gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Novo site de tecnologia Java em Linux
Contribuído por BladeRunner em 24-01-04 20:17
do departamento java-for-us
Java pv escreve "linux.java.net é um site novo para quem desenvolve Java em Linux, lançado pela Sun Microsystems. Tem como objectivo apoiar a colaboração entre quem escolheu utilizar Java em Linux, através de weblogs, "wikis", forums e outras ferramentas. "

Macintosh comemora 20 anos | UnitedLinux moribundo  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • pv
  • linux.java.net
  • Mais acerca Java
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Bom sinal! (Pontos:1)
    por m16e em 25-01-04 2:11 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.m16e.com

    Na prática já se advinhava há algum tempo que o Scott McNealy haveria de 'ver a luz' e admitir o que já há muito se afigurava como óbvio: o Java (embora apenas semi-aberto) está muito mais próximo (e pode criar sinergias muito mais poderosas) do GNU/Linux do que de qualquer sistema proprietário, seja Windows ou Solaris.

    Só pode ser bom que tenha sido dado este sinal intitucional!

    Agora só faltava mudarem a licença para GPL ou similar ;-)


    Agora.... Mono! (Pontos:3, Interessante)
    por PRE em 25-01-04 9:27 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://psantos.net
    Agora é que eles se lembram do Linux. Eu já trabalhei muito em Java e fiquei muito desiludido, com várias coisas. A propaganda do "build once, run anywhere" não é assim tão verdadeira e nunca encontrei um bom ambiente de desenvolvimento no Linux.

    Agora está ai o .NET e o Mono e o nant e o MonoDevelop... uma comunidade assente no Linux, que faz a ponte sem qualquer problema para o windows. Com o MonoDevelop (um port para GTK# do SharpDevelop), possivelmente teremos em Linux um bom ambiente de desenvolvimento, com intellisense e tudo! Têm aqui um shot do MonoDevelop tirado na minha máquina.

    Tenho acompanhado o projecto Mono de perto, e realmente vejo uma grande evolução, e vejo cada vez mais gente de olho nele. Isto lá fora. Cá dentro vejo que já há muita gente a conhecer o Mono, mas muita gente ainda não aposta nele pois ainda não está a 100% - por exemplo, as System.Windows.Forms ainda estão em desenvolvimento.

    Eu acho que a Microsoft ganhou à Sun sobretudo em propaganda. Quando se falava em Java, falava-se em applets, falava-se em internet, faláva-se em telemóveis. Nunca se falou no quão fácil é desenvolver aplicações gráficas stand alone no Java, nunca se falou na relativa facilidade de fazer uma aplicação que corresse em qualquer lado, etc.

    Agora vem a Microsoft com o C# dizer isto tudo... que foi construido para que se possa desenvolver aplicações rápidas e eficientes, etc. E com o Mono, as pessoas começam a ver o .NET como futuramente uma opção viável até fora do windows. Com o MonoDevelop e o nant têm um bom ambiente de trabalho que futuramente poderá correr em qualquer lado. E nota: no canal do #mono (GIMPNet) surgiram rumores de que a própria Microsoft faria implementações do .NET para outras plataformas, embora eu não acredite muito...). Naturalmente isso não tiraria o sentido ao Mono - o Mono é uma implementação Livre do .NET.

    As ASP .NET são também uma excelente tecnologia e o Mono já as suporta quase a 100%, através de um módulo para o Apache, ou com um servidor que eles criaram: XSP. Aconselho a que passem pela página para saberem mais sobre o Mono.

    A Microsoft pegou onde a Sun ficou e em mais outras quantas coisas e, realmente, fez um óptimo trabalho com o.NET. Eu era muito crítico em relação ao .NET, pensava que não iria substituir o Java, até que dei o .NET e neste momento prefiro, sem exitação, o .NET ao Java.
    _____________________
    Pedro Santos «psantos.net»
    "Si minor plus est ergo nihil sunt omnia..."

    Re:Agora.... Mono! (Pontos:1)
    por PRE em 25-01-04 9:32 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://psantos.net
    Bolas, ia jurar que tinha revisto todos os links antes de submeter. Aqui está o shot do MonoDevelop.
    _____________________
    Pedro Santos «psantos.net»
    "Si minor plus est ergo nihil sunt omnia..."
    Re:Agora.... Mono! (Pontos:2, Interessante)
    por cgd em 25-01-04 12:37 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://cgd.sdf-eu.org/
    Com o JAVA ouvia-se de facto falar muito em applets (agora já nem tanto), depois em aplicações web, server-side note-se (o que continua) e depois ainda em aplicações para telemóveis e pequenos dispositivos em geral (o que tb continua). De facto todas as outras vertentes têm sido ignoradas quer pela industria (aplicações inhouse, ou comerciais) quer pelo opensource (ir à freshmeat e ver que tipos de projectos são feitos em javA).

    Com o .NET ouve-se falar em aplicações para a web, server-side tb, via ASP .NET e para aplicações locais, as chamadas fat-client. As primeiras substituiem os .ASP antigos e fazem alguma concorrência ao java na vertente web. As segundas substituiem essencialmente a profusão de coisas em VB que andavam por aí.

    Ou seja, essencialmente o .NET da M$ substitui-se à própria M$ e atira-se ao java na franja web server-side, que é bastante significativa.

    De resto o .NET não serve (leia-se não tem aceitação) para cálcula numérico, servidores, I/O, system programming etc... tal como o java já não tinha tido. Um outro sector onde pode fazer concorrÊncia ao java, mas não faz porque não tem aceitação dos players envolvidos, é nos pequenos dispositivos com a compact framework .net.

    Assim, basicamente temos: .NET=web+fat clients, e java=web+small devices. Resta saber para onde vão crescer as plataformas, no sentido de quais áreas que possam vir a usar java ou .net na sua linha principal de desenvolvimento. Uma tendência que já se começa a notar é a área de middleware que está a começar a ser assente em java: alguns produtos comerciais estão já a usar plataformas J2EE como motores de transacções e messaging. Quanto ao .net não me lembro de nenhuma área (excepto as mencionadas acima) onde o .net se esteja a instalar. E por várias razões: a plataforma não é tão rica com a de java no campo entreprise (o que o .net oferece actualmente para transacção et al baseia-se na interacção com o COM+ do windows(!), logo não é feito ao nível da plataforma); apesar dos projectos MONO ou PORTABLE NET (da gnu), o .net está locked-in em windows, dados que os primeiros não implementam nem de perto a totalidade da plataforma, muito menos as interacções que o .NET faz com o windows, o que limita a sua utilização em termos de hardware a x86 ou ia64. O primeiro é little iron, e o segundo ainda está para provar muita coisa (actualmente serve para fazer contas). Por isso, podes contar com o java durante muito tempo.

    PEssoalmente, não gosto particularmente nem de java nem de .net, mas infelizmente tenho que trabalhar profissionalmente com ambas. Do ponto de vista puramente técnico, e esquecendo algumas deficiências da plataforma que é oferecida pelo .net, este parece-me mais lógico que java. Do ponto de vista prático, o java torna-se mais agradável dada a profusão e *facilidade* em termos de integração com outro software, extensões em c, uso em diversos sistemas operativos. I.e. o java tornou-se de facto universal, embora à custa de um runtime (com development) de cerca de 300MB (para se ter uma ideia, gcc+glibc+binutils não chegam a 100MB e se juntarmos a isto uma biblioteca mais completa, como a glib, por exemplo, temos tb um ambiente universal). Do ponto de via de linguagem, o java é bastante verboso o que cansa, mas apanha bastantes erros em compile time. O C#, a linguagem de eleição a usar na plataforma .net, é demasiado tricky, tem muitas coisas que "sujam" a linguagem (e que algumas vão ser já implementadas na versao 1.5 do java j2se -- fight back) como as indicações à plataforma (entre []), directivas via # como em C, box/unbox, propriedades, e outras merdas que dão algum syntax sugar, mas acabam por complicar mais que ajudar, uma vez que aumentam a complexidade da linguagem. Outro problema, e isto já tem mais que ver com as boas ou más práticas que se usam, é que em C# usa-se muito o padrão de construir um objecto, preencher propriedades e usá-lo, enquanto em java se costuma construir o objecto já com todos os dados que precisa para "funcionar". A vertente C# permite uma reutilização mais fácil de objectos, mas é muito mais fácil de os deixar em estados inconsistentes...

    Bom, fico-me por aqui, mas cuidado com essas análises em cima do joelho. Java é java e .net é .net, ambas têm problemas e ambas resolvem problemas, mas como disse em cima, estão as duas para ficar (a não ser que surja uma terceira hiper-boa que varra as duas!) resta é saber o grau de adopção das várias áreas de desenvolvimento em relação a cada uma delas.

    Re:Agora.... Mono! (Pontos:1)
    por henrique em 25-01-04 18:48 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Com que então o MonoDevelop é um ambiente de desenvolvimento melhor do que Borland JBuilder, SunONE Studio, ou o Eclipse?
    Ouve-se cada coisa hoje em dia...
    Re:Agora.... Mono! (Pontos:1)
    por PRE em 25-01-04 19:32 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://psantos.net
    Meu amigo, eu disse algo parecido com isso? Eu não disse que A era melhor que B já para não ferir clubismos. Não interessa o que eu, ou tu, pensamos dessas IDEs, nunca foi objectivo comparar IDEs.
    _____________________
    Pedro Santos «psantos.net»
    "Si minor plus est ergo nihil sunt omnia..."
    Re:Agora.... Mono! (Pontos:1)
    por Huxley em 25-01-04 19:44 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    Não o sei comparar com o MonoDevelop, mas outro IDE bastante bom para desenvolver aplicações Java em Linux é o Together, recentemente comprado pela Borland. Tem uma interface gráfica bastante intuitiva, é bastante completo e é facilmente integrável com outras linguagens de programação.
    Uma das características interessantes é que ele gera automaticamente os diagramas UML à medida que se vai escrevendo o código.
    Só é pena ser bastante exigente em termos de memória...
    Re:Agora.... Mono! (Pontos:1)
    por PRE em 25-01-04 20:05 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://psantos.net
    Por acaso o Together é a minha IDE favorita para trabalhar em Java, tanto em Windows, como em Linux. Pena ser muito pesada, mas o UML compensa e bem! ;)
    _____________________
    Pedro Santos «psantos.net»
    "Si minor plus est ergo nihil sunt omnia..."
    Re:Agora.... Mono! (Pontos:1, Lança-chamas)
    por Branc0 em 26-01-04 14:16 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    Com que então tiramos conclusões da profundidade anal?


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:Agora.... Mono! (Pontos:1)
    por brandon em 25-01-04 23:06 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Porra não percebo, deve haver algum problema com o repositorio subversion do monodevelop, tou a tentar sacar a source e nao consigo, com um strace vejo que ele engalfinha num ficheiro qq do svn um dir-props no dir MonoDevelop/.svn

    Só encontrei um anonymous svn numa mailinglist do monodevelop este:
    svn co svn://207.44.131.184/svn/monodevelop/trunk/MonoDevelop

    Tal como recomenda tou a usar a ultima versao do subversion 0.36

    Acontece isto a mais alguém?

    Alguém me consegue arranjar um tar.gz com a source?

    Abraços.

    a minha .sig já aceita euros:
    just my 0.1€'s.
    Re:Agora.... Mono! (Pontos:1)
    por PRE em 26-01-04 9:44 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://psantos.net
    Pelo que sei (ontem tentei fazer um update), parece que o servidor de SVN está super concorrido. No canal deles houve alguém que disse que demorou 6 horas a sacar o código, tal é a carga no servidor.

    Eu compactei a directoria toda, em princípio deves conseguir correr logo (a menos que ele não encontre alguma coisa). Antes de correres tens de instalar o GtkMozEmbed#. Vai à directoria onde ele está e faz um make install. Também podes sempre recompilar tudo, no README tens tudo explicado. Esta versão já tem umas semanas, como te disse, ainda não consegui fazer o update.

    Não esperes uma IDE a 100%, aquilo tem uns quantos bugs, mas também, ainda só deve ter à volta de 1/2 meses de desenvolvimento, e já dá para fazer umas coisas. O ficheiro pesa 8.3Mg.

    http://orionsbelt.so urceforge.net/downloads/MonoDevelop.tar.gz
    _____________________
    Pedro Santos «psantos.net»
    "Si minor plus est ergo nihil sunt omnia..."

    Re:Agora.... Mono! (Pontos:1)
    por brandon em 28-01-04 11:47 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    Boas

    Pelos visto é verdade, demorou cerca de 10 horas para fazer um 'checkout' do MonoDevelop.

    Finalmente consegui faze-lo mas, aquilo nao bule, pelos vistos fizeram commit's sem verificar que o build era feito, tenho erros com ConvertXml.cs devido a metodos no System.Xml.dll

    Bom entretanto vou 'brincar' um pouco com a versao que tens, que pelos vistos funciona.

    Abraços e thx.

    a minha .sig já aceita euros:
    just my 0.1€'s.
    Java contra .NET? (Pontos:2)
    por fhc em 25-01-04 22:14 GMT (#9)
    (Utilizador Info)

    Talvez não haja neste site um assunto tão controverso quanto java vs .NET. Todos sabemos disto, e temos que viver com isto. Porém, como vou fazer novas aplicações em Linux e Windows, estou inclinado a escolher um destes ambientes.

    Sinceramente, tenho medo de escolher .NET pelos motivos que todos conhecemos. Não creio que a Microstiff esteja disposta a colocar-nos o ouro nas mãos (logo a nós, que nos desconsidera ao nível do Zé dos Telhados). Portanto, que ameaças se colocam sobre a utilização de --NET para fazer a minha aplicação? Os tipos do mono dizem que nenhumas. Deverei acreditar-lhes ou Rede-monde ainda tem alguns coelhos na cartola?

    Quanto a Java, será que o ambiente é assim tão bom? Pelo eclipse, vejo que é bem possível contruir uma aplicação complexa sem grandes chatices no GUI (se usar SWT, o que é a única opção se escolher Java).

    Por fim, qualquer aplicação que faça tem que ter extensibilidade. Tanto Java como .NET vão de encontro a este desirato, com python logo na primeira linha.

    Gostaria de ver este assunto discutido seriamente aqui. Por favor, tentemos não usar de insultos baratos --- que são estupidamente frequentes entre profissionais competentes a opinar o que o parceiro não gosta de ouvir. Como eu já tenho uma boa experiência em Java, as quero um futuro nas aplicações, qual ambiente me convém mais?

    Francisco Colaço


    Re:Java contra .NET? (Pontos:2)
    por [Cliff] em 25-01-04 23:46 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Vou perder a moderação mas que se lixe... desculpem os que foram moderados para cima :)
    Uma coisa tens de ter em mente, se vais fazer aplicações UI, Mono .Net == Gnome. Não sei se isso te vai fazer "comichão" ou nem por isso, mas é um facto :)
    Se é para começar já a fazer UI's, recomendo-te o SWT em vez do GTK# apenas e só porque o SWT está, parece-me, mais avançado...
    Outra coisa que deves ter em mente é que nem o SWT nem o GTK# têm forms designer pelo que podes esperar perder algum tempo a fazer UIs "à lá pate" (se bem que no GTK# podes usar o Glade para desenhar a UI, mas no fim tens de ir ler o ficheiro de dar corpo aos métodos o que acaba por ir dar ao mesmo - alivia mas não resolve o problema).
    Se queres qualquer coisa que tenha um forms designer, Swing is the way to go.

    Isto é a curto prazo. A médio prazo: os tipos do Eclipse lançaram recentemente um Visual Editor que mais dia menos dia permite desenhar UIs de SWT, e o SWT ganha o look&feel nativo da plataforma em que está a correr (Linux-Gnome ou Windows).
    À parte um editor de Forms visual, o Mono tem tudo para vingar... Aqui podes ler uma notícia recente sobre o estado do Mono, mas o melhor está neste comentário onde explicam como é que hás-de configurar o sistema para executares um binário que carregue a VM automágicamente. Isto pode parecer parvoíce, mas para o End-User (aqueles que se pretende que migrem de Windows para Linux) este tipo de mariquisses dá muito jeito.

    Enfim, este comentário é apenas uma chuva de coisas que me vieram à memória... certamente haverão por aí outras (e melhores) opiniões.

    ---
    Conformity is the jailer of freedom and the enemy of growth.
    --John F. Kennedy
    Re:Java contra .NET? (Pontos:2, Informativo)
    por henrique em 26-01-04 0:52 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    Quanto a Java, será que o ambiente é assim tão bom? Pelo eclipse, vejo que é bem possível contruir uma aplicação complexa sem grandes chatices no GUI (se usar SWT, o que é a única opção se escolher Java).

    O SWT seria perfeito se usasse Qt. Talvez lá cheguemos. Por enquanto, já é mais interessante do que Swing.

    Acho piada quando alguns falam do Mono, como se tal projecto tornasse o .Net uma opção viável.
    .NET fora do Windows é uma promessa. Java é uma realidade. Java está maduro, é uma realidade em servidores, em desktops e em embedded. Java está disponível para praticamente todos os sistemas operativos. O código pode não ser sempre 100% portável mas é 99%, e com pequenos ajustes os problemas de portabilidade resolvem-se. Performance, a tão apregoada debilidade do Java é coisa do passado. As mais recentes máquinas virtuais são mesmo muito rápidas. Os mais recentes benchmarks mostram que Java compete com C# quase de igual para igual.

    Portabilidade de .NET? Não me façam rir.

    Re:Java contra .NET? (Pontos:1)
    por PRE em 26-01-04 9:27 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://psantos.net
    Sinceramente não percebo porque tens essa posição tão radical. O Mono não vem substituir o Java! Aliás, o Mono até corre Java, podes correr o Eclipse no Mono por exemplo. Como alguém já disse, o .NET não anula o Java, há espaço para as duas plataformas.

    Sim, o mono ainda é uma promessa, ainda não tá a 100%, mas também eles têm de ter tempo para trabalhar. Por certo o pessoal da Microsoft e do Java não implementaram as plataformas em 3 dias.

    A verdade é que, eu tive aulas de ASP. NET e .NET, e tirando as SWF, tudo o que eu compilei e corri no Linux/Mono, os mesmos executáveis sem tirar nem por correram no Windows. Isto é para ver que eles não tão a 100%, mas estão a ir muito bem.

    Já vi que és do Java, mas também não é preciso seres tão do-contra relativamente ao .NET. :-)
    _____________________
    Pedro Santos «psantos.net»
    "Si minor plus est ergo nihil sunt omnia..."

    Facilidade de utilização em Java = Project Rave (Pontos:1)
    por pv em 26-01-04 18:14 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    Creio que a facilidade de utilização é o que é apontado como a principal vantagem do .Net. Esse é neste momento o foco do trabalho do James Gosling, o inventor do Java. O projeto Rave, agora denominado Sun Java Studio Creator pretende ser isso mesmo, trazer a facilidade de programação visual para o Java. Assenta no projecto open-source netbeans.org, e está já em Early Access em http://wwws.sun.com/software/products/jscreator

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]