gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
IRC open source
Contribuído por BladeRunner em 28-06-03 18:20
do departamento sem-kapas
Rapidinhas Viva, eu não sou grande espingarda no IRC, por isso aquilo que vou dizer talvez não seja novidade para (quase) ninguém e provavelmente vou já ser linchado por causa disto :-)
Bem, o que eu queria dizer é que existe uma rede de IRC - irc.freenode.net - em que todos os canais são dedicados ao Linux e aos software open source.
O interessante da questão é que dá para falar com os developers dos softwares, ou pelo menos com alguns Gurus (TM). A rede tem cerca de 4000 canais, tão variados como as distros de Linux, Apache, Samba, Zope, proftpd, enfim... tudo o que se possa imaginar.
A língua usada nos canais é a inglesa.
Mais informações em www.freenode.net
Se realmente isto é uma novidade de polichinelo, as minhas desculpas e podem descarregar em cima de à vontade.
I'm used to it, anyway :-)

Termos de Utilização.pt | Open Wireless em Torres Vedras  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • www.freenode.net
  • Mais acerca Rapidinhas
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Conhecimento (Pontos:2, Redundante)
    por [Cliff] em 28-06-03 20:30 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    A transmissão/partilha de conhecimentos aquilo que faz de nós o que somos hoje em dia. Sendo assim, fiquei alegre de saber que é possível falar em tempo real com quem trabalha activamente neste e para este sistema operativo.
    Posso saber as suas opiniões, o que se faz por aí e melhor que tudo aprender mais :)
    Sendo assim, muchas gracias :)


    Nada do que foi escrito deve ser levado em consideração...
    Re:Conhecimento (Pontos:2, Interessante)
    por [Cliff] em 28-06-03 20:38 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Já agora, sobre esta coisa da partilha de conhecimentos, queria agradecer ao Leitão ter feito um post sobre o gdb que me permitiu resolver N problemas com aplicações que bloqueavam e eu não fazia ideia do porquê.
    Afinal, a minha "nhurrice" estava ao nível do iptables que filtrava pacotes no interface lo e as aplicações não se conseguiam ligar ao X por TCP...
    go figure :)
    Thx Leitão! :)


    Nada do que foi escrito deve ser levado em consideração...
    Re:Conhecimento (Pontos:2, Engraçado)
    por racme em 28-06-03 21:12 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.freebsdtips.com/
    ena ena tanto amor,
    me indaga o q farias aos verdadeiros programadores do GBD :D


    Make World; Not War;
    Re:Conhecimento (Pontos:2, Engraçado)
    por [Cliff] em 28-06-03 22:15 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    nem te digo... nem ao moderador lol. ando há mais de duas semanas em pesquisas no google e nas mailing lists e nunca conseguia achar uma solução...


    Nada do que foi escrito deve ser levado em consideração...
    Re:Conhecimento (Pontos:4, Esclarecedor)
    por leitao em 28-06-03 23:57 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Já agora, sobre esta coisa da partilha de conhecimentos, queria agradecer ao Leitão ter feito um post sobre o gdb que me permitiu resolver N problemas com aplicações que bloqueavam e eu não fazia ideia do porquê.

    You're welcome -- e ja' agora, mais umas hints sobre como fazer debug a aplicacoes que nem sempre se comportam como deve ser:

    • usar o strace (man strace) para ver o que um determinado processo esta' a fazer (ou entao o ltrace que e' semelhante mas mostra chamadas de biblioteca alem de chamadas de sistema),
    • O gdb pode fazer attach a um processo que esta' a correr: gdb [binario] seguido por attach [pid] (depois podem-se criar breakpoints, correr o processo ate' este receber um sinal, etc.)
    • usar o /proc/ (em Solaris existem as ferramentas /usr/proc/bin que infelizmente nao existem para Linux e que sao tremendamente uteis) para se ver que ficheiros um processo tem abertos, o que as diversas threads estao a fazer, etc.
    • mais neste exce lente artigo da IBM.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Conhecimento (Pontos:2)
    por slug em 29-06-03 0:07 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    lsof

    Lsof lists information about files opened by processes (...) An open file may be a regular file, a directory, a block special file, a character special file, an executing text reference, a library, a stream or a network file (Internet socket, NFS file or UNIX domain socket.) A specific file or all the files in a file system may be selected by path.

    Re:Conhecimento (Pontos:2)
    por leitao em 29-06-03 0:34 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Sim, o lsof e' util -- as ferramentas do /usr/proc/bin no entanto permitem fazer coisas muito engracadas que infelizmente nao estao disponiveis no Linux. Se alguem estiver interessado em as portar, esta e' uma boa descricao do que elas fazem (o pstack e' particularmente util).


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Conhecimento (Pontos:4, Interessante)
    por spyder em 29-06-03 3:16 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Ahem. A RH, pelo menos, tem um pstack desde a 7.3, que faz o mesmo da versao da Sun (stack trace). Tem os seus quirks, mas funciona.
    Quanto ao resto... o lsof e' para meninas ;) um simples "ls -la /proc/`/sbin/pidof processo`/fd" lista-te os FD. "cat /proc/`pidof processo`/maps" da-te os bindings a bibliotecas dinamicas, "cat /proc/`pidof processo`/environ" mostra-te o environment (mas a esta chegas com um simples "ps e `pidof processo`"), e por ai' adiante. A source do kernel traz um txt razoavel sobre o procfs, vale a pena le-lo
    E sim, o strace e' a melhor coisinha desde o pao fatiado. Deve ser das coisas que uso com mais frequencia a fazer debug (seja de software, seja de "eventos estranhos" num servico). Alias, tenho o alias t="strace -s 1024 -f -p" ;)
    Re:Conhecimento (Pontos:1)
    por leilao em 02-07-03 11:28 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    "I triple guarantee you", o /proc em Linux não serve para nada.
    -- Duh.
    ntpdate ah? (Pontos:5, Informativo)
    por racme em 28-06-03 21:01 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://www.freebsdtips.com/
    #ntpdate ntp02.oal.ul.pt

    alguem a necessitar de actualizar o seu relogio. A freenode ja tem alguns messitos e descende da anterior openprojects :)

    Convem referir que estas redes, estes canais nao sao de ajuda no sentido lato da "palavra", sao canais cujo objectivo principal e' o de ajudar no desenvolvimento dos respectivos projectos.
    Fez-se um grande esforco para que os programadores OSS, reconsiderassem o IRC como um meio viavel e util.
    Vamos agora evitar "estragar" este recuros preciossos com o tipico "noob user" que nao leu o TFM e pensa que os outros tem obrigacao de o ajudar.


    Make World; Not War;
    Re:ntpdate ah? (Pontos:2)
    por techn0id em 28-06-03 21:49 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    "Convem referir que estas redes, estes canais nao sao de ajuda no sentido lato da "palavra", sao canais cujo objectivo principal e' o de ajudar no desenvolvimento dos respectivos projectos. Fez-se um grande esforco para que os programadores OSS, reconsiderassem o IRC como um meio viavel e util. Vamos agora evitar "estragar" este recuros preciossos com o tipico "noob user" que nao leu o TFM e pensa que os outros tem obrigacao de o ajudar."

    Sim, isto e' verdade, mas para o user digamos intermediate que ate' faz o seu trabalho de casa e recorre a estes meios quase em ultima instancia, ha' certos canais que sao bastante uteis e onde se conhece gente que nao passa o tempo online apenas e so' para dizer 'RTFM'. Um exemplo que posso dar e' o #C onde encontrei sempre respostas (como deve ser) 'as perguntas que coloquei. Reparem que nao se trata de perguntar qual e' o codigo para fazer uma funcao xpto(). E' receber ajuda no sentido de dar a perceber o modo de pensar necessario para resolver o problema A ou B e nao a oferta de uma receita tipo culinaria.

    Enfim, na minha opiniao a FreeNode, antiga OPN, e' talvez o melhor exemplo de que o IRC esta' muito de longe de ser apenas e so' um divertimento de cariz muitas vezes extremamente duvidoso. E' isso sim, quando bem utilizado, uma das melhores ferramentas para trabalhar remotamente e em grupo que temos 'a nossa disposicao.

    Re:ntpdate ah? (Pontos:2)
    por [Cliff] em 28-06-03 21:56 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Como programador, longe de mim pensar que alguém tem a obrigação de me ajudar, especialmente os programadores. Essa responsabilidade transfiro-a para as mailing lists de utilizadores.
    Acho que a principal vantagem é a de poder perguntar aos programadores porque é que implementam a metodologia X e não a Y. Como por exemplo tenho feito na mailing list do SANE.
    Aliás, assim que liguei à freenode fui direito ao canal do #sane para pedir dicas no desenvolvimento de drivers porque o meu scanner não é suportado (ainda ;) ).


    Nada do que foi escrito deve ser levado em consideração...
    #Gentoo-pt (Pontos:2, Informativo)
    por lmpinto em 29-06-03 16:49 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    A língua utilizada é a inglesa, à excepção de alguns canais nacionais, como por exemplo o #gentoo-pt...
    Novidades? só no... (Pontos:1)
    por Aragorn em 30-06-03 15:41 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Sim, não é novidade :p Em relação à lingua o #gentoo-pt não é o único onde se fala português... existem muitos mais e se considerarmos o pt-br, então existem muitos mais.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]