gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
e-finanças
Contribuído por Xmal em 06-01-04 12:17
do departamento devia-ser-a-norma
Portugal gass escreve "Já por algumas vezes referi, e/ou coloquei posts no gildot referindo a página das declarações electrónicas , mas a cada dia que passa fico mais surpreendido com o que ali foi conseguido.

Podem dizer que este governo nada fez relativamente ao open source, mas aqui está uma peróla. Talvez o site português com maior trafego e hoje que é dia 4 / janeiro, o site já conta com 1900 novas inscrições desde 1 jan 2004, incrível !!! Nunca falha e esta extremamente bem construido ( não sou especialista, mas agrada tanto o design como a velocidade e as aplicações disponíveis ) . Em comparação com o antigo, moribundo e abandonado, este está definitivamente melhor.

Pode, no entanto, nem tudo ser um mar de rosas e algo estar a correr mal, mas segundo anunciam, o site é visto em 100% tanto em linux como em windows em todas as suas funcionalidades (tal como eu vou comprovando ). No fundo é praticamente uma aplicação java disponivel pela internet e que tem um resultado excelente (a meu ver).

Gostaria de ouvir algumas opiniões sobre ele, se costumam utilizar e que erros podem apontar.

(atenção, não tenho qq ligação, quer ao "governo", quer ao projecto do e-finanças, ou qq outra entidade relacionada, sou mero utilizador) Há que louvar em coisas de jeito !!! Que são poucas !"

BD's 'Livres' marcam pontos! | 1rst Knight  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • declarações electrónicas
  • Mais acerca Portugal
  • Também por Xmal
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Há ainda problemas (Pontos:4, Interessante)
    por joaorf em 06-01-04 12:44 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Para um site que se afirma "optimizado para Internet Explorer 6, Netscape 7, Opera 7" é curioso que o Simulador IRS 2002 seja feito em Java mas precise do Internet Explorer... Um applet Java que só funciona em IE arrisca-se a ser dos maiores feitos da mouse engineering lusitana!

    Nos anos anteriores, notei que o applet Java da entrega da declaração IRS não funcionava em Linux nem com o JRE da Sun, nem com o da IBM. Só funcionava no Netscape 4.* usando a sua JVM integrada. Hoje fui lá experimentar e consegui entrar com Mozilla + Sun JRE 1.4.1. Aparentemente, o problema foi resolvido!

    Re:Há ainda problemas (Pontos:0, Lança-chamas)
    por Cyclops em 06-01-04 13:20 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Mas ainda não resolveram o problema de discriminarem os cidadãos que não utilizam software proprietário [o java].
    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por Cyclops em 06-01-04 13:21 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    E atenção que esta discriminação surge por incompetência, pois evidentemente o Java é acessório para o preenchimento de formulários na web.
    Re:Há ainda problemas (Pontos:5, Esclarecedor)
    por [Cliff] em 06-01-04 13:39 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Cyclops, come e cala-te! Get a grip...
    Também te sentes descriminado quando te obrigam a preencher um impresso a tinta preta e só tens canetas de tinta azul à mão?
    Já te disse algumas vezes, se te sentes descriminado usa o papel!

    ---
    Conformity is the jailer of freedom and the enemy of growth.
    --John F. Kennedy
    Re:Há ainda problemas (Pontos:1, Redundante)
    por Cyclops em 06-01-04 14:35 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    Estou a ser descriminado no serviço que é prestado, e tenho por isso sérias dúvidas de que o serviço que está a ser prestado seja legal.
    Atenção que o serviço em causa não é a entrega das declarações de rendimentos, mas essa entrega via digital.

    Caso não tenhas reparado, há inclusivé algumas declarações que é inclusivé OBRIGATÓRIO serem entregues via digital.

    Get a grip tu.
    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por MacLeod em 06-01-04 15:26 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    (...) e tenho por isso sérias dúvidas de que o serviço que está a ser prestado seja legal.

    Seja legal!? É certo que cada um tem o direito de só usar software livre, mas o facto de não ser possível entregar as declarações exclusivamente com software livre não torna o procedimento ilegal. Dado que o java esta disponível livremente, a questão é ridícula. Imagina que uma pessoa no seu livre direito só utilizava software escrito em COBOL. Como é? Estava a ser brutalmente discriminada porque não podia entregar a sua declaração online? Era um acto ilegar o estado não permitir que pessoas que só usam programas escritos em COBOL entregassem as declarações via digial?

    Re:Há ainda problemas (Pontos:0, Despropositado)
    por Cyclops em 06-01-04 15:38 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Seja legal!? É certo que cada um tem o direito de só usar software livre, mas o facto de não ser possível entregar as declarações exclusivamente com software livre não torna o procedimento ilegal.
    Se provoca uma discriminação, corre o risco de poder não ser legal.

    Dado que o java esta disponível livremente, a questão é ridícula.
    Esta frase é mentira. O Java pode ser obtido gratuitamente no site da Sun ou via distribuidores autorizados pela Sun. O Java tem uma licença proprietária (pelo que não é Livre, e tem condições na licença que acho inadmissíveis, pelo que não tenho autorização da Sun para o instalar dado que não concordo com a licença.

    Imagina que uma pessoa no seu livre direito só utilizava software escrito em COBOL.
    A minha auto-exigência de utilizar apenas Software Livre e de achar que o Estado está a discriminar é algo muito mais importante do que a escolha da linguagem de programação. Eu não me quero sujeitar a condições das quais discordo por completo. Estou-me pouco borrifando para a linguagem de programação utilizada (embora ache que deveriam optar por uma linguagem de programação com compiladores/interpretadores livres) mas não quero ser forçado a utilizar software não-livre para beneficiar de um serviço feito com os meus impostos, isso implica imediatamente ser obrigado a concordar com uma licença que não concordo o que é desnecessário modulo a incompetência de alguém!
    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por MacLeod em 06-01-04 17:06 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    Estou-me pouco borrifando para a linguagem de programação utilizada (...) mas não quero ser forçado a utilizar software não-livre para beneficiar de um serviço feito com os meus impostos, isso implica imediatamente ser obrigado a concordar com uma licença que não concordo (...)

    Tanto quanto sei, ainda não é ilegal utilizar dinheiro dos impostos para desenvolver aplicações em software proprietário. Logo, nas aplicações submetidas via digital, o facto de te forçarem a usar software proprietário é tão ilegal como o facto de forçarem as pessoas que só usam software escrito em COBOL a usar esse software em Java.

    Re:Há ainda problemas (Pontos:1, Despropositado)
    por Cyclops em 06-01-04 17:57 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    Tanto quanto sei, ainda não é ilegal utilizar dinheiro dos impostos para desenvolver aplicações em software proprietário.
    Nem foi isto que eu disse. O que eu disse foi que neste caso provoca discriminação, e por isso pode não ser legal.
    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por Branc0 em 06-01-04 19:56 GMT (#27)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    Causa tanta descriminação a ti como aos cegos que não têm o ecran em braile para mandarem a declaração pela internet...


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por Cyclops em 06-01-04 20:24 GMT (#29)
    (Utilizador Info)
    Por acaso é verdade, até porque o java é um inferno em termos de acessibilidade. HTML e formulários seriam muito mais simples para browsers braille...
    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por Psiwar em 06-01-04 21:06 GMT (#30)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Ora esses é que podem bem reclamar de serem discriminados... E quando já o são em todos os sectores da vida bem que o uso das novas tecnologias poderia melhorar a sua condição.

    Afinal os browsers "falantes" já interpretam HTML tão bem (desde que sigam os standards W3C), que no capítulo das declarações electrónicas os cegos bem se poderiam sentir iguais a todos os outros.
    Re:Há ainda problemas (Pontos:1)
    por Init em 07-01-04 15:13 GMT (#47)
    (Utilizador Info)

    «Tanto quanto sei, ainda não é ilegal utilizar dinheiro dos impostos para desenvolver aplicações em software proprietário.»
    Isso pode depender da situação e da interpretação de alguns artigos da constituição


    Re:Há ainda problemas (Pontos:1)
    por Init em 07-01-04 15:11 GMT (#46)
    (Utilizador Info)

    mas o facto de não ser possível entregar as declarações exclusivamente com software livre não torna o procedimento ilegal.
    So se pensares que é impossivél, o que não é verdade.

    O Java não é livre é gratuito, e isso é completamente diferente.

    A questão não é de informática é legal, por isso trazar comparações com aspectos tecnicos de informática é apenas fugir à questão.


    Re:Há ainda problemas (Pontos:2, Despropositado)
    por rsantos em 06-01-04 17:09 GMT (#18)
    (Utilizador Info)

    "...quando te obrigam a preencher um impresso a tinta preta e só tens canetas de tinta azul à mão..."

    Acho que a comparação não é a melhor.

    A comparação ideal seria:
    quando te obrigam a preencher um impresso com caneta de uma marca e só tens canetas de outra marca à mão


    Is this the meaning of life?....Ah! It's Lear again!
    Re:Há ainda problemas (Pontos:1)
    por Init em 07-01-04 15:07 GMT (#45)
    (Utilizador Info)

    O facto de ter de utilizar o papel, quando na realidade o motivo para o fazer é artificial é descriminatório.


    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por 4Gr em 06-01-04 14:04 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    Também sou defensor do software livre, mas acho que isso já é entrar em extremismos.

    Em questão estava uma ferramenta que fosse grátis e acessível a todos, e não dependente de gostos ou ideais. Algo prático e funcional e parece que encontraram o Java.

    Eventualmente o Python também faria o trabalho.. ou Perl. Mas calhou ser Java. A solução funciona e é acessível a todos, não dependendo das possibilidades financeiras de cada um.

    Se levássemos todas as nossas crenças a todo e qualquer assunto da sociedade, estaríamos perante casos em que os supermercados tinham de fazer prateleiras mais baixas para quem é baixo, entre outros exemplos similares.

    O facto de usares Java para processar os teus impostos não vai, de forma alguma, impedir o progresso do software livre. Se conceberes uma aplicação em Java, talvez, mas como não é o caso, podes dormir descansado se instalares o JRE por aí :-)


    Dominus vobiscum
    Re:Há ainda problemas (Pontos:1, Redundante)
    por Cyclops em 06-01-04 14:46 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Em questão estava uma ferramenta que fosse grátis e acessível a todos, e não dependente de gostos ou ideais. Algo prático e funcional e parece que encontraram o Java.
    HTML e formulários + the language of choice no lado do servidor? Existe há muitos mais anos que o java...

    Se levássemos todas as nossas crenças a todo e qualquer assunto da sociedade, estaríamos perante casos em que os supermercados tinham de fazer prateleiras mais baixas para quem é baixo, entre outros exemplos similares.
    Primeiro, isto não são crenças dado não se tratar de um assunto religioso, segundo, com os supermercados eu tenho sempre hipótese de ir a outro ou pedir a um funcionário ajuda, com a entrega via www dos impostos eu não tenho alternativa.

    O facto de usares Java para processar os teus impostos não vai, de forma alguma, impedir o progresso do software livre.
    O facto de os cidadãos que querem aproveitar a comodidade de entregar via www os impostos implicar que têm de utilizar software não-livre significa que o Estado está a promover a utilização de software não-livre com os nossos impostos. Significa também que o Estado pode estar a colocar em causa automáticamente quem tenha um problema que implique a "take-down clause" das licenças do Java
    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por JohnnyBigodes em 07-01-04 8:21 GMT (#38)
    (Utilizador Info)
    Primeiro, isto não são crenças dado não se tratar de um assunto religioso, segundo, com os supermercados eu tenho sempre hipótese de ir a outro ou pedir a um funcionário ajuda, com a entrega via www dos impostos eu não tenho alternativa.

    Então não tens? Pousas o resmungómetro no chão, levantas o rabinho da cadeirinha, e vais ao funcionáriozinho das finançazinhas pedir-lhe o papelzinho...
    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por Cyclops em 07-01-04 10:20 GMT (#40)
    (Utilizador Info)
    E entrego o papelzinho via www como, exactamente?
    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por JohnnyBigodes em 07-01-04 12:36 GMT (#42)
    (Utilizador Info)
    Entregas nas finanças. Quem não gosta, come menos.

    Usar uma tecnologia proprietária seria uma coisa, usar uma tecnologia aberta ou semi-aberta (existem várias JVM, não obrigatóriamente da Sun) dificilmente é "discriminação".
    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por Cyclops em 07-01-04 13:10 GMT (#43)
    (Utilizador Info)
    Não é nem aberta nem semi. A licença é completamente proprietária, seja da Sun, da IBM ou da Blackdown.
    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por JohnnyBigodes em 07-01-04 20:59 GMT (#54)
    (Utilizador Info)
    Então e qual é o problema? É que o software está disponível gratuitamente para praticamente qualquer SO. Assim sendo, como contribuinte fiscal, se os requisitos técnicos estão sempre preenchidos, se não precisas de pagar por nada para preencher o formulário, o que é que queres mais?
    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por Cyclops em 07-01-04 21:31 GMT (#55)
    (Utilizador Info)
    Mas tu não entendes Português? Considero essencial, ao nível do software, que eu posso utilizá-lo para qualquer fim, estudá-lo e modificá-lo, e redistribuí-lo, modificado ou não.

    Discordo por completo da licença do Java necessário para funcionar com o site, LOGO não tenho autorização dos seus autores para o instalar e utilizar.

    Assim sendo, o Estado ao exigir-me a utilização desse software está a discriminar-me. E está a discriminar-me porque a limitação à ferramenta, imposta pelo Estado é completamente artificial e dependente da incompetência de alguém.

    Onde é que eu falei aqui em dinheiro, porra?
    Re:Há ainda problemas (Pontos:1)
    por liberdade em 07-01-04 21:59 GMT (#56)
    (Utilizador Info) http://www.gildot.org/
    Assim sendo, o Estado ao exigir-me a utilização desse software está a discriminar-me.

    O teu problema não tem nada a ver com licenças nem com técnica: chama-se esquizofrenia. :-(
    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por Cyclops em 07-01-04 22:02 GMT (#57)
    (Utilizador Info)
    Olha... temos um psicólogo de serviço...
    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por JohnnyBigodes em 07-01-04 23:23 GMT (#58)
    (Utilizador Info)
    Entendo português sim senhora. Lá que consideres essencial ao software modificar isto e aquilo, por mim tudo bem, mas desde quando é que vais fazer isso no site das finanças? Hello, Earth to Mars? Anybody home?

    Discordas da licença do Java, mas de que é que isso interessa para preencheres o maldito formulário? O teu objectivo não é entregares via on-line uma declaração que de outra forma terias que entregar numa banca das finanças? E de "limitação à ferramenta" falas? Não te estão a obrigar a usar Java para fazer nenhum programa, *apenas* e *somente* precisas dele para preencher a declaração de impostos. Não há aqui source, não há aqui programas, não há aqui NADA do que falas. Se não gostas da licença do Java para outros efeitos, estás no teu direito perfeito, agora querer aplicar assim saído da cartola esse pseudo-pensamento ao site das finanças é no mínimo cómico.

    Situações paralelas:
      - Estão a discriminar-te por obrigar-te a usar um browser. Também deverias poder enviar a declaração por e-mail, IRC, ou ftp, não seria?
      - Discriminam-te porque precisas de ter uma ligação á Internet para preencheres o formulário on-line. Via rádio-amador também servia, ou através de pombo correio. É discriminação!
      - És também discriminado pelo facto de não gostares das cores do site. Gostas de amarelo mas o site não é amarelo, aliás, as cores do site provocam-te náuseas. A limitação ao esquema de cores é completamente artificial e dependente da incompetência de alguém.

    Haja paciência...
    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por Cyclops em 07-01-04 23:49 GMT (#59)
    (Utilizador Info)
    Entendo português sim senhora. Lá que consideres essencial ao software modificar isto e aquilo, por mim tudo bem, mas desde quando é que vais fazer isso no site das finanças? Hello, Earth to Mars? Anybody home?
    Ignoras que o java corre localmente? Esquece o ponto de interrogação, certamente ignoras-lo.

    Discordas da licença do Java, mas de que é que isso interessa para preencheres o maldito formulário?
    Se não concordo não posso instalar. Se não posso instalar não posso preencher.

    Não te estão a obrigar a usar Java para fazer nenhum programa, *apenas* e *somente* precisas dele para preencher a declaração de impostos. Não há aqui source, não há aqui programas, não há aqui NADA do que falas.
    Se preciso dele para o fazer, sou obrigado a usá-lo, ó espertalhão :)

    Estão a discriminar-te por obrigar-te a usar um browser. Também deverias poder enviar a declaração por e-mail, IRC, ou ftp, não seria?
    Se utilizassem formulários normais, poderiam ser criadas gateways... de qualquer das formas, eu não estou a fazer uma exigência tempestiva, browser é uma ferramenta genérica, uma licença que te coloca como dependente da boa vontade do "dono" do software para entregares os impostos é inaceitável.

    Mas já percebi que o teu objectivo é seres parvalhão, e mais ainda o sou eu que te respondo.
    Re:Há ainda problemas (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 08-01-04 0:46 GMT (#60)
    (Utilizador Info)
    por acaso, tás a ser um bocado ;)
    já que falas em licensas, as das outras JVM não são mais permissivas? Não há uma open source?
    --- Insert lame .sig
    Re:Há ainda problemas (Pontos:1)
    por Init em 07-01-04 15:23 GMT (#49)
    (Utilizador Info)

    Se achas que isso é igualdade de direitos... Mas eu não o acho...


    Re:Há ainda problemas (Pontos:3, Interessante)
    por jmce em 06-01-04 18:27 GMT (#25)
    (Utilizador Info) http://jmce.artenumerica.org/

    Donde virá este problema de cultura tecnológica que faz achar normal e desejável (quando não um exemplo de excelência de engenharia) o uso de quaisquer meios tecnológicos só porque eles existem e estão "na moda"?

    Prático e funcional? Grátis? Acessível a todos? Porque não formulários simples representados em HTML com processamento do lado do servidor (onde de qualquer forma qualquer processamento e validação terão de ser refeitos)? Há alguns anos que nem tento usar os formulários da DGCI, mas onde é que está o "prático e funcional"? Nalguma imitação graficamente mais fiel do aspecto da versão em papel? No potencial para complicar a vida a todos excepto talvez (pela acrescida actividade laboral) aos criadores da coisa? Talvez a Amazon tenha qualquer coisa a aprender com a DGCI, então... Como é que nunca se lembraram de fazer também os formulários em Java, "práticos e funcionais" com decoração "amigável" para o cliente? Deficientes bases técnicas na Amazon? Ou talvez mais correlação entre os destinos de quem lá trabalha e os resultados em negócio dos sistemas que concebem?

    Enfim, não me admiraria se a resposta lusa fosse "ah, mas então o melhor é largar o uso de Java e passar a fazer os forms em Flash-última-geração-ultra-leve, com um simpático vídeo a ser mostrado ao contribuinte enquanto ele preenche os seus dados e um plugin de segurança desenvolvido de raíz na DGCI". Pelo menos dá para fazer ricas apresentações internas do projecto (em muito PowerPoint, claro) com mais buzzwords... Convém é de vez em quando lembrarmo-nos que somos nós a financiar o "sucesso" deste estado de espírito, e que seremos naturalmente os "culpados" se a coisa funcionar menos bem ("fraca adesão dos contribuintes", "info-exclusão", "software envelhecido", "hardware obsoleto", "resistência ao progresso", "crenças, gostos, ideais", yada yada yada) quando a pergunta a fazer é porque diabo até um lynx velho usado via VT100 não pode servir para preencher um molho de letras e números num reles formulário de IRS.

    Ou até porque não se pode fazer download de uma versão em PDF, imprimir em casa, preencher logo e enviar por correio, como ainda recentemente uma familiar minha fez para renovar o seu passaporte canadiano. À versão impressa em casa faltam a pompa, textura de papel e cor oficiais? Ou será mau para a máquina fiscal não a financiarmos através da compra de impressos?

    Re:Há ainda problemas (Pontos:1)
    por Antonio Manuel Dias em 06-01-04 20:19 GMT (#28)
    (Utilizador Info) http://maracuja.homeip.net
    Bravo. Disseste tudo.
    "mudem de rumo, já lá vem outro carreiro"
    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por Psiwar em 06-01-04 21:11 GMT (#31)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Enfim, não me admiraria se a resposta lusa fosse "ah, mas então o melhor é largar o uso de Java e passar a fazer os forms em Flash-última-geração-ultra-leve, com um simpático vídeo a ser mostrado ao contribuinte enquanto ele preenche os seus dados e um plugin de segurança desenvolvido de raíz na DGCI"

    Não lhes dês ideias... :(
    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por joaorf em 06-01-04 22:15 GMT (#32)
    (Utilizador Info)
    Nalguma imitação graficamente mais fiel do aspecto da versão em papel?

    Provavelmente foi esse a motivação por detrás do uso de Java. E faz sentido. Era difícil em HTML fazer um formulário tão parecido com os impressos em papel. E mesmo que tal se fizesse, concerteza que iria ser à custa de CSS com algum Javascript à mistura que, no final, provavelmente nem funcionava em Mozilla.

    Java applets dão mais garantias de interoperabilidade do que HTML "bonitado". Páginas baseadas neste último que eu não consigo navegar em Mozilla há muitas na web portuguesa. Olhem, a última que encontrei foi este simplíssimo formulário do site do BPI Imobiliário (tentem submeter uma pesquisa). Podem dizer que é incompetência de quem o fez pois deveria ter testado a página em Mozilla. Concordo plenamente. Mas conhecendo os mouse engineers portugas como conheço, sei que este desleixo é normal. Pelo menos, em Java isto não acontecia.

    Ou até porque não se pode fazer download de uma versão em PDF, imprimir em casa, preencher logo e enviar por correio

    Porque isso não ajuda em nada a aliviar o trabalho da DGCI. Continuaria a ser preciso haver operadores do outro lado a inserirem os dados nos computadores. E tu, enquanto contribuinte, terias menos garantias do que na Declaração Electrónica pois podia haver erros na introdução dos dados, ou a tua declaração extraviar-se no Correio. Estamos no séc.XXI, não faz sentido propôr soluções tipo séc. XIX.

    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por Psiwar em 06-01-04 22:31 GMT (#34)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    E mesmo que tal se fizesse, concerteza que iria ser à custa de CSS com algum Javascript à mistura que, no final, provavelmente nem funcionava em Mozilla."

    HTML/CSS/Javascript que siga os standards tem mais hipóteses de funcionar correctamente no Mozilla do que no IE.

    Java applets dão mais garantias de interoperabilidade do que HTML "bonitado"

    Isso se...
    - a versão de Java instalada for a mesma
    - o computador tiver memória disponível para lançar o JRE
    - o browser não crashar ao chamar o applet
    - o applet não fizer um dump quando o utilizador fizer algo inesperado

    Talvez por isso HTML "bonitado" seja melhor...
    Re:Há ainda problemas (Pontos:1)
    por Init em 07-01-04 15:22 GMT (#48)
    (Utilizador Info)

    Se tu dormes descansado com isso tudo bem, mas eu não quero utilizar software proprietário e não existe nenhuma razão para me obrigarem a isso para ter igualdade de direitos com os outros cidadãos. Não considero minimamente aceitaveis as condições das licenças de software proprietário, são discriminatorias, perigosas para a minha segurança e para outros direitos constituicionais...

    A constituição diz que tenho o direito de não ser discriminado por ter derterminadas posições politicas e a minha decisão de não utilizar software proprietário é politica.


    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por elmig em 06-01-04 23:03 GMT (#35)
    (Utilizador Info) http://www.DebianPT.org
    Quando pagas um impresso, também não é livre pois não? E não bufas... Ou bufas e não adiantas...

    Software Livre NÃO é religião. Não o tratem como isso.

    "Big brother is watching you, and little brother is too. When big brother goes to sleep, little brother goes through his stuff."

    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por Cyclops em 06-01-04 23:34 GMT (#36)
    (Utilizador Info)
    1) Livre != grátis
    2) Um impresso de papel é igual a software em quê, exactamente?
    Re:Há ainda problemas (Pontos:1)
    por Init em 07-01-04 15:28 GMT (#50)
    (Utilizador Info)

    Porque ensistem em comparar batatas com vacas?


    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por elmig em 07-01-04 18:21 GMT (#52)
    (Utilizador Info) http://www.DebianPT.org
    Correcção: Quando pagas um impresso, também não é livre nem grátis, pois não? E não bufas... Ou bufas e não adiantas...

    "Big brother is watching you, and little brother is too. When big brother goes to sleep, little brother goes through his stuff."

    Re:Há ainda problemas (Pontos:1, Redundante)
    por Cyclops em 07-01-04 18:42 GMT (#53)
    (Utilizador Info)
    Para comprar o impresso basta-me ter dinheiro e utilizar a caneta que tiver mais à mão.

    Depois, tenho de me dirigir novamente às finaças.

    O preenchimento on-line é extremamente conveniente, mas o Estado prefere discriminar essa conveniência a quem se submete à Sun/IBM/Blackdown.
    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por JohnnyBigodes em 07-01-04 8:18 GMT (#37)
    (Utilizador Info)
    Realmente olha que é chatíssimo... já viste, obrigarem-te a gastar 0¤ para sacares o JRE do site da Sun... que aliás ninguém tem já instalado! Que sacanas! Que lata! Quem diria!

    Aliás, por este andar, não tarda nada eles obrigam-te a usar uma ligação à Internet pra preencheres o formulário on-line...

    </sarcasm>
    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por Cyclops em 07-01-04 10:21 GMT (#41)
    (Utilizador Info)
    Não. Obrigam-me a aceitar uma licença com a qual discordo completamente.

    Se não aceitar a licença não tenho autorização do fornecedor do software (Sun, IBM, etc...) para instalar e correr o software.
    Re:Há ainda problemas (Pontos:1)
    por Init em 07-01-04 15:30 GMT (#51)
    (Utilizador Info)

    Já alguma vês houviste falar de: Free Speech, not free beer?


    Re:Há ainda problemas (Pontos:1)
    por Init em 07-01-04 15:05 GMT (#44)
    (Utilizador Info)

    Existem implementações livres de JVM's (umas mais, outras menos completas).

    O problema está não em termos de utilizar software proprietário (porque n é certo que exista essa necessidade), mas em os standards do software serem proprietários, o que pode causar problemas à criação de software livre para os utilizadores do site, e outros problemas ao proprietário do site.


    Re:Há ainda problemas (Pontos:1, Despropositado)
    por Cyclops em 06-01-04 15:16 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    Mas ainda não resolveram o problema de discriminarem os cidadãos que não utilizam software proprietário [o java]. Click, claques again...
    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por mvalente em 06-01-04 17:52 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Eu fui uma das pessoas q t moderou para baixo.

    Não pertenço a claque nenhuma, apenas me irritam opiniões cretinas.

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:Há ainda problemas (Pontos:1, Despropositado)
    por jazzy em 06-01-04 17:55 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    E o post a que respondeste também ainda não foi moderado para baixo porque eu não tenho pontos de moderação.Sim, pertenço à claque da moderação em consciência.


    Jazzy
    Re:Há ainda problemas (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 08-01-04 0:50 GMT (#61)
    (Utilizador Info)
    ou dos idiotas convencidos.
    parecido
    --- Insert lame .sig
    Re:Há ainda problemas (Pontos:2)
    por jazzy em 08-01-04 12:14 GMT (#64)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    Como queiras. Mas podes insultar mais violentamente, ou não sabes para isso?


    Jazzy
    Re:Há ainda problemas (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 09-01-04 3:20 GMT (#65)
    (Utilizador Info)
    por acaso ando à procura de aprender...
    e não, o tom não me saiu bem. mas tanto te podem achar uma coisa como outra. Afinal, falas e moderas sem justificação.

    Peace :)
    --- Insert lame .sig
    Re:Há ainda problemas (Pontos:1, Despropositado)
    por Cyclops em 06-01-04 17:59 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    Pergunto-me se teria sido com este utilizador...

    Se sim, acho estranho não ter notado alteração nas moderações

    Se não, demonstraste uma grande honestidade, sim senhor...
    Err.. (Pontos:1)
    por SmokeScreen em 06-01-04 12:49 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Eu já no ano passado entreguei a declaração de IRS neste site.. só que estava em www.dgci.min-financas.pt
    Do meu ponto de vista apenas mudou o URL...

    --
    RMO
    Uau... (Pontos:3, Informativo)
    por mlopes em 06-01-04 13:05 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Apache a correr em Linux, o site a funcionar bem no meu mozilla, links para o IE, Netscape e Opera e documentos em formato PDF, está tão bom que até custa a crer.

    "Se um dia, a vida te der as costas... apalpa-lhe o cu."

    Re:Uau... (Pontos:2)
    por joaorf em 06-01-04 22:27 GMT (#33)
    (Utilizador Info)
    Uau! Que entusiasmo!
    Conta-nos lá então qual foi a sensação de executar o Simulador IRS 2002...
    Re:Uau... (Pontos:2)
    por mlopes em 07-01-04 10:10 GMT (#39)
    (Utilizador Info)
    Deve ser efeitos rectroactivos do ano novo!

    "Se um dia, a vida te der as costas... apalpa-lhe o cu."

    Exemplos... (Pontos:2)
    por [WaR] em 06-01-04 14:41 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://war.genhex.org/
    Sou fã do sistema de declarações electrónicas. Seja em linux, ou o q for. A questão é que funciona, poupa-me tempo e trabalho. O resto é conversa.

    O que queria mesmo referir é só esta pérola que achei engraçada no texto da alte ração de senhas do site:
    "Alguns exemplos de boas senhas são: "AlvarodeCampos", "PraiadasMacas" ou "25deAbrilde1974"."
    Re:Exemplos... (Pontos:1)
    por being em 06-01-04 16:16 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    Sinceramente sinto um certo receio a enviar estas declaraçoes e outros documentos via internet. Acho que devia ser ( é ? ) possivel fazer das duas maneiras.

    Paranoid?

    Be different, think for yourself.

    Re:Exemplos... (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 08-01-04 0:54 GMT (#62)
    (Utilizador Info)
    sim, óptimo...
    explica-me então porque é que os advogados necessitam do windows e do internet explorer para ter um certificado digital a usar nos documentos aos tribunais. Isto quando os gajos nem sequer têm um acordo com a verisign a validar os certificados deles!
    que a justiça não é igual para todos não deve ser novidade para ninguém...
    --- Insert lame .sig
    Re:Exemplos... (Pontos:1)
    por liberdade em 08-01-04 2:12 GMT (#63)
    (Utilizador Info) http://www.gildot.org/
    nem sequer têm um acordo com a verisign a validar os certificados deles

    Para quê a Verisign? Perante quem é que interessa validar? O Estado pode ele próprio ter a sua validação, não precisa da Verisign para nada. Não percebi o teu argumento, mas também não conheço o sistema implementado para os advogados.
    Re:Exemplos... (Pontos:1)
    por Perky_Goth em 09-01-04 3:24 GMT (#66)
    (Utilizador Info)
    pah, disse a verisign porque é o que conheço, nem sei se há mais. de facto, devia pensar mais antes de postar... :|
    mas de facto é relevante não habituar as pessoas a aceitar certeficados sem os poder confirmar. e se alguém se fizesse passar pelo site da ordem, como era? não se pode brincar com isto, se é para fazer, que seja bem feito.
    e eu também não conhecia, tive que ajudar a minha irmã a fazê-lo porque o processo está muito bem documentado.
    ah, e já agora, vem com uma maquineta com a qual (juntamente com um cartão) se pode transferir o certificado para outro pc. há dúvidas que só funciona sabe-se bem com quê?
    eu não acho isto bem... mas se calhar sou eu...
    --- Insert lame .sig
    sugestões (Pontos:2, Interessante)
    por liberdade em 06-01-04 15:20 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://www.gildot.org/
    duas críticas / sugestões:
    • Eliminem as frames. Podem fazer sentido em partes do sítio, mas não em todo o sítio. Têm muitos defeitos, mas, por exemplo, não permite reencaminhar pessoas para um determinado endereço.
    • Eliminem a frase "optimizado para ...". Se as coisas forem desenvolvidas com cuidado podem incluir uma frase do tipo "best viewed with any browser" ;)
    De resto está muito bom. Bom uso de CSS. Parabéns.
    então e os formatos... (Pontos:1)
    por Dori em 06-01-04 17:36 GMT (#19)
    (Utilizador Info)

    dos ficheiros para a entrega das declarações?

    parece-me que é necessário ter windows para obter os ficheiros (zip self-extract?), apesar de ser dito que são XML-Schema (serão?)

    alguém com dual boot que esclareça a questão :)

    Re:então e os formatos... (Pontos:3, Informativo)
    por [WaR] em 06-01-04 19:16 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://war.genhex.org/
    Nao tem qualquer problema:

    $ unzip Suporte_informatico_DA_2003_vs2.exe
    Archive: Suporte_informatico_DA_2003_vs2.exe
        inflating: Suporte_informatico_DA_2003_vs2.pdf

    Presumo que os outros também serão a mesma coisa.


    Infraestrutura (Pontos:1)
    por dmaster em 06-01-04 18:01 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    Sendo feito em java ou não o que realmente interessa é a abertura ao público de um local onde inserir a sua declaração em formato electrónico.

    Agora o que falta mesmo é um back-end que faça jus ao seu método de introdução; espero que não esteja um pobre diabo do outro lado a inserir em aplicações terminal do início dos anos 80 os nossos dados introduzidos por via automática num web server anos 90!

    Um cenário irrealista? Talvez, mas o impressionante tráfego de pessoas nas repartições de finanças pelos mais absurdos motivos que nem deviam ter razão de existir leva uma pessoa a ter dúvidas.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]