gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
IBM strikes back
Contribuído por chbm em 07-08-03 18:41
do departamento pequenos-engenhos-termonucleares
IBM E como se esperava a IBM respondeu à SCO. A IBM não só exige que a SCO pare de tentar cobrar licenças Linux, incluí também uma acusação de violação de patentes que resulta em descontinuação da venda dos productos SCO e em indemnizações compensatórias não especificadas.
Entretanto as acções da SCO cairam 10%.

PS/400 | Revolution OS  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • News.com
  • respondeu à SCO
  • Mais acerca IBM
  • Também por chbm
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    SCO (Pontos:2, Engraçado)
    por fog em 07-08-03 19:46 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.fog.nu/
    Die bitch, ...Boom, ...Burn baby, ...Is that your best?, ...Eat that, ...Anyone else want some?
    UT nao é práki chamado :P (Pontos:1)
    por jamaica em 08-08-03 2:18 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://latencias.pt.vu
    You suck! :)
    ---------------------
    The worst moment for the atheist is when he is really thankful and has nobody to thank. Dante Rossetti
    pesos pesados (Pontos:1)
    por striker em 07-08-03 20:46 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Agora que a SCO conseguiu por a RH e a IBM atrás dela penso que não haverá salvação. (burn, baby burn) Faz-me pensar até que ponto é que toda esta agitação pode afectar o Linux. Li no OSnews um caso em que ja tinham portado os sistemas todos para BSD. Talvez a SCO não passe de um kamikaze para isso mesmo.
    ...ou não!
    []
    Re:pesos pesados (Pontos:3, Interessante)
    por Psiwar em 08-08-03 3:31 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    "Faz-me pensar até que ponto é que toda esta agitação pode afectar o Linux."

    Já alguém dizia... toda e qualquer publicidade é boa publicidade. Daqui a uns tempos quando a SCO tiver batido a bota e o Linux continuar por aí forte como sempre, a imagem de vencedor continuará a empurrar a sua ascensão.
    SCO (Pontos:3, Esclarecedor)
    por 4Gr em 07-08-03 20:47 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    A SCO, que mais se assemelha a uma empresa fictícia, como uma share holder, mas com outros objectivos - estragar os trabalhos dos outros - vê-se comprometida pelas suas próprias acusações!

    Foram tão patéticas todas as injúrias e proclamações da SCO que, perante os investidores, vale 0. Perante alguém com mais de cinco neurónios, vale -5. Como tal, resta-nos esperar que esta empresa de slogan "Microsoft's behind" se feche. Não vão restar saudades...

    De saudar todas as atitudes da IBM nestes últimos tempos. Lamentável o problema que se sucedeu com os seus discos e a venda da unidade de armazenamento à Hitachi.


    ---------------------
    O meu maior inimigo ofereceu-me uma cópia do Windows pelo Natal...
    SCO GPL'd (Pontos:2, Interessante)
    por TechnoKid em 08-08-03 11:06 GMT (#6)
    (Utilizador Info)

    Caros,

    Heis que assistimos a mais uma tentativa desesperada de recuperar uma empresa "morta". A SCO, à falta de sucesso dos seus produtos está a tentar obter lucros à custa dos produtos dos outros. Mas eu creio que a SCO acabou por dar a machadada final na confiança dos seus investidores.

    Vejamos...

    "0. This License applies to any program or other work which contains a notice placed by the copyright holder saying it may be distributed under the terms of this General Public License."

    Segundo isto, a SCO, quando distribuiu o seu Linux com Kernel 2.4, colocou o código inerente ao mesmo sobre a licensa GPL. Com isto autorizou que o mesmo fosse distribuido sobre os principios do GPL.

    Em seguida no passo 1...

    "You may charge a fee for the physical act of transferring a copy, and you may at your option offer warranty protection in exchange for a fee."

    Aqui fica definido que o Software em si é grátis, que o que as empresas podem fazer é cobrar pelo medium ou pelo acto de transferir a cópia. A RedHat quando vende os seus pacotes de Linux, está a cobrar pela embalagem, pelos CDs e afins, mas não pelo software. Aqui também está protegido o direito de companhias como a Redhat e IBM de cobrar pelo suporte ao software, ou pela garantia.

    Na secção 2...

    "You may modify your copy or copies of the Program or any portion of it, thus forming a work based on the Program, and copy and distribute such modifications or work under the terms of Section 1"

    Aqui definem a permissão para a distruibuição, cópia e alteração do código, que foi o que a IBM fez. Em seguida eles definem apenas que o código tem que conter referências ao autor inicial, que acho que no caso, estava bem referido.

    No entanto no passo 4, surge um potencial problema para a IBM...

    "You may not copy, modify, sublicense, or distribute the Program except as expressly provided under this License."

    Isto, caso a SCO consiga provar que a IBM cobrou aos seus clientes pelo código fonte em si, pode revogar os direitos GPL da IBM, não tendo no entanto consequências para os clientes em si.

    No passo 6 surge que...

    You may not impose any further restrictions on the recipients' exercise of the rights granted herein.

    Esta secção revoga automaticamente quaisquer intenções da SCO de cobrar Licensing Fees ao utilizadores de Linux.


    Bem... para não me esticar mais e esperando que este post tenha sido minimamente esclarecedor, acho que o caso da SCO não tem pernas para andar. A SCO está efectivamente em problemas devido a esta atitude condenável.

    Cumprimentos,

    TechnoKid

    And the winner is... (Pontos:2)
    por Gimp em 08-08-03 11:17 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    Prémiio para quem mencionou aqui no Gildot que a IBM ia usar o seu portofólio de patentes para enraCOFCOF a SCO.


    "No comments"

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]