gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
SplashPad - Carregador All in one
Contribuído por BladeRunner em 07-11-03 22:41
do departamento pub?
Tecnologia McB escreve "Pois é, agora acabou o stress de andar com o carregador do telemóvel, leitor de MP3, Palm, etc...
Concebido pelas empresas britânicas Splashpower e Celltronix, "esta plataforma emite um campo magnético de alta frequência. Todos os aparelhos equipados com uma bateria especial que lhes permita captar as ondas magnéticas - o SplashModule - serãpo carregados automaticamente, sem necessidade de fios ou quaisquer outras ligações."
Apesar de ainda não estar comercializado, penso que pode ser algo que revolucionará a nossa dependência constante de baterias e carregadores de diferentes tipos!
Mas info no site do produto."

Red Hat Network - Morte anunciada | KDE 3.2 beta lançado  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • site
  • Mais acerca Tecnologia
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Fará mal? (Pontos:1)
    por jadrian em 07-11-03 22:51 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Penso que é a questão mais imediata, é seguro? Campos magnéticos de alta frequência não poderão ser prejudiciais para a saúde?
    Tenho ouvido dizer que faz mal desligar o telemóvel da corrente antes de acabar de carregar a bateria. A ser verdade então que fazer se nos ligam enquanto está a carregar? Quem tem auriculares ainda se safa, mas quem não tem não vai lá encostar a cabeça :)
    Re:Fará mal? (Pontos:2)
    por pcardoso em 08-11-03 1:35 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://insomni.org

    Pelo imagem no site, e pelo nome, hum, *pad, parece um tapete onde metes as tralhas para carregar, limitando a maior parte da dissipação de energia ao que é colocado em cima.

    Lendo mais atentamente o site, "Consumers simply drop their devices on a Splashpad and charge up! No wires, no plugs, no hassle - any number, anywhere. "

    Mas nunca se sabe, pode fazer mal! Não recomendava a instalação perto de escolas primárias, pelo menos num raio de 5km, nem em dias de lua cheia... Por falar nisso amanhã à noite é eclipse total da lua, das 23.30 às 1.30, acho... Era para submeter um artigo, mas como só ouvi a notícia na rádio e não encontrei link na net para comprovar, ainda n o fiz.. Quem encontrar um link já sabe o que fazer :)

    There you go...
    I live the way I type; fast, with a lot of mistakes.

    Re:Link do Eclipse (Pontos:2, Informativo)
    por Cosmos em 08-11-03 11:25 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.myapartment.net/cosmos
    Está aqui a notícia do Eclipse.

    Quanto a mim, se estiver céu limpo, já tenho combinado ir montar o telescópio, para mostrar o acontecimento "mais de perto" a uns amigos ;-)
    :-) (Pontos:2)
    por leitao em 08-11-03 9:41 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/
    Cool...


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    HOTSPOTS (Pontos:2)
    por grumpy bulgarian em 08-11-03 21:45 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://10.10.11.2
    alguem tinha dito que os hotspots wi-fi eram uma coisa muito jeitosa, mas que sem "electricidade wireless" ia ser complicado aproveita-los bem. ora aqui está. maravilha.

    agora temos que construir vias publicas cheias disto para se poder acabar com os motores a gasolina :)
    Grumpy B)

    Debug do sistema (Pontos:1)
    por elcastigador em 09-11-03 4:17 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://pedroclaro.no.sapo.pt
    A meu ver a este sistema não deve ser muito saudavel. Está provado cientificamente que a uma distância (a distância de Fraunhofer ) menor que a do campo distante D=2d^2/lambda, em que lambda é o comprimento de onda, d a dimensão da antena e e D a distância a que se pode estar, as ondas são ionizantes, ou seja cancerígenas.

    Olhando para o sistema presumo que a coisa tenha uma área de 400 cm2, ou seja 20 cm X 20 cm (mais coisa menos coisa). Pesquisando o site não encontrei nada sobre a frequência de funcionamento, portanto não posso efectuar quaisquer cálculos. (Para conseguir passar de 230 V para 5 a 15 volts em indução electromagnética a potência e a frequência não devem ser baixas, pelo contrário).

    Deixo aqui algumas questões por resolver:

    1. Se a coisa é tão boa, porque é que não metem as especificações técnicas no site (não é por dizerem a frequência de funcionamento que lhes vão roubar a ideia)?
    2. Se trabalham com campos electromagnéticos porque não dizem os valores normais de funciomanento?
    3. Ainda consegui encontrar qualquer coisa mencionando dispositvo de recepção... o que era estranho se não existisse... porque está tão escondido no meio da página?
    4. Gostava de ver as estatisticas de rendimento. Se for maior que 50% fico impressionado. Se dizem que o tempo de recarregamento é igual estando ligado directamento a uma tomada, nem quero ver a potência de consumo da coisa.
    5. Os pontos anteriores foram todos negativos, mas só assim se conseguem melhorar as coisas. A ideia não deixa de ser pouxo original (não passa de um transformador sem caixa se forem a ver). Mas o futuro é tudo wireless, se conseguirem meter o super recarregador a funcionar com rendimentos aceitáveis (será que já funciona com potências aceitáveis?), então têm aqui um adepto.
    Pedro Claro

    Re:Debug do sistema (Pontos:2)
    por chbm em 09-11-03 14:52 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://ma.ssive.net/
    Quantos aos receptores "sub-millimeter thin" não devem ser muito diferentes dos ids magnéticos que as lojas utilizam e dos cartões de ID sem banda magnética.
    Se eles planeiam vender isto no EU os parametros de funcionamento vão ter que ser publicados e o emissor vai ter que ser autorizado pelas ANACOMs - depois logo fazemos as contas :)

    Além disso, isto não é novo - quse todos os esquipamentos estanques (tipo escovas de dentes electricas) carregam assim. Já agora, a imagem publicitaria inclui um PalmV. Será que o plano é as pessoas abrirem os equipamentos que teem e substituirem os gel packs ? :)
    deja vu (Pontos:1)
    por Dante em 10-11-03 14:28 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    já tinha visto uma solução muito semelhante aqui á tempos na revista do expresso... funcionava para qualquer equipamento mas tinha de se instalar qq coisa tb do lado deste (tipo autocolante)
    Re:deja vu (Pontos:2)
    por McB em 13-11-03 0:19 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    De onde achas que tirei o artigo, pá? :P

    Yours,
    McB!
    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux
    Para que serve isso? (Pontos:1)
    por SkyNet em 11-11-03 2:01 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    Pelo que percebi é necessario um carregador na mesma, com a diferencça que transmite a energia numa frequencia muito alta, e o mesmo carregador funciona em todos os equipamentos com a tal bateria especial.

    Ja ouvi falar em captadores de energia solar no espaço e transmissão da energia por micro-ondas.

    Se é assim, não seria mais bonito e inteligente uniformizar os sistemas de alimentação para plataformas portateis?

    Evitando assim os problemas de transmissão em alta frequencia.

    Se a ideia é ter uma fonte de energia portatil que nunca precise de baterias, seria necessario espalhar milhares de carregadores deste tipo. E ja agora como seria taxado o serviço.

    Alias ja estou a ver uma nova industria.Fornecimento de electricidade sem fios.

    Ou seja a pessoa vai na rua e nenhum dos seus equipamentos precisa de baterias ou carregadores. Porqque uma Wireless EDP estaria a forncer energia a todos os equipamentos e a toda a gente.


    Kata Ton Daimona Eaytoy

    Monstros & Cia. (Pontos:2)
    por jazzy em 12-11-03 15:18 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://jazzy.weblog.com.pt/
    Ou seja a pessoa vai na rua e nenhum dos seus equipamentos precisa de baterias ou carregadores. Porqque uma Wireless EDP estaria a forncer energia a todos os equipamentos e a toda a gente.
    Eu sei que a associação de ideias é rebuscada, mas esta descrição fez-me lembrar o Monstros & Cia..


    Jazzy

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]