gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Configuração simples de ADSL (PPPoE)
Contribuído por joao em 10-02-04 15:14
do departamento banda-larga
Gnome Tiago Cogumbreiro escreve "gpppoe-conf 0.3 é uma aplicação muito simples para configurar ligações ADSL (PPPoE) e, em especial, modems da Speedtouch. Inclúi dois wizzards para facilitar a criação de contas PPPoE e configurar os modems speedtouch, utilizando o speedtouch-pppoe 1.4.1, que incluí suporte para as drivers de Kernel e userland. Esta aplicação dispõe de duas versões uma gráfica, que usa GTK 2.0 e outra em modo de texto (para servidores). "

YAHT (yet another homebanking thread) | Estágios durante o tempo de Universidade  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Tiago Cogumbreiro
  • gpppoe-conf 0.3
  • speedtouch-pppoe 1.4.1
  • userland
  • GTK 2.0
  • Mais acerca Gnome
  • Também por joao
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    E mais e mais e mais? (Pontos:1)
    por PRE em 10-02-04 16:10 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://psantos.net
    Prometo que da próxima vez que ligar o PC vou experimentar e digo qualquer coisa. Seja como for não sei se será mais prático de usar do que como tenho isto agora. Neste momento basta-me correr o tkpppoe e start e pronto já está, isto em qualquer user, sem ser preciso mudar para root e bla bla.

    Não sei como tens isso, mas podias também criar este nível de indirecção, fazendo o que tens a fazer como root no boot e depois também ser só preciso fazer start.

    Já experimentáste isso? Se usas o método do modeprobe tun; modem_run; pppoe2; adsl-start, então isso não vai funcionar no SuSE9.0, em que tenns de remover o módulo corrente -- isto falando do speedtouch.

    Bem, tou a falar e ainda nem experimentei e se calhar tens isso tudo. Quando experimentar opino. :-)
    _____________________
    Pedro Santos :: psantos.net :: blog

    Re:E mais e mais e mais? (Pontos:2)
    por Gamito em 10-02-04 16:44 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.startuxcode.com/
    "tens de remover o módulo corrente -- isto falando do speedtouch."
    Ibidem para Mandrake e Fedora.

    Mário Gamito
    www.startuxcode.com
    Re:E mais e mais e mais? (Pontos:1)
    por PRE em 10-02-04 18:46 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://psantos.net
    Olha que só precisei de fazer isso no SuSE, no MDK9.2 não tiro o módulo.
    _____________________
    Pedro Santos :: psantos.net :: blog
    Re:E mais e mais e mais? (Pontos:2, Informativo)
    por Huxley em 10-02-04 17:06 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Mais simples e eficiente do que remover o módulo de cada vez que queres fazer modem_run, é editares o ficheiro /etc/hotplug/blacklist e acrescentares speedtch...
    Assim o módulo nunca é carregado e podes mexer à vontadade no hardware com outros drivers :)
    Outra hipotese é compilar o kernel e não incluir o modulo do speedtouch.
    Re:E mais e mais e mais? (Pontos:1)
    por cogumbreiro em 10-02-04 20:40 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://s1x.homelinux.net/
    O gpppoe-conf 0.3, trás o speedtouch-pppoe 1.4.1 que tem suporte para a driver do kernel, o que quer dizer que tem uma maneira automática de perceber se precisas de remover o módulo (caso não tenhas as ferramentas para usar a driver do kernel).
    Tiago Cogumbreiro
    Em mandrake 9.2 e com kernel 2.6 (Pontos:1)
    por macTeK em 10-02-04 19:39 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Bem, hoje resolvi instalar o kernel 2.6 em formato .RPM para Mandrake 9.2. O upgrade correu às mil maravilhas, excepto no que toca ao ADSL...

    Até agora utilizava o teu speedtouch installer, e o interface tap0, com o driver speedtouch-1.2-1mdk.i586.rpm instalados. Acontece que com o novo kernel, o módulo tap0 já não é reconhecido. Até instalei o pacote module-init-tools e outros recomendados, mas nada.

    Em busca de auxílio, decidi visitar a tua página e fiz o download do gpppoe-conf. Já que ao iniciat a ferramenta de configuração, esta tentava abrir sempre o interface nas0, mesmo quando tinha o tap0 seleccionado em Ethernet Devices, tentei mudar a opção para o nas0.

    Desde aí, surge esta mensagem:

    "RFC1483/2684 bridge: Interface "nas0" created sucessfully"

    O pior é o que vem depois:

    "RFC1483/2684 bridge: Communicating over ATM 0.0.35, encapsulation: LLC"
    "RFC1483/2684 bridge: Fatal: failed to connect on socket"
    "RFC1483/2684 bridge: Interface "nas0" could not be created, reason: file already exists"

    Qual será o problema? Será que devo optar pelo nas0 ou pelo tap0?
    Re:Em mandrake 9.2 e com kernel 2.6 (Pontos:1)
    por cogumbreiro em 10-02-04 20:43 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://s1x.homelinux.net/
    Podes experimentar o Speedtouch Suite? É que fiz um patch para o br2684ctl que trata desse problema, de qualquer maneira o speedtouch-pppoe 1.4.1 tem um workaround para esse problema, que, ao que me parecem, é o mesmo que mes estava a acontecer.
    Tiago Cogumbreiro
    Re:Em mandrake 9.2 e com kernel 2.6 (Pontos:1)
    por macTeK em 10-02-04 21:46 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    "Podes experimentar o Speedtouch Suite?"

    Pois foi essa a versão que eu utilizei... Não sei se se trata de um problema, mas acho muito estranho o br2684ctl iniciar-se sempre automativamente, mesmo quando escolho o "tap0" para Ethernet device. Supostamente, o que devia iniciar-se era o pppoe3, não?
    Re:Em mandrake 9.2 e com kernel 2.6 (Pontos:1)
    por cogumbreiro em 10-02-04 22:04 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://s1x.homelinux.net/
    O que está a acontecer é que o sistema, por defeito, procura as drivers que tens (automaticamente), se kiseres, especificamente, usar as drivers userspace terás de editar o ficheiro: /etc/speedtouch-pppoe.conf e adicionar uma linha a dizer "KERNEL=yes"
    Tiago Cogumbreiro
    Re:Em mandrake 9.2 e com kernel 2.6 (Pontos:2, Informativo)
    por simul em 11-02-04 3:37 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Não li bem a cena, pois já tou quase a dormir (nem conheço este novo modo d eoperar), mas aqui na minha máquina (e da maneira como eu faço a coisa), o problema é que quando carregas o modulo tun, não se cria o seguinte link simbólico (fá-lo à pata que a coisa talvez se resolva):

    ln -sf /dev/misc/net/tun /dev/net/tun

    [ ]

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]