gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Small is better
Contribuído por scorpio em 30-06-03 15:04
do departamento power computing
News Gimp escreve "Uma aspiração de quem está ligado ao ramo da supercomputação, é poder ter o máximo de recursos no menor espaço possível e sem ter que se preocupar com sitemas de refrigeração complexos. De Los Álamos costumam vir notícias sobre projectos bastantes interessantes e normalmente utilizando linux e desta vez não é excepção. Como descrever o projecto levava tempo resumo no seguinte: a utilização do cluster com processadores da Transmeta para resolver o coeficiente de Gelsinger levou ao desenvolvimento do mpiBLAST, em que uma BD BLAST é "partida" em bocadinhos e o processamento é realizado no cluster. Qual a diferença em relação a outras técnicas? Fica tudo residente em memória. O único senão é que acima de 120 CPU a performance degrada-se. O projecto já tem homepage. Como anedota temos a história da Microsoft ter contactado o laboratório a perguntar se o projecto tinha mais alguma licença além da GPL.
Mais detalhes no The Register "

Impressoras XS e XL | FSF/UNESCO Free Software Directory  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • coeficiente de Gelsinger
  • homepage
  • The Register
  • Mais acerca News
  • Também por scorpio
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Correcção (Pontos:2)
    por Gimp em 30-06-03 15:11 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Onde se lê bastantes insteressantes, ler bastante interessantes.


    "No comments"

    Não é anedota... (Pontos:3, Interessante)
    por joaobranco em 01-07-03 0:40 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Não é anedota perguntar se um determinado projecto open-source está disponível em outra licensa para além de GPL...

    Os donos do copyright de um projecto, podem disponibilizar (vender, licenciar) o mesmo de acordo com diferentes licensas... Assim, o mesmo projecto pode ser distribuido como GPL, mas alguém que queira fazer alguma coisa em código fechado pode contactar os donos do copyright e arranjar termos de licenciamento diferentes, se estes concordarem com isso. É uma forma possível de fazer dinheiro com o software livre.

    Claro que o problema aqui é "donos do copyright". A menos que as contribuições exteriores cedam explicitamente o copyright, descobrir quem é o dono de um projecto muito alterado é praticamente impossível...

    Cumps, JB

    Re:Não é anedota... (Pontos:3, Engraçado)
    por CrLf em 01-07-03 1:10 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Acho que a anedota era mesmo a parte da Microsoft e não a parte da licença.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Não é anedota... (Pontos:2)
    por Gimp em 01-07-03 11:48 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Yup! É isso mesmo. Prá próxima escrevo curiosidade em vez de anedota. Assim já não gera confusão nessas cabecinhas :-).


    "No comments"

    Re:Não é anedota... (Pontos:2)
    por McB em 13-07-03 9:54 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    anecdote == curiosidade em inglês! :D

    Yours,
    McB!

    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]