gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Licenciamentos Micro$oft
Contribuído por joao em 17-01-04 0:56
do departamento de-hermenêutica
Microsoft djoo escreve "Recentemente tenho andado a tentar analisar as EULA de alguns produtos da Microsoft, para tentar descobrir, se o seu uso é ou não limitado ao uso em ambientes remotos. Ou seja, ao ligar-me remotamente a uma máquina via VNC ou PcAnywhere e abrir o IExplorer ou Microsoft Office, SQL Server etc...... terei eu ( client ) que ter a licença do software que esteja instalado no posto ao qual accedo (server) . Como se pode verificar nesta página ... ao abrir remotamente o Word e ao VISUALIZAR , estou a correr esse programa, apesar do link referir um ambiente de terminais.... ler com atenção : "


A. Microsoft licenses its desktop application products on a per-computer basis. Per-computer licensing means a valid license must be obtained for each "device" that "runs" the product. The product may not be shared or used concurrently by different devices.

Therefore, in a terminal server environment, you must acquire a license for all devices that will be running a Microsoft software application product (for example, Office) from the terminal server.

A. The term device encompasses client hardware devices, computers, workstations, terminals, or other digital electronic or analog devices that enable an end user to run Microsoft software.

"To 'run,' or 'running,' an application means using, accessing, displaying, running, or installing the product, regardless of the medium of access to the product."


Se procurarem na net por algo que explique..... vão ficar na confusão. Cheguei a encontrar um link que refere que o Office XP apenas poderá funcionar em cima de plataforma Microsoft... e que o Windows XP proibe o acesso remoto a aplicações que não sejam Microsoft, deste modo, retirando a legalidade de utilizar aplicações tais como VNC e PcAnywhere.......

Sinceramente ainda não encontrei a EULA do OfficeXP e do WinXP para ler com atenção ...mas .... caso a EULA do WinXP diga isso ... nada garante que a do Win2000 também o diga....

Como podem ver existe muita informação ....ou desinformação... se houver por aí alguem que possa ajudar.... agradeço.

ps: ... está no ar.... quem quiser, que a apanhe.

Maracujá renovado | ...e não só...  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • djoo
  • nesta página
  • Mais acerca Microsoft
  • Também por joao
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    eulas , who reads them (Pontos:3, Interessante)
    por ruben dig em 17-01-04 1:36 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.floppy.com.pt
    tava eu no outro dia a instalar qualquer coisa no meu Mandrake e quando corro o sript no fim logo antes do yes/no dizia qualquer coisa acerca de ter que lavar o carro aos programadores, vou ao topo da mensagem enorme e logo no inicio dizia que era uma piada e para não ficar assustado...
    Se nao me engano era o crossover da codeweavers

    Quanto à questao acho que o excerto que apresentas é muito claro , se usares um ambiente de thin clients por exemplo tens que pagar n licencas e tens sorte que já poupas no hardware ...
    agora se calhar ainda querias por cima pagar só uma licença de Office, não faltava mais nada ...
    A acontecer isso a Microsoft tinha que começar a despedir programadores porque nao gerava receitas suficientes e como consequencia isso punha em causa a qualidade do produto.

    Agora podem dar-me um estalo ...
    Re:eulas , who reads them (Pontos:2, Engraçado)
    por m16e em 17-01-04 3:25 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.m16e.com
    ... e como consequencia isso punha em causa a qualidade do produto.

    A quê?! Toma lá um estalo!


    Qual é a dificuldade? (Pontos:4, Esclarecedor)
    por RaTao em 17-01-04 3:59 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Pergunta:

    "ao ligar-me remotamente a uma máquina via VNC ou PcAnywhere e abrir o IExplorer ou Microsoft Office, SQL Server etc...... terei eu ( client ) que ter a licença do software que esteja instalado no posto ao qual accedo (server)."

    Resposta:

    "Therefore, in a terminal server environment, you must acquire a license for all devices that will be running a Microsoft software application product (for example, Office) from the terminal server."

    ..."To 'run,' or 'running,' an application means using, accessing, displaying, running, or installing the product, regardless of the medium of access to the product."

    I.e. basta "mostrar" (to display) que tens que pagar pelo teu uso. Acho que é bastante explícito, diria mesmo que nem era necessário especificar isto porque faz parte do senso comum. Senão iam aparecer logo chicos espertos a comprar um citrix e um único MS Office para as 200 workstations da rede utilizarem... Aqui acho que não há dúvidas.

    Outra questão é a utilização esporádica. A utilização esporádica é sempre permitida mesmo que as EULAS digam que não. I.e. levar o CD do windows a casa de um amigo, instalar, ver como aquilo funciona e depois apagar. Ninguém te vai processar por isto.
    É a mesma situação de te ligares por VNC a um computador de um amigo para lhe resolver um problema. Ninguém te vai processar por isto (nem podem).

    Claro que se te ligares regularmente a um determinado VNC, deixa de ser utilização esporádica e por isso estás a infringir. Para mim é tudo uma questão de senso comum (alias, bom senso!).

    Afinal o que é que pretendes? Ser chico esperto ou utilizar esporádicamente uma ligação remota?

    Definição de esporádico, para quem ache que quer dizer "todos os dias da semana menos um...":
    esporádico

    do Gr. sporadikós, disperso

    adj., que se produz em diversas regiões;
            diz-se das doenças, não endémicas nem epidémicas, que só atacam isoladamente alguns indivíduos;
            isolado;
            casual.

    IANAL, of course.

    Regards,
    Nuno Silva aka RaTao
    Re:Qual é a dificuldade? (Pontos:1)
    por djoo em 19-01-04 9:46 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Antes de mais, julgo que devo responder á tua questão .

    Q : Afinal o que é que pretendes? Ser chico esperto ou utilizar esporádicamente uma ligação remota?

    Pretendo receber informação com base em documentos reais ou fundamentados ...pelo menos com referênçias a sites ( tal como o da Microsoft, ou outros. )...

    Julgo que o teu comentário não foi de modo algum esclarecedor, tal como atribuido .... mas . julgo que estivesse subjacente ao funcionamento de um portal de discussões ... que estas tivessem alguma qualidade e não quantidade, para receberem uma atribuição "Esclarecedora".

    Mais, parece-me que o único ponto interessante que atiraste, sim ... que atiraste, porque não retiro um principio, meio e fim á tua explicação, senão o facto de demonstrares que conheces, e sabes usar um dicionário.... Julgo que ... SIM ... teria sido esclarecedor, caso apresentasses referências para o ponto do uso "Esporádico", isto porque... o que tento descobrir... é o licenciamento e a legalidade destes enquanto um uso remoto. Visto que ... a utilização esporádica é válida ... ou assim o dizes, o que me impede de sugerir estas soluções a clientes meus, e também utilizá-lo como solução interna. Visto que, caso seja inspeccionado por uma entidade para competências para tal ... posso sempre dizer que apenas usei 2 vezes... ( e esporadico ?? ) ... o que me impede de usar ?? existe algum tipo de contador (ironia) ??? ... sinceramente.... pelas minhas pesquisas.. não encontrei tal situação.

    Mas dai o meu post. .. mas o que pretendia, não era suposições ou senso comum, mas sim, fundamentos para uma resposta. E ai SIM, Esclarecedora.


    Re:Qual é a dificuldade? (Pontos:1)
    por RaTao em 19-01-04 21:03 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    Pretendo receber informação com base em documentos reais ou fundamentados ...pelo menos com referênçias a sites ( tal como o da Microsoft, ou outros. )...

    Tu próprio deste o texto. Eu leio claramente que precisas de ter uma licensa para cada posto, seja ele um computador no sentido tradicional da palavra, ou seja ele um "terminal". Mais uma vez: Onde é que está a dúvida?

    teria sido esclarecedor, caso apresentasses referências para o ponto do uso "Esporádico"

    Em relação ao uso esporádico é como disse: Tem a ver com o bom senso. IANAL, mas nunca ouvi falar que alguém tenha sido condenado por ter emprestado um CD de música a um amigo ou te-lo levado para uma festa na casa da prima. Quem diz música diz outra coisa qualquer.
    Não tenho referências da lei Portuguesa, mas julgo que o conceito seja mais ou menos o mesmo por todo o mundo, por isso podes começar a ler isto:
    http://fairuse.stanford.edu/Copyright_and_Fair_Use_Overview/chapter9/9-a.html
    (não te fiques pela primeira página!)

    .oO(Se procuras uma maneira de legitimar a pirataria estás no sítio errado!)

    Visto que ... a utilização esporádica é válida ... ou assim o dizes, o que me impede de sugerir estas soluções a clientes meus, e também utilizá-lo como solução interna. Visto que, caso seja inspeccionado por uma entidade para competências para tal ... posso sempre dizer que apenas usei 2 vezes...

    OK, já ficou provado que és um chico esperto... Realmente era o que me parecia. Podes dizer que só usaste uma vez, mas se te começarem a tratar por OJ Simpson não estranhes :)

    Em relação às tuas lamentações acerca da moderação... Olha, junta-te aos miudos dali do fundo e espera na fila :>


    Regards,
    Nuno Silva aka RaTao
    Tens boa solução... (Pontos:5, Esclarecedor)
    por [Cliff] em 17-01-04 12:26 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    usa o OpenOffice.org.

    ---
    Conformity is the jailer of freedom and the enemy of growth.
    --John F. Kennedy
    Re:Tens boa solução... (Pontos:2)
    por mpinho em 18-01-04 12:42 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Concordo plenamente. Use o OpenOffice instalado em um servidor linux e use-o por display remoto com o X. Se tiver estações windows que não tenham capacidade de rodar o OpenOffice localmente, use o servidor X que vem no cygwin (www.gygwin.com), que é livre, para acessar o servidor linux e rodar o OO.

    Sinceramente não vejo economia nenhuma em usar o serviço de terminais do Windows 200? server, pois é preciso pagar uma TS-CAL para cada cliente que acessar o servidor (até mesmo linux com rdesktop) e o preço de uma TS-CAL é praticamente o mesmo de uma licença de M$ Windows (pelo menos o dos Windows 9x) e ainda é preciso ter N licenças de todos os programas comerciais que rodarem no servidor. Nesse caso precisaria mesmo de N licenças do M$ Office, o que tornaria a solução inviável economicamente.

    O negócio é se livrar dessa dependência doentida do M$ Office e da M$ e cada vez deixar o uso do windows restrito àqueles casos em que realmente não há alternativas livres.
    Re:Tens boa solução... (Pontos:1)
    por mrmv em 19-01-04 9:58 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    Custo, custo deve ser como em Munique... barato, barato é isto "Munich Linux setback"


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]