gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
EU vs MSFT
Contribuído por ajc em 12-11-03 22:35
do departamento turning-on-the-heat
Europa Estão a começar mais tempos interessantes para a Microsoft. A Comissão Europeia está a levar a cabo audiências à porta fechada com a MSFT, para lhes dar uma última chance de se defenderem de uma mais que provável acusação de abuso de posição monopolista. Em causa estão pelo menos 3 acusaçóes diferentes: que a MS está a usar o seu monopólio em windows para forçar toda a gente a usar o Windows Media Player, ficando assim com o monopólio dos conteúdos multimédia; de dificultar a interoperabilidade em rede dos seus sistemas, em particular o XP, com sistemas alternativos; e o de tentar dominar o mercado de servidores graças ao seu monopólio nos clientes.

router com vontade própria | Speedtouch 330 em Portugal  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • está a levar a cabo audiências
  • Mais acerca Europa
  • Também por ajc
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Question (Pontos:2)
    por Branc0 em 12-11-03 23:18 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    de dificultar a interoperabilidade em rede dos seus sistemas, em particular o XP, com sistemas alternativos

    Eu não uso muito XP, mas das vezes que usei nunca dei por nada. Alguém pode elaborar mais sobre isto?


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:Question (Pontos:3, Informativo)
    por jneves em 13-11-03 0:34 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://silvaneves.org/
    Foi, entre outras coisinhas, uma mudança do protocolo SMB que só era incompatível com o samba. Nada de grave, saiu o patch 48 horas depois. Mas aconteceu...
    Re:Question (Pontos:2)
    por higuita em 13-11-03 10:25 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    por acaso consegues ler e escrever sem problemas em NTFS do teu linux, *BSD, Mac e win9x?

    bem me parecia...


    Higuita
    Re:Question (Pontos:2)
    por leitao em 13-11-03 10:32 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    E consegues escrever do teu Linux em particoes de Solaris (apenas como um exemplo) ?


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Question (Pontos:2)
    por higuita em 13-11-03 11:04 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    e desde quando e' que o solaris e' um OS com uma grande percentagem de mercado?
    E a Sun costuma mudar o formato do filesystem, sem especificar nada sobre ele?

    sei que existe suporte de UFS no linux, com o suporte de escrita marcado como "dangerous" e com o aviso de experimental, como nao tenho solaris, nao faco ideia se corrompe realmente.

    se nao funciona, desconfio que seja mais por falta de vontade e necessidade do que por falta de conhecimentos tecnico (na minha opiniao, como nao tenho solaris, nao faco ideia se a realidade e' assim)

    de igual forma, os restantes OS minoritarios nao sao obrigados a facilitar o acesso se nao quiserem, algo que a microsoft, por ter o monopolio dos desktops ja' nao pode dar-se ao luxo de fazer, precisamente por ser considerado uma tentativa de manter o controlo do monopolio e eliminar a concorrencia

    Higuita
    Re:Question (Pontos:2)
    por Psiwar em 13-11-03 12:06 GMT (#27)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Mas então... andamos a criticar a M$ por causa das suas práticas ilegais e monopolistas... e tu defendes que os "OS minoritários" devem ter "mais" direitos que o Windows?

    O facto de eles dificultarem a interoperabilidade com o seu sistema de ficheiros é mais uma razão para levar as empresas a abandonar o Windows. Isto porque cada vez mais e mais empresas passaram a utilizar o Linux como servidor de ficheiros (entre outros), por isso quem se lixa é a M$. É que se o Linux não pode competir no desktop do utilizador caseiro... nas empresas já não é bem assim...
    Re:Question (Pontos:1)
    por Init em 13-11-03 12:22 GMT (#29)
    (Utilizador Info)

    O facto de eles dificultarem a interoperabilidade com o seu sistema de ficheiros é mais uma razão para levar as empresas a abandonar o Windows.
    Muito pelo contrário. O facto de não poderem faze-lo com segurança fáz com que eles não migrem por várias razões: dificuldade de interoperatibilidade com sistemas que tenham de se manter em window$ por mais algum tempo, dificuldade de interoperatibilidade com sistemas da maioria das pessoas à face do planeta.


    Re:Question (Pontos:2)
    por Psiwar em 13-11-03 12:33 GMT (#31)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Tu estás a falar daqueles que usam Windows para tudo. Mas na verdade... esses já não mudam e não. Os outros garanto-te que tendem para abandonar a M$.
    Re:Question (Pontos:2)
    por joaobranco em 13-11-03 15:01 GMT (#42)
    (Utilizador Info)

      Tu estás a falar daqueles que usam Windows para tudo. Mas na verdade... esses já não mudam e não. Os outros garanto-te que tendem para abandonar a M$.

    Não é o que ocorre, segundo a minha experiência. Estive recentemente envolvido (como consultor informal) num processo de "re-licenciamento" de software para uma empresa de alguma dimensão (média para PT, cerca de 400 empregados). E devo dizer que embora houvesse interesse em abandonar a MS parcialmente, eles tiveram que manter a MS em tudo justamente porque os custos de interoperar MS e Linux superavam os custos (apenas os directos, é certo) de uma solução apenas MS.

    A MS está a fazer tudo por tudo para evitar a migração das contas empresariais para soluções mistas. E lutar contra a interoperabilidade é uma forma de o conseguir.

    Cumps, JB

    Re:Question (Pontos:2)
    por Psiwar em 13-11-03 15:53 GMT (#49)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Portugal sofre sempre um atraso relativamente ao resto do mundo moderno. Dá-lhe 2 ou 3 anos e vais começar a ver a mudança.

    Mas sim é mais uma para juntar à fogueira monopolista da M$.
    Re:Question (Pontos:2)
    por raxx7 em 13-11-03 19:30 GMT (#53)
    (Utilizador Info)

    Mas então... andamos a criticar a M$ por causa das suas práticas ilegais e monopolistas... e tu defendes que os "OS minoritários" devem ter "mais" direitos que o Windows?
    Resposta curta: sim! Por um lado, cada fabricante deve poder oferecer o que quiser. Por outro, é necessário garantir que não abusam da sua posição de mercado para limitar as possibilidades de escolha dos utilizadores. É portanto necessário encontrar um equilibrio adequado.

    Remember to be the Killer, not the Victim! (Nuklear Girl)

    Re:Question (Pontos:1)
    por Init em 13-11-03 12:18 GMT (#28)
    (Utilizador Info)

    Não é uma questão de dever facilitar, é uma questão de não dificultar e a m$ dificulta encapotadamente.
    Nenhum tem a obrigação de facilitar (a m$ tem por causa do acordos com o US DoJ e vários estados dos EUA).


    Re:Question (Pontos:1)
    por lbruno em 13-11-03 13:04 GMT (#32)
    (Utilizador Info) http://republico.estv.ipv.pt/~lbruno/
    sei que existe suporte de UFS no linux, com o suporte de escrita marcado como "dangerous" e com o aviso de experimental


    Ate' 'a data, apenas um slackware-beta me corrompeu um filesystem UFS.
    Re:Question (Pontos:2)
    por Branc0 em 13-11-03 11:12 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    O NTFS que eu saiba não foi implementado no XP mas sim no Windows 2000.


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:Question (Pontos:3, Esclarecedor)
    por higuita em 13-11-03 12:05 GMT (#26)
    (Utilizador Info)
    por acaso foi no NT, nao sei se no 3.5 ou se so' no 4.0

    mas existem 2 problemas, 1º e' todo o formato do filesystem nao estar devidamente documentado, especialmente a parta da metadata, responsavel pelas permissoes, datas, e atributos especias
    o 2º e' que no ntfs do NT4.0 o drive de linux ainda ia funcionando, apesar de ter varios problemas e ser um pouco perigoso...
    mas a MS alterou o ntfs no win2k e depois novamente no winCHiPe, mais uma vez sem documentar nada
    pelo que um drive de ntfs que funcionava mal, deixou de funcionar totalmente nas novas versoes
    e mesmo que forcem os drivers a escrever nestes NTFS recentes, apenas teem garantias de ter o NTFS todo corrompido
    (estou sempre a falar da escrita, a leitura, felizmente, ainda segue as regras do ntfs original)

    logo a M$ em vez de facilitar o acesso, dificultou, e agora preve-se que o proximo windows vai ter ainda mais alteracoes no NTFS, que previsivelmente, nao vao ser documentadas

    neste momento escrever ntfs no linux apenas com os drivers/dlls do windows de NTFS crackados+um wine especial ou atraves de um wmware

    de referir tambem que no tempo do desenvolvimento original do suporte de ntfs para linux, a M$ disponibilizou informacao do filesystem aos programadores de linux que assinassem um acordo ( um NDA?)...
    eles tiveram acesso a uma data de informacao, mas depois a M$ decidiu cancelar o acordo (ou pelo menos nao mostrar a informacao que se precisava) e criou-se uma situacao perigosa...

    o pessoal que desenvolvia o drive de NTFS nao podia mais mexer nele, pois tinha tido acesso a informacoes da M$ que agora nao podia usar, sob o risco de criar uma situacao que os advogados (especialmente da MS) iriam adorar "tratar"

    todo o drive do ntfs tinha sido "contaminado" por informacao da M$ e logo continuar a trabalhar nele seria algo perigoso, pois poderia contaminar outros futuros programadores e impedir -los de implementar livremente novos drivers (a mesma teoria das patentes, depois de se ler uma patente, fazer algo que seja minimamente similar e' abuso da patente, pois dizem que foi buscar a ideia a patente, mesmo que na grande maioria dos casos nao seja verdade)

    foi uma das razoes porque o drive actual de NTFS ainda tem problemas, o seu desenvolvimento parou repentinamente e os poucos que ficaram pouco mais fizeram do que ir actualizando para os kernel mais recentes

    so' agora com o desenvolvimento do novo drive de ntfs (incluido no 2.6), construido apartir do zero e' que se volta a ter esperancas de se conseguir um dia um suporte completo ao ntfs

    Higuita
    Re:Question (Pontos:1)
    por Init em 13-11-03 12:28 GMT (#30)
    (Utilizador Info)

    «e agora preve-se que o proximo windows vai ter ainda mais alteracoes no NTFS, que previsivelmente, nao vao ser documentadas
    De ntfs o proximo file system da m$, vai ter pouco, pois vai ser uma das coisas que mais vai mudár no proximo window$, pois até uma versão de sql server vai estár incluido no file system, entre outras coisas.


    Re:Question (Pontos:2)
    por higuita em 14-11-03 13:09 GMT (#73)
    (Utilizador Info)
    pois, tambem ja' tinha lido isso, mas tambem ja' tinha lido isso tambem para o windows XP...

    segundo sei, o ntfs ja' e' ele proprio uma semi base de dados, mas o novo acho que seria mesmo o MS SQL


    Higuita
    Re:Question (Pontos:1)
    por Kmos@TNO em 13-11-03 13:25 GMT (#38)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    Vai aqui e instala esse driver e já consegues.. eu pelo menos em Red Hat 9 consigo fazer tudo na minha partição com o Windows XP.

    " I'm a lost soul in this lost world... "
    Correcção... (Pontos:1)
    por Kmos@TNO em 13-11-03 13:27 GMT (#39)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    "na minha partição com o Windows XP", digo, "na minha partição do Windows XP".

    " I'm a lost soul in this lost world... "
    Re:Question (Pontos:1)
    por mad em 13-11-03 13:38 GMT (#40)
    (Utilizador Info)
    Ou tens tido sorte ou eu estou engando, sempre me disseram que eram um tanto ou quanto perigoso escrever em NTFS. Ver aqui (http://linux-ntfs.sourceforge.net/info/ntfs.html#3.2)

    Cumprimentos
    mad
    Re:Question (Pontos:2)
    por higuita em 14-11-03 13:06 GMT (#72)
    (Utilizador Info)
    do site:

    # Still read-only, but with safe file overwrite support on all Windows versions without changes to the file size and if the file is over 1 kB.

    este drive e' o drive novo, que funciona mas ainda tem problemas com a parte do metadata... por isso e' que nao podes criar novos ficheiros ou alterar o tamanho, pois mexe com a informacao do metadata e basta um erro para o ntfs ficar todo baralhado

    mas se for alterar o conteudo dos ficheiros funciona, como conta la' no site, existe ate' uma distro que corre de ntfs, ela cria um ficheiro enorme no ntfs e usa como um disco... o tamanho e' o mesmo, o ficheiro ja' esta' criado, alterar a informacao do interior do ficheiro e' totalmente segura

    nao tenho seguido o desenvolvimento do drive, mas se eles ainda teem o aviso e' porque ainda existe o perigo de corromper, mesmo que aparentemente possa estar a funcionar tudo bem para ti

    Higuita
    Re:Question (Pontos:2)
    por fhc em 13-11-03 22:13 GMT (#56)
    (Utilizador Info)

    Não é esse tipo de interoperabilidade. É mais do estilo de SMB/CIFS, Kerberos, LDAP versão Microsoft (Active Directory), etc.

    Francisco Colaço


    Felizmente! (Pontos:2)
    por 4Gr em 12-11-03 23:45 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Já não era sem tempo...

    Espero que desta vez o dinheiro não seja determinante na resolução do caso, como se sucede, constantamente, na justiça americana vs Microsoft. Talvez desta vez seja diferente...

    Espero que se faça história... que o dia fique marcado e jamais a Microsoft se esqueça. Espero que este não seja o único, mas apenas o primeiro de muitos! Até à data, a Microsoft tem feito o que realmente lhes apetece sem que as repercurssões sejam grandes. Quantos processos prescreveram, e quantos não tiveram qualquer resultado contra a Microsoft?

    Se o dinheiro não compra tudo, e eu acredito plenamente nisso, então vai haver um marco na história. Talvez seja o princípio do fim..


    Dominus vobiscum
    Tenho as minhas dúvidas (Pontos:2)
    por jneves em 13-11-03 0:35 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://silvaneves.org/
    Há anos que oiço esta história. Digamos apenas que, se a montanha voltar a parir um rato, não fico admirado. Há anos que, regularmente, aparece esta "ameaça" à Microsoft. Vamos a ver se dá em qualquer coisa...
    Re:Felizmente! (Pontos:2)
    por [Cliff] em 13-11-03 1:52 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Dos casos que li, que foram decididos contra a Microsoft, esta acabou por desembolsar largos milhões de indeminizações... mas e então? Até aposto que o Bill - se fosse legal claro ;-) - passava o cheque do bolso dele.
    Podem também fazer algumas concessões ao nível de interoperabilidade de software... mas e então? O software da MS vende na mesma.
    O princípio do fim, seria retirarem-lhes a licença de venda de software na Europa... como isso nunca vai acontecer, estás errado quando pensas que este é o início do fim... talvez seja quando o "little man" começar a usar outro sistema operativo e outras aplicações.
    Até esse dia chegar, eu vou sentar-me confortavelmente na cadeira porque não estou para esperar em pé.

    ----------
    -1: Redundante!
    Re:Felizmente! (Pontos:4, Engraçado)
    por leitao em 13-11-03 9:28 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    O princípio do fim, seria retirarem-lhes a licença de venda de software na Europa...

    Que licensa e' essa ? Nao sabia que era preciso uma licensa para vender software na Europa... deve ser como pra vender kebabs numa roulote na berma da VCI -- precisas de uma licensa...


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Felizmente! (Pontos:4, Engraçado)
    por Gimp em 13-11-03 10:27 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Informo o caro Nuno que bender kevavs na BCI não é de todo impoçíbel, licensas há muitas, mas "licenças" dúbido que o Rio as paçe, e um gajo arrisca-se a lebar com um carro nas fussas (em oposição a fuças). Depois das cedilhas agora temos os S.


    "No comments"

    Re:Felizmente! (Pontos:2)
    por leitao em 13-11-03 10:33 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Fica-te muito bem esse comportamento fica... parabens...


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Felizmente! (Pontos:3, Esclarecedor)
    por Gimp em 13-11-03 11:26 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    Eu no teu lugar levava para a brincadeira, mas enfim. Compreendo que o uso diário da língua inglesa te pregue partidas e é isso que deves ter em conta. Falo por mim, 18 anos a ouvir e ler o castelhano pôe-me às vezes em situações complicadas :-). Relax...


    "No comments"

    Re:Felizmente! (Pontos:2)
    por Gimp em 13-11-03 11:28 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    Esses 18 anos são a par do português.


    "No comments"

    Re:Felizmente! (Pontos:1)
    por elmig em 14-11-03 19:47 GMT (#79)
    (Utilizador Info) http://www.DebianPT.org
    Biba, agora tambén já temso subemarinos e élicopteros!!!*

    * Não sabemos é escrever em condissões.

    "Big brother is watching you, and little brother is too. When big brother goes to sleep, little brother goes through his stuff."

    Re:Felizmente! (Pontos:2)
    por higuita em 13-11-03 10:33 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    humm... VCI!!!

    es um "Homem do Norte, carago"?
      8)

    Higuita
    Re:Felizmente! (Pontos:1, Despropositado)
    por [Cliff] em 13-11-03 10:58 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Eia kebabs... boas recordações de Kilburn Highroad.

    ----------
    -1: Redundante!
    Re:Felizmente! (Pontos:1, Despropositado)
    por leitao em 13-11-03 11:08 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Conheceste a carrinha do gajo Libanes 'a saida do Tube em Kilburn ? Eram os Kebabs mais gordurosos deste lado do canal, mas nao deixavam de ser um espectaculo :-)


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Felizmente! (Pontos:1, Despropositado)
    por [Cliff] em 13-11-03 11:44 GMT (#24)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Nem por isso... onde eu costumava ir aos kebabs em kilburn era num "tasco" que ficava de frente para uma pastelaria (praí no 2o cruzamento), um bocadino antes do cinema Trycicle ou lá como aquilo se chamava... olha, mesmo ao lado da 1a central dos mini-cab quando desces a Kilburn Highroad :)
    Saía de um bar que lá havia (não sei se ainda há, foi em 2000) e ia lá acabar a noite.

    ----------
    -1: Redundante!
    Re:Felizmente! (Pontos:2)
    por pyro em 13-11-03 19:10 GMT (#51)
    (Utilizador Info)
    Kebabs?!?!? Bifanas! Em Portugal são bifanas!!!
    Re:Felizmente! (Pontos:2)
    por leitao em 14-11-03 0:50 GMT (#59)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Nao meu caro -- um shish kebab original e' radicalmente diferente de uma Bifana -- tao diferente que nem e' comido com pao!


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Felizmente! (Pontos:3, Interessante)
    por Init em 13-11-03 13:21 GMT (#35)
    (Utilizador Info)

    «Podem também fazer algumas concessões ao nível de interoperabilidade de software... mas e então?»
    Se essas concessções forem como as que resultaram do acordo nos EUA, então são uma fraude (como resto do acordo), pois a m$ licencia a documentação de uma forma que continua a impedir a comunidade de Software Livre aceder a essa documentação.

    «O princípio do fim, seria retirarem-lhes a licença de venda de software na Europa...»
    Não sei se isso se justifica, nem se essa licença existe, pois a UE ainda é uma colecção de estádos soberanos.
    Também temo que mesmo que fosse possivél teria mais efeitos negativos do que positivos, pois não esqueçamos que existe de facto uma dependencia de muita gente em relação à m$. Penso que outras medidas no entanto estavam em ordem:

    • Publicação de documentação de API's, protocolos de comunicações, formatos de dados, quais quér outras formas de troca de dados ente sistemas, de forma totalmente não-discriminatória, ou seja, de forma a que todos pudessem aceder-lhe, estudar, copiar e redistribuir (não modificar a não ser que a m$ quisesse).
    • Renegociação de contractos com OEM's, de forma a permitir a venda sem qualquer retaliação de produtos/serviços de empresas concorrentes à m$ e permitir aos OEM, divulgar os preços dos produtos que vendem.
    • Obrigar a m$ a permitir aos utilizadores de sistemas pré-instalados recusarem a licença mantendo o direito de poder fazer a devolução (ao OEM) do produto (obtendo o seu valor em troca) e obrigar a m$ a aceitar devoluções de produtos não utilizados.
    • Obrigar a m$ a distribuir o window$ sem dependencia em relação a outros produtos da m$. Permitindo assim que envês do software da m$ fosse utilizado o de outros fabricantes.
    • Proibir a continuação da pratica da m$ de criar a necessidade de se aderir a um serviço ou comprar um produto, para se poder ter acesso a outro serviço/produto que não seja de natureza exclusiva de quem tem determinados produtos/serviços da m$ (estou claro a falar do pa$$port, do m$n, do hotmail e afins).
    • Obrigar a m$ a permitir a utilização de qualquer software para aceder aos seus serviços que não sejam exclusivos de quem tem produtos/serviços da m$
    • Castigar a m$ com pesadas multas em relação a praticas passadas, manter um grupo a fiscalizar praticas presentes e num futuro a medio prazo, e multar a m$ por violação das regras.
    • Obrigar a m$ a indemenizar os concorrentes e os consumidores pelas suas praticas, mas que não sejam indemenizações pateticas como as que vemos nos EUA, as indemenizações devem cobrir o valor do estrago causado (incluindo o valor das idmenizações dadas pelos concorrentes aos seus funcionários no caso de terem tido a necessidade de reduzir pessoal em resultado da competição ilegitima levada a cabo pela m$) e parcialmente o valor dos custos de deixár de ter os problemas causados pelas praticas da m$ (migrações, alguma investigação (a que tenha sido resultado das praticas da m$) em relação a produtos da m$, para poder manter a compatibilidade, por exemplo).
    • Obrigar a m$ a retirar alguns produtos do mercado por terem apenas o proposito de denegrir determinadas tecnologias.

    Estas foram algumas das medidas que são um pouco mais razoaveis a meu ver.


    Re:Felizmente! (Pontos:1)
    por Init em 13-11-03 13:22 GMT (#36)
    (Utilizador Info)

    Erm!
    Estas são e não foram...


    Talvez OT, talvez nao.. (Pontos:1)
    por SmokeScreen em 13-11-03 1:33 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Não, não é mais uma sessão de MS-Bashing.. é so um desabafo..
    Estava agora a ler o mail e recebi um email da MS relativo a uma revisão de um security update, digamos que uma nota.. tipo "P.S."
    E este "P.S." diz nada mais nada menos do que:
    Se instalaram o IE 6 SP 1 em cima de um W2K SP3, e depois puseram o W2K SP4, esta tudo kosher.. se, no entanto, so instalaram o SP1 do IE6 DEPOIS do SP4 do W2K.. entao meus amigos, tem de instalar este patchezito de segurança..
    Isto nao e novidade.. patches a quebrarem patches.. mas isto e que e estranho:
    W2K SP4 - 26/6/2003
    IE6 SP1 - 9/9/2002
    Tudo certo, porque o SP4 corrige o que devia corrigir.. mas por alma de quem é que um patch (neste caso o SP1 do IE) altera uma componente de uma versao superior(!!) sem o sistema se queixar? Sera pedir muito uma verificação de versões ANTES de patchar a coisa?
    E so mesmo um desabafo...

    P.S.: Gostei especialmente da parte "Mitigating factors", em que tentam dizer que os utilizadores até podem evitar a vulnerabilidade, por isso não é de todo culpa deles.. uff..
    --
    RMO
    Merecem... (Pontos:2, Interessante)
    por drdread em 13-11-03 9:39 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    ...todas as chatices e inconvenientes possíveis e imaginárias, legalmente impostas ou não.

    Notem, eu até acho que o Windows tem pontos positivos, e que a espaços a Microsoft é capaz de produzir produtos de alta qualidade. O MS Project, por exemplo.

    O que não suporto na MS é a sua "visão" que um PC é um electrodoméstico como outro qualquer, e que qualquer pessoa tem a capacidade para o usar e manter, sem ter que abrir o capot de vez em quando. Essa visão é responsável por existirem milhões de utilizadores infoanalfabetos com um PC na mão, ligados à Internet e convencidos que tudo é fácil e simples só porque a Microsoft diz que é.

    Ou seja, espero que levem na cabeça.

    No entanto, penso que obrigar a MS a retirar o MediaPlayer do Windows corresponderia a pedir às distros que deixassem de incluir o xmms... ou não?


    No code = No errors

    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por DomusOnline em 13-11-03 11:02 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://bandalarga.domus.online.pt/
    Err... Lá que haja pessoal especializado e pessoal que veja a informática como um hoby não vejo qualquer problema. Mas o caminho a seguir deve ser mesmo esse que referes como "assustador" na MS.

    Se não olharmos para o nosso umbigo facilmente nos apercebemos que a maioria das pessoas precisa de um computador como precisa de uma televisão, de um frigorifico, de um telemóvel, de um carro ou de um video/dvd... Ou seja, como um utensílio, como uma ferramenta e não como objecto de estudo ou passatempo.

    Que ainda não estamos lá concordo. Que podemos demorar a lá chegar também. Mas que não seja o caminho a seguir não concordo. Essa lógica é contrária a muitas das coisas que tornaram os computadores o que são hoje e que os tornam tão úteis a tanta gente.

    Cumprimentos.
    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por Pink em 13-11-03 15:25 GMT (#46)
    (Utilizador Info) http://www.PinksWorld.8m.com
    televisão e frigorifíco são bem diferentes de telemóvel e automóveis.

    Vc precisa aprender a usar o telemóvel (que por sinal estão cada vez mais sofisticados - observem o crescente tamanho dos manuais).

    Quanto ao automóvel, vc precisa estar habilitado à dirigí-lo. Não é só ligar o motor e pisar no acelerador : há centenas de regras a serem seguidas. Regras de convivência com os demais motoristas, por exemplo (como dar setas ANTES de trocar de faixa).

    A bronca do cara é válida. As pessoas não podem simplesmente ligar o computador na Internet nem aprender, pelo menos, regras básicas de convivência no uso do EMAIL!! Como não enviar anexos megabáiticos sem avisar antes!!

    []s,
    Pink@Manaus.Amazon.Brazil.America.Earth.SolarSystem.OrionArm.MilkyWay.Universe

    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por fhc em 13-11-03 22:24 GMT (#58)
    (Utilizador Info)

    Vocês no Brasil ligam os piscas antes de mudar de faixa? Aqui em Portugal quase nunca o vejo fazer, embora eu o faça escrupulosamente.

    Por outro lado aqui também se diz que o C++ é uma boa linguagem para aprender a programar...

    Francisco Colaço


    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por Pink em 14-11-03 11:35 GMT (#68)
    (Utilizador Info) http://www.PinksWorld.8m.com
    Faz tempo que não ando pelo resto do país (uns 7 anos, me parece), mas pelo menos aqui em Manaus a maioria dos motoristas usam as setas apenas para comemorar Ano Novo... :-(

    Da última vez que estive em São Paulo, a maioria dos motoristas davam setas (mas não todos).

    E, interessante (porque em Sampa "carioca" é sonônimo de motorista ruim), por esta mesma época estive no Rio de Janeiro, e quase não vi um motorista trocar de faixa sem avisar antes.

    Quanto à C++, tem muita gente aqui que tbm acha que se deve aprender a programar com esta coisa... :-)


    []s,
    Pink@Manaus.Amazon.Brazil.America.Earth.SolarSystem.OrionArm.MilkyWay.Universe

    Re:Merecem... (Pontos:1)
    por drdread em 13-11-03 15:32 GMT (#48)
    (Utilizador Info)
    Mas, a questão é esta: se ainda não estamos lá, era melhor avisar as pessoas, ou não?

    Imagina que uma marca automóvel anunciava os seus carros como "sem manutenção" (não o sendo, claro!). Seria motivo para revoltas populares, ou não?


    No code = No errors

    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por DomusOnline em 14-11-03 1:08 GMT (#62)
    (Utilizador Info) http://bandalarga.domus.online.pt/
    Acho que o que se passa é que se confunde marketing [bullshit] com o resto...

    Eles até têm um site que te faz o update de forma "suave" (com problemas é certo). E têm alertas (maior parte atrasados). A questão é que as pessoas estão-se borrifando... (mesmo as que têm responsabilidades como se viu no caso do blaster).

    Não estou a ver que qualquer outra empresa viesse a público dizer... "cuidado... se você não domina verdadeiramente a complexa arte da computação não use os nossos produtos..."

    Pegando na analogia dos carros... apesar das revisões de 15 ou 25.000KM o condutor mais sensato se calhar muda o óleo a cada 5000 ou 10000KM...

    Em resumo, não dou os parabéns à MS por não "alertar" para os perigos da má utilização, mas nunca esperaria outra coisa de qualquer empresa.

    Os exemplos dados prendem-se essencialmente com Internet que quer se queira quer não é algo "novo" para as massas... e sofre de problemas de crescimento acelerado. Pôr as culpas na MS parece-me arranjar um bode expiatório... A Apple tem outro comportamento? Algum fabricante de TM todos XPTO tem uma atitude diferente perante os potenciais perigos dos Javas, bluetooth e mais o raio que aí há-de vir? Qualquer dia acordamos e recebemos uma bela virose por SMS que nos faz mandar SMS de valor acrescentado para a nossa lista e nem damos por isso ;)

    Bem, já ficou longo de mais. Cumprimentos.
    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por leitao em 13-11-03 11:06 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Notem, eu até acho que o Windows tem pontos positivos, e que a espaços a Microsoft é capaz de produzir produtos de alta qualidade. O MS Project, por exemplo.

    O MS Project e' um produto de alta qualidade ??!?! Ja' o usaste para produzir algo mais que um Gant chart com 2 ou 3 tarefas ?


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Merecem... (Pontos:3, Engraçado)
    por [Cliff] em 13-11-03 11:08 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Mas não é só para isso que ele serve? :)

    ----------
    -1: Redundante!
    Re:Merecem... (Pontos:1)
    por drdread em 13-11-03 15:24 GMT (#45)
    (Utilizador Info)
    Já, inclusivamente já usei para gerir um projecto de desenvolvimento em PHP... :-)

    E lá que funcionou, funcionou!


    No code = No errors

    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por leitao em 14-11-03 0:56 GMT (#60)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Nao estou a ver como e' que "geres" um projecto (de software ou nao) com o M$ Project, mas, continuando... o M$ Project (sem mais nada) e' praticamente inutil.

    Exige que o trabalho todo seja feito pelo operador, produz charts que sao uma desgraca, e' impossivel imprimir algo mais do que uma lista de tarefas (e mesmo assim, mal), e' pessimo a refazer dependencias, etc, etc, etc.

    Esse projecto de desenvolvimento envolvia que, 20 a 50 tarefas e umas 4 ou 5 pessoas ? Tenta fazer seja la' o que for com o Project que envolva qualquer nivel de complexidade que depois ves o mal que funciona.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por PR em 13-11-03 11:18 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Também acho que a M$ tem produtos de alta qualidade, nomeadamente o Excel, Visio, Flight Simulator e Sidewinder Pro :))
    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 13-11-03 11:50 GMT (#25)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    O Visio não é nada por aí além... é decente :) Nos últimos dois anos passei a vida a tentar fazer UML no Visio para o C++ do SymbianOS (uma API um bocado paralela :)) e não tive grandes resultados, por isso é justo dizer que o UML do Visio sucks para algo que não seja deles (VB,VC++).
    O FS de facto não tem par na simulação de aviação :)
    Sobre o Sidewinder Pro... epá, a não ser que a Thrustmaster tenha ido com os porcos, para mim a Thrustmaster continua a ter os melhores joysticks de sempre.

    ----------
    -1: Redundante!
    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por PR em 13-11-03 13:38 GMT (#41)
    (Utilizador Info)
    Uso o Visio para fazer "bonecos" de rede, basicamente. Quanto ao TrustMaster, até posso partilhar da tua opinião, mas eu queria Force FeedBack, e à altura era na minha opinião o melhor joystick do mercado. Se lançarem um Hotar com force feedback quem sabe? :)
    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por Pink em 13-11-03 15:30 GMT (#47)
    (Utilizador Info) http://www.PinksWorld.8m.com
    o UML do Visio sucks para algo que não seja deles (VB,VC++)

    Trabalhei com Visio antes da Microsoft botar as patas nele, e ele era um bocado mais versátil do que é hoje.

    Ele hoje é uma ferramenta menos útil que antes. Thank you, Microsoft. :-/

    []s,
    Pink@Manaus.Amazon.Brazil.America.Earth.SolarSystem.OrionArm.MilkyWay.Universe

    Re:Merecem... (Pontos:1)
    por mrmv em 14-11-03 11:04 GMT (#67)
    (Utilizador Info)
    Já agora queres concretizar?
    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por Pink em 14-11-03 11:41 GMT (#69)
    (Utilizador Info) http://www.PinksWorld.8m.com
    Uma das características do Visio antes de ser adquirido pela Microsoft era a riqueza e variedade de plugins pré-instalados.

    Por esta época, eu trabalhava e estudava : no trabalho se usava padrão de símbolos (esqueci qual, apesar de ser o que mais usei...) e na faculdade, usavamos o "Chicken Foot" (Oracle). E escolhi usar o Visio porque ele dava suporte para ambos (e muitos mais).

    Fui usar o Visio mais recente na máquina do meu irmão e fiquei muito decepcionado. Há muito menos plugins disponíveis, muito menos opções de desenvolvimento.

    Um dos plugins que eu usava não estava mais lá: ainda tenho minha velha cópia do Visio para qualquer eventualidade.

    []s,
    Pink@Manaus.Amazon.Brazil.America.Earth.SolarSystem.OrionArm.MilkyWay.Universe

    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por grumpy bulgarian em 13-11-03 13:07 GMT (#33)
    (Utilizador Info) http://10.10.11.2
    eu gosto de usar o "dir"
    Grumpy B)
    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por grumpy bulgarian em 13-11-03 13:10 GMT (#34)
    (Utilizador Info) http://10.10.11.2
    esqueci-me... a internet tb foi um produto bem pensado.. ha que fazer justiça aos gajos
    Grumpy B)
    Re:Merecem... (Pontos:1)
    por Kmos@TNO em 13-11-03 15:21 GMT (#43)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    Que eu saiba a M$ não produz nada disso, apenas compra as empresas que o fazem, ou apenas, dá o € para que seja lançado determinado produto no mercado "released", porque nos jogos dá para ver lá o nome da empresa que elaborou o jogo. Penso que o Age of Empires é que foram eles que fizeram..

    " I'm a lost soul in this lost world... "
    Re:Merecem... (Pontos:1)
    por Kmos@TNO em 13-11-03 15:22 GMT (#44)
    (Utilizador Info) http://Kmos.TondelaOnline.com
    Que eu saiba a M$ não produz nada disso, apenas compra as empresas que o fazem, ou apenas, dá o € para que seja lançado determinado produto no mercado, porque nos jogos dá para ver lá o nome da empresa que elaborou o jogo. Penso que o Age of Empires é que foram eles que fizeram.. Apaguem o último comentário que atrufiou com as aspas.

    " I'm a lost soul in this lost world... "
    Re:Merecem... (Pontos:1)
    por coder em 13-11-03 13:24 GMT (#37)
    (Utilizador Info)
    No entanto, penso que obrigar a MS a retirar o MediaPlayer do Windows corresponderia a pedir às distros que deixassem de incluir o xmms... ou não?

    não é a mesma coisa. o xmms lê qualquer formato aberto e, para além disso, não é o único media player que vem com as distribuições Linux. por contraste, o WMP é o único media player que vem com o Windows, sendo o seu real objectivo fazer com que os codecs e protocolos Windows Media dominem o mercado e, consequente, que esta domine o mercado de servidores de streaming media.

    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por leitao em 14-11-03 1:06 GMT (#61)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Vamos la' a ver, o caso da Apple por exemplo... quantos media players e' que veem com o MacOS X ? Hammm, 1, o da Apple -- quantos browsers e' que veem com o OS ? 1, o Safari -- quantas aplicacoes de IM ? 1, o iChat da Apple -- quantas aplicacoes de e-mail ? 1, a da Apple... ad infinitum...

    De que forma e' que isto e' da Microsoft ? A Apple nao esta' a tentar dominar os video-codecs incluindo o QuickTime nos Apple's ? E' que e' exactamente igual ao que a Microsoft faz, mas ultimamente tudo a que a Microsoft faz e' imediatamente apelidade de pratica monopolista. A Apple lancou o iTunes por forma a correr apenas em MacOS, e nao viste a EU a fazer uma injuncao ao produto...

    E' estas merdas que me irritam profundamente -- as praticas monopolistas parecem vir todas de uma empresa, mas toda a gente deixa passar as praticas (que nao sao menos monopolistas) de todos os outros.

    Porque e' que eu nao posso correr o MacOS X no meu PC ? Porque e' que tenho que pagar £1000 para comprar um iBook ? Quero o MacOS X ja' a correr no meu PC!! Porque e' que nao vamos atras da Apple ? Estao a querer monopolizar a venda de hardware que corra o sistema operativo deles!!


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por taf-7arte em 14-11-03 2:01 GMT (#63)
    (Utilizador Info) http://taf.net
    "E' estas merdas que me irritam profundamente -- as praticas monopolistas parecem vir todas de uma empresa, mas toda a gente deixa passar as praticas (que nao sao menos monopolistas) de todos os outros."

    Vamos ser claros: este problema passa-se devido a generalizada má formação das pessoas. Formação humana, não técnica. Usando uma linguagem que me vai fazer parecer "elitista" :-) , diria que "o povo em geral" não está preparado para analisar friamente as situações em que é parte envolvida/interessada.

    Se calhar fruto das décadas de 80 e 90 em que havia uma tradição de tentar fazer tudo e depressa, as novas gerações parecem sentir-se em condições de fazer juízos com pouquíssima informação. Invocam a sua suposta "liberdade" (pela qual nunca tiveram de lutar para perceber o que verdadeiramente a liberdade é) para dizerem a primeira coisa que lhes passa pela cabeça sem quaisquer receios de serem responsabilizadas por isso.

    Pior do que isso, as pessoas frequentemente não têm a noção de que não estão em condições de ter uma opinião sólida sobre um qualquer assunto. Leram umas coisitas, sabem as keywords, verificam que os seus interlocutores raramente sabem do que falam, e aí vai disto, toca a fazer o papel de especialista ou de comentador esclarecido...

    Eu acho que este fenómeno é daqueles que mais prejudica o país. Impede que as pessoas trabalhem eficazmente em grupo porque não há grupos que resistam com elementos destes. Mascara a ignorância que efectivamente existe. Cria mau ambiente pela agressividade que está subjacente. Distrai do essencial. Desvaloriza a humildade que é fundamental para se conseguir aprender e evoluir.

    Esta educação obtém-se na infância e adolescência. A partir de certa idade só muito dificilmente se ultrapassam estas dificuldades de relacionamento humano. Uma grande parte desta geração está de facto perdida, neste contexto a que me refiro.

    Nunca mais se aposta a sério na Educação. Não me preocupa a "excelência técnica". Prefiro claramente a educação cívica, o bom uso do Português para que as pessoas se consigam entender. E para isso é evidente que a Matemática/Lógica é fundamental, pois treina os mecanismos de rigor de raciocínio que tanto faltam agora.

    Lembram-se daquele artigo sobre a idade dos editores? É por estas e por outras que eu me sinto "velho" e fico contente com isso. :-)
    Re:Merecem... (Pontos:1)
    por hybriz em 14-11-03 3:12 GMT (#64)
    (Utilizador Info)
    o problema da democracia, é o demo ignorante. o elitismo nasce dai apenas pq a elite é 'educada', e o acto de eleger e regular é necessariamente um acto consciente.

    Arnold DesfazONegro foi eleito na California, pq? fogo entao o homem é actor, consegue fazer de politico na boa... afinal, analogias ao T3 sao bem melhores do q conversas chatas sobre os real issues.

    Perdão pelo exemplo americano, mas é uma optima projecçao do q se poderá passar em Portugal. (zé maria do bib brother a presidente!!! metam o gajo da novela a primeiro ministro e o pais estava em melhores maos. [é enorme a percentagem de gente neste pais nao concordaria com estas afirmaçoes])

    Pao e Circo. (dizia o outro romano...)

    Hybriz, o cão do dEUS

    Re:Merecem... (Pontos:1)
    por Init em 14-11-03 3:33 GMT (#65)
    (Utilizador Info)

    Vamos la' a ver, o caso da Apple por exemplo ...

    Mas...

    Estao a querer monopolizar a venda de hardware que corra o sistema operativo deles!!

    [...]aqui, estás a ser tão ou mais hipocrita quanto os outros...


    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por leitao em 14-11-03 9:31 GMT (#66)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Espera, explica-me se faz favor de que forma...

    E' que a situacao entre a Microsoft/MediaPlayer ou a Apple/Hardware e' virtualmente a mesma. A Microsoft tem o monopolio do desktop no PC porque o criou -- a Apple tem o monopolio do desktop no Mac porque o criou tambem, mas so' a Apple e' que tem um sistema operativo que corre em hardware fechado!! Porque e' que nao chamas a isto um monopolio ? Explica-me porque para ver se eu percebo...


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por 4Gr em 14-11-03 12:16 GMT (#70)
    (Utilizador Info)
    Monopólio é um conceito abrangente, e não se aplica, definitivamente, a um mercado pequeno. Eu aqui em casa posso fazer um sistema operativo que, efectivamente, só corra nas minhas máquinas.. estou a ser monopolista? :-) eheh..

    Além do mais, é incomparável a posição da Apple em relação à Microsoft. Eles fizeram o seu Sistema Operativo que corre no seu hardware, mas o que a Microsoft faz é bem pior: faz software de modo a que, ciclicamente, só usem o seu software, tirando ao utilizador a palavra final.

    Não sei, quando vem a conversa da Microsoft à mistura sinto-me deveras perturbardo. Mais, de facto, descobri que sinto pela Microsoft um ódio tremendo.. paralelamente, também descobri que não consigo permanecer passivo perante as "atrocidades" que a Microsoft tem vindo a praticar..

    Se eles um dia forem à falência.. quem lucra são todas as outras empresas, a CONCORRÊNCIA - porque aí sim ela vai existir, e claro, o utilizador final.

    No outro dia estava a conversar justamente com um amigo meu sobre esta questão.. ele, menos preocupado com isto, não lhe aquece nem lhe arrefece os métodos da Microsoft ou similares (não estou a ver nenhuma, acho que é mesmo caso único..) porque, e citando "eu uso o que melhor serve as minhas necessidades", ele acabou aí por quebrar toda a lógica do seu discurso. Rapidamente lhe perguntei.. "mas tu sabes o que existe? Ou só te apareceu mesmo Microsoft à frente?". Ele permaneceu calado, e eu com um sorriso chapado na cara :-)


    Dominus vobiscum
    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por leitao em 14-11-03 13:34 GMT (#74)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Não sei, quando vem a conversa da Microsoft à mistura sinto-me deveras perturbardo. Mais, de facto, descobri que sinto pela Microsoft um ódio tremendo..

    I rest my case...


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por 4Gr em 14-11-03 14:51 GMT (#75)
    (Utilizador Info)
    Como se isso te desse razão...

    O meu ódio é legítimo, a tua adoração é forçada...


    Dominus vobiscum
    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por leitao em 14-11-03 15:19 GMT (#76)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Eu nao adoro a Microsoft, nao sejas burro.

    Mas tambem nao a odeio, o que me coloca numa posicao mais equilibrada para fazer julgamentos de valor em relacao a ela.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por 4Gr em 14-11-03 18:32 GMT (#78)
    (Utilizador Info)
    Podes não adorar, mas é isso que deixas transparacer.

    "Mas tambem nao a odeio, o que me coloca numa posicao mais equilibrada para fazer julgamentos de valor em relacao a ela."

    Erradíssimo! Eu também já fui absolutamente imparcial em relação à Microsoft.. melhor, queria lá saber o que eles faziam. Até que, justamente, comecei a tecer juízos de valor, a ver um pouco da sua história e a juntar os factos. A partir daí não consegui permanecer imparcial e julgo que a revolta foi crescendo. O que sinto hoje é um repúdio pela Microsoft, derivado dos meus juízos de valor, de factos e de tudo o que tenho visto em conformidade!


    Dominus vobiscum
    Re:Merecem... (Pontos:1)
    por mrmv em 14-11-03 16:09 GMT (#77)
    (Utilizador Info)
    Pareces-me um pouco ingénuo, mas deve ser da idade mas acredita isso passa com o tempo...

    De facto a tua perturbação quando se trata de falar na ms só te prejudica (IMHO) pois retira-te credibilidade, e perdes a lucidez e coerência da qual acusas todos os que pensam de forma diferente da tua. Aliás sempre que vejo posts teus só consigo ver FUD, e eu até te considero inteligente, daí não acreditar que possas ter uma visão tão simplista das coisas...

    No caso da Apple/Microsoft de facto as práticas não são muito diferentes eu diria que as tendências são as mesmas (e aqui coloco tudo no mesmo saco as Oracles/SUNs/you name it)contudo o impacto é que é maior e pende para a ms.

    No entanto é mentira que as pessoas não tenham escolha, se eu não estiver satisfeito posso mudar, porque as alternativas existem. E não me digas que é por falta de informação/desconhecimento das pessoas porque esse fenómeno existe em qq área, as pessoas não são estúpidas, tens de uma forma simplificada dois perfis de pessoas, as que gostam de se informar sobre as opções de que dispõem, para que a decisão de compra seja o mais informada e acertada possivel e os outros... estes estão-se perfeitamente nas tintas para conhecer o que existe, e escolhem o que for mais comum, ou recomendado por amigos, fornecedor, em que confie, esse é um pouco o fenómeno Sony que existe em todos os lares, muitas vezes o consumidor é levado a comprar Sony quando naquele produto essa opção poderia não ser a mais acertada, mas o consumidor acredita que arrisca menos e sente-se bem com essa escolha.

    Agora voltando um pouco atrás, provavelmente a ms foi a empresa que mais contribuiu para termos hoje um pc (ou mais) em nossa casa, lembras-te dos preços acerca de 20 anos atrás?

    Mais um exemplo que acho interessante, no caso dos servidores escolho as bases de dados, quando a ms sentiu que tinha um produto capaz de ombrear com Oracle foi à luta, sabes o que aconteceu? eu ajudo, no segmento empresarial médio em dois anos o licenciamento Oracle desceu dos 100.00 USD por processador para os 25.000 USD para concorrer com os 5.000 USD por processador da ms, isto diz-te alguma coisa? E não me parece que volte a subir...

    Esqueces-te é que estamos a falar de empresas e elas têm um negócio para fazer, accionistas e clientes para satisfazer, aliás as últimas notícias da Red Hat são reflexo disso, meu amigo trata-se de sobrevivência...

    Eu não acredito na regulação, que me parece ideia para promover as vitorias de secretaria, para mim quem regula é o consumidor porque não existe empresa que subsista com maus produtos (e quem decide se são bons ou maus mais uma vez é quem o compra, mas já sei que virás dizer, pois compra mas não percebe... yeah somos todos estúpidos).


    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por 4Gr em 14-11-03 21:43 GMT (#80)
    (Utilizador Info)
    Pareces-me um pouco ingénuo, mas deve ser da idade mas acredita isso passa com o tempo...

    A ingenuidade é, no mundo actual, um bem precioso. Embora nos coloque em risco - de abusarem de nós - enquanto formos ingénuos iremos, com certeza, fazer tudo seguindo os nossos princípios morais e éticos sem que estes sejam subjulgados pelo dinheiro. Se, efectivamente, perder esta "ingenuidade" com o tempo, perdi uma qualidade.

    De facto a tua perturbação quando se trata de falar na ms só te prejudica (IMHO) pois retira-te credibilidade, e perdes a lucidez e coerência da qual acusas todos os que pensam de forma diferente da tua. Aliás sempre que vejo posts teus só consigo ver FUD, e eu até te considero inteligente, daí não acreditar que possas ter uma visão tão simplista das coisas...

          Em primeiro lugar, analogamente, fico perturbado quando vejo injustiça. Seja nos tribunais, seja na rua, logo, é legítimo que fique perturbado com a Microsoft. Se os meus posts são FUD-Microsoft, então é porque estou a usar a mesma táctica que a Microsoft.. talvez aquilo que a Microsoft fez em relação ao Unix!
          Quanto à credibilidade, neste contexto é desprezável. Eu não vou andar a debater as desvantagens da Microsoft nem vou andar com cartazes pela mão a defender a minha causa. O que eu pretendo é sensibilizar as pessoas e para tal basta alertá-las. Elas, depois de ouvir, muito dificilmente ficarão imparciais. Com efeito, isto já funcionou por diversas vezes.. mais cedo ou mais tarde eles começam a ponderar até que ponto a Microsoft os controla. Por muito insignificante que seja aquilo que ouviram.. é o suficiente para criar um movimento cíclico, embora lento, à semelhança de um crescimento populacional logístico segundo a equação de Verhulst. Um dia... o "caos" (aka fim das práticas ilícitas da Microsoft) :-)
          Quanto à visão simplista: por acaso raramente estabeleco padrões simples, mas tento simplficar tudo. Neste caso a simplificação é deveras simples: se a Microsoft fosse um humano, não estaria muito longe do Phillip Morris.

    No caso da Apple/Microsoft de facto as práticas não são muito diferentes eu diria que as tendências são as mesmas (e aqui coloco tudo no mesmo saco as Oracles/SUNs/you name it)contudo o impacto é que é maior e pende para a ms.

    As práticas até podem ser iguais, o market share é que é diferente. E as práticas monopolistas derivam de diversos factores e um deles é, indubitavelmente, o market share. Como tal, o que a Sun, Apple and so on fazem é absolutamente desprezável comparado com a Microsoft.

    "No entanto é mentira que as pessoas não tenham escolha (...)"

    É claro que na teoria as pessoas são livres de fazerem o que bem lhes apetece. Na prática, eles estão absolutamente subordinadas à vontade da Microsoft. Repara nos fenómenos que se têm sucedido: o Internet Explorer, o Messenger, o Windows Media Player entre tantos outros... até ao próprio sistema operativo. Tu adquires um portátil da Compaq ou outra marca qualquer e ele vem com uma licença Microsoft Windows que nem sequer podemos dizer que não a queremos (isto é o contrato EULA da Microsoft e não estabelecido pelos vendedores de portátil). Ou seja, automaticamente estão-nos a restringir o que fazer com os 20/40 contos respectivos da licença e estão a induzir a utilização de um sistema operativo que acompanha a máquina. O mesmo se sucede com tudo o resto. Questiona-te.. o utilizador final usa Microsoft porquê? Porque ponderou que os seus produtos se adequavam mais às suas necessidades ou porque, na boa verdade, ele nunca teve outra escolha?

    Agora voltando um pouco atrás, provavelmente a ms foi a empresa que mais contribuiu para termos hoje um pc (ou mais) em nossa casa, lembras-te dos preços acerca de 20 anos atrás?

    Até pode ser verdade, mas a balança pesa para o lado negativo. Se a Microsoft não existesse provavelmente o software e informática em geral estariam 10 anos à frente do que estamos hoje em dia.. A concorrência é o estímulo para a superação...

    Mais um exemplo que acho interessante, no caso dos servidores escolho as bases de dados, quando a ms sentiu que tinha um produto capaz de ombrear com Oracle foi à luta, sabes o que aconteceu? eu ajudo, no segmento empresarial médio em dois anos o licenciamento Oracle desceu dos 100.00 USD por processador para os 25.000 USD para concorrer com os 5.000 USD por processador da ms, isto diz-te alguma coisa? E não me parece que volte a subir...

    Viva a concorrência! O papel da Microsoft, a meu vêr, na sua base de dados não é condenável.

    Esqueces-te é que estamos a falar de empresas e elas têm um negócio para fazer, accionistas e clientes para satisfazer, aliás as últimas notícias da Red Hat são reflexo disso, meu amigo trata-se de sobrevivência...

    Uma empresa é feita de seres humanos, e os seres humanos têm valores éticos e morais. Period.

    Como vês não sou fundamentalista. A minha opinião da Microsoft foi factual. O que tu me pedes é que não seja ingénuo. E tu, queres ser livre?


    Dominus vobiscum
    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por leitao em 14-11-03 23:50 GMT (#81)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    A ingenuidade é, no mundo actual, um bem precioso. Embora nos coloque em risco - de abusarem de nós - enquanto formos ingénuos iremos, com certeza, fazer tudo seguindo os nossos princípios morais e éticos sem que estes sejam subjulgados pelo dinheiro. Se, efectivamente, perder esta "ingenuidade" com o tempo, perdi uma qualidade.

    Repara -- completas o circulo, e acabas por concluir que o problema e' "o dinheiro", a "falta de moralidade" e "qualidade". Nao ha' por onde se pegue...

    Como nao consegues argumentar racionalmente sobre os factos que se apresentam perante ti, reduzes a discussao a elementos subjectivos de moralidade -- e' a unica forma de manteres o teu "high ground".

    Como vês não sou fundamentalista. A minha opinião da Microsoft foi factual. O que tu me pedes é que não seja ingénuo. E tu, queres ser livre?

    Es fundamentalista sim senhor -- alguem que veja isto de um ponto de vista frio e racional reconhece que ha' algo mais nesta discussao que "moralidade". Existem argumentos dos dois lados que e' necessario pesar, e muitos destes argumentos nao sao "contra a M$" mas sim "a favor de quem compra". A M$ nao e' um bicho -- e' uma empresa, tao ma' ou boa como qualquer outra, mas numa posicao de dominancia.

    A EU fazia melhor em ir investigar o Rupert Murdoch e a News Corp -- ai sim e' que esta' um bom monopolio.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por 4Gr em 15-11-03 0:14 GMT (#82)
    (Utilizador Info)
    Repara -- completas o circulo, e acabas por concluir que o problema e' "o dinheiro", a "falta de moralidade" e "qualidade". Nao ha' por onde se pegue...

    Como nao consegues argumentar racionalmente sobre os factos que se apresentam perante ti, reduzes a discussao a elementos subjectivos de moralidade -- e' a unica forma de manteres o teu "high ground".


    Essa era suficiente para roubar uns quantos pontos percentuais de audiência ao Fernando Rocha :-)

    Desculpa lá, mas argumentar racionalmente que factos? Contra mim? Eu não argumento nem refuto nada. eu CONSTATO (I evidence..) factos. Nada mais..

    Moralidade? A moralidade está subjacente a tudo, mas não precisamos de pegar nisso para acusar a Microsoft de delitos. Afinal, as centenas de processos em que eles incorrem não cairam do céu...

    Agora, fiquei com uma dúvida bastante pertinente... onde raio e em que terra eu sou fundamentalista? Apoio o software livre como primeira escolha, mas não nego o proprietário.. e apenas mexe comigo o que a Microsoft fez para chegar onde chegou..

    Há quem veja a informática e as TI como um meio, há quem os veja como um fim. Eu considero que a sociedade de hoje em dia é tão dependente das TI que acabam por ser um fim e não um meio.


    Dominus vobiscum
    Re:Merecem... (Pontos:1)
    por mrmv em 17-11-03 11:52 GMT (#84)
    (Utilizador Info)
    Moralidade? A moralidade está subjacente a tudo, mas não precisamos de pegar nisso para acusar a Microsoft de delitos. Afinal, as centenas de processos em que eles incorrem não cairam do céu...

    Sem dúvida existem muitos processos (e não são os únicos que os têm), muitos dos méritos desses processos é que estão por provar e noutros nem se provaram... processos todos podemos ter...

    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Merecem... (Pontos:1)
    por mrmv em 17-11-03 11:48 GMT (#83)
    (Utilizador Info)
    É claro que na teoria as pessoas são livres de fazerem o que bem lhes apetece. Na prática, eles estão absolutamente subordinadas à vontade da Microsoft. Repara nos fenómenos que se têm sucedido: o Internet Explorer, o Messenger, o Windows Media Player entre tantos outros... até ao próprio sistema operativo.

    As pessoas são livres de utilizar outros produtos... não percebo o problema o teu problema, isso efectivamente é diferente de remover completamente os bits desses componentes, mas também continuo sem perceber a paranóia de os querer remover, eu não quero não uso e chega-me...

    Tu adquires um portátil da Compaq ou outra marca qualquer e ele vem com uma licença Microsoft Windows que nem sequer podemos dizer que não a queremos (isto é o contrato EULA da Microsoft e não estabelecido pelos vendedores de portátil). Ou seja, automaticamente estão-nos a restringir o que fazer com os 20/40 contos respectivos da licença e estão a induzir a utilização de um sistema operativo que acompanha a máquina. O mesmo se sucede com tudo o resto. Questiona-te.. o utilizador final usa Microsoft porquê? Porque ponderou que os seus produtos se adequavam mais às suas necessidades ou porque, na boa verdade, ele nunca teve outra escolha?

    Olha ainda este mês comprei duas máquinas e vieram sem windows... não percebo o teu problema, claro não são Compaq, mas essa é só uma decisão do fabricante, repara nas máquinas que a Dell vende com Linux se for um modelo onde eles não estão a pensar colocar outro SO, o cliente não vai poder escolher Windows e daí, isto são decisões dos fabricantes, claro que têm vantagens com isso, mas são decisões de negócio, são empresas, percebes...

    Até pode ser verdade, mas a balança pesa para o lado negativo. Se a Microsoft não existesse provavelmente o software e informática em geral estariam 10 anos à frente do que estamos hoje em dia.. A concorrência é o estímulo para a superação...

    Dizes tu, mas nunca te esqueças que é apenas a tua opinião, parece-me que o facto de a ms existir não tem impedido de aparecerem boas ideias, que aliás algumas delas eles têm copiado, agora eu pergunto-me que empresa conheces que tenha tentado fazer mais neste dominio, aliás podes ver as opiniões no artigo sobre "Inovação", no mundo Linux o que tem acontecido é copiar muito do que o Windows tem, isso não te preocupa? eu também concordo que no linux deveria existir esforço de inovação, sem roadmap tudo isto é muito mais complicado, eu percebo...

    Em relação às outras afirmações nem vou comentar, gostaria apenas dizer que de factual tiveste muito pouco, toda a tua argumentação passa por valores éticos, morais, que não era o que estavamos a discutir.

    "The difference between 'involvement' and 'commitment' is like an eggs-and-ham breakfast: the chicken was 'involved' - the pig was 'committed'." - unknown
    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por joaobranco em 14-11-03 12:17 GMT (#71)
    (Utilizador Info)
    O que são práticas monopolistas?

    Penso que o problema que apresentas deriva de uma má interpretação do que são práticas monopolistas. Por essa razão, em vez do termo práticas monopolistas prefiro o termo abuso de posição dominante.

    Não é apenas o acto de uma empresa fazer X que é uma prática monopolista. É o acto de fazer X conjugado com o facto de que possui uma posição dominante no mercado. Uma empresa que não possua essa posição dominante no mercado pode fazer esse X sem estar a ter uma prática monopolista.

    Por essa razão, as práticas que apresentas da Apple não podem em rigor sem consideradas monopolistas se considerarmos o mercado da computação pessoal. As suas acções afectam apenas uma fracção bastante pequena do mercado.

    Claro que isto levanta uma questão importante - é que é a definição daquilo que é o "mercado" que vai implicar a existência ou não de monopólios nesse mercado. Por esta razão a MS diz que tem como competidores todos os fabricantes de equipamentos de computação (ou mesmo todas as empresas existentes ou potenciais) de forma a tentar diluir a sua posição dominante num mercado mais global. No entanto acredito que só podemos considerar um mercado em competição para produtos (mais ou menos) análogos. Acho que um PC e um Mac são (mais ou menos) análogos em termos da sua utilização comum, mas um PC e um telemóvel já não.

    E sim, isto significa que as empresas que têm posição dominante num mercado tem menos direitos que as que não a tem. E pode até ser considerado uma penalização pelo sucesso. No entanto, creio que as vantagens para os consumidores da existência de maior competição ultrapassam as desvantagens para as empresas dominantes (e as empresas dominantes tem outras vantagens por ser dominantes que as competidoras não tem) . Acredito que as empresas não tem (nem devem ter) outros direitos que não os que as pessoas lhe concedam, na forma de um enquadramento para o seu funcionamento. E esse enquadramento deve favorecer a competição.

    Cumps, JB

    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por toze em 13-11-03 17:28 GMT (#50)
    (Utilizador Info) http://mega.ist.utl.pt/~tozevv
    Argh.... Tou a programar com a API do project (Enterprise + Server 2002) e isto tem muita coisa, mas qualidade é que não!

    É uma <vernáculo>BOSTA</vernáculo>

    Se tiveres dúvidas mando-te o meu código para acabares. À 2ª directa isso passa-te :)

    Tó-Zé 'Senador'
    Re:Merecem... (Pontos:1)
    por drdread em 13-11-03 19:15 GMT (#52)
    (Utilizador Info)
    Mas isso não significa que a aplicação o seja. O Project permite gerir todas as facetas de um projecto (financeiras, ocupação de recursos, bottlenecks, critical paths, etc.) de uma forma relativamente simples.

    Além disso, antes de anuir a usar o bicho procurei por todo o lado algo semelhante em open source. Há muita coisa que diz "gestão de projecto", mas vai-se a ver e ou é software meio acabado, ou não tem nada a ver com o conceito de gestão de projecto que a administração da empresa exige... ou então, não sei usar o google. Se for o caso, por favor elucidem-me... :-)


    No code = No errors

    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 13-11-03 19:34 GMT (#54)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Mr Project

    ----------
    -1: Redundante!
    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 13-11-03 19:35 GMT (#55)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Correcção: Planner porque a coisa mudou de nome :)

    ----------
    -1: Redundante!
    Re:Merecem... (Pontos:2)
    por fhc em 13-11-03 22:22 GMT (#57)
    (Utilizador Info)

    "Essa visão é responsável por existirem milhões de utilizadores infoanalfabetos com um PC na mão, ligados à Internet e convencidos que tudo é fácil e simples só porque a Microsoft diz que é."

    E por outro lado há o Leitão ;-)

    Francisco Colaço


     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]