gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Gildot: ponto de encontro da nata da IT portuguesa
Contribuído por scorpio em 02-10-03 20:37
do departamento who-are-we?
Gildot ^magico^ escreve "Este é um artigo um pouco diferente do habitual, pretendendo analisar um pouco a comunidade que frequenta o Gildot do ponto de vista de resultados profissionais, sem esquecer o grau académico e a interferência que este teve na profissão, dedicam-se inteiramente ao trabalho ou têm tempo para dar uma escapadinha a algum projecto pessoal.

Nesta sondagem colocou-se a questão das idades dos participantes do Gildot, e os resultados mostram que a grande maioria (24-28) tem idade para estar a trabalhar há já alguns anos. Uma outra sondagem (sugerida pelo bgravato) é sobre o grau de formação académica dos frequentadores aqui do sítio, mas a grande questão que se pode colocar é 'o que é que fazemos e onde?'.

Fazendo uma análise (por alto) aos participantes do Gildot é possivel constatar que temos professores, empresários, técnicos qualificados, escritores e individuos que trabalham em empresas de renome (Sapo, PT, etc). Considerando que o Gildot tem cerca de 2000 utilizadores registados, não se acanhem e digam o que são e o que fazem. "

Sem Título | Disco re-editado sem protecção  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • ^magico^
  • sondagem
  • bgravato
  • Mais acerca Gildot
  • Também por scorpio
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    eu (Pontos:4, Esclarecedor)
    por pcardoso em 02-10-03 22:04 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://insomni.org
    25 anos, bacharelato em Eng de Sistemas e Informática concluído, neste momento a 2 cadeiras de acabar a licenciatura, com um erasmus em Barcelona pelo meio.

    Trabalho tb como professor numa escola profissional em que ensino várias disciplinas de informática, pelo 4o ano consecutivo, mas quando acabar o curso (e o ano lectivo actual) penso sair de onde estou a estudar e trabalhar (Viseu) para voltar para casa (Aveiro) ou quem sabe, dar um salto maior e tentar a sorte fora de .pt. Para sair de Aveiro e ir para Lx (onde está a maioria do trabalho em IT), acho que vale a pena tentar ir para um pouco mais longe.
    I live the way I type; fast, with a lot of mistakes.

    O que sou ? (Pontos:4, Interessante)
    por leitao em 02-10-03 23:05 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/blogger.html
    Ja' fui muita coisa -- nao tenho a certeza do que sou hoje, mas aqui vai...

    Enquanto estive em Portugal estudei no Instituto Superior de Engenharia do Porto, tive o meu primeiro emprego no INESC Norte a dar formacao e alguma pesquisa em computacao grafica quando ainda tinha 19 anos, depois fui gerir a rede do Instituto Politecnico do Porto/ISEP quando tinha 23 anos ou assim. Dai foi para a RCCN/FCCN para trabalhar com os gajos que mais tarde vieram a gerir e criar muita da infra-estructura IP em Portugal (isto em 1996), seguido pela Convex em 1997, e finalmente uma breve paragem na Universidade Catolica em 1998 a convite do taf-7arte (de quem ainda tenho saudades pela absoluta calma e serenidade com que tratava todos os problemas).

    Em Outubro de 1998 peguei no meu carro (um VW Polo com matricula 02-92-JT, que foi o primeiro, e provavelmente mais fiel carro que comprei) e a convite da UUNET (que depois foi completamente f**ida pelo Bernie Ebbers) fui para Cambridge para criar o sistema de monitorizacao de SLA's da empresa. Em 1999 juntei-me a um par de malucos (o Adam Twiss e Damian Reeves) para crescer a Zeus de Inglaterra para os Estados Unidos (fui o primeiro empregado da firma a tempo inteiro) mas passado um ano quase exclusivamente na California e Canada a tentar explicar a todo o tipo de pessoas que a Zeus ia destronar o IIS e Apache reparei que nao havia muito que eu podia fazer para ajudar a mudar a visao algo irrealista daquilo e investi na criacao da IDL, durante a qual passei anos na British Telecom a fazer de tudo o que e' imaginavel (2000).

    Agora sou o chefe de desenvolvimento da Integralis... mas nao sei se vou ficar durante muito tempo.

    Bom, tem sido a minha vida -- em geral nao tenho tempo para andar a hackar configuracoes em Linux, mas sou um "proud owner" de uma Sun Ultra-1 (Solaris), um HP/9000 (HP-UX), uma SGI O2 e um IBM Thinkpad (que, maravilhem-se, corre RedHat 9 e uso para de vez em quando saber as ultimas do kernel).

    Tenho uma namorada que tem tido a paciencia de me aturar desde 1991, um andar pequenino mas bem colocado junto ao Rio Tamisa no Oxfordshire, gosto de passar tempo com avioes antigos, e prefiro restaurar F15's, Mustangs e Spitfires em Duxford a passar tempo em frente a um teclado...

    Sou eu.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:O que sou ? (Pontos:1)
    por 4Gr em 02-10-03 23:34 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    "Sou eu"

    And you should be damn proud of it ;-)

    Gostei do pormenor com que elaboras o teu curriculum. Revela trabalho e humildade na tua vida!

    Também gostei do pormenor da restauração de F15's.. suponho que tenhas um trabalho em part-time na Royal Air Force hehe! E já agora, quando comprar o meu Austin Martin DB7 vou pedir que me vejas aí alguns!

    P.S. - Elogios também sabem bem né! :-)


    ---------------------
    O meu maior inimigo ofereceu-me uma cópia do Windows pelo Natal...
    Re:O que sou ? (Pontos:2)
    por leitao em 03-10-03 0:06 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/blogger.html
    Também gostei do pormenor da restauração de F15's.. suponho que tenhas um trabalho em part-time na Royal Air Force hehe!

    Nao tenho emprego na RAF, mas de vez em quando (quando me deixam) dou uma ajuda com o que posso (basicamente passar ferramentas a quem sabe ;-)) a restaurar avioes pertencentes ao Duxford Air Museum -- tive a sorte de ajudar na restauracao de um F15 e um Vickers Viscount.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:O que sou ? (Pontos:1)
    por Tyler Durden em 03-10-03 10:06 GMT (#26)
    (Utilizador Info)
    Estiveste tão bem até ao último paragrafo, era escusado...

    "You have to know, not fear, that someday you are going to die. Until you know that and embrace that, you are useless." Tyler Durden
    Re:O que sou ? (Pontos:2)
    por mlopes em 03-10-03 10:13 GMT (#28)
    (Utilizador Info)
    Tinha ideia que aqui há uns tempos numa discussão qq no Gildot tinhas referido que já tinhas trabalhado na PWC ou uma outra consultora qq.

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:O que sou ? (Pontos:1)
    por Daren em 03-10-03 12:23 GMT (#40)
    (Utilizador Info)
    Confesso que o que mais gostei de "ouvir" foi o facto de ter mencionado
    que gosta de passar tempo com avioes antigos, sem bem que eu prefiro utilizar
    a designação de aviões clássicos.

    Re:O que sou ? (Pontos:1)
    por EFRS em 03-10-03 15:06 GMT (#49)
    (Utilizador Info) http://emanuel.xsecurity.ws
    Excelente curriculum!!

    "Acta simulato substantiam veritatis mutare non possunt"
    Re:O que sou ? (Pontos:1)
    por Dante em 03-10-03 17:18 GMT (#58)
    (Utilizador Info)
    e com essas mudanças todas o pessoal da ucp perdeu-te o rasto!!! :-(
    quando é que apareces? diz coisas!!!
    lé tb o meu post!

    Nata ? (Pontos:2)
    por Branc0 em 02-10-03 23:26 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    Não sei se o Gildot é a nata das TI em Portugal, sinceramente duvido, eu de certeza que não faço parte dessa elite e muita gente que conheço que está bem nos campos das TI não tem paciência para o Gildot.

    Trabalho numa PME como administrador da rede e de servidores (*nix) e para mal dos meus pecados, de vez em quando aturo uns utilizadores. Quando saio do trabalho vou queimar pestanas e se tudo correr bem acabo este ano o Bacharelato em Informática.


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    CV (Pontos:3, Interessante)
    por [Cliff] em 02-10-03 23:33 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    ih ih ih estou no gozo... de forma abreviada: aos 15 anos dei os primeiros passos na programação com Basic e Pascal no lado dos PC's e um estágio de 3 anos a programar para AS/400 numa empresa de seu nome DDS. Não sei o que será feito deles hoje em dia.
    Acabado o curso tecnico-profissional, e uma paragem de cerca de 2 anos, entrei para uma micro empresa nacional para fazer desenvolvimento em VB e ASP. Correu tão bem ou tão mal, que no seu auge ficaram a trabalhar comigo umas 5 pessoas. Acho que a empresa abriu falência pouco depois de ter saido para Londres.
    No UK (2000) trabalhei para uma dot-com no início do declinio do boom, durante 6 meses numa plataforma unificadora de e-commerce para vários websites que a empresa detinha com ASP/SQL Server/COM+.
    Como me tem acontecido ultimamente, fui achado "-1 redundante" pela dita empresa e a dot-com fechou portas :)

    De volta a Portugal para trabalhar para a Quadriga,S.A. no início do sonho de crescimento (ao fim e ao cabo, as ondas de choque chegam a portugal com algum atraso ;-)) onde comecei pelo desenvolvimento em Java2EE/Oracle, coisa que durou cerca de um ano. Depois passei para a equipa de desenvolvimento para SymbianOS/Nokia Communicator onde permaneci até à minha saída (forçada) em 2003.
    Entretanto a nível particular comecei a investigar/usar/dar suporte a "essa coisa do Linux" e neste momento, farto que estou de perseguir os sonhos alheios, estou-me a dedicar aos meus e vou abrir uma empresa de serviços informáticos/desenvolvimento e consultadoria em conjunto com uns amigos que sentem o mesmo que eu. Se tiver sorte, nunca mais largo o pinguim :)

    ----------
    -1: Redundante!
    www.taf.net (Pontos:1)
    por taf-7arte em 02-10-03 23:38 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://taf.net

    A estas horas da noite e com trabalho para fazer, o melhor que se arranja é um link para http://taf.net

    A mais do que lá está diria apenas que procuro investidores para 3 projectos de negócio que tenho, dois na área das TI e um completamente diferente, da "velha economia". Se conhecerem alguns, podem dar-lhes o meu contacto. ;-)
    Preocupante... (Pontos:3, Engraçado)
    por TarHai em 02-10-03 23:42 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://www.dilbert.com
    Se eu sou 1337 da TI Portuguesa, estamos bem arranjados.

    Sou um modesto estudante de Doutoramento em biologia que aguarda pacientemente pelo exame. Nas horas vagas brinco com o linux e digo alguns disparates no gil.


    ## I'm waiting for the sun to shine
    Newbie (Pontos:1)
    por The CodeMaker em 02-10-03 23:54 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Tenho 24 anos, estudo Eng. Electrotécnica e de Computadores no Instituto Superior Técnico e sou um dos membros mais recentes desta comunidade. Gosto muito de computadores e principalmente de programação, sistemas distribuidos e redes de computadores. Ultimamente tenho estado cada vez mais interessado no movimento Open Source e tenho vindo a procurar sites para visitar regularmente onde posso encontrar informação útil sobre este e outros assuntos relacionados com computadores. Este site pareceu-me interessante e faz já parte dos meus bookmarks do meu Mozilla :D

    --
    CodeMaker
    Não digo! (Pontos:3, Interessante)
    por DomusOnline em 03-10-03 0:49 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://bandalarga.domus.online.pt/
    :)

    Já passei os 30, frequentei a L.E.I.C. no I.S.T., frequentei o curso de Informática de Gestão do I.S.L.A. em regime nocturno (o qual não acabei por não ter feito ainda o projecto final), trabalho em bases de dados, faço questão de não dizer onde.

    Modéstias à parte, estou acima da média das pessoas com quem lido e abaixo da média do pessoal do Gildot. E esta deve ser a frase mais polémica que algum dia vou escrever num fórum!

    Cumprimentos.
    Quem sou eu... (Pontos:2)
    por McB em 03-10-03 0:54 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    Tenho 26 anos, terminei a Licenciatura em Informática de Gestão (que muito boa gente parece desprezar neste fórum...)na mui nobre Universidade do Minho em 2000, já com o "bichinho" do Linux incutido desde o meu 3º. ano.
    Findo o curso, rumei a Lisboa onde trabalhei numa PME até Março de 2002, na sua maior parte a fazer projectos de consultoria em Linux e Oracle.
    Entretanto, o chamamento do SAPO foi maior e por lá fiquei até finais de Agosto, tendo deixado o país para uma estada de um ano na bela Cantuária... já pairava no meu cérebro a hipótese de voltar a estudar, e assim fiz, tendo iniciado o MSc em Redes e Sistemas Distribuídos na University of Kent...
    E passou um ano, acabou o mestrado há 2 semanas e sou um jovem à procura de emprego na área de redes e sistemas distribuídos... estou de volta ao país, mas o chamamento do UK é grande, e quem sabe se não voltarei....
    Este sou eu..

    Yours,
    McB!
    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux
    Re:Quem sou eu... (Pontos:2)
    por MavicX em 03-10-03 17:59 GMT (#60)
    (Utilizador Info) http://www.startux.org
    " terminei a Licenciatura em Informática de Gestão (que muito boa gente parece desprezar neste fórum...)"

    Isso é porque informatica de gestão não é informatica :-)

    Tirando o curso do ISCTE, 70% dos cursos de informatica de gestão é gestão.

    Alias foi por causa disso que mudei....

    Pedro Esteves

    Re:Quem sou eu... (Pontos:2)
    por McB em 16-10-03 15:09 GMT (#108)
    (Utilizador Info)
    Não sei que curso de informática de gestão é que tu tiraste.
    Se o curso de informática de gestão é gestão, porque e que mais de 80% dos seus licenciados estão em projectos de informática, podes explicar-me? (e falo de projectos SAP, Oracle, ERPs a um nível global, etc.)

    Por outro lado, achas que que a análise e desenho de um Sistema de Informação não é informática?

    Nem só de bytes vive um informático, atenção!

    Yours,
    McB!
    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux
    Faço campanha (Pontos:2)
    por André Simões em 03-10-03 2:50 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://andre.catus.net
    Eu tenho 32 anos, sou licenciado em Línguas e Literaturas Clássicas (Latim e Grego), e estou a concluir uma tese de mestrado sobre Literatura Latina Medieval. Dou aulas na faculdade de letras da Universidade de Lisboa de Latim (vários níveis) e de Tecnologias de Informação e Comunicação em Educação (esta para os recém-licenciados, como parte do ramo de formação educacional).

    Portanto não lido directamente com estes instrumentos no dia a dia, nem tenho qualquer formação na área da informática. Mesmo a cadeira de TICE, como tive oportunidade de explicar, é virada mais para a utilização prática de meia dúzia de ferramentas de carácter didáctico, e não exige (se bem, se mal, não sei...) qualquer formação na área informática aos docentes.
    Tive também uma brevíssima passagem de 2 anos pelo ensino secundário, que não me deixou saudadades.

    O meu "primeiro Linux" foi um redhat 4.qualquercoisa. Aos poucos fui abandonando o windows, e desde há uns meses que em casa uso Linux em exclusividade. Não tem tido até agora grande repercussão na minha vida profissional, se descontarmos o tempo ganho na realização dos trabalhos, porque agora não tenho um word a crashar regularmente (sim, eu uso o PC sobretudo como máquina de escrever, não sei programação, e não jogo), e se descontarmos alguma utilização esporádica de algumas ferramentas que discrimo mais em baixo. Já nos meus colegas tenho "repercutido" bastante, louvando as virtudes do Linux sobre o Windows, mas com uma ou outra excepção não tenho tido qualquer tipo de receptividade. O máximo que consegui foi ser conhecido pelo "colega do pinguim", por uma ou outra pessoa.

    Se o Linux e as ferramentas "open source" podem ajudar na minha área? Ah, mas sem sombra de dúvida. Regularmente tenho contacto com belíssimas (em todos os sentidos) ferramentas Windows, proprietárias e com licenças regiamente pagas, que têm equivalentes "open source" que fazem o mesmo ou melhor. Refiro-me nomeadamente a ferramentas de análise lexical (contagem de palavras, análise frequencial, concordâncias, etc.), já sem falar nos processadores de texto. Só para dar uns exemplos, o diff (sobretudo com um belo GUI para encher o olho, que os há) pode ser precioso na comparação de várias versões do mesmo texto em diferentes manuscritos, ainda que não tenha sido exactamente esse o seu objectivo inicial. O grep é um achado, para descobrir aquela palavra ou aquela frase numa base de dados textual que pode conter centenas de ficheiros de texto. Há programas proprietários para windows, mais bonitinhos até, que fazem o mesmo, mas sabemos a que preço. O head e o tail fornecem as mesmíssimas funcionalidades que alguns CD's caríssimos. Basta ter acesso aos textos digitalizados (não é assm tão difícil). Esses CD's costumam conter o que chamamos "incipitários", isto é: as primeiras linhas de um texto. É muito útil para a identificação de textos em manuscritos medievais, por exemplo. Etc.
    Há faculdades de letras em outros países (e cá se calhar também, mas não tenho conhecimento) que usam estas ferramentas regularmente e com sucesso. Sei que há várias máquina com Linux na Faculdade de Filoloxía de Santiago de Compostela. Eu por cá continuo a fazer campanha, mas acho que enquanto não ganhar mais uns aninhos e mais algum peso académico vou continuar a ser o "colega esquisito dos brincos e dos pinguins", apesar da receptividade de alguns colegas. Curiosamente, com uma ou duas excepções, os mais entusiastas das novas tecnologias são alguns dos professores mais antigos, e são também esses que revelam uma maior curiosidade quando lhes começo a louvar pela milésima vez o Linux e a filosofia "open source".

    ---
    Omnia aliena sunt: tempus tantum nostrum est. (Séneca)
    "Tudo nos é alheio: apenas o Tempo é nosso."

    Re:Faço campanha (Pontos:2)
    por blacksheep em 03-10-03 11:32 GMT (#37)
    (Utilizador Info)
    o diff (sobretudo com um belo GUI para encher o olho, que os há) pode ser precioso na comparação de várias versões do mesmo texto

    O Kompare é um belíssimo e super-útil GUI para o diff.
    Re:Faço campanha (Pontos:2)
    por André Simões em 04-10-03 3:34 GMT (#82)
    (Utilizador Info) http://andre.catus.net
    Sim, é o que uso:) Havia também um gtkdiff, que era bastante bom, mas há uns anos que não o "controlo".

    ---
    Omnia aliena sunt: tempus tantum nostrum est. (Séneca)
    "Tudo nos é alheio: apenas o Tempo é nosso."

    About me... (Pontos:1)
    por elcastigador em 03-10-03 3:18 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://pedroclaro.no.sapo.pt
    About me...

    Recentemente (Setembro/03) acabei o curso de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações da Universidade de Aveiro. O meu projecto final incidiu na temática da quarta geração móvel e um possível interface com redes IP (interface redes IP - rádio 4G). Os meus principais interesses são o desenvolvimento e projecto de sistemas digitais complexos para lógica programável (VHDL,FPGAS,etc), estrutura e funcionamento de redes IP e comunicações móveis (desde o Bluetooth ao UMTS).

    Quanto ao Linux a minha história resume-se em breves palavras. Há alguns anos eram umas instalações do Red Hat que quase não passavam disso. Agora tenho o Mandrake 9.1 instalado e já passou mais que isso. Muitos dos programas (exemplo ) que preciso só funcionam em máquinas *nix. Depois de alguns dias resolvi montar um server, e já tenho aqui o Apache a funcionar a 99%.
    Bart: Why is it destroying other toys?
    Lisa: It must be programmed to do so to eliminate competition!
    Bart: You mean like Microsoft?
    Lisa: Yeah

    This is who I am (Pontos:1)
    por soska em 03-10-03 3:27 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    Tenho 19 anos (quase 20... daki a 18 dias :) ).
    Estive um ano no IST na Licenciatura em Ciencias Informáticas.
    Entretanto, saí e estudo Relações Internacionais no ISCSP/UTL.
    A nível de programção, brinquei com os meus dois ZX, fiz algumas linhas em QBasic e Pascal. C só conheci no IST (blame me on that !).
    A nível de CS propriamente dita, ando a ver se descubro cada vez mais sobre computação quantica e de que maneira é que se tem uma máquina de turing reversível a nível disto.
    Linux... ando a ver se contribuo com umas traduções pró KDE, em conjuto com o Pedro Morais.

    De resto, a minha vida rege-se pela minha namorada, fóruns e mais fóruns e easy going... :)
    Encaro a vid de forma simples, leio o que quero, oiço o que quero e tou com os amigos (Gamblit, Ghost ... ) (ai que amanha já nao tou vivo :D ).

    De resto... find 4 urselves nos próximos posts no gil. :)

    __
    "Everyone has the right to be stupid. Some just abuse the privilege"
    (mais um) (Pontos:1)
    por Ancestor em 03-10-03 8:56 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    Tenho 24 anos, sou tecnico (Win e BSD) e programador autodidacta (o secundário ficou pelo caminho), e trabalho numa pequena empresa. Muitas vezes não faço o que gosto mas gosto do que faço, e ninguém me chateia. Além de informática, interesso-me por electrónica, especialmente implementações de sistemas mistos e processamento de sinal. E a linguagem de eleição... só podia ser Assembly :)
    Eu (Pontos:2)
    por toze em 03-10-03 9:03 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://mega.ist.utl.pt/~tozevv
    - 26 anos
    - Lic. Engenharia Informática IST (nick senador vem da política universitária)
    - Teleweb, até a empresa morrer :)
    - CEO/INESC, até acabar o estágio
    - Neoris, até a empresa ficar em estado vegetativo persistente
    - Compuquali, até hoje, pelo menos :)
    - Linux desde 1996
    - Emacs, Mandrake, JBoss.

    E, como já perceberam, adoro fazer listas resumidas :D


    Tó-Zé 'Senador'
    Até tenho vergonha. (Pontos:1)
    por smsp em 03-10-03 9:12 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Ok, eu ía todo lambão responder mal acabei de ler o artigo, mas depois de curriculuns como os do leitão e do taf, entre outros, acho que até tenho vergonha. O que me safa é ter ainda só 18 anos, por isso vá:

    Tirei um curso profissional na EPED que, como se percebe pelo site, é uma escola (quase?) totalmente virada para windows, para meu grande desgosto. Durante 2 anos, levei com VB, javascript/html orientado para IE e mais coisas do género (o outro ano foi ok, pascal básico, nem me posso queixar muito.) Por outro lado, arranjaram-me um estágio na empresa onde actualmente trabalho a contrato, ironicamente usando PHP e Linux, bem como delphi (quem sabe se um dia nao será kylix? ;-), principalmente em webdesign/development e cds multimédia. Quem sabe se aos 30 não tenho também um mestrado e uma casa em Manchester? :-)


    smsp.

    Re:Até tenho vergonha. (Pontos:1)
    por The_X em 03-10-03 21:49 GMT (#72)
    (Utilizador Info)
    amigo, vergonha é roubar! Cada um é como cada qual.
    nada a ver ... (Pontos:1)
    por jteixeira em 03-10-03 9:16 GMT (#22)
    (Utilizador Info)

    Neste momento, aos 24 anos, sou caloiro de Engenharia Informática no IPP, tendo sido a minha formação do secundário completamente distante da informática, sempre fui um curioso/apaixonado pela informática. Vai daí sempre procurei explorar novos horizontes na informática, dai que me considero um autodidacta puro. O meu primeiro encontro imediato com Linux deu-se há cerca de 3 anos, tendo-me convertido até ao dia de hoje, pelo menos a nível pessoal, pois na empresa não tenho direito de opção e sou obrigado a utilizar windows. Por falar em empresa, devo ser dos poucos que não trabalha em TI, trabalho numa PME têxtil como responsável da produção do bordados :) (tem tudo a ver com TI). O gildot é para mim um local onde venho frequentemente acompanhar o mundo das TI e “ouvir” os mestres. Até hoje o maior evento informático em que participei foi a minho campus party 2002, na qual tive a oportunidade de conhecer o Mário Valente e o Paulo Laureano que são uns grandes bacanos, embora em relação ao mvalente alguns users discordem da minha opinião (a avaliar por algumas discussões mais acesas no gildot). Quanto a posts aqui no gildot é que estamos mal, pois como autodidacta não sinto que tenha conhecimentos/argumentos suficientes para me intrometer em determinadas discussões, dai este ser o meu primeiro post.

    Cumprimentos,

    Jaime Teixeira


    Re:nada a ver ... (Pontos:2)
    por Tuaregue em 03-10-03 17:34 GMT (#59)
    (Utilizador Info)
    Anda cá caloiro que te vou praxar, hehehe, e só por seres cliente de Gildot vais ter desconto especial.

    ------------------------------------------------------------
    Todas as coisas mudam, e nós mudamos com elas.

    Nata da IT ? Moi ?? (Pontos:2)
    por [ Ent ] em 03-10-03 9:33 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    Bem, antes de falar um pouco de mim quero escrever que discordo da afirmação que a nata da IT frequenta o gildot! IT engloba pessoas com vários perfis e não me parece que o gildot seja assim tão abrangente. Talvez se possa dizer que o gildot é ponto de encontro da nata da parte tecnica dos IT mas mesmo assim conheço muitos tecnicos fenomenais que não tem a minima paciencia para os topicos de discussão do gildot.

    Em relação a mim ...
    Sou licenciado na área de Informatica há 4 anos. Comecei por fazer uns trabalhos como freelancer ainda na faculdade que me deram o primeiro contacto com o mundo empresarial. Entretanto estagiei numa empresa tecnologica portuguesa que me deu alguma bagagem para o meu primeiro grande projecto.
    Abrir uma start-up! Pois, fui mais um a lançar-se no boom da internet e durante algum tempo tudo correu bem mas depois com o crash das startups o projecto foi abandonado. Isto de andar atras das modas e em vez de as antecipar não é a melhor solução ... :o) !!
    Entretanto trabalhei 2 anos numa multinacional onde me tornei responsavel pelos desenvolvimentos na área de E-Business (nome giro :oP !!). Ai aliei a experiencia e conhecimentos tecnicos à capacidade de gestão de projectos e de pessoas. E compreendi algo que muita gente aqui no gildot ainda não compreendeu (atenção às flames !!!):um tecnico razoavel com bom feitio é muito mais importante do que um excelente tecnico com mau feitio.
    No inicio do proximo mês, vou-me lançar em mais um desafio. Vou trabalhar para outra multinacional na área de TI e no inicio do proximo ano ou vou para a California ou para a Alemanha durante uns dois anitos.
    Fora do trabalho tento manter-me afastado ao maximo da tecnologia. Adoro desporto e pratico principalmente os que impliquem grande grau de concentração. E aí os desportos de equilibrio como o surf, o snowboard, patins são os maiores pois qualquer falha de concentração ... %#$?" !! Além disso adoro actividades sociais como copos, amigos,amigas embora já tenha tido mais energia para essas coisas e agora, em grande só saia uma vez por semana . É a idade!!

    Well, That's all folks !!
    Longe da nata IT portuguesa, mas... (Pontos:1)
    por erebrus em 03-10-03 9:46 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    Comecei a programar com 12 anos no ZX, depois passei para QBasic, depois Pascal, e depois VB +Access para aplicações que o justificassem, nomeadamente para a gestão da empresa do meu pai (é claro que essa aplicação já foi rescrita para c++/postgre/( qt | gtkmm )).
    Comecei a vida universitária na Universidade do Algarve em Eng. Sistemas e Computação, onde estudei 2 anos, durante os quais trabalhei como administrador de sistemas numa pequena cadeia de (dois) supermercados. Durante esses 2 anos aprendi linguagens mais a sério, e nos meses finais comecei com linux (debian foverer :p).
    Transferi-me para Eng Informatica na Universidade Nova de Lisboa. Desde então acho que tenho feito enormes progressos a todos os niveis. Estou de novo a trabalhar, desta vez numa empresa recente chamada Veículo de Ideias, continuo colaborar com a tal cadeia de supermercados em termos de administração de sistemas, e a fazer algumas coisas em nome individual.
    Excluindo jogos, e projectos que têm MESMO de ser feitos em Windows, uso quase exclusivamente o Linux, porque...enfim...acho que não preciso explicar-vos porquê, (quase) todos já o devem saber :).
    Hoje tenho 22 anos, considero-me um programador competente e versatil com alguma experiencia em multiplas linguagens e plataformas, e um administrador de sistemas longe (tão longe...) de genial, mas competente.
    Principalmente, sou um curioso, gosto de aprender e explorar, e fazer as coisas bem feitas, além de que sei que não sei tanto como tudo isso, mas estou sempre pronto para aprender.
    Gosto de informática, porque apresenta desafios interessantes, mas os meus interesses são bastante mais diversos, desde coisas como Física, Literatura, Filosofia, etc, até desporto e PRAIA (não fosse eu do algarve :)).
    Regresso ao gildot :) (Pontos:2)
    por ribeiro em 03-10-03 10:00 GMT (#25)
    (Utilizador Info) http://ruka12.tripod.com
    A "estória" do meu percurso profissional é, de uma forma muito resumida é:
    - programador C/assembly
    - Emulador spectrum em Windows como projecto de curso (ruka12.tripod.com)
    - Administração de redes e sistemas no IPP
    - Consultor de TI (linux, redes e segurança) numa consultora portuguesa em lx até esta se separar em várias firmas, e ficar praticamente desprovida do core business de veio técnico sem ser desenvolvimento de software
    - Alguns projectos de vulto em Moçambique para a TDM e o Banco de Moçambique
    - administrador de rede (e sistemas Linux) numa empresa de grande dimensão em Lx (com um bocado de desenvolvimento de software para redes à mistura)

    Cumprimentos,
    Rui
    --
    Re:Regresso ao gildot :) (Pontos:2)
    por ribeiro em 03-10-03 10:09 GMT (#27)
    (Utilizador Info) http://ruka12.tripod.com
    Ha, e o gajo "gordo" que está nas fotos já não sou eu. :)
    Entretanto renovei a minha vida deu uma volta completa, e sou vegetariano.
    --
    Me, myself and I (Pontos:1)
    por davidf em 03-10-03 10:29 GMT (#29)
    (Utilizador Info)
    22 anos, David, nasci no Luxemburgo e vivo actualmente na Figueira da Foz. Comecei nestas andanças quando comecei a ler uns livros de programação basic para ZX Spectrum que pertenciam ao meu pai. Comecei por interessar-me pela matéria e quando recebi o meu primeiro PC, decidi descobrir algo mais sobre este ramo. Sendo auto-didacta, aprendi várias linguagens, basic, c, pascal e perl. Também trabalhei algum tempo com VB e Delphi. Dado que o tenho dificuldades, como muitos presumo, em matemática, decidi seguir o curso de Geografia, mas nunca largando a informática. Gosto de tudo o que é relacionado com segurança informática e uso Linux desde a minha experiência aos 15 anos. Além de estudar, trabalho elaborando vários trabalhos gráficos e de administração de redes.


    * I use xinetd sensors, how about you? *
    Lëtzebuerg (Pontos:1)
    por Zezito em 03-10-03 10:48 GMT (#32)
    (Utilizador Info)
    Grande Luxemburgo, vivi lá durante alguns anos, mais propeiamente em Romelange :)
    Um simples estudante! (Pontos:1)
    por Zezito em 03-10-03 10:32 GMT (#30)
    (Utilizador Info)
    SOu estudante de Engenharia de Sistemas e Informática (ramo de informática) na universidade do Algarve +/- no 3º ano, pois devido a uma restruturação fiquei com disciplinas feitas em todos os anos e tb por fazer em todos os anos :), c'est la vie! Tenho 20 anos, consulto o gildot desde os meus ~17 anos, mas mais regularnente desde os 19. Neste momento os meus interesses são: open source, sistemas operativos (SO's open source), sistemas embebidos. Gostava que quando acabasse o curso tivesse a oportunidade de trabalhar fora de Portugal durante alguns anos, (como é obvio) ter muito socesso no trabalho e ganhar algum €€ no processo :)
    Informático mas não muito (Pontos:1)
    por elefedefe em 03-10-03 10:43 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    De formação, tenho uma licenciatura em engenharia informática com especialização em redes e comunicações. Já tive várias profissões desde técnico de hardware a professor do ensino secundário. Também já tive uma breve experiencia num estágio, onde trabalhei em redes, nomeadamente redes de área alargada (WAN). Mas como todos sabem o mercado de trabalho está dificil e hoje em dia tenho de me contentar com um trabalho que pouco tem a haver com telecomunicações. Basta dizer que se eu pronunciar a palavra "rede WAN" diante dos meus colegas eles vão pensar que se trata de um cliente :). Neste momento estou a desenvolver alguns métodos e ferramentas de medição de níveis de serviço, e a minha experiencia com linux resume-se práticamente à que tive durante o curso na universidade. Os meus passatempos também quase nunca têm a haver com informática, não querendo isto dizer que não me interesso pelo assunto. A minha área de interesse dentro da informática, como já devem ter reparado, pouco tem a haver com linguagens de programação e sistemas operativos. Prefiro uma janela de telnet ou ssh com as linhas de comando de um comutador ATM :). Já agora, gostava de perguntar quem mais daqui trabalha ate ao nível 4 do modelo OSI?
    me (Pontos:1)
    por Czar em 03-10-03 10:51 GMT (#33)
    (Utilizador Info)

    Viva,

    Tenho neste momento 25 anos e após "terminar" a Licenciatura em Engenharia de Sistemas e Informática (2001) da Universidade do Minho, rumei a Lx para ingressar no Grupo de Trabalho de Certificação Digital da SIBS S.A., aonde trabalhei como programador (java). Deste grupo surgiu a MULTICERT S.A (2002) debaixo da alçada da SIBS e não :-). No entanto com a mudança, mudaram também as funcões (para melhor, pois é mais do meu agrado), pois neste momento sou Gestor de Segurança de Redes e Serviços. Estou também a frequentar o Mestrado em Redes e Serviços de Comunicação na FEUP.

    Relativamente a tempo? Quem me dera! :-).

    Ricardo Costa

    Um gajo de LESI (Pontos:1)
    por Tobias em 03-10-03 10:53 GMT (#34)
    (Utilizador Info)
    Tenho 25 anos, acabei o estágio curricular à 3 semanas na Siemens, S.A. em Matosinhos e faltam-me 3 cadeiras (chatas) para acabar o curso. Estou neste momento a trabalhar numa empresa na Póvoa do Varzim, chamada Escripóvoa. A empresa dedica-se a fazer software de gestão/facturação direcionado para pontos de venda tipo cafés, discotecas, etc. Tou a programar em Visual Basic 6 (é triste eu sei :().
    Primeiro post!! (Pontos:1)
    por Pedro Gato em 03-10-03 11:07 GMT (#35)
    (Utilizador Info)
    Nunca pensei que o meu 1º post no gildot fosse este, mas enfim aqui vai

    Tenho 20 anos e ando nisto dos computadores desde os +/- 14 anos.
    Sou provavelmente um dos leitores do gildot com menos formação, estudei em Évora onde tirei o 12º ano do curso Tecnológico de Informática. Um pouco desiludido com a fraca qualidade do ensino (na minha opinião), decidi parar por uns tempos a minha vida escolar e entrar para o mundo do trabalho!

    Trabalho numa das unicas empresas de IT de Évora que faz mais do que simplesmente vender computadores, supostamente como Programador, embora na realidade acabe por fazer um pouco de tudo (programador, administrador de sistemas, helpdesk, técnico, etc), enfim, sou o gajo que se chama quando a coisa corre pro torto!
    O linux entrou-me no computador pouco tempo depois de o comprar (um velho mas fiel P166), RH5.2

    Vivo numa vila do distrito de Évora que duvido que conhecam mas enfim!, Lavre, onde sou conhecido como o gajo que usa aquele SO esquisito, lunix ou linux ou ...
    Embora saiba que as verdadeiras oportunidades no mundo das IT estão acima do Tejo não quero, por enquanto, abandonar o Alentejo, quando a formação académica, talvez no proximo ano, se tiver vontade :)

    E pronto, aqui está o profile mais humilde de todos os leitores do gildot!
    resume (Pontos:1)
    por macTeK em 03-10-03 11:21 GMT (#36)
    (Utilizador Info)
    Tenho 28 anos, licenciei-me em Comunicação Social na Universidade Católica em 2000. Em seguida fui estagiar durante seis mesitos para a secção de Ciência e Tecnologia da Revista Focus. Em Janeiro de 2001, entrei para uma empresa de fornecimento de conteúdos online e offline sobre tecnologia.

    Ao início, a experiência foi bastante positiva, mas com o alargar da crise as condições foram piorando. Farto de ser escravizado como um cão, não suportei mais e despedi-me no passado mês de Junho.

    Agora, e depois de umas tentativas falhadas de ir estudar para o estrangeiro, estou à espera de entrar para um mestrado numa universidade portuguesa, com o objectivo de me tornar um investigador sobre cibercultura.

    Apesar do meu primeiro contacto com o Linux ter ocorrido em 96, só desde há uns dois anos para cá é que o utilizo regularmente - apenas distribuições Mandrake. Pesco algumas coisas de Web design, mas ainda gostaria de saber mais sistemas operativos e linguagens de programação.

    Já agora: aconselho a todo o pessoal mais novo que esteja em Portugal a nunca seguir a carreira de jornalismo. It sucks...
    Nunca pensei (Pontos:2)
    por ^magico^ em 03-10-03 11:42 GMT (#38)
    (Utilizador Info)
    Ao propor o artigo, não pensei que fosse aprovado na hora!
    Gostava de agradecer a todos os que estão a participar, e é com alegria que vejo "resumos de vida" impresionantes.

    Uma outra nota, no titulo do artigo falta um ponto de interrogação no fim, visto que a ideia do artigo não é afirmar que o Gildot é o ponto de encontro, mas sim tentar verificar se isso acontece.

    Considero-me um bom profissional, mas não uma "nata" como se pode verificar comparando o meu curriculum com outros.
    O meu primeiro trabalho na área de informática foi como desenhador de AutoCAD após ter terminado o 12º ano. Optei por entrar no mercado de trabalho e não prosseguir estudos devido a principios morais (basicamente estaria a ser hipócrita em frequentar um sistema de ensino que eu considerava ter muitas falhas).
    No ano seguinte, fui trabalhar para uma pequena empresa em Aveiro como programador, onde estou há 4 anos. Pelas mãos passaram vários projectos de exportação de dados de vários programas de facturação existentes no mercado, bem como um sistema integrado de gestão comercial e outro de gestão de seguros.
    O resultado, em experiência, destes projectos é programar em SQL, Delphi, C#; ter boa aptidão na criação de interfaces gráficos, bem como na análise e organização de projectos.

    Apesar de uma grande dedicação a nível profissional, ainda consigo arranjar 1 ou 2 horitas por dia para em casa avançar com projectos pessoais de investigação (é possível fazer isso quando não se tem compromissos sentimentais). Gosto bastante de investigar desde de projectos para construir um teclado moderno, passando por análise combinatória/estatistica de sistemas de lotaria ou ainda redes de propagação. Como complemento, e sobretudo prática, gosto de escrever.

    PS: já tenho alojamento e já tenho a página configurada, por isso este mês "Fernando Silva Online" vai ficar mesmo online ;) caso não hajam imprevistos...
    TI só ... (Pontos:1)
    por faustino em 03-10-03 12:35 GMT (#41)
    (Utilizador Info)
    as TI 82, TI 83, TI 83plus que uso nas aulas de Matemática do secundário, sou um daqueles bichos (professores) que se fartam de "ferrar negas". A minha primeira experiência com Linux foi com um Slackware julgo que 1.3, que veio com uma revista. Experimentei-o no computador de um colega de casa, porque ainda não tinha conseguido enganar o chefe( o meu pai) para ele me comprar um computador.
    Eu gostava de ter uma assinatura gira.
    COBOL + Linux (Pontos:1)
    por Programador em 03-10-03 12:47 GMT (#42)
    (Utilizador Info)
    O Euro e o "bug" do ano 2000 apanharam-me e ainda hoje programo em COmmon Business Oriented Language. Sim, sou um dinossauro com 26 anos de idade que trabalha desde os 20! I'm a dino, so what?

    Sou adepto do Linux e do movimento Open Source já à alguns anos e estou no 3º ano do curso de informática em horário pós-laboral. À uns tempos surgiu-me uma oportunidade de dar um curso de iniciação ao Linux e acho que me saí bem, pois, consegui despertar o "bichinho" nos alunos. Entretanto já me convidaram outra vez...

    Uso Slackware e gosto de programar em qualquer coisa que não seja COBOL.

    resumidamente (Pontos:1)
    por ncs em 03-10-03 13:53 GMT (#44)
    (Utilizador Info) http://www.uol.com.br/cgi-bin/mensagens/mostra_texto.cgi?day=2003-09-11
    Alfacinha, 36 anos, casado, mulher e 2 filhos, sem cão (felizmente para ele), Desktop P150Mhz & Acer Aspire, contribuinte da S.Social há 16 anos.

    Por ordem cronológica:
    em casa dos pais - Basic & Assembler Z80 (Zx 81 & Spect.); Técnico - Mecanica (aprendi Pascal, Lisp, C++); Cesur@IST - Programador TPascal; Cised - Analista/Programador TurboC; DecData - Resp. Técnico; RISC - Empresário da treta; Inforgal - Suporte a Novell & AIX; Geslógica/Cap Gemini - Consultor & Desenhador; Datamédica - Multifunções (Admin NT e analista/prog. Delphi+Interbase/SQLServer); (N Id) - DBA SQLServer/Informix; particularmente utilizo XP, Python, Firebird

    Descobri e inscrevi-me no Gildot quando pesquisava informações sobre FreeBSD; Algumas discussões deixam-me com sintomas de maniaco/depressivo ;-) o que me obriga a ausentar por uns tempos.

    O meu clube - no passado: desportiva, boxe e trampolins.

    Até agora ainda não consegui encontrar nenhuma razão válida para o software não ser livre.
    Cumps,
    Yet another... (Pontos:1)
    por plexar em 03-10-03 14:10 GMT (#45)
    (Utilizador Info)

    Tenho 24 anos e sou licenciado em Engenharia Informática e Computação pela FEUP.

    Alguns meses depois de ter terminado o meu estágio currícular numa PME, decidi enveredar pela actividade de free-lance, apesar de ainda não ter muita experiência. Tirando a instabilidade que esta opção acarreta, espero com isto obter um tipo de experiência, que não seria possível se fosse um simples programador..

    Até ao momento trabalhei com diversas ferramentas e linguagens: Lotus Notes, SQLServer, ASP, MySQL, PHP.. (tanto proprietárias como open-source).

    Comecei muito cedo na informática com um Spectrum, brinquei com um 8086 de um tio para umas partidas de Alley Cat, Digger e Paratropper. Mais tarde tive um 486 no qual me divertia com o Wolf3D e fazia umas coisitas em QBasic e Pascal, mas só quando entrei para a faculdade é que comecei a levar isto mais a sério.

    Participei em alguns concursos do ACM a nível de faculdade, e num deles consegui mesmo passar à fase regional do sul da Europa; apesar de não me interessar muito pela competição, mas sim pelo prazer de resolver problemas (neste caso, em equipa..).

    O meu primeiro contacto com o Linux foi com a distribuição Debian na faculdade, seguindo-se rapidamente uma instalação de Suse no Pentium em minha casa, para um trabalho de faculdade que requeria YAProlog.. foi dificil mas consegui instalar tudo impecavelmente!

    Em relação ao Gildot, sou leitor quase desde o princípio (tive conhecimento a partir de colegas mais velhos), e devo dizer que me sinto mais à vontade como leitor do que como participante.

    Cumprimentos!


    Plexar.
    Uma conclusão (Pontos:1)
    por CoolMaster em 03-10-03 14:27 GMT (#46)
    (Utilizador Info) http://coolmaster.webhs.org
    Este é o meu primeiro post (registei-me mesmo agora) apesar de ja ser leitor do gildot a mais de um ano. Li alguns posts em resposta a esta thread e chego a conclusão que a maior parte dos leitores do gildot é auto-didacta (tal como eu).
    Re:Uma conclusão (Pontos:2)
    por [ Ent ] em 03-10-03 14:44 GMT (#47)
    (Utilizador Info)
    Qualquer pessoa na área IT tem que ser auto-didacta. A evolução nesta área é tão grande e rápida que não há outra possibilidade.
    O que uma licenciatura nesta área deve ensinar são as bases para cada um traçar e percorrer um bom caminho de aprendizagem!
    Re:Uma conclusão (Pontos:0)
    por Pensador em 05-10-03 3:30 GMT (#96)
    (Utilizador Info)
    és é um riper..
    Aqui vai mais um (Pontos:1)
    por EFRS em 03-10-03 15:22 GMT (#51)
    (Utilizador Info) http://emanuel.xsecurity.ws
    24 anos, 4º ano incompleto em História na UNL. Tive formação específica em hardware e Linux de nível 1 e 2. A nível de programação tirei formação em Assembler, Basic e Pascal.
    Neste momento estou acabar uma formação da Microsoft (MCSE, ainda me falta o exame 070-216) e falta-me fazer o exame de ISA Server para acabar o MCSE Security.
    Sou um dos responsáveis pelo projecto XSecurity no qual tem dado imenso gozo e aprendido muito. Em comparação com a maioria dos utilizadores do Gildot é um curriculum bastante modesto, mas é aquilo que até ao momento consegui ter. =)
    Um abraço.


    "Acta simulato substantiam veritatis mutare non possunt"
    Re:Aqui vai mais um (Pontos:2)
    por leitao em 03-10-03 15:45 GMT (#52)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/blogger.html
    O XSecurity esta' um portal muito bem feito.

    Apenas uma sugestao -- esta' um bocado "cluttered" (desculpa, nao me lembro da palavra que quero em portugues).


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Aqui vai mais um (Pontos:1)
    por The_X em 03-10-03 15:55 GMT (#53)
    (Utilizador Info)
    A palavra em português é: desordenado.
    Re:Aqui vai mais um (Pontos:1)
    por The_X em 03-10-03 16:24 GMT (#57)
    (Utilizador Info)
    Esqueci-me! 24 anos (quase 25), desempregado. Comecei na informática como quase todos, num Spectrum. Depois tive um 8080 (reparem que escrevi 8080) onde comecei no GW-Basic. Depois iniciei-me no Pascal ainda nesse computador (que por acaso ainda funciona). A 1ª experiência com Linux foi com o RH 5.0, que deu bastante trabalho a instalar. Depois de acabar o 12º estive em Leiria, em Engª Informática até ao 2º ano, no final do qual decidi começar a trabalhar. Trabalhei durante 3/4 anos em empresas de informática nas áreas de hardware, redes e assistência ao cliente, etc. Durante a estada em Leiria, tirei um MSCE em Windows NT Server 4.0 (nada de que me orgulhe, mas como foi gratuito :) ). No período que sucedeu, estive à frente do departamento de informática de uma empresa de informática e assistência técnica oficial da Samsung. Transferi-me para Viseu, onde estudo de momento. No início deste ano trabalhei como Administrador da rede de uma mediadora de seguros. Saí (problemas diversos). Depois disso fiz um curso de Formação de Formadores Inicial, esperando brevemente começar a dar formação. Pelo meio disto tudo aprendi Pascal, C, PHP, SQL, entre outras coisas das quais tenho algumas noções. E é tudo. Espero brevemente começar a trabalhar, ao mesmo tempo que espero acabar as matemáticas que tenho em atraso (a esperança é a última a morrer). That’s all folks!
    Re:Aqui vai mais um (Pontos:2)
    por ^magico^ em 03-10-03 15:56 GMT (#54)
    (Utilizador Info)
    Apenas uma sugestao -- esta' um bocado "cluttered" (desculpa, nao me lembro da palavra que quero em portugues).

    "cluttered" significa "desordenado", no entanto penso que o que pretendias dizer era "carregado, cheio"
    Re:Aqui vai mais um (Pontos:2)
    por Psiwar em 03-10-03 19:21 GMT (#66)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    É... o XSecurity perde um pouco na parte da usabilidade. Mas mesmo assim ainda é top 5. ;)
    Força com esse conteúdo.
    Re:Aqui vai mais um (Pontos:1)
    por EFRS em 03-10-03 20:21 GMT (#69)
    (Utilizador Info) http://emanuel.xsecurity.ws
    Obrigado pelas críticas.
    Vou levar em conta as sugestões, mas penso que neste caso o facto de estar "carregado ou cheio" deve-se algumas imagens no index, o que não é habitual.
    No que toca à usabilidade, concordo plenamente, mas essa falha irá ser brevemente colmatada quando a XSecurity deixar os "nukes" e passar só e exclusivamente a PHP. Embora que a nossa aposta centre-se muito mais no conteudo do que o "pacote" iremos apresentar em breve um novo design. Acho que já merece! :)
    Um abraço

    "Acta simulato substantiam veritatis mutare non possunt"
    About me :)) (Pontos:1)
    por linooks em 03-10-03 16:08 GMT (#55)
    (Utilizador Info) http://www.ajcm.pt.vu

    é simples, está tudo em:

    www.ajcm.pt.vu

    :))


    ___________________________________

    (linooks@zmail.pt)

    Re:About me :)) (Pontos:2)
    por MavicX em 03-10-03 18:01 GMT (#61)
    (Utilizador Info) http://www.startux.org
    "(linooks@zmail.pt)"

    Porra zmail ? Tou farto de receber spam desses gajos.

    Pedro Esteves

    Inkerito On Line (Pontos:1)
    por New_Wave em 03-10-03 16:18 GMT (#56)
    (Utilizador Info) http://www.terravista.pt/BaiaGatas/4598/
    Sinceramente achava mais interessante se coloca se um inquerito on line, mas quem quiser saber quem sou pike no meu URL, ainda nao actualizei mas de momento estou a trabalhar como sys admin na Sinfic.
    New Wave "May The Peace Be Green"
    e eu... (Pontos:1)
    por Dante em 03-10-03 18:02 GMT (#62)
    (Utilizador Info)
    ainda pouco curriculo com 25 anos comparados com muitos aqui no gil, mas aqui vai:
    secundário no CIC estágio (decorrente do tecnico-profissional) na Católica apartir de outubro de 1996 (tinha 18 anos)

    Permaneci na UCP durante 5 anos, onde tirei uns cursos e certificados m$, ganhei muita experiencia, e onde tive a felicidade de conhecer gente fantástica, entre os quais o taf-7arte e o leitão (que já aqui postaram os seus bitaites) e outros, como o psereno (do qual nao sei o site!! :-(), o Alvaro Barbosa (onde é que ele para?) e o Dr. António Andrade.
    Já agora, ainda podem ver a lista do DSTI em 1900 e troca o passo aqui.
    Ainda nos divertimos numas jogatanas de quake na ucp ás tantas da noite, mas o leitao estava sempre a morrer, e nos tinhamos pena dele!!! (ou não)

    Saí da ucp em dez 2001 para terminar o bach. em eng. informática pelo ISEP (onde continuo a "frequentar" hoje em dia a licenciatura).
    Em novembro de 2002 fiz-me á aventura... em pleno declinio das TIs, e depois de 2 meses a responder a anuncios (sem grande sucesso aparente), enviei eu um anuncio para o JN.... Milagre (ou não), no proprio dia de saida, domingo, telefonara-me, combinei uma entrevista para segunda e começei a trabalhar na terça!!! :-)
    o emprego era (muito) mal pago mas era melhor que estar parado e sempre era uma empresa rasoável em dimensões e gente, na area de S. M. da Feira, aPatricios como condição, disse ao patrao que ia continuar á procura... e assim aconteçeu... algumas entrevistas para empresas, e uma série delas para uma empresa em particular, num processo bastante elaborado de recrutamento.

    e assim entrei na Textil Manuel Gonçalves (TMG) em março deste ano, o maior grupo Textil do país (em 1988 era a maior empresa do país), com participações (entre outras) na efacec (com lugar no cons. adm.), co-fundadora do BCP, etc.
    o meu 1º projecto foi o linux@work, que está a mostrar agora alguns resultados (RH 7.1 + tn5250) para substituir terminais (e licencas) windows em muitos postos de trabalho. obrigado startux :-)

    quanto a hobbies já experiemntei algumas coisas... nao tão rebuscadas como o leitão, mas mesmo assim interessantes como a musica (desde os 18 anos) num baixo (que agora é um washburn xb-400) e a astronomia, pela qual sou apaixonado desde sempre, mas só agora tive algum tempo para me dedicar a isso. Comprei antes das férias um telescópio na brightstar (que recomendo vivamente) do tipo reflector dob de 8" f/6 que dá para ver o cosmos de forma diferente. (recomendo vivamente experimentarem ir a uma observação de astronomos amadores na vossa area... sao uns tipos fixes, e a 1 vez que se vê uma galáxia num telescopio nunca mais se esquece!!!!!) - Inscrevam-se na astrolista.
    também comprei um kyosho st pro no miau (á escala 1/10) com o qual já me diverti alguma coisa, mas agora está com a embraiagem pifada! :-( pelo menos até eu a arranjar.
    Re:e eu... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 03-10-03 18:42 GMT (#64)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com
    Mais um músico! :D Eu também toco (tocava) baixo até há bem pouco tempo... estou para vender o meu ATK-405 da Ibanez mas confesso que o que mais gostei (e custou a vender) foi o MusicMan... foi à vida para patrocinar a ida para Londres.
    Neste momento, troquei a música pelas motas e a menina dos meus olhos actualmente é a CB 750 da Honda que acabei de comprar.

    ----------
    -1: Redundante!
    Re:e eu... (Pontos:2)
    por leitao em 03-10-03 21:00 GMT (#70)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/blogger.html
    Ainda nos divertimos numas jogatanas de quake na ucp ás tantas da noite, mas o leitao estava sempre a morrer, e nos tinhamos pena dele!!! (ou não)

    Mentira! :-)

    Como vais Daniel ?


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:e eu... (Pontos:1)
    por Dante em 03-10-03 23:19 GMT (#78)
    (Utilizador Info)
    Eu vou porreiro... mas tu nunca mais dizes nada!... trocas-te o telemovel?

    manda noticias... tens o mail do paulo!!

    Gostei de te "ouvir" :-)

    Re:e eu... (Pontos:1)
    por Aragorn em 03-10-03 22:53 GMT (#74)
    (Utilizador Info)
    Tu és mesmo cromo, andas aí por outros forums a dizer mal do linux e do software livre e vens para aqui meter nojo. Dante sucks
    Re:e eu... (Pontos:1)
    por Dante em 03-10-03 23:21 GMT (#79)
    (Utilizador Info)
    nope.. that wasnt me. Dante é de DANiel TEixeira... deve ser outro dante. aliás em breve devo ter o meu nome num pdf do tn5250 (a minha 1ºa contribuiçao oficial no open sorce)
    Re:e eu... (Pontos:1)
    por faustino em 03-10-03 23:13 GMT (#75)
    (Utilizador Info)
    Tenho um GS Storm Pro 1/8 TT e (PUB) sou um dos vendedores de material de rádiomodelismo cá da ilha do Pico(/PUB). Já agora quem são os elementos do Pico ou mesmo dos Açores, que por cá andam.
    Eu gostava de ter uma assinatura gira.
    Me (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 03-10-03 18:37 GMT (#63)
    (Utilizador Info) http://www.dehumanizer.com

    Chamo-me Pedro Timóteo, 29 anos, divorciado e a viver sozinho com alguns gatos. Estudei Engenharia Informática na FCT-UNL, mas não concluí o curso por "motivos de força maior", algures entre "querer independência financeira" e "estar farto daquilo" (não do assunto, mas do curso).

    Trabalhei vários anos na IP Global (agora Novis / Clix) e na Oni Telecom, como sysadmin de Linux, tendo saído desta última em Abril. Estou, neste momento, jobless, mas há várias hipóteses para breve. Vamos ver. Meanwhile, alguém aí precisa de um sysadmin? :)

    Em relação a gostos, é melhor referir quem quiser sabê-los a esta página, em vez de estar a fazer aqui um paste de uma página inteira. :)

    Actualmente, além de procurar emprego, fazer umas traduções para ganhar uns trocos, e ir aqui ouvir heavy metal na maior parte das quintas-feiras, divirto-me a brincar com o meu servidor - web, mail, webmail, wapmail, e ainda gateway/firewall/proxy para dentro - faço-o mesmo só por piada, se bem que já tenho alguns familiares e amigos com mails @dehumanizer.com :) Mas a melhor sensação, relativamente a isso, é mesmo: "hmm, como é que será ter uma coisa destas a funcionar...?" e depois fazer o necessário para isso. Experimenting is fun. :)


    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"

    Re:Me (Pontos:2)
    por Psiwar em 03-10-03 19:19 GMT (#65)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    E não falas dos jogos pá?
    Desde 96 e os meus tempos de MUDs que na net vejo o nome Dehumanizer associado com RPGs. :)
    Re:Me (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 03-10-03 19:37 GMT (#67)
    (Utilizador Info) http://www.dehumanizer.com

    Estou comovido. :) Os jogos são mencionados por alto na minha página de "interesses", que linkei, mas isto tudo parecia mais relativo a educação e trabalho, por isso não os mencionei aqui...

    ... mas, sim, sou um apaixonado de jogos, tendo começado com um Videopac, e depois com um Spectrum 48k, em 1983. Algumas das minhas paixões, até hoje, foram:

    - Doomdark's Revenge (Spectrum)
    - Star Control 2 (PC)
    - Final Fantasy 7 (Playstation)
    - Planescape: Torment (PC)

    Mas não, não gosto SÓ de RPGs com histórias brilhantes (excepto o DR, que é aventura/estratégia). :) Também aprecio FPSs, RTSs, shoot 'em ups (o Gridrunner++ do Jeff Minter é genial, e ocupa 4 MB no disco, por exemplo), jogos de carros (jogar com volante é óptimo), simuladores de vôo, aventuras clássicas (o The Longest Journey é genial), e nos bons velhos tempos até joguei algumas aventuras de texto...

    Ultimamente também tenho andado virado para jogos "sociais", com uma pessoa no teclado mais 3 em gamepads. Um exemplo é o Super Sprint no MAME, e outro é o Tennis Critters, que me tem proporcionado, junto com 3 amigos e/ou familiares, longas tardes de diversão e insultos. :)


    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"

    Re:Me (Pontos:2)
    por Psiwar em 03-10-03 19:58 GMT (#68)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Nunca mais chega o segundo capítulo do The Longest Journey. :(
    Re:Me (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 03-10-03 22:52 GMT (#73)
    (Utilizador Info) http://www.dehumanizer.com

    Um dia. :)

    Esqueci-me de mencionar outro dos "grandes jogos da minha vida" - Sid Meier's Alpha Centauri. Basta ver a minha assinatura... :)


    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"

    Plus an autre resumé (Pontos:2, Interessante)
    por WZ|Dunadan em 03-10-03 21:16 GMT (#71)
    (Utilizador Info) http://www.forum-zone.net
    Ora bem, o que é Eu vou escrever depois de ver tão bons e valorosos currículos...

    Em 1991/1992 tirei o meu primeiro curso de informática na ESCU, o na altura famoso IVA. Informática para a Vida Activa, leccionado pela minha professora de matemática e onde aprendi alguns comandos básicos de UNIX. Antes, nem sabia o que era a tecla ESCAPE...

    Só em 1995/1996, quando se começa a falar da Internet e dos e-mails e da WWW e do FTP e do Yahoo e do Altavista e do Gopher e dos NewsGroups, e tendo topado alguns NewsGroups relacionados com a obra e a pessoa de Tolkien, resolvi pedir uma conta no CC da FCUL.

    Não só aprendi o que era ser lurker nas flame-wars como mais tarde aprendi a sobreviver às mesmas, mas já lá vamos.

    Primeiro utilizei o SCO Unix v4.3 que havia no student.cc.fc.ul.pt mas com a entrada de um colega do secundário em Física no ano lectivo seguinte e com o empréstimo da sua conta alojada no einstein.cc.fc.ul.pt, pude passar praticamente um ano a experimentar os comandos do UNIX e do Linux RH4.3 que corria na altura (creio não estar enganado), a conversar largas horas nos talkers e a pensar em abandonar de vez a faculdade e fazer algo mais de produtivo...

    Assim sendo, em 1998 dediquei-me a um dos últimos cursos de 1400 horas financiados pelo FSE e organizados pela Rumos: Administração de Sistemas e Redes Informáticas.

    Muito Death Rally (acho que era o nome do jogo) e Quake joguei nos intervalos, passando muitas horas também durante o curso a jogar Age of Empires, mesmo quando a cave sem ar condicionado parecia um autêntico forno... Ao contrário do que seria de esperar, era dos alunos mais atentos, talvez efeitos benéficos da multitarefa ao milésimo exigida por um RTS. :P Ainda experimentei o StarCraft assim que saíu, mas só mais tarde pegaria no mesmo a sério. :D

    Em Março de 1999, terminado o curso ingresso com formador na Rumos, tirando o curso de pedagogia, e tirando o exame de CNA 5.0. (No verão seguinte, nas férias, acabei por fazer os exames dos restantes três cursos que tinha recebido.)

    No verão desse ano, sou convidado a integrar o programa Europeu para os MCSE de Verão, em que durante três meses, se tiram seis cursos e se fazem os respectivos exames. Deu para jogar um pouco de Quake em rede e testar mais a fundo o StarCraft. Sem no entanto praticar na B.net... :'(

    Começo a leccionar cursos de WinNT ainda em Setembro de 1999, uns correndo melhor que outros, umas turmas mais divertidas e interessantes que outras, mas sempre aprendendo coisas novas, pessoas novas, perspectivas diferentes sobre as indústrias de IT em Portugal.

    Até um sys admin de UNIX apanhei mais tarde quando saíram os primeiros cursos de Win2K em Portugal. Para além dos MOCs, também leccionei cursos de utilização de UNIX e Linux, nos quais estava bastante à vontade. Quando comecei a ser obrigado a dar cursos de administração, cursos de Hardware e menos MOCs, achei que era altura de sair.

    Passados dois anos exactos mudo-me para um novo CTEC, mas infelizmente, a bolha da Internet tinha estourado e com apenas um curso de dois dias leccionado, acabei por ver-me no fundo de desemprego em Agosto de 2001. Fundo ao qual não me inscrevi. Por uma questão de princípio.

    Até ao final do ano, fiz uso da minha ligação ADSL para organizar torneios de StarCraft: Brood War e jogos de selecções entre Portugal e o Brasil e Portugal e a Áustria. E procurando e fazendo o circuito das entrevistas.

    Acabei por emigrar para África, mais concretamente para o Gabão, onde tive de desenferrujar o meu Francês e onde participei num projecto de migração de WinNT para Win2K, juntamente com Holandeses e Gaboneses, e mais tarde um Belga e mais dois Portugueses. A empresa foi a Shell Gabon e o projecto era o GI-D.

    De regresso a Portugal, para participar na recta final da MCP 2002, termino a renovação da certificação de MCSE Win2K e tiro a certificação ASE da Compaq, em que quase ia dando em doido... Relativamente aos jogos, praticamente deixei de o fazer, passando para o outro lado, mais da organização de torneios e ligas, ligas estas que ficaram um ano em banho-maria... :p

    Em Dezembro de 2002 regresso ao Gabão, onde desenvolvi as minhas competências administrativas como PIMA Engineer na Shell Gabon (assistência técnica aos servidores e desktops Compaq, inventário de peças em stock, e sobretudo, muita comunicação e muita paciência para com os engenheiros de Kuala Lumpur :P) e onde refinei o meu Inglês e o meu Francês, especialmente este último, o qual vou ter de usar como ferramenta para o meu novo desafio.

    Desafio este que passa por dar a cara ao primeiro CTEC Gabonês, começando numa primeira fase apenas com cursos Win2K mas com os olhos postos já no Win2k+3. E que arrancam já este mês! \o/

    Pelo meio, tive umas férias de quase dois meses, onde participei na MCP 2003 na organização do primeiro Qualifier dos World Cyber Games 2003. A famosa MCP em que os monitores plasma da Samsung exibiam mensagens de protesto e imagens menos próprias... >:D



    Em resumo, apesar de ter começado pelo UNIX e pelo LINUX e de ter prometido a mim mesmo que um dia, volta a usá-los, estou preguiçosamente refém do Windows, o qual por agora, me garante o sustento. Pelo meio, vou dando um salto aqui ou em outros sítios relacionados com os jogos online e com grandes eventos com os jogos relacionados.


    Forum-Zone
    Re:Plus an autre resumé (Pontos:2)
    por racme em 04-10-03 3:56 GMT (#83)
    (Utilizador Info) vendetta.guildsoftware.com
    VNIVERSITASOLISIPONENSISADLVCEM




    Those who do not understand Unix are condemned to reinvent it, poorly.
    -- Henry Spencer
    Fascinante... (Pontos:1, Despropositado)
    por Oldtimer em 03-10-03 23:15 GMT (#76)
    (Utilizador Info) http://the.taoofmac.com
    ...quer o tópico, quer as respostas. Confesso que não percebo nem o motivo do post nem a corrida para as respostas, mas não deixo de achar uma certa graça ao número delas... Não era mais importante discutir as alarvidades que se cometem no DNS? ;)
    ^D
    Re:Fascinante... (Pontos:2)
    por ^magico^ em 04-10-03 12:06 GMT (#85)
    (Utilizador Info)
    ...quer o tópico, quer as respostas. Confesso que não percebo nem o motivo do post nem a corrida para as respostas, mas não deixo de achar uma certa graça ao número delas... Não era mais importante discutir as alarvidades que se cometem no DNS? ;)

    Um artigo pode ser interessante se for uma novidade, se produzir discussão ou se corresponder aos nossos gostos.

    Este artigo, que tem por objectivo analisar um pouco melhor quem frequenta o gildot, tem a caracteristica de ser novidade e de corresponder ao gosto de todos (que é o facto de podermos falar um pouco de nós próprios).

    Penso, que tirando duas respostas "despropositadas", o artigo está a ser bem sucedido. Relativamente ao conteúdo, cada um tira as suas próprias conclusões, mas é possível verificar que temos pessoas (perto de nós) com capacidades e CVs fantásticos.
    Mais um... (Pontos:2)
    por MacLeod em 03-10-03 23:18 GMT (#77)
    (Utilizador Info)
    Eu tenho 22 anos e sou licenciado em Eng. Física Tecnológica (IST). Fiz o projecto na área de Astrofísica/Cosmologia e estou a fazer investigação no Centro de Astrofísica do IST. Ao mesmo tempo, estou a ver se encontro um doutoramento decente nesta área.

    O Linux teve uma breve aparência no meu dia-a-dia por volta de 1996, mas foi só em 1998 que comecei a usar cá em casa. Hoje em dia era dificil conseguir trabalhar em Windows. Para começar, todos os computadores onde eu trabalho têm Linux. A maior parte das ferramentas em Astronomia/Astrofísica existe apenas para Linux. Os grandes telescópios têm as suas redes de internas povoadas de desktops Linux. Por isso, mesmo que não gostasse, não tinha por onde escapar.

    De uma forma resumida, os meus programas em Linux: emacs, latex, mozilla, gnome, mathematica, mplayer, IDL, ds9, xchat.

    História (Pontos:1)
    por obelixII em 03-10-03 23:38 GMT (#80)
    (Utilizador Info)
    Gosto de Javali!
    Comecei no ZX81 , já lá vão (acho eu) 21 anos.
    Depois foi Spectrum (fabulosa máquina), Commodore 64, Topis com duas drives e um V30 da NEC.
    Depois é a evolução normal , mas não sou viciado em comprar o ultimo grito da moda, (falta de tempo ;-) Isto enquanto fazia Eng.Quimica no ISEL. Depois acho que foi um dos percursos clássicos de alguém que quer estar sempre a aprender (basic, db4, clipper, pascal).
    Depois iniciei um projecto em Oracle e Unix.
    Daí para a frente *nix.
    Entretanto fiz um Pós-Graduação na área da informática e agora trabalho em SAP.
    Mas o que gosto de fazer são sistemas uteis e automáticos, hoje em dia parece que certos informáticos gostam, mais de pôr o pessoal a fazer coisas às 3 pancadas e o utilizador que se lixe.
    Hobbies: SciFi especialmente aquela que não se passa no futuro), ler , Quimica e aprender sempre.
    Leio o Gildot faz muito tempo(2-3 anos), e é bom perceber que é uma espécie de ecossistema, existe de tudo.

    Continuo a achar que se pode aprender sempre, e que esses terão sempre futuro, nem sempre risonho...

    actualmente quero aprofundar o meu JAVA
    O primeiro linux foi um Suse e se eu consegui, qualquer um consegue , agora tenho um RH 8 e acho que o que existe é preconceito no mundo empresarial,muitas vezes motivado pelas camadas intermédias, (actualmente muitos cargos de chefia informática, têm pessoas com aversão às questões técnicas), e isso é um contra-senso nesta àrea.
    Enfim....
    Mais um (Pontos:2, Interessante)
    por G4 em 04-10-03 3:09 GMT (#81)
    (Utilizador Info)
    Comecei em 1968 quando tinha simplesmente cinco anos de idade. Não, não estou a gozar, o computador, um Wang era do meu Pai e ocupava uma sala. Dois monitores de fósforo verde, cartões perfurados e um pequeno jogo onde o raio do puto se viciou.

    Em 1984 entrou no bicho do Zx-Spectrum e as notas a baixarem. Durante dois anos fazia o dito "copianço" de jogos para o Zx-Spectrum e vendia numa série de lojas, entre as quais a Triudus e Melo Informática no tempo em que tudo era permitido. A vida foi curta aqui, mas o bicho ficou e veio o Comodore 64, Amstrad e o primeiro pentium.

    Entre estúpidos empregos onde era um simples escravo, despertei para o jornalismo principalmente o relacionado com o jogos e fiz uma espécie de grande estágio na revista Superjogos durante quatro anos. No final do estágio entrei como coordenador editorial de um portal de jogos de uma editora portuguesa que entretanto desapareceu, na qual me mantive durante dois anos.

    Entretanto conheci a malta da War-Zone, ajudei-os nos primeiros tempos, principalmente nos contactos com editoras e softwares houses e fui convidado pela HTV para integrar um projecto bastante aliciante, a revista G4mers , uma revista que é uma espécie de jornal desportivo que serve a imensa comunidade da War-Zone. Sou o director da revista e co-editor, estando a meu cargo tudo o que esteja relacionado com consolas.

    Não sou jornalista mas sim analista de jogos, tenho a profissão de sonho de todos os putos, recebo os jogos que são lançados em Portugal e a minha tarefa depois de jogar é emitir uma opinião isenta. Para além desta revista sou analista de jogos na Player e de vez em quando saiem uns artigos na revista BiT, para além de ser o responsável da secção Jogos da revista Magazine de Domingo do Correio da Manhã. Sou obrigado a viajar de avião constantemente, apesar do meu medo permanente, mas aos poucos tenho aprendido a lidar com ele.

    Há cerca de seis meses fui convidado por uma empresa internacional para webmaster e gestor de conteúdos de dois portais. Trabalho em casa onde montei um escritório / redacção / Helpdesk, sou eu que faço o meu próprio horário, acordo quando quero e deito-me quando me apetece. Apenas tenho de cumprir os prazos de entrega de trabalhos das revistas e olhar pelos portais.

    O Linux entrou na minha vida por graça com o Red Hat 5.2, devo confessar que não o utilizo frequentemente, apesar de ter um computador que apenas tem Linux. Sou leitor do Gildot há muito tempo, participei em muitas discussões e sinto que muitas das vezes me portei horrivelmente mal e ultimamente tenho-me abstraído de participar, dando o lugar aos mais novos. Resta-me dizer que tenho 40 anitos e trabalho em Lisboa e Aveiro onde fica a sede da empresa.

    Re:Mais um (Pontos:2)
    por ^magico^ em 04-10-03 12:09 GMT (#86)
    (Utilizador Info)
    Resta-me dizer que tenho 40 anitos e trabalho em Lisboa e Aveiro onde fica a sede da empresa.

    Seria interessante marcar um encontro com o pessoal que anda aqui por Aveiro! :)
    Re:Mais um (Pontos:1)
    por elcastigador em 04-10-03 15:28 GMT (#90)
    (Utilizador Info) http://pedroclaro.no.sapo.pt
    Why not?
    Bart: Why is it destroying other toys?
    Lisa: It must be programmed to do so to eliminate competition!
    Bart: You mean like Microsoft?
    Lisa: Yeah
    Assim como assim... (Pontos:3, Interessante)
    por mvalente em 04-10-03 11:26 GMT (#84)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Considerando que o Gildot tem cerca de 2000 utilizadores registados, não se acanhem e digam o que são e o que fazem.

    Nao concordando mto com a questao da "nata" (que é a parte que eu deito fora do leite), para alem de editor sou tb participante... por isso siga para bingo...

    • 1968 - nasci transmontano
    • 1980 - vim desterrado de Vila Real para Lisboa
    • 1981-1982 - arcades na Feira Popular e nos Restauradores junto ao Xenon (Pong, Space Invaders a preto e branco mas com cores graças às bandas de celofane coladas no vidro); como consequencia disto "quero saber como funciona isto dos jogos" e comprei um ZX81; o liceu na Secundaria de Benfica foi cú, ainda por cima na área de Art & Design (go figure...)
    • 1982-1986 - ZX Spectrum; vários; cheguei a ter 3 ou 4, mais teclado a serio, mais disk drive da Timex (3 polegadas), etc; crackava jogos com mais um amigo para uma loja no CC Portela, aqueles que tinham um load de instrucoes em portugues antes do jogo começar; descobri os Kiss e fiquei fã; comecei a tocar guitarra e a formar bandas de heavy
    • 1986-1991 - curso de Informatica na FCUL, onde tive a sorte de ter como mestre o prof Legatheaux Martins (entre outros); paralelamente trabalhei na ICL (formacao de sys e BD admin) e na Infotrading (BD Ingres); participei em vários projectos entre os quais o SGOGE (Sist Gestao do Orcamento Geral do Estado; now you know who to blame...); ainda apresentei uns papers sobre Computacao Grafica em conferencias academicas; pelo meio começou a historia dos modems e das BBS; noitadas com o Paulo Laureano até às 6 da manhã para acabar os 100 niveis do Bubble Bobble no Commodore 64; paralelamente tb as bandas passaram a bandas de covers, noitadas no AteQuenfim, Marques da Sé, News, etc... copos, gajas, enfim... 10 anos depois (hoje) nao me posso queixar de 3 crises renais e de problemas no figado...
    • 1992-1994 - a convite do prof Legatheaux colaborei com o PUUG, quando o mail e as news ainda vinham por UUCP para uma NeXT; estágio como investigador no LNEC, onde vi nascer a RCCN/FCCN pela mão do prof Heitor Pina ; tema: "Bases de Dados Multimedia e Sistemas de Hipertexto"; descobri a Internet (email, news, ftp) e por via do estágio umas "coisas" chamadas HTML e WWW; grandes jogatanas com o Luis Sequeira de "hunt" (o 1o jogo multiuser) e depois de Doom; casei em 93; acabaram-se as bandas, os copos e as gajas... (embore continue a tocar num pequeno home studio)
    • 1994-1997 cansado de ganhar pouco dinheiro e estando casado, em frente ao precipicio tive a coragem de dar o passo em frente: eu e o Luis Sequeira (do LNEC, o gajo que dava usava ao super-Convex para jogar "adventure") resolvemos criar uma empresa de acesso Internet para obviar aos 40 contos por mês que custava o acesso no PUUG; com a particularidade de o salário ser, obviamente, zero (0); resultou bem; foi uma aventura participar na criação da Internet em Portugal, que culminou em 97 com o trazer e organizar o Internet World para Portugal; pelo meio muita guerra, muito congresso, muita sessão de formação, muita flamewar na Usenet :-)
    • 1998-1999 os anos sem férias da Esoterica levaram-me a um cansaço extremo (burnout); o consequente "mau feitio" e as consequentes divergencias com os colegas da Esoterica levaram-me a sair da empresa; tirei quase 1 ano de férias dos computadores e dediquei-me mais ao bar Marques Rock Club (ex Marques da Se) que tinha comprado com o meu irmao (ex baixista do Paulo Gonzo); nao correu bem e fechamos o bar (foi vendido à fadista Alexandra e passou a ser casa de fados com o nome Marques da Sé); ainda dei uma "ajuda" à Telenet e à HLC Multimedia apesar dos convites para a E3G/Oni, MediaCapital, UUNet e outros...
    • 1999-2002 nova empresa, Ruido Visual Telecomunicacoes Interactivas; o nome foi "roubado" por questoes de facilidade burocratica à empresa da Cristina (minha mulher) Ruido Visual Comunicação Grafica; participamos na criação da 1a versao do Netc e depois colaboramos com a Oni na transformacao do Portal.pt no portal Oninet
    • 2002-2003 a RVTI lançou alguns projectos proprios (dAaZ e BlogDot) e tem estado mais activa na área dos Enterprise Portals (nada publico já que é mais intranet oriented); entrei no MBA da Univ Catolica (para colmatar as nabices em termos de gestão de empresas) e em consequencia fui convidado para prof assistente da cadeira de Gestao de Informacao/Sistemas de Informacao Empresariais; comecei a semana passada.

    O que falta ? Politicamente sou libertarian/neoliberalista; a pessoa que mais admiro (ever) é a Margaret Thatcher: um SENHOR. Sou leitor ávido (especialmente fantasia e FC), fã de rock progressivo (Marillion, Yes, Saga, Rush) e ainda gasto tempo nos videogames (mais nos classicos, via MAME ou via JAMMA arcade). O que mais me interessa na informática é a integração/interacção de sistemas (dinâmicos complexos) e o processo de análise/sintese (pesquisar e obter informação multipla e variada e perceber quais são as trends e o futuro). Em termos de negocios tenho-me interessado pelas bases e teorias de "entrepreneurship" e as logicas e metodologias que lhe estao subjacentes.

    Ainda não desisti da ideia de montar uma empresa de jogos nem de um doutoramento em Filosofia (ou Teologia; eu, que sei que Deus não existe...)

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:Assim como assim... (Pontos:1)
    por liberdade em 04-10-03 13:08 GMT (#88)
    (Utilizador Info)
    +1: impressive :)
    Re:Assim como assim... (Pontos:2)
    por racme em 04-10-03 14:56 GMT (#89)
    (Utilizador Info) vendetta.guildsoftware.com
    onde tive a sorte de ter como mestre o prof Legatheaux Martins (entre outros)

    ainda apanhaste o legatheaux, a nos tudo o q nos resta e' o p veiga heheh :P
    mas em compensacao ta la prof helder coelho


    Ainda não desisti da ideia de montar uma empresa de jogos nem de um doutoramento em Filosofia (ou Teologia; eu, que sei que Deus não existe...)


    bonita afirmacao pra quem anda na UCL, tb es' daqueles que desvia o olhar das paredes nos corredores para evitar os crucifixos?

    mas deixa la depois de ouvir o amigo aqui de baixo q milita no prn, q e' anti-homo mas vive na holanda, a vida e' um contrasenso

    de resto ta um bonito de um CV



    Those who do not understand Unix are condemned to reinvent it, poorly.
    -- Henry Spencer
    Re:Assim como assim... (Pontos:2)
    por mvalente em 05-10-03 21:55 GMT (#104)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    [(ou Teologia; eu, que sei que Deus não existe...) ]

    bonita afirmacao pra quem anda na UCL,

    Ainda mais ironico, não é ?

    tb es' daqueles que desvia o olhar das paredes nos corredores para evitar os crucifixos?

    Isso era se fosse vampiro. Nao preciso de desviar olhar nenhum pq tenho o maximo respeito pelos simbolos e pelas crenças religiosas das pessoas.

    Também não sou comunista, discordo completamente deles, mas nao desvio os olhos da "foice e martelo"; nem deixo de ter amigos comunistas.

    Assim eu respeito a UCP e a UCP respeita-me a mim; até pq nao estou lá para ensinar Religiao e Moral: é a cadeira de Gestao de Informacao. Acho que Deus nao influi nada no tema; exceptuando aqueles que acham que o Bill Gates/Richard Stallman/Linus (riscar o q nao interessa) é Deus...

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:Assim como assim... (Pontos:1)
    por taf-7arte em 05-10-03 22:18 GMT (#107)
    (Utilizador Info) http://taf.net
    "Assim eu respeito a UCP e a UCP respeita-me a mim; até pq nao estou lá para ensinar Religiao e Moral: é a cadeira de Gestao de Informacao."

    Por acaso se calhar até estás um bocado, no sentido de que pelo menos a Ética deve entrar no tema da Gestão da Informação.
    A Ética não é um assunto religioso, mas anda em áreas próximas. ;-)

    no future (Pontos:1, Gozão)
    por nmarques em 04-10-03 12:30 GMT (#87)
    (Utilizador Info) http://morgul.xpto.org
    Eu sou inspector adjunto no serviço de Estrangeiros e Fronteiras... a minha vida e' andar a fazer a vida negra aos indesejados... Por outro lado sou o responsavel pelo nucleo do Partido Nacional Renovador aqui na terriola, e ando entretido nos tempos livres a arranjar seguidores... As aspiraçoes para o futuro e' sobreviver até aos 27 e depois ver se tenho dinheiro para o meu funeral, comprar uma HK USP e mandar um tiro na cabeça.
    -------------------------------------------------------
    Seja sangue e suor o caminho para a vitoria,
    lutaremos lado a lado pela pátri
    Re:no future (Pontos:1)
    por taf-7arte em 04-10-03 16:56 GMT (#92)
    (Utilizador Info) http://taf.net
    "As aspiraçoes para o futuro e' sobreviver até aos 27" (...)

    Não sei se falas a sério ou não, mas antes de desperdiçares a tua vida pensa pelo menos que podes oferecer-te para trabalho voluntário junto de quem precisa mesmo e não tem meios nem formação para sobreviver condignamente.
    Talvez assim encontres alguma utilidade na tua existência e vejas que qualquer pessoa, desde que queira, pode contribuir para melhorar um pouco o mundo.

    PS: Desde que um dos meus melhores amigos se suicidou eu não deixo passar afirmações destas sem dizer qq coisa. Acho que não há burrice maior! :-(
    Se foi brincadeira, foi de mau gosto.
    Químico (Pontos:2, Interessante)
    por Red em 04-10-03 16:46 GMT (#91)
    (Utilizador Info)
    Viva

      Tenho 35 anos e dou aulas de CFQ e afins num colégio particular há 11 anos. Licenciei-me em Química (ramo científico, numa ilusão) na FCTUC. Inscrevi-me num mestrado em Química-Física, mas após as confusões características do departamento de Química da FCTUC (nem horários, nem programas, nem professores...) abandonei. Fui empresário em nome individual (a vender hardware, principalmente) mas fartei-me de aturar pessoas que julgavam que compravam também um curso de formação com o computador. Em 1998 (acho) abri uma empresa em Coimbra para fornecimento de acesso à net com dois amigos. A falta de trabalho de todos levou ao prematuro encerramento da dita (até troquei alguns mails com o Mário Valente, na altura a trabalhar com a HLC).
      Ainda em 1998 fiz a profissionalização em serviço na Univ. de Aveiro.
      Sempre gostei de computadores desde o famoso Spectrum. Programei algumas coisas, mas sempre autodidacta. Tenho 12 (doze) máquinas em casa, a maioria «chassos», com linux, os/2, windows, tudo a trabalhar para o seti :).
      Gosto de jogar e o meu preferido até à data é o Quake, bons jogos pela net aqui há uns anos.
      Gosto de dar aulas, embora o ordenado deixe muito a desejar e ultimamente ande a pensar em mudar. Casei-me em 1995 e tenho um filho que entrou para escola este ano (também já gosta de mexer nos comps ;).
    Estive na MCP2003 mas esqueci-me do encontro de utilizadores do gildot :(
    Tenho preocupações sociais e ambientais, mas penso que os politicos em geral são uma cambada.
    Gosto de SF e ando sempre a ler pelo menos um livro e a sacar no emule episodios de startrek e afins.
      Enfim.

    Hasta
    Francisco Colaço (Pontos:3, Interessante)
    por fhc em 04-10-03 21:43 GMT (#93)
    (Utilizador Info)

    Nunca confiaria na tal nata do Gildot. Afinal, aceita-me como membro.

    Nasci em 70, tive um pai na cadeia pela PIDE, primeiro, e pelo regime comunista, por outro. A minha infância e juventude foi passada na Figueira da Foz.

    Tive o primeiro contacto com o Linux em 1993, embora já usasse unix (SCO, hoje até me envergonho) desde 1991. As minhas grandes escolas de informática foram o ZX Spectrum (que o tinha de programar em Basic e Assembly) e o gande, extraordinário Amiga. Após o 512, o 2000 3 o 3000, dediquei.-me ao PC.

    Licenciei-me em Engenharia Industrial pela Universidade Católica Portuguesa em 1996, e estou a acabar o Doutoramento em Coimbra. Dou aulas na Universidade da Beira Interior, para onde me mudei há poucos anos, e vou no fim deste mês abrir uma loja da Inforlândia na Covilhã.

    Pelo meio, contribuí alguma coisa para vários projectos de open-source. A jóia da coroa é a seguinte: nenhum português em Portugal passa pelo Linux sem mim: o vosso teclado pertence-me neste ficheiro. ;-) Agora sem brincadeiras, prefiro programar em C e Python.

    Claro que tive outras coisas, e seria maçador dizer tudo. Mas o que interessa é que eu vejo no Gildot as pessoas mais inteligentes do que eu que me podem de alguma forma passar para cima.

    Gosto de ler romances históricos e ensaio, e tenho uma mulher, um filho, uma filha, um cão e quatro gatos (vivo numa quinta a vinte quilómetros da Covilhã).

    Francisco Colaço


    Re:Francisco Colaço (Pontos:2)
    por racme em 04-10-03 23:44 GMT (#94)
    (Utilizador Info) vendetta.guildsoftware.com
    Pelo meio, contribuí alguma coisa para vários projectos de open-source. A jóia da coroa é a seguinte: nenhum português em Portugal passa pelo Linux sem mim: o vosso teclado pertence-me neste ficheiro. ;-) Agora sem brincadeiras, prefiro programar em C e Python

    por acaso so uso iso-8859/15 :)
    mas tb vi pra la o teu email, dai os meus parabens

    ja agora um grande abraco ao Paulo Menezes tambem pelo seu excelente trabalho com o syscons

    nao sei o que e', mas coimbra deve ter qualquer coisa magica...



    Those who do not understand Unix are condemned to reinvent it, poorly.
    -- Henry Spencer
    Eu... Edgar Durão... Topo da quem? (Pontos:1)
    por Pirlas em 05-10-03 2:01 GMT (#95)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/~efd10487
    Bem ja agora gostava de deixar tambem a minha versão da minha historia. 24 aninhos feitos a pouco tempo... 2 meses. Ai estou a ficar velho. Sou um estudante trabalhador, estudante de Eng Electrotecnica e Computadors, FCT, Universidade Nova de Lisboa, no terceiro ano, mas ja la a alguns mais. Trabalhar... fora os ocasionais jobs de verao ate aos 18, aqueles no campo que muitos nao sabem que existem e dos quais me orgulho de ter experimentado contribundo para a minha experiencia como pessoa, os meus empregos basicamente tem sido ligados todos ao grupo PT, a nivel de call center's e contact centers, sendo uma area muito interessante a do atendimento a clientes ate, tendo passado desde avarias, a avarias de circuitos alugados e rede, grandes clientes, até a Internet, ao qual estou ligado de momento. Gosto de brincar com sistemas, explorar e testar. Programação náo tinha mexido ate entrar para a faculdade. Quando vi isto achei um bicho de sete cabeças. Com Pascal ai... Foi quando tive Assembley que finalmente isto começou a entrar, graças ao Professor Helder Pita do Isel que dava tambem aulas na nova, depois do 8085 e do 8086, Pascal, C++, Java, Prolog, tcl e por ai. Para ocupar tempos livres gosto de brincar com apps web, adoro, php, ao qual dedico muito tempo do meu. Projectos bigs... dunno... Fiz uns quantos projectitos, como umas intranets nos sitios por onde fui passando de forma a facilitar a comunicação interna e arranjar algumas tools para as pessoas desempenharem as suas funções. O que gostava de fazer.... acabar o curso... e de facto integrar-me por completo em telecomunicações / informatica, a nivel de network ou afins. Politicamente... nao comento. o sr ministro furou-me a carteira, espero que a politica mude um pouco com o novo ministro. Quanto ao linux.... experimentei-o o redhat 5.2, que vinha numa bit das primeiras. Desde ai ja fiquei cliente habitual, e posso hoje em dia com Adsl dar-me ao luxo de ter um mini server com redhat 9, para brincar, em conjunto com a mini rede de 6 pcs que tenho montada em casa, a qual uso para testes, a aprender em modo auto didacta. Thats it. Any flame or anything mail me edgar at durao.net
    Edgar Durao >> Pirlas
    Eu... (Pontos:2)
    por Duke em 05-10-03 5:38 GMT (#97)
    (Utilizador Info) http://www.urban.homelinux.org
    pron. pess., forma tónica da 1ª p. do sing. que desempenha a função de sujeito.

    Eu sou um alfacinha mais beirão que outra coisa (passei a minha adolescência entre a Serra da Estrela e a da Gardunha) de 23 anos chamado Samuel.
    O meu currículo técnico iniciou-se aos 9 anos com o meu primeiro programa em BASIC para Spectrum (na realidade era um Timex 2068!) que basicamente mostrava todos os dados do Benfica da altura (e logo de futebol, que é uma cena que não ligo pêva). Do spectrum passei para os 286 da escola, com um ambiente gráfico chamado GEM (que acho que mais ng conhece), onde a par com o mega 386SX16 da Schneider que o meu pai comprou (e que ainda funciona!!!!), acabei por dar os primeiros passos em DOS/Win.
    A minha primeira máquina (mesmo minha) foi um Amiga 600 com 2 MB RAM e 40 de disco: grande maquinão com capacidades de tratamento gráfico, audio e vídeo que arrumavam qq PC (Jogar R-Type em Stereo em 1990 era um luxo que os infelizes proprietários de PCs nem sonhavam).
    Com alguns upgrades pelo meio, outras máquinas (e o enterro do A600 com o aparecimento do CD-ROM), a minha próxima etapa foi a entrada no IST em Eng.ª Electrotécnica e de Computadores, em 1998. Em 2000 mudei para LEIC (Lic.em Eng.ª Informática e de Computadores) e tenho convivido com o Técnico até agora. Comecei a usar Linux em 98 (RH 5.2 e Suse 6.0 -- com as FAQs todas em Alemão), depois de me fascinar com o SunOS que usava na faculdade. Neste momento sou um fervoroso adepto de Slackware e ando a ver se acabo o curso depressa... Pelo meio de tudo isto ficaram uma participação na MCP (de 2002), um tutorial sobre adsl em Linux e outras coisas que já não me lembro. Como hobbies (non-geek) tive uma passagem demorada pelo Jornal do Fundão, uma banda de Hard-Core (loucuras de um puto com a mania), e muitas horas de sociabilização nos cafés e bares Fundanenses... Neste momento ainda vou alimentando a leitura (Servidão Humana, de Somerset Maugham) e a música como baterista dos UMProject (banda de trip-hop).

    God is NoWHere...
    Re:Eu... (Pontos:2)
    por mvalente em 05-10-03 11:30 GMT (#98)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Do spectrum passei para os 286 da escola, com um ambiente gráfico chamado GEM (que acho que mais ng conhece)

    Oh, oh... Os belos Amstrad do Projecto Minerva com o GEM (que era praticamente o mesmo ou igual ao depois OS do Atari ST...)

    Been there, done that.... no tshirt infelizmente :-)

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:Eu... (Pontos:2)
    por scorpio em 05-10-03 13:45 GMT (#100)
    (Utilizador Info) http://eurotux.com/
    GEMApps, em quatro folhas de couve... nos belos dos Amstrad 512 (com _duas_ drives de 5.25" e, para o sortudo, uma de 3.5" baixa-densidade).

    Manic miner, anyone?

    /me sighs
    Re:Eu... (Pontos:1)
    por taf-7arte em 05-10-03 14:21 GMT (#101)
    (Utilizador Info) http://taf.net
    "nos belos dos Amstrad 512"

    Estas coisas é que nos fazem sentir velhos...
    Já nem me lembrava que isso tinha existido, e só de pensar que os Amstrad já foram uma melhoria muito significativa na FEUP em relação aos Texas qq coisa onde fiz os primeiros trabalhos... E não foi para programação, porque isso foram aulas sem PC! O que valia era que eu já atacava o Spectrum em assembly, ao fim de uma semana em Basic. :-)
    Re:Eu... (Pontos:2)
    por mvalente em 05-10-03 22:02 GMT (#105)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    nos belos dos Amstrad 512 (com _duas_ drives de 5.25"

    Wrong... no meu uma delas foi substituida por um hard disk com uns imensos *10 Megabytes* (ao fim e ao cabo cabia lá o Lotus 123, o dBase, o Word Perfect e o Turbo Pascal 2.0; o Leisure Larry e o Hitchikers Guide; para alem das gajas e do CShow... o que é que era preciso mais?)

    Nao podia era estar dentro do PC: aquecia de maneira tal (falta de refrigeracao do PC) que ficava meio de fora, com um saco de gelo em cima, substituido regularmente nas noitadas no chat da QSD, via modem de 2400 ligado aos PAD da Transpac (hoje Telepac) e via PC Pursuit, graças à gentil "cedencia" do NUI de uma empresa de transportes aereos conhecida...;-)

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:Eu... (Pontos:2)
    por McB em 16-10-03 15:45 GMT (#109)
    (Utilizador Info)
    Nah, nada de Amstrad 512!

    Sinclair 8086, sem disco, um único drive de disquetes, monintor CGA, comprado na saudosa MicroLaser da Rua do Loureiro, no Porto!

    Yours,
    McB!
    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux
    eu estou paralelo as TI (Pontos:1)
    por gass em 05-10-03 16:58 GMT (#102)
    (Utilizador Info)
    Dos meus 20 aninhos, algo vos posso dizer:

    Sempre, desde que me conheço que faço e crio coisas com legos, simplesmente adoro e penso que e (ou era) o melhor brinquedo para estimular uma criança (especialmente o seu raciocinio)

    Mexi num pc pela 1ª vez aos 10 anos,, e apenas jogava uns joguitos e comecei a" dominar" o tal windows, no escritorio de contabilidade da minha m~ae, em 92.

    Entre a administraç~ao do pequeno grande escritorio da minha m~ae, gasto bastante tempo(=ferias) a ajudar o meu pai na exploraç~ao agricola, pros lados de aljustrel (distrito de Beja).

    Como Curioso, iniciei-me no linux 2 vezes: uma quando saiu o RH 6.2 (la para 2000, acho) e outra quando finalmente o agarrei (com mandrake 9.0 em novembro 2002). Agora anda Debian nestas veias.

    Desta vida (alem de saidas com os amigos e divertimento e asneiras) nasceram 3 gostos: agricultura, informatica e mec^anica.

    Segui a 3ª na Universidade de Aveiro, bastante longe da minha casita, mas, mais que uma aventura tem sido uma descoberta pessoal.

    Como sou curioso, tento inventar o mais possivel, mesmo que n~ao perceba nada do assunto, ocupando por isso os meus tempos livre, a par com os namoricos. Como o dinheiro e o espaço em Aveiro n~ao abunda, tive que deixar as invenç~oes e basear-me nos namoricos e no curso de engenharia mec^anica.

    Como sou novinho, penso no meu futuro, que vou tentar que passe pena robotica e por sistemas de energia alternativa, tais como os fluidos (barragens, ondas do mar) bem como energia heolica e solar.

    como utopia, pretendo resolver o problema dos veiculos electricos, para que estes se instalem como transportes publicos, com uma vertente de metros de superficie (electricos) que penso que resolveriam uma parte dos problemas de transporte na veneza portuguesa.

    Sou novito... vou projectando!

    Cumps-

      Luis Matos
    (mais um a par das TI, mas que delas n~ao faz parte)
    not a cv (Pontos:1)
    por nbk em 05-10-03 20:34 GMT (#103)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    Olavo Santos, 19 anos. Nasci com o cu virado para a lua. Desde pequeno que o meu sonho é ser maquinista da cp, mas o amor pelos zeros e uns tem sido mais forte. Sempre tive o gosto por tudo o que fosse de alguma forma programável. O gosto da electrónica e da electricidade, aliado à facilidade na área das ciências exactas leva-me ao IST, curso de engenharia electrotécnica e de computadores, ramo de controlo e robótica. Tenho o curso a meio, à espera de paciência minha para o acabar. É uma área viciante, mas difícil.

    Comprei o meu primeiro computador muito tarde, mas felizmente comprei o meu primeiro modem logo a seguir. O gosto pelos algoritmos já era antigo, e com um computador ligado à maior biblioteca do mundo, o gosto cresceu. Passei noites e noites seguidas a mexer em c, perl e php ( íamos na versão 3, o manual era tão pequenino na altura. :-). O tempo das bbs's já não foi o meu. Costumo dizer que nasci na época do Sonic e do Super Mário. :-)

    Instalei o meu primeiro redhat 4.1 (vinha numa revista qq, se não foi este foi seguramente o 5.2
    comprado na com2000), e excusado será dizer que a primeira coisa que fiz foi lixar as partições do
    disco, tendo que recorrer nessa altura aos backups feitos em disquetes. Ando hoje a fazer a corte aos BSD's.

    Tive a sorte na altura de conhecer através dos newsgroups a pessoa para quem depois fiz os meus primeiros scripts mais a sério, e para quem trabalho como sysadmin e programador. Geek, cobol maniac. A partir daí a coisa tornou-se mais séria. Thks! :-)

    Em portugal somos tão pequenos que é impossível mexermos apenas numa só tecnologia. Temos de ser multidisciplinares, metódicos e autodidáctas. Basta ver as diferenças de uma proposta de trabalho de um google e uma de uma qq empresa nacional. É pena. Hoje apetecia-me programar apenas em python.

    Conta a lenda que certo dia o Olavo estava no local certo (irc) na hora certa (já devia passar da meia noite). De repente fui trabalhar para a RVTI, liderada pelo Mário Valente (Hacker, Visionário, Entrepreneur, Engenheiro e últimamente Senhor Professor... "Ó Stor, tenho aqui uma dúvida", ehehe), pessoa que já conhecia e admirava no mundo online de então. Passadas as duas primeiras semanas de terapia de choque (aquilo foi mesmo violento para um cérebro atrofiado como o meu, a palavra "brainstorm" não chega para descrever as sensações, demorei tempo a perceber que estava mesmo ali), e passados os 2 anos e tal que estive por lá, confesso que a bagagem em termos de know-how nas mais variadas àreas que adquiri por lá foi tanta que passei o primeiro mês das minhas férias a dormir, a ver se o cérebro parava um pedaço. Ganhei imensa experiencia e bons amigos.

    Desde lá que tenho estado de férias, se bem que a sustentar os meus vicios. Fugir ao fisco ( literalmente ) e sacar gajas já passou de hobbie a profissão. Tenho sorte em poder fazer aquilo de que gosto. Já recusei empregos por estes não representarem desafios. Tenho uma lista de sitios para onde gostaria de ir trabalhar. Continuo a questionar as minhas verdadeiras capacidades técnicas.

    Sou um geek, talvez um hacker, mas sou sobretudo um cibercidadão.

    O gosto pelas culturas que emergiram da internet, o gosto pelo electrónico é por demais evidente. Se desligassem de repente a corrente e o cabo ethernet, dificilmente sobreviveria. :-) Ou melhor, teria de mudar de vida. O gildot é um ninho de geeks. Seria maquinista na cp. :-)

    Compor novas harmonias entre pedaços de software é um vicio. Existe quem afirme que criar glueware ( entendendo como aquele que cola vários sistemas distintos ) é uma seca. Para mim é apaixonante, um dos bons desafios que existem por aí.

    Como diria alguém que conheço, se tem botões, liga-se à corrente ou usa pilhas, estamos lá. Hoje não há nada que escape. :-)

    Existe uma vida online. Os primeiros, aqueles que ainda continuam por cá, activos, sabem-no bem. Alguns conseguiram conciliar a vida real com a vida online. Outros dedicaram-se a criar personalidades distintas, como uma espécie de jogo, e passam o tempo a alimentar essas personalidades, e a defendê-las das vissicitudes do mundo real. Hoje em dia não me faz muito sentido ter de ir a um banco ou a uma repartição de finanças, ou mesmo ao hipermercado. Mando vir a roupa dos states. Participar na comunidade online é tão mais fácil e divertido... :-)

    Como hobbies, colecciono ( quando posso ) computadores antigos, sou um fã incondicional de musica datada, especialmente a portuguesa dos anos 80, e o mundo dos comboios seduz-me. Sofro de uma paixão por Mão Morta, gosto de humor, de uma boa piada, e tenho ainda o vicio por tudo o que é proibido, talvez por causa da idade.

    A vida real, comparada a isto, não tem mesmo piada nenhuma. Lols. :-)

    @790, Nbk

    Re:not a cv (Pontos:2)
    por mvalente em 05-10-03 22:13 GMT (#106)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Olavo Santos, 19 anos.

    You wish!... ;-)

    De repente fui trabalhar para a RVTI, liderada pelo Mário Valente (Hacker,

    COFF.. COFF... arse! arse!...

    Passadas as duas primeiras semanas de terapia de choque [...] e passados os 2 anos e tal que estive por lá, confesso que a bagagem em termos de know-how nas mais variadas àreas que adquiri por lá

    Quakeworld e Quake3. Bela merda q te ensinaram :-)... Mas as discussoes sobre arquitecturas object oriented e XML deixam saudades :-); nos brainstorms fomos aprendendo todos uns com os outros...

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:Muitas e Variadas (Pontos:2)
    por Branc0 em 02-10-03 23:21 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    Sou vendedor de pipocas nos cinemas da Lusomundo!

    Podias fazer um script para isso ;)


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:Muitas e Variadas (Pontos:3, Engraçado)
    por _Mordor_ em 03-10-03 0:06 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://www.linux.org

    Olhem cá eu trabalho numa empresa que não tem nada a ver com isto: Sou vendedor de pipocas nos cinemas da Lusomundo! ;-)

    Wrong! A Lusomundo é do Grupo PT (PT Multimedia).
    Re:Muitas e Variadas (Pontos:1)
    por Devil_PT em 03-10-03 9:00 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    Cromo! Era mesmo essa a piada!!! :-P
    Re:acho que os americanos têm um nome para isto (Pontos:2)
    por leitao em 03-10-03 15:20 GMT (#50)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/blog/blogger.html
    Ate' pelo contrario -- acho bem que de vez em quando as pessoas revelem quem sao. O Gildot e' um grupo tao pequeno (mas coeso ao contrario do que possa parecer) de pessoas que vale a pena se conhecerem umas 'as outras.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:acho que os americanos têm um nome para isto (Pontos:2)
    por fhc em 05-10-03 13:04 GMT (#99)
    (Utilizador Info)

    I triple garantee you, there are no computer users in Gildot.

    Muhamaad Al Mentir, Minister of Human Rights oin Lybia


     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]