gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Linux na F1
Contribuído por scorpio em 04-10-03 20:09
do departamento vrooooooooooooooom
Linux rsantos escreve "O Linux prepara-se para dar os primeiros passos na Fórmula 1. Mas não, não se trata de uma carro Linux (!!!).
Como se pode ler neste artigo no vnunet, a equipa Williams BMW (actual 2ª qualificada do mundial de construtores) fez alguns melhoramentos na modelação aerodinâmica de alta-resolução dos seus monolugares, adquirindo um super-computador: Linux cluster composto por várias centenas de servidores HP ProLiant Intel-based.
Pode-se ainda ler no artigo que foram feitos vários testes "... de benchmarking utilizando modelos típicos e foi escolhido o Linux cluster a partir desses testes...". "

Para o fim de semana | Software Livre na Administração Pública  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • Intel
  • rsantos
  • artigo no vnunet
  • Mais acerca Linux
  • Também por scorpio
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Ahhh (Pontos:4, Engraçado)
    por Gamito em 04-10-03 21:28 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.dte.ua.pt/~gamito
    Ainda me lembro dos tempos do Nelson Piquet ter um Brabham com motor BMW de 4 cilindros em linha e 1100 cavalos.
    A coisa rulava.
    Havia um circuito (não me lembro qual) que tinha um lago e ele dizia que parava a meio da corrida para dar de beber aos cavalos e ainda ganhava.

    É pá, lembrar-me de uma coisa tão antiga é mau.
    PDI rula :-(

    Mário Gamito
    my web shelter
    Re:Ahhh (Pontos:2, Informativo)
    por Anonimus Cobardis em 04-10-03 22:00 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Mais de 1100, até. Li há tempos numa revista uma entrevista com um dos responsáveis da divisão de Fórmula 1 da BMW dos anos 80, onde ele afirma que simplesmente não sabiam a potência exacta dos motores de qualificação, isto porque o dinamómetro onde "mediam" os motores só suportava 1300cv ... Suponho que depois de cada qualificação o interior dos motores ficasse basicamente transformado em nestum de ferro fundido, mas francamente, those were the days ;) Andar a 350km/h naquelas latinhas de sardinhas... era preciso ter tomates!

    Hoje em dia os carros quase que se guiam sozinhos.


    --
    © 1982 Sinclair Research Ltd
    Re:Ahhh (Pontos:2, Engraçado)
    por Xf em 05-10-03 14:53 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    O Niki Lauda também dizia que hoje em dia até um macado guiava um F1...e depois foi dar uma voltinha de Jaguar e à saida de uma curva ficou virado ao contrário...


    Shake dreams from your hair my pretty child, my sweet one...
    Re:Ahhh (Pontos:1)
    por Anonimus Cobardis em 05-10-03 17:46 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Bem, mas a prova evidente de que até um macaco guiava um F1 de hoje em dia disputou o campeonato do ano passado e chama-se Alex Yoong ;) Hoje em dia parece que anda a empatar o trânsito e a provocar acidentes no campeonato britânico de GT.

    Quanto ao ter feito uns quantos piões logo a abrir, acho que é normal, isto considerando que um F1 de hoje em dia é tão parecido com um do início dos anos 80 como um Porsche Carrera GT é parecido com um Ford Modelo T. Têm ambos rodas e volante, e pouco mais! Óbviamente que há um fosso enorme, a F1 foi virada do avesso umas 10 vezes desde que ele abandonou a competição, aliado ao facto de ter já cinquenta e tal anos e aos muitos anos de inactividade enquanto piloto, não era lícito esperar que ele pegasse no carro e fizesse 5 voltas perfeitas e batesse o record do circuito. Mas não tenho dúvidas que com treino suficiente e preparação física adequada provavelmente conseguiria ainda fazer ver a muitos dos que lá andam. Quem sabe nunca esquece ;)

    Se pusessem o Schumacher a guiar o Ferrari de 79 com que o Scheckter foi campeão, provavelmente também fazia uns quantos piões até se habituar às diferenças e começar a fazer alguma coisa de jeito.

    De qualquer modo, na minha modesta opinião a Fórmula 1 hoje em dia nem merece esse nome -- é um sucedâneo comercialóide do que foi na sua época dourada.


    --
    © 1982 Sinclair Research Ltd
    Re:Ahhh (Pontos:3, Interessante)
    por Xf em 05-10-03 23:58 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    A memória mais antiga que eu guardo da F1 é da dupla Michele Alboreto e Stefan Johansson, tinha eu 5 aninhos, mais coisa menos coisa, por isso também não tenho a mesma sensibilidade sobre o assunto. Ainda assim, na minha opinião a F1 actualmente não é melhor nem pior do que em decadas anteriores...é diferente!
    Se por um lado não exige tanto nalguns aspectos (e concordo que a electrónica atenua diferenças entre pilotos a determinados níveis) a verdade é que actualmente é um desporto que exige dos que a praticam que sejam pilotos bastante mais completos do que os de outrora.
    Precisam de ter conhecimentos técnicos de aerodinâmica, de motores, de chassis, etc etc etc, para poderem ser competitivos, porque hoje em dia a F1 está num ponto onde uma diferença mínima permite ganhar campeonatos.
    E o maior exemplo disso é a hegemonia do Schumacher. Tu deves saber disso, mas provavelmente haverá neste forum quem não o saiba: ele é engenheiro, e é capaz de dar uma volta no carro, voltar à boxe e explicar aos mecânicos que problema o carro apresenta e qual a sua causa. E depois de melhorado o equilíbrio do carro volta à pista e bate o tempo da volta anterior!
    Por exemplo, o facto de ele no arranque para a volta de aquecimento fazer patinar o carro é de génio, e demonstra bem as suas capacidades: quando for a largada, ele arranca mais depressa do que os outros porque deixou borracha no chão e o carro tem maior aderência. Agora toda a gente faz isso, mas levou algum tempo até as pessoas perceberem porque é que ele fazia isso.
    Lembro-me, por exemplo, de nos primeiros tempos dele na Ferrari, ele em recta inclinava a cabeça para poder entrar mais ar pela entrada de ar (passe a redundância ;) ) e arrefecer mais o motor.
    Concordo contigo quando referes que a F1 se está a tornar um produto excessivamente comercial, demasiado virado para os lucros...basta ver que tiraram do calendário deste ano o circuito de SPA!!!
    Enfim!

    Shake dreams from your hair my pretty child, my sweet one...
    Re:Ahhh (Pontos:3, Informativo)
    por Arrepiadd em 06-10-03 1:55 GMT (#12)
    (Utilizador Info)

    Lembro-me, por exemplo, de nos primeiros tempos dele na Ferrari, ele em recta inclinava a cabeça para poder entrar mais ar pela entrada de ar (passe a redundância ;) ) e arrefecer mais o motor.

    Só uma pequena informação. Não é que ele aqui fosse mais esperto que os outros e que agora já toda a gente faça isso. A razão que o levou a fazer isso foi mais para ele estar em igualdade com os outros. O Schumacher é bastante alto e (não sei se tapava) perturbava o fluxo de ar que entrava pela (novamente a redundância) entrada de ar. Era essa a razão de ele se inclinar.


    Re:Ahhh (Pontos:1)
    por Xf em 07-10-03 0:31 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Sim, exacto.
    Eu mencionei isso no sentido em que ele encontrou um problema no carro e foi capaz de o solucionar. Entretanto o carro foi modificado e essa questão deixou de se colocar.


    Shake dreams from your hair my pretty child, my sweet one...
    Re:Ahhh (Pontos:3, Esclarecedor)
    por Arrepiadd em 05-10-03 16:20 GMT (#8)
    (Utilizador Info)

    Suponho que depois de cada qualificação o interior dos motores ficasse basicamente transformado em nestum de ferro fundido

    Pois, e ainda é assim. As equipas usam dois ou três motores por prova. Acho que a partir de 2004 vão ter de começar a poupar neles. A partir de 2006 o que se pretende é usar um motor para 6 provas.

    Entre outras coisas, o objectivo é que se poupe dinheiro em motores e também do ponto de vista de segurança visto que se o motor for feito para durar 6 provas estragar-se-á muito menos do que se for feito para uma corrida só.

    Para não dizerem que não dou informação aqui está o link para o pdf da FIA que fala disto. Outras press releases da FIA sobre a Fórmula 1 aqui.


    Re:Ahhh (Pontos:1)
    por Anonimus Cobardis em 05-10-03 17:13 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    Não tenho bem a certeza, mas parece-me que não é bem assim. Hoje em dia o carro tem de iniciar a corrida de domingo tal qual acabou a qualificação de sábado (excepto em casos de acidente, sendo que aí terão autorização para reparar o carro ou para utilizar o de reserva, partindo da linha de boxes), não podendo portanto mudar motores, caixa de velocidades, etc. Não podem sequer alterar a quantidade de combustível, a única coisa que é permitido mudar são os pneus.

    Na altura utilizavam-se motores especiais para qualificação (com mais umas quantas dezenas/centenas de cavalos que os de corrida própriamente ditos) porque não havia as restrições todas que há hoje em dia -- o motor só precisava mesmo de sobreviver a meia dúzia de voltas durante os treinos de qualificação porque o carro podia ser reconstruído de fio a pavio entre sábado e domingo.


    --
    © 1982 Sinclair Research Ltd
    Re:Ahhh (Pontos:3, Informativo)
    por drdude em 05-10-03 15:28 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    Convem dizer que isso era um motor turbo, e hoje em dia são motores aspirados, que tb estão quase a atingir os 1000 cv... e a chegar 'as 20K rpms. Por causa das tosses a FIA já anda a deixar a dica de reduzir a cilindrada para 2.5Litros. a.
    Acabaram-se os acidentes. (Pontos:4, Engraçado)
    por fhc em 04-10-03 21:45 GMT (#2)
    (Utilizador Info)

    Todos sabem que é difícil crashar o Linux ;-)

    Francisco Colaço


    Pré-Linux (Pontos:4, Engraçado)
    por 4Gr em 05-10-03 13:19 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Não é que agora não haja acidentes, o problema é que dantes, quando corria sobre Windows, as coisas passavam-se de outra forma:

    - Corredor prepara-se para a partida. 300 cópias de backup do Windows XP, não vá o diabo tecê-las.. 3 kgs extra para o disco de mirrorring;

    - O carro dele é o primeiro a arrancar. Fresh install, 3000cv de potência, lubrificado, uma flecha;

    - 5 minutos depois o carburador começa a saturar.. provavelmente a memória não é liberta a tempo;

    - 30 minutos depois, com vários processos em simultâneo, ele quer virar para a direita e aquilo vira-lhe para a esquerda; acelera e apenas dez minutos depois aquilo acelera!

    - 1 hora depois dá-se o crash do sistema. O condutor pega num dos seus 300 cd's e tenta rapidamente instalar o sistema. Infelizmente o Windows diz-lhe que a segunda cópia é em Francês logo não pode instalar por cima do de Inglês. Formatar não.. perdiam-se os programas de controlo!

    - Crash.. Literalmente, blue screen of death.. ou seja qual for a cor que o condutor viu.

    - R.I.P.


    ---------------------
    O meu maior inimigo ofereceu-me uma cópia do Windows pelo Natal...
    Patrocínios... (Pontos:4, Informativo)
    por Xf em 05-10-03 14:54 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Já agora, e para quem não acompanha o mundial de F1, a HP é o principal patrocinador da Wiliiams BMW


    Shake dreams from your hair my pretty child, my sweet one...

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]