gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Open-Source Campus Party
Contribuído por scorpio em 09-12-03 21:22
do departamento just-do-it!
Linux Cricket escreve "Sou um aluno activo da ESTSetúbal e há algum tempo que ando a reunir colegas meus para iniciarmos um Evento de promoção ao Open-Source na Escola. O alvo principal são os alunos, mas não deixa de ser importante mostrar aos professores da Escola as vantagens que o Open-Source tem.
O problema aqui é que a burocracia incomoda muita gente e nesta Escola ela está em todo o lado.
Gostaria de saber se alguém já promoveu algum evento assim parecido e se teve dificuldades? Que tipo de dificuldades? Pode parecer um pouco confuso, mas imaginem este cenário: "3 colegas cheios de vontade de mostrar alguma coisa à Escola sobre Open-Source e não sabe por onde começar". Aceito ideias .... "

MS nas escolas Portuguesas | Windows XP "Multibanco Edition"  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • ESTSetúbal
  • Open-Source
  • Mais acerca Linux
  • Também por scorpio
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Open Source != (Pontos:2)
    por 4Gr em 09-12-03 21:29 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    De uma vez por todas, Open Source != (diferente) de Software Livre. Se associas o link em 'Open Source' a gnu.org estavas-te a referir a Software Livre e não Open Source.

    O que tu queres promover, suponho que não seja só programas com código aberto, mas sim programas que tu podes modificar, distribuir, etc, sem qualquer limitação.. Nesse caso, estás-te a referir a Software Livre - e friso uma vez mais, que é diferente de Open Source.

    Quanto à iniciativa, é de louvar! Mas talvez fosse mais fácil criar uma área num evento já consagrado como é, por exemplo, o Minho Campus Party, e enquanto que a Microsoft oferecia os seus (blargh) cdzinhos com uma beta do Windows, lá oferecia-se o sistema operativo, liberdade, e muito muito mais :-)


    Dominus vobiscum
    RTFOpenSourceDefinition (Pontos:1)
    por lbruno em 09-12-03 21:43 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://republico.estv.ipv.pt/~lbruno/
    suponho que não seja só programas que tu podes modificar, distribuir; Nesse caso, estás-te a referir a Software Livre [...] diferente de Open Source
    Que Open Source e' diferente de Software Livre nao vou debater; mas as diferencas nao estao ai: Open Source Definition.
    • Free Redistribution
    • Source Code
    • Derivative Works
    Da' uma segunda leitura, sff.
    Re:Open Source != (Pontos:2)
    por racme em 09-12-03 21:50 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://vendetta.guildsoftware.com
    freesoftware == opensource
    opensource <> freesoftware

    associar o link gnu.org a opensource nao e' incorrecto, mas redutor, uma vez que opensource e' um conceito muito mais lato



    Those who do not understand Unix are condemned to reinvent it, poorly.
    -- Henry Spencer
    Re:Open Source != (Pontos:2)
    por fhc em 09-12-03 22:55 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    Podes usar o conceito de inclusão de conjuntos: { software: free } c= { software: souce open } Deambulações matemáticas... [ leitor do Gildot: nome == Francisco Colaço }
    Re:Open Source != (Pontos:1)
    por João Jerónimo em 13-12-03 17:52 GMT (#28)
    (Utilizador Info)
    Pode não... tem, caso queira que fique correcto...
    João Jerónimo Jabber: j_j_b_o@jabber.org ICQ: 312332573
    Re:Open Source != (Pontos:2)
    por jazzy em 10-12-03 9:07 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    Tanto o operador == como o (tal como os conhecemos) são comutativos, logo, para as afirmações que fazes serem as duas verdadeiras, precisas de os definir no teu contexto.

    PS: Acho que o que tu queres será melhor representável com teoria de conjuntos.


    Jazzy

    Re:Open Source != (Pontos:2)
    por CrLf em 10-12-03 13:52 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Ou uma implicação:

    Software Livre -> Opensource
    Opensource !-> Software Livre

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Open Source != (Pontos:2)
    por racme em 10-12-03 15:02 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://vendetta.guildsoftware.com
    =>



    Those who do not understand Unix are condemned to reinvent it, poorly.
    -- Henry Spencer
    Re:Open Source != (Pontos:2, Esclarecedor)
    por leitao em 09-12-03 22:24 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    De uma vez por todas, Open Source != (diferente) de Software Livre. Se associas o link em 'Open Source' a gnu.org estavas-te a referir a Software Livre e não Open Source.

    E' uma coisa curiosa -- e' comum os apoiantes do Open-Source/Free Software confundirem os dois...

    Nunca percebi porque, embora uma mente mais cinica poderia pensar que isso advem de uma certa imaturidade sobre as questoes que os modelos de licenciamento de software tocam (ou, de uma forma politicamente incorrecta, porque muitos sao miudos a passar por uma fase natural de rebeldia que se reflecte nas suas escolhas tecnologicas).


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Open Source != (Pontos:1)
    por Cricket em 09-12-03 23:27 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    erm, eu não vou entrar em discussões dessa natureza. Se acharam que o meu link estava "fora do sitio" então tratem de explicar as diferenças ... estou aqui para aprender, pois tal como todos na nossa curta vivencia temos muito para aprender.

    Em relação ao tópico: o grupo ainda não existe, só queria "ouvir" algumas opiniões de como começar algo do género e saber também que tipo de problemas vou encontrar.

    Opinem sobre experiências que já tenham tido neste assunto e não mandem bocas para o ar...


    .:Q:.
    Re:Open Source != (Pontos:1)
    por CoolMaster em 10-12-03 0:38 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://coolmaster.webhs.org
    Existe uma pequena(grande) na relação entre ambos. Software livre pressupõe sempre que o codigo seja aberto. Open Source pode servir para software livre ou não.
    Re:Open Source != (Pontos:1)
    por Init em 10-12-03 11:50 GMT (#15)
    (Utilizador Info)

    As diferenças são a nivél ideologico, algumas das licenças de Open Source Software permitem coisas que são inaceitaveis em licenças de Software Livre, um bom exemplo é a diferença entre as duas versões da Apple Public License, que foi sempre classificada pelo Open Source Iniciative, como Open Source Software, mas só na versão 2 é que passou a sertambém considerada Software Livre. Quais as razões? Eis as razões para não ser Software Livre na versão 1 e eis as razões para passar a ser na versão 2.

    Resumindo, o movimento Open Source dá importância sobre tudo aos beneficios tecnicos, sendo que por isso por vezes descuram aspectos ideologicos, que são considerados importantes no movimento de Software Livre que se concentra nos beneficios filosoficos, sociais, economicos que são possiveis em parte graças aos beneficios tecnicos obtidos com as licenças.


    Re:Open Source != (Pontos:2)
    por Cyclops em 10-12-03 12:21 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    Olá Cricket, a tua iniciativa seria de louvar mais se olhasse para o Software Livre como algo mais do que um modo eficiente de desenvolver software (é esta a perspectiva do Open Source).

    Para melhor entenderes porque prefiro (junto a muitos outros) falar de Software Livre, sugiro a leitura de Why Free Software is better than Open Source de Richard Stallman, ou Porque falamos de Software Livre de Georg Greeve.

    Outras iniciativas que te podem ser interessantes, incluem Why schools should use exclusively free software, também por Richard Stallman, e provavelmente a iniciativa FS Edu.

    A ANSOL é uma organização em Portugal dedicada ao Software Livre que provavelmente te interessará contactar, e que estará disposta a ajudar-te a promover o Software Livre...
    Cartazes (Pontos:1)
    por Carnelian em 09-12-03 21:40 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.mconsolas.net
    E que tal começarem por uns cartazes apelativos com alguma informação sobre o vosso grupo, as vossas ideias e com pequenas frases tipo, 'Cada licença do software X equivale a Y grades de cerbeja, já experimentaste Z??'
    X uma daquelas licenças bem carotas ;), Y as grades de cerbeja que se podiam comprar com o valor da licença e Z uma alternativa aquele software mas livre...


    The Stone Dance of the Chameleon :)

    Re:Cartazes (Pontos:2, Esclarecedor)
    por PRE em 09-12-03 21:53 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://psantos.net
    O problema dessa abordagem é que toda a gente tem o software pirateado. Eu quando tenho essas conversas com amigos e toca na parte dos custos das licenças eles dizem logo: "Meu, eu nunca paguei nada!". É uma realidade cá em Portugal.

    Eu acho que mais que preços, e até mesmo qualidade (sempre discutível), vocês deviam frisar a filosofia por detrás do Software Livre, e esperar que isso toque a alguém. É este o argumento mais forte para migrar para o SL! Isto falando por mim.
    _____________________
    Pedro Santos «psantos.net»
    "Si minor plus est ergo nihil sunt omnia..."

    Re:Cartazes (Pontos:2)
    por fhc em 09-12-03 22:59 GMT (#8)
    (Utilizador Info)

    Isso é verdade. Costumo dizer que os concorrentes do Open Source são os piratas e os tipos dos tasquitos de informática que te instalam o Windows e o Office e Jogos sem pagar nada a ninguém. Isso não aconteceria se as máquinas vendidas tivessem de ser certificadas.

    OOPS, essa lei já existe. Mas foi gerada em governo socialista, não era para levar a sério.

    Porque é que a ASSOFT não vai atrás dos botequins de informática?

    Francisco Colaço


    Re:Cartazes (Pontos:2)
    por Cyclops em 10-12-03 16:06 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    Talvez por ainda não ser crime público, mas para lá caminhamos...
    Re:Cartazes (Pontos:2)
    por Branc0 em 10-12-03 18:55 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    Acho que ficava algo melhor se fosse assim do género:
    Cada licença do software X equivale a Y computadores no núcleo da escola, se usassem Z havia PC's para todos!

    Isto porque os alunos não deixam de comprar cerveja para terem software em casa, mas a escola se calhar não usa os seus recursos ao máximo devido a este problema... e já que eles queriam chegar aos professores...


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:Cartazes (Pontos:2)
    por Cyclops em 10-12-03 19:26 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    Cerveja? Mas sem contar com as universidades são assim tantos que bebem cerveja?

    Bom, então para incluir até ao secundário, vamos lá a fazer contas:
    Software Microsoft Office 2003 Pro Oem (p) ¤ 99
    Software Microsoft Windows XP Home Oem CD (P) ¤ 371.99
    Total: ¤ 470.99
    Ora isto dá cerca de 900 finos... se for numa festa académica deve dar para aí 1800.

    Wow!

    Preço à parte, achas bonito ensinar aos miúdos que partilhar é mau? Que entre copiarem o CD com o software para ajudar o colega que não pode pagar os quase ¤ 500 EUR mais (antes que resmunguem da versão do Microsoft Office vejam o plano de estudos) e sejam bons amigos, antes os rejeitem e os afastem, não os ajudando (e já agora denunciando o acto para ver se são punidos e não o voltam a fazer)?

    É esta a mentalidade que deve ser ensinada às crianças? Boa...

    Aconselho também a lerem The Right to Read...
    Re:Cartazes (Pontos:2)
    por Branc0 em 11-12-03 0:37 GMT (#25)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    Hum... qual é a mentalidade que aconselhas? Que as nossas crianças devem entrar nas lojas de software, tirar um Windows da prateleira e correrem mais rápido que o segurança?


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:Cartazes (Pontos:2)
    por Cyclops em 11-12-03 8:39 GMT (#26)
    (Utilizador Info)
    Acho que é evidente que a mentalidade que aconselho é uma que não ensine às criancas que é mau partilhar. Se isso não é possível com o software não-livre, então esse não deve ser utilizado, e optar-se, isso sim, por Software Livre.

    Com Software Livre as criancas não serão ensinadas que é mau partilhar o software com os amigos, sem necessitarem correr mais rápido que o seguranca.

    Pensava que a moral da história é evidente.
    estado das coisas (Pontos:2)
    por pcardoso em 10-12-03 7:40 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://insomni.org
    mas não deixa de ser importante mostrar aos professores da Escola as vantagens que o Open-Source tem.

    acho louvável a atitude, mas não deixa de ser triste qdo a iniciativa tem de partir dos alunos..
    I live the way I type; fast, with a lot of mistakes.

    Re:estado das coisas (Pontos:1)
    por Cricket em 10-12-03 9:45 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Isso sempre foi assim, eu sou capaz de contar pelos dedos (tantos?) da minha mão as iniciativas que partiram pelos professores para ajudar os alunos.

    O objectivo inicial é mesmo reunir alguns simpatizantes do Software Livre e depois lá para o final do semestre/início do próximo reunir condições para que possamos mostrar à Escola o que é o software livre, para que serve, vantagens .. bla bla. São estas coisas que eu preciso, ideias para mostrar a uma população (minha Escola) completamente inculta sobre qualquer tipo de Software sem ser MS.

    Só para terem uma ideia de como funcionam as coisas por aqui, a Escola possui um AS400 que se encontra ligado dias a fio, sabem a fazer o que? Gastar electricidade!
    .:Q:.
    Ideias. (Pontos:0)
    por tag em 10-12-03 10:34 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://taggat.no.sapo.pt
    Em vez de ajudarem o puto com sugestões úteis e construtivas chegam a brilhantes conclusões sobre:
    free vs opensource

    Man.. que bando de inuteis, pq e' q n apareceu ninguem da MCP a dar dicas?? (pergunta rétorica)
    Pq até esse pessoal tem mais que fazer do q perder o seu tempo precioso com as vossas diatribes inconsequentes!

    argh..
    btw... A unica sugestão útil que eu tenho para ti é FAZERES tu tudo, foi o que eu (e + 2 palhaços) fizemos no técnico há uma decada.
    Podes pedir patrocinios à oracle e ibm p.e. (damn, ate' 'a ms podes pedir patrocinio).
    Re:Ideias. (Pontos:1)
    por Cricket em 10-12-03 12:35 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    hehe a do "puto" foi boa :)

    Por acaso esperava reacções do pessoal da Minho Campus Party, de qualquer maneira não acho que os patrocínios levem a algum lado. Não espero grande aderência por parte dos colegas da faculdade e os professores andam sempre com aquela conversa de vítima "Aqui em Setúbal nunca dá nada...", mas nunca os vi tentar.

    O primeiro passo é arranjar um professor que tenha gosto pelo Linux, e quanto a isso já me safei. Só ainda não discuti com ele a ideia de fazer o evento. Pode ser que dê alguma coisa ...

    Depois faço aqui pub, pode ser que queiram dar lá um salto e ensinarem alguma coisa a uns leigos do campo :)
    .:Q:.
    Campus Project (Pontos:1)
    por dmaster em 10-12-03 12:23 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    Bom, devem equacionar o que realmente pretendem demonstrar, é apenas um "show demo" para os estudantes ficarem a conhecer os meandros do free software, é para instigá-los a usar o software em suas próprias casas ou pretendem criar algum espaço específico dentro da escola para actividades?

    Que tal falar com a associação de estudantes -- se existir -- por experiência própria, mesmo num campus burocrático eles são o elo de ligação entre os estudantes e a reitoria. Nada como ter amigos influentes na associação...

    E então o departamento de informática? Esse seria sempre o local de partida para qualquer aventura deste tipo. Os SysAdmin são "lamers" ou quê ? :)

    Se tudo isto não estiver disponível, uma proposta à própria direcção da escola pode dar frutos, mas claro aqui há que ter tacto para furar a burocratização inerente. Mas é de certeza a via mais eficaz se quiserem um sala para demonstrar as virtudes do software livre.

    Felicidades para o projecto, é algo sempre de louvar!
    Re:Campus Project (Pontos:1)
    por Cricket em 10-12-03 12:57 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    "E então o departamento de informática? Esse seria sempre o local de partida para qualquer aventura deste tipo. Os SysAdmin são "lamers" ou quê ? :) "

    Se o "ou quê" for pior que "lamers", então é isso que eles são...

    O departamento de informática está fora de questão, aquilo para eles está tudo muito bem feito e corre tudo muito bem.

    O principal objectivo é mesmo demonstrar e ensinar alguma coisa sobre Linux a quem quiser aprender. É lógico que não queremos forçar ninguém, o país ainda é livre.
    A proposta à direcção também é um bom caminho, vou elabora-la e apresenta-la a um professor e depois à direcção.

    Obrigado pelas dicas ;)
    .:Q:.
    Aluno EST (Pontos:1)
    por psport em 11-12-03 20:54 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    Foi uma boa surpresa que eu tive hoje ao ler o gil, quando vejo o ESTSetúbal numa das notícias, pois é eu tambem sou aluno dessa bela instituição, e tambem já tinha reparado que o nosso campus não é um dos locais onde esse conceito seja muito popular, tanto entre alunos como docentes, eu e alguns colegas já tinhamos discutido esse assunto, e chegamos a considerar a possibilidade de criar um GUL(LUG) ,mas a medida que a epoca de exames se aproxima, a ideia parece cada vez mais distante, dequalquer maneira foi bom saber que anda por aqui mais pessoal com ideias interessantes!
    Duarte Fonseca

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]