gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
HP, Sun e Oracle - o fim ?
Contribuído por vd em 01-07-03 8:40
do departamento confucious-says-"we're-all-gonna-close"
perguntas leitao escreve "O Dan Farber (um tipo com um corte de cabelo dubio, mas umas ideias interessantes) publicou um artigo na ZDNet sobre o que podera' acontecer a gigantes como a HP, Sun e Oracle. O que ele sugere e' que estas empresas estao a atingir um tecto de crescimento (tal como aconteceu 'a Sillicon Graphics e DEC) e que em poucos anos os seus mercados poderao desaparecer (com a plataforma Wintel/Lintel a se tornar a norma).

A Sun falhou (completamente) em popularizar os "network computers", a HP nunca conseguiu vender os seus servidores PA-RISC para la' das empresas de telecomunicacoes, e a Oracle cada vez mais tem dificuldade em justificar a sua estrategia de precos -- serao estas as primeiras indicacoes de gigantes em queda ?"

FSF/UNESCO Free Software Directory | Mozilla 1.4 is out!  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • ZDNet
  • Wired
  • artigo
  • ZDNet
  • Sillicon Graphics
  • DEC
  • Wintel
  • Lintel
  • falhou
  • justificar a sua estrategia de precos
  • Mais acerca perguntas
  • Também por vd
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    mwahahahahahah (Pontos:0, Redundante)
    por edsonmedina em 01-07-03 9:43 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    DIE NIGGA! DIIIIIEEEEEE!!!
    Sangue novo... (Pontos:2)
    por ^magico^ em 01-07-03 10:50 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Se bem que não acredito que esses "monstros" caiam, a verdade é que a história conta outra coisa bem diferente.
    Já por diversas vezes se constatou que nem sempre o melhor, vence na época em que surgiu, e na questão das tecnologias da informação estamos bastante dependentes da mentalidade do mercado.

    Sinceramente, penso que a solução dos "monstros" é ter sangue novo, estratégias novas e acima de tudo não chorar o passado.

    Os "network computers" da Sun estavam mortos à partida. A razão é o facto de que as pessoas querem os "seus computadores", e quando precisam de trabalhar num outro computador... usam um terminal.
    A solução da Sun não passa por escolher o mercado que quer. Ou "ataca" o ambiente empresarial e desenvolvimento ou o de desktops.

    A HP tem que conseguir vender os seus servidores. Não sei como, mas tem que fazer com que os servidores sejam atractivos, e para isso a única possibilidade será inovar e ter algo que realmente atraia a atenção das empresas. Qual o interesse de ter um super-servidor se só uma ou duas empresas é que lhe conseguem dar utilidade e o podem comprar?!

    A Oracle é o exemplo de que um nome não é tudo e devia deixar-se de grandezas. Ela que disponibilize uma versão para lowend (tipo MSDE) de modo a competir com o SQL Server, mySQL, Interbase para que utilizadores sem $$$ a possam usar. A Oracle vai acabar por morrer da forma mais estúpida... fechada sobre si mesma e com muito mofo à volta.
    Re:Sangue novo... (Pontos:2)
    por fjca em 01-07-03 21:44 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    Hey, a HP nao vende so' SuperDomes e GS320... Eles teem uma oferta low e middle end semelhante a' da SUN, a' da IBM, etc...
    Re:Sangue novo... (Pontos:2)
    por ^magico^ em 02-07-03 10:42 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Imagina a HP "terminar" com a área comercial de servidores e ficar apenas com o lowend... será que se aguentavam?!
    Re:Sangue novo... (Pontos:1)
    por Mulder3 em 02-07-03 0:09 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    A Oracle é o exemplo de que um nome não é tudo e devia deixar-se de grandezas. Ela que disponibilize uma versão para lowend (tipo MSDE) de modo a competir com o SQL Server, mySQL, Interbase para que utilizadores sem $$$ a possam usar. A Oracle vai acabar por morrer da forma mais estúpida... fechada sobre si mesma e com muito mofo à volta

    Embora não concorde contigo quando dizes que a Oracle vai morrer(porque, simplesmente não tem concorrencia), concordo a 100% contigo queando dizes que a Oracle devia ter uma versão lowend, porque embora a Oracle não tenha necessidade de competir com o MySQL/SQLServer, fica a ganhar em termos de formação de utilizadores(i.e. A versão x86 do SOLARIS não serve para servers de produção mas serve para os sysadmins jovens poderem usar o SOLARIS sem ter um SPARC em casa) sem ser preciso ter gigas de RAM para correr decentemente o DB do Ocacle
    Re:Sangue novo... (Pontos:2)
    por ^magico^ em 02-07-03 10:54 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    A questão da concorrência é relativa. Não conheco profundamente as capacidades da Oracle -- porque para as conhecer precisava de ter uma versão para trabalhar -- no entanto acho que um MSSQL e um DB2 são suficientemente duros para fazer frente à Oracle. E isto não contando com diversos outros RDBMS que andam por aí e que têm qualidades bem patentes (mySQL e Interbase, por exemplo).

    A Oracle é mesmo um monstro enorme e poderoso, mas mesmo Golias se foi abaixo... com isto quero dizer que quando existem alternativas a única solução é inovar e não se fechar sobre si mesmo. E ao contrário do que normalmente se pensa, a Oracle *tem* concorrência no mundo das RDBMS.
    Re:Sangue novo... (Pontos:2)
    por henrique em 04-07-03 4:52 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    Tem um concorrente: DB2.
    Mas Portugal é demasiado provinciano para que a maioria dos informáticos conheçam DB2.
    Imprevisibilidade... (Pontos:1)
    por 4Gr em 01-07-03 12:03 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Julgo que o mais imprevisível em todo o comércio, indústria, etc. se concentra nas Tecnologias de Informação. Afirmar, quase imperativamente neste caso, que duas ou três empresas irão cair não pode ser considerado mais do que mera difamação (bullshit usando outros termos).

          As tecnologias de informação estão em evolução constante, logo, uma decisão tomada hoje quase que em nada afecta a tomada depois de amanhã. O rumo da informática cresce tão rapidamente que os correctores bolsistas devem ter muito trabalhado em fazer previsões. O que hoje pode não ter resultado, amanhã pode ser um sucesso.

          Lembro-me vagamente de casos como os iPads, que ao início (8 anos atrás) eram apenas mais uma brincadeira, e tiveram uma taxa de crescimento (felizmente para a Palm) de várias unidades percentuais. As SMS nos telemóveis que foram usadas apenas uns tempos depois do aparecimento dos telemóveis, mas que representaram um boom nas receitas de várias empresas. A AMD que entrou definitivamente no negócio dos processadores e ultrapassou a largos kilómetros a Intel. Entre estes, muitos outros casos que apenas denotam a imprevisibilidade das TI.

          Quanto ao negócio da Oracle, julgo que já está tão enraízado com alguns clientes seus, da mesma forma que a plataforma Microsoft está com outros, que é muito difícil caír, isto pelo menos nos próximos 10 anos. Ainda não existe nenhuma base de dados que sequer chegue perto das potencialidades da Oracle. Os preços praticados advêm deste mesmo facto: não terem concorrência. Um género de Microsoft 2, mas os produtos da Oracle têm bem mais qualidade.

          Talvez as empresas em questão mudem as suas políticas quando se começarem a sentir ameaçadas, ou em risco. À frente delas estão milhares de pessoas com muita experiência, muitos milhões, e certamente muita cabeça. Não acredito que o editor que publicou essa notícia pense mais do que uma corporação inteira. Mas enfim, para difamar, não é preciso muito...
    Re:Imprevisibilidade... (Pontos:2)
    por Branc0 em 01-07-03 13:35 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    A AMD que entrou definitivamente no negócio dos processadores e ultrapassou a largos kilómetros a Intel.

    Estás a falar de qualidade ou volume de vendas?
    Tens dados a confirmar isto?


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:Imprevisibilidade... (Pontos:2)
    por CrLf em 01-07-03 14:17 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Não acredito que tenha um volume de vendas (mesmo unitário) superior à Intel. Agora é verdade que o lançamento do Athlon transformou a AMD em competição a sério para a Intel.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Imprevisibilidade... (Pontos:2)
    por raxx7 em 01-07-03 16:46 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    A Intel detêm a maior parte do mercado, de longe. A AMD está mal financeiramente. Não tem lucro à uns quantos trimestres, os preços da Intel obrigam a AMD a vender os processadores com margens de lucro baixissimas..
    Se os Athlon64 não forem um sucesso, a AMD é capaz de ter de repensar a sua presença no mercado dos processadores para PC.

    Remember to be the Killer, not the Victim! (Nuklear Girl)
    Re:Imprevisibilidade... (Pontos:1)
    por 4Gr em 01-07-03 18:01 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    Estou-me a referir à qualidade obviamente...

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]