesmente navegar na web ou ver o mail. Não temos tido queixas nenhumas. No entanto tivemos algumas dificuldades, havia sempre quem se esquecesse de fazer unmount aos porta-chaves USB e às disquetes e depois os utilizadores seguintes ficavam a chuchar no dedo, o que foi fácilmente resolvido com um script para fazer umount no logout. Como há situações em que é mesmo necessário usar o Microsoft Office (e tu ou o leitão podiam ter usado estes exemplos) por causa de alguns pacotes de macros inexistentes para o OpenOffice, todos os utilizadores têm no desktop um atalho que arranca o rdesktop ligando-se a um servidor de Windows Terminal Services.

    Quando a configuração está a cargo de terceiros um desktop Linux é tão usável quanto um desktop Windows e é por isso que eu recomendo o Linux em ambiente empresarial e não para o utilizador doméstico isolado.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Factor psicológico (Pontos:1)
    por schneider em 23-02-04 20:07 GMT (#86)
    (Utilizador Info)
    ...um deles é o gPROMS que em Windows só funciona como Administrador!

    E põe a culpa no windows?

    Das duas uma: Ou o programa foi mal escrito, ou tu que não sabes configurar um windows a contento.
    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por CrLf em 23-02-04 21:00 GMT (#90)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Quem é que está a por a culpa no Windows? Neste caso a culpa é definitivamente do programa que nem funciona com users que pertencem ao grupo Administrators, só como Administrador mesmo. Mas além do mais isso era só um parênteses.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por nbk em 24-02-04 0:11 GMT (#107)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    "Quem é que está a por a culpa no Windows?"

    O "runas" não soluciona esse "problema"?

    @052, Nbk

    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por CrLf em 24-02-04 21:58 GMT (#197)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    O "Run As..." derrota toda a ideia de limitar as acções dos utilizadores. O que é bizarro com este software em particular é que não é suficiente corrê-lo como Administrator uma vez (com outros deste género o que nós fizémos foi correr uma vez como Administrator e depois transplantar a configuração para o "Default Profile", pois o programa só precisava de fazer umas operações restritas na primeira vez por causa da licença).

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Factor psicológico (Pontos:3, Informativo)
    por nbk em 25-02-04 5:36 GMT (#226)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    Se quiseres ter mais trabalho, é questão de usares o regmon e o filemon do ppl da sysinternals (www.sysinternals.com).

    Dá trabalho.

    @277, Nbk

    Re:Factor psicológico (Pontos:2, Esclarecedor)
    por RaTao em 23-02-04 20:09 GMT (#87)
    (Utilizador Info)
    "Disseste muita coisa mas não justificaste nada. Em que medida é que um desktop Linux funciona de forma diferente de um Windows?"

    Isso é uma pergunta de retórica, não?

    "Toda essa conversa de que os utilizadores vão reagir assim e assado, e que é pedir chatisses mostra mais medo por parte de quem pode fazer a mudança do que uma realidade de problemas por parte dos utilizadores."

    Acho que não percebeste bem o espírito do meu post. Se os utilizadores não estiverem interessados em mudar não se vão esforçar para resolver as pequenas diferenças entre sistemas. Isto vai resultar em muitos postos simplesmente parados, pedidos de suporte, formação, etc.

    "Nós no Departamento de Química da FCT/UNL montámos uma sala de computadores para os alunos onde apenas existe Linux."

    Estavamos a falar de câmaras. Se achas que uma sala numa escola tem alguma coisa a ver com o assunto, tudo bem... De qualquer modo no caso das salas para alunos não posso falar porque não tenho experiência. Curiosamente, quando estudava, a sala que estava sempre cheia era a dos terminais série.


    Regards,
    Nuno Silva aka RaTao
    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por CrLf em 23-02-04 21:04 GMT (#92)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    As câmaras têm utilizadores que não ligam puto a computadores, tal como os alunos do DQ (há sempre as excepções claro). Usam-nos para fazer o que têm a fazer e nada mais. Mas mantenho aquilo que disse, os utilizadores têm menos problemas em mudar do que os que pensam em implementar a mudança.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por leitao em 23-02-04 22:30 GMT (#101)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Espera ai, vou-te fazer um desenho -- estudantes nos seus vinte anos (sala de aula); adultos com familias e "mais que fazer".

    Tas a ver a diferenca ou nao ?


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por CrLf em 23-02-04 23:16 GMT (#103)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Vou-te fazer eu um desenho -- estudantes nos seus vinte anos que podem instalar o que quiserem em casa, ou ir para salas com Windows; adultos com famílias e trabalho para fazer que usam as ferramentas que lhes derem.

    Tas a ver a diferenca ou nao ?

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por McB em 28-02-04 18:04 GMT (#271)
    (Utilizador Info)
    Desculpa, mas que experiência tens tu do mundo de trabalho com utilizadores "adultos com famílias e trabalho para fazer que usam as ferramentas que lhes derem"? Nenhuma, não?

    Vou falar-te de um administrador de uma empresa portuguesa cujo nome não te revelo, mas que se queixava de algo tão simples como o facto de o win2000 ter o "My Computer" e o "Network Neighborhood" trocados (em relacção ao Win98, salvo erro). Agora imagina a diferença em relação ao Linux

    E neste caso estou a falar de um administrador e de uma pessoa MUITO INTELIGENTE (trust me!)

    Pena que tu não consigas compreender isso...

    Yours,
    McB!
    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux
    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por CrLf em 23-02-04 23:19 GMT (#105)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Essa tua tendência para te armares em analista e defensor do sistema instalado demonstra que estás a ficar velho. Cuidado para um dia destes não ficares também ultrapassado.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 2:24 GMT (#123)
    (Utilizador Info)
    Um dia destes?
    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por leitao em 24-02-04 15:58 GMT (#161)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Essa tua tendência para te armares em analista e defensor do sistema instalado demonstra que estás a ficar velho.

    Velho nao digo, mas pragmatico e informado talvez.

    Cuidado para um dia destes não ficares também ultrapassado.

    Sim, ta'... quando estiver ultrapassado vou-te pedir um emprego, ta' bem ?


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por CrLf em 24-02-04 17:48 GMT (#172)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Velho nao digo, mas pragmatico e informado talvez.

    O Velho do Restelo também era pragmático e informado...

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 2:22 GMT (#122)
    (Utilizador Info)
    A diferença vejo, o que tem a ver não.
    Também vejo a diferença entre um rochedo e uma anta, mas de ambos dá para dar a volta e chegar ao mesmo destino.
    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por jazzy em 26-02-04 11:55 GMT (#267)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    Eu acrescento mais uma característica aos segundos: funcionários públicos.


    Jazzy
    Re:Factor psicológico (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 24-02-04 2:04 GMT (#119)
    (Utilizador Info)
    Se eu achava que tu so vias num unico sentido aka fanatismo, agora nao tenho qualquer dúvida. É mais do que obvio que tu nunca lidaste com pessoas na casa dos 30+ anos, que trabalham com computadores (tipo camaras e empresas). Se tu alguma vez tivesses essa experiencia nao dirias as barbaridades que acabas de dizer. Qualquer pessoa desse genero, mal quer saber trabalhar com o Windows, quanto mais com Linux. Se lhes mudas um icon, é o ai jesus. Se lhes mudas o programa para um novo, é um cataclismo!

    E vens tu falar que trabalham com o que se lhes põe à frente... É pá faz um favor e vai dar suporte técnico a essas pessoas, e depois se voltares com a mesma opiniao e conseguires mudar alguma coisa, eu tiro-te o chapéu. Até lá, deixa-te la desse fanatismo estúpido e abre os olhos, que só te fazia bem...

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!

    Re:Factor psicológico (Pontos:1)
    por secameca em 24-02-04 2:42 GMT (#130)
    (Utilizador Info)
    É questão de hábito. O Windows tb muda o look bastante entre versões. Diz-lhes que é uma versão nova e melhor e eles comem tudo e pedem mais.
    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por nbk em 24-02-04 11:20 GMT (#150)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    "Se lhes mudas o programa para um novo, é um cataclismo!"

    Cataclismo é para o patrão, que tem de pagar mais 6 meses de formação de office, 1 mês de férias extra e o mês da praxe de baixa + baixa de produtividade.

    Sim, pq ler o #$"$"$#%&$#$&#$ das caixas de texto e dar gás a dois neurónios custa taaannnnttooo....

    @516, Nbk

    Re:Factor psicológico (Pontos:1)
    por mrmv em 24-02-04 14:37 GMT (#159)
    (Utilizador Info)
    Qual formação pá...
    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por CrLf em 24-02-04 17:47 GMT (#171)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    É pá faz um favor e vai dar suporte técnico a essas pessoas, e depois se voltares com a mesma opiniao e conseguires mudar alguma coisa, eu tiro-te o chapéu.

    Lamento informar-te mas eu também dou suporte técnico... e lamento também informar-te mas muitas delas parecem muitas vezes ter menos problemas a trabalhar num IRIX do que no Windows... Lamento também informar-te que a maioria dos problemas que aparecem são sempre coisas específicas do Windows como spywares ou vírus ou problemas inexplicáveis que só se resolvem com uma reinstalação. Outra coisa muito curiosa é que raramente ouvimos os utilizadores de MacOS queixarem-se de problemas.

    Tu falas muito alto mas esqueces-te que as pessoas aprendem a trabalhar com qualquer coisa, não conseguem é resolver problemas técnicos e fazer configurações simplesmente porque isso não faz parte do seu trabalho e não têm interesse nisso. E podes crer que por mais dificuldades que pudessem ter de início seriam amortizadas com a ausência de spywares e vírus a impedirem-nas de fazer o seu trabalho.

    Mas ainda há mais... O argumento que usaste é um tiro no pé. Sim, é verdade que muita gente entra em pânico se o botão estiver mais à direita, mas essas mesmas pessoas adaptaram-se perfeitamente ao XP, incluíndo o seu start menu aberrante...

    Mete isto na tua cabecinha dura (sim, porque todos os teus posts mostram quem é na realidade o fanático), o Windows e o Linux na utilização corrente são igualmente difíceis/fáceis de usar, é na configuração que residem as diferenças e aí estão os tipos como eu para tratar do assunto. E se vieres dizer que muitas empresas não querem ter ninguém a tratar do seu parque informático força, só estarás a enumerar uma das razões que justificam a existência de tantos Windows que não são actualizados com patches de segurança e assim facilitam a propagação de vírus e worms. Quem anda à chuva molha-se.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Factor psicológico (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 24-02-04 19:43 GMT (#188)
    (Utilizador Info)
    Eu vi logo que tu de Windows, nao percebes patavina. Essa de resolver com reinstalacao, é tipico de quem por exemplo para actualizar as configurações numa maquina faz-lhe reset, porque é o caminho mais fácil.

    Tu dás suporte técnico aonde ? Numa universidade ou a empresas ? É que sao meios completamente diferentes. Nas empresas, o pessoal quer é fazer algum do trabalho a que estao obrigados e ir para casa o mais rapido possivel, porque têm mais que fazer. Aprender qq coisa nova, dá trabalho e querem lá saber disso, porque nao lhes trás nada de bom no curto prazo. Isto é a realidade da maioria das empresas. Se tu és apenas um ratinho de laboratorio, com as vistas tapadas, entao nao comentes aquilo que nao sabes. Ou entao, o pessoal de Lisboa é todo extremamente inteligente e os burros estao no Norte (se bem que a maioria do PIB deve ser gerado no Norte, mas isso é outra história).

    Os tipos como tu sao totós académicos que pensam que sabem tudo e depois quando vao para o mercado de trabalho as coisas sao muito diferentes, muitos deles nem tem agilidade de pensamento para resolver problemas repentinos (yeah, formata-se que é mais rapido e resolve tudo... LOL).

    A maior parte dos virus espalham-se por estupidez do utilizador, como o virus que veio agora a seguir ao MyDoom que utiliza attachments, e as pessoas voltaram a cair na mesma estupidez.

    Get real, sai da toca e olha para o mundo...

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!

    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por CrLf em 24-02-04 21:52 GMT (#196)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Sabes que numa Universidade também há pessoas a trabalhar, ou não sabes? E sabes que é preferível perder 30 minutos a instalar um Windows a partir de uma imagem do que perder 2 horas a tentar descobrir a razão de um problema num sistema operativo completamente fechado, não sabes?

    Mas não vale a pena insistir nisto contigo porque já está mais que visto o nível da tua conversa e da tua inteligência. Volta lá para a tua "scene" de Windows onde acrescentas features a binários com um editor hexadecimal ou o que é que tu fazes quando não estás a vomitar caracteres no Gildot...

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Factor psicológico (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 25-02-04 1:51 GMT (#205)
    (Utilizador Info)
    Lá está, existem os gajos que vao pelo caminho mais fácil e nao percebem nada da coisa, e existem outros, que gostam do caminho mais difícil e passam a perceber mais da coisa, seja aberta ou fechada. O facto de ser fechado, nunca impediu o que quer que seja, pelo menos a mim. E ja agora, o XP nao podes instalar a partir de uma imagem, sendo que a M$ ja deixou de vender o 98 e amigos :)

    O facto de saber fazer coisas que tu nao sabes, incomoda-te ? Nao gostas ? Nao tens curiosidade ? Eu tenho, e portanto faço-o se for necessário ou se nao tiver nada de mais util para fazer.

    A única inteligencia em causa, é a tua, que é em forma de duas linhas rectas, que te impedem de ver para outros caminhos. O mal é teu, nao meu :)

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!

    Instói-te (Pontos:3, Informativo)
    por CrLf em 25-02-04 2:15 GMT (#211)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    E ja agora, o XP nao podes instalar a partir de uma imagem, sendo que a M$ ja deixou de vender o 98 e amigos :)

    "instrói-te"

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Instói-te (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 25-02-04 23:59 GMT (#261)
    (Utilizador Info)
    É para dizeres que tens a mania que percebes de inglês ?

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!
    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por nbk em 25-02-04 5:31 GMT (#225)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    "E ja agora, o XP nao podes instalar a partir de uma imagem, sendo que a M$ ja deixou de vender o 98 e amigos :)"

    Toni, agora é que deste um belo de um pontapé na atmosfera. Go catch a banana (wet: 213.228.129.16).

    Claro que dá para replicar. Não é directo, tens de retirar o ID do windoze primeiro (eu ia buscar o url, mas tou com pressa...).

    @273, Nbk

    Re:Factor psicológico (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 25-02-04 23:59 GMT (#260)
    (Utilizador Info)
    http://www.microsoft.com/windowsxp/pro/using/itpro/deploying/introduction.asp e por ai fora...

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!
    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por 4Gr em 25-02-04 12:57 GMT (#239)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    E ja agora, o XP nao podes instalar a partir de uma imagem, sendo que a M$ ja deixou de vender o 98 e amigos :)

    Auch.. para um gajo que procura, edita tudo em hexa, é um herói do software fechado, achar que não dá para clonar o Windows XP (até eu que não uso Windows sei como isso se faz) é uma barbaridade!

    Tonizinho, que tal as finanças como opção?

    ...Mas longe de cargos importantes ok?

    P.S. - Sim, estou-te a picar :-)


    Dominus vobiscum

    "I may have invented control-alt-delete, but Bill Gates made it really famous", David Bradley, IBM Engineer
    Re:Factor psicológico (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 25-02-04 23:57 GMT (#259)
    (Utilizador Info)
    Nunca me deu para clonar o Windows XP, porque nunca precisei de tal coisa. Como tal, nunca perdi tempo com o assunto (tenho coisas mais interesantes para investigar...). Supostamente a MS tinha bloqueado o XP ao hardware, se é verdade, é coisa que nunca verifiquei correctamente, nem me dei ao trabalho de verificar.

    Quando quiseres lições sobre Finanças, dás um salto ali à FEP, e eu faço o favor de ir lá dar-te umas explicações. Pode ser que aprendas algumas coisas interessantes e fiques menos open source bronco...

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!

    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por 4Gr em 26-02-04 1:39 GMT (#265)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Quando quiseres lições sobre Finanças, dás um salto ali à FEP, e eu faço o favor de ir lá dar-te umas explicações. Pode ser que aprendas algumas coisas interessantes e fiques menos open source bronco...

    Caro tonizinho, para além de ter muitos amigos da FEP, tenho na família economistas, gestores, etc.. que me poderão ilucidar certamente melhor que tu, sem desprezar o teu valôr obviamente.

    Quanto ao comentário "open source bronco" juro que não compreendi. Sim defendo o Software Livre como um movimento cultural e social, embora não seja anti-software proprietário. Aliás, até reconheço que há muito software proprietário que não tem equivalência no software livre. Também acho imprudente a associação de bronco com open-source, visto que o open source, ou melhor, o software livre, beneficia a sociedade logo, apenas estou a dar um contributo, o que me afasta mais de bronco do que a outras pessoas, por exemplo, tu.

    Sem mais, um abraço


    Dominus vobiscum

    "I may have invented control-alt-delete, but Bill Gates made it really famous", David Bradley, IBM Engineer
    Re:Factor psicológico (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 26-02-04 0:57 GMT (#262)
    (Utilizador Info)
    então imagino que a FEUP tenha por hábito contratar o pai natal...
    --- Trolls, nem respondam porque não vos ouço.

    Que Bush vos abençoe.
    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por nbk em 25-02-04 5:28 GMT (#224)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    "se bem que a maioria do PIB deve ser gerado no Norte, mas isso é outra história"

    Entre lisboa e porto (esqueçamos o algarve por momentos), precisamente adonde não vai passar o têgêvê.

    Azar..

    @272, Nbk

    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por 4Gr em 24-02-04 19:12 GMT (#181)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Isso é um mito!

    Mas já agora, diz-me tu, já deste suporte a esses tais indivíduos de 30 anos com tanta relutância que expressamente repugnaram a mudança de visual, de um ícone, ou de um programa?

    É que tu falas tanto que quem te leia sem um pouco de precaução, que felizmente se adquire ao fim da primeira linha, ainda julga que tu és um supra-sumo. Mas afinal, que fizeste tu? Cheira-me a *bloat*.


    Dominus vobiscum

    "I may have invented control-alt-delete, but Bill Gates made it really famous", David Bradley, IBM Engineer
    Re:Factor psicológico (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 24-02-04 19:38 GMT (#187)
    (Utilizador Info)
    Sim ja dei suporte, tenho passado os ultimos meses a arranjar fuckups e afins em PME's, portanto sei muito bem do que falo.

    Para eles o computador serve para Word, Excel, Infologias e outro qq programa especifico que tenham aprendido a trabalhar. Se muda o icon, é um ai jesus. Se muda o visual, ainda é pior. Houve ai uma empresa, que precisava de fazer uma migracao para software mais recente, e uma das condicoes, foi que o visual tinha que ser EXACTAMENTE o mesmo que a versao que estavam a actualizar actualmente, para nao provocar qualquer mal estar aos utilizadores.

    A maioria das pessoas sao aversas à mudança, se nao sabes isso, vai ler um bocado sobre psicologia a ver se ficas mais esperto.
    Agora volta lá para a escolinha, para o teu cantinho, a ver se aprendes qualquer coisinha...

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!

    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por 4Gr em 24-02-04 19:55 GMT (#190)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    A maioria das pessoas sao aversas à mudança, se nao sabes isso, vai ler um bocado sobre psicologia a ver se ficas mais esperto.

    No meu primeiro ano do curso LEIC da FEUP, tinha um professor, Dr. Manuel Firmino, que foi o melhor professor do curso de Psicologia e até recebeu distinção de diversas fundações, de onde se incluem a fundação Copertino Miranda.

    Curiosamente, esse mesmo professor, dizia constantemente que é a mudança que traz a prosperidade pois é um alicerçe para o bem estar. Ora, numa cadeira enquadrada num curso de Informática, suponho que ele também se estivesse a referir à isso mesmo, e dados os largos anos de experiência que eu tenho, concordo com ele.

    Mas, obviamente, tu é que tens razão... :-)

    Agora volta lá para a escolinha, para o teu cantinho, a ver se aprendes qualquer coisinha...

    Compreendi neste preciso momento que tu sofres de perturbação, eventualmente derivada de frustração. Querias ser uma coisa, és outra. As pessoas não olham para ti dando-te o devido (este *devido* soa-me estranho) valor e passas por ser um alien da sociedade. Tens problemas caseiros ou de relação conjugal? Não sou um psicólogo mas posso ser um ombro amigo. Basta que desabafes. Não vivas mais nesse sofrimento implosivo, eu acredito que consegues ser algo mais que um parasita encostado numa sociedade!


    Dominus vobiscum

    "I may have invented control-alt-delete, but Bill Gates made it really famous", David Bradley, IBM Engineer
    Re:Factor psicológico (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 25-02-04 1:56 GMT (#206)
    (Utilizador Info)
    Antes de mais, é Cupertino de Miranda, so para ficares um bocadinho mais culto :)

    Depois, escusas de tirar o acto de mudança do contexto em que estava. A mudança trás receios, medos, recusa, etc. O contexto do teu professor é de análise de benefícios, nao de análise pessoal. No entanto, a mudança nem sempre significa beneficios. Voltanto ao contexto correcto, a maioria das pessoas são aversas a grandes mudanças, entre as quais, mudar de cidade, mudar de sistema operativo, mudar de vestuário, etc etc etc. Se tu nunca experimentaste isso, parabéns, és o gajo mais destemido do mundo. CLAP CLAP CLAP ! No entanto, como não és o único gajo no mundo, tens que enfrentar o resto do mundo (que certamente é uns bilioes mais do que tu), mundo esse que é geralmente averso à mudança.

    Para finalizar, essa pseudo-análise psicologica que tentas fazer, normalmente é feita por aqueles que realmente sao frustrados e tentam rever nos outros as suas frustrações. Deixa-te lá dessa retórica sem argumentos porque assim não vais lá, nem fazes boa figura como tentas fazer aqui no burgo...

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!

    Re:Factor psicológico (Pontos:2)
    por 4Gr em 25-02-04 12:55 GMT (#237)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    nem fazes boa figura como tentas fazer aqui no burgo...

    Eu não preciso de fazer boa figura. Tenho amigos, familiares, namorada, professores, etc.. que gostam de mim :-)


    Dominus vobiscum

    "I may have invented control-alt-delete, but Bill Gates made it really famous", David Bradley, IBM Engineer
    Re:Factor psicológico (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 25-02-04 23:54 GMT (#258)
    (Utilizador Info)
    Nao ha dúvida que és bom a fugir quando convém ;)

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!
    Re:Pois (Pontos:2)
    por Cyclops em 23-02-04 1:59 GMT (#47)
    (Utilizador Info)
    O que nao acho e' que o Linux e' a solucao final para tudo, incluindo para utilizadores finais numa camara municipal usarem como processador de texto.
    Acho estranho correr um processador de texto in kernel space mas se esses utilizadores utilizarem algo mais do que o kernel, é preciso não esquecer que talvez esses mesmos utilizadores possam ter utilizado o Microsoft Office existente para Windows 3.x ou mesmo 95. Considero o OpenOffice.org perfeitamente à altura, pelo que não, não posso concordar com o que acabaste de dizer por forma ou maneira alguma. E isto, é dificil de perceber?
    Re:Pois (Pontos:2)
    por nbk em 24-02-04 0:19 GMT (#108)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    "Acho estranho correr um processador de texto in kernel space"

    Eu para mim era mesmo em "single user mode" e tá a andar. Se destruirem alguma coisa, é chegar lá com um cd pré-preparado (ou via rede) e arrear com uma cópia fresquinha do SO. Não existe nada como uma boa politica de backups: o dep. informática não trata de recuperações de dados perdidos devido à burrice dos utilizadores, trata apenas da manutenção do servidor de backups.

    Disttribuir memos internos com instruções também ajuda. Quem não leu ou prestou atenção, AZAR!

    Esses detalhes técnicos "do kernel" num desktop não interessam nada.

    @054, Nbk

    Re:Pois (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 2:26 GMT (#125)
    (Utilizador Info)
    Esses detalhes técnicos "do kernel" num desktop não interessam nada. Não, mas como falavas de correr o Office no Linux...
    Re:Pois (Pontos:1)
    por Init em 23-02-04 12:48 GMT (#63)
    (Utilizador Info)

    Olha la' -- tenta compreender isto: nao tenho nada contra o Linux, acho o Linux o melhor UNIX actualmente, e acho que tem um grande futuro pela frente.

    Chamas aos outros Talibans do Linux e afirmas que o GNU/Linux é o melhor Unix que existe actualmente? Francamente tu é que és um taliban, nem eu que faço o que posso para evitar o software proprietário e que uso GNU/Linux em casa e quando trabalho (não uso de livre vontade qualquer software proprietário), tenho a lata de dizer tal coisa. Acredito que o GNU/Linux tem muito potêncial e que bastante bom em alguns pontos, batente talvês vários Unix em alguns deles, mas afirmar que é o melhor da forma que fizeste...

    O que nao acho e' que o Linux e' a solucao final para tudo, incluindo para utilizadores finais numa camara municipal usarem como processador de texto. Foda-se, e' dificil perceber isto ?

    Sim porque bater texto é uma tarefa muito exigente para o sistema operativo, não interessa sequer que o GNU/Linux seja o suficientemente flexivel para imitar a interface do window$, e que o OpenOffice.org ou mesmo o Abiword, façam o suficiente para serem utilizaveis pelos utilizadores em causa.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Pois (Pontos:2)
    por leitao em 23-02-04 22:32 GMT (#102)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Chamas aos outros Talibans do Linux e afirmas que o GNU/Linux é o melhor Unix que existe actualmente?

    Porque, nao e' ? Diz qual e' entao se faz favor.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Pois (Pontos:1)
    por Huxley em 24-02-04 1:31 GMT (#114)
    (Utilizador Info)
    É o mais usado, sem dúvida, mas não sei se pode ser considerado o melhor em todos os casos...
    No caso de teres uma really Big store, é possivel que prefiras usar outro sistema operativo como High-End Server.

    Existem Unixes comerciais que oferecem tecnicas de segurança bastante interessantes, como por exemplo o Solaris a correr em processadores SPARC, que ao correr programas separa o código dos dados, de forma a evitar buffer overflows...

    E até há bem pouco tempo atrás, os Unixes comerciais suportavam mais memória, mais CPUs mais devices e discos maiores que o Linux.
    Mas parece que com o kernel 2.6 o Linux já está há frente nesses campos todos, bem como em performance.

    Mas como o Linux 2.6 ainda não está completamente maduro, penso que ainda não seja a opção nº 1 para Hiiigh-End Servers...

    Mas ao ritmo a que o Linux está a evoluir, se continuar assim, não tarda é o melhor Unix em todas as situações, ou, quem sabe, o melhor Sistema Operativo.
    Re:Pois (Pontos:1)
    por secameca em 24-02-04 2:48 GMT (#131)
    (Utilizador Info)
    O MacOS X é compatível com BSD Unix e tem um ambiente de trabalho muito melhor do que o Linux ou o Windows.

    O Linux está muito porreiro e evolui a um ritmo fantástico, mas para certas tarefas ainda existem UNIXes melhores.

    Re:Pois (Pontos:0, Despropositado)
    por Init em 23-02-04 12:55 GMT (#64)
    (Utilizador Info)

    Como é que te sentias se te compara-se com uns senhores de farda, cruz gamada, caveira nos bonés, que andavam na Europa nos anos 40 e se davam pelo nome abreviado de S.S.?
    Gostavas?
    Se te vejo chamar Talibans do Linux a mais alguem começo a chamar-te SS do window$, para ver se gostas.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Pois (Pontos:2)
    por leitao em 23-02-04 14:33 GMT (#65)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Tadinho... chama la'.. chama... [a fazer beicinho]

    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information
    Re:Pois (Pontos:2)
    por higuita em 23-02-04 21:40 GMT (#98)
    (Utilizador Info)
    concordo que ainda nao seja a solucao final para tudo, mas vais desculpar, o linux e' uma optima solucao para alguem bater texto e nao estragar mais nada

    tens a flexibilidade suficiente para que ele bata o texto, veja email e imprima o que precise...
    nada de lixo, screensaver marados, virus, powerpoints de gajas nuas, kazaas e afins

    podes fazer isto tambem com o windows, mas usando linux como desktop controlado tens uma optima solucao

    nao venhas com a desculpa que ele nao sabe mexer, ele tambem nao sabe mexer na realidade no windows e no office, por isso esta' sempre a fazer asneiras... alem de que o openoffice, koffice, gnumeric/abiword sao simples e semelhantes o suficiente para qualquer um usar

    o maior problema e' a resistencia a mudanca que muitos teem, tal como tu tens, mas numa migracao de windows para linux, se trocares o linux por MacOsX, o pessoal vai-se queixar das mesmas coisas
    agora vai-se dizer que o MacOsX nao e' um bom desktop para o utilizador final??

    repito, o problem na grande parte (mas nao totalmente) sao as resistencias 'a mudanca e nao problemas reais da mudanca

    Higuita
    Re:Pois (Pontos:1)
    por secameca em 24-02-04 2:50 GMT (#132)
    (Utilizador Info)
    Exactamente. Vejam a quantidade de pessoas que usam programas em MS-DOS, sem se queixarem mais que o usual. Não me venham dizer que o MS-DOS tb é mais amigo do utilizador que o Linux...
    Re:Pois (Pontos:1, Esclarecedor)
    por coder em 23-02-04 1:24 GMT (#45)
    (Utilizador Info)
    as diferenças de performance são irrelevantes para a maioria dos cenários de utilização. o que é mais importante são as funcionalidades. e nesse campo, o Samba 3 está ainda bem atrás do Windows Server.
    é claro que a culpa não é do Samba, mas sim da Microsoft que tem um protocolo fechado. porém, para os utilizadores, pouco importa quem tem culpas. o que lhes interessa é que o Windows Server suporta group policies e o Samba não.
    Re:Pois (Pontos:1)
    por Huxley em 23-02-04 14:34 GMT (#66)
    (Utilizador Info)
    Achas que ter a mesma performance com metade do hardware não é relevante?
    Re:Pois (Pontos:3, Interessante)
    por leitao em 23-02-04 15:24 GMT (#71)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Maioritariamente sao -- hardware barato, funcionalidade cara.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Pois (Pontos:1)
    por mrmv em 24-02-04 0:01 GMT (#106)
    (Utilizador Info)
    Tens uma pachorra :-) e ainda explicas, bem deixa lá ver se percebeu...
    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Pois (Pontos:2)
    por leitao em 24-02-04 1:47 GMT (#115)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    "If at first you don't succeed..."


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Pois (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 2:24 GMT (#124)
    (Utilizador Info)
    Eventually you'll find out that solid concrete isn't a good thing to try to break with your head.
    Re:Pois (Pontos:1)
    por mrmv em 24-02-04 14:32 GMT (#157)
    (Utilizador Info)
    dasse que contributo...
    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Pois (Pontos:2, Esclarecedor)
    por Huxley em 24-02-04 3:07 GMT (#137)
    (Utilizador Info)
    Se é verdade que existem situações em que o Samba não responde a todas as necessidades, tão verdadeiro é que existem muitas em que o Samba chega perfeitamente e se opta por usar Windows, tendo que se pagar licensas e hardware mais caro...

    E se existem empresas em que comprar mais meia duzia de máquina com hardware de ponta não faz diferença nenhuma, existem outras em que faz.
    Logo, existem situações em que a performance superior do Samba tem importância.
    É verdade (Pontos:2)
    por CrLf em 22-02-04 21:00 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    ambos usam sistemas de ficheiros "journaled"

    Eu adoro o estilo de journaling do NTFS, especialmente aquela feature que põe um Windows 2003 Server a verificar o filesystem durante 45 minutos após um reboot (been there).

    Quanto ao resto dou-te razão, ambos são Porsches, só que o Windows vem com o capot soldado.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Pois (Pontos:1, Despropositado)
    por fhc em 22-02-04 22:18 GMT (#16)
    (Utilizador Info)

    Já cá faltava o reaccionário de serviço.

    Bill Gaitas ao poder, gritam as bases populares. E Pinto da Costa a Presidente da República. E Paulo Portas a Secretário de Estado das Comunidades. E Carlos Carvalhas para Presidente do Comité de Justiça e Igualdade Democrática! E Ferro Rodrigues a Ministro da Informação!

    E já agora, Bin Laden para Sub-secretário de Estado para as Questões da Igualdade. E Leitão para o Gabinete de Estudos paraa Modernização Administrativa!

    Leitão, apelo ao teu bom humor, mas tens de admitir: aqui, com esses bitaites, aprestas-te a coisas destas ;-)

    Francisco Colaço


    Re:Pois (Pontos:1, Despropositado)
    por fhc em 22-02-04 23:05 GMT (#25)
    (Utilizador Info)

    Realmente a comparação está errada. Poderíamos dizer do Linux honestamente comparável à potência do Porsche 911, mas com um preço de um papa-reformas. O Windows é um papa-reformas com o custo de um Porsche 911.

    Ou diríamos que o Linux é matar uma mosca com um canhão que tem o peso e o custo de uma Kalaschnikov. E que o Windows é um canhão, custa o mesmo do que dois canhões, tem de ter um operador de canhão mal qualificado por canhão, e tem a eficácia e o alcance de uma pistola de fulminantes. Mas comparar secamente o Windows a um Fiat 127 e o Linux a um Porsche 911 é deveras barbárico.

    Bem visto, Leitão, e muito obrigado por nos teres feito ver a realidade da inadequação da comparação! Bem hajas por tal!

    Francisco Colaço


    Re:Pois (Pontos:2)
    por fhc em 23-02-04 15:15 GMT (#70)
    (Utilizador Info)

    Estamos a ser moderados pela Microsoft?

    Francisco Colaço


    Re:Pois (Pontos:2)
    por higuita em 23-02-04 6:06 GMT (#49)
    (Utilizador Info)
    para comecar, quando conseguires fazer um pequeno servidor com o windows 2003 server de um 486 com 64Mb, com webserver, mail server, sql server, file server e acesso remoto (ssh neste caso, comparavel talvez com o RDP do windows) avisa!!

    e nem podes dizer que a culpa e' da parte grafica, ja' que esta maquina (o dito 486) esta' a correr o X, um browser grafico cheio de paginas abertas e muitos terminais... e tudo ultimas versoes, kernel, X, todas as aplicacoes
    a unica coisa que nao tem comparavelmente com os windows e' ACL no filesystem, porque nao tenho utilidade para isto, apesar do filesystem e do kernel suportar...

    mas este ponto nem se poem realmente, ora se neste caso os windows sao na grande maioria windows 3.x e windows 9x, entao acho que a analogia esta' ate' muito boa...

    talvez seja e' ate' insultoso para o fiat 127, que era (e'!!) muito mais fiavel!!!

    Nao percebo mesmo onde foste buscar essa comparacao, mas prontos, e' tipica dos "gajos do contra" 8)

    se admitisses antes que estas mais habituado ao windows e que tens muita resistencia a aprender a fazer algo de forma diferente talvez conseguisses ver mais alem do que simplesmente que os dois sistemas estao ao mesmo nivel tecnologico...

    coisa como para cada funcionalidade do windows, no linux esta' melhor implementada...(tirando um pequeno caso ou outro)

    e ja' agora, o ponto de os windows ganharem na facilidade de gestao e' muito discutivel...
    os windows sao um pesadelo para gerir, principalmente muitos com muitos servicos cada...
    os linux por seu lado, dada a sua grande flexibilidade acabam por permitir criar esquemas de gestao muito superiores... podem e' demorar mais tempo a criar ou habituar-se a usar do que as interface graficas do windows, que serverem bem para coisas rapidas e sao horriveis para coisas mais complicadas

    finalmente, o fanatismo depende muito do ponto de vista...

    Higuita
    Re:Pois (Pontos:2)
    por leitao em 23-02-04 9:00 GMT (#50)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    para comecar, quando conseguires fazer um pequeno servidor com o windows 2003 server de um 486 com 64Mb, com webserver, mail server, sql server, file server e acesso remoto (ssh neste caso, comparavel talvez com o RDP do windows) avisa!!

    Isso e' relevante no mundo empresarial/governamental ? Diz-me quando achares que sim.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Pois (Pontos:2)
    por fhc em 23-02-04 10:56 GMT (#55)
    (Utilizador Info)

    No Mundo empresarial/governamental, tarás de começar que admitir que as compras muitas vezes não são feitas pelos melhores critérios, senão pelo Critério de Máximo Retorno ao Responsável pelas Compras (TM) depois de aplicado o Crivo Técnico de Análise de Compatibilidade para o Minefield (TM) e o Critério Social da Apresentação do Último Pacote de Software Profissional para tirar Cartas que nem Estilos Usam (TM).

    Critérios de qualidade, custo, fiabilidade e manutibilidade da solução são subordinados aos anteriores. Sei disto, sabes disto, sabemos bem o que isto significa, a corja que aí anda a gastar o nosso dinheiro dos impostos. Dinheiro esse que, pertencendo a todos como uma puta, não é de ninguém.

    Francisco Colaço


    Re:Pois (Pontos:2)
    por leitao em 23-02-04 11:11 GMT (#57)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Tens toda a razao -- o que se esta' a discutir no entanto nao e' se o software corre no software ideal, mas sim se num 486.

    Existe uma grande diferenca entre pedires um Xeon e levares um P4, a pedires um Xeon e levares um 486.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Pois (Pontos:2)
    por fhc em 23-02-04 12:16 GMT (#60)
    (Utilizador Info)

    Software correr no software ideal? Estarias porventura a dizer hardware, como posso tentar depreender pelo tal tergiversado contexto?

    Se assim for, aceito de bom grado a tua argumentação, desde que mo faças reciprocamente quando digo que tecnicamente (aqui cinjo a capa de técnico) o Linux é melhor para a maioria dos desktop empresariais — nota que não estou a generalizar aos domésticos, muito embora eu em casa não use janelas que não tenham de ser limpas com Ajax e repreensões da esposa.

    Francisco Colaço


    Re:Pois (Pontos:2)
    por leitao em 23-02-04 14:35 GMT (#67)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Porra, tens que pedir permissao 'a esposa para exprimires a tua opiniao ? E' que ainda nao disseste nada sem falar na senhora.

    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information
    Re:Pois (Pontos:2)
    por fhc em 23-02-04 15:01 GMT (#68)
    (Utilizador Info)

    Já viste! Seis anos de casamento em cima, quase sete, e continuo apaixonado.

    Francisco Colaço


    Re:Pois (Pontos:2)
    por leitao em 23-02-04 15:25 GMT (#72)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Olha, eu tenho 11 anos de vida conjugal e ainda nao estou na fase de pedir permissao para me levantar da mesa.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Pois (Pontos:2)
    por nbk em 24-02-04 11:17 GMT (#149)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    Eu tenho 10 minutos de ginástica logo de manhã. Tb conta?

    @514, Nbk

    Re:Pois (Pontos:2)
    por Cyclops em 23-02-04 10:58 GMT (#56)
    (Utilizador Info)
    Excepto se te estiveres a reverir a grandes empresas, é sim. E no caso do governo, quando não é o tipo merecia ser denunciado à Ferreira Leite (como umas bestas que conheci no final do verão passado...)
    Re:Pois (Pontos:2)
    por higuita em 23-02-04 15:08 GMT (#69)
    (Utilizador Info)
    digo que e' relevante, mostra a grande diferenca de necessidades de hardware e a capacidade de escalar com a carga

    podes comprar menos hardware para fazer o mesmo servico, ou continuar a usar o hardware antigo durante muito mais tempo

    talvez existam muitas empresas que podem dar-se ao luxo de pedir grandes xeon com muitos gigas de memoria e RAIDs 5, mas existem sempre pequenas e medias empresas que um simples computador a 1Ghz com 512Mb ja' e' um optimo servidor

    tu podes estar habituado a grandes setups, mas lembra-te que nem todos precisam ou podem dar-se a esses luxos

    estou farto de ver pequenas e medias empresas a gastar varios meses de salarios de alguns empregados a comprar hardware topo de gama para meter windows, quando um simples P500 com 128Mb faria o mesmo servico com linux
    quantas universidades, museus, hospitais e afins gastam fortunas em hardware que nem precisavam se migrassem para linux as solucoes existentes... e no caso do estado, o dinheiro e' de todos nos, logo nem podes dizer "o dinheiro e' da empresa, ela e' que sabe onde o quer queimar"


    Higuita
    Re:Pois (Pontos:2)
    por leitao em 23-02-04 15:27 GMT (#73)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    O hardware e' facil de depreciar contabilisticamente -- muitas empresas estao-se nas tintas para gastar dinheiro em hardware (capex) desde que o gasto seja razoavel.

    Agora, salarios e servicos para o manter ja' e' outra coisa (opex).


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Pois (Pontos:2)
    por higuita em 23-02-04 21:26 GMT (#95)
    (Utilizador Info)
    se e' assim tao simples, entao eu envio-te uma lista de empresas que precisam de maquinas, para tu lhes ofereceres, afinal "e' facil depreciar contabilisticamente"
    o muitas estarem-se nas tintas podem nao ser a maioria, sabes?

    e' que tu continuas a pensar em empresas grandes, com recursos financeiros, no entanto existem muitas empresas que um servidor e' uma fortuna e podem precisar de varios...
    talvez a realidade ai das pequenas e medias empresas seja diferente, ou estejas a pensar em empresas muito tecnologicas, mas aqui em PT 5000euros e' muito dinheiro

    salarios para manter, e' preciso mais pessoal por windows do que por linux, pela simples razao que sao mais faceis de manter e de automatizar as coisas

    Higuita
    Re:Pois (Pontos:2)
    por nbk em 24-02-04 0:29 GMT (#109)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    "Isso e' relevante no mundo empresarial/governamental ?"

    Claro que é!

    Por acaso era bom saber o que aconteceria em portugal se as empresas com menos de 10 empregados deixassem de ser empresas.

    @064, Nbk

    Re:Pois (Pontos:1)
    por mrmv em 24-02-04 1:50 GMT (#116)
    (Utilizador Info)
    E andam a comprar ou a tentar encontrar 486? Eu comprei para casa um P4 3 Ghz com 1 Gb RAM 120 Gb de disco, bla, bla, bla por menos de 1000 euros e com o so instalado, achas mesmo que é relevante? (sem monitor que já tinha)


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Pois (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 2:27 GMT (#126)
    (Utilizador Info)
    Comprar não, mas sai definitivamente mais barato reaproveitar o 486 que já foi comprado uns anos atrás do que comprar um P4 para uma quantidade fenomenal de casos.
    Re:Pois (Pontos:2)
    por nbk em 24-02-04 11:15 GMT (#148)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    Eu já não digo um 486, mas um pentium 1 chega, serve e até é demais para coisas como firewall, dns, dhcp server, ftp server... e por aí fora.

    Mas é claro, se a malta tem nota na mão, não vai ser burro e poupar ou investir, right? Vai é logo estoirar no primeiro chasso com neons e afins, né?

    É como um que apanhei no outro dia. Referia-se à compra de acções do benfica como um investimento. Please, tenham paciência.

    Olha, já agora que toquei no assunto "bola", aproveito para avisar todos os leitores que se passarem ali para os lados do estádio do que pelo menos 10 azuleijos que estão lá são meus, sairam dos meus impostos. Portanto, nada de ajabardar... ok?

    @509, Nbk

    Re:Pois (Pontos:1)
    por Huxley em 24-02-04 2:40 GMT (#129)
    (Utilizador Info)
    Pois, realmente muita gente pensa assim, afinal não é por acaso que Portugal está como está, economicamente.

    E será que é muito complicado perceber que quando se diz que o Linux corre bem com um 486, isso não quer dizer que se queira usar 486 em tudo quanto é servidor???!

    Acho que quem consegue ler um pouco mais para além do que está escrito, consegue perceber que se um Linux actual corre bem num 486, então isso quer dizer que com um pentium 2 ou parecido e um Debian Stable se consegue fazer um Bom servidor, que chega e sobra para o que muitas situações exigem.
    Re:Pois (Pontos:2)
    por nbk em 24-02-04 11:08 GMT (#147)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    1000 euros são prai 3 ordenados minimos. Dasse. Só se for mesmo necessário. :-)

    Prefiro gastar 1000 euros noutra merda qq.

    Aliás, geek que se preze não compra computadores novos. Ou herda, ou ganha, ou compra usado, ou remodela um antigo.

    Agora mais a sério... nos computadores novos faz-me confusão que:

    - Façam mais barulho que os antigos (um dia destes o pêcê levanta voo com tanta ventoinha);

    - Gastem mais energia que os antigos (qualquer dia temos que pedir um ramal da edp só para alimentar o pêcê);

    - Tragam demasiado espaço em disco (eu já perdi a conta aos milhares de ficherios inúteis que estão nos discos. Um coisa fixe era o google vender appliances caseiras a bom preço, para pesquisar a merda toda acumulada nos discos rigidos);

    - Cometam os mesmos erros que os antigos (porra, se são melhores pq é que continuam a fazer as mesmas operações, e a crashar nos mesmos pontos, e a dar as mesmas dores de cabeça?).

    @492, Nbk

    Re:Pois (Pontos:1)
    por mrmv em 24-02-04 14:35 GMT (#158)
    (Utilizador Info)
    Eu apenas te dei o meu exemplo, agora repara achas muito para um servidor de uma empresa? mesmo que seja uma micro?


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Pois (Pontos:2)
    por nbk em 25-02-04 5:22 GMT (#222)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    Uma micro portuguesa? Sem dúvida.

    @268, Nbk

    Re:Pois (Pontos:1)
    por Maeglin em 25-02-04 16:13 GMT (#250)
    (Utilizador Info)
    Então mais vale fechar :-) , se não consegue investir 200 cts em equipamento informático, nem devem ter cadeiras para os empregados "descansarem".
    E ja agora , então não têm postos de trabalho pois não ?
    e que se não tiverem não vale a pena comprar o servidor.... :-)))

     
    «Nunca discutas com um idiota. Ele colocará a conversa ao seu nível e bater-te-á pela maior experiência» Mark Twain
    Re:Pois (Pontos:2, Engraçado)
    por schneider em 23-02-04 21:01 GMT (#91)
    (Utilizador Info)
    para comecar, quando conseguires fazer um pequeno servidor com o windows 2003 server de um 486 com 64Mb, com webserver, mail server, sql server, file server e acesso remoto (ssh neste caso, comparavel talvez com o RDP do windows) avisa!!

    Esperas que alguém acredite nesta cascata?

    Para fazer um laboratório em casa, tudo bem, você consegue instalar tudo isso e talvez até subir todos os daemons. Agora, coloca isso numa empresa, com 5 usuário fazendo pesquisa no banco, outros 7 baixando email com fotos da pamela anderson, outros 6 copiando arquivos do open office, cada um com 17 figuras e tendo como média de tamanho 8 MB. Ah, e tu estás no servidor com o mozilla aberto, vendo simultâneamente 5 páginas com gráficos, som e quem sabe applets java. Só falta dizer que o seu desktop é o KDE 3.x

    Ah, dá um tempo!
    Re:Pois (Pontos:3, Informativo)
    por higuita em 23-02-04 22:21 GMT (#99)
    (Utilizador Info)
    espero, e' o que tenho a funcionar aqui
    $uptime
      21:54:42 up 2 days, 20:18, 6 users, load average: 0.25, 0.37, 0.38

    o load varia entre 0.1 e 8
    com 8 ele fica muito lento, mas ate' 4 ele fica ainda muito funcional
    o usual com carga e' por volta dos 2
    o maximo acho que foi uns 16, o X estava "parado", os discos a patinar, a rede respondia, mas o ssh demorara uns 2 minutos a responder

    de referir que o 486 tem discos SCSI 1 e esta' overclocked a 160Mhz (133Mhz original) (logo tambem nao e' um 486 fraco)

    $free
                              total used free shared buffers cached
    Mem: 62284 61436 848 0 1568 9092
    -/+ buffers/cache: 50776 11508
    Swap: 305192 124256 180936

    $ps xua|grep sylphee[d]
    higuita 5231 0.9 12.7 41732 7940 pts/1 S Feb22 12:20 sylpheed
    $ps xua|grep "X :0"
    root 606 5.0 25.9 67112 16136 ? S Feb21 206:51 X :0
    $ps xua|grep dill[o]
    higuita 756 0.2 10.1 44280 6296 ? S Feb21 8:56 dillo

    se desligar o X, liberto muita memoria
    a o mysql esta' configurado para comer pouca memoria, nao tem muita coisa e tem poucos acessos
    o apache tem uns 10 acessos por hora talvez

    nao tenho muitos utilizadores, mas tambem tem mais coisas a funcionar a maquina, como programa de email, proxy de web, programa de verificacao dos ficheiros, entre outros... todos que correm todo o tempo

    o X tem o fluxbox, o browser e' o dillo, ninguem falou em mozilla
    o dillo nao tem java, flash e afins, so' tens a "web, just the web" que e' o que importa
    montes de rxvt, por ser o mais leve xterm

    se precisar do mozilla, tenho o firefox, mas demora pelo menos um minuto a arrancar. o openoffice demora uns 2 minutos, uso o abiword e o gnumeric mais usualmente que o openoffice (apesar se apenas ver .doc, o antiword e' optimo)

    os testes que fiz mostram que ele aguenta-se bem, mesmo em situacoes como tu dizes, expecialmente se fechar o X
    o IO do disco e' um factor limitante, mas como tenho varios ele safa-se
    o CPU e' outro, emails grandes ele demora mais tempo a processar, mas com o kernel 2.6 ou o 2.4 com os patchs ck o sistema nao fica muito lento
    RAM, apesar de mais ajudar, especialmente para o X, a memoria funciona a 40Mhz, o que e' capaz de ser a coisa que mais limita a velocidade total do sistema

    tenho precisamente para verificar as cargas de cada programa, os limites e capacidades, e' o meu "pet PC" que uso diariamente
    tenho ao lado mais computadores mais potentes, mas passo grande parte do tempo neste, o que prova que ele nao e' lento para as configuracao que tem, e' bem usavel

    se procurares no pt.comp.so.linux es capaz de encontrar mais descricoes deste sistema

    Higuita
    Re:Pois (Pontos:2)
    por nbk em 24-02-04 0:32 GMT (#110)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    "Esperas que alguém acredite nesta cascata?"

    O 486 era um exemplo. Podes pensar num Pentium II a 433Mhz.

    @066, Nbk

    Re:Pois (Pontos:2)
    por leitao em 24-02-04 17:55 GMT (#173)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    486 para Pentium II -- e' so' 2 geracoes de CPU acima... de facto estao perto...


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Pois (Pontos:2)
    por nbk em 25-02-04 5:23 GMT (#223)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    Em termos de preço? Sem dúvida.

    @268, Nbk

    Re:Pois (Pontos:2)
    por higuita em 25-02-04 3:51 GMT (#216)
    (Utilizador Info)
    PII a 400Mhz e' muito potente ja'!!

    se disseres um pentium a 200Mhz, com 64Mb, entao sim ja' tens um servidor que aguenta uma boa carga em cima, em ambientes de producao, com linux e que com windows nem se mexe...

    mas por acaso, a do 486 era mesmo real... 8)

    Higuita
    Re:Pois (Pontos:1)
    por mrmv em 24-02-04 1:56 GMT (#117)
    (Utilizador Info)
    "coisa como para cada funcionalidade do windows, no linux esta' melhor implementada...(tirando um pequeno caso ou outro)"

    Ou não conheces ou és lirico... eu estou muito inclinado para a primeira, é puro desconhecimento do que é um Windows.


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Pois (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 2:33 GMT (#128)
    (Utilizador Info)
    Podes começar a enumerar por favor? Ou é desconhecimento do que é o Microsoft Windows?
    Re:Pois (Pontos:1)
    por mrmv em 24-02-04 23:23 GMT (#198)
    (Utilizador Info)
    Acredita que conheço bem ambos os lados, mas como sou preguiçoso e nãoi tenho pachorra para escrever muito, recomendo-te que comeces por aqui:

    http://www.mic rosoft.com/windowsserver2003/technologies/default.mspx

    E agora diz-me lá se consegues fazer tudo isto com este nível de integração e quanto desenvolvimento ou boas vontades precisas agregar para conseguir tudo isto out-of-the-box.

    Ah, e depois ainda tens a questão do suporte a muita dessa tecnologia que se pode tornar numa verdadeita dor de cabeça de gerir, tantos são os intervenientes e com niveis de comprometimento e responsabilidade tão dispares...

    Enfim tudo aquilo que possas acrescentar é uma valente tanga, e que apenas poderá ter algum fundamento em cenários muito especificos e super simples...


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Pois (Pontos:2)
    por higuita em 25-02-04 4:03 GMT (#217)
    (Utilizador Info)
    olha que URL tao giro!!!

    com o dillo faz refresh para ele mesmo, com o links igualmente, com o lynx fica todo marado (nunca tinha visto o lynx a marar uma pagina, mas esta conseguiu!!)
    va' la' que com o mozilla ele abriu...

    para comecar, quando disse aquela frase, estava a pensar no kernel, ja' que nas aplicacoes as coisas variam demasiado para se poder generalizar tanto...

    se a aplicacao for um apache, entao sim, melhor que um IIS
    se a aplicacao for um mozilla composer, entao nao, o dreamweaver e' melhor

    a integracao que tu falas, por vezes e' boa, por vezes e' ma', ja' que nem se quiseres podes isolar alguns componentes
    no linux podes tambem integrar muitas coisas, ate' com o windows!!

    tendo acesso liberdade e a source na maioria dos programas de linux, podes integrar as coisas a um nivel muito maior, se assim o quiseres... mas na maioria dos casos ninguem quer fazer isso, para que compicar quando cada servico a funcionar separadamente e' mais robusto!!


    Higuita
    Re:Pois (Pontos:1)
    por mrmv em 25-02-04 10:17 GMT (#233)
    (Utilizador Info)
    Pois não sei o que se passou com o link... no meu browser funciona :o)

    para comecar, quando disse aquela frase, estava a pensar no kernel, ja' que nas aplicacoes as coisas variam demasiado para se poder generalizar tanto...

    Mas como compreendes ninguém quer um SO pelo SO, as pessoas/empresas escolhem o SO pelas "aplicações" de que necessitam e que lá funcionam, essa é que é a verdadeira motivação para a escolha da plataforma.

    a integracao que tu falas, por vezes e' boa, por vezes e' ma', ja' que nem se quiseres podes isolar alguns componentes
    no linux podes tambem integrar muitas coisas, ate' com o windows!!


    Essa flexibilidade é uma vantagem do Linux, e que no Windows ainda não é totalmente coerente (embora não seja totalmente inflexivel como muito boa gente julga), mas acredito tenha a ver com a forma como muita dessa tecnologia foi sendo incorporada, mas resolve-se com organização e alguma reengenharia, portanto é uma questão de tempo também.

    tendo acesso liberdade e a source na maioria dos programas de linux, podes integrar as coisas a um nivel muito maior, se assim o quiseres... mas na maioria dos casos ninguem quer fazer isso, para que compicar quando cada servico a funcionar separadamente e' mais robusto!!

    A questão aqui é que se o quiser fazer, e existem imensas situações e em que as empresas o quererão, no entanto a que custo se conseguirá?

    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Pois (Pontos:2)
    por 4Gr em 25-02-04 13:00 GMT (#240)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Pois não sei o que se passou com o link... no meu browser funciona :o)

    Certamente usas um browser que não respeita os standards :-)


    Dominus vobiscum

    "I may have invented control-alt-delete, but Bill Gates made it really famous", David Bradley, IBM Engineer
    Re:Pois (Pontos:1)
    por mrmv em 25-02-04 17:05 GMT (#251)
    (Utilizador Info)
    certamente :-)


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Pois (Pontos:1)
    por soska em 22-02-04 19:44 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Eh pah.. nao digam mal dos fiat 127...

    Na minha polónia quase-natal, até há bem pouco tempo, quem tinha um 127p era rei e senhor :D

    Mas brincadeiras À parte, espero que a migração decorra.
    Caso contrário, a M$ ganhará novamente...



    "Everyone has the right to be stupid. Some just abuse the privilege"
    my 2 cents (Pontos:3, Esclarecedor)
    por [Cliff] em 22-02-04 14:47 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Pelo que percebi do artigo, este é o maior problema:
    Reports in Computerwoche also stated that local vendors who currently code applications for the city were experiencing problems in developing applications for the open-source operating system, since they are more familiar with Windows than Linux.
    É certo que este era um problema previsto, mas demonstra bem os resultados de depender de uma empresa para desenvolver software...

    ---
    Conformity is the jailer of freedom and the enemy of growth.
    --John F. Kennedy
    Re:my 2 cents (Pontos:1)
    por mrmv em 25-02-04 10:33 GMT (#234)
    (Utilizador Info)
    Depender de uma empresa? Isto são decisões de gestão das próprias empresas, sabes que não é fácil ter os recursos com formação e know-how em tudo o que existe ou aparece...
    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:my 2 cents (Pontos:1)
    por mrmv em 25-02-04 12:57 GMT (#238)
    (Utilizador Info)
    ha mas respondendo à tua principal preocupação, em desenvolvimento (e salvo situações muitissimo especificas) é dificil perceber porque alguém fica dependente doutro... claro se tudo for feito sem planeamento, sem o necessário know-how (se não conhecemos bem como podemos antecipar o que vamos encontrar), então aí sim tens problemas, porque muitas das vezes as alternativas poderão não ser exequiveis por limitação de tempo.


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Gestão da mudança? Qual quê. (Pontos:2, Interessante)
    por secameca em 22-02-04 14:54 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Soa-me a má gestão da mudança. A primeira coisa que eles deviam ter feito era um port de todas as aplicações customizadas ou para Linux ou para uma plataforma neutra baseada em standards, por exemplo utilizando tecnologias WWW.

    Apenas depois deviam começar a introduzir o Linux como substituto. Primeiro em projectos piloto para limar as arestas. Depois treinavam uns qts tipos em cada secção que por sua vez ajudavam a treinar os restantes.

    Re:Gestão da mudança? Qual quê. (Pontos:3, Interessante)
    por CrLf em 22-02-04 15:49 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Estás a esquecer-te que este não é um projecto a curto prazo. Eles não vão migrar para Linux da noite para o dia, vão fazê-lo ao longo de vários anos.

    Eles sabiam bem as dificuldades que iriam ter e mesmo assim escolheram Linux. Isso diz muito mais da vontade de migrar para Linux do que serve agora como arma de arremesso para os Microsoft-lovers (muitos deles tipos como aqueles que agora estão a ter dificuldades em programar para Linux...).

    -- Carlos Rodrigues
    Imagina o que aconteceria em Portugal (Pontos:2)
    por fhc em 23-02-04 0:18 GMT (#37)
    (Utilizador Info)

    Estou mesmo a ver o que seria em Portugal. O projecto nem seria permitido começar, já a MS estaria a dizer que construiria um Centro de Liderança no Porto. Mal o projecto fosse chumbado, da MS nunca mais se ouviria nada.

    Ah, espera, foi isso mesmo que aconteceu... Gaita, já nem se pode ficcionar neste país onde TUDO acontece.

    Francisco Colaço


    Re:Imagina o que aconteceria em Portugal (Pontos:2)
    por ^magico^ em 23-02-04 18:53 GMT (#82)
    (Utilizador Info) http://fsilva.online.pt/
    Desde que eu vi um cavalo a andar de bicicleta* já acredito em tudo.

    * Preferi referir isto ao invés de referir outros assuntos mais delicados relativamente.. por exemplo à famosa justiça portuguesa!

    Este comentário foi publicado ao abrigo de leis internacionais "How to handle a Troll".
    Mas alguem esperava um mar de rosas?? (Pontos:1)
    por Huxley em 22-02-04 18:16 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    Li um artigo bastante interessante há uns tempos atrás que falava das tacticas de Munique, no que se refere à dissipação dos medos e receios das pessoas.

    Parece que o grande medo que surgiu nas pessoas, foi que a mudança para Linux servisse para que os e-mails fossem espiados e se pudesse controlar tudo o que elas fazem nos PCs.
    Mas quando alguém explicou que não, o Linux não tem nada a ver com big brothers, é apenas uma ferramenta de trabalho como o Window$, e também corre jogos, o receio e desconfiança inicial das pessoas começou a dissipar-se.
    E além de explicarem o que é o Linux também começaram a distribuir peluches e t-shirts com pinguins...

    Mas a táctica mais eficaz foi, sem dúvida, terem posto uma mulher perante uma conferencia de milhares de pessoas a mexer com total à vontade num PC a correr Linux! :-)
    Acho que a partir desse dia não passou sequer pelo pensamento de algum homem que lá estivesse presente, que o Linux seja demasiado complicado!
    Afinal se uma mulher mexe, homem que é homem também mexe...
    Re:Mas alguem esperava um mar de rosas?? (Pontos:2)
    por fhc em 22-02-04 22:22 GMT (#17)
    (Utilizador Info)

    Afinal se uma mulher mexe, homem que é homem também mexe...

    Qual foi a última vez que fizeste o jantar lá em casa? Ó meu papalvo, há certas coisas que não se pensam nem se dizem, ou trais toda uma classe masculina, refaustelada nos seus privilégios ancestrais de ter (como deve ser) as mulheres atrás das panelas.

    Agora queres de certeza dormir no sofá por um mês: a dizer coisas destas, como é que te safas?

    Francisco Colaço, depois de ter dado banho aos miúdos e se sentir um traidor à classe.


    Re:Mas alguem esperava um mar de rosas?? (Pontos:2)
    por fhc em 22-02-04 22:55 GMT (#24)
    (Utilizador Info)

    E já agora se uma mulher mexe, um homem que é gay também mexe.

    Francisco Colaço


    Re:Mas alguem esperava um mar de rosas?? (Pontos:1)
    por Huxley em 22-02-04 23:25 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    Tipo... eu tava a ser sarcástico!!!

    Aquela última frase não é que eu penso, mas sim o sentimento que os dirigentes de Munique pretenderam despertar ao colocarem uma mulher, perante aquela gente toda, a mexer em Linux!

    Qualquer mulher tinha percebido melhor o meu post... :P
    (Just kidding!)
    Re:Mas alguem esperava um mar de rosas?? (Pontos:2)
    por fhc em 22-02-04 23:42 GMT (#31)
    (Utilizador Info)

    Eu não, a Fátima Maria está aqui, a espreitar sobre o ombro e se escrevo alguma coisa que me comprometa, durmo no sofá por um mês e tenho sopa fria ao jantar.

    Francisco Colaço


    Re:Mas alguem esperava um mar de rosas?? (Pontos:1)
    por Huxley em 23-02-04 0:07 GMT (#34)
    (Utilizador Info)
    Ahhh, como é bela a vida de estudante solteiro a morar num apartamento em Lisboa...
    E como é práctico levar sopa de casa e aquecê-la no microondas!

    Pois é, porque é que não começas a usar o microondas?? :-)
    Sopa fria é muito mau...
    Re:Mas alguem esperava um mar de rosas?? (Pontos:2)
    por fhc em 23-02-04 0:22 GMT (#38)
    (Utilizador Info)

    O Microondas está numa área de acesso restrito (a parte funcional da cozinha). Isto é, eu restrinjo-me de lá ir, caso contrário ainda sou apanhado a cozinhar. Infelizmente, vai para mim o dar banho aos putos.

    Francisco Colaço


    Re:Mas alguem esperava um mar de rosas?? (Pontos:1)
    por Huxley em 23-02-04 0:40 GMT (#40)
    (Utilizador Info)
    Pois, realmente é melhor comer sopa fria do que ser apanhado a cozinhar! :-)
    Re:Mas alguem esperava um mar de rosas?? (Pontos:2)
    por Tuaregue em 23-02-04 0:09 GMT (#36)
    (Utilizador Info)
    Hoje estais imparável senhor, será que é por ser carnaval?? Ou será que andais a dar muito banho aos miudos, senhor??

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Re:Mas alguem esperava um mar de rosas?? (Pontos:2)
    por Kmos em 22-02-04 22:26 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    Esse machismo é que podia ter sido evitado :-) Há mulheres se calhar melhores que muitos homens em informática, e por acaso conheci através do IRC há uns anos na EFnet, uma que brincava com Assembly =)

    I'm a lost soul in this lost world...
    Re:Mas alguem esperava um mar de rosas?? (Pontos:2)
    por 4Gr em 22-02-04 22:33 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    e por acaso conheci através do IRC há uns anos na EFnet, uma que brincava com Assembly =)

    Demasiado suspeito.. cá para mim era um transsexual com um livro de Microprocessadores ao lado a querer engatar-te :-)


    Dominus vobiscum

    "I may have invented control-alt-delete, but Bill Gates made it really famous", David Bradley, IBM Engineer
    Re:Mas alguem esperava um mar de rosas?? (Pontos:2)
    por Kmos em 23-02-04 10:38 GMT (#52)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    Tenho a certeza absoluta =) uma das coisas que ela fez, foi alteração do Notepad para Windows, como a colocação do que já traz o XP, mostrar o número de linhas e a linha que estás.. o nick dela era Neural_Noise, e acho que ainda continua a ser.. isto é o que eu chamo, uma mulher de armas =D

    I'm a lost soul in this lost world...
    Re:Mas alguem esperava um mar de rosas?? (Pontos:1)
    por Huxley em 22-02-04 23:40 GMT (#29)
    (Utilizador Info)
    Há mulheres se calhar melhores que muitos homens em informática

    Sem dúvida nenhuma! Concordo plenamente.
    Mas a verdade é que são as mais amigas que tenho que dizem que não percebem nada de computadores do que as que dizem que gostam de saber coisas sobre computadores.

    Aliás, basta olhar para a percentagem de homens nos cursos de engenharia informática, para ficar com a impressão de que computers é mais ""coisa de homens""...
    Re:Mas alguem esperava um mar de rosas?? (Pontos:1)
    por secameca em 24-02-04 3:03 GMT (#135)
    (Utilizador Info)
    Agora sim. Mas qd os Ingleses fizeram o Colossus na 2ª Guerra Mundial, era operado por mulheres.
    Re:Mas alguem esperava um mar de rosas?? (Pontos:1)
    por Huxley em 24-02-04 3:27 GMT (#139)
    (Utilizador Info)
    Nice :-)
    Pena que isso tenha mudado...
    Acho que qualquer trabalho intelectual só tem a ganhar se houverem homens e mulheres a trabalhar em conjunto... pelo que já li, homens e mulheres, tendem a ver as questões por prismas diferentes.
    Para além do ambiente de trabalho também ser mais agradável.
    Re:Mas alguem esperava um mar de rosas?? (Pontos:2)
    por nbk em 24-02-04 0:38 GMT (#111)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    "Esse machismo é que podia ter sido evitado :-) Há mulheres se calhar melhores que muitos homens em informática."

    Conheço algumas excelente profissionais, mas nenhuma com traços ( nem que seja ao de leve, ao de leve ) de geek. Isso sim, uma verdadeira pena. Agora os comentários "machistas", não existe nada como vento e o tempo e o sonasol: lava tudo.

    @069, Nbk

    Esse atigo demorou tanto a saír? (Pontos:2, Interessante)
    por fhc em 22-02-04 22:48 GMT (#22)
    (Utilizador Info)

    Já temos Marcelo ca Comissão Europeia? Já temos o Ferro Rodrigues fora da liderança do PS? Se aqui, no Burgo, se compram jornais e jornalistas, porque não na Teutónia?

    Ora Bolas!, se fosse aqui, já antes do arranque do projecto ele daria problemas, seria impossível, custoso, difícil, imponderado, irracional, brusco, revanchista e se de algum adjectivo me esqueci é porque não pude ler todas as crónicas do nosso amigo Leitão ;-)

    Se não houvesse este artigo +e que eu estaria preocupado: sinal era de que a Microsoft, a ASSOFT de lá e os interesses instalados não estariam nervosos. Bastava esperar mais um tempo e enterrar o projecto de vez.

    Já pensaram os senhores aqui presentes de que Munique pode estar a ser um sucesso, e que convém aos inimigos, que têm dinheiro, poder e influência, encostar os decisores à parede? Ou não me digam que acham que o António Vitorino vai sair de comissário europeu porque o Expresso publicou uma notícia a dizer que sim? E já agora, alguém acredita em notícias nesse pasquim de recados?

    O seu a seu dono. Deixem o projecto acabar: depois veremos. Posso dizer com honestidade que este artigo me descansou: alguém está a ficar nervoso. Olha, aposto que a namorada do Leitão se queixa, em perfeito Inglês: my dear, I know you are disturbed. really, I understand! No really, I reeeeally do, and I do not think you less of a man. Just please take your sleeping pills, kill those lights and stop mumbling about that Colaço!

    Francisco Colaço, desta feita alvo favorito nos jogos de dardos do Leitão.


    Re:Esse atigo demorou tanto a saír? (Pontos:2)
    por fhc em 22-02-04 22:50 GMT (#23)
    (Utilizador Info)

    O pensaram de que é ironia não assinalada.

    Francisco Colaço, pensando de que poderia ter antevisto o artigo antes de o submeter para que a ironia fosse mais explícita.


    Re:Esse atigo demorou tanto a saír? (Pontos:2)
    por leitao em 23-02-04 0:00 GMT (#32)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Bem, tu nesta thread tens prai uns 10 posts em que parece que tu e' que mostras um nervosismo qualquer... mas prontos, ja' ouvi dizer que o Viagra tem esses efeitos secundarios.

    Para resumir, nao pretendo me candidatar a nenhum cargo politico -- pelo que essas bocas todas que andaste para ai a mandar nao me afectam. Alias, nunca precisei de subsidios para sobreviver, e nao vivo do estado. Assim espero continuar, responsavel pelas minhas decisoes de vida. Nao sigo manadas, nem tento empurrar pela garganta dos outros o que eu penso -- o que tambem nao aceito e' que os outros me tentem fazer passar por parvo.

    Quanto a Munique que e' o topico da conversa que tao subtilmente conseguiste azedar, so' te tenho a dizer que falamos la' para o ano quando se conhecer melhor o resultado da experiencia.

    Se estiver errado, olha -- sempre admiti os meus erros. Se tu estiveres errado, pode ser que tenhas a hombridade de admiti-lo.

    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information
    Re:Esse atigo demorou tanto a saír? (Pontos:3, Engraçado)
    por fhc em 23-02-04 0:07 GMT (#35)
    (Utilizador Info)

    Caraças, pá, tu tens de ter capacidade de rir de ti próprio e de responder na mesma medida.

    Não há nada mais estúpido do que bater num rochedo: magoa a mão, não responde e tem sempre menos razão do que uma barra de dinamite!

    Não leves a mal. Pensa apenas que, na posição em que te colocas, não me podes levar a mal de aproveitar. Gostei dessa do Viagra, por exemplo. Pensei ainda usá-la contra ti quando escrevi o primeiro post, mas pensei que em questões de alcova há uma barreira que não devemos passar (até eu tenho limites).

    De qualquer maneira, espera mais, só não esperes pior. Mas tira-me essa armadura de honra de cima. Aqui essa não pega. Pelo menos aquiesce: nunca duvidei das tuas capacidades nem da tua inteligência; as divergências que temos de opinião curam-se com uma epifania por parte de um de nós. Se me conheço bem, isso quer dizer que serás bem vindo ao nosso campo.

    Francisco Colaço


    Re:Esse atigo demorou tanto a saír? (Pontos:2)
    por nbk em 24-02-04 0:43 GMT (#112)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    "Bem, tu nesta thread tens prai uns 10 posts em que parece que tu e' que mostras um nervosismo qualquer... mas prontos, ja' ouvi dizer que o Viagra tem esses efeitos secundarios."

    Não, quem tem esses efeitos é o dito "pastilhanço". O Viagra não tem nada desses efeitos (pelo menos não vem nada sobre isso no folheto em anexo, mas pode-me estar a escapar algo...).

    @073, Nbk

    Re:Esse atigo demorou tanto a saír? (Pontos:1, Despropositado)
    por fhc em 22-02-04 23:40 GMT (#30)
    (Utilizador Info)

    Este é leitor do Expresso!!! ;-) Desculpa ter de te desiludir: o Pai Natal não é o Bill Gates.

    Francisco Colaço


    Money (Pontos:2)
    por Gimp em 23-02-04 9:51 GMT (#51)
    (Utilizador Info)
    Caramba, demorou a sair no Gildot :-). Por esta afirmação na Wired "Despite anticipated future savings, financial issues may stall the LiMux Project, according to recent reports in German technical news publication Computerwoche. (procurando com mais detalhe há referências a carências financeiras), quer-me parecer que fosse a renovação para windows ou agora a passagem para Linux os gajos iam/estão a estrebuchar. Mais do que questões técnicas, quando o mal é $ não há nada a fazer...


    "No comments"

    Re:Money (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 23-02-04 16:50 GMT (#75)
    (Utilizador Info)
    Mas entao o Linux nao poupa muitos trocos ? IS IT A FUCKING LIE !?!?!?

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!
    Re:Money (Pontos:1)
    por Init em 23-02-04 17:14 GMT (#79)
    (Utilizador Info)

    Permite fazer isso dependendo da forma como fazes a gestão...


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Money (Pontos:2)
    por Gimp em 23-02-04 18:34 GMT (#80)
    (Utilizador Info)
    Hoje até estou bem-disposto e vou-te fazer um desenho. A câmara de Munique assinou um acordo de X euros para migrar para linux. A Mico fez uma oferta de X-Y euros. A proposta aceite foi a X. Se agora o cenário que se põe é haver falta de euros até o X-Y ficava pelo caminho. O custo, pelo que sei, não está no linux, mas no que a mão-de-obra cobra. Que parte do fucking é que não percebes? Ou também não mexes em gajas?


    "No comments"

    Re:Money (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 23-02-04 19:14 GMT (#83)
    (Utilizador Info)
    Hum... Como eu ainda estou mais bem disposto do que tu, vou-te fazer também um desenho. Qual é a parte de custo que tu nao percebes ? Um custo é global, não apenas um custo do sistema operativo, a nao ser que o gajo que tenha feito o orçamento seja Português...Ora o Linux é free, mas a mao de obra nao é. Aí é que está o segredo se o Linux poupa ou nao. Poupa na licença gasta na MDO. Windows gastas nas licenças, gastas menos MDO. Qual delas o mais barato ?

    Este vai ser um bom case study, para determinar se as migrações tem realmente poupança de custos ou não. Leia-se que isto é bastante positivo (ou não) para o Linux, porque pode provar se é cost efficient uma migração, ou se mais vale esquecer, implementando o Linux apenas em novos projectos.


    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!

    Re:Money (Pontos:2)
    por nbk em 24-02-04 0:45 GMT (#113)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    Não te esqueças que também poupa nos upgrades.

    @075, Nbk

    Re:Money (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 2:12 GMT (#120)
    (Utilizador Info)
    Penso que a questão, na realidade, vai bem mais longe do que uma mera questão de custos, contudo teno em conta o valor funcional por ¤ gasto, meu caro, GNU/Linux bate aos pontos.
    Re:Money (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 2:31 GMT (#127)
    (Utilizador Info)
    Ora o Linux é free, mas a mao de obra nao é. Aí é que está o segredo se o Linux poupa ou nao. Poupa na licença gasta na MDO. Windows gastas nas licenças, gastas menos MDO. Qual delas o mais barato ?
    Tanta falácia junta....

    a) Microsoft Windows não é gratuito, e a mão de obra também não

    b) Gastar na MDO todos gastam

    c) Gastas menos na MDO? Só se for para clickar next, next, netx finish, e quando tiveres um problema?

    Eu sei de experiência pessoal o que já custou a falácia desta ideia...

    Qual delas o mais barato? Não tenho a meno dúvida...
    Re:Money (Pontos:2)
    por nbk em 24-02-04 10:39 GMT (#146)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    "c) Gastas menos na MDO? Só se for para clickar next, next, netx finish, e quando tiveres um problema?"

    Hummm... bem, isso é uma vantagem do linux. Existe uma certa dificuldade de aprendizagem ao inicio ( não é "next, next, next", mas "./configure;make;make install" ), dificuldade essa que cria melhores users e melhores sysadmins.

    Será?

    @488, Nbk

    Re:Money (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 12:27 GMT (#153)
    (Utilizador Info)
    Alhos com bugalhos. Assim não dá para conversar, caramba.

    Estás a comparar a instalação de um programa qualquer via código fonte em GNU/Linux com um binário preparado para instalar no Windows. Por favor compara:
    a) instalar através do código fonte em GNU/Linux vs Microsoft Windows
    ou
    b) instalar através sistemas de instalação de binários em GNU/Linux vs Microsoft Windows

    Que tal:

    yum install SomeGreatSoftware

    Ou ainda

    apt-get install SomeGreatSoftware

    Isto para não falar das GUIs para estes softwares...

    Até é BEM MAIS fácil do que next, next, next, finish (reboot?).
    Re:Money (Pontos:1)
    por Init em 24-02-04 13:18 GMT (#156)
    (Utilizador Info)
    Claro que não!

    Todos nós sabemos que se não tivermos ali meia, hora a carregar botões e não fizermos pelo menos um reboot, é muito mais dificil. Essas coisas perguntam-se?


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Money (Pontos:2)
    por nbk em 25-02-04 5:19 GMT (#221)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    Não estava a falar de nada disso.

    Estava apenas a interrogar-me se uma maior dificuldade na aprendizagem de determinado SO cria melhores users e sysadmins.

    @266, Nbk

    Re:Money (Pontos:1)
    por secameca em 24-02-04 3:18 GMT (#138)
    (Utilizador Info)
    A curto prazo até podias poupar mais com Microsoft. Mas a longo prazo, aí as coisas são um bocado diferentes.

    É obvio que se estás a mudar de plataforma, seja para que plataforma for, vais ter custos de transição. E qt mais soluções customizadas quiseres, mais custos vais ter, pq vais ter de pagar os ports.

    Todavia, o longo prazo também é importante. E eu não tenho dúvidas que foi por essa razão que os tipos escolheram o Linux, mesmo com o desconto especial da Microsoft. As novas práticas de licenciamento Microsoft levam a crer que o futuro não vai ser cor-de-rosa, com upgrades forçados e software alugado em vez de comprado, levando a um aumento dos custos. Para não falar que no Linux tens vários fornecedores, caso tenhas problemas com um, mudas facilmente para outro. No Windows não podes fazer isso, e arriscas-te a tornar-te refém do teu fornecedor.

    No longo prazo... (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 24-02-04 19:47 GMT (#189)
    (Utilizador Info)
    No longo prazo, estamos todos mortos (c) John Maynard Keynes.

    Isso de poupar custos ainda está para se ver. Isso é que é preciso que seja demonstrado, senao faz-me lembrar dotcoms e CRM's e toda essa treta, em que muitos ainda nao demonstraram que isso trouxe vantagens e poupanças de custos como era apregoado..

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!

    Re:No longo prazo... (Pontos:1)
    por Init em 25-02-04 14:25 GMT (#244)
    (Utilizador Info)

    Isso de poupar nos custos é verdade, no entanto é dependente da forma como fazes a gestão. Não são os produtos que poupam custos é o bom ou mau aproveitamento que se faz das caracteristicas de um produto, e não são só as caracteristicas tecnicas, as legais (licenciamento) também têm influencia.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Money (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 2:03 GMT (#118)
    (Utilizador Info)
    E ainda há quem me difame de taliban quando digo que é um argumento mais concreto e mais durável a liberdade do que o preço, performance ou segurança...
    Re:Money (Pontos:2)
    por 4Gr em 24-02-04 19:26 GMT (#184)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    É, mas não é o argumento fulcral num câmara Municipal com centenas de postos de trabalho e funções a serem desempenhadas.


    Dominus vobiscum

    "I may have invented control-alt-delete, but Bill Gates made it really famous", David Bradley, IBM Engineer
    Re:Money (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 21:19 GMT (#195)
    (Utilizador Info)
    Pois, a questão é que há uma quantidade enorme de coisas derivadas das quatro liberdades do Software Livre que são argumentos fulcrais para uma Câmara Municipal, e que apenas por existirem demasiados "lacaios" da Microsoft é que nem sequer lhes é dada uma hipótese de serem _ouvidos_.
    Estratégia errada (Pontos:3, Informativo)
    por mpinho em 23-02-04 15:35 GMT (#74)
    (Utilizador Info)
    Acho que usaram uma estratégia errada e, caso o projeto dê com os burros n'água, vai ser usada pela propaganda M$ contra o linux.

    Estou conduzindo uma migração dessas em nossa Universidade e as nossas estratégias foram/seriam (algumas ainda não foram implementadas):

    1- Abolir o M$ Office e padronizar no OpenOffice nas estações Windows. Mesmo aqueles que tinham adquirido o M$ Office legalmente agora devem usar o OO para enviar documentos internos. Cursos básicos e abertos de OO estão sendo ministrados periodicamente.

    2- Padronizar o Mozilla como browser mesmo no Windows, fazendo com que os webmasters sempre testem as páginas no Mozilla.

    3- Criar uma comissão para a análise de qualquer pedido de compra de material de informática. Ela se encarregará de analisar se o hardware é suportado pelo linux e cancelar ou modificar o pedido de compra para ficar "linux-friendly".

    4- Analisar todos os sistemas desenvolvidos internamente e migrá-los para tecnologias multiplataforma, internamente ou externamente através da contratação de consultorias (que serão obrigadas a entregar o código-fonte e documentação). Assim, páginas .asp serão convertidas para .php ou .jsp, sistemas feitos em VB serão portados para Java, Delphi/Kylix ou web (usado através de browsers).

    5- Laboratórios de informática para alunos estão sendo migrados quase inteiramente para linux. Já que eles estão em fase de aprendizado, que aprendam direito antes de ficarem viciados em M$. Somente algumas máquinas (e geralmente as piores, para desestimular o vício :-) ) estariam com Windows para determinadas necessidades não atendidas pelo linux.

    6- Distribuir aos alunos, funcionários e professores distribuições live-cd como o Kurumin ou Kalango (derivadas do Knoppix, com internacionalização pt_BR) para estimular o uso em casa e assim quebrar resistências.

    7- Centralizar, sempre que posível, qualquer necessidade de uso de aplictivos windows em servidores do tipo "terminal server", para uso compartilhado na rede. O cliente seria linux com rdesktop instalado. Evita-se assim a necessidade de uma máquina windows por causa de um uso eventual de um simples aplicativo, mesmo que economicamente o custo seja praticamente o mesmo (uma TS-CAL custa quase o mesmo que uma licença de windows 9x).

    O linux iria entrando naturalmente como a alternativa óbvia nesse ambiente, já que o uso do OO, linguagens/tecnologias multiplataforma e acesso remoto a servidores de terminais windows poderia ser feito com linux SEM perda de funcionalidade ou desempenho.

    O maior problema que enfrentamos é a má qualidade da rede interna, com pouca segmentação e a falta aboluta de dinheiro para recompor certas máquinas obsoletas demais até para colocar um Windows Me.

    Muitas empresas querem migrar para linux sem gastar um centavo e depois reclamam que as migrações não deram certo. Migrar custa dinheiro sim, mas é apenas numa fase inicial. Depois de implantado o custo é baixíssimo. As pessoas se esquecem que, se padronizarem nos sietemas M$, terão que refazer todos os investimantos daqui a 3 ou 5 anos, forçadamente.
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por CrLf em 23-02-04 17:02 GMT (#77)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    mesmo que economicamente o custo seja praticamente o mesmo (uma TS-CAL custa quase o mesmo que uma licença de windows 9x).

    Para as faculdades isto não é exactamente assim. A FCT/UNL tem um Campus Agreement com a Microsoft e as TS-CALs saem quase ao preço da chuva, pois estão englobadas nesse protocolo quer sejam usadas ou não. Na realidade a Microsoft faz descontos brutais para as instituições de ensino, o que não quer dizer que isso não represente mesmo assim alguns milhares de contos. O pior é que este protocolo tem de ser actualizado regularmente (se não estou em erro), o que representa um gasto significativo mesmo que depois os departamentos se mantenham a usar as versões antigas do software.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por mpinho em 23-02-04 19:45 GMT (#84)
    (Utilizador Info)
    O maior problema desses agreements é que, conforme está explicado em

    http://www.microsoft.com/brasil/educacional/default.asp

    nunca envolve todos os programas que as pessoas precisam, o que acaba gerando necessidades artificiais e desnecessárias de aquisição de software. Por exemplo, pelo fato de usar Windows e Office haveria a necessidade de programas antivírus e diversos outros para corrigir as instabilidades e problemas do windows, sem contar que esses agreements requerem um pagamento anual (não é muito mas dá para comprar vários computadores com o dinheiro).

    Outro problema é que o contrato pode ser simplesmente não renovado pela Microsoft (o que seria um desastre dada a dependência absoluta de seus softwares) e induz as faculdades a usarem sempre as últimas versões dos seus softwares, o que gera necessidades artificiais de upgrades de hardware. Resumindo, perde-se o controle do que é realmente preciso usar.

    Creio também que é muito mais educativo ensinar os alunos a usar softwares que eles poderão usar depois de sair da faculdade no trabalho ou em casa do que viciá-los e fazer com que eles tenham que recorrer a cópias piratas e cracks para usar softwares que chegam a custar mais do que o valor de seus futuros salários.
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por schneider em 23-02-04 20:33 GMT (#89)
    (Utilizador Info)
    ...haveria a necessidade de programas antivírus...

    Por coincídência, também trabalho em um ambiente acadêmico. Tenho aqui centenas de computadores rodando windows 2000 ou XP, SEM antivirus, que nunca foram infectadas. As máquinas estando corretamente configuradas (permissões) e atualizadas, não tem problemas algum. E antes que perguntem, sim, as máquinas estão sempre atualizadas, o que as proteje contra worms e exploits, e sim, eu as atualizo (todas!) com apenas alguns cliques em um servidor central de SUS.

    ...diversos outros para corrigir as instabilidades e problemas do windows...

    Poderia dar exemplos? Aqui nunca utilizei nenhuma dessas gambiarras, e minhas estações funcionam a mil maravilhas. Você não estás a falar de windows 98 ou ME, estás?

    ...induz as faculdades a usarem sempre as últimas versões dos seus softwares...

    Mais uma coincidência, também possou esse tipo de contrato aqui. Posso usar office 95 legalmente se desejar. Tem certeza que leu bem o contrato?
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por CrLf em 23-02-04 21:06 GMT (#93)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Posso usar office 95 legalmente se desejar.

    Ah pois sim, mas isso não é impedimento para pagar todos os anos uma boa soma à Microsoft.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por schneider em 24-02-04 16:29 GMT (#166)
    (Utilizador Info)
    Ah pois sim, mas isso não é impedimento para pagar todos os anos uma boa soma à Microsoft.

    A questão não era essa, mas sim se um contrato te obrigaria a usar sempre as últimas versões dos softwares cobertos nele. E a resposta é não.


    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por mpinho em 23-02-04 23:18 GMT (#104)
    (Utilizador Info)
    "Por coincídência, também trabalho em um ambiente acadêmico. Tenho aqui centenas de computadores rodando windows 2000 ou XP, SEM antivirus, que nunca foram infectadas. As máquinas estando corretamente configuradas (permissões) e atualizadas, não tem problemas algum. E antes que perguntem, sim, as máquinas estão sempre atualizadas, o que as proteje contra worms e exploits, e sim, eu as atualizo (todas!) com apenas alguns cliques em um servidor central de SUS."

    Que bom... Os vírus podem não se propagar na rede, mas não vejo muito como proteger os arquivos pessoais dos usuários caso baixem emails externos via webmail. Não sou nenhum MCSE para afirmar que é impossível também se prevenir disso, mas certamente não é agradável usar um sistema alvo de 99,99% dos vírus e worms do mundo...

    " Poderia dar exemplos? Aqui nunca utilizei nenhuma dessas gambiarras, e minhas estações funcionam a mil maravilhas. Você não estás a falar de windows 98 ou ME, estás?"

    Norton Systemworks, anti-spywares, WinDoctors, Partition Magic, Cleansweep, Ghost, etc (todo o arsenal de programas para resolver problemas mais complicados).

    A grande maioria das máquinas que temos não têm capacidade para rodar mais do que um Win98 confortavelmente. Seria necessário fazer upgrade quase total nas máquinas para rodar um windows baseado em NT.

    Mas pelo menos no despartamento de informática há laboratórios com redes win2000 configuradas da forma que falaste acima.

    " Mais uma coincidência, também possou esse tipo de contrato aqui. Posso usar office 95 legalmente se desejar. Tem certeza que leu bem o contrato? "

    E qual o problema em usar o OpenOffice nas máquinas windows ? Pelo menos terei certeza de poder usar sempre a última versão sem custos adicionais e sem preocupações com minúcias contratuais.

    O Office 95 foi retirado aos poucos de circulação na maioria dos casos porque as pessoas começaram a mandar arquivos nos formatos mais recentes. Esse é um problema MUITO sério.

    Como se vê, o problema de migrar para software livre é muito mais de independência e domínio da situação, além do caráter educativo.

    Uso desktops linux diariamente para muitas tarefas e não vejo razão pela qual uma máquina devidamente instalada e configurada por um administrador não possa ser usada numa faculdade. Vejo muita gente boa usar dezenas de programas piratas no windows para fazer coisas que qualquer linux faz sem necessidade de programas adicionais. É mais uma questão de atitude e esses campus agreements só server para retardar ou diminuir a vontade de procurar alternativas.
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por schneider em 24-02-04 16:59 GMT (#168)
    (Utilizador Info)
    Os vírus podem não se propagar na rede, mas não vejo muito como proteger os arquivos pessoais dos usuários caso baixem emails externos via webmail.

    Simples, presumo que seus usuários gravam arquivos em um servidor central, e não tem direito a escrita nas estações. Coloque um anti-vírus no servidor e problema resolvido. Se quiser mais camada de proteção, coloque também no seu gateway de entrada.

    Norton Systemworks Que diabos faz isso? os chamados "ajustes" de registro e limpeza de programas com instaladores defeituosos?

    anti-spywares Você não irá precisar, se seus usuários não puderem sequer instalar spy-wares

    Partition Magic Pra que isso? Tem necessidade que em todas as estações seja instalado? Você costuma redimensionar partições de todos os desktops?

    Ghost Pode substituir por partimage(linux) ou se quiser algo mais sofisticado, podes usar RIS. Ambos sem custo.

    A grande maioria das máquinas que temos não têm capacidade para rodar mais do que um Win98 confortavelmente. Seria necessário fazer upgrade quase total nas máquinas para rodar um windows baseado em NT.

    Se a máquina tiver pelo menos 64MB, coloque NT. Você estará tirando um sistema de uso doméstico por um sistema corporativo, e que funciona de verdade. 9x é um lixo!

    E qual o problema em usar o OpenOffice nas máquinas windows?

    Tem recursos que open office não possui, ainda mais para um ambiente acadêmico, em que as as chances de todos os recursos serem usados e ensinados é grande. Agora de cabeça me vem algo, openoffice possui recursos para pesquisa operacional? Tive uma cadeira que era somente isto, e usávamos o solver do excel como ferramenta.
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por mpinho em 24-02-04 19:05 GMT (#180)
    (Utilizador Info)
    E para que vou fazer esse esforço todo para usar um sistema operacional alugado (sim, pois os contratos academic são renovados anualmente com pagamento), em versões obsoletas (para rodar no meu hardware) e ainda ter que pagar cursos para nossos administradores (para poder gerenciar todos esses recursos) se posso usar as últimas versões de linux de graça na grande maioria das estações e casos ?

    Há evidentemente casos em que não será possível colocar linux numa estação, mas na grande maioria das situações dá sim, com um pequeno esforço inicial na adaptação. Basta boa vontade e desejo de mudar, que tu pareces não ter.

    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por schneider em 25-02-04 5:19 GMT (#220)
    (Utilizador Info)
    E para que vou fazer esse esforço todo para usar um sistema operacional alugado...

    Que esforço? Somente o esforço de aprendizado. Como afirmas que tem boa vontade, imagino não ser muito problemático.Vais estar utilizando recursos que já tens comprado. De fato, vais estar aproveitando melhor o que tens, ao invés de ficar murmurando "Microsoft sucks!"

    ...e ainda ter que pagar cursos para nossos administradores (para poder gerenciar todos esses recursos)...

    E tu presumes que seus administradores nasceram sabendo linux? Estás fazendo uma migração, e ainda quer se preocupar com custos de treinamento? Vai ser uma Munique 2?

    Basta boa vontade e desejo de mudar...

    Boa vontade e desejo de mudar(para melhor) estou cheio. Estou sempre procurando formas melhores de resolver meus problemas e demandas, mas costumo avaliar aspectos técnicos, e não políticos ou teológicos.

    Estou argumentando que os recursos técnicos que você negava existir estão lá, provados por A+B. Você muda o foco, dizendo que tais recursos iriam custar caro para serem implementados, esquecendo completamente que a pouco afirmavas que o windows não prestava.
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por Cyclops em 25-02-04 7:02 GMT (#231)
    (Utilizador Info)
    E tu presumes que seus administradores nasceram sabendo linux? Estás fazendo uma migração, e ainda quer se preocupar com custos de treinamento? Vai ser uma Munique 2?
    Os custos de treino são na realidade muito baixos, claro que não o são se continuarem a existir cursos de formação da treta a custos elevados, como os disponibilizados por algumas empresas de formação que por aí andam, que são caros e maus.

    Penso que foi na Dinamarca que se estudou que o tempo médio necessário para formar 200 funcionários publicos no OpenOffice era cerca de meia hora.
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 26-02-04 1:18 GMT (#263)
    (Utilizador Info)
    depois de ver como os pcs da FEUP apanham todo o tipo de software, não acredito minimamente nisso.
    --- Trolls, nem respondam porque não vos ouço.

    Que Bush vos abençoe.
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por CrLf em 23-02-04 21:09 GMT (#94)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    não é muito mas dá para comprar vários computadores com o dinheiro

    23.000 euros não é pouco e dá para comprar muitos computadores...

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por Init em 23-02-04 17:10 GMT (#78)
    (Utilizador Info)

    Eu acho que se está a fazer algo errado porque parte-se de ideias erradas:

  • Confunde-se ter uma estratégia virada para o Software Livre, com ter uma estratégia virada para GNU/Linux.
  • Contratam-se empresas que não são empresas de Software Livre, a Suse é uma empresa de GNU/Linux e a IBM é uma empresa de várias coisas. Nenhuma delas é uma empresa que forneça soluções exclusivamente Software Livre e que não dependam de software proprietário.
  • Utilizar Java, não se aumenta a independecia de fornecedor inerentemente, pois se forem utilizadas jvm's proprietárias mesmo que gratuitas é manter a dependencia em relação a software proprietário.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
  • Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por mpinho em 23-02-04 19:57 GMT (#85)
    (Utilizador Info)
    "Eu acho que se está a fazer algo errado porque parte-se de ideias erradas:"

    Talvez sim, vamos lá.

    "# Confunde-se ter uma estratégia virada para o Software Livre, com ter uma estratégia virada para GNU/Linux."

    O nosso ideal é migrar para software livre, de prefer6encia completamente. Logicamente pode-se rodar softwares livres sobre o Windows, mas isso ainda não seria a situação ideal. Mas isso pode ser uma boa estratégia para tornar a mudança menos brusca para uma plataforma linux recheada de softwares livres. Pelo menos essa é a minha opinião e tem dado certo.

    O linux é apenas um dos ingrediantes. No futuro podemos usar *BSDs, Hurds, Darwins ou qualquer coisa que seja livre e apresente vantagens.

    O maior problema é sair da dupla MS Office/Windows, por isso penso que sair primeiro do MS Office (ao usar OO no Windows) é um passo e sair do Windows para linux é um segundo passo.

    E por mais que goste do linux sempre haverá casos em que a migração será impossível (por causo de certos programas comerciais sem equivalência) e aí usar o OO tanto no Windows quanto no Linux gerará maior interoperabilidade.

    "# Contratam-se empresas que não são empresas de Software Livre, a Suse é uma empresa de GNU/Linux e a IBM é uma empresa de várias coisas. Nenhuma delas é uma empresa que forneça soluções exclusivamente Software Livre e que não dependam de software proprietário."

    Mas quem disse que eu contrataria a SuSe ou IBM ? Estamos usando debian e as consultorias que poderemos contratar desenvolverão sistemas (com código aberto) sob nossa encomenda, para que não fiquemos dependentes de fornecedores ou de licenças.

    "# Utilizar Java, não se aumenta a independecia de fornecedor inerentemente, pois se forem utilizadas jvm's proprietárias mesmo que gratuitas é manter a dependencia em relação a software proprietário."

    Sim, é verdade. Quando falei Java foi apenas um dos exemplos, mas de qualquer forma é uma dependência melhor já que há jvms da Sun e da IBM e ainda o Kaffe. Melhor do que basear um sistema em VB, MS SQL Server e Windows NT com certeza...

    Poderíamos usar no futuro ainda C# com o Mono ou linguagens como PHP, Perl, Python, etc e aí ficar totalmente livres.

    Mas eu acredito que a Sun será pressionada num futuro próximo a liberar o Java sob alguma licença livre para não perder totalmente o maket share para o .Net da M$.

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por CrLf em 23-02-04 21:27 GMT (#96)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Poderíamos usar no futuro ainda C# com o Mono ou linguagens como PHP, Perl, Python, etc e aí ficar totalmente livres.

    Meter o Mono no mesmo saco que o Python ou PERL é que não. O Mono ainda não é nada, e não se sabe se algum dia virá a ser dado que dificilmente será 100% compatível com o .NET (e há poucas coisas menos livres que o .NET) e no caso de se tentar impor como uma plataforma por si ainda terá de competir com todas as outras já instaladas.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por Init em 24-02-04 3:45 GMT (#142)
    (Utilizador Info)
    Estava a comentar o caso de Berlin, não conheço o seu caso o suficiente para comentar, por isso não o comento.
    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por Init em 24-02-04 3:46 GMT (#143)
    (Utilizador Info)
    Berlin não Munique...
    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por CrLf em 23-02-04 21:34 GMT (#97)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    O que está errado é pensar que ter uma estratégia virada para o Software Livre significa fugir de acordos com empresas de software proprietário ou menos livre.
    O software livre e proprietário não são mutuamente exclusivos. Uma estratégia virada para o software livre é uma estratégia focada na interoperabilidade, interoperabilidade entre softwares proprietários e livres. Uma dos calcanhares de Aquiles do movimento de software livre é a ideia de que todo e qualquer software proprietário é pernicioso.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por mpinho em 23-02-04 22:29 GMT (#100)
    (Utilizador Info)
    Não todos, mas a grande maioria dos softwares feitos pelas grandes software-houses americanas, que cobram preços extorsivos em licenças, possuem obsolescência programada e quase sempre usam formatos de arquivos proprietários e não documentados sim.

    Vamos supor que o MS Office custasse US$ 40 e usasse um formato de arquivos padrão, ou pelo menos totalmente documentado. Eu poderia achar que valesse à pena pagar pelo MS Office pelos recursos a mais e por gostar do programa, mas comprar um software que custa quase o valor de um computador, cujos módulos não podem ser vendidos separadamente (mesmo que vc não use), usa formatos não documentados nem é multiplataforma eu acho um mal negócio.

    Evidentemente há programas comerciais muito bons que podem valer o preço que cobram. Há por exemplo CADs carísimos que, na realidade, representam um investimento para quem compra, pois podem ser usados para ganhar uma soma de dinheiro bem maior do que o seu custo. Outros possuem um preço baixo o suficiente para justificar a compra pela comodidade de uso (cito o getright por exemplo).

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 2:20 GMT (#121)
    (Utilizador Info)
    Uma dos calcanhares de Aquiles do movimento de software livre é a ideia de que todo e qualquer software proprietário é
    Isso é porque não percebes bem a intenção do movimento de software livre, que é a de libertar todos, e não apenas alguns.

    Quando deixares o elitismo de apenas os que sabem poderem ter independênia falamos novamente obre o que é um calcanhar de Aquiles ou não.
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por henrique em 24-02-04 2:51 GMT (#133)
    (Utilizador Info)
    Só que a maioria das pessoas querem software fácil de instalar e que tem as funcionalidades que precisam. Não querem software "ideológico". Que aplicações livres para Linux estão ao nível das melhores aplicações proprietárias? Só me lembro do OpenOffice e do Mozilla. Todas as outras são primitivas em funcionalidades e usabilidade, ou então são ninhos de bugs.

    Consegues mencionar mais alguma aplicação livre que seja melhor do que qualquer proprietária da sua classe?

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por CrLf em 24-02-04 3:04 GMT (#136)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Melhor? Melhor em funcionalidade? Melhor em estabilidade? Depende da tua definição de melhor. Depende também da tua definição de livre e da tua definição de aplicações.
    Por outro lado acabaste de nomear as aplicações que maior peso têm no dia-a-dia de quem usa computadores, o browser e a suite de Office. Noutras áreas tens aplicações que fazem bem o seu trabalho, tão bem ou melhor que equivalentes proprietárias como o CinéPaint, o POV-Ray, o Eclipse, o Blender, o Octave, o Evolution... (e isto, claro, esquecendo software servidor como o Apache, o Tomcat, o PostgreSQL, o Sendmail, o Postfix, o SpamAssassin...)

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por henrique em 24-02-04 3:33 GMT (#141)
    (Utilizador Info)
    Noutras áreas tens aplicações que fazem bem o seu trabalho, tão bem ou melhor que equivalentes proprietárias como o CinéPaint, o POV-Ray, o Eclipse, o Blender, o Octave, o Evolution... (e isto, claro, esquecendo software servidor como o Apache, o Tomcat, o PostgreSQL, o Sendmail, o Postfix, o SpamAssassin...)

    Algumas dessas aplicações têm pontos fortes que as podem tornar preferíveis em determinadas situações, mas não podes considerar nenhuma delas como superior aos equivalentes proprietários. O Zeus é melhor do que o Apache, o Oracle é melhor do que o Postgresql, nem o Sendmail nem o Postfix são globalmente melhores do que o Sun Messaging Server, o Matlab é melhor do que o Octave, o Evolution é uma cópia do Outlook (faltando-lhe algumas features), o CinéPaint não é melhor do que o Adobe AfterEffects, o Maya é melhor do que o Blender, etc.

    Por melhor entendo: mais funcionalidades, mais facilidade de utilização, mais capacidade, menos bugs.

    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por Huxley em 24-02-04 4:18 GMT (#144)
    (Utilizador Info)
    O Matlab também existe para Linux... e ainda há o Maxima para além do Octave.

    Eu prefiro de longe o Evolution ao Outlook.

    E parece-me que todas as aplicações referidas são excelentes e boas o suficiente para a grande maioria dos utilizadores.
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por henrique em 24-02-04 15:54 GMT (#160)
    (Utilizador Info)
    O Matlab também existe para Linux...

    Não é a disponibilidade ou não para Linux que está em discussão. É que o Cyclops é contra o software proprietário para Linux...

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por CrLf em 24-02-04 16:17 GMT (#163)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Mas eu não sou. Prefiro software livre sempre que possível mas aceito com naturalidade o software proprietário em algumas áreas e desde que não seja anti-social e se baseie em standards e protocolos abertos. No entanto continuo a achar que a afirmar que só o OpenOffice e o Mozilla alcançam a paridade com o software proprietário é puro FUD.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 18:26 GMT (#177)
    (Utilizador Info)
    É que o Cyclops é contra o software proprietário para Linux...
    Essa interpretação é completamente falaciosa e uma distorção da verdade.

    O software não-livre é uma chaga social que deve ser corrigida, quanto mais não seja pela sua sistemática irrelevância. É extremamente raro o software não-livre que não possa ser substituído por Software Livre, e não, não são os casos caseiros ou de desktop que têm problemas mas sim casos muito específicos de software, tudo o resto, por exemplo o qcad não ter 3D, não havia há dez anos atrás (mais ou menos) no software não-livre.

    O que me interessa é liberdade para todos.
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por coder em 25-02-04 0:33 GMT (#201)
    (Utilizador Info)
    desculpa lá, mas começas por dizer que a interpretação do henrique é "falaciosa e uma distorção da verdade" e no parágrafo seguinte só mostras que o henrique tinha razão. pareces ser mesmo contra o software proprietário (mesmo para Linux).
    só gostava de saber se te recusas a visitar sites que precisem de plugin Flash para serem navegados...
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por Cyclops em 25-02-04 1:31 GMT (#203)
    (Utilizador Info)
    Há quem veja os copos meio cheios ou meio vazios. A mim interessa-me mais que todos os utilizadores de software tenham no mínimo as 4 liberdades fundamentais.

    Quanto a flash, se funcionar num player livre (que há, mas não são grande coisa por diversos motivos dos quais patentes de software são um deles) ainda se consegue ver, mas tecnicamente considero uma abominação a tecnologia flash em websites (não é standard, é um inferno de acessibilidade, etc...).
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por Init em 25-02-04 14:40 GMT (#245)
    (Utilizador Info)

    Não uso plug-in de flash da macromedia e por ser um standard proprietário, nem uso qualquer outro plug-in, porque gosto de evitar processamento desnecessário do lado do cliente e porque não confio na maior parte dos web-developers.

    SWF É UM CANCRO, não por ser bom ou mau tecnologicamente (isso para mim é completamente irrelevante neste caso), mas porque é um standard proprietário que nem sequer é totalmente aberto.

    Como qualquer outro standard proprietário a sua utilização deveria ser limitada por lei, para não causar disciminação.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por schneider em 25-02-04 4:59 GMT (#218)
    (Utilizador Info)
    O software não-livre é uma chaga social que deve ser corrigida...

    O que me interessa é liberdade para todos.


    E a minha liberdade de usar software proprietário se assim desejar, como fica?

    Por um lado, defende a liberdade para todos, mas por outro afirma que a liberdade deve ser o seu tipo de liberdade?
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por Cyclops em 25-02-04 6:58 GMT (#230)
    (Utilizador Info)
    E a minha liberdade de usar software proprietário se assim desejar, como fica?
    Tal e qual como agora está, ningué te está a encostar uma arma à nuca!

    Por um lado, defende a liberdade para todos, mas por outro afirma que a liberdade deve ser o seu tipo de liberdade?
    O que eu defendo é que tenhas no mínimo a liberdade de:
    0. correr o programa para qualquer propósito
    1. estudar o programa e adaptá-lo às necessidades
    2. distribuir cópias
    3. publicar versões melhoradas

    Que são coisas que as licenças de software proprietárias RESTRINGEM para além do devido no direito de autor.

    Por outro lado, ao optares por software não-livre estás a dar um mau exemplo, e nalguns casos activamente a incitar ao uso de software não-livre para lidar contigo (por exemplo, software cuja interoperabilidade dependa fortemente de formatos fechados).
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por 4Gr em 25-02-04 13:11 GMT (#242)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Caro amigo, a nossa liberdade tem limites e são justamente quando começam os limites dos outros.

    E é justamente aí em que o software proprietário falha: é que regra geral, ele abusa dos limites dos outros em, por exemplo, estipular formatos fechados e restritos para efeitos de 'exchanging', donde se enumeram o MS Office, entre muitos, muitos outros.

    Quanto às liberdades do Software Livre e às restrições da licença GNU/GPL, obviamente que têm de existir com o intuíto de prepetuar o movimento. Se fosse tudo LIVRE, no sentido literal da palavra, GNU/GPL já não existia há muito tempo! Felizmente que não é totalmente livre.. o ser humano só sabe lidar com parcial liberdade, caso contrário, é anarquia.


    Dominus vobiscum

    "I may have invented control-alt-delete, but Bill Gates made it really famous", David Bradley, IBM Engineer
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por Init em 25-02-04 14:42 GMT (#246)
    (Utilizador Info)
    Só deves ter liberdade de utilizar software proprietário se essa liberdade não prejudicar a liberdade dos outros de escolherem software (seja livre ou proprietário).


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 12:21 GMT (#152)
    (Utilizador Info)
    Ena comparações técnicas...
    1. O Zeus é melhor do que o Apache
    Fantástico, ora então porquê, dado que és a 1a pessoa que alguma vez vi dizer isso

    2. o Oracle é melhor do que o Postgresql Nalgumas coisas sim, para mais de 90% das utilizações de bases de dados, o Oracle é de certeza overkill, e a balança inverte-se favoravelmente para o PostgreSQL...

    3. nem o Sendmail nem o Postfix são globalmente melhores do que o Sun Messaging Server Também comparas alhos com bogalho. É como se disseses que um Ferrari é muito melhor do que um motor. É como se dissesses que uma mesa é muito melhor que as pernas de uma mesa.

    O sendmail e o postfix são melhores MTAs que o MTA do Sun Messaging Server.

    Gostava de ver uma comparação séria com o Postfix+Courier+OpenLDAP+whatnot.

    4. o Matlab é melhor do que o Octave,
    Ever heard of Maxima? Thought not.

    5. o Evolution é uma cópia do Outlook
    Começou por ter essa orientação, mas decidiram dar-lhe outro seguimento (investir no HIG). O Outlook é um péssimo cliente de email. É pior que horrível. E sim, realmente faltam-lhe algumas features

    6. o CinéPaint não é melhor do que o Adobe AfterEffects
    Por isso é que alguns dos core developers são pagos por companhias de efeitos especiais para o desenvolverem...

    7 o Maya é melhor do que o Blender
    Umas pesquisas rápidas não me diriam isso, dada a quantidade de gente satisfeita...
    Por melhor entendo: mais funcionalidades, mais facilidade de utilização, mais capacidade, menos bugs.
    Muahahahahhahahaha então naquela do Outlook... Muahahahahahha
    Re:Estratégia errada (Pontos:2, Informativo)
    por henrique em 24-02-04 16:22 GMT (#164)
    (Utilizador Info)
    1. O Zeus é melhor do que o Apache
    Fantástico, ora então porquê, dado que és a 1a pessoa que alguma vez vi dizer isso

    Em performance, e em capacidade. Podes retorquir que é biased, mas vê isto e principalmente isto. O Leitão, que já trabalhou na Zeus, poderá acrescentar algo mais.

    2. o Oracle é melhor do que o Postgresql Nalgumas coisas sim, para mais de 90% das utilizações de bases de dados, o Oracle é de certeza overkill, e a balança inverte-se favoravelmente para o PostgreSQL...

    Que calibre de argumentação...

    O sendmail e o postfix são melhores MTAs que o MTA do Sun Messaging Server.

    Isso é fundamentado, ou é crença religiosa? No caso do Sendmail, acho que é mesmo crença religiosa...

    4. o Matlab é melhor do que o Octave, Ever heard of Maxima? Thought not.

    Agora é que comparas alhos com bugalhos...
    Facto 1: Matlab é melhor do que Octave.
    Facto 2: o Maxima tem problemas conhecidos a nível de cálculo matricial, e está aquém da referência na área, o Mathematica (mais uma vez, software proprietário!).

    O Outlook é um péssimo cliente de email. É pior que horrível.

    Concordo. Mas a nível de groupware, o Evolution ainda não está bem lá.
    Seja como for, o meu cliente de Email preferido é o Mozilla Thunderbird.

    6. o CinéPaint não é melhor do que o Adobe AfterEffects
    Por isso é que alguns dos core developers são pagos por companhias de efeitos especiais para o desenvolverem...

    Porque corre em Linux. Não porque seja necessariamente melhor. Os estúdios até chegam a fazer isto para usar Linux.

    7 o Maya é melhor do que o Blender
    Umas pesquisas rápidas não me diriam isso, dada a quantidade de gente satisfeita...

    Deixa-me rir.

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por leitao em 24-02-04 17:59 GMT (#174)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Em performance, e em capacidade. Podes retorquir que é biased, mas vê isto e principalmente isto. O Leitão, que já trabalhou na Zeus, poderá acrescentar algo mais.

    O gajo acima nao faz ideia do que fala -- claro que o Zeus mata o Apache em qualquer situacao, basta ver o SPECWeb (que e' Zeus, Zeus e mais Zeus). Ja' para nao falar que e' de muito mais simples implementacao/administracao, e suporta ambientes de virtual-hosting muito, muito grandes (foi desenhado para isso).

    Assim para teres uma ideia, em 2000 conseguimos por um servidor HP (um Vx qualquer) a encher 4Gbits/s (uma carta ethernet com 4 portos agregados) a servir 10,000 (!) dominios virtuais sobre HTTP/1.1.

    Faz isso no Apache.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 18:43 GMT (#179)
    (Utilizador Info)
    nc -v slashdot.org 80 slashdot.org [66.35.250.150] 80 (http) open
    HEAD / HTTP/1.0

    HTTP/1.1 301 Moved Permanently
    Date: Tue, 24 Feb 2004 18:42:05 GMT
    Server: Apache/1.3.29 (Unix) mod_gzip/1.3.26.1a mod_perl/1.29
    Location: http://slashdot.org/
    Connection: close
    Content-Type: text/html; charset=iso-8859-1

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por leitao em 24-02-04 19:30 GMT (#186)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    So' te afundas pa' -- estas a sugerir que o Slashdot a correr Apache fa-lo *num* servidor e gera 4Gbits/s ? Carago, o Slashdot tem mais largura de banda do que a PSINet sobre o Atlantico!

    Aprende-se coisas novas todos os dias...


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 21:17 GMT (#194)
    (Utilizador Info)
    O que sei é que a /. aguenta com o que a maioria dos sites listados na frontpage não aguenta.
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por leitao em 25-02-04 0:25 GMT (#200)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Nao digas asneiras pa' -- primeiro, o Slashdot e' *um* website (ate' um servidor web escrito em Perl leva com a carga do Slashdot), e segundo nem e' muito movimentado.

    Duvido (mas duvido mesmo) que o Slashdot esteja no top 100 dos websites mais movimentados (esses estao reservados a eBay's e afins), e alem disso a carga ve-se num servidor que serve muitos dominios virtuais (assim como os servidores da Blueyonder que fazem o hosting da Gamespot no UK) -- nao e' num servidorzeco de merda da Slashdot.

    E' que carga comeca pra la' dos 10000 hits/segundo -- nao antes, e ai o Apache (pelo menos o 1.3 -- o 2.0 ja' pia melhor) ate' se caga.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por nbk em 25-02-04 5:16 GMT (#219)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    "E' que carga comeca pra la' dos 10000 hits/segundo -- nao antes, e ai o Apache (pelo menos o 1.3 -- o 2.0 ja' pia melhor) ate' se caga."

    10000 hits/segundo é muita fruta. Em portugal não temos disso.

    @263, Nbk

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por nbk em 25-02-04 5:47 GMT (#228)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    "E' que carga comeca pra la' dos 10000 hits/segundo"

    Conheces algum site que corra numa só máquina e que tenha 10000 hits/segundo de média?

    @283, Nbk

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por leitao em 25-02-04 11:05 GMT (#235)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Conheco -- o search.ebay.com por exemplo. Que foi optimizada por mim pessoalmente no caso de estares interessado em saber.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 18:35 GMT (#178)
    (Utilizador Info)
    1. que links mais independentes...
    2. constatação de factos
    3. *sigh*
    4. alhos com bugalhos? são aplicações de âmbitos semelhantes, e são muito boas... e o software de referência é precisamente o Maxima, antes Macsyma
    5. Evolution tem tudo isso, só que fazes-lo de formas diferentes
    6. não é porque corre em Linux (porque não é uma aplicação em kernel space), mas porque preferem ter uma aplicação que faça o que querem do que uma que eles tenham de adaptar o que querem fazer às suas (caras) capacidades
    7. é o melhor que podes dizer?
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por joaorf em 25-02-04 0:51 GMT (#202)
    (Utilizador Info)
    4. alhos com bugalhos? são aplicações de âmbitos semelhantes, e são muito boas... e o software de referência é precisamente o Maxima, antes Macsyma

    De referência duvido que seja. Pese embora tenha achado o Maxima muito interessante, deparei-me com dificuldades no cálculo do seguinte determinante (mais propriamente na transformação do seguinte determinante num polinómio):

    C:matrix([x, 1 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0.8 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 ],
    [ 1 ,x, 1 , 0 , 0 , 0 , 1 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 ],
    [ 0 , 1 ,x, 1 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 ],
    [ 0 , 0 , 1 ,x, 1 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 ],
    [ 0 , 0 , 0 , 1 ,x, 1 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 ],
    [ 0 , 0 , 0 , 0 , 1 ,x, 1 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 ],
    [ 0 , 1 , 0 , 0 , 0 , 1 ,x, 1 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 ],
    [ 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 1 ,x, 1 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 1 ],
    [ 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 1 ,x, 1 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 ],
    [ 0.8 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 1 ,x, 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 ],
    [ 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 ,x, 1 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0.8 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 ],
    [ 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 1 ,x, 1 , 0 , 0 , 0 , 1 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 ],
    [ 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 1 ,x, 1 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 ],
    [ 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 1 ,x, 1 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 ],
    [ 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 1 ,x, 1 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 ],
    [ 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 1 ,x, 1 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 ],
    [ 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 1 , 0 , 0 , 0 , 1 ,x, 1 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 ],
    [ 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 1 ,x, 1 , 0 , 1 , 0 , 0 , 0 , 0 ],
    [ 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 1 ,x, 1 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 ],
    [ 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0.8 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 1 ,x, 0 , 0 , 0 , 0 , 0 ],
    [ 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 1 , 0 , 0 ,x, 1 , 0 , 0 , 0 ],
    [ 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 1 ,x, 1 , 0 , 0 ],
    [ 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 1 ,x, 1 , 0 ],
    [ 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 1 ,x, 1 ],
    [ 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 1 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 0 , 1 ,x]
    ) ;

    determinant(%);

    Ao fim de 90 minutos, ainda não tinha terminado o cálculo... Não esperei para ver se ele conseguia terminar.
    O Mathematica e o MuPAD realizam esse cálculo em segundos num Pentium II.

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por Cyclops em 25-02-04 2:03 GMT (#207)
    (Utilizador Info)
    Não sei se o Octave faz calculo simbólico ou só numerico, mas convertendo a matrix com base em x para uma function f(x) det(...) endfunction o cálculo é instantâneo. Claro que cálculo simbólico é muito mais complexo e há sempre espaço para melhorias (que pelo menos no Maxima te dão a liberdade de ajudar).
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por schneider em 25-02-04 5:44 GMT (#227)
    (Utilizador Info)
    E antes que alguém venha com a clássica frase "O Apache é o o melhor servidor web, pois é o mais utilizado na internet" e invariavelmente aponte para a página da netcraft, sugiro que vejam esta enquete com as fortune 1000 para verificação de seus servidores web.

    Como pode-se constatar, o apache conta com menos de 20%. E adivinhem quem ganha? Sim, esta mesmo que vocês pensaram!
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por Huxley em 25-02-04 6:21 GMT (#229)
    (Utilizador Info)
    Humm...
    A IBM não está na lista?
    Estranho...
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por schneider em 25-02-04 17:28 GMT (#253)
    (Utilizador Info)
    Meu caro, vou ter dar o mapa da mina.

    Vai na listagem das empresas, clica no intervalo "h-k". Procuras por "International Business Machines". Sim, é isso que significa IBM.

    De antemão, digo-te que ela está rodando apache 1.3.26.
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por Cyclops em 25-02-04 7:06 GMT (#232)
    (Utilizador Info)
    Enquanto que os estudos da Netcraft são claros e objectivos (o que está a correr no porto 80/443) esse estudo que apontas interpreta dados favoravelmente à Microsoft.

    Existem alguns motivos muito fortes para meteres um Apache à frente, como por exemplo apenas permitir que um número limitado de URLs chegue ao servidor "real" por detrás.

    Seja como for, qual é a representatividade da Fortune 1000, que simplesmente são empresas que gostam de ter alguém em quem deitar as culpas, em vez de se responsabilizarem por ter algo bem feito?
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por 4Gr em 25-02-04 13:08 GMT (#241)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Mas para quê basear-me em benchmarks de origem duvidosa?

    Eu já usei IIS e já usei Apache e as diferenças entre um e outro são abismais. Só volta para IIS quem só o usou para abrir uma página html.

    Err, wait.. nem para abrir uma página HTML o IIS serve, é demasiado lento.

    P.S. - Exclúo preentoriamente do que disse o IIS > 6, que nunca o usei nem experimentei (conscientemente.. sabe-se lá os sites que ando a visitar!).


    Dominus vobiscum

    "I may have invented control-alt-delete, but Bill Gates made it really famous", David Bradley, IBM Engineer
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por schneider em 25-02-04 17:07 GMT (#252)
    (Utilizador Info)
    Eu já usei IIS e já usei Apache e as diferenças entre um e outro são abismais

    Claro que são abismais. Afinal, as fortune 1000 preferem IIS por algum motivo.
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por 4Gr em 25-02-04 19:18 GMT (#254)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Nesse caso, estamos a falar de motivos diferentes, para além do facto de que essa sondagem é muito estranha. Se vires bem, a sondagem do netcraft é totalmente oposta a essa.

    A fortune é uma empresa com fins lucrativos, a netcraft não.. hmm, afinal, quem estará a ser parcial :-) ?

    As diferenças são abismais e pesam muito favoravelmente para o lado do Apache.


    Dominus vobiscum

    "I may have invented control-alt-delete, but Bill Gates made it really famous", David Bradley, IBM Engineer
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por schneider em 25-02-04 20:15 GMT (#255)
    (Utilizador Info)
    A fortune é uma empresa com fins lucrativos, a netcraft não...

    Hum, então por que eles cobram U$ 1800 por uma enquete sobre servidores com SSL? E por que tem um link lá chamado "Netcraft Services"?

    Nesse caso, estamos a falar de motivos diferentes, para além do facto de que essa sondagem é muito estranha...

    Claro que essa sondagem vai ser estranha aos seus olhos! Afinal, um "linux taliban" não acredita em nada, mesmo que seus olhos vejam e a razão explica, que seja desfavorável ao linux!

    BTW, tem mais uma pesquisa aqui, dessa vez com os 1000 com maior tráfego. Adivinhe quem ganhou mais uma vez?
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por 4Gr em 25-02-04 20:52 GMT (#256)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/freefeup
    Afinal, um "linux taliban" não acredita em nada

    There is no such thing as Linux Taliban, mas pelo contrário existem indivíduos que dão o seu cú à Microsoft.

    Esclarecido em relação ao Linux Taliban, as minhas posições são, para além de tecnológicas, sociais e culturais. Uso GNU/Linux (e FreeBSD) porque é Software Livre. Quando o Windows for Software Livre, aí talvez o use ou recomende. Até lá, cingo-me a isto.

    Também não sou nada dogmático e gosto de colocar tudo em questão. Aliás, é graças a indivíduos como o senhor, que tendencialmente mandam postas de pescada, que dá mais ânimo e vontade aos simpatizantes do Software Livre de lutarem e dignificarem a sua ideologia. É graças a vocês, que milhares e milhares de programadores empreendem a sua sabedoria apoiando este movimento. O meu obrigado!

    Claro que isto que disse não terá impacto! Afinal, "um gajo que dá ao cú à Microsoft" está é a pensar quando recebe o cheque mensal para comprar mais uma embalagem de meio quilo de vaselina.

    Boa sorte, vai doer :-)

    P.S. - Eu nem voltei ao tema Apache vs IIS, porque é uma discussão que não tem discussão. Apache, e ponto final.


    Dominus vobiscum

    "I may have invented control-alt-delete, but Bill Gates made it really famous", David Bradley, IBM Engineer
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por schneider em 25-02-04 22:03 GMT (#257)
    (Utilizador Info)
    Eu nem voltei ao tema Apache vs IIS, porque é uma discussão que não tem discussão. Apache, e ponto final.

    Yes, fundamentalista até os ossos. Contra religíão não se tem argumento, certo?

    Dito isso, estás tão chocado com fatos que não podes pensar em nada inteligente para enriquecer a discussão?
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por McB em 29-02-04 23:51 GMT (#272)
    (Utilizador Info)
    There is no such thing as Linux Taliban, mas pelo contrário existem indivíduos que dão o seu cú à Microsoft.

    Defenderes-te com dogmas não te leva a lado nenhum... bem pelo contrário, só te enterras mais...

    Yours,
    McB!
    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por Init em 25-02-04 14:49 GMT (#247)
    (Utilizador Info)
    «Em performance, e em capacidade. Podes retorquir que é biased, mas vê isto e principalmente isto. O Leitão, que já trabalhou na Zeus, poderá acrescentar algo mais.» É claro que isso é mais um estudo independente, apresentado por partes desinteressadas? Certo?
    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por CrLf em 24-02-04 16:24 GMT (#165)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Gostava de ver uma comparação séria com o Postfix+Courier+OpenLDAP+whatnot.

    Agora vou dar uma de advogado do diabo e afirmar que aqui reside um problema importante. Muitas destas peças estão neste momento muito à frente das suas equivalentes proprietárias mas estas últimas transmitem uma ideia de superioridade dada a sua melhor integração. Nesta área faz falta "alguém" que defina uma plataforma que integre estes componentes e trabalhe para os integrar melhor. Por exemplo, um Postfix+Cyrus+MySQL+Mailman+SpamAssassin é muito poderoso mas não é trivial de montar pois a integração dos componentes nem sempre está bem documentada.
    O que eu quero dizer é que nesta área temos os melhores tijolos e o melhor cimento, só falta alguém que os cole e os venda como a melhor casa.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por leitao em 24-02-04 18:02 GMT (#175)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    1. O Zeus é melhor do que o Apache Fantástico, ora então porquê, dado que és a 1a pessoa que alguma vez vi dizer isso

    Porque nao conheces as pessoas certas e es burro.

    Le o meu comentario abaixo.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por mpinho em 24-02-04 12:53 GMT (#154)
    (Utilizador Info)
    O Outlook realmente é melhor... Ele tem umas features que não existem no evolution, como ser o alvo de 99,99% dos vírus do mundo e executar anexos automaticamente (isso foi retirado recentemente mas muita gente nunca atualiza o se Outloco).

    O Zeus pode ser até melhor do que o Apache, mas este já é o suficiente para mais de 50% das pessoas, já que é o líder. O fato de ser baseado em padrões faz com que ele coloque o IIS no chinelo.

    O Matlab também roda no linux e muito melhor do que no linux (uso na faculdade), mas o problema dele não é ser melhor mas que a comunidade científica baseia tudo em cima dele, tal como as pessoas elegeram o MS Office como um padrão. Isso é MUITO ruim pois o Matlab é caríssimo e para a maioria dos problemas um Octave ou um Scilab (esse é bem mais completo) serviriam plenamente.

    O Sendmail, Qmail e o Postifix fazem tudo o que se esperaria de um MTA. Todas as features adicionais dos produtos comerciais são pura frescura para justificar a cobrança do produto.

    Na área gráfica realmente os programas livres estão atrás mas estes não importam muito pois só são necessários em estúdios gráficos e, para eles, gastar num produto desses significaria um investimento e não uma despesa, já que vão ganhar dinheiro usando o produto. Mas não dou muitos anos até os programas gráficos livres melhorarem muito e ficarem equivalentes a esses programas.
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 25-02-04 2:09 GMT (#208)
    (Utilizador Info)
    Sim, o sendmail faz buracos nos servidores que o usam :)

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por CrLf em 24-02-04 16:14 GMT (#162)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Apesar de já teres tido algumas respostas eu vou dar o meu contributo também...

    O Zeus é melhor do que o Apache, o Oracle é melhor do que o Postgresql, nem o Sendmail nem o Postfix são globalmente melhores do que o Sun Messaging Server, o Matlab é melhor do que o Octave, o Evolution é uma cópia do Outlook (faltando-lhe algumas features), o CinéPaint não é melhor do que o Adobe AfterEffects, o Maya é melhor do que o Blender, etc.

    Tal como eu havia dito, tudo depende da tua definição de melhor. O Apache é melhor do que o Zeus pois é aberto, amplamente suportado e, se considerarmos os módulos que em redor dele gravitam, deve até ter mais funcionalidade (nunca experimentei o Zeus, pode ser até que tenha alguma funcionalidade que o Apache não suporte mas o inverso também deve ser verdadeiro).

    O Sendmail é o MTA mais amplamente utilizado e mais rico em funcionalidades (ganhou um pouco de má fama mas é mais folclore do que realidade hoje em dia) e o Postfix para lá caminha. Dada a sua qualidade, o facto de serem abertos transforma-os automaticamente nos melhores do seu ramo.

    O Octave é suficiente para a maioria dos casos e overkill para outros, o que são razões que chegam para o nomear melhor face ao custo do Matlab.

    Quanto ao Evolution e o Outlook, ambos têm o mesmo nível de funcionalidade. O Outlook ganha quando integrado com o Exchange, o que não o torna melhor pois à custa da funcionalidade extra vem o vendor lock-in e os protocolos proprietários.

    O CinéPaint joga contra o Photoshop (e não contra o AfterEffects) e realmente nada bate as funcionalidades deste último, mas parece que há por aí quem o ache melhor em alguns aspectos senão não era usado em produções de milhões de dólares.
    Podia ter também referido o GIMP, que para muitas áreas é tão bom quanto o Photoshop e não custa nada (e não é um ninho de bugs, esta ideia de que o opensource é um ninho de bugs é puro FUD).

    O Maya é outro exemplo disto, nada o bate em termos de funcionalidade mas há por aí muitos utilizadores contentes com o Blender e para estes ele é melhor.

    Deixei o Oracle e o PostgreSQL para último, mas aqui está o exemplo mais gritante do que é a definição de melhor. O Oracle é extremamente caro, difícil de configurar (deve haver um demónio qualquer na Oracle a tornar isto difícil de propósito) e claramente overkill na maioria das situações. Por outro lado o PostgreSQL tem as funcionalidades que interessam à maioria dos casos , é mais leve, mais fácil de configurar como deve ser e em certas áreas isto torna-o preferível ao Oracle. Noutras áreas é o MySQL que é a opção melhor. E não nos esqueçamos também do Firebird e do (ex-)SAPDB.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por henrique em 24-02-04 16:46 GMT (#167)
    (Utilizador Info)
    Tal como eu havia dito, tudo depende da tua definição de melhor. O Apache é melhor do que o Zeus pois é aberto, amplamente suportado e, se considerarmos os módulos que em redor dele gravitam, deve até ter mais funcionalidade (nunca experimentei o Zeus, pode ser até que tenha alguma funcionalidade que o Apache não suporte mas o inverso também deve ser verdadeiro).

    Tal como disse antes, o Zeus é melhor porque tem melhor performance e porque tem mais funcionalidades. Esta página é esclarecedora. Lá porque o Apache é mais popular, isso não significa que é necessariamente melhor. É popular porque é de borla. Nada mais.

    Sendmail é o MTA mais amplamente utilizado e mais rico em funcionalidades (ganhou um pouco de má fama mas é mais folclore do que realidade hoje em dia) e o Postfix para lá caminha. Dada a sua qualidade, o facto de serem abertos transforma-os automaticamente nos melhores do seu ramo.

    Posso parecer o Gamito agora, mas o Sendmail é um monte de esterco. Os defensores do software livre até deviam ter vergonha de o mencionar.
    O Postfix é melhor. Mas enquanto demoras três dias (se fores experiente!) a configurar um sistema completo com Postfix + servidor POP/IMAP + webmail + antispam + gestor de contas, com o software da Sun fazes isso tudo em algumas horas. E é isto que os defensores do software livre não entendem: o custo de 3 dias para uma empresa americana, supera o preço do Messaging Server. Por custos, entende-se os encargos salariais com o administrador de sistemas, o que a empresa perde por o administrador de sistemas estar dedicado a esta tarefa e não a outra, e o que os outros trabalhadores perdem por o serviço não estar em uso.

    O Octave é suficiente para a maioria dos casos e overkill para outros, o que são razões que chegam para o nomear melhor face ao custo do Matlab.

    Se formos a falar em custo de aquisição, o software livre ganha sempre. Estamos a falar em qualidade. E o Octave não é melhor do que o Matlab, ponto.

    O Oracle é extremamente caro, difícil de configurar (deve haver um demónio qualquer na Oracle a tornar isto difícil de propósito) e claramente overkill na maioria das situações

    Em muitos casos é overkill. Mas, mais uma vez, o que está em discussão é qual é melhor. E o melhor é Oracle, ponto.

    Aonde eu queria chegar é que, por mais exemplos que se dêem, chegamos à conclusão que o software proprietário é melhor em mais de 90% dos casos. O que podes dizer, e que eu concordo, é: para este ou aquele caso o software livre serve perfeitamente. Mas isso é diferente de dizer que é "igual" ou "melhor".

    P.S. Já me ia a esquecer de outra: os compiladores proprietários são melhores!

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por CrLf em 24-02-04 17:32 GMT (#170)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Tal como disse antes, o Zeus é melhor porque tem melhor performance e porque tem mais funcionalidades. Esta página é esclarecedora.

    Oh sim, uma página da Zeus, onde muitos dos X no lado do Apache lá estão porque a funcionalidade é disponibilizada por ferramentas externas (e nem sequer estou a falar do que eles consideram como third-party) como o Webmin, webalizer, etc.

    P.S. Já me ia a esquecer de outra: os compiladores proprietários são melhores!

    Mais uma vez depende do que queres dizer por melhor. O Intel C++ é melhor do que o GCC em algumas áreas, mas noutras o GCC é melhor, além de que é mais portável. No Alpha o Compaq C é melhor quase sempre, mas tem algumas incompatibilidades com o GCC o que o torna pior noutros, além de que foi descontinuado, o que é sempre um problema para o software proprietário.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por leitao em 25-02-04 1:34 GMT (#204)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Oh sim, uma página da Zeus, onde muitos dos X no lado do Apache lá estão porque a funcionalidade é disponibilizada por ferramentas externas (e nem sequer estou a falar do que eles consideram como third-party) como o Webmin, webalizer, etc.

    Meu caro, eu escrevi uma boa percentagem do servidor web da Zeus (incluindo os interfaces NSAPI, ISAPI, FastCGI e a maioria dos ports para diversos OS'es entre outras coisas) -- asseguro-te que a unica funcionalidade que a Zeus nao suporta que o Apache sim e' correr modulos do Apache (mod_*). Mesmo isso considerou fazer-se, mas acabou por nao acontecer porque nenhum cliente pediu isso (tudo o que esta' nos modulos distribuidos normalmente ja' vem built-in no Zeus).

    De Zeus/Apache percebo eu que passei anos a escrever implementacoes de HTTP/1.1. Nao fales tu do que nao sabes -- o Apache conceptualmente e' uma pessima implementacao de HTTP, safou-se por ser 'a borliu.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por Cyclops em 25-02-04 2:12 GMT (#209)
    (Utilizador Info)
    o Apache conceptualmente e' uma pessima implementacao de HTTP
    Quê, em compliance? /me perde-se de riso...
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por leitao em 25-02-04 11:07 GMT (#236)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Quem e' que falou em compliance o' lerdo ?

    So' porque um software e' compliant a um protocolo isso quer dizer que e' uma boa implementacao ?


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 26-02-04 1:36 GMT (#264)
    (Utilizador Info)
    e sendo proprietário, lá se vai a segurança.
    next!
    --- Trolls, nem respondam porque não vos ouço.

    Que Bush vos abençoe.
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 25-02-04 2:14 GMT (#210)
    (Utilizador Info)
    Isto é que é porreiro. Um gajo que afirma publicamente que nunca testou o Zeus, critica o Zeus à grande. Clap clap clap ! Esta foi de mestre ! És o MAIOR !

    Tá visto que tudo o que eh Open Source, é bom, apenas porque é open source. Mete-se um tgz com a source e voilá ! Os programadores que trabalham em código fechado, são todos umas bestas e ignorantes, e os do OS é que sao os grandes génios da programação. Geeez... Depois aindam falam de FUD ....

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 20:56 GMT (#191)
    (Utilizador Info)
    O Postfix é melhor. Mas enquanto demoras três dias (se fores experiente!) a configurar um sistema completo com Postfix + servidor POP/IMAP + webmail + antispam + gestor de contas, com o software da Sun fazes isso tudo em algumas horas
    A parte a bold não me deve ter demorado mais de meia hora, de certeza, da primeira vez que a fiz, e fiz logo à partida com utilizadores virtuais e domínios virtuais. Teria demorado menos se utilizasse um backend MySQL ou OpenLDAP (há mais docs sobre essa forma "mais avançada"), que incluem a parte de LDAP, por exemplo. Quanto a webmail, instalar o squirrelmail é trivial, e basta apontar a configuração para os endereços certos.

    Requisitos mínimos para fazer isto em menos de um par de horas: ter sensibilidade "para a coisa" e saber ler inglês.

    Mas concordo que há diversas definições de experiência.
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por Init em 25-02-04 15:02 GMT (#248)
    (Utilizador Info)
    «Se formos a falar em custo de aquisição, o software livre ganha sempre. Estamos a falar em qualidade. E o Octave não é melhor do que o Matlab, ponto.»

    Do ponto de vista exclusivamente tecnico talvês não seja, mas só um gestor estupido é que tem em conta apenas uma das variaveis, num universo delas.


    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por Init em 25-02-04 15:05 GMT (#249)
    (Utilizador Info)
    «P.S. Já me ia a esquecer de outra: os compiladores proprietários são melhores!» Pode have algum que seja, mas dizer que os proprietários são melhores que os livres, é um absurdo. Por exemplo tenho muito má experiencia com os compiladores da m$.
    «They that give up liberty to obtain a little temporary safety, deserve neither liberty nor safety» Benjamim Franklin (1706-1790)
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por jazzy em 26-02-04 14:14 GMT (#268)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    Em muitos casos é overkill. Mas, mais uma vez, o que está em discussão é qual é melhor. E o melhor é Oracle, ponto.
    Queres então dizer que me aconselhas o Oracle para a aplicação que eu fiz em que registo a quem emprestei os meus CDs?

    Pode ser que assim fique claro que "o melhor (tm)" não existe! O que existe é o que melhor cumpre os requisitos em cada situação.


    Jazzy

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 12:03 GMT (#151)
    (Utilizador Info)
    Só que a maioria das pessoas querem software fácil de instalar e que tem as funcionalidades que precisam. Não querem software "ideológico".
    Não. A maioria das pessoas não instala software uma única vez na vida. Usa o que tem no computador e já um pau! Quando é para instalar pedem ao filho ou a alguém que lhes dê assistência.

    Consegues mencionar mais alguma aplicação livre que seja melhor do que qualquer proprietária da sua classe?
    Melhor em que aspecto? Na minha perspectiva qualquer Software Livre é melhor que software não-livre, mesmo que não possas fazer tudo, tão bem, ou simplesmente tenhas de fazer de forma diferente do que as suas contrapartes não-livres.

    Toma lá morangos.
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por henrique em 24-02-04 17:01 GMT (#169)
    (Utilizador Info)
    Não. A maioria das pessoas não instala software uma única vez na vida. Usa o que tem no computador e já um pau! Quando é para instalar pedem ao filho ou a alguém que lhes dê assistência.

    Isso é mito. A minha mulher instala software e drivers no Windows sem me fazer uma única pergunta. E a área dela nem é Informática, é Economia. E como ela, há um monte de pessoas que vão à Fnac comprar uma bugiganga interessante ou um software que está na prateleira, e chegam a casa e instalam-no.

    Melhor em que aspecto? Na minha perspectiva qualquer Software Livre é melhor que software não-livre, mesmo que não possas fazer tudo, tão bem, ou simplesmente tenhas de fazer de forma diferente do que as suas contrapartes não-livres.

    A tua definição de melhor é politico-religiosa.
    Se fizeres uma análise racional e desapaixonada verás que o lugar de melhor de cada categoria é geralmente ocupado por software proprietário. E quando admitires isto como verdade, então poderás passar à segunda fase que é reflectir porque é que isto é assim.

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 21:12 GMT (#192)
    (Utilizador Info)
    Isso é mito. A minha mulher instala software e drivers no Windows sem me fazer uma única pergunta.
    Parabéns, tens uma mulher poweruser de Windows. O GNU/Linux no portátil da minha namorada foi instalado por ela sem lhe dar assistência.

    De qualquer das formas, quem instala software por si próprio num computador é uma verdadeira minoria.

    A tua definição de melhor é politico-religiosa.
    Não há nada de religioso numa opção racional e intencionalmente seguida. Seria uma escolha política na perspectiva em que estaria a ser hipócrita em apregoar uma coisa e fazer outra, contudo há diversos anos que não sito necessidade alguma de qualquer software não-livre.
    Se fizeres uma análise racional e desapaixonada verás que o lugar de melhor de cada categoria é geralmente ocupado por software proprietário.
    Na tua análise racional e desapaixonada incluiste as questões de licenciamento, ou deixaste o estudo pela metade?

    E quando admitires isto como verdade, então poderás passar à segunda fase que é reflectir porque é que isto é assim.
    Pelos vistos a minha análise foi mais aprofundada. Mesmo que possa não ser tão técnicamente bom, é-me inaceitável uma licença de software que não permita quatro liberdades fundamentais: poder correr o programa para qualquer propósito, estudá-lo e modificá-lo conforme necessário e distribuir cópias, melhoradas ou não.

    Interessa-me estar no controlo do software que utilizo, e não ser controlado por terceiros, ou ter terceiros a ditar a forma como o meu negócio deve ser feito.
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por jazzy em 26-02-04 14:18 GMT (#269)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    De qualquer das formas, quem instala software por si próprio num computador é uma verdadeira minoria.
    Deixa lá isso: tenho um familiar que para copiar um documento do Word para uma disquete abre o Word e grava então na disquete. Apesar disso instalou software da CP (horários, acho eu), diciopédia, etc.

    Concerteza que já ouviste falar de autorun...


    Jazzy

    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por coder em 24-02-04 18:13 GMT (#176)
    (Utilizador Info)
    há tecnologia que é melhor ser proprietária.
    se a tecnologia da bomba atómica fosse aberta, há muito que o Saddam, o Bin Laden e outros do género tinham destruído a vida no planeta.
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por CrLf em 24-02-04 19:17 GMT (#183)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    A tecnologia da bomba atómica não é aberta? Estás enganado, o facto dos componentes não serem fáceis de obter e o equipamento final não ser fácil de construir não significa que seja closed-source.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por coder em 25-02-04 0:25 GMT (#199)
    (Utilizador Info)
    está bem, closed-source não é exactamente. é mais, como diria a Microsoft, "shared-source". apenas alguns escolhidos detêm o conhecimento do processo para a fabricar.
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-04 21:15 GMT (#193)
    (Utilizador Info)
    Hms.. para dizeres isto, certamente não estudas física, certo? Há algum tempo que a tecnologia da bomba atómica é bem conhecida, o que há é muito controlo sobre os materiais necessários para as construir... E não é propósito de Bin Laden ou de Saddam (no seu tempo) destrir a vida no planeta, ninguém quer ser o ditador de um cemitério...
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por mpinho em 24-02-04 13:14 GMT (#155)
    (Utilizador Info)
    A maioria das pessoas não sabem e normalmente não precisam saber instalar software facilmente, principalmente em escolas e universidades.

    E quem já enfrentou um vestibular de qualquer faculdade tem QI suficiente para dar um

    apt-get install programa

    ou um

    rpm -ivh programa.i386.rpm

    A percepção de melhor também é relativa pois depende de costumes. O LaTeX é bem melhor do que que o MS Office ou o OO para produzir grandes textos, especialmente científicos, mas muita gente acha "melhor" o MS Office simplesmente pois já está (mal) acostumado. Na realidade só é mais fácil pois já usam há anos uma cópia pirata do MS Office em casa.

    Eu acho tanto o Gnome quanto o KDE ambientes desktop melhores tecnicamente do que o do Windows, mas infelizmente ainda não são tão populares. Os softwares básicos desses ambientes também são muito melhores do que os que acompanham o Windows. Não há como comparar um notepad com o kwrite, gvim ou xemacs.

    O que poso dizer é que a grande maioria dos softwares livres são melhores do que a média de programas proprietários que existem para Windows. O gimp, por exemplo, pode não ser melhor do que o Photoshop mas com certeza é muito melhor do que as dezenas de programinhas shareware que você encontra aos quilos no Tucows e outros sites do gênero. O mesmo acontece com vários outros programas.

    Para o usuário a comparação de "melhor" deveria ser feita com base na relação custo x benefício, mas infelizmente as pessoas estão mal acostumadas a seguir o "efeito boiada" e querer o que a maioria usa, geralmente os programas com mais features e mais caros. Isso somado ao fato da maioria não pagar nada por usar cópias piratas faz com que tenhamos a situação monopolística de hoje e com que os preços desses softwares sejam inflacionados. Para que alguém vai usar um programa gráfico proprietário mais simples e barato se pode usar um Corel Draw sem pagar nada ?

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por CrLf em 24-02-04 19:14 GMT (#182)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    O LaTeX é bem melhor do que que o MS Office ou o OO para produzir grandes textos, especialmente científicos, mas muita gente acha "melhor" o MS Office simplesmente pois já está (mal) acostumado.

    Ter-me esquecido de referir o LaTeX foi uma grande falha minha...
    Quando digo a alguém que uso LaTeX para fazer os relatórios dos trabalhos da faculdade (e outras coisas mais) recebo quase invariávelmente um olhar desconfiado e pouco elogioso. Só que no final os relatórios desses que me mandam os olhares é que ficam com um ar amadoresco e mal amanhado.

    WYSIWYG is highly overrated...

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 25-02-04 2:18 GMT (#212)
    (Utilizador Info)
    É porque certamente nao sabem fazer as coisas. Se fizerem em Latex o mesmo (e latéx é mais porreiro para outras coisas ;)))) ), a probabilidade de sair a mesma m**** é muito elevada, com certeza 1 ou até mais do que um ;)
    Isso prova o quê ? FUD ???

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por CrLf em 25-02-04 2:25 GMT (#214)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Não fales do que não sabes.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por leitao em 25-02-04 13:21 GMT (#243)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Hammm... sim, estou mesmo a ver as pessoas no seu PC em casa que mal sabem programar o video a usar TeX para escrever umas cartas...

    Ya!


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por CrLf em 27-02-04 0:51 GMT (#270)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Onde é que me viste recomendar o LaTeX ao Joe User? Qual foi a parte em que eu falava dos meus colegas é que tu não percebeste? Ah, espera, tu estás apenas a treinar para analista de TI, sorry...

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por CrLf em 24-02-04 2:55 GMT (#134)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    :) A minha observação era mesmo para picar pois eu sou mais pró-open-source do que pró-free-software, tive mesmo para comentar a questão do GNU/Linux mas contive-me.

    Mas agora mais a sério, o mais importante é a interoperabilidade, o seguir standards, mas standards abertos. A partir daí o que vier de software livre é um bónus.

    100% software livre é uma ideia utópica simplesmente porque se por um lado é fácil teres software de massas como o Linux ou o OpenOffice livre, é muito difícil conseguires convencer uma pequena empresa que faz software para meia-dúzia a assentar o seu negócio sobre os serviços. Logo o software proprietário vai sempre existir, se bem que em cada vez menor quantidade. É importante saber defender o software livre mas também saber admitir que o software proprietário tem o seu lugar e não deve ser discriminado automáticamente só porque é proprietário. Proprietário nem sempre significa vendor lock-in (eu não me sinto preso ao fabricante do software do meu telemóvel).

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 25-02-04 2:20 GMT (#213)
    (Utilizador Info)
    É importante saber defender o software livre mas também saber admitir que o software proprietário tem o seu lugar e não deve ser discriminado automáticamente só porque é proprietário.

    Tiveste um momento de inteligência ou pediste a alguém para escrever isto por ti ? É que todos os teus comentários, desde que seja closed source = lixo, portanto esta frase tenho QUASE a certeza que não foi escrito por ti (ou entao andaste a fumar cocó no carnaval e foi uma distracção tua !)

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!

    Re:Estratégia errada (Pontos:2)
    por CrLf em 25-02-04 2:26 GMT (#215)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Só mesmo um burro como tu para não perceber o que eu disse...

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por tonidosimpostos em 26-02-04 1:46 GMT (#266)
    (Utilizador Info)
    Um burro que diz que o Apache é melhor que o Zeus só porque é open source, nao há duvida que tem muito estofo para criticar outro "burro"... Continua que estás no caminho certo...

    Mister ToniDosImpostos
    "O software é como as mulheres, se não sabes, não MEXAS !"
    (c) ME, 2004!
    Re:Estratégia errada (Pontos:1)
    por secameca em 24-02-04 3:29 GMT (#140)
    (Utilizador Info)
    A estratégia parece-me boa. Mas aconselho-te a usares standards Web o mais possível, e afastares-te de coisas como o Delphi ou o Kylix, a não ser que te permita ganhar uma vantagem substancial a curto prazo (i.e. fazer o port de uma aplicação previamente existente de Delphi em Windows para Linux).
    Fábula & M$ Academic licenses (Pontos:2)
    por mpinho em 24-02-04 19:28 GMT (#185)
    (Utilizador Info)
    Estou postando aqui porque o meu post inicial gerou tantas threads que acho melhor abrir outra no topo.

    Conforme alguns demonstraram nos debates, é possível (e mais cômodo) uma universidade fazer um acordo com a M$ para receber licenças acadêmicas e assim tocar uma universidade 100% com Windows, M$ Office e cia. Aqui no Brasil há várias universidades (geralmente particulares) que fazem acordos desse tipo.

    Na minha opinião, embora nem sempre seja possível, deveríamos usar e estimular o uso de softwares livres em ambientes acadêmicos (e em qualquer outro ambiente).

    Para resumir o meus pensamento, suponha uma fábula em que há 2 pessoas pobres:

    Uma mora em um apartamento amplo e luxuoso, porém alugado do único proprietário de imóveis de uma cidade. Como o rapaz é carente e tem 10 filhos para cuidar, o proprietário cobra um módico aluguel mas com contrato renovado anualmente. Ele se acomoda com a situação cômoda e nunca faz força para sequer aprender a construir uma casa própria. Seus filhos, que foram criados nesse ambiente, quando crescerem serão também futuros inquilinos e, portanto, dependentes do único senhorio da cidade. Mas todos sabem que um dia o senhorio pode não renovar o contrato com as mesmas condições e cobrar um alto valor (por ser monopolista), fazendo com que todos sejam despejados.

    O outro pobre constrói uma choupana e mais tarde vai reformando até ter uma casa modesta mas funcional e totalmente própria. Seus filhos, que o ajudaram a construir e aprenderam com o pai, ao crescerem constróem as suas próprias casas e, num esquema de mutirão, ajudam-se mutuamente para construir casas maiores e confortáveis.

    Como se vê é questão de atitude. Usar software livre pode ser penoso incialmente mas seu uso estimula o aprendizado de muitas coisas e o espírito de cooperação, além de eliminar a dependência do único fornecedor.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]