gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Texto Editora migra para Linux
Contribuído por vd em 31-07-03 9:06
do departamento migrações
Portugal New_Wave escreve "Mais uma empresa a render se ao Linux, o mais curioso é verificar que o seu antigo SO era Unix...

Apesar de ser adepta do Unix, a empresa preferiu adoptar o software de Linus Torvald devido ao seu baixo custo.
O Unix foi sempre o sistema operativo de referência no ambiente tecnológico da Texto Editora. Todas as aplicações do seu core business trabalhavam com Unix, desde as aplicações de facturação e de stock às de contabilidade. No entanto, a empresa cedeu aos encantos do Linux, nomeadamente ao baixo preço das licenças, e decidiu adaptar todos os seus sistemas à tecnologia de Linus Torvald.
Desenvolvimento, pika aki"

Patentes de Software - fórum no INPI | Entediamento do UMTS  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • ZDNet
  • Desenvolvimento, pika aki
  • Mais acerca Portugal
  • Também por vd
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Curiosidades (Pontos:1, Despropositado)
    por vd em 31-07-03 9:13 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://paradigma.co.pt
    "O primeiro contacto da Texto Editora com o Linux deu-se há cerca de cinco anos, altura em que instalou um Linux Enterprise Server, uma implementação que, segundo o responsável de sistemas, «foi de grandes dimensões». As instalações agora levadas a cabo são o estado mais evoluído das instalações Linux, tendo sido implementados dois enterprise servers com a versão de Linux da Red Hat."

    Posso estar enganado, mas há 5 anos atrás não havia sequer grandes distribuições funcionais, quanto muito "Linux Enterprises Servers".

    " Os técnicos contratados para fazer a migração para Linux já vinham formados."

    Incrivel, não é? Um autentico espectaculo! Técnicos que vão fazer qualquer coisa e sabem o que vão fazer. Isto nem parece Portugal ;)

    //vd
    Re:Curiosidades (Pontos:3, Esclarecedor)
    por pls em 31-07-03 9:25 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Posso estar enganado, mas há 5 anos atrás não havia sequer grandes distribuições funcionais, quanto muito "Linux Enterprises Servers".

    Estás enganado... a redhat a slackware estão por cá há bem mais de 5 anos... não sei muitro bem o que é o teu "grandes distribuições" mas a redhat nunca foi discreta/pequena em nada (à escala do linux)...

    PLS
    Re:Curiosidades (Pontos:2)
    por vd em 31-07-03 9:50 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://paradigma.co.pt
    Grandes distribuições funcionais para serem consideradas "Linux Enterprise Servers".

    Isso apareceu, se bem me recordo (isto de ir de férias começa logo a complicar ;) ), com a SuSe e depois com o Redhat.

    //vd
    Re:Curiosidades (Pontos:3, Informativo)
    por leitao em 31-07-03 10:18 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    A primeira distribuicao que se possa chamar "Enterprise" foi a "Red Hat Advanced Server" que foi lancada em 2002 (aqui).

    Em 1998 nao estou a ver quem e' que tinha uma distribuicao a que se possa chamar "enterprise", nem que seja pois em 1998 nem a RedHat nem a SuSE tinham modelos de suporte a esse nivel.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Tás enganado... (Pontos:1)
    por edsonmedina em 31-07-03 9:29 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Posso estar enganado, mas há 5 anos atrás não havia sequer grandes distribuições funcionais...

    Sim, estás enganado. Havia o RedHat 5.2 por exemplo (o último RedHat de jeito) entre outros (Slackware 3.5, Suse 6.0, ...)
    Re:Tás enganado... (Pontos:2)
    por vd em 31-07-03 9:53 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://paradigma.co.pt
    Tens razão. Foi em 99 .. fogo.. O tempo passa a correr.

    //vd
    Re:Tás enganado... (Pontos:2)
    por leitao em 31-07-03 10:19 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    A Red Hat na altura nao tinha modelos de suporte para grandes empresas -- nao estou a ver como e' que o RedHat 5.2 se poderia chamar "enterprise".


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Tás enganado... (Pontos:2)
    por nmarques em 01-08-03 11:23 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://morgul.xpto.org
    Tás redondamente enganado moço, á 5 anos atras nao existia SuSE 6.0. O SuSE 6.0 saiu em 99.

    SuSE 6.0 - ISBN: 3-930419-70-X. O slackware era o 3.4 no maximo e o redhat o 5.1. 8) Checka as datas.

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...I
    die ! sco die ! (Pontos:2)
    por ruben dig em 31-07-03 9:33 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.floppy.com.pt
    Repararam qual a versão do Unix de que eles migraram ...
    Toma !
    Re:die ! sco die ! (Pontos:1)
    por biduxe em 31-07-03 10:00 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    quem te diz a ti que não pagaram a licença?
    ------ EOFim.
    Money talks (Pontos:2)
    por [Cliff] em 31-07-03 10:21 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Goste-se ou não, o argumento de ser Software Livre é sempre relegado para outro plano. No que toca a migrações, a principal razão normalmente é o baixo custo do Linux e respectivas aplicações.
    Como de costume se se tentar explicar a um gestor (financeiro!) que deve usar Linux porque é estável, código livre e aberto, etc etc, ele manda-nos dar uma curva porque o que tem serve perfeitamente. Se, na altura de renovar a licença, se chegar ao pé dele e se disser: ò Dr. Zé, veja aqui esta alternativa que é mesmo aquilo de que precisa e é quase gratuita! - ele nem pensa duas vezes, como qualquer gestor que se preze tem é de cortar custos.
    Para além de finalmente conseguir pôr gente a trabalhar com o OpenOffice aqui na empresa (formato OpenOffice internamente e documentos externos seguem em PDF) também ficaram bastante agradados com o SAPDB e já se está a considerar, segundo julgo, possíveis migrações para este servidor de base de dados.Já para não falar de que vou tentar "empurrar" o OpenGroupware.org.

    Já agora, alguém mais usa ou já usou o SAPDB? É tão bom quanto eu julgo que é?

    ----------
    Este post foi publicado segundo a licensa IDC (I Don't Care).
    Re:Money talks (Pontos:2)
    por vd em 31-07-03 10:55 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://paradigma.co.pt
    Re:Money talks
    shit walks

    O mundo rege-se primeiro pelo "guito" e depois pelos principios - tirando os k7 habitues.

    //vd
    Re:Money talks (Pontos:1)
    por brandon em 31-07-03 23:54 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Sim uso o SAPDB mal se tornou GPL e cada vez gosto mais, tenho feito mtas 'brincadeiras' e as mais a serio estão a 'nascer' agora e para já não me desiludiu em nada!, estável escalável e redundante :)))) muito bom mesmo, só tenho medo é da parceria feita com a MySQL, não sei até que ponto se poderá tornar útil ao sapdb!

    a ver vamos!

    a minha .sig já aceita euros:
    just my 0.1€'s.
    Exemplo abonatório... (Pontos:1)
    por Devil_PT em 31-07-03 21:28 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    Claramente é um exemplo abonatório e nada relacionado com o pagamento de licenças... Ora vejamos:

    (Tirado da notícia):

    A título de exemplo, a instalação de um servidor Linux «leva cerca de 12 horas, enquanto a de um Windows NT para a mesma finalidade demora praticamente uma semana».

    Caramba! Estes cavalheiros são os mestres da tecnologia. Faço uma vénia sempre que os vejos passar. Não é qualquer um que leva 12 horas a instalar um Linux e uma semana a instalar um Windows.
    Esta gente sabe alguma coisa que nós não sabemos e não os querem dizer. Será que instalam os sistemas a partir de disquetes de 8 polegadas???

    Por outro lado fiquei curioso em saber quem era a famosa empresa Memosis que há 15 anos lhes endrominaram um qualquer *nix e que agora cobram 12 horas de trabalho para instalar um Linux.
    Partindo do princípio que têm um website chamado www.memosis.pt, acedi lá e o resultado é:

    Warning: pg_connect() unable to connect to PostgreSQL server: FATAL: Non-superuser connection limit exceeded in /var/www/html/memosis/adodb/drivers/adodb-postgres64.inc.php on line 343 Warning: Cannot add header information - headers already sent by (output started at /var/www/html/memosis/adodb/drivers/adodb-postgres64.inc.php:343) in /var/www/html/memosis/global/php_scripts/track.inc.php on line 62 Warning: Cannot add header information - headers already sent by (output started at /var/www/html/memosis/adodb/drivers/adodb-postgres64.inc.php:343) in /var/www/html/memosis/global/php_scripts/track.inc.php on line 64

    Diabos me levem... mas quem é que aprova um artigo com estas referências???????

    Marketing & Comercias (Pontos:1)
    por Cryptomate em 31-07-03 21:59 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Não me admira que digam que leva uma semana ou 12 horas.

    Os Técnicos dizem sempre a verdade (quase ao segundo): 2 horas

    Os Comercias ou Marketing dizem: 1 semana (porque não querem perder a face, pois a vida deles depende disso)


    Re:Marketing & Comercias (Pontos:2)
    por joaorf em 31-07-03 23:33 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    Armando, és mesmo tu?!
    Há quanto tempo!
    Manda-me um Email, pois perdi o teu contacto por completo.
    Re:Exemplo abonatório... (Pontos:1)
    por brandon em 31-07-03 23:59 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    hehehehehehhe

    http://www.memosis.pt/produtos/

    a minha .sig já aceita euros:
    just my 0.1€'s.
    Re:Exemplo abonatório... (Pontos:2)
    por quantic_oscillation em 01-08-03 11:32 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://fs-oss.cjb.net
    http://uptime.netcraft.com/up/graph/?host=www.memosis.ptThe site www.memosis.pt is running Apache/2.0.40 (Red Hat Linux) on Linux.

    ai se a sco sabe!!!!

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]